You are on page 1of 32

UMinho | Ana Sofia Colim.

2011

Ergonomia
Etimologicamente: “ergonomos”, deriva do grego “ergon” (trabalho) + “nomos” (leis).
Higiene Segurança

Ergonomia

• Objecto de estudo: actividade humana, de modo a estudar as interacções que se manifestam entre o Homem e o seu meio envolvente.

Saúde

• Objectivo Central: optimizar estas interacções visando, de uma forma integrada, promover a segurança, a saúde e o bem-estar do utilizador, assim como a eficácia do sistema em que está envolvido.

Ergonomia
Vertente Científica
Conhecer o Homem •Forma, Dimensões, Alcances,… - Antropometria • Mobilidade, Posturas,… - Biomecância • Força muscular, Capacidade física,… - Fisiologia Muscular • Destreza, Capacidade motora – Motricidade • Percepção e processamento da informação, treino e aprendizagem,… - Psicologia Ocupacional

Vertente Tecnológica
Realizar Aplicações Práticas

Aplicações de técnicas de Engenharia na concepção, projecto, ensaio e validação de soluções práticas - Engenharia

.Ergonomia Exemplos de aplicação Ergonomia de Produto: Aplicação de princípios ergonómicos ao design/concepção de produtos.

condições ambientais. mobiliário. numa perspectiva de design total. sistema de interface.Ergonomia Exemplos de aplicação de que Ergonomia disponibiliza de Concepção Postos de guiar Trabalho: escolhas metodologias permitem estratégicas no desenvolvimento de um local de trabalho.… . • dimensões a adoptar. surgindo logo na fase de projecto. exigências físicas e cognitivas. conteúdo de trabalho.

Está associada à correcção de problemas que ocorrem em sistemas existentes. físicos e ambientais. .Ergonomia Exemplos de aplicação Ergonomia de Correcção: estudo e adaptação das condições de trabalho às necessidades. características e limitações dos trabalhadores. em termos organizacionais.

.A Abordagem Ergonómica Sistema de Trabalho centrado no próprio operador humano.

visores. por ex. voz. etc. etc. sons. . manípulos. pedais. volantes.. alavancas. • Operador recebe informação do sistema através de. teclados. • Permitem ao operador controlar a máquina através de. luzes.A Abordagem Ergonómica Interface Homem-Máquina • Conjunto de dispositivos que permitem a comunicação entre o Homem e a máquina.. por ex. ecrãs.

(Grandjean. 1988) .

.

• Braços e pés devem ser usados para operações que requeiram força.Interface Homem-Máquina Instrumentos de Controlo Regras Gerais: • Devem ser escolhidos de acordo com a anatomia e o funcionamento dos membros. . • Devem ser fáceis de alcançar e agarrar. • Dedos e mãos devem ser usados para movimentos rápidos e precisos.

Interface Homem-Máquina Instrumentos de Controlo Regras Gerais: • Altura ideal situa-se entre a altura do cotovelo e a altura do ombro. manivelas. . • Os botões e interruptores são adequados para operações que necessitem de pouco esforço muscular e elevada precisão. • As alavancas. volantes e pedais são apropriados para operações que requeiram maiores esforços musculares e menor precisão. • A distância entre manípulos deve ter em atenção a anatomia.

.

Expectativas ligadas à cor. .

.Facilmente detectáveis. Aumentar a eficiência do operador probabilidade de este cometer erros.Auditiva. A apresentação da informação pode ser: .Visual. .Interface Homem-Máquina Indicadores Devem ser: .Indicar claramente as acções necessárias a realizar pelo operador. e reduzir a . .Táctil.

Interface Homem-Máquina Indicadores .

Interface Homem-Máquina Visibilidade de uma Escala .

Interface Homem-Máquina Visibilidade de uma Escala .

Interface Homem-Máquina Legibilidade .

Interface Homem-Máquina Legibilidade .

Interface Homem-Máquina Compreensibilidade .

.

.

.

• Deve assegurar espaço suficiente para a movimentação e circulação de pessoas nas zonas partilhadas com máquinas. veículos e sistemas de transporte.A Abordagem Ergonómica Espaço de Trabalho • Meio envolvente dos postos de trabalho. . materiais.

. etc.). fungos. ambiente térmico. poeiras.A Abordagem Ergonómica Ambiente de Trabalho • Agentes físicos (radiações ionizantes. bactérias. cuja existência nos locais de trabalho pode constituir factor de incómodo ou de insalubridade.) e/ou biológicos (vírus. etc. comportando riscos. etc. iluminação. químicos (gases. campos eléctricos.). vibrações. ruído. fumos.

psico-sensoriais e cognitivas dos trabalhadores. • A ergonomia analisa se estão de acordo com as capacidades físicas. fisiológicas. .A Abordagem Ergonómica Conteúdo de Trabalho • Tarefas e sequências operacionais que o trabalhador terá de realizar.

• Aparente tendência para a ocorrência de acidentes e lesões. • Queixas dos trabalhadores. • Trabalhos de cariz repetitivo.Indicadores de Potenciais Problemas Ergonómicos • Introdução de novos processos ou modificação de processos já existentes ou aquisição de novos equipamentos. • Tarefas de manipulação manual de cargas. . taxa de rotação (turn over) elevada. • Absentismo.

Indicadores de Potenciais Problemas Ergonómicos .

• Horas extraordinárias trabalho. • Modificações nos postos de trabalho por iniciativa dos trabalhadores. . e aumento da cadência de • Má qualidade do produto ou serviço. • Trabalhadores com incapacidades ou com as capacidades diminuídas.Indicadores de Potenciais Problemas Ergonómicos • Existência de sistemas de incentivos salariais.

Indicadores de Potenciais Problemas Ergonómicos .