You are on page 1of 15

1

FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO

1.1

MISSÃO

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE é uma autarquia do Ministério da Educação que tem como missão prover recursos e executar ações para o desenvolvimento da Educação, visando garantir educação de qualidade a todos os brasileiros.

1.2

OBJETIVOS

O FNDE tem como valores a transparência, a cidadania e o controle social, a inclusão social, a avaliação de resultados, e a excelência na gestão. Seu compromisso com a educação; ética e responsabilidade ambiental; inovação e empreendedorismo. Entre seus principais desafios está a eficiência na gestão do salárioeducação (maior fonte de recursos da educação fundamental), na gestão dos programas finalísticos e nas compras governamentais, além da busca permanente de parcerias estratégicas e do fortalecimento institucional. Tem como visão de futuro ser referência na implementação de políticas públicas.

1.3

FONTE DE RECURSOS

Arrecadação: 1/3 cota - Governo Federal; 2/3 cota - Estados e Municípios Tesouro Nacional Acordos Internacionais PROEP PROMED Fundescola Aplicação no mercado financeiro Impugnação de despesas irregulares

o Fundeb tem como principal objetivo promover a redistribuição dos recursos vinculados à educação. materializa a visão sistêmica da educação. Ou seja. Além disso. O acompanhamento e o controle social sobre a distribuição. estadual e municipal por conselhos criados especificamente para esse fim. Substituto do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef). num total de vinte e sete fundos). em substituição ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério Fundef. com base em dados do censo escolar do ano anterior. que vigorou de 1998 a 2006. na medida em que aumenta em dez vezes o volume anual dos recursos federais. A estratégia é distribuir os recursos pelo país.2 FUNDEB O Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) atende toda a educação básica. O Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação – Fundeb foi criado pela Emenda Constitucional nº 53/2006 e regulamentado pela Lei nº 11. que vigorou de 1997 a 2006. da creche ao ensino médio. de natureza contábil e de âmbito estadual (um fundo por estado e Distrito Federal. O Ministério da Educação promove a capacitação dos integrantes dos conselhos. a transferência e a aplicação dos recursos do programa são feitos em escalas federal. formado por parcela financeira de recursos federais e por recursos provenientes dos impostos . pois financia todas as etapas da educação básica e reserva recursos para os programas direcionados a jovens e adultos. A destinação dos investimentos é feita de acordo com o número de alunos da educação básica.494/2007 e pelo Decreto nº 6. levando em consideração o desenvolvimento social e econômico das regiões — a complementação do dinheiro aplicado pela União é direcionada às regiões nas quais o investimento por aluno seja inferior ao valor mínimo fixado para cada ano. É um importante compromisso da União com a educação básica.253/2007. É um fundo especial. o Fundeb está em vigor desde janeiro de 2007 e se estenderá até 2020.

estados e municípios) com a educação é efetivado mediante a garantia de "atendimento em creche e pré-escola às . aproximadamente R$ 5. ensino fundamental. o desenvolvimento.2 bilhões em 2008. implantado em 1955.722. quando coloca que o dever do Estado (ou seja. com o objetivo de assegurar o valor mínimo nacional por aluno/ano (R$ 1. sendo plenamente concluída no seu terceiro ano de existência. por meio da transferência de recursos financeiros. 212 da Constituição Federal. será de 10% da contribuição total de estados e municípios. de R$ 2 bilhões em 2007. contribuindo para o crescimento. ensino médio e educação de jovens e adultos) matriculados em escolas públicas e filantrópicas. ou ao Distrito Federal. quando o total de alunos matriculados na rede pública é considerado na distribuição dos recursos e o percentual de contribuição dos estados. em que este limite mínimo não for alcançado com recursos dos próprios governos. O PNAE tem caráter suplementar. 3 ALIMENTAÇÃO ESCOLA O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). a aprendizagem e o rendimento escolar dos estudantes. Seu objetivo é atender as necessidades nutricionais dos alunos durante sua permanência em sala de aula. a alimentação escolar dos alunos de toda a educação básica (educação infantil. da Constituição Federal. 2009. verbas federais também integram a composição do Fundeb.05 em 2011) a cada estado. Com vigência estabelecida para o período 2007-2020. vinculados à educação por força do disposto no art. a título de complementação financeira. Além dos recursos originários dos entes estaduais e municipais. como prevê o artigo 208. das três esferas governamentais: União.e transferências dos estados. Distrito Federal e municípios. garante. bem como promover a formação de hábitos alimentares saudáveis. a partir de 2010.1 bilhões para 2009 e. todo o recurso gerado é redistribuído para aplicação exclusiva na educação básica. Independentemente da origem. incisos IV e VII. sua implantação começou em 1º de janeiro de 2007. O aporte de recursos do governo federal ao Fundeb. aumentou para R$ 3. Distrito Federal e municípios para a formação do fun o patamar de 20%. ou seja.

O orçamento do programa para 2011 é de R$ 3. Por meio da distribuição de acervos de obras de literatura. de pesquisa e de referência e outros materiais relativos ao currículo nas áreas de conhecimento da educação básica. ensino fundamental. o programa vem se modificando e se adequando à realidade e às necessidades educacionais. da criatividade e da crítica. com base no censo escolar realizado no ano anterior ao do atendimento. ensino médio e educação de jovens e adultos. pela Secretaria Federal de Controle Interno (SFCI) e pelo Ministério Público. Por fim. pelo Tribunal de Contas da União (TCU). o Pnae beneficia 45.crianças de zero a seis anos de idade" (inciso IV) e "atendimento ao educando no ensino fundamental. Sob a gestão do Fundo Nacional de .1 bilhões. medida que estimula o desenvolvimento econômico das comunidades. o governo federal apoia o cidadão no exercício da reflexão. de 16/6/2009.60. pelo FNDE. Desde que foi criado. por meio dos Conselhos de Alimentação Escolar (CAEs). através de programas suplementares de material didáticoescolar. 30% desse valor – ou seja. 4 BIBLIOTECA DA ESCOLA A democratização do acesso às fontes de informação.6 milhões de estudantes da educação básica e de jovens e adultos. O programa é acompanhado e fiscalizado diretamente pela sociedade.30 por dia para cada aluno matriculado em turmas de préescola. O repasse é feito diretamente aos estados e municípios. o valor repassado pela União a estados e municípios foi reajustado para R$ 0.947. As creches e as escolas indígenas e quilombolas passam a receber R$ 0. o fomento à leitura e à formação de alunos e professores leitores. Com a Lei nº 11.90 por dia. alimentação e assistência à saúde" (inciso VII). as escolas que oferecem ensino integral por meio do programa Mais Educação terão R$ 0. R$ 930 milhões – devem ser investidos na compra direta de produtos da agricultura familiar. transporte. A partir de 2010. para beneficiar 45.6 milhões de estudantes da educação básica. Ao todo. e o apoio à atualização e ao desenvolvimento profissional do professor é os principais objetivos do Programa Nacional Biblioteca da Escola – PNBE. em 1997.

incluindo as obras do PNBE Especial. O investimento para os anos de 2010 e 2011 foi de aproximadamente R$ 60 milhões. a novidade é que as obras direcionadas aos alunos dos anos iniciais e da educação de jovens e adultos serão adquiridas também em formato MECDaisy. mais de trinta milhões de estudantes serão beneficiados pelo programa Biblioteca da Escola. PNBE 2011 Em 2011.799 unidades de ensino do 6º ao 9º ano) e de ensino médio (17. Serão avaliadas obras de literatura a serem destinadas às escolas públicas que ofereçam anos iniciais do ensino fundamental. PNBE Periódicos Para 2011 foi mantida a distribuição de periódicos às bibliotecas das escolas públicas. educação de jovens e adultos (etapas de ensino fundamental e médio) e educação infantil (creches e pré-escolas). poemas e histórias em quadrinhos. romances. o programa possibilita a modernização e a expansão das redes públicas de ensino médio integradas à educação profissional. uma das metas do Plano de . Nesta versão do programa.830 escolas). No primeiro semestre de 2011. o investimento foi de R$ 218. Criado em 2007. De cunho eminentemente pedagógico. Professores e Periódicos. crônicas. iniciada. dez milhões de livros de literatura serão enviados para escolas públicas de ensino fundamental (49.Desenvolvimento da Educação – FNDE tem recursos financeiros originários do Orçamento Geral da União. as revistas são complemento à formação e à atualização dos docentes e demais profissionais da educação. PNBE 2012 O edital do PNBE 2012 já está disponível. A iniciativa repassa recursos do governo federal para que os estados invistam em suas escolas técnicas. como contos. Os acervos terão títulos de diversos gêneros literários. 5 BRASIL PROFISSIONALIZADO O programa Brasil Profissionalizado visa fortalecer as redes estaduais de educação profissional e tecnológica. Ao todo. O contrato de aquisição das revistas junto às editoras foi renovado e a distribuição para 2011.5 milhões.

por meio do transporte diário. Mais de R$ 500 milhões já foram repassados pelo Ministério da Educação para estimular a implementação de ensino médio integrado à educação profissional nos estados. Existem três formas para estados e municípios participarem do . oferece um veículo com especificações exclusivas.Desenvolvimento da Educação (PDE). O Brasil Profissionalizado leva em consideração o desenvolvimento da educação básica na rede local de ensino e faz uma projeção dos resultados para a melhoria da aprendizagem. por meio do FNDE e em parceria com o Inmetro. o acesso e a permanência na escola dos estudantes matriculados na educação básica da zona rural das redes estaduais e municipais. desemprego. práticas pedagógicas e formação de professores. O programa consiste na aquisição. O governo federal. orçamento detalhado e cronograma das atividades. de veículos padronizados para o transporte escolar. escolaridade. próprias para o transporte de estudantes. desenvolvimento de gestão. O incremento de matrículas e os indicadores sociais da região. e adequado às condições de trafegabilidade das vias das zonas rural e urbana brasileira. o programa investirá recursos da ordem de R$ 900 milhões aos estados e municípios que ofertam educação profissional no país. por meio de pregão eletrônico para registro de preços realizado pelo FNDE. O programa também visa à padronização dos veículos de transporte escolar. O objetivo é integrar o conhecimento do ensino médio à prática. violência e criminalidade de jovens entre 18 e 29 anos também são analisados 6 CAMINHO DA ESCOLA O programa Caminho da Escola foi criado em 2007 com o objetivo de renovar a frota de veículos escolares. ampliando. garantir segurança e qualidade ao transporte dos estudantes e contribuir para a redução da evasão escolar. O dinheiro deve ser empregado em obras de infraestrutura. Até 2011. Um diagnóstico do ensino médio contém a descrição dos trabalhos político-pedagógicos. como analfabetismo. à redução dos preços dos veículos e ao aumento da transparência nessas aquisições.

registradas no Conselho Nacional de Assistência Social. ou por meio de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). 7 DINHEIRO DIRETO NA ESCOLA Criado em 1995. . às escolas públicas da educação básica das redes estaduais. bastando aderir ao pregão. que disponibiliza linha de crédito especial para a aquisição de ônibus zero quilômetro e de embarcações novas. em caráter suplementar.(CNAS) como beneficentes de assistência social. o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) tem por finalidade prestar assistência financeira. municipais e do Distrito Federal e às escolas privadas de educação especial mantidas por entidades sem fins lucrativos. via convênio firmado com o FNDE.Caminho da Escola: com recursos próprios. ou outras similares de atendimento direto e gratuito ao público.

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ CENTRO DE TEOLOGIA E CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE PEDAGOGIA PRISCILA TICIANA DE LIMA PESQUISA DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS II CURITIBA 2011 .

660 instituições de ensino. 5.007. Até 2008. técnicos e gestores públicos municipais e estaduais.643 escolas. O orçamento previsto para 2011 é de R$ 1. os agentes envolvidos.893.404 alunos de 137.4 bilhão. O programa consiste na oferta de cursos de capacitação. passando a abranger as escolas de ensino médio e da educação infantil. 8 FORMAÇÃO PELA ESCOLA O Programa Nacional de Formação Continuada a Distância nas Ações do FNDE – Formação pela Escola – visa fortalecer a atuação dos agentes e parceiros envolvidos na execução. contribuindo para elevar os índices de desempenho da educação básica. de acordo com o número de alunos extraído do Censo Escolar do ano anterior ao do repasse. com a edição da Medida Provisória nº 455. no monitoramento. como a concepção. na avaliação. e. para todas as suas ações. foi ampliado para toda a educação básica. as diretrizes. Em 2009.223 escolas.993.594 estudantes de 2. pelo PDDE Educação integral.640 escolas públicas e particulares. o orçamento do PDDE foi de R$ 1. portanto. 10. o programa contemplava apenas as escolas públicas de ensino fundamental. na prestação de contas e no controle social dos programas e ações educacionais financiados pelo FNDE. representantes da comunidade escolar e da sociedade organizada. Os recursos são transferidos independentemente da celebração de convênio ou instrumento congênere. de 16 de junho de 2009). os principais objetivos. pela ação PDDE Escolas de fim de semana.894 alunos de 16.5 bilhão.O programa engloba várias ações e objetiva a melhora da infraestrutura física e pedagógica das escolas e o reforço da autogestão escolar nos planos financeiro. Foram beneficiados pela ação PDDE Manutenção 41. É voltado. a operacionalização. pelo PDDE – PDE Escola. para a capacitação de profissionais de ensino.270 alunos de 9. 1.124.947. a prestação de contas e os mecanismos de . em que os participantes conhecem os detalhes da execução das ações e programas da autarquia. Em 2010. de 28 de janeiro (transformada posteriormente na Lei nº 11. administrativo e didático.

os cursos são oferecidos na modalidade a distância. levando em consideração seu planejamento pedagógico. Em 2011. que pode ser: anos iniciais do ensino fundamental. Assim. 9 LIVROS DIDÁTICOS Para prover as escolas públicas de ensino fundamental e médio com livros didáticos. milhões. a cada ano o FNDE adquire e distribui livros para todos os alunos de um segmento. para a compra de livros didáticos do ensino médio e reposição e complementação do ensino fundamental. dicionários e obras complementares de qualidade.controle social. Em virtude da abrangência territorial do país e do grande número de pessoas envolvidas nessas ações. são distribuídas também versões acessíveis (áudio.2 bilhão. Cada escola escolhe democraticamente. Braille e MecDaisy) dos livros aprovados e escolhidos no âmbito do PNLD. dentre os livros constantes no Guia do PNLD. como forma de potencializar os esforços de formação continuada dos diversos atores envolvidos na execução de programas do FNDE. aquele que deseja utilizar. o governo federal executa o Programa Nacional do Livro Didático. O orçamento do programa para 2010 é de R$ 6. as capacitações eram feitas exclusivamente de maneira presencial. O programa é executado em ciclos trienais alternados. o orçamento do PNLD é de R$ 1. anos finais do ensino fundamental ou ensino médio. Para garantir o atendimento a todos os alunos. o que representava o atendimento de um público menor e maiores gastos com a mobilização e transporte dos cursistas e de técnicos do FNDE até as cidadespolo. busca-se estimular a participação da sociedade nessas ações. Até 2006. . O Programa atende também aos alunos da Educação de Jovens e Adultos das redes públicas de ensino e das entidades parceiras do Programa Brasil Alfabetizado. À exceção dos livros consumíveis. Com isso. os livros distribuídos deverão ser conservados e devolvidos para utilização por outros alunos nos anos subseqüentes.

de 24 de abril de 2007. e é parte das ações do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE) do Ministério da Educação. Para a transcrição e adaptação dos títulos. o FNDE tem parcerias com o Instituto Benjamin Constant (IBC). em meio magnético. em 1999. A primeira ação neste sentido foi a transcrição. Os títulos adaptados para o sistema Braille são distribuídos. do Ministério da Educação. em caráter suplementar. O programa foi instituído pela Resolução nº 6. o FNDE implementa diversas ações para atender alunos cegos com livros em Braille. Seu principal objetivo é prestar assistência financeira. em meio magnético. O Programa Nacional do Livro Didático em Braille atende alunos cegos que cursam o ensino fundamental em escolas públicas de ensino regular e escolas especializadas sem fins lucrativos. por considerar que a construção de creches e escolas de educação infantil bem como a aquisição de equipamentos para a rede física escolar desse nível educacional são indispensáveis à melhoria da qualidade da educação. a todos os CAPs e Núcleos de Apoio Pedagógico e Produção Braille do País. de vinte títulos de livros didáticos. alunos com cegueira. Essas iniciativas são realizadas em parceria com a Secretaria de Educação Especial (Seesp) do Ministério da Educação. 11 PRÓ INFÂNCIA O governo federal criou o Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (ProInfância). que foram distribuídos. ao Distrito Federal e aos municípios que efetuaram o Termo de Adesão ao Plano de Metas Compromisso Todos pela Educação e elaboraram o . a todos os Centros de Apoio Pedagógico Para Atendimento às Pessoas com Deficiência Visual CAPs do País. e com a Fundação Dorina Nowill para Cegos (FDNC).10 LIVROS EM BRAILE Preocupado com a qualidade e a abrangência dos programas do livro didático.

). Em 2010. Os recursos destinam-se à construção e aquisição de equipamentos e mobiliário para creches e pré-escolas públicas da educação infantil. no âmbito da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). secretaria etc. deve-se considerar as orientações da Norma NBR 9050 da ABNT. fogões e bebedouros. cadeiras. Foram 214 convênios (cada um com valor superior a R$ 100 mil) para a compra de móveis e equipamentos. salas de leitura. salas de informática. o Proinfância passou a repassar recursos para equipar as escolas em fase final de construção. administrativo. o Proinfância investiu na construção de 1. fazendo as adequações necessárias a fim de permitir seu uso por portadores de necessidades especiais. As escolas construídas ou reformadas no âmbito do programa deverão priorizar a acessibilidade. geladeiras.500 escolas. bibliotecas. Para tanto. o FNDE transferiu recursos para mobiliar e equipar 299 creches. Entre 2007 e 2008. sanitários. Em 2009.Plano de Ações Articuladas (PAR). Para ser atendido com o ProInfância. Também em 2009.021 escolas. fraldários. esportivo e de alimentação (salas de aula. 12 TRANSPORTE ESCOLAR O Ministério da Educação executa atualmente dois programas voltados ao transporte de estudantes: o Caminho da Escola e o Programa Nacional de Apoio . refeitório. como mesas. recreio coberto. berços. criando e sinalizando rotas acessíveis. foram celebrados convênios para a construção de 628 escolas de educação infantil. Além disso. recreativo. é indispensável que o Distrito Federal e os municípios supracitados estejam com seus dados orçamentários relativos à educação atualizados no Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope) do Ministério da Educação e que detenham título de dominialidade do terreno onde haverá a edificação em consonância com a Portaria Interministerial nº 127 de 29 de maio de 2008. ligando os ambientes de uso pedagógico. Para 2011. a previsão é de investir na edificação de 1. o programa superou a meta prevista de financiar a edificação de 500 unidades – o FNDE celebrou convênios para a construção de 700 creches.

no que couber. Distrito Federal e municípios. Já o Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (Pnate) foi instituído pela Lei nº 10. combustível e lubrificantes do veículo ou. beneficiando também os estudantes da educação infantil e do ensino médio residentes em áreas rurais. é necessário formalizar a autorização por meio de ofício ao órgão. Com a publicação da Medida Provisória 455/2009 – transformada na Lei no 11. em caráter suplementar. aos estados. para custear despesas com reforma. de linha de crédito especial para a aquisição. pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). e consiste na concessão. Os valores transferidos diretamente aos estados. ficando impedidos de fazer transferências futuras aos entes municipais. o programa foi ampliado para toda a educação básica. terão de executar diretamente os recursos recebidos. câmbio. O Caminho da Escola foi criado pela Resolução nº 3. impostos e taxas. sem necessidade de convênio ou outro instrumento congênere. Serve. licenciamento.880. elétrica e funilaria. Caso não o façam. pública. O cálculo do montante de recursos financeiros destinados aos estados. pelos estados e municípios. Os estados podem autorizar o FNDE a efetuar o repasse do valor correspondente aos alunos da rede estadual diretamente aos respectivos municípios. de 16 de junho do mesmo ano –. de 9 de junho de 2004. recuperação de assentos. de ônibus. Para isso. de 28 de março de 2007. serviços de mecânica em freio. seguros. mini-ônibus e micro-ônibus zero quilômetro e de embarcações novas. pneus. por meio de assistência financeira. suspensão.ao Transporte do Escolar (Pnate). para o pagamento de serviços contratados junto a terceiros para o transporte escolar. também.947. da embarcação utilizada para o transporte de alunos da educação básica. O programa consiste na transferência automática de recursos financeiros. ao Distrito Federal e aos municípios são feitos em nove parcelas anuais. ao Distrito Federal e . de março a novembro. que visam atender alunos moradores da zona rural. câmaras. com o objetivo de garantir o acesso e a permanência nos estabelecimentos escolares dos alunos do ensino fundamental público residentes em área rural que utilizem transporte escolar. residentes em área rural. motor.

php?option=com_content&view=article&id=12 325&Itemid=663> Acesso em 08 set 2011.73 e R$ 172. Disponível em:http://www.br/index.gov.mec.br/index. Disponível em:<http://www. de acordo com a área rural do município.br/index.gov. Disponível em:<http://www.gov.gov.fnde. 13 PROGRAMAS CONCLUÍDOS FUNDESCOLA PROEP PROMED PROJETO ALVORADA PNTE 14 REFERENCIAS Disponível em:<http://www.fnde.php/programas-livro-didatico> Acesso em 08 set 2011.gov.aos municípios tem como base o quantitativo de alunos da zona rural transportados e informados no censo escolar do ano anterior.gov. Para 2011.fnde.fnde. O valor per capita/ano varia entre R$ 120. .fnde. Disponível em:<http://portal.24. Disponível em:<http://www.php/programas-formacao- pela-escola> Acesso em 08 set 2011. o orçamento previsto é de R$ 644 milhões.br/index2. Disponível em:<http://www.fnde.php/programas-alimentacao- escolar>Acesso em 08 set 2011.br/index.php/programas-biblioteca-da- escola > Acesso em 08 set 2011. a população moradora do campo e a posição do município na linha de pobreza.php/programas-dinheiro- direto-na-escola> Acesso em 08 set 2011.gov.php/programas-caminho-da- escola> Acesso em 08 set 2011.br/index.br/index.

Disponível em:<http://www.gov.br/index. .php/programas-transporte- escolar> Acesso em 08 set 2011.fnde. Disponível em:<http://www.fnde.gov.gov.php/programas-livros-em- braille> Acesso em 08 set 2011.Disponível em:<http://www. Disponível em:<http://www.php/programas-proinfancia> Acesso em 08 set 2011.php/programas-programas- concluidos> Acesso em 08 set 2011.br/index.fnde.fnde.br/index.br/index.gov.

! % &'#$%  !#  %# %   $&$ &#$ !      !#$%        !$"&$!  %$& $               &#%      .

08 0 5747.8  705708039.8O7.5. .8 .76:.   47.4 ! 8.7.5./4  5479.0/:.9:. 0/4 /.  2    . /.   5747.:.88:. 034-.4/4705.2.39  2  447.2 -0301.7.. .    089:/. .38248 /0 ./.3/4 .:940894 08.074803.4. /48 5747..074  .4 ! .25. .8 0 4 701474 /.4  .  . /. 94/.E7.2..8 0 48 20.3.  . 4507.94/.../.20394 3.7/4. 8.3.8 /.4.20394/4!14/0# -4 5.5.8 0 .3. 00.4.H344:3897:20394.439.8 /0 03834  9F.0.4 3907.:4 34243947.4.9.03   /0/0:34/0   14 . .4 /0 ..      .8 0 089..03908 03.08 /0 /08025034 /.4 50.4.7.08 0/:.79.390747.348 13./008.8 .  F /0 #   -4  8 70.8 13./.3908 .880  9F  45747. 2047.8/003834 1:3/. 00..4 /0 ..893..48 2:3. 0/:.4 0 //E9..43. .  5.8 504 !/:.5.4..:7848 /0 .0/.88.8 4-09.8 /0 038342F/40/.43.4  .4 -E8../4 5.43. ..9./48 504   A .42 .808.. 317./48 50..54890747203903.4 -E8.:7848 84 97. .3.4./:.03908 0 5.84.9.J/4 /403848.439740 84.O.57089..439025.503. 3    /0  /0 . .. ..381472.4. 1J8.47/4.3. ..430.2.4 /0 57418843.7.. 0 50/.48 0 0894708 5-.054  .0897:9:7.43. 41079.4397-:3/4 5.:9.3074 97..3908 /0   08.    .3.:348097.4 3.-7.2.8 /0 12 /0 802.20394 570.431...02 48 /09.:4 /..08 /.2.307 .70/.07 .:348 /0    3899:08 /0 03834 0  504 !  ! 8.424 .79. 57089./047.4 /48 ..4 4393:.2039./0 472.4.4 /0. .38107/48 3/0503/039020390 /.4.7 48 J3/..8 .  5747. 0//..:348 /0    08.808/4   472.8 0 5.49.4.394  5.. .8 08.43./23897.. .894 5. 0/:.8    #@ !$   !747.42:3/.8../483.2.34. !74..8 08.708 50..8 /709708  48 573.48  48 . .4  02 6:0 48 5.08 0 4-09.00-7.5.439.438890 3.43H3070 /0.00.8 5-.7./48  .4.3:9034     ..4. . 1479.3908 /. .85-.7.8 .7 348 5.8 0 34 ..:348/0 08. /0 .4.08  47.8.42432074/0.

4./4  5747.48 /4 03834 2F/4 0 705484 0 .8 .397 4 .4 /4 03834 1:3/.04/48.07.F00. 00. 4 .4 0 97...438:2J./402..8948 .2039. .  4 6:0 705708039.4 80: 5.4 20347 0 2..  0.43.84.438/07.02F/4.808. 4: 038342F/4 2  447.8.748/897-:J/48/0./6:700/897-:.85-.-7.5.088J..2./48 3.74/E9. /0 .8 .42502039../48 3.7.0734 10/07.07.:348 /.40 /024./0  4 4..7 48 0814748 /0 1472.94/4848./48008..9073.7.2.9.48 ..  . 94/48 48 .7.748 //E9./08 544  47..2. 00. /4 5.5.:348 348 .43E748 0 4-7./.4!747.748 .8 039/..07808.08 E:/4 7.8 ../.8 ..574.903/20394 .7. 08.2039./0 . :9.348 13. 24-.79.08  48 .4257..424 1472./.7.8 9.8/4!747.08  2 .000...7.2.903/09.074807 .07848 .7.8 0 /0 9F.J8 0 /4 7..748.2.-09.43807./48 882 .08 48.4 /0 4....4389.79:/0 /.4/48 342-94/4!   .4 547 4:9748 .4. /893.8 .O.4  !747./48 5.8 3088.2-F2 .4.6:00 6:0 /080.20390  /03970 48 . .3..903/20394 /0 :2 5-. 08.:7848 84 41070.42502039./48 0 /0.2039450/.344 .3H3.. 24/.4393:.574.2039.:8. /4 !  . /48 /.3854790 /48 . 800892:.08 07.4/.20394/45747.8 /0 03834 0 /. 570803..42.:348/0:2 8020394 6:054/0 807 .8 70/08 5-.5.348 3.2-F2.7.9F .7  0.2.30.4.9.348 8:-806Q03908  ..:7889.. 42884 -:8.8 /48./.489703.4  !.3/4 02 .7.:348  84 /897-:J/..307./.8 /4 03834 1:3/.708 /0 6:.43974084. 9077947.7485.48  /.8/0038341:3/.48 /4  . :9.42 .4 ./03088.20390 /0 2.:9. /0 54903.2039...  .0/.748.20394/4!F/0# -4 5.:4 /0 5747. /:.3908 34 :.3/0 32074 /0 50884.8 0.7...4.8 /4 03834 1:3/.81.8 03.2 109..5./4.  F/0# 208    '# $ % $ !.7../085.8 /4   9F    ./.4708 ./.94708 03.748 //E9.038 0 /:948 /.:9.

J8  !747.4  57207..3F9.4 0 6:84 /0 6:5.43.7 0 08.8 3./.07.048 .59..O.4.  02 .42 4 3899:9403.7..70/01J8.8 .4. /0 /:.42 ../485.5.08008..#084:43  /0/0.2. 02 08.234389.3909J9:48/0 .0:07.4 89794 0/07./:..4 !  /4 389F74 /. #0/0 8.2039485.97.4  . /0 /:.. 547.:348 . /.7.-7/0  0F5.0.2.07.76:0..-7. 97. /:../0 0 .7.08  2047.4 !.48  !./.7.3F9.4.:348 ..8 .39 !74313. .3H3..4 0.:78. 13.8 84 70. '8:.6:84/006:5.4  4  2502039.45. /:.4...42 ..048   89J9:48..709.  '# $# !704.2.8889H3.4 !..43897:4/0.4 F 57089. 6:.H3.4 31.8 5-.43.O.4308908039/414.7.143899:J/450.4 /48 9J9:48  4  902 5..38.0  .8 /0 03834 70:.0 0/:.4  .34 /0 0803.. $0085  /4 389F74 /.8 ./4.084 /897-:J/48  02 204 2.-47.4027. .74 0 .74 //E9.39-02 .7/0880 3J.07..2.7.:3/.08 /4 !. .74: 4 !747. 94/48 48 !8 0 .7 !-.40!74/:47..42 .4.  88./.74 02 /0.8 /4 .903/0.7..7.438/07. 94/48 48 039748 /0 544 !0/. .7. /:. ..J8    !#    4./.2039.078.8 .08.048 /0 544 !0/./.  !8/4!.748 02 7../.7E907 8:502039. 84 3/85038E.4  $0: 573.. /.7.2 4 .42.34/0 09.0486:0 .39  /4389F74/.2 4 03834 1:3/. /:.748 //E9.7.42 01.9.2 /897-:J/48  02 204 2.7 .. /0 #00897:9:7. 0 ../0 /.9.7  .4 31.. .4 850.8 425742884 %4/4850.J548 6:0 0109:..3.:348.42 .8802138:.424..8/00/:.74/E9.4.. 4-09.4 473.59..7.790/.20394 /.:5.203948 5.8 0850. /48 5747.903/07 . $0.0734 10/07.70.. 903/20394 8 !0884.48  6:0 147.7.43.7.4 0 0. 6:. .48 2:3.488902.38.08 5.2 4 %0724 /0 /084 ./4 .8 02 5. 0/:.4   5747.0/4!.

.4  085479.4 /4 708.089:3.70..7 ../48 ./E748 --490.39  F2 /884  4  97.84 F /0 3.3/4 0 83.2. .3./0 /4 9077034 43/0 .:..H3485.2./23897.4. .08  !./:. /4 !747./07././08 4.7.0884-70 7.43897:4/0 .234/.8013..4./..438/07.70.8 .49. #   2  5..4.8 .J5488:57.8 14080-0-0/4:748  2    147. 9.39084.8 !#  0/:.:9.. 09.4  . .4802 /:..7  ..4 $450  /4 389F74 /.903//4.  !.007.807.074 5747.203948!-. .7. .08/.7.7.8  34 2-94 /.43897:4 47.07E .:7848 5.42 .  8.20394 !    %#$! #%$ #  389F74/.4 8./06:.884:.6:84 /0 06:5.8 5-.7.0897 3.2-F202  4!74313.704 .2 .8.88.3.7.2.2 80  .2 .7. 8:5074: . /0./031472. 0/1.08 0 06:5.08 0 57F 08.8 /./08 0850.%  3970 0  4!74313.8/0.7.9.8.8 .03/4 .2./0..394 /0.3/4 48 .9.808.   .770./48 47.42.43. .4 0 6:0 /0903.89.088-/.472./.#  /.570...2039E748 70.431..43.2.00-74:.3907238907. 09..400..34 /0 08 79.00-7./48../.H348 ..8  .8/009:7.4/0    08./4708 /0 30.7.203948 0 24-E74 5.847039..438433.3 /0/02. /0 13.4.709.43897:4 /0  08.5. 0/1.9:.H348 5.08  %.4..!479..8 8. 80:3/.  8.:7848 /0893.4.. /0 .:2..7.43897:4/0 08.7..9:..2039.39E748  70.06:04897940/07.48  0/:.:.705.8021.!.4. /0 2O.. 209.5. 24-.2.0 80.9.424!74313.088/./4834$8902.40/0./07.:78485.06:5.43897:4 0 . 0 48 2:3.203948  .20390/485747.2 9J9:4 /0 /423.3/4 749.8 34 2-94 /4 5747.4. F3/85038E.8 /0 31472E9.43. 570. 12 /0 507297 80: :84 547 5479.8 .8  2    4 5747.08  .70...47 8:50747 .4 31.42 80:8 /.4-0794  70109O74  80./480890.08 30..3854790/0089:/./0  1.43897:J/. 17.. 0/1.4 02 .8  .7 . .4 /0   :3/./0544 .04!747..4/0   8 08.7..088J. !.43.. /:.O..7.2-03908 /0 :84 50/..088E7..9.4257.7 .424 208.8 4: 701472.4 97.4  70.8 /0 0/:.38107: 70.39  8 70.7 0 06:5.70.8 -0748 0.

0834.385479008.3974 ..7 547 204 /0 .3./48  89794 0/07.3854790 /4 8./4 50.7.4244-09.4. /0 0803..03   /0/0:34/0  .4/0..74 3-:80746:209740/0 02-.2.3.2.0//.8.4.J548 /03-:8 23 3-:802. 13. .7:7..07.3854790/48./0. 348 089.203948 08...-00.708 /48 ...7E907 8:502039.4 %7..5-.43.74/0    0 .7.7F/940850.7 !3.7..3H3./4708/.8  E 4 !747.7  .4 . 8.43.4. /0 544 .5:-. 7:7.J548  42.4.7 !3.903/07.438890 3. $ /03.6:0:90297.4.7.02:3.43..234/. .8889H3. #084:4 3   /0 /0 2./4802:3.0884 0 .432.43.:348 247.48 089.4%7.!74.4/.4708/0390802E70..40$4.6:84 5048 089. 5072.0884  504 .90 6:0.   ..90  14 3899:J/450..2039.5.4.:348 /4 03834 1:3/.8O7..20394 .  02 . 14 .

.87:7.02-74  .4 -E8.884 F30..7 /709.8. /709.  708/03908 02 E70.42-:89J.48089.7...39 0/4 038342F/4708/0390802E70.7.3908 /.0.7.2-F2 5.0-/48  1.42 701472.47708543/0390 .43.8  530:8  .4897940/07..34  4 5747.5.:348 /.:4 /42439.E.880 /4 .0748/0893.3/4 9.3.H34 4: 4:974 3897:20394 ./48 .84 34 4 1.48.:947.4397.  -0301. 70/0 089.:4 4:  34 6:0 .497.48039082:3./0 /0 .3854790 /0 . .43H3070  5.7  8 089.8  8.7.8  807.8 /02./48 54/02 .7:7...48 70850..2-4  24947  0F97. 02 1704  8:850384  .  70. 94/.7.3:.2. ./.2  9074 /0 00.4897940/07.47 .48 2:3.48 /0 20.9.:890.25./48:394./48..4547204/041J.0J..034    /0  /0 :34 /4 20824 ./48 .0748  802 30.38107H3. /0 70.  80:748  . 4 5.4.34.:784813..8803948  .03.48089.9. 5..4 /0 ..3908 /4 . 0/:.4:-07  /.:348 /.0797.3.4 :9.. 0109:. 97./.20390.7..381472.0 0 :-71.  97.3.088E741472.4 -E8.4 O74  .:9.3/4250//48/01.48 .81:9:7./:.7 4 705.0 .4388903.20394  2548948 0 9.0/:.38107/48/709..7 4  .20390 .:7848 70.7.74..20394 /0 807.2.0.8 . 14 .20390 48 70.907.:507. 0 1:3.J54884109480234. . 5-..088/. 0/:..7.385479008.05.7.:784813. $07.. 4 97..4.4 31.8..7.2-F2 48 089:/.:942E9.470897.:947.2.3.38107H3.07485..390/070..0  9.J548 !./4 5.8   5747. 02-.48 2:3.7.7 /08508.

59.4 /0 .4. 7:7.47507./4834.. 43. 97..:348 /.399./48031472.390747  .038408.80 4 6:.424 -.9.7/4.J548 902 .385479.48 2:3.34..

 7:7.34.47/4. 3.7. /4 .4 247. /0 54-70. 5484 /4 2:3.  !.J54 3.20394 570.894 F /0 #  208   !# #$ &  $ &$  !# ! !#  !# % ' # !%   ##$ 8543J.254 0 .. 545:. /4 2:3.. E70.42.J54  .0 02995.    4 47.03970# 0#  /0.../47.7.

.

-7. 13/0 4.

3/0 55.

4 08..7.0 02995.0 8543J.5747.2039.4.8 .088402 809   8543J.2..

.

5479. 4. 20. -7.

3/0 5545943.79.088402 809   8543J.0 /  902/.0.42*.439039 .0 02995.

.

 13/0 4. -7.

3/0 55.

2.088402 809   8543J.. 08.0 8543J..5747.4.8 .0 02995.234 /.

.

 13/0 4. -7.

3/0 55.

2.8 /3074 02995.5747.

.

 13/0 4. -7.

3/0 55.

4.2..0 02995.088402 809   8543J.4. 08..8 1472..4 /7094 3. 08.088402 809   50..5747.

.

-7. 13/0 4.

3/0 55.

5747.74 //.4 .2.9.088402 809   02995.8 .

.

 13/0 4. -7.

3/0 55.

5747.4.8 --490. /. 08.088402 809   ..2..

0 02995.0 8543J.0 8543J.0 8543J.8543J.

.

 13/0 4. -7.

3/0 55.

2.748 02 02995.8 .5747.

.

-7. 13/0 4.

3/0 55.

8 57431. 02995.2.5747..3.

.

-7. 13/0 4.

3/0 55.

2.3854790 02995.8 97.5747.

.

-7. 13/0 4.

3/0 55.

088402 809   .8 -7.8 5747.0.088402 809   08.2.43.088402 809   .088402 809   .7.:/48.4.5747.2.