You are on page 1of 5

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA ___ VARA CÍVEL DA COMARCA DE BAURU, ESTADO DE SÃO PAULO.

JOÃO ANTUNES (nome completo), nacionalidade, estado civil, profissão, portador da cédula de identidade RG nº (...), inscrito no CPF/MF nº (...), residente e domiciliado na Rua (...), número (...), (Cidade) e sua esposa BEATRIZ VALENÇA (nome completo), estado civil, profissão, nacionalidade, portador da cédula de identidade RG nº (...), inscrito no CPF/MF nº (...), residente e domiciliado na Rua (...), número (...), (Cidade) por intermédio de seus advogado ao final assinado (conforme procuração anexada), vem perante Vossa Excelência, ajuizar:

Ação de imissão de posse

,pelo rito ordinário, em face de ARRUDA ALBUQUERQUE (nome completo), nacionalidade, estado civil, profissão, portador da cédula de identidade RG nº (...), inscrito no CPF/MF nº (...),residente e domiciliado na Rua (...), número (...), (Cidade) e sua esposa NAIFA TÂMELA (nome completo), nacionalidade, estado civil, profissão, portador da cédula de identidade RG nº (...), inscrito no CPF/MF nº (...), residente e domiciliado na Rua (...), número (...), (Cidade) pelos fatos e fundamentos jurídicos a seguir expostos: I. DOS FATOS Em dd/06/2011 os autores vieram à arrematar um imóvel junto à Caixa Econômica Federal, em um leilão realizado pela mesma, pagando na oportunidade a quantia de R$ 208.000,00 ( duzentos e oito mil reais ), conforme se comprova por escritura pública do imóvel e termo de arrematação do mesmo, ambos em anexo. No momento da quitação do mesmo, lhes foram dada a chave do bem, bem como

00 ( duzentos e oito mil reais valor pago pelo bem. não encontra suporte sequer nas ações reivindicatórias. foram os autores tomar posse do mesmo. dependendo portanto da analogia para sanar-se. que os autores No mês de Julho do mesmo ano. após terem adquirido o imóvel. no capítulo intitulado “Da imissão da posse”. mister se faz fundamentar o cabimento da própria ação impetrada. o qual se localiza na cidade de Bauru. Da denunciação da lide A Caixa Econômica pública. a restituição do valor pago pelo mesmo. II.a lei não excluirá da apreciação do Poder Judiciário lesão ou ameaça a direito. III. por não se tratar de afronta ao direito de propriedade e sim da posse. Dispõe o art. contudo. por meio do instituto da denunciação da Federal. 5º. FUNDAMENTAÇÃO Primariamente. visto que o imóvel continuava ocupado por seus antigos proprietários. deverá de R$ 208.transferida a respectiva escritura.” .000. Cabe salientar aqui apesar de donos nunca gozaram da posse do bem. ou caso isso não seja deferido. Dada tais circunstâncias pretendem os autores haver a posse do bem. no caso de frustrada a demanda. tais dispositivos perderam-se. contudo. Tal pretensão ainda. com o advento do atual código processual.XXXV da Constituição Federal que: “XXXV . deixando assim uma lacuna normativa em seu lugar. os quais mesmo depois de inúmeras tentativas por parte dos autores se recusaram a sair do mesmo ( VIDE CARTA COM AR EM ANEXO ). empresa restituir o valor ) equivalente ao perda da presente lide. O instituto da imissão da posse era previsto no antigo código de processo civil. tal expectativa fora frustrada. com sede à (endereço completo).

a fim de que esta possa exercer o direito que da evicção lhe resulta. do locatário. a indenizar. II . gozar e dispor da coisa. cujo domínio foi transferido à parte. citado em nome próprio. pela análise conjunta dos dispositivos. qual seja a consolidação dos autores na posse do bem. 70. devemos atentar ao que preceitua o art. e o direito de reavê-la do poder de quem quer que injustamente a possua ou detenha.228.” Deste modo.95 do CPC. tem-se que a pretensão ora pleiteada. 1. deverá ser objeto de análise do poder judiciário. Por fim.com isso deverá ser a caixa econômica federal ser denunciada à lide para responder aos possíveis efeitos da evicção. o prejuízo do que perder a demanda. temos o disposto no art.Estabelece ainda o art.ao alienante. do credor pignoratício. O proprietário tem a faculdade de usar. III . em ação regressiva. por força de obrigação ou direito.70. qual seja: “Nas ações fundadas em direito real sobre imóveis é competente o . quanto à competência do foro escolhido. possui embasamento legal e desta maneira. pela lei ou pelo contrato. na ação em que terceiro reivindica a coisa.àquele que estiver obrigado.ao proprietário ou ao possuidor indireto quando.1228 do código civil de 2002 que: “Art.III do CPC: “ Art. Quanto à denunciação da lide cabível no caso em tela. em casos como o do usufrutuário. exerça a posse direta da coisa demandada.” {grifo nosso} . A denunciação da lide é obrigatória: I . o réu.

00 devidamente corrigida. divisão e demarcação de terras e nunciação de obra nova. optar pelo foro do domicílio ou de eleição. uma vez demonstrado o inarredável direito pleiteado.. § 1o Ambos os cônjuges serão necessariamente citados para as ações I . para tanto expedindo-se mandado de imissão de posse do referido bem. servidão.)” {grifo nosso} Portanto. vizinhança. . o autor requer de Vossa Excelência o seguinte: a) A procedência do pedido para o fim dos autores consolidarem a propriedade do bem imóvel em seu favor.foro da situação da coisa. b) A denunciação da lide à Caixa Econômica Federal. na hipótese de os autores não obterem a posse do bem.” {grifo nosso}. e quanto à necessidade de estarem compondo a lide ambos os réus. entretanto. para a desocupação voluntaria. não recaindo o litígio sobre direito de propriedade.000. com juros. c) A condenação dos réus ao pagamento das despesas processuais e honorários advocatícios nos termos do artigo 20. O cônjuge somente necessitará do consentimento do outro para propor ações que versem sobre direitos reais imobiliários. 10.que versem sobre direitos reais imobiliários (. Pode o autor. posse.. com o objetivo de sua condenação à restituição da quantia de R$ 208. § 3º. do Código de Processo Civil. . temos que: “Art.

259... Dá-se à causa o valor de R$ ______. e) A citação dos réus e da denunciada para querendo apresentar contestação no prazo de 15 dias. nos termos do art. Pede deferimento. equivalente ao valor venal do imóvel. estando sujeito no caso de sua omissão aos efeitos da revelia. data. sito na rua (. Cidade.) Termos em que. Nome do advogado OAB/SP . em especial as documentais e testemunhais.d) A produção de provas por todos os meios em direito admitidos. VII do CPC. O advogado do autor receberá intimações em seu endereço profissional.