You are on page 1of 5

Contabilidade Básica

Contabilidade Básica

“Uma vez ampliada por uma nova idéia, a mente nunca retoma sua dimensão original.”
Oliver Wendell Holmes

BALANÇO PATRIMONIAL – Grupo de Contas
Introdução. Conceito de curto e longo prazos na contabilidade. Ativo Circulante Não Circulante Passivo Circulante Não Circulante Patrimônio Líquido Principais deduções do ativo e do patrimônio líquido. Balanço patrimonial.

1

2

Balanço Patrimonial – Grupo de Contas
A legislação brasileira estabelece dois grupos de contas para o ativo E praticamente três grupos de contas para o passivo : lei 6404/76 Obs: (11638/2007 e 11.941/2009)

Balanço Patrimonial – Grupo de Contas CONCEITO DE CURTO E LONGO PRAZOS: Curto Prazo até um ano (conceito geral) Longo Prazo Período acima de um ano
31.12.X0 31.12.X1

ATIVO Circulante Não Circulante

PASSIVO Circulante Não Circulante

X1

X2

• Realizável a Longo Prazo
• Investimentos • Imobilizado • Intangível
3

• •

Exigível a Longo Prazo Patrimônio Líquido

Curto Prazo
Término do Exercício Social
4

Longo Prazo

Balanço Patrimonial – Grupo de Contas CONCEITO DE CURTO E LONGO PRAZOS: CICLO OPERACIONAL (Decurso do tempo necessário para a empresa realizar uma operação do seu ramo de negócio. em movimento.X0 31. no máximo.12. até o próximo exercício social (1 ano). ou de acordo com o ciclo operacional da atividade predominante.) Balanço Patrimonial – Grupo de Contas ATIVO: ATIVO CIRCULANTE Bens ou direitos que estão constantemente em giro. Os empréstimos que a empresa faz a diretores e a coligadas também são classificados neste grupo. 31.X1 X1 X2 X3 Curto Prazo Longo Prazo Curto Prazo Ciclo Operacional 5 Longo Prazo 6 Balanço Patrimonial – Grupo de Contas ATIVO CIRCULANTE Balanço Patrimonial – Grupo de Contas ATIVO: ATIVO REALIZÁVEL A LONGO PRAZO Compreende itens que serão realizados em dinheiro a longo prazo (período superior a um ano). sua conversão em dinheiro ocorrerá. 7 8 .12.

. 9 10 Balanço Patrimonial – Grupo de Contas ATIVO IMOBILIZADO: Balanço Patrimonial – Grupo de Contas PASSIVO: PASSIVO CIRCULANTE • Obrigações com terceiros a serem pagas no Curto Prazo EXIGÍVEL A LONGO PRAZO • Obrigações com terceiros a serem pagas no Longo Prazo PATRIMÔNIO LÍQUIDO • Total de recursos investido pelos proprietários. Ex. Ex. Normalmente compostos de capital e lucros retidos (parte do lucro não distribuído aos donos mas reinvestido na empresa). EX. Veículos. Imobilizado: totalmente correlacionado com a atividade-fim. Máquinas.: Marcas e Patentes e semelhantes.: Prédios.: Ações em outras Cias. 11 12 . fundo de comércio adquirido. Terrenos.Balanço Patrimonial – Grupo de Contas REALIZÁVEL A LONGO PRAZO Balanço Patrimonial – Grupo de Contas ATIVO: Itens que dificilmente se transformarão em dinheiro Investimentos: não ligados à atividade-fim da empresa. Intangível: direitos incorpóreos.

Exaustão Acumulada – É calculada sobre a exploração de recursos minerais e florestais.Balanço Patrimonial – Grupo de Contas BALANÇO PATRIMONIAL Balanço Patrimonial – Grupo de Contas PRINCIPAIS DEDUÇÕESDO ATIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO ATIVO CIRCULANTE Provisão para Devedores Duvidosos (PDD) .Parcela estimada pela empresa que não será recebida. Duplicatas Descontadas . Amortização Acumulada .Parte das duplicatas a receber negociadas com as instituições financeiras (realização antecipada).É calculada sobre os bens intangíveis que representam retorno sobre seu valor de aquisição. 13 14 Balanço Patrimonial – Grupo de Contas PRINCIPAIS DEDUÇÕES DO ATIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO Balanço Patrimonial – Grupo de Contas PRINCIPAIS DEDUÇÕESDO ATIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO ATIVO NÃO CIRCULANTE (IMOBILIZADO) Depreciação Acumulada . 15 16 PATRIMÔNIO LÍQUIDO Prejuízo: Da mesma forma que a conta Lucros é acrescida ao PL. Deverá ser subtraída de Duplicatas a Receber. Obtém-se o valor líquido (bruto – depreciação acumulada) que deverá aproximar-se do seu valor em termos potenciais.Perda da capacidade do imobilizado de produzir eficientemente. Deverá ser subtraída de Duplicatas a receber (% Aceito pelo Imposto de Renda). em decorrência de maus pagadores. a conta prejuízos reduz o PL. .

Os recursos significam o capital mais o seu rendimento lucros e reservas. sua conversão em dinheiro ocorrerá. Imobilizado São itens de natureza permanente (corpóreos) que serão utilizados para a manutenção da atividade operacional da empresa . 17 18 . Não Circulante Compreende todas a s contas do Passivo que não tenham seus pagamentos marcados até o próximo exercício social Exigível a Longo Prazo Relacionam-se nessa conta obrigações exigíveis que serão liquidadas num prazo superior a um ano. •Patrimônio Líquido São recursos dos proprietários aplicados na empresa. LIQUIDEZ: Capacidade de pagamento “O mercado tem preferência pela liquidez”. Realizável a Longo Prazo Bens e direitos que se transformarão em dinheiro após o exercício seguinte. no máximo. Observação: há outras contas pertencentes ao balanço patrimonial que serão tratadas em momento oportuno. Passivo e Patrimônio Líquido Circulante Compreende obrigações exigíveis que serão liquidadas no próximo exercício social: nos próximos 365 dias após o levantamento do balanço. ou seja: dívidas a longo prazo. até o próximo exercício social (1 ano).93 Investimento São as aplicações de caráter permanente que geram rendimentos não necessários à manutenção da atividade principal da empresa. Keynes X7 CAPITAL CIRCULANTE LÍQUIDO = AC-PC ? ÍNDICE DE LIQUIDEZ CORRENTE: AC/PC ? 0 1 X6 (1.Balanço Patrimonial – Grupo de Contas LIQUIDEZ Balanço Patrimonial – Grupo de Contas Ativo Circulante Compreende contas que estão constantemente em giro em movimento. Intangível os direitos que tenham por objeto bens incorpóreos destinados à manutenção da companhia ou exercidos com essa finalidade.000) Não Circulante Compreende todas a s contas do ativo que não tenham seus recebimentos marcados até o próximo exercício social. o total dos investimentos proprietários será reduzido. ou que não estão a venda. Se houver prejuízo. • • • • 0.