UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO FACULDADE DE COMUNICAÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL EDITAL DE SELEÇÃO DISCENTE PARA O PROGRAMA

DE PÓSGRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL (MESTRADO E DOUTORADO) ANO ACADÊMICO DE 2012 – 1º SEMESTRE I – O Programa A Faculdade de Comunicação em seu Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da Universidade Metodista de São Paulo – UMESP faz saber que se encontram abertas as inscrições para o preenchimento de 19 (dezenove) vagas no Mestrado e 11 (onze) vagas no Doutorado, na seguinte Área de Concentração: • PROCESSOS COMUNICACIONAIS

A área concentra pesquisas empíricas e reflexões teóricas sobre os meios de comunicação social, seus fluxos de produção, difusão e recepção e suas relações sócioculturais; sobre os atos comunicacionais implementados pelas organizações junto aos diversos públicos de interesse, ou associados às múltiplas formas, dimensões e linguagens da divulgação do conhecimento tecno-científico e das inovações tecnológicas. Linhas de Pesquisa: 1. PROCESSOS COMUNICACIONAIS MIDIÁTICOS Estudo dos Processos Comunicacionais, tendo como objeto os meios de comunicação social, a reflexão teórica e o conhecimento empírico sobre eles, bem como seus fluxos de produção, difusão e recepção e duas relações sócio-culturais. 2. PROCESSOS DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL E MERCADOLÓGICA Análise dos processos comunicacionais implementados pelas organizações junto aos diversos públicos de interesse, internos ou externos. Investiga a integração entre as competências de comunicação nas organizações, contemplando as interfaces entre comunicação e consumo, processo de gestão, estratégia empresarial, mobilização social, construção das marcas, bem como a correlação entre imagem, reputação das organizações e leituras feitas pelo mercado e pela sociedade.

h) Histórico Escolar – 1 cópia autenticada.00 (noventa e cinco reais). Campus Rudge Ramos. no valor de R$ 95. Histórico Escolar do exterior deverá estar autenticado pela autoridade consular brasileira no país de origem da documentação e com a tradução registrada.receber@metodista. dimensões e linguagens da divulgação do conhecimento tecno-científico. de segunda a sexta-feira e no sábado. f) Diploma de Graduação devidamente registrado (para inscrição no Mestrado) ou diploma de Mestrado. cópia da Dissertação de Mestrado. Diploma obtido no exterior deverá estar revalidado no Brasil. exceto feriados.1 cópia.São Bernardo do Campo/SP. de 03 de outubro a 11 de novembro de 2011 das 8h às 21h. Os casos extraordinários serão examinados pela Comissão de Seleção. e) Curriculum Vitae . (informações no Anexo B).br/pos-graduacao/processo-seletivo/inscricao-stricto. O setor financeiro retornará o email com o nº de depósito identificado para pagamento da inscrição. i) Projeto de Pesquisa que pretende desenvolver com vistas à futura dissertação ou tese.3. PROCESSOS DE COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA Investigação dos processos comunicacionais associados às múltiplas formas. mediante entrega da seguinte documentação: a) 1 Foto 3x4. b) Cadastro de Pessoa Física (CPF) – 1 cópia autenticada. Rua Álfeu Tavares. os candidatos deverão enviar email para contas. reconhecido pelo MEC. Os candidatos residentes fora de São Paulo poderão se inscrever por correspondência registrada via Sedex ou por procuração.01 cópia Poderão se inscrever diplomados em Comunicação Social e áreas afins. 149 – Rudge Ramos . c) Cédula de Identidade (ou Carteira de Identidade da OAB) e para estrangeiros o RNE – 2 cópias autenticadas. Analisa também a produção e as inovações tecnológicas nas suas interfaces com o aparato digital da comunicação. . cujo modelo encontra-se disponível no link: http://www. Para o pagamento da taxa de inscrição.br informando: nome completo/ nº do CPF. g) Exemplares de Produção Científica. devidamente registrado (para inscrição no Doutorado) – 1 cópia autenticada. os candidatos deverão se dirigir a uma . d) Comprovante de Pagamento da Taxa de Inscrição. das 8h às 11h30. no caso do Doutorado. Com essa informação. no Anexo Ómicron (em frente à Portaria Principal). II – Da Inscrição As inscrições serão feitas na Central de Relacionamento.pdf/view. nome do curso pretendido (Mestrado ou Doutorado em Comunicação Social) e o valor da taxa de R$ 95. artigos e.metodista.00. conforme legislação pertinente. como relatórios de pesquisa.

a) Prova Escrita: Na realização da prova escrita. 106 – Rudge Ramos – São Bernardo do Campo – SP – CEP 09640-060. Espanhol ou Francês. o candidato entrará no local da aplicação dos módulos somente com os objetos necessários a sua realização: caneta. como primeira língua estrangeira. o candidato . Nos casos de inscrição por correspondência registrada. sem limite de prazo entre os idiomas Inglês. d) Avaliação do Curriculum Vitae. c) Avaliação do Projeto de Pesquisa apresentado pelo candidato na inscrição. III – Da Seleção O processo de seleção para preenchimento das vagas no Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social – Mestrado e Doutorado – possui as seguintes etapas: a) Prova Escrita. para realizar o depósito em nome do Instituto Metodista de Ensino Superior. Espanhol ou Francês. b) Proficiência em Língua Estrangeira: • Mestrado: Os candidatos ao Mestrado do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Comunicação Social da Universidade Metodista de São Paulo deverão realizar o Exame de Proficiência de Idioma estrangeiro exclusivamente no Processo Seletivo optando por uma das línguas: Inglês. Local para envio dos documentos de inscrição: Coordenação de Processos Acadêmicos de Pós-Graduação – Edifício Capa 3º andar . desde que esta integre as opções oferecidas. e) Entrevista. lápis e borracha. Alunos estrangeiros poderão fazer o exame de proficiência em sua língua materna. com os documentos solicitados e depósito realizado. desde que o candidato seja selecionado no processo seletivo. aquele idioma que constar do histórico escolar do mestrado. e que este tenha sido obtido por programa credenciado pela CAPES. artigos. anotações e quaisquer outros materiais analógicos ou digitais. somente serão considerados inscritos os candidatos cuja correspondência tenha chegado dentro do prazo de inscrição. b) Exame de Proficiência em língua(s) estrangeira(s). durante a realização da prova não será permitida a consulta a materiais como livros. • Doutorado: Os candidatos ao Doutorado do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Comunicação Social da Universidade Metodista de São Paulo terão o aproveitamento.agência do Banco Santander. espanhol ou francês. dicionários.Sala 303 – Rua Planalto. Portanto. Para a comprovação de proficiência no segundo idioma. em um dos seguintes idiomas: inglês.

o Exame de Proficiência em Língua Portuguesa (CELPE-BRAS). submetendo-se à nova seleção no dia 28/11/2011. a contar do início das atividades acadêmicas. Levando-se em conta o perfil do novo orientador. Espanhol ou Francês. os candidatos aprovados na prova escrita e não classificados na etapa de entrevistas com o orientador indicado. o candidato deverá. de acordo com os princípios da CAPES e UMESP. para entrevista com o novo docente.deverá fazer o exame exclusivamente no Processo Seletivo do PósCom. no prazo máximo de 01 (um) ano. além da língua exigida pelo Programa. avaliação das expectativas do candidato com relação ao Curso e ao seu futuro acadêmico e profissional. Este exame é realizado nos meses de abril e outubro e o certificado tem validade nacional. mas não classificado na lista de selecionados do orientador por ele indicado no momento da inscrição. Incluirá. sobre o Curriculum Vitae do candidato e sua produção científica. se houver. incluindo suplentes.Inglês. local e hora designada para a realização da entrevista será considerada como desistência. A ausência do candidato no dia. Observações importantes: 1) O candidato considerado aprovado. poderá concorrer no mesmo processo de seleção a vagas porventura existentes para outro orientador. excluída aquela do mestrado. poderão submeter-se a novos exames. ou de Língua Portuguesa para candidatos estrangeiros. deverá realizar entrevista com o outro orientador da mesma linha de pesquisa. promover a adaptação do seu projeto de pesquisa. optando por uma das línguas . nem caberá recurso em nenhuma etapa do processo de seleção. c) Projeto de Pesquisa / Currículo Vitae / Entrevista : A Entrevista será constituída de arguição sobre o Projeto de Pesquisa. Os candidatos deverão apresentar documento de identidade no ato da entrevista. seguindo planejamento feito pelo Colegiado do Programa. Neste caso. 2) Caso o programa credencie mais um docente permanente no período em que este processo seletivo estiver em curso. Não serão divulgadas as razões pelas quais os candidatos não foram classificados. respeitada a linha de pesquisa de sua inscrição inicial. . IV) Da Divulgação O docente enviará uma lista com a classificação dos candidatos aprovados. • Os candidatos habilitados à admissão que apresentarem insuficiência no conhecimento de língua estrangeira. ainda. A convocação dos selecionados obedecerá rigidamente o número de vagas de cada orientador. serão informados sobre eventual criação de novas vagas e convidados. para a Comissão encarregada pelo Processo de Seleção e esta finalizará a lista dos aprovados e suplentes do programa. por correspondência registrada. • Dos candidatos estrangeiros será requerido. se escolhido.

de acordo com a seguinte programação/cronograma: Prova Escrita e Exame de Proficiência em Língua Estrangeira: 23 de novembro de 2011 – Mestrado .a partir das 14h – Ver anexo E 24 de novembro de 2011 – Doutorado . As etapas acima descritas serão realizadas na Universidade METODISTA – Campus Rudge Ramos-São Bernardo do Campo-SP. Concluído este prazo. mas não efetuaram a matrícula dentro do prazo estabelecido deverão retirar seus documentos. .A lista dos nomes dos candidatos classificados e suplentes será afixada na Coordenação de Processos Acadêmicos de Pós-Graduação e disponibilizada na home-page da METODISTA: www. durante o mês de janeiro de 2012. no dia 30 de novembro de 2011. entregues no ato da inscrição.metodista. a Coordenação de Processos Acadêmicos de Pós-Graduação não mais se responsabilizará pela guarda dos mesmos.a partir das 14h – Ver anexo E 28 de novembro de 2011 – (Outro Orientador) – horário agendado – Ver anexo E Divulgação dos Resultados: 30 de novembro de 2011 Matrículas: 05 e 06 de dezembro de 2011.das 9h às 12h Local dos Exames: Campus Rudge Ramos – Edifício Lambda (laboratórios de informática) Sala L-422 Mestrado e Doutorado Entrevistas: 23 de novembro de 2011 – Mestrado .das 9h às 12h 24 de novembro de 2011 – Doutorado .br/poscom. das 8h às 19h Os candidatos não selecionados ou que tenham sido classificados no exame de seleção.

por meio do telefone: (0xx11) 2464-2222. Dr.br São Bernardo do Campo. Obs.5818 ou pelo e-mail: katia. no seguinte horário: 8h às 21h30. Casos omissos de interpretação duvidosa relativos ao Processo Seletivo em questão serão resolvidos pela Comissão de Seleção Discente. indicada pelo Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da Universidade Metodista de São Paulo – METODISTA. 30 de setembro de 2011. e-mail: secretariapos@metodista.: A matrícula somente se efetivará com o pagamento da primeira parcela do valor do curso.V– Da Matrícula dos Aprovados As matrículas serão realizadas na Central de Relacionamento. O Candidato classificado no exame de seleção que não efetuar matrícula na data acima mencionada será considerado desistente. Prof.franca@metodista. no ato da matrícula.br ou pela Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social. Laan Mendes de Barros Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social . Quaisquer outras informações sobre o Programa poderão ser obtidas junto à Central de Relacionamento. nos dias 05 e 06 de dezembro de 2011. através do telefone: (0xx11) 4366.

3. José Marques. São Paulo.Anexo A: Bibliografia Básica para a Prova Escrita Mestrado e Doutorado 1. MELO. 2008. WOLTON. Petrópolis: Vozes. O campo da comunicação no Brasil. 2006. Dominique. 2. . É preciso salvar a comunicação. José Luiz Braga / Luiz Claudio Martino / Maria Immacolata Vassallo de Lopez (org).Pesquisa Empírica em Comunicação.2010. Paulus. São Paulo: Paulus.

Metodologia . incluindo as referências.Resumo de 5 a 10 linhas .Hipóteses .5 (um e meio). e deve revelar o interesse do candidato por um tema específico.Problema de Pesquisa . .Objetivos . fonte 12 (doze) e não exceder a 10 páginas.Linha de pesquisa e orientador pretendido .Referências Bibliográficas.Anexo B: Projeto de Pesquisa Trata-se de uma proposta preliminar de dissertação.Revisão de Literatura . relacionado a uma das linhas de pesquisa.Título . Obs.Nome do autor .: O projeto deverá ser digitado em espaço de 1. O projeto deve incluir: .Justificativa do tema escolhido .

portanto. Comunicação. jurídico. por meio de suas práticas convencionais e não convencionais. por intermédio da linguagem. audiovisuais e eletrônicos). Comunicação nos movimentos sociais e em organizações sociais sem fins lucrativos. Daniel dos Santos Galindo Doutor em Comunicação Social pela UMESP e Mestre em Comunicação Social pela mesma Universidade. Coordenadora do GT Comunicación Popular. O projeto considera os diferentes discursos e observa como se relacionam no processo comunicacional. entre outros. considera as características dos veículos. Temáticas de Orientação: Sistematização do conhecimento sobre os processos comunicacionais voltados para os aspectos promotores do consumo. religioso. Comunitaria y Ciudadana da ALAIC – Asociación Latinoamericana de Investigadores de la Comunicación. Dessa forma. Entende-se que. Evidenciase o caráter multidisciplinar que tem permeado este processo e as mudanças comportamentais presentes tanto nos hábitos de consumo como no acesso aos novos suportes midiáticos pelo consumidor/cidadão. Editora executiva da revista Comunicação & Sociedade Temáticas de Orientação: Os processos da comunicação científica e tecnólogica são estudados na perspectiva da linguagem e do discurso. o projeto se propõe a investigar as manifestações discursivas da cieência e da tecnologia e as imagens sociais construídas. Elizabeth Moraes Gonçalves Doutora em Comunicação Social pela UMESP e Mestre em Língua Portuguesa (PUC-SP). por exemplo. Participação na comunicação. Temáticas de Orientação: Comunicação comunitária e alternativa em seus vários formatos e suportes (impressos. mobilização social e cidadania. Mídia regional e local quando perpassadas pela questão local ou comunitária. das percepções construtoras das imagens corporativas e do relacionamento com as marcas. Executivo de marketing e planejamento publicitário. identificando a intencionalidade explícita ou implícita no processo. conteúdos e público. sobretudo de forma integrada. suportes. Verifica de que forma o discurso da ciência e sobre a ciência pode mesclar-se. a comunicação contribui para a construção do imaginário social por meio de símbolos e de imagens projetadas/elaboradas na mídia.Anexo C: Docentes que oferecem vagas para o 1º semestre de 2012 Cicília Maria Krohling Peruzzo Doutora em Ciências da Comunicação pela ECA/USP. uma produção acadêmica que traduza o repensar do sistema de gestão e integração das diversas competências comunicacionais a serviço do marketing e o papel de comunicador desempenhado pelas organizações contemporâneas. Para isto. . buscando conhecer as possíveis condições de produção e recepção das mensagens. com Pós-Doutorado pela UNAM (México). com o discurso publicitário. Busca-se. empoderamento e transformação social. pedagógico. Docente do Curso de Publicidade e Propaganda (Metodista). político.

Características e elementos de interação e de tensionamento entre esses dois campos. em suas dimensões simbólicas e físicas. Jornalista e editor. As pesquisas desenvolvidas nessas temáticas abrangem a produção midiática massiva ou segmentada na imprensa. como experiência estética. disponíveis. alvo e penetrado. Membro da Comissão de Especialistas do Ensino de Comunicação da SESU/MEC. na televisão e no cinema. Temáticas de Orientação: Temáticas de orientação: Manifestações culturais na mídia e a mediações culturais nas dinâmicas de recepção. Laan Mendes de Barros Doutor em Ciências da Comunicação pela ECA/USP. Expresidente da INTERCOM. Pós-doutorando pela Université Paris 5 Sorbonne. Comunicação mercadológica intercultural como elemento de contraposição à falácia da aldeia global. Temáticas de Orientação: Análise do composto mercadológico a partir das influências macroambientais e seu caráter adaptativo. Coordenador da linha de Comunicação Integrada do CEACOM/USP. com formação e experiência no campo das artes visuais. Campanhas comunicacionais sob a perspectiva da pós-modernidade e das tribos urbanas. com ênfase nos processos de pseudoglobalização. Temáticas de Orientação: Investigação das novas possibilidades de organização social a partir das mídias digitais. Temáticas de Orientação: Relações entre mídia e cultura. Inglaterra. marcada por mediações culturais diversas. consumo em mercados emergentes sob o ponto de vista das idiossincrasias e dos ciclos de vida diferenciados em mercados potencias. com Pós-Doutorado pela Université Stendhal . Níveis de marketing e comunicação transferíveis. . disponíveis qualificados. Busca-se compreender a tensão entre as estratégias de desenvolvimento dos sistemas técnicos. José Salvador Faro Doutor em Jornalismo pela ECA/USP.Grenoble 3. França. com Pós-Doutorado pela London School of Economics and Political Science. a partir da eliminação da base de segmentação geográfica. Pesquisador do grupo Comunicação e Tecnologias Digitais (COMTEC). Branding e construção simbólica de posicionamentos de marcas organizacionais e de produtos. Estudos das representações simbólicas disseminadas pelos meios de comunicação de massa e do universo da produção social da cultura. em articulações entre texto e contexto social. e as práticas cotidianas que usam essas estruturas. Kleber Markus Doutor e Mestre em Ciências da Comunicação pela ECA/USP.Fabio Botelho Josgrilberg Doutor em Ciências da Comunicação pela ECA/USP. Destina-se especial atenção à expansão da Internet e ao seu uso para o desenvolvimento local. Expressões artísticas na mídia e apropriações dessas expressões por parte dos receptores. Mestre Consultor da CAPES e da FAPESP. para a construção de processos colaborativos e para a promoção dos direitos à comunicação. A produção de sentidos na poética dos discursos midiáticos e na estética dos processos de recepção.

. contemplando-as de maneira integrada. e entre comunicação e cultura. Telejornalismo memórias 1 e Jornalismo online. poderes executivo. Esta análise incorpora as vertentes institucional e mercadológica. Processos comunicacionais e religião. ExCoordenador do Curso de RTV e Coordenador atual do programa de Pós-graduação em Comunicação Social da UMESP. privilegia a construção de um processo de inteligência em comunicação nas organizações e assume como fundamentais as relações entre comunicação e processo de gestão. Paulo Rogério Tarsitano Doutor em Comunicação Social (UMESP). Jornalismo cultural. Magali do Nascimento Cunha Doutora em Ciências da Comunicação pela ECA/USP e Mestre em Memória Social pela UFRJ. Produções culturais e consumo cultural. Comunicação interpessoal e comunitária e a construção do imaginário social. Wilson da Costa Bueno Doutor em Ciências da Comunicação pela ECA/USP. Temáticas de Orientação: Estudos sobre o lugar da cultura no processo de construçãoo do imaginário social e sua relação com o fenômeno da Comunicação. O século dourado. movimentos sociais e identidades culturais.Mídia. consultor de comunicação de empresas e entidades nacionais e internacionais. Vice-presidente da Intercom e Coordenador Geral da EXPOCOM-Brasil e EXPOCOM-Mercosul. Sebastião Carlos de Morais Squirra Doutor e Mestre em Comunicação (ECA/USP). Propaganda e Turismo da Umesp. tendo em vista o relacionamento com os seus distintos públicos de interesse (funcionários. Pós-doutorado nos EUA e Espanha. Boris Casoy. Autor dos livros: Aprender telejornalismo. acionistas. Dá atenção especial ao desenvolvimento de metodologias para a avaliação do impacto e do retorno das ações e estratégias de comunicação. clientes e consumidores. com especial atenção ao pensamento comunicacional latinoamericano. imprensa.Associação Brasileira de Jornalismo Científico. Coordenador do GT de Comunicação Publicitária da Associação Latino Americana de Pesquisa em Comunicação. Diretor Temáticas de Orientação: Análise dos processos de comunicação nas organizações. com Especialização em Jornalismo Científico e em Comunicação Rural. o âncora no telejornalismo brasileiro. Diretor da Faculdade de Publicidade. Produção fonográfica e música popular. informação e entretenimento nos meios massivos e nos meios digitais interconectados em rede. legislativo e judiciário. etc). Estudos teóricos e epistemológicos das relações entre Comunicação e Cultura. Ex-presidente da ABJC . Publicitário. Docente ao curso de Teologia e coordenadora do Grupo de Pesquisa ECLESIOCOM na UMESP.

Anexo D: Vagas por Orientador .

Anexo E: Salas dos Docentes para Entrevista .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful