You are on page 1of 12

EDUCACIONAL

Física
Impulso e Quantidade de Movimento
EXERCÍCIOS

01. Um corpo de massa 1 kg é abandonado de uma altura de 02. Um corpo está inicialmente em repouso, sobre uma mesa
10 m. Determine o impulso da força peso durante a queda. horizontal sem atrito, quando sobre ele passa a agir uma
Despreze a resistência do ar. →
força F horizontal de módulo 20 N, constante. Sendo
V0 = 0 2 kg a massa do corpo, determine o módulo da velocidade
S0 = 0
do corpo, após 10 s.

10 m p

F
S = 10 m

→ V0 = 0
p

Resolução: Resolução:

N
A força peso nas proximidades da Terra é constante, logo:

→ → F
I = P . ∆t

a = g = 10 m/s2
∆t = tempo de queda →
P
P = m . g = 1 . 10 = 10 N → → → → →
N equilibra P, portanto R = F → | R | = 20 N

a 2 1o Método:
Queda livre: S = S 0 + V0 t + t
2 R = m . a → 20 = 2a → a = 10 m/s2 (constante)

I = 10 2 N . s como a = constante, temos MRUV, logo:


V = V0 + at → V = 0 + 10 x 10 → V = 100 m/s

RS I = P . ∆t = 10 2 . N . s
2o Método:

T
Ip Direção: vertical
→ →
Sentido: para baixo IR = ∆ Q
Como o movimento é retilíneo:
IR = Qf – Qi
IR = R . ∆t = 20 . 10 = 200 N . s → Qf = mVf = 2 Vf
Qi = mV0 = 0 → 200 = 2 Vf → Vf = 100 m/s

FISINT0503-R 1
2 FÍSICA IMPULSO E QUANTIDADE DE MOVIMENTO
EDUCACIONAL

03. Um corpo de massa 1 kg está apoiado sobre uma mesa 04. Um canhão de massa 500 kg, inicialmente em repouso,
horizontal sem atrito, e inicialmente em repouso, quando dispara, horizontalmente, um projétil de massa 2 kg com
→ velocidade de 20 m/s. Determine a velocidade de recuo do
sobre ele passa a agir uma força F, horizontal, cujo módulo
canhão. Despreze os atritos.
varia conforme o gráfico abaixo. Determine o módulo da
velocidade e t = 10 s.

F(N)

20

t(s) Resolução:
10
Pelo Princípio da Conservação da Quantidade de
Movimento:
→ → →
F Qf = Qi

No início, o sistema estava em repouso.


V0 = 0

Resolução:

N Vi = 0
Qi = 0
→ Imediatamente após o disparo, temos:
F
Qf = mc Vc + mp Vp

→ → Vp
P Vc

→ → → →
N equilibra P, portanto R = F
+
Pelo teorema do impulso: IR = Qf – Q1
Qf = Qi
Como o movimento é retilíneo: IR = Qf – Qi
mc Vc + mp Vp = 0
Qf = mVf = 1 . Vf
m p Vp
Qf = mV0 = 0 Vc = –
mc

F é uma força variável, portanto:
mp = 2 kg

b . h 20 . 10 Vp = 20 m/s
If = A = = = 100 N . s → 100 = 1 . Vf →
2 2
mc = 500 kg
Vf = 100 m/s
2 x 20
Vc = – 500 = – 0,08 m/s

FISINT0503-R
EDUCACIONAL
IMPULSO E QUANTIDADE DE MOVIMENTO FÍSICA
3
05. Um corpo de massa igual a 3,0 kg e velocidade escalar Resolução:
12 m/s tem quantidade de movimento cujo módulo,
em kg.m/s, é igual a: Q = m . V = 3 . 12 = 36 kg m/s

Alternativa D
a) 432
b) 216
c) 108
d) 36
e) 4

06. Um corpo de massa m = 10 kg move-se com velocidade Resolução:


V = 10 m/s. Em t = 0 s, passa a atuar sobre ele uma força F,
cuja intensidade varia conforme a figura, na mesma direção I = ∆Q
e sentido do movimento. Qual será sua velocidade no
instante t = 3s ? (3 + 1) . 100
I =N Área ⇒ m(V − V0) =
2
F (N)
200
V= + 10 = 30 m/s
100 10

t (s)
2 4

07. (FATEC) Um corpo de massa m = 2 kg desloca-se de Resolução:



A para B devido à ação de uma força F constante. Sendo →
a) Q = m . VA = 2 . 15 = 30 kg m/s − V1 = − 15 m/s
V1 = 15 m/s e V2 = 20 m/s , determine:
→ → → → →
V1 b) I = ∆ Q = m( V2 − V1) →
V2 = 20 m/s
∴ I = 2 . 25 = 50 N . s → →
V2 − V1 = 25 m/s

Alternativa C

V2
a) a quantidade de movimento da partícula no ponto A.

b) o impulso da força F no trecho AB.

08. (UF-ES) Uma partícula m1 com velocidade inicial V0 choca- Resolução:
se com uma partícula m2, indicada na figura. O vetor que
→ → → →
pode representar a velocidade final V1 da partícula m1 é: V0 = V1 + V2 para que a quantidade de movimento se conserve.

→ →
a) V1 = 0 Alternativa E
y →
→ V2
b) V1
→ →
c) V1 V0
→ x
d) V1 m1 m2

e) V1

FISINT0503-R
4 FÍSICA IMPULSO E QUANTIDADE DE MOVIMENTO
EDUCACIONAL

09. Um canhão dispara um projétil na horizontal, com uma Resolução:


velocidade de 500 m/s. Sendo a massa do canhão
1000 vezes maior que a do projétil, a velocidade de recuo, Qantes = Qdepois ⇒ MC . VC = MP . VP
em m/s, será igual a:
1 000MP . VC = MP . 500 ⇒ VC = 0,5 m/s
a) 0,5 Alternativa A
b) 2,0
c) 5,0
d) 20,0

10. (PUCC) A mola da figura abaixo tem massa desprezível e é Resolução:


comprimida por dois carrinhos de massas MA = 2 kg e
MB= 4 kg, inicialmente em repouso. Quando abandonados, Qantes = Qdepois ⇒ MA . VA = MB . VB
B adquire velocidade de 0,5 m/s. A velocidade de A, em
m/s, será: 4 . 0,5
VA = = 1 m/s
2

A B Alternativa B

a) 0,5
b) 1,0
c) 1,5
d) 2,0
e) 2,5

11. (FUVEST) Dois carrinhos iguais, com 1 kg de massa cada Resolução:


um, estão unidos por um barbante e se movem com
velocidade de 3 m/s. Entre os carrinhos há uma mola a) Q = m . V = 2 . 3 = 6 kg m/s
comprimida cuja massa pode ser desprezada. Num
determinado instante, o barbante se rompe, a mola se
b) Como Q deve se conservar:
desprende e um dos carrinhos pára imediatamente.
6
a) Qual a quantidade de movimento inicial do conjunto? Q=m.V ⇒ V= = 6 m/s
1
b) Qual a velocidade do carrinho que continua em
movimento?


12. (UF-ES) Uma bomba tem velocidade V no instante em que Resolução:
explode e se divide em dois fragmentos, um de massa M e
Qantes = Qdepois
outro de massa 2 M. A velocidade do fragmento menor,

logo após a explosão, é igual a 5 V. Desprezando--se a ação 3MV = M . 5V + 2M . v ⇒ v = −V
da gravidade e a resistência do ar, qual a velocidade do
Alternativa C
fragmento maior ?

FISINT0503-R
EDUCACIONAL
IMPULSO E QUANTIDADE DE MOVIMENTO FÍSICA
5
13. Dois corpos de massa 1 kg e 4 kg movimentam-se sobre 14. Um veículo de massa 1200 kg, viajando com velocidade de
uma mesma trajetória retilínea e no mesmo sentido, com 20 m/s, colide com um objeto de massa 800 kg, deixado
velocidades de 10 m/s e 5 m/s, respectivamente. Sabendo inadvertidamente no meio da rua. Após a colisão, os dois
que colidem elasticamente, determine suas velocidades viajam juntos durante algum tempo. Qual a velocidade do
após o choque. conjunto, após a colisão ?

Resolução: VA = 20 m/s
→ → VB = 0
VA VB
A B
mA = 1 kg
Antes mA = 1200 kg mB = 800 kg
+ mB = 4 kg
V' = ?
→ →
V'A V'B m = mA + mB = 2000 kg
A B VA = 10 m/s
Depois Resolução:
+ VB = 5 m/s → →
Na colisão: Qf = Qi
mV' = mA VA + mB VB
Na colisão:
2000 V' = 1200 . 20 + 800 . 0
→ →
Qf = Qi 2000 V' = 24000 ⇒ V' = 12 m/s
→ → → →
Q'A + Q'B = QA + QB 15. (FUVEST) Um projétil com massa de 50 g, animado de uma
velocidade de 700 m/s, atinge um bloco de madeira com
mAV'A + mBV'B = mAVA + mBVB
massa de 450 g, inicialmente em repouso sobre uma
1 . V'A + 4 V'B = 1 . 10 + 4 . 5 superfície horizontal lisa e sem atrito. A bala aloja-se no
bloco após o impacto. Qual a velocidade final adquirida
V'A + 4 V'B = 30 I pelo conjunto ?
Resolução:
Choque elástico:
Qantes = Qdepois
e =1
| Vaf | V' B − V' A 50 . 700 = 500 . V ⇒ V = 70 m/s
e = |V | =
ap
10 − 5 16. (PUC) A bola A (m = 0,1 kg), com velocidade constante de
6 m/s, colide elasticamente com a bola B (m = 0,05 kg), que
V' B − V' A está parada. Após o impacto, A tem a velocidade de 2 m/s;
1 = ⇒ V'B – V'A = 5 II
10 − 5 a velocidade de B é, em m/s:

I V'A + 4 V'B = 30 a) 2
II – V'A + V'B = 5 b) 4
A B
c) 6
5 V'B = 35 ⇒ V'B = 7 m/s d) 8
e) 10

Substituindo em II : Resolução:

Qantes = Qdepois
– V'A + 7 = 5 ⇒ V'A = 2 m/s
mA . VA = mA . V'A + mB . V'B ⇒ 0,1 . 6 = 0,1 . 2 + 0,05 . V'B
Resposta: V'A = 2 m/s
V'B = 7 m/s V'B = 8 m/s Alternativa D

FISINT0503-R
6 FÍSICA IMPULSO E QUANTIDADE DE MOVIMENTO
EDUCACIONAL

17. (FUVEST) Uma partícula de massa m e velocidade v colide Resolução:


com outra de massa 3 m inicialmente em repouso. Após a
colisão elas permanecem juntas, movendo-se com Qantes = Qdepois
velocidade V. Então:
m . v = 4m . V ⇒ v = 4V
a) V=0
b) V=v Alternativa E
c) 2V = v
d) 3V = v
e) 4V = v

18. (Cesgranrio-RJ) Na figura abaixo, um carrinho de compras Resolução:


(1) se aproxima, com velocidade de 3,0 m/s, de um carrinho Qantes = Qdepois
parado (2). Com o choque, os dois engatam e passam a se
M . 3 = (M + m) . 2
movimentar juntos com velocidade de 2,0 m/s. Se a massa
de cada sistema fosse duas vezes maior do que na M 2
=
experiência descrita, a velocidade do conjunto depois da M+m 3
colisão seria de: se M → 2M e (M + m) → 2(M + m)
2M M 2
a) 1,0 m/s 3,0 m/s = =
2(M + m) M + m 3
b) 2,0 m/s
c) 3,0 m/s 2M . 3 = 2(M + m) . V
d) 4,0 m/s M.3
e) 5,0 m/s (1) (2) V= = 2 m/s ⇒ Alternativa B
M+m

19. (Cesgranrio-RJ) Observa-se uma colisão elástica e unidi- Resolução:


mensional, no referencial do laboratório, de uma partícula
de massa m e velocidade 5,0 m/s com outra partícula de Qantes = Qdepois
Logo
massa m/4, inicialmente em repouso. Quais são os valores
m
das velocidades das partículas após a colisão? 5m = m . V1 + . V2 V2 − V1 = 5
4
V 2 = 5 + V1
PARTÍCULA DE MASSA m PARTÍCULA DE MASSA m/4
20 = 4V1 + V2
a) 3,0 m/s 8,0 m/s
b) 4,0 m/s 6,0 m/s 20 = 4V1 + V1 + 5 ⇒ V1 = 3 m/s e
c) 2,0 m/s 12,0 m/s 5 V2 = 8 m/s
e= =1
d) 6,0 m/s 4,0 m/s V2 − V1 Alternativa A
e) 5,0 m/s 5,0 m/s

20. (FUVEST) O problema refere-se à colisão unidimensional Resolução:


elástica entre dois carrinhos, sobre um plano horizontal m1 V m2
com atritos desprezíveis. O carrinho (1), de massa m1, tem Antes
velocidade inicial V, e o carrinho (2), de massa m2, está V=0
parado. Depois da colisão, observa-se que os dois carrinhos
V' m1 m2 V
têm velocidades de mesmo módulo mas de sentidos Depois
opostos. Qual é o valor da razão m2/m1 entre as massas
dos dois carrinhos ? Qantes = Qdepois Mas e = 1 ⇒ V = 2V'

m1 . V = m2 . V' − m1 . V'
m2 3V '
m2 m2 V + V' ∴ = =3
m1 V'
V= V' − V' ⇒ =
m1 m1 V'

FISINT0503-R
EDUCACIONAL
IMPULSO E QUANTIDADE DE MOVIMENTO FÍSICA
7
21. (FUVEST) Uma bola preta, de massa m e velocidade V, Resolução:
movendo-se sobre uma superfície muito lisa, sofre uma
colisão frontal, perfeitamente elástica, com uma bola Num choque perfeitamente elástico com bolas idênticas há troca de
vermelha, idêntica, parada. Após a colisão, qual a velocidades, logo a bola preta pára e a vermelha sai com
velocidade V.
velocidade da bola preta ?
Alternativa C
a) V
b) V/2
c) 0
d) – V/2
e) –V

22. (UNICAMP) Uma esferazinha A de massa m está presa a Resolução:


um pino O por um fio leve e inextensível e tangencia um
plano horizontal liso. Uma segunda esferazinha B, de a) Duas colisões.
mesma massa m e deslocando-se com velocidade
b) Como os choques são perfeitamente elásticos e as esferas são
V0 = 1,0 m/s, vai chocar-se frontalmente com a primeira em
idênticas, haverá troca de energia cinética nos dois choques.
repouso. Admita que todas as possíveis colisões neste
evento são perfeitamente elásticas. Logo VA = 0 e VB = −V0 = −1 m/s
O

V0

B A

a) Quantas colisões haverá entre as duas esferazinhas ?


b) Quais serão as velocidades das esferazinhas ao final
deste evento ?

23. (UNISA) Numa experiência para a determinação do 24. (UNICAMP) Um objeto de massa m1 = 4kg e velocidade
coeficiente de restituição largou-se uma bola de pingue- V1 = 3m/s choca-se com um objeto em repouso, de massa
pongue em queda livre de uma altura de 4,00 m e ela retornou m2 = 2kg. A colisão ocorre de forma que a perda de energia
à altura de 1,00 m. Portanto, o coeficiente de restituição cinética é máxima mas consistente com o princípio da
procurado é: conservação da quantidade de movimento.

a) 0,25 b) 0,50 c) 1,00 d) 2,00 e) 4,00 a) Quais as velocidades dos objetos imediatamente após
a colisão?
b) Qual a variação da energia cinética do sistema?

Resolução: Resolução:

Queda: VF = 2gh1 = 80 m/s (aproximação) a) Perda máxima de energia ⇒ choque inelástico (e = 0)


Qantes = Qdepois
4.3
Subida: V0S2 − 2 . g . h2 = 0 ⇒ V0 = 20 m/s (afastamento) m1 . V1 = (m1 + m2) . V ⇒ V = = 2 m/s
S 4+2

Vaf 20 1 1
e= = = = = 0,5 m1 . V12 4.9 
Vap 80 4 2 b) Eantes = = = 18 J 
2 2 
 ∆E = 6J
(m1 + m 2 ) . V 2
6.4 
Alternativa B Edepois = = 2 = 12 J 
2

FISINT0503-R
8 FÍSICA IMPULSO E QUANTIDADE DE MOVIMENTO
EDUCACIONAL

25. (UF-RS) Dois carrinhos A e B, conforme a figura, possuem Resolução:


massas iguais a M e estão em repouso sobre uma superfície
livre de atritos. O carro A desliza e colide com o carro B, ao M . V2
qual permanece unido. Qual será a velocidade do conjunto Mg . h = ⇒ V= 2gh
2
formado pelos dois carros imediatamente após a colisão,
sendo g a aceleração da gravidade ?
Qantes = Qdepois

a) 4 gh
b) 2 2 gh 2gh
M M 2gh = 2M . V' ⇒ V' =
2
c) gh
A

d) 2 gh M Alternativa D
h
2 B

e) 2 gh
4

26. No tubo aberto representado na figura, as colunas de água Resolução:


e óleo encontram-se em equilíbrio. A razão entre as massas
específicas do óleo e da água é 0,80. Calcule a altura DE.
R| µ
Dados: S| µ óleo
= 0,80 ou µ óleo = 0,80 µ água
AB = BC = CD = 20cm T água

A
A
h1 = 20 cm óleo E
óleo E
B

x = h3
B
h2 = 20 cm

C água D
C água D

Como os pontos C e D estão no mesmo líquido e no mesmo nível,


temos:

pC = pD → patm + µóleogh1 + µáguagh2 = patm+ µáguagh3

µóleo h1 + µágua h2 = µágua h3

0,80 µágua . 20 + µágua . 20 = µágua . x

16 + 20 = x ⇒ x = 36 cm

DE = 36 cm

FISINT0503-R
EDUCACIONAL
IMPULSO E QUANTIDADE DE MOVIMENTO FÍSICA
9
27. Uma prensa hidráulica tem êmbolos de diâmetros 4 cm e Resolução:
16 cm. Sobre o êmbolo menor a força é de 900 N. Determine:
d1 = 4 cm ⇒ R1 = 2 cm
a) a força exercida sobre o êmbolo maior d2 = 16 cm ⇒ R2 = 8 cm
b) o deslocamento do êmbolo maior quando o menor
desloca-se de 8,0 cm A1 = π . R12 = π . 22 = 4π
A2 = π . R22 = π . 82 = 64π
F1 F 900 F
= 2 ⇒ = 2 ⇒ F2 = 14 400 N
A1 A2 4π 64π
F1 . h1 = F2 . h2 ⇒ 900 . 8 = 14400 . h2 ⇒ h2 = 0,5 cm

28. (FUVEST) Coloca-se dentro de um vaso aberto 2 kg de Resolução:


água. A seguir, coloca-se dentro do líquido um pequeno
corpo, de 500 g de massa e 50 cm3 de volume, suspenso a)
por um fio, conforme indicado na figura.
T E

Como o sistema está em equilíbrio, R = 0 ∴ T + E = P

Dados: d = 1000 kg/m3

Sabendo que g = 10 m/s2 e d H 2O = 1 000 kg/m3, calcule: V = 50 cm3 = 50 x 10−6 m3 e g = 10 m/s2 então:
E = d . V . g = 103 . 50 . 10−6 . 101 = 50 . 10−2 N = 0,5 N
a) a tração no fio;
Dados: m = 500 g = 0,5 kg e g = 10 m/s2 então:
b) a força exercida pelo líquido no fundo do vaso.
P = m . g = 0,5 . 10 = 5 N

Portanto: T + 0,5 = 5 ⇒ T = 5 − 0,5 ⇒ T = 4,5 N

b) as forças que atuam no líquido são:


N : reação normal do fundo do vaso N

P : peso do líquido
P = m . g = 2 . 10 = 20N
E : reação do empuxo do corpo no
líquido, já que o corpo está em
P E
equilíbrio:

N = P + E ⇒ N = 20 + 0,5 N = 20,5 N

FISINT0503-R
10 FÍSICA IMPULSO E QUANTIDADE DE MOVIMENTO
EDUCACIONAL

29. (FUVEST) Admitindo que a massa específica do chumbo Resolução:


seja de 11 g/cm3, qual o valor mais próximo da massa de um
tijolo de chumbo cujas arestas medem 22 cm, 10 cm e Volume = 22 . 10 . 5 = 1100 cm3
5 cm ?
Considerando o tijolo maciço:
a) 10 kg
b) 11 kg m
ρ =d = V m = 1100 . 11 = 12100 g ≅ 12 kg
c) 12 kg ⇒
d) 13 kg
e) 14 kg Alternativa C

30. (PUC) A superfície plana da cabeça de um prego tem uma Resolução:


área de 0,1 cm2. O martelo a atinge de modo a exercer sobre
ele uma força constante de intensidade igual a F 100
100 N. A pressão exercida pelo martelo sobre o prego, em P= = = 1000 N/cm 2
A 0,1
N/cm2, é:

a) 10 Alternativa C
b) 100
c) 1 000
d) 10 000
e) 100 000

31. (FUVEST) Quando você toma um refrigerante em um copo Resolução:


com um canudo, o líquido sobe pelo canudo porque:
Pela teoria, alternativa B
a) a pressão atmosférica cresce com a altura, ao longo do
canudo.
b) a pressão no interior de sua boca é menor que a
atmosférica.
c) a densidade do refrigerante é menor que a densidade
do ar.
d) a pressão em um fluido se transmite integralmente a
todos os pontos do fluido.
e) a pressão hidrostática no copo é a mesma em todos os
pontos de um plano horizontal.

32. (FUVEST) SA Resolução:


SB

hA A hA dB
hB = ⇒ h A .d A = h B .d B
hB dA

B
Alternativa C

A figura acima representa dois vasos comunicantes


cilíndricos, abertos, contendo dois líquidos não miscíveis
A e B, em equilíbrio. Sejam SA e SB as áreas das superfícies
dos líquidos A e B, respectivamente, e dA e dB as suas
densidades (massas específicas). Sendo a altura hA maior
que hB, pode-se concluir que:
a) hASA = hBSB b) hAdA > hBdB
c) hAdA = hBdB d) dASA = dBSB
e) dASB = dBSA

FISINT0503-R
EDUCACIONAL
IMPULSO E QUANTIDADE DE MOVIMENTO FÍSICA
11
33. (ITA) Na prensa hidráulica esquematizada, D1 e D2 são os Resolução:
diâmetros dos tubos verticais. Aplicando uma força F1 ao
cilindro C1, transmitimos a C2, através do líquido de
F1 F
compressibilidade desprezível, uma força F2. = 2
Se D1 = 50 cm e D2 = 5 cm, temos que: A1 A 2

F2 1 F1 F2 A 2 πR 22 R 22 2,52 1
a) = = = = = =
F1 10 F1 A1 πR 2 R 2 252 100
1 1
C1 C2
F2
b) = 10 D1 D2
F1 Alternativa D

c) F2 = 5
F1
F2 1
d) =
F1 100
F2
e) = 100
F1

34. (FUVEST) Um bloco cúbico de isopor, com 1m de aresta, Resolução:


flutua em água mantendo 10% de seu volume submerso.
Qual a fração submersa de um bloco de isopor de 2m de dc Vi
=
aresta? d fluido Vc ,

a) 80%
b) 60% Como dc e dfluido são constantes, 10% do volume fica submerso.
c) 30%
d) 20%
e) 10% Alternativa E

35. (FUVEST) Um objeto de massa 8 kg e volume 1 litro está Resolução:


imerso em um líquido, de densidade igual à da água, contido
num grande recipiente. O objeto se move para baixo com → →
E FV
velocidade constante V = 0,20 m/s, devido à ação conjunta
da gravidade, do empuxo e da resistência viscosa do líquido
ao movimento. Podemos afirmar que a quantidade de
energia transformada em calor, a cada segundo, no sistema
“objeto/líquido” é de: →
P

g P = E + FV ⇒ 8 . 10 = 1000 . 10–3 . 10 + FV ⇒ FV = 70 N
a) 0,0 J →
τ = F . V = 70 . 0,2 = 14 J
b) 0,14 J V
Alternativa D
c) 0,16 J
d) 14 J
e) 16 J

FISINT0503-R
12 FÍSICA IMPULSO E QUANTIDADE DE MOVIMENTO
EDUCACIONAL

36. (U. Uberlândia-MG) Os dois vasos figurados contém água Resolução:


à mesma altura, onde p0 representa a pressão atmosférica.
Como hA > hC , PA > PC
P0 P0
Com hB > hD , PB > PD
C Como hA = hB , PA = PB
D Como HD > hC , PD > PC
A
B
Alternativa B

Com respeito aos quatro pontos, A, B, C, D, pode-se afirmar


que:

a) PA > PB e PC > PD
b) PA = PB e PD > PC
c) PC > PA e PD > PB
d) PC = PD e PA > PB
e) PC < PD e PA > PB

37. Dois tubos são iguais. Um contêm azeite de oliva e o outro, Resolução:
água. Os líquidos tem o mesmo peso, mas os dois alcançam
as alturas de 50 cm e 46 cm, respectivamente. Determinar a Págua = Pazeite
densidade do azeite de oliva. mágua . g = mazeite . g

densidade da água = 1 g/cm3 mágua = mazeite


dágua . Vágua = dazeite . Vazeite
1 . área . hágua = dazeite . área . hazeite
46 = dazeite . 50 ⇒ dazeite = 0,92 g/cm3

38. (FUVEST) Uma bailarina, cujo o peso é 500 N, apóia-se na Resolução:


ponta de seu pé, de modo que a área de contato com o
solo é de 2,0 cm2. Sendo a pressão atmosférica equivalente F 500
P= = = 250 N/cm2 = 250 x 104 Pa = 25 atm
a 10 N/cm2, de quantas atmosferas é o acréscimo de A 2
pressão devido à bailarina, nos pontos de contato com o
Alternativa E
solo?

a) 2,5
b) 100
c) 50
d) 250
e) 25

FISINT0503-R