COMANDO DA AERONÁUTICA

DEPARTAMENTO DE ENSINO DA AERONÁUTICA
ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA

EXAME DE ESCOLARIDADE DO CONCURSO DE ADMISSÃO AO

CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTO 2/2005 – TURMA "A"

PROVA DE PORTUGUÊS – MATEMÁTICA – FÍSICA – QUÍMICA








Gabarito Provisório com resolução comentada das questões





ATENÇÃO, CANDIDATOS!!!



A prova divulgada refere-se ao código 71. Se não for esse o código de sua
prova, observe a numeração e faça a correspondência, para verificar a
resposta correta.


No caso de solicitação de recurso, observar os itens 11.4 das Instruções
Específicas e 8.9 do Aditamento às Instruções Específicas que se
encontram no Manual do Candidato.


O preenchimento dos recursos deverá ser em letra de forma, digitado ou
datilografado.
CÓDIGO DA
PROVA

AS QUESTÕES DE 01 A 30 REFEREM-SE
À LÍNGUA PORTUGUESA






5




10




15




20




25














Flagrante
O homem me leva pelo braço para que eu veja
o pequeno riacho onde, cinco anos atrás, molhei os
pés. O riacho acabou – é agora uma linha
enviezada e escura, como a marca que ficou de uma
ferida cicatrizada. Lembro-me dele, na última vez,
correndo quieto por entre uma grama escura, dando
vida a tudo em seu derredor. O sol bebeu-o todo.
As horas vazias e a luta impossível tangem os
homens para os botecos, na ponta dos caminhos.
E lá ficam eles bebericando a “pura”, cortando
fumo de rolo, ou simplesmente cochilando na sombra
dos alpendres – vazios, expulsos do tempo e do
espaço, derrotados pelo sol. No indefectível anúncio
(onipresente como as moscas), a moça de maiô é um
sadio refrigério, estirada sob um sol que não calcina
nem fere de morte como o daqui.
Quando um automóvel ou caminhão rompe na
estrada defronte, olhos indiferentes se voltam na
sua direção – mas a densa poeira amarela já
escondeu o veículo e fechou o caminho. Durante
um ou dois minutos, o mundo lá fora se fecha por
detrás de uma porta fosca. E quando a porta de
poeira novamente se abre, os homens do boteco sabem
que, além dela, não encontrarão nenhuma surpresa;
sabem que, escancarada ao sol, ela conduz apenas
ao inferno da caatinga onde os diabos se disfarçam
nos mandacarus, e os xiquexiques são almas
penadas morrendo de sede sem morrerem nunca.
(Joel Silveira)
Vocabulário:
tanger: tocar (alimárias) para as estimular na
marcha
indefectível: que não falha, infalível, certo
refrigério: consolação, alívio, refresco
calcinar: aquecer em altíssimo grau, abrasar



01 – Analisando a frase “O sol bebeu-o todo.”(linha 7), são
consideradas corretas as afirmações de qual alternativa?
I- O pronome oblíquo “o” refere-se ao pequeno riacho que o
narrador conhecera.
II- O autor criou uma imagem poética para falar da seca.
III- O sol tinha se posto, anoitecia.
IV- Com a idéia de “sol saciado”, o autor expressa que havia
indícios de chuva.
a) I, II e IV c) I, III e IV
b) I e II, apenas d) I e III apenas
RESOLUÇÃO
Resposta: B
I- O “o” (linha 7) substitui “riacho”. Na linha 2, ele é citado
explicitamente; na linha 3 também; na linha 5, “riacho” é
substituído pela contração de + ele.= dele
II- Trata-se de uma imagem poética, a personificação do sol que
“bebe”, que seca o solo.

As questões de 01 a 04 referem-se ao texto acima.
02 – Os homens são tocados para a sombra dos botecos, porque
a) eles gostam de descansar depois de um dia exaustivo de trabalho.
b) eles caminharam muito e estão cansados.
c) há um inimigo contra o qual é impossível lutar.
d) procuram pela moça de maiô, uma mulher sempre,
pessoalmente, disposta a distraí-los.
RESOLUÇÃO
Resposta: C
"...a luta impossível" refere-se à luta contra o inimigo sol, que
tudo seca, tirando deles as horas de trabalho em atividade ligada a
terra ("... exemplos do tempo e do espaço, derrotados pelo sol.")
03 – Assinale a alternativa que confirma a idéia de que o
ambiente da caatinga é um mundo à parte.
a) O riacho acabou – é agora uma linha enviezada e escura.
b) ... cochilando na sombra dos alpendres – vazios, expulsos do
tempo e do espaço, derrotados pelo sol.
c) ... a moça de maiô é um sadio refrigério estirada sob um sol
que não calcina nem fere como o daqui.
d) Os homens do boteco sabem que, além dela, não encontrarão
nenhuma surpresa.
RESOLUÇÃO
Resposta: C
A moça de maiô sob o sol faz parte de um outro mundo, onde o
sol é prazer e não dor. As demais alternativas evidenciam o
ambiente da caatinga retratada no texto.
04 – A idéia que o autor passa é a de que
a) não há perspectiva de vida digna quando o ambiente é
hostilizado pela natureza, assolado pela seca.
b) há sempre uma esperança de mudança de vida – idéia
expressa na imagem do veículo que rompe na estrada
poeirenta.
c) os mandacarus e os xiquexiques são os diabos da caatinga
que também morrem com a seca.
d) os homens são fortes e resistentes como os mandacarus e os
xiquexiques.
RESOLUÇÃO
Resposta: A
A idéia dessa alternativa permeia o texto todo: no primeiro parágrafo,
na frase “O sol bebeu-o todo.” (idéia de que o “sol” secara o riacho);
no segundo parágrafo, os homens são “derrotados pelo sol”; no
terceiro, na frase “... escancarada ao sol” (referindo-se à ‘porta de
poeira’), ela conduz apenas ao inferno da caatinga... almas penadas
morrendo de sede...”
A falta de perspectiva de vida digna está explícita em “inferno”, no
terceiro parágrafo: “... ela conduz apenas ao inferno da caatinga...”



05 – Assinale a alternativa em que o termo destacado classifica-
se como objeto indireto.
a) Informei as notas aos alunos da oitava série.
b) Escolher-me-ão para representante da turma?
c) Não te pertencem os meus sonhos.
d) Ocorreu algo fascinante em minha casa.
RESOLUÇÃO
Resposta: C
O pronome oblíquo te funciona como objeto indireto do verbo pertencer.
Nas outras alternativas, os termos classificam-se como objeto direto.
06 – Observe:
"Ninguém coça as costas da cadeira.
Ninguém chupa a manga da camisa.
O piano jamais abana a cauda.
Tem asa, porém não voa a xícara."
O poema acima brinca com as palavras. E, como recurso, utiliza o
mesma figura de linguagem em todos os versos. Que figura é essa?
a) sinestesia
b) metonímia
c) catacrese
d) eufemismo
RESOLUÇÃO
Resposta: C
A catacrese refere-se ao emprego de uma palavra pela ausência de um
termo próprio, específico. É o que acontece nos versos acima: “costas da
cadeira”, “manga da camisa”, “cauda do piano”, “asa da xícara”.
07 – Assinale a alternativa em que há o discurso indireto livre.
a) – Por que seu Lima é assim?
– Porque é um pobre-diabo. Quem não sabe querer alguma
coisa e defender opiniões é pobre-diabo.
b) A criança perguntou ao pai se ele queria ir para casa, e ele
concordou que sim, que queria ir.
c) Ela saiu, pensando naquele tal Renan que, por mais que quisesse
esquecer, estava presente em sua memória. Que é que queriam
dizer com aquilo? Preveni-lo? Era um absurdo!
d) O diretor chamou os chefes da seção: “Vejam só, um homem
que sabe javanês, um portento!”
RESOLUÇÃO
Resposta: C
Discurso indireto livre: “forma de expressão que, em vez de
apresentar a personagem em sua voz própria (discurso direto), ou de
informar objetivamente o leitor sobre o que ele teria dito (discurso
indireto), aproxima narrador e personagem, dando-nos a impressão
de que passam a falar em uníssono.”




09 – Observe as palavras destacadas no texto:
“Finalmente surgiu o heroizinho à porta da sala de aula trazendo
na sacola uma imensidade de bugigangas.”
A seguir, assinale a alternativa correta quanto às sílabas tônicas
dessa seqüência de palavras.
a) nal – zi – au – sa
b) men – roi – la – co
c) men – zi – au – co
d) fi – roi – la – la
RESOLUÇÃO
Resposta: C
As sílabas tônicas das palavras destacadas são: men (finalmente),
zi (heroizinho), au (aula), co (sacola).
08 – A alternativa cujo grupo de palavras apresenta hiatos é
a) peixe – averiguação – ataúde
b) coisinha – respeito – aguado
c) país – cabriúva – Uruguaiana
d) saída – gratuito – saguão
RESOLUÇÃO
Resposta: C
O hiato, encontro de duas vogais num vocábulo, está presente em país
(pa-ís), Cabriúva (Ca-bri-ú-va) e Uruguaiana (U-ru-guai-a-na).

10 – Em qual alternativa as duas palavras destacadas devem
receber acento gráfico?
a) Os piratas começaram a vender o DVD do filme do Hulk
antes da estreia no cinema.
b) A voz da experiencia aconselha-nos a cuidar das cordas
vocais no inverno.
c) Fixo ou portatil, escolha o sistema de aquecimento proprio
para sua casa.
d) Obras sinfonicas não lembram compositores jovens.
RESOLUÇÃO
Resposta: C
São acentuadas as duas palavras destacadas portátil (paroxítona
terminada em l) e próprio (paroxítona terminada em ditongo crescente
io). Nas demais alternativas, não se acentuam piratas, nos e jovens.
11 – Qual alternativa contém um período com todas as palavras
corretamente grafadas?
a) Estava a dois passos daquele paraíso de águas e dunas, mais o
destino me pregou uma peça impedindo-me de desfrutá-lo.
b) Não há mau que sempre dure, assim como não há bem que
nunca acabe.
c) Não faça mais nada se não estudar, porque é a única forma
de correr atraz dos seus sonhos.
d) Há cerca de quinhentos anos, colonizadores portugueses aqui
aportaram, não se sabe bem por quê.
RESOLUÇÃO
Resposta: D
Em D, não há erro ortográfico: “há cerca de” indica certo
período de tempo transcorrido (≠ “acerca de”, que significa “a
respeito de”); “por quê” está assim empregado por fazer parte de
uma oração interrogativa indireta e estar no final da oração
(“quê” tônico), devendo ser acentuado.
Nas demais alternativas, há erros ortográficos. Veja:
a) “mais” – errado; deveria ser “mas”, conjunção adversativa;
b) “mau” – errado: não é aqui um adjetivo, e sim substantivo (=
moléstia, doença, aquilo que prejudica); deveria ser “mal”;
c) “se não” – errado, pois, no texto não há idéia de condição (“se
não” = “caso não”); deveria ser “senão” (preposição, que
equivale a “a não ser”); atraz – errado, não existe essa grafia; o
certo é “atrás” (= “no encalço de”, “em seguimento a”).


12 – Observe o poema:
"Vivo meu porém.
No encontro do todavia
Sou mas.
Contudo
Encho-me de ainda."
O emprego de algumas conjunções em outra classe gramatical
deve-se ao processo de formação de palavras chamado
derivação
a) prefixal. c) imprópria.
b) regressiva. d) sufixal.
RESOLUÇÃO
Resposta: C
Pelo fato de as conjunções porém, todavia, ainda estarem
substantivadas e a conjunção mas estar adjetivada, ou seja, por
terem mudado de classe gramatical sem terem sofrido
qualquer acréscimo ou supressão em sua forma, sofreram o
processo chamado de derivação imprópria.
16 – Os tempos e modos verbais estão incorretamente
identificados em:
a) “Meu povo, preste atenção,
Na roda que eu te fiz.” (presente do indicativo/ pretérito
imperfeito do indicativo)
b) “Ele considera que muros não resolvem problemas...”
(presente do indicativo/ presente do indicativo)
c) “Não diga que a canção está perdida
Tenha fé em Deus, tenha fé na vida.” (imperativo negativo/
imperativo afirmativo)
d) “Vasculhou minha gaveta
me chamava de perdida.” (pretérito perfeito do indicativo/
pretérito imperfeito do indicativo)
RESOLUÇÃO
Resposta: A
Preste — imperativo afirmativo do verbo prestar (3ª pessoa do
singular: presta (tu), preste (você, ele), prestemos (nós), prestai
(vós), prestem (vocês, eles)
Fiz — pretérito perfeito do indicativo: eu fiz, tu fizeste, ele fez,
nós fizemos, vós fizestes, eles fizeram.
17 – Marque a alternativa em que a expressão destacada seja
uma locução adverbial.
a) Dizem que o outono e o inverno são as estações mais chiques
do ano.
b) Assim que entrou, a sua rival olhou-a de cima em baixo.
c) As propagandas alimentam os sonhos de consumo das
pessoas.
d) Por muitos anos, as mulheres reivindicaram igualdade de
direitos.
RESOLUÇÃO
Resposta:B
De cima em baixo expressa o modo como a ação de olhar foi
realizada; trata-se, portanto, de uma locução adverbial cuja
formação é mais complexa. Do ano e de consumo são locuções
adjetivas, pois qualificam os substantivos que acompanham:
estações mais chiques do ano = estações anuais mais chiques e
sonhos de consumo = sonhos consumistas. De direitos é
complemento nominal do termo igualdade, sendo esse
complemento representado tão-somente pelo substantivo direitos.
18 – No texto abaixo, há dois períodos incorretos quanto à
pontuação. Assinale a alternativa que os contém.
O poema “Meus oito anos”pertence a Casimiro de Abreu, um
dos mais populares poetas brasileiros (1). Por ter de trabalhar
no comércio não chegou a concluir seus estudos (2). Apesar de
estar ligado à segunda geração romântica, o amor na poesia de
Casimiro, apesar do medo, associa-se sempre à vida e à
sensualidade (3). Casimiro não ampliou nem modificou os
horizontes do Romantismo brasileiro, mas sua poesia, contribuiu
para a consolidação e para a popularização definitiva do
Romantismo entre nós (4).
a) 1 e 3 b) 2 e 3 c) 1 e 4 d) 2 e 4
RESOLUÇÃO
Resposta:D
Há a falta de vírgula no período 2 (Por ter de trabalhar no
comércio, não chegou a concluir seus estudos) e outra vírgula
indevida no período 4 (... brasileiro, mas sua poesia
contribuiu...).
13 – Observe:
I- Aqueles amigos com os quais encontraram eram grandes
piadistas. (se)
II- Disseram, nos últimos dias, palavras horríveis. (me)
III- Nada ajudará naquela fase de rebeldia. (o)
Empregando-se, respectivamente, os pronomes entre parênteses
nos períodos acima, conforme a norma culta, tem-se
a) ênclise, próclise, mesóclise.
b) próclise, ênclise, próclise.
c) mesóclise, próclise, ênclise.
d) próclise, ênclise, mesóclise.
RESOLUÇÃO
Resposta: B
Em I, deve-se usar a próclise, pois o pronome relativo “os quais”
tem força atrativa sobre o pronome oblíquo átono “se” (“... com
os quais se encontraram”).
Em II, deve-se empregar a ênclise, pois não se inicia um período
com o pronome oblíquo átono (“Disseram-me”).
Em III, a palavra negativa “nada” atrai o pronome para antes do
verbo (próclise), mesmo que este esteja no futuro do presente do
indicativo (“Nada o ajudará”).
15 – Assinale a alternativa incorreta quanto à regência verbal.
a) Ronaldinho, conhecido como o Fenômeno, respeita seus adversários.
b) Simpatizo sempre com os que têm uma posição conciliadora.
c) Como as penas são leves, muitos desobedecem os
regulamentos de trânsito.
d) Preciso informar aos clientes os novos preços das embalagens.
RESOLUÇÃO
Resposta: C
O verbo desobedecer classifica-se como transitivo indireto e tem
o complemento introduzido pela preposição a: desobedecem aos
regulamentos.
14 – Assinale a alternativa em que não há conotação.
a) “Seus olhos tão negros, tão belos, tão puros,
Assim é que são:
Às vezes luzindo, serenos, tranqüilos,
Às vezes vulcão!”
b) “Sinto que nós somos noite,
que palpitamos no escuro
e em noite nos dissolvemos.”
c) “Junto do leito, meus poetas dormem
Na mesa confundidos. Junto deles
Meu velho candeeiro se espreguiça
E parece pedir a formatura.”
d) “O sol desponta
Lá no horizonte,
Iluminando a fonte,
E o prado e o monte
E o céu e o mar.”
RESOLUÇÃO
Resposta: D
Todas as palavras empregadas são denotativas, isto é, não estão no
sentido figurado: despontar (= começar a surgir, nascer) e
iluminar (= derramar ou irradiar luz sobre; tornar claro).
20 – Observe as orações coordenadas sindéticas destacadas:
1- Ela sempre acende um cigarro, e não fuma.
2- Dormirei com dois cobertores, pois a temperatura
diminuirá ainda mais esta noite.
A seguir, assinale a alternativa correta quanto a sua
classificação, respectivamente.
a) adversativa – conclusiva c) aditiva – explicativa
b) aditiva – conclusiva d) adversativa – explicativa
RESOLUÇÃO
Resposta: D
Embora a conjunção e seja sempre vista como aditiva, em (1)
“Ela sempre acende um cigarro, e não fuma.”, seu valor não é
aditivo, isto é, não exprime ação, soma de pensamentos. A
conjunção e, no caso, exprime contraste, ressalva de
pensamentos; equivale a mas, caso em que se classifica como
conjunção adversativa (Ela sempre acende um cigarro, mas não
fuma.) Em (2) “Dormirei com dois cobertores, pois a
temperatura diminuirá ainda mais esta noite.”, a conjunção pois
expressa a justificativa de uma sugestão ou suposição, e se
antepõe ao verbo diminuir, Logo, conjunção explicativa.
22 – Observe o texto:
"Assim que o teu cheiro forte e lento
Fez casa nos meus braços e ainda leve
E forte e cego e tenso fez saber
Que ainda era muito e muito pouco”
Quanto às palavras destacadas, é correto afirmar que
a) todas são adjetivos uniformes.
b) apenas forte e leve são adjetivos uniformes.
c) todas são adjetivos biformes, pois variam em gênero ou
número.
d) apenas pouco é adjetivo uniforme.
RESOLUÇÃO
Resposta: B
Os adjetivos destacados forte e leve classificam-se como
uniformes por possuírem uma só forma para os dois gêneros. Os
demais adjetivos são biformes, pois possuem uma forma para cada
gênero: lento/lenta; cego/cega; tenso/tensa; pouco/pouca.
21 – Quanto à flexão do plural, segundo a norma culta, em qual
alternativa as duas palavras estão incorretas?
a) beija-flores, germens
b) alto-falantes, surdos-mudos
c) sextas-feiras, fuzis
d) balãozinhos, cidadões
RESOLUÇÃO
Resposta: D
Balão – balãozinho; balões – balõezinhos. Nos
diminutivos formados pelo sufixo –zinho (mais raramente –zito), a
formação do plural deve ser feita tanto na terminação do
substantivo primitivo (com posterior supressão do –s) como na do
sufixo. Assim, o diminutivo plural de balão é balõezinhos. A
palavra cidadão possui apenas uma forma no plural: cidadãos.
23 – Assinale a alternativa que contém predicativo do sujeito.
a) “Naquela tarde, ele se desprendeu esborrachando-se no chão:
estava maduro.”
b) “Em situação de poço, a água equivale a uma palavra em
situação dicionária.”
c) “Os velhos urubus entortaram o bico, o rancor encrespou a
testa...”
d) "A reação da namorada deixou o rapaz boquiaberto."
RESOLUÇÃO
Resposta: A
Apenas nessa alternativa temos um predicativo do sujeito.
Maduro caracteriza o sujeito (ele ou ela) da forma verbal estava.
Em B e C, não há predicativo.
Em D, há predicativo do objeto (o rapaz).
24 – Observe os períodos e, em seguida, assinale a alternativa
que contém, correta e respectivamente, a classificação sintática
dos termos destacados.
I- O exame deixou o aluno preocupado.
II- Não posso entregar aquela falsa resposta.
III- O soldado foi considerado corajoso pelos oficiais.
a) adjunto adnominal – predicativo do objeto – predicativo do
sujeito
b) adjunto adnominal – predicativo do objeto – adjunto
adnominal
c) predicativo do objeto – adjunto adnominal – adjunto
adnominal
d) predicativo do objeto – adjunto adnominal – predicativo do
sujeito
RESOLUÇÃO
Resposta: D
No predicado verbo-nominal, quando o verbo for
transitivo direto, o predicativo poderá ser do sujeito ou do objeto,
conforme se refira a um e outro. Em I, o termo preocupado
refere-se a aluno (objeto direto), portanto, predicativo do objeto.
Em III, o termo corajoso refere-se a soldado (sujeito); logo,
predicativo do sujeito. Em II, a palavra falsa gravita em torno do
núcleo do objeto direto resposta, classificando-se como adjunto
adnominal.
19 – Observe:
“O meu olhar azul como o céu
É calmo como a água ao sol.
É assim, azul e calmo,
Porque não interroga nem se espanta.”
No texto acima, há respectivamente predicado
a) nominal, apenas. c) verbal e verbo-nominal.
b) nominal e verbal. d) verbal, apenas.
Resolução
Resposta: B
O predicado é nominal porque é formado pelo verbo de ligação
ser mais o predicativo calmo e azul:
“O meu olhar azul como o céu
É calmo como a água ao sol.
É assim, azul e calmo.”
É verbal porque tem como núcleo, isto é, como elemento
principal da declaração que se faz do sujeito, dois verbos
significativos intransitivos: interrogar e espantar:
“O meu olhar azul como o céu
É assim, azul e calmo,
Porque não interroga nem se espanta.”
26 – Observe as frases:
1- Vossa Excelência há de convir que a obra, cujo autor é
internacionalmente reconhecido pela crítica, deve ser classificada.
(pronome pessoal de tratamento, pronome possessivo)
2- “Se alguém perguntar por mim, diz que fui por aí...”
(pronome indefinido, pronome pessoal)
3- Aquele cozinheiro preparou o jantar especialmente para ti.
(pronome demonstrativo, pronome pessoal)
Há erro na classificação dos pronomes em
a) 1 apenas. c) 1 e 3.
b) 2 apenas. d) 2 e 3.
RESOLUÇÃO
Resposta: A
A classificação está errada quanto ao pronome cujo, que é
pronome relativo, pois exprime a idéia de posse, relação e faz
referência a um nome antecedente (o possuidor: obra) e a um
nome conseqüente (o possuído: o autor).
27 – Das orações destacadas, verifica-se a presença de
subordinada substantiva em:
a) O jornal que mais se lê no Brasil traz as notícias do esporte.
b) O garoto pedia ao pai que comprasse aquele brinquedo maravilhoso.
c) Tamanha era sua saudade, que não se concentrava em nada.
d) O rei enviou-lhe tropas para que mantivessem seus postos intactos.
RESOLUÇÃO
Resposta: B
A oração destacada é subordinada substantiva, pois funciona
como objeto direto para o verbo pedir.
Em a, c e d, as orações são, respectivamente, adjetivas
restritivas, introduzidas por pronomes relativos; oração adverbial
consecutiva, e oração adverbial final (para que).
30 – Coloque C (Certo) ou E (Errado) para o emprego do sinal
indicador de crase e, a seguir, assinale a alternativa com a
seqüência correta.
I- “Seixas trabalha arduamente até conseguir a quantia que
recebera como sinal pelo ‘acordo’. Depois devolve os cem
mil réis à esposa ( ) e se despede.”
II- Considerando às ( ) vantagens do cargo, ele o ofereceu à
( ) seu amigo.
III- “Tudo, daí em diante, foi burburinho que depressa passou à
gritaria ( ).”
a) C – E – E – C
b) C – E – C – C
c) E – C – C – E
d) E – C – E – E
RESOLUÇÃO
Resposta: A
Em I, a expressão “à esposa” é objeto indireto do verbo
transitivo direto e indireto “devolver” (= restituir) ocorrendo a
fusão da preposição a (devolver a) com o artigo feminino a de
esposa. Em II, o verbo considerar é transitivo direto (=ponderar,
atentar para, pensar em), portanto seu complemento vantagens
não exige preposição ( as = artigo definido feminino plural), e
oferecer, embora o verbo seja transitivo direto (o = objeto direto)
e indireto (a seu amigo = objeto indireto), o complemento não
recebe crase por se tratar de palavra masculina: amigo . Em III, o
verbo “passar” (= transferir-se) é transitivo indireto; logo, há a
fusão da preposição a com o artigo feminino a de gritaria.
29 – Coloque 1 (ativa), 2 (passiva), 3 (reflexiva) para a voz dos
verbos destacados e, a seguir, assinale a alternativa com a
seqüência correta.
O time foi derrotado ( ) naquele dia. A torcida reclamou ( ) a
ausência de seu melhor jogador que realmente se machucara ( )
durante o treino.
a) 1, 3, 2
b) 3, 2, 1
c) 2, 3, 1
d) 2, 1, 3
RESOLUÇÃO
Resposta: C
Temos foi derrotado (voz passiva): locução verbal formada pelo
verbo ser mais o particípio do verbo principal derrotar. O ser a
que o verbo se refere é o paciente do processo verbal (o time). O
ser a que o verbo reclamar se refere é o agente do processo
verbal ( a torcida), portanto, voz ativa. O verbo machucar-se está
na voz reflexiva, pois o ser a que o verbo se refere ( o melhor
jogador) é, ao mesmo tempo, agente e paciente do processo
verbal, pois agiu sobre si mesmo.
25 – Observe:
I- O salão está cheio de bandeirinhas.
II- Sinto muitas saudades de meu pai.
III-O sábio tinha certeza da vitória.
Em todos os itens, os termos destacados classificam-se como
a) complemento nominal. c) objeto indireto.
b) adjunto adnominal. d) agente da passiva.
RESOLUÇÃO
Resposta: A
Os termos destacados nos itens funcionam como
complemento nominal, pois os nomes cheio(adjetivo),
saudades(substantivo) e certeza(substantivo) têm valor relativo e
necessitam de complemento.

28 – Preencha as lacunas com os respectivos adjetivos e assinale a
alternativa com a concordância nominal correta.
“Simpatia é o sentimento
que nasce num só momento,
_________, no coração;
São dois olhares __________
Bem _________ numa trágica atração.”
a) sincera, acesas, junto
b) sincero, acesos, juntos
c) sinceros, aceso, juntos
d) sinceras, acesa, junta
RESOLUÇÃO
Resposta: B
O adjetivo, quer em função de adjunto adnominal, quer em função de
predicativo, desde que se refira a um único substantivo, com ele
concorda em gênero e número: sincero concorda com o substantivo
masculino singular sentimento. Acesos e juntos concordam com o
substantivo masculino plural olhares.
36 – A área lateral de um cone circular reto é 24π cm
2
. Se o raio
da base desse cone mede 4 cm, então sua altura, em cm, mede
a) 2 5 . b) 3 5 . c) 5 2 . d) 5 3 .
RESOLUÇÃO
r = 4
S
l
= 24π ⇒ π . r . g = 24π ⇒ 4 g = 24 ⇒ g = 6
Em todo cone circular reto o raio da base e a altura são catetos de
um triângulo retângulo cuja hipotenusa é a geratriz.
Assim, aplicando-se Teorema de Pitágoras:
g
2
= h
2
+ r
2
⇒ 36 = h
2
+ 16 ⇒ h
2
= 20 ⇒ h = 5 2
Logo, a altura do cone, em cm, mede 5 2 .

AS QUESTÕES DE 31 A 60 REFEREM-SE
A MATEMÁTICA

35 – Sendo i a unidade imaginária, a potência ( ) ( ) [ ]
3 2 2
i 1 i 1 + − −
é igual a
a) 64.
b) – 64.
c) 64 i.
d) – 64 i.
RESOLUÇÃO
( ) ( ) [ ] [ ]
( ) i 64 i . i 64 i 4
i i 2 1 i i 2 1 i 1 i 1
2 3
3
2 2 3 2 2
− −
− − − + − + − −

Portanto, a potência ( ) ( ) [ ]
3 2 2
i 1 i 1 + − − é igual a 64 i.
33 – A quantidade de números naturais, compreendidos entre
100 e 300, que não são divisíveis por 3, é
a) 136. c) 130.
b) 133. d) 127.
RESOLUÇÃO
Entre 100 e 300 há 199 números (300 – 100 – 1).
Os números divisíveis por 3, entre 100 e 300 formam a P.A. (102,
105, ..., 297).
297 = 102 + (n – 1) . 3 Þ n = 66 Þ há 66 números divisíveis por 3,
entre 100 e 300.
Fazendo-se a diferença: 199 – 66, obtém-se a quantidade dos que
não são divisíveis por 3.
Portanto, a quantidade de números naturais, compreendidos entre
100 e 300, que não são divisíveis por 3, é 133.
31 – Seja o triângulo ABC retângulo em B. Se AD é bissetriz
de Â, AB = 6 cm, e AC = 10 cm, então a medida de DC , em
cm, é
a) 6.
b) 5.
c) 4.
d) 3.

RESOLUÇÃO



C
A
D
B
C
A
D
B
6
y z
10
BC
2
= 100 – 36 ⇒ BC = 8 ⇒ y + z = 8
Se AD é bissetriz de Â, então pelo
Teorema da Bissetriz Interna:
z
10
8
16
z
10
z y
10 6
z
10
y
6

+
+

Logo, z = 5 cm
32 –
]
]
]

]
]
]

1 0
y x
B e
1 0
2 1
A são duas matrizes que comutam se,
e somente se,
a) x = 2 e y = 1.
b) x = 1 e y = 2.
c) x = 1.
d) x = 2.
RESOLUÇÃO
A e B comutam se A . B = B . A, isto é:
]
]
]

+

]
]
]

+
1 0
y x 2 x
1 0
2 y x

y + 2 = 2x + y ⇒ x = 1, independente do valor de y.
Logo A e B comutam se, e somente se, x = 1.






RESOLUÇÃO








ABC é equilátero⇒ Â = C
ˆ
B
ˆ
= 60° e D C
ˆ
A = 120°

BE é bissetriz de C B
ˆ
A ⇒ A B
ˆ
F = C B
ˆ
F = 30°⇒ x = 90°

CE é bissetriz de D C
ˆ
A ⇒ D C
ˆ
E = A C
ˆ
E = 60°⇒ y = 30°
Então, x + y é igual a 120°.
x
y
60°
30°
60°
B
C
A
F
E
.
D
60°
60° 30°
34 – Na figura, ABC é um triângulo equilátero,

BE é bissetriz de
C B
ˆ
A , e

CE é bissetriz de D C
ˆ
A . Se x = med ) B F
ˆ
A ( e y = med ) F E
ˆ
C ( ,
então x + y é igual a
a) 100°.
b) 110°.
c) 115°.
d) 120°.

B
C
A
F
E
.
D
37 – Seja M o afixo de um número complexo z. A forma polar de z é
a) J
J
`
'
(
| π
+
π
3
4
sen i
3
4
cos 2 .
b)
3
4
sen i
3
4
cos
π
+
π
.
c) J
J
`
'
(
| π
+
π
6
7
sen i
6
7
cos 2 .
d)
6
7
sen i
6
7
cos
π
+
π
.
RESOLUÇÃO
⇒ + ρ ⇒ − − 2 1 3 ) 1 , 3 ( M
2
1
sen e
2
3
cos − θ

θ
Logo,
6

θ .
Portanto, a forma polar de z é J
J
`
'
(
| π
+
π
6
7
sen i
6
7
cos 2

39 – Considere todos os números de 4 algarismos distintos
formados com os algarismos 2, 3, 4, 5 e 6. Se colocarmos esses
números em ordem decrescente, a posição ocupada pelo número
4652 será a
a) 49ª b) 50ª c) 59ª d) 60ª
RESOLUÇÃO
6 __ __ __ : A
4,3
= 4 . 3 . 2 = 24
5 __ __ __ : A
4,3
= 4 . 3 . 2 = 24
48
4 6 5 3 : 49.°
4 6 5 2 : 50.°
Logo, a posição ocupada pelo número 4652 será a 50.ª
38 – Os pontos J
J
`
'
(
|
− − J
J
`
'
(
|
2
7
,
2
5
B e
2
5
,
2
7
A definem uma reta de
equação ax + by + c = 0. O valor de
b
c
é
a) 3. b) 2. c) 1. d) 0.
RESOLUÇÃO
⇒ + + − − − ⇒
− −
0
4
25
x
2
7
y
2
7
4
49
y
2
5
x
2
5
0
1
2
7
2
5
1
2
5
2
7
1 y x

6x – 6y – 6 = 0 ⇒ x – y – 1= 0 ⇒ a = 1, b = -1, c = -1
Logo, 1
b
c
.
43 – Se b 3 log e a 2 log
7 3
, então 14 log
3
=
a) .
a
1 b +
b)
b
1 a +
. c)
b
1 ab +
. d)
a
1 ab +
.
RESOLUÇÃO
( )
b
1 ab
b
1
a 7 log 2 log 7 . 2 log 14 log
b
1
7 log
1
7 log
3 log
3 log
3 3 3 3
3 3
3
7
+
+ +


Assim, se b 3 log e a 2 log
7 3
, então 14 log
3
=
b
1 ab +
.

42 – Para que a equação x
2
+ mx + m
2
– m – 12 = 0 tenha uma
raiz nula e outra positiva, o valor de m, deve ser
a) – 4. b) – 3. c) 4. d) 3.
RESOLUÇÃO
Se uma raiz é nula, então m
2
– m – 12 = 0, isto é, m = 4 ou m = -3.
Se uma raiz é positiva, então m < 0. Logo, m = - 3.
41 – Dada a função f:ℜ → ℜ, definida por f(x) = − x
2
+ 3x – 2 , é
correto afirmar que
a) f(x) ≥ 0, para x ≤ 1 ou x ≥ 2.
b) f(x) < 0, para qualquer valor de x.
c) f(x) ≤ 0, para nenhum valor de x.
d) f(x) > 0, para 1 < x < 2.
RESOLUÇÃO
− x
2
+ 3x – 2 = 0 ⇒ x’ = 1 ou x” = 2
Então, f(x) = 0, para x = 1 ou x = 2.
Como a parábola tem concavidade voltada para baixo, tem-se:
f(x) < 0, para x < 1 ou x > 2, e f(x) > 0, para 1 < x < 2.
40 – Sej a a função f de ℜ-{3} em ℜ-{1}, defi ni da
por f( x) =
3 x
3 x

+
. Pela inversa de f, o número 5 é imagem do
número
a) .
4
1
b) .
3
1
c) 4. d) 3.
RESOLUÇÃO
Substituindo-se x por f
–1
(x), e f(x) por x, tem-se a equação que
define a inversa:
3 ) x ( f
3 ) x ( f
x
1
1

+



.
Substituindo-se f
–1
(x) por 5: 4
3 5
3 5
x

+

Portanto, pela inversa de f, o número 5 é imagem do número 4.
44 – Numa P.G., onde o 1.º termo é 3, a soma dos três primeiros
termos é 21. Se a soma dos quatro primeiros termos é 45, o
quinto termo é
a) 51. b) 50. c) 49. d) 48.
RESOLUÇÃO
a
1
= 3 , a
1
+ a
2
+ a
3
=21 e a
1
+ a
2
+ a
3
+ a
4
= 45 ⇒ 21 + a
4
= 45 ⇒ a
4
= 24
a
4
= a
1
. q
3
⇒ 24 = 3 . q
3
⇒ q = 2
a
5
= a
4
. q ⇒ a
5
= 24 . 2 ⇒ a
5
= 48
Portanto, se a soma dos quatro primeiros termos é 45, o quinto
termo é 48.
o
.
P
12
6 A
x
8
12

46 – Por um ponto P, distante 18 cm do centro de uma
circunferência de raio 12 cm, conduz-se um “segmento
secante” que determina na circunferência uma corda de 8 cm.
A medida da parte exterior desse segmento, em cm, é
a) 18. b) 10. c) 8. d) 6.
RESOLUÇÃO
Se PO = 18 cm e AO = 12 cm, então PA = 6 cm.
x . (x + 8) = 6 . (6 + 24)
x
2
+ 8x – 180 = 0 ⇒ x = 10






Logo, a medida da parte exterior do “segmento secante”, em cm, é 10.

B
A
C

45 – Na figura, AB é diâmetro. Se AC mede º 70 , a medida do
ângulo CÂB é
a) 50°.
b) 55°.
c) 60°.
d) 65°.
RESOLUÇÃO
AB é diâmetro ⇒
AB
= 180° ⇒ BC = 180° - 70° = 110°
Como o ângulo CÂB é inscrito, sua medida é a metade da do
arco BC.
Logo, a medida do ângulo CÂB é 55°.
49 – Se tgá = 1/3, então tg 2á é
a)
3
1
. b)
3
2
. c)
8
3
. d)
4
3
.
RESOLUÇÃO
4
3
9
8
3
2
9
1
1
3
1
. 2
tg 1
tg 2
2 tg
2

α −
α
α
Logo, se
3
1
tg α , então tg 2 α é
4
3
.

|
|
|
¦
|
> −
+
<

j i se , j i
j i se , j i
j i se , 2
a
ij

6 2 8 A det
4 1
2 2
A − ⇒
J
J
J
`
'
'
(
|

50 – Se A = (a
ij
) é a matriz quadrada de ordem 2 em que

, então o determinante da matriz A é

a) – 10 . b) 10. c) – 6 d) 6.
RESOLUÇÃO
Seja A =
J
J
J
`
'
'
(
|
22 21
12 11
a a
a a

Em a
11
e a
22
, i = j. Então a
11
= 1 + 1 = 2 e a
22
= 2 + 2 = 4.
Em a
12
, i < j. Então a
12
= 2.
Em a
21
, i > j. Então a
21
= 2 – 1 = 1

Então
Logo, o determinante da matriz A é 6.
51 – Na 8ª A de uma escola há 18 meninos e 30 meninas, sendo que
um terço dos meninos e três quintos das meninas têm olhos castanhos.
Escolhendo ao acaso um aluno, a probabilidade de ser menina ou ter
olhos castanhos é
a) 72,5%. b) 75%. c) 77,5%. d) 80%.
RESOLUÇÃO
Total de alunos: 48
Probabilidade de ser menina: 30/48 = 5/8 = P(A)
Número de meninos de olhos castanhos: 18 : 3 = 6
Número de meninas de olhos castanhos: 18
5
30 . 3

Total de alunos de olhos castanhos: 24
Probabilidade de ter olhos castanhos: ) B ( P
2
1
48
24

Probabilidade de ser menina e ter olhos castanhos: ) B A ( P
8
3
48
18

Probabilidade de ser menina ou ter olhos castanhos: P(A∪B)
75 , 0
8
6
8
3
2
1
8
5
) B A ( P ) B ( P ) A ( P ) B A ( P − + ∩ − + ∪
Portanto, escolhendo ao acaso um aluno, a probabilidade de ser
menina ou ter olhos castanhos é 75%.
48 – Existirá ℜ ∈ x que satisfaça a igualdade sen x = 2k – 5 se,
e somente se,
a) 1 < k ≤ 3. c) 2 ≤ k < 4.
b) 1 < k < 4. d) 2 ≤ k ≤ 3.
RESOLUÇÃO
– 1 ≤ 2k – 5 ≤ 1 ⇒ -1 + 5 ≤ 2k ≤ 1 + 5 ⇒ 4 ≤ 2k ≤ 6 ⇒ 2 ≤ k ≤ 3
Assim, existe sen x = 2k – 5 se, e somente se, 2 ≤ k ≤ 3.
54 – O número de vértices de um poliedro convexo que tem 3 faces
quadrangulares, 2 faces triangulares e 4 faces pentagonais é
a) 10. b) 14 c) 12. d) 16.
RESOLUÇÃO
São 3 faces com 4 arestas ⇒ 12 arestas
São 2 faces com 3 arestas ⇒ 6 arestas
São 4 faces com 5 arestas ⇒ 20 arestas
Total de arestas: A = (12+6+20): 2* ⇒ A = 19
* A divisão por 2 é necessária, pois, ao somar, contamos as arestas
comuns duas vezes.
Total de faces: F = 3 + 2 + 4 ⇒ F = 9
Pela Relação de Euler: V + F = A + 2 ⇒ V = 12
52 – Na distribuição dos salários de 800 empregados de uma
empresa, o ponto médio da 4.ª classe é R$1400,00. Se as 8 classes
dessa distribuição têm a mesma amplitude de R$200,00 e são do tipo
[a, b[, então a 6.ª classe não inclui, com certeza, o salário de R$
a) 1900,00. b) 1850,00. c) 1800,00. d) 1750,00.
RESOLUÇÃO
Amplitude de cada classe: R$ 200,00
Ponto médio da 4.ª classe: R$1400,00 ⇒ 4.ª classe = [1300, 1500[
Logo: 5.ª classe = [1500, 1700[ e 6.ª classe = [1700, 1900[
Classe do tipo [a, b[ pode incluir a e não inclui b.
Portanto, a 6.ª classe não inclui, com certeza, o salário de R$ 1900,00.
53 – Sejam x
1
, x
2
, x
3
, ..., x
81
os valores ordenados de uma
variável X. A mediana desse conjunto de valores é igual a
a) X
41
. c)
2
x x
41 40
+
.
b) X
40
. d)
2
x x
42 41
+
.
RESOLUÇÃO
São 81 valores; logo a posição do elemento mediano é P = 82 : 2 = 41,
isto é, a mediana é o 41.º elemento.
Portanto, a mediana desse conjunto de valores é igual a x
41
.
47 – Num triângulo ABC, BC = 10 cm e med( C B
ˆ
A ) = 60°. Se
esse triângulo está inscrito numa semicircunferência e BC é seu
menor lado, então o raio dessa semicircunferência mede, em cm,
a) 5. b) 10. c) 2 10 . d) 3 10 .
RESOLUÇÃO
Se ABC está inscrito numa
semicircunferência, então ABC é
retângulo e sua hipotenusa é o
diâmetro da semicircunferência.
Se BC é o menor lado, então ele está
oposto ao menor ângulo: 30º.
10 r
r 2
10
2
1
r 2
10
B
ˆ
cos ⇒ ⇒
Logo, o raio dessa circunferência
mede, em cm, 10.

6 0 °
B
C
10
2r
A
57 – O baricentro do triângulo de vértices A(-5, 6), B(-1, -4) e
C(3, 2) é o ponto
a) J
J
`
'
(
|
2
3
,
4
7
. c) J
J
`
'
(
|
3
4
,
4
7
.
b) J
J
`
'
(
|

2
3
, 1 . d) J
J
`
'
(
|

3
4
, 1
RESOLUÇÃO
Seja G(x
g
, y
g
) o baricentro.
3
4
3
2 4 6
y 1
3
3 1 5
x
g g

+ −

+ − −

Portanto, o baricentro do triângulo de vértices A (-5, 6), B (-1, -4) e
C (3, 2) é o ponto J
J
`
'
(
|

3
4
, 1

55 – Um prisma quadrangular regular está circunscrito a um cilindro
eqüilátero. Se a aresta da base do prisma mede 4 cm, então o volume do
cilindro, em cm
3
, é
a) 16π. b) 12π. c) 8π. d) 4π.
RESOLUÇÃO
Se o prisma está circunscrito a um cilindro equilátero, então a base do prisma
(quadrado) está circunscrita à base do cilindro (círculo). Logo o raio do
círculo mede a metade do lado do quadrado, isto é: r = 2 cm
Se o cilindro é equilátero, então sua altura é o dobro do raio, isto é: h = 4 cm
Assim: V = π r
2
h ⇒ V= π . 4 . 4 ⇒ V = 16 π
Então o volume do cilindro, em cm
3
, é 16 π ππ ππ.
56 – Considere as afirmações:
I- A esfera é um sólido gerado pela rotação de uma semicircun -
ferência em torno de seu diâmetro.
II- A esfera é um sólido gerado pela rotação de um semicírculo em torno de
seu diâmetro.
III-Nem toda secção plana de uma esfera é um círculo.
IV-Toda secção plana de uma esfera é um círculo.
São FALSAS as afirmações
a) I e IV. b) I e III. c) II e III. d) II e IV.
58 – O raio da circunferência de equação x
2
+ y
2
– 2x + 10y +1 = 0 é igual
a
a) 5. b) 4. c) 6. d) 7.
RESOLUÇÃO
Comparando-se a equação dada com a equação geral
x
2
+ y
2
– 2ax – 2by + (a
2
+ b
2
– r
2
) = 0, tem-se:
-2a = - 2 ⇒ a = 1
-2b = 10 ⇒ b = -5
a
2
+ b
2
– r
2
= 1 ⇒ 1 + 25 – r
2
= 1 ⇒ r
2
= 25 ⇒ r = 5
Portanto, o raio da circunferência de equação x
2
+ y
2
– 2x + 10y +1 = 0 é igual
a 5.
RESOLUÇÃO
Conforme se pode verificar nas páginas 281e 282 do volume 2 do
item 10.2.9.4 da Bibliografia, são verdadeiras as afirmações II e IV.
Comparando-se as afirmações I e III com as afirmações II e IV,
respectivamente, é fácil concluir que I e III são falsas.
Portanto são FALSAS as afirmações I e III.
59 – Sendo i a unidade imaginária, simplificando-se a
expressão
x sen i x cos
x sen i x cos

+
, obtém-se
a) i (cos 2x – sen 2x). c) cos 2x – i sen 2x.
b) i (cos 2x + sen 2x). d) cos 2x + i sen 2x.
RESOLUÇÃO
Multiplicando ambos os termos da fração por “cosx + i senx”:

+
+


+
x sen i x cos
x sen i x cos
x sen i x cos
x sen i x cos


+ +
x sen i x cos
x cos x sen i 2 x sen i x cos
2 2 2
2 2 2

+
+ −
x sen x cos
x cos x sen 2 . i x sen x cos
2 2
2 2
cos 2x + i sen 2x
6
1 -9 14 +24
1 -3 -4 0

60 – Se o polinômio 24 x 14 x 9 x
2 3
+ + − tem uma raiz igual
a 6, decompondo-o em fatores, obtém-se
a) (x – 6)(x – 4)(x + 1). c) (x – 6)(x + 4)(x – 1).
b) (x + 6)(x – 4)(x +1). d) (x + 6)(x + 4)(x – 1).
RESOLUÇÃO
Aplicando-se o algoritmo de Briot-Ruffini:



x
2
– 3x – 4 = 0 ⇒ x = 4 ou x = -1
Logo, as raízes do polinômio são 6, 4 e –1.
Assim, decompondo-se 24 x 14 x 9 x
2 3
+ + − em fatores,
obtém-se (x – 6)(x – 4)(x + 1).

61 – Quanto à adição vetorial de dois vetores A
H
e B
H
, pode-se
afirmar que sempre
a) A
H
+ B
H
= A + B c) A
H
+ B
H
= A B
H H
+
b) A
H
+ B
H
≠ A + B d) A B B A
H H H H
+ ≠ +
RESOLUÇÃO
A soma vetorial nem sempre é igual à soma algébrica, exceto para
casos de vetores de mesma direção e sentido. Contudo, a propriedade
comutativa é válida em qualquer caso na soma vetorial.
AS QUESTÕES DE 61 A 80 REFEREM-SE
A FÍSICA

62 – Um aluno, corinthiano e desavisado, esqueceu-se de
verificar as unidades de medida ao determinar os pesos de dois
corpos A e B. Os pesos obtidos tinham o mesmo valor numérico.
Para solucionar tal problema, o aluno afirmou que o corpo A era
mais “pesado” que o corpo B. Sobre esta afirmativa, é possível
dizer que a unidade de medida de peso dos corpos
a) A é o newton e a do B, o dina.
b) B é o quilograma-força e a do A, o newton.
c) A é o dina e a do B, o quilograma-força.
d) B é o dina e a do A, o dina.
RESOLUÇÃO
A unidade de força newton é definida por : Kg.m/s
2
, enquanto
que dina é o g.cm/s
2
.
Logo, temos:
1 newton = 10
5
dinas, assim se o corpo mais pesado é o corpo
A, então sua unidade de peso deve ser maior que o de B. Logo, o
peso de A é dado em newtons, e o peso de B é dado em dinas.
66 – Observe as seguintes afirmações:
I- Os planetas descrevem órbitas circulares em torno do Sol, e
este se localiza no centro da circunferência.
II- O segmento de reta traçado do Sol a qualquer planeta descreve
sempre arcos iguais em tempos iguais.
III- O quadrado do período de revolução de cada planeta em torno
do Sol é diretamente proporcional ao cubo da distância média
desse planeta em relação ao Sol.
Segundo as Leis de Kepler, estão (está) corretas (a):
a) I apenas
b) III apenas
c) I e II
d) II e III
64 – Um corpo é lançado verticalmente para cima a partir da
superfície da Terra, com velocidade de módulo v. Desprezando-se a
resistência do ar, a velocidade na metade da altura máxima h é:
a)
g 2
v
2
b) h g v
2
⋅ − c)
g
v
2
d) h g 2 ⋅ ⋅

RESOLUÇÃO

2 M 1 M
E E
2
'
2
1
2
1
2 2
2 2 1 1
h
g m v m v m E E E E
P C P C
⋅ ⋅ + ⋅ ⋅ ⇒ + +
h g v ' v h g v ' v
2 2 2
⋅ − ⇒ ⋅ −
67 – Complete a lacuna com a alternativa correta.
Segundo Simon Stevin (1548-1620), a pressão em um ponto
situado no interior de um líquido, contido em um recipiente aberto
e em equilíbrio, é _______ pressão atmosférica local.
a) maior que a
b) menor que a
c) igual à
d) semelhante à
RESOLUÇÃO
Trata-se de uma definição, e pode ser obtida na bibliografia
citada.
69 – Considere uma situação hipotética em que uma onda se
propaga do meio 1, com velocidade v
1
, para o meio 2, com
velocidade v
2
. Sejam f
1
, λ
1
e f
2
, λ
2
as freqüências e os
comprimentos de onda, respectivamente, nos meios 1 e 2.
Observe as afirmações abaixo:
I- Se v
1
< v
2
, logo λ
1
> λ
2
.
II- No fenômeno da refração f
1
= f
2
.
III- Para λ
1
> λ
2
deve-se ter f
1
< f
2
.
IV- Para que λ
1
> λ
2
deve-se ter v
1
> v
2
.
Destas, está (ão) correta (s):
a) I c) II e IV
b) I e II d) I, II e III
RESOLUÇÃO
2 1
2
2
1
1
2 1
2
2
1
1
2 1
Assim
v v
v v Se
v v
f f
λ λ
↓ λ

↑ λ

λ

λ

B
B

68 – Uma aplicação importante do princípio de Pascal é a
prensa hidráulica, que consiste em um sistema de vasos
comunicantes com êmbolos de áreas diferentes (A
1
e A
2
) sobre
as superfícies livres do líquido contido nos vasos. Supondo que a
área A
1
seja quatro vezes a área A
2
, qual deve ser a força
aplicada, em newtons, em A
2
, para manter um corpo de peso
3600 N, colocado em A
1
, em equilíbrio estático?
a) 90 c) 900
b) 36 d) 360
RESOLUÇÃO
N 900 F
A
F
A 4
3600
A
F
A
F
2
2
2
2 2
2
1
1
⇒ ⇒
63 – Considere um móvel em movimento retilíneo uniforme.
Para calcularmos seu deslocamento, necessitamos conhecer,
obrigatoriamente
a) somente a função horária da velocidade desse móvel.
b) o tempo gasto, por esse móvel, durante o deslocamento.
c) além do tempo gasto pelo móvel, nesse deslocamento, também
sua velocidade.
d) além do tempo gasto pelo móvel, nesse deslocamento, também
a posição do móvel em relação a um determinado referencial e
sua velocidade.
RESOLUÇÃO
A equação horária de móvel em MRU é S = S
0
+ vt.
O deslocamento, então, é dado por:
S – S
0
= vt.
Logo, necessitamos apenas da velocidade do móvel e do tempo
gasto para que ele possa percorrer esse deslocamento.
65 – Qual a potência mínima, em cv, necessária para uma bomba
elevar 300 litros de água a um reservatório situado a 10 metros de
altura, em 10 segundos de funcionamento?
(Considere a densidade da água igual a 1,0 g / cm
3
, a aceleração
da gravidade local como 9,8 m/s
2
e 1 cv = 735 W.)
a) 2 b) 3 c) 4 d) 5
RESOLUÇÃO
t
h g V
t
h g m
t
h P
t
Pot
⋅ ⋅ ⋅ µ

⋅ ⋅


τ

CV 4 W 2940
10
10 8 , 9 3 , 0 1000
Pot
⋅ ⋅ ⋅

RESOLUÇÃO
A alternativa “a” está incorreta, pois o item I trata de órbitas
circulares e não elípticas, como é o correto.
A alternativa “b” cita uma das leis de kepler e, portanto, é a correta.
A alternativa “c” está incorreta, pois o item I trata de órbitas
circulares e não elípticas, como é o correto.
A alternativa “d” está incorreta, pois o item II trata de arcos e não de
áreas, como é o correto.
71 – A capacidade térmica de um calorímetro vale 10 cal / °C.
Este dispositivo está inicialmente a 20°C, sendo, em seguida,
preenchido com um líquido de massa desconhecida. Admita que
o calor específico desse líquido seja de 0,60 cal / g °C, estando tal
líquido inicialmente a 100°C, e que o equilíbrio ocorra a 80°C.
Supondo que o sistema seja exclusivamente formado pelo
calorímetro e o líquido, a massa, em gramas, desse líquido vale
a) 500 b) 100 c) 60 d) 50
RESOLUÇÃO
Calorímetro:
- capacidade térmica: 10 cal/g
- variação de temperatura: 80 – 20 = 60ºC
- calor envolvido: 10 . 60 = 600 cal
Líquido:
- massa: X gramas
- calor específico: 0,60 cal / g °C
- variação de temperatura: 80 – 100 = - 20ºC
- calor envolvido: X . 0,60 . (-20) = - 12 X
Princípio Geral das Trocas de Calor : 600 – 12 X = 0; X = 50 gramas

74 – Um espelho esférico côncavo possui distância focal igual a
4,0cm. Um objeto é colocado a 8,0cm do vértice desse espelho. A
imagem produzida por este espelho possui
a) o dobro do tamanho do objeto.
b) o mesmo tamanho do objeto.
c) a metade do tamanho do objeto.
d) o triplo do tamanho do objeto.

70 – Ondas sonoras se propagam no ar com velocidade de 340
m/s. Um som audível, de freqüência 500 Hz, tem comprimento
de onda, em centímetros, de
a) 0,68 b) 6,80 c) 68,00 d) 680,00
RESOLUÇÃO
cm m
f v
00 , 68 68 , 0
500 . 340 .


λ
λ λ


72 – Com relação aos corpos negros, pode-se afirmar que são
a) absorvedores e emissores de energia perfeitos.
b) absorvedores perfeitos de energia, mas maus emissores de energia.
c) emissores perfeitos de energia, mas maus absorvedores de energia.
d) maus absorvedores e emissores de energia.
RESOLUÇÃO
Conforme o livro Os Fundamentos da Física – vol. 2 (Ramalho, Toledo),
pág. 126, os corpos negros são absorvedores e emissores ideais.
73 – Preencha as lacunas e, a seguir, assinale a alternativa com a
seqüência correta.
“A lâmpada elétrica acesa, considerando basicamente seu filamento, e
a Lua são exemplos de corpos _________ e _________ estudados em
Óptica Geométrica.”
a) luminoso; iluminado c) luminoso; luminoso
b) iluminado; luminoso d) iluminado; iluminado
RESOLUÇÃO
A alternativa “a” alternativa correta.
A alternativa “b” está incorreta, pois a lâmpada é um corpo
luminoso e a Lua, um corpo iluminado, respectivamente.
A alternativa “c” está incorreta, pois a Lua é um corpo iluminado.
A alternativa “d” está incorreta, pois a lâmpada é um corpo luminoso.
RESOLUÇÃO
Equação de Conjugação de Gauss:
p p f ′
+
1 1 1

p′
+
1
8
1
4
1
⇒ cm p 0 , 8 ′
Ampliação:
p
p
o
i ′


1
8
8
− −
o
i
⇒ o i −
Características da imagem : real, invertida e de MESMO TAMANHO que
o objeto.
75 – São exemplos de meios translúcidos
a) o ar e o papel de seda.
b) a água e o ar.
c) o papel de seda e o vidro fosco.
d) o vidro fosco e o concreto.
RESOLUÇÃO
a) Está incorreta, pois o ar é um meio transparente.
b) Está incorreta, pois o ar é um meio transparente.
c) É a alternativa correta.
d) Está incorreta, pois o concreto é um meio opaco.



76 – Três esferas idênticas A, B e C, que possuem cargas elétricas
diferentes, estão no vácuo e isoladas. Inicialmente B e C são colocadas
em contato e depois ao tentar se aproximar B de A, A se afasta, ou seja, é
repelida. Das alternativas abaixo, é correto dizer que
a) a esfera A sempre esteve neutra.
b) a esfera B, inicialmente, estaria carregada.
c) a esfera C, inicialmente, estaria carregada.
d) a esfera A, inicialmente, estaria carregada.
RESOLUÇÃO
Para A se afastar de B, é necessário que ambas estejam carregadas com
cargas elétricas diferentes. Se A está isolada e não sofreu nenhum
contato, então ela já deve se encontrar carregada inicialmente.
78 – “Um condutor percorrido por uma corrente elétrica gera
um campo magnético ao seu redor”.
Este enunciado refere-se aos trabalhos de
a) Tesla.
b) Oersted.
c) Newton.
d) Dalton.
RESOLUÇÃO
Conforme o livro Física – Gaspar - vol.3 – pág. 213, o enunciado
refere-se aos trabalhos de Oersted.
77 – Na fabricação de um ímã permanente, utilizou-se como
material o níquel, que é exemplo de uma substância
a) diamagnética.
b) paramagnética.
c) ferromagnética.
d) estatomagnética.
RESOLUÇÃO
Segundo a classificação das substâncias magnéticas, que consta
do livro Física – vol. 3 ( Bonjorno, Clinton), pág.209, o níquel é
um exemplo de substância ferromagnética.
80 – O gráfico abaixo relaciona a posição em função do tempo
de um ponto material, em unidades do Sistema Internacional de
Unidades. Determine a posição, em metros, no instante 50
segundos.
a) 30
b) 10
c) 15
d) 25
RESOLUÇÃO
AS QUESTÕES DE 81 A 100 REFEREM-SE
A QUÍMICA

81 – Assinale a alternativa correta:
a) Ferro é um elemento de transição, enquanto que o Alumínio
é um metal alcalino.
b) Potássio é um metal alcalino, enquanto que o Cloro é um gás
nobre.
c) Flúor é um halogênio, enquanto que o Neônio é um gás nobre.
d) Magnésio é um elemento de transição enquanto, que o Lítio é
um metal alcalino.
RESOLUÇÃO
A alternativa "c" é a correta, porque, de acordo com a Tabela
Periódica, o Flúor é um halogênio, e o Neônio é um gás nobre.
As outras alternativas não obedecem a essa Tabela.
82 – Assinale a alternativa correta:
a) KBr representa a fórmula de um sal, enquanto que Na
2
O
representa a fórmula de um ácido.
b) HNO
3
representa a fórmula de um ácido, enquanto que
Ba(OH)
2
representa a fórmula de um sal.
c) Al
2
O
3
representa a fórmula de um sal, enquanto que CaCl
2

representa a fórmula de uma base.
d) H
3
PO
4
representa a fórmula de um ácido, enquanto que
Al
2
(SO
4
)
3
representa a fórmula de um sal.
RESOLUÇÃO
A alternativa "d" é a correta, porque o ácido (orto) fosfórico tem
fórmula H
3
PO
4
, e o sulfato de alumínio, que é um sal, tem
fórmula Al
2
(SO
4
)
3

83 – Na temperatura de 25ºC e pressão de 1 atm, podemos afirmar que:
a) O elementos Oxigênio e Sódio encontram-se no estado gasoso.
b) Os elementos Nitrogênio e Oxigênio encontram-se no estado gasoso.
c) Os elementos Prata e Mercúrio encontram-se no estado líquido.
d) Os elementos Hélio e Neônio encontram-se no estado líquido.
RESOLUÇÃO
De acordo com a Tabela Periódica, são gases, nas condições
propostas, os elementos Nitrogênio e o Oxigênio. Por isso, a
alternativa "b" é a correta.
84 – Assinale a alternativa em que estão representadas apenas
as fórmulas de sais oxigenados do Cloro:
a) NaCl, KCl, CaCl
2
, AlCl
3

b) BaCl
2
, KClO
3
, Zn(ClO
2
)
2
, AgCl
c) Cr(ClO
3
)
3
, KNO
3
, NaClO, Ca(ClO)
2
d) AgClO
4
, LiClO
2
, Mg(ClO
3
)
2
, NaClO
RESOLUÇÃO
Sais oxigenados têm que ter o elemento Oxigênio em suas
fórmulas. A única alternativa que contêm os elementos cloro e
oxigênio "juntos" é a "d" que, portanto, é a correta.
85 – Um fertilizante muito utilizado na agricultura é chamado
de sulfato de amônia, sendo constituído pelo cátion NH
4
+
e pelo
ânion SO
4
-2
. A fórmula que representa corretamente essa espécie
química é:
a) NH
4
(SO
4
)
2
c) (NH
3
)
2
SO
4

b) NH
4
SO
4
d) (NH
4
)
2
SO
4

RESOLUÇÃO
A alternativa "d" é a correta, pois sendo o cátion NH
4

monovalente e o ânion SO
4
bivalente, a fórmula correta dessa
espécie é (NH
4
)
2
SO
4
.
86 – Supondo que a reação química, a seguir representada,
ocorra a 25ºC e 1 atm
HgS
(s)
+ O
2(g)
→ Hg
(l)
+ SO
2(g)

Podemos afirmar que
a) ambos os produtos são gases
b) ambos os reagentes são sólidos
c) um dos produtos é líquido e o outro é um gás
d) um dos reagentes é líquido e o outro é um gás
RESOLUÇÃO
Um dos produtos formados é o Hg, representado no estado
líquido. o outro produto formado é o SO
2
, que está representado
no estado gasoso. Por isso, a alternativa "c" é a correta.
Considerando somente os
instantes entre 40 e 60
segundos

me tros S tg S t v S S 10 ) 40 50 º. ( 45 20 .
0
→ − − → +
79 – É correto afirmar que, no estudo do campo magnético, o
vetor indução magnética no interior do solenóide tem
a) a intensidade calculada aplicando-se a Lei de Lenz.
b) o aumento do valor da sua intensidade pela redução de seu
número de espiras.
c) o sentido determinado pelo número de espiras.
d) a intensidade inversamente proporcional ao comprimento do solenóide.
RESOLUÇÃO
De acordo com o livro Os alicerces da Física – Fuke, Kazuhito -
vol.3 – pág. 271:
L
i N
B
µ
, que demonstra que a intensidade do vetor indução
magnética B é inversamente proporcional ao comprimento L do solenóide.
Nessa equação µ é a permeabilidade magnética, N é o número de espiras e i é
a intensidade de corrente elétrica que atravessa o solenóide.
Valores considerando o
trecho total
87 – A equação da reação química que ocorre, quando
colocamos Alumínio a reagir com solução aquosa de Ácido
Clorídrico, tem a representação
Al
(s)
+ 3 HCl
(aq)
→ AlCl
3(aq)
+ 3/2 H
2(g)

Nessas condições, podemos afirmar que, no sentido proposto pela
equação, o
a) Alumínio sofreu redução.
b) Hidrogênio sofreu oxidação.
c) Alumínio sofreu oxidação.
d) Cloro sofreu redução.
RESOLUÇÃO
Na equação química representada, o átomo de Alumínio, ao se
transformar no cátion alumínio, perdeu três elétrons. Isso
significa que esse átomo sofreu um processo de oxidação. Por
isso, a alternativa "c" é a correta.
88 – Assinale a alternativa correta, considerando a pressão
constante.
a) Durante o processo de ebulição de uma substância pura, a
temperatura de ebulição não permanece constante.
b) Durante o processo de ebulição de uma mistura, a temperatura
de ebulição permanece constante.
c) Durante os processos de ebulição de uma substância pura e de
uma mistura, as temperaturas de ebulição dessas espécies não
se alteram.
d) Durante o processo de ebulição de uma substância pura, a
temperatura de ebulição permanece constante.
RESOLUÇÃO
Não havendo alteração da pressão, que é a proposta da questão, as
substâncias puras têm temperaturas de ebulição constantes. Por
isso, a alternativa "d" é a correta.
89 – Na reação química,representada pela equação
NaCl
(aq)
+ H
2
SO
4(aq)
→ NaHSO
4(aq)
+ HCl
(aq)

ocorre a formação de:
a) sulfato ácido de sódio e ácido clorídrico
b) sulfato de sódio e ácido clorídrico
c) sulfeto de sódio e ácido clorídrico
d) sulfito de sódio e ácido clórico
RESOLUÇÃO
Na representação dessa reação química, a espécie NaHSO
4

chama-se sulfato ácido de sódio e a espécie HCl chama-se ácido
clorídrico. Por isso, a alternativa "a" é a correta.
90 – "Volume molar" corresponde ao volume ocupado por
a) um mol de um gás qualquer, em qualquer temperatura e
pressão e tem o valor de 22,4 L.
b) um mol de um gás qualquer, a 25ºC / 1 atm, e tem o valor de
22,4 L.
c) um mol de um gás qualquer, a OºC / 1 atm, e tem o valor de
22,4 L.
d) uma massa qualquer, de um gás qualquer, a OºC / 1 atm, e
tem o valor de 22,4 L.
RESOLUÇÃO
O conceito de Volume molar está relacionado ao volume
ocupado por uma massa equivalente ao valor numérico de um
mol de um gás qualquer, sempre a OºC e 1 atm de pressão
(CNTP), e nestas condições vale 22,4 L. Por isso, a alternativa
"c" é a correta.

94 – Assinale a alternativa errada.
a) A fórmula do ácido sulfúrico é H
2
S.
b) A fórmula do óxido de cálcio é CaO.
c) A fórmula do hidróxido de potássio é KOH.
d) A fórmula do gás nitrogênio é N
2
.
RESOLUÇÃO
A espécie química ácido sulfúrico tem por fórmula H
2
SO
4
. Por
esse motivo, a alternativa "a" é a correta.
91 – A "fenolftaleína" é uma espécie química que, adicionada a
soluções aquosas básicas, adquire uma coloração vermelha.
Assinale a alternativa que contém uma espécie química em
presença da qual a fenolftaleína fica vermelha.
a) Ca(OH)
2

b) NaCl
c) HCl
d) KBr
RESOLUÇÃO
"Bases" são espécies que contêm, em suas fórmulas, o ânion OH
-
. A única alternativa que contém esse ânion é a "a", que,
portanto, representa uma Base, que, nesse caso é o hidróxido de
cálcio, em presença do qual a fenolftaleína ficará vermelha.
Então, "a" é a alternativa correta.
92 – Considerando as afirmações:
I- Oxigênio e Hidrogênio sempre formam uma mistura homogênea.
II- Oxigênio é o gás presente em maior quantidade no ar atmosférico.
III- Água e sal comum sempre formam uma mistura homogênea.
Estão corretas:
a) I, II e III
b) II e III
c) apenas I
d) I e III
RESOLUÇÃO
As misturas entre gases sempre originam misturas homogêneas.
Oxigênio e Hidrogênio são gases, logo formam uma mistura
homogênea. Por esse motivo, a alternativa "c" é a correta. As
outras não são verdadeiras.
93 – Considerando as afirmações
I- Gasolina e água não se misturam e, por isso, formam uma
mistura heterogênea.
II- Gasolina e água não se misturam, e por, isso formam uma
mistura homogênea.
III- Misturas heterogêneas são constituídas por mais de uma fase.
Estão corretas:
a) I, II e III
b) I e III
c) II e III
d) apenas I
RESOLUÇÃO
Espécies que não se misturam sempre formam misturas
heterogêneas. Misturas heterogêneas sempre são constituídas
por mais de uma fase. Por isso, a alternativa "b" é a correta.
95 – Assinale a alternativa errada
a) Os elementos colocados na família 1A da Tabela Periódica
têm 1 elétron no último nível eletrônico.
b) Os elementos colocados na família 3A da Tabela Periódica
têm 3 elétrons no último nível eletrônico.
c) Todos os gases nobres têm 8 elétrons no último nível
eletrônico.
d) Os elementos colocados na família 6A da Tabela Periódica
têm 6 elétrons no último nível eletrônico.
RESOLUÇÃO
Nem todos os gases nobres têm 8 elétrons no último nível
eletrônico, pois o gás Hélio é um gás nobre e tem 2 elétrons nesse
nível. Portanto, a alternativa "c" é a correta.
96 – A decomposição térmica do carbonato de cálcio é
representada pela equação química
CaCO
3(s)
→ CaO
(s)
+ CO
2(g)
.
Podemos dizer que nessa decomposição ocorre a formação de
a) uma base e de um óxido.
b) duas bases.
c) um sal e um óxido.
d) dois óxidos.
RESOLUÇÃO
As espécies químicas formadas CaO e CO
2
são chamadas
respectivamente de óxido de cálcio e dióxido de carbono. Por esse
motivo, a equação forma dois óxidos, e a alternativa "d" é a correta.
97 – A síntese da espécie química denominada ácido (orto)
fosfórico é representada pela equação química:
P
4
O
10
+ z H
2
O → 4 H
3
PO
4

O valor do coeficiente estequiométrico "z" tem valor igual a:
a) 3
b) 4
c) 5
d) 6
RESOLUÇÃO
No produto dessa equação, existem 16 átomos do elemento
oxigênio. Para que haja também 16 átomos de oxigênio nos
reagentes, "z" tem que ter um valor igual a 6. A alternativa "d" é a
correta.
98 – O elemento químico Carbono é encontrado na natureza
sob a forma de duas espécies químicas simples, denominadas de
grafite e diamante. Essas espécies químicas simples são
chamadas de
a) variedades alotrópicas.
b) isótopos.
c) isóbaros.
d) isótonos.
RESOLUÇÃO
Átomos de um mesmo elemento, quando formam naturalmente
duas ou mais espécies químicas simples que se diferenciam em
sua estrutura cristalina ou em sua atomicidade, apresentam o
fenômeno da alotropia e são denominadas de variedades
alotrópicas. A alternativa "a" é a correta.
99 – Uma certa massa de um gás ocupa um volume de 500 L a
273K e 20 atm. Quando dobrarmos ao mesmo tempo os valores
da pressão e da temperatura desse gás, seu volume terá um valor
igual a
a) 500 L.
b) 250 L.
c) 1000 L.
d) 200 L.
RESOLUÇÃO
Quando dobramos a temperatura absoluta de um gás, sob pressão
constante, seu volume dobra. Quando dobramos a pressão de um
gás, a temperatura constante, seu volume fica reduzido a metade.
Portanto, ao dobrarmos simultaneamente os valores dessas duas
variáveis, o volume do gás não se altera. A alternativa "a" é a
correta.
100 – Os números de oxidação do manganês nos compostos
Na
2
MnO
4
e NaMnO
4
são, respectivamente,
a) 7 e 6
b) 6 e 7
c) 6 e 6
d) 7 e 7
RESOLUÇÃO
A soma dos Nox dos elementos em um composto é zero. O
sódio tem Nox igual a +1, enquanto que o oxigênio tem Nox
igual a -2. Os cálculos efetuados com essas informações,
indicam a alternativa "b" como sendo a correta.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful