Bhakti-yoga

Bhakti-yoga é a ciência do amor a Deus. Seu objetivo é resgatar a consciência espiritual original que revela a relação pessoal do indivíduo com a Suprema Personalidade de Deus, Krishna. Para isso, a entidade viva corporificada estabelece um processo de purificação dos sentidos, mente e inteligência. Desta forma, ela se torna capaz de perceber a identificação corpórea, a falsa concepção do Eu, manifestada na forma dos condicionamentos que nascem das influências materiais grosseiras. E apartir de um conhecimento absoluto acerca da alma, o verdadeiro Eu, ela passa a discernir entre o que é real e o que é ilusório e assim, gradualmente, vai recobrando sua consciência original sobre sua verdadeira constituição. É o processo de auto-realização adotado na ISKCON e consiste em definirmos, primeiramente, quem somos e a relação que temos com Deus. Segundo os preceitos filosóficos de Bhakti-yoga, nossa natureza é sac-cid-ananda, ou seja, somos almas individuais eternas, plenas de conhecimento e bem-aventuradas. Deus, que é a alma Suprema, é a nossa própria origem sac-cid-ananda. Isso quer dizer que somos partes diminutas da energia Divina. A relação amorosa da alma com Deus é a Bhakti-yoga na prática e se estabelece através do serviço devocional, que surge da atitude de servir como um instrumento para a satisfação da vontade de Deus. Serviço devocional nada mais é que o conjunto de atividades relevantes para nossa aproximação com Deus, orientadas pelo mestre espiritual, e que visam a purificação e apego a Krishna através do amor, do sentimento de entrega que nasce com a prática de Bhakti. Quando nos atraímos por uma pessoa é natural que uma atitude de doação, glorificação e serviço seja assumida. Da mesma forma, encontramos em Bhakti-yoga três serviçosbase, ou atividades preliminares: ::1. Ouvir sobre a natureza Divina e a relação que podemos ter com Deus; ::2. Falar, glorificar, difundir a consciência de Deus; ::3. Lembrar em todos os momentos do dia-a-dia da relação com Deus e direcionar todas as atividades por esta lembrança. A yoga da devoção consiste em dedicarmos todas as atividades executadas segundo princípios éticos para a satisfação de Deus. O praticante de Bhakti-yoga busca conhecer Deus para interagir com Ele. E compreender Krishna significa conhecer Deus como a pessoa Suprema, que é a origem de tudo, da qual tudo emana e que inclui tudo. Uma personalidade absoluta que inclui três aspectos: :: IMPESSOAL (Brahman): aspecto imanente, a energia de Deus todo-penetrante. Ex.: os raios do Sol.

::LOCALIZADO (Paramatma): aspecto onipresente, localizado em cada entidade viva. É a Super-alma que acompanha e testemunha as atividades da alma. Está localizado no coração. Ex.: o corpo-celeste do Sol localizado no céu. :: PESSOAL (Bhagavan): aspecto transcendente que inclue Sua morada e atividades. O conhecimento mais completo acerca de Deus. Ex.: a divindade do Sol, Surya, que preside tal corpo-celeste. Somente reconhecendo os três aspectos da personalidade de Deus é possível resgatar a condição sac-cid-ananda da alma. Através de Bhakti-yoga resgatamos o conhecimento absoluto (cit), a bem-aventurança (ananda) e a eternidade (sat). Outras escolas filosóficas orientais, que abordam somente o aspecto impessoal, resgatam apenas a eternidade e um conhecimento parcial. Assim, o praticante de Bhakti-yoga desenvolve uma visão equânime de todos os seres, pois entende que Deus é a energia que tudo permeia e está localizado no coração de todas as entidades vivas. Compreendendo Krishna desta maneira, e conscientes de que Ele é a pessoa Suprema de Deus, causa e origem de toda a criação, somos capazes de perceber a relação de todas as coisas com Krishna e resgatamos nossa condição essencial de almas espirituais.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful