Eclesiologia

PARÓQUIA NOSSA SENHORA AUXILIADORA PASTORAL DA CRISMA ECLESIOLOGIA II- 16/02/2008 1.

Nascimento da Igreja Após a morte e ressurreição de Jesus, os apóstolos ficaram sabendo, no dia da ascensão de Jesus, que iriam receber o Espírito Santo.(At 1, 8) Com a morte de Judas Iscariotes, restaram apenas 11 apóstolos, era necessário escolher outro para ocupar o seu lugar e voltar aos 12. Você tem idéia de quem foi escolhido para ocupar o lugar? (At 1, 21-26) Após 50 dias da Páscoa, ocorreu algo em Jerusalém, os apóstolos continuavam a se encontrar no cenáculo, foi então que o Espírito Santo veio em forma de línguas de fogo e desceu sobre cada um deles (At 2, 1-3). Foi a partir daí que surgia, naquele dia, a primeira comunidade cristã- a IGREJA. Algumas características da Igreja primitiva: + Mínimo de estrutura + Máximo de vida + Realidade + Impulso missionário +Partilha As primeiras comunidades foram formadas por: Judeus, Helenistas, e Ex-pagãos 2. Crescimento da Comunidade e o Concílio de Jerusalém Com as pregações dos apóstolos, o número de fiéis foi aumentando cada vez mais, e não tinha condições de atender a todos, então foi necessário eleger 7 diáconos para ajudar (At 6, 1-6). Com o crescimento dos fiéis, as perseguições foram aumentando e ficando cada vez mais cruéis. O responsável por essas perseguições era um homem chamado Saulo de Tarso. Ao invés de enfraquecer a Igreja, as perseguições só fizeram a Igreja se expandir por outros territórios. Você com certeza já deve ter ouvido de Paulo. Ele é o mesmo que perseguia os Cristãos. Veremos como foi a sua conversão (At 9, 1-9). Após a conversão de Saulo, a Igreja cresceu ainda mais e nela existia os Judeus Pagãos. Os Judeus afirmavam que era necessário que os pagãos fossem circuncidados e que teria que seguir a lei de Moises. Então foi feito o Concílio de Jerusalém que veio relembrar que Deus não faz distinção entre pagãos e judeus, mas concede a todos o mesmo Espírito Santo(At 15, 5-12). 3. Expansão Missionária e Viagens de Paulo Algumas causas para a expansão: + Grande entusiasmo dos apóstolos para a missão; + A esperança de construir uma nova sociedade onde o povo pobre sofrido teria vez. Fermento novo na fraternidade e na justiça; + A força do Evangelho é fundamentada na Ressurreição de Cristo e na presença do Espírito Santo; + A destruição de Jerusalém no ano 70, dispersou os judeus convertidos, formando novas comunidades em outras cidades. As atividades missionárias de Paulo começaram em Antioquia, passando por Salamina , Pafos, Perge, Antioquia de Pisída, Icônio, Listra, Derbe, Filipos, Tessalônica, Beréia, Atenas, Corinto, Éfeso e Roma. Podemos ficar mais por dentro das viagens missionárias de Paulo lendo Atos dos Apóstolos, a partir do capítulo 13. Paulo tinha como objetivo levar a “Boa Nova” do Evangelho para além da Ásia Menor. Ele recorria às sinagogas ou casas acolhedoras para fazer suas pregações. Paulo se esforçava em partir da realidade social e religiosa e das aspirações de seus ouvintes (At 17,23ss) 4. Das grandes perseguições à Igreja pós-Constantino Após a difusão do cristianismo no Império Romano, através dos apóstolos, começou então uma grande perseguição aos Cristãos, começando pelo Imperador Nero (foi nesta época que Pedro e Paulo morreram martirizados) e durando cerca de 250 anos, havendo poucos momentos de paz na Igreja. No ano 313, Constantino publicou o Édito de Milão, que introduziu a liberdade de culto no Império, acabando assim com as perseguições. Mais tarde, com Teodósio, a Igreja vincula-se ao Estado, tendo principal objetivo dar assistência aos pobres, crescendo mais no plano rural que o urbano.

Dominicanos. enriquecer facilmente à custa de um compromisso religioso. como também a venda de indulgências. As heresias que mais se destacaram na época e juntamente com os respectivos concílios que as combatia são: +Arianismo: dizia que Jesus não é igual ao Pai. apoderaram-se de Jerusalém e tornaram-se intolerante aos peregrinos. Em 1959. criaram as universidades. em troca. a missa passa a ser em idioma local. Quando aparecia uma heresia era necessária a convocação de um concílio para definir “dogmas” e normas morais e disciplinares. de transmissão de cultura antiga e de nova civilização. A Igreja tentou manter a paz em tempos de guerra. + A falta de instrução dos Padres sem suficiente formação religiosa. + A Reforma Católica criou seminários para formação dos padres. A Igreja age com desconfiança e prudência diante de toda modernidade a fim de acolher o bom.5. Idade Moderna + O mundo passa por mudanças muito bruscas na forma de pensar. entre outros. o que levou a oficial divisão em Igreja Católica Romana e Igreja Ortodoxa Grega. a Inquisição serviu mais para servir a vontade do rei do que os interesses da Igreja. Heresias e grandes Defensores do Cristianismo Heresias são doutrinas contrárias a pontos fundamentais da fé. Jesuítas. Idade Média +O Império estava dividido em I. proibiu a interferência dos reis na Igreja. judeus e cristãos possuem em comum uma cidade na história da salvação: Jerusalém. porque o filho não é Deus. isenção de impostos etc. Concílio de Calcedônia em 451: ficou definido o dogma: em Cristo há duas naturezas. Após o ano 100. difundiu sua fé no novo mundo. ataca-la era abalar os alicerces da sociedade. +Monofisismo: afirmava que em Cristo há só a natureza divina e não a humana. ensinando a fraternidade e a igualdade. recebia-se indulgências. Concílio de Nicéia em 325: Ficou definido como dogma que Jesus é verdadeiramente o Filho de Deus (igual ao Pai em tudo). Calvino e Henrique VIII. as plantações e as aldeias. Santo Irineu. Idade Contemporânea Nesta época. criou o Catecismo. originou a Reforma Protestante com Lutero. o objetivo é a re-cristianização do mundo com a colaboração dos leigos. a Igreja parte para o diálogo inter-religioso (ecumenismo). condenou o liberalismo como ideal de progresso. turcos. os “Padres da Igreja” deram continuidade ao Evangelho. Santo Agostinho. “Minha Igreja é santa e pecadora. Carmelitas. ensinamento não aceito pelos romanos que desejavam dominar e explorar. Os Turcos ao chegarem. 6. a educação passa a formar cidadão. Romano do Ocidente. devido as denúncias falsas. numa única pessoa. No I. definiu os 7 sacramentos. a religião estava centrada na figura do imperador. Os cavaleiros queriam obter novas terras. +As ordens religiosas foram poderosos instrumentos de evangelização. pois conservamos vários manuscritos. Surgiram os Franciscanos. o religioso. Hélder Câmara) . + A fé defendida pela espada era sinal de como a religião era considerada a base da vida social. 8. O papa convoca a 1ª Cruzada para libertar Jerusalém e trazer unidade às duas igrejas. 7. Justino. mas nunca deixará de ser um mistério de Deus” (D. agir e até do existir (Iluminismo). afirmou que a relação de trabalho não deveria ser de luta e sim de cooperação. reorganizou a Igreja e reafirmou sua doutrina. + O árabes. aumentar comércio. As cruzadas fracassaram porque perderam o seu primeiro objetivo. As invasões bárbaras destruíram o comércio. S. conquistar Constantinopla. inicia-se o Concílio Vaticano II dando forças aos leigos. do Oriente (civilização bizantina). divina e humana. Entre eles destacam-se: São Clemente. + A Igreja afirmou a infalibilidade papal. Romano do Oriente e I.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful