-I

OS DESABAFOS DE RUI CARDOSO

Paulo Cardoso e Rui Cardoso (Maio 2010 – Novembro 2010)
0

Índice 1 – Crónica / A Educação (28-01-2010) ....................................................... 4 2 – Crónica / Saúde (04-02-2010) ................................................................ 7 3 – Crónica / Juventude (11-02-2010) ........................................................ 11 4 – Crónica / Desporto (18-02-2010) ......................................................... 14 5 – Crónica / A Internet (25-02-2010) ........................................................ 17 6 – Crónica / Mulher (04-03-2010) ............................................................ 20 7 – Crónica / Cultura (11-03-2010) ............................................................ 23 8 – Crónica / Terceira Idade (18-03-2010) ................................................ 26 9 – Crónica / Segurança nas Escolas (25-03-2010) ................................... 29 10 – Crónica – Ambiente (01-04-2010) ...................................................... 33 11 – Crónica / Economia (08-04-2010) ...................................................... 36 12 – Crónica / Grandes Superfícies (15-04-2010)...................................... 39 13 – Crónica / 25 de Abril (22-04-2010) .................................................... 42 14 – Crónica / 1º de Maio (29-04-2010)..................................................... 45 15 – Crónica / Mães (06-05-2010).............................................................. 49 16 – Crónica / Modelo Político (13-05-2010) ............................................ 52 17 – Crónica / Portalegre (20-05-2010) ..................................................... 55 18 – Crónica – Balanço (27-05-2010) ........................................................ 58 19 – Crónica – Acessibilidades (05-10-2010) ............................................ 62 20 – Crónica – Projectos Vida (12-10-2010) ............................................. 66
1

21 – Crónica – Literatura (19-10-2010) ..................................................... 69 22 – Crónica – Ranking das escolas (26-10-2010) .................................... 72 23 – Crónica – Orçamento de Estado (02-11-2010) .................................. 75 24 – Crónica – Dependências (09-11-2010)............................................... 78 25 – Crónica – Balanço (16-11-2010) ........................................................ 81

2

Intróito: Não foi uma surpresa constatar o desempenho do Rui como mandatário da lista candidata às Legislativas de 2009 pelo círculo de Portalegre. Porém, a experiência como cronista aos microfones da Rádio Portalegre apresentou-se como um desafio que o Rui venceu e convenceu. Numa fase dos estudos em que o tempo andava, já a alta velocidade, o Rui contou com uma equipa de apoio que lhe permitiu estar descansado com esta responsabilidade, de todas as quintas-feiras transmitir ao auditório, assuntos interessantes de forma abreviada e clara. Essa equipa, todas as semanas trabalhou o tema, dando tópicos, pesquisando, coordenando e orientando o texto. Por fim, ouvia a crónica com atenção para perceber onde se podia melhorar. A satisfação foi enorme quando percebemos através de ouvintes, comentários elogiosos às crónicas e ao desempenho do Rui. Em meu nome e do Rui, ficam aqui os agradecimentos a essa equipa: Adelina Roque, Elsa São João, Milu e Nuno Cardoso (também autor da capa desta colectânea) E porque toda a equipa reconhece que não fora os problemas de saúde poderíamos contar com outra valiosa ajuda. A ele, dedicamos esta colectânea de crónicas. Força, Adelino Cardoso! Paulo Cardoso
3

o meu nome é Rui Cardoso. acuso o ministério de irresponsabilidade quando gasta mais de 4. junto com a saúde. O meu aplauso vai para os manifestantes que deram um raro exemplo em Portalegre de que o silêncio nada resolve e a manifestação deu. os Magalhães ficarão no rol de medidas falhadas porque a casa foi construída pelo telhado.5 milhões de euros na Mousinho da Silveira e os alunos e professores trabalharam sem aquecimento nos dias rigorosos que tivemos há pouco tempo. na minha primeira crónica não posso deixar de escolher um assunto que me afecta. a Educação tem sido alvo das experiências de governos incompetentes com políticas falhadas que arrastaram o país para a situação em que estamos. logo. sou de Portalegre e estudo na Antiga Escola Industrial e Comercial de Portalegre. Em relação a Portalegre. Depois. sem deixar de parte os professores. por António Guterres. ou devia ser. Lourenço. hoje Secundária de S. por exemplo. É fácil perceber que vou abordar o tema da educação que é. frutos. o pilar de um país. tenho 18 anos. assim como a todos os jovens. Apontada por alguns como a sua paixão. 4 . depois da avultada multa da compra de submarinos de Paulo Portas. Do Magalhães só nos resta esperar por mais uma multa da União Europeia. Caros ouvintes.1 – Crónica / A Educação (28-01-2010) Boa tarde.

infelizmente. o estatuto do aluno e a guerra travada pelo Governo Sócrates contra os professores tornaram o ensino num verdadeiro estado de sítio. mas muitas outras escolas deixam muito a desejar. seriamente. oxalá se consiga baixar o valor das propinas para desta forma podermos atrair mais estudantes. Melhorar. são o retrato de medidas avulsas cujo único resultado é a transfiguração da realidade nas estatísticas. temos uma das 17 escolas do país de intervenção prioritária ainda em avaliação. Ainda recentemente uma professora e uma funcionária foram agredidas e os alunos vivem em sobressalto. do tempo de Durão Barroso e os Territórios Educativos de Intervenção Prioritária (TEIP) e Novas Oportunidades. estas escolas é prioritário e. A maioria das escolas de intervenção prioritária têm altas taxas de insucesso e mantêm os problemas de indisciplina. Ainda assim. falo da Escola José Régio. Outras medidas como os PIEF. a par das restantes. Esta verba já garante os salários para os funcionários desta importante instituição.Não só esta. Também faço votos para que se criem mais cursos apelativos e com saída no mercado de trabalho. Contudo. sendo o campo da indisciplina o que mais me preocupa. massificar os estudantes como fizeram erradamente com os reclusos dos Centros 5 . não esquecendo as altas taxas de insucesso. Em Portalegre. gostaria de fazer uma referência positiva ao aumento da verba para o IPP (15 milhões de euros) no orçamento para 2010. conforme consta do resultado de uma recente avaliação externa. não vale a pena pensar em mais escolas. no seu funcionamento deixa muito a desejar. Esta.

terminando .Educativos como o de Vila Fernando que fechou seria outro erro e por isso vos digo.Ainda bem que o estádio não veio abaixo! 6 .

actualmente. gastamos 45 milhões em vacinas para a nova estirpe da Gripe (H1n1). outras especialidades como. que sou um jovem estudante. recentemente. porque atinge uma pequena minoria e as restantes pessoas preferem ignorar e calar-se. a saúde é regulada por números e não por necessidades sociais. à demora e anúncios com pompa e circunstância. Não é por acaso que. E eu. para ser assistido tenho de pagar uma taxa moderadora. estava muito longe de imaginar que seria o próprio PS que mais tarde iria ameaçar a sua grande obra. numa violação ao artigo 64º da Constituição Portuguesa. a 7 monitorização do ar que se respira em Portalegre. Desde concursos anulados. Fecham-se maternidades e. Será que o medo . Retiram-se os apoios a doentes crónicos e paga-se aos privados para fazerem o que o SNS podia fazer. foi anunciado em oncologia. segundo a ONU. capacidade de bem-estar e acima de tudo um factor de humanização e a garantia de um verdadeiro estado social agora tão posto em causa por Portugal e até pela Europa. tudo vale e fica bem patente o rumo que leva o nosso país também nesta área. que a maioria dos portugueses não vai levar. na crónica anterior referi a educação como um pilar sem deixar de mencionar a saúde que é o princípio de um bom desenvolvimento porque implica. o processo da Hemodiálise só não tem contornos de escândalo. Falando de Portalegre. Enquanto isso.2 – Crónica / Saúde (04-02-2010) Caros ouvintes. por mão do socialista António Arnaut. Quando o SNS nasceu. Mas a saúde também passa pela qualidade de vida e dessa não sabemos porque razão não existiram durante décadas.

e se tiver problemas de ossos ou de articulações o caso agrava-se. em especial as que moram em S. desenvolvimento e produtividade de um país. Para quem é idoso. que sabemos não ser fácil na actual conjectura. é penoso o trajecto. mas a prevenção na saúde é o primeiro passo para um SNS com menos despesas e as apostas do estado em oftalmologia e estomatologia são importantes para a saúde. em que os Estados Unidos precisam de muitos dólares para manterem as suas guerras às quais Portugal vai dando uma ajuda. em especial. todos nós sabemos o que sentimos quando nos dirigimos ao nosso centro de saúde. é o número de Americanos que não têm acesso à saúde. Cristóvão? Era simples. Por isso. Mas a saúde também se faz com pessoas e é necessário pessoal especializado. tinham mudado as instalações para a periferia e talvez a Robinson hoje ainda fosse um símbolo da nossa terra. espero que Obama consiga este propósito. não esquecendo que o mais importante é a qualidade de vida das pessoas. Não é por acaso que Barak Obama decidiu apostar num serviço nacional de saúde onde quatro vezes a população de Portugal. Lamentavelmente é uma lacuna nossa. São os países que fazem estas apostas que vêem os efeitos práticos desse desenvolvimento. E aqui caros ouvintes.. Todos sabemos da dificuldade em atrair médicos e outros especialistas que tudo fazem para não virem para o interior. não se percebe como se coloca uma calçada tão desconfortável num acesso tão importante..do fecho da Robinson justificava poluir casas e pessoas. A saúde também passa pela mobilidade em condições dignas e ainda mais quando nos dirigimos a um centro de saúde. 8 . de autocarro.

Isto. Fiz questão de elogiar o aumento da dotação orçamental para o IPP na crónica anterior. radiologistas e outros. O tecido empresarial é diminuto e sem expectativas de melhorar. um jovem como eu e outros se quiserem outras especialidades têm que ir estudar para fora. não esquecendo a nossa Escola Superior de Arte que podia ter mais que a área da formação musical. que poderia levar à descoberta de novos tratamentos para o cancro. uma vez que a oferta de trabalho no nosso distrito está cada vez mais escassa. Mais uma vez saúdo quem luta pelos seus direitos. como eu.E o que acontece a jovens. O comércio e os serviços públicos já tiveram melhores dias e por isto tudo vos digo. quando temos no nosso distrito apenas licenciatura em enfermagem (Escola Superior de Saúde) e enfermagem veterinária (Escola Superior Agrária). fisioterapeutas. como os analistas. Saliento também a falta de cursos que apostem na engenharia genética. Recordo que este assunto também se aplica aos técnicos da saúde. também na saúde. acabam por não regressar. Na ordem do dia está a greve dos enfermeiros que reclamam para verem as suas licenciaturas reconhecidas e serem pagos como tal. por exemplo. que querem entrar no ramo profissional da saúde? É isso. Para terminar não posso deixar de incentivar os jovens à prática do 9 . depois. a nossa saída pode estar no desenvolvimento do Politécnico. mas também referi que era importante termos mais atracção e para isso era bom fixar cá os nossos jovens. temos de ir para fora estudar! E muitos. e à realização de tratamentos de terapia génica.

façam uma alimentação variada. pouco sal e pratiquem exercício físico regularmente.desporto e a todas e todos que me ouvem. com pouca gordura. E muita saúde é o que vos desejo. 10 .

é o principal responsável por um mundo cada vez menos sustentável. O Governo Sócrates em sintonia com a Europa de Barroso empenhou-se em defender as grandes fortunas e a banca. descartável e sem direitos. que atingidos. em especial as mulheres e os jovens. Todas as alíneas dos direitos consagrados na lei. sujeitos ao Código Vieira da Silva (dito socialista). destronadas pela precariedade imposta por um código do trabalho perverso que permite o despedimento ao livre arbítrio e alimenta a exploração por parte de empresas de trabalho temporário. que tem aumentado as desigualdades. muito por culpa dos governos subvertidos ao capitalismo.3 – Crónica / Juventude (11-02-2010) O processo de humanização da nossa sociedade sofre evidentes retrocessos. Este modelo. Com impactos negativos em larga escala. É por estas razões que o apelo de Cavaco Silva e outros políticos. deixando à sua sorte as vítimas de um sistema corrupto e viciado por entendimentos de favorecimentos políticos aos grandes grupos económicos. Os trabalhadores. não conseguem ter um projecto de vida e são herdeiros de um futuro hipotecado por políticas desastrosas. à participação dos jovens na vida política e o incentivo ao “empreendedorismo”. não passam de meras intenções. passaram a ser mera mercadoria laboral. agora até na saúde. e que provoca a asfixia económica. não passam de puras hipocrisias num país em que a formação e o apoio não passam de malabarismos para as 11 . são os jovens. Estes desistiram de apostar no modelo social para insistir no modelo capitalista neoliberal. por isso já somos conhecidos pela geração dos 500€.

A participação dos jovens é condicionada pela falta de estabilidade e pelo crescente abuso das empresas cada vez mais a impor mais horas de trabalho sem retribuição e com a consequente falta de tempo e de disposição para outras actividades. num casamento perfeito. Durante o tempo que tenho de vida. políticas para as pessoas e não para interesses capitalistas como defendem os partidos que têm governado Portugal. Os apoios aos projectos de jovens portalegrenses não passam dos papéis. com um QREN que não passa de uma miragem com cerca de 6.estatísticas. Por exemplo. do direito ao sindicalismo e à criação de Comissões de Trabalhadores. A aposta deve estar numa viragem na política portuguesa.5% de execução. cultural e desportivo. as Novas Oportunidades não passam de uma mera certificação da ignorância e da iliteracia. Este é um ponto que vai decerto também afectar a vida das colectividades não só pelo afastamento dos jovens mas também porque muitos dos que foram os impulsionadores e garante do funcionamento destas instituições sofrem também do mesmo problema e esta é uma consequência terrível que preconiza o desmoronamento de uma sociedade eclética e plural. Destas actividades destacam-se as dificuldades no Associativismo estudantil. sucessivos governos têm dado primazia à salvaguarda dos grandes interesses económicos num jogo de interesses entre as grandes empresas e classe política. Está na hora de dizermos que estamos fartos de tanta mentira e hipocrisia e que um outro modelo de sociedade é possível 12 . Os resultados estão à vista e a factura quem a vai pagar são os jovens que já começaram a perceber esta realidade. com poucos efeitos práticos na vida profissional.

Só com políticas sociais sérias (sem aproveitamentos) e apostas sérias na educação. A recente manifestação.«Todo o homem nasce bom. na cultura e no investimento público é possível criamos condições para que os jovens possam acreditar no futuro. exigindo educação sexual e um outro estatuto do aluno é mais um exemplo que devemos exigir respeito para podermos respeitar. o contacto com a sociedade é que o corrompe». É muito importante que a aposta nos jovens seja séria para que possamos garantir uma sociedade sustentável e justa e para terminar.e exigível. Jean Jacques Rousseau escreveu . Nós queremos uma sociedade diferente! 13 . faço aqui um apelo aos jovens que me ouvem – Lutem pelo vosso futuro exigindo direitos e respeito.

e com deficiências. Rui Simplício. Temos. É preciso aprender com os erros do passado. como o estádio Eduardo Sousa Lima. a par dos lindos jardins que Portalegre já teve. foi um autêntico fiasco. que construíram em anexo. acerca do terreno. como por exemplo no caso da Urbanização do Ribeiro do Baco cujo projecto comprado pelo edil da altura. perdermos um espaço emblemático e raro para a prática desportiva. É uma vergonha a forma como tratamos os nossos deficientes. que além de caro. também não se sabe se os terrenos do estádio municipal têm condições para se construir.4 – Crónica / Desporto (18-02-2010) Caros ouvintes. mas se fosse destruído era mais um bem que perderíamos. A CERCI. O Governo Civil e a 14 . por falta de estudos de vária ordem. Bem sei que a sua manutenção é um custo acrescido para uma câmara endividada e um país desgovernado. um espaço próprio e condigno. Não se percebe como é que este espaço com características únicas no distrito. e as pessoas que se dedicam a esta nobre causa. merece e tem de ter. Seria um crime. O nosso parque desportivo é pobre. não é utilizado. precisa de uma solução com melhores resultados do que o pavilhão. não podia estar dependente deste crime. A Escola Cristóvão Falcão. e que foi um autêntico desastre. um espaço desportivo que é o Clube de Ténis que está desaproveitado. Inclusive. também. terminei a minha primeira crónica dizendo. ainda bem que o estádio não veio abaixo. Provavelmente. incluindo as estruturas mais recentes.

Portalegre bem precisa de quem se interesse pelo seu património. e deviam ter a coragem de tomar uma atitude. o desporto foi sempre sustentado pelas colectividades. Também se devia apostar nas ciclovias entre Portalegre. para os nossos caminheiros poderem satisfazer a sua sede. com a garantia de beber as nossas águas. Na última crónica referi a importância do exercício físico para a saúde. e se hoje as SAD representam a deturpação do verdadeiro sentimento clubista. dado que o turismo não é só gastronomia. Onde eu quero chegar é ao facto de faltar um verdadeiro modelo sustentado da prática desportiva. seria igualmente bom que os responsáveis pelas freguesias cuidassem das nossas fontes. mas que por falta de análises ou boa vontade estão carimbadas com um "Imprópria para consumo". são um bem precioso para a comunidade. Mal ou bem. que aos poucos vão aparecendo. a Entidade Turismo devia estar mais atenta a estes espaços importantes.Câmara de Portalegre têm responsabilidades. Os acessos pedonais. Alagoa. com tão boa tradição. Ainda. à altura pois sempre se 15 . As caminhadas promovidas por grupos como os Pés Vagarosos são também um bom exemplo a manter. Hoje assiste-se às dificuldades dos grupos desportivos por falta de apoio estatal. Fortios. que garanta o funcionamento das colectividades. Urra e Ribeira de Nisa. assistimos no actual contexto ao desmoronamento do associativismo desportivo. Uma actividade tão importante para a mobilização de jovens e para a saúde não pode estar assente apenas na carolice e boa vontade de algumas instituições.

16 . Os utentes da CERCI não podem ser votados ao esquecimento. Por tudo isto vos digo que este modelo é insuficiente e não garante o desenvolvimento desportivo. O estado tem que garantir as infraestruturas necessárias para a prática do desporto. não consegue dar os apoios necessários. cada vez são menos as empresas e com capacidade de apoiar as colectividades. Em Portalegre.apoiou nos financiamentos ocasionais públicos e privados. Exige-se condições condignas para eles. Da mesma forma. simultaneamente a Câmara com as dificuldades económicas que tem.

Estou certo que a minha mensagem chegará à região dado que temos madeirenses que estudam cá em Portalegre. este problema. o Flickr e o Hotmail. bloqueou sites como o Twitter. Ainda este mês. toda a minha solidariedade. em especial às crianças. imaginem. Este facto. Há pouco tempo. todos sabemos dos perigos que a Internet oferece. não nos admiramos que a China. Nos dias de hoje. há vários anos. 17 . via Internet. em primeiro lugar. dimensão e alcance. Lembrem-se. e aqui está a grande força que mete medo a países como a China e o Irão. já. só na Internet envolve 60 países. tem uma importância enorme. Nestes países não só assistimos ao controlo da Internet como até à detenção de blogguer’s. dado que assim se consegue ter uma ligação à terra de origem através da Rádio. Para eles vai. em sites de informação política onde até. ouve a Rádio Portalegre pela Internet. não é só em Portugal que há controlo na informação. assistimos à tentativa do governo Iraquiano de controlar a Internet sem sucesso. Sabendo da sua importância. não posso deixar de expressar o meu sentimento de pesar pelos recentes acontecimentos na Madeira.5 – Crónica / A Internet (25-02-2010) Caros ouvintes. dúvida da utilidade e do impacto da Internet. soube que um casal de portalegrenses emigrantes em Inglaterra. Este controlo estende-se. Também. uma espécie de jornalismo na Internet. Ninguém. onde além das constantes violações dos direitos humanos. as rádios já têm um alcance que antes não imaginávamos. o governo chinês controla e censura a Internet.

que se diz caluniado… Porque será? 18 .42% das pessoas entre os 16 e os 74 anos têm acesso à Internet. as escolas e os professores. que o governo em tempos anunciou. No acesso à Internet. sem concurso. Grécia. Bulgária e Roménia. aquém das expectativas. até nas entregas aqui em Portalegre e Castelo de Vide. Chipre. e que até teve um nome: "Rede de Espaços Internet". . a par dos fundos estruturais europeus. Esta rede ficou parada e esquecida. retirar a empresa. A ideia podia ter sido boa. estávamos em 22º lugar.A qualidade da Internet e a propaganda do governo apoiada pela publicidade enganosa das operadoras é um autêntico embuste. Esta falta de seriedade atira-nos para os piores do mundo na relação qualidade/preço. Sá Couto do buraco. A Internet no Interior do país sai prejudicada com uma deficiente distribuição de fibra óptica. foi. mas não houve preocupação em preparar os programas. o que deixa Portugal só à frente de Itália. o Gavião nem acesso tem à Banda Larga tem e a banda larga móvel. aqui no interior é um autêntico desastre. Enganosa. que o Magalhães foi mais um negócio das operadoras de telecomunicações. o que interessou foi distribuir Magalhães e. O Magalhães foi mais uma oportunidade falhada. toda a política de multiplicação de pontos públicos de acesso. Por isso. J. e mais um negócio de trapalhadas. em 2009. Percebe-se. Coisa deste governo.P. entre os 27 países da União Europeia. agora estamos sujeitos a uma pesada multa europeia por ter sido entregue o negócio. agora. a essa empresa. ainda.

7300-074 Portalegre. Edifício Régio I r/c – 154. também. não se esqueçam. E agora. ou sugestões às minhas crónicas. desabafem. que faz bem… 19 . O meu endereço é: desabafosrui@sapo. e porque quero abrir este espaço a todos vós. deixo aqui o meu endereço de e-mail para quem queira colocar questões.pt ou podem escrever para DesabafosRui – Rádio Portalegre. Avenida de Santo António.Para terminar.

onde muitos homens optam por uma mentalidade medieval. pois algumas conquistas já foram feitas. contra as tendências neoliberais criadas por uma globalização que tem como mote o grande interesse económico / capitalista. Este sistema que descrimina muito as mulheres arrasta os nossos políticos medíocres numa atitude cínica a colocarem de lado os valores humanos que 20 . em relação à violência doméstica ficaram os números chocantes de 25 mulheres assassinadas e uma média de 81 queixas por dia. Também existe por falta de progresso civilizacional. Digo aqui às mulheres que devem acreditar num futuro diferente a não baixarem os braços. fazer parte do número de crimes que mais mata em Portugal e que tem a mão leve da justiça por falta de um código penal eficaz. dos políticos que falam do assunto mas não adoptam medidas sérias e dos homens que se dizem apaixonados e depois esquecem-se de respeitar quem nos dá o ser.6 – Crónica / Mulher (04-03-2010) Desculpem-me os homens mas não posso deixar de dedicar esta crónica às mulheres. muitas mulheres vivem num inferno solitário e muitas vezes escondidas para evitarem. o Dia Mundial da Mulher e pouca coisa mudou nesta sociedade ainda machista que continua a descriminar as mulheres. Esta descriminação existe muito por culpa das religiões que as condenaram e discriminaram logo à partida. De 2009. Devem incentivar. apoiar quem tenta fazer deste Portugal um país melhor nem que para isso seja necessário remar. Face à falta de leis e de forças de segurança. Aproxima-se o dia 8.

durante o ano inteiro. Não posso também. com objectivos bem definidos e que de facto proporcione avanços no combate à violência doméstica.têm sido cultivados em prol de um mundo melhor. as minhas amigas e todas as mulheres do mundo. e todas as que telefonam 21 . mas por falta de coragem dos governos seguintes. Brasil. É preciso uma Lei clara. este crime não é suficientemente reprimido e a vítima sai sempre bastante prejudicada. No nosso país faltam leis sérias que protejam as mulheres. assistimos impávidos ao número de mortes de mulheres vítimas de violência doméstica. as minhas avós. declarando-me contra os que sustentam esta sociedade machista! Daqui envio um beijinho especial para todas as mulheres. Neste dia da mulher não é a oferta de uma flor ou enviar uma mensagem que me deixa satisfeito. mas sim continuar respeitar a minha mãe. Birmânia e países do leste europeu para servirem de escravas domésticas e sexuais. a minha irmã. esquecer as vítimas do fundamentalismo islâmico que condena as mulheres à morte por degolamento e apedrejamento… assim como uma prática comum a muitos países até ocidentais que é a aviltante mutilação dos órgãos sexuais femininos. Todos os anos. Por isso fecham os olhos ao mercado sujo da actual escravatura feminina como por exemplo a que tem origem na Tailândia. O “Estatuto de vítima” que este governo quer aprovar pode ser um retrocesso nesta luta que esbarra com muita hipocrisia. incluindo o actual. A partir de 2000 passou a ser um crime público. não esquecendo as que trabalham nesta rádio.

aqui para a Rádio. beijinhos para todos. Edifício Régio I r/c – 154. Mais uma vez. que faz bem… 22 . O meu endereço é: desabafosrui@sapo. 7300-074 Portalegre. a enviar de forma tão carinhosa. deixo aqui o meu endereço de e-mail para quem queira colocar questões. ou sugestões às minhas crónicas. E agora. não se esqueçam. Avenida de Santo António.pt ou podem escrever para DesabafosRui – Rádio Portalegre. desabafem. todos os dias. também.

a Entidade de Turismo e o Governo estão de costas voltados para os nossos artistas e artesãos. é necessário dar continuidade a esse trabalho e continuar a investir para não se perder. divulgados e pior. que sobrevive sem o apoio que devia ter. Falta também a salvaguarda do património cultural e a defesa dos direitos laborais dos profissionais do sector cultural e a sua sustentabilidade. A nossa identidade não se resume à gastronomia e corre-se o risco de perdermos o pouco que temos. O Município. Por exemplo. não chega criar uma rede nacional de leitura. também não chega fazer obras em museus. O orçamento de estado é sempre miserável para a importante área da Cultura que até é rentável e necessária para dar apoio ao turismo e edificar um país. Da mesma forma como vos falei das dificuldades que as associações desportivas atravessam. também as associações e actores culturais sofrem do mesmo problema. 23 . Também. como é exemplo a Euterpe. Falta no país uma política cultural que facilite o acesso das populações à fruição de bens culturais e a meios de produção artística e cultural. é preciso darlhes vida. hoje venho falar-vos de Cultura. muitas vezes ainda são desprezados. Em Portalegre temos associações importantes e antigas. a banda mais antiga do país no activo.7 – Crónica / Cultura (11-03-2010) Caros ouvintes. Os nossos artistas não são apoiados. Não existe um projecto sustentável e os apoios são cada vez mais escassos. os artistas e artesãos portalegrenses sentem-se abandonados pelo poder local e nacional.

pior do que o habitual. E pergunto. esbarram com a falta de apoio e a falta de uma política cultural que passa apenas por espectáculos páraquedistas. A divulgação destes eventos foi muito pobre. Tem sido esta a política dos últimos vereadores da cultura que não passaram de meros agentes de espectáculos. quinta-feira temos dois eventos importantes sobre Régio. muito criticados pelos artistas locais. uma grande festa 24 . fazer daquele evento. hoje. Aproveito para fazer publicidade a uma iniciativa de apoio à luta contra o cancro inserido no Projecto “Um dia pela Vida”. porque não recuperar a festa dos aventais com o seu famoso concurso de aventais. bem divulgada e apoiada. agora também alargado às artes plásticas? Convidar os nossos artistas e artesãos. quando era para ser no CAEP. Associações. um ás 18H00 no Castelo. Esta iniciativa tem lugar no dia 26 de Março pelas 21H30 e conta com artistas portalegrenses que vão colaborar de forma generosa e gratuitamente. verifica-se que a informação dos eventos tem vindo a ser cada vez mais insuficiente. a realizar no Centro de Congressos da Câmara Municipal. Por isso. as festas da cidade eram muito importantes. Por exemplo. com Francisco Ceia a cantar Régio. artistas e artesãos com muito valor e é escandaloso como deixamos perder este património. Saliento que é preciso ter uma política cultural séria. Temos Grupos. Mesmo assim. alusivo à chegada de Régio a Portalegre e às 21H30 no CAEP. Para piorar.Temos pessoas da terra que não esperam que os outros façam por nós e tentam eles promover e dar expressão ao que temos em Portalegre.

ou sugestões às minhas crónicas. recordo o meu endereço de e-mail para quem queira colocar questões. falta o apoio e condições. Temos gente com ideias e vontade de trabalhar. Deixo agora de lado a escolha do local o atraso com custos acrescidos e os problemas que já surgiram entretanto. como fazia a festa das flores em Campo Maior e como faz a festa da castanha em Marvão. O meu endereço é: desabafosrui@sapo.que chame pessoas a nível nacional. Portalegre merece sair desta condição de cidade morta. também. desabafem.pt ou podem escrever para DesabafosRui – Rádio Portalegre. E agora. Como jovem não posso deixar de evidenciar a importância do CAEP. O importante é termos esse espaço e faço um apelo. que faz bem… 25 . Para terminar. não se esqueçam. usem esse espaço também para os artistas locais e por favor melhorem a qualidade da exibição dos filmes que aparecem tardiamente.

ouvimos e lemos. Este complemento foi mais um acto de propaganda e a prova de falta de eficácia no combate à pobreza onde temos em 2009 pelos números da DECO. Com a bandeira do combate à pobreza. Sendo eu um jovem perguntarão o que me move a falar deste assunto? Por respeito a todos.8 – Crónica / Terceira Idade (18-03-2010) Caros ouvintes. tratar bem e respeitar aqueles que nesta fase da vida precisam de apoio e protecção. por isso não podemos ficar indiferentes quando sabemos de notícias de alguns casos em que não tratam os idosos da melhor forma. amor aos meus avós e lembrem-se todos nós um dia seremos velhinhos e vamos precisar de amor e de um lar de acolhimento e onde pergunto eu? É um dever de qualquer sociedade. este sim devia ser de 14 meses. são 26 . Esta medida abrangeria apenas 300 mil idosos. falando da terceira idade é hábito falar-se em idosos e é assim que os vou referir nesta crónica. da necessidade fazem um negócio. embora na verdade eu esteja a falar dos nossos queridos velhinhos e velhinhas. a realidade é bem diferente. não podemos ignorar». ou seja. o governo Sócrates criou o “complemento solidário para idosos”. 40 mil idosos a passar fome. «Vemos. o estado falha e outros. Com este PEC que nos impõem para resolver a crise por eles criada. escreveu um dia Sophia de Mello Breyner Andresen. menos de um em cada três reformados com pensão inferior a 300 euros por mês. chegando a existirem denúncias de casos de maus-tratos um pouco por todo o país. é o caso das Misericórdias que cobram 14 meses aos utentes em vez de 12. Mas.

com os salários miseráveis e pensões miseráveis deste país. Pior. a crise nunca pode ser combatida por esta via tão desumana. O factor de sustentabilidade baseado na teoria da quarta idade é mais um erro destes governos insensíveis. Ora. As famílias. E são principalmente os jovens e os idosos que mais sofrem com estas medidas desumanas praticadas por um governo que até se diz socialista. A evolução da nossa sociedade tem que visar a qualidade de vida e não o acelerado enriquecimento de algumas elites. a nossa sociedade pode atingir num futuro próximo o colapso. Ao contrário adia-se a tributação das mais-valias e corta-se nas pensões mínimas e sociais. excepto para os cargos daqueles que defendem este modelo. Os cuidados continuados e paliativos. as instituições e as pessoas vão sofrer com isto.a classe média em vias de extinção. Recentemente este governo aumentou os encargos dos doentes aliviando o estado. os jovens e os velhinhos quem mais vão sofrer. Também ao nível dos medicamentos este governo teima em ceder ao lobby farmacêutico e em contrapartida cresce o número de idosos que têm dificuldade em comprar os medicamentos e nem quero falar do escasso apoio que têm os doentes crónicos. É urgente criar a carta dos direitos dos cidadãos no acesso aos equipamentos sociais públicos ou que beneficiem de financiamento público. A liberalização das horas de trabalho e o aumento do tempo de trabalho para a reforma vão deitar por terra a ambição de uma sociedade sustentada. tardam em se tornarem efectivos serviços públicos a prestarem um bom serviço. Já em 2007 Sócrates diminuiu as comparticipações e não havia o 27 .

Fazer algo pelos nossos idosos não é assim tão difícil e vou dar-vos um exemplo. está à vista que só defende os interesses económicos e as grandes negociatas onde os seus amigos estão envolvidos. também. que faz bem… 28 . alguém sabe dizer onde estão esses candeeiros? Por favor. respeitem e cuidem dos nossos velhinhos e velhinhas. mas confortáveis bancos de madeira ao vandalizado Jardim da Corredoura. desabafem.pt E agora.cenário de crise e eu pergunto: É este um governo socialista? Claro que não. um dia seremos nós a precisar. mas as pensões não deixam de ser miseráveis e o acesso aos medicamentos um escândalo. Para terminar. uns cisnes e os velhinhos agradecem e até voltam a frequentar aquele espaço outrora emblemático onde até os candeeiros eram castiços. ou sugestões às minhas crónicas. os nossos velhinhos estão ao “rubro” com o tratado de Lisboa. Já agora. O meu endereço é: desabafosrui@sapo. recordo o meu endereço de e-mail para quem queira colocar questões. Devolvam os velhinhos. Porreiro Pá! Tão amigos que nós somos. realmente ainda não perceberam o que é que melhorou a não ser que os deputados europeus ficaram a ganhar o dobro. não se esqueçam. devolvam as flores.

Estima-se que nas escolas. Os pregões de uma escola inclusiva. ainda. um em cada quatro alunos são vítimas de agressão. e a responsável da escola diz na televisão para não ficarmos preocupados. mas também dos pais. de forma pouco clara. denunciei o caso de violência de um aluno para com uma funcionária e uma professora. e não tem a mais pequena ideia do resultado desastroso que iriam ter essas medidas. não passam de mais propaganda do Ministério da Educação. Estes. nos últimos dias muito se tem falado de Bowling nas escolas. o 29 . parece falar muito bem. A razão que me faz voltar a este tema. Um aluno dispara sobre outro. ou seja uma escola para todos e uma escola segura. um professor suicida-se e eu pergunto: Quem assume responsabilidades? Paulo Portas. eu. não só de alunos. apenas apresenta sanções. muitas vezes abandonadas e até silenciadas. o Governo Sócrates não está melhor. Basta ouvir os noticiários. para percebermos a gravidade da situação. ao contrário. São. e agora pergunto eu: . conhecido por Bulling. Na minha primeira crónica. nas suas recentes propostas populistas.9 – Crónica / Segurança nas Escolas (25-03-2010) Caros ouvintes.porque razão foi o caso silenciado? Um aluno morre. Neste fenómeno. Mas. é o facto de o problema se agudizar dia após dia. vítimas de assédio moral por parte daqueles que desempenham cargos de destaque. fico indignado porque ele não apresenta soluções. tudo fazem para impor o seu estatuto e as medidas da escola a qualquer preço. ao contrário do Bowling são os docentes e funcionários as vítimas. porque o aluno não ia ser expulso.

devolvam a autoridade aos professores e o respeito pelos alunos e tudo será bem melhor. dito socialista. na maior parte. tudo indica que é necessário alterar a administração e gestão da escola pública. para os BOYS. o modelo de gestão das escolas é um ataque desenfreado à sua democratização e o estatuto do aluno perturba o funcionamento das escolas. os professores são pressionados e até intimidados como aconteceu em recentes manifestações.estatuto da carreira docente. como faz a Ministra da Educação. é a vergonha do sistema educativo. Os partidos que têm governado. e à pressão de alguns pais e funcionários. Ponham de lado os interesses pessoais e económicos. Em função de uma melhor classificação das escolas. dá origem ao aumento do “amiguismo” e convergência de BOYS. nem em certificar a ignorância. nem oitenta. desta vez do partido. Estes. A concentração de poder na figura do director. não ganhamos nada em trabalhar para as estatísticas. Esta situação torna-se mais difícil de resolver. e as teorias baratas que já provaram não nos levar a lado nenhum. Do trabalhar para as estatísticas. até o concelho geral da escola é pouco democrático e os cargos distribuídos vão. Nem oito. Assim. construtiva e evoluída! Mas o principal problema está no clima repressivo que se vive nas escolas. Por exemplo. transformaram-se em agências de empregos e fabricantes de tachos. assim. Como já vos disse. deviam ser pensados numa lógica conjunta e não separadas. a escola pública é como a escola privada. democrática. porque diminui a democracia nas escolas. qualquer dia. e. em que o dinheiro compra as notas. à fabricação de resultados. 30 . É preciso uma escola séria.

acaba por dar aos alunos indisciplinados um espaço difícil de controlar. Até os agentes da escola segura. é preciso dar-se ao respeito e Bowling ou Bulling aparte. Outro dos problemas. todos ralham e ninguém tem razão! Os pais. na Escola José Régio. por medo ou por reconhecimento de favores. também têm um papel importante. tem a ver com o decréscimo de funcionários nas escolas. já me ensinaram as minhas avós – Casa onde não há pão. Alguns dos funcionários e professores. o dos submarinos. docentes e não docentes correm riscos no seu ginásio. chegam a ter receio de ter de intervir no espaço escolar. a violência é um deles.dificilmente saímos deste estado de sítio. o ensino está ao nível das lojas dos chineses e o resultado reflecte-se nos alunos a todos os níveis. é um dos culpados. aqui. É urgente. onde. quer na 31 . alinham neste esquema da intriga escolar e o clima de instabilidade. quer em coligação com o PSD ou em parceria com o PS. É assim que querem a credibilidade nas escolas? Tenham vergonha! Dignifiquem as escolas! Os alunos e professores até passam frio e depois querem que tudo corra bem? Foi preciso a ministra mandar ligar os aquecimentos. contudo recentemente o PS com a ajuda do PSD e CDS inviabilizaram uma pequena verba para reparar o problema. alunos. É preciso investir e a segurança também passa pela credibilidade das instalações escolares. e já agora porque não pede para nos portarmos todos bem? Enfim… Para se ser respeitado. Por exemplo. quer nas escolhas dos políticos. imagine-se Paulo Portas. uma política de educação séria e políticas sociais efectivas.

nos valores que transmitem aos filhos. não se esqueçam. Passou o dia do pai e eu lembreime. recordo o meu endereço de e-mail - desabafosrui@sapo. que todos os dias evoco os princípios com os quais o meu pai me educou. desabafem.pt E agora. também. Esses sim fazem de mim um homem! Terminando. que faz bem… 32 .intervenção correcta nas escolas e mais importante ainda.

foi mais um fracasso e a prova evidente que os países mais ricos queriam esta Cimeira manipulada. O passo positivo foi dado na reciclagem que além de contribuir para menos poluição. é inevitável falar de aquecimento global e este. há países no pacífico sul que podem desaparecer. quando falamos de ambiente. mas não posso deixar de acusar os países mais industrializados de não quererem reduzir as emissões. passando por estas cimeiras estamos conversados. Antes pelo contrário. A ganância das companhias petrolíferas. ao Tratado de Lisboa. Do Tratado de Quioto. Os 33 . das grandes indústrias. contribuem para os lucros das empresas ligadas ao sector como é exemplo a Valnor. toxicodependente. apesar de alguns avanços importantes continua-se a privilegiar o negócio em detrimento do ambiente. viciado em combustíveis sólidos. As alterações climáticas são uma ameaça ao equilíbrio do ecossistema. No entanto. não passam de desfiles de vaidades a espalhar hipocrisia. Temos um mundo capitalista. é o assunto que mais aflige os cientistas. O caso é sério. teria todo o sentido se fosse extensivo a todos e não só a grupos económicos ou empresas. Em Portalegre por exemplo faltam ciclovias! Em Portugal. Todos nós somos responsáveis. O recente projecto “Renováveis”. o consumismo e a forma de vida das sociedades. ainda está longe do ideal e os cidadãos questionam-se quanto às taxas de resíduos sólidos quando eles ao reciclarem. cria postos de trabalho. aplicando medidas para o efeito.10 – Crónica – Ambiente (01-04-2010) Caros ouvintes. impediram que a Cimeira de Copenhaga tivesse sucesso.

Mas eu lembro também. PSD e CDS.pontos de recolha são outro ponto a melhorar em especial nas pilhas e baterias. Governador Civil Jaime Estorninho. lamentou o facto de estarem a surgir lixeiras clandestinas. em que vale tudo sem estudos de impacto ambiental. que a ETAR de Tolosa já está a funcionar mal há muito e ainda recentemente os Deputados do PS. Fernando Ruas. Recentemente por ocasião de uma importante acção de limpeza que envolveu milhares de voluntários. Em matéria de ambiente garanto-vos. Governador apelou aos jovens para inverter esta situação e eu dou-lhe o meu aplauso não só pela sua participação mas também por compreender que os actuais responsáveis são incapazes de mudar a sua mentalidade. porquê? O Sr. E para quando a recolha de tampinhas? Outro passo positivo foi o fim das lixeiras a céu aberto e a criação de Etar’s. Projectos de Interesse Nacional apoiados pelo governo Sócrates. sem esquecer os famosos PIN. o Sr. infelizmente estamos a recuar. Hoje é o dia das mentiras e não deixa de ter a sua piada porque quando oiço os nossos governantes a falarem de ambiente lembro-me sempre deste dia… 34 . tal como os governantes dos países mais ricos que muito falam e pouco fazem. Assim como Obama recebeu o prémio Nobel da Paz. Foi feito um investimento de milhões de euros. que incita ao apedrejamento aos ambientalistas vê-se de tudo. inviabilizaram uma verba para reparar este problema de saúde pública. só me falta ver o maior poluidor do mundo ser apelidado de ambientalista. há muita hipocrisia! Desde abate de sobreiros para construções de luxo a um presidente de câmara. Isto. mas.

cuja poluição contribui para doenças cancerígenas. António Eustáquio e o seu Guitolão. como nunca tinha ocorrido em Portalegre. Foi um espectáculo único. também. os meus parabéns para a iniciativa de plantação de árvores na tapada da Escola José Régio. Não posso deixar de aplaudir o concerto promovido pela organização. Para terminar. Quarteto do Sol e Grupo de Cantares “O Semeador” que generosamente participaram nesta luta contra o cancro. desabafem. não se esqueçam. Espero que para o ano haja mais participantes. Tal como no ambiente. João Banheiro. recordo o meu endereço de e-mail: desabafosrui@sapo.Apesar da fraca participação. Um dia pela Vida. Parabéns aos Promotores.pt E agora. que faz bem… E até à próxima crónica! 35 . ao Prof. por ocasião do dia da árvore. temos de mudar os nossos comportamentos alimentares e sedentários para invertermos as estatísticas desta doença que espreita qualquer um.

esta Páscoa foi bem mais pobre para a maioria dos portugueses. deram as mãos ao PS e viabilizaram um orçamento de estado com o qual não concordavam e. O próprio Teixeira dos Santos. em Janeiro. Com a desculpa da crise os portugueses têm sido castigados. Daí podemos deduzir que as medidas do governo. é. enquanto os responsáveis engordam os lucros. fazem parte do problema e assumem-se como entidades sérias quando não o são. que. Já no PEC. Os partidos da direita em nome do “sentido de estado” que no meu entender deixa muito a desejar. agências estas. que via tudo corde-rosa. miopia essa reforçada pelos comentadores do sistema. o próprio PS sabe ser inviável. Depois de em 2008 assistirmos a uma miopia económica e social por parte do governo Sócrates. As medidas continuam a penalizar os inocentes e a criar cada vez mais vítimas.11 – Crónica / Economia (08-04-2010) Caros ouvintes. apesar de os submarinos andarem lá bem no fundo… O PSD continua enleado às políticas de Sócrates que afinal sempre foram as do PSD. também. O que custa perceber. agora assistimos a um distúrbio psicótico pelo mesmo governo que tem a mania da perseguição. acusava estas agências de interesses de estratégia comercial e depois alegou a necessidade de aprovar medidas para calar estas agências. além de comerciais são incoerentes. como os militantes do PS aprovaram um programa eleitoral e aceitam outro no governo. o CDS recuou a tempo. 36 . apesar de saber que esse PEC é a repetição do que já fizera no governo. Este é o sentido de estado destes políticos que apenas se preocupam com as agências de rating. mas o populismo fala mais alto.

e com alguma razão. aponta o problema para a crise mundial. Esta forma de gestão ruinosa do país não tem o apoio dos portugueses. mas o que faz em relação a isso? Nada! Alinha e colabora sem exigir nada. Os Offshore aí estão intocáveis e os contribuintes mais sobrecarregados. onde é que está a justiça? Sócrates e Barroso no nacional porreirismo! O pior disto tudo é termos o país em saldo e prestes a ser entregue por atacado a privados. Em Portalegre. e é no desemprego que o 37 . os reflexos são maiores. Pior. um discurso nas eleições e outro no governo. não existem garantias das condições de vida das pessoas e a única garantia é “a do crescimento das desigualdades”. Existe portanto aqui um abuso e mais uma vez.o desemprego e a pobreza são exemplos. antes pelo contrário gastamos o dinheiro que não temos numa guerra de apoio a um governo que sustenta o Narcotráfico no Afeganistão e viola os direitos humanos. do PS à direita. o programa do PS não falava disto em Setembro do ano passado e a crise já era reconhecida. Porque será que a OCDE elogia o PEC português? Porque será que convidam Victor Constâncio para fazer o que não soube fazer em Portugal? Uma deputada luxemburguesa disse que é como dar dinamite a um pirómano. Para ser realista eu garanto-vos. sentimos com mais impacto esta governação que nos vira as costas. todos de mãos dadas. E quem são os partidos que apoiam tudo isto? Claro. Sócrates. O caso é sério e os proveitos justificam manter e não vender. a recuperação económica internacional é um embuste e só ganha quem se aproveita da crise para explorar ainda mais.

muitos adiam o projecto de família. E quem tem a culpa disto? O desemprego cria mais encargos para o estado e mais problemas sociais e tudo isto podia ser evitado se Sócrates tivesse políticas sérias para as pessoas e não para os grandes interesses económicos. mas isso requer uma revolução de mentalidades. as pessoas ao perderem poder de compra. também. outros procuram soluções fora de Portalegre e continuamos a enfraquecer e a desaparecer. mais desemprego. É altura de se perceber que Sócrates não é de confiança. Podemos explicar a crise pegando no nosso caso. desabafem.pt E agora. uma taxa de IRC privilegiada e a abusar dos seus funcionários e dos seus clientes e o que lhes acontece? Eu digo-vos – Têm milhões de lucros! E Sócrates mexe com estes grupos de terrorismo económico? Claro que não. Tudo isto. habituados a pedir por favor aquilo que é seu. o comércio e serviços ficam penalizados e começam por despedir e depois fechar e o que acontece? Mais crise. que engana os portugueses! Até quando? Para terminar. A Banca continua a beneficiar de grandes privilégios fiscais com fugas de capitais para offshore. resultado. um dia pode mudar.caso se agrava e assume um cenário de desastre. não se esqueçam. é mais fácil carregar em cima do Zé-povinho que é pacífico e encolhe os ombros recordando que foi sempre assim. que faz bem… E até à próxima crónica! 38 . recordo o meu endereço de e-mail: desabafosrui@sapo.

horários alargados ou maior variedade de passatempos num espaço físico concentrado. Podemos considerar positivas. Mas. à imagem de outras cidades. Aparentemente induzirá aumento de emprego. regista-se a desertificação dos centros históricos. acelera o enfraquecimento das pequenas lojas. porque. Quase sempre o emprego criado é muito instável e mal remunerado. o facto do lucro destes espaços não ser investido na região e a ameaça sempre presente da deslocalização. a preços mais baixos. já todos se vão apercebendo das condições precárias destes postos de trabalho onde as já pobres leis do trabalho não têm efeito. Sujeitos ao desemprego. o que é quase sempre contrariado pelo desemprego que advém das falências dos pequenos comerciantes. A par deste problema. origina transformações sociais significativas. Mas. do mercado dito tradicional e com isso aumenta o número de falências e empobrecimento de um sector que abrange muitas pessoas já em dificuldades. também temos transformações negativas na óptica dos pequenos comerciantes. a instalação de uma grande superfície. foi também invadida por este novo estilo de vida e de mercado. Portalegre. ainda que temporário. “antes estes que nenhum”. 39 .12 – Crónica / Grandes Superfícies (15-04-2010) Caros ouvintes. os trabalhadores aceitam. O Comércio tradicional e a vida dos portalegrenses sofreram as inevitáveis alterações. na óptica do consumidor. quando podem significar acesso.

As grandes superfícies promovem o consumo padronizado. como é o caso da agricultura. Mas há outros aspectos interessantes. o que tende a aumentar problemas como a obesidade e a má nutrição e 40 . Cada vez é mais difícil aos pequenos produtores terem acesso à distribuição dos seus produtos. explorada. induz condições de empobrecimento em sectores já em dificuldades. A roupa é toda daquelas mesmas marcas que existem numa outra qualquer superfície do país. o que faz por vezes diminuir a diversidade aos consumidores. Os nossos governantes nada fazem para reparar este problema. A comida das grandes superfícies é tendencialmente de “plástico”. as grandes superfícies estão a verticalizar a cadeia de distribuição de produtos. se uma superfície comercial no contrato se comprometeu com noventa trabalhadores. porque os representantes dos cidadãos têm uma palavra a dizer em sua defesa. e até produzida em condições de escravatura. Em primeiro lugar porque é a Câmara que tem sempre a palavra final sobre a licença de utilização. por exemplo os alfaiates e costureiras entraram em crise e começamos a comprar roupa feita por mão-de-obra barata. em geral. não pode estar a funcionar com metade. por vezes. Por exemplo. As compras das grandes superfícies.Em qualquer um destes aspectos citados. E é o que acontece com toda a impunidade. o poder local pode ter um papel de pressão sobre o investidor. condicionam os preços ao produtor em baixa e pagam a este só depois de receberem a revenda dos produtos. O que. em segundo lugar.

desabafem. Para terminar. Mais de metade da população é obesa. ir para o Centro Comercial do que ir passear ou conviver para os locais próprios e mais saudáveis. Outros dados indicam que o número de roubos tem aumentado e. Não se apercebem de que trocam o descanso e o convívio. a maior parte de forma muito precária e sem direitos. que as pessoas estão a trocar os passeios e momentos de lazer.um peso acrescido para o sistema nacional de saúde. antes. E agora a abertura aos Domingos à tarde? Dá mais postos de trabalho? Os funcionários recebem mais? Claro que não. que este número é mais significativo nos clientes e não nos funcionários. e nós sem querer estamos a apoiar este tipo de exploração porque preferimos. Agora. também. estão a contribuir para fazer crescer os números de uma calamidade que conhecemos por Stress. por passeios nos Centros Comerciais. recordo o meu endereço de e-mail: desabafosrui@sapo. pensem naqueles que trabalham nesses locais. são estes que vivem constantemente sob vigilância e até são condicionados quando passam de funcionários a clientes. Com isto. que faz bem… E até ao próximo desabafo! 41 . Acontece também. E agora. pela estadia num local que apesar de parecer atraente é ruidoso e de ar saturado.pt. No entanto. demonstram que em alguns locais. não se esqueçam. Dados muito recentes. sabe-se. chega-se a ter 100 decibéis de ruído.

pois estes problemas sociais também apareceram em outros países onde não aconteceu o 25 de Abril. da evolução das sociedades que acarretam sempre os seus custos negativos. ainda. evoluir. os períodos pós revolucionários são sempre conturbados e levam algum tempo a estabilizarem. o respeito não se impõe. a falta de educação e a toxicodependência ao 25 de Abril. No entanto. 42 . Muitos. quando começaram a existir condições para tal. Os governos pós 25 de Abril. caros ouvintes. É errado. Não é por acaso que Fernando Pessoa classificou o ditador Salazar como fazendo parte do «rol de políticos cínicos e medíocres». porém. e em especial os mais velhos porque viveram outros tempos com características diferentes. educação e saúde.13 – Crónica / 25 de Abril (22-04-2010) Caros ouvintes. crescer e acima de tudo garantir a justiça. aos poucos foram cedendo aos grandes grupos económicos e hoje temos um país endividado e praticamente entregue a esses grupos económicos. a minha geração é posterior à Revolução do 25 de Abril. todos eles apoiados nos partidos que governaram. Portugal teve de acabar com uma ditadura que nos deixava cada vez mais atrasados e isolados do resto do mundo. conquista-se. Muitos. Hoje percebe-se que existe um retrocesso e o estado social está em risco. Tudo resulta. começou o descalabro provocado pelos oportunistas. mas não tenho dúvidas do que foi e porque razão. vêem Salazar como um homem que impunha o respeito. Então o que falhou? Em todos os países. O 25 de Abril permitiu aos portugueses fazerem as suas escolhas. associam a violência.

temos o caso de muitos fundos que não foram sequer aplicados por falta de eficiência. custou 80 milhões de euros e existiram procedimentos que não foram correctos. indicam outro problema de Portugal. e isto deve-se ao facto de que os cargos são entregues a “boys” e não a pessoas competentes. CDS e PS embrulhados numa teia de trapalhadas que só vão sendo abafadas porque estamos a regressar ao tempo da outra senhora. também. é um bom exemplo recente o ex . O projecto Magalhães – “E-Escolinhas”. milhão e meio de euros. Eu e os meus amigos olhamos para este país com preocupação. hoje pagamos isso e os governos seguintes alinharam pelo mesmo diapasão. também. saúde refém da indústria farmacêutica e clínicas privadas. Pois é. Além disso. Esses relatórios.Quando Cavaco Silva governou. rebanhos fantasma e outras vigarices. e hoje vemos antigos governantes do PSD. Muitas pessoas ainda se devem lembrar dos famosos jipes no lugar de tractores. Veja-se este pequeno exemplo. a corrupção. Relatórios da OCDE indicam que um dos problemas da frágil situação de Portugal deve-se à falta de aproveitamento dos fundos europeus e o primeiro descalabro aconteceu porque Cavaco Silva não soube gerir. emprego precário e mal pago e com o 43 . até apontados pela União Europeia e o que acontece? O PS e PSD não colaboram no apuramento da verdade. nem impor regras. depois de saqueado pelos oportunistas o que vamos ter? Custos mais caros com a Educação.administrador da PT indicado pelo governo – Rui Pedro Soares que em 2009 ainda arrecadou de prémio. perdemos uma grande oportunidade de evoluirmos.

que faz bem… E até à próxima crónica! 44 . também. Para terminar.pt. É notório o falhanço destes governos. não se esqueçam. Não foi para isto que homens e mulheres tanto lutaram pelo fim da ditadura. lembrem-se que esta data também representa a mudança e é prova de que o futuro está sempre na nossa mão. desabafem. recordo o meu endereço desabafosrui@sapo. No dia 25 de Abril. as apostas foram erradas e a melhor homenagem que podemos fazer ao 25 de Abril é lutarmos por uma mudança e acabar com o escândalo de Portugal estar no topo das desigualdades. E agora.desemprego sempre na mira.

45 . XX que a luta dos trabalhadores conseguiu as primeiras grandes conquistas como a subida de salários. através de uma greve geral em Chicago que terminou com mortes e detenções. evidenciados desde 2004 até 2008. uma manifestação operária com mais de um milhão de trabalhadores. Foi preciso o 25 de Abril para se poder voltar a festejar o dia do trabalhador sem se ser preso. a diminuição dos horários de trabalho e a melhoria das condições de trabalho. Agora. Três anos depois nascia o Dia do Trabalhador. contribuindo para o aumento das desigualdades sociais. Este processo extravasou com a lei 99/2003 de Bagão Félix. o 1º de Maio não era comemorado em Portugal como acontecia nos países evoluídos e livres. XIX. aproxima-se o 1º de Maio. Durante a ditadura. XIX e princípio do séc. sem o cenário da crise mundial. Este governante. Para a história ficou o 1º de Maio de 1886. por falta de poder de compra. O que de facto sucedeu foi a conversão ao emprego do terceiro mundo e uma derrocada no sistema social português. o dia do trabalhador e muitos ignoram a origem deste dia.14 – Crónica / 1º de Maio (29-04-2010) Caros ouvintes. reduz-se salários em nome da crise quando se sabe que essa medida só a aumenta. Foi no séc. Hoje assiste-se a uma inversão e a um regresso ao séc. Tal teoria foi logo desmentida pelos efeitos antagónicos. quis convencer que a sua nova lei iria atrair muitas empresas e dinamizar o crescimento económico. A falta de sensibilidade e de vergonha destes governos mostram bem que estão curvados perante o capitalismo insaciável e desumano.

Na realidade foram criadas condições para fomentar a baixa produtividade, resultante da insatisfação provocada pelo trabalho sem direitos, sem limites e sem protecção. Vieira da Silva, que criticou Bagão Félix agravou com a lei 7/2009, fazendo o que o seu antecessor de direita não teve coragem de fazer. O vazio da lei e a falta de capacidade das autoridades, ACT, para fiscalizar e fazer cumprir uma lei que oferece várias interpretações ao desejo da entidade patronal, deixam os trabalhadores entregues aos caprichos e desígnios de quem já não compra mão-de-obra, mas faz desta um artigo seu impondo as regras e o preço. A flexibilização dos horários de trabalho acabou, não só com as horas extraordinárias como passou a permitir à entidade patronal, dispor e abusar sempre que quiser, onde o banco de horas ainda consegue ser o mal menor e a família é relegada para segundo plano. Igualmente, na representatividade dos trabalhadores a nossa frágil democracia está pobre. A demagogia de Bagão Félix e Vieira da Silva estão carregadas de hipocrisia numa tentativa de flexisegurança, à portuguesa. Estamos a assistir ao engordar da corrupção laboral, do trabalho precário e da desumanização das condições de trabalho. Temos uma sobre protecção ao sector privado e em contrapartida o assassinato dos direitos colectivos. E quando o despedimento for na hora, tipo "simplex", qual vai ser o trabalhador que vai denunciar a entidade patronal? Sabendo de antemão que a protecção judicial e social são limitadas ou inexistentes? Violando as indicações da OIT, Organização
46

Internacional do Trabalho, o governo Sócrates insiste no seu exercício musculado de hipocrisia, enquanto as empresas vão asfixiando os trabalhadores e recorrendo às empresas de trabalho temporário. Estas são defendidas por Vitalino Canas que não consegue ou não quer ver o que se passa nesta dupla exploração. Por outro lado temos os “jobs for the boys” e salários de gestores e administradores acima do nível europeu, contrastando com os baixos salários. Uma última palavra para os sindicatos. Muito se fala sobre o sindicalismo, esquecendo que são os sindicatos quem tem a obrigação de defender os trabalhadores. Devem ter esse ponto em conta, isentos de interesses particulares e políticos. Sem bons sindicatos Alemanha. competência. Defender e festejar o dia do trabalhador é prestar homenagem àqueles que ganham o pão de uma forma honesta. Apelo para que todos quantos nos ouvem, sigam o exemplo de milhares de trabalhadores que em todo o mundo, independentemente da sua ideologia política, participam nas manifestações de comemoração deste dia, eu próprio não deixarei de o fazer! Para terminar, recordo o meu endereço de e-mail nunca Mas, chegaremos os ao nível dos países têm a mais sua desenvolvidos onde os mesmos são fortes, como acontece na trabalhadores, também, responsabilidade, há que escolher bem o sindicato e exigir dele,

desabafosrui@sapo.pt
47

E agora, não se esqueçam, desabafem, também, que faz bem… E até à próxima crónica!

48

15 – Crónica / Mães (06-05-2010) Caros ouvintes, não posso deixar de referir que passou este domingo mais um dia da mãe, o qual acontece todos os anos no primeiro domingo de Maio. Ninguém fica indiferente à palavra “mãe”, a mãe é a origem, o princípio de tudo, é aquela que dá o ser, a que traz o filho ao mundo e sofre todas as suas dores, pela vida fora. A relação umbilical, entre mãe e filho, é sempre privilegiada e dura para a vida inteira. Parafraseando Fernando Pessoa, «o melhor do mundo são as crianças», e por isso vos digo, quem as trás ao mundo merecem a nossa admiração. A primeira homenagem que quero prestar é à minha mãe. Admiro-a enquanto mulher e, igualmente, enquanto mãe. Saúdo, ainda, todas as mães, mas não posso deixar de dar uma palavra especial de carinho para aquelas mães que por circunstâncias da vida, ficaram sem os filhos, ou estão privadas dos seus filhos. Muitas, por problemas vários, até de saúde, vêem-se na contingência de deixar os filhos nos Internatos e, decerto, o seu amor por eles não está em causa. Ao longo da história da humanidade, o papel das mães, também, tem sofrido alterações. Com a emancipação da mulher e as transformações sociais e económicas, esta tomou parte na vida activa da sociedade, o que provocou alterações profundas nas vidas das famílias. Para as mães que trabalham por turnos, a prestação na vida familiar já não é a desejável. Com a flexibilização dos horários de trabalho a situação agravou-se, dado que impede muitas mães de ter uma vida familiar estabilizada. Eu já abordei esse assunto e a propósito deste tema quero aqui afirmar que
49

Atl’s. da privatização agora parcial. Como é que estes governantes. Jardins de Infância. Com a precariedade no mundo do trabalho. Os baixos salários obrigam muitas mães de famílias monoparentais a grandes sacrifícios para criar os seus filhos. Está. E ainda falam da baixa natalidade… Os Infantários. Também não posso esquecer as mães que são vítimas de violência doméstica e que têm de se esconder. bem como. Começa logo na gravidez onde muitas até são despedidas. de uma mãe com um filho apenas. são as mães as mais penalizadas. que durante o dia substituem as mães trabalhadoras. querem falar de família? Muitas empresas porque não são obrigadas a isso. contribuíram para a destruição da harmonia familiar. pagam salários mais baixos às mulheres e uma mãe com três filhos não tem distinção na declaração de IRS. através do Código do Trabalho. que incham de hipocrisia. Esta cultura do negócio. O Infantário de S. é o princípio do descalabro de um estado de direito. pertencente à Segurança Social. os filhos como se 50 . Teimo em afirmar que o estado relega para segundo plano o superior interesse das nossas crianças. Os responsáveis assobiam para o lado e os pais vão encolhendo os ombros. Em Portalegre escasseiam as soluções e as mães vivem sempre na angústia de saber onde colocar as suas crianças e a oferta / qualidade começam a preocupar. já foi uma referência. já tiveram melhores dias.Bagão Félix e Vieira da Silva. Lourenço. agora num processo de transformação que passa pelo interesse económico e não pelo interesse das crianças.

pela mão da minha mãe entrava no antigo parque infantil da Corredoura e de fronte estava uma bela quadra alusiva à mãe numa Pedra de Xisto que infelizmente desapareceu. Vários foram os escritores e músicos que dedicaram as suas obras às mães. é respeitá-las enquanto mulheres. Na falta desta e porque este ano é dedicado a José Régio. as melhores homenagens que podemos fazer às nossas mães. Em criança. pintava e coleccionava arte: A quadra versa assim: P’ra que o dia fosse enorme Bastava Toda a ternura que olhava Nos olhos de minha Mãe… 51 . Mas. termino com uma linda quadra desse ilustre professor que escrevia.fossem criminosas. tudo porque os governos não têm tido coragem de tomar medidas que as protejam verdadeiramente.

semeando o ódio social. É necessário um modelo político que seja entendido como credível e exequível. a exploração e a sua ferocidade para atingir os fins. tira dividendos e consegue crescer neste cenário crítico. Paradoxalmente. questionarmos o modelo político actual. começa a perder o controlo da situação. para sobreviver usa a ganância. Nunca foi tão oportuno. é importante que as populações percebam. com os Partidos (ditos) Socialistas também convertidos. Estão em perigo os valores sociais para poder competir com esses impérios. mas também de valores. fazendo uma análise sobre as políticas europeias e perante os actuais resultados. A Europa Social Democrata. da democracia e da cultura. americano e chinês dominam. dos valores sociais. essas alternativas. que existem outras alternativas. transmitir às populações que o capitalismo gera desigualdades e injustiças. só financeira. está encaixada no mundo globalizado em que os grandes impérios. importa. é talvez o maior exercício que se impõe e isso implica um discurso distinto e uma postura pragmática. Também. onde o tratado de Lisboa não passa de um inútil exercício de ambiguidades. cujos mercados agressivos assentam no capitalismo puro e duro como modelo e desta forma a Europa é arrastada por uma crise que não é. dada a conjectura em que nos 52 . por razões óbvias são combatidas com todos os meios de que as elites dispõem. Chamar a atenção para as realidades políticas. a extrema-direita. Os modelos não capitalistas não são tidos em conta como governativos. e que. A Europa. Que.16 – Crónica / Modelo Político (13-05-2010) Caros ouvintes. nem tão necessário. mas pela via do populismo.

apoio social. E o pior. Desta forma. Agora. subjugados à Banca Internacional cuidaram dos banqueiros sacrificando o dinheiro dos contribuintes. uma parte. em 2009. qual foi o resultado das medidas contra a crise? Tratou-se de mais uma mentira de Obama. Sócrates e companhia quando garantiam o fim dos paraísos fiscais. Não foi surpresa nenhuma. Angela Merkel. lucraram no ano da crise. disfarçado de crise onde a Grécia com os empréstimos que vai obter. Então. considerando as dez mais importantes. é que a falta de preparação das populações para estas realidades. Estamos perante uma ofensiva de terrorismo social. Ninguém sobrevive sem uma fonte de rendimento ou no mínimo. o Governo 53 . Aqueles que a provocaram estão agora a preparar a segunda ofensiva. Os governos e a União Europeia. Barroso. tem crescido o sucesso das empresas de trabalho temporário. permitindo aos patrões “escravizar” os trabalhadores e inibir muitos dos que querem simplesmente lutar pelos seus direitos. Neste “assalto”. Em ambos os casos os governos neoliberais atacam sem piedade semeando o terror social. leva a que tudo isto pareça um novelo entrelaçado. e agora é o segundo assalto comandado pelas agências de rating. Estas. 17 mil milhões de euros vão direitinhos para a Banca.situamos. O momento actual é decisivo e temos de confrontar os defensores do capitalismo e responsabilizá-los pelos falhanços económicos e sociais. 18 mil milhões de euros. sabe da importância e o papel que o trabalho representa na sociedade. Este terrorismo atinge cirurgicamente o emprego e quem detém o poder. assistir ao fracasso das medidas de combate à crise.

A. não se esqueçam. Durão Barroso e a sua equipa continuam a revelar falta de capacidade e o tratado de Lisboa é um rotundo falhanço. No entanto o governo deixa fugir 18 mil milhões de euros para offshore e perdoa os fabulosos bónus dos gestores. são os europeus e os portugueses que devem questionar e decidir que modelo político querem afinal. Por tabela. se. Enquanto isso a América. desorientada. Entretanto. Teixeira dos Santos confirmou isso mesmo com o I.pt E agora. desabafem. Ou continuamos a ser enganados… Para terminar. Agora. tenta segurar o jogo económico numa altura em que a China se torna a segunda potência mundial e a Índia começa a incomodar. esta crise serve para alguns que se aproveitam e a outros que já esconderam as suas fortunas colossais. a seguir.V. e não se admirem. Resultado. o Euro e a própria Europa estão sob ameaça. recordo o meu endereço de e-mail: desabafosrui@sapo. que faz bem… E até à próxima crónica! 54 . refém do seu próprio modelo neoliberal. são os europeus que estão a pagar e muito por culpa de não termos uma Comissão Europeia competente. o governo queira cortar no subsídio de natal. também.Sócrates prepara-se para provocar um novo assalto ao contribuinte.

Sem esquecer os erros que levaram a este descalabro financeiro.45-46. relatou em carta a Branquinho da Fonseca a 25-4-1942. Com as recentes medidas de agravamento fiscal. o comércio e as empresas vão sofrer o maior golpe desde o 25 de Abril. muito pelo contrário. escrever e lutar contra o que o próprio considerava não estar certo. é preciso não esquecer que uma Câmara não sobrevive sem receitas. ainda mais. ventos. e que nesta matéria a cidade pouco vai 55 . Resta-nos o ensino superior. as pessoas. também. começo esta crónica ao jeito de José Régio.17 – Crónica / Portalegre (20-05-2010) Caros ouvintes. a nossa região não tem qualquer tipo de apoio especial. também eles. ameaçados. e. vive muito boa gente convencida de que tudo corre bem e de que não vale a pena lutar e exigir atenção para esta região. igualmente. Ao contrário do que acontece com as ilhas. cercada de barreiras ao progresso. aqui. Sinto alguma revolta e tristeza. ainda. Estas medidas do Bloco Central PS/PSD vão afectar. Régio. a escola da GNR e os serviços públicos. E. no interior do país. pg. a nossa Câmara que tem um problema financeiro grave. por resolver e será. oliveiras e sobreiros». como é que ficamos? É evidente que vamos ter o golpe de misericórdia. professor irreverente. «Em Portalegre. mais difíceis. todo o país sabe que vamos ter tempos. cidade do Alto Alentejo cercada de serras.º 79. Maio 1984. por verificar que estamos abandonados e sem recursos. penhascos. como o mesmo. sofria de uma sedução inquietante por Portalegre. in Colóquio / Letras. n. que não tinha receio de falar. asfixiada com estas medidas.

o grupo Pró-Portalegre que anunciou a intenção de recuperar as festas dos aventais. sem maioria tem agora um grande aliado e Passos Coelho “reclama” para si as medidas de direita. nesta cidade e neste país desgovernado. sejam audazes e promovam esta festa a nível nacional.tendo. os liquidatários deste distrito. 56 . Estamos mergulhados numa crise com mais despedimentos e fome à vista. Sócrates. É inegável que somos as grandes vítimas da crise com os cortes no investimento que nos separam do resto do país. «Quando não os consegues vencer junta-te a eles». Este provérbio aplica-se bem à dupla Sócrates e Passos Coelho por motivos diferentes. pelo Alto Alentejo. este ano. Permanecem alguns resistentes que não se conformam e vão remando contra a maré. com a batuta de Cavaco Silva. foram eleitos dois deputados. Se aceitarem a sugestão que dei numa das minhas crónicas anteriores. Para umas dezenas de trabalhadores da Selenis. Seria interessante ouvir o deputado do PS que nada diz e aceitar as desculpas do deputado do PSD que é conivente. que o IC13 fica parado vamos assistir à construção da terceira travessia do Tejo. São esses dois partidos. Louvo. antiga Finicisa. Na prática aí está o bloco central a funcionar. com uma indústria quase inexistente e a que existe deixa de contribuir como é o caso da Selenis. as festas da cidade vão ter o sabor amargo do despedimento. um do PS. outro do PSD. pelos nossos vizinhos espanhóis para dar alento ao Comércio Tradicional. Ironias do destino. aqui. Enquanto. Vamos esperar pelos habitantes do concelho. Se os motivos são diferentes as políticas na prática são idênticas.

não se esqueçam. Apareçam! Para terminar.pt E agora. também. que faz bem… E até à próxima crónica! 57 .E. recordo o meu endereço de e-mail: desabafosrui@sapo. desabafem. como Tristezas não pagam dívidas. desejo a todos e a todas umas boas festas da cidade.

dos jovens. Resumindo. do tabaco e outras drogas. Porém. Os factos estão à vista. esta é a minha última crónica. da saúde. outros assuntos também com importância. Dei a minha opinião sobre cultura. o tempo das crónicas é limitado e pode parecer que me limitei a criticar. outros não. Miranda Calha só apresentou algum trabalho por Portalegre quando teve como 2º deputado. desabafei o que me ia na alma e estou certo de que alguns concordaram comigo. teci elogios e seria interessante poder dizer-vos ainda que é possível um projecto exequível para esta região que vários governos têm negado. activamente. tais como. na campanha eleitoral das legislativas de 2009 na qual fui mandatário pelo Bloco de Esquerda. Ceia da Silva. desta edição dos “Desabafos”. política. Agora. dos idosos. Nós temos muito para fazer e para oferecer. dos trabalhadores e dos desempregados. da dependência do álcool. debater os assuntos. Participei pela primeira vez. sem o Ceia da Silva a sua participação por este distrito é quase inexistente. o nosso único problema é o abandono e o desprezo a que nos votaram. Falei-vos dos problemas da educação. os problemas da nossa interioridade.18 – Crónica – Balanço (27-05-2010) Caros ouvintes. mas o importante foi. Não posso deixar de fazer um balanço aos momentos que este programa me proporcionou e de vos transmitir o que penso sobre a actualidade. contudo dei algumas sugestões. Muito mais há para dizer e decerto. Conheço o programa e os projectos do Bloco relativos ao 58 . economia. Por isso não posso deixar de voltar a reprovar os eleitos locais pela sua inoperância. comunicação entre outros assuntos.

cujos governantes e gestores. não se percebeu mais nada. necessários para este distrito. ideias credíveis. várias vezes. tirando a Barragem do Pisão e as estradas. agora. Vejam só o que acontece em tempo de crise. O país que tem a 14ª maior reserva de ouro do mundo e a 7ª da Europa. recentemente. mas elegeram deputados. Para quê? Falta-lhes um projecto. Santana Lopes apela a um governo de salvação nacional e eu até concordo. este panorama nos vai perseguir nos próximos anos não quero deixar de mostrar o meu desagrado com a falta de honestidade política do Governador do Banco de Portugal. falar em baixar salários quando são eles os responsáveis por tanta despesa excessiva? Não posso deixar de dizer que se estamos assim é porque tivemos um PS e um PSD que gastaram acima das possibilidades. Passos Coelho. infelizmente. em especial Victor Constâncio são pagos acima da média europeia. Na função pública há congelamento de admissões. Comentei. Mas que belo exemplo! E qualquer dia temos aí a terceira versão do PEC com mais sacrifícios para os mesmos. que se possam concretizar e acima de tudo vontade dos seus partidos em apostar nesta região como reconheceu. 59 . Do PS e do PSD. desde que não contem com os partidos que conduziram o país a este estado. mas o mesmo não se passa nos gabinetes dos Ministros. vem. o problema da crise financeira dando o meu parecer e como.desenvolvimento económico. o parlamento vai poder gastar mais 7 milhões de euros em despesas. enquanto Sócrates e Passos Coelho dançam o tango da tanga.

que tem uma opinião vincada e que. A informação. Não posso deixar de agradecer à Rádio Portalegre pela oportunidade que me deu e a todas e todos quantos contribuíram de várias formas. quer. Quer se goste ou não. um cumprimento. Eu respeito quem não concorda comigo. Entre várias causas relembro a sua participação na luta pela manutenção da Extensão do Centro de Saúde do Atalaião. que tem opiniões diferentes e vice-versa. Fica aqui. odiado por outros. quer na imprensa escrita. quer para o meu e-mail. Falo como muitos. os meus mais sinceros parabéns parafraseando Charles Evans Hughes (político americano). este profissional tem ao longo dos anos. Vem a propósito. aos funcionários da Rádio Portalegre pela sua simpatia e 60 . João Trindade. Envio-lhe. já. daqui. tal como a cultura são essenciais para o desenvolvimento da sociedade e nunca podem ser manipuladas ou instrumentalizadas. Este é o verdadeiro espírito da democracia e o espírito da liberdade. é uma voz que diz o que pensa. sabem do Sr.São estes programas da Rádio que permitem a pluralidade na comunicação e acima de tudo a possibilidade de transmitir várias opiniões e sensibilidades. como tal deve ser respeitada. muito especial. defendido os seus pontos de vista sempre chamando a atenção para os problemas de Portalegre. quer através da rádio. também. falar-vos de um profissional da comunicação que recentemente foi homenageado pelos seus colegas. O meu muito obrigado pelas sugestões. Amado por uns. “quando perdemos o direito de ser diferentes. perdemos o privilégio de ser livres”. inclusivamente. com contributos pessoais. críticas e apoio.

A todos. Finalmente.profissionalismo. 61 . quero saudar todos os ouvintes para os quais foi um prazer contribuir com as minhas opiniões. um até sempre.

mais rápido. quero manifestar a minha tristeza por continuar a constatar o desprezo que os governantes têm por Portalegre.19 – Crónica – Acessibilidades (05-10-2010) Caros ouvintes. vou estar sujeito às portagens na A23. sou o que tenho mais dificuldades em chegar a Castelo Branco. Enquanto potencial utilizador. vindos de outras terras. Segundo o Presidente da Câmara. também. mais barato e mais seguro. já a partir de Abril do próximo ano e o combustível mais caro com a subida do IVA. são prioridades para o desenvolvimento. assisto estupefacto à nova central de camionagem que não passa de uma paragem de autocarro avantajada com acessos complicados. Eu estou limitado a duas carreiras de expresso durante a semana e ao fim de semana só tenho uma. um enorme privilégio voltar a poder desabafar convosco. A nossa ligação à A23 está longe de ser a que outras cidades têm às vias rápidas. Agora. "a atracção de mais fábricas" e o aumento da zona industrial que mais parece comercial. mas mais uma vez complica-se o que era fácil e hipoteca-se a possibilidade de termos uma central de transportes a sério. constato que mesmo sendo de mais perto. a grande prioridade para a zona industrial seriam as 62 . não fosse a existência da Hutchinson. É desolador. encontro-me a estudar em Castelo Branco e ao falar com outros colegas. estudam em Castelo Branco. Pior é saber que se for de carro com outros portalegrenses que. "A promoção da indústria local". Desta vez. é para mim. A nossa ferrovia foi abandonada e querem que paguemos portagens na A23. Muitos deles usam o comboio.

º 311/XI Assembleia da República. O contraste entre Portalegre e Castelo Branco é enorme. foi recentemente apresentado pelo BE e chumbado pelo governo. o medo de investir e o medo de perder o emprego. que os façam para todos. que se prevê anoréctico e suicida. pois sabemos que não passa de mais propaganda. A beleza de Portalegre não chega para colmatar a falta que nos faz uma A23 e um comboio à porta. que consiste na criação do banco público de terras agrícolas para arrendamento rural. quanto mais a auto-estrada. Estamos a pagar a economia da ganância que se torna na economia do medo. feito pelo Secretário de Estado em Castelo de Vide. 63 . daria decerto a hipótese de ressuscitar a área da produção agrícola e as unidades agro-alimentares destruídas por sucessivos governos incompetentes. É importante. não seja mais uma vez tão penalizador para este distrito. O anúncio recente de uma auto-estrada para Portalegre. a via-férrea tem de chegar a Portalegre. O Projecto Lei do Bloco de Esquerda (N. O que a cidade e a zona industrial precisam é de melhores acessos e. e isto faz toda a diferença. são os mais desprotegidos que pagam mais com a factura da crise. Nem a conclusão do IC13 o governo é capaz de garantir. que o próximo orçamento de estado. este foi o investimento que sempre faltou e atirou a cidade para o buraco em que está. que este designou por "investimentos estratégicos". 11 de Junho de 2010). Se tem que haver cortes. entre as quais destacou as "agro-indústrias". pois também aqui.empresas tradicionais. não nos deixa descansados. Este projecto. desculpem a minha insistência.

os seus erros e Cavaco Silva insiste em apoiar políticas gémeas às suas que conduzem esta república para uma crise sem precedentes. que lhe valeu o apelido de o pai do “monstro” da despesa pública. viabilizar o Orçamento de Estado. Existem outras soluções como taxar as transferências para offshore. as grandes fortunas. Hoje pagamos caro. e que brevemente irá a votos. O ex-ministro de Cavaco Silva. as mais-valias. desde há um século. um representante democraticamente eleito pelo povo. vai. Espero que o próximo presidente faça algo em defesa dos mais desfavorecidos e condene estas políticas injustas e incompetentes. quero deixar aqui uma palavra sobre a República que hoje comemora cem anos. esqueceu-se da nossa 64 . Para terminar. recebemos verbas para melhorar as acessibilidades. tal como se faz em países desenvolvidos. Este mandato de Cavaco Silva. justas e corajosas como defende o Nobel da economia Paul Krugman. sem ser às escondidas. Mira Amaral que até dá o nome a uma avenida em Portalegre. não representa bem a república e não apaga a má imagem que este deixou como primeiro-ministro. No lugar de um representante por descendência monárquica temos. Temos a certeza de que vem aí mais crise e mais recessão porque os governantes não tomam medidas sérias. às instituições e à economia. Enquanto Primeiro-Ministro. Este orçamento é o mais violento ataque de que há memória às pessoas.Não posso deixar de comentar a recente novela do orçamento de estado onde se percebeu que Passos Coelho fez o papel de moço de recados e agora depois de se entender com Sócrates.

Estou certo de que os meus amigos vão provavelmente imigrar para outra terra.cidade. ou sugestões às minhas crónicas. Recordo o meu endereço de e-mail para quem queira colocar questões. e os filhos da terra têm que partir. DESABAFEM. teriam de construir uma nova escola ou ampliar a que existe. TAMBÉM. O meu endereço é: desabafosrui@sapo. por exemplo. Esta escola não pode ter mais cursos a funcionar porque é muito pequena. mais estudantes para o nosso Politécnico. fica o meu desabafo: tive de ir estudar para Castelo Branco porque a Escola Superior de Saúde continua apenas a ter Enfermagem e o novo curso de Higiene Oral. e AGORA. NÃO SE ESQUEÇAM.pt . não se investe. Precisamos de acessos que nos tirem do interior esquecido atraindo mais gente a esta terra. mas gostaria de vir a sonhar um dia. E já agora. que iriam apostar e ajudar a desenvolver a terra que os viu nascer. QUE FAZ BEM… 65 .

Infelizmente. E até pode ser. mais desemprego e crianças a estudar longe de casa. Este anúncio foi feito como se de algo grandioso se tratasse. as novas oportunidades.20 – Crónica – Projectos Vida (12-10-2010) Caros ouvintes. a começar pelo fracasso dos cursos de Formação financiados pela União Europeia. Acresce também a falta de pessoal auxiliar. pois aqui. o desenvolvimento. Contudo. estas inaugurações contrastam com o fecho de 700 escolas. as apostas neste sector têm sido desastrosas. o sucesso e o futuro de um país assentam na Educação. Actualmente. faltando depois tempo para outras actividades académicas. são mais oportunidades perdidas. Isto representou acima de tudo. tirar um curso à pressão. no entanto com notas de acesso baixas. mais grave é o que se passa no ensino superior com cursos muitos deles sem interesse e fraca procura no mundo laboral. uma “receita bolonhesa”. a vergonhosa contratação barata e a mobilidade de pessoal nos 66 . que na maior parte dos casos funcionaram para alguns senhores poderosos e ou oportunistas ganharem muito dinheiro em proveito próprio e não para o desenvolvimento profissional dos jovens deste país. Hoje ser estudante no ensino dito superior significa ter de contar com cerca de 1000€ para propinas. No âmbito das comemorações do centenário da República foram Inauguradas 100 escolas. foram aproveitados os fundos da União Europeia e as escolas com condições são essenciais para o desenvolvimento do país. mas. Os apoios sociais para os estudantes diminuem e aceder a eles é uma corrida contra o tempo.

mas recordista em desigualdades. sacrificando-o e pondo em risco o bom desempenho do ensino. Isto associado ao número de alunos por turma. quem não é. A figura do Director.agrupamentos. A desorientação é evidente e para trás ficam as Associações de Estudantes e a possibilidade dos pais participarem na vida da escola com os seus horários agora flexibilizados pelo código do trabalho. muitos jovens vêem-se logo impedidos de sonhar mais alto pois somos aqueles que na zona euro mais pagam pela educação. Assim. Agora. sendo assim só pode ser mau. Resumindo. não come. quem é da cor come. contra as novas medidas de austeridade anunciadas pelo Governo. E pergunto: . associemos isto tudo ao desemprego e a uma economia estagnada. Trabalha-se para as estatísticas e entretanto. E dado que o estatuto da carreira docente retirou limites e direitos. as Escolas foram despojadas do espírito democrático. e o Estatuto da Carreira Docente deixa as decisões para o órgão directivo.O que podem esperar os jovens deste país? Quais são as saídas que temos? O que quer dizer Cavaco Silva com jovens empreendedores se tudo isto é uma falácia? Num país com tantas dificuldades e pobreza. não posso deixar de aplaudir o facto da UGT se juntar à CGTP na greve geral do dia 24 de Novembro. 67 . que todos começamos a perceber agora a verdadeira intenção. é difícil pensar num projecto de vida! Para terminar. à semelhança do Código do Trabalho. hoje é possível atribuir mais que quatro níveis a um professor. predomina em todos os órgãos de gestão. o resultado.

QUE FAZ BEM… 68 . TAMBÉM. NÃO SE ESQUEÇAM. DESABAFEM.Recordo o meu endereço de e-mail para quem queira colocar questões. O meu endereço é: desabafosrui@sapo. ou sugestões às minhas crónicas.pt E AGORA.

editou mais uma obra com o título. pessoalmente. pela história da Maçonaria no distrito de Portalegre. das Galveias. José Luís Peixoto. prefere 69 . Recentemente. Igualmente.21 – Crónica – Literatura (19-10-2010) Caros ouvintes. odiado por outros. deixou assinalada a nossa literatura ao ter sido nomeado com o Nobel. neste distrito. onde Régio viveu e escreveu grande parte da sua obra. no funeral de Saramago. “Deixem passar o homem invisível”. As obras destes filhos da terra estão editadas em várias línguas. o Prémio Saramago em 2001. Por sinal. O Professor Catedrático. “Livro”. os dois escritores privaram bastante e tinham um relacionamento de amizade bastante salutar. da Associação Portuguesa de Escritores” a Rui Cardoso Martins com o seu segundo romance. Também não se consegue falar de Saramago sem evitar a má memória das atitudes do Ministro da Cultura do governo de Cavaco Silva e até a sua falta de sentido de estado. Cavaco Silva. Este homem é uma referência a nível nacional e foi eleito como Académico de Número da Academia Portuguesa de História. o José Luís Peixoto. Tanto um quanto outro já ganharam vários prémios e galardões e no caso do José Luís Peixoto recebeu. nasceram pessoas com uma forte ligação à literatura. Saramago foi sem dúvida a maior referência dos últimos tempos. assistimos à atribuição do “Grande prémio do romance e novela. Devo dizer-vos que tive o prazer de conhecer. amado por uns. passando. António Ventura é o responsável por várias obras que vão desde a monarquia à implantação da República. entre outros.

em Portalegre. os “seis metros de horrores” como lhe chamou Rui Martins no seu primeiro romance. lamentavelmente. iniciativa. Da mesma forma.nunca comentar. sob o lema: “À conversa com os meus botões”. crítica não significa que não se gosta de Portalegre nem dos portalegrenses. ao fazer aqui os meus comentários. acaba por ser um retrato crítico do Rui em relação a Portalegre. que veio novamente à tona no funeral de Saramago. antes pelo contrário. A leitura é fundamental. Recentemente. Também eu. numa imitação barata. mas quanto à sua presença física não é possível disfarçar e vem ao de cima toda a verdade que se branqueou para o eleger como Presidente. lá foi reposto o tributo. Portalegre teve a oportunidade de contar com a presença de Rui Martins e Alexandre Afonso. Refiro-me. e do que gostaria de ver mudado. que depois do fracasso de Cavaco enquanto Primeiro-Ministro trabalharam. não correndo riscos de ter um curso superior e ser um mero tecnocrata como Cavaco Silva. na minha opinião está errado. Agora. entre outros. para limpar a sua imagem e conduzi-lo a Presidente. no CAEP. pois é através dela que nos vamos instruído e fruindo o saber. Foi por isso. Esta obra. muito frontal. Ora. a comentadores como Marcelo Rebelo de Sousa. ter destruído o banco de homenagem a José Duro. que ele e o seu ex-ministro Sousa Lara revelaram toda a sua mediocridade. João III. Ao invés deuse um grande destaque à estátua de D. os faço para chamar a atenção do que. por exemplo. o executivo Camarário de Mata Cáceres não percebeu que foi uma afronta para quem defende os nossos valores. “E se eu gostasse muito de morrer”. 70 .

ou sugestões às minhas crónicas. É importante unir as pessoas e provar que apesar da crise esta equipa mantém um grande espírito de fraternidade! Para quem queira colocar questões. como as pessoas que mencionei nesta crónica. o próximo Orçamento de Estado vai ser mais uma machadada no nosso distrito. sobressaindo a ausência dos estudantes de Jornalismo desta cidade. LER TAMBÉM FAZ BEM… 71 . quero dar os parabéns pelo convívio da Rádio Portalegre em Nisa. É importante que os jovens percebam que se apostarem com força no que fazem. Alexandre Afonso. NÃO SE ESQUEÇAM. que trabalhou na Rádio Portalegre e que agora evidencia o seu profissionalismo na Antena 1.pt E AGORA. podem enviar para: desabafosrui@sapo. a avaliar pelo assalto que vão fazer aos portugueses e à miséria em que estão a deixar o país. Para terminar. É fundamental que não se deixe de investir em Portalegre e nas suas gentes. é outro jornalista de sucesso da nossa cidade.pouco divulgada. E a propósito de investimento. podem chegar longe.

assim como de pessoal auxiliar e docente. e em 72 . A escolaridade obrigatória não é gratuita como José Sócrates quis fazer crer. as recentes notícias da situação do distrito no Ranking Nacional das Escolas. que dá a curto e médio prazo. e a resolução dos problemas não se tratam com comunicações ao país como fez a Ministra da Educação. os professores são pressionados para dar boas notas. redução na despesa. Tanta hipocrisia faz com se esqueçam que o PS foi o único partido que não aprovou a aquisição faseada de manuais escolares. O Ranking de uma Escola não passa de uma média aritmética obtida pelos alunos de uma dada escola na execução de um exame. Na minha primeira crónica eu acusei as escolas de funcionarem por “capelinhas”. e que o resultado obtido é o reflexo do trabalho dos professores. O problema repetiu-se e só me resta dizer que estes Rankings afinal não servem para nada. Querse fazer crer.22 – Crónica – Ranking das escolas (26-10-2010) Caros ouvintes. Mas esta é a imagem de um país que insiste em fazer reformas contra as pessoas. Apenas colocam uns contra os outros no lugar de promover a cooperação. Vale tudo. Não me enganei e continuamos a ter um sistema de ensino caduco e injusto. não se livrando de cair no ridículo. Enquanto os exames vão perdendo níveis de exigência. colocou-nos outra vez no fundo da tabela. que esta ou aquela escola funciona melhor ou pior. Os alunos estão em auto-gestão e os professores à beira de um ataque de nervos lutando contra a falta de democracia nas escolas.

os docentes são sobrecarregados com tarefas burocráticas e no lugar de trabalharem em equipa. Tenho a dizer que nos países nórdicos tão falados pelo seu modelo de educação. Dadas as desigualdades de circunstâncias em que se encontram as escolas. percebe que se devia promover o contrário. não é mais do que uma ofensiva brutal à escola pública. professores e alunos. Estas comparações não têm em linha de conta as características do meio e dos actores sociais. e o sistema educativo nada tem a ver com o primitivo e irracional sistema português. os ricos cada vez mais ricos. Muitas famílias vão sentir mais dificuldades já em Novembro com os cortes dos abonos. enquanto. esta competição.vez de tempo para o bom desempenho das funções. é um tema com “pano para mangas”. Mas não me vou alongar quanto ao sistema de educação. Vamos pagar estas irresponsabilidades mais tarde. mas sim no propósito que está por detrás do Ranking. Não é por acaso que o recente relatório do Conselho Nacional de Educação. são pressionados a competirem uns com os outros num ambiente repleto de condicionalismos. fazem subir a venda de carros de luxo. Quem perceber o que é o programa Nord Plus dos países Nórdicos. Destrói a sua credibilidade e vai abrindo caminho ao privado. elas já funcionam como capelinhas isoladas. Quanto às escolas. Agora com os cortes sociais. as desigualdades vão ser abismais e os problemas vão agravar-se. investe-se a sério. Na Finlândia não 73 . transmite o insucesso de tirarmos o país do atraso em que o antigo regime nos deixou ao nível da Educação. competindo entre si.

embalam nesta manobra de hipnotismo. esquecendo-se da sua responsabilidade de educadores e do sistema de educação.pt sugestões às minhas crónicas é: E AGORA. investe-se em bancos falidos e nós vamos pagar essa factura… Os pais. nesta espécie de julgamento público às escolas. NÃO SE ESQUEÇAM. Não podemos permitir que estes Rankings provoquem uma estigmatização generalizada. atirando com as culpas para as escolas e professores. O meu endereço para desabafosrui@sapo. deviam ser bem aplicados numa área tão importante para o desenvolvimento de um país. DESABAFEM. TAMBÉM. QUE FAZ BEM… 74 . nem avaliações formais aos professores… Existe sim. os impostos dos portugueses. Exige-se outro modelo de ensino. um forte investimento na escola pública. Por cá. a Educação.existem Rankings das escolas.

23 – Crónica – Orçamento de Estado (02-11-2010) Caros ouvintes. Por isso. ainda são privados de uma correcta oferta de ambulâncias e de estabelecimentos de saúde. vai ser pior que 2010 e sem melhoras à vista. O OE não vai ser chumbado. Com este orçamento vamos ter recessão económica e mais crise. Este distrito além de estar abandonado. Portalegre. vão ter de pagar mais pelo acesso aos medicamentos e como prémio. estimados em mais ou menos 250 milhões de euros em medicamentos. com consequências trágicas a curto prazo. Os cortes nos apoios sociais. pois já se percebeu que Passos Coelho aceita o aumento de impostos. E mais uma vez. A aprovação acaba por ser o verdadeiro problema para o país. é a capital de distrito que recebe menos verbas. vamos sentir da pior forma os cortes na saúde. deste Orçamento de Estado dos banqueiros. Os funcionários públicos vão perder um mês de salário. os representantes locais estão paralisados por falta de capacidade e os representantes nacionais só nos conhecem nas eleições. porque se continua a apostar em políticas erradas. para todos perceberem que além 75 . tenho duas certezas: Vamos ter mais crise. O que se passa nesta área é só por si um escândalo nacional. uma vergonha. Todos reconhecemos a natureza deste distrito onde o envelhecimento da população é acentuado e a tendência depressiva é uma realidade. como no abono de família e desempregados vão aumentar a pobreza. Não vai ser preciso muito tempo. IRS e IVA. Os cidadãos necessitados. O ano de 2011. versão PS/PSD.

como os submarinos que não servem para nada. ou os mesmos agravados. E podem perguntar. Veio dizer-nos que a oposição ainda está no Jurássico dos anos 70. A falta de dinheiro. É o descontrolo total e um dia vamos pagar bem caro estas irresponsabilidades. defendendo esta cimeira e os seus gastos escandalosos. 76 . no sistema informático. Esquece muito a quem nunca soube… Por exemplo em Portugal o montante que o estado enterrou no BPP e BPN diminuía o défice em 2. se o estado não tem dinheiro. O escândalo é tão grande que as caixas dos medicamentos vão deixar de ter o preço indicado. Talvez fosse bom que os dinossauros dos anos 70 recordassem ao Sr. ainda assim. gastar 50 milhões na cimeira da Nato. Muitos medicamentos passaram para o dobro do preço. só se dá. esta. como fazer? Investir na prevenção da saúde e em tratamentos adequados. Assim como. A propósito da Cimeira. porque se esbanja onde não é preciso. Pior. há casos em que uma caixa por exemplo de 50 unidades fica mais cara que duas de 30. A dívida pública é. incluindo 5 milhões em 6 veículos anti-motim e 134 mil euros num Mercedes de alta cilindrada. Como um ser que aparece do além.da incompetência. vão ter outros problemas. Também os médicos.7%. mas que destroem a saúde a outros níveis. Resultado. porque muitos. Miranda Calha em S. Deputado os valores de Abril que ele já considera primitivos. tem o mérito de ter redescoberto o deputado distrital. não têm os preços actualizados. Bento. ou não se tratam ou recorrem a tratamentos mais baratos. estamos perante uma enorme responsabilidade. o país mais tarde vai ganhar com isso.

NÃO SE ESQUEÇAM. Basta as agências de notação mostrarem desconfiança e os juros sobem. Esta especulação não é séria e a Comissão Europeia cala-se perante este atentado. QUE FAZ BEM… 77 . Este orçamento podia ser outro. protegendo as empresas e promovendo a economia. enquanto o défice é de 7% nos EUA é de 11%. ou sugestões às minhas crónicas: desabafosrui@sapo. O Bloco de Esquerda apresentou 15 medidas que dão mais receita e menos despesa sem afectar a vida das pessoas. TAMBÉM. DESABAFEM. Para quem queira colocar questões.pt E AGORA.inferior á dívida da banca ou dos privados. Mesmo a nível europeu.

As bebidas alcoólicas. e o brandy para dar gosto. colocou o álcool. que se utiliza o vinho para temperar. ao nível de outras drogas pesadas e mais prejudicial que as chamadas drogas leves. assistimos à publicidade falaciosa e 78 tendenciosa nas televisões com efeitos contrários. Além do . Conhecidas as opções anti-sociais do Orçamento de Estado. mas é importante perceber que o seu consumo descuidado pode levar a sérios problemas ao nível da toxicodependência. Isto significa o abandono de muitos toxicodependentes do tratamento necessário. Não podemos ter uma atitude fundamentalista contra o álcool. que o álcool e o tabaco são ambos drogas legais que pagam impostos. a diferença está. investigador do Imperial College London. com todas as implicações negativas no futuro. até sabe. fazem parte da vida social da maior parte das pessoas e a medicina até reconhece as excelentes propriedades do vinho. desemprego e aumento de pobreza aumenta a probabilidade de as pessoas caírem na rede do álcool. O Instituto da Droga e Toxicodependência anunciou o despedimento de 200 funcionários. vamos ter mais um resultado desastroso dos cortes orçamentais irresponsáveis. a começar pelas escolas.24 – Crónica – Dependências (09-11-2010) Caros ouvintes. Estamos a andar para trás e vamos bem pagar caro estes erros no futuro. Fazem muita falta campanhas de informação sérias e apelativas. Ao contrário. Claro. Menos apoios sociais. Quem está familiarizado com a culinária. segundo um estudo recente de David Nutt.

Sei que em tempos de crise os fumadores são uma boa fonte de receitas para o ministério de Teixeira dos Santos. para quem queira colocar questões. Sei que já foram realizadas algumas acções mas considero que é necessária uma campanha continuada e bem estruturada. É por isso. também o álcool contribui para problemas sociais. Ministro que recolha impostos a quem tem muito e não paga e deixem lá o “tabaquinho”. como já deviam ter sido tomadas com a despenalização das drogas leves e o respectivo apoio. ou sugestões às minhas crónicas. até ao nível escolar. E já agora uma palavrinha em relação ao tabaco.pt 79 .problema que já temos das drogas. contribuindo para o mau aproveitamento e violência nas escolas. E já sabem. O meu endereço é: desabafosrui@sapo. Conheço de perto o sofrimento que o tabaco pode provocar e não o desejo a ninguém. Por cá. Governador Civil. nós vamos continuar a ter problemas de desenvolvimento. que reúna condições e pessoas para uma campanha de sensibilização para os problemas do álcool. que considero o estudo deste investigador muito importante. e já é altura de se perceber que enquanto não se tomarem medidas sérias. podemos dar o exemplo e o pontapé de partida. Somos uma região com problemas reconhecidos a este nível e eu faço aqui um apelo ao Sr. Assim como iniciou a campanha de segurança rodoviária de forma empenhada. como se faz nos países desenvolvidos. mas o Sr. Considero também importante a criação de uma Associação de Alcoólicos Anónimos.

NÃO SE ESQUEÇAM. E AGORA. BEBAM MODERADAMENTE. 80 .Além das críticas e desabafos podem contar com a minha resposta e a respectiva opinião sincera.

Rui Cardoso Martins. muito se tem falado nos últimos tempos sobre a crise. e nos casos de sucesso na escrita. vem o saque ao comprarem dívida pública nacional com juros de mais de 7%. os bancos emprestam 350 milhões e vão cobrar 700 milhões de euros. Confesso. a Rádio Portalegre vai resistindo. Parabéns a todos vós. Os bancos portugueses. levam a casa dos ouvintes uma série de serviços bastante úteis para todos. em especial de quem lá trabalha. nomeadamente. Felizmente. Depois. ache que crise é falar sobre a crise. demonstrando como o ministério da educação tem trabalhado mal. percebese toda a falácia. Há até quem. pois. nas acessibilidades. E agora. tendo completado no passado dia nove. já referi a falta de investimento em Portalegre. Desejamos a continuação deste trabalho útil. Fiz questão de abordar o Rankings nas escolas e o estado do ensino. como António Ventura. Alexandre Afonso. pois são eles a força desta rádio. O 81 . Nas minhas crónicas. que também falei muito sobre a novela do irresponsável orçamento de estado.25 – Crónica – Balanço (16-11-2010) Caros ouvintes. exigiram cortes de salários. José Luís Peixoto e na Rádio. declarei que o PSD ia viabilizar o orçamento. já. de abonos de família e aplaudiram o acordo entre o PS e PSD para o orçamento. mesmo com aumento de impostos. A «Rádio» e todos os seus profissionais cujo trabalho é inestimável. Nas dificuldades dos jovens de hoje. dia a dia. quando os mercados financeiros não acalmaram e subiram os juros. Bastante cedo. vinte e um anos de emissões regulares. Ou seja.

82 . quer dizer. que este assunto seja. a pedir para ser substituído nas crónicas por alguém da minha confiança. regressarei a este espaço com muito prazer e sempre que esta Rádio o entender. corre o risco de um dia já não ter nada para discutir e a provar temos as notícias recentes do fecho da INVICAR. a crise compensa e a imoralidade não tem limites. compreendam que assinar a petição pela construção da nova escola da GNR. E já agora. Também na crónica anterior. falei sobre os cuidados a ter com o álcool e outras dependências e a irresponsabilidade do governo sobre estas matérias. em especial. Depois de tanto apelar ao melhoramento e desenvolvimento da ferrovia. ou sugestões às crónicas. o escasso tempo e a falta de garantias de poder vir regularmente a Portalegre. leva-me. as Insolvências da Selenis e as dificuldades da CERCI. o meu contacto para quem queira colocar questões. Este. já se ouvem rumores de que vamos perder o ramal de Cáceres. Quando tiver condições para tal. Espero. O facto de estar a estudar fora. que creio. criado para discutir a situação económica e social da região. Mantenho à mesma. com muita pena minha. Não podemos continuar eternamente de braços cruzados. as alemãs. objecto de interesse para o observatório. Estamos tão no fundo. Sócrates e Passos Coelho ficam para a história como os intérpretes do tango da desgraça cuja autoria é da união europeia ao serviço das instituições financeiras.crime. é o mínimo que podemos fazer para mostrar interesse pela nossa cidade. também. passo a redundância. já nem o observatório vai conseguir observar. recentemente.

QUE FAZ BEM… 83 . Estou convicto de que vão ficar bem acompanhados pela Maria da Luz Louro. apesar da lei da paridade assim o exigir. em tanto lugar.pt. a minha profunda admiração e um obrigado pela atenção dos ouvintes. Sempre é mais uma voz feminina que tanta falta faz.desabafosrui@sapo. Aos profissionais desta Rádio. e VAMOS DESABAFANDO.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful