You are on page 1of 48

HIDRÁULICA

1

Hidráulica
Introdução

Propriedades da água Noção de pressão Pressão - princípios Noção de caudal Caudal - regras

2

Hidráulica
Água – Estados físicos

A água existe, na natureza, em três estados físicos:

Sólido

Líquido

Gasoso
3

Hidráulica
Água no estado líquido

Adapta-se à forma do recipiente que a contém. Mesma quantidade de água Duas formas Copo 4

Proveta

Pressão 10 g/cm2 5 g/cm2 100 g Área = 10 cm2 100 g Área = 20 cm2 5 .Hidráulica Pressão É o quociente entre uma força e a secção (superfície) sobre a qual está aplicada.

Hidráulica Princípios de pressão A pressão de um líquido exerce-se sempre perpendicularmente á superfície do recipiente que o contém. 6 .

Hidráulica Princípios de pressão A pressão num ponto no seio de um líquido exerce-se igualmente em todas as direcções. 7 .

Água Densidade = 1 Mercúrio Densidade = 13.Hidráulica Princípios de pressão A pressão de um líquido.6 8 . é proporcional à altura de líquido e à sua densidade. num recipiente aberto.

Hidráulica Princípios de pressão A pressão que um líquido exerce sobre o fundo do recipiente que o contém é independente da forma desse recipiente 9 .

10 .Hidráulica Pressão atmosférica É a força por unidade de área devida à coluna de ar que se estende desde a superfície terrestre até ao limite exterior da atmosfera.

Hidráulica Unidades de pressão Unidades de pressão: Atm (atmosfera) Bar Kg/cm2 Metros de coluna de água Mm de hg (mercúrio) Pressão atmosf.33 mca 76 mm de hg 11 .033 kg/cm2 10. normal: 1 atm 1.013 bar 1.

m3/h 12 .Hidráulica Caudal Caudal (ou débito) é o volume de líquido que se escoa num tubo ou numa conduta em cada unidade de tempo. • O caudal mede-se em: Litros por minuto .l/m (utilizado nos bombeiros) Litro por segundo .l/s Metro cúbico por hora .

Hidráulica Caudal Q=SxV Caudal V V .

5 Km/h S = 16 cm2 S = 8 cm2 Q= 200 l/m V =15 Km/h Se a secção diminuir a velocidade da água aumenta 14 . independentemente da sua secção nesse ponto.Regras O caudal de água numa conduta (ou numa mangueira) sem derivações é sempre o mesmo em qualquer ponto.Hidráulica Caudal . Q= 200 l/m V = 7.

o caudal de água na conduta original é igual à soma dos caudais nas derivações Q0 = Q1 + Q2 Q0 Q1 Q2 15 .Regras Quando há derivações.Hidráulica Caudal .

Sistemas de bombagem Estações de tratamento .Hidráulica Abastecimento de água Sistema público de abastecimento de água: Captações de água .Meios de armazenamento Rede de distribuição .Consumidores 16 .

17 . Torneiras de zona.Hidráulica Distribuição de água Rede de distribuição: Canalizações gerais. Ramais de ligação.

18 . Ramificação domiciliária. Torneira de passagem (boca de incêndio). Contador. Tronco principal. Torneiras domiciliária e de segurança.Hidráulica Distribuição de água Componentes da distribuição a um edifício: Torneira de suspensão.

Equipamentos não dedicados 19 .Bocas de incêndio .Marcos de água • Bocas de rega: .Hidráulica Rede pública para serviço de incêndio Equipamentos da rede pública de abastecimento de água para serviço de incêndios: • Hidrantes: .

Hidráulica Rede pública para serviço de incêndio Bocas de incêndio: 20 .

Hidráulica Rede pública para serviço de incêndio Marcos de água: 21 .

Hidráulica Água para combate a incêndio Processos necessários à utilização de água para combate a incêndios: Abastecimento. Aplicação. Bombagem. 22 . Transporte.

23 .Hidráulica Abastecimento e bombagem Fontes de abastecimento (1) Mananciais: • Necessitam de operação de bombagem para o abastecimento.

24 .Hidráulica Abastecimento e bombagem Fontes de abastecimento (2) Tomadas de água: • Hidrantes (marcos de água e bocas de incêndio e bocas de rega). • Não necessitam de bombagem para o abastecimento.

Hidráulica Abastecimento e bombagem Fonte de abastecimento a menos de 50 m dos veículos de combate. • Abastecimento directo aos veículos envolvidos no combate ao incêndio 25 .

Hidráulica Abastecimento e bombagem Fonte de abastecimento entre 50 e 200 m dos veículos de combate. • Operação complementar: Manobra de trasfega entre bombas 26 .

Hidráulica Abastecimento e bombagem Fonte de abastecimento a mais de 200 m dos veículos de combate. • Operação complementar: Vaivém de autotanques 27 .

Hidráulica O transporte da água O transporte de água entre os veículos de combate e o ponto de aplicação ou entre as bombas na manobra em relais é garantido por: Mangueiras Reduções Disjuntores Conjuntores 28 .

reduções e outros equipamentos da linha de água). 29 . P1 P2 < P1 Localizadas: (curvas.Hidráulica Perdas de carga Movimentação da água na horizontal: P 0 h Contínuas: (ao longo das mangueiras).

Hidráulica Perdas de carga Subida da água = redução de pressão P2 < P 1 P1 P1 P2 > P1 Descida da água = aumento de pressão 30 .

menor reacção 31 .Hidráulica Reacção da agulheta JACTO .maior reacção CHUVEIRO .

Hidráulica Golpe de Aríete Violenta elevação de pressão provocada por uma interrupção brusca do caudal. 32 .

Redes de incêndios armadas. Combinação das anteriores. Colunas secas.Hidráulica Serviço de incêndios Instalações hidráulicas privativas do serviço de incêndio: Sistemas de extinção automática por água – sprinklers. 33 .

Hidráulica Sistemas de Sprinklers Destinam-se à primeira intervenção para circunscrever (ou mesmo extinguir) incêndios. 34 . Funcionam automaticamente quando a temperatura atinge um determinado valor. Normalmente só actuam na área do foco de incêndio. Utilizam a água como agente extintor. Devem cobrir toda a área a proteger.

Hidráulica Sistemas de Sprinklers O sprinkler é um dispositivo que espalha a água. 35 . de forma pulverizada quando a temperatura atinge um determinado valor.

Possui bocas de incêndio armadas (prontas a utilizar). 36 . Funcionam manualmente. Sistema sempre em carga (coluna húmida).Hidráulica Rede de incêndio armada (RIA) Destina-se à primeira intervenção no combate a incêndios.

37 . 45 ou 70mm). Lanço de mangueira com junções.Hidráulica Rede de incêndio armada (RIA) Boca de incêndio armada Boca de incêndio normalizada (25. Carretel para enrolar a mangueira ou suporte para a acomodar. Agulheta ligada ao lanço de mangueira. Chave de manobra.

Hidráulica Rede de incêndio armada (RIA) Boca de incêndio armada .Dois tipos mais usuais Tipo carretel (25 mm) mangueira semi-rígida Tipo teatro (50 mm) c/ mangueira semi-rígida 38 .

Não está em carga (seca). 39 .Hidráulica Coluna seca Destina-se a facilitar a intervenção dos bombeiros no combate a incêndios. Possui entrada. Possui bocas de incêndio não armadas. no exterior do edifício. para alimentação a partir das linhas de mangueiras dos bombeiros.

Hidráulica Coluna seca 40 .

Hidráulica Serviço de incêndio Abastecimento das redes de incêndio armadas e sistemas de sprinklers: Rede pública de abastecimento de água (não recomendado). Alimentação complementar pelos bombeiros Junções siamesas. 41 . Depósito de água de reserva com bomba(s) para elevação de pressão.

Hidráulica Bombas de incêndios As bombas de incêndio que os bombeiros utilizam podem: Estar instaladas de modo permanente nos veículos. 42 . sendo accionadas pelo seu motor (Acopladas).

Hidráulica Bombas de incêndios As bombas de incêndio que os bombeiros utilizam podem: Possuir motor próprio para o seu accionamento (moto-bombas) podendo operar de modo independente do veículo que as transporta. normalmente. As bombas de incêndio dos bombeiros são. BOMBAS CENTRÍFUGAS 43 .

44 . nos bombeiros. se: • A bomba está a um nível inferior ao do depósito dum veículo.Hidráulica Bombas de incêndios As bombas centrífugas necessitam conter água no seu corpo. Tal pode conseguir-se.

45 . Tal pode conseguir-se. chegando água à sua entrada com pressão. se: • A bomba é abastecida por um hidrante ou por outra bomba.Hidráulica Bombas de incêndios As bombas centrífugas necessitam conter água no seu corpo. nos bombeiros.

46 . Tal pode conseguir-se. nos bombeiros.Hidráulica Bombas de incêndios As bombas centrífugas necessitam conter água no seu corpo. se: • A bomba está poucos metros acima de um plano de água e dispõe de sistema de ferra (para aspiração).

Hidráulica Funcionamento em aspiração Utilizam-se corpos de chupadores e ralo É necessário «ferrar a bomba» BOMBA CHUPADOR Altura de Aspiração (< 10 m) RALO Pressão atmosférica 47 .

Hidráulica 48 .