RCI

Prof. Carmen Cabral

2011/2012

2. COMPOSIÇÃO E VALOR DO PATRIMÓNIO
Em qualquer património há a considerar dois aspectos distintos: • a sua composição; • o seu valor. Quanto à sua composição, como já foi assinalado, o património engloba o conjunto dos elementos patrimoniais agrupados em duas classes – Ativo e Passivo – expressos em valores. E por isso, o património da JUTE, Lda surge assim: ATIVO COMPOSIÇÃO
Um armazém Mobiliário diversos Equipamento informático Viaturas Mercadorias Acções de empresas nacionais 1.000 Letras a receber Bilhetes de tesouro Cheques recebidos de clientes 1.200 Depósito à ordem no Banco X 1.000 Dinheiro no cofre 250 500 500

VALOR
10.200 400 1.500 5.000 4.000

PASSIVO COMPOSIÇÃO
Dívidas a fornecedores Impostos retidos aos empregados

VALOR
2.600

300

TOTAL

25 550

TOTAL

2 900

Qual será então o valor do património líquido? Este valor obtém-se pela diferença entre os valores dos elementos patrimoniais activos e os elementos patrimoniais passivos:

1

.....................550 PASSIVO 22......000 4.....000 1.RCI Prof...25....770 Para designar património líquido a expressão mais utilizada é “Situação líquida”.... Carmen Cabral 2011/2012 Ativo..670 Passivo...... O quadro originado pelo apuramento do património líquido... O POC de 1989 designa o património líquido por “Capital próprio” mas a expressão situação líquida mantêm-se na linguagem comum..(-)2...900 Património líquido.......... mesmo com a utilização do SNC........ é o seguinte: ATIVO Um armazém Mobiliário diversos Equipamento informático Viaturas Mercadorias Acções de empresas nacionais Letras a receber Bilhetes de tesouro Cheques recebidos de clientes Depósito à ordem no Banco X Dinheiro no cofre Total 10..200 Capital próprio 400 Dívidas a um fornecedor 1......770 2.......22........600 300 2 ..............000 500 500 120 1...... introduzida pelo POC de 1977 a que já se fez referência.550 Total 25.........500 Impostos retidos aos empregados 5.....000 250 25......

Carmen Cabral 2011/2012 Como se pode observar. Verificou-se. então que: Situação líquida = Ativo – Passivo Ou. podemos ter várias situações: 1ª. mesmo após o pagamento de todas as sua dívidas ainda ficava com um remanescente de 22. Efectivamente. Ativo > Passivo Esta é a situação da JUTE. isto é. Ativo = Passivo No caso de uma empresa que. também. o seu passivo. o valor dos seus bens e direitos é superior (>) ao valor das suas obrigações. Lda. o activo é maior do que o passivo. chamou-se situação líquida ao valor do património líquido. Esta última é a expressão correta. Esta designação resulta do facto do valor do património indicar a posição da empresa. Ativo = Passivo + Situação líquida E que no caso da empresa em questão o património líquido foi positivo. Não é assim indiferente ter um património constituído na sua maior parte por bens ativos ou passivos. assim. neste momento a empresa vendesse a totalidade dos seus bens e recebesse os seus direitos. dependeu não só da dimensão dos elementos patrimoniais activos mas. se esta.m.RCI Prof. que também se designa por capital próprio. Quais são as implicações desta situação? Se. num dado momento cessar a sua actividade. daquilo que a empresa deve. Ativo>Passivo => Situação líquida > 0 (positiva) 2ª.770 u.. Lda. num dado momento. Conclui-se que o valor do património líquido da JUTE. apresente no seu património um valor activo igual ao seu valor passivo então a empresa tem uma situação líquida nula: Ativo = Passivo => Situação líquida = 0 (nula) 3 . pois o activo era superior ao passivo.

Lda. Mesmo que a empresa vendesse todos os seus bens e cobrasse todos os seus direitos continuava a não ter o suficiente para cobrir as suas dívidas. Carmen Cabral 2011/2012 3ª. O desenvolvimento deste tema consiste em identificar os elementos e grupos patrimoniais que fazem parte do Activo. que serão posteriormente cobrados a curto. • Activo não corrente (Médio e Longo prazo): superior a uma ano. Ativo: Os elementos patrimoniais que fazem parte do activo distribuem-se pelos seguintes grupos: • Os créditos ou dívidas a receber. médio e longo prazo. há que aprofundar estas questões. Esta é uma situação desfavorável em que: Ativo < Passivo => Situação líquida < 0 (negativa) Activo/ Passivo 1 2 3 A>P A=P A<P A . o valor dos seus bens e direitos não cobre as suas obrigações. titulados ou não por letras e livranças.RCI Prof. Ativo < Passivo Se a JUTE. Inclui bens para serem transformados por empresas industriais ou bens para revenda em empresas comerciais. no caso de serem vendidas a pronto. no caso de serem vendidas a prazo. ou em créditos. • As mercadorias em armazém (Inventários) que se transformam em numerário. do Passivo e da Situação líquida (Capital próprio). SISTEMATIZAÇÃO DOS ELEMENTOS PATRIMONIAIS Agora que já são conhecidas as características principais do património e das classes patrimoniais. apresentar no seu património um passivo maior do que o activo. 4 . • Activo corrente (curto prazo): menor ou igual a um ano.P >0 A–P=0 A–P<0 Conclusão A = P + SL A=P A + SL = P Situação líquida Positiva Nula Negativa 3.

depósitos a prazo. Capital próprio (a Situação líquida): Os elementos que fazem parte do capital próprio são: • O valor que se afectou à empresa inicialmente. etc. médio e longo prazo. Tanto o passivo como o capital próprio constituem recursos para a empresa. O Ativo é constituído pelo montante de valores utilizados pela empresa no desempenho da sua actividade. Estes bens também são designados por Ativos fixos tangíveis e Acivos Intangíveis. 5 . • Os resultados – lucros ou prejuízos – obtidos em exercícios anteriores. ou não. para posterior incorporação no capital social (representa o direito dos detentores de capital sobre os valores da empresa).RCI Prof. Isto é. ou seja. incluem dinheiro em caixa. Passivo: Do passivo fazem parte: • Os débitos. São os valores sobre que incidem direitos de terceiros e que constituem capital alheio. representadas. • Os resultados obtidos durante o próprio exercício corrente (o ano). • As reservas que se foram constituindo ao longo dos exercícios. por letras e livranças a pagar a curto. as aplicações da empresa dos capitais postos à sua disposição. Carmen Cabral 2011/2012 • Os elementos não destinados à venda que auxiliam a empresa a atingir os seus objectivos e a prosseguir com a sua actividade. ou as dívidas a pagar. • Os meios financeiros líquidos. capitais com origem em entidade diferente da empresa. O que significa que o Passivo é constituído pelo conjunto de valores utilizados pela empresa mas que não são sua pertença. depósitos à ordem. Isto é. o capital inicial. imediatos ou não. O valor do capital próprio representa o montante de recursos postos à disposição da empresa pelos seus proprietários e os montantes gerados pela própria empresa.

Carmen Cabral 2011/2012 4. etc. As designações utilizadas separam os bens.) . • Ativo: 1. REPRESENTAÇÃO DO PATRIMÓNIO A forma como o património aparece representado obedece a várias regras consoante a classe de elementos patrimoniais.RCI Prof.Outros activos financeiros (ações.Estado e outros entes públicos .Depósitos Bancários e Caixa • Capital próprio e Passivo Aparece do lado direito. obrigações. Capital Próprio Passivo Passivo não corrente: Financiamentos obtidos 6 . isto é. mais tarde iremos verificar que a esta classificação toma o nome de conta. por facilidade de reconverter em dinheiro. Aparece do lado esquerdo.Inventários .Clientes . Encontra-se disposto por ordem decrescente de liquidez. 2. Ativo Ativo não corrente: Activos fixos tangíveis Activos intangíveis Investimentos financeiros Ativo corrente: . independentemente da sua natureza. direitos e obrigações por grupos homogéneos.

Carmen Cabral 2011/2012 Passivo corrente: Fornecedores Estado e outros entes públicos 5. venda. Factos patrimoniais As alterações de património. incêndios.compra. sejam relativas ao seu valor. em função da sua actividade normal . sejam relativas à sua composição. u.): 7 . Vamos utilizar como exemplo uma pequena empresa comercial em início de actividade que apenas possui os seguintes elementos (os valores estão em unidades monetárias.m. tomam o nome de factos patrimoniais.RCI Prof. MOVIMENTAÇÃO DO PATRIMÓNIO O património de uma empresa está constantemente em mutação. produção – e em consequência de acontecimentos extraordinários – roubos.

.

  9€ .

f¯ °.

f f $      9f¾¾ % %   9f¯°     9ff ¾–°f ½f¯°   f ½ ¾¾j ¯f¾ f f x #fsj  f#  °  f ½  9.

   f   ©h ¾  €   € y°nf   9.

   ¾–°f  ½f¯° ½#.

f½f½½#¯f¾f ½ ¾¾j¾fsj f¯f°y¯ ¾  °f°–f– ¯n¯¯ ¯ ¾¯n¯ffsj -.

  f –°f ½ f½f¯ ° ½f¯°  x¾ –°   @I 9I     D¯f¯fx¯   .

/.0/47   .8. h  ¾¾     ½f¯ °°€¯hn   ¯½¾¾  ¾f¾    ¯½ –f ¾ Iff¾      . nf f¾     nsµ ¾  ¯½ ¾f¾°fn°f¾      f¾f n       ¾  ¾    .:214730.f½f½½        J.

  ¾ n  ¾ n ° ¾     ½¾g ¯° f°nO     ° °n€    @f   @f             .

.

  9€ .

f¯ °.

f f $  .

¯ ¾  ½   ¾ f  nf¯ ¾  ¾fsj  f f f  ½f¯°     f¯ x¯¾  ¾–°f½nf½f½½ ¾f¯fxf ½ ¾¾jn f  ¾f ¾–°fsj ¾f €fn f ½f¯°° nff½¾sj f ¯½ ¾f  ¾  ¾f °¯ f ¯¯ °n ¾¾ff¾ffn f I €n ¾  °j        °nf¾ f ¯½ ¾f ¯ ¾j½f¯° €½¾ ½¾fn f¾½ f½f¾¾  .

4J6:/.4 $9:.4!.4$9:.4J6:/.9.88.°n ¾     f  ½f¯°   f D@   f  ½ °  °j ¾ f ¯ °¾j ¾  ¯ °¾ ½f¯°f¾ fn¾ ¯f¾  f¯ x¯  f   f ¯½ ¾f  ¾x ¾ ½f¾¾  -j x f¾¾¯ ° €  °    ¯ ½f¯° n°¾  °f ¾f ¯f ½f  ½ °¾ f¾½f¾¾¾ € nf¯ ° ½ ¯¾ hf¾¾fsµ ¾     9. ¾fxf¾fsj fD@  f f ¾¾ ¾ °¾   ¾x¾½ % %ff f¾¾f¾ –fsµ ¾ f¾¾¯ fnx¯f  ½f¾¾  .4!.4J6:/.88.88.4 $9:.4 : 9.4 -nf¾ ¯f ¯½ ¾f °¯ f ¯¯ ° f½ ¾ ° °¾ ½f¯°¯ ffn–ff¾ f½f¾¾ °jf ¯½ ¾f ¯¯f¾fsj f°f  9.4!.4!.  3:.4 !.88.88.      .f¾ ¾j f¾ ¯½nfsµ ¾ ¾f ¾fsj"   ° ¾  ¯¯ ° f ¯½ ¾f  ° ¾¾  f f f  ¾ ¾ ¾ °¾   n ¾¾  ¾ ¾ ¾  ¾  ¯ ¾¯ f½¾  ½f–f¯ °   f¾f¾¾f  f¾f° f€nffn¯¯ ¯f° ¾n °    ¯   9f¾¾ fsj f %½¾f%   9.

.

  9€ .

f¯ °.

88.4  fD@  f f½ ¾ °f°¾ ½f¯°¯½f¾¾¯f  fn f ¾ ¾ ¾ °¾   ¾ °j n   f¾ ¾f¾  –fsµ ¾  . ¾¯   f ¯½ ¾f  ° ¾¾  ¾¾¾ ¾ °¾ n f¾¾  ¾¾¾ ¾  ¾n°°fff°j  ¾€n ° ½ffn f¾¾f¾  f¾ ¾fx¯f¾fsj ¾€fh  ¯   9f¾¾ fsj f %° –ff%          n$9f¾¾  9  9   9  9   9  9      .4!.f f $   9.

°n¾j  9+  9  + 9     fsj f 9¾f -f - –ff   @.@.-@9@.- –f ©h ¾j n° n f¾ f¾ nffn ¾nf¾½°n½f¾  ½f¯°  f¾ nf¾¾ ¾ ½f¯°f¾  h   f½€° f ¾f¾  ¾µ ¾   ¾ °¯ ° ¾   ¯f n°¾¾  ¯ °€nf¾  ¯ °¾ –½¾½f¯°f¾ €f ¯½f  n  9f¾¾  ffsj f%.

f½f½½%    ¾  ¯ °¾ ½f¯°f¾   €f ¯ ½f   fn ¾  ¯ ¾  ½ ¾ ¾ –° ¾ –½¾  ¾ nx ¾  f¾f  n  f ¾ °j½ f¾ f°sf¾  ¾ j ½¾ ¯ ° n f ¾fn ¯x  °–½f  nn ° %n½f% ¯ °–ff¯f°  n°jn ° %.x  °–½f% ¾½ f¯ff°   ¾ ¯ nf f¾ ¯ f¯fx¯ %° °h¾%   ¾  f°¾€¯f¯ ¯ °¯ h  ° nf¾ ¾  ¯ °  f¾f½°  ¯nx ¾ °nf¾ ¾  ¯ °  f¾f½f  °n °¾½ff¾  ¯f°¾€¯f ¾½ ¯½ ¾f¾° ¾f¾ °¾½ff  ° f ¯ ¯½ ¾f¾n¯ nf¾    .

.

  9€ .

f¯ °.

f f $  ¾  ¯ °¾ °j ¾°f ¾ g  ° f   ff¯ f ¯½ ¾f f f°– ¾ ¾ ¾  © n¾ f½¾¾ –n¯f¾ffn f ¾ ¾ °¾f¯ x¯¾j ¾–°f ¾½ ¾€¾f°– ¾ n¾°f°– ¾   ¾ ¯ ¾ €°f°n ¾  ¾  ¯ f¾  °j  °n ¯ °  ¯ nff  ½¾¾g ¯  ½¾¾f½f  n    x n°¾  ½  ¯°f°   f ¾ f ¾ ½ f ¯½ ¾f ° ¾ ¯½ ° f¾ffn f ¾x f¾f½nfsµ ¾ f ¯½ ¾f ¾nf½f¾½¾¾g ¾f ¾½¾sj   9f¾¾  ½f¾¾€f ¯½f   ¾ x ¾   f¾  f¾ f ½f–f   ½ ¾ °f f¾   °j  ½  f¾  f°sf¾ f ½f–ffn ¯x  °–½f     ¾–°€nf    9f¾¾ x n°¾  ½  n°©°  f ¾ f ¾ ½ f ¯½ ¾f¯f¾ °j¾j¾f½  °sf j¾f ¾¾   °n ¯  ¾   n ¾    n°¾ ¯ nf½f f   ¾ x  nf½f¾ n¯ – ¯ ¯ ° f  €  °  f ¯½ ¾f   .

f½f½½%ffsj f%  ¾  ¯ °¾ €f ¯½f  nf½f½½¾j  f ¾ f€ ng ¯½ ¾f°nf¯ ° ¾ ©f nf½f°nf  ¾ ¾f ¾ n¾½ ©¾   ¾ ¯  nn¾f°  ¾   ¾  ¾ f¾   ¾  €f¯ n°¾°  f °– ¾  nn¾  ½ff ½¾  °n½fsj°nf½f¾nf% ½ ¾ °f   ¾  ° ¾ nf½f¾  ¾ f ¾ f ¯½ ¾f%  ¾ ¾f ¾  ¾ f° ½½  nnn ° %f°%  f nf½f½½ ½ ¾ °f ¯°f°   n¾¾½¾¾ g ¾½¾sj f ¯½ ¾f½ ¾¾ ¾½½ h¾ ¾¯°f° ¾– f ¾½ f½½f ¯½ ¾f @f° ½f¾¾n¯nf½f½½n°¾ ¯ n¾¾½fff ¯½ ¾f      .

.

  9€ .

f¯ °.

f f $  9-@9@.- €¯fn¯½f¯°f½f n  ½ ¾ °f  n fhf¾ –f¾n°¾f° f nf¾¾    ¯ °¾½f¯°f¾ ¾ ¾–°fsµ ¾f f¾¾ ½ff¯¾ °¾   ¾   –fsµ ¾ ½ –½¾ ¯–x° ¾  ¯f¾ f   ¯¾  €nf   f ¾f nf¾¾€nfsj¯f°¯  n°f     ½f n  f  ¾      °n°f ¾  ¾½¾ ½  ¯ n ¾n °      ¾ x  ½ €fn f    n°   ¯ °    °jn °     n¾€¾f°– ¾ n¾°f°– ¾ ° ¾¯ °¾€°f°n ¾ n °  ° °h¾ .

 ° ¾ ¾f  ¾ ° ¾½ n¾ ¾fn¾€°f°n ¾%fsµ ¾  –fsµ ¾  n %  ½¾¾ f°nh¾ .

ff  .

f½f½½ 9f¾¾ ½f n  f    ° ½ ° ° ¯ °  f¾f°f f  .

f½f9½ 9f¾¾ 9f¾¾°jn °   °f°nf¯ °¾  ¾   .

.

  9€ .

f¯ °.

-@9@.f f $ 9f¾¾n °      .-  ½f¯°  ¯f ¯½ ¾f ¾h n°¾f° ¯ °  ¯ ¯fsj  ¯€°sj f¾f fn f °¯f n¯½f  ° f ½ sj   ¯n°¾ y°nf fn° n¯ °¾ f °h¾  ¾ °ny° ¾  fn¾½f¯°f¾ ¾f fsµ ¾ ½f¯° ¾ ©f¯ ff¾g¾fn¯½¾sj ¾ ©f¯ ff¾f¾  f ¯f¯°¯  €fn¾½f¯°f¾  If¯¾fn¯  ¯½¯f½  °f ¯½ ¾fn¯ nf ¯°n fn f   f½ °f¾½¾¾¾¾ –° ¾  ¯ °¾%¾f ¾ ¾j ¯° f ¾¯° hf¾  ¯%    ° n  ¾ ¾f  ¾ ° ¾½ n¾   .I.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful