Acto administrativo

ACTO ADMINISTRATIVO Acto administrativo Acto administrativo – São as decisões e deliberações dos órgãos da Administração Pública que, com

base nas normas do direito público, visem produzir efeitos jurídicos numa situação individual e concreta. O acto administrativo aparece ou serve para delimitar os comportamentos da Administração que são susceptíveis de recurso contencioso para fins de garantia dos particulares. Validade e eficácia do acto administrativo A “validade” é a aptidão essencial do acto para produzir os efeitos jurídicos correspondentes ao tipo legal a que pertence, em consequência da sua conformidade com a ordem jurídica. A “eficácia” é a efectiva produção de efeitos jurídicos. A lei formula, em relação aos actos administrativos em geral, um certo número de requisitos. Se não se verificarem em cada acto administrativo todos os requisitos de validade que a lei exige, o acto será inválido; se não se verificarem todos os requisitos de eficácia exigidas pela lei, o acto será ineficaz. Executoriedade dos actos administrativos Os actos administrativos são executórios logo que eficazes, porém estes actos têm de ser praticados com base na legalidade, de modo a não limitar os direitos e interesses legalmente protegidos aos cidadãos. No entanto, os interesses e os direitos dos cidadãos podem ficar em segundo plano face à execução de um acto administrativo, desde que tenha sido praticado previamente um outro acto administrativo que legitime tal execução. Por conseguinte, antes de ser executado a decisão do acto administrativo, o interessado deve ser previamente notificado, excepto se a notificação pode prejudicar a realização total e pacífica dos objectivos da execução. A execução pode ter fim com o pagamento da quantia certa, a entrega de coisa ou a prestação de facto. Invalidade do acto administrativo Um acto administrativo que viola a lei é um acto administrativo ilegal. Entende-se que todo o acto administrativo ilegal é inválido, e que todo o acto administrativo inválido o era por ser ilegal. Portanto, a invalidade é pois, uma fonte de ilegalidade.

_________________________________ Jesus J Correia – Tel: 264 2314/261 0257 Fax: 261 0371 correia.jesus@hotmail.com

com .jesus@hotmail. quer para os particulares. E a “ineficácia” será. decorrente de uma ofensa à ordem jurídica. produz efeitos jurídicos como se fosse válido – o que resulta da “presunção de legalidade” dos actos administrativos. os actos cujo objecto seja impossível. é o juízo de desvalor emitido sobre ele em resultado da sua desconformidade com a ordem jurídica. os “vícios do acto administrativo” são as formas específicas que a ilegalidade do acto administrativo pode revestir. os actos praticados sob coacção. O acto anulável é obrigatório. Por exemplo. está-se a usar a palavra “lei” num sentido muito amplo. 2. válido mas ineficaz. Neste sentido a legalidade inclui a Constituição. quer por ratificação. A anulabilidade é sanável. temos os actos praticados por órgão que não tem competência para tal. Um acto administrativo pode ser válido e eficaz. de forma legal. é juridicamente eficaz até ao momento em que venha a ser anulado. reforma ou conversão.Quando se diz que um acto administrativo é ilegal. embora inválido. 3. inválido mas eficaz. em absoluto. pois. enquanto não for anulado. a não produção de efeitos num dado momento. A invalidade do acto administrativo. Por conseguinte. Essas formas chamam-se vícios do acto administrativo. O acto anulável. Formas de invalidade dos actos administrativos 1 – Nulidade 2 – Anulabilidade Nulidade de acto administrativo A Nulidade é a forma mais grave da invalidade e diz respeito aos actos administrativos a que falte qualquer dos elementos essenciais ou para os quais a lei comine expressamente essa forma de invalidade. Enquanto não for anulado é eficaz. a lei ordinária. os regulamentos. Sanação dos Actos Administrativos ilegais _________________________________ Jesus J Correia – Tel: 264 2314/261 0257 Fax: 261 0371 correia. os actos que careçam. A “invalidade” de um acto administrativo será. Anulabilidade de acto administrativo A Anulabilidade é a forma menos grave e tem as seguintes características: 1. a inaptidão intrínseca para a produção de efeitos. ou inválido e ineficaz. quer pelo decurso do tempo. ininteligível ou constitua crime. etc. quer para os funcionários públicos. os actos que ofendam o conteúdo essencial de um direito fundamental. A ilegalidade do acto administrativo pode assumir várias formas. que é contrário à lei.

substituição e rectificação do acto administrativo _________________________________ Jesus J Correia – Tel: 264 2314/261 0257 Fax: 261 0371 correia. eliminando a ilegalidade que o viciava.com . por falta de requisitos próprios. A sanação dos actos administrativos pode operar-se por um de dois modos: Por um acto administrativo secundário ou por efeito automático da lei. Ratificação. decorrido algum tempo sobre a prática de um acto administrativo. e portanto. com fundamento na inconveniência ou ilegalidade deste. além dos seus autores. válido ou inválido. . inatacável. tornando-se válido para todos os efeitos perante a ordem jurídica. por ser ilegal. seja revogado pela Administração ou anulado pelos Tribunais – ou por via positiva – consentido a lei que. os respectivos superiores hierárquicos.jesus@hotmail.Pode ser revogado por iniciativa dos órgãos públicas competentes ou a pedido dos interessados. e por isso inválido perante a ordem jurídica. OBS: Não são passíveis de ratificação. reforma e conversão do acto administrativo (artigo 21º). Revogação do acto administrativo A revogação é o acto administrativo que faz cessar ou destruir os efeitos de outro acto administrativo. é enquadrado em tipo diverso de acto que dispensa os requisitos em falta. A ratificação é o acto administrativo pelo qual o órgão competente sana um acto anulável anterior mente praticado. Revogação do acto administrativo – Algumas REGRAS: . A reforma é o acto administrativo pelo qual se conserva a parte legal de um acto e se elimina a parte afectada de ilegalidade. em princípio.são competentes para a revogação dos actos administrativos. É pois necessário que. A conversão é o acto administrativo pelo qual outro acto administrativo invalidamente praticado. ao fim de um certo tempo. A obtenção desta certeza pode ser conseguida por via negativa – permitindo a lei que o acto. O fundamento jurídico da sanação dos actos ilegais é a necessidade de segurança na ordem jurídica. Alteração. se possa saber com certeza se esse acto é legal ou ilegal.O fenómeno da sanação consiste precisamente na transformação de um acto ilegal. reforma ou conversão os actos nulos ou inexistentes. o acto ilegal seja sanado.

_________________________________ Jesus J Correia – Tel: 264 2314/261 0257 Fax: 261 0371 correia. tem efeitos retroactivos (para trás) e deve ser feita sob a forma e com a publicidade usada para a prática do acto rectificado.jesus@hotmail.A rectificação pode ter lugar oficiosamente (ente público) ou a pedido dos interessados.Os erros de cálculo e os erros materiais na expressão da vontade do órgão administrativo. A rectificação do acto administrativo se processa da seguinte forma: . podem ser rectificados.Em relação à alteração e substituição dos actos administrativos são aplicáveis as mesmas regras que regulam a revogação.com . a todo o tempo. . pelos órgãos competentes para a revogação do acto.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful