Escola Politécnica - USP

PSI 2327 Laboratório de Eletrônica III Exp 7: Circuitos Astáveis e Monoestáveis
Equipe:Turma: Profs: Data de Realização do Experimento: Bancada:

Nota:

2005

1 Recalcular o circuito para os valores adotados.Projetar um monoestável como da figura 1.1 . Experiência 7 – Monoestáveis e Astaveis 2 .Verificar o funcionamento do multivibrador 555. Figura 1: Circuito Monoestável Transistor 2. 2. Introdução . como astável e monoestável. recalcular utilizando os valores de componentes escolhidos.Verificar o método de projeto e o funcionamento de circuitos monoestáveis e astaveis com transistores discretos. realizar os cálculos teóricos. 2.1.PEE . Projeto (etapa a ser realizada ANTES da aula experimental) Observações Importes: Para todos os ítens do projeto: 1.327 Laboratório de Eletrônica III 1. utilizando: Transistor: BC547A T (tempo do 200 µs EQE) Vcc 10 V Vbb -2 V Rc1 e Rc2 1 kΩ C 27 nF R1 10Ω Utilizar diodo em série com o emissor e disparo por pulsos negativos. Obs: Existe na placa da experiência um potenciômetro de 1KΩ colocado em série com o resistor R. 3.1 Monoestável a Transistor 2. 2.abaixo. . Vb1 = 0 quando T1 cortado (OFF).1. escolher os valores comerciais mais próximos.1.

2 .1.PEE . calcular o valor de T para o potenciômetro igual a zero e igual a 1KΩ.3. 2.327 Laboratório de Eletrônica III 2.Calcular as tensões de coletor e base de T1 e T2 e preencher a tabela: Coletor T1 Estado Estável (EE) Estado quase Estável (EQE) Coletor T2 Base T1 Base T2 Experiência 7 – Monoestáveis e Astaveis 3 .Para o circuito projetado.1.

2.PEE .2. Experiência 7 – Monoestáveis e Astaveis 4 .1 Transformar o monoestável do item 1 em astável de onda quadrada e período aproximadamente de 400 µs. Figura 2: Circuito Astável com Transistor 2.2 Recalcular o circuito para os valores adotados.2. Adotar C = 27 nF.327 Laboratório de Eletrônica III 2.Astável a Transistor 2.

1 Projetar um monoestável utilizando C.PEE . Figura 2: Circuito Monoestável com CI 555 2.2 Recalcular os tempos para valores adotados Experiência 7 – Monoestáveis e Astaveis 5 . Considerar R1 = 1kΩ e C1 = 10 nF (verificar se estes valores obedecem às exigências de projeto). 555 com T aproximadamente 200 µs e Vcc = 5 V.3.I.3 Circuito Monoestável com multivibrador 555 2. Adotar C= 27 nF.327 Laboratório de Eletrônica III 2.3.

Adotar C 27 nF. Figura 2: Circuito Astável com CI 555 2.4.1 acima em astável de período 600 µs (TH = 400 microseg e TL = 200 µs).3.PEE .2 Recalcular os tempos para valores adotados Experiência 7 – Monoestáveis e Astaveis 6 .41 Transformar o monoestável do item 2.327 Laboratório de Eletrônica III 2.4 Circuito Astável com multivibrador 555 2.

1 Monoestável a transistor.Em particular.2.1 Utilizando o programa Pspice e o aplicativo Probe.1. simule o comportamento do circuito e imprima os gráficos referentes às formas de onda de tensão dos coletores e das bases dos transistores.Qualquer dúvida.1. isto é.PEE .IC. 3. Obs. Isso pode ser verificado “desligando-se” o efeito de Rb no modelo do transistor empregado.). Simulações (etapa a ser realizada ANTES da aula experimental) 3. Apresente as formas de onda na escala *auto-range* do Probe e na escala de 0 V (min. Isto impõe uma complicação adicional em termos de simulação: o usuário deve fornecer . as condições iniciais aproximadas para os nós mais importantes do circuito (quais são?). Experiência 7 – Monoestáveis e Astaveis 7 . por meio de um comando .2 Uma das características importantes dos simuladores de circuitos é que eles podem ser empregados para se analisar qual a importância de determinado fenômeno ou variável no resultado final.2 Simule o circuito para uma entrada de 50V negativos. ou o seu professor.1 Simule o circuito astável a transistor projetados em aula . Qual o efeito nas formas de onda de tensão das bases dos transistores? Utilize as mesmas escalas do item 2 acima. consulte o manual do Pspice disponível na Biblioteca no Dep.) a 2 V (máx.2.327 Laboratório de Eletrônica III 3. 3.2 Circuito Astável 3. 3. 3. simule o circuito monoestável a transistor projetado em aula. torne Rb = 0 e ressimule o circuito astável.:Note que neste caso o comportamento do circuito não é determinado por um sinal de entrada (é um circuito sem entradas!). Coloque na entrada pulsos negativos de amplitude 2 V. largura 10 µs com 1000 repetições por segundo (1kHz). imprima os gráficos referentes às formas de onda de tensão dos coletores e das bases dos transistores utilizando o mesmo modelo de transistor do item anterior e as escalas *autorange* e 0 V (min) a 1 V (max).

6E-12. +IKR=10ma.33.327 Laboratório de Eletrônica III OBS. RB=3. XTF=2. + BV=100. VJC=.50. VTF=50.82.5E-14. MJC=.ISC=80.MODEL QBC547A_PEE318-X NPN(IS=3. +MJE=0. torne Rb = 0 e ressimule o circuito astável.3 do PSPICE Diodo *1N914 .75.2.PEE . IKF = 60mA. ISE=80. IMPORTANTE Utilize como modelos dos dispositivos disponíveis na versão 6. RE=0. +NE=1. CJE=20. IBV=100E-15) . TT=12NS.33.RS=16.2 Uma das características importantes dos simuladores de circuitos é que eles podem ser empregados para se analisar qual a importância de determinado fenômeno ou variável no resultado final. 3. NC=2. isto é. Experiência 7 – Monoestáveis e Astaveis 8 . +TF=100E-10) Transistor *BC547A_AC_TR Para verificar isso mais apropriadamente.5E-12. VJE=0. VAF = 75.0. RC=0.55.10. ITF=20E-2. altere o valor da fonte de tensão de alimentação e da amplitude do pulso para 50 V (cinqüenta volts).0. CJO=2pF.1. Isso pode ser verificado “desligando-se” o “Desligue” o efeito de Rb no modelo do transistor empregado. BR=1. Qual o efeito nas formas de onda de tensão das bases dos transistores? Utilize as mesmas escalas do item 2 acima. VJC=7.MODEL D1N914_PEE318-X D(IS=100E-15. BF = 240.

1. 4. Medir o tempo quase estável b. Parte Experimental 4.4 Variar a amplitude do sinal de entrada. no item 2.3 Utilizando pulsos negativos de 2 V e de largura 10 µs com 1000 repetições por segundo (1kHz).327 Laboratório de Eletrônica III 4. a. Comente: 4.1. e verificar as variações no comportamento do circuito. 4. Medir o tempo de subida da tensão do coletor de T1 Compará-los com os valores teóricos e simulados.1.2 Sem excitação no circuito medir as tensões de coletor e base.5 Variar a largura do pulso no sinal de entrada.1.PEE .1 Montar e testar o monoestável transistorizado projetado. 4. indicando o sincronismo com a forma de onda de entrada. Compare-as com os valores calculados e simulados.1. Comente: Experiência 7 – Monoestáveis e Astaveis 9 . imprimir (PEE54600B) as formas de onda do coletor e base de T1 e T2.1 Monoestável a transistor.1.1. Comente: 4. e verificar as variações no comportamento do circuito.

7 Qual o principal comportamento do circuito monoestável a transistor que foi observado durante o experimento e que não foi considerado pelo simulador Pspice? Compare com resultados obtidos no item 3.1. Tensão de Ruptura (Breakdown) V 4.2.2 Imprimir as formas de onda nos coletores e bases dos transistores.1.1 Montar e testar o astável transistorizado projetado.2 Circuito Astável 4. Experiência 7 – Monoestáveis e Astaveis 10 .6 Com o sinal de entrada na situação inicial. 4.1.2. Compare e comente com o simulado e calculado.2.2. explique possíveis discrepâncias. verificar e medir a tensão de “breakdown” da junção base emissor de T2.1 4.PEE . no item 2. assumindo uma delas como base de sincronismo (indicar nas impressões onde está o ponto de sincronismo).327 Laboratório de Eletrônica III 4. retirar o diodo de proteção.

3. 4.327 Laboratório de Eletrônica III 4. utilizando pulsos de largura 10 µs com 1000 repetições por segundo (1kHz). e verificar as variações no comportamento do circuito.3.3.PEE . Comente: Experiência 7 – Monoestáveis e Astaveis 11 .3 Variar a amplitude do sinal de entrada. Comente: 4.3. a . esboçando sincronizadamente na impressão a forma de onda de ENTRADA. 4. e verificar as variações no comportamento do circuito.I.Medir o tempo quase estável Compare-os com os valores teóricos.2 Imprimir as formas de onda de THRESHOLD e SAÍDA.1 Montar e testar o monoestável com C.3 Circuito Monoestável com CI 555 4.3 Variar a largura do pulso no sinal de entrada. 555 projetado.

327 Laboratório de Eletrônica III 4.2Imprima as forma de onda da SAÍDA e do TRIGGER.4. 555 projetado.I. 5. 4.PEE .4.4 Circuito Astável com CI 555 4. Compare os resultados com os valores esperados.1Montar e testar o astável com C. Conclusões Experiência 7 – Monoestáveis e Astaveis 12 .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful