Ficha de Formação Cívica

Tema: Crescimento Data: ___/ ___/ ____ Nome: ____________________________________

Não há estrelas no céu - Vida de adolescente

Muitos adolescentes sentem-se, por vezes, perdidos sem saber o que fazer, insatisfeitos com a vida que levam, como na canção de Rui Veloso.

Lê o poema seguinte: Não há estrelas no céu Não há estrelas no céu A doirar o meu caminho Por mais amigos que tenha Sinto-me sempre sozinho. De que vale ter a chave De casa para entrar, Ter uma nota no bolso Para cigarros e bilhar. Refrão A Primavera da vida é bonita de viver, Tão depressa o sol brilha como a seguir está a chover. Para mim hoje é Janeiro, está um frio de rachar, Parece que o mundo inteiro se uniu para me tramar. Passo horas no café Sem saber para onde ir; Tudo à volta é tão feio, Só me apetece fugir.

Vejo-me à noite ao espelho, O corpo sempre a mudar; De manhã ouço o conselho Que o velho tem para me dar. Refrão Não vês como isto é duro, Ser jovem não é um posto; Ter de encarar o futuro Com borbulhas no rosto. Porque é que tudo é incerto? Não pode ser sempre assim. Se não fosse rock and roll, O que seria de mim? Carlos Té (com supressões), cantado por Rui Veloso

Actividades Ao longo da poesia, vão-se sucedendo diferentes estados de espírito: solidão - desânimo -desinteresse incerteza - insegurança. 1. Identifica os versos que melhor os materializam.

2. As mudanças no corpo do adolescente reflectem-se na sua maneira de ver o mundo. Como? 3. O rock and roll, nesta poesia, é um refúgio positivo para o jovem. Porquê? 4. No entanto, outros jovens para fugirem aos seus problemas buscam refúgios, por vezes, perigosos. Quais? 5. Na tua opinião, o que é que se pode fazer para apoiar os jovens que "passam" horas no café sem "saber" para onde ir?