You are on page 1of 3

Experimento com vela

Alunas: Daniela Nunes, Fernanda Medeiros. Turma: B - Grupo: G8 EMB5006 – Química Tecnológica 2011/2 CEM/UFSC - Centro de Engenharia da Mobilidade Universidade Federal de Santa Catarina – Campus Joinville

RESUMO Será apresentado o experimento da vela, e retirados os dados sobre o tempo, sobre as medidas dos recipientes tais como: largura, altura, volume entre outros. Analisaremos a influência do volume de oxigênio na velocidade de combustão da vela. Palavras-chave: experimento da vela, volume de oxigênio, velocidade, combustão.

INTRODUÇÃO Para ocorrer uma combustão é necessária a reação química entre um combustível e um comburente sendo impulsionada por uma energia e, liberando calor, sendo para este experimento, a vela o combustível e, como comburente o oxigênio. Lembrando que combustível é a substância que entra em combustão, e que o comburente é a substância que alimenta esta combustão. Assim quando o comburente torna-se ausente encerra-se a combustão. A fórmula 1/3.π.r². h consiste em achar o volume de um cone, neste caso dos recipientes utilizados, assim saberíamos a diferença da quantia de oxigênio entre eles. Há fatores que influenciam na velocidade da combustão, são eles: a natureza do combustível, a relação superfície/massa do combustível, a concentração de calor e a presença de substância catalisadora. A energia que o processo de combustão libera é fundamental para a produção industrial, pois grande parte das máquinas funciona a partir de energia combustível.

OBJETIVO O objetivo deste trabalho foi verificar a combustão de uma vela na ausência de oxigênio e analisar a influência dos volumes dos recipientes na velocidade da queima.

MATERIAL E MÉTODOS Material Utilizado: Copos com volumes diferentes, vela, prato, parafina, cronômetro, fita métrica ou régua.

verificou-se que o oxigênio presente reagiu com o carbono produzindo assim o monóxido de carbono.7 Tempo 02 (s) 7. também.14 x (3.88 DISCUSSÃO “Considerado o pai da Química. Volume Tempo 01 (cm³) (s) 89.h V=1/3 x 3.PROCEDIMENTO Procedimento utilizado: experimento da vela. anotando os valores encontrados na tabela da parte 3. produz a combustão. Deduziu. a célebre lei da conservação da matéria: “Na natureza nada se cria. tudo se transforma”.0 9. Antoine Lavoisier foi o primeiro a observar que o oxigênio. Acendemos a vela e deixamos queimar durante 05 segundos.2 Tempo 03 (s) 6.8 Média do tempo (s) 6. Calculamos o volume dos dois copos. apoiando o copo para o mesmo não ficar solto.14 x (3)² 14 V= 131. Cronometramos o tempo em que a vela ficará acesa.0 9. baseado em reações químicas. com base neles calculamos o tempo em que a vela esteve em combustão. (Unicamp) Com a prática. nada se perde. CONCLUSÃO . confirmando a teoria de Antoine Lavoisier. em contato com uma substância inflamável.75166 Copo 02: V=1/3π.h V=1/3 x 3. RESULTADOS Neste trabalho obtivemos o volume de dois recipientes de vidro e.9 Copo Plástico 01 Copo Plástico 02 01.88 10. Cálculos: Copo 01: V=1/3π.3 131.5)² x 7 V=89.766 9. Colocamos um pouco de água no prato. Realizamos o procedimento abaixo para cada copo anotando os tempos obtidos (3 vezes) na tabela da parte 3.75166667 7. Colamos a vela no prato com um pouco de cera derretida.r².r². antando o tempo gasto na tabela abaixo. Cobrimos a vela com o copo.

unicamp.fem. E também que.cieb. e que o volume dos recipientes influencia no tempo de combustão da vela porque o volume do oxigênio altera.gov. o liquido é impelido para dentro do recipiente e assim ocupa o lugar do oxigênio.Com isto foi concluído que o oxigênio em contato com uma substância inflamável gera a combustão.com/reacoes-quimicas/combustao/ http://www.infoescola. quando todo o oxigênio é transformado em monóxido de carbono.rj.htm http://www.br/documentos/Material_downloads/Cap_1.br/~em313/paginas/person/lavoisie.pdf .cbmerj. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS http://www.

.7 4 ./10703.0  .  7   .0.248./04H3403970008  E1./.84 /48 70.. ./0 /.6:../48 ./4 .9:70.4 8:5071J.430  30890 .503908:9.-07J.42-:894  84 008.. 3.39. 70.8828.04.438890 02 .42-:89J./.94708 6:0 31:03.4:20 /0 :2 .2 3. .

.&9.6:02. /0 4H340.907. 5.8.         .5. .7. .4:7F:.9./48.04.071.4 /0 .7..3/05.42-:894 /0 :2./47.3../..5039083.4 14 .0    %'   4-09..42-:89J. ..7 .43. .0  .2039.2. 5487.   0307.31:H3. 6:0 4 574.7.790/.42-:894 -07.42-:89J.797/00307. 57.47 0 .0884 /0 ./08:-893.0397.82E6:3. ./44548.. ..88.4:208/4870. 570803.4 /0890 97.43./0/.81:3.-.    %#A%  $ .. 574/:4 3/:897.94 5.42.4:208/10703908 .13.:8H3.74320974  19.. 3.2F97.8.0. /4 .0. F 1:3/..

42-.4/0E:.503908/0.9.390 80:3/48  4-7248./07709/.42-:894    '4:20 %0254  %0254  %0254  F/..349.008 3.1.248:254:.2  8 8 8 90254 8  454           !E89./.0890.5.4  454           !E89.94.790  4.  ..:..08..-../4050720394/.:48  454 '../.-0..349.454.2484574.0.454 .7.9.0.248..44-9.!# %  !74.3457./.-0..0.7E.7/:7..-.3/4490254.4:20/0/4870.94  . .4      #$&% $ 089097.02484.4    E. 5.4548 .9.803008 .4397...2484..-..-0...2486:02.002.03/0248.248490254026:0..0.07.424.3457.42:254:./483.3/44.790  #0.0.54.0.0/0. .4/0.../4 .39.0/20394.420824341.4:20/48/48.78494  74342097.7.8943.3/448.45.470803.0/20394:9.4545./740 .3/4489025484-9/48  .:.  44.248490254026:0.

 7  '.

     '   454 '.

 7    '.

25  42 .4807144572074...4807      &$   . 3.42 4 .9:70..80507/0 9:/48097. 39430. . .4: 80 6:0 4 4H34 57080390 70..80.8  . 31.76:04 4H34  02 .08 6:J2..3/4.  .3./445.94 .8824243O/4/0..7-434 ./...9F7..381472.4-807. . 57E9. 8:-893.80. .42 :2.9047.      '     $&$$  438/07./039430. 3.42-:894  0/::  9. 2.7./4 02 70.439.4 /.0  574/: ..2E.: .43807.":J2.071../.F0-70 0 /.43172.7-434 574/:3/4.  &3.2-F2  -./.

2-F2 6:0  6:.50390831:03..43./03974/470.31.4:20 /4 4H34 .94..381472..2E.0.8:-893.42:2.:5.4:.4:20/4870...   9.503900 .8824.7/44H34                                      ## $ # $  995.0 07.7-434 46:/4F250/45.3490254/0.42-:894/. 5476:0 4 .907.4289414.:J/46:044H3402. .7.3/4 94/4 4 4H34 F 97./402243O/4/0.42-:894 06:04.439.

.

 102 :3..25 -7.

=02.

5.8.3.

507843.

480 92  995...

.

4. . 31408.42.

.408 6:2.70..8.

42-:89..4.

  995.

.

-7. .0- .-207 7 4.

:203948./4.

*/434.907./8..

.5* 5/1 .