You are on page 1of 229

Eternamente Jovem Isabell Clair

―Edward‖, pensei, sorrindo para mim mesma enquanto tocava sua bochecha suavemente. ―Hmm?‖, ele virou a cabeça, sorrindo em meu cabelo. Seu tom soava como se eu o tivesse acordado, apesar de ele não dormir há mais de cem anos. Depois do dia que havíamos tido, era boa a sensação de estar deitada na nossa linda cama king size. ―Eu te amo‖, pensei, sentindo seus braços se apertando mais ao meu redor. Ele se deitou de lado, ainda me abraçando. ―Eu – amo – estar – dentro – da – sua – cabeça‖, ele sussurrou, dando beijos em minha cabeça entre cada palavra. Eu soltei um risinho, aninhando-me para mais perto dele. Eu suspirei, lembrando do tempo em que seu corpo parecia frio demais para meu toque humano. Agora tocá-lo não transmitia nada a não ser calor. ―Nós quase perdemos um ao outro hoje‖, eu disse, dessa vez em voz alta, traçando desenhos em seu torso nu. Senti seu corpo enrijecer e uma vibração passar por seu peito. Eu espalmei minha mão, sentindo as vibrações que emanavam de dentro dele. ―Shhh…Meu amor, nós todos estamos aqui seguros agora. Coloque essa mente linda para descansar. Não há nada com que se preocupar,‖ ele sussurrou suavemente no meu ouvido. Nós permanecemos deitados quietos por alguns instantes, ouvindo a respiração um do outro. Eu podia ouvir as batidas que soavam como um passarinho do coração da nossa filha vindo de seu quarto. Eu fechei meus olhos, escutando a respiração leve dela. Deixei minha mente vagar pelos eventos que aconteceram apenas algumas poucas horas antes desse exato momento. Eu me contraí com a lembrança de ter que colocar minha filha, minha única filha, frente ao perigo. Edward tensionou-se ao meu redor, trazendo-me de volta dos meus pensamentos. Meus olhos abriram-se de súbito, alarmados. Ele sentou-se na cama, puxando os lençóis com ele. Eu me sentei também, puxando o cobertor para me cobrir. Meus olhos e ouvidos vasculharam atrás de algum sinal de perigo, mas eu não conseguia ver ou ouvir nada. Eu coloquei minha mão esquerda no seu braço, lançando um olhar para a minha aliança de casamento, e então me recompus.‖ O que foi?‖, sussurei, as palavras saindo rápido demais para que qualquer humano fosse capaz de entender. Edward não respondeu, inclinando-se rapidamente sobre a lateral da cama e atirando sua camisa para mim. ―Vista isso‖, ele disse, movendo-se rápido para fora da cama e vestindo sua cueca e sua calça moleton. Eu olhei para ele confusa, com minhas sobrancelhas formando uma linha reta na minha testa. ―Edward…‖. Antes que eu pudesse terminar, ele estava de volta na cama, passando meus braços pelas mangas da camisa e abotoando-a com agilidade. Antes que eu pudesse dizer qualquer coisa a mais ele apontou para a porta. Eu segui seu gesto e olhei para a porta fechada do quarto. Como se houvesse sido combinado, neste momento houve uma leve batida do outro lado, seguido por um choramingo. ―Mamãe?‖. Era Renesmee. Eu empurrei as cobertas e disparei para fora da cama. Cheguei até a porta num salto ligeiro por sobre o quarto. Aterrissando delicadamente perto da porta, eu a abri com tudo. Renesmee levantou o olhar para mim, segurando com força o lobo de pelúcia que Jacob havia lhe dado logo que ela nasceu. Eu me ajoelhei na frente dela, secando as lágrimas em seus olhos.

―O que foi, querida?‖, perguntei, retirando um cachinho caído em seu rosto. Ela esfregou o rosto no cachorro em suas mãos antes de olhar para mim. Ela fungou uma vez e respondeu: ―Eu tive um pesadelo‖. Seu sussurro se partiu na última palavra, e ela se atirou em meus braços. Eu a abracei apertado, tentando acalmá-la. Sem nenhum esforço, eu a levantei e a carreguei até a cama. Edward estendeu seus braços abertos enquanto eu a sentava entre nós dois. Ela rastejou até seu colo e curvou-se para aninhar-se em seu peito. Ela enfiou o lobo debaixo de seu braço, levantando o rosto para mim. Eu podia ver claramente o medo em seus olhos, e daria tudo para fazê-lo ir embora. ―Me mostre o que você viu‖, eu disse, sem tirar meu olhar de seus lindos olhos castanhos. Ela concordou com a cabeça, e empurrou o lobo para entre sua perna e o estômago de seu pai. Lentamente, ela inclinou-se para longe dele, colocando as duas mãos nas minhas bochechas. Imediatamente eu vi um fluxo de imagens de hoje mais cedo. Mas estas eram diferentes: não havia final feliz. No sonho ela estava observando a cena de cima dos largos ombros de lobo de Jacob, impassiva. Assistindo os Volturi matarem cada membro da nossa família. Ela gritava para eles pararem, agarrando de mão cheia os pêlos de Jacob. Ela baixou os olhos para mim, com os seus cheios de lágrimas, enquanto eu empurrava Jacob na direção das árvores. ―Vá!‖, eu gritei ao mesmo tempo em que ele se virava como eu havia mandado. Ela se virou de volta a tempo de ver Edward tentando se colocar na minha frente para me proteger, enquanto nós dois éramos engolidos por chamas. Eu engasguei procurando pelo ar de que não precisava, enquanto empurrava as mãos dela para longe do meu rosto. Puxando-a do colo de Edward, eu a aninhei no meu próprio, a ninando para frente e para trás. Ela envolveu seus braços em meu pescoço com força, soluçando de encontro à ele. ―Papai e eu não vamos a lugar nenhum. Eu prometo‖, eu disse, esfregando suas costas suavemente. ―Mas…eu…vi…‖, ela começou a soluçar, mas eu a interrompi. ―Foi apenas um pesadelo. Você sabe que meu escudo vai impedir que qualquer um de nós se machuque‖. Eu senti seu corpo relaxar em meus braços, e eu relaxei com ela. Eu levantei os olhos para Edward, que estava me assistindo com um olhar zombeteiro. ―O que foi?‖, eu perguntei, estreitando meus olhos para ele. Como ele podia não estar preocupado com sua filha? ―Ela é definitivamente sua filha ‖, ele deu de ombros, dando tapinhas nas costas dela. Eu levantei uma sobrancelha, e Renesmee se virou nos meus braços para olhar para ele. ―O que você quis dizer com isso?‖ ―Quero dizer, os sonhos dela. São exatamente iguais aos seus quando você era humana‖. Ele deu um risinho e tocou a ponta do nariz de Renesmee. Ela o enrugou, sorrindo para ele. Eu virei os olhos, lançando para ele um sorriso torto. ―Posso dormir aqui hoje?‖, perguntou Renesmee com sua vozinha alta. ―Claro‖, Edward sorriu puxando as cobertas para que ela pudesse rastejar para baixo delas. Ela se ajeitou até chegar numa posição confortável. Eu prendi o cobertor ao redor dela, entre Edward e eu, de forma que nós não a deixássemos com frio. Ela segurou nossos braços com força, com seu lobo vermelho e cinza socado ao seu lado. Edward descansou a cabeça perto da dela, murmurando uma canção de ninar que eu nunca havia ouvido antes. Ela logo caiu num sono profundo. Quando eu ouvi sua respiração tornar-se profunda e uniforme, eu sorri para Edward. ―Essa é nova. ‖

―Eu escrevi para ela. Era uma das únicas coisas capazes de acalmá-la quando ela nasceu, e você estava…dormindo. ‖ Eu concordei com a cabeça, inclinando-me por cima da minha filha para beijar meu marido. ―Sala de estar?‖, pensei, arqueando minhas sobrancelhas. Edward estava fora da cama, me levantando em seus braços sem esforço algum, e disparando por nossa pequena cabana. Eu soltei um risinho quando ele me atirou no sofá, e em seguida veio o seu corpo.

O sol da manhã brilhava forte pelas janelas da sala, enquanto refletiam a neve do lado de fora. Eu olhei para minha pele que brilhava, sorrindo para mim mesma enquanto repousava o meu braço ao lado do de Edward. ―Nós combinamos‖. Eu ri, olhando para o rosto lindo dele. Ele sorriu, concordando com a cabeça, então ele pegou o meu braço e traçou um caminho de beijos desde a ponta dos meus dedos até meus lábios. Eu pressionei o meu corpo contra o dele, envolvendo meus braços em seu pescoço. Ele segurou meu pulso, me afastando. Eu soltei um resmungo, mas não insisti. Eu sabia que Renesmee logo iria acordar, e então levantei e caminhei até a cozinha. Edward seguiu atrás, andando até a geladeira. Ele tirou 3 ovos e os colocou em cima da mesa. Mesmo que Renesmee fosse meio-humana, ela preferia sangue a comida de verdade. A única comida que conseguíamos fazê-la comer eram ovos. Quando ela era menor nós estávamos tentando fazê-la se alimentar de comida humana ao invés de sangue de doações, eu me lembrei que quando estava grávida dela ovos eram a única coisa que eu conseguia comer. Eu sentei, observando Edward fritar os ovos. ―Oi, manhosa, ‖ eu sorri para a pequena garota dorminhoca parada na entrada. Ela bocejou, arrastando seus pés enquanto andava na minha direção. Eu a puxei para o meu colo, e ela se encostou em meu peito. Ela empinou o nariz, sentindo o cheiro no ar. ―Yumm, ovos!‖, ela comemorou, escorregando para fora do meu colo e encolhendo-se embaixo do braço de Edward para assistí-lo cozinhar. Ele a empurrou para longe do fogão, enquanto colocava os ovos em um prato. ―Vá para a sua cadeira, ‖ disse Edward, acenando com a cabeça na direção da cadeira ao lado da minha, que tinha um assento elevado. Ela obedeceu e subiu nela com facilidade. Ele colocou o prato na frente dela, e ela inalou o aroma dos ovos antes de colocar as mãos espalmadas no prato. Edward pigarreou e buscou um pequeno garfo. Ela virou os olhos e o pegou, espetando os ovos. Eu me recostei na cadeira, tentando esconder meu riso. Embora Renesmee não tivesse nem um ano de idade, ela aparentava uma criança de 4 anos. Ela era mais inteligente que crianças de 4 anos em alguns aspectos, mas na maior parte do tempo ela agia como alguém de sua idade (ou da idade que aparentava). ―Nessie, por favor, mantenha a comida dentro da sua boca‖. O tom de Edward me trouxe de volta dos meus pensamentos. Eu levantei o olhar e a vi sorrindo escancarado com a boca cheia de ovo para seu pai. Ele estava ajoelhado, limpando o chão sob a cadeira dela. ―E então, você tem o corpo de uma criança de 4 anos, mas não completou nem um ainda. Será que nós vamos ficar presos nos terríveis dois anos?‖, perguntou Edward, levantando o olhar para ela. Ela deu de ombros e me olhou. ―Pronto!‖, ela cantarolou, empurrando seu prato para mim.

―Você só deu algumas mordidas, ‖ eu disse apontando para seu prato ainda cheio. ―Se você não comer eu vou ligar pro Jacob e dizer pra ele não te levar pra caçar mais tarde. ‖ Eu falei isso enquanto andava na direção do telefone, piscando para Edward. Ele me lançou um sorriso e rapidamente ficou sério de novo para olhar para Renesmee. ―É verdade. Eu li a mente dela, ‖ mentiu ele, colocando o prato de volta na frente dela. Com uma bufada, ela pegou o garfo e continuou a comer em silêncio. Eu coloquei o telefone de volta no suporte e saí da cozinha para me vestir. Fiquei parada, impassiva, dentro do closet gigantesco que minha amada cunhada havia feito para mim. Edward me ensinou a reconhecer os diferentes aromas dos tecidos, e assim eu encontrei facilmente uma calça jeans. Eu a vesti, enquanto escolhia uma blusa. Peguei uma azul no cabide e a coloquei. Dei uma olhada no espelho de corpo inteiro do closet e acenei com a cabeça, indo para o banheiro para pentear meu cabelo embaraçado. ―Não importa o que você faça, você sempre será maravilhosa. ‖ disse Edward, vindo detrás de mim. Eu virei os olhos dando-lhe uma cotovelada nas costelas de brincadeira. Ele se inclinou para a frente esgasgando. ―Oh, desculpe!‖, eu me virei para ele num salto. ―Eu sempre esqueço‖. Ainda uma recém-nascida, às vezes eu esquecia da minha força. Ele apenas riu e se endireitou. ―Está tudo bem‖, ele disse me beijando. ―Eu gosto,‖ ele deu um sorrisinho maroto, piscando para mim. Eu ri e lhe dei um tapinha de brincadeira. ―Ei, sanguessugas!‖, chamou Jacob enquanto entrava pela porta. Por que ele tem que nos chamar assim? Renesmee gostava de aprender palavras que ela não deveria. ―Jakey!‖, gritou Renesmee da cozinha. Eu pude ouvir seu copo de leite derramando enquanto ela pulava da cadeira. Vi Edward balançar a cabeça, e soube que ele também ouviu. ―Ei, jovenzinha!‖, disse Jacob enquanto Edward e eu entrávamos na sala. Renesmee pulou para os seus braços, e ele a pegou com facilidade. Ele a levantou sobre sua cabeça e a jogou levemente. Ela gargalhou com prazer enquanto seu cabelo se esparramava por seu rosto quando ela aterrissava em seus braços. ―Ei, Jake‖, eu disse, ficando na ponta dos pés para beijá-lo na bochecha. ―Como foi sua noite?‖, perguntei, seguindo-o até o sofá. ―Nunca dormi tão bem na minha vida‖, ele suspirou, apoiando a cabeça no encosto e batendo suas mãos nas de Renesmee. ―Eu não!‖, disse Renesmee, deixando suas mãos caírem. ―Eu tive um pesadelo, mas mamãe fez tudo melhorar‖. Ela sorriu para mim, e eu não pude evitar sorrir de volta. ―Ei, Jacob‖. Edward saiu da cozinha secando suas mãos pelo leite derramado. ―Ei sanguess…‖ ―Jake! Por favor, não na frente de você sabe quem. ‖ Eu pedi, mirando minha filha no colo dele. Ela estava prestando atenção em cada palavra que ele dizia. ―Edward‖, bufou Jacob. ―Obrigada‖, sorri. Eu amava Jacob, mas na maior parte do tempo ele me irritava. Ele era tão doce antes de se tornar um lobisomem. Eu sentia falta do antigo Jacob, mas sabia que as coisas haviam mudado. E eu podia notar que ele também sentia falta da antiga Bella, mas eu também havia mudado. Além do mais, ele não me devia nada a não ser honra e obediência, dado que ele havia sofrido um imprinting na minha filha. Eu tremi com o pensamento, mas o suprimi. Eu não culpava mais ele por isso, mesmo que eu nunca fosse me acostumar. Jacob e eu sempre tivemos uma conexão forte quando eu era humana. Parte de mim sabia que

―Eu não planejava viver depois do dia de ontem. Ela estendeu os braços enquanto eu pegava sua calça rosa e sua blusa rosa e roxa combinando. ―Assim como você. segurando nas mãos de Jacob. Eu estranhei. ―Eu estou sugerindo que nós também fóssemos caçar‖. ―Quarto. afastando os pensamentos da minha cabeça. parada em frente ao enorme closet em seu quarto que Alice havia construído para ela. ‖ ele deu de ombros. Eu voltei minha atenção ao meu marido… Eu estava me acostumando com a palavra. Ela estava crescendo em mim. ―E então. Eu ri quando a pontada de esperança que estava em seus olhos desapareceu. eu provoquei enquanto passava por eles na entrada. ―Linda. ―O que você está sugerindo. batendo na porta aberta do quarto de Renesmee. ‖ adicionei. Eu amarrei seus cadarços e penteei seus cachos. Sua voz aguda me libertou das profundezas dos olhos de ônix de Edward. ‖ ele acusou. ―Aquele!‖. eu podia compreender que era apenas Renesmee nos atraindo para perto um do outro. deslizando do colo de Jacob. Eu suspirei. ―Tudo pronto‖. ela cantarolou. soltando sua mão direita para traçar os círculos escuros sob seus olhos. não era o suficiente para fazê-lo se mover. Jakey!‖. eu perguntei. balançando minha cabeça. assim como outra parte era atraída para Edward. ―Você está com sede. ―Ah. quais são os planos para hoje?‖.‖ Eu segurei as mãos dele nas minhas. inclinando-se para dar beijos sob cada um dos meus olhos. Mesmo que ela fosse forte. gritou Renesmee. tirando Renesmee do meu colo. eu disse. ―O que você quer vestir?‖. Ajudei-a a se vestir. Eu segui logo atrás. ela gritou.antes eu era atraída para ele. puxando as mãos dele com toda a força. ‖ ela sorriu. Fingir que era humana estava ficando mais fácil agora. ―Eu não sei. ―Vamos. ‖ disse ele. Jakey‖. Ele entrelaçou nossos dedos apertando minhas mãos. ―Quintal!‖. ―Está frio demais‖. zombando das minhas palavras. pegando-a no meio do caminho para a porta.‖ eu disse enquanto ela girava na minha frente. apontando para um vestidinho de verão de cor rosa e azul. Sra Cullen?‖. pelo enorme sorriso no rosto dele. sentando-se perto de mim.‖ eu disse simples. Jake vai levar Renesmee para caçar durante o dia. perguntei. baixo o suficiente para que Renesmee não ouvisse. perguntou Jacob. ―Sim. Grata por toda aquela luxúria entre mim e Jake ser agora pura amizade. Eu olhei rapidamente para Renesmee para ver se ela havia escutado. eu ri. apesar de ela ter insistido em fazer a maior parte sozinha. Ela logo desistiu. Dentro de dois segundos ela já estava de volta. sabendo que não ia vencer. Devia ser algo bom. como assim?!‖. Eu olhei para Edward quando ninguém me respondeu. ainda não acostumada com meu tão recente nome. cruzando as pernas. ela choramingou lutando contra meu forte aperto. ―Pronta para ir?‖. mas relaxei quando vi que ela estava ocupada mostrando para Jacob algo que ela tinha em mente. caminhando para dentro do closet. ―Bom. ―Vestido bonito. Eu lhe entreguei o pente e ela correu para o banheiro para guardá-lo. Ele apenas revirou seus olhos. Eu já era capaz de agir como uma sem pensar. . marido.

trazendo-me de volta dos meus pensamentos. ―Jacob e Quil chegarão aqui em cerca de uma hora. O sol primaveril estava quente na minha pele. Eu acelerei o passo e o escutei fazendo o mesmo. Eu podia ouvir vários coraçõezinhos de animais recém-nascidos batendo ao redor da minha pequena cabana. Pensando na idade de Renesmee. Eu pensei a respeito das palavras de Nahuel. Ele me olhou confuso. ―Onde está Claire?‖. ―Isso é muito tempo. caminhando na frente dele. eu sorria assistindo Renesmee perseguir uma borboleta no quintal da frente. ―Vamos encontrar nossa filha. ‖ Eu assegurei Edward. por cima do meu ombro. baixando o olhar para seus sapatos. Desde então. ―Você já terminou?‖. ―Corrida!‖.‖ Ele suspirou. Faziam 4 meses desde que os Volturi haviam vindo para destruir o núcleo da minha existência. Eu sabia que Edward estava se sentindo da mesma forma. Ele seguiu logo atrás. ele brincou. eu gritei. Ele deu um apertão forte na minha mão enquanto nós andávamos em velocidade humana pela encosta rochosa da montanha. Nós dois ficamos preocupados por não ter nossa filha sob nossa proteção. Claire agora tinha 4 anos. agarrando a minha cintura. o gracioso meio-vampiro meio-humano que ajudou a salvar a vida da minha filha.‖ Resmungou Renesmee. um observador normal pensaria que éramos uma familia comum. Apesar de eu parecer um tanto jovem para ter uma filha de 4 anos.‖ Eu disse. na minha percepção. eu não podia deixar de perceber o quão lento o crescimento dela havia se tornado. com um forte toque de pinho fresco. ―Eu sei. A floresta inteira cheirava como uma floricultura gigante. perguntei. Olhando meus arredores. Eu olhei para Renesmee de novo. ela não havia crescido mais do que alguns centímetros de lá até agora. quando elas estavam juntas nenhumas delas notava a diferença. Ela soltou uma risada alta e aguda enquanto corria ao redor da base da árvore. Os aromas ao meu redor eram novos. Balançando lentamente na cadeira na varanda. Nos últimos meses Jacob havia levado Renesmee para La Push para ajudar Quil a manter Claire distraída. inalando o doce aroma da primavera.Nossa caçada não foi tão excitante quanto eu pensava que seria.‖ eu respondi. O cheiro da floresta era muito diferente na primavera. Nós sabíamos que ela estava desacelerando porque Carlisle insistia em medí-la todos os dias desde que ela havia nascido. Renesmee me perguntou vindo para sentar na cadeira de balanço comigo. Eu sabia que elas seriam amigas por toda a vida. Apesar de a maneira das duas falarem ser imensamente diferente. e também a mim mesma. e então as duas acabaram tornando-se amigas próximas. soltando sua mão. mas acho que é cedo demais para ela sair do nosso campo de visão. Carlisle andava ocupado realizando mais pesquisas porque Renesmee parou de crescer em seu ritmo acelerado. . ―Você leu minha mente‖. levando em conta com quem elas acabariam casando quando ficassem mais velhas. pois eu havia me tornado uma vampira no outono. Ele havia contado para Aro que ele estava completamente desenvolvido em apenas sete curtos anos após seu nascimento. ―Ela está segura com Jacob. rindo para mim mesma por ela ter desviado sua atenção para um esquilo que subiu em uma árvore enquanto ela o perseguia.

―Ele acha que ela parou de crescer. brincando de esconde-esconde com Claire e Renesmee. Ainda estou mal começando o jantar. Será que eu seria realmente capaz de ver minha filha crescer num ritmo normal? Eu amava a idéia de que ela permanecesse pequena por mais tempo. mas não sabia exatamente o que era que eu queria perguntar. claro. e eu apoiei minha cabeça em seu ombro. Eu me virei na direção da casa. entoou Edward caminhando através da abertura entre as árvores. sorrindo. ―Mas Nahuel atingiu…‖ Edward me interrompeu. ‖ Eu omiti a parte em que o jantar era apenas para alguns poucos selecionados.―Olá. mas eu não tinha a força necessária para tentar disfarçar. ―Oi. Ele deixou sua voz morrer. Ele me passou o telefone. eu comecei. Ele quer fazer mais testes. ‖ Ele disse as três últimas palavras lentamente. Eu relaxei e peguei o telefone de sua mão. ―Oi. Eu levantei minhas sobrancelhas para ele hesitando. disseram Quil e Jacob ao mesmo tempo.‖ ―Por quê? O que há de errado?‖. Eu virei os olhos para eles. Ambos tinham um pai vampiro. Ele a acomodou em seu peito e começou a nos balançar devagar. eu disse chamando os quatro. Ele havia lidado muito bem com as minhas mudanças. e na época uma mãe humana. não querendo terminar a sentença. ―Como está Carlisle?‖. perguntei. para sempre?‖. com sua atitude de ―saber apenas o necessário‖. Eu não tinha mais que me preocupar em disfarçar minha voz perto dele. . mas isso ao mesmo tempo me preocupava. Eu não via diferença nenhuma em Renesmee. falando com alguém no telefone. enquanto ele levantava Renesmee da cadeira para poder se sentar.‖ ―Mas como?‖. Ela não cresce desde antes…‖. pai‖. ―Típico‖. Eu pensei a respeito dessa nova informação por um tempo que pareceu uma eternidade. moças‖. Minha voz soava preocupada. ―Seu pai‖. tentando juntar as peças do que ele estava me dizendo. mas Renesmee regrediu para um ritmo de crescimento igual ao de um humano. eu perguntei. ―Ei. ―Ela é especial. Eu ouvi Edward lá dentro. Percebendo que eu estava sozinha na cadeira. seguindo a voz de Edward. Nahuel havia dito que suas irmãs cresceram no mesmo ritmo que ele. Eu fiz uma nota mental de conversar com Carlisle eu mesma. Quil e Jacob estavam aparecendo e desaparecendo dentre as árvores. ―Sim. ―Então… ela vai continuar crescendo agora em um ritmo normal?‖. sem compreender. ―Mas. perguntei. Bells… er…você tem um minuto?‖ Ele perguntou hesitante. Eu olhei para o sol que começava a se pôr atrás das montanhas e me levantei. eu olhei ao meu redor para ver para onde todos tinham ido. O rosto de Renesmee espelhava o meu. enquanto esperávamos que ele respondesse. ―Vocês estão com fome?‖. ―Sim. ―Confuso.‖ Disse Edward dando de ombros e beijando o topo da cabeça de Renesmee. ―Morrendo!‖. ―É o que o Carlisle acha. Bella?‖.

Apesar de sua irmã. disse ele. está quase pronto. ‖ Eu ouvi a voz de Seth se aproximando. ―Ei. Ele apenas deu de ombros. que ele havia salvo durante o ataque dos recém-nascidos no último inverno. eu faço alguns a mais. Você pode chamar os outros?‖. virando-me para Edward. Eu ri por dentro. ―Claro!‖. ―Os vejo em breve‖. perguntou Seth. Seu tom era o mesmo de quando ele tentou conversar comigo sobre sexo há mais ou menos um ano. ―Alguma coisa está cheirando absurdamente bem. ―Não. ―Parece ótimo! Nós estamos indo praí já. pai‖. já a caminho da saída. Ele continuou a andar em direção à porta de entrada. Mesmo tendo o fato de sua mãe estar saindo com o pai dessa vampira aqui. Traga a Sue. Seth foi um dos primeiros lobos a realmente respeitar nós vampiros. eu perguntei. eu choraminguei. Ele soltou uma gargalhada antes de sair da cozinha. puxando pratos de papel e os colocando numa pilha em cima da mesa. alto o suficiente para que ele ouvisse. ―Ugh!‖. Eu sabia que essa tinha que ter vindo de Jacob. Eu sabia que ele também era o de Edward. ―Por que você não vem pra cá então? Eu estou preparando alguns hambúrgueres e hot-dogs. ―Bem infantil. pensando que era um pouquinho tarde demais para conversas como essa. Oh. ―Você realmente não vai me contar?‖.‖ eu sorri enquanto meu pai entrava. Eu o abracei com delicadeza. eu o ouvi gritar da porta. Eu ouvi a porta se fechando e os passos de Edward pelo pátio de pedra. Eu fiquei feliz quando sua mãe começou a namorar o meu pai. Eu revirei os olhos. ‖ Ele hesitou em dizer o nome de Leah. mas não consegui. ―Finalmente!‖. e sabia que era dele. caminhando na direção do fogão com passos pesados. ―Você sempre pode caçar sua própria comida. Eu decidi cantarolar a canção de ninar que Edward havia escrito para mim há o que parecia décadas atrás. ―Ei. Ele rosnou para mim antes de me mostrar o sorriso Jacob que eu sempre amei. Eu ouvi uma risada vinda do lado de fora. Eu preferiria que não fosse por telefone‖. Leah nunca ter gostado de nenhum de nós. perguntei. assistindo à fila de pessoas entrando em minha casa. Eu me virei contra o fogão no exato momento em que a porta se fechava detrás dele. eu disse antes de desligar o telefone. inclinando-se por cima do fogão para sentir melhor o cheiro da comida. fingindo trancar seus lábios e jogar a chave fora. eu disse por cima do meu ombro. ―Comida!‖. tentando fazer o máximo de barulho que eu conseguisse. . e o Seth e a Leah estão com a gente. Eu lhe devia minha vida. ―Covarde‖.‖ eu disse sarcasticamente enquanto ele entrava pela porta da frente com Renesmee pendurada em suas costas. Seth sempre havia sido meu favorito dentre o bando de lobos. eu pensei sobre o que meu pai poderia querer me dizer. Enquanto eu moldava a carne em hamburgueres. Teria Sue contado à ele sobre o segredo da minha família? Saberia ele que Seth e Leah são lobisomens como Jacob? Eu tentei espantar os milhões de pensamentos que estavam correndo pela minha cabeça. parando para virar-se e piscar para mim.‖ eu disse enquanto ele beijava minha bochecha. hmm… preciso falar com você…pessoalmente. beijando sua bochecha. Seth. ―Quais são as novidades?‖.―Eu meio que. eu lhe assegurei. seguindo-o. Edward‖. eu me virei de costas para ele. pai. ‖ Sugeri. tirando outra embalagem de carne do freezer. sabendo que ela e eu nunca havíamos nos dado bem. ―Tudo bem. Eu permaneci na porta. ―Precisa de ajuda?‖.

‖ Murmurei. ‖ Suspirei batendo a porta. Eu derrubei meu escudo facilmente. Meu novo corpo gracioso não me deixava. ―Eu acho melhor não. mas tentando soar educada. Vasculhei a sala. Pensei. ele perguntou. Para todos os outros parecia que ele apenas estava descansado a mão na minha perna. seu cotovelo esmagando minhas costelas. Ela sorriu educadamente. eu coloquei o braço ao redor dos ombros de Edward com indiferença. segurando-me no lugar com o ombro. Mesmo que eu fosse adorar fazer isso.‖ Ela nem tentou ao menos esconder a raiva em sua voz. então ele sabia que nós não iríamos chamar a atenção de ninguém. Edward deu um tapinha no meu joelho. murmurou Edward baixo o suficiente para que apenas eu ouvisse. . Ele se inclinou no encosto do sofá. atrás dele. Eu senti Edward tenso quando ele percebeu minha raiva através dos meus pensamentos. ―É bom te ver também. só um pouco forte demais. Eu nem podia me jogar no sofá e me esparramar. Aquela vira-lata lá fora está acabando com minha paciência. e também que meu pai estava ali. e certamente era ela sentada na cadeira na varanda olhando para as árvores. ―Não vai entrar?‖. e sorri. ―O que foi?‖.‖ Eu ri nervosa. eu olhei ao redor da sala tomando consciência de que nós éramos uma minoria frente aos lobos. colocando seu prato na cadeira em que ele estava sentado. um flash de confusão em seus olhos. indo sentar ao lado de Edward. ―Olá. Eu era agradecida a Leah por ela ter ficado na linha de frente para proteger minha filha. ―Não mudou nada. ―Que seja. e eu sabia que ele estava esperando que eu saltasse. Então eu fiz um biquinho e cruzei os braços. me tranquilizando. Mas eu nunca a perdoaria por ela ter me ferido do jeito que ela fez quando eu estava grávida. e eu percebi que ainda estava com meu escudo baixado. colocando as mãos em meus ombros. Ele colocou sua mão em meu joelho. Charlie pigarreou enquanto se levantava. Ele olhou para mim pelo canto dos seus olhos. eu disse seca. Eu não sabia o por quê. não era difícil lidar com meu escudo quando fico irritada. Edward refletia a aparência espantada do meu pai. mas eu sabia que ela fez isso estritamente seguindo ordens do seu alpha. garota?‖. pai‖. descansando minha mão em sua bochecha. mas isso me enfureceu.―Como vai você. Eu olhei para Sue. apertando o topo do meu braço antes de caminhar até os outros. Eu estou bem. Lá vamos nós… eu pensei para mim mesma. Bella‖. o que provavelmente as quebraria se eu fosse humana. ―Desculpe. percebendo que Leah não estava ali. As paredes tremeram. e então eu o recoloquei no lugar. Ele passou os olhos por mim rapidamente. Eu inclinei a cabeça para ver lá fora. soltando um suspiro alto enquanto deixava Edward continuar me segurando onde eu estava. e todos se viraram para olhar para mim. Não querendo falar em voz alta.

―Você sabe. eu disse impaciente. Ele percebeu que eu havia colocado meu escudo no lugar. Eu estava tão envolvida no que estava acontecendo com Charlie que não havia percebido que ela estava comendo. eu machuquei seus sentimentos. Leah se afastou da janela. ‖ Ela olhou para fora da janela da frente. e está permitindo que isso aconteça?‖. Jacob e Quil também estavam de pé numa posição protetora na frente de Claire e Renesmee. ―Lembra daquele negócio de ―saber apenas o necessário‖?‖. eu disse entre dentes apertados. que parecia tão confuso quanto eu. bloqueando-o dos meus pensamentos. obviamente magoado. Eu o ignorei. que me atirou um olhar magoado. Eu lancei uma olhada rapidamente para Seth. livrando-os do domínio de Edward. por favor se acalme. Edward devia ter lido sua mente. Todas as coisas na sala pareciam agora vermelhas aos meus olhos. Vocês três têm que se resolver. eu apontei para ela. ele disse. exclamamos eu e Seth simultaneamente. eu não entendo… eu achava que você gostasse de Sue e de seus filhos?‖. Eu sabia que era mais forte que ele. Ah. ―Bem. ―Você tem noção do que vocês estão fazendo?‖. mas eu o ignorei. mas pai…‖. ―Eu sei o que estou fazendo. ‖ Ela começou suspirando. pego de surpresa pela nossa reação. de tal forma que eu não conseguia nem vê-la. ―Bem.‖ Implorou Edward. virando sua cabeça para olhar para mim. ―Bella…‖. Edward ficou parado como uma rocha entre meu pai e eu. ―Saia do meu caminho. Eu deixei meus olhos vagarem para onde ela estava sentada no chão. Sue e eu…vamos nos casar. é relacionado com aquilo.‖ disse Charlie. Claro que ela sempre comia quando Jacob se alimentava de comida humana. Edward posicionou-se ainda mais na minha frente. cruzando os braços. sussurrou Charlie. com o rosto brilhando de excitação. ―Eu amo Sue. ―Eu amo seu pai. e nós iríamos adorar se vocês crianças participassem do casamento…‖ ―CHARLIE!!‖. rosnei. Suas mãos estavam tremendo. Já chega! Eu já estava farta da atitude dela. perguntei. ―Bella. Alarmado pelo meu movimento súbito. agarrando com força os meus braços. ―Vocês o quê?!‖. virando suas costas para mim. ―Bells. disse Jacob cauteloso. antes . Seus olhos travaram nos meus. aos pés de Jacob. Passei por ele rapidamente. Um vampiro com meios-irmãos lobos? Absolutamente não fazia sentido algum para mim. ficando em pé na frente de Charlie. Eu segui seu olhar para Seth. Charlie deu um pulo para trás. garotos‖. Se meu coração batesse eu não tenho dúvida de que ele estaria soando exatamente como o de Renesmee. Eu me virei para ver Leah olhando para dentro. Eu notei que seus olhos estavam arregalados na minha direção. colocando-se entre mim e a porta. eu gritei. ―Você‖. que era a única que permanecia sentada. sim…‖.Eu ouvi Edward deixando escapar um pequeno rosnado que vibrou por seu peito. Eu deixei minha voz morrer. Eu movi meus braços com força. porque eu ouvi seu corpo movendo-se ao meu redor para trás de mim. ―Bem. e focalizei meus olhos em meu pai. Jake‖. Olhando ao redor da tensa e silenciosa sala. Bella. olhando de volta para Sue. com Claire ao lado dela. percebi que todos os olhares estavam em mim. tentando conseguir uma forma de explicar para ele sem dizer quem eu realmente era. ‖ Eu dei de ombros antes de baixar os olhos para Sue. Os olhos de Charlie vagavam entre os olhos de Seth e os meus apenas. ―Eu gosto de Sue e Seth. ―Bem…‖. Eu respirei profundamente para me acalmar. Fui mais perto quando ele não se moveu. Meus pensamentos voaram para o lobo que estava sentado na minha varanda. ótimo. sem piscar. empurrando o braço de Edward de cima de mim. ―Eu tenho boas notícias para vocês. Ela se levantou. curvando o lábio superior para mostrar os dentes.

Eu ouvi Charlie engasgar atrás de mim. ela perguntou. ―O que você quer?‖. ―Eu gosto do seu pai! Não é culpa dele por quem ele se apaixona. ela não terminou antes que um rosnado profundo rasgasse pelo meu peito enquanto eu aterrissava sobre ela soltando um grito alto e agudo que eu nunca havia ouvido antes. Eu percebi pela primeira vez que estava cercando Leah para dentro da floresta. Eu virei meus olhos. Leah cuspiu as palavras em nós mais uma vez. virando de costas para ela.que ele tivesse sequer percebido que eu havia me movido. ―Por que você não cresce de uma vez. com minhas duas mãos fechadas em punhos. Merda! Eu teria que explicar-lhe isso mais tarde. levantando uma sobrancelha para mim. Charlie‖. eu ouvi a súplica do meu pai atrás de mim. Edward o alertou. enquanto ela me assistia. mas isso não é nossa culpa… filhotinha!‖ Meus lábios estalaram no fim da palavra. ―Bella!‖. Não estou certa?‖. mas nossos pais parecem querer juntar nossos mundos. e eu me recuso a ser parte da…sua família‖. com suas mãos trêmulas. ―Vocês dois me enojam. O corpo inteiro de Leah tremia neste momento. Leah?‖ ―Eu não estou gostando disso tanto quanto você. ―Garotas…do que vocês estão falando?‖. Leah gritou para ele. ―Por que você não pode deixar pra lá. ―É de você que eu não gosto. Um rosnado rasgava através do meu peito. ela perguntou sarcasticamente. mas eu perguntei de qualquer forma. Eu dei um passo na direção dela.‖ Seus olhos passaram de mim para Edward e de volta para mim. passando por mim até o rosto chocado pressionado na janela frontal da casa. . ―Fique longe. sanguessuga!‖. Leah? O que nós fizemos para você?! Eu sinto muito se sua vida é miserável. Eu segui seu olhar. Jacob estava com o braço firme ao redor de Renesmee. ―Controle sua esposa. eu pude ouvir alguém atrás de mim. eu gritei. ―Leah!‖. parasita!‖. ―Eu quero saber qual é o seu problema! Que você não gosta de mim eu entendo. ―Sua monstrinh… ‖. ouvindo Charlie mais uma vez no interior da casa. ―O que você está insinuando?‖ Eu já sabia sua resposta. ―Eu me recuso a ser parte da sua família nojenta!‖. E então a mão de Edward estava no meu ombro. saltando através da entrada e aterrissando a mais de 3 metros de onde havia saído. ‖ Leah estava se certificando de manter uma boa distância de mim.

mas eu abri a boca rosnando. e meus dentes afundaram-se em…algo que não era peludo. eu gritei. sem me seguir. ―Eu acho que você devia pedir desculpas para ela‖. Aterrissei em um arbusto. Ela chocou-se comigo com o topo de sua cabeça. A voz veio de Edward. olhando mais de perto. segurando a parte de trás de sua cabeça. aproximando-se mais lentamente que o normal. mas eu podia ver o desapontamento em seus olhos. A voz se aproximou.‖ Edward deu de ombros. Ela ainda estava no chão. por favor. ―Era você!‖. Bella. eu estou bem. Suas mãos estavam estendidas à sua frente. Ambos ainda estavam em sua forma de lobo. Eu soltei o que quer que estivesse na minha boca. Bella! Não!‖. eu ouvi Charlie gritar da clareira. ela se transformou enquanto avançava em mim. Eu lancei um olhar para Jacob e Leah. mas antes que eu percebesse o que era eu senti uma dor aguda no meu lado. perguntei. mas reconquistei meu equilíbrio antes de aterrissar suavemente em pé. você está ciente de que seu pai assistiu tudo?‖ Eu fechei meus olhos. perguntou Edward. ―Eu?!‖. levantando a cabeça com tudo para olhar para ele. perguntei com meus braços abertos. Mas eu estava concentrada demais para prestar atenção em qualquer outra pessoa. . Eu estava voando pelos ares. sendo rebatida para fora dele antes de atingir o solo. Ela voou de costas batendo num carvalho gigante e o partindo no meio. eu sinto muito…‖ ―Bella. evitando-o. ―Alguém faça elas pararem!‖. Eu baixei meu olhar para meus sapatos. Eu engasguei. ―Como está Leah?‖. eu disse.eu disse me aproximando dela. Nós duas caímos em pé ao mesmo tempo. ―Jacob! Você tinha que fazer isso com tanta força?!‖. ―Ela vai ficar bem. você está bem?‖. ―Bella. Eu dei um passo para trás enquanto seu corpo inteiro começava a se convulsionar. ―AHH BELLA!‖.‖ Sua voz estava fria. eu gritei quando percebi que eu o havia mordido. prontas para me pegar se eu tentasse disparar desviando dele. eu ouvi Edward gritando enquanto eu me levantava e me recompunha da queda. olhando para o seu braço esquerdo. ―Sim. eu ouvi uma voz vindo detrás de mim. ―Está doendo? Edward.Eu lancei Leah para o chão com facilidade antes de que ela sequer tivesse a chance de se transformar. ―Não. Ela afundou as unhas nos meus ombros. ‖. me preparando para sentir o gosto do sangue do lobo na minha frente. sem nem cogitar levantar o olhar. mas era tarde demais. Leah! Eu sei que você estava louca pra fazer isso já por algum tempo!‖. de canto de olho. Eu dei a volta e a chutei antes que ela tivesse a chance de novo de se transformar. Por que eu deveria? Ela que começou. desejando ter sido capaz de controlar minha raiva. Eu deixei meus instintos me dominarem completamente.‖ ―Não. ―Vamos lá. Eu o segurei em minhas mãos. Eu voei para trás. ―Isso é o melhor que você pode fazer?‖. lançando-me por cima de sua cabeça. Ela avançou em mim mais uma vez. Antes que eu pudesse piscar ela estava em pé. desviando-o da minha frente enquanto passava. ―Bella. Ele me deixou ir. Só arde um pouco.

―Você devia estar…morta‖. ―Leah e Seth são lobisomens como Jacob.‖ ele engasgou. não! Deixe ela e o vovô conversarem. levantando-se. começou Charlie. ela é meio-humana e meio-vampira. Charlie gritou. Seus olhos arregalaram-se para mim. sabendo o que ele iria dizer. espere…‖. levantando-me e caminhando na sua direção. gaguejou Charlie. ―NÃO!‖.‖ Eu disse. e a deixou cair quando não conseguiu achar nenhuma. ―Eu estou aqui. Quando eu não respondi. ele perguntou.‖ Charlie agarrou meu braço. e nem Edward. ouvi Renesmee chorando no corredor. pai. enquanto eu caminhava para a varanda. Mais rápido do que o de um humano normal.‖ Eu peguei sua mão e a coloquei onde meu coração deveria estar batendo. ―O coração dela bate. olhando para a porta fechada. Se eu pudesse chorar.‖ eu lhe assegurei. sabendo que eu também iria ter que explicar isso para Charlie. pai‖. ―Edward não está colocando coisas na minha cabeça.‖ Eu caminhei para dentro da casa. começou Charlie. como você acabou de ver. . e jogar-se em meus braços. ―Você não tem batimentos. então sabia que ele havia se sentado perto de mim. ―Então. Eu pulei da porta até minha cama. Vampiros e lobisomens não se misturam. Sente minha pele? É fria. mas foi mais fácil deixar que Renesmee lhe mostrasse. recuando para longe de mim. pai. ―Eu sinto muito. Ela parou por um instante antes de disparar pelo quarto. E você vai se casar com a mãe de dois deles!‖. mas eu o puxei para longe. você vai pra casa comigo. batendo a porta do meu quarto. mas eu o interrompi. Charlie. ―Nessie. Eu levantei minha mão para interrompê-lo. ―Eu tive um vampiro em minha casa por todos esses anos?‖.‖ ―Você vai…‖. beijando o topo de sua cabeça. mas eu não tinha certeza do quão mais ele poderia suportar. Eu tentei lhe explicar sobre nossos poderes. ―Eu a concebi enquanto ainda era humana. mostrando-me visões de minha briga com Leah. você não faz ideia. Ele deixou a mão ali. Ela levantou as mãos tocando meu rosto. Charlie sussurrou. E eu sou um vampiro. começou Charlie. aterrissando nela de bruços. mas bate. ―Isso é impossível! O que ele enfiou na sua cabeça?! Chega. deixando as lágrimas caírem. ela gritou antes de empurrar a porta. ―OH. e olha aqui. ―Bella? Hum…posso…entrar?‖. ―Não. soando confuso e aborrecido ao mesmo tempo. Ainda com a cabeça quente eu também me sentei sem pensar no que queria dizer.―Bella…‖. Eu não tive escolha.‖ A voz de Edward soava dura. eu disse virando meus olhos e tentando segurar um sorriso. estaria soluçando. Fechei meus olhos apertadamente. assim como Edward.‖ eu disse. eu disse rápido demais para eu mesma sequer tentar me deter. Eu tive que me transformar em alguém como Edward quando Renesmee nasceu. enquanto seus olhos se enchiam de lágrimas. Insatisfeita por não ter quebrado nada. ―Você é o quê?‖.‖ ―Nessie‖. eu quero ver a mamãe!‖. ―Você pode explicar o que fez?‖. ―Eu nunca vou te machucar. curvando a cabeça. Eu senti a cama se mover. ―Me deixe em paz. ele entrou mesmo assim. batendo fracamente. Ele sussurrou. Ele segurou minha mão e procurou pela minha pulsação.

‖ ―Você não faz idéia‖. ―Nós já tínhamos um plano. perguntei. eu hesitei na palavra.‖ Eu sorri. ―Eu sinto muito que você teve que descobrir. ―obviamente não era uma gravidez normal. . ―Melhor do que eu pensava. Quando ela terminou. mas e se você não tivesse…‖. Eu não queria que você me visse daquele jeito.‖ Edward disse. com Seth logo atrás. deixando o clima mais leve. Eu queria te poupar de tudo isso. Sue estava com Claire no colo. Mesmo que isso signifique amá-la como… bem… como você é. ―Você não está assustado?‖. Ela estava se agarrando a cada palavra que eu dizia. após alguns momentos de silêncio. ―Sim‖. eu ri.‖ Ele hesitou. Eu faria qualquer coisa por você. esperando que ele fosse sair correndo e gritando pela casa. perguntei. obviamente escutando. ―Eu teria feito a mesma coisa se estivesse no seu lugar. ―Você estava mesmo doente quando voltou da sua lua-de-mel?‖ ―Mais ou menos… Quando eu descobri que estava. E depois ri de mim mesma. ―Eu sei. ‖ eu deixei a cabeça cair. ―Onde está Quil?‖. eu não sei exatamente o que está acontecendo entre você e Leah.‖ Ele hesitou por um momento antes de continuar. Ele a abraçou apertado. ―Bells. Não existe nada que um pai não faria para proteger seu filho. não querendo assustá-la com o que ele iria dizer. Ele me deu um meio-sorriso. Nós nunca havíamos falado sobre a minha gravidez perto dela. me dando conta de que esta era a primeira vez em que eu havia realmente dito para o meu pai que eu estava grávida. dado que todas estas informações eram novas para ela. Era o mínimo que eu podia fazer. Leah e eu resolveremos as coisas entre nós. ―Entendi.‖ Eu me encolhi ao ouvir suas palavras. Eu acenei com a cabeça uma vez. com ele sendo tão calmo a respeito de tudo isso. tentando ver dentro dos meus olhos. ―A Sue sabe?‖. dando uma risada. baixando os olhos para Renesmee. hmm…grávida‖. assegurando-lhe.‖ Ele se virou na cama de forma que agora estávamos frente a frente. Agora eu sei a verdade. Eu apenas balancei a cabeça. envergonhada. ―O resto dos Cullens?‖ ―O mesmo que Edward e eu. ela descansou a cabeça no ombro dele. Eu prometo. Ele olhou para mim. ―Isabella. Edward iria me transformar assim que Renesmee tivesse saído a salvo. ―Você está ok?‖. Charlie se interrompeu. tocando a bochecha de Renesmee. e me deixou realmente doente.Ele sentou pacientemente enquanto ela lhe mostrava visões de tudo que ela podia se lembrar desde o dia que ela nasceu. encarando a parede na sua frente. e eu sinto muito por ter agido daquela forma. você é e sempre será minha filha. Principalmente porque ela estava crescendo numa velocidade inacreditável. mas ela vai passar a ser parte desta família. ―Lá fora com Leah. tocando seu ombro. perguntei. Edward e Jacob eram os que estavam mais próximos da porta do quarto. apertando seu abraço em Renesmee. ele perguntou depois de alguns momentos. pois devia ter sido exatamente assim que Edward se sentiu quando me contou a verdade a seu respeito. todos estavam amontoados no corredor estreito.‖ Eu não pude evitar encará-lo. Bells. tentando procurar no meio de todos. Quando nós caminhamos para fora da sala.‖ Eu sabia que tinha que fazer isso pelo meu pai.‖ ―Eu estou meio que feliz.

e eu os acompanhei até a porta. ‖Vamos?‖. ―Ei. vendo TV. eu realmente sinto muito. Edward lançou um olhar desconfortável para o meu pai. Bella‖. Charlie devia ter notado também. me tranqüilizando.‖ Edward relaxou. ele disse. ―Sue. ―Obrigado. porque eu o ouvi rindo baixinho atrás de mim. Renesmee estava deitada de bruços no chão. Você é um bom homem. meus olhos arregalados de espanto.‖ disse Charlie numa voz profunda. ele acenou de volta para a sala de estar. ―Ela foi pra casa. Ela deu um aceno com a cabeça. Eu caminhei na direção dele. ‖ ela choramingou. mas suave. Ela colocou Claire no chão.―Está tudo bem. ―Edward. ―É hora de ir. apertando sua mão e passando o braço esquerdo por cima dos meus ombros. ainda me sentindo envergonhada. ‖Mas obrigada‖. . e para fora do corredor apertado. Ele concordou. mas eu estou vendo TV. com Quil e Jacob. por favor? Eu preciso conversar com a sua mãe. antes de se virar para alcançar Sue e Charlie. eu perguntei. E não para machucá-la. agradecendo-lhe. pegando na mão de Seth e caminhando até Charlie. Eu fiquei parada na sala de estar agora silenciosa. Bella. esperando que Edward falasse.‖ Eu lhe assegurei. Quil e Jacob partiram logo depois. estendendo a mão direita para apertar a de Edward. eu estou ciente de que suas ações foram para salvar minha filha. caminhando na direção dela.‖ Sua voz soava desapontada. que foi andando para ficar perto de Renesmee. Eu segurei seu braço antes de sairmos pela porta. ―Nessie. Surpresa eu também dei um passo para trás. falando com Sue. por terem que levar Claire de volta para a casa de Emily. Eu assisti a cena confusa sobre o porquê ele se afastaria do meu pai. ―Não é para mim que você precisa pedir desculpas. Ela rolou para o seu lado e olhou para ele. ela finalizou. Ele parou para me olhar e sorriu. enquanto Quil entrava pela porta da frente. Seth?‖. filho.‖ A voz de Edward soava fria. Charlie. ―Onde está Leah?‖. ―Mas.‖ comecei. mas ele subitamente recuou um passo quando fui para tocar seu rosto com a minha mão.‖ Ele olhou através de mim. afastando-se alguns passos. você pode ir brincar no seu quarto. ―Te vejo mais tarde. tocando sua bochecha.‖ Ela disse. colocando sua mão livre no ombro de Charlie.

sabe?‖ ―Pode ser. mas sobre sua filha.‖ Em um passo. ele disse. ―O que há de errado com você?‖.‖ ―Cale a boca! Ela vai te ouvir. seu rosto como se tivesse acabado de cometer o pior crime do mundo. caminhando de volta na minha direção e me mostrando a marca de dentes em seu braço. Ele se afastou. Eu sabia que ele estava bravo comigo. e ponto final. Eu permaneci em silêncio. . ‖Você está me machucando!‖. esfregando meus braços. Eu sabia que não podia deixar que ele notasse meu temor. Ee AINDA contou para seu pai não só sobre você. mas ele agarrou meus braços. Nós não vamos partir. ―Isso. ‖Nós vamos partir imediatamente. caminhando para fora. Ele me puxou de volta. me empurrando contra a parede. eu estava com medo da criatura na minha frente. usando toda a minha força para empurrá-lo para longe de mim. batendo a porta. sabia? O que você vai fazer quando os Volturi vierem destruir Sue e seu pai porque você contou à eles o nosso segredo?!‖ ―Sue já sabia! Ela tem Seth e Leah. ―Não. Leah merecia de qualquer forma!‖ ―Você simplesmente colocou duas pessoas inocentes em perigo. não temos.‖ ele disse entre seus dentes. e tanto eu quanto Renesmee demos um salto.―Eu disse AGORA!‖ Ele gritou. mas ele agarrou mais forte. Bella! Você enfrentou um lobisomem. perguntei. ―Você foi contra TODAS AS COISAS. virando para ir atrás dela. sem saber se a este ponto eu deveria estar irritada ou chateada. e então me empurrei para longe da parede. Eu pensava que você fosse forte o suficiente para reprimir sua raiva. Eu estreitei meus olhos para ele. Ela ficou de pé num instante. ele estava com as mãos como grilhões agarrando meus braços de novo. ―Você não entende…‖. hein? E se fosse Jacob. Está tudo bem.‖ Neste ponto eu percebi que ele havia me acuado contra a parede.‖ Eu torci meu braço. Seth e Leah. Ele balançou meu braço uma vez para me fazer parar.‖ ―Não… você NÃO TEM escolha. tentando libertá-lo. ‖Não fale com ela desse jeito!‖. RENESMEE? Você podia ter matado alguém!‖ ―Mas eu não matei!‖ ―Nós temos que ir embora agora. mas eu estava errado. eu comecei. Eu vou me certificar de que Nessie empacote suas coisas. enquanto eu levo…‖ ―Você não se atreva a tirá-la de mim!‖ ―Não há outra opção! Ela não está a salvo. seu lábio inferior tremendo. Ele nunca havia levantado a voz com ela daquele jeito. mas ele não precisava descontar nela! Ela passou por nós correndo e foi para o seu quarto. ―Nós temos que conversar. ‖Nós não vamos a lugar nenhum. Bella!‖.‖ Ele se virou para entrar na casa. Renesmee vai ficar com Carlisle e Esme. mas e seu pai?‖ ―Meu pai está bem! Eles não vão descobrir. de forma que eu ficasse em pé na frente dele. segurando meu cotovelo antes que eu pudesse sair. eu gritei.‖ Eu sibilei. ‖E se fosse o seu pai. Meu queixo caiu e meus olhos se arregalaram. Quil. gritei. Pela primeira vez. usou sua força na frente de mortais.

Ela disse que vocês estavam brigando. ―Não. ele estava parado na minha frente. ―Eu . e eu também sabia que ele nunca me machucaria. agarrando seu pulso antes que ele alcançasse a porta. eu não tinha certeza de mais nada. Ele recuou um passo. eu gritei de volta. me virando de costas. empurrando-o de ré na direção do quintal. pressionando minhas mãos contra seu peito. como se meu coração estivesse batendo descontrolado. Eu senti Edward encostando em mim enquanto passava. e por isso meu caminho até ela ficou livre. ―Jasper.‖ Carlisle colocou uma mão em cada um dos nossos ombros. ‖Mas eu vou…‖ ―O que está acontecendo?!‖ Edward e eu viramos nossa cabeça na direção da floresta. levantando os braços no ar para se render. e nós sabemos que isso é impossível. Carlisle entrava pela clareira. ‖Me deixe ir empacotar as coisas dela. Mas com o temperamento dele como estava agora. Como ele podia estar fazendo isso comigo? Eu o empurrei para longe da porta. quando eu não me movi. ‖ ele disse entre seus dentes. ―Não.‖ ―Eu não quero te machucar.Eu corri na frente dele. aproveitando que a distração de Carlisle me havia feito baixar a guarda. odiando estar tão brava com ele. eu gritei. ‖Nessie nos chamou chorando.‖ Ele disse. ―Nunca!‖. Minha respiração acelerou. e girei. agarrando meus pulsos. e me empurrando para trás. ―Isso seria mais fácil se você apenas cooperasse!‖. Eu sabia que tinha que pegar Renesmee e fugir com ela. Não assim. com Emmett e Jasper enfileirados atrás. Era a única forma de fazer Edward perceber que eu não iria desistir dela. Eu senti Edward tentando passar por mim. perguntei chocada. Edward soltou um rosnado e girou. PARE!‖. caminhando com mais cautela. apertando minha nuca. Eu sabia que ele nunca iria encostar uma mão para bater nela. Eu subitamente senti meu corpo inteiro relaxar. Emmett e Jasper seguiam logo atrás. sem mover o resto dos nossos corpos. Nessie…‖ Carlisle percebeu nossa posição.‖ Eu disse. ―Você estava conseguindo nos ouvir?‖. ―Saia do meu caminho. Ele apertou mais forte os meus pulsos. que ainda estavam empurrando seu peito. e respirei fundo. Mas antes que eu pudesse alcançar a porta. ‖Você não vai chegar perto dela.‖ ―Por cima do meu cadáver.‖ Seus olhos se estreitaram. ele gritou para mim. agarrando minha nuca com sua mão livre.‖ ―Nós – vamos – partir.

quem garante que não vai morder à ela. Jasper colocou Renesmee no chão. ―Eu sinto muito. ―Ah. ―Eu só queria ter certeza.‖ disse Carlisle sorrindo. Eu não vou machucar ninguém. Bella‖. se esforçando para segurar Edward. ‖ ―E a mamãe?‖. ―Eu sinto muito por ter gritado com você.‖ Edward estendeu o braço para mostrar-lhes a marca antes de continuar. ―Ela nos expôs para Charlie. as maravilhas do amor juvenil. Ele colocou ambas as mãos em meu rosto suavemente. Nós ficamos. Eu dei um passo para perto dele.acho que não!‖. Eu estou tentando proteger tanto você quanto Nessie. e de repente eu estava sendo puxada rapidamente para longe de Edward. ―E eu sinto muito por ter gritado com a mamãe. ―Eu sinto muito. ‖ ―Eu não quero te machucar. perguntou Carlisle. ―Prove.‖ Eu podia ver o fogo queimando em seus olhos. e eu nunca vou te perdoar por isso. Eu achava que você confiasse em mim. Eu sorri quando Edward acenou com a cabeça silenciosamente. ―Eu te amo. e Carlisle tinha os braços travados ao redor dele. Tirá-la de perto de Renesmee. e o que Renesmee é. Nós três… juntos‖. e ela se moveu de forma que ficou em pé atrás dele. o estaria fazendo agora.‖ ―Eu estava furiosa! Eu ia morder Leah para me defender!‖. ajoelhando-se numa perna. E eu confio sim em você‖. ―Você sabe que eu nunca a machucaria. Você a tira de perto de mim. Eu lutei para tentar me livrar de Emmett. ―Eu diria que está seguro. ele gritou. ‖ eu ouvi Emmett zombando. ‖ ―Nós todos estamos bem. Eu atirei meus braços ao redor do seu pescoço. Edward.‖ Eu sorri. segurando uma menininha muito nervosa em seus braços. ―Está tudo bem. mas eu não consigo entender porque você quer me machucar tanto assim. correndo minha mão por seu cabelo. Carlisle riu com ele. enquanto seus lábios passavam suavemente nos meus. ―Claro que sim. ―A barra está limpa?‖. Carlisle fez o mesmo quando Edward espelhou meu movimento. disse Emmett suavemente atrás de mim. mas ele não me soltou. Eu sabia que se ele pudesse chorar.‖ disse Edward. perguntou Jasper da porta de entrada. Eu te amo mais do que a própria vida. olhando no fundo dos seus olhos. puxando-o para mais perto até que seus lábios pressionassem os meus com força. envolvendo minha cintura.‖ ele disse. Ela brigou com Leah. Eu tenho que tirá-la daqui. Eu peguei Renesmee sorrindo . Bella.‖ Eu senti Emmett afrouxar seu aperto.‖ Edward estendeu os braços para trás. percebendo que ele havia lido os meus pensamentos. Edward! Eu estou magoada por você pensar de outra forma. então dei um passo lento na direção de Edward. estou te implorando. e eu a impedi antes que ela a mordesse. eu tentei mostrar o meu lado da história. Eu engasguei. sua voz tremeu enquanto ela espiava rápido por trás da perna de Jasper.‖ ―Assim como eu amo você. Eu olhei para Edward. Eu havia cercado Renesmee com meu escudo completamente. expondo minha mente. Antes que eu pudesse reagir. ―O que diabos aconteceu entre vocês dois?‖. Você poderá encontrar em seu coração uma maneira de me perdoar?‖. ―Por favor. eu senti um agarrão forte em volta da minha cintura. ―Ela contou a Charlie o que nós somos. Ela me mordeu. Eu podia ouvir em sua respiração.

estou?‖ ―Droga. ela disse enquanto beijava sua bochecha. com Renesmee entre nós dois segurando nossas mãos. ―É. fique de olho neles. Ela fez um sinal de positivo com o polegar. bagunçando seu cabelo. Ela se inclinou para lhe dar um abraço de despedida. eu te segurei. e pisquei para ela. inclinando-se para falar com Renesmee. saindo de trás de Jasper. eu acho que nosso trabalho aqui está terminado. . perguntei. Eu ri. ‖ Respondemos Edward e eu ao mesmo tempo. inclinando a cabeça para longe dele. virando os olhos. isso. princesa. ―Eu… bem. vovô‖. pessoal. ―E o que você fez exatamente?‖. ―Te amo.para a cena. socando meu ombro.‖ brincou Carlisle. ―Tudo acertado?‖. garota!‖. balançando minha cabeça. resmungou Emmett. ―Pode deixar!‖. Ela riu. Seu sorriso se alargou logo antes de ela correr para os braços abertos de Edward. ―Vamos lá. ‖ Eu desisti. a noite ecoando seus risos. Eu não ia machucá-lo. ―Bem. cala a boca. ―Ah. e nos viramos para entrar na casa. ele gritou. disse Emmett. minha irmãzinha está amolecendo?‖. ‖ eu disse. ―Tchau.‖ Eu me virei para olhar para Emmett. ―Você. ―Também te amo. ―Acertado. zombando dele. O sorriso de Emmett se alargou: ―Mas você arrasou muito com uma certa loba!‖. aproximando-se de Edward e de mim. ‖ disse Carlisle. brincou Emmett. minhoquinha!‖. que parecia estar muito satisfeito consigo mesmo. segurando o braço que eu havia socado. que estava de pé na frente de Edward. Nós a balançamos pelo ar. Eu acho que devia falar com ela amanhã. socando o ar na frente dele. ―Eu não sei. Ela relaxou. ele perguntou para ter certeza. tio Emmett. ‖ ―Até mais. Eu o soquei mais forte. e tio Jasper!‖ Nós assistimos enquanto eles partiam. impedindo que você destruísse o amor da sua vida. ‖ ―Emmett.

passando meu braço por cima do seu corpo. Edward parou de colocar os pratos de Renesmee na máquina de lavar louça. ―Bom. pessoal‖. ―YAY!‖. enquanto eu limpava Renesmee após o café. prendendo minhas pernas ao redor de sua cintura. cantarolando para si mesma. sua mão esquerda passeando suavemente para frente e para trás desde as minhas costelas aos meus quadris. ele caminhou até detrás da cadeira dela. Eu pressionei meus lábios contra o seu peito. puxando seu longo cabelo do seu rosto. ―Eu acho que é uma boa ideia‖. pulando para cima e para baixo na cadeira. ele rolou para ficar por cima de mim. ―para a casa. ―MmmHmm…‖. sem vontade de me mexer. ―Agora‖. e de Jacob ter tido um imprinting em uma Cullen.‖ disse ele. ambos deitados de lado. desde que não caçássemos ali. Como se em resposta. Eu me acomodei ao lado dele. ele murmurou. ―Apenas sem a parte da briga. esperando que ele fosse protestar. . Nossas pernas estavam entrelaçadas. traçando os músculos de seu peito com meu dedo. ―Eu gosto de fazer as pazes. Sem interromper o beijo. então eu tinha que ir buscar minha Ferrari. Beijando minha testa. Eu queria permanecer naquele momento para sempre. Eu havia decidido dirigir ao invés de correr. de frente um para o outro. Eu terminei de limpar seu rosto e a coloquei no chão. enquanto seus dedos se entrelaçavam nos meus cabelos. ―Bem.‖ ele brincou. ―Renesmee‖. eu ouvi os pequeninos passos dela caminhando para dentro do banheiro de seu quarto. ele acenou com a cabeça. Eu olhei ao redor do nosso quarto escuro. Eu fui com Edward e Renesmee até a casa. eu disse. trazendo meu rosto para cima para beijar meus lábios. ele rolou para deitar de costas. ―Eu vou levar a Nessie…‖. Nós dois suspiramos e levantamos para nos vestir.―Eu já te disse que sinto muito?‖ ―Não nos últimos cinco minutos. traçando um caminho de beijos para cima e para baixo através de meu braço. Ela se inclinou para longe dele. A luz da lua refletindo no meu corpo e no de Edward entrelaçados. ―Vejo vocês mais tarde.‖ Eu pressionei meu corpo fortemente contra o dele. Agora nós tínhamos a permissão de entrar na reserva. Ela saltitou até o seu quarto. o trato estava completamente quebrado. ele suspirou. beijando meu pescoço.‖ Adicionei. eu disse. como se ele estivesse dormindo. Eu baixei o olhar para os nossos corpos. beijando Renesmee no colo de Edward. Seus olhos estavam fechados. concordou Edward. comemorou Renesmee. e então ouvi a porta fechar. sorrindo para mim mesma. Faz tempo que ela não visita suas tias‖. ―Quanto tempo?‖. e ele me recebeu. nós deveríamos fazer isso com mais frequência. ―está acordando‖. Na manhã seguinte Edward e eu estávamos deitados espreguiçados em nossa cama. perguntei a Edward. Desde o confronto com os Volturi. perguntei. Todos os lençóis e travesseiros haviam sido arremessados da cama.‖ suspirei. virou-se levantando uma sobrancelha e perguntou: ―Aonde você vai?‖ ―La Push‖. Minha cabeça repousava em seu braço direito. abrindo os olhos. eu sinto. ―Você se importa de ficar com ela hoje?‖. envolvendo meu pescoço com seus braços.

seguindo Seth para dentro. Não sei direito onde eles foram. Eu concordei com um aceno de cabeça. . ―Olhe pra você: você é linda. dando um pequeno passo para dentro do quarto.‖ Seth deu de ombros.‖ Ela suspirou. ―com inveja de mim?‖. olhando para mim com os olhos estreitos. O rosto de Leah caiu em suas mãos. Seth riu. Olhei ao redor e não vi o carro de Sue na calçada.‖ ela disse. uma filha que é um milagre. perguntei. ―Ela saiu com o seu pai. ―Eu queria pedir desculpas. cruzando os braços. nós temos que chegar em algum tipo de trégua. Parada em frente à porta dela. mas eu a interrompi. ―Onde está sua mãe?‖. Ela estava deitada de bruços em sua cama. ―Olhe para mim.‖ ela começou. Eu ainda não havia sido dominada por aquela coisa de se apaixonar por carros rápidos.―Tenha cuidado‖. se jogando no sofá. ―Não é só isso. ―No quarto dela‖. Eu observei seu rosto por um instante antes de continuar. ―Bem. ―Olha Leah. você tem o marido maravilhoso. e eu percebi uma lágrima deslizando pela sua bochecha. soando distraída. e ficou de pé num salto quando percebeu que era eu. disse Edward.‖ disse ele. chocada. ela disparou. sem levantar o olhar. Os pneus giraram e cantaram no chão da garagem. lendo. Eu queria tocá-la. Eu rapidamente dei um passo para trás rumo a porta. você pode ficar com ele. ―Entre. Seth apontou com o queixo na direção do longo corredor no outro lado da sala. ―E sua irmã?‖. mas não entrei.‖ brinquei. e antes que eu percebesse eu estava acelerando pela estrada. me beijando. Eu nunca poderei ter nada do que você tem. mas você tem que crescer e seguir adiante‖. Edward recuou um passo enquanto eu ligava o motor. perguntei.‖ Eu não me movi da minha posição na entrada. Eu girei nos meus calcanhares num movimento rápido. Ela se virou para ver quem estava na porta. e imortalidade!‖ ―O que você está dizendo? Você está – ―. e então eu soprei um beijo para eles antes de pisar no acelerador. eu segurei o fôlego antes de bater suavemente. abrindo a porta para mim. pelo bem dos nossos pais. ela começou. Olhei pelo pára-brisas e o vi caminhando na minha direção. e que você é a única lobisomem fêmea.‖ ―Por que você é uma azeda assim? Quer dizer.‖ ―Eu não tenho que fazer nada. eu sinto muito que você teve seu coração partido. Bella. ―Como você sabe disso?‖. antes de me virar para entrar no carro. e segui pela direção que ele indicou. perguntei nervosa. ―O que você quer?‖. sanguess-―. ―Não precisa. Eu abri a porta. ―Sim. mas parei quando ouvi Seth assobiar. inclinando-se contra a porta do motorista. mas deixei meu braço cair do meu lado. perguntei. Eu saí e lhe agradeci. Eu estacionei na calçada dos Clearwater lentamente. Eu sou só um beco sem saída. sentando de novo na cama antes de continuar. Eu parei. ela perguntou com frieza. Eu não tenho nada.‖ Sua voz foi morrendo. Eu estava prestes a mudar de ideia e engatar a ré. ―Eu apenas sei!‖. ―Eu amo esse carro mais e mais cada vez que o vejo.

pessoal. só nós dois! Sem preocupações.‖ Brinquei. ―O que há de errado. eu tenho que dizer. e nós estaríamos livres de tudo. mas deixei que ela continuasse. Leah se levantou. estendendo minha mão na minha frente. mas não assim‖. mas impossível porque os outros do seu bando podem ler sua mente. Ela olhou para minha mão por um instante. me fuzilando com os olhos. vamos lá. Ela concordou com um aceno. mas a conversa de vocês ficou fresca demais pro meu gosto. antes de Renesmee nascer Jacob sabia que iria te perder. ―Deve ser uma coisa de lobos. pensando em Jacob. uma de nós vai quebrar a mão. Olhe só para o Jacob –―. eu não tenho pulgas. incomodada com o pensamento.‖ Olhei para fora da janela. ―Bom. e ele logo estava de pé olhando ao redor. ―É exatamente isso!‖. sem nada. Eu deixei isso continuar por alguns instantes. Seth estava esparramado roncando no sofá. Nós aparentemente temos um casamento para planejar. ‖ Eu acenei. virando os olhos e chutando a perna dele. olhando nos meus olhos. Como lobo é mais fácil encarar sua dor. ‖ ―Não desista. . ―Trégua‖. Ele não tinha a menor esperança de que você fosse sobreviver. ela gritou.‖ Ele bocejou. seus braços se agitando na frente dela. Seth roncou. e ela se sentou novamente em sua cama dando um espaço. e obrigada. e ela diminuiu a força.‖ ―Meu nome é Bella. acompanhando-me até a sala de estar. parasita. Todo o lado direito do seu corpo quase encostava no chão. é melhor eu ir.―Você não vai ser assim para sempre. e me senti melhor quando Leah riu também.‖ Eu disse.‖ Eu não pude evitar o riso. ‖ ―Desculpem. Ela segurou minha mão com firmeza na sua e a apertou também. ―Sabe. ―Ah. e eu me sentei o mais longe possível dela.‖ ela deu de ombros. dado que já conhecia essa informação. Ele queria partir assim que você morresse. era muito fácil pegar no pé dos lobos. ―Ok. Ele apenas virou os olhos.‖ Disse Leah. mas agora sou apenas eu. ―Sim. pegou pulgas?‖. ―Eu sempre quis ter irmãos. ―Isso é verdade.‖ eu disse. ―Trégua?‖. Bella. ―Eu estava feliz por ter alguém que finalmente entendia como eu me sentia. notando como estava ficando tarde. ―Bom. perguntei. Isso não significa que você nunca vai encontrar amor. ele está lá fora…ou apenas não nasceu ainda. Ele ordenaria que Seth voltasse para o bando de Sam. Ele te amava tanto quanto eu amava Sam. vejo vocês mais tarde. ‖ ―Ok. franzindo o nariz. Quando ela apertou com mais força. Eu ri da cena. esse é o Seth. coçando a cabeça com a mão direita e o lado com a esquerda.‖ Leah riu. ―Que engraçado. Eu me interrompi.‖ Eu a olhei confusa. eu enruguei o rosto. seu braço e perna roçavam no assoalho. provoquei. então eu peguei no sono. Ah. ―Nós íamos ir embora. dando de ombros. seus olhos abrindo de sobressalto.‖ eu ri. você lutou bem pra caramba.‖ Ela deu de ombros. eu apertei também. Seth. e eu implorei que ele me levasse junto. ―Nojento‖. ―Eu achava que Jacob e eu éramos os dois excluídos. e eu sei que não vai ser eu. Sua boca estava aberta e ele babava. me levantando. balançando a cabeça. ―Então talvez você não esteja destinada a ter filhos.

me puxando do assento do motorista. Eu coloquei Renesmee no chão e ela ficou parada na minha frente. o que ele teria feito? Eu sabia que ele pensava que meu bebê não era nada mais que um monstro. ―Eu esqueci!‖. ela soltou meu braço e eu a levantei. perguntou Edward por cima dos gritinhos de excitação de Renesmee. Os gritinhos de Renesmee foram ficando mais altos enquanto ela puxava o meu braço. interrompendo o beijo para olhar em seus olhos. MAMÃE!‖. Eu pude ouvir Rosalie em seu quarto. tentando não rir da minha filha. enquando caminhamos para dentro da casa. o quê?‖. Ele me trouxe para perto de seu corpo e me abraçou com força. eu disse histérica. Eu girei o carro para ajeitá-lo de ré em seu lugar na enorme garagem. Se ela fosse menino. ―O quê. e ela tomou o máximo de ar que podia. olhando ao redor da sala. Eu lancei um olhar para Edward. Tomei meu tempo dirigindo para casa. e que devia ter sido destruído. socando seu braço. ―Renesmee Carlie Cullen!‖. você vai me mostrar?‖.‖ Ele virou seus olhos. ela perguntou sorrindo imensamente. e me olhou com os olhos arregalados. cruzando meus braços. ―Bom. Uma vampira com irmão e irmã lobos. puxando-a e cobrindo sua boca firmemente com a minha mão. Eu engasguei. Emmett e Carlisle estavam no sofá. ―Tchau!‖.‖ Adicionou Seth.‖ Edward deu um sorriso largo.‖ disse Leah. Nós entramos na ampla sala de estar. perguntei. pensando no que Leah havia dito sobre Jacob. ―Mamãe. e depois se apoiou na parede e ficou me assistindo. eu perguntei com a testa franzida. Eles estavam assistindo algum jogo de baseball na TV. Seu imprinting mudou seus pensamentos quando ele a viu. . Será que ele estava assim tão apaixonado por mim? Eu me perguntei o que teria acontecido se Renesmee não fosse uma garota. perguntei. ―Como foi?‖.―Esta deve ser a primeira vez na história desse mundo. que mordia o lábio inferior para evitar rir. ‖ ―Isso é o que você diz. com Jasper no chão na frente deles. eu simplesmente exclamei. Esme e Alice estavam recolhendo os livros de colorir e giz de cera de Renesmee. mamãe. Renesmee estava dando pulos para cima e para baixo batendo palmas. Eu dei um aceno com a cabeça. E então depois soltou um enorme arroto. ―Foi você? Foi você que ensinou minha filha a ser uma porca?‖. ―Ah. ―Você ia contar pra ela o que o tio Emmett te ensinou. baixando o olhar para ela. Ele olhou para mim balançando sua cabeça. no andar de cima. Seguindo as roncadas e gargalhadas que vinham do sofá na minha frente eu soltei a boca de Renesmee. que estava em meus braços. Neste ponto os dois já estavam rolando pelo chão numa lutinha. Eu olhei para Renesmee. o quê. Edward caminhou para o meu campo de visão. E se ele tivesse visto um garotinho ao invés de Renesmee? Antes que eu pudesse pensar em mais coisas percebi que estava chegando na minha calçada. eu disse por cima do meu ombro enquanto saía pela porta. Ele abriu a porta para mim e segurou minha mão. beijando-me suavemente. A porta da garagem já estava se abrindo quando eu vi a casa. Tanto Esme quanto Alice estavam segurando suas mãos em suas bocas. ―Pronta?‖. ―Até que é legal. Ela parou de pular. ―Ótimo!‖. você vai amar isso.

‖ ―Sim. .‖ Esme deu de ombros. eu disse. tentando ficar sério. vamos lá. Ela acenou com a cabeça. vocês dois!‖. e ela está agindo assim?‖ Edward parou de rir imediatamente. ―Prontos. ―Faça de novo. cobrindo a boca dela antes que ela pudesse tomar outro fôlego. ―Nessie‖. Renesmee correu na frente de Edward. perguntei. que ainda estavam rindo com Emmett. De mãos dadas com dedos entrelaçados. Segurando ela no lugar. correndo ao redor da sala e se despedindo. ―Vamos lá. mas eu estava segurando seu braço com minha outra mão.‖ ―Ah. você não acha?‖. e ela é muito boa nisso. deixa ele. e. Emmett esperou até que eu saísse da sala seguindo Alice. ―Eu deixo ela com você por um dia…um dia. e tomamos nosso tempo caminhando de volta para casa.―Aham. perguntou Emmett histérico.‖ Ele sussurrou contra meus lábios. gritei. Eu revirei meus olhos. mas começou a rir de novo.‖ Eu resmunguei.‖ ―Homens‖. e com nossos braços balançando alegres. virando para olhar para Alice e Esme. e a jogou em cima dos ombros. Seu rosto ficou sério enquanto ela me escutava.‖ Renesmee soltou um risinho nesta ultima parte. Renesmee contou sobre seu dia ainda sentada nos ombros de Edward. levando Renesmee comigo. ele se inclinou para me beijar. ajoelhando na frente dela. ―Nós saímos por algumas horas. ―Ele faz isso porque sabe que te aborrece. e nunca fazemos de propósito. Carlisle e Jasper.‖Não. o que me fez fumegar. ele respirou fundo. e Renesmee fazendo o mesmo. capaz de controlar o riso. ―Mas é engraçado!‖. Nós nos despedimos. levantando. Ele abriu a boca para falar. Ele e Jasper bateram as mãos num high five. Ela tropeçou no meu pé no caminho. É má educação. Isso aparentemente a fez rir ainda mais. ―Pronta pra ir pra casa?‖. Eu girei para trás. Cante o abecedário. foi engraçado!‖ Ele olhou para Renesmee. Edward roncou antes de cair na gargalhada atrás de mim. Eu o ouvi arrotando ―tchau‖. ele mal podia pronunciar as palavras. que tinha suas duas mãos tapando sua boca enquanto ria. eu sei. ―Ah. eu lhe perguntei. Alice simplesmente deu de ombros. ―Vocês não os impediram?‖.‖ Suspirou Alice. e seu tio Emmett não tem cérebro. virando os olhos.‖ ―Eu acho que não!‖. ―Nós pedimos desculpas quando fazemos isso. não acho. batendo a mão na testa. mas ele a pegou pela cintura. ―Ela era um anjinho antes de sairmos. Eu balacei a cabeça violentamente. comecei. parada na porta da frente esperando por Edward e Renesmee.

notando que eu não estava mais no telefone. Eu tinha acabado de superar o choque de estar casada há um ano. ‖ ―Isso parece divertido. Sentei na cama. Alice?‖ ―Sim?‖ ―Ela é apenas uma criança… lembre-se disso. E depois vão trazê-la pra casa às 2. Olhando ao redor da sala. Eu não podia acreditar que fazia um ano que Renesmee havia nascido. levantando para beijá-lo. perguntei. ‖ Eu pude imaginar ela virando seus olhos. ―Sim.‖ Eu disse suavemente. e eu não estava com pressa para protestar. Mas subitamente eu estava parada na frente dele.‖ ele disse orgulhoso. você está certa.Balões?‖. Ele riu. você dentre todas as pessoas devia saber que eu tenho tudo sob controle.‖ Eu beijei seu peito descoberto. Ele baixou os olhos para mim sorrindo. ―Por favor. ele perguntou enquanto eu o seguia até nosso quarto. então eu não queria que ela me ouvisse. ―Peguei um leão da montanha ou dois. deixei minha mente viajar. Ele e Charlie vão levá-la ao parque. tocando suas bochechas. Ele se inclinou para poder sussurrar em meu ouvido: ―Mas o que todas as outras pessoas na festa de aniversário da nossa filha pensariam se eu andasse por aí semi-nu?‖ ―Ou semi-vestido. Bella. assistindo-o se despir e caminhar até o closet para pegar roupas limpas. Rosalie e Esme?‖.. repassando a lista de itens para a festa de aniversário de Renesmee. ‖ Suspirei. ‖ Alice riu.‖ Eu me esforcei para manter minha voz estável. ―Ok. ―Você ainda vai sair com Alice. ―Apenas alguns acertos de última hora para a festa.‖ disse Edward. ―Ah. ―E por que não?‖ ―Eu gosto mais de você assim. ―Bolo?‖. não faça isso.‖ Eu disse. ―Bella. andando para frente e para trás na sala de estar. ―Tchau. ―Como foi a caçada com os rapazes?‖. ‖ Respondeu Alice pelo telefone. perguntei. ‖ Ela disse rapidamente antes de desligar. Era mais como se fosse um aniversário de seis anos. ―Isso foi rápido. ‖ Ele disse caminhando para fora do closet e prestes a colocar a camisa por cima da cabeça para vestí-la. mas isso não importava. recuando um passo para passar a camisa por cima da cabeça. Ele passou os braços ao redor da minha cintura e me puxou para mais perto. tentando manter minha voz baixa porque Renesmee estava dormindo no seu quarto. A festa era surpresa. nós vamos assim que Jacob vier para pegar Renesmee. . perguntei. ―Comprei. E agora estávamos celebrando o primeiro aniversário da minha bebê. Eu desliguei o telefone e sentei no sofá.

‖ Ele disse. balançando meus quadris (algo que eu quase nunca fazia) enquanto andava. Preparei Renesmee para seu dia no parque. ‖ Ela reclamou dando pulinhos. Para minha surpresa ele não me impediu. ainda preso aos meus lábios. Senti suas mãos nos meus quadris me puxando de volta para ele. ―Como foi sua soneca?‖ Caminhei até a janela para abrir as cortinas. ‖ Suspirei. Ele deu uma bufada.‖ Passei os olhos pelo seu closet. estou vendo como é. Satisfeita. Renesmee os ouviu assim que se aproximaram um pouco mais. Ela quicou algumas vezes antes de pular para fora da cama. conversando. e ela correu para os braços de Jacob. ―Mamãe linda. Eu rapidamente passei meus braços em volta de seu pescoço. que haviam acabado de entrar na cabana. saí de lá com uma legging branca. seus cachinhos voando loucamente ao seu redor.‖ brinquei. virando-me para caminhar para fora do quarto. Quando eu entrei pela porta da sala ela já estava nos braços de Charlie. ele perguntou. ―Eu realmente tenho que ir. ―Seu pai vai arrancar minha cabeça se eu colocar uma saia tão curta em você. puxando as mãos de Edward dos meus quadris. Ele beijou meu pescoço quase ronronando. procurando por algo que pudesse colocar embaixo de sua saia. e isso sempre a chateava.‖ A voz sonolenta de Renesmee chamou de seu quarto. Apertei os olhos por causa da luz forte. Mesmo sendo agosto. Eu lhe dei mais um beijo antes de empurrá-lo para longe.―Te vejo mais tarde. Se eu ainda fosse humana ele teria quebrado todos os ossos dos meus quadris. ‖ Virei a cabeça para que ele não me visse rindo.‖ Eu sorri enquanto entrava em seu quarto. Forks raramente tinha um lindo dia de sol. Ele a colocou de volta no chão.‖ Eu disse simplesmente. ―Mamãe. anjinho. percebendo pela primeira vez que estava um dia bem ensolarado. e parou do meu lado no sol. ―Você é linda também. ―Seus irmãos são mais importantes. eu chamei. Por sorte ela concordou em usá-la por baixo da saia. ―Você passa tempo demais com a sua tia. me pegando com mais força. Ela saltitou até mim.‖ Ele disse lhe abraçando. ―Feliz Aniversário. Sua pele era quase nada parecida com a minha. e ela disparou para fora do quarto. ―Mas eu gosto.‖ Eu balancei a cabeça para a roupa que ela estava segurando. Seus lábios receberam os meus com mais intensidade. e um lenço xadrez combinando para amarrar em volta do pescoço. ―O dever me chama. Uma vez mais. Despedindo-se rapidamente ele saiu pela porta. Renesmee pensava que ele fosse estar fora caçando durante todo o dia. inclinando-se para me beijar.‖ Ele murmurou. mas me seguiu pelo corredor. . pegando seu braço em minha mão e beijando a parte de trás da dela. ficamos paradas em seu closet discutindo sobre o que ela iria vestir. ―Por que você tem que fazer isso?‖. então ele não queria que ela o visse. Olhei por cima de meu ombro. . eu não terminei de arrumar seu cabelo!‖. para que ele não se afastasse.‖ Renesmee deu um largo sorriso. ―Tudo bem. raio de sol. quando ouvi Jacob e Charlie. ―Bom dia. ―Nessie. ficando de pé em cima do colchão e apontando para mim. com uma camisetinha de botões branca. Eu a estava ajudando a colocar suas sandálias rosas e brancas combinando. Era uma saia curta rosa xadrez.

―Não é mesmo?‖. Depois da conversa com Charlie minha garganta estava queimando. caminhando até nós com Renesmee em seus pés. e saí correndo pela porta. Eu ri. Eu prendi um rabo de cavalo e amarrei com um laço rosa e branco. jeans e uma camiseta branca. jogando-a nas costas. ―Ok. Ele a lançou para cima e a pegou no meio do caminho de volta. Eu ia sair para caçar então coloquei tênis. Eu entrei para me vestir. Eu sabia que Charlie não podia me ouvir. No meu caminho até a casa eu parei. com os braços e pernas abraçando seus tornozelos. ―Vemos vocês mais tarde. e eu queria caçar.‖ Ele acenou com a cabeça. virou-se e saiu pela porta. ouvindo um batimento fraco. ―É lindo. Suas mãos pareciam ainda menores perto dos músculos dele.‖ Ele hesitou antes de tocar minha bochecha. Prendi meu cabelo num rabo-de-cavalo bagunçado. Jacob estava vestido para o tempo quente com uma regata verde e bermuda. Eu estava sempre ao redor de pessoas que sabiam o que eu era. Ele se virou para me dar um beijo de despedida. mas deu um pulo para trás.‖ Eu disse. já que quase nunca eu estava por perto de alguém que eu preocupasse em me esconder. Ele levantou sua mão para tocar meu rosto.‖ Eu o segui até a porta e saí com ele. gritei para eles. Quando eu sabia que ela e Jacob estavam longe demais para nos ouvir. né?‖. vamos lá. dei de ombros.―Ei. e acenei enquanto eles caminhavam para fora do campo de visão. minhoquinha!‖. Depois que eles terminaram de parabenizá-la eu peguei uma escova e rapidamente penteei seu cabelo. ele perguntou. gesticulando para que eles partissem. ―Isso é…‖ Eu não era capaz de dizer se sua expressão era de choque ou horror. ―Ela é meio-humana‖. Ela beijou minha bochecha e se virou correndo pela porta. Charlie hesitou antes de beijar minha bochecha. ―2 da tarde. ―Não deixem ela se sujar!‖. ‖ Ele finalmente disse. . mas Jacob sim. ―Vocês todos são assim?‖. eu ri. ―É como um zilhão de diamantes. Ela soltou um risinho de prazer. Meu pai estava. Ele apontou para ela e olhou para mim confuso. ―Vejo vocês mais tarde!‖. Eu havia esquecido que ele nunca tinha me visto no sol. virando-se para lançar um olhar para Renesmee. virei-me para Charlie. de calça jeans e camisa xadrez flanelada. mas sorriu para si mesmo quando beijou. vocês não querem passar o dia inteiro aqui. ―Bizarro. segurando-se nele com firmeza. perguntou Jacob. como sempre. e farejei o ar seguindo seu rastro.

―Por que você pode escolher o grandão?‖. Eu ia na frente.‖ Nós rimos brincando. Meus dentes rasgaram o seu pescoço. Puxei os lábios para trás. Alice estava no seu segundo urso pequeno. Perfeitos! Nem grandes nem pequenos demais. Nós duas desaceleramos ao mesmo tempo.‖ Esme e Rosalie vieram andando atrás dela. ―Eu estava a caminho da casa. mas ela se esforçou e permaneceu nos meus calcanhares. e por isso saltei primeiro. dançando ao redor de mim e de Rosalie. Esme e Alice escolheram os delas e nós todas nos movemos para circular nossas presas. e eu me agachei e rosnei de volta. fazendo bico. mostrando meus dentes. reclamou Rosalie. e era mais alto do que eu pensava.‖ Eu disse. e cruzei os braços. ―Bella!‖. Nós quatro nos agachamos atrás de algumas árvores. e virei para ver Rosalie não muito longe de mim terminando sua caçada. Ele caiu em quarto patas.‖ Eu disse. rosnando para mim. . Com um salto eu estava agarrada ao seu corpo. fazendo-o parar de súbito. Isso me fez sorrir. preparada para saltar. Eu não havia percebido o quanto estávamos distantes até notar que a voz dela parecia como se ela estivesse tendo que realmente gritar para que nós a ouvíssemos. virando os olhos. fazendo barulho. dando tapinhas na minha barriga. que estava com a pata dentro da árvore e comendo alguma coisa. Eu me movi pelos arbustos. ―Porque eu falei primeiro. Eu me agachei. Eu estava mais perto da minha. Havíamos seguido o rastro de alguns ursos que estavam brincando num pequeno lago. ―Ugh! Alice. ―Eu devia estar te fazendo a mesma pergunta. Levantei-me limpando meus lábios. aterrissando a apenas alguns metros do enorme animal. ―Sim. Eu gostava de uma boa perseguição antes de comer. Ela me ultrapassou e se virou sorrindo: ―Quer apostar uma corrida?‖ ―Estou dentro!‖ gritei apertando meu passo. A sorte estava comigo. ―Vamos indo?‖. Eu corri na frente dele. Eu a ultrapassei com facilidade. ‖ Eu disse apontando para o segundo maior urso. virando os olhos. espiando uma clareira com um grupo de veados de rabo branco. ―Eu escolho o papai urso. então decidimos te encontrar no meio do caminho. Eu me levantei.‖ Eu dei de ombros inocentemente. pensei enquanto seguia o aroma. empurrando sua presa distante de seu corpo. ―Não disparem tanto na frente!‖ Esme gritou para nós.‖ As três riram. Esme era a que estava mais longe. Minha garganta parecia que ia soprar fogo se eu abrisse a boca. Eu podia sentir seu coração frenético batendo contra meu peito. e parei para fazer um lanchinho. O urso levantou-se nas patas traseiras. Eu me virei abruptamente para atacar quem seja que estivesse atrás de mim. mas podia ouvir Rosalie logo atrás. Eu saltei para fora dos arbustos. Nós saímos correndo pela encosta da montanha.‖ Eu sussurrei. mostrando a língua para ela. e eu dei boas vindas ao sangue morno que invadiu minha boca. ―Você pode ficar com aquele ali. virando-se para correr na direção oposta. Ele se levantou nas patas traseiras novamente. perguntou Alice. Escondi-me nos arbustos. ―Eu aceitaria um pouco mais. que diabos você está fazendo?!‖ Eu me virei apenas para ver que ela havia espantado meu lanche. mamãe. ―Você estava atrasada.Talvez um lanchinho para segurar a fome.

Eu podia entender o laço que Alice. Meu queixo caiu enquanto eu apontava para mim mesma. Alice…‖ Carlisle me interrompeu. Edward encontrou meu olhar e saltou para a varanda. Ele me beijou. me tomando em seus braços. . mas eu o empurrei. tentando ser as primeiras a chegar na escada. fazendo com que Esme fosse a última a chegar na casa. Agora que eu era uma vampira Rosalie havia me aceitado como irmã. empurrando os restos do animal para longe. mas eu não preciso da sua ajuda. ‖ Ele piscou para mim. eu te defendo. ―Vamos. e sair da vista dele. e ele tentou me dar uma rasteira. aterrissando na grama com um ruído abafado. cruzando seus braços. nos concentramos num pequeno rebanho de veados. ―Não. ―Hora da festa!‖. ―Eu? O que eu fiz?‖ ―Você foi a primeira a correr na frente!‖. sorriu Emmett enquanto entrava na sala de estar. Por que temos que descontar tudo na nossa irmãzinha?‖. satisfeita. e estava amando cada minuto disso. meninas. e vi lá embaixo Jasper e Edward sentados numa árvore baixa. era sempre Alice e eu grudadas uma na outra. Eles saltaram de lá. não uma discussão.‖ A acusação de Rosalie me trouxe de volta dos meus pensamentos. maninha. e se afastou lambendo seus lábios. Ele explodiu em risos. Eu amava a forma como eu me sentia uma menininha quando estava perto de Alice e Rosalie. No caminho de volta para a montanha. estou cheia. Eu saí para a varanda dos fundos da casa. ―Obrigada. e eu comecei a rir também.‖ Sorriu Carlisle quando Esme entrou pelo quintal. ―Foi idéia da Bella. Dessa vez Alice participou da corrida. Nós rapidamente empurramos uma à outra. chutando os restos da minha presa para entre as árvores. Jasper e Edward tinha e que fazia com que todos acreditassem que eles eram irmãos. Eu agora me encaixo na família perfeitamente.―Soa bem para mim. gesticulando para que continuássemos andando. ―Eu só queria uma explicação. ―Não se preocupe.‖ Gemeu Alice. disse ela puxando meu braço. Eu me levantei. ‖ Eu forcei passagem por ele. disse Rosalie. pendurando balões. Fizemos o caminho de volta pela montanha. ―Oh. virando-se para olhar para nós três. ―Aí está ela. perguntou ele. ―As garotas te deixaram para trás de novo?‖. Quando eu era humana. Rosalie.‖ Sorriu Esme. e era exatamente assim que nós agíamos. Emmett. ‖ ―Vamos lá.‖ Eu disse.

As cores do bolo combinavam com os balões e faixas. Minha mãe havia permitido que eu bebesse durante os brindes. ―Oh. ―Gosto bom‖.―Hmm… o que você caçou?‖. Luzes brancas estavam por toda parte. Eu havia bebido alguns goles de champagne no casamento de minha mãe e Phil. acertando alguns detalhes inacabados. ―Nós podemos beber. onde também havia suco e refrigerante. ―O que é que ele comprou?‖. mas que eram difíceis de se enxergar sob o sol. querida. dado que não temos comida de verdade no nosso sistema para ajudar a absorvê-lo. nossa ressaca é muito pior que a de um humano‖. ele perguntou. Rachel e Claire. cantarolou Rosalie. lambendo seus lábios. me beijando e lambendo seus lábios uma vez mais. Esme e Emmett estavam agora parados atrás dele. ela deu de ombros. ―E um humano ou dois‖. Carlisle achou que nós poderíamos nos soltar um pouquinho‖. e nos faz sentirmos mais bêbados do que o humano normal. Um bolo em torre separava as duas metades como se sentasse no meio da mesa. ―Mas. e nós podemos nos viciar facilmente. Me deixava maravilhada o quanto eles eram apaixonados. disse Carlisle. Eu vi Edward e Emmett pularem por cima do cercado da varanda para recolherem o que quer que ele deixasse para trás. e eu não havia gostado do sabor. ainda olhando ao redor. perguntei. Flores formavam um cercado ao redor do enorme quintal. disse Esme. me virando para que eu visse o quintal. uau‖. ―Pronto. Esme deu de ombros. ele perguntou me beijando de novo. Imaginei que elas serviriam para quando escurecesse mais. O álcool é mais como uma droga nos nossos sistemas. ―Sim. Mas quando ficamos sóbrios. Haviam balões rosas. olhando para o marido. e ficar bêbados de verdade?‖. apontou Rosalie. Eu me virei de volta para o quintal enquanto assistia Jasper ligando o sistema de som perto da pista de dança. dando a aparência de uma grande barraca. Apesar de não fazermos isso com muita frequência. ressoou Emmett sarcasticamente. e do outro vasilhas fumegantes de comida. Ele sorriu. perguntei. ―Álcool!‖. inclinando-me por cima do cercado novamente. ―E então. quantas pessoas virão?‖. ―Sim‖. Havia uma pista de dança que parecia exatamente como a do meu casamento. eu suspirei. ―Um urso e alguns cerdos‖. foi tudo o que eu consegui dizer. explicou Esme olhando para as garrafas que os garotos estavam alinhando numa mesa separada. Rosalie. Laços combinando pendiam de um lado a outro do quintal. comprei!‖. ―Parece perfeito‖. estava uma longa mesa cheia de comida. nós absolutamente podemos beber. dando a volta pelo lado norte da casa com os braços cheios de garrafas. ―Somos só nós‖. como está?‖. ―Dado que todos os humanos que estarão aqui sabem quem nós somos. Alice estava correndo por todo lado. Eu me inclinei por cima do cercado para ver melhor. O veneno que corre por nós se mistura com o álcool. . roxos e azuis por toda parte. falando de Charlie. ―E alguns lobos‖. Emily. Sue. mesmo depois de tantos anos. Eu estava surpreendentemente excitada para ver qual era a sensação. olhando de volta para Edward. Próximo ao centro do lugar. Também é mais difícil para nós nos recuperar da embriaguez. De um lado havia salgadinhos. perguntei confusa. rindo da minha reação.

disse Edward enquanto Emmett esfregava a parte de trás da cabeça. jogando a cabeça para trás para beber o último gole de sua bebida. Eu me afastei de Edward e abracei Carlisle.Enne…‖. provocou Emmett. me abraçando por trás como fazíamos sempre quando estávamos parados em frente a familiares e amigos. Edward nos informou. ―Sim. ―Nenessemse…. apontei. e ainda assim minha voz partiu. e saiu tropeçando. e da sua mortalidade. Você. entregando bebidas aos outros. Ele continuou e todos os olhos estavam agora em mim. É próximo o suficiente!‖ Ele deu de ombros ―Bom. Conte com Carlisle para isso. Jasper e Edward seguiram. Todos os outros seguiram atrás. ―Mais?‖. Droga! Você não podia ter chamado ela de Ann ou qualquer coisa do tipo?‖. Ele permaneceu em pé atrás de mim. Quando eu me afastei. enquanto já enchia um copo. Eu só conseguia suspirar. Carlisle. Edward passou o braço ao redor da minha cintura e beijou meu pescoço. Carlisle‖. . e ela é uma mulher casada. eu engasguei enquanto franzia os lábios e meu corpo inteiro estremecia com o gosto do álcool. tenho quase 20. ―Além do mais. Eu tenho uma criança para cuidar‖. Sacrificando sua própria vida por uma fantástica garotinha. Eu estava me contorcendo rindo dele. Ele subiu as escadas. agora com um ano de idade e ainda me impressionando‖. Essa era a primeira vez em que eu havia visto um vampiro não parecer gracioso. disse Edward no meu ouvido. perguntei gargalhando. ―Renessem…. e um feliz aniversário para o anjinho que você destemidamente trouxe a esse mundo‖. Se eu pudesse ter lágrimas nos meus olhos elas estariam escorrendo por toda parte agora. ―Ela está saindo do carro‖. perguntou ele. Eu olhei para ele sorrindo. como se estivesse contando nos dedos. Edward me abraçou mais firme para me manter parada. e dei pulinhos de ansiedade. Um brinde à nossa mais nova Cullen. ―Tecnicamente não somos. em tudo o que fez no último ano. como se eu estivesse chorando. perguntou ele. ―Este é a Edward e Bella‖. e nós estendemos nossos copos de volta para os rapazes e eles foram buscar mais. vamos todos deixá-la bêbada!‖ ―Eu não vou beber tanto assim.―Ela é menor de idade! Ela não pode beber‖. ―Vamos ver‖. ―Então pronto!‖. Ele olhou para as mãos. riu Emmett. Feliz aniversário de casamento. Todos os copos tilintaram enquanto brindávamos. Edward lhe deu um tapa atrás da cabeça. Eu joguei a cabeça para trás e bebi o resto do que estava nele. Eu pude ouvir a viatura de Charlie virando pela rua. ―Ela mostrou a todos nós uma enorme coragem. ―É‖. ―Caramba!‖. olhando para o meu copo. por outro lado. Eu podia sentir as vibrações de sua risada. e mãe. Edward olhou para mim e piscou. começou Carlisle enquanto todos levantávamos nossos copos. ―Quantas você já bebeu?‖. Então deu de ombros. espionando nossa conversa. ―Obrigada. ele encostou seu copo no meu. terminando sua bebida em um gole. Nessie está vindo. ―Ele faz isso toda vez que bebe‖. Todos os nossos olhares estavam no portão por onde eles entrariam. gritei para Emmett. ―Neste ano que passou eles passaram por mais coisas do que qualquer um de nós. disse ele. gritei de volta para ele. desta vez entregando o copo para mim. Eu acho que ela está qualificada a beber‖. ainda tem apenas 19″. Emmett balançou a cabeça tentando pronunciar o que ele queria dizer. ―Assim como todos vocês!‖. e eu dei meu primeiro gole.

e neste momento a mão de Jacob veio para o nosso lado do portão para destrancá-lo. com a palma virada para fora. ―Eles nunca vão crescer‖. assoviaram. Seth. cutucando-me com o cotovelo. revezando-se para passar as garotas um para o outro. ―Vamos jogar futebol americano!‖.Eu podia ouvir os três conversando enquando faziam seu caminho até a calçada. correndo para os meus braços. Emmett se virou para olhar para Quil e ver se ele aprovava. gritou Emmett enquanto corria para longe dele. e todos começaram a rir dos dois. e ela veio correndo na minha direção. ―Touchdown!‖. pessoas sopraram cornetas. ―Nem pensar. ―Onde está todo mundo?‖. e deu tapinhas nas minhas costas antes de se afastar. caminhando para perto de mim. As mãos de Renesmee se agarraram à camiseta dele enquanto ela começou a rir mais e mais. Ela olhou para o resto da família: ―Todos vocês!‖. Jacob. disse Jacob. ela riu. correndo pelo quintal. ―Minha vez!‖. suas palavras soando um pouco enrolado. duh!‖. Seus olhos finalmente encontraram os meus. Quil. nós todos gritamos ao mesmo tempo. Embry e Sam entraram no jogo. gritou Emmett. levantando Renesmee e a encaixando embaixo do seu braço. engasgando enquanto olhava para todos. . Ela correu para Claire. ―Você me enganou!‖. ―Crianças‖. vibraram e aplaudiram. ―Sua festa de aniversário. ―Nunca vão crescer. dando pulinhos para cima e para baixo. ―SURPRESA!‖. Serpentinas foram lançadas. gritou Claire. Ela parou de súbito. ajoelhando-se perto dela. Paul. perguntou Renesmee. sacou?‖. e meu perfeito bebê de olhos castanhos correu para dentro do quintal. cantarolou Carlisle. e quando ele acenou com a cabeça Emmett a pegou e a colocou embaixo do braço. bobinha‖. Ele balançou a cabeça rindo. ―Me dá a minha filha‖. ele gritou. Ele apontou para a mesa que estava transbordando de presentes. Ele a colocou no chão e começou a dançar. e elas se abraçaram. Eu podia ouvir todos soltando ―awws‖ e ―ownnns‖ com as duas garotas. Edward. ―O que é isso?‖. parado do meu outro lado. Seu queixo quase caiu no chão enquanto ela absorvia a cena. Jasper. Ela gritava e ria enquanto ele mantinha o outro braço na frente dele. segurando-a acima de sua cabeça. ―Que tal nós jogarmos com uma bola?‖ Edward o impediu estendendo os braços. perguntou Renesmee com os olhos arregalados. e correndo pelo meio dos convidados. Ele abriu. Nenhum dos dois respondeu. riu Charlie. Ele olhou para mim e piscou. eu acho. mano! Você está no time adversário. Renesmee se juntou à ele. Ela se debateu para que eu a colocasse no chão.

Eu virei e segui de volta para a mesa de bebidas. ―Bom. Eu enchi um copo para ele. Eu parei. recuando mais um passo. e estendeu o braço para tocar a minha bochecha. eu ri. Eu gritei quando nós . e caminhamos em direção ao restante do pessoal. vamos lá. cruzando os braços e pensando. e ele foi pular por cima dela. Claire ainda era a bola. mas imaginei que deveria ser porque eu tenho estado bebendo. Ele suspirou. ―É. ―Peguem a minha mãe!‖. ―Eu estou qualificada a tomar alguns drinques. descalçando meus saltos por saber que eles me deixariam mais lenta. mas ele foi mais rápido. ―Eu sei‖. ―Ela vai vir atrás de você‖. perguntou Alice. e Alice seguiu meu movimento. mas tropeçou. só um pouquinho‖. Jacob estava logo atrás dela. ―Minha garotinha cresceu‖. Eles estavam tão molhados quanto as garotas. Ela seguiu meu olhar no exato instante em que Claire pulou na frente de Jasper. ―Ele é meu futuro irmão!‖. Eu imaginei que só podia ter sido idéia do Emmett. Eu arfei e me virei para correr. ―Alguém andou bebendo‖. ―Você ainda é menor de idade‖. assistindo Carlisle tropeçar enquanto ia para onde Esme estava tirando fotos do jogo de futebol. Conversei com Sue e Leah por alguns instantes. Chefe Swan. eu disse passando o braço ao redor do ombro de Seth. Claire e Nessie estavam ensopadas. suspirou Alice enquanto assistia Jasper. encostando o meu copo no dele. Nós dois rimos. eu não vou envelhecer mais‖. ―Ah. Ela estendeu o braço para trás e tocou o rosto de Jacob. ―Eu nunca vi um vampiro tão discordenado‖. Eu me virei a tempo de ver Jacob vindo para agarrar a minha cintura. Relaxa!‖. chegando ao meu lado. disse ele friamente. e balançou a cabeça sorrindo para mim. Neste dia. ―Você tem 19 anos! Ponha isso de volta!‖. Ele farejou meu hálito. disparou Charlie. Eu pude ouvir Charlie seguindo atrás de mim. eu dei a luz‖. Ele assistiu enquanto eu bebia. Eu dei de ombros e saí andando. e depois um para mim. seguido pelo resto deles. apontei. dando a volta e passando por todos os convidados. Esqueça dos seus deveres por uma noite. Eu estendi o braço para pegar a tequila. Nessie me ouviu rindo e olhou para mim. Alice não precisava ser capaz de ver o futuro para adivinhar isso. ―Sim. Eu acho que posso celebrar‖. tirando a garrafa de tequila das minhas mãos. na verdade ela foi rasgada pra fora de mim. ―E daí?‖. mas depois tomou um gole. Ele caiu de cara para baixo. e ele riu. e Claire pulou em suas costas. e Renesmee enganchou-se nas costas de Jacob enquanto ele corria por todo lado. sussurrei. perguntou Charlie. O jogo havia se transformado numa guerra de água. Nessie foi atrás dela. ―O que você está fazendo?‖. gritou Nessie correndo na minha direção. ―Tecnicamente. mas a conversa terminou enquanto assistíamos aos jogadores de futebol. Eu estava confusa sobre porque um humano seria mais rápido que eu. e logo havia uma pilha de pessoas em cima de Jasper. e todos eles estavam com revólveres de água. mas de qualquer forma eu a trouxe para esse mundo. eu ri. É o aniversário da minha filha. Ela se levantou lentamente com um olhar determinado nos olhos. Eu dei um passo para trás. Todos os rapazes haviam tirado suas camisas. pegando meu copo e bebendo o resto. há um ano.―Ele está… bêbado?‖. colocando de volta a tampa da garrafa. é isso que acontece‖. ―Ao melhor pai do mundo‖. e ele piscou para ela. atirando água na parte de trás de sua cabeça. Eu sorri.

enquanto todo mundo nos alcançava. Edward e Jasper estavam deitados de costas no chão no meio da sala. ―E daí Rose e eu chegamos de fininho na anaconda. Todos eles pegaram dois balões. Nós duas nos viramos para correr. correndo para mim. Ele recuou. Alice. Jacob. Eu me virei para tentar fugir. ―Olha o que eu consegui!‖. ok‖. mais interpretando na verdade. gritou Edward. que havia roubado de Edward. isso é meu!‖. ―Eu achu que é ho-ra di um interval‖. e Nessie apontou seu revolver de água na minha direção. Eu não podia acreditar no quanto eu me sentia humana quando estava bêbada. não se atreva!‖. para que nós o bloqueássemos da água. ―ela estava olhando nos meus olhos‖. Nós todos assistíamos Emmett pulando ao redor da sala. Nessie e Claire sentaram-se no chão e comeram com suas mãos. Edward posicionou tanto eu quanto Renesmee na frente. eu vou devolver todos os seus pres-― – eu fui interrompida pela água sendo atirada no meu rosto. Minha visão e minha audição ainda estavam excelentes. Renesmee e eu atiramos nossos balões nele ao mesmo tempo. ―Peguem elas!‖. correndo atrás dele.perdemos o equilíbrio e caímos no chão. Edward e eu. Eu peguei da mão de Emmett o balão que ele estava prestes a atirar em Jasper. Edward se virou para correr. Eu ri da minha própria fala enrolada. e todos haviam partido exceto Jasper. Carlisle estava na poltrona com Esme no colo. Ele estava nos contando uma história. Nenhum de nós nos movia tão rápido agora quando corríamos. Ele me puxou para cima e prendeu meus braços atrás de mim. socando um ao outro de vez em quando. mas em se tratando de reflexos eu estava mais lenta. Esme. e soltei uma grito quando um balão atingiu a base das minhas costas. chamou Jasper saindo da garagem.‖ ele se virou para interpretar como tinha empurrado Rose para longe de si. Nós dois rimos. Estava ficando tarde. Ele apontou o revolver de água e puxou o gatilho. soltando a almofada. Era como se todos os meus super-sentidos tivessem ido embora totalmente. Jacob estava sentado em outra cadeira com Renesmee dormindo em seu colo. Claire e Renesmee ficaram de quatro e passaram engatinhando pelo meio de suas pernas. ―e quando eu me virei de volta -‖ ele agarrou uma almofada do sofá e o ficou encarando. Eu gritava enquanto tentava sair debaixo dele. e ri enquanto assistia ele e Emmett brigando para ver quem chegava no balde primeiro. Rosalie. ―Peguem ela!‖. Ela se agachou e passou por ele. ―Jake. Eu cortei o bolo e entreguei um pedaço para todos que comiam. Emmett. eu gritei depois que todos nós nos secamos. tentando fazer a sala parar de girar. e começaram a atirá-los em nós. Me virando vi Edward correndo com um sorriso largo. Eu a despistei. eu disse levantando as mãos. e eles não pareciam nem metade tão mal como estava o resto de nós. eu gritei cobrindo o rosto. ―Você vão ver só agora‖. Nós fomos até a sala de estar. disse Edward tropeçando nas palavras enquanto tentou pegar Renesmee. nos virando para o resto dos rapazes. ―Então tá!‖. mas Edward passou os braços ao redor das duas. ele gritou para mim. Renesmee e eu parecíamos ter acabado de sair de uma piscina. Ele estava carregando um enorme balde com balões d‘água. ―Ok. Todos cantamos parabéns. mas Renesmee estava atrás dele. ―Hora do bolo!‖. Ele parou de súbito e se virou de volta na minha direção. Todos estávamos correndo em velocidade humana. e ele mudou de posição para ficar ajoelhado em cima de mim. atingindo-o nas costas e no peito. É sua festa. Alice. Edward apontou para mim. gritei. Eu ia entregar-lhes garfos. Rose e eu estávamos sentadas no chão encostadas na parede. eu deixaria ela fazer o que quisesse. Jacob caminhou até a mesa com Nessie nos ombros. mas os guardei de volta. Eu deixei cair meu revólver cheio. e rindo como se fossem crianças. ―Ei. ―Não. Quando terminaram. e se agachando . Carlisle. e ela apagou suas velas.

desmoronando numa cadeira. ―Sente-se. Jacob revirou os olhos.‖ disse Esme apontando para todos nós. e entrei na cozinha para preparar algum café da manhã para Renesmee e Jacob. Ela riu enquanto absorvia a cena na frente dela. que ríamos histericamente dele. e ele farejou o ar enquanto entrava na cozinha. eu disse. ―Obrigada‖. e apertou os meus ombros de leve. O antigo quarto de Edward havia sido transformado num quarto para Nessie. ―Você pode usar qualquer um dos outros quartos. mas estava cansado demais para argumentar. descansando minha cabeça na mesa. Emmett escalou o sofá e deitou olhando para o teto. Eu pude ouvir Jacob descendo as escadas. ―eu não acho que nenhum deles consegue‖. ―Eu acho que todos vocês se divertiram‖. para que ela pudesse dormir melhor se nós ficássemos ali até tarde. Ela se virou para piscar para mim. ―Quanto a Renesmee. Eu assisti enquanto ela preparava omeletes. mas aterrissar a meio metro de distância. bom. quem moveu o sofá?!‖ ―Nós não movemos. e a coloque no quarto dela‖. . ―Ok.perto do braço do sofá. Edward falou enrolado apontando para ele e balançando o dedo. ―Por que você não vai deitar?‖. enquanto colocava um prato em sua frente. Todos ainda estavam exatamente na mesma posição de quando Emmett estava contando sua história.‖ Ela sorriu afetuosamente para ele. Ele se sentou perto de mim. foi uma noite que ela nunca vai esquecer‖. que estava desmoronando pela cadeira. No dia seguinte eu me senti melhor do que esperava. ―A festa foi incrível . sentindo-me cansada. Ele ficou de pé num salto. eu saltei‖. ―E então eu me preparei para matar. ―Eu preciso ir me deitar‖. olhando ao redor para todos nós.nós todos o assistimos tentar pular no sofá. eu vou preparar alguma coisa para ela e Jacob‖. contanto que seja longe do dela‖. da exata maneira como Jacob gostava. perguntou Edward para Jacob. Eu suspirei. ―Leve Nessie lá para cima. ―Eu sabia que havia sentido o cheiro da comida de Esme. Esme me seguiu. Esme riu. Eu realmente acho que Renesmee se divertiu muito‖.

já passou da hora da gente se mudar. e inclinou-se sobre a mesa para ficar em pé nas minhas pernas.‖ ―Ela poderia ser sua filha adotiva! Assim como o resto deles. ―Nisso você tem razão‖. Eu passei os braços ao redor dela. Assim será possível para Renesmee permanecer na mesma zona escolar por um tempo. disse Renesmee dando-lhe um olhar repreensivo. ―Eu tenho um anúncio para fazer. Renesmee empurrou seu prato. . perguntou Jacob com os olhos escancarados. Renesmee olhou para todos nós antes de encontrar o olhar de Edward. Edward deu de ombros. beijando o topo da minha cabeça e da de Renesmee antes de sentar-se no canto. Não seria possível eles matricularem sua filha de seis anos no jardim de infância. eu segurei sua cintura para estabilizá-la. ―Essa é minha garota. ―Você se divertiu na sua festa?‖. ―Cala a boca‖. Emmett e Rosalie entraram na cozinha e sentaram-se nas cadeiras opostas a mim e a Renesmee. brincando com seu cabelo enquanto ela comia. Eu me recostei na cadeira. ―Você tem a palavra‖. Eu conversei diversas vezes com Nahuel. e eu quero ir também!‖. Ele a estava encarando chocado. Portanto. ―Carlisle‖. ―Ei. perguntei-lhe. disse Jacob. sorriu Renesmee enquanto subia no meu colo. com a boca cheia de ovo. Eu acho que é completamente seguro que ela frequente a escola. Carlisle olhou do rosto de Renesmee para o meu e o de Edward. Esme sentou-se num lugar ao lado de Jacob. ―Não com ela lembrando tanto a aparência dos pais como lembra‖. já sabendo o que ela iria dizer. ―Por que não?‖. eu não acho que Renesmee vai passar dos 18 anos.―Bom dia‖. Ele parou de crescer com aproximadamente a idade dos pais. comendo outro pedaço do seu omelete. e ele caminhou para dentro da cozinha. ―Então nós nos mudamos‖. Apesar de que não pode ser em Forks‖.‖ Jacob rolou os olhos para mim. Ele obviamente havia ouvido a conversa da sala de estar. e eu lancei um olhar rápido para Edward. ―Eu acho que é uma boa ideia. ―Nós todos nos matriculamos na escola de novo. inclinando-me para frente para beijar a sua bochecha.‖ disse ela aos risinhos.‖ Ela parecia séria. rindo. Parece que ela desacelerou para uma taxa muito mais lenta que a dele e suas irmãs.‖ Olhei para Jacob. Ela tem o tamanho perfeito de uma criança de 5 ou 6 anos. Ela pode facilmente passar por nossa irmã‖. e Bella e Edward acabaram de se formar. sem falar com a boca cheia‖. ―Ela te deu uma lição. Edward veio em seguida. Confusa.‖ As mãos de Jacob começaram a chacoalhar. ―Eu quero ir pra escola! Claire está começando no jardim de infância. ―Sim me diverti! Vocês são todos engraçados quando bebem. Eu concluí que foi porque vocês dois são muito mais jovens do que a mãe e o pai de Nahuel. disse Edward suavemente. ―Bem.

dentre todas as pessoas. ―Não. rosnou Edward. ―Você. que tremia. ‖O que você está dizendo?‖. ‖Ela está certa. Eu podia ouvir os rosnados de Edward. seguido por Emmett. mas ainda se dirigindo à mim.―Isso é o que você pensa! Você não vai levar ela embora. Jacob‖. Ele levantou o olhar para Edward. de forma que estava pressionada contra o seu braço. ―Jake. Eu jamais poderia levar Bella para longe de Charlie. Minhas memórias humanas não eram muito claras. Eu me levantei. vindo na minha direção do outro lado de Jacob. como você se sentiu quando Edward te deixou? Você quer que eu vá chamar Sam para pedir pra ele explicar em detalhes o estado em que você estava quando ele te encontrou?‖. fazendo sua cadeira cair para trás. por favor. eu acho que vai ser bom para ela. Ele se retraiu com meu toque frio na sua pele descoberta. então não pude ver seu rosto. repuxando os lábios para mostrar os dentes. vocês só querem é tirar ela de perto de mim!‖ Eu entreguei Renesmee para Jasper e Alice. mas apenas deixe que ela escolha seu próprio destino‖. ―Jacob.‖ Jacob virou a cabeça. nós precisamos. Ela precisa crescer sem você estar constantemente ao seu lado. Jake. então que seja. ―Para trás. Jacob se levantou. ―Jacob. Ele bateu as mãos na mesa. e eles a levaram para o andar de cima. Emmett e Jacob estavam parados no canto ao fundo. Eu recuei um passo quando ele virou o corpo inteiro na minha direção. vá pra fora‖. mas por alguma razão eu pude facilmente lembrar a dor e angústia pelas quais havia passado. e me virei para levá-la embora da cozinha. ficando em pé na frente da porta para que Jacob não nos seguisse. e todos a não ser Edward. ―Por favor. mas o ignorei. Eu estendi minha mão livre para impedí-lo. Bella. e todo o seu torso superior estava tremendo. seu sanguessuga nojento!‖. ―Ou eu devia fazer ele PENSAR no exato momento em que ele te encontrou?‖. Emmett e Edward estavam agachados na frente de Rosalie. ―Você se lembra daquela dor? Bella. Eu balancei a cabeça. Eu não podia mencionar o nome daqueles sanguessugas sem que você literalmente passasse os braços ao redor do seu peito para se manter inteira no lugar. eu disse. Você quer causar aquele tipo de dor em mim?!‖ Eu estava ofegando por ar. olhando para mim. Eu me virei para ir de volta para a cozinha. nós não vamos longe‖. Carlisle já está há tempo demais no hospital. pronunciando cada palavra devagar. Eu não queria que ela estivesse nem um pouco perto dele se ele se transformasse. Você pode participar da vida de Renesmee. estendendo a mão para na minha frente. estreitando os olhos para mim. alertou Edward . Edward olhou para baixo e fechou os olhos. Jacob o ignorou. Dei um passo adiante e descansei a mão no seu ombro. Jacob agachou na minha frente. Edward pulou. ainda com Renesmee nos meus braços. implorei. Nós não vamos nada longe. Eu estava em pé atrás dele. Poderíamos ir para Seattle. Ele passou o olhar por Emmett e Edward. Se ela se apaixonar por você. Dei um passo para mais perto de Jacob. disse ele. suplicou Esme vendo o corpo inteiro de Jacob tremer. Jacob gritou se levantando. Carlisle havia se posicionado na frente de ambas. ―Bella. afaste-se‖. Mas eu tenho que lhe dar essa escolha‖. ―Você pode visitá-la quando quiser. com o braço protetivamente segurando Rosalie atrás dela. . devia perceber o que está fazendo‖. Nós temos que nos mudar‖. ―Meu Deus. e estreitou seus olhos para mim. confusa. Esme e Carlisle. como se estivesse sentindo dor. Edward colocou-se rapidamente entre nós. ―Eu estou dizendo para dar-lhe algum espaço para que ela veja o que há lá fora para ela. inclinandome para frente e me apoiando em meus joelhos. pare‖. você era um zumbi ambulante quando apareceu na minha porta. bloqueando-os de Jacob.

então eu sabia que teríamos alguns poucos minutos para conversar. estudando seu rosto. rosnou Edward. eu parei. Ele aninhou meu queixo em sua mão. Ele colocou suas mãos em cada lado da minha cabeça e beijou minha testa. sabe‖. não vou parar! Você sente? Você se lembra?‖. Edward me interrompeu. ele disse tocando minha bochecha. e o choro se tornou um uivo agudo já em sua forma de lobo. olhando em seus olhos. puxando meu rosto para cima para olhar nos meus olhos. tomando um fôlego desnecessário. levantando uma sobrancelha para o súbito sorriso torto de Edward. ―Já chega. e ela pode vir aqui te visitar‖. Eu me inclinei para trás. . Você é mais do quem bem-vindo para visitá-la. Renesmee estava brincando em seu quarto. continuei. Jacob moveu-se para se soltar de Edward. Jacob moveu-se na minha direção. Ela devia apenas crescer como qualquer outra criança humana‖. meu mundo havia acabado. ―Edward. contendo suas lágrimas. eu continuei: ―Ele tem um pouco de razão. eu perguntei mais tarde. isso é o que está passando por essa sua cabecinha‖. Pus minhas mãos em seus ombros. ―Eu não acho que isso é uma boa idéia‖. ―Por que a mudança de idéia?‖ ―Jacob‖. Nós não a estamos tirando de você. nós podemos conversar?‖. ―Ah. ―Bella. ele sussurrou. Quando…‖. Jacob!‖. Ela pode te admirar. seu polegar traçando meu lábio inferior. ―O que aconteceu?‖. nós não vamos levá-la para longe dele. Eu suspirei. ―Ela precisa de mim‖. disparou Edward. puxando-me para o seu colo. Ele virou-se abruptamente. e eu odiei ver a dor em seus olhos.―Não! Não. Ele começou a chorar enquanto se transformava. ―Ela não precisa de você! Neste momento você não é nada para ela. Deixe que ela tome suas próprias decisões. e deu um salto até a porta. ―Eu não posso machucá-lo. Ele passou os braços ao redor da minha cintura. empurrando-o para que ele se sentasse. Eu não tinha mais nenhuma razão para viver‖. Eu nervosamente brinquei com a frente de sua camisa. Quando ele não replicou. quando voltamos para a nossa cabana. ―Ela precisa dos pais dela‖. para longe de seus olhos. ―Quando você me deixou. ―Mas. ―Eu sei‖. esperando ele falar. estamos colocando ele pela mesma dor‖. o mais longe possível do quarto de Renesmee. mas Edward o empurrou para trás. Eu segurei sua mão na minha e o conduzi até a cozinha. mas ela também admira Emmett e Jasper. eu disse olhando para baixo.

então eu vou arranjar um. e da forma como dirigimos. Eu vou dar aulas para ela aqui em casa mesmo. Eu pensei no assunto. Eu não sei-‖ começou Edward. ―Eu vou ligar para Claire!‖. Eu me inclinei para beijá-lo. ―Ele vai ficar bem. Carlisle pode ir e voltar de Seattle para trabalhar‖. eu juro. mas seu grito o interrompeu. eu tirei um cachinho de se rosto e suspirei. Não é a mesma coisa‖. eu suspirei mais para mim mesma. Claire e o vovô para trás‖. Eu me levantei do colo de Edward. ―10? Só isso? Eu estava pensando em algo mais na casa dos 20 ou 30 anos‖. e ele deu um aceno com a cabeça. eu quero ir! Eu vou agir igual a uma criança de seis anos. qualquer pessoa‖. e que eu poderia vir visitá-los também. então acho que estou fazendo meu trabalho‖. Eu me virei alarmada. ―Eu vou ter aulas em casa minha vida inteira! Não é justo!‖. ―NÃO!‖. lembrando-me do quanto ela me lembrava de mim mesma quando tinha o seu tamanho . ―Bom. ―Muito bem. disse Edward dando uma risada. OBRIGADA!‖. Edward acenou com a cabeça.―Então o que você acha que devíamos fazer?‖. Jacob ainda tinha mais uns dez anos antes que ela tivesse idade suficiente. eu disse após alguns instantes. ainda pensando em Jacob. ―Se é isso que você quer‖. eu disse suavemente. segurando seus ombros tensos. Eu me virei para olhar para Edward. ele disse entre beijos. ―Isso é algo que só um pai diria‖. ―E nós também temos que deixá-la lá‖. ela suplicou. ele perguntou. com os braços fortemente cruzados na sua frente. e me ajoelhei na frente dela. Suas mãos estavam agora fechadas em punhos aos seus lados. ―Nós precisamos contar para o meu pai‖. mas Edward me ouviu. Ela estava gritando o mais alto que conseguia. Ele deu uma olhada no seu relógio. Por favor. As palavras saíram tão rápido que eu não podia acreditar que estava criando a idéia enquanto falava. ―Ness. ―10 anos. Renesmee estava parada na porta. ele me reassegurou. obrigada. me dando conta de que não era. me deixa ir!‖. ―10″. ―Eu QUERO ir para a escola‖. Ela tem que aparentar 16 anos. nenhum de nós‖. . Virando-me de volta para a minha filha. Ela tinha o meu biquinho na mosca. Eu dei uma meia risada. Edward deu um risinho. Ninguém terá que ir a lugar nenhum. ―Você disse que eles poderiam ir visitar sempre que quisessem. Ela veio em nossa direção com passos pesados. Não há ninguém com diploma de professor?‖ ―Não. ―Bem. Ela se virou rapidamente e pegou o telefone. nós temos um doutor na família. ―Obrigada. ―Você tem certeza de que quer ir? Nós iríamos deixar Jacob. estendendo as mãos em frente dela implorando. levantando-me do chão e me colocando no seu colo novamente. que ainda estava ajoelhada no chão. ―10 o quê?‖. Edward se agachou atrás de mim. ele perguntou. Seus braços voaram ao redor do meu pescoço me abraçando com força. Eu ri internamente. concordando. Só aí ela terá a permissão de namorar. Por favor mamãe. Edward inclinou-se com seus olhos arregalados para olhar atrás de mim.

garotos‖. ―Já é tempo dele seguir em frente‖. Uma hora mais tarde. Ela estava sentada na cama. explodindo de entusiasmo. Charlie a encontrou nas escadas e a pegou nos braços. Ele se virou para mim. perguntei olhando ao redor da sala. ―Você sabe aonde nós estamos indo?‖. Os dois riram da piada que eu não havia entendido. conduzindo-me para fora do seu colo. Edward e eu nos sentamos no sofá. ―Eu não consigo acreditar que ele está realmente se mudando desta casa‖. Edward colocou nossas malas no portamalas. ―Nessie. mas devo terminar até o fim da semana. Próximo dela havia uma mala cheia de roupas. Eu não empacotei nada do seu quarto. . pai?‖ Eu entrei e beijei-o rapidamente na bochecha. Eu o segui até o quarto de Renesmee. Ela acenou com a cabeça. ―Divirtam-se. Havia caixas por toda parte. ele sussurrou contra os meus lábios. abraçando Edward. Esme. Você pode separar o que quer e o que não quer‖. provocou Carlisle. ―Aonde estamos indo? Nós temos que fazer a matrícula dela-― ―Nós podemos fazer tudo isso do lugar para onde vamos.―Deixar quem onde?‖. estávamos na frente da casa de Charlie. ainda no telefone. e levantei o olhar para a casa. mas desisti de tentar interrogá-lo. mas nada dentro delas. levantando as sobrancelhas confusa. e ajudou Renesmee a se acomodar no banco de trás. e depois ele vai deixar ela com Carlisle para passar a semana‖. ―Por que nós não entramos e nos sentamos. ―Apenas relaxe‖. correndo até a entrada. Carlisle. quicando de excitação nos braços dele. me dando um abraço de despedida. Nós nos despedimos do resto da família. e a colocou no corredor. perguntei. já sabendo a resposta. Eu sabia que ele nunca iria me contar para onde estávamos indo. perguntou-lhe Edward. ―Eu tenho confiança de que o desenrolar dessa viagem sera bem diferente do que da primeira vez‖. Eu acenei com a cabeça enquanto abria a minha porta. ―Eu vou para a escola!‖. ―Terminou?‖. adivinha!‖. Eu suspirei. sorriu Carlisle. sem interromper a conversa. A frase de Edward foi feita para eu interpretar de mais de uma maneira. Abri a porta traseira. eu disse enquanto ele passava por mim na porta. Eu notei o caminhão de mudanças na entrada. ela disse sem esperar por ele. ―Vovô. ―Se explique. ―E por que nós vamos deixar ela lá?‖ ―Parte do seu presente de aniversário‖.‖ Eu suspirei. enquanto Charlie sentou-se na poltrona com Renesmee no colo. Eu o segui para dentro do nosso quarto. Ele se levantou. Ele dirigiu sua atenção para Renesmee. onde encontrei mais duas malas abertas e cheias na nossa cama. ―É lá que você vai dormir nesse fim de semana‖. indicando o caminho para dentro. disse Renesmee. e Renesmee saiu. por favor‖. nós fomos até Carlisle para pegar o meu carro. ―Quando você vai se mudar?‖. ela gritou. Edward fechou o zíper de sua mala. ―Eu vou poder dormir no antigo quarto da mamãe?‖. Edward me beijou suavemente. eu disse. ―Eu já andei levando algumas coisas daqui e dali. Em alguns minutos. com um olhar questionador. ―Ele está se mudando para La Push. e Edward acelerou para fora da garagem e pela estrada. Alice e Rose vão cuidar de encaixotar tudo. ela vai ficar com o Charlie pelo resto do fim de semana. Jasper e Emmett vão fazer toda a mudança‖.

―Divirtam-se. ―Apenas para Seattle. ―É claro. Ela recuou até ficar em frente a Charlie. pegando Renesmee e abraçando-a perto de mim. bem. abraçando Renesmee mais próxima a ele. ―Não.‖ Eu beijei Renesmee na bochecha. ―Mas nós realmente temos que ir andando‖. Eu rapidamente olhei para longe da dor nos olhos de Charlie. pegando a foto das minhas mãos. insistiu Charlie. Ela deu um gritinho de excitação. ―Eu vou. ―Ah. ―Linda em todos os aspectos‖. ―Eu também te amo. disse Edward se levantando. disse Charlie olhando para Renesmee. Nós não estaremos longe. Eu acho‖. ele disse. eu disse acenando com a cabeça. eu disse ainda sem ter certeza de aonde estava indo. explicou Charlie. Renesmee puxou a mão dele para baixo. essa é a sua mãe quando tinha a sua idade‖. Edward me puxou para fora da porta e praticamente teve que me empurrar para dentro do carro. ―Eu te amo. hein?‖. onde havia uma foto minha com 6 anos. e eu fiz o mesmo.―Falando em se mudar‖. e ele colocou as mãos nos seus ombros. ele sussurrou. ―Eu vou! Eu prometo‖. Ela me abraçou apertado. não é?‖. ―Você vai ficar bem com ela?‖. ―Escola. tentando me recompor. Edward se ajoelhou para abraçar Renesmee mais uma vez. Eu não poderia levar Bella ou Renesmee para longe de você. ―Bom. perguntou Charlie. Eu a entreguei para Edward e ele a beijou. ela perguntou. Nessie quer ir para a escola. e vocês virão para visitar. me dando um abraço de despedida. Ele passou o braço ao redor da minha cintura. ―Por favor. Edward terminou para mim. Nós temos um avião para pegar‖. . ―Eu não posso deixá-la‖. certo?‖. ―Bom. e escute o vovô. Eu sempre achei que Renesmee parecia exatamente como Edward. eu disse. Edward me cutucou na costela para que eu continuasse. mas a garotinha na foto era exatamente igual à garotinha parada agora na frente de Charlie. Eu caminhei até a foto e a peguei. ―Esta sou eu?‖. e eu levantei o olhar e vi o brilho voltar aos olhos de Charlie. Eu estava feliz por não ser mais capaz de corar. seja uma boa garota. perguntou Charlie com cautela. Nós vamos todos nos matricular de volta na escola‖. perguntei. como você já sabe. querida‖. Ela sorriu um sorriso idêntico ao de Edward. para que ela conseguisse ver a foto. beijando-me na bochecha. Seattle não é tão longe assim. ―Vemos você daqui a uma semana‖. e se cuidem‖. e me puxando para cima com ele. pai‖. é melhor irmos andando. confusa. ressoou Edward. ―A semelhança é inacreditável. colocando-a no chão. mamãe‖. Obviamente nós não podemos matriculá-la aqui em Forks. ―Para onde?‖. parada na frente de Charlie na mesma posição em que Renesmee estava agora. ―Nós vamos ficar bem!‖. Então nós vamos nos mudar‖. Eu deixei meus olhos vagarem até a lareira atrás dele. disse Charlie.

perguntei enquanto caminhávamos na direção de um barco a motor. ele perguntou. certificando-se que eu estava longe o suficiente para não ser capaz de ouví-lo. Edward me interrompeu. eu engasguei. Estava escuro quando aterrissamos. e Edward foi para o guichê. ―Se bem que ela fica bem perto. ―Terceiro?‖. ―Edward. ―Um barco?‖. ―Então o que. ―Nada se compara à minha mulher e minha filha‖. mas era mais linda do que tudo que eu já havia visto. e me puxou em direção ao portão de embarque. entendo‖. Nós chegamos no aeroporto. lembrando-me da jornada para a Ilha Esme na noite do nosso casamento. gesticulando na direção da absolutamente linda ilha na nossa frente. ―Pronta?‖. ―Eu fiz‖. ele sussurrou em meu ouvido. ―Bem-vinda à Ilha Bella. ―Não. brinquei. ―Ilha o quê?!‖. cobrindo a boca em choque. perguntei rindo. pegando a minha mão.―Ela vai estar perfeitamente segura‖. seguindo o caminho de pedras brancas que subia até uma cabana que era maior que a nossa. no terceiro lugar‖. O sol que estava agora nascendo brilhava intensamente pela areia branca da praia. ele deu de ombros. sorrindo largamente para mim. As árvores eram de um verde perfeito. madame‖. estendendo-me a mão desnecessariamente para me ajudar a entrar no barco. Nós aparentemente só precisávamos pegar um vôo. estamos indo para a Ilha Alice ou Rosalie?‖. e nos afastamos das docas. ele disse estendendo sua mão. Esta ilha era na verdade menor que a de Esme. perguntei. ―Oh. o mais lindo local na terra. Eu podia sentir o aroma da água fresca que corria pelos riachos. porque quando aterrissamos em LA nós saímos do aeroporto. ―Eu tenho alguma escolha?‖. ―É – ― ―Quase tão linda quanto você‖.‖ Disse ele dando de ombros e ligando o barco. Eu não era capaz de pensar em nada mais para dizer . ele brincou. você não fez isso!‖. então não tivemos que nos preocupar com o sol da Califórnia. ele disse com um sorriso afetado. não tem‖. ―Algo do tipo. ele me reassegurou. eu disse saindo do barco e olhando ao redor. e as flores eram de cada cor possível. e com aparência de mais nova. enquanto arrancávamos pela estrada. ―Sim.‖.

Eu desci as mãos pelo seu peito. e agarrou os meus pulsos. ―Poderia me conceder essa dança. que estava coberta por lençóis de seda vermelhos. apoiando-me no seu peito e repousando minhas mãos nas dele. ―Eu te mostro mais tarde. isso é maravilhoso‖. correndo meus dedos por seu cabelo. ―Poderia. ele perguntou. parando na porta.Eu caminhei pela cabana. Nos movemos um pouco mais rápido. agarrando minha perna e levantando-a até sua cintura. Cullen?‖. imediatamente começou outra um pouco mais acelerada. ele se inclinou um pouco para a frente. ainda segurando minha perna acima de seu quadril. Seus lábios nunca deixaram a minha pele enquanto ele trilhava beijos pelo meu pescoço. ―Minha primeira dança como vampira‖. Ele gemeu. com ele beijando minha clavícula. Nós temos a noite inteira‖. puxando-a por cima da minha cabeça. A lareira estava acesa. Eu não pude deixar de notar que eu não estava tropeçando nos meus próprios pés. Eu tracei beijos através seu peito. absorvendo sua beleza. e a atirando atrás de mim. e eu o ouvi aterrissar suavemente no canto da sala. ele disse. meu amor. subindo a mão direita para o centro das minhas costas e me apoiando enquanto ele me inclinava. Minha voz era um sussurro. com paredes brancas e carpete.‖ Eu sorri. ―Paciência. ―Esme e Alice me ajudaram‖. Pétalas de rosas cobriam todo o chão. beijando meu pescoço. Ele sorriu afetuosamente. e que na verdade eu sabia o que estava fazendo. Sua mão direita moveu-se para a base das minhas costas. Mais velas circulavam a cama.‖ Ele fez uma pausa. e me movi de volta para os seus braços. Eu deixei minha cabeça cair para trás. Ele beijou minha mão antes de me puxar em sua direção. ―Edward. e com os braços entre nós. posicionando minha mão na dele. Sra. seu toque enviando ondas de eletricidade através do meu corpo.‖ Ele me virou em seus braços e beijou meus lábios. mas ainda assim lenta. Começamos a nos mover ao som de uma música que eu não havia percebido que estava tocando. Ele posicionou as duas mãos em cada lado do meu quadril por alguns instantes. Eu girei com facilidade. . com velas iluminando um caminho até a cama. O quarto de Renesmee é na outra entrada da casa. Eu me inclinei para trás. curvando-se. abraçando um ao outro um pouco mais de perto. enquanto minhas mãos moviam-se até seu jeans. passando os braços ao redor da minha cintura. ele segurou minha blusa com delicadeza. Suas mãos moveram-se pelos meus lados. Enquanto sua mão esquerda desceu pela minha coxa. ele as deslizou lentamente pelos meus braços enquanto eu os abaixava novamente ao redor do seu pescoço. Então. Ele me puxou de volta para cima. Eu passei meus braços ao redor do seu pescoço. Edward percebeu minha confusão e puxou um controle remoto do bolso. ―Você melhorou‖. recuando um passo e estendendo a mão esquerda na minha direção. ―É perto o suficiente para que pudéssemos vir quando quiséssemos. Ele passou meus braços por trás de seu pescoço e eu suspirei alto. Edward sorriu. A sala de estar era grande e aberta. Ele agarrou minha cintura. Ele o atirou atrás dele. eu disse com um sorriso largo. Seus lábios tocaram minha orelha. Quando a música terminou. Ele estendeu suas mãos enquanto os meus braços ainda estavam no ar. ―Estou dançando‖. e eu repousei minha mão em seu ombro. seu dedo traçando o topo do meu jeans. Eu caminhei até o quarto. e almofadas cobriam o chão na frente dela. puxei sua camisa por cima de sua cabeça. eu sorri. percebendo que a última vez em que eu tinha dançado havia sido no nosso casamento. erguendo minha mão direita por cima da minha cabeça.

―Por favor se vistam!‖. Ela estava com a mão cobrindo seus olhos. cobrindo-me com minha blusa. perguntei. batendo o pé no chão impacientemente. Ele ficou apoiado acima de mim. ele perguntou enquanto me assistia. ―EDWARD. e eu pulei para trás. Ela tem muita coisa na cabeça. ―O quê?‖. mas os celulares dos dois estão desligados!‖.‖ ―Sim. Eu pulei da cama. virando meus olhos. ―Oh. eu engasguei. ―Eu tenho certeza de que ela está – ―. pulando para fora da cama e enrolando o lençol ao redor dele. apertando a minha perna que ainda estava levantada acima do seu quadril. ―O que está acontecendo?‖. ―Nós tentamos te ligar. e eu passei as duas ao redor de sua cintura. assim como as calças dele. Eu abri minha mala para procurar uma nova calça jeans. rolando para o lado e me moldando a ele. perguntei inocentemente. e eu não liguei para ver como ela está!‖. pegando seu celular no criado-mudo e ligando-o para me mostrar a data. me sentando. 5 dias atrás‖. movendo-se para ficar ajoelhado por cima de mim. Edward parou quando nós ouvimos a porta da frente ser aberta com força. rolando para sair de cima de mim.―Eu pensei que esses dias tivessem terminado‖. ele perguntou. ele riu. eu disse apenas que estamos indo devagar‖. ―Apenas o tempo todo‖. eu disse sorrindo sedutoramente para ele. ―Nós precisamos matricular Nessie na escola. eu brinquei. ―O que você está fazendo?‖. ―Eu não disse que não iríamos fazer nada. eu sussurrei para Edward enquanto nos vestíamos. Não consigo distinguir nada‖. chamou Alice pela casa. e comecei a me vestir afobada. e beijei seu pescoço. ―Do que você está falando? Nós acabamos de chegar aqui. BELLA!‖. arrancando-a das dobradiças. ―Eu estava apenas me perguntando quando você vai querer ir pra casa‖. porque com um grunhido meu sutiã e minha calça foram partidos em pedaços. mordendo o lóbulo levemente. Aparentemente ele havia mudado de ideia sobre ir devagar. e me deitou. . *********** ―Bella‖. Nós não tivemos tempo de responder antes que ela abrisse com tudo a porta do quarto. e eu soltei seu pescoço. riu Edward. ―Eu não consigo ler sua mente. Abri meu lábios. Ele puxou minha outra perna para cima. gritou Edward. Eu me inclinei para me apoiar em um cotovelo. Ele caminhou lentamente conduzindo-nos até a cama. suplicou ela. deslizando seu dedo no meu lado para cima e para baixo. ―Eu já te falei como você é linda?‖. sentindo o gosto do seu hálito. ―Alice! Que diabos você está fazendo aqui?!‖. Ele traçou desenhos na minha barriga com seu dedo. Eu soltei um risinho quando seus lábios encontraram os meus. ―O que foi?‖. Me movi para sua orelha. ele explicou. sussurrou Edward. droga!‖. Alice se virou na direção da porta.

Rosalie e eu localizamos Claire.―Ok. ―Bella. Edward me abraçou. percebendo que as mãos de Alice estavam tremendo. Minha raiva tomou conta do meu corpo. e então eu irei rasgar em pedaços quem quer que esteja com ela‖. que estava tendo problemas para fechar o ziper de sua mala. ―NÃO! Quem pegou ela? ALICE quem pegou ela?‖. Ela percebeu que eu estava segurando meu fôlego. mas Ness não estava em lugar nenhum‖. Eu olhei para baixo. eu não sei! Ela estava brincando do lado de fora com Claire. eu agarrei os ombros de Alice e os chacoalhei. Jasper. caminhando na direção de um rapaz da minha idade. Eu o empurrei com força. Caminhei até ela. Edward e Alice me seguiram para fora. ―O quê? O que tem ela? Onde está ela?‖. Ela evitou meus olhos. Carlisle e Esme estavam caçando. sibilei. Emmett. sua voz nervosa. disse Alice cuspindo as palavras para fora da boca. ela sussurrou. ―Renesmee‖. soltando um grito e caindo de joelhos. segurando suas mãos nas minhas. Eu me empurrei para longe dela. aonde você está indo?‖. sussurraram Alice e Edward ao mesmo tempo. Rosalie e eu estávamos sentadas no quintal. e eu havia perdido o controle. eu não me importo se vocês estão prontos ou não!‖. sentindo meu escudo sendo empurrado para fora e me cercando. A queimação na minha garganta estava se tornando mais insuportável a cada humano que passava. ―O quê. ―Eu… não acho que consigo‖. e lançou um olhar rápido para Edward. Nós estávamos no aeroporto tentando pegar o próximo vôo. forçando minha passagem por Alice. ―Eu. Eu me virei a tempo de ver Edward atirar a cabeça para trás. ―Vou encontrar minha filha. Alice apertou os braços fortemente ao meu redor. que estava discutindo com uma moça no guichê de passagens. puxando-me na direção do seu corpo. Elas correram para dentro das árvores. Eu estava engasgada procurando por ar. eu rosnei. mas quando eu fui procurar por elas Claire estava gritando. sussurrou Alice balançando sua cabeça. ―Eu não vi… eu não tinha ideia. Alice se virou rapidamente no momento em que eu estava puxando minha blusa por cima da cabeça. agarrando seus pulsos. Eu o puxei de volta para dentro. frustrada comigo mesma. Alice?‖. ―Alice‖. Eu sinto muito‖. Eu . ―Tente relaxar‖. O aroma dele era o mais forte. assistindo as crianças brincarem. olhando para seus pés.

sussurrei. Eu não consigo nem saber quem está com ela. ―Bella!‖. Dentro de segundos eu estava sendo puxada pelo terminal. ―Bella‖. Alice inclinou-se para a frente com a mão que não estava no meu colo. perguntei. e ele cheirava tão bem. Alice agarrou meu braço. Tanto Alice quanto Edward posicionaram seus braços por cima do meu colo. mas eu era mais forte. perguntei-lhe. ―E quanto a Claire? Ela não viu quem foi?‖. sem problemas‖. ―E se… e se Edward falar com ela? Ele poderia ver a aparência dele através da memória dela!‖. Tanto Edward quanto Alice estavam com um braço ao redor da minha cintura. Eu a empurrei para me soltar dela. ―Eu não posso sentar aqui!‖. Eu senti o veneno encher minha boca quando caminhei para trás dele. me puxando de volta. perguntou ele. certificando-me de manter a voz baixa. ―Você é um gênio!‖. derrotada. gritou Alice. ignorando os puxões de Alice. Eu precisava descontar minha raiva em alguém. eu disse me virando de Alice para Edward. e descansou a cabeça nela. mas controle-se‖. Eu lutei para me soltar deles. ―Edward. por favor. estendendo a mão para mim. Edward se endireitou. ignorando o cinto de segurança. tão alto que a mulher no assento na minha frente se virou para trás. olhando para mim. Ela puxou meu braço vigorosamente. Eu a segurei com vontade. . ―Eu sou Brian‖. ―Sobre o quê?‖. eu disse. ele sorriu. parando quando ele chegou na aliança na minha mão esquerda. sibilou Edward no meu ouvido. ―O rapaz no aeroporto‖. e os outros agarrados ao redor de cada um dos meus braços. Eu mantive os olhos no assento à minha frente. ―Jacob e Quil tentaram falar com ela. É mais rápido do que correr‖. e eu não me importava com quem estava olhando. para procurar por sua razão para tê-la pego.queria matá-lo. Uma vez no avião. e no ar. Os olhos do rapaz nunca deixaram os meus. ―Ei. Eu assisti ele dar um passo para trás e seus olhos percorrerem cada parte do meu corpo. nós pensamos que você era um conhecido nosso‖. disse Alice inocente. mas com os dois me segurando juntos eu não era forte o suficiente. virando-se na direção dele. chacoalhando-me no meu lugar. implorou Alice. Eu lancei-lhe um olhar fulminante. me segurando no meu lugar. e ela rapidamente se virou de volta. e congelei quando o rapaz se virou para olhar para mim. lembrando de Alice me contando que Claire era a única que estava com Renesmee no momento em que ela foi… eu não queria terminar meu pensamento. Eu dei um sorriso largo. eu sei que você está com raiva. Edward me forçou no meu lugar. ―Bella. ―Bella. Nós havíamos estado em silêncio. pelo que parecia uma eternidade. dando um passo para mais perto dele. mas a única coisa que ela sabe é que era um cara grande e assustador‖. ―Não consigo ver nada dela.‖ disse Alice dando de ombros. chamou Alice. ―Edward!‖. e eu pude ver uma pequena faísca de esperança brilhar nos seus olhos. ―Você consegue ver alguma coisa?‖. eu sinto muito‖. dando tapinhas no meu joelho com sua mão livre. ―Desculpe. ―Você pode ver se nós o conhecemos!‖.

Eu me forcei para a frente. eu os ouvi atrás de mim sussurrando para que eu não pudesse ouvir. Eu continuei correndo. ―É apenas seu cheiro‖. onde você está?!‖. caminhando na direção da porta. ―Renesmee!‖. sem prestar atenção em ninguém mais que estava ali. Eu encontrei Rosalie e Emmett parados do lado de fora. ―Nós vamos‖. onde você está indo?‖. A enorme casa veio à vista. ―Bella.―Está tudo bem. Eu não queria ser abraçada. Eu só queria minha filha de volta em meus braços. olhando para mim com pena em seus olhos. ―Querida. enquanto elas rolavam pela minha própria bochecha. segurando tanto na mão de Alice quanto na de Edward. e eu engasguei quando vi Jacob. ―Nós temos que encontrá-la‖. Eu o ignorei. ―Nós tentamos isso. O resto do vôo foi silencioso. mantendo minha . ―Eu acho que ela entrou em algum tipo de estado de choque‖. sussurrei. eu chamei. ―Eu vou matá-lo com as minhas próprias mãos‖. e eu vou matar – ―. e isso é tudo que importa‖. É natural. Você foi impedida. beijando-a. Eu podia ouvir todos atrás de mim. Esme estava lá puxando Edward e eu para um abraço. virando minha cabeça para que eu olhasse para ele. ambos responderam ao mesmo tempo. tentando tomar fôlego. No momento em que pisamos para fora do avião. segurando-me no topo dos meus braços. Ele pegou minha mão. eu rosnei. que ainda estavam por cima do meu colo com força. Quil caminhou para fora da floresta com Claire agarrada fortemente nele. Uma vez mais. esfregando as costas de Claire. Eu podia sentir as lágrimas de Jacob. ―Não se preocupe com isso. mas eu o interrompi. correndo para a porta. eu ouvi Edward sussurrar. sussurrou Edward. engasguei. Os sons que saíam de mim soavam como se eu estivesse chorando histericamente. segurando nos ombros de Rosalie. Jacob começou. querida‖. mas não consegui entender o que ele estava dizendo. e corri até eles. Você o tinha em suas mãos desde o momento em que ele olhou para você. Eu corri para eles.‖ Ele segurou meu queixo. eu sussurrei. É mais fácil trazêlos. o rosto dela escondido no seu pescoço. abraçando-me apertado. Ouvi a voz de Edward atrás de mim. ―Ela está aqui! Eu posso sentir o cheiro dela!‖. quando estava fora do estacionamento eu corri a toda velocidade até a minha cabana. para que eu não tivesse que ouvir mais. Assim que eu saí pela porta. ―Para casa! Ela pode estar lá!‖. mas não há nenhum. Empurrei a porta do seu quarto para abri-la. ―Olá. Eu me virei para correr de volta para a porta da frente. já correndo na direção da casa de Carlisle. nós tendemos a ser atraídos pelo sexo oposto quando caçamos. disse Emmett. eu comecei a correr um pouco mais rápido do que o normal para uma mulher da minha idade. mas ela não estava lá. eu falei por cima do meu ombro. Os lobos não foram capazes nem de encontrar o rastro deles‖. Eu o empurrei de novo. Minhas pernas cederam quando ele passou seus braços ao meu redor. me empurrando para longe de Jacob. disse a voz de Edward vindo de logo atrás de mim. gritei de volta. e. ―Nós vamos encontrá-la. eu só queria entrar em ação. Eu me empurrei para longe. chocando-me com ele. ―O cheiro deles! Nós podemos seguir o cheiro deles!‖. Eu aumentei a velocidade quando a cabana entrou no meu campo de vista. eu captei o aroma da minha filha. ―Ele é meu!‖. mas Edward me pegou. disparando pela porta da frente. Assim que cheguei mais perto.

Nessie nem sabia que ele estava ali. eu gesticulei para Quil com a boca.‖ disse Carlisle. perguntei. e repousou a cabeça no ombro dele. erguendo os olhos para ele. ―Nós achamos que era outro vampiro com a habilidade de encobrir sua presença. socando uma árvore atrás dele até que ela não existisse mais. Ela se inclinou para mim virando a cabeça um pouco. Edward estava logo atrás de mim. ―Eu vou trazer nossa filha de volta. ―Mas não o reconheci. seus olhos se estreitaram.‖ Ele beijou minha testa. Eu senti Edward atrás de mim. ―Em que lugar elas correram para dentro das árvores?‖ ―Bella. Minha voz ecoou das árvores. ―É para ajudar a Ness. ―para onde nós vamos daqui?‖ Carlisle abriu a boca para falar. puxando-a para o seu colo. cabelo escuro. e ele – ―. assim como o de Edward. ―Nós chamamos Eleazar aqui. Não farejei nada. e eu me sentei no chão. ―Você o viu?‖. ―Nós vamos encontrar um jeito‖. Ele tomou meu rosto em suas mãos. ―Eu perguntei EM QUE LUGAR!‖. Claire foi a primeira a vê-lo. olhando para Carlisle. e se virou para levar Claire de volta para La Push. e se segurou em Quil com mais força. e eu me apoiei nele. ―Vamos ver. Ela fechou os olhos. nenhum cheiro. e seu corpo se contraiu. Respirei fundo antes de continuar. Meu queixo caiu. Eu esperei que Quil lhe tranquilizasse de que estaria tudo bem. Ele deu um aceno com a cabeça. Jasper a segurou. Ele revirando seus olhos. Ele é alto. mas ele não prestou atenção nenhuma nela. pressionando o rosto em Quil. pegando Alice e Rosalie no meu caminho para o quintal. Edward concordou com um aceno. eu preciso que você faça uma coisa para mim‖. Eu esperei enquanto Claire olhou rapidamente para Quil. Eu me virei para correr por todos eles. ―Ele simplesmente a agarrou e correu. e suas mãos se fecharam em punhos. ―Alice? Alice. Eu sei que é assustador. tentando olhar em seus olhos vazios. Quando ele o fez. Eu nunca o vi antes. Tanto Alice quanto Rosalie apontaram para o canto do quintal mais ao longe. ―Você não tem que dizer nada. Eu só preciso que você pense sobre como era a aparência do homem malvado. Ela concordou com um aceno.‖ Ele se levantou. ―Chega!‖ Gritou Claire. mas eu estarei bem aqui‖. caminhando na nossa direção. e foi isso que ele concluiu‖. Ele é um vampiro. Alice balançou a cabeça. Eu te prometo.voz calma. sussurrei para Edward. Eu estava lá numa fração de segundo.‖ Corrigi. Edward pressionou os lábios numa linha reta. Jasper se sentou no tronco de uma árvore caída. Apenas pense exatamente no que você viu‖. e esfreguei as costas de Claire. sua mão descansando na base das minhas costas. nós já – ―. ―Eu não consigo… distinguir. bem musculoso. ―Como nós vamos fazer para trazê-la de volta?‖. mas foi interrompido pelo grito estridente de Alice. ―Obrigada‖. ―Claire. as garotas apenas correram para o interior das árvores. nós vamos trazê-la de volta. docinho. nem mesmo o da minha própria filha. o que você vê?‖. beijando-me de novo. Quil sussurrou em seu ouvido.‖ . querida. ela reposicionou o corpo de forma a olhar para mim.‖ Edward se virou. ―Nós.

me ajoelhando na frente dela. ―Esperem. interrompendo-a. eu vejo!‖. Uma linha de lobos emergiu das árvores atrás dele. você não pode me impedir‖.―Tente!‖. sussurrei. Seu corpo inteiro tremia. Edward perguntou para Alice. Ela olhou ao seu redor para todos nós. ―É uma sala escura. eu vou com vocês. ―Onde ela está?‖. agarrando-se aos braços de Emmett e Jacob. implorei. Seus olhos se fecharam enquanto ele lutava para se recompor. ―Preciso continuar?‖ ―Eu a vi. onde está ela? Segundo. eu preciso que você e Carlisle permaneçam aqui com o resto do bando – ― Eu tirei as mãos de Edward que estavam em Emmett e Jacob com um empurrão. ―Você não consegue vê-la. respondendo ao seu uivo. balançando a cabeça. Mas todo mundo já sabia o que ela ia dizer. Edward me puxou para longe dele no momento em que ele atirava a cabeça para trás. Alice lhe respondeu silenciosamente. Ela levantou num pulo. uivando. ela é uma híbrida‖. agarrando minhas mãos para que eu me levantasse com ela. Meus olhos vagaram freneticamente enquanto eu tentava compreender o que Alice havia acabado de dizer. Novamente. Jacob se transformou na frente de todos nós. Edward estava congelado no lugar. ―Nós vamos. enquanto assistia à visão pelos pensamentos de Alice. Meus olhos iam e voltavam do rosto de Edward para o de Alice. disse ele dando um aceno com a cabeça. suas mãos em punhos. . Jasper. ―Já é o bastante de informação por enquanto‖. e o resto de vocês ficam aqui por via das dúvidas. Eu cruzei os braços no peito. ―Primeiro. enfileirada com… hmm… os Volturi‖. ―Como isso é possível?‖. Com um alto ruído ensurdecedor. imponente junto dela. ―Você está certa‖. Edward estava andando para frente e para trás. balançando a cabeça. ―O que eles querem com ela?!‖. ―Eles vão – ‖ Alice foi interrompida. Ela parou por um instante. cuspiu Edward. respondendo para ele em pensamento. Terceiro. eu acho‖. ―Eu sei quem está com ela! Nós temos que ir agora!‖ Jacob ficou parado na frente de Alice.

―Nós vamos, você, eu, Emmett e Jacob‖. Eu hesitei no nome de Jacob, mas sabia que ele não nos deixaria ir sem ele. Eu continuei, antes que Edward pudesse protestar quanto a eu ir. ―Como você disse, os outros precisam ficar só no caso de eles decidirem vir para cá. Os lobos rondam pelas fronteiras certificando-se de que ninguém entra‖. Sam acenou com a cabeça, consentindo. Ele caminhou para fora da fileira de lobos para ficar de frente para eles. Os olhos de Jacob encontraram os meus, e eu sabia que ele estava me agradecendo. Ele se virou rapidamente para ficar ao lado de Sam. Os dois combinaram seus bandos, e eu assisti enquanto eles os liberaram, correndo em todas as direções. Seth permaneceu para trás, e caminhou até mim, empurrando meu braço de leve e choramingando. Eu lhe dei um tapinha no ombro, forçando um sorriso. ―Seth vai fazer patrulha aqui na casa, apenas no caso de alguém conseguir passar. Alice não os viu vindo para cá, mas é só uma precaução‖, disse Edward enquanto caminhávamos na direção da casa. Carlisle e Jasper acenaram com a cabeça ao mesmo tempo, enquanto Edward falava. Eu corri até o quarto de Emmett e Rosalie para pegar um short para Jacob, dado que ele havia rasgado o seu. Eu o atirei desde a sacada, e Jacob pegou ele com a boca. Ele correu para o meio das árvores, para se trocar. ―Ok, vamos lá!‖, disse Edward assim que Jacob entrou na casa. Ele parou, olhando para mim. ―Eu não gosto que você corra perigo desse jeito‖. A voz de Edward estava suplicante. ―Eu sou mais forte que você, e eu não sou mais uma pequena humana inocente. E além do mais, posso protegê-los de Jane e Alec. Além disso, não acho que preciso mencionar que ela é minha filha também‖. ―Está bem, mas você faça o que eu disser, e fique fora da luta. Você só estará lá para pegar Renesmee e não deixar que ela fique fora do seu escudo‖. Eu acenei com a cabeça concordando por não querer discutir com ele, mas eu já tinha meus próprios planos. ―Estão todos prontos,‖ disse Carlisle, desligando o telefone e colocando um cartão de crédito de volta na sua carteira. ―É melhor vocês partirem agora, seu vôo decola em vinte minutos‖. Jacob estava do lado de fora, já correndo. Eu estava logo atrás dele, com Edward e Emmett não muito atrás. Os vôos pareceram durar uma eternidade, e Edward estava constantemente no telefone com Alice, checando para ver se suas visões haviam mudado. Emmett sentou-se do lado oposto a nós, balançando o pé impacientemente. Eu estava sentada entre Jacob e Edward. Edward estava encostado na janela, falando silenciosamente com Alice. Jacob esticou a perna pelo corredor, a cabeça apoiada nas mãos. ―Você está bem?‖, sussurrei para ele. Ele me olhou pelos vãos entre sesu dedos. ―Apenas pronto para arrancar a cabeça de alguém‖. As mãos de Jacob começaram a tremer. ―Calma, Jake, estamos quase lá‖. Eu peguei sua mão e a posicionei no meu colo. Ele a apertou e inclinou sua cabeça de volta para o encosto do assento. ―Sem mudanças‖, nos informou Edward enquanto desligava o telefone. Os olhos de Edward caíram para o meu colo, e Jacob soltou minha mão e cruzou os braços por cima do peito. Nós permanecemos sentados em silêncio pelo resto do vôo. Quando aterrissamos estava escuro, então não tivemos problemas por correr pelas ruas. Eu não me lembrava do caminho, por isso deixei Edward ir na frente. Fui forçada a ficar atrás de Edward e Emmett, enquanto Jacob cobria a retaguarda conforme corríamos pelos becos estreitos. ―Chegamos‖. A voz de Edward tremeu de raiva enquanto ele forçava passagem pelas portas. Eu imediatamente procurei pelo cheiro da minha filha, mas não consegui encontrar nada. Eu ainda estava caminhando atrás de Emmett e na frente de Jacob. Estendi a mão para trás, segurando a dele. Apontei para o final de um corredor, sem falar porque sabia que Edward poderia me ouvir. Jacob indicou que viria comigo.

Eu acenei com a cabeça, e me escondi atrás da parede. Emmett e Edward continuaram caminhando, sem perceber que não estávamos mais atrás deles. ―Aonde estamos indo?‖, sussurrou Jacob. Eu podia sentir ele tremendo atrás de mim. ―Eu não sei, é só um pressentimento‖, sussurrei de volta. Encontramos uma porta no fim do corredor. Eu a abri, e ela rangeu. ―Ah, se não é a própria jovem e amável esposa.‖, disse a voz de Aro preenchendo a sala escura. Jacob se moveu , colocando-se na minha frente, mas eu o forcei para trás de mim e nos engolfei em meu escudo. ―Vamos deixar de conversinha, você está com a minha filha. Eu não vou te matar se você entregá-la para mim agora‖. Meus olhos se estreitaram. Ele se levantou, dando um passo na minha direção. Felix e Demetri estavam em ambos seus lados, junto com um novo vampiro que eu não reconheci. Ele era o maior dos quatro. Quase tão alto e musculoso quanto Jacob. Ele caminhou para a frente de Aro e dos outros. ―Minha querida, doce Bella. Quanta coragem a sua, de vir até aqui sem seu marido. Nós estamos de fato com a sua jovem. Ela será uma grande adição – ― Jacob me empurrou para trás, para longe dele. A voz de Aro foi interrompida quando ele viu Jacob se transformar. Eu estava a apenas alguns passos do novo vampiro, e nós nos encaramos um ao outro. ―Tão rude de minha parte. Este é Damian, ele nos ajudou tremendamente. Ele é nosso mais novo membro da guarda. Que talento especial ele nos traz‖. Eu sabia que Damian era aquele que podia encobrir seu cheiro, sua presença. Sem pensar me atirei na direção dele. Eu o derrubei no chão. Felix e Demetri recuaram para o canto da sala, trazendo Aro com eles. ―Bella! Que diabos você está fazendo?‖, ouvi Edward atrás de mim, mas o ignorei. ―Seu – filho – da – mãe! Você a pegou! Onde está minha filha?‖, eu rosnei, prensando Damian sob o meu corpo. Ele deu uma risada, olhando para Edward atrás de mim. ―Sua mulher é sempre agressiva assim?‖, ele brincou. Meu punho atingiu seu rosto com força, e ele gritou de dor. Eu me virei rapidamente, notando que Edward me assistia com os olhos arregalados. Emmett, Jacob e Edward estavam todos me olhando. ―Ela vai matá-lo‖, disse Emmett, sem tentar esconder sua voz. Eu percebi que a guarda havia lotado o largo salão, e Aro havia ido embora. Eu foquei minha atenção de volta em Damian. ―Onde está minha FILHA?!‖. Minha voz ecoava nas paredes descobertas. ―Ela não pertence mais a você‖, sibilou Damian, tentando sair debaixo de mim. ―Foi fácil demais, ela não tentou lutar. Mas que coisinha enjoada ela é‖. Eu agarrei seu braço, puxando o mais forte que conseguia. Eu o arranquei de seu lugar, e atirei-o para trás de mim. Damian gritou mais uma vez. Ele levantou a mão direita, agarrando a minha garganta. Ele me atirou por cima de sua cabeça, e eu aterrissei de costas com toda a força. Fiquei de pé de novo num salto. Edward estava ao meu lado, seguido por Emmett e Jacob. ―Mantenha suas mãos longe dela‖, rosnou Edward, acuando Damian contra um canto. Passei por eles rapidamente, e joguei Damian contra a parede. Eu pude ouvir uma luta começando atrás de mim. ―Ela nunca vai pertencer a você! Agora me diga onde ela está!‖. Apertei seu braço direito, esperando que ele respondesse. Quando ele não o fez, arranquei-o do corpo. ―Você vai me dizer agora?‖, perguntei, empurrando-o para o chão. Eu me ajoelhei sobre ele, segurando sua perna. ―Só restam mais alguns membros‖, apontei. Eu me virei rápido, notando que Edward não estava mais atrás de mim. Avistei-o a alguns metros de distância, terminando de rasgar alguém em pedaços. Eu me virei a tempo de ver um pé

vindo diretamente na direção do meu rosto. Fiquei de pé rapidamente, segurando-o a tempo, e atirei o vampiro contra a parede. Eu bati contra o seu corpo, e agarrei cada lado da sua cabeça. Puxei com força, separando-a dos ombros. Terminei com ele e voltei minha atenção para Damian. ―Você luta duro. Mas temo que tenha chegado tarde demais. Sua criança está com a guarda‖. ―Você está errado!‖, gritei, acabando com o vampiro. Eu me virei para ver que a sala estava agora silenciosa. Edward caminhou até mim, me puxando para um abraço apertado. ―Você. foi. maravilhosa.‖ Ele beijou o topo da minha cabeça. ―Mas eu achei que tivesse te dito para fazer o que eu dissesse. Você poderia ter morrido‖. ―Bom, eu não morri, e quando é que eu faço as coisas de acordo com o que você diz?‖.Passei os braços ao redor dele com força. ―Você acha que chegamos tarde demais?‖, perguntei. Minha voz tremia. ―Eu acho que não‖. Emmett estava do outro lado, esfregando o meu braço. ―Eu vejo que você eliminou a maior parte da minha guarda‖, disse Aro, caminhando de volta para a sala. Jane e Alec caminhavam atrás dele, seguidos pelo resto da guarda que não havíamos matado. ―Está tudo bem, eles eram os mais fracos. Fáceis de substituir, mas Damian, bem, ele nos serviu para apenas um propósito‖. Meus olhos travaram na garotinha presa embaixo do braço de Felix. ―Renesmee!‖, eu gritei, andando para a frente. Jacob parou na minha frente, e Emmett e Edward agarraram meus braços. ―Solte-a, e nós partiremos em silêncio‖, protestou Edward. ―Nós achamos o dom dela um tanto extraordinário, então temo que não. Ela carrega apenas metade do seu poder. Uma vez que ela seja uma de nós completamente, vai ser muito poderosa.‖ Caius ficou parado, bloqueando o corpo se debatendo de Renesmee do meu campo de visão. Eu empurrei o meu escudo para fora, cercando Edward, Emmett, Jacob e flexionando-o ao redor da minha filha. ―Então a deixe escolher‖. Edward deu a volta em Jacob, caminhando na direção de Aro. ―Eu iria amar se você e sua linda esposa se unissem a nós também. Vocês poderiam ficar com a sua menina‖, Aro nos informou. ―Eu nunca ficarei ao lado de vocês‖, eu cuspi, forçando passagem por Jacob. Aro desviou sua atenção para Felix. ―Leve a criança embora. Estou vendo que está estressando a mãe dela‖. Felix se virou, levando com ele Renesmee. Ela estendeu a mão na minha direção, com seu rosto sujo de lágrimas, gritando a plenos pulmões. Seus gritos foram abafados quando a porta bateu fechada. Jacob deu um salto na direção da porta, para fora do meu escudo. Ele imediatamente parou, contorcendo-se enquanto caía no chão. ―NÃO JAKE!‖, gritei, e meus olhos recaíram em Jane, que me lançava um sorriso escancarado. Eu rapidamente moldei meu escudo ao redor dele, e me ajoelhei ao seu lado. Corri meus dedos pelo seu pêlo enquanto ele ofegava. ―Você está bem?‖, sussurrei. Ele se esforçou para ficar de volta em pé, balançando-se da cabeça à ponta do rabo, para se livrar do efeito do ataque. ―Já chega, sua pequena bruxa!‖, eu me virei para encarar Jane. Ela deu alguns passos na minha direção, estreitando os olhos. Eu podia sentir que ela tentava penetrar no meu escudo. Edward e Emmett me seguraram.

―Já é o bastante, minha querida‖, disse Aro beijando a bochecha de Jane. Ela voltou até a fila, ficando ao lado de Alec. ―Você não pode sair sequestrando uma criança para transformá-la! É contra suas próprias regras‖, apontou Edward. ―Nós podemos criá-la até que ela tenha idade o suficiente para ser transformada‖, explicou Aro. ―Você não pode mantê-la aqui contra a sua vontade. Ela tem que escolher ficar com vocês‖, Emmett balançou sua cabeça. ―Então perguntamos para a criança!‖ Aro se virou na direção da porta. ―Felix!‖, ele chamou. Felix caminhou de volta para a sala, arrastando Renesmee com ele. Sua mão cobria a boca dela, e sua outra estava segurando firme o seu braço. Nós quatro rosnamos dando um passo à frente, nenhum de nós tentando impedir o outro.

Aro se ajoelhou na frente de Renesmee, Felix soltou a boca dela. ―O que você acharia de ficar conosco para sempre? Você pode ter todas as coisas que sempre quis. Nós não te diremos o que fazer como sua mãe e seu pai. Todo o sangue que você conseguir beber…‖ disse Aro numa voz doce. Renesmee, engasgada por chorar com tanta força, conseguiu apenas balançar a cabeça em negativa. ―Bem, e se nós dissemos que se você não o fizer nós vamos matar sua mamãe e seu papai?‖. ―N… NÃO! Po… por f… por favor!‖. As lágrimas de Renesmee escorreram pelas suas bochechas. Todo o seu corpo tremia de terror. ―Eles não vão! Eles não podem! Bebê, apenas diga não. Não vai acontecer nada com a gente.‖ Edward estendeu os braços como se fosse passá-los em volta dela. Jacob se agachou, como se fosse saltar. Seus lábios repuxaram-se, mostrando seus dentes afiados como navalha. Eu fiquei parada na frente dele, inclinando-me contra a sua perna frontal para contê-lo. Ela se virou de costas para olhar para Aro. ―Eu… quero… ir… para CASA!‖. Ela puxou e se contorceu sob o aperto de Felix. ―Aro, você sabe que não pode nos derrotar. Deixe ela ir logo‖, eu disse com os dentes cerrados. ―Eu vejo que as coisas não estão indo como esperávamos. Saiba que eu não vou parar. Eu não quero nada mais do que ter você, Alice, Edward e sua filha‖. ―Estou te dizendo nesse momento, nenhum de nós jamais se unirá a você‖. Meus olhos estavam em Renesmee, e ela não tirava os dela dos meus.

dado que ele havia rasgado as únicas que tinha trazido. aninhando-se nele. Jacob se curvou. Tia Rose!‖. Nós tivemos que parar e comprar roupas para Jacob. Eu notei que Edward apertou o volante com mais força enquanto ouvia os pensamentos dela. e a outra segurando a minha apertado. ―Por quê? Você não sabia‖. ainda na forma de lobo. Edward caminhou atrás dela. e ela oscilou para trás e para a frente antes de desabar nos braços de Edward. Assim que aterrissamos pela última vez. chorou Renesmee contra o meu peito. um arranhão. Ele a colocou de volta no chão. Rosalie e eu estávamos no banco de trás. gritou Renesmee enquanto lutava com Jacob e Edward para que eles a soltassem. Bella fez isso comigo uma vez ou duas. Alice e Emmett foram juntos. Ambos recusaram-se a soltá-la até que Carlisle estava a meio metro de distância. Assim que nos afastamos o suficiente. checando cada centímetro do pequeno corpo dela. onde ela estava agora acordada brincando com os pêlos de sua nuca. disse ele com um sorriso largo. É apenas muita coisa para sua mente ter que lidar‖. Rosalie. disse Rosalie. Jacob sorriu seu grande sorriso de lobo. Eles a colocaram no chão. com sua cabeça descansando entre os ombros largos de Jacob. notei que estava sendo escoltada para fora da sala. eu sinto muito‖. e ela correu na direção de suas tias. tentando acalmá-la. eu sentei Renesmee no chão e Edward se ajoelhou na frente dela. ela agarrou os pêlos dele com as duas mãos. Ela estava sentada no meu colo. Ele a aninhou em seus braços. ―Você está ferida?‖. enquanto caminhava de volta para a vista. ―Pronto‖. e Jacob soube não pedir por ela. Edward indicou o caminho novamente. excitada por finalmente estar em casa. Ela ainda estava ofegante por ter chorado com tanta força. Carlisle. e Jacob. ―Mamãe!‖. Ela tropeçou nos próprios pés enquanto corria para longe dele. Eu a peguei no ar quando ela saltou para os meus braços. Edward. Esme. foi no Jeep de Emmett. enquanto lembrava do que tinha acontecido. Rosalie se recusou a soltá-la enquanto caminhávamos até os carros. Edward gentilmente a posicionou nas costas de Jacob. vovó!‖. apenas o suficiente para que você continue vivo. Eu tirei Renesmee dos seus ombros. resmungou Edward. Ela recomeçou a chorar assim que ela chegou nos braços dele. ele perguntou. levantando o olhar e contrabalançando o peso dela. Edward respondeu para os olhos frenéticos de Jacob. num círculo protetor. e Felix rosnou. beijando cada parte de seu rosto. e vou te dar de comida para os lobos‖. ambas a abraçaram juntas. recusando-se a sair do lado de Renesmee assim como Jacob. forçou passagem por mim. Eu me recusei a entregar Renesmee. . com Edward e comigo. Olhando ao meu redor. comigo logo atrás dele. Edward ameaçou Aro. Esme e Carlisle a seguraram entre eles. e eu vou te rasgar em pedaços. Jacob lhe apoiou com um profundo rosnado. caminhando até o grande lobo. e ela me abraçou apertado. ―Você ALGUMA VEZ toque em minha filha de novo. mas soltou o braço de Renesmee. sentando-a num muro de tijolos. Assim como Carlisle e Esme.―Deixe a criança ir. de novo e de novo. segurando a mão de Renesmee enquanto eles desciam pela escada do avião. Eu vejo que não vamos chegar a um acordo hoje‖. ―Ela está sobrecarregada. Ele a levantou. checando em dobro os braços e pernas dela. Ela quicava no assento. Beijando Renesmee suavemente na testa. ―Vovô. o arranhão mais minúsculo que seja!‖. ―Docinho. comunicando-se com Edward. Renesmee teve um calafrio no meu colo. Jacob deu a volta num beco escuro para se transformer de volta e se vestir. Jacob se virou. Ele a deitou de barriga para baixo. lambendo o focinho. Os vôos para casa foram silenciosos. e de volta para os becos do lado de fora. ―Tia Alice. Jasper. Ela vai ficar perfeitamente bem. já que Renesmee dormiu o tempo todo entre Edward e eu. tocando a bochecha de Renesmee. com uma mão protetoramente no seu ombro. Sem abrir os olhos. Eu a segurei próxima a mim. Emmett e Jacob nos rodearam. Jacob caminhou atrás de mim. e com Emmett alerta na retaguarda. Eu a embalei lentamente. ―Eu juro que se houver um fio de cabelo fora do lugar. Ele suspirou. Renesmee estava acordada e alerta. Aro abanou sua mão.

Jacob bocejou alto enquanto descalçava seus tênis. nós estamos indo para casa‖.―Ainda assim. Jacob?‘. Vou ficar do lado de fora. e abriu a porta do passageiro do seu Volvo. Eu apenas virei os olhos enquanto a levantava de sua cama. Nós estamos apenas indo para casa‖. ela me mostrou visões rápidas de Damian agarrando-a dentro da floresta. eu perguntei alarmada. eu lhe disse. Renesmee acordou quando Edward desligou o motor. Eu a despi de suas roupas. virando-me para Edward. querida. Ainda aninhada nos meus braços. e isso fez Edward rir. esfregando seu rosto sujo de lágrimas. tirando seus sapatos. ―Vai entrar. como se ela tivesse sido colocada numa banheira de gelo. respondendo às suas visões de que dirigiríamos para casa. passando meus braços ao redor dela. enquanto tirava a camiseta. ele sorriu. Permaneci parada na porta de entrada. ―Muito bem. perguntou Edward. acenando para os outros enquanto entrava no carro com Renesmee novamente agarrada a mim. disse Jacob. e lhe agradeci. tenho certeza de que Bella não vai deixá-la fora de sua vista esta noite. ou no quarto de Ness. Eu dei um abraço em Emmett. Ele inclinou-se sobre ela. inclinando-se contra o meu banco e correndo os dedos pelo cabelo dela. Eu ofeguei. isso não impede que vocês se mudem. Ela se aninhou no meu colo. disse Edward tentando reassegurá-la. Seth e eu teremos turnos. A mão de Edward caiu do ombro de Jacob. . esticando a blusa suja de Renesmee. ―Claro. tocando minha bochecha com sua mão que estava livre. ela estendeu a mão para tocar meu pescoço. eu tenho que ir informar Sam de que chegamos em casa. segurando a porta aberta. disse Edward. devíamos ter feito alguma coisa‖. ―O que foi?‖. disse Edward colocando a mão no ombro de Jacob. e Edward me segurou para me apoiar. Eu a deitei suavemente em sua cama. ―Exatamente como a mãe dela‖. e correu para o meu lado. ―Nós precisamos. Jacob entrou no banco de trás. com Renesmee dormindo profundamente em meus braços.‖ Edward a aquietou. Ela se curvou para o lado de Edward quando eu a deitei na nossa cama. e Damian se foi. ―Nah. nós iremos de carro. acho que é melhor ficar alerta. Ela não acordou durante todo o processo. e beijei Edward e depois Renesmee. querida. É para o melhor‖. e ele foi embora arrastando seus pés. vocês são mais do que bem-vindos‖. ―Ela não quer entrar na floresta‖. Ela sorriu calorosamente para sua tia. claro‖. Seu corpo inteiro tremia. Renesmee então se inclinou para trás. e estacionou o Jeep na garagem. já ciente. beijando sua testa. Eu prendi o cobertor ao redor dos dois. ―Ainda assim. Se você e Seth quiserem descansar no sofá. Edward encontrou meu olhar. e a trazia para o nosso quarto. fechando os olhos. Rosalie baixou os olhos para seu colo. enquanto Edward foi buscar uma toalha de rosto quente. Mas eu vou voltar. ok. Com sua mão ainda no meu pescoço. Seu corpo começou a tremer e ela começou a chorar. ―Ok. ―Sim querida. Edward deixou Rosalie na casa. impede?‖ O rosto de Jacob desmoronou. Edward saiu do closet dela estendendo para mim uma camiseta grande demais. Ele acenou com a cabeça. Renesmee inclinouse na direção dela. e vou encarregar Leah de checar o perímetro da casa de Carlisle‖. que era minha mas que Renesmee amava vestir para dormir. e seus braços e pernas. Ela me mostrou visões da nossa casa. filho‖. e Rosalie não pode evitar sorrir de volta. eu disse. ―Você vai estar conosco. e da cama dela. Ela balançou sua cabeça violentamente. vou deixar a porta destrancada para você. ―Nós vamos a pé para a casa agora‖. ―Vamos vesti-la com algumas roupas limpas‖. ―Você ajudou bastante. sussurrei. segurando sua mão.

A cama de Nessie está liberada esta noite‖. colocando a câmera de volta. Quando entrei de volta para o quarto. Descanse um pouco. Mantive a luz da varanda acesa. Eu ouvi um dos dois caminhando para dentro do quintal. ―Ok. eu ri. Ele descansou a cabeça nas minhas costas. você contou para o Charlie?‖. Seth?‖. ―Venha para dentro quando Jake te liberar do seu turno. Deitei na cama. sentando-se. abraçando-me o melhor que podia. parei na porta. Edward estava deitado de costas com os olhos fechados como se estivesse dormindo. Dei um grande sorriso para a cena na minha frente. Ouvi a porta de tela abrindo e olhei na direção da porta do quarto. olhando nos olhos do meu marido. seu braço ao redor da nossa filha. Seth acenou com a cabeça. Corri até ele. Eu o ouvi desmoronar na cama dela. ―Já volto‖. Jake‖. Eu peguei a máquina fotográfica e apontei para eles. sussurrou Jacob. Ele acenou de novo. e a porta aberta. com seu lobo de pelúcia na mão. e eu percebi que era Seth. Edward pediu. Eu concordei com a cabeça. ―Boa noite‖. apagando a luz. eu disse. abraçando seu enorme pescoço. revirando seus olhos escuros. Eu limpei minha bochecha e voltei para dentro. apenas fechando a porta de tela. Edward abriu um de seus olhos e olhou para mim. ―Ela está bem. ―Vou dar uma olhada em Jake e Seth‖. ―Venha para a cama‖. espiando para dentro do quarto quando passou por ali. Renesmee estava com a cabeça no peito dele. ―Jake.―Aonde você vai?‖ perguntou Edward enquanto eu caminhava na direção da porta do quarto. chamei silenciosamente quando saí do lado de fora. e seu braço estirado por cima dele. Edward fechou o olho de novo. sussurrei de volta. e Jake foi para o quarto de Renesmee. ―Me acorde daqui a umas três horas. ―Boa noite. me observando cruzar o quarto. sussurrei. obrigada‖. ―Fique aí‖. . ―Ele sabe que estamos em casa?‖. O lobo emitiu um choro. imediatamente começando a roncar. Seth moveu a cabeça e lambeu a minha bochecha. e eu bati a foto. ―Clássico‖. caminhando até o armário. para o Seth poder descansar‖.

abrindo a porta do quarto. Jake. especialmente com o que aconteceu ontem. você ainda vai tirá-la de mim‖. ―Sim. ―Você deve estar faminta‖. eu disse. Ele precisa ir agora. Eu sabia que ela provavelmente não devia ter comido nada desde antes – . Jacob desviou o olhar de mim. A voz de Jacob estava fria. Ela descansou a cabeça no ombro dele. com Renesmee no meu colo balançando as pernas. não querendo deixá-la fora de vista. ―Definitivamente faminta‖. Ele a pegou no meio de um salto. Ela me seguiu para fora do quarto com Edward atrás dela. perguntou Renesmee. precisamos redefinir as fronteiras‖. Ele apertou o passo. ―Você não precisa dizer adeus. Bella! Eu não posso acreditar que depois de tudo pelo qual passamos. ela sussurrou. ―É sim. ―Seth?‖. ―Não. tomando a mão dela na minha. Renesmee acordou se espreguiçando e rolando para longe de Edward. Fui até a cozinha. saindo da cama. ―Jakey?‖ ―Lá fora‖. disse Renesmee espiando por baixo do meu braço. ―Nós vamos nos mudar hoje!‖. Seus olhos procuraram freneticamente por mim. ela acenou com a cabeça. vamos!‖ ―Deixe ele dormir. Sentei na minha cadeira e fiquei assistindo-o.Na manhã seguinte. sussurrei de volta. eu suspirei. fechando a porta. dando-lhe um abraço apertado. deixando-a ir na minha frente até a porta de entrada. Fique fora do seu quarto até que ele acorde‖. e eu soltei a mão de Renesmee. ―Charlie e Sue querem dizer adeus também‖. ele suspirou. Só queria buscar Seth. ―Vou com você‖. ―Eu não vou ficar por muito tempo. Nós saímos no exato momento em que Jacob saía da floresta com um short jeans. Já que vocês sanguessugas não estarão mais por aqui. ―Mamãe?‖. Eu me levantei. Ela relaxou e se sentou. e vi Seth esparramado e roncando. esfregando sua barriga. não é tão ruim quanto você pensa‖. ―Jake. passando a mão sobre a cama. ela vibrou. ―Eu sei. eu disse enquanto traçava os escuros círculos roxos sob seus olhos. Ele deu um tapa na . Ness‖. Eu posso levá-lo para La Push mais tarde‖. Nós não estaremos longe‖. e ele precisa estar lá. mas parou quando o sorriso de Jacob desapareceu. e tocou o seu pescoço. ―Seth. ―Posso ir ver se Jake está por perto?‖. virando-se para olhar para mim. e Edward começou a preparar ovos. disse Jacob enquanto passava por mim. seguindo-o pelo corredor até o quarto de Renesmee. eu não queria pensar nisso. ―Estou bem aqui‖. e dizer adeus‖. ―Nessie!‖. eu sussurrei. Nós teremos uma reunião. ele ficou acordado a noite inteira. Seu sorriso chegando até os olhos. Jake agiu como se não tivesse me ouvido. Eu dei uma espiada para dentro do quarto dela. respondendo ao que quer que ela tivesse mostrado para ele.

disse Charlie. ―Estou vendo que vocês todos estão a salvo‖. ―Vocês estão realmente se mudando?‖. ―Sim. por favor‖.parte de trás da cabeça de Seth. caminhando em direção da mesa. eu choraminguei. ―Não‖. ―Hora de ir‖. e você. nos encontrando na porta. ―É claro‖. que ficou de pé num salto. mas ainda estava olhando para mim. colocando o prato na mesinha lateral. Sue veio da cozinha. Ele me abraçou apertado. tão surpreso quanto eu estava. Edward passou pela frente do carro. Não se preocupe com isso‖. ―Ei. tentando esconder a tristeza na minha voz. eu saí do carro. ―Bem. beijando minha testa. ela se virou para olhar para Renesmee. Eu beijei sua bochecha. e concordou com a cabeça. Nós éramos melhores amigos. Charlie tentou seu máximo para sorrir. porque eu iria amar se você fosse minha dama de honra. e eu o segui. Está tudo bem. desaparecendo porta afora. indo até ele e abraçando-o. por que todo mundo está agindo como se estivéssemos mudando para o outro lado do mundo?‖. ―Jake. Ele tocou a bochecha dela e se virou. e ela pegou o prato da mão dele. ―Nós ficaríamos honradas‖. eu a preparei para ir até La Push. Eu dei um sorriso largo para o meu pai. ele disse. segurando um prato com ovos. ele interrompeu a si mesmo. Charlie perguntou para Edward. pegando a outra mão dela. ―Não podemos ficar muito tempo. respondi por nós duas. pai. Após Renesmee terminar de comer. eu pensava que você fosse minha amiga‖. perguntou Sue. isso é bom. nós vamos sentir sua falta‖. ―Você ainda vai ajudar com o casamento. Eu caminhei a passos largos pela sala. Dado que o Volvo de Edward já estava ali. Renesmee abriu um sorriso cheio de cookie. Ele estava encostado na parede. ―. espere! Não fique bravo. sorrindo educadamente. ―Bella. até que Edward me puxou para o seu colo. acenei com a cabeça. Eu me virei na direção da voz de Edward. nós fomos com ele. sentando-se no sofá. ―Você está bem?‖. me examinando. ―Eu sou. Eu coloquei Renesmee no chão. Agora você é só uma – ―. ―Ela precisa disso‖. certo?‖. ―quero que seja minha noivinha‖. ―É claro que sim‖. Uma vez na calçada em frente à casa de Sue. entregando Renesmee para mim. ―E você aceitaria ser um dos meus padrinhos?‖. sussurrei. Jacob virou-se na direção da porta. perguntou Charlie. Ela o pegou. ―Meu Deus. pessoal!‖. pegando a mão de Renesmee.‖ ―Você está errada. melhor amiga. mas ele nunca tirou os olhos de mim. oferecendo um cookie a Renesmee. Todos estão nos esperando para ir‖. Renesmee correu para os seus braços. ―É só que. . disse Edward acenando com a cabeça.

gritou Charlie. que estava parado atrás de mim. sussurrei para Edward. Renesmee virou nos braços de Charlie. e eu pude ver as lágrimas que ameaçavam derramar dos seus olhos. Edward se inclinou para sussurrar no meu ouvido. e me puxou em um abraço apertado. ―Te amo. ―E ela está certa. enquanto beijava a bochecha dela. ―Cuidem-se!‖. tentando fazê-lo sentir-se melhor. ―Te amo!‖. ―Você não me chama assim desde que era pequena‖. Eu dei um risinho. e ela posicionou a mão na bochecha dele. filho‖. mas deu um sorriso largo.―Obrigado. eu disse. ―Emily está grávida! E ela já está de seis meses‖. E também como ele te ensinou tudo o que você sabe sobre criá-la‖. disse Charlie contendo lágrimas. Você ouviu as boas novas?‖. ―Nós temos que ir‖. uau. ―O que ela está mostrando para ele?‖. acenando enquanto abria a porta de trás para Renesmee. balançando a cabeça. Sue e Charlie concordaram com um aceno e se levantaram. Eu dei um aceno com a cabeça. Ele colocou Renesmee no chão. Apenas mostrando-lhe o quanto você o ama. mas se virou para mim pedindo por aprovação. ―Estarei em contato. abraçando-o. Sue bateu suas mãos. disse Charlie gaguejando. eu disse por cima do meu ombro. ―Você se cuide. docinho‖. papai‖. eu sorri. Renesmee estendeu o braço para tocar seu rosto. Ele segurou a respiração. ―Eu vou!‖. sabe. Sue me perguntou. olhando para o relógio na parede. Eu lhes soprei um beijo. que bom para ela e Sam!‖. ―Também te amo‖. acenando de volta. Charlie se enrijeceu. e como ele te deu força para bater suas asas e prosseguir sozinha. fazendo o mesmo. beijando a bochecha de Renesmee. Eu dei um passo em direção a Charlie. ―Oh. . Você é uma mãe maravilhosa‖. ―Ela está reassegurando-lhe de que ele te criou direito. Eu parei. e beijei sua bochecha. e Renesmee inclinou-se para fora da sua janela. ―Eles estão lá no Sam. Eu sabia que eles estavam provavelmente lá fora com Jacob. Diga a Seth e Leah que vou ligar para eles‖. eu suspirei.

―Mas espere. Eu fui pelo corredor até meu quarto e de Edward. Na de Renesmee havia seu nome e o número 6. . onde todos os outros estavam sentados. Eu olhei para a minha. eu desenvolvi nossa nova árvore genealógica‖. eu percebi que a casa estava arranjada exatamente como a de Forks. O banheiro dela estava logo na saída do seu quarto. e toda a nossa mobília estava posicionada perfeitamente no lugar. Percebi que os números deviam ser as idades que iríamos aparentar. Nós temos um quarto lá‖. As duas casas eram posicionadas distante da estrada. e Ness no fundamental. A garagem para dois carros era na lateral da casa. Se vocês abrirem suas pastas. Nosso endereço é o mesmo que o do outro lado da rua. ―e Renesmee também tem um quarto só dela. chamou Edward enquanto entrávamos pela porta da frente. e pegou Renesmee no colo. obviamente esperando que eu perguntasse aquilo. Ele segurou a minha mão. agora que estamos todos aqui‖. Todo o quintal era cercado por uma alta cerca branca. Esme. ―Vamos entrar?‖. ―Carlisle?‖. porque Edward segurou minha mão e inclinou-se para sussurrar para mim. entregando-as. com uma banheira Jacuzzi. ―Nós temos que ir conversar com Carlisle‖. que tinha seu nome e embaixo dele o número 16. Ele caminhou ao redor da mesa. agora vocês estão todos matriculados no ensino médio. ele gesticulou apontando para o outro lado da rua. decorado com fitas rosas. ―Ok. Ficaremos lá sempre que precisarmos‖. ele perguntou. gesticulou Carlisle indicando a mesa da sala de jantar. com uma piscina gigantesca no quintal. Rosalie e Emmett tinham uma casa do outro lado da rua que era cinco vezes maior. sorri. sentado na ponta da mesa com sete pastas nas mãos. nós não devíamos estar começando na escola?‖ Edward acenou com a cabeça. Edward se sentou com Renesmee no colo. e a aberta sala de estar tinha um carpete branco. olhei para a de Emmett. começou Carlisle. Nós tínhamos nosso próprio banheiro. Entramos pela porta. é mais provável que ela traga amigos para a casa. Confusa. Ela correu na nossa frente para dentro da casa. dado que não fazemos amigos fora do nosso clã.―Você gosta?‖. A propriedade ficava bem no fim de uma rua sem saída. Alice. Ninguém nunca vem visitar. Ela também tinha um closet embutido cheio de roupas novas. engasguei. ―Vamos?‖. tomando a minha mão. Na dele havia seu nome e o número 17. Como Renesmee é jovem. com um grande quarto sobre ela. Jasper. e eu sentei entre ele e Emmett. Dei uma espiada na de Edward. O quarto de Renesmee era maior do que seu anterior. A confusão deve ter ficado aparente na minha cara. Quando chegamos do outro lado da rua. disse Carlisle. ―Ok. ―Eu amo!‖. com meu nome e o número 15 na caligrafia de Carlisle na capa. Renesmee correu por seu novo quintal excitadamente. graças a Alice. mas o sorriso desapareceu quando comecei a pensar. e eu tinha outro enorme closet embutido. enquanto olhava para uma linda casa no estilo das que há em fazendas. logo saindo da cidade. perguntou Edward enquanto eu olhava para nossa nova casa. Carlisle. ―É perfeito‖. Ele veio dobrando a esquina sorrindo para nós.

começou Carlisle. eu acho que poderíamos nos safar se trocássemos as coisas um pouquinho‖. ―Ok então. Alice e Emmett. Ness. Rose. 17. Eu imaginei que seria mais fácil para vocês. eu posso agir como se tivesse 15 anos. perguntou Carlisle. É isso que você vai dizer a todos‖. beijando-a. ―Edward!‖. ―Ok querida. ―Não. compreendendo. Havia nela todos os nossos nomes. Eu rolei meus olhos. Edward e Nessie são os Cullen. Eu entendi. Alice tem 15 e Emmett. e ele acenou com a cabeça. levando Renesmee para a sala de estar. ―E esses precisam sair‖. ―Ok. ―Dúvidas?‖. disse Emmett passando o braço pelos meus ombros. ―Ah. como estamos no meio do ano decidi matriculá-las no primeiro ano. disse Edward. ―Não mexa com a minha irmãzinha. dado que vocês possuem os rostos mais jovens. 16 anos. baixei os olhos para a mesa. amanhã é segunda. então ficam Emmett. Isso é o mais jovem que conseguimos chegar. Carlisle e Esme são meus pais adotivos. suas aulas começam às 7:15″. você tem 16. olhando de mim para Renesmee e depois para Edward. mas eu preciso agir como se meu marido fosse meu irmão?‖. gaguejei. Quando todos os olhares se viraram para mim. Eu acenei com a cabeça. eu engasguei. ―Eu vou trabalhar‖. vocês vão usar o nome de solteira de Esme. ―Eu tenho‖. parece que precisamos conversar‖. Bella?‖. Edward pegou minha mão esquerda. Nós dois acenamos com a cabeça. perguntou Carlisle. ou eu terei que acabar com você. Todos concordamos com acenos. É só para todos nós contarmos a mesma história. Antes que eu pudesse reagir. ele os pegou e os colocou numa corrente dourada. Eu acenei enquanto via Edward mover sua aliança da mão esquerda para a direita. e vocês são meus irmãos e irmãs‖. olhando para a primeira folha de papel. e Jasper e Emmett. mas agrupados de maneira diferente. Carlisle se virou para olhar de volta para todos nós. ―É isso mesmo!‖. sem ter certeza absoluta do que queria dizer. eu. Abri minha pasta. e Carlisle tomou o rosto de Esme nas mãos. seu ônibus estará aqui às oito. disse Carlisle encarando nossas alianças de casamento e meu anel de diamantes. princesa. ―Bem‖. ―O que foi. ―Não precisa. ―Eram de sua mãe. Bella e Ness. envergonhada. beijando os anéis no meu dedo. Edward. terminando sua palestra. então. no caso de alguém fazer perguntas‖. Bella e Alice. mas…‖. Carlisle olhou para Edward. . movendo os ombros para tirar o braço dele. disse Renesmee olhando para todos nós. ―Dado que Renesmee ficou mais parecida com você do que com Edward. E sem beijar e abraçar pelos corredores também.―Ele faz isso toda vez que nos mudamos. ―Mas a mamãe – quero dizer. lembre-se disso‖. fácil. Você só tem 15 anos. Carlisle parou para pensar. ―Ness. e para o resto de vocês. Nessie é a mais nova com 6. ―Bella. ele suavemente os tirou de mim. prendendo-a ao redor do meu pescoço. tudo bem. E aí Edward e Alice‖. levantando a mão. Edward troca com Emmett. Lancei um olhar rápido para Alice. Edward e Rosalie estarão no segundo. Todos riram. Bella e Alice terão que trabalhar duro para aparentar uma idade tão nova. Carlisle virou para a segunda página. acho que vocês devem ser os responsáveis por explicar toda a história de irmãos para Nessie‖. e tenho certeza de que Alice vai pensar no figurino‖. Sem falar. vocês estarão no terceiro. e eu fiquei feliz porque meu rosto não podia mais corar. você está matriculada no jardim de infância. ―Bem. hmm… ok. Bella tem 15 e Edward. Evenson. e pude ver que ela já estava imersa em pensamentos sobre como me vestir. Bella e Emmett são meus irmãos de verdade‖. colocando a minha mão agora nua no peito. sussurrei. Bella. e Jasper 17″. e todos nós o seguimos. Isso deixa por ultimo Rose e Jasper Hale.

Eu me sentia uma idiota. Tirei uma . Meu cabelo estava preso num coque bagunçado. mas ela parecia encarná-lo melhor do que eu. olhando para o relógio enquanto descia as escadas saindo do quarto de Alice. se ajeitando nas costas da cadeira e cruzando os braços em seu peito. e chinelos combinando. eu tenho 16. deixando seus cachos soltos. parando quando eu lancei-lhe um olhar feio. ―Está preparada para seu primeiro dia na escola?‖ Perguntei à ela. ―Eu estou casado com uma garota de 15 anos! Alice. Edward me tirou de meus pensamentos. lembra?‖. Entramos na sala de estar e eu segurava sua mochila com todas as coisas das quais ela iria precisar. e sandálias combinando. eu estava com uma calça jeans de boca larga e cintura baixa. Renesmee entrou bocejando na cozinha. apontou Edward. ‖ ―Ninguém vai gostar de mim. Ela reclamou. Ajoelhei-me na frente dela esfregando sua perna. vibrou Renesmee. eu estava nervosa. Eu assenti. Eu apenas revirei meus olhos. Ela fez suas despedidas. Na manhã seguinte eu estava de pé na cozinha fazendo o lanche de Renesmee. Penteei seu cabelo.‖ Renesmee fez bico. Edward me tranqüilizou. e se virou para acabar o seu café da manhã. e eu estava sem maquiagem. que bonito!‖. Renesmee riu. ―Escola!‖. ela parece tão jovem‖. e coloquei seu sanduíche na lancheira rosa da Barbie que ela mesma escolheu. riu Emmett. descansando a cabeça nas mãos. Edward se levantou do sofá para olhar para mim. Coloquei uma tigelinha na frente dela. uma bata. ―Não exatamente. Ela estava sentada nas costas de Jasper. Alice vestiu-se no mesmo estilo. Eu nunca estive no colegial como uma vampira. mano. Entreguei para ela sua lancheira e apontei para a porta da frente. ―Você está assaltando o berço. ―Você ainda está linda‖. ―Não… ‖ Ela me olhou com olhos suplicantes. Mesmo que eu já tivesse passado pelo colegial. e nós caminhamos de volta para a nossa casa. e despejei um pouco de cereal. e ele estava engatinhando pela sala. Eu estarei aqui quando você chegar em casa. Ela vestia uma macacão azul com uma camiseta branca por baixo. ―Fique parada ali‖. Depois do café eu aprontei Renesmee para a escola. ―Você vai ficar bem. e estendi minha mão para Renesmee segurá-la.―Eu acho que devíamos levá-la para cama‖. ―Estou indo acordá-la‖. Ela colocou seus cotovelos na mesa. mas fez o que eu pedi. e se sentou na mesa. ―Ei! Nenhuma filha minha vai falar com esse tipo de atitude‖. Edward disse entrando na cozinha e colocando uma camiseta pólo azul-marinho pela cabeça. eu disse.

Renesmee grudou na camisa de Esme. ―Ok. essa é minha filha Renesmee. Edward beijou sua bochecha. ―Ok. e ela revirou seus olhos. Eu prometo. ―Terei mamãe. Estarei bem aqui esperando por você depois da escola. e Renesmee acenou sorrindo pela janela. Eu não podia acreditar que ela estava se tornando mais e mais como eu a cada dia. já que vocês são supostamente os pais‖. Eu me abaixei rapidamente para beijá-la e me despedir antes que o ônibus parasse.‖ Carlisle gesticulou para Edward e eu ficarmos ao lado de Renesmee para que ele tirasse uma foto. O ônibus parou e as portas se abriram.‖ Garanti para ela.‖ ―Olá‖. amo você. querida‖. Esme cintilou de excitação enquanto se colocava atrás de Renesmee com Carlisle.‖ Renesmee me olhou de volta e veio correndo para os meus braços. Ness. deixe-me tirar uma de vocês três. ―Vá. está tudo bem. ‖ Edward abriu a porta da frente e Carlisle e Esme estavam caminhando pela calçada. Renesmee sussurrou se escondendo atrás de Esme. Esme pegou Renesmee pela mão e foi com ela até o ônibus. Nesse momento eu ouvi o ônibus entrar na nossa rua. Apenas se lembre de não mostrar seu dom pra ninguém. ―Vá bebê. e Carlisle –― ―Eu sei.‖ Carlisle disse enquanto entravamos em casa. Rosalie. ‖ ―Também te amo. Dissemos todos jjuntos enquanto voltávamos pela porta. Nessie para apelido‖. . ―Fiquem juntos. Vi de relance Emmett. pulando para o banco de trás. ―Te amo papai. Edward se inclinou na minha janela para me beijar. Ela assentiu voltando ao ônibus. ―Tenha um bom dia. ―Olá. ―Olá pequenina. Elas começaram a conversar imediatamente. docinho‖. O motorista perguntou. Alice e Jasper olhando pelo vidro da janela da sala. ―Sim. Todos eles sorrindo amplamente. Srª Cullen certo?‖. ‖ ―Também te amo. eu sei!‖ Renesmee revirou os olhos e se inclinou para abraçá-lo. ―Sim. meu nome é Scott. pai‖. Mais alguns momentos depois e ele pôde ser visto. eu só tinha que descobrir se isso era uma coisa boa ou não. Alice abriu a porta do passageiro e me empurrou pra dentro. Remesmee passou os braços em volta da minha perna. escondendo seu rosto. Nós assistimos ela andar e se sentar próximo a outra garotinha. ―Vamos lá. anjo‖. vamos lá. Bella!‖ Alice me puxou para minha Ferrari. Edward se ajoelhou na frente dela puxando-a pra fora. mas eu acho que é hora de todos vocês irem para a escola. Rosalie já estava no banco do motorista. ―Eu sei que vocês queriam ficar parados aqui olhando ela ir para seu primeiro dia. Eu não quero saber de nenhum de vocês pegando detenção por chegarem tarde. Não queremos nos atrasar. Eu falei pegando a câmera de Carlisle. ―Você vai ficar bem.foto dela.

―Fantástico.―Vejo você em alguns minutos‖. Brenner me entregou o meu horário. Ele disse antes de se virar para entrar no banco do motorista do Volvo. Rosalie chegou primeiro á escola. ―Claro que sim. as noticias correm rápido por aqui‖. Ainda assim era estranho pra mim. Rosalie. você vai para a aula de Química pelo corredor à esquerda. Mesmo assim você nunca terá uma chance com ela‖. e cortei o meu ar. Eu estava confusa. Emmett murmurou me empurrando para que eu andasse. Talvez ele seja irmão. obrigado garoto‖. ―Não. ―Ok Isabella. Nós estacionamos em um espaço vago e saímos do carro. Emmett gargalhou para Jasper que rindo bateu com seu próprio punho no de Emmett. francês. ―Vocês acham que eu tenho chance com a mais nova?‖ O baixinho. dando meia volta pra olhar pra eles. Edward apareceria a qualquer minuto com Emmett. Eu disse sarcasticamente. ―Uau. Rosalie se encostou na traseira do meu carro flertando com eles. Alice teve que pegar sua mão e puxá-lo pra longe. Os três saíram rapidamente do carro e pararam atrás de nós. seu primeiro horário é ginástica‖. e quero dizer qualquer coisa… ‖ O mais baixo que estava tentando flertar comigo deixou sua voz falhar enquanto o Volvo de Edward aparecia. que estava falando comigo perguntou. ―Está tudo bem. Eles nos assistiram sair. obrigada. Edward parou em frente de Alice e Jasper próximo de Rosalie. ―Bem. Nós três respiraram fundo. ―Não. Olhei pra ela com os olhos arregalados. ―Droga!‖ Disse o garoto do meio com cabelos negros e cacheados. Emmett pôs sua mão em meus ombros. Apenas lembre de se controlar. e eu ouvi um rosnado rasgar seu peito. Concordei uma vez. e Edward. A Srª. Peguei sua mão dos meus ombros e o puxei atrás de mim. Alice pegou o seu horário enroscando seu braço no meu. ―Jasper. álgebra. Edward rosnou. ―Nós assumimos daqui. dois aparentavam ser mais velhos e o mais baixo parecia o mais novo. mas musculoso. todos eles vestiam jaquetas do time. se as adoráveis garotas precisarem de alguma coisa. ‖ Murmurei pegando da mão dela. ―Alice. ‖ Alice sussurou. ―Obrigado meu Deus! Carne fresca!‖ O alto com cabelo curto que estava flertando com Rosalie disse. Essa escola era bem maior que a de Forks. ―Alguma pergunta?‖ . Todos pareciam estar no time de futebol. Me senti um pouco melhor tendo ela comigo. Emmett parou. mas fui na deles. ‖ A Srª Benner nos espreitava por cima de seus óculos. Acho que posso encontrar o meu caminho‖. ―Ei garotas!‖ Três rapazes estavam vindo em nossa direção. E então. ―São vocês que acabaram de se mudar de Forks para cá?‖ Um dos rapazes perguntou. você também tem ginástica‖. ―Não se o grandão for o namorado dela‖. mas pensei que eram só irmãos protegendo suas irmãs mais novas. ele parece velho demais. vocês precisam de ajuda pra encontrar sua sala?‖ O mais baixo deles perguntou dando alguns passos na minha direção.

pois não veria Edward antes do almoço. ―e esse é Mark. ―Vemos vocês depois!‖ Alice sorriu educadamente bem antes do sinal tocar. aquele que estava perto de mim é meu irmão. ela está namorando meu irmão. ―Eu sou Zack.―Não. Ele bufou e virou sua atenção para Alice sorrindo. e ele suspirou se aproximando de mim.‖ Cantou a voz de Alice. .‖ Zack apontou o garoto alto sentado perto de Alice. eu sei!‖ Alice choramingou. e essa é minha irmã Isabella.‖ Respondi rapidamente. Ela acenou e saímos de seu escritório. todos vocês fora já que estão atrasados‖. Embora eu e Alice tivéssemos todas as aulas da manhã juntas com exceção de matemática. Já que estávamos em séries diferentes também não teríamos nenhuma aula juntos. ―Bom. ―E quanto a loira gata?‖ Mark perguntou. Ambos rapazes se afastaram de nós. ―Já tenho dono. bem exceto Emmett. ‖ Edward falou por todos nós.‖ Alice riu antes que ele pudesse perguntar. Acho que entendemos tudo. Ambos sentaram de cada lado meu e de Alice. ―Oh. Sentamos em um banco e assistimos ao jogo. ―Irmãos adotivos. de braços ainda dados.‖ ―Aquele que estava parado atrás de você?‖ A voz de Zack soava esperançosa. quase sentando em seu colo. e ela também. Ele disse me beijando no rosto. ―Quem eram aqueles rapazes com vocês?‖ Mark perguntou olhando pra mim. Eu disse para Edward. e Alice e eu. percebendo que todos usavam o mesmo short preto com camiseta laranja. ―Alice. eu ainda estava irritada. Deslizei pra mais perto de Alice. Felizmente já que estávamos atrasadas não tínhamos que participar. Rosalie e Jasper beijaram Emmett e Alice rapidamente antes que eles tomassem seus rumos. andamos até o ginásio. todos estão de uniforme!‖ Eu choraminguei. Eu assenti. ―Horrível. ―Parece que não te verei até o almoço‖. ―Ok então. ―Eu sou Alice. E lancei para ela um olhar confuso. ―Olá garotas!‖ Dois dos três rapazes do estacionamento caminharam até nós. Ela nunca tinha me chamado assim antes. ―E Edward. ‖ o baixinho sentado perto de mim disse. ―Eu mal posso esperar‖. Ele é meu irmão mais velho. Emmett e Edward foram para o lado oposto. ‖ Ela sorriu afetuosamente. só Bella‖.

Eu estava aliviada quando nenhum dos garotos que nós vimos essa manhã estava na aula. Ela encolheu os ombros ainda me encarando. o que foi?‖ Eu perguntei frenética. e percebi que Zack estava sorrindo para mim. Ela abriu seu livro para acompanhar a aula. Alice! Você ficou louca!‖ Eu sibilei pra ela. Eu lhe dei essas pulseiras magnéticas de Natal que ajudam com a circulação. Tentei puxar. pegando os dois últimos assentos na classe.‖ ―Oh. ―Eu nunca trairia Edward! Você deve estar vendo o futuro dele. Eu segui o seu olhar. Ela retornou meu sorriso e se virou para prestar atenção na aula. Entreguei para o Sr. então imediatamente a puxei adiante. ―Qual é a sua próxima aula?‖ Lindsay perguntou quando o sinal tocou. Sorri educadamente. Eu gemi enquanto caminhava até o professor.‖ Eu disse olhando em meu horário. Entrei na aula de matemática e gemi alto. mesmo já o tendo decorado. que ainda estava olhando para mim. ―Só estou dizendo que foi o que eu vi. ―Eu sou a Bella‖. Alice acenou rapidamente a caminho de sua aula. ou o que ele deseja em seu futuro. eu sou Lindsay. Sr. . Empurrei ela em seu assento.Quando Alice e eu entramos na nossa aula de Ciência nós duas paramos quando vimos Zack sentado na mesa do laboratório. ―Suas mãos estão sempre tão frias? Minha melhor amiga Tabitha tem o mesmo problema. e rapidamente arrastei Alice até ela. ―Aquele garoto! Ele está em todas as minhas aulas. ―O que foi?!‖ Perguntei. Eu sabia que ela estava tendo uma visão. Ele apontou para uma mesa vazia e eu o agradeci. ―Matemática.‖ A garota da minha direita se inclinou para sussurrar para mim. ―Oh. com o Sr. trazendo-a para trás de mim. e ele os assinou. Eu sabia que não era no meu. Gregory. ―Qual é o problema?‖ Lindsay perguntou tirando meu horário de minhas mãos. Trapani. alarmada. Alice e eu caminhamos em silêncio para nossa aula de Francês. ―Maravilhoso‖. ―Alice. ―Oi. ―Perfeito! Estou indo para lá agora!‖ Ela sorriu pegando minha mão. Ela tinha o cabelo liso e loiro na altura dos ombros.‖ Eu apontei. Ela não falou por um tempo. Ela olhou para Zack e depois para mim. ele é um gato. não é?‖ Ela o elogiou ―Eu acho que ele está de olho em você!‖ Ela assinalou o óbvio. Espiei Zack. Eu parei quando Alice não se moveu. mas ela ainda a segurava. mas então me olhou estreitando seus olhos. me endireitando.‖ Alice encolheu os ombros. e era do mesmoporte físico que eu. Gregory nossos horários.‖ Ela continuou me guiando para fora da sala. aquele é o Zack. Alice e eu tivemos que nos separar. Eu tirei meu colar de dentro da camiseta e segurei meus anéis firmemente em minha mão. Nós duas ofegamos na mesma hora. ―Eu só estou falando o que eu vi‖. Eu me sentei entre duas garotas que me lembraram de Jessica e Angela de Forks.

Brank. Senhorita Cullen. irmã e eu moramos com Dr. todo mundo abriu a boca enquanto me observavam. eu posso me sentar em outro lugar?‖ ―A sala está cheia querida. Eu não pude evitar sorrir de volta. Venha se sentar comigo. ―Está correto. ―Você é um gênio da matemática! Ei. Alguns estavam socando números nas calculadoras freneticamente. Todos se viraram para ver Sr. Eu li rapidamente. ―Você nem mesmo estava prestando atenção. ―Aqui. Trapani olhar sua conta na lousa.‖ ―Isso é incrível! Às vezes eu queria ser adotado. ―Ok. ―Então você foi adotada?‖ Ele perguntou inocentemente. a resposta é 03266666 e por aí vai. ―Então você tem 16 anos? Você é do primeiro ano?‖ ―Não. e ainda percebeu o erro!‖ Eu desviei o olhar agindo como se estivesse prestando atenção na aula. . e Sra. e ele estava me encarando de olhos abertos. Cullen. Depois que a aula acabou eu caminhei para a cafeteria com Zack e Lindsay. ―Sim.‖ Zack disse educadamente. ―Aliás.‖ ―Senhorita Cullen?‖ Sr. Do modo como você escreveu.‖ Ele sorriu largamente. e pegar sua calculadora. você vai ter que se sentar ao lado do Sr. Isabella. Ele encolheu os ombros. ―Me desculpe.‖ Lindsay suspirou.5. ―Então nos encontramos de novo. e apontou para a lousa. ―Acabei de tirar minha carta de motorista!‖ ―Parabéns.‖ ―Eu não sei.‖ Eu olhei de relance a sala.‖ Zack me olhou como se de repente eu tivesse duas cabeças. Ia ser mais difícil do que pensei.‖ Eu olhei na direção que o Sr. Trapani estava apontando para um problema matemático que ele tinha escrito no quadro. sente-se. Estou no segundo ano. meu irmão. por favor. err. levantando uma sobrancelha. juntamente com nossos irmãos e irmãs adotivos. Bom trabalho. ―E ciência?‖ Eu perguntei.‖ Alice é boa no que faz. Estávamos no refeitório agora. mas não entendi porque ele estava em uma aula de matemática para primeiro ano. ―Essa também. Trapani estava apontando.―Eu já tenho um mari – namorado.‖ Zack puxou meu braço. a pergunta esta de trás pra frente.‖ Eu olhei de lado para Zack. matemática não é a minha melhor disciplina. E você?‖ Eu perguntei sorrindo.‖ Eu encolhi os ombros esperando que ela não tivesse notado minha gagueira. ―Umm.‖ Eu disse. talvez você pudesse me dar aulas.‖ Ele encolheu os ombros. ―16. e eu vasculhei as mesas procurando por minha família. Eu acho que a resposta correta que você esta procurando é 4. quantos anos você tem? Você parece meio nova – não que isso seja uma coisa ruim. ―Tenho 15. Não sou tão inteligente assim.‖ Eu hesitei por um minuto antes de caminhar para sentar ao lado de Zack.

e ele relaxou. eu tenho que pegar minha fi – irmã no ponto de ônibus.‖ Eu dei de ombros. ―Lindsay. Caminhei rapidamente até meu marido. que ainda devia estar me observando. desculpe. Eu falo com você amanhã. Ela me olhou com olhos arregalados. ―O que você vai fazer na sexta de noite? Eu vou dar uma festa. e beijou o topo do meu cabelo.e eu encontrei o olhar de Edward no mesmo instante. mas obrigada de qualquer forma.com sua cadeira tombada e seus punhos cerrados. ―Eu sei disso!‖ Cuspi de volta para ela. Alice relaxou. ele estava observando Zack.‖ Eu lhe lancei um rápido sorrido.‖ Soltei um risinho tomando sua mão na minha. e balançou a cabeça negativamente. e acenei para Lindsay.‖ Encolhi os ombros caminhando novamente para entrar no carro. ele não vai saber. Eu ri. eu sou uma vampira. estavam em todas elas.‖ . pois Edward colocou seu braço ao redor da minha cintura. Eu podia ver seus olhos presos em mim. Edward não olhou para mim quando eu caminhei até ele. ―Eu te amo. ―Olha.‖ Lindsay sussurrou depois de me puxar pra longe de todos. ―Não. Eu gemi batendo a cabeça várias vezes na porta que estava encostada. ―Não é minha culpa! Eu não estou andando por aí gritando para todo mundo ―Ei. e ela choramingou. Eles todos estavam olhando para mim como se eu tivesse gritado para todo mundo o nosso segredo.‖ Edward murmurou. ―Eu não sei. Peguei as chaves da mão de Rosalie. ―Você poder parar com isso? Ele só estava sendo gentil. Ele estava parado ao lado da mesa . nunca tirando seus olhos dele. que soltava fumaça. Depois da escola eu me encontrei com minha família. ―Edward sabe sobre sua visão?‖ Eu perguntei. ―Ei. O resto do dia se arrastou sem Alice em nenhuma das minhas aulas.‖ Eu suspirei enquanto entrava no carro.‖ Eu disse sentando entre Edward e Alice. ―Esse é o seu carro? Você só tem 15 anos!‖ Zack perguntou caminhando até mim.‖ Zack sorriu torto e acenou enquanto se afastava. é da minha irmã. e Jasper. Emmett tinha sua mão restringindo o ombro dele.‖ Olhei rapidamente pelo meu vidro retrovisor para o carro de Edward a poucos centímetros do meu pára-choque. venha ser meu melhor amigo!‖ ―Você podia tentar NÃO conversar com ninguém. ―Tenho minha família esperando por mim. Bella!‖ Lindsay acenou correndo até mim. este é o meu irmão Emmett. ―Você sabe que devemos guardar segredo. ―Vamos lá pessoal.‖ Rosalie me informou. ―Tudo bem. sabendo que todos ainda podiam ouvi-la. Isso fez Edward sorrir. virando para olhar Alice no banco de trás.‖ Todos acenaram educadamente. Rosalie riu no banco do passageiro. e minhas irmãs Rosalie e Alice. ―Não é isso que ele tem em sua mente. ei. e Zack vai estar lá! Ele queria que eu pedisse pra você ir.‖ Eu ri abrindo a porta do lado do motorista. Rosalie e Alice estavam amontoadas atrás de mim. hmm. ―É o meu carro. mas ela me deixa dirigir às vezes. Nós moramos bem perto.‖ Rosalie disse sarcasticamente. Eu a ignorei. Pude sentir o olhar de Zack em minhas costas. e todos nós caminhamos para o estacionamento. Eu ri por dentro. Lindsay e sua amiga Tabitha. Não se preocupe. Olhei rapidamente para Edward inclinado contra seu carro. ―Estive pensando em outra coisa ao redor dele. por outro lado. e meus irmãos adotivos Edward. isso ajuda. eu tenho meu escudo ao redor do carro.

Eu sabia que Edward estava tentando ler os pensamentos delas no caminho para casa porque ele parecia incomodado quando eu sai do carro.―Que visão?‖ Rosalie perguntou inclinando-se contra a porta para olhar para nós duas. quando jogamos pique-pega hoje no intervalo -‖ ―Chris? Por favor. então ela moveu facilmente pela folha traçando a letra Q. Carlisle estava no trabalho.‖ Renesmee soltou um risinho ―Chris abreviação de Christopher. Renesmee já estava falando animada enquanto ela corria ate nós. Eu acendi velas em todo o redor da Jacuzzi.‖ Edward disse colocando-a no chão para andar entre nós. e nós dividimos nossas canetinhas e gizes de cera! Ela é minha melhor amiga! Mamãe. Novamente. Estávamos entrando na estrada. ―Venha aqui. Eu me virei. mas eu mantive o escudo no lugar. Eu sentei com ela. ―Por que você não se junta a mim?‖ Eu perguntei ficando de pé e segurando sua camisa para puxá-lo na minha direção. Encostei-me nele e ele alisou meus braços. Eu arranquei suas roupas.‖ Eu disse suavemente correndo minha mão pela água aquecida sabendo que ele podia me ouvir. encarando-o. Edward e eu paramos do lado de fora junto de Esme. Eu estava aliviada no quão rápido e fácil minha lição foi. . ―O que você está fazendo?‖ Edward perguntou batendo na porta do banheiro. e ele pegou meu rosto em suas mãos. ―Eu estaria bem mais tranqüilo se nós tivéssemos um menino. Eu deitei na banheira. Ela meio que a puxou ao atravessar. e ele entrou na banheira atrás de mim.‖ ―O que NUNCA vai acontecer!‖ Eu adicionei olhando para as duas. e essa era a única luz dentro do banheiro.‖ Alice e Rosalie assentiram. Ainda naquela noite levamos Renesmee para casa e a colocamos na cama.‖ Edward sussurrou para mim então ela não podia ouvir. A porta abriu e Edward ofegou. ―Eu amo a escola! Eu tenho um milhão. e assim que as portas se abriram Esme atravessou a rua para encontrá-la e escoltá-la para atravessar de volta. trilhão de amigos! Alyssa senta perto de mim. movendo suas mãos sobre meu estômago. Entretanto eu tinha que ajudá-la com a soletração das palavras. ―Preparadas? Vou baixá-lo de volta. Assim que ela estava dormindo eu ouvi Edward fechar a porta do quarto dela e entrar no nosso. O ônibus parou em frente a casa. Ele é muito legal!‖ ―Você também não!‖ Edward bateu com a mão na testa. Ela já sabia escrever. Todos nós tínhamos terminado em questão de minutos. ―Não papai. mas pareceu confuso. e ele envolveu seus braços ao meu redor. Edward a pegou em seu colo e ela se afastou dele para me dar um abraço.‖ Edward rosnou. Ele se concentrou em Rosalie e Alice. ―Hora de pegar a nossa garota no ônibus!‖ Esme disse andando para a porta da frente. me dando meu beijo apaixonado favorito. Nós entramos para começar a lição de casa. ―Eu vi Bella beijando aquele garoto Zack. Renesmee choramingou tirando seu livro da bolsa e sentando-se à mesa. me diga que você quer dizer Chris abreviação de Christina ou Kristen. ela pode vir aqui e brincar em breve? Ela também mora na nossa rua! Chris é engraçado. meu corpo coberto em bolhas. ―O que foi tudo isso?‖ Ele me perguntou. Renesmee estava pulando de excitação quando pegou a mão de Esme. ―Ótimo. ―Aqui está minha garota!‖ Edward sorriu quando Esme soltou sua mão. ajudando-a quando ela precisava. Eu o soquei de brincadeira no braço. ―Eu tenho lição de casa‖. Meus lábios colidiram contra os seus. ―O que? Não posso ter uma conversa de garotas em particular?‖ Eu perguntei inocentemente.

Os pés dela estavam no colo de Edward. Ele esfregou minhas costas. Rosalie parou na minha frente. perguntei alarmada. Com a pequena observação de Zack. ―O que foi?‖. Só há um homem para mim. lembrei-o. que me lembravam da minha picape. ―Odeio isso‖. Zack. ele sorriu beijando-a de novo.Fiquei parada em frente ao espelho olhando para a minha roupa horrível. puxando-o até a garagem. Cruzei os braços no peito e encostei na porta. resmunguei. Alice riu.‖ ―Eu acho que hoje é basquete. ele perguntou. Os olhos . ―Eeeeca. ―Agora só falta eu convencer sua mãe‖. irmãzinha. ―Que venha a diversão. ―Seja uma boa menina. reclamei. Saí e claro que Zack e os amigos estavam encostados em um dos seus velhos carros. De alguma forma Jasper terminou dirigindo. e sou casada com ele‖. Renesmee deu um risinho. ―Ei. murmurou Renesmee. ok?‖. ―As chaves. ele disse calmamente olhando pra mim. e tenha um bom dia na escola. pois quando saímos da garagem Edward e Emmett ainda estavam discutindo sobre quem iria dirigir. Neste momento o Volvo de Edward estacionou rapidamente na vaga ao lado da nossa. ela gritou. ―Que tal vocês apenas jogarem normalmente? Temos uma casa cheia de garotos‖. Nós fomos novamente as primeiras a chegar na escola. balançando a cabeça. Alice me arrastou para fora do seu quarto e pelas escadas abaixo. Quer jogar com Max e comigo? Meninos contra meninas? Nós vamos pegar leve com vocês‖. Me ajoelhei para beijá-la. ―Essa é minha garota‖. e eu sabia que ele estava sorrindo. papai!‖. Eu peguei sua mão. Revirei meus olhos. ―Me convencer de quê? Eu não fiz nada‖. Passei os olhos novamente pela minha saia jeans e minha blusa preta e rosa com sandálias da mesma cor. Ele precisa te deixar em paz. e Edward veio rapidamente se colocar entre Alice e eu. ―Eu serei. Edward riu e eu fui até meu carro. antes de jogar a mochila sobre os ombros. Zack é um humano sem graça‖. me afundando no banco de trás. Eu ri. mãe‖. Rosalie e Alice se colocaram ao meu lado quando Zack veio andando até mim. ele os moveu e se inclinou para beijar a testa dela. ―Você está tão fofa!‖. limpando a garganta e com a mão estendida. é?‖. tentando puxar papo. ―Isso é um saco‖. Passei os braços em volta de sua cintura e o abracei de lado. Preparada para Educação Física?‖. Renesmee ainda estava deitada no sofá de pijama. Eu fiz uma cara de quem comeu algo ruim. ―Aquele garoto. ―Diga para aquele tal de Chris tomar cuidado‖. Bella. ―Além do mais. eu acho melhor você não dirigir mais‖. ‖ ―Ciúmes. vendo TV. Alice cantava pra mim. ―Pare de se preocupar. entretida demais com o programa que estava assistindo.

cantarolou Alice enquanto buscava a bola. Peguei a mão de Edward e notei que Zack olhava pra gente. isso é trapaça!‖. Passei por ele e atirei a bola para Alice. Pressionei meu corpo contra o seu. Alice agarrou meu braço. Dei de ombros. Ele me pegou pela cintura para me tirar do caminho. e eu estava feliz. pois minha mente estava pensando na minha filha e no que ela estava fazendo. perguntou Lindsay quando eu me sentei. Edward enrijeceu ao meu lado. sussurrei. ―Err. Ela está apenas aproveitando essa nova confiança e coordenação‖. Eu a quiquei para Zack e ele a passou de volta. Eu dei um sorriso largo para ele. A treinadora estava carregando um rack cheio de bolas de basquete para o ginásio. Alice e eu fomos até o vestiário e sentamos no banco para olhar nossos uniformes de ginástica. Não prestei atenção na aula. ―Ok. Eu a peguei com facilidade e comecei os dribles. ficando na ponta dos pés para beijá-lo. ―Te vejo em alguns minutos!‖. eu disse baixo o suficiente para que só ela pudesse me ouvir. que foi dançando na direção da cesta. e eu dei a volta em Zack. Eu ri e mergulhei para pegar a bola dele. eu disse. eu não sei. Alice me avisou tirando a blusa. Entrei na frente dele e segurei seu rosto em minhas mãos. Alice driblou passando a bola para mim. Ela riu. me bloqueando. e ele abaixou os braços. Senti o corpo de Edward relaxar. ―Eu juro que se você contar para alguém que usei isso. Nos trocamos rápido e fomos até o ginásio de braços dados. ―Você pensou mais um pouco sobre sexta a noite?‖. enquanto tirava a minha. ―Chega de pegar leve‖. por quê?‖ ―Você… nós. eu nunca mais falo com você‖. Max disse a Zack enquanto ia até Alice. mas tem que envolver a bola e a cesta‖. e ele se virou rapidamente para encontrar seus amigos. disse ele olhando por cima do ombro. perguntou Zack. ―Pare de ser dramático‖. Ela se afastou do rack e as pessoas começaram a pegar as bolas. e deu um passo na minha direção erguendo os braços para me bloquear. não importa o que. . lançando a bola pra mim. e me afastei. ―Ei. com um sorriso. Na aula de Ciências. Peguei a mão de Alice e corremos para o vestiário. Entrei no clima do jogo e comecei a fazer gracinhas com Zack. ―O sino tocou. tirando a bola de suas mãos com um tapa. Quero todo mundo jogando. ouvi Alice dizendo a Edward enquanto eu andava atrás deles. Zack se posicionou na minha frente. Zack nem sequer olhou pra mim. não estou dando tapas na minha própria cara!‖. ―Ela ainda é nova nisso. e apitou para que todos parassem de conversar. ―O que há de errado com você hoje?‖.de Zack encontraram os de Edward. ―Eu te disse!‖. disse Alice entre dentes. ―Eu vou cuidar disso agora mesmo‖. ―Alice. Ele pegou minha mão e acompanhou Alice e eu até nossa próxima aula. ―Prontos?‖. Bella‖. Eu passei na frente dele. ―Contanto que você também não conte‖.‖ Dei de ombros novamente e fomos pra aula de Francês. Alice me tirou dos meus devaneios. passou girando por Max e marcou de bandeja. ―Nada. acenando para que eu arremessasse a bola. Nos vestimos rapidamente e saímos. pessoal! Se dividam em times do jeito que quiserem. ela perguntou enquanto saíamos da aula. e meu irmão está esperando por nós‖. Zack me segurou pela cintura tentando me puxar para longe da cesta enquanto eu me preparava para arremessar.

Eu não pude fazer outra coisa a não ser rir. ―Ei. Eu tenho um namorado sério. Ele se inclinou. posicionando seu rosto a milímetros do meu. e movendo-se na direção do armário em que eu estava encostada. Eu aposto que poderia ter qualquer garoto que quisesse desta escola. ―Bem. perguntou Emmett. e sou da equipe de luta-livre e do time de futebol americano‖. ouça. Suspirei. apontei pra ele e pra mim. ―Você tem outras 5 pessoas que podem tomar conta dela‖. As palavras saíram rápido demais. mas continuou. colocando seu braço sobre meus ombros. eu sou faixa preta em artes marciais. você é jovem. Eu desisti. resmunguei no meu braço. ―Dor de cabeça‖. pois sabia que não poderia usar minha força contra Zack. Eu percebi a dor no seu rosto quando Emmett a apertou com força. chegando por trás de mim no meu armário. ―Não. Eu não queria ferir seus sentimentos. ―é possível. e me tirando dali. Eu me virei. colocando a cabeça sobre a carteira. Zack riu. talvez possamos sair esse final de semana‖. Ele passou por Zack. Ele me lançou um olhar confuso. absolutamente linda. ―Eu sou irmão da Bella. ―Ah. qual é! Não é como se você fosse casada com esse cara‖. Eu ri por dentro. não o subestime‖. Isso não era o bastante pra impedir um vampiro de rasgá-lo em pedaços. ele acenou de sua cadeira. certo?‖. Mexeu com ela. Eu não olhei pra trás. faço kick boxing. Você é um cara bacana mesmo. ―Por favor. e fiquei feliz que ela sorriu de volta. entendeu?‖. ―Zack.―Lindsay. ―Há muitos peixes nesse oceano. ‖ Ele se recostou na cadeira. Temi a caminhada até a aula de matemática. me virando pra ouvir o resto da aula. mexeu comigo. Bella‖. Eu sorri reassegurando-lhe. batendo a porta dele com força. tocando meu ombro. o que me pegou de guarda baixa. mas uma forte mão apareceu no ombro de Zack. ―Bom. sabendo que Zack estaria esperando por mim. colocando os braços um de cada lado da minha cabeça. e ele fica com ciúmes facilmente. Eu só não quero que você se machuque‖. mantenha suas mãos longe dela. Emmett cruzou os braços em seu peito. ―O que há de errado?‖. . ―Correto‖. engolindo seco. ela perguntou. Ele tirou uma das mãos e traçou a linha da minha mandíbula. Por sorte. eu não tinha interesse em fazê-lo. flexionando cada músculo deles. ―Venha se sentar comigo hoje‖. ela é minha responsabilidade‖. Abri a boca pra gritar com ele. resmungando para si mesmo sem saber que eu podia ouvir facilmente. ela me deixou em paz o resto da aula. ‖ ―Eu realmente tenho um cara dessa escola. eu não posso… err. mas eu não acho que isso…‖. eu segurei a respiração assim que senti a sua. tenho que cuidar da minha irmãzinha‖. Fiquei feliz por ele estar ali. mantendo a mão estendida na frente dele para que ele a apertasse. e se não se importa que eu diga. e sou loucamente apaixonada por ele. convidou Zack. ―Você está brincando?! Garota. Zack assentiu uma vez.‖ disse Emmett entre dentes fechados. A mão de Zack tremia enquanto ele a estendia para apertar a de Emmett. ―Zack. ―Veremos‖.

porque ele nunca perdia uma oportunidade de segurá-la. ―Aonde estamos indo?‖. eu me levantei silenciosamente. Ele segurou a porta do passageiro do Volvo aberta. ―Podemos conversar?‖ Eu assenti. eu quero que seja totalmente honesta comigo‖.‖ ―É. As palavras de Edward vieram rápidas. ―Relaxa. eu vou entender. deixando Emmett me guiar até a mesa. Quando o sinal tocou. ela não queria pensar nisso. Edward evitou meus olhos. engolindo seco. e eu olhei para o chão. Olhei nos olhos dele. Edward apenas me encarou e baixou os olhos para as suas mãos. Vi de relance o olhar culpado de Rosalie e soube imediatamente para onde esta ‗conversa‘ estava indo ―Entre‖. está tudo resolvido‖. deslizei para o assento. Sem falar. Emmett‖.‖ Entramos na cafeteria para encontrar o restante da família. Alguns minutos depois o carro parou e eu olhei em volta. ―É claro‖. mas ele evitou os meus. Eu acho que você vai ficar bem. Que bom que fui eu. e eu me recostei no assento olhando para as minhas mãos. Ele soltou minha mão e foi andando na minha frente. e ele segurou minha mão pra me impedir de ir para a aula. Edward se moveu rapidamente para abrir minha porta. Eu suspirei. Se essa é a sua decisão – ― . ―Bella. já que Edward teria arrancado os braços dele fora com toda a certeza. ―Claro‖. aliviada que não era Edward. Minha voz falhou. Você ainda tem aquela urgência de ser uma adolescente. Não fique brava com Rose. Eu não quero ficar no seu caminho. Dessa vez ele tomou minha mão para me guiar até um banco próximo. mano. Ele não falou nada durante todo o almoço. É por isso que eu não queria te transformar tão jovem. Não havia ninguém por perto. Emmett me deixou e foi se sentar ao lado de Rosalie. Ele não me respondeu. perguntei depois que estivemos dirigindo por um tempo. Eu soube que ele estava muito chateado. ―Se você quiser se afastar e ficar um tempo sozinha.―Obrigada. Você tem total controle sobre a sua sede. Eu ouvi que Alice teve uma visão sobre você. eu sei. Estávamos em algum lugar fora da cidade. Edward leu imediatamente os pensamentos de Emmett. ―Edward achou que seria mais intimidador se eu te encontrasse depois da aula ao invés dele.

―Ela… bem.‖ ―Não. recuando meu escudo. perguntou Emmett quando chegamos na garagem. e só a você. Edward. ―Não há mais ninguém lá fora para mim. ―Bem. Percebi que ele já sabia o que havia acontecido. Todos os outros estavam rindo.Peguei o rosto dele nas minhas mãos. ―Nunca mais vou andar no banco de trás do seu carro‖. Ela foi até o garoto que começou a provocação e o empurrou. eu pertenço a você. Ela olhou para Emmett. interrompendo-o. que engasgou e pegou sua mão correndo pelas escadas. ―O quê? Por quê? O que aconteceu?‖. eu recebi uma ligação da escola esta tarde dizendo que Nessie foi enviada à sala da direção‖. Demorei no nosso casamento. . Quando havíamos conseguido nos recompor. Desenterrei algumas das mais importantes memórias humanas que eu ainda mantinha. ―Falando em acertos. mas eles – ― ―NÃO!‖. ―Algo errado?‖. e fez sinal para que nos sentássemos. Ele sorriu o meu sorriso favorito. e na primeira vez em que fizemos amor. Esme balançava a cabeça para a risada histérica de Edward. levantando as sobrancelhas. Peguei sua mão direita. Edward estava rindo. riu Jasper. Meta isso na sua cabeça dura. err. ―Não. é o que eu preciso‖. beijando sua aliança. Ele olhou rapidamente para Alice. perguntei freneticamente. Edward a provocou. ―Para sempre e sempre‖. ―Acho que ‗se acertaram‘ é um eufemismo‖. abraçando-o com força. Seu veneno corre nas minhas veias. perguntou Edward. ―Nem sequer pense nisso. Nós temos uma filha juntos!‖ ―Renee e Charlie tiveram você. apertando seu rosto entre minhas mãos. ―Qual a gravidade?‖. Eu o forcei a olhar para mim quando ele tentou olhar para longe. Esme nos assegurou rapidamente. ela não podia‖. deixou ele com o nariz sangrando‖. ―Isso não é engraçado! Ela podia tê-lo deixado realmente machucado!‖. mas tudo bem se todos andarem no banco de trás do seu?‖. sussurrei. Dei um soco no braço dele. e então ela. ―Se é isso que você verdadeiramente quer. não é o que eu quero. Em questão de segundos ele estava me carregando até o banco de trás do carro. Rosalie balançava a cabeça rindo. ela estava brincando lá fora no intervalo. Coloquei minhas mãos novamente em seu rosto. crianças?‖. a escola já havia terminado há algumas horas. mas mordeu o lábio quando lhe lancei um olhar fuzilante. e eu baixei os olhos para os meus pés. Subi no seu colo. e um grupo de meninos da 1ª série estavam chamando ela e seus amigos de alguns nomes. Aparentemente ele se levantou e a empurrou de volta. Eu não posso viver sem você‖. obviamente sintonizado em nossos sentimentos. Ele me interrompeu com um beijo. perguntei. eu gritei alto. ―Edward Anthony Cullen!‖. Toquei seu rosto. Emmett nos informou. Esme disse à ela para esperar lá até que vocês dois chegassem‖. sua filha está no quarto dela. Esme pôs de lado o livro que estava lendo. ―Ah. disse Edward entre os gargalhadas. enquanto Edward pegava minha mão. ―Nada terrível‖. sorrindo largamente. ********* ―Se acertaram. ―Ok. entendi ‖.

me desculpe‖. Eu estava surpresa com a súbita atitude rígida de Edward. Eu só disse para ela que esperasse em seu quarto até que vocês estivessem em casa‖. mas Edward falou. disse ela dando de ombros. lançando-me um olhar inocente. Renesmee deu um salto com a súbita mudança em sua voz. ―e quando me defendo eu sou punida‖! ―Primeiro. Ela não pode fazer coisas assim‖. ―Certo. ela gritou apontando para Edward. Estou dizendo que você tem que pedir‖. Renesmee estava sentada em uma cadeirinha de balanço de frente para a janela. perguntei. Me levantei e beijei Esme na bochecha. eu disse antes de entrarmos no quarto dela. ―Não! Eu não quero ir para casa!‖. Edward me assegurou. Virei buscá-la quando for a hora de ir para casa‖. ―Ok!‖ Ela revirou os olhos. você tem que pensar no que fez. e em como vai se desculpar com o garoto‖. mas só quando alguém estivesse te machucando fisicamente. Edward pegou minha mão e saimos do quarto. ―Você sabe o que. Você apenas tem que guardar suas mãos para si mesma‖. virando sua cadeira para ela olhar para mim. ―Ok‖. Eu não podia acreditar no quanto ele soava mesmo como um pai. Ela se virou para olhar para mim. você tem que dizer isso para aquele garoto‖. ―Obrigada. ―Renesmee Carlie! Sente o seu bumbunzinho naquela cadeira AGORA!‖. Esme se recostou de volta na cadeira. Edward tocou o beicinho dela. pare com a gritaria. eu te disse isso. Da próxima vez apenas fale com a professora.‖ Edward esperou pacientemente que ela lhe respondesse. Renesmee reclamou. você não precisa se desculpar comigo. Você tem que se lembrar disso. Renesmee se levantou da cadeira. ―Sobre o quê?‖. fechando a porta atrás dele. e abri a boca pra responder. ―Coloque esse bico pra dentro. ―Posso ir agora?‖. ele me perguntou enquanto descíamos as escadas. sentando-se. cruzando os braços no peito e fazendo bico. ―Você precisa manter uma expressão série.‖ Sentei-me silenciosamente na cama dela. Vamos falar com ela agora‖. ―Querida? Podemos conversar?‖. pisando com força. e ela vai tomar as providências. ―Tudo bem‖. ouvindo o que Edward dizia. Ela é sua filha. sim. ―Eu não quero!‖ ―Eu não perguntei se você quer. Com isso eu bati uma vez antes de abrir a porta. não tente disfarçar‖. querida.―Guardei o sermão para vocês dois. resmungou Remesmee. Balancei a cabeça. Com os olhos arregalados ela recuou. Virei te buscar daqui a pouco. Além do mais. Sua força é maior do que a das crianças da sua idade. . ela sussurrou. ―Você era tão teimosa assim quando era mais nova?‖. ―Não. jogando o lobo de pelúcia que tinha nas mãos através do quarto. ―Temo que isso não seja o bastante. Edward apontou para a cadeira dela. Edward. ―Sente-se. Não estou gritando com você. Segundo. ―Obrigado. ―Por que eu que estou encrencada?! Ele estava me provocando! Você sempre disse que eu tenho que me defender‖.

Rosalie estava no sofá enroscada perto dele. ainda me puxando. ―Você me ouviu?‖.‖ Edward se esticou para agarrar minhas pernas e me tirar da frente. ―Eu a ouvi gritando‖. parando na frente de Edward e agarrando minhas mãos. Rosalie se levantou. vamos caçar‖. ―Está tudo bem?‖. ―E você? Se lembra de quando tinha essa idade?‖ Edward ficou em silêncio por um momento. ―Eu acho que isso soa divertido‖. onde Emmett estava assistindo a algum jogo na TV. colocando-me na frente da tela. Me sentei do outro lado de Rosalie e Edward sentou-se no chão na minha frente. cutucando as costelas de Emmett. Eu pensei por um minuto e então perguntei. ―Ela está bem. levar Renesmee pra casa logo. saia da frente!‖. Ele suspirou. linda!‖. ―Baby. ―Na verdade eu não me lembro de tanto tempo atrás assim‖. Passamos por Esme sentada do lado de fora lendo. encostando a cabeça na minha perna. ―Ei. Rosalie pegou minha mão e me conduziu para a porta dos fundos. Edward empurrou a perna dela para tirá-la da frente. Eu ri. perguntou Esme. respondi. ―Você pode me fazer um favor?‖. ―Bella. ―Mas eu sei que ela vai dar trabalho‖. beijando-o. Ela o chutou. ela disse. ―Mulher. Não fará isso de novo‖. ―Sim. Edward não tirou os olhos da TV. gritou Emmett. Fomos até a sala de estar. Eu sabia que ele guardaria todo o papinho para quando eu estivesse sozinha. sem desviar os olhos de seu livro. ―Estou entediada‖. perguntei.Dei de ombros. Passei por cima de Edward. disse Emmett apontando para a TV. está passando o jogo‖. perguntei. suspirou Rosalie depois de um tempo. Revirei os olhos para Zack. balançando a cabeça. tentando olhar à minha volta. ―Humhum‖. eu disse. não tanto assim. Se bem que eu estava feliz de que ele não tivesse trocado duas palavras comigo com Alice do meu lado. ―Leve-a pra casa em alguns minutos‖. Eu havia temido a hora da aula de matemática por toda a manhã. . encarando ele. Mas essa birra que ela deu era como as minhas‖. Entendi. ―Não vão muito longe!‖. ―Não.

Me virei para ir para a cafeteria. Edward estava ao meu lado. e isso apenas seria ruim. por favor?‖. GAROTO!‖. eu disse. ele sorriu. Olhei rapidamente ao redor. mas recostou-se na cadeira com um sorriso zombeteiro. eu acho que gosta‖. ―Eu não vou brigar com você‖.Ele deslizou a cadeira para mais perto da minha. ―Você. enquanto íamos até o estacionamento. Quando o sinal tocou. encostando-se no armário ao lado do meu. ―Não. ―Você ainda é nova nisso tudo. ―Não. ―Por que deveria? Eu gosto de você.‖ ―Bem. tentando passar pela porta antes dele. irmãzinha. Zack nos deixou passar dessa vez. ―Isso é algo que eu adoraria assisti-la fazer com você‖. eu disse. cara… deixe que ela decida o que ela quer fazer‖. e eu estava feliz. Zack! Não me provoque‖. disparei contra ele. eu o alertei. batendo a porta do meu e forçando passagem por ele. e facilmente me soltou das mãos dele. ―Qualquer coisa menos isso‖. ―Eu escolho fazer isso… ‖. pegando o rosto de Edward nas mãos e beijando-o. eu não gosto de você!‖. Edward pegou minha mão e nos viramos pra ir embora. isso… bem. agarrando meu braço. rosnou Edward. Fui até meu armário. Eu estava feliz quando nem Lindsay ou Zack tentaram me encontrar no meu carro. eu gritei. ―Tire suas mãos dela!‖. levantei-me depressa. ―e se eu não estivesse numa sala cheia de gente eu escolheria arrancar seus lábios da sua cara‖. e mais uma vez eu estava feliz por não precisar falar. A ida para casa foi silenciosa. ―Ah. Eu engasguei quando o rosto dele veio em direção ao meu. Eu não vou brigar com você… porque eu te mataria. ―Ei!‖. não pode‖. ‖ ―Que bom. ―Absolutamente qualquer coisa. olhando para a mão dele nos meus ombros. . ele soltou um riso. Ele bufou. Depois do almoço. disse Emmett calorosamente.‖ sussurrou Edward. e passei pelas portas com força. É só por precaução‖. ―UGH! SE MANDA. ―Estou falando sério. eu rosnei. lutando contra a vontade de arremessá-lo pela sala. vamos apenas dizer que estamos ligados com tanta força. passando por ele. Zack se colocou na nossa frente. Nós todos nos sentamos em silêncio durante o almoço. e suspirei. sabe?‖. Ele me encontrou ao final de todas as minhas classes. Eu não estava com vontade de falar. ―Posso dirigir. eu. Ele deu um sorriso largo. então me deixe em paz‖. ela riu. ―Ei. entrando no carro. ―Por que não? Medo de perder sua garota?‖ Edward riu alto. eu implorei a Rosalie pelas minhas chaves. lá fora depois da aula‖. que nem se o mundo acabasse seria possível nos separar. ―Eu não preciso de escolta. fui com Emmett para minha próxima aula.

que quicou animadamente na cadeira. saindo pela porta da frente. Prendi a respiração quando a ouvi chamando-lhes de mãe e pai. e Alice e Jasper estavam na varanda dos fundos. Eu ri com esse pensamento horroroso. pai. cantarolou Renesmee enquanto vinha até mim saltitando pela calçada. ‖ ―Eu sei‖. Olhei para Alyssa. ―Algo errado?‖. levantando-me do sofá pra ir até ela. . ―Ei. ―Você vai ficar bem‖. essa é Alyssa!‖. perguntei. Eu só disse ‗desculpa‘‖. ―Mãe. ―Você está ficando boa nisso‖. amor. Emmett sorriu debochado assim que ouvimos o ônibus parar em nossa rua. ―Só meio nervosa pela vinda da Alyssa‖. Revirei os olhos. ―Eu sei. Parei em frente à janela da varanda. virando-se para olhar para mim pelo encosto da cadeira na cozinha. mamãe!‖. mas lembrei a mim mesma de que era assim que tinha que ser. perguntou Carlisle quando elas entraram. Eu pisquei para ela. Se disséssemos que ela é nossa filha. então você devia ter uns 12 anos quando deu a luz. Suas covinhas apareciam em suas bochechas quando ela sorria. Seu cabelo loiro acinzentado era quase tão longo quanto o de Renesmee. ―Obrigada‖. ―Termine sua tarefa‖. estamos para descobrir‖.―Oi. muito menos em filhos. ―Bem. ―Como foi seu dia? Você se desculpou com aquele garoto?‖ ―Sim. mamãe. Ela riu.‖ disse Renesmee. eu disse rindo. bem. por favor!‖ ―Eu tenho que falar sobre isso com seu pai quando ele voltar da caça‖. ―Você tem que ligar pra sua mãe?‖. Não pude evitar sentir ciúmes. Eu fiquei feliz por ela tê-lo feito. ―Benvinda à nossa casa. ―Voltaremos logo‖. mas é o único jeito. dando de ombros. Ele fugiu de mim chorando. Ela era alguns centímetros mais baixa. pelo menos você tentou‖. ―O que é?‖. Ela era uma garotinha adorável. ―Bem. e sardas cobriam suas bochechas e nariz. Aos 12 anos eu não pensava nem em casamento. Edward me assegurou. me informou Rosalie quando me sentei para o almoço. gemi. Sorri para ela. Esme sorriu. O dia seguinte passou voando na escola. ―mas não acho que seria um problema‖. e eu estava aliviada quando Zack nem ao menos olhou para mim em nenhuma das nossas aulas. ouvi ela dizer. Assisti Renesmee sair do ônibus e correr em direção aos braços de Esme e Carlisle. Esme sorriu educadamente e guiou as meninas pra dentro. Esme desceu as escadas com Carlisle atrás dela. ―Odeio isso‖. Esme e Carlisle estavam lá em cima no escritório dele. querida‖. ―Alyssa pode vir pra cá amanhã depois da escola e passar a noite aqui? É sexta-feira. perguntou Edward assim que nos deitamos no chão da sala de estar depois da escola. Emmett e Rosalie estavam deitados no sofá.

‖ O rosto de Alyssa ficou vermelho. ―Minha vó‖. ―Bella!‖. que estava parada ao lado de Carlisle. Ela encenava seu papel na história melhor do que eu. Os olhos de Renesmee correram pela sala até que encontraram os meus. ela disse tímida. apontando para nós. ―Bem. Renesmee pegou a mão de Alyssa. Desculpe‖.‖. perguntou Esme. e meu irmão adotivo Edward‖. ―Sobre o que é tudo isso?‖ . Eu ri pouco a vontade. e não pude fazer outra coisa que não rir. Ele se ajoelhou na frente dela. Alyssa. que estava estática ao lado dela. ―Podemos conversar?‖. ela sussurrou. erguendo uma sobrancelha. ―Chato… Pensei que não fosse acabar nunca!‖. Renesmee acabou de apresentá-la ao restante da família. ―Olá. ambas vibraram em uma só voz. sorrindo para ela. meninas? Eu vou pedir uma pizza. Ela levantou os olhos para mim com um olhar embasbacado. ―Como foi seu dia?‖. Ela apenas balançou a cabeça. Vi Alice e Carlisle saírem da sala. então quem era a mocinha que falou comigo ao telefone na noite passada?‖. perguntou Carlisle. pegando o telefone. Alyssa olhou para Renesmee. ela disse. eu disse. Pela primeira vez eu percebi que Alice e Edward estavam congelados desde o momento em que Alyssa desceu do ônibus. ―Bem. ―Você é linda‖. e ela olhou para seus pés. essa é minha irmã Bella.―Eu não tenho mãe. ―Humm… era minha babá. disse Carlisle. obrigada‖. ―Por que não se sentam. perguntei. pizza!‖. e Alyssa sorria falando com cada um de nós. Err… seu pai?‖. colocando seu cabelo atrás das orelhas. ―Ah. ―OBA. Nós ouvimos falar muito sobre você‖. e me virei pra encarar Edward. ―Me desculpe. Alice perguntou a Carlisle uma vez que as meninas estavam sentadas no chão da sala comendo e vendo um filme. ―Quem é seu guardião. Renesmee disparou pela sala para mim. quem toma conta de você?‖.

―Mamãe… quero dizer. beijando a bochecha de Renesmee. Alyssa. ―O que é?‖. Me abaixei até Alyssa. Tentem dormir. e eu coloco pra vocês‖. ―Podemos assistir outro filme?‖. ―Não é nada. ―Acho que é hora de ir pra cama‖. Alyssa perguntou rindo. Vou te mostrar o meu quarto. Foi uma boa desculpa. nós iremos‖. e Renesmee gemeu. ―Mas não estamos cansadas. ―Mantenham as vozes baixinhas. ele disse. Nada perigoso ou para você se preocupar‖. Decidi parar de perturbá-lo pelo momento. ―Vou subir em um minuto!‖. ok. Obrigada‖. Alice e Carlisle voltaram. escolha um. Depois que Esme saiu do quarto de Renesmee. ―E daí? Eu ainda quero saber. tocando minha bochecha. ‖ ―É algo com Alyssa. disse Esme. meninas‖. que parecia tão calma como sempre. Você vai descobrir logo.‖ Lancei a ela um sorriso. as duas disseram. ―Boa noite‖. ―Eu. ―Edward. deitada na cama que foi puxada debaixo da cama de Renesmee. Apressei-me a ir até eles. . ―Ok. descendo as escadas enquanto eu colocava o DVD e apertava o play. Renesmee veio até mim.Edward deu de ombros. Boa noite. Alyssa pensou nisso por alguns segundos e deu de ombros. Suspirei e me virei para sentar de novo no sofá com Edward.‖ reclamou Renesmee. e ela queria falar com Carlisle a respeito disso. Alice só teve uma visão. me diga!‖. Edward limpou a garganta. e eu não pude acreditar que ela pensou naquilo tão rápido.‖ Renesmee puxou Alyssa junto com ela. ―Nós todos vamos conversar depois‖. perguntei. ―Você precisa de alguma coisa?‖ ―Não. assegurou-me Carlisle. eu entrei para dar boa noite. olhando do rosto perdido em pensamentos de Carlisle. ―Nada‖.‖ ―Você acabou de chamar sua irmã de mãe?‖. ele me garantiu. olhando em meus olhos. ela disse educadamente. ―Venha. Ela sorriu largamente. Esme falou atrás delas. Ele ia ter que me dizer alguma hora.‖ Eu sorri. estou bem. então escapa às vezes. err… eu faço isso às vezes. Depois que nossos pais morreram foi ela que praticamente me criou. Bella. Renesmee mordeu seu lábio inferior. implorei. ―Ok então. mesmo.‖ Ele disse me beijando suavemente. ―Sim. e então para Alice. e as duas subiram correndo as escadas. Cruzei meus braços contra o peito. ―Nada que precisamos discutir agora‖. Pare de se preocupar. pegando a vasilha de pipoca das meninas do chão. ―Tudo bem‖.

Ele riu e me puxou para o círculo dos seus braços. Eu estava no meio da subida quando Charlie percebeu o que estávamos fazendo. sentando-se na cadeira e me puxando para o seu colo. eu o alertei. ―Até naquela época Jacob já era uma má influência pra você‖.Assim que fechei a porta os risinhos começaram. ―Me mostre‖. Esme e Carlisle estavam enroscados no sofá vendo o jornal. Quando ele gritou comigo eu olhei pra baixo. beijando ambos os lados do seu pescoço. perguntei rindo. e descemos as escadas pra sentar com o resto da família. ―Você consegue se lembrar de mais alguma coisa da sua infância?‖. perguntou Edward enquanto vinha atrás de mim pelo corredor. quebrando meu pulso. Seus olhos estavam arregalados com o pensamento. Ele deu de ombros.‖ Eu ri para ele.‖ riu Rosalie. Nós três corremos até lá. ―Isso é só trocado. ―Desastrada como sempre. sua voz estava ansiosa. revirando os olhos. Edward riu altamente da minha lembrança de Jacob criança. ―Gosto mais dessa vida‖. ―Cubro seus 1. e Rachel e eu começamos imediatamente a subir. Emmett. e coloquei novamente minhas mãos no pescoço dele. O corpo de Edward ficou tenso sob o meu quando me vi dizendo ―Quero ser professora como a minha mãe. pensando em quando Jacob desafiou Rachel e eu a subirmos em uma das árvores na floresta do outro lado da rua. eu sorri. já no fim da noite. Coloquei minhas mãos em ambos os lados do seu pescoço. e ir para a faculdade! Temos que prometer que sempre seremos amigas! Mesmo quando estivermos velhas e enrugadas‖. era a responsável por dar as cartas. Caí feio no chão. e estávamos em La Push. empurrando uma pilha de fichas brancas para o centro. Lembrei de quando eu visitava meu pai em um verão. Ela sorriu zombeteira. é claro. ―Qual é a aposta mínima?‖. Me lembrei de nós três em frente ao espelho do meu quarto dando nosso melhor cantando e dançando com a música explodindo do meu rádio. ―Vocês são todos malucos‖. perguntou Edward.‖ Suspirei. e soltamos risinhos durante a noite inteira por nenhum motivo em especial. e nos maquiamos.000‖. Edward e eu fomos ver o resto do jogo. e aumento mais 2. eu lhe assegurei. O que nos fez parecer mais como palhaços do que com mulheres mais velhas. recostando-se na cadeira e cruzando os braços. eu disse. ―Você quer ver desastrada?‖. Me lembrei de cada detalhe que eu pude daquela noite. Afastei rapidamente minhas mãos do pescoço dele. pegando sua mão. já que ninguém queria jogar contra ela. ―Não me importo‖. riamos de piadas sem graça. Ignorei-o. ―No que você está pensando?‖. Senti o corpo de Edward chacoalhar com sua gargalhada. ―Minha primeira festa do pijama‖. mas ainda assim adorável. e fechei os olhos me concentrando e recuando meu escudo. Renee me deixou levar 2 amigas no ultimo dia de aula quando eu estava na 2ª série.000…dólares?! Você está falando sério?‖ Engasguei quando notei a enorme pilha de fichas no meio da mesa. Alice e Rosalie estavam jogando poker na mesa de jantar. e ele riu comigo. disse Edward revirando seus olhos. ―4. Eu me lembrava vagamente da minha primeira festinha do pijama.000. ―4. ―Você era bonitinha quando pequena‖. Renee nos deixou vestir alguns vestidos velhos dela. ―Acho que sim. onde estavam minhas mãos. ―Não me lembro de muita coisa. Eu estava na praia fazendo castelos de areia com Jacob e as irmãs dele. Alice. e eu ri pra mim mesma. Mal posso esperar pra crescer. Jasper. Peguei Alice . ele perguntou esperançoso. Ficamos acordadas a noite toda falando sobre o que queríamos ser quando crescêssemos. sobre o que queríamos ser quando crescêssemos. Emmett resmungou quando bateu na mesa em frente dele para entrar na rodada.000‖. Me esforcei para lembrar de nossa conversa. e perdi o equilíbrio. É tudo tão nebuloso‖.

‖ Edward jogou de volta pra ele. ―Bella!‖ O queixo de Alice caiu. ela tem. me forçando a ficar dobrada sobre a mesa. mano!‖ Jasper balançou a cabeça. ―Cada um de vocês trapaceia. mostrem suas cartas‖. Fechei a boca. ―Sim. Jasper mostrou as suas primeiro. Bella!‖ Alice reclamou jogando a pilha de cartas sobre a mesa. ―Não tenho nada.‖ Esme disse descendo as escadas. Fim de papo. você é que devia ficar quieto. ―Nada mais do que um bando de crianças. ―Oh.‖ Eu sabia que não deveria ter falado nada assim que as palavras escaparam da minha boca. Emmett.‖ ele disse. inclinando-se sobre a mesa e esperando por Rosalie. e mantenham silêncio. Alice… você trapaceou sim. disse Alice ansiosamente. ―Fechado. ―Eu não disse nada!‖. e assisti Emmett baixar suas cartas. e Jasper rir. Rosalie a acusou.‖ Alcancei o rosto de Edward atrás de mim para tocá-lo. disse Rosalie. mas ela rapidamente olhou pra mim. ―Ela que começou!‖. Ele riu. ―O que você quer dizer com isso?‖ Edward se inclinou para a frente.‖ Carlisle riu quando entrou na sala de estar vendo todos nós debruçados sobre a mesa e fuzilando um ao outro com o olhar. ―Já chega!‖ Esme gritou da sala de estar. ―Não é justo quando Alice trapaceia!‖. ―Você não tem provas. Vão procurar o que fazer em seus quartos. jogando suas cartas em Alice. Você acenou para Jasper para que ele fizesse Rosalie aumentar a aposta!‖ Edward ria dando tapinhas nas minhas costas.‖ ela bufou. Elas voaram por toda parte. Renesmee e Alyssa estão dormindo. ―Eu não! Você só está brava porque perdeu!‖ Alice gritou. Agora cada um pro seu canto. ―Ok. ―Não posso acreditar. Alice se defendeu. ―Já chega! O jogo acabou.acenando com a cabeça rapidamente para Jasper. ―Você blefou! Quantas vezes eu tenho que te dizer pra não fazer isso!‖ Emmett deu um fraco soco no braço dela.‖ ele balançou a cabeça. ―Mas Bella – ― . ―Ás sobre Dama! Ganhe dessa. ―Você sempre trapaceia!‖ Emmett concordou.‖ Ele empurrou sua pilha para o centro. Eu já ia dedurá-la por estar trapaceando. apontando para Alice. ―Na verdade. e sorriu largamente. Ela cruzou os braços. ―Eu ficaria quieto.

―Nem mais um pio!‖ Ela falou alto por sobre o ombro. eu gemi enquanto puxava minha blusa vermelha pela cabeça. Todos levantamos em silêncio. Ninguém respondeu. Renesmee anda perguntando de todos. cruzando os braços no peito. ―Segunda-feira‖. mas Edward se esquivou e eu recebi o tranco em meu ombro. ―Eu ainda posso ouvir vocês!‖ Esme disse da sala. Ele avançou para socá-lo. ―Podemos levar Alyssa?‖ Renesmee perguntou depois de recuperar o fôlego. e fomos para nossos quartos durante a noite.‖ ―Parece uma boa idéia. disse Esme aparecendo por um canto pra nos olhar. Edward se sentou. e se esticou para agarrar o pé de Emmett e puxar com tudo.―Alice. Emmett caiu com força nas escadas. Edward deu um tapa atrás da cabeça de Emmett. ―Você acertou minha esposa!‖ ―Você abaixou!‖ As vozes deles estavam baixas. e puxou-a para o seu colo fazendo cócegas nela. especialmente de Jacob. . e subimos as escadas. e então ofereceu a mão para Jasper. Nós ficamos enroscados no chão e rindo. tchau. ―Quem começou agora?‖ Ela perguntou. Vovô. Emily. jogando uma bola de tênis para o alto e pegando. Agora ela estava sendo ninada nos braços de Edward. e tombamos pra trás até o primeiro degrau. Billy… ‖ Ela cantarolava o nome de todos que conhecia. Sue tem me enchido para que eu a ajude com o casamento. Eu fiquei assistindo os dois e rindo. ―Idiota!‖ Emmett gritou. ―Só mais 2 semanas e é férias de verão. ―Além disso. Edward me ajudou a levantar. Seth. Subimos o restante da escada em silêncio. Sue. levantando-se rapidamente e se virando para encarar Edward. ―Que parte do ‗silêncio‘ vocês não entenderam?‖.‖ Edward concordou. Renesmee apareceu na porta. Cai em cima de Jasper. Edward estava na minha frente.‖ Enfiei meu jeans e joguei minha camisola preta pra longe. ―Forks! Jakey. Ela gritava e se contorcia sob seu abraço. e se jogou na cama pulando ao redor de Edward. Ele estava deitado ao longo de nossa cama.‖ Edward disse.‖ Esme cruzou os braços. ―Estava pensando em ir até Forks. então ela virou os olhos e foi embora.

muito obrigada. temos que ir. docinho. Ela está cuidando da avó de Alyssa. eu não me importava. mas mantinha o tom formal. mas eu só podia ouvir murmúrios baixos.‖ Me senti mal por ela. aqui é a mãe de Nessie. ―Entendo. De qualquer forma. olá April. Ele sempre reservava suas conversas para a aula de matemática.‖ Me mexi na cadeira enquanto ouvia a conversa. e Esme concordou.―Teremos que pedir para a avó dela. Vá incomodar seus tios. Depois da escola Renesmee saltitou pela cozinha enquanto Esme estava ao telefone. Ela perdeu os pais. Esme se levantou.‖ Eu sussurrei contra o seu ombro. ―Oi. entendo. ―Eles nem atenderam o telefone ainda. ―Por minha causa. Jasper ou Edward estavam sempre me esperando ou se era porque ele tinha finalmente entendido que eu estava comprometida. Acontece que a avó dela tem câncer e eles não sabem quanto tempo mais ela tem. e nós atravessamos a rua. ―Não diga isso. e que ela estava sob a guarda da avó. Ela é uma amiga da família. Eu tinha a impressão de que você era a babá.‖ Nós duas sussurramos ao mesmo tempo.‖ ―Pobrezinha. Renesmee passou por mim correndo.‖ Me esforcei para ouvir o final da conversa. e bati as mãos juntas. ―Ok. ‖ . Bem. ―Ahh sim. ―Ela disse sim? Hein? Vovó!‖ Renesmee puxava a camisa de Esme. Eu entrarei em contato assim que chegar a hora.‖ Esme pôs a cabeça na mesa. Me levantei e fui até ela. e a moveu para que assim ela estivesse sentada em seus ombros. Assim que o sinal tocava ele passava direto por mim e pelo meu armário. A vó de Alyssa está disponível? Minha família e eu estamos saindo para uma pequena viagem.‖ Eu disse. ‖ ―O que foi tudo aquilo?‖ Perguntei assim que ela desligou o telefone. ―Sim. April não é a babá dela. você também. e eu te chamo – ‖ Esme colocou o fone de volta na orelha. e me ajoelhei perto de sua cadeira. e parecia que ela estava chorando. querida. e me pegou nos braços.‖ Esme olhou para mim com os olhos arregalados.‖ O rosto de Esme ficou sério enquanto ela desmoronava na cadeira em minha frente. Ir para a escola estava muito mais fácil desde que Zack parecia ter recuado. ―Posso perguntar com quem eu estou falando?‖ Houve uma pausa. ―Não. ‖ Edward se levantou com Renesmee ainda em seus braços. Eu não sabia se era por que Emmett. ―Não!‖ Eu me levantei. Eu vi a dor no rosto de Esme ir e vir enquanto ela ouvia pelo que me pareceram horas. ‖ ―Por que está demorando tanto?‖ ―Relaxe. ―Sim. ―O que aconteceu com eles?‖ ―Eles foram fazer compras na cidade uma noite há mais ou menos 2 anos atrás… Bella. colocando a mão em minha boca. Pobrezinha não é a palavra certa. ‖ ―Victoria. e Ness adoraria que Alyssa nos acompanhasse. chamando por Jasper e Emmett. eles foram vitimas dos ‗assassinatos de gangue‘. Tchau. April me disse o que aconteceu com os pais dela. e agora a avó. ―Bem. Bella. Ele se abaixou para passar pela porta.

aquela garotinha inocente perdeu ambos os pais porque uma vampira estava atrás de mim!!‖ Eu estava ofegando por um ar desnecessário. Mais tarde naquela noite me deitei nos braços de Edward. e murmurou minha canção de ninar. então ele moveu seus lábios para a minha orelha. pendurada nas costas de Emmett. ―Amor. Foi há muito tempo atrás. ―Viagem de caça?‖.‖ Afastei a mão dele.‖ Edward disse massageando os escuros círculos embaixo dos meus olhos.‖ ―Você está deixando que ela se torne uma boa amiga de nossa filha. Edward passou seus braços ao meu redor enquanto eu continuava a chorar sem lágrimas. já que Edward estava me arrastando para fora da porta dos fundos. .‖ Edward me garantiu. ―Nada com o que você precise se preocupar. e fechei os olhos escutando.Me afastei dela. não foi. Tenho certeza que Alyssa já superou. Eu relaxei. Eu ainda estava tensa em seus braços. querida. ―Ela tem permissão pra vir com a gente. ―Foi essa a visão que Alice teve?‖ ―Não. e me acalmou. ―Você não fez nada de errado.‖ ―Então venha pelo ar fresco.‖ A idéia de matar qualquer coisa agora fez eu me sentir desconfortável. aquilo foi uma coisa que nenhum de nós pode controlar. ―Bella. O dia seguinte era um quente e ensolarado.‖ Esme sorriu. ―Por que a mamãe está tão triste?‖ Renesmee perguntou. ―Relaxe. depois de colocar Renesmee no ônibus. Eu nem percebi quando todos apareceram na cozinha.‖ Esme sorriu quando Renesmee bateu palmas comemorando.‖ Edward ergueu meu rosto para encontrar o dele e me beijou suavemente.‖ Parecia que eu não teria escolha. você tem que comer alguma coisa. Estava traçando desenhos com meu dedo para cima e para baixo em seu peito. ―Eu não vou. ―Parece bom. ―Sinto como se eu os matei. ―Alyssa?‖ Ela perguntou olhando para Esme. ―Vamos lá!‖ Emmett completou. ―Já faz um tempo desde a última vez que você caçou. ‖ ―Shhh… ‖ Edward me abraçou com mais força.‖ ―Eu só queria que tivesse algo que eu pudesse fazer pra melhorar isso.‖ ele suplicou. beijando a parte de trás do meu cabelo. Edward perguntou quando voltei para dentro com Esme. ―Por que não?! É verdade! Esme. e eu estava muito agradecida de não ter que ir ao colégio. ―Não estou com vontade de comer.‖ Carlisle disse afagando minhas costas. ‖ A voz de Edward estava suave. Seu cabelo estava bagunçado pelo vento por eles brincarem lá fora. Ela parece uma garotinha feliz. obviamente porque ouviram nossa conversa. Os outros vieram atrás. ―Pare de pensar nisso. Não foram eles que nós… ‖ ele suspirou. Não sabíamos disso até que Esme terminou a ligação. querida. Senti uma mão em meu braço me puxando pra fora do abraço de Esme. Não quero você sentada aqui sozinha. Penduramos nossos casacos e tiramos nossos chapéus. Eu acho que isso é muito.

‖ Abaixei a voz quando percebi que Renesmee me observava.‖ Eu disse. ‖ Ele sorriu. Não até as coisas se esclarecerem. né?‖ ―Eu sei. e cravei os dentes em seu pescoço. ―Muito. ―Eu não quero. mas ela agarrou meu braço. Me sentei na base de uma grande árvore. ―A visão de Alice. Voltamos para casa. perguntei. Reparei que os olhos de todos estavam sobre mim. Temos algumas coisas que precisamos tratar antes. ―Não é nada que precisamos discu – ―.‖ Ele deixou-o cair na minha frente.‖ Abracei meus joelhos contra o peito. ―Contente?‖. . ‖ Eu apenas revirei os olhos. Alice.‖ Edward implorou pra mim. ―Não fique brava comigo! Eu não quero falar. O que era? Eu sei que foi sobre Alyssa. assistindo a todos drenarem suas presas. Andei para lá e para cá pela sala de estar. sem o enjôo da corrida. ―Posso correr tão rápido quanto você. traz de volta algumas lembranças. ―Eu só mordi para que pudesse trazê-lo até você. há algo de errado?‖ Carlisle perguntou levantando-se. e me virei para sair da sala de estar. Edward desapareceu dentre as árvores atrás de mim. ―Legal.‖ Rosalie se levantou para ficar ao meu lado. chegando por trás de nós. Eu gostei de estar nas costas dele enquanto ele corria. ―Por favor. ―Não temos necessidade de falar disso agora. ―Não quero suas sobras. e segurei mais forte.‖ Esme avisou. Bella. lambendo meus lábios. sorrindo meu sorriso favorito. perguntei. ―Está quase na hora de pegar Renesmee no ônibus. Além disso. ―Bella. Limpei minha boca quando terminei. obrigado.‖ Me virei para ir embora. ―Não me venha com essa.―Eu realmente não-‖ Estava prestes a protestar. Esme e Alice.‖ Ele me encarou. Eu não tinha percebido que ninguém mais sabia do que se tratava a visão além de Carlisle. você sabe disso. ‖ Ele disse. ‖ Alice olhava de Rosalie para mim. ―Agora beba. se inclinando pra me beijar. virando a cabeça pra olhar para mim pelo canto de seu olho. e voltei a me recostar na árvore. e então ele parou na minha frente para me deter. mas só queria ter certeza de que você não iria querer ficar. Eu beijei seu pescoço. Revirei os olhos. Olhei para o animal semimorto em seus braços. O pensamento sobre a visão de Alice estava me deixando louca. Dessa vez eu corri ao lado de Edward. E virei minha atenção para Alice. e me ajoelhei. Debrucei-me sobre o animal que se contorcia. ―Por que você está escondendo isso de mim?‖ ―De todos nós. e voltou com um alce. Ele me segurou firme enquanto corria. Não quero dar esperanças a ninguém. balançando a cabeça. Quase me senti humana de novo. mas Edward me arrastou e me jogou em suas costas. Carlisle! Aconteceu alguma coisa com ela?‖. ―Por mim?‖ Ele perguntou. de mãos dadas com ele.

por que não leva Renesmee para caçar?‖. ―Quando for mais velha você poderá se sentar conosco. A visão de Alice mostrou ela crescendo conosco. Carlisle me disse. ―Mas eu quero ficar! O que está acontecendo?‖ Renesmee perguntou para Esme. e todos concordamos. mas. e honestamente não acho que ela vá agüentar uma semana. eu decidi que nós devemos isso à ela. a avó de Alyssa não está bem neste momento. ―Ok então. ―Gosto da idéia.‖ ―Carlisle!‖ Rosalie engasgou. Nós não podemos criar uma criança humana em uma casa cheia de vampiros‖.‖ Carlisle parou olhando para cada um de nós. nós pensamos nisso. Eu sentei no sofá. Esme e eu faremos o papel de pais adotivos dela por agora. ― ―Eu acho que é uma ótima idéia!‖.‖ Ele parou de novo. começaremos de novo. E quando estiver. eu gritei. Quando ele concordou. ―sejam os pais adotivos oficiais de Alyssa. Eu ouvi ela respirar fundo. mas não é o que queremos. ―Se é o que você quer. ―Esme. me virando de volta para olhar para Alice. apontando para o espaço vazio entre Rosalie e Edward. . Alice me chamou de volta pra sala. ―E então?‖ Perguntei. ―Por que não? Nós temos Renesmee. Na visão eu e Esme seríamos realmente seus pais adotivos. E por enquanto nós continuaremos como se nada tivesse mudado. sorrindo para ela. ―Mesmo?‖ Os olhos dela estavam arregalados. ―Depois de pensar um pouco. olhando apenas para Rosalie. ‖ Emmett disse.‖ Ele disse. e ele a beijou.‖ ―Eu nunca posso ficar para as coisas boas.‖ ―Todo mundo sempre diz isso. Ouvi-a pedindo permissão para Carlisle. sorrindo largamente. se isso for o que Alyssa quiser. ―Nós teremos que nos mudar novamente depois que a papelada estiver finalizada. espere!‖ Alice disse em voz alta.‖. como todos sabem. Eu tratei dela algumas vezes no hospital. beijando-lhe os lábios mais uma vez. ―Nós gostaríamos que você e Emmett a criassem. me levantando e abraçando Rosalie.‖ Renesmee fez bico. Eu arrumarei as coisas.‖ Carlisle apontou para Emmett e Rosalie. Os papéis serão arranjados para que vocês dois. e eu fiz algumas ligações. Carlisle sugeriu. Quando sua avó falecer ela provavelmente acabará em um lar adotivo. Rosalie olhou para Emmett.‖ Rosalie apontou. ―É o que eu quero!‖ A voz de Rosalie falhou. ―O vovô apenas tem que falar com os outros por um minutinho. ―Ok.―Bella.‖ Renesmee dizia enquanto Esme fechava a porta atrás delas. e todos nós estávamos em silêncio enquanto Carlisle e Alice trocavam olhares. ―Sente-se‖. vindo atrás de mim. Esme concordou e pegou a mão de Renesmee. e o mais importante.Carlisle disse. ―Bem. e Alyssa está aqui o tempo todo.

mas não estava fazendo um bom trabalho. e logo vai parecer mais velha do que eu. ―Posso ir?‖ Rosalie perguntou.Era tarde quando recebemos a ligação. Rosalie a deitou na cama.‖ Esme desligou o telefone e olhou para nós.‖. mas Bella. . eu estou indo. ―Era a hora dela. no que estou me metendo?‖ Rosalie começou a entrar em pânico. como você se sente?‖. ―Atravessaremos essa ponte quando chegarmos lá. e indo até a sala de estar para contar a notícia aos outros. ‖ Rosalie tirou uma mecha de cabelo do rosto de Alyssa. e Renesmee a confortando. Ouvi Alyssa explicar sobre sua avó. ―A avó de Alyssa faleceu. ―Alyssa. obrigada. Esme e Rosalie estarão lá com você. ―Ela está no céu com mamãe e papai?‖ Cerrei meus dentes e dei um passo para trás. ―Bom dia!‖ As duas disseram animadas. ―Rose. ―Bom dia. acariciando o meu ombro e o de Rosalie. Eu a levei pra fora do quarto antes que ela acordasse as duas meninas. Alyssa estendeu os braços para ela. e eu ainda 18? Bella. ―Sinto muito por sua perda. Ela tentou esconder devido às circunstâncias. Perguntei-lhe. ―Tudo vai ficar bem.Rosalie sorriu. fechando os olhos.‖ Sorri . e a cobriu ali. Esme concordou. e se ela não me quiser? Ela vai crescer. pegando a mão de Rosalie. e Rosalie deu um beijo de despedida em Emmett. Nós já tínhamos explicado para ela o que iria acontecer com Alyssa.‖ Na manhã seguinte eu ouvi Renesmee acordando. Esme atendeu com Rosalie e eu logo atrás dela. Esme chegou carregando Alyssa. mocinhas.‖ Rosalie disse afetuosamente. e ela parecia exausta. Algumas horas mais tarde. ―Bem. mas eu tenho que ir ao funeral?‖ ―Sim. Deixei que conversassem por algum tempo antes de entrar no quarto. Sim.‖ Sussurrei.‖ Rosalie sussurrou para Alyssa. Ela só tem 6 anos agora.‖ Ela disse. ―Falaremos com ela pela manhã. Esme e Carlisle tinham permissão da avó dela para serem os mais próximos quando ela falecesse. Alyssa sorriu e encolheu-se. Me pediram para ir buscar Alyssa por essa noite. mas não precisa entrar para vê-la se não quiser. Isso é tudo que eu sempre quis.‖ Como os papéis estavam assinados. Seus olhos estavam vermelhos de tanto chorar. então eu não tinha pressa em acordá-las. se importa de colocá-la na cama? Tenho que ligar para a agência de adoção. entrando no quarto. ―Sinto muito pela sua avó. e imediatamente começando a falar com Alyssa. e ela a aninhou em seu peito. Eu subi as escadas com elas para ver como estava Renesmee. ―Sim. então relaxe. e estendeu os braços. Estávamos em plenas férias de verão. e olhando por você. ‖ ―Eu posso ir?‖ Renesmee perguntou. eles estão todos juntos agora. colocando uma mecha do seu cabelo atrás de sua orelha. querida. Ela vai continuar me ouvindo quando tiver 21. Eu prometo. e correu atrás dela. ―Eu não posso acreditar que ela será minha. radiante de excitação. Não.

bem. e Alyssa bateu um high-five. Vovó não a adotou. ―Prontos pra ir?‖ Esme perguntou colocando as malas no Escalade novo que Emmett havia comprado para Rosalie. é mais alguma coisa que eu não posso saber. ―Mal posso esperar pra que Alyssa conheça todo mundo! Acha que Jakey vai gostar dela?‖ ―Sim. escondendo o rosto em seu pescoço. Eu lhe explicaria o resto mais tarde. apontando para Esme entrando na cozinha. e saltou de sua cadeira. ‖ ―Mas temos que nos mudar novamente. meias e sapatos. ―Por que você não a adotou? Então poderíamos ser irmãs. ―Precisamos conversar de qualquer forma. balançando a cabeça. querida. ―Alyssa é nossa nova irmã!‖ Renesmee comemorou. Mais tarde naquela noite. e fomos para Forks.‖ Sorri para minha filha. e a menininha saltitante no banco de trás também estava. garotinha.‖ Eu sabia sobre o que elas tinham que conversar. e pulou pra fora da cama. benvinda à família. .‖ Renesmee fez biquinho. ―Você vai descobrir em alguns minutos. ‖ ―Não me importo. me sentei com Renesmee para fazer as malas dela e de Alyssa. Ela parou na porta e se virou pra olhar pra mim. Ela voltou e correu para os braços de Edward.‖ Renesmee riu comigo. saindo do carro de Rosalie. todos vão gostar dela.‖ eu sorri. então peguei Renesmee e saimos. Então Alyssa será como sua prima. ―NÃO!‖ Renesmee gritou. somos parentes agora!‖ Renesmee me abraçou. ―Sua mãe está me adotando! Eu não tenho que viver com uma família adotiva assustadora! Eu vou ficar aqui!‖ Renesmee olhou rapidamente para mim. e continuou a sair pela porta. mas eu estava feliz que ela não discutiu comigo pelo menos dessa vez. ―Eu vou ajudá-la.‖ Eu ri. ―Se é assim. Renesmee olhou para Esme. Eu estava animada pra ver todo mundo. Fui para o closet.‖ Renesmee disse revirando os olhos. Alyssa a seguiu. ―O que?!‖ Renesmee espalhou o cereal por toda a mesa. e Renesmee saltou para fora antes que Edward tivesse o carro estacionado.‖ Esme disse entrando no quarto. ―Estão dando uma festa e eu não fiquei sabendo?‖ Emmett perguntou entrando na cozinha. e eu balancei a cabeça rápido.―Não. ―Nós seremos irmãs!‖ Alyssa comemorou enquanto descia correndo as escadas. ―100% bem! Finalmente tenho alguém da minha idade para brincar. ―Tem certeza que está tudo bem pra você?‖ Perguntei me sentando na cama ao lado dela. ―Deixa eu adivinhar. e peguei um dos vestidos pretos de Renesmee. Entramos pela longa estrada da nossa casa. ―Por que eu só posso lidar com uma de vocês. Edward e eu carregamos o Volvo. As duas correram pela calçada. As garotas saltitaram pela sala gritando de felicidade.‖ Emmett ergueu sua mão. Não é um lugar para crianças. Tia Rose e Tio Emmett que adotarão. ―Vamos para o quintal!‖ Alyssa foi em direção ao portão dos fundos.

―Seth está aqui fora. ―O que há de errado?‖ Alyssa perguntou rindo. eu sou Jacob. porque vocês não brincam lá dentro?‖. quem é essa?‖ Jacob perguntou quando notou que havia mais alguém parada perto dele. ―Você está segura. JAKEY!‖ Ela cantava enquanto pulava em seus braços. ‖ Jacob se corrigiu. Jasper olhou pra mim e eu mexi meus lábios em um ‗obrigada‘ pra ele. ―Podemos ir?‖ Ela perguntou novamente.‖ Ela disse timidamente se escondendo atrás da minha perna. Jasper estava mais próximo dela. Ouvi Renesmee e Alyssa rindo no banco de trás. ―Você não precisa seguir todo mundo pela casa. Suspirei. e Renesmee gritou. Edward disse esfregando as costas de Renesmee. então todos esperávamos que ela ficasse nervosa. Um pássaro piou alto acima de nossas cabeças. e ele olhou pra baixo de volta pra ela. ―Jakey.‖ Jacob me lançou um olhar confuso. vamos!‖ Renesmee chamou por sobre o ombro. Era a primeira vez que Renesmee vinha à essa casa desde que havia sido capturada.‖ ―Alyssa. Damian se foi. me ignorando. e dirigimos até La Push. então ela se agarrou às pernas dele. me ajoelhando na frente dela. Ambas assistimos Jacob e Renesmee saltitando de felicidade. . Jasper pegou Renesmee no colo. Parei na entrada de carros de Jacob. Ele me puxou para fora e me abraçou. ―Hey. ―Onde está minha garotinha preferida?‖ Jacob disse enquanto Renesmee empurrou sua porta para abrí-la. ―Podemos ir ver todo mundo agora?‖ Renesmee perguntou enquanto me seguia pela casa. correndo até o carro. ‖ ―Algo assustador aconteceu com ela na última vez em que ela esteve aqui. minhoquinha!‖ ―Também senti a sua!‖ Ela gritou apertando seu pescoço.‖ Ela riu. e ele estava andando de um lado para o outro ansiosamente. ―É só um pássaro.‖ Eu disse. Ele veio até nós. ―Seth está lá dentro – ― Jacob se congelou quando viu Seth de olhos arregalados parado na escada da frente. Ela é a nova adição de Esme e Carlisle. ―Desculpe.‖ Edward a convenceu e ela se debateu para que ele a colocasse no chão. Alyssa se moveu timidamente para o meu lado. ―Olá.―Alyssa. ―Bella!‖ Ele exclamou. Ela olhou por cima dos ombros enquanto corria de Edward para Alyssa. e eu vi o corpo dela relaxar imediatamente. Nada vai acontecer com você. lembra?‖ Eu disse.‖ Rosalie pegou a mão de Alyssa e a conduziu pra dentro da casa. Apenas relaxe. correndo mais rápido.‖ ―Alyssa. ―Explicarei mais tarde. mas ela vai ficar bem. Eu parei de andar de novo. ―Senti sua falta. e ela trombou em mim. ―Sim. e se ajoelhou na frente de Alyssa. Coloquei as 2 garotas no banco de trás do Volvo de Edward. Jakey. ―Essa é Alyssa.

―Alyssa. Eu não quis explicar sobre Charlie pra ela nesse momento. mas sabia que era uma causa perdida.‖ ―Não posso acreditar nisso! Por que esses cães estúpidos tem que arruinar tudo?!?‖ ―Relaxa. Edward. Acho que foi a vez dele de ter um imprinting. mas sem nunca tirar os olhos de Alyssa. ―Nessie?‖ ―Não. Ela ainda vai crescer tomando suas próprias decisões assim como Ness.‖ Rosalie bufou e desligou o telefone. Bella. Alyssa. Seth!‖ Renesmee pulou das costas de Jacob. e Seth estava lá.‖ Me virei para Jacob. Não é tão ruim assim. e correu para Seth. ―Ele não fez isso!‖ Ela gritou no telefone. ―Meu irmão teve um IMPRINTING! Eu sou mais velha que ele. Além do mais. ―Seth não!‖ Eu implorei. Eu tinha outra garotinha comigo. Embora possa ficar mais fácil de lhe explicar as coisas agora. peguei o celular e liguei para Edward. Eu sabia que Rosalie nunca iria aceitar isso. ―Ei. e ele teve um imprinting antes de mim!‖ ―As noticias correm rápido mesmo. se lembra?‖ Eu ouvi Rosalie rosnar. mas eu a levei para ver Jacob. Assim que entrei no carro.‖ A voz de Seth estava trêmula enquanto ele andava até minha direção. Eu estava na entrada de Sue e Charlie. esse é Seth. ―Vou ver Charlie. ―Temos um problema!‖ Gritei no telefone assim que ouvi Edward atender. ―NÃO!‖ Eu engasguei empurrando Alyssa pra trás de mim completamente. você já sabia?‖ . Olhei pra baixo e Alyssa estava espiando ao redor da minha perna. Ele a pegou. Pode cuidar delas?‖ Ele concordou. Rose. Seus olhos vendo através de mim. eu a deixei com Jacob e Seth. ―Não é algo que eles podem controlar. ‖ ―Certo. e o telefone chiar. ―O que há de errado?‖ Perguntei. isso é mesmo fantástico. Seth. não estamos morando aqui. ‖ ―Ela está com você agora?‖ ―Não.―Oi.‖ ―Seth teve uma imprinting em Renesmee?‖ ―Não! Presta atenção.‖ Ela olhou pra mim. ―Ele acabou de ligar. ainda observando Seth. ela está bem. Espere. e Leah veio marchando pra fora da casa. ―Ótimo.‖ Movi Alyssa para que ela ficasse na minha frente.

Você iria ficar parecendo com um fantasma. os 4 estavam brincando de pega-pega. ―Onde está minha neta?‖ ―Ela está brincando com Jake. Eu ia escolher champagne. Eu não sabia. e de repente ele pareceu mais velho para mim.‖ Mais uma vez tive que me sentar e explicar sobre Alyssa para ele. ―Vou trazê-la mais tarde. Nós voltamos para a sala de estar e me sentei próxima a Charlie.‖ Ambas rimos. mas ela não me respondeu. Ela me mostrou o vestido de Renesmee.‖ Parecia um pouco sexy demais para um casamento. Ela pegou um portfólio debaixo da cama.―Culpada… Eu meio que a trouxe para ele. obviamente. ‖ Sue vibrou de felicidade. ―Caminhando muito bem. A maneira como ele olhava para Alyssa era de proteção e carinho. O que você acha de vinho para os vestidos?‖ Ela perguntou. ―Como estão Sam e Emily?‖ ―Oh. e olhou atrás de mim. olhando para o meu corpo. Ela dá a luz em algumas semanas. Era longo e justo. e me entregou uma foto. Sue. ‖ Contei para ela a história. ela está ficando grande! Não vai demorar muito. Como é o vestido?‖ ―Oh. Gritei tchau para Leah.‖ Eu disse para Charlie enquanto lhe dava um beijo de despedida. Olhei a hora. ―Como estão indo os preparativos para o casamento?‖ Eu perguntei a Sue quando ela veio para a sala. mas ficaria muito claro para sua pele. e vi que tinha que buscar Renesmee e Alyssa. e o fato que eu não podia trazer Renesmee para vê-lo já que Alyssa pensava que não temos nenhum parente vivo. Eu sabia que se elas escolhessem esse caminho quando ficassem mais velhas. É lindo mesmo. e então me mostrou o dela. mas eu gostava de vê-los cuidando delas do jeito que estavam. ―Vinho parece legal. Ela o colocou sobre a cama. ―Nossa. . Era estranho. Nós todos estamos tão animados. Era da mesma forma com a qual Jacob olhava para Renesmee. É o primeiro bebê na reserva em anos. e ela voltou para dentro da casa pisando duro. Quando voltei para a casa de Jacob. O vestido era lindo. Observei Seth. ―Pode ser que você fique pálida demais. mas acho que vai ficar fantástico em vocês garotas. Tinha as costas inteiras expostas. elas estariam seguras e seriam amadas. somente com 2 fitinhas cruzando no meio. eu tenho uma foto! Venha ver!‖ Sue pegou minha mão e me levou para o seu quarto. ―Olá!‖ Charlie me cumprimentou. mas eu gostei de qualquer forma.

‖ ―O que vocês comem?‖ Alyssa perguntou engolindo seco.‖ Emmett riu.‖ Carlisle suspirou. ―Eu acho que ela vai compreender o básico agora. e Alyssa escorregou do colo de Emmett. É por isso que fazemos isso pelas suas costas. Ela tinha um brilho nos olhos que eu nunca imaginei que fosse possível. ―Venha cá querida. ‖ Renesmee me perguntou. Ela estava agora em pé atrás de Esme brincando com o cabelo dela. Alyssa riu. Sua voz falhou porque Emmett a estava quicando sobre seus joelhos. mas eu decidi que queria ser bom. ‖ Esme respondeu antes de Carlisle. e eu lancei um olhar feio para ele. Você é muito esperta pra que falemos sobre você na sua frente. e fazê-lo forte e saudável como eu. . ―Por que ela é minha mãe e Edward é meu pai. vocês estavam falando dela antes! Entendi!‖ ―Você é uma espertinha!‖ Emmett disse revirando os olhos. ―Ela é sua mãe? Mas.‖ Alyssa olhava para todos nós. Temos que manter o que somos em segredo pois pessoas como nós não envelhecem. colocando a boneca de lado e indo até Carlisle. Ela encontrou o meu olhar e sorriu largamente. e riu assistindo Emmett e Alyssa. ―Ele é seu o que?! Estou tão confusa. ―O quê? Ela é parte da família agora… Oh. Decidi salvá-lo. Um dia há muito tempo atrás me encontrei com Edward que estava morrendo porque ele estava muito doente. ―Claire pode passar a noite aqui? Eu não a vi ainda. Renesmee sentou no chão esperando também.‖ Carlisle disse. e Emmett deu um sorriso zombeteiro para ela.―Quando você acha que devemos explicar tudo para você-sabe-quem?‖ Emmett perguntou para Carlisle. ―Vocês estão falando de mim?‖ Renesmee perguntou. ―Quando ela for velha o bastante pra entender.‖ ―Ela ainda é um pouco nova para compreender o nosso segredo. Ela sentou aos pés dele esperando para que lhe contasse a história. Alyssa e Renesmee estavam sentadas no meio do nosso círculo brincando com suas bonecas. ―Por que você está pedindo para sua irmã?‖ Alyssa perguntou. e Rosalie deu um soco em seu braço. Decidi me tornar médico e ajudar pessoas machucadas e doentes. e não comemos comida como você. ―Você é engraçado!‖ Ela sorriu e se levantou.‖ Renesmee olhou para ele pedindo por ajuda. Estávamos sentados no jardim dos fundos da casa. Vi de relance que Rosalie estava observando Emmett. Renesmee subiu no colo de Esme. eu pensei que você fosse adotada.‖ Todos engasgamos. Alyssa ria e gritava enquanto Emmett lhe fazia cócegas. ―Ah é?‖ Ele se inclinou e a pegou nos braços. ‖ ―Vovô. ―Claro que não. ―Eu venho de uma linhagem de… pessoas muito más. e Renesmee deu de ombros. Ela devia conhecer a história antes de nos mudarmos.

―Sangue de animais. Agora, alguns da nossa espécie são maus, mas eu explicarei isso quando você for mais velha.‖ Carlisle parou e esperou por alguma reação de Alyssa pedindo para que ele parasse, mas ela se inclinou para a frente acompanhando Renesmee. Ambas ansiosas para descobrir a continuação. ―Bem, a próxima pessoa que salvei foi minha esposa, Esme. Juntos começamos nossa própria família, uma família boa. O que somos nos impede de ter filhos, e é por isso que todos esses palhaços estão sentados na sua volta. Eles são nossos filhos. Rosalie veio depois, seguida de Emmett, e então Alice e Jasper, e a mais jovem é Bella.‖ Carlisle parou novamente assim que as 2 meninas olharam para cada um de nossos rostos. Elas se viraram de novo para Carlisle quando ele voltou a falar. ―Agora, eu tenho uma regra muito rígida que é a de não transformar ninguém a não ser que esteja morrendo.‖ ―Espere, você disse que não pode ter filhos.‖ Alyssa apontou, e Edward agarrou minha mão. ―Nessie não é filha de Bella e de Edward?‖ ―Correto. Bella era uma pessoa normal quando ela e Edward se casaram. Ela teve Renesmee antes de ser transformada.‖ ―Ela estava morrendo? Você disse que não mudaria ninguém a não ser que estivesse morrendo. ‖ Apertei firme a mão de Edward, e ele me forçou a largá-la. Ele flexionou seus dedos e deu um tapinha no meu joelho. Carlisle parou de falar, sem saber que Alyssa entenderia tudo que ele estava dizendo. Ela estava entendendo a história muito melhor do que pensávamos. ―Mamãe?‖ Renesmee se virou pra mim. Seu lábio inferior tremia, e lágrimas enchiam seus olhos. Eu tentei falar, mas nada saiu. ―Renesmee é parte normal, e parte como nós. Quando ela estava pronta pra nascer foi demais para o corpo humano normal de Bella agüentar. Assim que Renesmee estava em segurança ela teve que ser transformada para que sua vida fosse salva.‖ Carlisle disse cautelosamente assim que viu Renesmee congelada no lugar, me encarando. ―Eu?‖ Ela sussurrou apontando pra ela mesma. As lágrimas descendo por suas bochechas. Voei da cadeira e a puxei para os meus braços. ―Você é uma das melhores coisas que já me aconteceu. Nunca pense o contrário.‖ ―Eu te machuquei! Eu sou um monstro!‖ Renesmee se livrou de mim e correu pela casa. ―Sinto muito Bella.‖ Carlisle se levantou me alcançando. ―Ela tinha que saber mais cedo ou mais tarde.‖ Sorri pra ele lhe reassegurando, e me virei pra correr pra dentro. Edward seguiu logo atrás. Paramos na porta, e eu a ouvi chorando enquanto ela se movia no quarto. Olhei para Edward quando ouvi um zipper ser fechado. Edward se inclinou na minha frente e abriu a porta. Renesmee olhou pra nós dois e baixou os olhos antes de colocar sua mochila escolar nos ombros. ―O que você está fazendo?‖ Perguntei indo até ela. ―Eu vou embora, então eu nunca te machucarei de novo.‖ Tirei a mochila dela, e sentei no chão puxando-a pro meu colo. ―Eu me apaixonei por você no momento que a senti se movendo em meu ventre. Você foi minha única razão pra continuar vivendo. O papai supostamente iria me transformar de qualquer jeito, mas quando eu descobri que estava grávida de você, eu não queria nada mais do que te segurar em meus braços. Sim, você foi difícil

de carregar, mas só porque você era tão forte, e meu corpo humano não era feito para carregar alguém tão especial quanto você. Se eu tivesse que fazer tudo isso novamente por você, eu faria. Você é o milagre que nos foi dado, e nós nunca desistiríamos de você por nada no mundo. ‖ ―Então você me queria? Eu não fui um erro?‖ ―Não sabíamos sobre você, mas quando eu descobri que estava grávida você se tornou minha prioridade número um. Eu fiz tudo que eu pude pra ter certeza que você estava em segurança. ‖ ―Você ainda quer fugir?‖ Edward falou pela primeira vez. ―Eu acho que se fizer isso vai deixar a mamãe muito triste.‖ Renesmee olhou pra mim, e jogou os braços em volta do meu pescoço. ―Eu vou ficar.‖ Ela sussurrou em minha blusa. ―Como estamos indo aqui?‖ Carlisle perguntou espiando pela porta do quarto. ―Tudo já está melhor.‖ Renesmee sorriu pra ele. ―Que bom porque Claire está aqui esperando por você. Ela está lá fora com Alyssa.‖ Renesmee sorriu largamente, e pulou do meu colo. ―Como Alyssa está?‖ Edward perguntou assim que Renesmee saiu do quarto. ―Ela encarou tudo isso muito bem. Ela sabe que não deve contrar para ninguém o nosso segredo, e ela sabe que Rosalie e Emmett são seus pais adotivos. Eu expliquei para ela quando nos mudamos o que temos que dizer a todos, e ela entendeu isso também. ‖ Carlisle suspirou, ―Ela é esperta.‖ Nos o seguimos pra fora do quarto, e descemos a escada para nos juntar ao restante da família. Quil, Jacob e agora Seth estavam lá fora correndo com as meninas, Emmett e Jasper. Me sentei entre Esme e Alice. Rosalie estava andando por ali tirando fotos. ―Para onde vocês estão se mudando agora?‖ Seth perguntou quando nos sentamos para jantar. Esme deu um telefonema para convidar Charlie, Sue e Leah para comer. Nós já tínhamos explicado tudo à Alyssa, então foi fácil explicar quem eles eram para ela. ―Não sabemos ainda.‖ Edward respondeu. ―Por que vocês não ficam por aqui? Podem se mudar pra perto de La Push, e as garotas podem ir para a escola da reserva. Claire começou agora a estudar lá. ‖ Eu ri da ansiedade de Seth, e Rosalie deu um soquinho no meu braço. ―Ei, normalmente eu tenho Jacob me enchendo. É bom ter um descanso. ‖ Ri, esfregando meu braço. Rosalie apenas me olhou feio. ―Ok, vou ficar quieta agora.‖ Mordi meu lábio inferior pra parar de rir. ―Sabe, não é uma má idéia. Eu gosto do hospital de Seattle. Eu poderia trabalhar por lá enquanto estamos aqui. Vocês crianças podem continuar de onde pararam. Ninguém em Forks vai saber se vocês estão cursando escola em outra cidade ou não, e se virem alguém na rua simplesmente mantenham-se com suas histórias de ‗estamos visitando da faculdade‘.‖ Carlisle pensou por um minuto, e acenou com a cabeça. ―Perfeito.‖

―Nós vamos ficar aqui?‖ Renesmee perguntou animada. Ela estava sentada no colo de Charlie, e eles estavam dividindo um prato de salada de macarrão. ―Parece que sim. ‖ Esme disse dando tapinhas no joelho dela. ―Elas não tem que ser parte da tribo para freqüentar a escola de lá?‖. Perguntei olhando pra Alyssa e Renesmee. ―Não necessariamente.‖ Quil deu de ombros. ―Eu gosto disso!‖ Alyssa cantou. ―Eu também!‖ Renesmee bateu palmas. ―E eu também!‖ Claire concordou. ―O júri decidiu. ‖ Carlisle disse, e todos nós rimos.

Alguma semanas se passaram e estávamos nos acomodando na casa. Decidimos construir uma nova parte nos fundos dela, fazendo dois outros quartos para Renesmee e Alyssa. Também mudamos os quartos para que assim estivéssemos mais longe um do outro para ter um pouco mais de privacidade. Edward e eu ainda tínhamos nossa cabana, mas apenas usávamos quando queríamos nos afastar de todos por um tempinho. Era apenas mais fácil para todos vivermos na mesma casa. ―Hey meninas, vocês querem ir para Port Angeles com a gente? Estamos indo de compras.‖ Alice perguntou à Renesmee e Alyssa. As duas largaram seus brinquedos no meio da sala e correram para onde Alice, Rosalie e eu estávamos paradas. ―Roupas novas!‖ Renesmee festejou enquanto pegava minha mão. ―Você pensaria que ela é sua filha. ‖ Eu ri olhando para Alice. Alice sorriu e deu de ombros. Quando chegamos na cidade estacionamos o carro e fomos andando em direção as lojas.

Rosalie insistiu em ir na loja de roupas infantis por Alyssa. Eu fui puxada para um vestiário para ajudar a vestir as meninas, enquanto Rosalie e Alice se moviam pela loja jogando roupas por sobre a porta do vestiário. Eu mandei uma garotinha lá fora por vez, para modelar suas roupas. Quando terminamos de comprar provavelmente nós poderíamos ter comprado duas casas. ―Acho que compramos o estoque da loja toda.‖ Eu disse, revirando meus olhos enquanto saíamos pela porta. ―Bem, agora temos roupas para durar durante todo o outono. ‖ Alice jogou as sacolas na traseira do carro. ―Apenas durante o outono?‖ Eu perguntei, levantando minhas sombrancelhas. ―Sim, minha querida irmãzinha. Iremos fazer isso tudo de novo quando as roupas de inverno saírem. ‖ Alice riu. Entramos em seguida em uma fina loja de roupas femininas. Eu estava feliz em ter Renesmee e Alyssa pacientes enquanto entrávamos e saíamos dos vestiários. Sentei elas em uma cadeira bem próxima da porta e elas nos diriam se gostavam das nossas roupas ou não. ―Swan?‖ Me virei rapidamente em direção de onde a voz veio. ―Ben, oi!‖ Eu acenei, e me inclinei para tomar a mão de Renesmee. Eu a meti dentro do vestiário de Alice, eu não queria ter que inventar uma mentira. ―Já faz tanto tempo! Você está… bem, você está fantástica!‖ Ele me olhou desde meus pés até meu cabelo. ―Obrigada. ‖ Estendi minha mão. ―Você também. ‖ ―Acho que a vida de casada tem te tratado como realeza. ‖ Ele riu olhando minhas roupas. ―É…diferente. ‖ Eu dei de ombros. ―Quem está com você aqui? Ou você anda por lojas femininas por diversão?‖ ―Oh, umm … Angela está aqui em algum lugar. Eu perdi ela no lugar dos sapatos, e pensei que ela estaria aqui experimentando alguns. ― ―Vocês ainda continuam juntos? Isso é ótimo!‖ ―Na verdade nós estamos noivos. ‖ Ele sorriu largamente. ―Parabéns!‖ Debrucei-me para abraçá-lo. ―Uau, Bella, Alasca realmente te deixa gelada. ‖ Ele riu quando me afastei dele. ―É, faz sim. ‖ Dei de ombros indo junto com a sua idéia. ―Bella!‖ Angela gritou enquanto chegava atrás de Ben. ―Hey Ang!‖ ―Eu não posso acreditar que você está aqui! Quanto tempo você vai ficar? Temos que sair juntas! Eu senti tanto a sua falta!‖ Angela balbuciou enquanto me abraçava. ―Realmente não tem sol no Alasca. Você está mais pálida do que era antes. ‖ Nós duas rimos, e mais uma vez eu fui com a idéia deles.

isso é o que você é. mas eu decidi não fazer nenhum comentário engraçadinho. e apenas dei meu cartão para a vendedora. ainda cheias de energia pelo açúcar de seus milkshakes de chocolate. vamos ver o que tem para você. Provavelmente teria sido mais fácil comprar a loja toda. ‖ Rosalie disse. e ainda estou com fome. ‖ Rosalie saiu do vestiário com seus braços lotados com minhas roupas e as dela. Eu disse adeus para Ben e Angela. ‖ ―Você tem que me deixar saber. ―Bem.―Me deixe ver o anel de noivado. ―Com certeza. ‖ Alice sorriu. ―BOOO!‖ As duas disseram ao mesmo tempo enquanto pulavam de uma pilha de roupas atrás de nós. ―Renesmee. já vendo como ficaria nela. . Nela tinha área de crianças e mulheres. Ela estava sorrindo para Rosalie. correndo seus dedos pelo cabelo de Alyssa. ―Assustamos vocês?‖ Alyssa perguntou. Decidimos parar no McDonald‘s no caminho para deixar as meninas brincarem na area de recreação antes de continuar as compras. ‖ Rosalie colocou Alyssa de volta no chão e segurou a mão dela. ―Ela está aqui… Ness. não faça mais isso. Nossa ultima loja foi de roupas masculinas. ―Quando é o grande dia?‖ ―Decidimos esperar até depois que nos formarmos na faculdade. ―O que você acha desse?‖ Alice perguntou segurando um curto vestido de festa contra seu corpo. ―Você me chamou de mãe!‖ Rosalie festejou. ―Alyssa!‖ Rosalie chamou mais alto do que eu. envolvendo seus braços ao redor da perna de Rosalie. ‖ Me virei para buscar por ela. mamãe!‖ Eu parei de andar e olhei para Alyssa. ―Ness?‖ Eu joguei as roupas para o lado para ver se ela estava lá. Rapidamente nos movemos pela loja porque Renesmee e Alyssa reclamaram que elas estavam cansadas enquanto nos seguiam. eu posso ouvir seu batimento…‖ Eu disse baixinho para que ninguém na loja pudesse me ouvir. vamos levar vocês garotas para comer algo. Paramos em outra loja de roupas ainda mais fina. ―Ok. ―Irá me fazer parecer mais alta. Emmett e Jasper. ―Eu amo!‖ Rosalie disse enquanto tentava visualizar a peça em Alice. ‖ Virei minha atenção para ela enquanto segurava sua mão. Começamos na parte das roupas de mulher enquanto as meninas brincavam de esconder entre as coisas. onde compramos roupas para Edward. ―Estou com fome. pegando Alyssa no colo e a abraçando. ―Alyssa?‖ Chamei com minha voz parecendo em pânico. e nós pagamos por nossas roupas. ―Você já está pronta pra ir?‖ Ela perguntou. ‖ Todas rimos. me entregando minhas coisas.

―Alice. me entregando uma bebida. ―Sem mais essa de você ser uma horrível dançarina. e o sorriso de Rosalie não saiu de seus lábios desde o momento que Alyssa a chamou de ―mamãe‖. ―Sem pais. ―Hora de festa!‖ Ela sorriu. então carreguei Renesmee para dentro da casa ao inves de acordá-la. ―Onde estamos indo? Alice está dando uma festa. me beijando suavemente. ―Eu gosto quando você sente minha falta. então tínhamos a casa toda para nós. e eu me virei em seu abraço para prender meus braços ao redor de seu pescoço.No caminho para casa as duas estavam dormindo no banco de trás. Por sorte Rosalie não precisou olhar pela janela traseira para dirigir. Carlisle e Esme decidiram ir para sua ilha por algumas semanas antes que todos tivéssemos que voltar pra escola. ‖ Ela tocou meu copo com o seu e nós bebemos. Edward e Jasper desapareceram lá fora para descarregar o carro. ―Sim. seus braços ao meu redor. Ele estava atrás de mim. e no momento que fomos para baixo Alice tinha o enorme equipamento de som montado. Já era tarde na hora que chegamos em casa. O terceiro banco teve que ser abaixado para meter todas as roupas na traseira do carro. ―Você se divertiu fazendo compras hoje?‖ Ele perguntou. A viagem para casa foi silenciosa. ‖ Emmett riu enquanto beijava Rosalie. ―As sacolas estão no carro. ‖ ―Estamos fazendo a nossa própria festa. e me ergueu em seus braços. Rosalie e eu colocamos as garotas na cama.‖ Eu pressionei meus lábios mais fortemente contra os dele. e sem outra palavra Emmett. e música estourando dele. mas senti sua falta. Movemos juntos na música. ‖ Ele sorriu contra a minha boca. é hora de festejar. ‖ Edward sussurrou no meu ouvido. e então a testa de Alyssa. ―Eu acho que vocês damas levaram ―comprar até cair‖ um pouquinho ao pé da letra demais. o que você está fazendo?‖ Perguntei pegando o drink e dando um gole. Me sentei entre as duas com suas cabeças em meu colo. Alice e eu dançamos com a música enquanto Jasper e Edward olhavam para nós. ‖ Rosalie piscou para ele. ‖ Ele disse enquanto fechava com força a porta do nosso quarto. . Ele andou de ré em direção das escadas.

‖ . ―Você sabe o que é?‖ Eu perguntei quando eu parei de rir. ―Você sabia que Renesmee era uma menina antes de ela nascer?‖ Eu balancei minha cabeça. e eu sabia que Edward estava feliz. mesmo se quiséssemos. e brincou com um fio de cabelo de Claire. Alguém para seguir os passos de seu pai. ―Como foi a escola?‖ Eu perguntei beijando sua testa. A maioria dos estudantes ouviram sobre as lendas. desta forma poderíamos viver fora da cidade. Eu ri mais ainda. mas o que você acha que é?‖ ―Eu acho que é uma menina. uma menina poderia seguir os passos dele também. mamãe.‖ Renesmee não tirou seus olhos do livro de matemática. Outros apenas olhavam para gente como se fôssemos estudantes estrangeiros que não falavam a língua deles. ‖ Eu adicionei sabendo que Leah foi a primeira mulher lobo. ―EJ. ―Você pensou que eu era um menino?‖ Renesmee perguntei enojada. Até o momento que o seu pai te segurou e disse seu nome.‖ Eu ria quando Emily apareceu na esquina. nós não podíamos vê-la. curto para Edward Jacob.‖ Emily sorriu acariciando seu estômago. Nós queremos ser surpreendidos. Nós seis estávamos perfeitamente satisfeitos por não ter que sair do nosso grupo. porque nenhum dos rapazes parou para falar comigo. Decidimos que o ônibus podia deixar ela e Alyssa com Claire.‖ ―Qual seria meu nome se eu fosse um menino?‖ Ela perguntou de repente interessada. Mas isto está me deixando maluca. Ela estava sentada na mesa da cozinha com Alyssa e Claire. e não de se sentir como um pato quando eu ando. Eu gosto de ser capaz de ver os meus pés. mas eu queria um menino. revirando os olhos enquanto cambaleava para mim. ―Eu não sinto saudade desses dias. Acho que não saber é o melhor. Eu realmente pensei que ela ia ser um menino até que Edward fez o parto.‖ Emily disse.Ir para a escola na reserva era muito mais fácil para não precisar falar com ninguém.‖ Emily suspirou enquanto ela se sentava ao lado de Claire.‖ ―Os tempos mudaram. ―Pensei sim. ―Uau. ―Juro que se esse bebê não sair logo eu vou forçá-lo para fora. ‖ ―Isso é bom. ―Não. ―Oi mamãe!‖ Renesmee cumprimentou-me quando eu fui buscá-la na casa de Emily depois da escola. ―Não. ‖ ―Você tem uma sensação do que é? Eu sei que eu estava errada. e ficavam a uma boa distância de nós. ―Foi tudo bem. Emily apenas balançou a cabeça. fazendo lição de casa.

―Eu acho que o precisamos é de algum tempo em seus próprios quartos. ―É apenas um giz de cera. se debruçando e arrancanto o giz vermelho da mão de Renesmee.‖ Edward disse colocando no chão. mas ela não se moveu. Elas se separaram enquando corriam para Emmett e Edward. Edward e Emmett estavam no meio tentando separá-las. e pegou minha mão me levando para a cozinha. e ambas se hesitaram atrás deles. ―Não! Você estava usando o azul!‖ Renesmee gritou de volta. e jogando-as sobre o meu ombro. ―Primeira série é divertido! Estamos aprendendo coisas legais agora.‖ Emily disse e nós rimos. não era apenas qualquer giz de cera. ―Papai!‖ Ambos Alyssa e Renesmee gritaram correndo pela porta da frente.‖ ―Isso é bom. e ela subiu na cadeira em que Alyssa estava sentada. Elas disseram adeus para Claire e Emily.‖ Eu sorri. ―Eu ia usar essa cor!‖ Alyssa gritou. Você tem muita lição de casa?‖ ―Não muito. ―Ela pegou meu giz de cera!‖ Alyssa acusou. era um vermelho! Ela estava colorindo água! Da ultima vez que eu chequei água não era vermelha.‖ ―Eu fico feliz. . ―Bem.―Meu nome seria em homenagem ao papai e ao Jakey?! Isso é tão legal!‖ ―Sim. ―É MEU!‖ Alyssa empurrou Renesmee. Emmett fez o mesmo.‖ Edward tentou explicar para elas. Renesmee a empurrou para trás e antes que eu pudesse chegar até elas. Ele me beijou suavemente. Edward estava tendo um pouco mais de dificuldade com Renesmee.‖ Edward a pegou e dirigiu-se a mim na porta da frente. Edward colocou Renesmee no chão. Esme estava fazendo o jantar de Alyssa e de Renesmee. então vocês vão lá para cima e esperem até que ela acabe. colorindo enquanto aguardavam o jantar. ―Oi anjo. tomando de volta o giz de cera. e ela me abraçou. como foi seu dia?‖ Edward perguntou enquanto Renesmee subiu em seu colo. Vovó está quase acabando o jantar. elas caíram no chão. e fomos para casa. Ambas as meninas ainda se chutando e debatendo os braços. ―Vocês senhoritas estão prontas para ir?‖ Perguntei pegando as mochilas com os livros. Elas se sentaram juntas. ―Eu tinha ele primeiro!‖ Renesmee gritou de volta. eu gosto mais Renesmee Carlie.‖ Renesmee gritou encarando Alyssa. mas eu não acho que você e Jacob seriam tão próximos como vocês são se você fosse um menino. ―Não! Papai. enquanto elas ficavam se olhando. ―O que deu em vocês duas?‖ Emmett disse quando ele facilmente conteve Alyssa. Eu já terminei na casa da Emily.

―Ness. e são da mesma idade.‖ Esme disse enquanto ela colocava o macarrão nos pratos e acrescentava salsicha picadinha. ―O que está acontecendo com elas? Eles nunca brigaram. Eu empurrei Renesmee levemente para Alyssa.‖ Rosalie disse enquanto se sentava ao meu lado. você sabe? Nós discutimos sobre coisas estúpidas. Eu bati na porta de Renesmee. e você precisa se desculpar com Alyssa. ―Veja o que você começou! Você me colocou em problemas. e ela revirou os olhos me mostrando um sorriso antes de sair de seu quarto. ―Elas são meninas.‖ Esme disse enquanto desligava o fogão e acrescentava queijo ao macarrão. ―Só porque você começa todo o drama. ―Caso encerrado. ―É a mesma coisa que acontece com você. é um trabalho duro.‖ Renesmee fez um beicinho quando passou por mim. ―Você não pode evitar de ser boa. ―Ela tem razão. Rosalie e eu nos levantamos e saimos da cozinha. e as duas meninas cruzaram seus braços em frente ao peito.‖ Edward avisou. está em seu sangue.‖ Eu sorri. mas alguém tem que fazê-lo.‖ Eu disse severamente. Bella e Alice. ―Não me empurre!‖ ―Ande mais rápido!‖ Edward e Emmett suspiraram e sairam da cozinha para ir atrás delas novamente. ―Você também. e abri quando ela não respondeu. e ela seguiu pisando o pé depois de Renesmee. Quantas vezes vocês três já não se estranharam? Rosalie e eu olhamos uma para a outra e demos de ombro. ―Não. ―Como sempre eu tenho que ser a boa pessoa.‖ ―Sim. ―É hora do jantar. vivendo na mesma casa.‖ Eu brinquei cutucando o seu braço. Eu a peguei pelos ombros e a girei. Elas irão brigar como irmãs a partir de agora até o dia em que elas se mudarem. Nós encontramos Alyssa e Rosalie no corredor. me cortando.‖ Eu ri. Está na hora delas jantarem. mas nós ainda ouvimos ela. e ela se virou pisando duro em direção das escadas. ―Eh.‖ Ela riu enquanto passava entre nós e ia se sentar ao lado de Carlisle no sofá. .‖ Rosalie riu socando o meu braço levemente. eu não! Você que começou!‖ Alyssa retrucou. e Rosalie fez o mesmo. ―Você tem um ponto. e você -‖ Esme apareceu atrás de nós.‖ Renesmee disse baixinho.‖ Emmett disse cutucando a parte de trás da cabeça de Alyssa. Ela empurrou os livros de colorir para o meio da mesa. Pequena Miss Perfeição. ―Vá buscar suas filhas.

e pegou a sua mão para beijar. e ela me abraçou. e ele deitou-se no chão. .‖ Eu ri movendo Renesmee para se equilibrar no meu quadril. ―O que ela te mostrou ?‖ Eu perguntei. e fiquei surpresa que isso não me incomodava e nem me preocupava. Sam e Leah estavam sentados em cadeiras no quintal assistindo Jacob.‖ Rosalie falou olhando para Seth. Seth latiu uma risada. ―Você se divertiu?‖ Rosalie perguntou.‖ Ambas murmuraram ao mesmo tempo. posso ir de novo?‖ Alyssa implorou.‖ Ele sorriu beliscando a bochecha dela. ―Como foi o seu passeio?‖ Eu perguntei quando Jacob se aproximou de mim. Ele latiu uma risada e correu para a floresta. Ele vai trazer ela de volta. ―Eu acho que não. Quil e Seth apareceram atrás dele. e eu estou bem com isso. tocando a bochecha de Jacob. Renesmee sorriu inclinando-se para longe de mim. Está quase na hora ir pra cama. ―Eu quero um passeio!‖ Alyssa disse pulando para cima e para baixo. Jacob caminhou para perto de mim e cutucou meu braço com a cabeça. ele estava em sua forma humana. Ela estendeu seus braços enquanto andava nela para onde eu estava. se ela não voltar em 5 minutos sua cabeça será pendurada na parede do meu quarto. Jacob está com Renesmee. Renesmee gritou enquanto Jacob saltava ao seu redor. as duas meninas sorrindo amplamente. e subiu em suas costas. Seth olhou para Rosalie e ela bateu o pé em direção à Alyssa. Quil. ―Pega leve Jake! Não muito longe!‖ Eu gritei enquanto ele trotava de volta para a floresta. leva a mamãe para um passeio!‖ Renesmee se remexeu para eu colocá-la no chão. Depois da escola no dia seguinte. pulando sobre Renesmee. agora vão jantar. Ele estava agachado abanando o rabo. Eles estão apenas se divertindo. ―5 minutos cachorrinho. É muito perigoso. ―Foi tão divertido! Eu quero fazer isso de novo! Por favor.‖ Eu disse para elas enquanto descíamos as escadas. ―Jakey.―Desculpe. todos estavam do lado de fora. arrancando Alyssa das costas de Seth. ―Ela gostou do vento em seu rosto. ―Rose. Ele se sentou choramingando. e correu para onde Jacob desapareceu com Renesmee. Claire está com Quil. querida. mas pegou Alyssa e a sentou sobre os ombros de Seth. ―Foi divertido!‖ Renesmee gritou enquanto ela pulava das costas dele. e Seth jogando com as três meninas. Eu a peguei facilmente. Você não quer se meter com um cachorro. Rosalie e eu descemos para La Push para buscar as meninas. Ele estava em sua forma de lobo. Renesmee estava parada em suas costas se equilibrando. Ela pisou em sua pata. ―Não. Quando chegamos na casa de Emily.‖ Rosalie advertiu. Rosalie se agarrou ao meu braço quando viu Jacob saltar para fora do bosque. Ele riu. tudo bem. ele não vai machucar ela. ―Ok o suficiente. Ela puxou o seu pêlo.‖ Rosalie bufou. Quando ele voltou. e virando-se para olhar para mim.

―Não, nós temos que ir para casa.‖ Rosalie foi firme enquanto ela se virava caminhando em direção ao meu carro. ―Bella, vamos.‖ Ela bufou enquanto colocava Alyssa no banco de trás. ―Por que você é tão má com ele?‖ Perguntei quando nos saíamos do lugar. ―Porque eu não gosto da idéia de imprinting em uma criança. É errado, elas precisam tomar suas próprias decisões.‖ ―Rose, elas irão. Edward e eu queremos que Renesmee cresça sabendo que ela pode escolher seu próprio destino. Jacob não mostra nenhum sinal de amor no sentido que você está pensando. Seth, Jacob e Quil não vêem elas dessa forma ainda. Eles estão apenas ligados à elas para orientação e proteção. Eu não vejo nada de errado com isso. Quando e se qualquer uma das meninas decidirem que querem ficar com eles quando crescerem, bem, que assim seja, mas elas não vão ser forçadas a nada. Jacob sabe que não pode pressionar, Edward é muito rigoroso com isso, e ele entende.‖ ―Eu suponho que você está certa, mas eu ainda não gosto disso.‖ Rosalie suspirou e olhou pela janela. O resto da volta no carro foi silenciosa, exceto pelo ocasional risinho que vinha do banco de trás.

―Ei, mamãe… ‖ Renesmee chamou enquanto andava pela casa. Eu podia ouvi-la facilmente de onde eu estava. ―Aqui fora.‖ Eu disse alto o suficiente para ela ouvir. Edward e eu estávamos aninhados no balanço da varanda. Estava maravilhada com o seu braço brilhando ao sol. ―Aqui fora onde?!‖ Sua voz estava mais perto, mas ela ainda estava andando no interior. ―Varanda dos fundos.‖ Edward a respondeu dessa vez. Seus pezinhos moveram rapidamente quando ela correu para a porta de trás. ―Vocês sabem que eu tenho procurado vocês por todo o lado?‖ Renesmee choramingou enquanto entrava na varanda. Edward puxou-a para o seu colo e ela sorriu para ele. Ela não tinha mais que tocar o seu rosto para ele ver totalmente o que ela queria que ele visse. Pensamos que era seu dom crescendo junto com ela. Embora ela não pudesse mandar para nenhum de nós visões sem tocar, Carlisle imaginou que fosse porque Edward já podia ler sua mente. ―Eu não sei querida. ‖ Edward balançou a cabeça.

Ela implorou para ele em sua mente. Ela estava bastante animada porque podia mandar imagens completas, e falar com o pai, sem tocá-lo. Por causa disso, ela raramente abria mais a boca para falar com ele, e Edward estava se divertindo com isso tanto quanto ela estava. ―Eu sei, sim Ness, eu entendo, mas eu não acho que seja uma boa idéia.‖ ―O que você quer?‖ Perguntei muito curiosa. Acenei minha mão em frente ao seu rosto para tirá-la de seu olhar. ―Eu quero ir à praia amanhã. É ferias de primavera, e vai estar bem quente. Tia Rose já disse que Alyssa poderia ir.‖ Renesmee se arrastou para o meu colo, me mostrando visões de Jacob e ela na praia, brincando na água. ―Por que não?‖ Perguntei olhando para Edward. Ele revirou os olhos, apontando para o sol quente, agarrando o meu pulso e segurando meu braço para mostrar o sol brilhando na minha pele. ―Alice‖. Chamei, e um segundo depois ela dançou para fora de casa. ―Vai estar quente, mas nublado. Nada de sol, você vai ficar bem. ‖ Ela sorriu beijando a bochecha de Renesmee, e virando-se para voltar para dentro. ―Viu, não tem porque.‖ Eu disse a Edward. ―Pois bem, eu não vejo o que há de errado com um dia na praia.‖ Edward acenou com a cabeça em aprovação, e Renesmee ficou de pé no meu colo. Eu segurei sua cintura enquanto ela inclinou-se para abraçar Edward. ―Vocês são os melhores!‖ Ela cantou enquanto eu a ajudei a sair do meu colo. ―Posso ligar para o Liam? Ela perguntou, parando de repente. ―Quem? Desculpe, você disse Jacob?‖ Edward perguntou segurando seu pulso antes que ela pudesse correr para dentro. ―Não…‖ Ela disse olhando para seus pés. ―Ah, você disse Seth.‖ ―Ãn-ãn‖. Ela balançou a cabeça. ―Se o nome que você acabou de dizer é de alguém mais alto do que um menino de 7 anos de idade, sim, você pode chamá-lo.‖ ―Ele é meu amigo da escola. Eu só quero ver se ele vai estar na praia amanhã também.‖ Ela disse inocentemente. ―Sim, querida. Você pode ligar para o seu amigo.‖ Eu não tirei meus olhos de Edward. Ele virou sua cabeça rápido para me olhar. ―Ela é jovem demais para começar com essa porcaria!‖ Edward soltou para mim. Eu não pude deixar de rir. ―Ele é um amigo dela da escola.‖

―Ela não deveria pensar que meninos tem piolho nessa idade?‖ Ele perguntou cruzando os braços sobre o peito. ―Você é um papai superprotetor. Agora não é hora de começar a ser protetor com ela. Quando ela chegar para nós pedindo para ir à praia sozinha com um grupo de amigos e saindo com trajes de banho como os que eu usei na nossa lua de mel…,‖ Notei o corpo de Edward tensionar enquanto ele pensava nos bikines fiodental que Alice tinha embalado para mim. ―Bem, então acho que vai ser hora de amarrá-la e trancá-la em seu quarto. Mas agora ela é apenas uma criança.‖ Eu beijei o rosto dele suavemente. ―Ela será sempre uma criança para mim. Eu não posso evitar.‖ Ele deu de ombros e moveu o balanço para que nos embalasse. ―Alyssa, Liam vai estar na praia amanhã!‖ Ouvi Renesmee falar depois que desligou o telefone. A voz de Alyssa estava mais distante, ela deveria estar em seu quarto. ―Eu acho que Sara vai estar lá também!‖ Ela gritou de volta. Ambas fizeram um monte de amigos de sua sala. Elas gostavam de ir à escola na reserva, e eu estava preocupada sobre como poderiamos deixá-las ir para a escola em um só lugar. Elas estão apenas na 1ª série, seria impossível para nós ficarmos aqui 12 anos. ―Quanto tempo você acha que podemos ficar aqui?‖ Perguntei a Edward. Ficamos em silêncio por um tempo enquanto ele nos embalava no balanço. ―Eu não tenho certeza, talvez mais alguns anos. Provavelmente até a gente se formar. Por que você pergunta?‖ ―Eu estava pensando em Alyssa e Nessie. Elas amam isso aqui, e eu não quero continuar mudando elas de escola para escola. Vai ficar mais difícil à medida que crescerem. Eu estava uma pilha de nervos quando me mudei para cá e tive de começar no meio do ano. Eu não quero continuar a fazê-las passar por isso.‖ Edward se moveu, e eu me sentei. ―Talvez pudéssemos ficar aqui mais um pouco. Ir para a faculdade. Você pode ter um diploma no que você quiser. Dar tempo a elas para se formarem na escola aqui.‖ Eu sorri largamente, e me inclinei para beijá-lo. ―Você acha mesmo?‖ ―Eu vou ter que falar com Carlisle e Esme, mas não vejo problema. Além do mais, mais da metade deles lá sabem quem somos, ou assumem por causa das lendas. Então eu não vejo problema em manter Ness e Alyssa matriculadas exatamente onde estão.‖ ―Obrigada Edward.‖ Sussurrei, voltando para seus braços. ―Qualquer coisa por você.‖ Ele disse beijando o meu cabelo. Ficamos onde estávamos, e assistimos o sol se pôs atrás das árvores. Quando decidimos entrar todo mundo estava esparramado na sala. Alice estava de joelhos no chão com Alyssa empoleirada em um travesseiro na sua frente. Ela estava trançando seu cabelo. Renesmee já tinha 2 tranças francesas, uma de cada lado da cabeça, e estava deitada de bruços com a cabeça nas mãos assistindo TV. Rosalie, Emmett e Jasper estavam no sofá, e Carlisle e Esme estavam abraçados na cadeira. ―Hora de dormir.‖ Eu disse puxando as tranças de Renesmee. ―Elas não são bonitas?‖ Ela perguntou chacoalhando sua cabeça. ―Muito bonitas, vá passar spray nelas, e assim você pode mantê-las para a praia amanhã‖.

―Ok!‖ Renesmee gritou por cima do ombro, ela já estava subindo as escadas. ―Posso ficar com as minhas também mamãe?‖ Alyssa perguntou enquanto Alice acabava. ―Se você quiser.‖ Rosalie sorriu para ela. ―Obrigada!‖ Ela saltou e abraçou tanto Emmett quanto Rosalie antes de subir pro segundo andar. ―Ai!‖ Alyssa gritou lá de cima. ―Sai do meu caminho!‖ Renesmee gritou de volta. ―É a vez de vocês.‖ Edward disse, apontando para mim e Rosalie. ―De jeito nenhum! Resolvemos a luta de Barbie ontem. É a sua vez.‖ Rosalie disse sacudindo a cabeça. ―Não, isso foi há 3 dias atrás, amor. Ontem Edward e eu paramos a briga da festinha de chá.‖ ―De jeito nenhum! Isso foi na semana passada!‖ Eu falei. ―NÃO ME EMPURRE!‖ Renesmee gritou, logo ouvimos um barulho alto. ―Você me empurrou primeiro!‖ Alyssa gritou de volta. Eu olhei para Edward e ele revirou os olhos. ―Emmett.‖ Ele disse, batendo na parte de trás da cabeça dele. Os dois correram pela escada. Assim que eles desapareceram da nossa vista, ouvimos ruídos no banheiro do segundo andar. ―Se vocês duas não pararem, nós não iremos à praia amanhã.‖ ―Ok, tudo bem. ‖ Renesmee rosnou. ―Não, peçam desculpas uma para a outra agora.‖ Edward disse à ela. ―Desculpa Lyss.‖ Renesmee murmurou. ―Eu também‖. Alyssa resmungou. ―Assim não.‖ Emmett disse pra ela. Eu a ouvi suspirar: ―Ok! Desculpe Ness.‖ ―Assim é melhor, obrigado. ‖ Emmett disse. Poucos minutos depois estava tudo calmo, e Emmett e Edward desceram as escadas. ―A 12ª Guerra Mundial acabou agora.‖ Emmett disse enquanto sentava no sofá. ―Elas estão na cama, esperando para serem cobertas.‖ Edward me beijou suavemente. ―Obrigada.‖ Sorri enquanto peguei a mão de Rosalie, e fomos para cima para cobrí-las. Na manhã seguinte, me ajoelhei no chão do quarto Renesmee vestindo-a em seu bikine. ―Depressa!‖ Ela implorou enquanto pisava na parte de baixo do bikine.

Estou cansado. Acho que vamos ficar em casa. Bam! Saí do seu quarto a tempo de vê-la virar a esquina do corredor e esbarrar direto em Edward. e a cabeça de Alyssa voou para trás com a velocidade. Imediatamente eu tinha visões fluindo rapidamente. ―Onde é o incêndio?‖ Ele perguntou ao apanhá-la. ―Eu ia dizer nos.‖ Renesmee cruzou os braços sobre o peito e tentou o seu melhor para olhar na cara séria de Edward. Ela pegou Alyssa dele. e eu a segui porta afora. achei que seria melhor…‖ ―Isso é massa mano. e sorriu. e ela riu atrás de mim. Ela bateu em sua perna. Água brilhando nos… ― ―Emmett!‖ Rosalie se virou. ―Mas mudei de idéia. Ela agarrou a camisa de Rosalie como apoio enquanto girava. e Renesmee agarrou meu pescoço. Agora. ―Ilha Esme… EDWARD!‖ Tirei as mãos Renesmee dos meus olhos. andei na frente de Edward. ―Temos crianças aqui!‖ Emmett ergueu as mãos para cima defensivamente. Ela estreitou seus olhos para ele. boa idéia para a primeira vez. ―NÃO!‖ Eu bati no braço dele. e não fazer nada hoje. ―Essa foi a única vez que te vi nadar. Você preferia que eu tivesse contado para ela a primeira vez que nadamos juntos?‖ Ele riu quando os meus olhos se arregalaram. mas ele segurou-a mais apertado. Edward deu ombros inocentemente: ―Ela me perguntou se você gostava de nadar. ―Sério… na água?‖ Emmett sussurrou atrás de nós. Ele agiu como se estivesse bocejando. Eu estava olhando através dos olhos de alguém enquanto eu me assistia tocar no fundo do oceano. ―Água morna. Engoli em seco. Eu estava nadando em algum lugar com Edward. Ele brincou. talvez eu possa te vestir. se você ficar paradinha.―Eu só posso ir tão rápido quanto você me permitir. Ela se colocou em minhas costas. era eu na água. meu corpo frio. óbvio que ela estava falando com ele em sua mente. ―Estou pronta!‖ Renesmee gritou enquanto corria para o corredor. e cobriu meus olhos. e a aconchegando debaixo do braço.‖ Eu ri da minha filha se contorcendo.‖ Ele sorriu para Renesmee antes de olhar pra mim. Ele jogou a cabeça para trás rindo dela. Ela se contorceu para ele a colocar no chão. Eu tinha um tubo e máscara de mergulho enquanto nadava. mas os braços de Edward a prenderam do seu lado apertado.‖ . ―E se eu não quiser ir à praia?‖. ―Você já disse que sim!‖ Ela choramingou. ―Eu quero ir para a praia!‖ Ela jogou seus braços freneticamente. e ele a pegou antes que ela caísse para trás. Revirei os olhos enquanto os seguia escada abaixo.‖ Emmett riu e Rosalie socou seu braço. Uma vez que estávamos lá embaixo. ―Eu gostaria de saber. er… no rosto dela.

Esme e Carlisle decidiram passar o dia caçando. Alice e Jasper estavam ansiosos para ficar para trás e ter a casa para si. Edward apertou seu ombro levemente para tranquilizá-la. Isso tem que contar como justo para falar mal dela. Ele estava. ela estava de volta ao seu eu normal e alegre. ―Eu sei. Emmett decidiu fechar a boca e pegar as bolsas de praia no caminho da porta. Eu odiava vê-la tão assustada com o que aconteceu. enquanto assistia Renesmee atravessar a entrada de carros sem estar presa a alguém.‖ Eu disse revirando meus olhos. Eu me virei para ter certeza de que ela percebeu onde estávamos. Eu só queria que ela soubesse que estava sempre segura com a gente por perto.―Claro que você ía. Eu andei mais lento. Para salvá-la eu me rasgaria inteira e jogaria os pedaços no fogo se precisasse.‖ Edward riu. Eu tinha aprendido a manter meu escudo baixo a menos que quisesse manter meus pensamentos privados.‖ Eu informei à ela enquanto lhe ajudava a sair do carro de Rosalie. Eu percebi que ela estava mais alerta quando cruzamos para a garagem. mas eu sempre me sentia melhor quando via a menininha feliz e sorridente de volta logo que ela sabia que estava segura. mas à frente de Edward e eu. e peguei sua mão. esperando por nós do lado de fora. Emmett. Ela estava em uma agitada conversa com Alyssa sobre uma das meninas esnobes de sua classe. ―O quê?! Eu ía!‖ ―Elas não são idiotas. Por qualquer uma de vocês. ―Eu juro mãe. e não deviam voltar até amanhã. mas se manteve escondida atrás de Emmett e Rosalie. como sempre. para que nós pudéssemos caminhar até a praia. e ela relaxou um pouco. mas manteve as mãos apertadas ao seu lado. Renesmee surpreendentemente levou seu tempo para sair do carro. Coloquei Renesmee no chão. Eu fui puxada de meus pensamentos quando os lábios de Edward estavam em meu ouvido. ―Eu faria isso também. Colocamos o carro na garagem do Jacob. Ela olhava rapidamente por cima do ombro para ter certeza de que ainda estávamos atrás dela. Uma vez que já estávamos no carro. ela não é humana.‖ Virei minha cabeça e sorri contra seus lábios antes de beijá-lo. e inclinou a cabeça para beijar meu pescoço. ‖ Ele sussurrou. ‖ . Ela iria saltar levemente ao som mais suave. ―Não é educado falar pelas costas das pessoas assim.

e chutou a parte de trás de seu joelho. ―Não… ‖ Ela gemeu chutando uma pedra através da garagem. Estendi a mão e toquei o seu beicinho. ―Eu entendo. ―Ness! Para que foi isso?!‖ Jacob riu enquanto ele se virava para ver ela. Rosalie e eu cobrimos nossas bocas para não dar risada.‖ Ela disse rindo. Eu fiquei encostada no carro com Rosalie. Renesmee e Alyssa foram de Edward e Emmett para Seth e Jacob. para tentar conseguir a atenção deles. enquanto os meninos conversavam sobre o jogo de ontem. Nós esperamos pacientemente. e ele ficou de joelhos para que ela pudesse subir em suas costas. ele iria dar à ela. ―Eu apenas estou dizendo. Assim que nossos pés tocaram a areia. Eu vi o rosto do Jacob se derreter como manteiga.‖ . ―Você não é completamente humana. ―Podemos ir embora agora?‖ Ela perguntou. Nós entregamos as sacolas para Edward e Emmett. mas eu não sou um bebê chorão. ―Ah. Ela mostrou seu sorriso inocente que derreteu o coração de todos. ―Eu sei. Eu o peguei e revirei meus olhos.‖ Renesmee disse enquanto elas saltavam para onde Jacob e Seth estavam conversando com Edward.‖ Ela deu de ombros.‖ Ela bufou.‖ Alyssa disse puxando o braço de Renesmee. ―Não me incomoda tanto mais. ―Ok.‖ Edward virou para onde Rosalie e eu estávamos paradas.Eu puxei uma de suas tranças. ‖ ―Você sempre foi estranha. ―Sim. ―Estamos pronto para ir?‖ Ele perguntou cutucando as costelas do Edward. ‖ ―Pare de ser um bebê chorão! Vamos ver Seth e Jacob. ―Sente o cheiro de alguma coisa?‖ Eu perguntei pegando no pé dela. e Jacob cambaleou enquanto conseguia retomar seu equilíbrio.‖ Eu dei de ombros. ―Aqui mamãe!‖ Ela virou-se para jogá-lo para mim. eu só tenho que pegar as sacolas de praia das meninas.‖ Eu não pude deixar de rir. e elas estavam ficando sem paciência.‖ Jacob estava nap alma de sua mão. Renesmee andou para trás de Jacob. Eu me sinto mal agora. O joelho cedeu. ―Você não estava me ouvindo. Obrigada mesmo. ―Você não esta encrencada. Ela estava segurando seu nariz. Eu acho que me acostumei com ele. e eu sabia que o quer que seja que ela estava prestes a pedir para ele. Nenhum deles olhou para baixo. isso dá as outras pessoas permissão para falar mal de você pelas suas costas?‖ Ela juntou suas sobrancelhas enquanto pensava. ―Claro que sim. Renesmee estava se sacudindo para tirar seu roupão. ―Como vocês conseguem fingir que nada fede aqui?‖ Ela balançava sua cabeça incrédula. Ela saiu dos ombros do Jacob enquanto tirava o traje.

Soltei o meu fôlego assim que sua cabeça apareceu. ―Eu lhe ensinei isso!‖ Jacob disse com orgulho. Edward esvaziou sua boca jogando água na cara dela. ―Eu vou te ensinar. Ela colocou suas mãos para cima para bloquear a água enquanto gritava. é fácil. ‖ Ele disse. e andou devagar para o mar. Olhei rapidamente para Edward e ele piscou ―Ela não sabe nadar.‖ . então ele saiu correndo para o mar. então fui mais fundo na água. Ele estava prestes a pular do mesmo lugar que eu pulei alguns anos atrás. e pegou sua mão. ―Seth!‖ Eu falei em voz alta quando percebi que era ele. e mergulhando na água. docinho?‖ Emmett perguntou. eu olhei para Emmett e Alyssa. três!‖ Edward contou enquanto eles abaixavam Renesmee na água. e eu o procurei na praia. Fiquei de pé. Renesmee estava agachada entre eles enquanto eles seguravam seus pés logo abaixo da superfície. ―Me jogue!‖ Ela gritou enquanto ela agarrava tanto o ombro de Jacob como de Edward. ―Vamos Seth. dois. Ela estirou seu corpo em uma linha reta enquanto mergulhava de cabeça. Edward jogou sua camiseta para o lado.‖ Ele balançou sua cabeça em direção da água. Suas bochechas cheias. Edward colocou duas cadeiras perto da água. Ele estava segurando seu estômago enquanto ela chutava seus pés e movia seus braços. e me inclinei para olhar para ele.―Vai!‖ Renesmee chutou os lados de Jacob. Edward e eu os seguimos. ―Entre na água.‖ Ele riu. e apontou para a água. ―Meu pé! Alguma coisa agarrou o meu pé!‖ A cabeça de Edward se levantou atrás dela. Jacob virou as costas de Renesmee em direção a Edward. Eles não me responderam. Felizmente Jacob já estava com sunga. Eu prendi a respiração quando ele jogou Renesmee no ar e ela caiu na água.‖ Rosalie. Eu virei para vê-las. Assim que vi Renesmee nadar de volta para eles. até que já estava no meu joelho. Era no alto do penhasco.‖ Rosalie disse para Alyssa. Eu e Rosalie nos sentamos e ficamos assistindo todo mundo. se ajoelhando ao lado dela. Rosalie estava assistindo eles. ―O que há de errado. Ela fez uma cara de nojo com o gosto do mar salgado.‖ Ele sussurrou bem baixinho para mim. Enquanto buscava alguma coisa chamou a minha atenção. Ele mergulhou dentro d‘água. ―Venha aqui. Eles jogaram suas mãos sobre suas cabeças e ela voou para o ar. e tirando fotos a cada 2 segundos. dando Renesmee para Jacob. Ouvi Edward rosnar. ―Um. Eu queria tentar novamente. ―Olha isso Bella!‖ Ele disse enquanto andava de ré e se jogava do penhasco. e Alyssa estava presa nas pernas de Rosalie. ―Você não vai pular. andando em direção da água para vê-los mais de perto. ―Não tão longe meninos!‖ Eu os relembrei. Alguns minutos mais tarde ele estava nadando em nossa direção. que estava chegando mais perto deles. e quando Renesmee se virou. Eu me perguntei como me sentiria sem ser uma humana frágil. e alguns segundos mais tarde Renesmee gritou. e ela jogou água no Jacob. ―Venha pular comigo! Agora aposto que você não vai se afogar. Percebi que Seth não estava mais conosco.

Os braços do Edward estavam cruzados sobre o peito. ―Você está pronta?‖ Jacob perguntou segurando minha cintura enquanto ficava em pé na beira do penhasco. ―Quer que eu vá com você?‖ Jacob perguntou. Quando minha cabeça apareceu na superfície me virei rapidamente para acenar para Edward e Renesmee. e me lancei para frente. e ouvi-lo recuar. mas é isso que torna divertido. me virei e corri para o penhasco. e ele veio ao meu lado. ―Ela não vai pular daquele penhasco!‖ Renesmee estava com os olhos arregalados do lado de Edward. Abri meus braços quando senti o ar passar por mim. Eu toquei sua bochecha.Aproveitei a vantagem de Edward estar dentro da água e corremos para ir para trilha. ‖ Edward apontou pra Renesmee. eu quero fazer isso sozinha. ―Eu estarei bem atrás de você. Ele estava de joelhos. enquanto vinha correndo em nossa direção. Ouvir Edward me chamar. ―O que você está fazendo?!‖ Ela gritou comigo. ―Você. ―Eu não sou mais aquela garotinha frágil. e eu sabia que estava em apuros. ―Eu estou pronta. pode pensar em sua filha? Deixe-a mostrar as visões que estão passando na mente dela. e ele levantou Renesmee no colo. Como eu queria tanto ouvir a voz dele. e agora que sou basicamente indestrutível. só fique aqui e verei você em 1 minuto‖. eu quero tentar novamente!‖ ―Vamos Bells.‖ Jacob me deixou ir. Meus olhos se abriram arregalados quando percebi que Edward leu cada pensamento que eu tive.‖ Jacob agarrou o meu braço.‖ Edward pegou o meu braço. ―Não. forçando seu aperto em meus quadris. ―Por que não? Não vai me matar. Mas valeu a pena. eu quero ir!‖ Jacob colocou Renesmee em suas costas.‖ Eu ri. Mordi o meu lábio enquanto olhava para ele.‖ Beijei o topo de sua cabeça. Esse salto foi cem vezes melhor que o meu primeiro. ―Sim. Eu tremia ao lembrar-me lutando para manter minha cabeça acima da água. eu prometi te levar então nada mais justo.‖ ―Ness. Eu quero ver como é agora. e ele nadou em nossa direção. ‖ ―E daí? Mesmo assim é assustador. não vou me machucar. e mergulhei na água sem esforço. e deixei Jacob me puxar. Eu peguei Jacob assim que ele atingiu a água. Ela acenou de volta animadamente enquanto pulava na praia. A sensação foi incrível na primeira vez. ―Bella!‖ Edward me chamou. Ela respirou fundo. e Edward agarrou o dele. Apenas olhe para mim. olhando-me com Renesmee segurada firmemente em seu colo.‖ Ela sussurrou.‖ Ele disse quando eu recuei alguns passos. mas o ignorei. Fechei meus olhos lembrando claramente a última vez que fiquei em pé assim. ―Você não vai. Olhei sobre os meus ombros. você está assustando ela. por favor. Eu prometo. e o meu último ar sendo forçado a sair de mim enquanto eu dizia adeus ao meu verdadeiro amor. ―Espere. Eu meti a minha cabeça. mas parei quando vi a preocupação em seus olhos. . e sem olhar para Edward.‖ Sussurrei para minha voz não quebrasse. ―Ela está muito preocupada com você. me implorando para parar. ―Vou ficar bem.

Eu me senti tão estúpida por fazê-lo me ver pulando. ―Da próxima vez fazemos isso juntos. . Ela olhou para Edward e para mim uma vez e voltou correndo para brincar com Liam e Alyssa que estavam sentados na entrada do oceano. Como ele puxou seu corpo para a praia e trouxe sua vida de volta. Eu ouvi o que você estava pensando lá em cima.‖ Edward cuspiu em mim. claro. ―Pare de pensar nisso. mas foi cortado por Renesmee. e ela apresentou-o a Edward. ―Veja.‖ Eu sorri aliviada de que ele não estava zangado comigo. ―Se eu descobrir que você sequer está pensando em levá-la.‖ Edward deu um passo mais perto de Jacob. ―Vou te levar quando for mais velha. e sua pele era tão escura quanto a do Jacob. ―Me desculpe Edward. você sempre vai ser a minha frágil Bella. ―E que tal agora?‖ Eu perguntei pegando suas mãos na minha. estava lá com seus pais. mas a culpa é suficiente para me deixar insano.‖ Sussurrei. demais!‖ Nós rimos. ―Você prometeu isso para a Bella. e quase a matou! Você NUNCA vai levar a minha filha lá em cima. Suspirei antes de eu sair da água. e chegou até nós.‖ Ele sussurrou em meu ouvido. Vendo você pular era como se eu fosse puxado para dentro de um pesadelo.‖ Eu disse para Renesmee. Vê-la lá em cima agora me fez sentir como se estivesse assistindo impotente enquanto você repetia o salto que quase tirou você de mim para sempre. Revirei meus olhos. Paramos quando ouvimos Seth cair na água. Eu o vi correr para falar com Renesmee. nenhum mal feito. Nem um arranhão. ― ―Obrigada. Para mim.‖ Eu sorri desconfiada dele. Quando eu vi você lá em cima. amor. ―Vai brincar com seus amigos. Ele bufou. ―Posso ir agora? Por favor! Isso pareceu divertido!‖ Ela me implorou. ―Absolutamente NÃO!‖ Edward rugiu. Ele subiu a superfície rindo.‖ Jacob piscou para ela. Se eu não posso confiar em você com a segurança dela. antes que alguém pudesse perceber onde estávamos. Jacob mostrou-me muitas vezes quando ele te encontrou sem vida na água.―Obrigada Jake! Isso foi incrível!‖ ―Quer fazer isso de novo?‖ Ele perguntou enquanto nadávamos de volta para a praia.‖ Jacob riu e voltou para a água para nadar. Ele tinha cabelos loiros encaracolados. fui trazido de volta para seu primeiro salto. ―Minha irmã saltando de penhascos. Esqueceu que eu não sou mais humana?‖ ―Eu entendo porque você fez isso. Entendeu?‖ ―Claro. e eu percebi porque você quis fazer. Quando chegamos na praia o amigo da Renesmee. Corremos até o penhasco. então não posso confiar em você com nenhuma parte dela. Mas os olhos de Edward nunca deixaram os meus.‖ ―Eu não achei que você iria ver dessa maneira. mas eu estou bem. Eles se sentaram ainda longe de nós. vou me garantir de que você não tenha pernas para saltar. Liam. ―Vamos conversar mais tarde. Liam era um menino muito bonitinho.

Peguei a mão dele. ―Não. E ele nos puxou de volta até a superfície da água. Edward nos deixou mergulhar mais fundo. ―Ok.‖ Ela riu empurrando-o. você me chamou aqui para… que?‖ Edward perguntou-lhe um pouco irritado. Seth e Emmett estão indo pular de novo. Abri meus olhos.‖ Ele teceu seus dedos nos meus.―Você vai primeiro. e de repente eu estava grata. Nossos corpos sólidos facilmente foram para o fundo do oceano. ―Nós estávamos procurando por vocês. Edward se afastou de mim. e ele estava sorrindo para mim. Ele apontou para a superfície. Com as mãos de Edward ancorando-nos na pedra. Eu não queria que eles encontrassem vocês lá. aproximando ele de mim. Edward fechou o espaço entre nós rapidamente. ―Onde está Ness?‖ Edward perguntou olhando ao redor da praia. eles estão tendo uma competição para ver quem consegue construir o melhor castelo de areia. suas mãos estavam esmagadas contra a rocha em cada lado da minha cabeça. e ele nos puxou para mais fundo.‖ Rosalie apontou para onde estavam sentados. Só tomando conta do meu irmãozinho. Nós não precisávamos do ar. e senti seu peito vibrar com seu gemido. Nós caminhamos de volta para nos sentarmos na praia. Ele me puxou para si e colocou fortemente seus lábios nos meus. ―Porque Jacob. juntos. A parte de cima da minha roupa de banho estava presa em seu braço para que assim não fosse levada pela água. . Ele apertou sua boca na minha mais uma vez. Eu o puxei para perto de mim enquanto o movimento da água me pressionava contra uma parede de pedra.‖ Rosalie riu enquanto ele caminhava de volta para a praia. e tirou seu braço do meu traje de banho. ―Com Liam e Alyssa. Assim que caímos na água. eu engatei a minha perna sobre seu quadril. e atirou-nos do penhasco. Eu envolvi minhas pernas em torno dele. O quê? Eu pensei. e revirou seus olhos. ‖ Ele disse afastando-se do penhasco. Edward e eu apenas sorrimos.

e voei escada a cima. ―Ok‖. Por que você demorou tanto?‖ Edward estava esparramado em nossa cama. ―Divirtam-se. Encontre-me no nosso quarto. ―Com sede?‖ Eu perguntei beijando sua bochecha. Eu me certifiquei em mover rapidamente pela porta de Jasper e Alice para não incomodá-los. Embora ela estivesse desenvolvendo mais em sua metade humana ela ainda era uma corredora muito rápida. Renesmee sussurrou para mim.Quando chegamos em casa. Apontei para o filhote. ―Sim. Renesmee e Alyssa estavam dormindo no banco de trás. Ele abaixou-se para que eu pudesse dar-lhe um beijo de boa noite. ―Vamos?‖ Eu levantei e estendi minha mão para ela. ―Eu voltarei. e me virei de repente para Emmett e Rosalie. ―Leão da Montanha‖. ―Aquele‖. Ele acha que eles são muito violentos para ela controlar. Ela aspirou o ar comigo. Ele se abaixou para beijar o nariz Renesmee.‖ Eu andei lentamente para a borda da cama. Eu tracei os círculos escuros sob seus olhos. ―Apenas caçar um pouco. e sentou-se na cama. ―Aposto corrida com você. Edward levou Renesmee em seus braços e a ninou. mamãe!‖ Ela disse por cima de seu ombro. Eu amava isso tanto quanto ela. Eu mantive o ritmo exato atrás dela deixando-a liderar o caminho. Ele se inclinou para frente agarrando meus quadris. ‖ Eu disse apontando para o leão da montanha que estava assistindo seu filhote brincar na borda. ―Para onde as damas estão indo?‖ Edward perguntou enquanto eu passava por ele na cozinha. e nos viramos em direção ao cheiro. e então me puxou para cima dele. Ela adorava quando ela e eu íamos caçar sozinhas. vindos da praia. você também.‖ Renesmee sorriu para ele.‖ ―Nós iremos. . ―Eu acho que eu disse para você me encontrar aqui. Renesmee virou-se para correr pela porta da frente. ‖ Ele riu. ‖ Ela sorriu cutucando meus próprios círculos escuros. Eu sussurrei sorrindo para Renesmee. Eu estourei pela porta do nosso quarto. e parei de repente. ―Boa Noite. ―Eu acho que sou mais rápido que você afinal.‖ Ele me beijou ferozmente. Eu estendi minha mão. Eu o assistir caminhar. ―Eu posso pegar um?‖ Ela perguntou excitadamente. No dia seguinte eu estava sentada na sala quando Renesmee subiu no meu colo. Edward raramente a deixa caçar seus próprios leões de montanha.‖ Eu o beijei levemente nos lábios. agarrando o seu ombro para detê-la. ―Mas deixe-me pegar aquele outro primeiro. Então Edward sabia que era melhor não pedir para ir junto. Estaremos de volta antes do anoitecer. mas eu olhei para a borda do precipício no qual nós estávamos agachadas e vi um menor cavalgando em círculos. ―Como você fez isso tão rápido? Você ainda tinha que colocar Nessie para dormir.‖ Eu disse rapidamente.

mas segurei-a firmemente. Eu movi Renesmee para ficar na minha frente. ―O que você quer de mim? Eu nem sei quem você é. de modo que ela ficasse pressionada entre mim e a parede de pedra atrás dela. Muito irônico. e olhei para a minha filha acenando para ela. por favor. Ela sorriu largamente e curvou-se para pular sobre as costas do frenético filhote. e seu corpo ficou mole. Eu flexionei meu escudo em torno de Renesmee e de mim. A mulher jogou a cabeça para trás enquanto ria. Edward. e movi Renesmee e eu para longe dela.‖ ―Você acha que o papai vai ficar bravo?‖ Ela riu. Então um lento som de palmas veio das rochas acima de nós. mas sua pele era ligeiramente bronzeada. e se ela escorregasse atrás de mim a queda iria matá-la.‖ Eu engasguei por ela saber quem eu era. e seu batimento cardíaco lento e constante. Ela tinha nos encurralado. Eu quero você.‖ Seu cabelo vermelho reluziu em torno dela. ―Você matou o seu primeiro leão da montanha. Ele ouviu a primeira parte. e não faça nada até que eu diga. Apenas envolvendo-o em torno de Renesmee. Eu saltei da borda. ‖ ―Controle sua filha antes que eu a faça calar!‖ . ―Mãe e filha matando uma mãe e seu filhote. e eu puxei-a de sua presa para abraçá-la.‖ Eu dei de ombros. nós temos muitos problemas.‖ A mulher falou calmamente. ―Veja. Eu fiquei congelada no lugar sabendo que eu não poderia recuar mais.―Siga os meus comandos. Eu a assisti cair graciosamente em suas costas. e agachei para atacar. e eu me coloquei de pé. Era um longo caminho para baixo.‖ Renesmee ofegou enquanto seu pé escorregava da borda do precipício. e puxei Renesmee para mim.‖ Renesmee concordou. ― Ela espreitava à beira do precipício. Edward você pode me ouvir? Por favor. você e eu. então eu retirei meu escudo de mim mesma. nos ajude! Venha o mais rápido que você puder. ―Fique longe de nós. e aterrissei nas costas do leão da montanha. ―Alguém que você nunca deseja cruzar sozinha. ‖ ―Ah. Eu sou a pessoa que irá destruí-la. ―Garota ingênua. Eu sabia que não estava longe de Edward. Eu afundei meus dentes em seu pescoço. Eu engasguei com o desconhecido. mas eu bloqueei o resto. e Renesmee envolveu seus braços em volta de minha perna. mas ainda havia algo não humano sobre ela. ―Vá embora monstro! Meu papai virá atrás de nós. ―Provavelmente. mas não com seu marido superprotetor ficando no meu caminho. me ouça! Estamos no topo do penhasco. mas eu sei quem você é Isabella. Nós terminamos ao mesmo tempo. e traga quem você puder! Eu te amo. Alguém que você e seu precioso clã nunca poderão vencer. enquanto ela se aproximava de mim. ‖ ―Mamãe. ―Quem é você?‖ Eu perguntei movendo Renesmee para atrás de mim. Eu tentei determinar o que ela era. Ela saltou. e você vai se arrepender por ter mexido com a gente! Ele não gosta que pessoas ameacem a mim e minha mãe. ‖ Eu avisei.

e perdi o equilíbrio. e ela estava sangrando na . e eu o amei mais quando ele ficou imortal. ―Renesmee!‖ Eu pulei ficando de pé. ―Oh. bebê. enquanto eu sentia minha força se dissipar. ‖ Ela sorriu fazendo seu rosto parecer maléfico. mas por outro lado tenho o poder de fazer você se sentir impotente contra mim. Eu senti uma dor aguda no estômago. ―O que – ‖ Eu estava ofegante por ar. Eu a puxei para perto do meu corpo. mas eu não a escutei. me responda! Acorde!‖ Eu implorei enquanto procurava freneticamente por uma lesão em seu corpo. Eu terei um grande prazer em ver você sofrer a dor de ambas as mortes.‖ Suspirei de alívio. Não foi a morte de minha irmã que me enviou atrás de você. Loretta acenou uma vez. e Renesmee se encolheu contra mim. Eu sem querer dei um passo atrás. ―Damian. e senti seu pulso fraco. Meus poderes são fortes o suficiente para paralisar o seu escudo. Concentrei-me tempo suficiente para notar 2 mãos vindo até mim. ‖ ―NÃO!‖ Ouvi Renesmee gritar. ―O que… você está fazendo comigo?!‖ A dor parou. Você matou meu único verdadeiro amor. Victoria.‖ Eu engasguei. Por causa dos meus fortes poderes os Volturi concordaram em me manter mortal. Eu agarrei Renesmee no momento que caí para fora do penhasco. Eu pressionei meus dedos em seu pescoço.Senti meu corpo tremer de raiva enquanto o meu instinto de proteção aparecia. eu sou o ser mais poderoso que você um vez encontrará. e procurei freneticamente por qualquer sinal de Loretta. e eu tentei manter o controle do meu escudo. Ela estendeu sua mão e a tremeu. Ela foi mudada para torná-la mais forte. ―NÃO!‖ Eu ofeguei quando eu vi o corpo flácido da minha filha a poucos metros de onde eu aterrissei. ―Pare com isso! Deixe-a em paz!‖ Eu ouvi os gritos fracos de Renesmee pedindo para esse monstro me deixar em paz. Renesmee estava puxando cada parte de mim que ela pudesse segurar. foi morta por seu companheiro há alguns anos atrás. O criador dela me manteve mortal. Eu ouvi tudo em minha volta. ―Eu o amava antes que os Volturi o tivesse transformado. ―O que diabos você é?!‖ Eu exigi. Eu chorei de dor enquanto caia de joelhos. Eu não estava muito longe da casa. Eu caí dura com minhas costas sobre a grama abaixo. sem saber o quão longe ela realmente caiu de meus braços. e me sentei rapidamente. Meus braços estavam vazios. então se gritasse alto o suficiente eu me pergunto se Edward me ouviria.‖ Eu pensei por um minuto. Eu olhei para Renesmee. e não há nada que irá me impedir. Eu não a movi. Minha irmã. graças a Deus. Eu suprimi a grande dor o suficiente para focalizar nos objetos embaçados ao meu redor. Eu engasguei enquanto percebia a semelhança entre as duas. procurando no chão ao meu redor.‖ Ela fez uma pausa deixando que isso entrasse em minha cabeça. ―Meu nome é Loretta. escoriações começaram a se formar em seus braços. ―Nessie. porque eu era mais poderosa como uma bruxa mortal do que Victoria. e eu levantei com dificuldade. e eu vou te rasgar em pedaços. ―Toque nela. mas não demorou muito tempo para perceber de quem ela estava falando. Eu só tinha matado um vampiro. ―Eu não fui transformada junto com a minha irmã. da minha irmã e do meu amor. Os gritos frenéticos de Renesmee soaram longe. enquanto o sentia desmoronar em volta de mim.

Seu marido está a caminho. Não se preocupe que não é ele quem eu quero. ela me mandou visões. e eu encolhi de dor. e caminhei até a borda da pequena clareira.‖ Renesmee a respondeu. Virei uma página do jornal e sorri para mim mesmo. Pude ouvi-la descendo as escadas. O ar saiu de meus pulmões. Renesmee gostava de ir com Bella pois ela a deixava caçar qualquer coisa que quisesse. Eu sabia que Bella e Renesmee gostavam de ter as viagens de caça especiais delas. apenas ouvindo-a. sabia que elas estariam seguras. Seus pézinhos davam suaves baques enquanto ela andava pelos corredores acima de mim. .‖ Ela disse enquanto se inclinavasobre mim e agarrava a mão cheia de meu cabelo. assim como você. ―Onde as senhoritas estão indo?‖ Perguntei. Relaxei em minha cadeira dando à elas o tempo de mãe e filha. ―Com sede?‖ Ouvi minha esposa perguntar à nossa filha. SOCORRO! EMMETT. Senti a dor como se eu fosse humana. Embora eu não pudesse sangrar senti minha pele rasgar em meus braços e meu rosto. Você conseguiu agora. ―Ótimo. Bom dia. POR FAVOR! JAS-‖ Minha voz cortou quando uma mão se apertou sobre minha boca. Por mais que eu odiasse deixá-las sozinhas. ele está bravo. Mais uma vez me senti fraca contra ela. Eu rasguei a manga da minha camisa para enfaixar sua cabeça. Ela encontraria Bella. ―EDWARD!! EDWARD. ―Oooh. Encostei na minha cadeira. mas parecia distraída. mas ela saiu sozinha. ―EDWARD!‖ Eu gritei de dor. Ela brincou com Alyssa um pouco. Para minha surpresa. Sede. puxando-o. ―Sim.‖ Ela fechou os olhos sorrindo.parte de trás da cabeça. conforme eu a ouvia mover-se por seu quarto. elas caíram. e Bella notaria que ela tinha que caçar. enquanto ela continuava a me bater. Eu estava prestes a ir tirá-la do quarto de Alyssa. fingindo não saber o que estava acontecendo. e senti um inesperado golpe na parte de trás da minha cabeça. E mais. papai! A voz de minha filha preencheu minha cabeça. muito bom. JACOB!! ALGUÉM. então voltei para o meu jornal. É você. Ela empurrou-me para o chão e me chutou forte no estômago.

papai! Você é o melhor do mundo inteiro! Ela pensou enchendo minha cabeça com imagens de nós dois juntos. enquanto andava até mim para me dar um beijo. Estaremos de volta antes do crepúsculo. Elas foram interrompidas quando a porta se fechou atrás delas e a única coisa em sua mente era ganhar de sua mãe. e isso derreteu meu coração congelado. Sentei ao lado de Jasper no sofá. ―E aí. socando meu braço. Renesmee estava ao lado dela. ―Bella está escondendo os pensamentos de Renesmee de mim. por que as pessoas pensam que isso é estilo? As pessoas nesse século não sabem nada. irmãozinho. Elas estavam se movendo. Estaremos bem sozinhas. isso serviria então.‖ Bella disse. Se eu não pudesse ficar de olho nelas pessoalmente. isso eu pagaria para ver.‖ Pisquei para Renesmee. Desliguei os pensamentos de todos os outros e me concentrei nos de Renesmee. Renesmee ganhando de Bella em uma corrida. ―Bella. Eu amo você. Bella poderia ganhar de qualquer um de nós. ―Onde está a esposa? Desci e o lugar estava vazio.‖ Resmunguei. Mantive meu rosto sério para que Bella não notasse nossa conversa silenciosa. revirando os olhos. ―Agora. e eu me abaixei para beijar seu nariz.‖ Jasper disse. ―Ela e Nessie foram caçar por hoje. ela vai deixar Renesmee caçar seu próprio leão da montanha. mas não peça à ela para vir junto. ―Droga!‖ Estourei. ―Ela vai ficar bem. rindo dela. Ele estava largado na poltrona assistindo a um jogo. ―Para onde elas estão indo?‖ Alice perguntou enquanto entrava na cozinha e pegava meu jornal. “Posso comer um?” Rosnei para o pensamento dela pedindo a Bella se poderia caçar um leão da montanha sozinha. ― ―Parece divertido. ―Que cara é essa?‖ Jasper perguntou. Eca.―Apenas dar uma caçada. Apanhei-o de volta. Obrigado. Balancei minha cabeça. ―O que agora?‖ Jasper perguntou um pouco irritado. Eu juro que essa minha mulher vai fazer meus cabelos ficarem grisalhos…‖ Jasper e Emmett olharam confusos para mim. Ouvi Rosalie no quarto de Alyssa. HA! Eu ri alto. Você sabe que ela dirá sim.‖ Emmett disse quando entrei na sala de estar. como sempre. ―Nós iremos!‖ Ela sorriu um sorriso que era idêntico ao de sua mãe. mas não pude distinguir o que exatamente elas estavam fazendo. Elas só tinham ido há uma hora e eu já sentia terrivelmente a falta delas. ―Divirtam-se. você acha mesmo que Bella vai deixá-la ir atrás do maior deles?‖ Emmett disse. eu gostaria de assistir o resto do jogo em paz. ―Caçar. sem tirar seus olhos da TV. A casa estava profundamente quieta com Renesmee e Alyssa separadas pelo dia. me deixe ir só com a mamãe. folheou o jornal e pegou sua sessão favorita.‖ Suspirei. se você não se importa de ficar calado. Elas estarão de volta em algumas horas. Decidi deixá-la com seu jornal e fui até a sala de estar. Por favor. na TV. ― Eu relaxei de volta no sofá. .‖ Alice inclinou-se.

então não sabia qual elas usaram. Embora Bella sempre fosse teimosa e quase impossível de lidar. Tenho que trocar o óleo. ―Eu não sei onde ela está! Ela está com Nessie. . mas seus pensamentos ressoavam pânico por Bella e Renesmee. ―O que?‖ Perguntei um pouco irritado com o porque de ele ter me tirado de meus pensamentos.‖ Dei de ombros e entrei na garagem. ―Acalme-se. Renesmee não estava muito atrás tampouco. ―Eu não sei! Ela deve ter colocado seu escudo de volta porque não consigo mais ouví-las. os freios.Cara. então pensei em fazer isso eu mesmo. Edward. ―Ela está com problemas. Eu amava minha esposa mais que tudo nesse mundo.‖ Emmett disse enquanto eu o seguia para fora.‖ Os dois reviraram os olhos para mim e voltaram para o jogo. ―Ela está brincando com Alyssa. ―Bella! DROGA!‖ A raiva tomou conta e eu soquei um murro na parede.‖ Eu precisava ir até elas. ―TENTE!‖ Rosnei. ―Ei…Terra para Edward!!‖ Emmett me puxou de meus pensamentos com um travesseiro voando na minha direção. por favor. mas eu não sabia nem por onde começar. Mesmo sabendo que eram verdadeiras. Eu o peguei em tempo e joguei de volta. mas ela vai encontrar uma maneira de fazer isso acontecer. Saltei em minha irmã. me ouça! Estamos no topo do penhasco. lembra? Os dois pensaram ao mesmo tempo. não consigo mais ouví-la!‖ Andei na frente de Emmett. Brinquei com o macaco enquanto Emmett deitava embaixo do carro e Jasper dava pra ele o que ele precisava. o que foi?‖ Emmett sacodiu meus ombros. Edward. e as árvores tremeram ao meu redor. ―Onde elas estão?‖ Emmett me tirou da garagem para que eu não despedaçasse o lugar. Ela era o reflexo perfeito de Bella de toda maneira possível. ―Ah. ―Edward. Desde os olhos cor de chocolate até seu brilhante sorriso. lembrando que Rose sempre mexeu em seu próprio carro. ―ALICE!‖ Gritei o mais alto que pude. e então trocar o óleo do carro da Rose. ―Vem mexer no meu Jeep com a gente. a pior parte era que suas atitudes estavam tornando-se cada vez mais idênticas a cada dia que passava. você pode me ouvir? Por favor. e ele saiu debaixo do carro a tempo de eu soltá-lo. ―Emmett!‖ Arfei. Renesmee a estava alcançando rápido. seu cabelo ondulado até sua risada viciante. Tínhamos trilhas por todo o lugar.‖ Alice disse calmamente. Bella sabe como proteger a si mesma e a Nessie. ―Quem? Quem está com problemas?‖ Jasper perguntou. A voz dele parecia longe enquanto a voz assustada de Bella ecoava em minha mente.‖ Essas não eram as palavras que eu queria ouvir. ―Por que ela não pode fazer isso ela mesma?‖ Perguntei. tenho certeza que elas estão bem. Jasper a tirou do meu aperto e eu me afastei deles. Mas. agarrando os braços dela. nos ajude! Os gritos frenéticos de Bella pedindo ajuda ressoaram por meus ouvidos. e eu não posso vê-la quando elas estão juntas. mas ela era difícil. congelado para sempre aos 17. eu sei.

mas eu não diminui meu passo. Sangue. Eu conhecia o cheiro do sangue dela. ―Carlisle vá com eles! Renesmee pode estar machucada. o que aconteceu?‖ Murmurei em minhas mãos. Estarão aqui em três minutos. SOCORRO! EMMETT. ―Bella onde você está?! Se você está se escondendo. Isso não faz sentido. Eu os matarei. Eles mexeram com a família errada. pagaria. Um rosnado rasgou através de meu peito.‖ Ouvi Alice sussurrar para Jasper. e estavam congelados enquanto olhavam para a direção de onde o pedido dela veio.‖ Alice disse assim que desligou. Segui os sons de luta e acelerei a velocidade. Dessa vez a voz assustada não estava na minha cabeça. quem quer que seja. Eu precisava me concentrar enquanto ouvia a dor na voz de Bella. ―Por que você não me disse onde estava caçando? Por que eu não perguntei?‖ Continuei a murmurar para mim mesmo. Eu não podia ouvir nada.‖ Jasper disse mais para si mesmo do que para mim. Quem quer que estivesse fazendo isso. Emmett e Alice pegarem seus telefones. Tinha uma fraca semelhança com o da Bella quando ela era humana. mas a floresta estava quieta. AGORA!‖ Gritei para qualquer um que pudesse pegar um telefone mais rápido. O grito dela nos congelou aos quatro no lugar. Alice conseguiu Esme ao mesmo tempo que Emmett conseguiu Carlisle.‖ Outra voz ressoou. Carlisle e Esme estavam agora parados ao lado deles. ―Estou indo!‖ Arranquei a rocha do meu caminho e ela caiu a alguns metros de distância. Eu deixei ele continuar me acalmando pois eu podia pensar melhor agora. ―Renesmee!‖ Gritei. ―Bella. A dor é como a de uma humana.―Então por que ela gritaria por ajuda usando sua mente? Elas precisam de mim!‖ Senti uma onda de calma chegar. eu tinha que chegar até elas. Vi Jasper. alguém a estava machucando. POR FAVOR! JAS-‖ Minha cabeça se levantou em um disparo. Eu estava correndo novamente. ―Estou indo com você!‖ Não me importei em olhar para ver quem era que estava me seguindo. ―O que você sente?‖ Perguntei. Ela estava com dor. ―Ela apanhou bastante. eu senti o cheiro de sangue. Virei e caí sobre um rochedo. ―Tragam Carlisle e Esme de volta aqui. JACOB!! ALGUÉM. Ninguém encosta uma mão em nenhuma delas e sai impune. Carlisle e Emmett eram quem estavam comigo. ―EDWARD!! EDWARD. Eles ouviram os gritos dela também. balançando a terra enquanto pousava. e eu relaxei. ―Bella!‖ Gritei. Jasper e Alice. percebendo que Jasper. afaste seu escudo e fale co-‖ . ―Obrigado. Virei rapidamente para olhar para Emmett. Como pode um vampiro sentir tanta dor assim? Isso não faz sentido. cobrindo o rosto com minhas mãos. pagaria muito. ―Eles já estavam a caminho de casa. ―EDWARD!‖ Sua dor ressoava em cada letra de meu nome enquanto ela gritava o mais alto que podia.

―Solte-me!‖ Lutei contra o aperto deles. Cheirei o ar na direção da pulsação.‖ Jasper estava muito ansioso para ficar longe da dor de Renesmee. Emmett e Jasper agarraram meus braços. espere!‖ Carlisle disse atrás de mim. Pulei de volta para baixo ao lado de Carlisle. Pulei de pé e escalei o penhasco até o pico mais alto. andando até nós. ―Temos que encontrá-la! Ela jamais deixaria Nessie aqui sozinha! Algo a machucou. Ela caiu. mas eu mal estava ouvindo.‖ Carlisle me informou. ―Verei se consigo seguir o cheiro dela. ―Oi. Nem a mais fraca trilha. ― ―Victoria. ―Do alto dos penhascos. Sei que ela era irmã de Victoria. Esse aroma era de uma mulher. Era doce como o de um humano. ―Ela ficará bem. é o que parece que aconteceu. ―Não toque nela. Um que nunca senti antes. ― ―De onde ela caiu?‖ Emmett perguntou. mas juntos eles eram muito mais fortes que eu. mas havia outro cheiro. ―Conheço o cheiro.‖ Carlisle colocou a mão em meu ombro. Princesa. O poder dela é forte o suficiente para desmoronar o escudo de Bella.‖ Rosnei. mas não vejo porque ela viria atrás de Bella agora. quem é? Posso lidar com quem quer que seja!‖ ―Não. quando tentei pular nele. A única coisa que eu queria era ter certeza de que ela estava bem. os três cheiros estavam. Carlisle passou correndo por mim até ela.‖ Jasper deu um passo para trás. mas tinha um cheiro velho de mofo. Com o que temos aqui. Era isso. seu aroma era tão forte então ela havia estado aqui a pouco. ―Quem. mas não posso movê-la assim. Ele foi e voltou rápido demais. conheço esses ferimentos. desapareceram. Onde quer que tenham ido.‖ Todos olhamos para cima ao mesmo tempo.‖ Encarei Carlisle de olhos arregalados. Bella disse que elas estavam lá em cima quando ouvi seus primeiros gritos por ajuda. mas estava batendo. onde ela está?‖ Sussurrei. ― ―Elas estavam lá em cima.Coloquei uma mão para parar Carlisle. ela bateu a cabeça quando atingiu o chão. filho. Ao mesmo tempo que eu a vi em uma pequena clareira. elas estiveram aqui. alguém as machucou.‖ Saí de perto de Emmett e caí ao lado de Carlisle. mas eu podia sentir. Não sei se ela teve algum ferimento interno. não é uma criatura fácil que estamos enfrentando. estreitando meus olhos. e muitos cortes e hematomas que me dizem que ela rolou antes de parar aqui. Elas acabaram na beirada do penhasco. Ela é mais poderosa que Jane e Alec juntos. Ela é muito poderosa. ―Renesmee!‖ ―Edward. Era um batimento fraco de coração. Ela é uma bruxa mortal. ouvindo com atenção. Ela tem alguns ossos quebrados. Iremos carregá-la de volta dessa forma. ―Não há nada. e aquela outra mulher também esteve. Eu não o ouvi. Pode me ouvir?‖ Carlisle falou suavemente enquanto inclinava-se até ela. deve ter sido de onde elas cairam. ―Ouviu isso?‖ Perguntei. Liguei para Esme e ela está trazendo uma maca. . Ainda tenho os medicamentos da Bella. ―Bella. ―Onde está Bella?‖ Ela não estava a vista.

mas sua irmã foi mantida mortal por seus poderes… ― ―Carlisle!‖ Esme gritou quando ela e Alice entraram na clareira.‖ Carlisle persuadiu-me enquanto eu. . Jacob inclinou-se sobre ela. você pode abrir os seus olhos para mim?‖ Jacob se afastou quando ela não respondeu. não tirando os olhos da minha filha. graciosamente. porque ela não está acordando?‖ Perguntei. Eu seguia os seus olhos enquanto ele observava os tubos que estavam anexados ao seu peito. Carlisle explicou o que aconteceu e segurou Esme enquanto ela soluçava em seus braços. ajude-me a pegá-la aqui. Renesmee!‖ Esme ajoelhou-se ao lado dela. e Carlisle correu na frente para deixar tudo pronto. ―Oh. Eu me sentei ao seu lado acariciando sua testa levemente com minha mão. oposto a mim. Sustente o pescoço dela. Deslizei a minha mão pelo braço da minha menininha. ―Onde está Bella?‖ ―Nós estamos procurando por ela. ela tinha uma irmã.―Sim. ―Renesmee!‖ Jacob gritou enquanto arrebentava pela porta da frente. Ela vai acordar quando estiver pronta. Carlisle conhece algumas pessoas que poderiam saber onde a bruxa vive. enquanto ele prendia um outro tubo.‖ Eu não conseguia tirar meus olhos de Renesmee. e tracei as muitas agulhas presas em sua pequena mão. ―Ela bateu com a cabeça quando caiu. Ele traçou seu braço direito que estava engessado e apoiado em um travesseiro. ―Tudo vai dar certo. levantava Renesmee para a maca. Ele caiu ao lado dela. ―Edward. ―Carlisle. meu Deus. arrancando-a das dobradiças.‖ Carlisle respondeu-me. Emmett e eu a carregamos para casa. meu amor. beijando sua testa.

‖ Eu disse à ela. Não. Desde estarem debruçadas sobre o penhasco para ver os leões da montanha caçando. e continuou segurando a cabeça de Renesmee. ―Bella foi forçada a recuar. a segurando firmemente. ―Em todos os lados. ―Mamãe.‖ eu falei. ―Ela está caindo. parando de se debater. ―Não deveria estar batendo assim. Loretta levou ela. e a queda. e em seguida moveu sua mão levemente para repousar sobre o coração dela. Ela não está aqui. Esse não é o seu batimento cardíaco. é o papai. e ele acenou uma vez. ― ―Está fraco. enquanto assistia a visão de Renesmee.‖ Ela sussurrou. ―Nessie. ―Papai!‖ Ela gritou e tentou se sentar. até Loretta as perseguindo na beira do precipício. e coloquei minha cabeça ao seu lado. Minha cabeça disparou quando o monitor do coração assinalou mais rápido. ―Loretta.‖ Ela concordou uma vez. Jacob tocou o monitor levemente. ―Deite-se ou você vai se machucar. abriram lentamente. Seu papai está aqui com você. ―Sim. Em seguida. O rosto de Renesmee se enrugou. O bipe lento do monitor era para detectar sua pulsação. ‖O que mais ela pode se lembrar?‖ Carlisle perguntou.Seu tronco foi enfaixado fortemente por causa das costelas quebradas. congelado. ela arrancou Renesmee fora de seus braços no caminho da queda. Meu amor. ―Abra seus olhos querida. Eu apertei os ombros dela para baixo para impedí-la de se contorcer.‖ Eu peguei a mão esquerda de Renesmee na minha. Abra os seus olhos e olhe para ele. O medo e a dor nos olhos de minha esposa.‖ Balancei minha cabeça quando a visão escureceu. e ela choramingou. Em seguida. . ‖ Peguei a sua mão na minha. ―Papai. estou bem aqui. Seus olhos estavam buscando algo pelo quarto. mas lágrimas estavam escorrendo pelo seu rosto. abafando assim os outros sons do quarto.‖ Carlisle empurrou Jacob para fora do caminho. Meus joelhos tremeram quando vi a bruxa usando seu poder para ferir a minha Bella. e ela estava me encarando. eu prometo. você pode me ouvir?‖ Eu inclinei. ―Carlisle!‖ Chamei-o por cima de meus ombros. e eu fiquei parado. Olhei para Renesmee. e ela flexionou os dedos em torno da minha mão. seu nome é Loretta. mas ela não estava me ouvindo. ―Está doendo?‖ Carlisle perguntou olhando para ela. ela agarrou Renesmee. você está segura. enquanto ela me mostrava tudo. olhe para mim. eles voltaram para mim. você esta machucando ela! MÃE!‖ Os olhos de Renesmee estavam fortemente fechados.‖ Olhei para Carlisle. não foi? As lágrimas de Renesmee continuaram a escorrer por seu rosto. deixe minha mãe em paz. e se retraiu.‖ Ela choramingou. ―Eu vou trazê-la de volta. Loretta pulou para seguí-las. me debruçando sobre ela. Seus olhos piscaram em reação. e passei a minha outra livre sobre sua testa. e sua cabeça estava enfaixada para parar o sangramento. Ela está fraca. Renesmee olhou para mim.

Peguei seu rosto levemente em minhas mãos e virei sua cabeça para mim. ―Seth. ―Eu tenho certeza que ela irá apreciar isso. e de repente eu parei. . mas isso vai fazer a dor sumir. ‖ Eu rosnei saindo do quarto. Ela tinha Bella amarrada. Ele o pegou e o colocou debaixo de seu braço sem fratura.‖ Ela murmurou.‖ Em questão de segundos os seus olhos começaram a se fechar. ―Com sono. ―Alice fica aqui. a outra mão ainda estava segurando a minha. ―Ai!‖ Ela gritou quando a agulha perfurou sua pele. ‖ Alice já estava ao meu lado. ―Alice. ― ―Não se preocupe. você se importa em pegar o lobo dela atrás de você?‖ Eu perguntei.‖ ―Jake. Jasper. Essa bruxa que não toque em Alice. mas Jasper ficou no meu caminho.‖ ―Precisamos de suas visões. Fiquei mais surpreso com a vontade de Leah em proteger a sua futura meia-irmã. Obrigado. ―Consegui! Eu vejo ela! Eu vejo a bruxa!‖ Alice falou pela primeira vez no canto da sala. fique aqui com Nessie.‖ Peguei a mão de Alice e a puxei passando por Jasper. ―Está tudo sob controle. Ele segurou a agulha atrás dele enquanto ela o via se virando para ela. apontando para o lobo que Jacob deu à ela quando ela nasceu. Nós corremos para a porta da frente. ―Shh … apenas durma. NÃO saia do seu lado. Alice. ―Ela finalmente decidiu o que queria fazer! Temos de ir atrás dela agora. Seth pensou. e encheu uma agulha com medicina. nós estamos atrás de você. 2 lobos andavam para frente e para trás nos primeiros degrais da escada. ‖ Jacob se aproximou de Renesmee.‖ Vá na frente. se afastando enquanto eu passava por eles.‖ Andei em direção a porta.―Eu vou consertar isso. e nós protegemos a nossa família.‖ Eu sussurrei para ele. Eu li a visão em minha mente. Leah … o que vocês estão fazendo aqui?‖ Ela é nossa irmã tanto quanto ela é irmã deles. ‖ Ele sussurrou e beijou sua bochecha. ―Emmett. eu não vou deixá-la – ― Alice levantou sua mão para tapar a boca de Jasper. ―Eu tenho que ir. É a Bella. vamos.‖ Ela o beijou e segurou sua mão. A cabeça de Seth acenou para os três logo atrás de mim. Jas. Jasper olhou para mim. Ela é parte de nossa família. ―Obrgda Jky. eu não irei.‖ Carlisle virou as costas para ela. ela estava inconsciente. sem se mover. ―Me desculpe querida. ―Eu estou indo agora! Vou matá-la com minhas próprias mãos.‖ Ela disse grogue. ―Jacob. ―Lobinho. Essa mulher é mais poderosa do que qualquer coisa que já cruzamos. ―Não…‖ Ele rosnou.

Nós temos que nos separar. seu lindo rosto estava todo arranhado. mas sua voz ecoou em todas as paredes. Bella está lá embaixo com a bruxa. ―Eu sabia que você viria para procurá-la. Loretta ria enquanto ela nos olhava. mas fazê-la tocar em suas emoções humanas… Bem a dor dela é insuportável. Nós estamos aqui. Ela voou de volta na minha direção. você quer dizer assim?‖ Ela perguntou enquanto colocava suas mãos fortemente no precioso rosto de Bella. e Seth voltaram lá para dentro. ―Não é mais tão bonita. mas eu queria ter certeza. e Emmett a agarrou no ar. Jasper. seu rosto…. e eu fui capaz de sair do campo de força. Eu me movi rapidamente para onde ela vinha. ela está esperando por nós. Emmett e Leah estavam prontos para lutar. temo que você esteja tarde demais para isto. e você pode vê-la sentir a dor de ser queimada viva como ela viu meu Damian. e eu puxei meus lábios sobre meus dentes. Emmett e Leah também lutaram ao meu lado. ―Bella. Ela olhou de volta para mim. e Seth era menor do que ela. Eu queria que ela ficasse em sua forma de lobo. Algumas de suas feridas mais antigas já . ―Eu juro que se você colocar uma mão nela… ― ―Oh. seus braços estavam cheio de cortes. Fiz um gesto para Leah e Emmett me seguirem pela parte de fora da casa. ―Aqui. então Alice. e Seth se moveu atrás dela. Você quer desviar o olhar.―Alice. mas meus pés de repente estavam plantados onde eu estava. Dei um passo mais para perto dela. tensos atrás de mim. ela não se moveu. ―Oh. Observála se contorcendo em dor – ― ―BASTA! Apareça sua BRUXA!‖ O veneno inundou minha boca quando eu rosnei em raiva.‖ Sussurrei uma vez que entrávamos numa antiga casa de pedra. Resolvi guardar o grande final para você. Loretta apareceu na porta. Eu deixei eles continuarem a distraí-la enquanto me ajoelhava ao lado de Bella. ―Ou você quis dizer assim?‖ Ela perguntou empurrando a cabeça dela contra a parede. Leah pressionou o topo de sua cabeça contra as minhas costas. Loretta desapareceu quando eu joguei meus braços em torno dela. Ela não estava em lugar nenhum onde eu pudesse encontrála. A imagem dela era como um terrível acidente de carro. Sua esposa é uma vampira durona. Com Leah e Emmett ao meu lado eu chutei a porta do porão. Você pode me assistir matar a sua esposa como ela viu você matar a minha irmã. Eu vou seguir Jasper e Seth. Ele levantou-se sobre as suas patas traseiras. ―Você que não a toque!‖ Eu tentei se mover. Sua gargalhada estridente perfurou meus ouvidos. Assim como a visão de Alice mostrou. Você fica com Leah.‖ Sua voz não ecoou mais.‖ Se fogo pudesse sair de meu nariz e das minhas orelhas isso seria agora. Eu lutei contra a força que estava me segurando em meu lugar. Mantenha a sua mente aberta para mim para que eu te dê mais informações. hein?‖ Com um piscar de olhos Loretta estava inclinada sobre Bella. Concordei de imediato e sai silenciosamente para buscar Leah lá fora. e Emmett. e jogou seu corpo no dela. Quase que eu não quero acabar com ela. Eu olhei em volta buscando por Loretta. mas você simplesmente não consegue. e Leah gemeu atrás de mim. Eu sabia que estávamos aqui.‖ Eu suspirei de alívio quando virei a esquina e vi Bella acorrentada à parede.

eu acredito que ela é minha.‖ Eu me virei para Alice.‖ Emmett me soltou. ―Não ouço mais a batida de seu coração.‖ Eu pausei enquanto ele se inclinava para frente apertando os olhos. não!‖ Emmett me puxou de volta antes que meus dentes encostassem em sua garganta. ―Eu acho que é a sua vez de sentir dor. Ela gemeu. e eu levantei Bella lentamente. ―Edward. ―Jasper. enquanto ela tentava impedir que o veneno a cegasse. Elas saíram com facilidade. Seu nariz quebrou. inalando profundamente. Seu pescoço estalou. Eu engatinhei e me ajoelhei sobre ela. Enquanto ela gritava em sua própria dor eu peguei sua cabeça em meus braços. ―Deixe-me tê-la!‖ Eu debatia o meu corpo. Eu caminhei de volta para Loretta. Que tal a dor de minha filha? Você quer sentir a dor que sua irmã sentiu. sendo arremessada para fora da parede. Fechei meus olhos. e eu a segurei mais perto de mim. ―Jasper mostre para essa bruxa como dilacerar sua irmã se sentiu. Você acha que ela está realmente morta? Leah perguntou enquanto ela pisava com cuidado em direção ao cadáver.estavam se curando sozinhas. e ela estava lutando para se manter consciente. ― Alice balançou a cabeça uma vez. e eu me controlei. ―Ela é minha!‖ A voz de Loretta ecoou pelas paredes enquanto ela se jogava em minha direção. Eu coloquei Bella em suas costas. ―Não é bom o suficiente?‖ Perguntei chutando seu rosto.‖ Eu rosnei para ela. ―Leve ela para casa. ―Não. Você não quer ir por esse caminho. Ela gritou de dor quando enquanto colocava as mãos neles. nós vamos terminar isso aqui. pense em Nessie. e ele se ajoelhou diante de mim. Loretta recuou.‖ ―Edward. e seu sangue jorrou igual uma cachoeira. A cabeça de Leah esmagou na sua lateral bem no momento que ela estava prestes a saltar em mim. Me movi sobre ela tentando usar o meu próprio veneno para curar suas contusões mais profundas.‖ ―Com prazer.‖ Eu beijei sua testa. puxando as correntes que prendiam Bella na parede. ―Vá para casa com ele. ―Pense em Bella.‖ Eu disse caminhando ao lado de Leah. ―Isso foi muito fácil. Ela vou para trás. ―Seth!‖ Eu gritei. ―Você está indo para casa. Seu corpo tremia sob o meu. mas seu aperto estava forte. ―Eu nunca bebi sangue de bruxa. e apertei. Eu juntei tanto veneno quanto pude em minha boca antes de cuspí-lo em seus olhos. Ela olhou para mim. e seu corpo ficou sem vida.‖ Eu sabia que ele estava esperando por isso porque eram as mais novas emoções que ele podia sentir. a dor que seu amado sentiu? Que tal a dor que você infligiu em minha amada? ‖ Eu dei um forte chute no estômago de Loretta. e acompanhou Seth pela porta. Eu caí de joelhos em dor. agora a dor da minha esposa e filha juntas. mas depois sorriu. . e estreitou seus olhos. mas eu lutei através disso.‖ Eu estava desconfiado do porque ela não quis lutar o tanto quanto poderia.‖ Ela sussurrou agarrando minha camisa.

Vou matá-lo depois que acabar com você. Eu puxei Leah pelos ombros. e vimos Bella e Nessie. Eu via vermelho. Ela a rasgou em pedaços minúsculos. ―Não.‖ Senti um golpe na minha lateral. Nada vai mudar. se preocupe com a sua. ok. vadia. Concordei uma vez. Nós estávamos na sua casa.‖ Eu tenho Paul vigiando ela. Eu sei que Carlisle não tinha idéia de como tratar um vampiro com ferimentos humanos. Edward.‖ Eu me levantei e mostrei o caminho de saída pela porta do porão. Desde que Loretta estava morta o feitiço em Bella estava acabado? ―Nós temos que ir para casa. Sentimos muito. Sam sentou-se diante de mim e cutucou meu braço com o nariz. ouço o barulho de correntes batendo. Vá para casa e fique com a sua família. Sam. Correntes. e lançou-se sobre o corpo sem vida. Embry.‖ . Ela está morta. ―Leah.Só existe uma maneira de descobrir. Você não pode deixar Emily em um momento como este. Eu nem sabia onde eu estava. Quil e eu vamos tomar conta deste lugar até termos certeza que ela realmente está morta. Bruxa estupida. Ouvimos o que aconteceu. Eu ouvi uma costela quebrar. Não se preocupe com a minha família. movimentos. Ei. Edward ouviu os meus gritos de socorro? Renesmee. Faremos turnos pelos próximos dias apenas para estarmos seguros. Emmett e Jasper em meus calcanhares. Embora a cena em casa não ia ser uma feliz. e corri para casa com Leah. Tudo estava escuro. ele vai me deixar saber se alguma coisa acontecer e tomar o meu lugar aqui.‖ Leah parou ofegante sobre a pilha de partes do corpo. Ela resmungou. onde está minha filha? Eu me esforcei para abrir os olhos. Eu podia sentir dor. Sussurrei para ninguém. Leah lambeu seu fucinho. essa foi a cena mais horrível que jamais poderia imaginar. mas as coisas ficaram visíveis lentamente. Eu caí de joelhos. já conseguimos. feliz que isso finalmente tinha acabado. ―É melhor rezar para que ele não a encontre aqui. ―Edward‖. muita dor. Eu parei quando mais 3 lobos se aproximaram de mim. ―Você estragou tudo. mas eu podia ouvir vozes. e fomos em direção à porta.

―Edward. Eu me preparei para o próximo golpe.‖ Eu me debati enquanto observava o rosto dela se movendo a centímetros do meu. agora olhe em meus olhos. Suas mãos subiram pelos meus braços. É um novo poder que aprendi.‖ Ela disse suavemente. Veja o seu pior pesadelo se tornar realidade. Edward apertou os braços nus dela enquanto a esmagava contra ele. ‖ Eu dizia mais e mais para mim mesma. Faça seus piores medos virem à vida. ―Eu sei. com velas cobrindo o chão.‖ Loretta andou na minha frente. Seus olhos negros com luxúria. não conseguia fechar meus olhos. ―Edward!‖ Eu gritei. mas eu não conseguia desviar o olhar. Eu estava paralisada num canto de uma sala mal iluminada. com os braços envolvidos em torno de alguém. ―Você deve estar brincando comigo. eu vou esperar para acabar com você quando seu precioso marido vier. Mostre que ela não é boa o suficiente para você. Ele andou até mim.―Você não terá chance. ―Olhe AGORA ou eu vou arrancar a cada um deles para fora de suas órbitas!‖ Ela gritou esmagando a minha cabeça na parede atrás de mim.‖ Revirei meus olhos. Agarrei meu peito quando meu coração se desintegrou no seu interior. e apertaram meus ombros. ―Você não é o meu Edward. Mostre a sua esposa o que você realmente quer. segurando-o firme. Ela agarrou meu rosto. Eu não tinha escolha senão obedecer suas exigências. Um farfalhar veio do outro lado da porta fechada. Beijando. ―Mostre a ela que você é real. ―Sabe. Ela afastou-se dele. e ela se abriu. e ele a atirou na cama. Lágrimas reais escorriam pelo meu rosto. Loretta estava de costas para mim. mas não por mim. Loretta rasgou sua camisa ao mesmo tempo em que ele arrancou a dela. Ele vai matá-la antes que você possa o enfeitiçar. e então ele olhou para mim. mas parou de repente e agarrou um punho cheio do meu cabelo. Eu vi cetim vermelho cobrindo uma grande cama redonda. você não é o meu Edward. Ele olhou para mim e me deu um sorriso torto fazendo seu rosto parecer maligno. ―Olhe nos meus olhos. pare!‖ Eu gritei. por favor. ―NÃO. Ele era o meu Edward. Parecia que eu estava sendo queimada viva enquanto alguém rasgava e desfiava cada centímetro de mim. mais como sugando o rosto do pobre rapaz. bruxa de nada!‖ Eu cuspi de volta para ela. e eu não estava mais no quarto úmido acorrentada à parede. Engoli em seco quando ele . Eu estava congelada. ―Faça amor comigo Edward. Algo bateu contra ela.‖ Ela sussurrou. ―Meu amor…‖ Ele se inclinou e beijou-me como sempre fazia. mas ela riu e levantou a mão. paralisada no lugar. ―Isso. Cerrei os dentes. seu aperto era mais forte que o meu. O que me fez sentir ainda pior. e seu rosto se transformou do Edward maligno e assustador para o meu Edward.‖ Loretta o afastou dela. Eu gritei o mais alto que podia quando minhas entranhas começaram a ferver. eu tenho um joguinho que quero jogar.‖ Loretta puxou os quadris de Edward. Eu já não tinha mais controle do meu corpo com o toque dela em mim.‖ Eu soluçava.

nunca te amei. Eu tentei agarrar a realidade. e não havia nada que eu pudesse fazer sobre isso. Meus olhos eram forçados a encarar Edward. você deveria estar com ele. A visão permanentemente gravada no meu cérebro. ―Você não quer dizer isso. e ergueu a mão me batendo no rosto. ―Não é mais tão bonita. Eu tinha que agir como se me importasse. cada toque. sabe? ― ―Não Edward. ―Não. Eu não te amo. ―Por favor.‖ Os lábios de Edward roçaram os meus. e me jogou contra a parede. e subiu no corpo dela.‖ Edward disse quando parou na minha frente novamente. hein?‖ Sua voz ecoou na minha cabeça. Eu ia ver o meu marido fazer amor com uma bruxa.‖ Edward cuspiu para mim. . subindo por suas pernas até a barriga. ―Não? Te deixei uma vez. Você não vale nada para mim. Meu corpo tremia incontrolavelmente. quando percebi que você e Jacob tinham algo. você não quer dizer isso!‖ Eu implorei. Você é errada para mim. Ela deveria ter se afogado quando teve a chance. Ela não me respondeu. Ele alcançou a distância entre eles e arrancou as calças dos dois. ―Cada beijo. ―Edward. ―Você NÃO é o que eu quero. porque eu não posso fazê-lo novamente? Eu só voltei porque você arriscou sua vida por mim. Eu não podia nem abaixar para pegá-la. Você era um brinquedo que eu me diverti usando. Loretta. e sua aliança de casamento caiu no chão aos meus pés. pare – ‖ ―Você não é nada além de uma garotinha humana.‖ Edward balançou seu braço para trás mais uma vez. Os olhos de Loretta nunca deixaram os meus. até o peito e ficando em seu pescoço. ‖ Sussurrei para mim mesmo. Eu ganhei porque você é fraca. trilhando beijos. Ela continuou a manter meus olhos em seu rosto. Edward. As vozes continuaram longe de novo. mas por causa das palavras que ele estava me falando.me empurrou contra a parede. por favor. e quando seu punho acertou minha cabeça. ―Quem é a melhor amante Edward? Eu ou sua esposa?‖ Loretta perguntou quando saiu da cama. e ele puxou sua cabeça para trás. ―Não.‖ Loretta riu enquanto olhava para mim.‖ Eu estava chorando e ofegando por ar. me mate!‖ Aceitaria qualquer tipo de morte ao invés isso. eu vi negro novamente. apenas me mate. venha cá. Eu estou te implorando. eu estou entediada. Desviei o olhar de vez em quando para as costas de Edward. não.‖ Sussurrei. ―Esposa? Eu só vejo você. desejando que eu pudesse morrer. Eu chorava de dor. mas isso era tudo que eu sabia. garota estúpida. quis brincar também. Usei você para deixar Jacob com ciúmes. Peguei os braços de Edward. Então. cada momento não significou nada para mim. eu não sou. Meu coração parecia que estava sendo arrancado do meu peito. ―Eu só queria mantê-la longe de Jacob. Você foi estúpida o suficiente para se apaixonar pelo cara errado. não apenas por causa do tapa. Edward se arrastou para a cama. ―Cale a boca!‖ Ele rosnou. Olhei para a sua mão esquerda.

No quarto que Edward e eu compartilhamos muitos momentos íntimos. mãos quentes. Me aconcheguei. ―Diga para ele que não quero vê-lo.‖ Eles estavam brigando para ver quem iria me matar. Não. Algo frio me apertou no tornozelo direito. eu não conseguia abrir os olhos. não as de Edward. você quer dizer assim?‖ Senti mãos no meu rosto. é Carlisle. Eu estava feliz. O que eu ia fazer agora? Meu único e verdadeiro amor tinha ido embora. Visões do que eu testemunhei passaram pela minha cabeça enquanto eu ouvia ele. ―Não. mas meus lábios não se mexeram. Saltei da cama. e eu tensionei. A voz de Edward estava mais perto de mim. não morta. Eu queria dizê-lo para ficar longe de mim. aquilo era algo que eu sabia que nunca seria capaz de me livrar. implorando para ele não me matar. Minha voz cortou antes que eu pudesse falar qualquer coisa além do seu nome. furiosa. Ela me obrigou a assistir a verdade.‖ Sibilei. ―Bella. Ele me levou para mais longe da escuridão.‖ Eu choraminguei. ele me traiu. Mais nenhuma voz ecoava nos meus ouvidos. ―Ah. garoto. momentos que agora eram nada além de uma mentira. eu não conseguia sentir nada.―Não toque nela!‖ Era a voz de Edward.‖ Ele estava falando comigo? Por que ele estava me mandando embora? Para que assim ele pudesse ficar sozinho com sua nova mulher? Ele já não teve o bastante me torturando? Algo macio e quente estava debaixo de mim. já não sentia mais dor. A escuridão se tornou vermelha enquanto minha raiva crescia dentro de mim.‖ Loretta estava gritando com alguém. Meu corpo estava sendo levado.‖ Carlisle parecia surpreso com o meu tom.‖ Eu o empurrei e passei pela porta. e Carlisle se agachou na minha frente. Embora eu ainda estivesse presa dentro de minha cabeça. ―Edward está vindo para casa. Eu estava no nosso quarto. mas eu podia sentir o cheiro dele. você esteve apagada por um tempo. ―Você está indo para casa. bloqueando a minha saída. Eu morri. ―Bella. Loretta…‖ ―Ela me mostrou a verdade. a morte não deveria ser dolorosa. ele me fez sentir segura. ―Edward. Eu queria gritar enquanto sentia meu coração quebrar mais quando ouvia sua voz. O calor foi substituído com lençóis frescos. mas eu ignorei. Ele traiu a nossa filha. Mãos frias moveram-se sobre meu corpo. acredito que ela é minha. e eu senti uma dor aguda na parte de trás da minha cabeça. e eu olhava para um teto branco. A dor voltou enquanto minha pele queimava. As visões apareciam repetidamente. Meus olhos abriram de repente. ―Fora do meu caminho. Algo ou alguém estava me queimando. ―Ela é minha. ele era que estava me queimando. ela finalmente me matou. ―Ou você quis dizer assim?‖ As mãos apertaram meu rosto. ―Onde está ele?‖ Eu rosnei. Seth ficou de pé na frente da porta. Como você está se sentindo?‖ Seu rosto se moveu para a minha linha de visão.‖ Sentei-me e olhei ao redor da sala. Tudo ficou em silêncio ao redor de mim. .

Você tem que me ajudar! Ele está vindo atrás de mim!‖ Eu implorei. você está bem?‖ Jacob agarrou meus braços para me manter parada. mantendo meus braços levantados de forma protetora. ―Bella! Você está bem!‖ Edward veio correndo pela floresta. era sim. ―O que está acontecendo?‖ Jacob perguntou enquanto descia as escadas. ―Eu não vou machucá-la. ―Saia dessa! O que quer que aquela bruxa tenha feito a você foi uma mentira!‖ Os olhos de Seth estavam arregalados. não era realmente eu.‖ Sussurrei.Seth manteve sua posição. ―Onde está minha filha? Tenho que sair daqui!‖ Virei-me freneticamente para ir buscá-la. ótimo. ―Você tem que perguntar?! Isso é parte da tortura?! Ela está escondida nos arbustos esperando por você?‖ ―Loretta está morta. ela está morta. e saltei para trás. Ele afastou-se. .‖ Eu agachei. ―Por favor. está tudo bem. ―Jake! Era tudo mentira! Edward nunca me quis. ―Seu monstro doentio!‖ Eu estava soluçando sem lágrimas.‖ ―Não me chame assim!‖ Eu cuspi para ele. ―Ela deve ter te colocado em algum feitiço. ―Não me toque.‖ ―Que monstro doentio! Ele a matou. ―O que ela fez com você?‖ Afastei minhas mãos de meu rosto. Eu era muito rápida tanto para Seth e Jacob. Engoli em seco. amor. ―Do que você está falando? Edward é louco por você. e agora ele está vindo para me matar!‖ Comecei a entrar em pânico. Eles a mataram. ―Só me mate antes de eu ter que assistir novamente. apenas me mate!‖ ―Bella. ―Eu tenho que ir! Ele está quase aqui!‖ Eu saí do aperto de Jacob.‖ ―Sim. mas eu me enrolei como uma bola. o que quer que fosse. me diga o que ela fez com você. Eu juro Bella. Ele parecia como se eu o tivesse esbofeteado no rosto. Bella.‖ ―Nada está bem!!!‖ Eu gritei com os dentes cerrados. ele só queria nos separar. mas eu rastejei para trás. mas Seth me segurou no lugar onde eu estava. Bella. e voei pela porta traseira. eu não vou te machucar. Suas mãos se estenderam para mim. Ele não te tirou de mim. por favor. você escolheu a pessoa certa para você.‖ Edward ajoelhou-se diante de mim. Eu tinha que sair antes que ele viesse atrás de mim. Você está segura. Eu me contorci o máximo que pude. nós a matamos. Edward está vindo para casa.

‖ ―Não. Fechei os olhos. era o poder dela. ―Aquele – ‖ Edward engasgou com as palavras.Ele usou esse momento para se aproximar de mim. e isso me confundiu. Olha. eu quis machucá-lo de volta. lembrando cada detalhe do que vi. apontando para a minha aliança. Não há mais ninguém neste mundo que eu ame mais do que você. que você realmente não me quer. Foi apenas uma ilusão. assistindo a coisa toda! Então. ―era uma mentira. me abaixando para pegar o seu rosto. que tinha sua aliança de volta em seu lugar. ―A única vez que a tirei foi quando nós precisamos antes em Seattle. ―Você me conhece melhor do que isso! Ela era uma bruxa. ―Você me machucou de alguma maneira?! Você me machucou de todas as maneiras possíveis! Você me fez assistí-lo tocá-la de formas que você só tocou a mim! Eu sei que era você. ―Não me toque. porque você me beijou do jeito que apenas você sabe. ‖ Ele me mostrou sua mão esquerda. ―Eu machuquei você de alguma maneira? Não era realmente – ― Saltei para os meus pés. Por mais que isso me machucava. ―Aquele não era realmente eu. . Você jogou sua aliança para mim antes de fazer amor com ela enquanto eu estava congelada. sim Edward. eu levantei minha mão esquerda. levantando sua mão para tocar o meu rosto. puxando minhas mãos do seu rosto quando o pensamento acabou. Você me disse que isso‖. onde eu o deixei. Ele ficou ajoelhado no chão. Ele deixou sua mão cair. ―Bella.‖ ―Ah é?‖ Eu perguntei. paralisada. você me machucou! ― O rosto de Edward estava igual ao meu enquanto eu era obrigada a assistí-lo.‖ Edward ofegou. Eu te amo com cada fibra do meu ser. Por que você simplesmente não me mata e acaba logo com isso?‖ Virei e me afastei dele.‖ Eu me encolhi para trás. você está brincando com minha mente novamente. me elevando sobre ele. ―O que você viu?‖ Ele perguntou.

―Cale a boca. eu não posso – ― As mãos de Edward subiram e cobriram minha boca.‖ Ele sussurrou. Bells. ―Jacob. Não foi sua culpa.‖ Eu sorri para ele.‖ Jacob deixou-me ir totalmente. O homem parado na sua frente. Eu aumentei o meu ritmo.Não foi até que eu estava no meio da garagem quando ouvi alguém atrás de mim. Ele me pegou em seus braços e me abraçou com força. ―Sim. eu não posso – ‖ Jacob me parou.‖ Eu disse. Seja o que for que aquela bruxa fez com você. Aquele homem te ama tanto que é doentio. se vocês dois pombinhos não se importarem. mas ele me segurou firme. Vá em frente. você é definitivamente maluca. Edward me pegou. ―Esse parece com alguém que iria machucá-la daquela forma? Não. ―Bells. e pressionando seus lábios nos meus. me virando novamente para Edward. Agora ambos sabemos disso. Abri meus olhos e sorri. mas quando Edward entrou pela porta ele carregava Loretta em seus braços. ―Pare com isso. suas mãos se moveram para que assim suas palmas estivessem na minha direção. ele me beijou do jeito que sempre me beijou. Eu estava na mesma sala. Você sabe no fundo que ele não iria machucá-la. Ela te fez pensar que era real. Jake. Ele a deixou cair aos meus pés. foi uma mentira. agarrou meus ombros e me virou. Eu sei que você sabe.‖ Jacob afrouxou seu aperto. Uma nova visão encheu minha cabeça. e meu corpo derreteu no dele.‖ Jacob disse acariciando minhas costas quando caminhou até nós. agarrando meus quadris. Feliz por ser útil. . Os lábios de Jacob estavam em meus ouvidos. e caminhei na direção de Edward. Agora. e movi para uma plena corrida em sua direção. eu sinto muito! Eu sou tão estúpida. ele quer você e somente você. seu rosto dividido entre dor e preocupação. deslizando-a pelo meu braço e apertando minha cintura.‖ Jacob se virou e correu para a casa. Jake. e eu fechei meus olhos. tenho outro lugar para ir. ―Edward. Agora é hora de voltar para a realidade. Suas mãos estavam estendidas para mim. ―Jake. ―Sem problemas. ― ―O que você está dizendo? O que eu vi com meus próprios olhos não era verdade? Era verdade. Você está tentando me dizer que eu sou maluca?‖ Jacob riu. você nasceu para amá-lo. Bella. isso sim é a verdade. você tem que sair dessa. sorrindo para mim. Edward estava a alguns metros de mim. ―Eu nunca fui a pessoa certa para você.‖ Ele sorriu e moveu sua mão. se rendendo. ―Escute. e pisou sobre ela. Eu nunca vi 2 pessoas tão apaixonadass quanto vocês são. ―Eu realmente sinto muito. O corpo do Edward ficou tenso. mas ele me parou. o importante é que você percebeu o que era realmente verdade. e tropeçou para trás por meu peso sendo colidido com ele. ―Obrigada. Eu parei e olhei por cima de meu ombro para ver quem era. ―Isso menina.‖ Eu estava prestes a protestar. suas mãos apertadas em meus braços enquanto ele estava atrás de mim. morta. eu vi. ‖ A voz de Jacob foi rígida. Ele esmagou seus lábios nos meus.‖ Engoli em seco enquanto ele se aproximava de mim.

Entendeu?‖ Eu ri e revirei meus olhos: ―Sim.‖ Esme engasgou enquanto jogava seus braços em minha volta. de verdade.Ouvi a água descendo pelo rio. mas eu sabia que não era o que ele estava falando. ― Eu cruzei meus braços e olhei para Jacob sentado na cadeira do outro lado da cama de Renesmee. isso é apenas da queda do penhasco. porque eu não tenho o veneno em minhas veias. ―Oh.‖ Passei por todos os meus familiares.‖ Isso veio em um sussurro. mas o vovô disse que eu vou estar novinha em folha em poucos dias. estávamos preocupados com você. meu anjo? ‖ Meus olhos assimilando todos os seus ferimentos. e colocar lacinhos nelas. Fiz o que ela pediu. mas sinto muito que você tem que estar presa na cama. Ouvi com mais cuidado. Edward e seus dois irmãos para caçar com você. Eu consigo o que quero. ― Renesmee sorriu e acenou para que eu me aproximasse. Mas meu gesso estúpido tem que ficar por mais algumas semanas ainda. ―É até divertido. ―Além do mais Jakey disse que agora pareço muito mais com você. ―Mamãe. Entrei no quarto de Renesmee. Ele me puxou para um abraço apertado. tudo que eu tenho que fazer é chamar o nome de alguém e eles vem correndo. sua pequena voz quebrando. mãe. Carlisle tinha tirado ela de suas instalações hospitalares em seu escritório para o conforto de seu próprio quarto. ―Estou tão feliz por você estar bem. Eu até mesmo fiz o tio Emmett pentear o cabelo das minhas bonecas. é? Como é isso?‖ . Me virei para olhar para Emmett. ―Ela está perguntando por você desde que acordou.‖ Ela piscou. Eu não curo tão rápido quanto vocês. o canto alegre dos pássaros. ―Eu estou bem.‖ Eu não podia deixar de rir. e ela sussurrou em meu ouvido. e com a cabeça enrolada em gaze. Renesmee encolheu os ombros. ―Mamãe!‖ Sua voz gritou. Emmett. ‖ ―Obrigado. ―Eu estava tão preocupada! A partir de agora você leva 2 lobos. ― ―Ótimo. ―Ela nunca realmente me tocou.‖ Emmett disse quando entrei na casa. ―Meu bebê. e eu me senti segura. e ele apenas deu de ombros. e Alyssa desenhou nele!‖ O sorriso de Renesmee fez todos os meus medos e preocupações irem embora. Ela sentava-se sem camiseta com seu torso enfaixado apertadamente. ―O que ela fez com você. A mão protetora de Edward nas minhas costas. Bella.‖ Arfei enquanto voava para seu lado.‖ Garanti a ela. ―Bem-vinda de volta irmãzinha. Sua TV estava ligada. ―Ah. Todo mundo assinou. e ela estava encostada contra uma montanha de travesseiros. seu pequeno braço engessado.

levantando suas mãos em defesa.‖ Ele murmurou entre beijos. Edward rosnou. ―Se você precisar de alguma coisa é só pedir.‖ ―Ele vai?‖ Ambos Edward e Jacob disseram ao mesmo tempo. ―Só a minha costela.Renesmee deus risinhos. Renesmee gemeu.‖ Edward disse. ―Sim.‖ Todo mundo atrás de mim deu gargalhadas.‖ Carlisle disse enquanto entrava no quarto. né?‖ Ele perguntou tirando um copo de água fora de sua cabeceira. Revirei meus olhos. e eu fiquei de pé para cobrí-la. e envolveu seu braço em torno de seu estômago.‖ Ele disse. ―Pare com isso.‖ Eu beijei sua bochecha.‖ Ele sorriu e beijou sua testa. ela tem 2. ela tem apenas 7 anos. ―Ok. e Jacob riu.‖ Sorri. Ele disse que você teve pontos em sua cabeça. Seus olhos começaram a fechar.‖ eu me virei para olhar para Edward. ―Eu estou bem…‖ Ela ofegou. ―Estou tão feliz que você está de volta. mordendo seu lábio inferior. uma mão quebrada. Ele desviou os olhos. Minhas mãos freneticamente moveram se para ela. ok. Você quer ficar melhor. ―Não me deixe‖. ―Não me faça essa cara. Renesmee revirou os olhos. você era uma desajeitada quando você era humana.‖ ―Tecnicamente. Suspirei. ―Sim. ―É hora. Ela choramingou meio adormecida. ―Boa menina. sem certeza do que fazer. É verdade?‖ Eu dei uma olhada para Jacob. e entregando-lhe uma pequena pílula. e nos viramos para sair do quarto. Ela tomou um gole. antes de tirar os curativos para verificar seus pontos. Jacob vai ficar com você esta noite. Jacob se inclinou brincando com um cacho de cabelo dela. Ela estava roncando levemente antes que chegássemos à porta. enquanto dizíamos boa noite a todos e seguíamos para o nosso quarto. ―Algo parecido com isso. eu também já quebrei uma perna. Ela colocou em sua boca e pegou o copo de Carlisle. tentando conter o riso.‖ ―Então. Logo que entramos Edward me puxou para seus braços. Edward seguiu o meu movimento. ―Eu estarei no outro quarto. . ―Jakey pensa que eu sou exatamente como você por causa das minhas lesões. e entregou-o de volta para ele. e costelas fraturadas.‖ Renesmee relaxou.

tomando o controle. ―Nós todos estamos perfeitamente seguros. ―Só tendo certeza que você ainda estava aqui. Eu o deitei. ―Não há outra mulher nesse mundo que possa me fazer sentir do jeito que você faz. Eu imaginei que era sobre a vergonha de Jacob com a minha roupa. ―O seu cheiro.‖ Eu suspirei.‖ eu me envolvi em torno dele e virei para que ele estivesse em cima de mim.‖ Levantei sua cabeça para cima. meu corpo se transformou em gelatina com o seu toque. Eu me apertei em Edward enquanto assistia as cores riscarem pelo céu. ―Você está bem?‖ Ele perguntou. ―Mamãe! Papai!‖ A voz de Renesmee ecoou pelo corredor. abrindo a porta aberta quarto rapidamente. ‖ . ―O que há de errado?‖ Eu perguntei. ―Para termos as coisas claras… tudo isto. Travei minhas pernas em torno de seus quadris. segurando-me mais perto dele. Seu olhar caiu mediatamente e ficou no rosto de Renesmee. Volte a dormir. ou a falta dela. Cada toque. e me rastejei para cima dele. ―cada beijo. e seus lábios encontraram os meus. o seu sabor…‖ a voz de Edward sumiu quando pressionei seus lábios nos meus. Edward riu quando entrou no quarto atrás de mim. ―Ela teve um sonho ruim. Em poucos segundos eu despedacei nossas roupas.‖ ―Ótimo.‖ Edward riu contra o meu pescoço.‖ Ela choramingou enquanto Jacob enxugava suas lágrimas. Seus olhos se arregalaram quando ele viu minha roupa. ―Eu não teria isso de nenhuma outra forma. O sol começou a subir rápido demais. Nos movi para a cama. Eu fui até lá e beijei sua testa.‖ Suspirei. o que ela está fazendo acordada?‖ Perguntei enquanto saltava da cama.‖ ele deslizou seus lábios nos meus. e insistiu em ter certeza que ambos estivessem aqui sãos e salvos. ―É tudo meu. ―Sim.‖ Edward levantou minha mão e beijou meus dedos. e me inclinei para beijar seu pescoço. Eu agarrei a camiseta de Edward e a coloquei enquanto corria para fora do quarto.‖ Jacob disse olhando para mim. ―São cinco horas da manhã.―Edward.

―Uns anos a mais ou a menos disso. cante para eu dormir.―Papai. puxando-me em seus braços. ―Eu vou sair daqui.‖ Edward se ajoelhou ao lado dela. e me puxou para fora do quarto. Nenhum de nós estava prestando atenção nele. retirou um cacho de cabelo de seu rosto.‖ Eu disse enquanto Jacob e eu caminhávamos pelo corredor. traçando uma ruga em sua testa com o dedo. Fechei a porta. com Jacob no quarto.‖ Pisquei para ele enquanto andava em direção ao closet. ―Se há uma coisa que eu aprendi com você. ―Tentando me desafiar?‖ Jacob riu e balançou a cabeça. Sua ilha. Eu fechei a porta atrás de mim.‖ Eu procurei qualquer tipo de significado por trás da idéia. óbvio que ele estava tentando ler sua mente.‖ ―E a escola?‖ ―Eu acho que entre você e eu nós podemos ensinar à Nessie o que ela quer saber até que ela volte.‖ Bati em seu braço forte o suficiente para que ele mordesse o lábio inferior para segurar a sensação. é claro. Ouvi-lo encostar contra a parede ao lado da porta do closet. é nunca se meter com a mãe. e beijou sua bochecha. mas Edward usava sua máscara. Renesmee prendeu seus braços em volta do pescoço dele. descansando a cabeça em seu travesseiro. Eu nunca imaginei que eu seria autorizado a estar no mesmo quarto com ela até que ela tivesse pelo menos 150 anos. Ele me seguiu de volta para o meu quarto. ―Ela está… dormindo. ‖ Eu ri. bem um pensamento – Jacob. e começou a murmurar sua canção de ninar suavemente. .‖ Edward parou de repente quando me viu agora vestida. e coloquei a minha própria roupa. ―Sério?‖ Jacob perguntou. ―Sobre?‖ Eu perguntei. Saí e olhei para ele. ―Eu estava pensando…‖ Edward atravessou o quarto rapidamente. Depois que Charlie e Sue se casarem. ―Obrigado por me deixar ficar. Jacob se levantou. mas você tem a idéia. então eu considerei nós sairmos daqui. Enquanto ele estava debruçado sobre ela.‖ Jacob disse enquanto saia com pressa do quarto. ―Por quê? Onde? Por quanto tempo?‖ Eu perguntei. ―Você entendeu certo então.‖ Jacob riu.‖ Edward leu os meus pensamentos. Ele moveu seus lábios para o ouvido dela. deixando-a para ir dormir. Ele olhou para Jacob. ―Nós três irmos embora por um tempo. e pelo tempo que vocês senhoras quiserem ficar. Nós temos alguns dias para isso ainda. ―Porque existe muito perigo com você e Nessie serem tiradas de mim aqui. ―Obrigado por ter ficado a noite passada.

e metade de mim. Nenhuma parte dela pertence à ele.Eu disse olhando Emmett ir para atender ao telefone. Posso começar com aulas on-line. Eu suspirei e ele sorriu. ―Eu começar na faculdade. Poucas horas mais tarde. ‖ ―Essa não é toda a razão. ―Você fala. Não há nada que prove que ela pertence à ele também. ou entrar em medicina de emergência como Carlisle. ‖ ―Porque eu pensei que ia ser uma louca recém-nascida. ―Qualquer coisa que você precise saber basta perguntar.‖ Eu assisti o rosto de Edward mudar de relaxado para curioso.‖ ―Seu coração pertence. Não há nada de legal que diz que ele é uma parte de nossa família. Carlisle… nem mesmo me matriculei na faculdade ainda.‖ Edward abriu a boca para falar. ―Esme!‖ Ele gritou enquanto corria escada a baixo. e nós andamos para o primeiro andar. eu e nossa filha. tudo bem. e nós ouvimos passos pequenos correndo do quarto de Renesmee.―Ele terá de lidar com isso por um tempo. querida venha aqui!‖ Emmett chamou. eu quero ir.‖ . papai? Estamos assistindo um filme. Peguei a mão de Edward. ―Ok. Eu tenho muitos livros que você pode ler. ainda pressionada contra ele. ―Certo. e… eu estava pensando em me tornar uma Pediatra. ―O que. sorrindo para ele. Pensei. Tudo bem. mas quando nós voltarmos. não pertence.‖ Eu sussurrei olhando para as minhas mãos. depois que a emoção diminuiu da minha família excessivamente orgulhosa. mas sob uma condição. o telefone tocou. Ele sorriu largamente exatamente quando a porta do nosso quarto foi escancarada. ―Renesmee. ‖ Ele disse severamente. e todos nós imediatamente olhamos para Edward. ―Por que a mudança de idéia? Eu pensei que você não queria ir para a faculdade. Sem DNA provando também.‖ Alyssa bufou enquanto pulou do último degrau e correu para Emmett. Então eu não vou perguntar se você quer ir na Emily e brincar com Claire.‖ Eu ri. ―Emily. ―O que você quer estudar?‖ ―Bem…‖ Eu comecei a puxar Edward para a cama. ―Ainda não. ―Eu estava assistindo Carlisle ontem à noite com Ness. Rosalie acenou para ele depois que Emily tinha lhe perguntado se Alyssa queria ir brincar. um passo de cada vez. me puxando para um abraço apertado.‖ Ele respondeu a todos nós. Ela é a metade de você.‖ Ele disse baixinho enquanto me beijava. e matar meus colegas de classe. mas manteve-a fechada. Claire quer que Ness e Alyssa a visite. ―Lyss. talvez nós possamos começar o nosso próprio – ― ―Calma. Eu balancei minha cabeça. ―Eu sempre quis que um dos meus filhos seguisse os meus passos!‖ Carlisle disse.‖ Ele disse soltando seu aperto.‖ Edward pressionou. Carlisle me abraçou mais uma vez antes de se lançar para fora do quarto. e sentá-lo.‖. é sua. não… quanto a Alyssa isso é com Emmett e Rose. Nós somos uma família – você.

Alyssa correu para cima para ir se preparar. Rosalie revirou os olhos junto com Emmett. Eu pensava que era normal.‖ Jacob disse. piscando para ele. ―Por que você quer saber?‖ Edward perguntou. ainda não é. então eu acho que ele vai apreciar se você mantiver um olho nela. Eu ouvia minha mãe xingar. ―Penhasco estúpido.‖ ―Sam ainda está fazendo a patrulha com Leah agora. ―Eu vou me certificar de dizer. ―Eu não ensinei aquela palavra pra ela. ‖ Emmett riu junto com Alice e Jasper. SIM!‖ Alyssa saltou em torno dele.‖ Eu disse. e ouvimos Renesmee choramingar.‖ Eu disse lembrando-me de quando eu era mais jovem. ―Um de nós vai deixá-la em breve. bruxa de merda!‖ Edward rosnou e olhou para Emmett. ―O Seth vai estar lá?‖ Ela perguntou. ela passou por muita coisa. Não. ―Eu me pergunto qual seria o sabor para um vampiro se você lavasse sua boca com sabão. ―Emily diz que ela espera que Nessie se sinta melhor. Seth e Paul estão sentados lá com ela agora. Ela deve ter aprendido por conta própria. é como limpar a sujeira de suas bocas. ―Não.‖ Eu adicionei. ―Especialmente uma que possa compreender como se sente estar grávida.‖ Emmett parou enquanto Emily falava. queda estúpida.―SIM. Sue ameaça Seth o tempo todo com isso porque esse menino aparece com palavras que eu nunca tinha ouvido antes.‖ Ele disse olhando para mim. e quando ia visitar meu pai xingava também. Quero ver como ela está. correndo os dedos para cima e para baixo nele. obrigado.‖ ―Eu não fiquei grávida por tanto tempo quanto ela está. Pelo menos quando eu era mais jovem não era abuso. Eu tenho certeza que ela ficaria feliz em ter outra garota com ela. Eu ri uma vez.‖ . e tive a minha boca lavada com sabão um monte de vezes.‖ Emmett desligou o telefone. revirando meus olhos. ―Eu vou levá-la. ―Empurrar sabão pela guela do seu filho… isso não é uma forma de abuso?‖ Emmett disse. Leah vai estar lá em breve. Eu não sou o único que xinga por aqui!‖ ―Deixa pra lá. O gosto não era muito bom como um humano. ―Quando eu tinha em torno da idade de Nessie passei por uma fase em que xingava o tempo todo. SIM. e ela perguntou como você estava se sentindo. Eu só estava pensando qual seria o gosto para Ness se alguma vez tivesse que fazer isso com ela. Edward se ajeitou de volta no sofá e pegou meu braço. Edward sorriu para mim. Ele não respondeu a pergunta dela. e ela não pareceu se importar. ―Eu quero ir!‖ ―Você não pode nem sequer se mexer na cama!‖ Alyssa disse enquanto se movia ao redor do quarto de Renesmee.

pode ir. ―Divirta-se. ―Jacob. mamãe!‖ ―Amo você também. ―Eu estarei de volta em algumas horas com Emmett e Edward. Jacob.‖ Ele apertou meus ombros e voltou para o Volvo de Edward.‖ Edward suspirou. Rosalie seguiu logo atrás dela. nós precisamos. Jasper. ―Eu vou cuidar dela. ambos tinham uma mão em meus ombros enquanto Alyssa segurava a mão livre de Jacob. ―Pode deixar. te amo. com os braços esticados para pegar Alyssa se ela tropeçasse enquanto ignorava todos os outros degraus na descida. e eu te vejo quando voltar. e ouvi Renesmee chorar lá em cima. eu não vejo nada – ‖ Edward levantou a mão para parar Alice.‖ Alyssa correu para os braços de Emmett e ele lhe beijou em adeus. Jasper e Jacob não saíram do meu lado até que Emily estivesse andando até nós. ― ―De acordo com Edward.‖ Rosalie disse enquanto ela beijava sua bochecha. sim. e te escoltaremos até em casa. . escoltem Bella.‖ Jacob disse enquanto ele me acompanhava pela porta.‖ ―Edward.‖ Sua voz severa. Tanto os olhos de Jasper como os Jacob dispararam em todos os lugares enquanto caminhávamos para a garagem. docinho. Eu beijei Edward. ―Emily!‖ Alyssa sorriu e a abraçou. ‖ ―Ok. por favor. vocês não precisam. descendo rápido as escadas. ―Jasper. e passar um tempo com Emily. Jacob entrou no lado do passageiro e acenou um adeus enquanto Jasper corria para longe. ―Tia Bella vai levá-la.‖ ―Jazz. Esme e Carlisle. Jasper e Jacob.―Eu estou pronta!‖ Alyssa disse.

―Estou bem. ―Pelo menos agora é de um jeito bom. Eu levantei e fui até ela. ―Eu vou chamar – ‖ Eu apertei os ombros de Emily. ―Sim.‖ Ela deu uma grande mordida. Eu preparo o almoço deles. Eu suspirei. Dei a elas o sanduíche que queriam. Te devo uma. como você está?‖ Perguntei. ―Obrigada. dando a ela um sanduíche. ―Fique. deixando Paul. fazendo-a sentar de volta.‖ Guiei Emily até a mesa da cozinha e forcei-a a sentar. ―Sem problemas. segurando seus ombros. Nós rimos. colocando minhas mãos em ambos os lados de sua barriga enorme. segurando as costas. ―Pronta para tirar essa coisa de dentro de mim. ‖ Eu disse. ‖ Ela suspirou. Eu direi à Sam que sua mãe precisava de você para coisas do casamento. Digo. ―Então. Você tem sorte. ficou grávida só por quanto tempo… Um mês?‖ ―Sim. mas eu nunca tive nove meses para realmente me acostumar com a idéia de ser mãe. acariciando sua barriga. ―Estou bem. . Às vezes eu olho para Ness e não posso acreditar que ela é mesmo minha. brincando no canto do jardim. tentando preparar almoço para todos. honestamente. ―Obrigada. enquanto virava para pegar a bandeja de sanduíches. ―Paul foi embora?‖ Perguntei enquanto Alyssa e Claire corriam escada acima em minha direção.‖ Ela sorriu balançando a cabeça. Quil e Seth para manterem as duas garotas entretidas até que tivessem que ir patrulhar. ―Vá sentar.‖ Nós duas rimos novamente. ― ―Ele te ama mesmo. Seth. mas. Assisti Emily se arrastar por toda a cozinha.‖ Eu disse. Quil e Paul. e eu sabia que Emily estava esperando que eu respondesse primeiro. eu superei. ―Como você está se sentindo?‖ Emily e eu dissemos ao mesmo tempo. Demorou um tempo até que eu saísse do transe. Leah e Paul tinham trocado de lugar na patrulha quando cheguei lá fora.Emily abraçou Alyssa e ela saltitou na direção de Claire. O bebê chutou minha mão esquerda. mas graças a Jacob. ‖ Ela ofegou.‖ Fomos para dentro. ela se parece comigo. eu queria que tivesse durado mais. Você se importa se então eu for embora antes?‖ Ela me perguntou. ―Você está se sentindo bem?‖ Perguntei enquanto ela se encostava. eu vou chamá-los. Sam deve chegar em casa em algumas horas. Terminei de fazer os sanduíches enquanto ficava de olho em Emily.

Diga à ele para trazer Carlisle. ―Acho que minha bolsa estourou. Leah entrou de volta bem quando meu celular tocou. ―Bella!‖ Emily gritou meu nome. ―Carlisle.‖ suspirei. Peguei-a no colo e corri para seu quarto. Mesmo se eu corresse não seria capaz de te levar lá a tempo. Você ajudou a me salvar. .‖ Ela sorriu. corra uma volta para checar as coisas.‖ Tentei evitar olhar debaixo da coberta. tome conta delas. ―Coloque isso. ―Foi o que pensei. Ela está em sua cama. e aí peça para Seth que leve Alyssa e Claire para a minha casa. Você escolhe.‖ ―Eu sinto cheiro de sangue. ―Como ela está?‖ Ele perguntou frenéticamente. Eu acenei. cutucando meu braço. ―Ok. ―Não. Quil. se lembra?‖ ―Ok. ―Ou isso ou você tinha mesmo que ir ao banheiro. ‖ Ajudei-a a se trocar e a cobri com um lençol. e eu soquei o braço dela. ―Assim que avisar Seth. Ela estava curvada de pé na cozinha. segurando o estômago.‖ Leah disse enquanto me seguia para dentro. ―Seth. ―O que foi?‖ Perguntei. em uma camisola.‖ ela chiou e se afastou.‖ Eu me movi rapidamente pelo quarto. e Leah e eu olhamos uma para a outra. preciso ir para o – AAAAAIII!‖ ―Sem tempo para irmos para hospital. Virei para Emily que estava aos prantos.‖ Leah riu.‖ ―Eu fiz isso. ―Vá dizer à Seth para pedir que Quil traga Sam de volta agora.‖ Empurrei Leah em direção a porta e ela estava mais que feliz em partir. e com um lençol por cima dela.―Não. ‖ Emily ofegou. ―Está o que?‖ ―Eu preciso que você levante o lençol e confira para ver se pode ver a cabeça do bebê. se isso ajuda. ―Eu acho… ‖ Ela ofegou. Joguei uma grande camisola nela. O grito doloroso de Emily respondeu a sua pergunta por mim. preciso que você a deite e a prepare para o parto. Ou você tem esse bebê aqui. Eu podia ouví-lo correndo. eu preciso de você de volta aqui!‖ Gritei atrás dela. então estamos quites. não devo mesmo.‖ Leah e eu ambas olhamos para baixo e com certeza ela estava em cima de uma pequena poça. ―Ai. ou na floresta a caminho do hospital. ― ―Aqui. correndo até Emily.‖ ―O bebê já está coroando?‖ Eu tirei o telefone do ouvido e olhei.

‖ Ela disse educadamente e virou para sair pela porta. eu sei que isso é difícil para você. e ele se moveu para segurar a mão de Emily. ―Leah! Traga esse traseiro até aqui e me ajude!‖ Leah engoliu com força e andou até mim. tudo bem. dando-me o aparelho.‖ A mão de Carlisle nas minhas costas me manteve onde eu estava. ―Essa é a parte difícil. ―Bella. ―Eu nem dei a luz à minha própria filha! Você quer que eu faça esse?‖ ―Concentre-se. faça-a empurrar. por favor. ―Você precisa limpar o nariz e a boca dele. Bella. pegando o telefone. ―Nossa! Ela vai dar à luz logo. mas eu preciso de você!‖ Emily disse. e ajude o bebê a sair. Apenas puxe os ombros para fora e já acabou.‖ ―Leah. ―Leah.‖ Ele olhou para Leah. Prenda a respiração. ―A cabeça saiu. pode assumir agora.‖ Emily gritou quando outra contração veio.‖ Ele disse. soltando a coberta rapidamente. Ela começou a repetir os direcionamentos de Carlisle enquanto eu ajudava Emily a contar entre os empurrões. preciso que você faça o parto. ―Ok. Leah disse à Carlisle e a voz dele de repente ecoou pela casa.‖ ―Não. Ela relaxou. Bella.‖ Carlisle implorou para mim. ―Bom.‖ Eu disse. ―Eu? Você já está aqui. Ele inclinou-se sobre mim e alcançou algo.‖ Eu disse. Eu limpei o nariz e a boca do bebê.‖ Eu disse entre dentes cerrados. ―Faça você. Virei para olhar para ela que estava hesitante na porta do quarto.A cabeça de Leah se levantou rápido e ela me encarou.‖ Ele sorriu e se afastou. Você só esta bancando o apanhador.‖ Sibilei para ela. apertando os dentes juntos. ―Eu estou bem. Apertei o nariz e levantei a coberta. ‖ Suspirei. ―Ok. o bebê tem cabelo preto. ―Prepare um cobertor e Bella vai te entregar o bebê. . empurre!‖ Carlisle disse enquanto contava para ela. gastando um pouco do meu suplemento de ar. pegue o telefone. Não sei se consigo chegar aí a tempo.

Seria estranho demais. olhando para o rosto em lágrimas de Emily. Seu irmão. ‖ Leah sorriu enquanto balançava o bebê dorminhoco em seus braços. ‖ Ela acenou na direção de Jayden e Emily. ―Jayden. pegando Jayden em seus braços mais gentilmente que nunca. limpando Emily. ―É um menino. Bella… Isso é possível?‖ ―Eu não sei. ―Você quer segurá-lo?‖ Ela perguntou estendendo o bebê para ela. e ouvi uma arfada. ―Leah.‖ Eu disse. Eu entendo. Quil e Jacob fizeram isso. Eu entreguei Jayden para Leah. o que você acabou de explicar a Bella faz perfeito sentido.‖ Ela disse começando a chorar de novo. ―Claro que não. Em. ―Se concentre!‖ ―Eu não consigo. É como se cada laço que eu tive com Sam desapareceu. .‖ Emily falou mais calma que nunca. Eu sei como é ter um imprinting. e estou feliz que seja você.‖ Eu sibilei. Por isso que eu não deixei Jayden receber o mesmo nome do pai. Ele apenas pensou que você sempre fosse…‖ Ela não terminou de falar enquanto via Leah sorrir para Jayden dormindo em seus braços. Carlisle estava agora sentado no meu lugar.‖ Limpei Jayden e o dei à sua mãe.‖ Emily sorriu. Mas o nome dele é Jayden Samuel. ―Eu nunca pensei… Acho que faz sentido. ―É. Eu pensei a mesma coisa. ―O que faz sentido?‖ ―Jacob estava apaixonado por você antes de você ter Renesmee. Todos levam à ele.‖ Leah marchou pelo quarto e eu a segui. Os gritos dele preencheram o quarto. ficando de pé e tirando Jayden dela. Virei para olhar para ela e meus olhos voltaram rápido para Emily. quero dizer.Eu sorri enquanto o bebê que se contorcia pousou em meus braços. se lembra?‖ Eu concordei. Emily riu. andando até a cama. ―Sério?‖ Leah disse. Eu fiquei surpresa. Ela estava indiferente a qualquer coisa que outra pessoa estivesse fazendo. ―Obrigada. mas Sam achou que não. ―Eu disse para Sam que isso aconteceria. ―Sério? Você não quer me matar?‖ Leah perguntou. ―Eu estava apaixonada por Sam… até agora.

‖ ―Ela é a mãe. e Seth para ficarem de olho no quintal dos fundos. Bella?‖ Rolei os olhos quando ele desviou o olhar para longe de mim.‖ Renesmee moveu-se em meus braços para ficar de frente para ele. ―Sim. Renesmee sentou no meu colo de frente pra mim enquanto Carlisle limpava os pontos dela.‖ ―Carlisle. Eu olhei para ela confusa. ―Agora. ―Está observando. Ela queria que eu colocasse o escudo ao redor dela. ―Crianças estão sob os cuidados de babás o tempo todo.‖ Edward disse entrando no escritório. Ele caminhou para onde nós estávamos sentadas e inclinou-se sobre a cadeira fazendo Renesmee recostar em mim para olhá-lo. Por que você não leva alguns travesseiros lá para baixo e fique à vontade no sofá?‖ ―Então o que você esta dizendo é que eu posso sair da cama contanto que eu não saia do sofá. estou. Renesmee olhou para Edward suplicando. anjo está tudo pronto. e Jasper e eu vigiaremos a frente. Eu fiz como ela pediu e ela deu um sorriso malicioso para Edward quando ele fez uma cara irritada para mim.‖ ―Tenho que chamar a Sue de vovó agora?‖ ―O que você preferir. Carlisle pensou por um minuto e sorriu. . ―Sério?‖ Eu perguntei. e moveu-se parar checar seus cortes. Eu revirei meus olhos. por que…‖ Eu deixei minha voz morrer enquanto Renesmee silenciosamente me avisava para dizer a Edward que ela ficaria bem lá fora sem Emmett. levantando minhas sobrancelhas. eu não ligo se ele pegar no pé de vocês por brincarem com suas bonecas. posso ver o Jayden?‖ Renesmee me pediu pela milionésima vez esta manhã. Ele riu.‖ Ele brincou. por que ela e Alyssa não podem levar algumas de suas bonecas lá para fora e brincar com elas? A pobre garota não tem sentido a luz do sol desde que você a trouxe para casa. meu amor. ―Você é inteligente demais para mim. e sorri quando ele olhou de novo.‖ ―OK. Eu acho que você já ficou na cama o suficiente.‖ Renesmee sorriu largamente. Renesmee inclinou-se para trás e tocou minha bochecha. ―O resto do bando está de olho em você. ―Eu vou buscar o Jacob.‖ Eu sorri para ela. Isso é tudo o que você tem para ficar de olho nelas? Eu pensei para ele. Ela descansou a cabeça no meu ombro enquanto Carlisle terminava com seus pontos. ―Não… amor. ―Hoje não querida.‖ Ele riu. então você tem que ouví-la.‖ Edward pausou enquanto Renesmee cruzava os braços e estreitava seus olhos para ele. Eu tinha acabado de lhe dar banho e estava sentada no escritório de Carlisle. Emmett. você vai vê-lo amanhã no casamento. e depois para Edward.―Mamãe.

‖ Renesmee colocou sua língua para fora e rapidamente se virou e saiu correndo da sala. Leve Carlisle ou Rosalie com vocês. ―Renesmee!‖ Carlisle e eu a chamamos. Ele parava e olhava para Renesmee e Alyssa toda vez que uma das garotas soltava um grito estridente. e a cozinha toda montada foi trazida para fora para elas. aproximando-se de mim. Estávamos quietas por um tempo até a voz de Alice aparecer atrás de nós.‖ Concordei. O pequeno sofá delas e a cadeira montados com uma pequena TV com motor à bateria formando a sala de estar. ―Estou feliz por vê-las se dando bem. minha querida. Edward havia trazido tudo o que elas queriam para fora. Ele explodiu em risos. Eu acenei e nós saltamos sobre o parapeito. de qualquer jeito. Só estamos nos afastando para vocês não ouvirem. e eu sabia sobre o que ela queria falar. ‖ Rosalie disse. ―Devagar.‖ ―Essa é a questão. ―Eu também estou.‖ Eu disse acenando na direção de Jacob andando de um lado para o outro no lado mais afastado do quintal. ―Estou brincando.―Por favor!‖ Ela implorou antes de Edward poder falar.‖ Ela rolou seus olhos. Pelo resto da tarde eu fiquei na parte de trás da varanda observando Renesmee e Alyssa brincarem calmamente no meio do quintal. e depois para Edward. ―Bella.‖ Edward disse inclinando-se para frente e apertando seus lábios. aterrissando suavemente em nossos pés. ―Eu posso pelo menos ir ao banheiro sozinha?‖ Ela perguntou.‖ . ―Paaaaaai!‖ Renesmee choramingou. Ela virou olhando de mim para Carlisle.‖ Eu disse quando a peguei passando pela porta. Duas pequenas bonecas sentadas lado a lado com uma mesa com plástico formando o quarto.‖ Ela resmungou e escorregou do meu colo. cruzando seus braços. Me virei para olhá-la. não me lembre. ―Alice!‖ Edward chamou assim que passamos por ele em frente a casa. batendo seu pé no chão.‖ Eu suspirei puxando o escudo de volta. ―e você também irá. ―mas aquele pé batendo no chão não teve preço. ―Podemos conversar?‖ Ela perguntou movendo-se em direção à floresta. ―Então. pronta para se juntar a uma família de lobos?‖ ―Eu me juntaria no futuro. ―Deixe o papai fazer o que ele faz de melhor.‖ Eu sorrienquanto apontava para Seth que espelhava Jacob no lado oposto do quintal.‖ Ela disse cautelosamente. ―Sua mãe pode ir com você. ―Por favor.‖ Edward imitou seu gesto. exceto pelas paredes. ―Relaxe Edward.‖ ―Ótimo. ―Não. No meio elas fizeram a grande área que estavam brincando ficar parecida com uma casa.

e então depois voltar a realidade para que você possa terminar a escola. nem mesmo discutíamos. você sabe disso. você a esta excluindo do mundo por quatro anos. meus pés pendendo da borda. Eu escutei o eco da ruptura alcançar as colinas ao meu redor. nós não estaremos longe. ―Ok. ―Eu te amo. ―Não a afaste… deixa-a vir sempre que – ― Eu levantei a mão para interrompê-la. Eu não entendo por que – ― ―É. Nós raramente ficamos separados. ―Eu juro Alice. ―Alice. pode se acalmar agora.‖ Me inclinei para abraçá-la apertado.‖ ―Eu sei disso. ―Mas. mas não havia motivo.‖ ―Não é o mesmo! Bella. ‖ Alice virou-se para fugir antes que eu pudesse me defender. Era apenas um dia de viagem. mas as famílias nem sempre ficam juntas. ―Alice! Eu não vou afastá-la de nenhum de vocês. de novo. Eu estava muito triste e irritada para conversar com qualquer um. ―Renesmee vai ser uma pessoa totalmente diferente.‖ Alice disse rapidamente. mas essa família fica. ‖ Eu brinquei. ―agora eu vi sua decisão e não queria dizer nada ate as coisas se acalmassem. pegando minha mão enquanto saltávamos sobre o rio. Não era como se a ilha fosse tão longe quanto a ilha de Esme. Estarei a ponto de criar uma adolescente. O tempo esta correndo. Edward estaria vindo atrás de mim rapidamente de qualquer jeito. Ela poderia ir passear a qualquer hora que quisesse. Alice e eu nunca brigávamos.―Não. Estou fazendo isso por Edward.‖ Estremeci ao pensar sobre isso. ainda não querendo ir para casa. É só pegar um avião e vocês podem vir nos visitar. ficaremos bem. Assim que vocês três se mudarem conosco de novo Renesmee terá 17 ou 18 anos. ela não será mais uma garotinha. Alice não sabia o que ela estava dizendo. ― ―Sim. você não entenderia por que estou reagindo assim. Talvez seja porque o pobre Jacob está seriamente a ponto de ter seu mundo arrancado dele. eu não quero que você vá. nem isso. e bem. . mas isso ainda me magoava mais do que qualquer outra coisa. Ela pode vir e ir quando lhe agradar assim como cada um de vocês. Eu pensei para que ele pudesse parar de se preocupar comigo. é melhor você…‖ a voz de Edward morreu enquanto íamos mais adiante na floresta. e nós poderíamos trazer Renesmee para visitar sempre que ela quisesse. ―Não é desse jeito!‖ Eu disse.‖ Eu ri assim que pensei nisso. ela fisicamente terá 12 anos quando nós voltarmos. e eu tenho que deixá-lo fazer isso. ―É verdade. Ele quer nos manter seguros. ―UGH!‖ Gritei através dos dentes cerrados e girei esmurrando a arvore caída. Ela se partiu em duas com um ruído estrondoso. e você quer ir embora por quatro anos?‖ ―Quatro anos não deveria significar nada quando você vive para sempre. Me arranquei dos devaneios assim que escutei Edward vindo me buscar. Ela deve estar muito magoada. Quando eu alcancei o topo me sentei. mas parei quando Alice permaneceu seria. Alice me desculpe. ‖ ela parou e deu um passo a minha frente para me parar. Olhe para mim e para Renée. Estou bem. ‖ Alice me puxou até uma arvore caída e nos sentamos. Eu escalei um penhasco. por que tanto tempo? Você quer separar Renesmee e Alyssa desse jeito? Renesmee e Jacob? Nossa família?‖ Alice suplicou pra mim. mas Edward e eu já nos decidimos.

‖ ―Óbvio.―Eu poderia estrangular Alice por te deixar aqui sozinha.‖ ―Como você desejar. ‖ Eu lhe assegurei. Amor.‖ Esme disse enquanto caminhava para ajudar Charlie com sua bolsa. ―Eu não acredito que ela iria pelas minhas costas falar com você desse jeito.‖ Edward disse enquanto caminhava atrás de nós. ―Eu vejo que você esta bem. Ela esta triste porque quando nós voltarmos de lá e eu terminando a escola Renesmee será uma adulta. Eu precisava de um tempo para ficar sozinha. ―Espere Ness.‖ Edward abriu a boca para protestar. Uma casa cheia de vampiros… isso vai ser interessante. ―Festa do pijama!!‖ Renesmee gritou enquanto corria escada acima para fazer a mala.‖ Edward relaxou e concordou. Esme me convidou para ficar.‖ Suspirei. ―Ela viu minha decisão sobre quanto tempo eu queria ficar na ilha. por que ela está do lado do Jacob?‖ ―Nem eu sei. ―Leah. mostrando que todos os meus ossos ainda estavam no lugar. Ela sabe melhor do que fazer isso.‖ Ele disse.‖ Eu ri. você e Ness vão ficar na casa dos Clearwater. exatamente o que você tem planejado…? ‖ Leah balançou sua cabeça enquanto o olhar em seu rosto provava que ela estava tentando pensar em outra coisa. nada aconteceu. ―Sue e Leah me colocaram para fora de casa. Charlie estava estacionando o carro. ―Ei. jovenzinha. você vai um pouquinho mais tarde. mas eu não pensei que ele viria para ter certeza. mas eu ainda quero ir. ― ―Bem. ― Edward ficou quieto por um momento e então rosnou. pai. Leah. Eu estou bem. nos seguiu escada acima. se sentando ao meu lado. mas Esme falou antes dele. que surpreendentemente saiu do lado de Jayden. ‖ Disse beijando o topo do meu cabelo. Eu acho que dá azar ver a noiva antes do casamento. eu mesmo vou levá-la. ―Quil. exceto dois. ―Eu vim aqui sozinha. Seth e Quil vão vir te pegar mais depois. o que ela disse para você? Você está triste. ‖ Eu disse confusa. Deixe Alice em paz. e ele constantemente estava ligando para assegurar de que tanto Renesmee quanto eu estávamos bem. e Jasper estarão patrulhando a noite toda. Emmett. Quando voltamos para a casa. Embry.‖ A voz de Edward surgiu atrás de mim. ―Bella. ―Bella. . ―Eu estarei lá também. ―Ei. Edward revirou os olhos. De qualquer maneira. por que você viria aqui sozinha? Você sabe que eu não quero que você – ― ―Pare.‖ Ele disse suavemente enquanto beijava minha bochecha. ―Você vai ficar aqui?‖ ―Sim.‖ ―O que você está fazendo aqui?‖ Eu sabia que Jacob explicou para ele o que tinha acontecido.‖ ―Não precisa.

―Eu não sei como você faz suas festas. mas se levantaram e correram para dentro da floresta. ―Vão embora. Parei de vez quando Quil e Embry saltaram na frente do carro. ―Você sabe que ela não é uma jovem se casando.‖ Ela disse entre dentes cerrados. Eu encostei na calçada dos Clearwater assim que o sol estava se pondo. ―Obrigada!‖ Ela sorriu enquanto me puxava por Edward e descia as escadas. ―HÁ! Leah. Ela está na casa do Sam e da Emily ajudando com Jayden. Este é o seu segundo casamento.‖ Ela jogou as chaves para mim.―Bella. Me mexi quando puxei uma língua de sogra debaixo de mim. Uma vez na casa.‖ ―Quem mais está vindo?‖ Perguntei. pessoal!‖ Leah gritou com eles enquanto passávamos.‖ ―E daí?‖ Leah deu de ombros enquanto caminhávamos para fora da garagem. ―Não vou por isso na minha boca. ―Eita. e abriu a porta do lado do passageiro no meu carro. Eu suspirei e coloquei meu escudo ao redor dela. e joguei fora. ―Pronta para a festa?‖ Leah perguntou enquanto abria a porta para mim. ―Apenas dirija. pare de se preocupar sobre isso. Os dois sentaram-se abanando os rabos. Leah o que você tem planejado para sua mãe? Você vai dar uma festa de despedida de solteira pra ela?‖ Ela não me respondeu. havia batatinhas e molho em tigelas na mesa de café. sentando no sofá.‖ Eu balancei a cabeça. . ―Jacob disse para vocês para ficarem fora da vista! Devo chamar ele e dizer que vocês não o ouviram?‖ Tanto Quil quanto Embry bufaram para ela. ―Lembre-se de que ela é casada!‖ Edward avisou.‖ Eu disse apreensiva. você não está falando sério! A sua mãe já viu isso?‖ ―Não. e bandeirinhas com enfeites bem gráficos em toda parte. mas o olhar em seu rosto a entregou.

nós entendemos. né?‖ Perguntei cutucando uma das decorações. A mãe do Quil vai trazer minha mãe e Emily aqui. e caminhou para o outro cômodo.‖ Leah pegou a venda e amarrou ao redor da minha cabeça. Concordei compreendendo. ―Bells… sua vez. ―Toc Toc!‖ Emily disse enquanto entrava pela porta da frente. ―Tudo isso vai ser limpo antes da minha filha chegar aqui. Relaxe!‖ Leah deu um soco no meu braço. ―Você não ousaria…‖ ―Não. Enquanto a festa avançava. ―Ok. ―Mamãe primeiro!‖ Leah chamou enquanto vendava os olhos de sua mãe. ―Você sabe que eu sou forte o suficiente para te fazer brincar. vou apenas assistir. A mãe de Paul estará aqui a qualquer minuto. mas vou fazer isso. ―Não. ― ―Ela não vem aqui?‖ Eu perguntei enquanto caminhávamos para sentar no sofá. Revirei os olhos. Bella!‖ Ela sorriu quando me abraçou. ou talvez fosse por causa das bebidas inacabáveis que Leah continuava dando pra ela. Rachel me prometeu que iria dar uma olhada neles.‖ Leah riu enquanto observava Sue colocar o objeto na boca e sentir o seu caminho ao redor da foto. Deixei ele com Sam e Paul.‖ Ela revirou os olhos. ―Como você está se sentindo? Como está o rapazinho?‖ Eu perguntei. ―Estou ótima. a única regra é: você tem que carregá-lo com os dentes e usar as mãos para sentir a imagem.‖ Eu disse rindo enquanto Leah pendurava uma foto de um homem nu na parede.‖ Eu estava de pé de frente para ela. ―Tire isso da boca!‖ Sue tentou não rir enquanto tirava o brinquedo de formato obsceno da boca de sua filha. logo vamos brincar de um jogo tipo espetar a cauda no burro… exceto que é espetar o…‖ ―Ok.‖ ―Vamos!‖ Leah disse caminhando até o lado de Emily. não iriam entrar na minha boca. ―Convidei algumas das mães do bando. ―Leah!‖ Eu me esforcei para não rasgá-la no meio. ―O que você fez. Billy não está se sentindo muito bem. ―Ok. que como as línguas de sogra. . e o bebê está ainda melhor. ―Não.‖ Leah virou-se para abrir um saco de pirulitos. e me virei rapidamente enquanto todas observavam Sue entrar. Bella. ―Você está muito tensa. Sue começou a relaxar. Lia riu: ―Claro! Eu não sou tão pervertida. Ela está em casa para cuidar dele já que Jacob está fora vigiando Nessie‖. ―Ei. Leah?!‖ Sue cobriu o rosto envergonhada. vamos lá mãe! É divertido!‖ Leah colocou um olho de sogra na boca e soprou.Leah encolheu os ombros.‖ Emily cantou enquanto balançava a coisa estúpida na minha cara. ―Ah.

―Eu não quero!‖ Fiquei de pé. ―Bem. Ele pegou minha mão e me levou para a outra cadeira que alguém colocou no meio da sala novamente.―Abra bem…‖ Ela riu. ―Devo dizer. Não havia nada entre nós agora. ―Ela primeiro. . Venha cá docinho. ―Você só pode estar brincando!‖ Todas as outras mulheres começaram a aplaudir e assobiar. Sexy. e que ela nunca teve uma festa própria… sente-se. suspensórios e chapéu. Ele sorriu para mim enquanto se movia com a música novamente. ―Edward me mataria se visse essas fotos!‖ Leah riu e todas riram com ela. ―Em! Você acabou de ter um bebê. Não é como se estivesse traindo Edward. mas foi um erro. e levantei a minha mão. que estava balançando uma nota de um dólar no ar.‖ Eu disse. Meus dedos puderam sentir a elevação do corpo do homem facilmente. ―Agora. revirando os olhos. Mordi meu lábio inferior. Debrucei para colocar a parte do corpo onde se deve estar e tirei a venda. Ele tinha calças de bombeiro. ―Eu… Hum… Bem. Ele deu um passo mais para perto e mexeu-se com a música. ―De jeito nenhum! Absolutamente NÃO! Sue é a noiva… deixe ela ir!‖ Saí do aperto de Leah facilmente. Olhei para Emily. uma vez que Bella é a vencedora. Estou quase com vergonha de fazer isso com você. é assim que se joga. porque o seu dedo ainda estava pressionado contra meus lábios. ―Viva um pouco!‖ Ela me implorou e me empurrou na cadeira. Alguma vez você já teve uma strip dance?‖ Ele perguntou enquanto mexia-se sobre mim. Abri a boca para protestar. Travei meus olhos nos dele enquanto ele montava em meu colo. Dei um passo atrás pisando na cadeira e pulei nas costas dela.‖ Sorri enquanto todas olhavam para mim com os olhos arregalados.‖ Leah disse. ―Então. eu vou te mostrar algumas acrobacias. empurrando-me para uma cadeira no meio da pequena sala de estar. você… vo-você… ― Ele colocou o dedo contra os meus lábios. Ele sorriu para mim e deu um passo em minha direção. ótimo. Eu rapidamente farejei meu caminho pela sala não acertando nada. que colocou a sua caixa de som no chão e apertou o play. não me deixando olhar diretamente em frente. Senti a imagem.‖ Todas riram quando ele jogou a cadeira para o outro lado da sala. você é incrivelmente linda. ―Shh… não há necessidade de palavras. querida. você é ginasta.‖ Emily olhou para longe de mim e em direção ao homem muito musculoso. Bella. Apenas relaxe.‖ Ele disse em uma voz tão sexy que deveria ser ilegal. Ele riu e ergueu as sobrancelhas. ―Bella. mas a porta se abriu e um homem muito musculoso entrou. Eu balancei a cabeça como um não. ―Ah. você conseguiu!‖ Sue aplaudiu o melhor que podia.‖ Leah disse apontando para mim. ―É diversão inocente. e seu NOIVO está em casa cuidando dele!‖ Eu sibilei para ela.

‖ Jacob disse enquanto caminhava em direção à luz da janela da frente. apertando meus olhos ainda mais fechados. ―Você gostou!‖ Ela riu. ―Sua vampirinha selvagem e festeira!‖ ―Cala a boca. ―Ei. Ele olhou pela janela quando o Sr. ―Isso porque Edward a arrebentou. Leah não foi capaz de manter tudo escondido dele. Ela balançou a cabeça e andou para longe. Bells. Assim como o maridão. mas quis ficar por perto caso o cara tentasse algo… Sanguessuga superprotetor. Eu abri um dos meus olhos e ofeguei. ―Disso eu sabia.‖ ―O QUÊ?‖ Eu gritei. obrigado. ―É melhor alguém sentar nessa cadeira.‖ Ele riu enquanto entrava na floresta. Ele me fez ficar aqui para manter um olho em você…‖ Jacob beliscou minha bochecha. O Sr. Jake!‖ ―Volte e aproveite a festa. ―Você vai ser comida de cachorro. Suspirei quando eu não estava mais no centro das atenções.‖ Murmurei no ouvido de Leah. Edward estará trazendo Nessie em algumas horas. Sue ficou no canto rindo enquanto tirava fotos. ―Preciso de um pouco de ar fresco. Ele sabia sobre isso também. me levantei e sai. Suas mãos repousaram sobre meus ombros e desceram em meus braços. Eu ouvi do carro de Edward encostar na calçada. Fogo-nas-calças dançou em cima de você. e eu me afastei dele. . Ele não está chateado. Não queria deixar Renesmee sozinha sem mim ou sem ele tomando conta dela. Eu achei hilário…‖ Jacob diminuiu a voz enquanto se inclinava para rir. ―Não.Fechei os olhos enquanto ele agarrava suas calças. Músculos estava se balançando na minha frente e me movi para fora da zona de perigo. ―Então ela conseguiu mesmo um stripper. Fiquei curioso para ver como você reagiria. empurrando Sue para o meio da sala. ―Acho que é a hora de Sue‖.‖ Ele disse. Eu ouvi o tecido rasgar. Ele permitiu que você se divertisse.‖ Eu disse enquanto levantava para sair da casa. menos onde as pessoas estavam. dançando em direção a Sue. ―Eu estarei por perto… estou de olho em você.‖ Jacob se levantou e caminhou em direção às árvores. Vê aquela árvore?‖ Jacob apontou para um espaço vazio do outro lado da rua. Voltei para a festa.‖ Eu resmunguei quando sentei no degrau da frente. e todas assobiaram. ―Não…‖ eu disse olhando de volta para ele. ―A noiva…‖ Eu disse. e era a vez de Leah na cadeira. me movendo para que ele pudesse se sentar ao meu lado. se esticando e colocando uma nota de dólar na parte traseira de sua cueca mínima. Eu vi a coisa toda. Nós sentamos rindo de Sue enquanto ela tropeçava em torno da sala. ―Sua cara foi impagável!‖ ―Onde está Edward agora?‖ ―Ele voltou para sua casa. mas eu as puxei de volta rapidamente. Tremi assim que fechei a porta atrás de mim. A festa diminuiu o ritmo uma vez que o stripper foi embora. Eu mal podia esperar para ver como elas iriam ficar já que Sue apontava a câmera em qualquer direção. ficando de pé e me debruçando sobre Jacob. ―Você sabia disso?‖ Eu perguntei. Ele levantou as minhas mãos para tocar o seu quadril.‖ Eu disse. relaxe. ―Aquilo foi além de nojento.

‖ Edward disse segurando Renesmee mais perto dele. As únicas acordadas eram Leah.‖ ―Não. ―Nada. Ela olhou ao redor da sala confusa. ―O que você vai mostrar pra elas. Mordi meu lábio inferior.‖ Eu cuspi para ela. ―Talvez ela pudesse me vencer‖. . eu quero ficar!‖ Renesmee esperneou e Edward a colocou no chão. ―Tudo limpo?‖ Edward perguntou. ―Minha filha está aqui. Você pode ir para casa agora. juntamente com algumas das outras. ―Oi mamãe!‖ Ela disse quando a peguei em meus braços. Edward viu o que era e rosnou. enfiei na minha boca e mordi. ―Não. Edward a mudou em seus braços e rosnou para Leah.‖ Leah disse. ―Estou bem‖. Ele fez uma pausa e sorriu antes de vir para mim. ―Talvez eu devesse levá-la para casa.‖ Leah resmungou quando caiu no sofá. Ele sussurrou e beijou a minha bochecha. Eu tirei o doce dela. Elas estão seguras aqui. Não se preocupe com isso. ―O que é isso?‖ Renesmee perguntou virando o pirulito em sua mão enquanto ela o examinava. ―Ou não. ―Ei! Esse era meu!‖ ―Esse era um pirulito de adultos. pegando Renesmee dos meus braços enquanto caminhávamos em direção da casa. Eu ri e pisquei para ele. querida. Ele a olhava atentamente enquanto ela andava pela sala. Sue. ―Não. papai?‖ Renesmee perguntou.‖ Edward disse enquanto ele ia ao seu encontro e tapava os ouvidos dela. vamos Edward! Nos mostre o que você tem!‖ Leah jogou a cabeça para trás rindo. Edward. Leah e Emily cairam na gargalhada.―Ei. ―Há uma criança aqui. A sala ficou quieta quando Sue desmaiou na cadeira. e eu senti os olhos dele queimando nas minhas costas. ―Outro?‖ Sue murmurou enquanto tropeçava de volta para a sala de estar.‖ Edward olhou para mim. É do pai dela que você está falando. lembre-se disso. ―Esses são bons!‖ Renesmee disse quando saiu da cozinha com um pirulito saindo de sua boca. Ele me seguiu para dentro da casa.‖ ―Tudo bem… deixa pra lá. Hora de parar com as piadinhas sujas. ―O que foi?‖ Renesmee perguntou enquanto tirava o pirulito da boca. eu percebi que Ness poderia brincar de espetar você-sabe-o-que sobre você-sabe-quem.‖ Eu disse enquanto Edward andava em volta do carro em minha direção. pessoal!‖ Sorri enquanto Renesmee saltava do banco de trás e corria para mim. A festa acabou. só eu. Emily e eu.‖ Revirei meus olhos. Edward revirou os olhos e sorriu torto para mim. ―Viu? Tudo está bem. ―Tudo bem. já que éramos as únicas que não bebiam.

―Eu posso. saltando sobre Emily e Leah.‖ ―Eu não posso. o beijando. meu pai está lá. Temos todo o resto guardado. ―Eu vou!‖ Ela sorriu para ele e ele beijou sua testa. Ela pulou no sofá. ―Hora da cama.‖ Eu ri. ―Nojento. Eu estou bem. e ela e Leah caíram na gargalhada. hein? Isso é o que você ganha. Além disso. ―Não. ― ―E?‖ ―Não. Ela encostou-se em Emily enquanto riam novamente. Eu não posso evitar se ela consegue achar doce onde quer que esteja. ―Eca… eu nunca vou me casar.‖ Eu fiz uma careta enquanto acabava de mastigar o doce de sabor nojento. Edward suspirou contra meus lábios.‖ Edward riu enquanto observava eu me esforçar para não cuspir o doce fora.‖ Edward murmurou enquanto cobria o rosto com as mãos. ―Hora da festa!‖ Renesmee disse logo que Edward saiu pela porta e ouviu seu carro sair da garagem.―Nossa filha simplesmente tinha um pirulito em forma de – ― ―Eu sei! Mas ela não entende o que era! Deixe pra lá. ―Ela está bem. ―O quê? Eu não estive na festa!‖ ―Quando for a sua vez de se casar.‖ Renesmee fingiu vomitar novamente e me inclinei em Edward para olhar para ela. me beijando mais uma vez. . ―Engula.‖ Leah piscou para ela. ―Venha para casa. você vai festejar com a gente . ―Você continue dizendo isso. ―Que nojo!‖ Renesmee fingiu vomitar no colo de Emily.‖ Eu disse.‖ Ele disse.‖ Renesmee revirou os olhos. Drama demais. ―Vejo vocês amanhã de manhã. pegando-a no meio do pulo. ―Já estou com saudades.‖ Edward disse enquanto ia até ela e tomava seu rosto nas mãos. e Emily a puxou para seu colo. Ele tirou as mãos de suas orelhas. ―Eu mais. Vá para casa.‖ Renesmee murmurou enquanto caminhava até o sofá.‖ ―Mal posso esperar até crescer.‖ Sorri contra os lábios dele. só uma conversa de adultos.‖ Eu sorri.‖ ―Vocês estão brigando?‖ Renesmee perguntou olhando para Edward.

―Hora da florista levantar. ―Sua tias vão trazer o seu e o da sua mãe. ―Você deveria estar animada! Você vai usar o seu vestido bonito.―Seu pai ficará feliz em ouvir isso. Elas estão vindo para fazer o nosso cabelo e maquiagem.‖ Renesmee se sentou rapidamente. e me inclinei para sussurrar em seu ouvido. Emily estava na cozinha fazendo café. Renesmee murmurou. hora de levantar. Sorri para a minha filha que estava dormindo. ―Cadê o meu?‖ Renesmee perguntou olhando para os vestidos pendurados da Leah e da Sue.‖ Renesmee assentiu. ―Ah. .‖ Eu puxei os cobertores de cima dela e ela enrolou-se na forma de uma pequena bola. ―Não. mas eu vou conversar com Leah e Emily mais um pouquinho. Na manhã seguinte. mas não era suposto chover o que era uma coisa boa porque o casamento iria acontecer na praia. e eu a beijei dando boa noite. Hora de se preparar para o casamento. e Leah estava pendurando vestidos desde a sala até a cozinha. ―Mããããe!‖ Renesmee reclamou abrindo um olho para me olhar. ―Eu estarei de volta para dar uma olhada em você daqui a pouco. Levei Renesmee para o quarto de Seth e a coloquei na cama. ―Acorde Bella Adormecida. Eu assisti o sol passar pela janela e brilhar no rosto dela enquanto dormia.‖ Leah disse para ela. sentei-me na cama do Seth com Renesmee enrolada em mim. e rolou para longe de mim. Estendi a mão para mover a cortina para que eu pudesse ver melhor lá fora. Segui-a pelo corredor até a sala.‖ ―Você vai ficar aqui comigo esta noite?‖ ―Claro. ― ―Hora de dormir‖. Ela se virou e fechou os olhos. O sol não apareceria por muito tempo hoje. sim! Fora do meu caminho!‖ Renesmee pulou por cima de mim e correu para fora do quarto. Sue estava sobre a mesa da cozinha gemendo.‖ Eu ri.‖ Leah sussurrou enquanto abria a porta do quarto.

sim. eu vou ter o papai para me levar … ou Jakey. Ela se inclinou para cheirar a bebida verde e grossa na frente de Sue. sua mãe gosta de fazer o oposto do que eu digo. Ela saiu assim que Edward entrou pela porta da frente. ―Isso cheira nojento. ―Não! Por favor.‖ Suspirei e desliguei o telefone. Jacob correu para casa para ajudar Billy a ficar pronto. ― ―Te encontro no meio do caminho. Você vai vomitar com isso?‖ Renesmee perguntou. Eu andei e me ajoelhei na frente dela. ―Pode apostar! Posso fazer isso sozinha?‖ ―Alce. ― ―Vou levá-la. sim.‖ Renesmee bufou. Cervo. você não vai sair sozinha.‖ ―Eu gosto de caçar com a mamãe. e eu imediatamente tive visões dela caçando. ―O que há de errado com você?‖ ―Muito álcool‖. Ela disse que tudo bem se você ou Jacob levá-la. Coma algum cereal ou algo assim. ―Eca. Edward respondeu ao primeiro toque. meu amor‖. Vá se vestir de modo que você pode sair logo que ele chegar aqui. ―Sua filha quer caçar para o café da manhã. posso humm … vem aqui. ―Pronto para ir?‖ Ele perguntou enquanto ela saltava para o lado dele. ―Bem. Carlisle e Charlie estavam conversando um pouco mais longe. Eu vou buscá-la. Estou com fome‖.‖ . ‖ ―Não. Ele disse baixinho ao telefone. ―Eu não acho que vamos ter tempo.‖ Ela estendeu sua mão para me mostrar o que ela queria dizer. Quer ovos?‖ Eu perguntei. Leões da Montanha. Edward riu e a levou para fora da porta. ―Sim. Suspirei e peguei o meu celular. ― Renesmee saiu correndo pelo corredor para trocar de roupa.‖ Revirei os olhos. Sue murmurou enquanto tomava outro gole de sua bebida que a Emily fez. ―Papai vai levá-la. ok. ―Bem que eu queria que a pudesse vomitar. ―Ok. ei mãe. não. Renesmee disse enquanto subia na cadeira ao lado de Sue.―Ah.‖ ―Espera um pouco‖. Temos ainda um pouco de tempo antes de Rose e Alice chegarem aqui. Eu podia ouvir Emmett e Jasper no fundo provocando ele. Ela colocou a mão no meu rosto. Renesmee estava sorrindo quando me virei para olhar para ela. tirando suas mãos do meu rosto. ― Renesmee enrugou seu nariz e estremeceu.

Sue sentou-se no meio da sala de estar com sua bebida presa em suas mãos.‖ Estava grata que eu não podia chorar. ―Hey garotas!‖ Sam sorriu enquanto entrava em casa.‖ Sorri e me sentei no sofá. ―Foi tudo culpa da Leah. Uma hora depois.‖ Alice disse. você está começando a parecer com uma mulher‖. ―Por favor. parasita. Sorri cruzando meus braços em meu peito. cachorrinha. Eu tirei a mãozinha do Jayden do cobertor. e eu estava grata. É claro que ela não perdeu nenhum segundo a partir do momento em que ela entrou pela porta da frente. Ele riu.Fiz uma careta para ele. Rosalie revirou os olhos.‖ Alice falou para Rosalie. ―Obrigada. ―Sério? Você deve ter sido … não importa. ―Eu não posso acreditar como ele é pequeno. Jacob riu enquanto entrava na casa com Edward e Renesmee bem atrás dele. não arruínem isso para meu pai e Sue‖. Fui para entregá-lo para ela. ―Aproveite. Leah venha se sentar. e ele prendeu sua mão toda em volta do meu dedo. Alice e Rosalie entraram com o meu vestido e com o de Renesmee. ―Meus meninos!‖ Emily sorriu largamente enquanto entrava na sala. Olhei pela janela e sorri enquanto via Renesmee correr ao redor de Edward. Leah bufou. ―Ok. Ele riu enquanto a pegava e a colocava em suas costas. mas ela sacudiu a cabeça. e você começa com a maquiagem dela. ―Isso é o suficiente‖. ―Ela está um zumbi ambulante. Me coloquei entre elas.‖ Sam decidiu não terminar a frase. ‖ Suspirei. e empurrei Leah para longe. Sue parecia que estava se sentindo melhor quando Emily a levou para o quarto de Leah para se trocar. ―Bebê!‖ Eu cantei quando caminhei para ele.‖ ―Cala a boca. ―Ness era duas vezes maior que seu tamanho quando ela nasceu. Vai levar o dia inteiro para deixá-la com aparência de humano. ―Vou começar com cabelo de Sue. Ela apontou na direção que ela queria ir e eles desapareceram.‖ Suspirei enquanto eu balançava o bebê em meus braços. eu sei que você perdeu tudo isso com Nessie. .‖ Eu murmurei sobre o bebê dormindo. e entregou Jayden para mim. ‖ Rosalie riu. Ela se inclinou e beijou Jayden suavemente. ―Leah. ―O que vocês fizeram com ela?‖ Alice perguntou enquanto olhava para Sue. ela a deixou bêbada‖. ―Legal.‖ Leah repreendeu. Rosalie revirou os olhos. ―Obrigado. e ele sorriu para mim enquanto fechava a porta.

‖ Alice me dise. Levantei-me e dei Jayden para Leah. não fique muito confortável. ―É algo sim. Edward a colocou em sua frente. Sua respiração parou quando ela me viu segurando Jayden. Você nunca reagiu assim antes. Olhei para Edward. ― ―Querida. ela é. essa não é sua mãe. ―Eu quero a mamãe. ―Nós precisamos conversar.‖ . Ele deu de ombros e afastou Renesmee de mim. Ele já sabia o que ela estava pensando. Eu ri e o abracei mais perto de mim. Ok… ‖ Edward andou com Renesmee enquanto ela vinha até mim. ―Sim. Ela se virou e olhou para o rosto do Edward enquanto ela enchia sua mente com visões. garotinho. ―Ele é pequeno. Ela se mexeu quando ele fez cócegas nela.‖ Ela sussurrou. ―Nada‖. eu estou apenas segurando ele. ―Hey. ―Você se divertiu?‖ Perguntei-lhe. você gostaria de conhecer Jayden? Eu perguntei. ―Então. com minha voz trêmula. ―Minha mamãe. me segura!‖ Ela puxou meu braço. eu vou fazer o seu cabelo e maquiagem quando tiver pronto aqui. Ela esperniou nos braços de Edward. ―Estou quase acabando a Leah. Ele era apenas um bebêzinho. ―O que deu em você?‖ Perguntei enquanto me sentava na escada. Fiquei com o coração quebrado quando vi de repente Renesmee marcar território sobre o que era dela. Jayden abriu os olhos.‖ Edward disse à ela. ―Por quê?‖ ―Porque você é especial‖.Renesmee estava debaixo dos braços do Edward. Sentei Renesmee ao meu lado. ‖ Eu disse e levei Renesmee para lá fora. você era maior quando nasceu. mas ele a segurou firme.‖ Renesmee sussurrou. ―Não. Ela tentou se afastar do Edward. No mesmo instante me virei e tomei Renesmee dos braços do Edward. mas ela está apenas segurando Jayden.‖ Ele sorriu para ela. mas ele segurou-a no lugar. Renesmee se inclinou contra meus joelhos enquanto olhava para Jayden. Edward sussurrou em seu ouvido. mas segurou seus ombros firmemente. ―Ness. Ele olhou para cima e para mim. e olhou em volta.‖ Ergui a sobrancelha para ela. e encarou olhos meu rosto antes de sorrir largamente.‖ Renesmee disse entre dentes cerrados.

―O que ela está te mostrando?‖ ―Ela quer ser a enrolada no cobertor.‖ Jacob disse.‖ Ele sorriu e beijou a bochecha dela. ―Não vamos esquecer da garotinha mais linda no mundo. Ele se levantou e se ajoelhou na frente de Renesmee. entendi … Nós temos te mimado demais.‖ Perguntei confusa.‖ Eu coloquei um cachinho seu atrás de sua orelha. ―Eu também! Vou dividir meus brinquedos.‖ ―Pensei que você queria que eu adotasse Alyssa para que você pudesse ter uma irmã. ―Você é muito grande. Ela corou e Jacob e eu rimos. ―Estamos prontos?‖ Alice perguntou para Sue. mas só isso. Alice. ―Você conseguiu de novo.‖ ―Ah. Jacob assobiou.‖ Sue disse. ―Você está parecendo tão grande. ―É melhor vocês irem se arrumar. ―Meu pa – ‖ Eu coloquei minha mão sobre a boca da Renesmee. ―Pronta?‖ Alice perguntou balançando uma escova no ar. . ―Embora ninguém poderia ter sido tão linda como você. ―Eu te amo‖. ‖ Ele disse me beijando. mas seus olhos não moveram-se de Emily.‖ Eu ri.‖ Eu balancei a cabeça. e de repente.‖ Ela suspirou.‖ Edward sorriu. ―Eu gosto da atenção que recebo. e Sam pegou Jayden em seus braços. e ele riu.―Você é só minha mãe. apertando seus olhinhos. a mandíbula de Edward caiu. e meu pai é só meu pai. ―Eu também te amo!‖ Renesmee sorriu largamente.‖ Revirei os olhos e puxei Renesmee para meus braços. entrando no carro. ―Vocês senhoritas estão… magníficas. Depois que todo mundo estava pronto voltamos para a sala. ―Mudei de idéia. Eu disse tentando não rir dela. eu chamo de benefícios de ser filha única. Edward rosnou. ―Não. ― Renesmee bufou. estou feliz que eu não possa ter mais filhos. e subiu no sofá para esperar a sua vez de arrumar o cabelo. Os olhos dela se foram de mim para Edward. ―Ela está pronta!‖ Alice cantou enquanto tirava Sue do quarto da Leah.‖ Renesmee encolheu os ombros. Suspirei quando Edward virou-se com Jayden em seus braços.‖ Sam gaguejou. Ela olhou para mim. ―Sim.‖ Ele olhou para ela. Seu vestido combinava com a cor do meu e de Leah. Acenei com a cabeça e voltamos para dentro. ―Estou pronta como jamais vou estar. Todos nós engasgamos.

Quando eu andar. ―Um… dois… três… Ness respire. puxando meu vestido. Eu estava parada atrás de Leah tentando olhar ao redor dela.‖ Jacob disse pela janela enquanto Edward dirigia pra longe. eu olhei para o homem parado na frente de Edward. bem na frente dela. Eu podia ouví-la bufar enquanto ela passava as unhas em suas pernas. Jacob estava sentado na primeira fila. eu contei em minha cabeça. Meu pai olhou para sua noiva com o mesmo brilho em seus olhos que Edward teve quando me viu caminhar até o altar para me casar com ele. . Renesmee moveu-se para ficar na minha frente. e não tinha visto nem mesmo Edward. nós duas olhando através do altar para Edward. Leah foi a primeira a andar. e me virei para frente quando a música começou.‖ Ouvi Renesmee dizer a si mesma antes que ela começasse a andar atrás de mim. e eles estavam fazendo caretas engraçadas um para o outro. Eu não era capaz de ver qualquer um dos convidados ainda. Jacob olhou para mim e eu encarei ele.‖ Eu a beijei rapidamente. Eu sabia que ele já estava lá parado com Seth e Charlie. Uma vez que Sue estava em pé ao lado de Charlie eu olhei para Renesmee e virei meus olhos. Coloquei minha mão sobre o ombro de Renesmee e ela endureceu.―Nós não demoramos tanto quanto vocês garotas. conte lentamente até 3 e venha atrás. e sorri amplamente. Ri com o quão nervosa ela estava.‖ Edward sorriu enquanto entrava no carro com Jacob. Seus olhos não deixaram os meus até que eu saí do caminho e Renesmee tornou-se seu próximo objeto de adoração. e tomei meu lugar atrás dela. Meu olhar ia e vinha de Edward para meu pai. ―Estas estúpidas meias coçam!‖ Ela sibilou atrás de mim. Eu encontrei os olhos de Edward. ―Depois de mim. e isso me fez sorrir mais largamente ainda. ―Nós veremos vocês lá na praia. mas eu queria olhar para ele. que a cada poucos minutos olhava para mim. e pare de se contorcer. ―Quando eu entro de novo?‖ Ela perguntou coçando suas pernas. Não esqueça de atirar as pétalas de rosa. Renesmee estava atrás de mim. Sue vai adorar essas fotos do casamento. Eu pensei para mim mesma quando vi o fotógrafo tirando fotos pra todo lado. Quando a música mudou. Ele a viu caminhar pela igreja com amor completo.

―Sim.‖ Ele piscou para ela. Virei-me para ver Renesmee sentada na areia puxando as suas meias. Seth andou com Leah. Edward sussurrou. mas Sue e Leah não eram nada comparadas às minhas meninas de pé ali com elas.‖ . ‖ Ela as entregou para mim e correu para Jacob e Seth. e agora. ―Eu odiava isso. Ela sorriu largamente e olhou para Charlie e Sue. Eles deram os braços e caminharam de volta pela igreja. ―Essas coisas são uma merda!‖ ―Elas o quê?‖ Edward perguntou enquanto eu me curvava rindo. ―Este é o dia de Sue. Renesmee olhou para ele.‖ Os convidados se moveram para uma parte maior da praia. querida. Enquanto a festa evoluía e o céu escurecia chegou a hora do bolo. Ela jogou seus sapatos e arrancou as meias. Ficamos em uma linha enquanto todos passavam por nós. ―Como é que eu sempre fico com as coisas que ninguém quer?‖ ―Você quer que eu te responda isso?‖ Edward perguntou sorrindo. ―Eu estou orgulhosa de você. Renesmee seguiu saltitando animadamente porque ela não tinha que ficar parada por mais tempo. ―Não. espere aí.‖ Eu sibilei para ele. Nós balançávamos preguiçosamente ao ritmo da música enquanto víamos o brilho de meu pai e minha nova madrasta em seu momento.‖ Edward disse rindo.‖ Eu revirei os olhos. então ela não se importou. Eu lhe uma cotovelada nas costelas.‖ Eu ri. mas sua mãe era humana. e ele sorriu.‖ Edward respondeu outro dos pensamentos Renesmee. mas sua beleza sobrepõe a de todos aqui. se beijando e abraçando em caminho para a noiva e o noivo. ―Nós fizemos também. Nós caminhamos até a pista de dança no momento em que Charlie e Sue começaram sua primeira dança. ―Bella. Charlie cutucou meu braço. Renesmee estava bem atrás de mim falando com Edward.‖ Renesmee cerrou seus dentes. ―Não prestam. e eu dei meu braço para Edward.‖ Ele sussurrou. Meu pai finalmente encontrou a felicidade. Nós todos comemoramos e aplaudimos quando Charlie empurrou o bolo na cara de Sue e ela fez o mesmo com ele. ―Eu odeio dizer isso. Abracei-o rapidamente. ―Sim. onde um DJ estava montado. Me sentei na mesa com Renesmee no colo de Edward. eu poderia seguir em frente sem ter que me preocupar com ele. Edward ficou atrás de mim com seus braços em volta da minha cintura. ―Me casei. Eu saí dos meus saltos e levantei meu vestido enquanto caminhava pela areia. ―Aqui.Ouvi os seus ―Eu aceito‖ e chorei sem lágrimas. eu estou ciente disso.‖ ―Obrigado. mãe. Sapatos foram trocados por sandálias ou pés descalços.

Ela espalmou sua mão no prato. ‖ Ele suspirou fortemente. Você não dormirá nesta noite. Depois que Renee e eu tivemos você. ―Ei! Eu sei que você tem apenas poucos anos de idade. pegando um pedaço de bolo. ―Um maravilhoso genro. eu nunca fui mais feliz em toda minha vida. Como você se sente?‖ ―Dominado… de felicidade. quando ela levou você para longe de mim eu não achei que jamais teria a chance de ter mais filhos. ―Então. ―Obrigado pai. sobre o que vocês estão falando?‖ Eu perguntei. e Renesmee comeu seu pedaço junto com o meu e o de Edward. O bolo foi servido.‖ Ele fez uma pausa e nós dois olhamos para Renesmee sobre os pés de Edward enquanto ele dançava graciosamente ao redor da pista de dança.‖ Peguei sua mão. mas vamos agir sua idade física. Ela trouxe com ela 2 crianças incríveis. ― Charlie riu.‖ Edward pegou a minha mão e colocou na de meu pai.‖ Renesmee choramingou enquanto eu limpava todo o seu rosto.‖ Edward disse.―Ok. ―Eu adoraria. Papai me levou para caçar esta manhã. Bells. ―Porque você comeu três pedaços de bolo! Você jantou?‖ Eu perguntei para ela. eu sempre soube que queria mais filhos.‖ Renesmee riu. e ele me levou para a pista de dança. ―Claro. ―Ele estava indo para tirá-lo.‖ Edward tentou tirar o prato dela quando ela alcançou o meu pedaço. Agora olhe para mim! Eu tenho uma filha linda.‖ Edward perguntou quando uma canção lenta começou. ―Eu comi um pouco da comida de Jakey.‖ Charlie e eu paramos de dançar quando ele segurou o meu rosto em suas mãos. Charlie se ajoelhou e beijou seu nariz. ―Posso interromper?‖ Charlie cutucou o ombro de Edward. ―Eu queria poder ter visto isso. e então você se casou e ganhou um filho e uma outra filha. Nós dois rodopiamos sem algum esforço. ―Dança comigo. ―Você foi de ter uma filha. ambos que me deram a neta mais especial no mundo inteiro. ―Você está linda esta noite.‖ Charlie beijou minha bochecha.‖ Eu peguei um guardanapo para limpar o rosto dela. Jacob a alcançou no mesmo momento em que Renesmee saltou para o ar. ela se casar e se mudar. Ela riu e correu entre eles para onde Jacob e Sam estavam.‖ Renesmee deslizou do colo de Edward e correu para onde Charlie e Sue estavam dançando.‖ . Você também não parece nada ruim. Então as coisas começaram a desmoronar. ―Ela queria saber se nós fizemos a coisa de bolo na cara no nosso casamento. ele a pegou pelos pulsos e a girou em um círculo. e o metendo na boca. ―Querida. ―Sue entra na minha vida exatamente quando eu pensei que ela estava destinada a ser vivida sozinha. Ela estava sentada com Jacob durante o jantar então eu não vi se ela tinha comido ou não. que me receberam. isso é açúcar o suficiente.

A visão na minha frente era mil vezes melhor. Além disso. mas não estava pronta para testar esse fato com músicas mais rápidas. Eu sabia que era uma melhor dançarina. e eu beijei sua bochecha.‖ Jacob brincou. . Quando a dança acabou todos ao nosso redor explodiram em assobios e aplausos. mas enquanto eu o via a música correu através de mim. ―De onde veio tudo aquilo?‖ Edward perguntou com os olhos arregalados.‖ Eu coloquei minha mão na de Jacob e ele me levou para a pista de dança.‖ Jacob me rodopiou. e me mergulhou.‖ Eu fiquei contente que minha mente foi capaz de ouvi-lo ao mesmo tempo em que eu estava totalmente focada no meu marido e filha dançando da mesma forma que Edward e eu dançamos quando eu era uma humana desajeitada. Eu nunca tinha feito isso antes. ―Viu? Eu sabia que você conseguiria fazer isso!‖ Jacob me puxou para um abraço apertado. ―Aquilo foi… Bem. ―Meu Deus. Ela se aconchegou nele. Eu guiarei. ―Falando mais sério. ―Você consegue?‖ Eu perguntei surpresa. você está bonita essa noite. você é uma dançarina muito melhor do que nos seus passados dias.‖ Eu pisquei para ele. Eu o segui para ir me sentar. Você deve aprender rapidamente.‖ Eu balancei a cabeça em surpresa.‖ Edward sorriu o meu sorriso favorito. eu disse que você está bonita. ―Vá em frente.‖ Eu disse quando Edward se aproximou de nós depois que a canção acabou. Renesmee bocejou. ―Eu não sei. ―Vamos mostrar a essas pessoas como dançar. ―Obrigada. a sorte está do seu lado. ―Jake…‖ A minha voz tremia. Edward sorriu para ela.‖ Jacob disse enquanto ele me girava de novo.‖ ―Esta não é para ser supostamente a noite de Sue para elogios como esse?‖ ―Eu já disse para ela que ela está linda. Depois de algumas músicas outra lenta começou. ―Não é difícil. ―Posso?‖ Jacob perguntou estendendo sua mão para mim. ― ―Muito melhor. mais 3 rodadas e um mergulho mais tarde e ela estava dormindo profundamente em seus braços. me puxou com força contra ele. aquilo foi sexy. e eu peguei os movimentos graciosamente. Sra. Nós dois olhamos para Edward e ele aconchegou Renesmee em seus braços. ―Eu não consigo dançar Salsa!‖ Engoli em seco enquanto as pessoas começaram a fazer um círculo em nossa volta.‖ Eu sorri para ele. Edward nunca saiu fora do compasso com o balanço da música. ―Fico feliz em ver que o açúcar teve o efeito oposto nela. ―Como nós podemos ser tão sortudos?‖ Edward riu.―Encare isso pai. e a pegou no colo. Cullen.

e Sue ficou no meio da pista de dança. ―Temos uma coisinha para vocês. ―Isabella. Não se preocupem. o carro de vocês está esperando logo ali. ―Pai. Sue. e foi idéia dela oferecê-la para vocês para uma lua de mel. ―Obrigado. ―Passagens de avião? Bells…‖ Eu levantei minha mão para detê-lo. ―Agora?‖ Edward perguntou quando as pessoas começaram a dizer seus adeuses. A noite estava chegando ao fim.‖ ―Ugh. ―Pelo menos ele não a tirou com os dentes. Ilha Bella. ― ―Uma ilha… você deu para ela uma ilha?‖ Sue engasgou em espanto. Todas as mulheres solteiras ficaram atrás dela quando ela jogou seu buquê sobre seu ombro. Foi um presente de aniversário meu para Bella. Eu decidi que era demais para mim. eu dançando com Jacob é sexy?‖ Eu disse brincando.‖ Eu os chamei.‖ Sue adicionou. ―Fala sério!‖ Charlie deu um grito. Ele terá a sua bagagem transportada direto para a ilha. ―Sim. o guia que espera por vocês os acompanhará diretamente para a Ilha e os ajudará com qualquer coisa que vocês possam precisar. sorrindo para mim. da mesma forma que eu sabia que Charlie não conseguiu ver quando era eu em meu casamento.‖ Eu apontei para o Porsche de Alice esperando por eles. Edward entregou Renesmee para Jacob. pegando o envelope da mão de Edward e dando-o a Charlie. ―Duas passagens de avião que irão levar vocês para a Califórnia. e eu o vi tirar o seu casaco e envolvê-lo em torno dela. . vocês dois. e vocês estarão prontos para retornarem para casa. Depois foi a vez de Charlie buscar a cinta-liga dela. ―O que é isso?‖ Charlie perguntou quando ele abriu. assim que quando vocês quiserem voltar é só ligar para o número aqui. Estas passagens são de regresso indefinido. ainda em choque. ―Isso é mais do que poderíamos esperar. ―Alice e Rose já arrumaram as malas para vocês. Depois disso. ―Sim.‖ Edward colocou seus braços em volta da minha cintura.‖ Charlie sussurrou. Edward alcançou o bolso da sua jaqueta e tirou um envelope.‖ Eu disse. agora ela vai feder – ‖ ―Há coisas mais importantes a serem discutidas. ―Ótimo.‖ ―Ilha?‖ Charlie perguntou confuso.‖ Edward revirou seus olhos.―Oh. haverá um guia esperando por vocês.‖ Eu puxei Edward para onde Sue e Charlie estavam.‖ Eu sorri. Edward!‖ Eu cobri meu rosto tentando tirar a visão desagradável de meu pai fora da minha mente. ―Agora.

Edward pegou minha mão e fomos na direção do carro. Edward tirou sua jaqueta e a envolveu em torno dela. dormindo profundamente em seu peito.‖ Nós dois paramos de andar.‖ ―Bem. e nós assistimos meu pai e Sue até que eles estavam fora de vista. Ele agarrou Renesmee apertado contra seu peito. Ela estava surpreendentemente disposta a se separar dele por um tempo. pensei que Renesmee a tirou dela já que ela tinha a temperatura do corpo de Jacob lhe mantendo aquecida. ―Eu não.‖ Jacob cutucou meu braço.‖ Edward colocou seu braço novamente em minha volta. por tudo. pessoal.‖ Edward rosnou enquanto chutava os pés de Jacob para fora da cadeira. ―Me dê minha filha. ―Vocês vão para a cabana ou para casa grande?‖ Jacob bocejou alto. Jacob a entregou para ele. de esperar para irmos para a ilha. pai. ela sempre estará lá. quando vimos Jacob esparramado em uma cadeira com os pés apoiados em cima de outra. ―Boa noite. ―Isso foi muito legal da sua parte. Jake. ―Cabana. É claro que ela não acordou.‖ Edward rosnou quando se inclinava para ela.‖ Eu suspirei enquanto ele caminhava de volta para achar Renesmee. ―Obrigado novamente. ―Quem! Onde?‖ Jacob rosnou enquanto ele saltava a seus pés. Renesmee. e me abraçou.‖ Edward o respondeu.‖ Sussurrei enquanto caminhávamos para mais perto. então eu achei que mais algumas semanas não vão doer. ―Que noite. A jaqueta de Jacob estava no chão.‖ ―Boa noite. ―Eu vou ter que agradecê-la mais tarde. ―Eu odeio ter que acordá-lo. ―Vejo vocês de manhã então.‖ Charlie me puxou para longe de Edward.‖ ―Eu te amo também. . criança. ―Eu te amo.―É de Alice.‖ Eu disse. e Renesmee tremeu com a mudança repentina de temperatura.‖ Charlie balançou sua cabeça.‖ Edward riu.

Ele pulou da cama bem quando a porta da frente se abriu. Minhas mãos desabotoaram a camisa dele facilmente e ela caiu no chão. e alguns segundos depois. Edward me arrancou da cama. ―Só avisar vocês que eu vou patrulhar. pare de falar. eu não escuto ninguém…‖ O corpo de Edward se enrijeceu e ele rosnou contra o meu pescoço. ―Eita. ―O que você quer?‖ Edward rosnou. Edward colocou as mãos nos dois lados do meu rosto. ―Ouviu isso?‖ Perguntei ouvindo o fraco som de algo lá fora. Eu me movi de forma que estava sentada sobre os tornozelos enquanto ele andava até a cama. traçando meus lábios com seus polegares. senhora. Eu não tinha certeza se ele tinha se virado ou não. ―Eu vou checar rapidinho. eu… Você.Eu estava parada no meu enorme closet.‖ Edward murmurou contra meu pescoço. De repente.‖ Jacob virou suas costas para nós. a respiração dela ainda não estava profunda. eu estava nervosa. ―Não vai não. Relaxe. ―Bella.‖ Sussurrei. tentando cavar entre as muitas peças de lingerie que Alice tinha estocado antes de deixar a casa para mim e Edward. os envolvendo ao redor do pescoço dele.‖ Edward arfou quando entrou no quarto. por sorte ela acordou quando ele a tirou do carro.‖ ele sussurrou. Edward estava colocando Renesmee na cama. Ele gemeu suavemente enquanto eu me inclinava para trás. Peguei a primeira coisa que pude e coloquei. nós estávamos casados a pouco mais de dois anos. não devia importar.‖ Eu ri. ―Eu te amo tanto. O som era definitivamente algo correndo pela floresta.‖ ―Você podia só ter pensado isso!‖ ―Eu não pensei que estivessem ouvindo. fechar a porta e seus passos suaves vindo na direção da porta do quarto. ―Eu. Tudo bem. provavelmente só um animal ou algo do tipo. foi mal. eu… Ouvi você no closet. Eu me afastei dele rapidamente. Prendi a respiração quando o ouvi beijar Renesmee. então eu sabia que ele não a deixaria. então eu estava completamente fora da vista de Jacob. Levantei meus braços. Jacob estava parado na entrada do nosso quarto. Olhando com atenção para o grande espelho enquanto eu andava. Mas. ―Maldito cachorro!‖ Edward vociferou.‖ Jacob riu. mas. ―Sim. ‖ Ele suspirou pesadamente. ―Edward. e me apertou contra suas costas. puxando-o para deitar na cama. Eu podia ouví-lo cantarolar para ela.‖ ―Sim. Obviamente não estavam. Então ele inclinou-se para me beijar. . oi. principalmente por não me vestir assim desde nossa lua de mel. arrumei meu cabelo e flutuei silenciosamente até a cama.

colocando meus braços ao redor do pescoço dele. mamãe‘?‖ Eu ofeguei. ―Jacob!‖ Eu me inclinei. Não vou longe.‖ Eu o assegurei.‖ Eu sussurrei. e eu não acho que ele vá voltar.‖ ouvi Jacob virar para ir embora. Andei até ele. . ouvi os roncos vindo do lugar normal de Jacob.‖ ―Saindo. Edward andou até a cozinha para começar o café de Renesmee. Ele pulou na cama e ajoelhou-se sobre mim. ―Tenho certeza que você saberá. ―Tchau. ―Onde estávamos…?‖ Eu sorri. dormindo debaixo da janela de Renesmee. Eu virei os olhos e rosnei. ―Vai entender. só isso. Assim que eu fechei a porta. e ele pressionou seus lábios nos meus. ************** Na manhã seguinte Edward foi quem. Assim que a porta da frente fechou. ofegante. ―O que?! Sem ‗bom dia. As orelhas de Jacob viraram na direção de onde a voz dela estava vindo.‖ Os braços de Edward ficaram mais apertados ao meu redor. gritando no ouvido dele. ―Você me fez mudar de idéia. Coloquei a mão sobre meu coração imóvel. ―Jake.―Você pode sair agora. ―Desculpa. deixando-o sozinho. ―E se ele voltar a entrar?‖ Edward disse. ―Só ver se Jacob ainda está por aqui. ―Oi papai!‖ Ouvi Renesmee falando com Edward lá dentro. Edward me soltou. ―Onde você está indo?‖ Edward perguntou quando me viu indo na direção da porta de entrada. Eu voltei para dentro de casa. sacudindo seu ombro enorme. grande coisa.‖ Eu me inclinei para beijar o pescoço de Edward. Nós nos levantamos e nos vestimos rapidamente.‖ Jacob trotou para dentro da floresta para se transformar.‖ Prometi para ele. ―Posso comer ovos?‖ Jacob abriu os olhos e sentou. Ele ficou hesitante na sala enquanto me via abrir a porta da frente.‖ As mãos de Edward pressionaram meus ombros na cama. Jake. como sempre. quer café da manhã?‖ Perguntei. ―Mudou de idéia?‖ Perguntei rindo ruidosamente. Eu sorri contra o pescoço dele. Nossas roupas sendo despedaçadas por todo o quarto. me lembrou de que nossa filha estaria acordando logo. ―Saindo para a varanda da frente.‖ Tracei beijos até o lóbulo de sua orelha e acariciei-o com meus dentes. e eu estava sendo jogada de costas na cama. Edward bufou. Bells. ―Jacob…‖ ―Está lá fora correndo. ―Jakey está aqui?‖ Renesmee perguntou assim que entrei na cozinha.

faremos isso juntos. ―Uma condição. ―No que você está pensando?‖ Edward sussurrou em meu ouvido. Jacob e Renesmee sentavam comendo seu café da manhã. Eu olhei para cima para ver se Jacob ou Renesmee ouviram ele. Eu ainda estava sentada no colo de Edward. ―Jake?‖ Eu olhei para Edward que estava me encarando. o que deixou claro que eu estava tramando algo. mas eles estavam ocupados discutindo sobre quem podia segurar mais tempo a respiração. ―Você pode falar com ele sozinha. ―Não! Você é doente. Era difícil acreditar que sua idade física era de quase oito anos de idade. Eu coloquei meu escudo sobre mim. ― Ele vai saber que vocês estão lá. ―Vocês estão falando sacanagem? Essa conversa de você só está com um lado… Bella… ‖ Jacob levantou a sobrancelha. . então ele estava escondido atrás de mim. ‖ Eu levantei para limpar Renesmee. Eu não podia evitar de ficar maravilhada com o sorriso brilhante de minha filha. Eu acho que é hora de eu contar a Jake que nós estamos indo embora por um tempo. Ela estava virando uma mocinha. eu sentava no colo de Edward e nós conversávamos e brincávamos como se não houvessem preocupações no mundo. O relacionamento de Jacob era mais como de irmão e irmã que qualquer outra coisa. Jacob. ―Você acha que eu ligo?‖ Eu virei para olhar fixamente para ele. Eu não estou tirando-a para longe dele. ― Foi minha decisão e eu acho que será menos pressão nele se for apenas nós dois conversando. mas não era tão ruim como parecia. mas Emmett. ―Você contar? Nem pensar. Sabia que Edward não poderia me ouvir porque Jacob teve que se inclinar até mim para poder me escutar. Eu não queria arriscar falar em voz alta no caso de eles terem me ouvido. Peguei o prato de Renesmee e andei até ele. Eu sabia o que Alice queria dizer sobre eu estar levando o mundo dele para longe.―Bom dia. Edward cutucou minhas costas e eu ri. lá da pia. ― Eu imaginei. Jasper e eu podemos assistir de uma distância.‖ Eu adorava manhãs como essa. Jacob virá pra dentro em um minuto. ―O que foi?‖ Jacob virou de frente para mim. você se importa de me escoltar?‖ Tentei falar o mais baixo que pudesse. Estou nos dando a chance de sermos uma família. ―Assim está melhor. ―Eu vou levar algumas coisas velhas de bebê da Renesmee pra Emily. Ele atentava ela até que ela se irritava e brigava de volta. mamãe!‖ Renesmee ficou de pé em sua cadeira e inclinou-se para me abraçar. e sim.

―Eu tenho a cadeirinha de Renesmee e outras coisas. ―Papai. ―É porque você quer ficar a sós com ele para conversar?‖ Edward cruzou os braços sobre o peito. Eu me inclinei de volta no balcão.‖ Renesmee entrou saltitante na cozinha. Renesmee me ouviu. Eu tinha uma hora antes dele mandar o exército vir me procurar. Edward vai ficar com a Ness?‖ ―É. ―Legal. ―Sim. Estarei lá fora. Eu segui Edward até lá fora. ‖ Ela puxou o braço dele. ―Venha. Eu a abracei e beijei Edward.‖ Jacob olhou de mim para Edward e correu para fora da cozinha rapidamente. ―Uma hora. eu só ia dizer a Jacob onde estava. eu sei onde está. ― ―Bom. ―Porque eu pedi pra você. ―Já vou.‖ ―EDWARD!‖ Eu odiava gritar com ele.‖ Eu disse um pouco mais alto.‖ Falei para Renesmee. claro que não!‖ ―Bella…‖ ―Estou pronta.‖ Edward colocou uma mão no meu ombro enquanto virava para ver Renesmee andar para fora. papai!‖ Edward estreitou os olhos para mim. ―Verei os dois daqui a pouco. Vá achar Jacob.‖ Ele disse lentamente. Eu vou ajudar. ‖ Edward estendeu a mão na frente dele. Eu sabia o que ele queria dizer. .‖ Ele balançou a cabeça. vamos. mas ele precisava confiar em mim com isso. Não com o temperamento dele.‖ Eu o beijei e ele suspirou. ―Ele não vai me machucar.‖ Era só parcialmente mentira. ―Divirta-se. Pedi a Jacob para me levar porque sabia que você não me deixaria ir sozinha. ―Impossível. ―Sobre o que foi tudo aquilo?‖ Edward estava sobre mim num piscar de olhos. Ele voltou sua atenção para mim quando Jacob começou a falar com ela. ―Eu vou me arrumar agora mesmo!‖ Renesmee correu cozinha a fora. Eu ri desconfortavelmente. Prometo.―Por que você não pede-‖ Cerrei meus dentes. querida. ―Você não vai falar com Jacob sobre isso sozinha. bem como eu esperava.‖ Eu virei os olhos. ―Já estou indo. para que ele pudesse me ajudar. ele vai levá-la até a casa assim que ela ficar pronta. Renesmee saltitou pegando ela. ― ―Você não vai levar as coisas de bebê?‖ Edward perguntou quando andei até Jacob. ‖ Edward me avisou. então pensei que Emily podia ficar com elas. Virei pra casa logo depois. Bella. ―O que? Não. e eu só estou levando as coisas na Emily. Não temos utilidade para isso.‖ ―Er… claro. ―Não tenha pressa.

. ―Do que você está falando? Eu estou bem.‖ Eu andei até os degraus da varanda e me sentei. Suas mãos eram as únicas coisas tremendo. não tirando os olhos de mim. Comece a falar.‖ ―Onde é?‖ ―Fora da costa oeste. ―Bella.‖ Eu respirei fundo. ―Isso não é um lado bom! Você a está levando para longe. ―Pra onde? Vão voltar pra Seattle? Port Angeles?‖ Balancei a cabeça negativamente. ―Eu te desafio a achar um.‖ ―Por quanto tempo?‖ ―Eu quero começar as aulas da faculdade lá. Agora se você ficar irritado as coisas ficarão feias bem rápido. bom. ―Ok. então mudaremos de volta para os EUA para eu terminar a escola.‖ ―Quando chegar a hora de voltarmos… Ness estará quase totalmente crescida.‖ Renesmee puxou o braço dele. nós vamos nos mudar. ―Minha ilha por um tempo. ―Mais longe ainda?‖ Eu concordei com a cabeça. de verdade. levando-me com ele. Ele as cerrou em punhos. Edward virou para ir embora. ―Uma hora!‖ Ele falou por cima do ombro. ―Lado bom da coisa?‖ Perguntei inocentemente. Jacob me segui. Sem clima pra brincar de ‗adivinha‘. ―Eu pensei que esses dias tinham acabado!‖ Jacob me sacudiu com força.‖ Eu olhei para o chão. Jacob me encarou. ―O que foi tudo isso?‖ Jacob perguntou. ―O que há de errado?‖ ―Nada. ―Jake. de novo! Você acha que isso é divertido para mim?‖ Jacob apertou meus braços firmemente.‖ Jacob soltou um rosnado alto e deu um salto para ficar de pé. precisamos conversar.‖ Jacob rosnou. eu preciso de palavras.‖ Eu o avisei.‖ ―Você não respondeu minha pergunta.‖ Eu olhei para ele.―Eu acho que ela quer que a gente vá.

―O que você estava pensando?‖ Ela vociferou para mim. Ele jogou a cabeça para trás enquanto gritava. prontos para atacar. Emmett e Jasper apareceram nos lados de Edward. ―Bom. Ele me colocou no chão e virou para encarar o lobo raivoso. ―Você brincando comigo.‖ ―Ou o que? Hein? O que você vai fazer sobre isso? Nada. Assim como eu havia dito para Rosalie.‖ ―Toque nela assim de novo e eu te transformo em ração. ―EU TE DISSE!‖ Edward gritou para mim.‖ ―Pare com isso! Eu já ouvi toda essa coisa antes! Não faça isso comigo Bells.‖ Jacob latiu ferozmente para Edward. ―Você está me avisando? Avisando para eu não levar minha filha onde quer que eu queira ir?‖ ―Não faça isso. Alguma coisa me pegou antes que eu aterrizasse no chão.―Que dias? Me solte!‖ Eu lutei contra o aperto dele. . ―Quem decide quando partimos é Bella. mas Jacob se virou e correu para dentro da floresta. Eu pensei que já tinha passado da fase de você arrancar meu coração e pisar nele. Eu estou te avisando. Jake! Ela pertence a mim.‖ Edward o avisou. ―Eu posso cuidar de mim. ―Afaste-se Jacob!‖ Edward agachou-se na minha frente. Emmett e Jasper agacharam-se. Ele ficou quieto enquanto escutava Jacob.‖ Meu corpo começou a tremer com as convulsões dele. Virei rapidamente quando Rosalie me afastou deles. Eu juro que se você tentar mudar a cabeça dela você terá que dar as contas comigo. A próxima coisa que vi foi que eu estava sendo jogada para trás. Não estaremos tão longe. não a você!‖ Jacob me levantou do chão. então você não devia estar tão perto dela em primeiro lugar!‖ Eu sabia que Jacob estava tentando dizer para ele que ele me jogou para que não me machucasse. ― ―Eu não estou! Você pode visitar sempre que quiser. sabia? Ele fez isso para que não me machucasse quando se transformasse.

uma ajudinha?‖ Edward pediu. ―O que aconteceu?‖ Ela perguntou. Ele se virou rapidamente. tenho que encontrá-lo! Eu preciso ter certeza de que ele está bem. Emmett!‖ Edward chamou e rapidamente ambos estavam parados na minha frente. Bells?‖ ―Eu ainda acabo com você se realmente quiser. ―Não está tão valentona como costumava ser.‖ ―Eu não vou discutir isso com você. ―Saiam!‖ Eu gritei e tentei passar por eles. Ela deixou Alyssa no gramado e caminhou em nossa direção. ―Não! Eu não…‖ Eu suspirei assim que senti uma sensação de serenidade tomando conta de mim.‖ Eu sussurrei. agarrando o topo dos meus braços. todos nós ficamos encarando as árvores aonde ele desapareceu. e atirou-me sobre seu ombro. ―Não vai não. e coloquei minha mão em seu braço. segurando minha cintura. Emmett caminhava atrás de mim e Jasper na frente.‖ ―Jasper. ―Emmett.‖ Eu puxei minha mão da dele e virei para caminhar para o lado oposto. bloqueando meu caminho. ―Ok Emmett. Eu dei um passo para a esquerda de Emmett e ele me acompanhou. coloque-a no chão. Edward imediatamente pegou minha mão. Eu não estava tão forte como eu costumava ser. Vamos. me coloca no chão!‖ Eu bati em suas costas. ele nunca iria me machucar. Meu corpo relaxou e eu vi Jasper acenar para Edward. ―É claro que não! Eu não sou mais humana. Eu os puxei de seu aperto.‖ Edward pegou minha mão e me puxou em direção da grande casa. Movi-me rapidamente e fui capaz de passar por ele. ―Edward. hein.‖ Emmett lançou seu braço. mas não tanto como eu queria.‖ Edward vociferou. se lembra?‖ ―Ele ainda é forte. então eles mal se moveram. e deu uma olhada rápida para Rosalie. ―O que diabos você estava pensando? Você está machucada?‖ Edward perguntou puxando meus braços para examiná-los. ―Jasper. e eu estava de pé.‖ Emmett fez o que Edward disse. ―Eu conheço o Jake. Ele se encolheu um pouco. ―Oi… mamãe.‖ O sorriso de Renesmee desapareceu rapidamente quando ela viu Edward agarrando meu braço esquerdo e Rosalie o direito. Jasper moveu-se com ele então eles ficaram ombro a ombro. me fazendo recuar.‖ Emmett empurrou contra meus ombros. Ela sabia o que ele queria e andou para o meu lado pegando o meu braço livre e enlaçando no seu.Assim que Jacob estava fora de vista. ―Vamos. . ―Não.

eu sentei Renesmee na parte baixa de uma árvore. Assim que o resto da família não podia mais nos ouvir. ―O futuro está mais claro agora. Eu não entendi o que o sorriso significava. Ela olhou ao redor zangada. ―Vamos.‖ Edward parou na minha frente. mas assim que pegou sua passada ela permaneceu ao meu lado. Eu pude ouvir Edward rosnar. ―Onde ele está?‖ Ele perguntou.‖ Eu sussurrei de volta e Renesmee puxou sua mão da minha e parou na minha frente. Você a está assustando. mas eles não me soltaram. Carlisle ignorou minha pergunta. não me machuquei! Vocês percebem que eu não sou mais uma humana fraca?‖ Eu me debati contra o aperto de Edward e Rosalie. Eu sei que ela está.Carlisle e Esme viram o olhar irritado no meu rosto e no de Edward. ―Bella. ―Quem? Quem foi embora? Mamãe. ―Ela vai contar pra ela!‖ Alice falou. ―Sim. e então para Jasper atrás dela. ―Fugiu. ―Não é justo!‖ Ela choramingou e esperneou nos meus braços. Eu peguei sua mão e caminhei em direção a floresta do outro lado da casa. me responda!‖ Renesmee suplicou. Edward suspirou e soltou meu braço. e vir em nossa direção.‖ Edward deu um passo para o lado e sorriu para mim. . ―Eu quero que a mamãe fale. espero que você esteja feliz. nós temos algo para te contar. Eu dei de ombros e a peguei no colo. ―Ela se machucou?‖ Carlisle perguntou tentando olhar de Jasper para mim. nós estamos partindo assim que meu pai e Sue voltarem.‖ Renesmee disse desviando o olhar de Edward para meus olhos. Os olhos dela vacilaram sobre o meu braço esquerdo para o meu braço direito. Eu pensei para Edward.‖ Eu coloquei minhas mãos nos ombros de Renesmee e a guiei para longe de todos. Ela está escondendo alguma coisa de mim. ―Não. ―O que está acontecendo?‖ Renesmee perguntou nervosamente. ―Agora? Você acha que agora é uma boa hora?‖ Edward sussurrou por detrás de mim. ―Mamãe?‖ A voz de Renesmee tremeu enquanto ela desviava de Jasper para ficar parada na minha frente. depois para Emmett atrás de mim.‖ Alice disse friamente enquanto eu passava por ela.‖ Ela olhou para ele e soltou meu outro braço. sem querer dizer o nome de Jacob na frente de Renesmee. Me solte. Você o afastou pra longe dessa vez. ―Rose. Carlisle começou a andar atrás de Renesmee.‖ Edward obviamente escutou mais na mente de Jacob do que eu tinha pensado.‖ Edward disse friamente. ―Você não está respondendo minhas perguntas e agora esta sussurrando com o papai! Eu não vou me mover a menos que você comece a falar!‖ Renesmee colocou as mãos no quadril. Ele olhou para Renesmee. mas tomei meu lugar na frente de Renesmee. Ela lutou por um momento para acompanhar meu passo. ―Acho que não o veremos por um tempo. ―Querida.

Só vamos ficar na ilha por alguns anos. cadê o Jake?‖ ―Ele não aceitou as notícias muito bem. . Renesmee era mais esperta do que eu pensei. Eu quero ir procurar pelo Jake! Você gritou com ele?‖ Renesmee me perguntou.‖ ―Você e papai tiveram uma Lua de Mel?‖ Renesmee olhou de mim para Edward. sem querer olhar em seus olhos. e nós vamos visitá-los sempre que você desejar. ―Porque seu pai quer se certificar de que estamos seguras. ―Promete?‖ Ela perguntou.‖ Eu disse.‖ ―Eu disse que não quero ir.‖ ―Papai e eu vamos te dar aulas em casa até voltarmos.‖ Eu cerrei os olhos para Edward.―Estaremos nos mudando em breve. ―E o Jakey?‖ Esse foi o motivo para o sorriso de Edward. Jakey está aqui. Edward riu ao meu lado. mas ele não olhou para mim. Renesmee perguntou. ―Sim. quando estaremos nos mudando?‖ ―Assim que Sue e o Vovô voltarem da lua de mel. e que nós retornaríamos para os Estados Unidos e então eu poderia terminar a faculdade. Você vai finalmente poder ver minha Ilha!‖ Eu disse animada. ―Por quê?‖ Renesmee cruzou os braços no peito. ―E se eu disser que não quero ir? Nossa família está aqui. Eu nunca te impediria de ver nossa família.‖ Eu implorei. ―Por que não?‖ ―Renesmee.‖ ―Eu quero vê-lo agora. por favor.‖ Ela sentou pacientemente enquanto eu lhe contava sobre ter minhas aulas online. Eu te prometo que Jacob e o resto da família vão nos visitar sempre que eles quiserem. e podemos ter algum tempo para ser uma família. puxando minha camiseta. ―Ele não irá. Agora não. Ela juntou os pedaços e sabia que algo estava acontecendo. mas você pode vê-lo quando quiser. e eu sabia que a interrogação tinha terminado.‖ Eu olhei para o chão. e minha escola é aqui.‖ ―Então. ―Não! Eu disse pra ele que iríamos nos mudar e ainda vamos. Ele precisa esfriar a cabeça. ―Por que não? Papai.‖ Eu lhe assegurei.‖ ―Ele não está aqui.‖ ―Por quê?‖ ―Para passar um tempo em particular com o seu novo parceiro. ―O que é uma Lua de Mel?‖ ―São férias que você tira depois de se casar. Você vai amar lá. mas antes que eu pudesse olhar para ele. Edward relaxou ao meu lado.

―Sim!‖ ―Que bom‖.‖ Alice ficou de pé e tirou Alyssa de seu colo. ―Bem. ―O tempo que você tem estado casada é o mesmo que minha idade. eles já têm eu. você era humana?‖ Renesmee olhou para mim. Nenhum de nós pensou que sequer era possível. e travou um olhar confuso em seu rosto. Seth. então ela dormia muito.‖ Edward disse rapidamente. ―Agora terminamos?‖ Eu perguntei quando ela pegou na minha mão. Ela está bem com a nossa mudança. . Fomos para nossa lua de mel para ficarmos só nós dois sozinhos. ―Então.‖ Eu lhe disse. ―Lembra quando eu estava te dizendo que você não foi planejada. Leah. Algumas pessoas não vão para a lua de mel para fazer um bebê. Eu respirei fundo.‖ Renesmee apontou. ―Sim. sua voz trêmula. Renesmee acenou.‖ Renesmee sorriu. nós não estávamos indo para a lua de mel para fazer um bebê.‖ O rosto de Renesmee congelou com sua boca num ―O‖. mas Vovô e Sue estão indo para a lua de mel para fazer um bebê?‖ ―Não. e quando mamãe estivesse pronta. e expliquei para ela de um jeito que uma criança entenderia. E… aqui estamos nós.‖ ―Como?‖ Aquela era uma pergunta que eu esperava que ela não fosse perguntar.‖ Se eu soltasse meu lábio eu iria sorrir largamente. e você como neta. ―Entendi!‖ Renesmee ficou de pé. e seus olhos arregalados. ―O que você quer dizer?‖ Eu perguntei caminhando mais rápido para aonde Alice estava. você vai apenas ignorar o fato de que ninguém sabe aonde Jacob está. na nossa lua de mel é quando eu fiquei grávida de você. então ela continuou humana ate você nascer.‖ Renesmee balançou a cabeça. ―Oh. ―Como foi?‖ Alice perguntou assim que ela nos viu caminhando pelo jardim. ―Mmhmm. mas ela acabou engravidando de você.Eu mordi meu lábio inferior. ―Você está bem?‖ Edward perguntou. ―Oh. assim como você. ―Bem. ―O que vocês fizeram?‖ ―Nós… nadamos e fomos caminhar. ―Sim. mas que não te trocaríamos por nada?‖ Edward perguntou enquanto escutava aos pensamentos confusos dela. finalmente entendendo. eu ia transformá-la. Sua mãe era humana naquela época. Edward e eu suspiramos juntos.

mas ela só conseguiu sentir a dor dele. explique para mim. não é! Quantas vezes eu tenho que te dizer. graças a Alice. e disse à ela para mandar o bando correr com o Sam.‖ Alice sibilou.‖ Eu sussurrei. ―Eu sei. Todo mundo parou de conversar assim que escutaram Alice e eu discutindo. Todos eles sabiam que isso era um problema grande porque Alice e eu nunca discutimos antes.―Ele procurou Leah. ―Sim. Ela se transformou para ver onde ele estava indo. Esme a abraçou apertado enquanto Renesmee começava a soluçar em seu pescoço.‖ Me aproximei dela e ela envolveu seus braços ao redor da minha cintura.‖ ―Não. você pode nos visitar sempre que você quiser!‖ ―Você não entende. o que eu vou fazer sem você?‖ Ela virou para olhar para mim.‖ Alice virou e correu para a casa. Tarde da noite Renesmee e Alyssa estavam na cama e estávamos todos sentados ao redor a mesa da sala de jantar. ―Temos que encontrá-lo!‖ Renesmee começou a correr em direção da estrada.‖ Jasper virou-se rapidamente para ir atrás dela. Bella. e imediatamente Jasper e Edward recuaram.‖ Eu cruzei os braços em meu peito. ―Alice! Fale comigo!‖ Eu implorei. e isso é estúpido. ―Alice. Isso é tudo. e ela correu diretamente para seus braços. por favor. mas você lembra quando eu fugi com Jasper quando os Volturi estavam vindo atrás de nós?‖ ―Sim…‖ ―Lembra de como você se sentiu quando eu fui embora? Agora se lembre de como você se sentiu quando Edward te deixou?‖ Eu fechei meus olhos e me afastei dela. . ―Não.‖ ―Aonde ela está?‖ ―Ela acabou de ir embora. Ela disse que ele apenas saiu correndo. ―Apenas esqueça. ―O que você fez?‖ A fúria de Renesmee estava de volta. Eu levantei e a segui. mas Esme ajoelhou-se no caminho dela. qual é o seu problema? Nós tínhamos acalmado ela. Jasper e Edward hesitaram bem atrás de nós.‖ Eu lhe assegurei.‖ ―Jakey?‖ Renesmee perguntou de olhos arregalados. Quatro anos não são nada. ―Porque você esta separando a família. Alice se levantou e caminhou para fora. Faça o que você tem que fazer. ―Eu só disse que estávamos nos mudando. ―Eu vou. Ela foi tentar seguir os rastros dele. ―Eu ainda vou estar por perto. ―Bella. e você tinha que abrir sua boca!‖ Eu vociferei para ela.

―partiu. Sentei no degrau da frente como sempre fazia por volta desse horário do dia. ‖ Esme beijou minha têmpora e eu passei meus braços em torno de sua cintura. de novo. Eu nunca o esqueci. Eu fiz parecer que estava esperando para ir buscá-las. ―Pare de ser tão dura consigo mesma. Eu era humana. e vocês nunca tiveram a chance de ser uma. ‖ Esme abraçou-me e puxou-me em seu peito. e se apaixonar. Nenhum de nós achou isso um problema. meu coração iria curar com o tempo. e voltou para a casa Já se passaram três meses desde que ouvimos alguma coisa de Jacob. então não deixe ninguém ficar no seu caminho. Ela desceu as escadas para se sentar ao meu lado. Contanto que você sinta que está fazendo a coisa certa. Esme. ― ―Todo mundo é diferente. ― ―Sabe. Era um dia frio normal para outubro. ela o ama como ama qualquer um de nós. Todos sabiam que eu estava esperando para ver se Jacob aparecia. não está. então sentei à espera do momento em que eu tinha que ir pegar as meninas na casa de Emily. mas seu lobo de pelúcia nunca sai do seu lado. Agora.‖ Esme disse. e essa parte dela já está se adaptando à vida sem ele.‖ Sussurrei. Renesmee está se acostumando à vida sem ele. Mesmo quando as coisas entre eu e Jacob foram se tornando mais sérias. Renesmee e Alyssa ainda estavam na escola. Você e Edward precisam criá-la do jeito que vocês quiserem. e com o tempo. quando Edward…‖ Engoli em seco. ―Obrigado.―Bem. Renesmee está crescendo. então ficaríamos aqui mais oito meses. Você tem que fazer o que é certo para sua família. Ele está machucado e eu fui a pessoa que o feriu. o amor dela por Jacob é pura inocência. se eles estão destinados a ficarem juntos. . ―Não. Renesmee é apenas uma criança. Suspirei alto. ele pensou a mesma coisa. querida. ele vai voltar para ela. O coração dela vai sarar. Muita coisa aconteceu nos últimos anos. Apenas pense sobre isso. Ela não entende a diferença entre o amor que ela tem por sua família. Renesmee e Alyssa imploraram para Edward e pra mim para não nos mudarmos até o final do ano letivo. ―Ele está bem. eu sempre tive um buraco aberto que queimava por Edward. e é assim que Jacob se sente. Ela é metade humana.‖ Alice suspirou. A aula terminou há uma hora atrás. mas eu não estava enganando ninguém. é assim que eu me sinto. mãe. mas frustrada comigo mesma. nunca curou. principalmente em frustração.

Os outros estão apenas chateados porque vocês são tão próximos que é difícil para o resto quando um se vai. Eles estão no quintal. preciso de tempo sozinha. Ela mal falou comigo nos meses que se passaram. ―Não.Eu a senti sorrir contra o meu cabelo. quer vir comigo para ir buscar as meninas?‖ Perguntei-lhe. ―Tudo bem‖. Em. ―Oi. ―Isso resolveu então. ‖ Esme se levantou e caminhou de volta para dentro.‖ Rosalie sorriu enquanto Esme chegou atrás dela e beijou o topo de seu cabelo. e isso estava me matando. Olhei para Rosalie. sim? Nós todos sentimos falta disso. ―Alguém está com um humor melhor. Ela balançou a cabeça dizendo que realmente estavam indo. Suspirei e peguei as chaves do meu carro antes de ir para a garagem. ‖ Jasper sorriu enquanto me observava entrar na sala. ―Você é mais que bem-vinda. ―Assim é muito melhor. Rose e eu vamos caçar. por isso entenda que a raiva deles é proveniente de um coração partido. ou deveriam estar. enquanto você acredite que está fazendo a coisa certa. Sorria agora. ―Ei. ―Esme‖. ‖ Não pude deixar de sorrir para ela. deixe ela. ‖ Esme piscou e virou-se para entrar. Isso me fez sorrir.‖ Agradeci Esme silenciosamente quando ouvi Edward sentar de volta no sofá. ‖ Eu ouvi Esme dizer para ele. ―Edward. Estou triste que vocês três estão indo embora. ―Você acha que estamos fazendo a coisa certa?‖ ―Ficarei do lado de qualquer um dos meus filhos. Esperei alguns minutos até que me levantei e entrei atrás dela. ―Não. ―Tia Bella!‖ Alyssa entrou pela porta da frente saltitanto e colocou os braços em volta de mim. pois bem. mas estarão de volta em pouco tempo. ―Quer que eu vá com você?‖ Emmett ofereceu. Se acreditar. Eu bufei e fechei a porta atrás de mim. ―Alguém precisa ir com ela. Desta vez são três de vocês indo embora. assim digamos. então eu mandei as meninas para fora com Leah e Seth. ‖ Edward argumentou. e Jayden?‖ Eu perguntei quando me dei conta que a casa estava muito quieta. ― ―Eu não os ouvi quando entrei. Obrigada mesmo assim‖. Onde estão as meninas. ‖ Me virei para abrir a porta e chamar Seth e Leah. eu também. Ela beliscou minha bochecha. Bells!‖ Emily me cumprimentou feliz. ―Como foi na escola?‖ Perguntei-lhe. e eu sei que Edward é quem sente mais falta. Amanhã vamos ter uma festa de Halloween! Temos que nos fantasiar. ―Não.‖ Ela deu o seu melhor sorriso. ―Esme falou com ela. mas a porta se abriu antes que eu pudesse alcançá-la. Chamei por ela.‖ . Dê algum espaço. ‖ Edward parecia aliviado. Ela virou para olhar para mim. ela vai ficar bem. ―Legal. minha querida. ―Alice. ―Jayden está dormindo lá em cima.

―Eu não vejo porque não. ‖ ―Isso é muito assustador para as crianças na escola. ‖ Edward disse enquanto chutava a sua presa para o lado. ― ―Eles não são assustadores. ―Vamos trazê-lo para casa. ―O que vocês serão?‖ Edward perguntou quando Renesmee o beijava dando tchau. ―Hmm… ‖ Renesmee tocou seu queixo enquanto pensava. mas para outras pessoas eles são. e correram para pegas as mochilas. por quê?‖ Alyssa perguntou. Tchau meninas!‖ Emily falou enquanto elas corriam para a porta. ‖ Eu disse para ela. ―Darei. Ela estava nos braços de Emmett e ele sorriu para ela. ―Tudo o que você quiser. Alyssa disse. e eu não pude reconhecer onde era. ―Acabei de desligar o telefone com ela. ―Tchau Emily! Obrigada!‖ As duas responderam ao mesmo tempo. ela convenceu. ―Sim. Os quatro saíram. Leah não falou comigo durante algum tempo desde que fui eu a pessoa que o fez fugir novamente. Dê um beijo no rapazinho por mim. ―Vejo você amanhã.‖ Ela não discutiu comigo. Depois do jantar. ―O que ela disse?‖ ―Que eu posso ser qualquer coisa. ―Não desde que ele me perguntou como estavam as coisas por aqui. Apenas nada muito assustador. ‖ Abracei Emily. ―Você parece estar com um humor melhor. . Esme e Carlisle decidiram levar Alyssa e Renesmee as compras. ‖ Limpei minha boca. Ela deu de ombros. Fiquei contente que eles não estavam mais chateados comigo. ―Eu não sei ainda.―É! Podemos ir comprar as fantasias?‖ Renesmee perguntou quando ela entrou pela porta da frente com Leah e Seth atrás dela.‖ Leah respondeu. e Edward e eu fomos caçar. ―Eu quero ser um lobisomem!‖ Ela gritou excitada. ―Igual ao Jakey. ‖ Seth cutucou meu braço. Esme realmente deve ter convencido você. ―A mamãe falou com você?‖ Ele riu.‖ Todos nós rimos. ―O que eu posso ser?‖ Renesmee perguntou quando ela se aproximava para me abraçar e dar tchau. Você tem que usá-lo para a escola. com babados e rosa. e fiquei aliviada. ― ―Eu quero ser uma princesa‖.‖ Ambas as meninas aplaudiram. mas ele não me disse onde estava. Vamos chegar em casa e dar as senhoritas o jantar e vocês podem ir atrás das fantasias. ―Alguma coisa?‖ Perguntei quando passava por Leah e Seth. ― ―Não é para você ou qualquer um de nós. contanto que seja bonito.

Renesmee usava uma camiseta e calça preta com uma capa vermelha e preta. Edward a respondeu. Me virei para o espelho e ela gritou de alegria. ―Isso é inteligente. ela me implorou para colocar um pouco de sangue falso escorrendo pelos cantos da boca. Quanto a Renesmee.―Contanto que você esteja feliz. ―Vem cá mocinha! Eu quero sugar seu sangue!‖ Renesmee correu atrás Alyssa. garota. Ela realmente parecia uma princesa. é assim que eles pensam que somos‖. ―Eu tomo isso como se me vendo feliz é o que te faz feliz. e ninguém vai saber. mas por um dia as pessoas vão me chamar de vampira! Não humana. Na manhã seguinte. ―As pessoas não acham que nós existimos. Sua tiara estava em sua cabeça. mas nas histórias sim. eu poderia dizer facilmente que era real. Renesmee tirou os dentes. ―Não. Ness está exibindo o seu segredo. ‖ Beijei-o novamente. ‖ Edward riu. a que deveria ser a engraçada. Neste ponto eu sabia que ela estava escondendo algo grave de todos. por isso as deixamos sozinhas. mas ela obviamente não sabia. ―Eu sei.‖ Ele disse. Fizemos o caminho de volta já que Esme e Carlisle deveriam estar voltando em breve. Deixe com Renesmee para ser a estranha que se destaca. ―Uma vampira… Minha filha meio vampira é uma vampira para o Halloween?‖ Eu sorri e rolei meus olhos. Seu cabelo ainda estava em seu rabo de cavalo bagunçado. Era muito estranho ouvi-la ameaçar sugar o sangue de um humano. isso é tudo que me importa. mas ela estava apenas desfilando com sua fantasia. Todos sabíamos que estavam apenas brincando. você está vestida como uma vampira estereotipada‖. não meio vampira. ―O que foi?‖ Edward apenas apontou para as escadas. e Edward riu. Logo que entramos na casa todo mundo estava rindo. não fazem. olhando ao redor da sala. ―sim. Edward era o . Todos nós ficamos um pouco nervosos com as palavras de Renesmee. porque é legal! As pessoas realmente acham que vampiros são assim?‖ Renesmee colocou de volta os dentes e levantou as mãos enquanto rosnava. Toda pronta‖. Edward e Emmett ficaram de olho para ter certeza que ela não ―fingisse‖ morder Alyssa. Minha filha ainda iria nos mostrar a sua. Rosalie tinha deixado Alyssa colocar um pouco de maquiagem para fazer sua roupa se destacar mais. Essa fantasia não era engraçada. as meninas desceram as escadas com suas fantasias. ―Sim‖. ―Amei! Pareço assustadora! Eu sou uma vampira completa!‖ ―Bom. Virei-me para ver Edward rindo atrás de mim. Alyssa desceu primeiro em um belo vestido brilhante de princesa rosa e prata. Eu não queria que ela ficasse com a impressão errada de quem ela realmente é. mas dei de ombros. eu sou apenas uma vampira‖. ―Assim. Eu a lembrei. ―Povo doido! Eles nem fazem idéia!‖ Renesmee riu. e coloquei tinta branca por todo o rosto dela para fazê-la parecer mais pálida. ―Obrigada!‖ Renesmee sorriu e girou para fazer a capa voar atrás dela. ―O que é tão engraçado?‖ Eu perguntei. Peguei o batom vermelho de Rosalie e coloquei um pouco em Renesmee. Alyssa gritou e riu enquanto era perseguida pela sala. e eu caminhei até Edward e o beijei. mentalmente retirei a última parte que eu tinha acabado de pensar. Eu deixei. Esperto. Quando ela desceu as escadas. ela mostrou seu sorriso reluzente com dentes de vampiro que brilham no escuro. ‖ Emmett bateu um high five na mão na dela. já que os dentes Renesmee eram fortes o suficiente para romper a pele com a mais pequena mordida.

‖ Edward apontou para ela e se ajoelhou na sua frente. Ele tropeçou para trás fingindo estar assustado.‖ Eu beijei a cabeça Renesmee e flutuei para fora do quarto para ir me vestir. ―Você vai se fantasiar hoje?‖ Edward perguntou enquanto ele entrava com cortes abertos pintados no corpo e seu rosto ainda mais pálido. ―Eu pensei em ser uma humana‖. ‖ Edward sussurrou em seu ouvido. e sentou no estômago dele. . ―Emmett. derrubando-o de costas. ―Eu nunca vi nenhum de vocês agirem assim no Dia das Bruxas‖. Eu fui a última a ficar pronta. Edward riu. . ―Ness que começou. ―Você matou seu próprio pai? Você é um monstro!‖ Edward tentou o seu melhor para soar magoado. ―Er. ―Muito chato!‖ Renesmee pensou por um minuto. Eu gosto do sangue‖. Cutuquei o sangue falso escorrendo de um corte. Eu brinquei. ―Te peguei!‖ Renesmee riu. ‖ Ele flexionou seus músculos. tem algo de errado em seu rosto‖. ―Gostou?‖ Ela perguntou para ele. Bella. Eu sou um morto-vivo ambulante!‖ Edward jogou a cabeça para trás rindo. Renesmee empurrou seus dentes de vampiro em sua boca e mordeu o pescoço de Edward. então percebi que não seria tão ruim assim. Ela sibilou. Geralmente eram por Alice e Rosalie que ficávamos gritando para se apressarem. . ―Bella é um diabo! Isso é incrível!‖ Emmett riu. . ―Ok. ―Eu sei. ―Seja um. ―Diga a mamãe para se fantasiar. boa idéia. Renesmee ergueu suas mãos e rosnou para Edward. Eu tinha um vestido de festa de seda vermelho com salto alto na mesma cor.único que sabia exatamente o que estava se passando na mente dela. ―Você precisa! O que você quer ser? Seja algo bem diferente!‖ Renesmee puxou meu braço. . Ela saltou em seus braços. Ele andava com uma regata branca apertada que estava rasgada. Eu decidi falar com ele sobre isso mais tarde. . Seus olhos brilharam e ela saltou de Edward. não é ótimo? Emmett me ajudou com isso. Revirei os olhos. mas era para ser um grito. amor. Seu short tinha buracos também. o que foi uma primeira vez. ―Mas você tinha um gosto bom!‖ Renesmee riu. . ―Você está ótima! Bom trabalho. seja um diabo!‖ Eu pensei nisso por um minuto e apenas queria dizer que eu tinha que usar tudo vermelho. hmm. e os chifres de diabo tinham de estar na velha caixa de fantasias que estava guardada. o que você é?‖ ―Um machão.

. Edward e Jasper andavam atrás de Rosalie.Alice estava em uma malha apertada de corpo inteiro com manchas pretas e marrons sobre ela. ‖ Edward murmurou para si mesmo.‖ Um menino disse quando passávamos. e Edward colocou sua mão nas minhas costas. Eu olhei para o Sr. estava em um uniforme militar. Brown e o encontrei me encarando. ―Não. Feliz Halloween para todos. Alice e eu na direção da escola. Fico feliz por ver a maioria de vocês no espírito.‖ O outro rapaz disse. Eu podia sentir os olhos deles em nossas costas. ―Deixe para as meninas Cullen fazerem do Halloween um show sexy. seus olhos nunca deixando o meu corpo. então não me senti tão mal assim. Eu afundei na minha cadeira. Haviam muitas meninas que estavam andando vestindo quase nada. e Jasper. ―Por quê?‖ Eu perguntei quando entramos na primeira sala. Nós fizemos poses enquanto Esme tirava fotos antes que elas tivessem que ir para a escola. Edward rosnou e me puxou para perto dele. eu quero que a dançarina faça uma dancinha para mim. Seu rosto estava pintado com bigodes e orelhas de gato na cabeça. Edward e Jasper disseram ao mesmo tempo. ―Este vai ser um longo dia. ―Ela pode ser meu diabo. A aula começou e eu fiquei feliz que a atenção não estava mais em mim. ―Até os malditos professores!‖ Ele sibilou muito baixo para que alguém pudesse ouvir.‖ Emmett disse enquanto ele. Você percebe que cada um deles tem pensamentos absurdos sobre vocês três?‖ Edward rosnou quando o professor entrou. Emmett estava do lado oposto de Rosalie. Eu podia sentir um monte de olhos nas nossas costas. primeiro de tudo. ―Eu acho que essas roupas deveriam ser consideradas ilegais de usar em público. ‖ Alguém disse. Rosalie estava vestida com uma roupa minúscula de dançarina. ―Bem.‖ Ele disse. então Edward colocou seu outro braço ao redor dela. ―Eu concordo‖. sem surpresa. ―Porque vai tomar cada parte de mim para não despedaçar todo menino nessa escola.

Encontre-me lá em cima. Eu abri e o cheirei. Chamei seu nome enquanto entrava na sala. ―Nem de perto. ―Posso usar a fantasia novamente amanhã? É sábado e vamos ficar por aqui mesmo‖. ―O que há com essa fantasia?‖ Sentei-me na beira de sua cama. Rosalie já estavam aprontando Alyssa para ir dormir. Edward.‖ Sem olhar para mim Renesmee levantou sua mão e a colocou na minha bochecha.‖ Levantei ela da cadeira e a coloquei no chão. depois que eu colocar Ness na cama. ―Edward‖. ―Este costumava ser o meu favorito. Eu só gosto dela. e me inclinei para beijar seu rosto. Eu balancei a cabeça.‖ Virei-me rapidamente e cuspi na pia.‖ Eu tive que admitir que estava curiosa. ―Amo você―. Rosalie. Bons sonhos. podemos conversar?‖ Ele levantou uma sobrancelha. ―Boa noite. Ela se sentaram trocando doces entre si e jogando os que não queriam no lixo. ―Sim.‖ Eu disse enquanto pegava os papéis de doces vazios sobre toda a mesa da cozinha. Ela resmungou. ―Isso é realmente bom!‖ Ela pegou outro de sua pilha e me entregou. O cheiro do chocolate era nojento. ―Acho que é hora de dormir. ―Eu também te amo. Emmett e eu as levamos para ―Doce ou Travessuras‖. ―Não é tão bom como costumava ser?‖ Renesmee perguntou. ―N…nada ….‖ Eu dei-lhe um rápido beijo reconfortante antes de ir ajudar Renesmee a tirar sua maquiagem. ―Essa aqui sim. ―Vampiros não dormem.‖ Renesmee se virou.‖ Eu disse debruçada sobre a mesa e pegando o chocolate amargo Hershey‘s. ―O que há de errado?‖ Ele inclinou-se no sofá. ―Eu quero experimentar!‖ Renesmee estendeu a mão e eu dei à ela. . Eu apertei o meu nariz e balancei a minha cabeça. duh!‖ Renesmee revirou os olhos para mim. mas caminhou em direção à escada. Isso fez com que as duas caíssem na gargalhada.Mais tarde naquela noite Renesmee e Alyssa se recusaram a tirar suas fantasias. querida. e elas estavam agora cheias de guloseimas. ―Está tudo bem?‖ Ele perguntou. mas o coloquei em minha boca de qualquer forma. quero apenas discutir algo. e eu saí do quarto.‖ Renesmee deixou sua mão cair. Ecoou na minha mente. Ela e Alyssa estavam tentando não rir. Tinha gosto de papelão. ―Coma! Veja como é o gosto agora. Eu esfreguei suas costas levemente. querida. deixando suas costas para mim. Eu fui capaz de confiná-las na cozinha para que elas não fizessem bagunça na casa toda. ―Nada.

e ela acha que vai ter a opção de ser transformada em uma completa vampira venenosa. ―É Renesmee. Ela sabe que o meu veneno corre em suas veias. ―De jeito nenhum! Eu não vou fazer isso! Primeiro de tudo. Eu nunca vou deixar Renesmee passar por aquilo.‖ Edward disse assim que entrei no nosso quarto. e ela quer que você-‖ . Todos eles sentem o mesmo que você. ―Eu pensei que você não tivesse sentido nada. ―Algo está acontecendo.―Sou todo ouvidos.‖ ―O que tem com ela?‖ A voz de Edward soou como um alarme.‖ Fechei meus olhos e respirei fundo.‖ ―Não. ―Já os avisei. Sentei-me na frente dele e peguei suas mãos na minha. Eu gostaria que você tivesse me falado. Ela queria ser uma vampira por alguma razão. por isso! Você não será a pessoa que vai parar os batimentos do seu coração. Eu quase pude ouvir o click quando ele percebeu que eu havia mentido. não é verdade?‖ Ele engasgou. ―Eu estava imaginando quanto tempo levaria para você perceber que algo estava errado. Você é mais rápida do que eu pensava. Teria machucado você mais ao me ver sofrer de dor não podendo fazer nada do que você já estava sofrendo esperando para ver se você espalhou o seu veneno em minhas veias há tempo.‖ ―Eles? Como você se sente sobre isso?‖ Eu perguntei.‖ ―Eu jamais iria contra a sua vontade. Quando a morfina acabou seu efeito pude ouvir todas as suas vozes. Ela está cansada de ser a estranha em nossa família.‖ Eu coloquei minhas mãos dos dois lados do seu rosto fazendo-o olhar diretamente nos meus olhos.‖ Edward balançou a cabeça.‖ ―Sinto muito.‖ Lamentei as palavras assim que as disse. Eu sinto isso. Além disso. Você nos disse isso. você não teria sido capaz de fazer nada para me ajudar. Sabia você estava em algum lugar do meu lado. e segundo eu não vou ser responsável por parar o coração da minha própria filha. Eu não vou deixá-la passar por aquilo.‖ Ele beijou minha testa antes de continuar. ―Ela não quer ser mais diferente. onde fiquei paralisada. Quem somos nós para dizer-lhe que ela não pode fazer alguma coisa quando já for uma adulta?‖ ―Nós somos seus pais. Ela vai ter que aprender a aceitar o que ela é. Ninguém vai transformá-la. então mantive minha boca fechada. eu teria perdido o controle e começaria a gritar de dor. A morfina ajudou. Ele estava sentado na cama esperando por mim. sendo queimada viva. Eu sabia que se eu abrisse a boca para que você soubesse que estava funcionando. ―Acho que ela deve ser dada a escolha quando estiver totalmente crescida. A queimação era insuportável. eu poderia matá-la. ―Você sentiu tudo. Ela foi basicamente a razão pela qual você teve que ser transformada. não sou eu que ela quer que a mude. ―Edward. ―A única coisa que a morfina fez foi puxar-me para a escuridão.‖ Edward ficou quieto enquanto pensava. Qual é a razão?‖ Edward suspirou. me prometa isso. Nossa filha está crescendo.‖ ―É por isso que ela quer que você faça. isso está fora de questão. Eu estava perdida no meu próprio corpo.‖ Eu balancei a cabeça furiosamente. ―Aquele tempo todo você estava com dor. e ela quer que você seja a pessoa que a transforme. Eu não tinha noção de onde estava.‖ ―De qualquer maneira. ou se eu estava realmente viva ou morta.

‖ ―Precisamos conversar com ela sobre isso.‖ ―Você teria se acovardado de qualquer maneira. ―Eu também. transformar Renesmee.‖ ―A única coisa que vai ser um problema é a sua sede por ele. ―Oh. e ele colocou seus braços em volta da minha cintura. A primeira vez que ela pensou sobre isso basicamente ela gritou para mim em seus pensamentos para manter a boca fechada. Pergunte Alice. mas amalerou quando o assunto era sobre a hora de você se juntar a mim para toda a eternidade. Não. ―Não. Eu estou colocando o meu pé no chão. eu acredito em você. estou falando sério! Pense em Jacob.‖ Eu bati em seu o braço. Jacob é forte o suficiente para lidar com a força dela. . você me disse antes que descobriu que estava grávida. minha decisão está feita. É por isso que Renesmee escondeu isso de você. ―Eu gosto mais desse caminho. ela não vai pedir amanhã. Por favor. amor. Sentei-me em silêncio por um tempo pensando sobre como Jacob reagiria. eu sei que ela não vai conseguir o que quer com isso. ―Veja.‖ Edward respondeu contra meus lábios. Eu me arrastei para seu colo.‖ Edward se inclinou e beijou-me.‖ Edward ergueu as mãos para se render. esmagando meu corpo contra o dele. se lembra? Você queria ir para a faculdade por algum tempo. aquele foi um bom ultimato.‖ Debruceime para beijá-lo. antes que eu transformasse você. eu não teria!‖ ―Sim. e eu não tive escolha. ― ―Então aconteceu Renesmee. e você não vai deixá-la tentar me convencer. mas falou as palavras fortemente. eu não vou fazer isso.‖ Sussurrei. o quão difícil será para ele estar com uma vampira. Agora é só um pensamento que surge na cabeça de vez em quando. nem mesmo eu. ―O quê? Não. Você foi corajosa o suficiente para se casar comigo. ―Deixa isso de lado.‖ ―Dê tempo. É incrível o quão bem vocês duas se conhecem.‖ Edward hesitou. Eu sei que ele nunca iria deixar ninguém.‖ ―Não se preocupe. Ela sabe que nós não vamos deixá-la tomar uma decisão como essa até que ela esteja grande. Nós não teríamos tido Renesmee se eu tivesse te ouvido.‖ Edward riu: ―Ela disse que você iria reagir exatamente assim.‖ ―Mesmo assim não!‖ ―Calma. A única vez que você foi teimosa assim em alguma coisa foi quando você me disse seu ultimato para se casar comigo antes que eu a transformei.―Não.‖ ―Bem. Eu não quero deixá-la manter suas esperanças com algo que nunca vai acontecer. Edward eu não posso. Quão difícil será para Renesmee ter que estar perto dele.‖ Sorri com a lembrança. vamos lidar com isso quando chegar a hora. que você queria esperar alguns anos antes de ser transformada.

e assim minhas costas bateram contra o colchão. ―É divertido. ―Você gosta de quebrar camas.‖ Tomei dois punhos cheios de seu cabelo e seus lábios encontraram os meus para o resto da noite . ―Me controlar? Você é quem está me jogando pelo quarto.‖ Edward murmurou contra meus lábios. controle-se. Ele rosnou brincando e agarrou meus quadris. ―Esme vai ficar muito brava. ―Você definitivamente não seria capaz de fazer isso se fosse humana. Isso é como Emmett e Rosalie foram expulsos antes. Ele agarrou minha cintura e nos girou. Ela balançou. Olhei para ele e ele piscou para mim. Eu joguei minha cabeça para trás enquanto Edward teve a sua vez de beijar meu pescoço. Seus lábios encontraram os meus ferozmente. Ele lutou contra a minha pressão sobre seus pulsos.‖ Edward riu e me inclinei para beijá-lo novamente.―Se você ainda fosse humana eu não poderia fazer isso!‖ Edward apertou meu ombro e me empurrou para trás. ―Você acha que eles ouviram isso?‖ Eu perguntei sem fôlego. não gosta?‖ Eu disse através de risos.‖ Edward se rastejou de volta ao meu corpo. e então cada uma de minhas costelas. então assim estávamos cara a cara. mas não quebrou.‖ Edward murmurou enquanto eu mordia e beijava seu pescoço. ―Aham. juntamente com os pedaços de nossas roupas. Ela se desintegrou em torno de nós. Estávamos voando pelo ar e minhas costas bateram contra a cabeceira da cama. ―Então. eu já fui avisado para não destruir nada que não sejam as nossas coisas. ―Só provando que eu gosto mais de você como uma mulher indestrutível do que uma menina frágil.‖ ―Entendi. e se soltou. saímos da cama e nos chocamos contra a parede. Peguei suas mãos e as bati no chão acima de sua cabeça. descendo até minha clavícula.‖ Edward murmurou contra o meu estômago. Eu virei os nossos corpos para que assim eu estivesse em cima dele. nesse momento os pés da cama quebraram e nós rolamos pro chão enroscados um no outro.‖ Sussurrei. Nós dois mantivemos nossos lábios grudados enquanto riamos.

―Por que você continua se afastando de mim?‖ Minha voz soava mais magoada do que irritada. Esme estava fazendo sopa de frango e macarrão caseira para Alyssa e Renesmee para o almoço. Onde está Alyssa?‖ ―Lá fora com o tio Emmett. querida. ―Algo errado?‖ Perguntei enquanto eu andava por trás dela. ―Eu acho que você precisa ir brincar. Renesmee se afastou de mim e encostou a cabeça de novo em suas mãos para olhar a neve. Jacob tem que pensar um pouco. ―Saia e junte-se a eles. Gostaria de poder trazê-lo para casa. “Mentirosa!” Ecoou na minha mente.‖ ―Não quero‖.‖ Ela rolou para o lado para olhar para mim. O calor de sua pele deixou uma impressão turva de sua palma no vidro. Ela respirou profundamente e deixou seu suspiro sair com raiva. Eu a vi ir embora.‖ ―Eu tive a mesma atitude teimosa quando tinha a idade dela. me deixando sentada sozinha. certo?‖ ―Nós temos 7 meses. ― .‖ ―Bella. Renesmee subiu no balcão para olhar para fora da janela sobre a pia.‖ Renesmee apontou para fora da janela. mas ela só subiu no parapeito da sala para olhar por aquele outra janela.‖ Ela gemeu e se levantou para ir embora. Ele tem que voltar e dizer adeus. ― Eu me sentei no chão ao lado dela. ―Eu não sei. Suas mãos estavam enfiadas debaixo do queixo enquanto ela deitava no chão assistindo a neve cair do lado de fora da grande janela na parte de trás da casa. mãe.Desci as escadas e parei quando vi Renesmee. ―Deixe ela ir. Renesmee pulou do balcão e Esme saiu para ir atrás dela. Olhei por cima do ombro e vi Emmett no meio de uma briga de bola de neve com Alyssa e Rosalie. ela não deveria falar assim com você. ―Quando ele volta? Já fazem 4 meses.‖ ―Mas nós estamos partindo em breve. Jakey sempre me leva para brincar nela. Você está resmungando igual uma velhinha. Eu tenho certeza de que ele estará de volta antes de partirmos. Renesmee estendeu sua mão para tocar meu rosto. ―É a primeira nevasca da estação. ―Por que você não vai pedir para o papai ir lá fora e brincar. Ela estendeu e tocou o vidro com a mão. Vou lidar com isso da mesma maneira que minha mãe fez. Eu agarrei o seu braço. ―Porque eu quero ser deixada sozinha!‖ Esme olhou para ela com os olhos arregalados. mas não posso.‖ Mas eu duvido. Eu tenho certeza…‖ Renesmee suspirou alto e minha voz sumiu. Eu a segui para a cozinha. ―Não é a mesma coisa. Abracei meus joelhos em meu peito. Eu não queria dizer a última parte em voz alta. Renesmee se levantou e andou passando por mim de novo. Eu gostaria de saber.

Jasper. ―Desculpe‖. bem eu posso ser mais fria do que ela. ―Você só pode sair e brincar se sorrir para mim. por favor. ―Vá brincar com sua filha. ― Revirei os olhos. Ela quer me dar um gelo. Ela me viu passar por eles rumo a porta da frente. ―Eu também quero ir!‖ Renesmee saiu do sofá. Renesmee se sentou no sofá entre Alice e Edward. Eu peguei a mão dela para encontrar os outros do lado de fora. Alice. Ela hesitou por um momento.‖ Levantei-me e entrei na sala.‖ Eu olhei para Edward. Esme. Eu belisquei a bochecha dela. Ela pulou levemente e pousou sobre as costas de Edward. Eu tenho que ameaçar qualquer um de vocês diversas vezes quando vocês perdem os seus temperamentos. bem. ―Essa é a minha menina‖. Eu ajudei Renesmee a fechar o seu casaco. ―Alice. ―Por favor. ―Incrível‖. você quer ser deixada sozinha. ―Eu adoraria‖. ―Sair‖. ―Tudo bem‖. e ela correu na minha frente para fora. ―Você! Você tem levado a maternidade melhor do que eu poderia. e virou as costas para todos. ―Peguem ela!‖ Edward fechou os olhos enquanto Emmett.‖ Esme riu. mas eu estava na frente dela antes que ela pudesse dar um passo. ―O que?‖ Perguntei-lhe. e Alyssa se curvaram para baixo para fazerem uma bola de neve. lembra?‖ ―Eu mudei de idéia!‖ Renesmee foi para passar por mim de novo.‖ Esme piscou para mim e virou-se para caminhar de volta para a cozinha. Eu me sentei na frente dela. mas eu a parei. você mudou o humor dela. ―Não. Renesmee gritava e escondia a cabeça da melhor forma que podia. Jasper?‖ Eu perguntei. e elas derretiam quase instantaneamente quando . Todos eles jogaram bolas de neve ao mesmo tempo. Edward se levantou e caminhou até mim. e ambos encolheram os ombros e se levantaram. e eu mal posso manter minha híbrida filha de 3. de 8 anos de idade sob controle‖. Ela estendeu a mão e tocou meu rosto.‖ Eu me ajoelhei na frente dela. mas um sorriso idêntico ao meu brilhou em seu rosto.―Como?‖ Esme perguntou sentando-se à mesa. ―Sair pra onde?‖ ―Eu quero ir brincar na neve. Esme estava parada na porta da cozinha. ―Dar exatamente a mesma atitude para ela. Ele se levantou segurando-a no lugar. ―Edward. Eu respondi-lhe friamente. ―Onde você está indo?‖ Renesmee me perguntou. você gostaria de ir comigo?‖ Vá na minha. Rosalie. ―Você acabou de fazer isso! Em questão de segundos. você pode manter uma casa cheia de vampiros adolescentes na linha.

Olhei para baixo e ela estava apertando uma bola de neve em suas mãos fazendo ela se transformar em gelo. Edward apertou os olhos para mim e então sorriu. Ela olhou por cima do ombro para mim. Ele disse quando olhou para ela de novo. ―Alice‖. Funcionou. Edward e eu rimos. ―Eles já começaram! Parem de fazer isso!‖ Ela cuspiu. riu e balançou a cabeça. mas se virou rapidamente. ―Mamãe?‖ Ela me perguntou. ―Ok.‖ Edward disse sarcasticamente. Não é bom o suficiente. ―Você vai me dar fora o tempo todo?‖ Sussurrei para Alice. Eu pensei para ele. Eu não sei‖. e ele puxou Renesmee para o outro lado do lobo de neve para protegê-la. Em poucos segundos o cabelo dela estava encharcado. mas Renesmee não percebeu. Seja legal. Me certifiquei em pensar nas muitas possibilidades diferentes que eu ia fazer com isso. Ela caiu de joelhos enquanto começava a juntar neve. Eu fui para minha frente e agarrei um punhado de neve. ―Você é mesmo a filha da sua mãe‖. ―Eu quero fazer um lobo. seus cachos agora pendurados retos em suas costas. Edward a deixou ir e ela escorregou de suas costas. ―Vamos fazer um concurso de bonecos! Família contra família.‖ Ele veio para perto de mim e me beijou. . ―Vamos!‖ Renesmee puxou nossos braços. Edward a avisou com os dentes cerrados. mas eu percebi. ―Que tipo de boneco de neve que você quer?‖ Edward perguntou Renesmee. Ela virou a cabeça para esconder um sorriso de mim. tropeçando um pouco na neve. vamos lá!‖ Edward me beijou rapidamente antes de deixar Renesmee levá-lo em direção a Alice. é claro que podemos fazer um lobo. ―Obrigado.atingiam as costas dela. ―O que você quiser. ―Ora. mas serve. como Jacob. Edward olhou para mim. Edward gemeu. ―Vamos fazer um boneco de neve!‖ Alyssa andou tropeçando com sua roupa de neve. ― ―Foi o que eu pensei‖. Ele pegou as costas de sua jaqueta antes que ela caísse de cara. Alice vai com a família de Edward e Jasper venha cá!‖ Claro que Emmett faria disso uma competição. Na mesma hora Alice se virou e jogou a bola de gelo em mim e eu atirei a minha nela. assim eu iria confundí-la. Ela bateu nela ao mesmo tempo em que a dela bateu em mim. ―Valendo!‖ Edward estendeu seu punho e Emmett o socou. Deixa comigo.

―Bella. Ela enrolou as pernas em torno de sua cintura e os braços se travaram em volta do pescoço dele. ―Eu a afastei para que não a machucasse. eu ouvi o seu batimento cardíaco.‖ Ele sussurrou tão baixo que ninguém ouviu. ―Respire fundo. Seus lábios roçaram contra a minha orelha. Ela teria pousado perfeitamente bem se você não tivesse pegado ela. ―Apenas visite o máximo que você puder. ―Trégua?‖ Perguntei enquanto estendia a minha mão. Onde? Ao mesmo tempo em que perguntei. Edward apertou o braço ao meu redor. Nós estávamos escavando os olhos do lobo de neve quando Edward agarrou meu braço. Ninguém lhe disse que estávamos aqui até junho. ―Onde você foi?‖ ―Eu corri por um tempo.‖ Ele olhou para Renesmee quando ela deu um tapinha no pescoço do lobo de neve. ―Trégua‖. ―Ele veio para ver se já tínhamos partido. E vou sentir sua falta quando você partir. vamos ganhar esta coisa!‖ Alice me deixou ir. ―JAKEY!‖ Ela gritou a plenos pulmões. confusa.‖ Renesmee levantou a cabeça para olhar para ele. ela colocou seus braços em minha volta. ―Eu sinto muito.‖ Edward sussurrou em meu ouvido. Ele a viu primeiro. Ela suspirou e ignorou meu aperto. não zangado. mas ela se esforçava para manter-se presa onde ela estava. ― ―Isso não é por mais outros 7 meses. Ele olhou sobre minha cabeça para Edward. ―Respire. Sua voz foi abafada enquanto ela cavava seu rosto em seu pescoço. Ela correu através da neve e ele estendeu seus braços enquanto ela saltava para ele. Ele está feliz.―Fala sério! Você realmente acertou ela!‖ Emmett se dobrou rindo enquanto o gelo se desintegrava no ombro dela. ―Ok. ― ―Vai parecer como se nunca tivéssemos partido. ―Você me deixou!‖ Ela chorou em seu pescoço. virando seu rosto rápido na direção de Jacob. ao mesmo tempo em que Renesmee o viu.‖ Alice sorriu enquanto se aproximava de mim. Em vez disso. Eu agarrei os ombros de Renesmee e a arrastei para longe de seu lobo de neve. Ele estava na linha das árvores.‖ Eu lhe prometi.‖ . ―Ok. Rapidamente ele olhou para mim. ―Eu também senti sua falta. por favor. Olhei para ele. Ele segurou-a perto dele e andou até mim.‖ Jacob olhou para mim. precisava limpar a minha cabeça. você me pegou. eu não lamento por ter partido. e eu a deixei ir. mas lamento que eu deixei você ficar tão perto de mim quando me transformei‖. Sorri largamente quando ele entrou em meu campo de visão. seu peito nu movendo-se enquanto ele respirava rapidamente. ―Eu senti sua falta‖. e Edward parou atrás de meu corpo envolvendo seu braço em volta da minha cintura. ―Mãe!‖ Ela choramingou. Jacob tentou colocar Renesmee no chão.‖ Ele disse suavemente enquanto a balançava em seus braços. Suas mãos em punhos ao seu lado. mas pegou a minha mão para me arrastar em direção a Edward e Renesmee. e ouvi seu coração pular uma batida. Abaixei-me e segurei seu queixo. Eu respirei fundo e arfei. docinho.

Ness. se você quiser. ele tocou meu rosto. ―Você está indo embora de novo?‖ Perguntei-lhe. ―Ei. ele saiu correndo para a floresta. mas não faça isso novamente. Jacob olhou para Edward implorando. ―Aonde você vai?‖ Ela chorou enquanto ela o tentava alcançar. Edward rosnou. Ele balançou a cabeça.‖ Ela levantou a cabeça e enxugou seus olhos.‖ Ele sussurrou. Pensei que vocês já tinham ido. Jacob estendeu seu braço para tocar as costas dela. Edward deu a volta em mim e pegou Renesmee. Me matou ver isso. Ele se inclinou e beijou a minha outra bochecha. Sua camisa já estava molhada pelas lágrimas dela. ―Eu vou estar por perto. Jacob esperou até que sua cabeça estivesse virada antes que desse as costas para nós. Ela estendeu seus braços para ele. ―É. Podemos falar com eles em questão de segundos.‖ Jacob disse grosseiramente. ―Eu vou. Seu corpo tremendo com o som de seus soluços. ―Também sinto a sua falta. Jacob acenou com a cabeça rapidamente. Barbie. ―Estou feliz que fui capaz de dizer adeus. ―Junho‖. ―Eu preciso tentar e manter a minha distância.‖ Com a mão ainda estendida.‖ Ele me deu o meu sorriso favorito.‖ Jacob se afastou de Renesmee. e traga-a de volta para mim. ―Cuide de seus pais.‖ Sussurrei.‖ Edward avisou. . Bem eu não vou ficar no seu caminho. ―Claro. Edward disse para ele. Ela se virou nos braços dele e enterrou seu rosto em seu ombro. ―O que?‖ Ela choramingou.‖ Sua voz falhou e ela cavou seu rosto novamente no ombro de Edward. ―Nós estaremos de volta para visitar assim que estivermos instalados‖. ― ―Obrigado baixinha. me contaram. ―Te vejo depois. ―Nós ainda estaremos aqui. ―Mantenha ela segura por mim. Eu senti os olhos de Edward queimarem em mim.‖ Ele tocou sua bochecha suavemente e ela fechou os olhos. isso tornará mais fácil para mim. e a colocou no chão.‖ Ele passou por Rosalie e ela saltou para fora do seu caminho.‖ Com isso. Jake. mas eu o ignorei. mas apertou seus dedos antes que ele se virasse para mim. claro. mas eu não podia desviar o olhar. Ele se virou para Edward. Prometi para ele. ok?‖ Ele sorriu para ela como se ela fosse uma maravilhosa jóia rara que ele só encontrou depois de anos de procura.―Eu sei. ―Jacob!‖ Alice correu para ele. Você sabe que a nossa porta está sempre aberta. ―Já sinto falta de vocês duas.‖ Jacob tirou Renesmee dele.

Eu acelerei o passo para não parecer que eu estivesse ouvindo. ela está chateada. ― Ouvi Renesmee suspirar. ―Almoce e depois nós conversaremos. ―Ok. ―Não tenho. ‖ Edward riu atrás de mim.‖ ―Mas. Eu não percebi que ainda estávamos todos parados no mesmo lugar. Eu coloquei um braço ao redor dela e a guiei escada acima. ―Edward.‖ Balancei a cabeça. ― ―Porque você não disse logo?‖ Renesmee saiu correndo na direção da cozinha. espera!‖ Eu a ouvi correndo atrás de mim. não!‖ Renesmee vociferou para mim. ―Ela está… Bem… Uh. ‖ Ela resmungou ao meu lado. ―Inacreditável. ―Eu vou lá me desculpar com ela. ―Vá comer. ―Meio-humana. só que humana e adolescente.‖ Edward virou os olhos. ―Porque Jacob é o melhor amigo dela e ela se importa com vocês dois.‖ Eu disse suavemente enquanto dava palmadinhas nas costas de Renesmee. ―Eu costumava dizer o mesmo sobre você. ―Ela está brava comigo?‖ Ouvi Renesmee perguntar para ele. Todos menos Alyssa e Rosalie. Esme fez só para vocês garotas.Hora do almoço!‖ Esme chamou da varanda. ―Mamãe. ―Como se isso facilitasse alguma coisa. Ela ainda estava chorando nos braços de Edward. ― ―Por que?‖ Renesmee perguntou. ―Mal posso esperar para lidar com outra de você. ‖ Eu disse para ela.‖ ―Obrigado. ‖ Ela resmungou contra a camisa dele. tá. ― . ― ―Mas eu não vou gostar. ―Você tem que comer.‖ Eu apontei. ‖ Ela disse rapidamente. ‖ Edward suspirou. Na verdade. ―Ah. eu não…‖ Eu girei e a encarei. ―Obrigada. Você não está facilitando nem um pouco isso para ela.‖ Eu joguei minhas mãos no ar e saí de perto deles. ―Sem fome. você vai sim. ainda digo.

hora de conversar. Então terão certeza de que Renesmee venha visitar Charlie nas festas de final de ano. Vovô Swan. ―Não. ‖ Renesmee piscou. ‖ Eu disse a ela. Não pude evitar de sorrir de volta para ela. como parte de mim também. Emmet e Jasper estavam jogando poker no chão da sala de estar. Edward.‖ Encostei em Edward para ficar de frente para Alice. e ficarão por duas semanas. Rosalie. por entre seus cílios. ― ―Parte de você está. Ela arrastou os pés pelo carpete enquanto saia do closet. eu também sinto. ‖ Eu disse para ela. ―Hora de história?‖ Ela perguntou depois de subir na cama. naquela noite. ―Sei que você sente falta de Jacob. então Rosalie a colocou cedo na cama. ele não vai mesmo voltar?‖ Rosalie perguntou. Alyssa não estava sentindo-se bem. Inclinando-se contra a cabeceira. ― ―Eu sei. um pouco excitada demais. ―Não sei porque sinto tanta falta dele. . ― Mais tarde. Vovó Esme. ― ―Eu sentirei saudade deles também. ‖ Ela me respondeu. ―Ele não estava pensando nisso. ―Tomara que ele não tenha que vir. ―Claro. ―Você pedirá para Leah ou Seth dar falar com Jacob antes de voltarmos para visitar. ―Eu sempre tive total intenção de trazê-la de volta para visitas. ― Alice sorriu largamente antes de me puxar para um abraço apertado. Não consigo evitar de sentir como se parte de mim ficasse para trás com ele. ―Eu tive a sensação de que era essa hora. ok. Fui para mais perto dela. acredito em você. ‖ Alice me soltou e os braços de Edward substituíram os dela. ‖ Renesmee respirou fundo. Você entre todas as pessoas veria se não estivéssemos planejando isso. Eu sei que virá. Acenei.‖ Ele sussurrou em meu ouvido. para que ele a veja?‖ Pedi a Alice. mas… Não sei. não vejo razão para ele ter que nos implorar para trazê-la de volta para visitar. ― ―Ok. Alice. ―Diga a todos o que você vê. Esme colocou-se no comando de vistoriar o jogo. esperando que ela colocasse o pijama. Eu sabia porque era tão difícil para ela deixar Jacob.―Então. suas tias e seus tios. ―Você virá! Exatamente um mês depois de partir. ela se enfiou debaixo do meu braço e se encostou do meu lado. ‖ Edward me segurou perto. Ainda não. Você tem família aqui também. Família de verdade. Vovô Carlisle. ―Eu te amo. Se você vai visitar tão frequentemente quanto disse que vai. Eu sorri e me aconcheguei em seus braços. Acho que é porque ele é como meu irmão mais velho. Eu sentei na ponta da cama de Renesmee.‖ Ela olhou para mim. ―Ele virá aqui se quiser vê-la. Não é só por causa de Jacob. Eu estendi o braço e coloquei a mão na perna de Alice. Todos nós sentados na sala de estar enquanto Alyssa e Renesmee almoçavam. e sorriu inocentemente. mas temos que ser uma família. ―Nós viremos. ― ―Viu?‖ Eu mostrei. mas não tinha jeito de eu explicar imprinting para ela.

―Sim. Mais visões de nós três na minha ilha. ―Agora. então você pode nadar o ano todo. Colocou os braços ao redor de Renesmee e eu. As coisas vão se resolver. Ela queria saber como era a minha ilha. Flores selvagens cobrem toda a ilha. Nossa casa é uma réplica de nossa cabana aqui. ‖ Edward alcançou atrás dele e me puxou contra suas costas. você esqueceu que eu posso correr tão rápido quanto você. ‖ Visões preencheram minha mente de como ela imaginava que tudo se parecia pelas minhas descrições. ―Isso é tudo que importa. ―Bem…‖ Eu comecei e ela se ajeitou ao meu lado. ‖ Beijei o topo da cabeça dela. brincando na água. sobre o que nossa garotinha está sonhando?‖ Edward andou até nós e ajoelhou-se ao meu lado. mas dessa vez ela adicionou nós três na cena. Eu olhei para ela e ela piscou para mim. Sua mão ficou em meu pescoço. Eu escorreguei para deitar ao lado dela. Uma família. senão mais rápido?‖ Eu o lembrei. ‖ Edward me puxou em direção da porta. ‖ Alice disse atrás de nós. colocando-a em seu ombro. livros espalhados pela mesa. Nós não vamos para o nosso quarto. Cuidadosamente. Renesmee entre Edward e eu. mas a praia fica ao redor de toda a ilha. Nossa casa. ‖ Eu sussurrei. ―Não vejo porque não. Ela enrolou-se ainda mais em mim. Estávamos andando pela praia. fechando os olhos. fui dominada por seus sonhos. Olhei de volta para a porta do nosso quarto quando Edward me puxou para além dela. ensinando-a a jogar xadrez. ‖ Sorri para ele. ‗É bem quieta e todo o espaço aberto que você poderia querer para correr por aí. ―Suba. ‖ Edward colocou uma mecha de cabelo atrás da orelha dela. ―Eu sei. Ele pegou minha mão e eu o deixei me guiar para fora do quarto. ―Importa-se de dizer onde estamos indo?‖ Perguntei assim que estávamos lá fora. ‖ Ele ficou de costas para mim e levantou minha mão. ―Tenham uma boa noite. mas um pouco maior. ― Ficamos caladas por alguns segundos. levantei a mão dela até o meu rosto. Estávamos falando sobre a mudança e ela queria que eu falasse sobre a ilha. Eu sorri largamente. ‖ Mais visões piscaram em minha mente. ―Isso é exatamente o que eu estive tentando fazer com que você entendesse. Imediatamente. ―Alyssa e Claire podem vir visitar durante o verão?‖ Renesmee olhou para mim. Ela também mostrou ela e eu sentadas em um pátio.―Dê um tempo. ―Eu também estou. ‖ Ele inclinou-se por cima de mim e beijou a testa e ambas as bochechas de Renesmee. obviamente ajudando ambas com nossos estudos. mas suba. Temos que dar a volta de barco se quisermos ir a lugares fora da ilha.‖ Eu disse confusa. percebendo que ela estava dormindo. ―Er. Visões do que ela achava que a Ilha Esme parecia piscaram em minha mente. até que Renesmee quebrou o silêncio. A água da praia é clara como cristal e sempre morna. Ela estava segurando a mão de nós dois. Meus livros de medicina e os livros escolares dela. ―Eu sei. Fazíamos tudo juntos. ― ―Ela está feliz. Eu inclinei para frente. . Edward andava entre nós duas. ―Então. Eu não pude evitar de rir disso. ela nos viu caçando juntos. ―Nós como uma família. eu sei que você não esqueceu onde nosso quarto era. Ela esticou o braço e tocou em meu pescoço.

―Eu não abri meus olhos!‖ Eu não estava mentindo. que esteja ao redor de minha esposa pode ser classificado como mais que belo. Pronto. só dessa vez. ―Edward. ― Eu fechei meus olhos novamente e então os abri. por que ele não podia me dizer onde… ―Porque é uma surpresa. ‖ Edward me avisou. você poderia. Comparado a você. não abri meus olhos. Isso me ofende. Ele pegou minha mão. ― . ― ―Quando tenho minha esposa ao meu lado e ela diz que algo está remotamente perto de belo. ‖ Eu bufei. e eu quero dizer nada. Eu sei que você vai poder sentir onde estamos.Eu dei um passo para trás. Agora. Só disse que era belíssima. ― Isso era estúpido. por favor. ―Não espie. suspirando. ―Edward! É nossa clareira. por favor. o que você-‖ ―Isabella. Puxei meu escudo como ele pediu. ―Como isso te ofende? E eu não estava comparando-a com nada. ―Puxe seu escudo. não há nada no mundo que eu prefira estar olhando. Eu abri os olhos e sorri. Você está perdendo tempo. e eu fechei os olhos. Nenhuma outra beleza é válida para ser comparada a você. Ele parou abruptamente.‖ ―O que? Por quê?‖ ―Para eu saber se você está trapaceando ou não. ― Eu suspirei alto. Ela é… legal. ela está colocando a si mesma para baixo. Ele me ergueu em suas costas. ―Nossa clareira!‖ Eu não via isso desde que fui transformada. ―Não vou espiar. feliz agora? ―Sim. Parecia ainda mais bonita do que através dos meus fracos olhos humanos. ―Ok. ―É belíssima!‖ ―Você pode. parar de comparar coisas por beleza quando você está perto? Isso me ofende. Nada. mas fechei os olhos. Abri um olho. ―Agora feche os olhos. ― Eu abri a boca para protestar. ‖ Edward disse enquanto me colocava no chão.‖ Abri um de meus olhos assim que ele começou a correr. mas divirta-me apenas. feche seus olhos. obrigado. ― ―Por que-‖ ―Bella!‖ ―Ok!‖ Fechei meus olhos. ‖ Edward entrelaçou seus braços em minha volta. abra esses olhos lindos. fazer o que eu peço sem ser beligerante?‖ ―Tá bom. mas a fechei logo.

pensei que estaríamos aqui hoje. foi quando começou para mim. ― As memórias eram embaçadas. Ele traçou o local no meu pescoço onde meu sangue costumava correr livremente. ―Você lembra a última vez que estivemos aqui?‖ ―Acho que foi quando eu decidi me casar com você. Eu me aconcheguei ao lado dele. ‖ Ele inclinou-se e beijou meu pescoço. e ele achou que eu estava grávida. ―Sou grata por você não ter me matado. ― ―Está correta. Não quis fazer você relembrar essas memórias. ―Eu também. ―Ah sim. se soubesse que eu seria assim. ―Mal qualquer um sabia. ―Então depois estávamos a caminho para contar ao seu pai que estávamos noivos. ― ―Bem. Cullen. casar e ter um bebê. Nunca pensei que seria tão sortuda a ponto de me apaixonar. e passando por tudo que passamos. ‖ Edward segurou-me perto. ―Não. ―Eu nunca. ―Não. ― Edward esticou seu pescoço para sussurrar em meu ouvido. lá quando eu queria ser mudada antes da luta com os recém-nascidos. mas eu podia distinguí-las. ‖ Pausei por um momento. ― Nós dois rimos. Sra. ‖ Edward apontou. ―Aqui foi quando tudo começou.―Aí sim. Ele puxou meu braço e nós dois caímos no chão. Estávamos deitados nesse exato lugar e você tomou sua decisão. ‖ e colocou a cabeça de volta na minha garganta. Você pediu seu anel e eu o coloquei em seu dedo. nem nos meus sonhos mais loucos. Quase parece que estou vivendo a vida de outra pessoa. descansando minha cabeça em seu peito. ‖ Edward levantou minha mão esquerda e beijou o dedo com a aliança. ‖ Os olhos de Edward caíram sobre suas mãos. ― ―Diz o cara que pensou que ela era algum monstro indomável crescendo dentro de mim. ―Porque se eu soubesse como você seria. ― ―Tudo bem. ―Tudo começou assim que te vi no refeitório no meu primeiro dia de aula. ― . não são muitas garotas que fariam da maneira que você fez. então eu saberia que você teria Renesmee e não consigo imaginar minha vida sem ela. ―Sinto muito. ―Bem. tendo uma garotinha muito especial. Eu ri. Casados. ‖ Eu me apoiei nos cotovelos epara olhar para o rosto dele. Beijou meus lábios e balançou a cabeça. Vou me arrepender desses sentimentos pelo resto de minha existência. ―Você não faz idéia do quanto eu queria te matar. ambos imortais. antes de abaixar a cabeça e cheirar o mesmo local. Eu estava disposto a matar todos na nossa aula de biologia só para poder beber seu sangue. ―Já que você sabe como eu sou como vampira. Edward fechou seus olhos. ‖ Sorri para ele. ―Mal ele sabia… ― Eu o corrigi. ‖ Eu ri da memória maçante. ― ―Por que?‖ Não pude evitar de soar aborrecida. ‖ Edward sentou-se e rolou para cima de mim. de qualquer forma. você teria me mudado?‖ Edward pensou por alguns segundos.

No caminho passando pela grande janela eu dei uma olhada em Renesmee. eu pensei melhor deixá-las a sós.‖ Eu peguei a sacola e me sentei na cadeira. Desde que Emily estava no segundo andar com Leah colocando Jayden para cochilar.‖ Sue riu. . ―E você estava tentando fazer Jacob me dar filh-‖ Antes que eu pudesse terminar. Espero que o gosto esteja tão bom quanto o cheiro. Ela tinha convidado Sue. Estavam todos aqui para o feriado. Claire e Alyssa brincando lá fora com Alice e Rosalie. O jogo de futebol americano deveria ser bom se Quil e Seth não estavam lá fora com elas. Renesmee iria passar a noite na casa de Charlie e Sue então todos nós poderíamos ir caçar para a nosso próprio banquete de Ação de Graças. Emily e Sam estavam aqui com Jayden. Eu estava presa entre Billy e Emmett no sofá enquanto eles tinham uma conversa exaltada sobre o jogo de futebol americano na TV. Ela me passou uma grande sacola com batatas. Eu olhei para ela que piscou para mim. Jacob. me lembrando sobre nossos planos para hoje à noite. Eu sentei ouvindo a conversa ao redor da casa. ―Não que você vá saber. Charlie. Essa tinha que ser a primeira vez na história dos vampiros. Esme inclinou-se para trás e apertou meu ombro. Billy. ―Precisa de ajuda?‖ Eu perguntei quando entrei na cozinha. Eu não consegui evitar senão abafar uma risada. o peru cheira delicioso!‖ Sue disse assim que abriu o forno. puxando Edward de volta para cima de mim. Cheirava horrível para mim. Esme se ofereceu para ser a anfitriã da festa de Ação de Graças esse ano. ―Descasque essas. famintos. Era fácil ver que o bando estava sentindo a falta dele terrivelmente. Quil e Claire. ―Claro. Leah.‖ Esme riu. Apenas uma pessoa importante estava faltando.‖ Esme virou para me dar um sorriso. o que me deixou agradecida. os lábios de Edward estavam nos meus.Eu me deitei. Seth. mas todos eles usaram uma cara feliz. De repente eu esqueci o que queria dizer para ele. Eu virei os olhos e decidi ir checar Esme e Sue na cozinha. Principalmente por Renesmee. ―Obrigada. ―Esme. e as corte para mim. Paul e Rachel. Alyssa vai ficar na casa de Sam e Emily porque Rosalie se recusava a ter Alyssa debaixo do mesmo teto que Seth.

―Ela está ok?‖ Charlie perguntou só tirando os olhos da TV para olhar rapidamente para Renesmee. ―AI!‖ O grito de Renesmee abafou a voz de Rosalie e Alice. seja apenas cuidadosa. Ele riu quando enruguei meu nariz. Eu sorri.‖ Ele sorriu para ela. ―O jogo voltou!‖ Edward informou Charlie. ―São todas suas agora. Eu estava surpresa no quão confortável ela parecia falando conosco sobre caçar.‖ Eu ri. ―Não olhe para mim! Eu já deixei claro que eu não ligo para onde vamos. só arranhou o joelho.‖ Esme respondeu. ―Alyssa.―Para onde vocês vão hoje à noite?‖ Sue perguntou. Assim que estávamos dentro da casa eu a tirei de seu colo e a carreguei para o banheiro. .‖ Sue sorriu para mim.‖ ―Se apresse com essas batatas Charlie!‖ Seth gritou da sala. calma… Ness cuidado com sua-‖ Rosalie foi interrompida pelo som de uma batida alta. mas nenhum deles consegue concordar com o mesmo lugar. ―Estou indo!‖ Charlie correu da cozinha e eu o ouvi sentar novamente no sofá.‖ Eu empurrei a tigela para longe do meu rosto. Carlisle e eu deixamos para os garotos decidirem. ―Não importa quanto tempo eu viva. ―Dói!‖ Ela disse entre dentes cerrados. ―O que aconteceu?‖ Eu perguntei quando vi Renesmee no chão segurando o joelho. ―Qual é o problema com homens e futebol?‖ Sue balançou a cabeça. Emmett.‖ Esme olhou de volta para mim e eu dei de ombros. ―Não tenho certeza ainda. ―Suas e do Seth. ―Ela está bem. Eu fiquei de pé e joguei a batata que estava descascando para Esme. É realmente Edward. eu nunca vou entender.‖ ―Bem. ―Essas costumavam ser suas batatas favoritas!‖ Charlie riu. mas minha atenção estava na minha filha jogando lá fora. ―Ei senhoritas. As três garotas estavam brincando de algum tipo de pique-pega. Eu sorri desconfortável para ela. ―Não são mais. ―Dentro de uma hora.‖ Alice nos informou. Edward e eu alcançamos a porta da frente na mesma hora. ―Você está comendo estas?‖ Ele perguntou colocando a vasilha debaixo do meu nariz.‖ Edward suspirou e a aconchegou em seus braços. Você deve querer colocar um pouco em uma tigela menor para você. Elas estavam brincando nas pedras perto do rio e Renesmee escorregou. Ele virou e alcançou a tigela de batatinhas. Jasper e Rose que estão discutindo sobre para onde eles querem ir. Ele vai comer tudo. ―Serei.‖ Parecia estranho tê-la tentando ser maternal comigo. Edward ajoelhou ao lado de Renesmee e puxou a mão dela. ―Vamos lá.‖ Esme se inclinou no balcão rindo. Você vai sobreviver. ―Só um arranhão. quando é o jantar?‖ Charlie perguntou enquanto ele inclinava-se na geladeira para pegar outra cerveja.

―Isto vai arder um pouquinho. Ele não me respondeu. ―Apenas observando minha filha em ação.‖ Ela se estendeu para mim. Eu beijei a bandagem em seu joelho e ela sorriu. ―Então. ―O que foi?‖ Ele disse de volta. e Sue está dobrando os guardanapos. ―O que você está fazendo?‖ Eu perguntei para Charlie enquanto limpava o banheiro. Eu levantei sua perna e a ajudei a ficar de pé. vir cortar o peru para mim? Eu tenho que arrumar a mesa. ―Eu que o diga.‖ Eu avisei antes de despejar o anti-séptico em seu joelho. ―Apenas perguntando.‖ Esme rolou os olhos. Espere acabar essa parte.‖ Minha voz soou incomodada.‖ Ele virou para caminhar de volta para a sala. e eu a coloquei de pé. Eu alcancei seu joelho por trás. ―Você pode. ―Carlisle!‖ Esme chamou da cozinha. criança. ―Sua vez. o sangue não te incomoda?‖ Charlie perguntou nervosamente. a cabeça repousando em seu peito. Renesmee estava descansando no colo de Edward. ―Como você fez aquilo?‖ Ela perguntou depois que eu coloquei um band aid em seu corte. Ele estava inclinado contra a armação da porta. vai?‖ Ela olhou para mim e eu balancei a cabeça em negação. ―Melhor?‖ Eu perguntei quando ela relaxou.―Ela está bem. por favor. ―Obrigada mamãe. falta um minuto. Os olhos dela caíram. Acho que ele queria que ela ficasse em casa por um tempinho para o joelho dela descansar. . Charlie deu de ombro. deixando a frieza do meu toque amenizar a dor. Eu posso colocar um band aid em um corte sozinha. pai. Eu voltei para a cozinha para terminar de ajudar.‖ Eu ouvi Charlie rir. HÁ! ―Não.‖ ―Obrigada…‖ Eu virei para sorrir para ele.‖ Ela virou e Charlie deu um passo para o lado para ela passar por ele. ―Não dói mais!‖ Ela se inclinou no balcão me encarando.‖ Eu disse passando por ele. ―Um minuto no futebol americano pode significar uma hora.‖ Eu sabia que ele não estava gostando do fato de que ela estava sangrando e eu estava tão perto dela. ―Precisa de ajuda?‖ ―Não. Ele não vai vir aqui. ―OUCH! Arde muito!‖ Renesmee empurrou minhas mãos para longe.‖ ―Edward!‖ ―É sua vez. e então fecharam.‖ ―Espera aí. é minha filha.‖ Charlie falou atrás de mim. Bella está terminando o recheio do peru. ―Todas as mães são mágicas desse jeito. Você é uma profissional.

‖ ―Esme. Sue juntouse. ―Ok. Mesmo alguns de nós não comendo. Estiquei minha mão com a perna do peru sobre minha cabeça. ―Mãe. ―O que você quer?‖ Eu perguntei. ―Estou indo. mãe. Estávamos ambos enroscados no chão. Ele entrou na cozinha assim que Seth pulou mais uma vez e pegou minha perna. ―Aww. ―Pai. ―Não! Espere até o jantar.‖ Eu saí do caminho quando ele pulou em minha direção. ―Você sabe que desde que você é minha irmã agora eu posso lutar com você e seu marido não vai fazer nada sobre isso?‖ Seth balançou a coxa do peru na minha cara enquanto falava. Assim que o peru estava cortado eu já tinha batido na mão de Seth doze vezes enquanto ele cortava um pedaço e tentava colocar na boca.―Sim.‖ Eu empurrei Seth de cima de mim e ele rosnou.‖ Charlie advertiu. posso repetir?‖ Renesmee empurrou seu prato em minha direção.‖ Charlie cruzou os braços no peito.‖ Eu resmunguei. e eu te agradeço por isso. ok pessoal vamos comer?‖ Sue ficou entre nós.‖ Edward lhe disse. o pobre cachorrinho está com fome?‖ Eu provoquei.‖ ―Claro que não. pegando seu prato. Seth ficou de joelhos em cima de mim tentando alcançá-la. Eu não acho que eles se importariam. meu amor? ‖ Edward chamou do seu lugar. e sua mãe vai te chamar lá de qualquer jeito. ―Me dê essa coxa!‖ Seth pulou em minha direção de novo. Sabia que ele podia me ouvir.‖ ―Crianças. Eu a roubei de sua mão antes que ele a levasse para a boca. fale para ele parar!‖ Fiquei de estômago e tentei me rastejar para longe dele. ―Então você gostava de ser filha única… até agora. Eu não quero acordá-la. ―Por que eu?‖ Seth reclamou. ―Eu acho isso bem divertido. nós temos lobos aqui.‖ Eu não pude evitar de rir. Eu segui Seth para a sala de jantar e sentei entre Edward e Renesmee. . ―Seth! Vá.‖ ―Mas o jogo-‖ ―Seth!‖ Sue chamou.‖ Seth bufou. por favor?‖ ―Renesmee está dormindo no meu colo. ―Gostaria de ver você tentar. ―Você pode vir aqui.‖ ―Sim. ―Porque você é o mais novo aqui. ainda sentamos ao redor da mesa e conversamos com todos. concordando comigo. ―É melhor alguém vir aqui e cortar esse peru antes que eu o sirva inteiro.

vocês meninos vão para a cozinha e arrumar tudo. ―Com toda a certeza. . filho. ―Se precisar de qualquer coisa me ligue.‖ Edward veio por trás de mim e pegou Renesmee de meus braços. ―Estaremos lá à noite toda.‖ Edward suplicou para ela. ―Engraçadinho. Seu rosto mais do que satisfeito. excelente jantar Senhora Cullen. Edward relaxou ao meu lado. ―Nós nem comemos. Renesmee virou no banco do meio.‖ Esme olhou ao redor da mesa. Depois do jantar e da sobremesa todo mundo começou a se despedir. Ela ficou no meio de Leah e Seth. ―Primeiro. pessoal. ―Vejo você amanhã à tarde. Renesmee abraçou o pescoço dele e o beijou na bochecha. e escute o seu avô. ―Obrigada.‖ Esme chamou a atenção de Edward. ―Ela deve estar crescendo de novo. Quanto mais esse corpo pequenininho consegue agüentar?‖ Eu perguntei depois de colocar o prato de volta na sua frente. Edward e eu mandamos outro beijo e acenamos ate o carro estar na esquina.‖ Edward olhou para Carlisle do outro lado da mesa. Bells. ―Eu pensei que Edward fosse o paranóico.―Mais purê de batatas e molho. e ele colocou algumas colheradas para ela. Ela ficará bem.‖ Charlie me deu um abraço de despedida. por favor.‖ Charlie limpou a boca com um guardanapo. ―Sim. Ela está em torno dessa idade. ―Por favor. Charlie.‖ Eu os segui até a varanda. Eu a abracei e a coloquei no chão.‖ Carlisle disse calmamente. mandou um beijo e acenou da janela de trás enquanto Charlie se afastava. para onde vamos?‖ Edward perguntou quando ele conduziu de volta para dentro da casa. seja uma boa garota.‖ Charlie riu. estava absolutamente incrível!‖ Quil recostou-se na cadeira e deu um tapinha no estômago.‖ Leah deu um tapinha nas minhas costas. Ambos pegaram as mãos dela. ―Prometo!‖ Renesmee inclinou para longe de Edward. Ele me devolveu o prato e eu coloquei um pouco de molho.‖ Eu passei o prato para Edward já que as batatas estavam do lado dele. Vou ficar com o meu celular o tempo todo. Jasper e Emmett. me alcançando. ―Isso é bom!‖ Ela disse com sua boca cheia. ―Essa é sua terceira porção.‖ Emmett choramingou. ―Wow.‖ Eu disse segurando Renesmee apertada em meu peito.‖ Edward estava muito ocupado dando um abraço de despedida em Renesmee para responder para meu pai. ―Então. ―Apenas apontando os fatos. ―Isso soa certo. ―Que bom que todo mundo gostou.‖ Sam endireitou-se e colocou o braço ao redor das costas da cadeira de Emily.

―Eu ainda digo para irmos para a Amazônia e caçar algumas anacondas!‖ Emmett falou da cozinha. ―Por que o voto delas conta?‖ Edward perguntou para ele. ―Estou chutando que vocês ainda não concordaram para onde querem ir. ―Vamos lá pessoal. São 7 horas. ―Não é justo.‖ Edward opinou. Esme andou até ele e ele a puxou para seu colo. ―A Amazônia não soa tão ruim assim. aqui vamos nós!‖ Ouvimos ele gritar pela noite.‖ Emmett seguiu para a cozinha com Edward e Jasper bem atrás dele.‖ Eu acrescentei. e cada um de vocês só vai pegar um. ―Se vocês não se decidirem nos próximos dez minutos nós vamos caçar coelhos no quintal dos fundos. ―Não. ―Quero ver como Bella lida com uma. eu quero o Monte Everest!‖ Rosalie fez beiço.‖ Alice entrou na conversa. se apressem!‖ Emmett já estava fora da porta antes que alguém pudesse se mexer. ―Nós devíamos ficar por aqui.‖ Esme cruzou os braços no peito e Emmett já estava de pé. você pode caçar algumas onças pintadas. Deveríamos poder caçar o que quiséssemos.‖ Emmett socou o ar. Foi a vez de Edward rir.―Bella e eu também não comemos.‖ Jasper disse enquanto ele saía da cozinha. e eu pedi os votos delas primeiro! Relaxa irmão.‖ Emmett riu. ―Porque elas não ligam para onde nós vamos. Bella e eu não damos a mínima para onde vamos. Ficar perto de Alyssa e Renesmee. ―É isso! Dois para a Amazônia. Então são quatro. mas ainda assim fizemos o jantar. eu quero ir logo. hora de escolher. e o voto de Alice e Bella contam para esse também. Eu fui me sentar entre Alice e Rosalie. . Vai ser divertido! Vamos lá pessoal. ―América do Sul.‖ Carlisle balançou a cabeça. ―Concordo. Ouvi um golpe estrondoso e Emmett xingando.‖ Carlisle disse da poltrona.

meus músculos se tensionaram quando agachei. me equilibrando enquanto caminhava ao longo do comprimento do seu corpo. Me posicionei para pular na árvore. ‖ Edward colocou seus braços em volta da minha cintura e me puxou para perto dele. Girei para fora do caminho antes que seu corpo enrolasse em volta de mim. ainda sinto falta dela como uma louca. ‖ Eu ouvi Edward avisar. Seu corpo se balançou. vamos lá mano! Rose acabou com uma há poucos minutos. pode ser divertido. ―Eu já peguei uma. Eu fiquei de pé. e pulei na parte de trás de sua cabeça. e pulei parando na frente de Edward e Emmett. Ela sibilou para mim. Ela virou a cabeça à minha procura. ―Emmett. ―O que Charlie disse?‖ Edward perguntou depois que liguei para o meu pai para dizer que decidimos onde estávamos indo. ‖ Suspirei. Com um salto rápido. garota!‖ Emmett me empurrou para frente novamente. Ninguém lhe respondeu. Ela me atingiu no peito e eu passei meus braços em torno dela enquanto caíamos da árvore. ―Olha lá‖. Acho que ela ainda está bebendo. ―Ah. ―Vai nessa. ―Eu sei. em seguida afundei os dentes em seu pescoço. juro que se eu tiver que arrancá-la do aperto daquela cobra. ‖ Eu sibilei baixo para ele. ―Bella. Ela é toda sua!‖ Emmett me empurrou para a anaconda. e por um breve momento olhamos nos olhos uma da outra. tentando me tirar. ‖ Emmett puxou meu outro braço e Edward me deixou ir. Ambos estavam de olhos arregalados. venha aqui!‖ Emmett me puxou para a direção de um pequeno rio. Depois que ela parou de se mover eu me levantei. eu estava no mesmo galho que a cabeça da anaconda. ‖ Dei de ombros. ‖ Edward beijou a minha bochecha. ―Eu acho que sim. ―Você quer?‖ Ele perguntou cauteloso. Eu passei meus braços e pernas em torno dela. para uma grande cobra que estava envolta em duas dessas árvores e ainda tocandoo chão. .―Olha este lugar!‖ Emmett saltitou pelo lugar uma vez que chegamos. Vá pegá-la. ―Você vai vê-la em breve. Deixe a esposa se divertir. ― ―Eu também. vou colocar você nele. ao mesmo tempo Edward agarrou meu pulso e me puxou para longe da cobra. ―Que… legal. Renesmee estava dormindo. olha. e não estaríamos em casa até o dia seguinte. ela tem total controle… ‖ a frase de Emmett sumiu enquanto a serpente mergulhava para cima de mim. ―Ela não vai lutar com aquilo!‖ Edward rosnou. ―Como se Emmett nos deixasse ir embora mais cedo. ―Ele disse para nos divertirmos. então ele vai dizer para ela pela manhã. ― Edward riu. Revirei os olhos. para que possamos voltar para ela o mais rapidamente possível‖. ―Relaxa. ―Vamos caçar. Ele apontou para uma árvore.

Eu me afastei. Emmett e Rosalie estavam tão perto. As duas estão à beira do rio de onde viemos. Ao mesmo tempo. mas não consegui ultrapassá-lo. e começamos a correr. Ouvi a outra onça rugir atrás de mim. Eu senti mais peso sobre o animal e notei que Edward estava em suas costas. ―Eu pensei que ficaria louco. ‖ Emmett socou meu braço. Imediatamente me virei para seguí-lo. Eu sorri para ele. ―Que foi?‖ Perguntei ficando na frente dele. atrás de você!‖ Me virei no mesmo momento que o terceiro gato pulou em mim. e nossos lábios se encontraram no meio do caminho. ―Estou cheia. Eu agarrei seu pescoço e me levantei até afundar meus dentes nele. Nós dois afundamos nossos dentes em ambos os lados de seu pescoço. Ele abaixou a cabeça ao mesmo tempo que fiquei nas pontas dos pés. Seus dentes e unhas sem fazer nada na minha pele. Ele sorriu largamente. Sentei em uma pedra enquanto me aprontava para assistir Edward perseguir sua presa. Duas delas estavam tentando pegar algo que subiu em uma árvore. ―Pai?‖ Eu perguntei quando vi o seu número piscar no meu telefone. Nós dois paramos de repente quando ouvimos três batimentos cardíacos fortes. Meu celular tocou alto no meu bolso. ‖ disse ele.‖ ―Você quer que eu responda isso?‖ Eu perguntei.―Foi ok. ―Você quer vir comigo. e a outra estava terminando sua caça. Dei de ombros. ―Oi. Eu estava presa embaixo de seu corpo. ―Bella!‖ Ouvi quatro vozes diferentes choramingarem à minha volta. Edward ofegou e olhei em sua direção. Ela é boa. Não sei porque você acha que ela não pode cuidar de si mesma. ―Foi mal!‖ Eu disse para eles.‖ Eu afaguei meu estômago. ‖ Edward me puxou com força e eu choquei contra ele. ―Quando você vai voltar para casa?‖ . Edward e eu decidimos pegar as duas da árvore. mas aquilo foi meio que… bem. ―Aposto corrida!‖ Edward afastou-se rapidamente e já correndo. Minha presa ficou mole. e correu para dentro da floresta para encontrar Rosalie. sexy. saltamos sobre suas costas. ―Bella. ―Ela é uma baixinha durona. ‖ Olhei para meu relógio e percebi que era de manhã lá. Nos abaixamos atrás de um arbusto quando vimos três onças pintadas. e olhou para Edward. Ele ficou mole em questão de segundos. Prefiro leão da montanha‖. ‖ Emmett disse. ―Venha. Eu tomei a iniciativa enquanto corríamos para o lugar de onde as batidas vinham. pegando sua mão. mas seus pés ficaram plantados onde estavam. ―Você está bem?‖ Edward perguntou quando chutou a carcaça de cima de mim. Edward era o único que eu conseguia ver e ele se virou para caminhar de volta para mim. ―Hora da onça pintada? Perguntei tomando a mão de Edward. ―Mamãe!‖ Renesmee soou urgente. Nós nos movemos para que pudéssemos encurralar nossa presa de lados opostos. querida. mana. ―Bom trabalho. ou você quer ficar com Esme e Alice? Elas acabaram também. e a maldita coisa nem sequer teve a chance de envolvê-la em seu aperto. e eu fiquei de pé para chutar a carcaça de lado. Ele estendeu a mão e eu a tomei para deixá-lo me ajudar a ficar de pé. mas eu estava curtindo o sangue quente que fluía para perceber o quão perto o rosnado soou. Sua mulher acabou de lutar com uma anaconda. Aumentei o meu ritmo. Eu não tinha percebido que Carlisle. ―Nunca estive melhor‖.

‖ Ela choramingou. ―Nessie!‖ Ouvi gritar Charlie para ela. ‖ Eu disse a ela.‖ ―Amanhã? Eu quero ir para casa agora! Venha me pegar. mas se você nos manter no telefone. ‖ Eu abri o telefone novamente para diminuir o barulho. Mamãe e eu sentimos muito sua falta. Eu vou te buscar logo que chegarmos. Edward estendeu a mão pedindo o telefone.―Vamos estar em casa amanhã.‖ Edward rosnou. ―Eu disse para você deixar sua mãe em paz. ―Querida. ―Tchau. por favor. Ele disse mais severamente. ‖ Eu não pude deixar de rir. não seremos capazes de caçar. Ele está no comando. ―Me dê‖. ―Renesmee. eu quero ver você agora. O jeito como o corpo de Edward ficava tenso para atacar a sua presa era algo que eu poderia assistir para sempre. mãe. ―O que foi agora?‖ Eu cuspi no telefone. ― ―Tchau. Então.‖ Ele bufou e foi para as árvores para encontrar sua presa que escapou. ‖ Charlie lhe disse. mas Edward estendeu a mão para o telefone. . ―Eu não me importo. ―Vou colocá-lo para vibrar. ― ―Diga tchau para sua mãe. mas Renesmee desligou. e eu entreguei o aparelho para ele. Coloquei o telefone no bolso e segui lentamente atrás dele. vamos te ligar quando estivermos no caminho de casa. sua voz soava longe. Nós nem estamos no país. ―Posso ir para a casa de Emily e brincar com Alyssa hoje?‖ Renesmee perguntou inocentemente. ―Ela desligou na minha cara.‖ Edward disse. ― ―Ok… ‖ Eu ouvi Renesmee suspirar. ―O que foi?‖ Ela afastou o telefone de seu ouvido. pergunte ao seu avô. ―Boa garota. ― ―Ness… ‖ Eu comecei. Ele rosnou e me entregou o telefone. ―Mas eu queria perguntar para ela se eu podia ir na casa de Emily. querida. Triiiiiiiiiim! ―Coloque essa porcaria no silencioso. vamos vê-la assim que chegarmos em casa. ― ―Mas. ‖ Renesmee gemeu no telefone. ―Me dê‖. eu não posso. Ele bateu o pé no chão quando sua presa fugiu novamente. não vamos ser capazes de voltar para casa a tempo.

‖ Revirei os olhos. Ele jogou a cabeça para trás e rosnou alto. ―O quê? Você me ligou para perguntar isso? Espere. e o assisti rapidamente colocá-lo para vibrar e enfiá-lo no bolso. foi exatamente o que ele fez. o telefone no meu bolso tocou alto. ―Você sabe onde estão minhas botas? Eu quero ir para perto da praia com… ― Eu a cortei falando rapidamente.‖ Renesmee disse com orgulho. ‖ Vi Edward vir azedo para mim. Fiquei espantada que ela o conhecia tão bem. Edward gemeu. mãe!‖ Renesmee soava urgente. por favor. ― ―Porque você não pode simplesmente seguir o meu cheiro e me encontrar mais rápido do que abrir o telefone para me ligar e ver onde estou. ―Alô?‖ Eu nem sequer me preocupei em olhar o número. Eu não vou ligar de novo!‖ ―Obrigada. ―O que você está fazendo?‖ Perguntei excessivamente confusa. Falo com você depois. me distraia. ―Estou certa?‖ Ela perguntou quando eu não disse nada. Ela não ligará para o meu telefone. te amo. eu aposto. e tenha cuidado perto da água!‖ ―Obrigada. Ao mesmo tempo em que ele avançou. tchau! Ah. O animal saltou para fora do caminho e Edward socou o ar. Ele então enfiou a mão no outro bolso traseiro e me entregou o telefone dele.‖ Edward pegou a minha mão para encontrar sua presa mais uma vez. ―Acho que ela te conhece melhor do que eu. tentando afastar a mão de Edward. no chalé. Ela ficou em silêncio por um momento. Eu imediatamente entreguei o telefone a Edward antes que ele tivesse a chance de falar. quero que você tenha um telefone com você. No caminho. mas se formos nos separar. ―Bella. ― ―Espere. ―Sim. te amo. ―Ela vai ligar de novo. ―Onde estão minhas botas de chuva laranja?‖ Renesmee perguntou. ―Três vezes agora. passamos por outra onça que ele decidiu caçar. mas desta vez será comigo que ela vai falar. como você sabia que eu estaria com telefone do papai?‖ ―Porque eu sabia que estava chateando e que ele iria tomar o seu telefone para que ele pudesse depois gritar comigo por ligar. Então… ele não iria te deixar sem um telefone. tchau!‖ Renesmee gritou no telefone e a linha caiu. ―O que?‖ Eu perguntei. . e aí ele te deu o dele. Me inclinei contra a árvore para assistí-lo novamente.‖ ―Ele vai pegar os dois telefones agora. ―No armário do corredor perto porta da frente. ―Eu assustei a caça dele?‖ Ela perguntou rápido.Entreguei-lhe o telefone. ‖ Eu ri.

Alice e eu ficamos no mesmo ritmo diretamente atrás de Edward e Emmett. ―Ela desligou na minha cara!‖ Olhei com os olhos arregalados para a minha família. ―Gente… ‖ Eu ouvi Esme. peça que ele me ligue para que eu possa dizer a ele… Ness?‖ Eu perguntei para a linha morta.‖ Sorri quando a ouvi gritando feliz. Lembra que você os levou para o quarto dela quando estavam brincando lá?‖ ―Eu me lembro agora! Obrigada. ‖ Eu queria não tê-lo ouvido. Coloquei um sorriso no rosto e acelerei passando Rosalie. mas Carlisle a parou. ―O ultimo que chegar ao aeroporto senta na classe econômica o caminho inteiro até em casa!‖ Alice riu. ―Bella. ―Achei!‖ Ela gritou feliz. querida?‖ Ri quando Edward balançou sua cabeça sorrindo. mas ele estava certo. ―Quando você voltar para a casa do vovô e da Sue. Suspirei e começamos a correr novamente. ele vibrou na minha mão. Certo o bastante. e eu fiz Quil dirigir.O resto da viagem de caça correu bem. Peguei meu telefone de volta enquanto estávamos nos preparando para partir. ―Quando vocês vão voltar para casa?‖ ―Estamos saindo agora. mamãe!‖ A respiração de Renesmee ficou desigual quando ela correu escada a cima. vou ganhar de você!‖ Emmett chamou por cima do ombro. Não faça o vovô dirigir todo o caminho até em casa‖. ― ―Certo‖. ―Nós já estamos aqui. ―Sim. Claro. Claire está comigo. . eles só têm um pouco mais de tempo para ficar juntos desse jeito. ― Revirei os olhos. Todos riram. mas quando eu for te buscar. logo que me foi entregue o meu telefone. você vai estar dormindo. ―Deixe eles irem. Seu braço estava envolto ao meu redor enquanto andávamos com o resto da nossa família. ― ―Você levou brinquedos suficientes. ―Eles estão na casa de boneca de Alyssa. Ele largou a mão de Rosalie. ―Ela conseguiu a informação que precisava. por favor. ela não quer ouvir falatórios inúteis quando ela pode ir lá brincar agora que tem o que estava procurando. depois Jasper. ―Vamos mãe. ―Onde estão os meus sapatos rosa da Barbie? Aqueles com a jóia na frente. ‖ Esme riu.

Nosso último vôo para os Estados Unidos foi o mais longo. obrigado. Eu ri. ―O que?‖ Eu assobiei de volta. Ela tinha a cabeça virada o máximo possível para olhar de Edward para Jasper. inclinei-me sobre o apoio do braço para falar com a Alice enquanto Jasper e Edward inclinaram-se em nossos colos para conversar. não há problema. especialmente agora. ― . mas você estava definitivamente pesando suas opções. ―Trocar de lugares com Alice. Carlisle e Esme estavam sentados em frente de nós. Eu me virei para olhar Edward quando ele também se levantou. ― ―Não. Nós temos estado juntos muito tempo para ficar com ciúmes de qualquer humano olhando a gente. Eles estavam conversando baixo. ―Onde você está indo?‖ Eu perguntei para ele. ―Isso não te incomoda?‖ Eu perguntei olhando para a mulher que estava olhando sobre seus ombros mais uma vez. e pelo sorriso no rosto de Edward ele estava contando para Jasper o que ela estava pensando. ‖ Alice levantou-se. ―Claro. Dei uma olhada rapidamente em Edward. ―Se ela gosta de olhar para trás. ―Os 2 próximos a nós e os 4 atrás de nós estão bem. me recusando a me mover para que ele pudesse me passar. Eu me sentei no lugar do corredor ao lado de Edward. eu posso permanentemente arrumar isso para ela. ―aquilo‖. Deixando seu sorriso demorar um pouco mais nos assentos do Jasper e do Edward. ―Não vejo visões de pensamentos Bella‖. e passou sorrindo para todos nós. ‖ Assim que Edward estava fora do meu caminho eu sentei em seu antigo assento para que Alice não tivesse que subir em cima de mim. Assim que nós decolamos. ―Não. ―Eu tenho uma idéia. especialmente para algo como… ‖ Eu olhei atrás de mim novamente. ―Oh. e recostei no meu lugar. ―Eu odeio ter que recordá-la. ― ―Foi apenas um pensamento.‖ Dei de ombros. ―Você vai ficar bem onde está. ‖ Alice disse confiante. Alice balançou a cabeça.‖ Ela lhe respondeu. ‖ Carlisle disse educadamente. ―Eu não estava realmente prestes a fazer alguma coisa. ‖ Olhei sem expressão para ela. mas o que você era quando Edward se apaixonou por você?‖ Revirei os olhos e bati em seu braço. ―Olhe para ela!‖ Eu apontei para a aeromoça agora servindo as pessoas atrás de nós. Assim que nos re-estabelecemos a aeromoça começou a servir os passageiros da primeira classe. ok. e eu sei que Jasper só tem olhos para mim. ―Isso me faz sentir muito melhor. ― Alice riu. ―Você e Edward ainda são novos nessa coisa toda de relação e casamento. envergonhada. ―Ela é apenas uma mísera humana. Gostaria de saber quanto tempo eu precisaria para ―Bella!‖ Alice sibilou tão baixo que somente eu poderia ouví-la. Alice soltou uma gargalhada. ― ―Eu sei que ele não vai me deixar. e ele se inclinou para me beijar. ‖ Ela riu. ‖ Edward estava na minha frente.

―Ok. bem. e o dele também não estava claro. ―Exatamente. ―Só eu e você. Eu não queria que a última vez que nos vimos fosse mesmo a última vez iríamos nos ver. ― ―Edward obviamente não tem idéia‖. e eu não quero machucá-lo mais‖. Respirei fundo e me aproximei novamente. mas você está certa. quando sou assim‖. Eu olhei para ela confusa. é por isso que eu te vejo saindo por conta própria. Renesmee ainda é basicamente um bebê. Eu virei o meu corpo então nós estávamos encarando uma a outra. ―Mas é um pouco chato quando elas fazem isso. ―Você pode me fazer um favor?‖ Alice perguntou com os dentes cerrados. ― ―Verdade. A conexão que ele tem por ela é mais do que qualquer uma que Jasper já sentiu antes. ―Você realmente está indo procurar Jacob?‖ Eu me afastei dela surpresa. Eu tenho que encontrá-lo. você ficaria surpresa. ‖ Eu me virei para olhar para fora da janela. Ele poderia estar em qualquer lugar.‖ Alice balançou a cabeça. eu queria perguntar para você sobre uma visão que vi no outro dia. Nossas cabeças se inclinaram para que pudéssemos conversar ainda mais baixo. Eu sei que você não está procurando Renesmee porque olhei para o futuro de Edward quando você decidiu ir caçar lobisomem. ‖ Ela piscou para mim. quando Jacob está ao redor.‖ . Eu provavelmente me vou mais procurá-lo. Eu me sinto terrível por Jacob. Ela não deveria ter de lidar com os sentimentos que estão crescendo dentro dela. e ele deixou passar. Eu peguei Edward olhando para mim e encolhi os ombros rápido. Eu não acho que alguém já tenha sentido tanta certeza em suas decisões como ele.‖ ―Você está certa. Eu não posso evitar em achar que ele é perfeito demais para mim. Ele é louco por você. Se você pudesse ver o quão forte ele sente sobre o caminho que ele está. Só vou te falar isso. Alice afirmou. ―O que foi aquilo?‖ Eu perguntei a ela. e então você desaparece. e vai continuar assim. ―Boa escolha. ―Como você viu isso? Você não pode ver o Jacob. ―Correto. ―O que?‖ ―Coloque o seu escudo ao nosso redor. ― Imediatamente olhei ao redor da cabine tentando encontrar algo do qual eu precisasse nos proteger. ―Por quê?‖ Eu perguntei quando não pude sentir nada. ― ―Manda‖. ―Você se preocupa demais. ‖ Alice olhou para trás vendo os olhos da aeromoça presos em Edward e Jasper. Parecia que ela estava concentrada em algo realmente difícil. Mesmo agora. ―Pensei nisso por uma fração de segundo. faça!‖ Fiz o que ela pediu e ela relaxou.―Dê um desconto. Acredite em mim. O que apenas significa que ele estava com a Renesmee. Jasper rapidamente recuperou a atenção dele. mas Jasper sente o que Jacob sente. eu já vi muita coisa. ―É difícil falar e não pensar no que você estava falando. levantando uma sobrancelha. ‖ Ela fez uma pausa esperando para eu responder. Bella.

eu nunca teria ficado brava. Ouvi seis corpos girando em seus assentos.‖ Nós duas tínhamos nossas mãos agarradas nos braços uma da outra. ‖ Alice bateu no meu joelho. Talvez até mesmo fosse capaz de falar com Jacob. ―Exatamente. ‖ Eu adicionei. Alice e eu olhamos ao mesmo tempo para ver Esme sorrindo largamente. sabendo exatamente o que ela queria dizer. uma vez. Edward tem visto através da mente de Jacob. ― Todos os 6 pares de olhos ainda estavam em nós. ― ―Uma vez que o vi. assim como Rosalie sendo capaz de encontrar Emmett. e se ela crescer ao redor dele. Como vampiros. é fácil para encontrarmos nossos companheiros quando eles entram no lugar. assim como Jacob. e com certeza ela o amava do mesmo jeito. Renesmee tem uma escolha.‖ Alice coçou sua têmpora: ―Eu acho que é algo como nós. Ele não tinha certeza do porque estávamos tão felizes. . Carlisle soube imediatamente que ele foi feito para amar somente Esme. ―Finalmente!‖ Minha voz gritou alta. ―É incrível quanto tempo Edward teve que esperar para que você pudesse nascer e crescer. ―foi uma conversa desconfortável. ‖ Alice riu. mas Jacob nos disse isso quando ele estava explicando seu imprinting nela quando ela nasceu. ―A conexão não vai ser definida em concreto até que ela seja mais velha. eu não acho que ela jamais irá ver alguém além dele‖. ele irá esperar pacientemente para Renesmee perceber a quem ela realmente pertence. Eu puxei as minhas mãos para fora do seu alcance e atirei meus braços em volta de seu pescoço. ‖ Ela pausou. Ele a transformou. ―Ele nos disse que. ao mesmo tempo. até você colocar seus olhos em Edward. eu não sei se ela irá automaticamente ficar atraída por ele ou não. Você fez suas próprias decisões. Embora o caminho dele esteja definido. ―Desculpe‖. que ele não tem ‗aqueles‘ sentimentos por ela — ainda. Alice e eu sussurramos para nossa família. ―Como sabemos que ela vai ter uma escolha? Como sabemos que uma vez que ela for adulta ela verá Jacob e instantaneamente estar atraída por ele?‖ Perguntei-lhe. Viu? Agora você sabe que você nasceu só para ele. Alice finalmente via as coisas do meu jeito. Jasper e Edward ambos pareciam um pouco chateados porque eu ainda tinha meu escudo levantado e eles não poderiam nos ler da forma que eles queriam. rindo. Nos viramos para ver Rosalie virada na sua poltrona olhando confusa. ―Desculpe-me. Ele era o único para mim.‖ Eu disse a ela. agora que ela está crescendo sem ele ao seu redor. Alice colocou os braços em volta de mim e beijou meu rosto. ninguém mais existia. que estavam agora levantando suas sobrancelhas para nós. e isso é tudo o que importa. ―Portanto. mas antes que você o conhecesse a sua vida estava em suas próprias mãos. Ela vai crescer sendo capaz de escolher seu próprio destino. senhorita. uma terceira vez antes de dizer: ―Eu sinto muito. duas vezes. ―Veja que é assim mesmo! Edward não sabia que ele estava esperando você chegar. eu nunca duvidei de você. ‖ Ela concordou confiante em sua nova perspectiva. Carlisle se esticando sobre o banco para tocar nossas bochechas. mas ele sempre gostava de ver qualquer um de nós felizes. ela não terá que decidir até que ela o veja com seus olhos de adulta pela primeira vez. gritando de alegria. e eu com Jasper. pode ser o mesmo para Renesmee. ―Bem. ― Ela suspirou. Eu não me importei. antes que Edward pudesse matá-lo. Alice pegou ambas das minhas mãos nas dela a as beijou: ―Então… eu entendo o que você está fazendo. ‖ Os olhos de Alice brilharam. assim como Renesmee.‖ Emmett levantou a mão para parar a aeromoça em seu caminho.―Eu sei. Emmett debruçado sobre seu banco falando com Edward e Jasper. Então ele esperou enquanto você crescia. mas o mais provável é que ela irá escolher Jacob. Se nós tivéssemos tido essa conversa antes de eu me enlouquecer com você. mas ele esperou pacientemente por seu nascimento.

Eu tentei puxar contra ele. Ela empurrou as mãos deles para longe imediatamente. Tão logo entramos na garagem Edward me puxou para a casa.‖ Edward soltou o meu braço e me levantou no colo no mesmo momento. A aeromoça rapidamente saiu fechando a cortina atrás dela.―Posso ajudá-la. mas parou quando Emmett se inclinou ao mesmo tempo que Jasper chegou ao redor da poltrona. ―Agora. ―Vocês são uma porcaria!‖ Rosalie gritou. Rosalie rosnou baixo demais para ouvidos humanos ouvirem. temos que ir buscá-la. ―2 lugares afastados inteirinhos. ―Sim. Jasper e Edward continuaram a ter um jogo de soco. ― ―Ela está dormindo. Nós pousamos e logo que saimos do avião Edward me trouxe para seus braços. ele está apenas brincando. por favor. Caminhamos para o carro de Rosalie e fomos para casa. Edward e Jasper se inclinaram para chegar até o assento de Emmett e bater em ambos os lados da sua cabeça. .‖ Sorri e meus lábios encontraram seu pescoço ao mesmo tempo que ele aumentou o ritmo até o nosso quarto. nós vamos buscá-la de manhã. fazendo com que o cabelo dela voasse em toda parte. se levantando e andando rápido para o banheiro mais próximo. Ambos esfregaram as mãos sobre a cabeça dela. como nós aguentamos isso?‖ Eu bati minha mão em minha testa em descrença. Edward riu e se inclinou para me beijar. eu quero só você.‖ Ele sorriu. O resto do vôo foi tranqüilo depois que Esme ameaçou os meninos para manter as suas mãos em seus colos e suas bocas fechadas ou ela ia enfiar um saco cheio de amendoins nelas.‖ Carlisle disse para ela. Com suas costas viradas na direção de Emmett ela sorriu educadamente para Carlisle antes que olhasse para trás para Alice e para mim. ―Pare com isso antes que você bata em mim! Eu juro que se você bagunçar o meu cabelo eu vou-‖ Rosalie começou a dizer.‖ ―Eu posso lidar com isso. É hora da reconciliação. Emmett. conseguir uma cortina para a 2 senhoritas sentadas na minha diagonal? Eu acho que elas precisam de alguma privacidade. ―Nós ficamos separados por muito tempo. você pode. ainda envoltas nos braços uma da outra. Tenho certeza que seu pai não se importaria de ficar com ela por mais algumas horas. filha. ―Edward‖. ―Humm.‖ Emmett piscou para ela e riu profundamente. senhor?‖ Ela parecia mais que disposta. Edward. ―Isso não será necessário. enquanto eu apontava para o seu carro.

―Vamos. O zunido como um passarinho do batimento do coração da minha filha aumentava enquanto ela corria ao redor do quintal. ficando nas pontas dos pés para beijar Emmett. ―Não. vá pegar Lyss primeiro!‖ Rosalie puxou meu braço enquanto eu descia para a estrada de Sue e Charlie. ―Aquele cachorro!‖ Ela rosnou e virou na direção da casa de Emily e Seth. eles estavam na quinta hora do jogo. ―Eu não posso acreditar no quanto eu sinto falta da minha princesa‖. e saímos. e a casa do Clearwater está mais perto. Ela saltou do carro. Charlie e Sue. eu não quero ver ele.‖ Edward sorriu e se inclinou para me beijar. ‖ Eu sorri para ela. ―Sim. eu estou dirigindo. Preciso dizer mais alguma coisa?‖ Eu sorri para ela. ―Sim. Eu saí do carro e andei em direção a porta da frente. e eles não pareciam estar entediados ainda. Eu ouvi com mais cuidado uma pulsação forte que eu supus que fosse de Leah. ―Seth não está aqui.‖ Rosalie disse. ―Aquela é ela?‖ Ouvi Renesmee perguntar a Leah. ―Eu sei como você se sente. Quando ela entrou no campo de vista ela procurou freneticamente por mim. mas ela já tinha ido. Ela saltou no ar ao mesmo tempo em que eu a alcancei. Eu me virei rapidamente à procura de Rosalie. Rosalie puxou meu braço e nós os deixamos para terminarem seu jogo de futebol no quintal com o resto da família. Eu a segurei perto de mim enquanto andava para dentro da casa. O batimento dela é forte. ―Então. ‖ Eu balancei a cabeça em descrença. Ouvi seus leves passos enquanto ela corria ao redor do lado da casa.‖ Eu informei à ela. Leah riu. Rosalie suspirou uma vez que entramos no Volvo de Edward. mas não tão forte como o resto do bando. ―Aqui. ―Rose!‖ Eu chamei por ela.‖ Eu saí de trás do carro. Eu acredito que é. eu não quero estar aqui. ―Se cuida. seus olhos selvagens com raiva. você vai ficar sentada no carro como uma criança. ― ―Mãe!‖ Renesmee chamou. Olhei de volta para a frente e uma vez que a porta da garagem estava aberta eu afundei meu pé no acelerador. ‖ Rosalie bufou quando eu entrei na garagem. Embora fosse 9 horas da manhã. mas ela provavelmente já estava ameaçando Seth. . Eu sorri e fechei os olhos quando ouvi a batida do coração que eu estava procurando. ―De jeito nenhum!‖ ―Por que não?‖ ―Porque este é o carro do meu marido.―Nós estaremos de volta. ― Eu ouvi dois batimentos cardíacos lá de dentro. ―Você esta em casa!‖ Renesmee saiu correndo em minha direção.

ele não tem outra escolha senão me responder. ―Leah. ―Não. Ela é protegida mais de perto do que você pensa.‖ Eu ri.‖ Leah sacudiu a cabeça. ―Bella. Ele não quer falar com ninguém. Bella. Ela sente falta dele também.‖ Charlie sorriu enquanto andava até mim. ―Preciso perguntar uma coisa para Leah.―Eu pensei ter ouvido o carro chegar. deixa ele.‖ Leah choramingou e eu sabia que Jacob estava tentando fazê-la se afastar de mim. Ele pode ver Renesmee quando ele quiser. Ele só me permite ver como ele está de poucos em poucos dias. Eu ouço nos pensamentos dele de qualquer maneira. de modo que ela se virou para olhar para mim. ―Relaxa.‖ Eu estava quase implorando. ―Ande logo. ‖ Renesmee choramingou. ―Sim. ―Você foi uma boa menina?‖ Eu perguntei para ela enquanto Sue saia da cozinha com um pequeno saquinho de biscoitos. Ela rosnou. mas não recuou. ―Aqui. nós fizemos cookies de chocolate. Então nós imaginamos que você já estivesse dormindo nós viríamos te pegar hoje. foi muito divertido. Por favor. ―Por favor. espere um segundo!‖ Ela não tinha se transformado ainda. apenas me ouça! Nós não estamos partindo por mais 7 . volte para casa. se você contar um anjo com os chifres de diabo‖. Sue disse. eu queria voltar para casa ontem à noite. Por favor. ―Sim.‖ Leah saiu de seus sapatos. A única razão que posso conseguir alguma coisa dele é porque se eu lhe perguntar alguma coisa na sua forma de lobo.‖ Eu me virei rapidamente e peguei Leah no final do caminho. ―Bem. Ele não vai muito longe de Renesmee. Sue‖. ―Leah!‖ Eu fiquei na frente dela e ela olhou para mim. Leah! Jacob. ―Você está indo de novo?‖ Renesmee facilmente saiu do alcance de Charlie em seus ombros. por favor. só dia a ele que sinto a sua falta. você vai para casa hoje.‖ Eu disse para ela. ―Leah. Leah riu. deixe-o saber que ele não tem que se esconder nas sombras em torno dela. Ele está por perto. não é hora de você ir… ‖ Sue olhou rapidamente para mim e então de volta para Leah. Eu realmente quero vê-lo de novo antes de nos mudarmos. ―Você se divertiu?‖ Ele beijou minha bochecha e então beijou a de Renesmee. ―Jacob. ―Errr. ―Ela foi um perfeito anjinho‖. nós chegamos em casa tarde. ―Eu voltarei logo‖. ―Não ouça ele.‖ ―Obrigado. Diga para ele que é importante para mim. Ele tem que ficar perto a fim de manter seu bando na linha. ― ―Por que você não me buscou na noite passada?‖ Renesmee me perguntou enquanto ela brincava com uma mecha do meu cabelo. Eu não posso fazer isso tudo sozinha. eu sei que você pode me ouvir! Nós sentimos a sua falta. se eu não me transformar por agora eu vou perdê-lo. Eu sabia que eu parecia indiferente porque estava assistindo Leah sair da casa. Eu agarrei o pêlo de ambos os lados do pescoço dela. eu sinto sua falta. ― ―Onde ele está? Quão longe? Diga a ele que preciso vê-lo. de ir patrulhar?‖ Eu sabia que ela estava indo checar Jacob. Eu guardei alguns para Ness levar para casa e compartilhar com Alyssa.‖ Leah abaixou atrás de um arbusto. Coloquei Renesmee no chão e a empurrei em direção a Charlie. e ele foi despedaçado enquanto o lobo tomava forma. Eu a empurrei para trás. ―Bem. e eu a segui para a floresta.

Só vou buscá-los e estamos indo. ― ―Sim. Bella. Ela tinha a cabeça apoiada em seu punho enquanto olhava para fora da janela. ―Você se divertiu?‖ Eu perguntei para ela. seu nariz tocando o chão. ― ―Eu não me importo.‖ Garanti para ela antes de sair do carro. sorrindo largamente. É perfeitamente natural‖. Alyssa envolveu seus braços em volta de minha cintura. ―Ei. ―Nada para você se preocupar. pare de desperdiçar seu tempo se preocupando com isso.‖ Novamente Renesmee não protestou como ela normalmente faz. obrigado. Rose. ―Obrigado. Sam!‖ Ela chamou por cima do ombro.meses. ―Alyssa está lá atrás com Sam e Seth. ―Obrigada. Seth. ―Oi. ―Tia Bella!‖ Alyssa correu tão rápido quanto podia para mim. Jake. Sam tentou explicar a ela. ―Obrigado por cuidar dela. Ela estava quieta no caminho para Emily e Sam. e eu a abracei de volta. ―Pelo menos não com uma criança assistindo‖. querida. Eu quero ir para casa. Eu tinha que tentar. O Alpha tinha falado e ela não tinha outra escolha além de lhe obedecer. ‖ Eu a vi correr ao redor da casa.‖ Rosalie rosnou. ―A qualquer momento. o que foi?‖ Renesmee perguntou uma vez que a porta da frente estava fechada atrás de nós. balançando Jayden em seus braços. . Em. ―Bella?‖ Charlie chegou em mim. ―Mamãe.‖ Eu sussurrei deixando minhas mãos caírem. Olhei de volta para ela e seu rosto estava branco enquanto ela olhava para mim. Diga Emily que eu disse tchau‖. Rosalie rapidamente estendeu a mão e a segurou. Leah lançou um olhar de desculpas antes de recuar. ―Sim! Onde está Nessie? ―Ela está esperando no carro. Eu bati na porta e Emily a abriu.‖ Eu murmurei e arrastei Renesmee para fora da casa. Ambos os nossos olhos procurando qualquer sinal de perigo. Vá em frente. ―Fique no carro.‖ Seth acenou. Parecia mais que ela estava sendo arrastada. mas eu peguei a mão de Renesmee e a levei em direção à porta da frente. ―Ela não saberá de nada até que seja sua hora de escolher.‖ Abri a porta de trás para Renesmee entrar. Vejo você mais tarde. ―Estou bem.‖ Eu beijei o topo da cabeça de Jayden. ―Renesmee não está no carro!‖ Ela disse sem fôlego. Eu me inclinei e toquei seu rosto. Rosalie sorriu para Sam e então rosnou para Seth. ―Não. Olhei para ela a cada poucos segundos no espelho retrovisor.‖ Eu sabia que era difícil para ele ir contra as vontades de Renesmee. Eu acho que ouvi Rosalie lá também. É tempo de sobra para você se preparar. nós estamos bem atrás de você. Por sorte ela não protestou. deixe ele em paz‖. ‖ Ela puxou Alyssa em minha direção e a deixou ir quando ela correu para mim. Vamos buscar Alyssa e tia Rosalie. ―Eu não vou machucá-lo. ‖ Eu andei pela casa e pela porta dos fundos. Renesmee quer te ver. Eu me virei irritada e parti uma árvore no meio. por favor. Eu não quero um lobisomem como parte da minha família. Eu assisti Rosalie enquanto ela segurava Alyssa apertado. ―Rosalie. Leah choramingou novamente e a sua cabeça se abaixou. eu prometo.

―Agora. ―Compreensível‖. ―Ele não a levou. ―Jake. Ela sussurrou. mas ele queria ter certeza que ela chegaria a você sã e salva‖. . mas ele o ignorou. ―Como você ousa levá-la sem o meu consentimento?!‖ Eu saltei sobre Jacob e agarrei Renesmee no meu caminho. Sam respondeu por ele. Ele a encontrou e a estava trazendo de volta para cá. Eu não cheirei nada de novo. ‖ Eu olhei para Jacob.‖ Sam obviamente teve essa conversa com Jacob em seu caminho de volta aqui. virando suas costas para mim.‖ Eu assisti Sam arrancar sua camisa enquanto ele mergulhava nas árvores. A porta dela estava escancarada. Jacob voltou em direção à mata. ―Transforme e fale comigo. ―Quando eu encontrei Jacob.‖ Sam colocou uma tranqüilizadora mão em meu ombro. Não havia nenhum sinal de luta. ―Ele quer ficar na sua forma de lobo. agora!‖ Chamei logo que cheguei ao carro. Eu destranquei a porta e tranquei novamente quando Rosalie apareceu bem atrás de mim. ―Espere. Eu estava prestes a tirar o meu celular e ligar para Edward. trancando-o em seu caminho de volta para mim. por que não pensei nisso?‖ Eu não imaginei que eu precisava manter a minha filha trancada a sete chaves.‖ Estendi minha mão. Sam rosnou. Fogo queimou nos meus olhos e eu voei na direção de Jacob. Eu soltei os seus braços. ―Eu teria reagido da mesma maneira se fosse com Jayden. Sam acrescentou. Olhei para Rosalie e ela seguiu Renesmee. ―Ele está machucado. Ele a encontrou. ―O quê?‖ Eu cerrei os dentes. Mas isso não era novidade. ―Se você não vier aqui eu vou para casa e mandarei o seu pai procurar por você!‖ Eu esperei mais uma vez. Eu não quis explodir com você daquela forma‖. ―Eu já volto. nenhum cheiro desconhecido.‖ Eu disse para Rosalie enquanto apontava para Alyssa. pressionando a trava mais uma vez ativando o alarme. mas eu não queria arriscar. ―Desculpe‖. Eu não tinha sentido qualquer perigo. ele me disse que ele cheirou Renesmee quando cruzou o caminho dela. até agora. Eu a puxei de volta para que ela ficasse a bons 2 metros de distancia de Jacob. e virei minhas costas para ela. apenas cheiro de lobo. ― ―Oh‖. sua voz trêmula. ―Mãe‖. Ela sussurrou. mas Sam saiu da floresta puxando sua camisa por cima de sua cabeça. ―Coloque-a no carro. ‖ Eu implorei. Olhei para o chão.‖ Eu estava muito brava para olhar para ela. ―Eu me ofereci para trazê-la sozinho. o pai dela vai!‖ Jacob olhou para Sam e ele ficou entre Jacob e eu. mas não a ouvi. ―Renesmee Carlie Cullen. traga seu pequeno traseirinho de volta aqui. Rosalie colocou Alyssa no carro e tirou as chaves do banco da frente. ‖ Sam me informou. considerando onde estávamos. Ele a seguiu quando não cheirou ninguém com ela. Bella‖. ―Você nunca faça algo assim novamente! Se eu não te despedaçar. e ela desceu pelo seu lado. por favor. Atrás dele. ―Entra no carro. ―Desculpe Jake. Jacob cutucou suas costas. Eu me levantei percebendo que eu estava em posição de ataque. um lobo que eu conhecia muito bem andou à vista com Renesmee empoleirada em seus ombros.―Por que ela não me ouviria?‖ Eu joguei as minhas mãos para o ar e corri para o carro. isso é tudo. Renesmee engasgou com o movimento repentino. Ele só apareceu para trazer ela de volta.

‖ Eu suspirei e me virei para ligar o carro. Eu encontrei o seu olhar enquanto passava para a garagem. Você não pode sair desse jeito. relaxando.‖ Renesmee se virou para entrar na casa. ela não vem. Ela já disse o que ela queria dizer para você. ―Você e eu vamos conversar‖. mas continuei. Sem pensar eu girei no meu lugar para encarar Renesmee. ‖ Edward disse enquanto ele a guiava para a floresta. Edward se virou para olhar para mim. saindo assim por conta própria!? Você não pensou no perigo que poderia estar se metendo se Jacob não encontrasse você?‖ Renesmee olhou para baixo para ver as suas mãos enquanto elas se mexiam nervosamente em seu colo. mas ela precisa perceber o perigo de sair daquele jeito por conta própria. ‖ A voz de Edward estava fria. Eu andei no quintal até que encontrei uma pedra para sentar e esperar até que Edward e Renesmee voltassem. ―Posso ver que não vou chegar a lugar nenhum com você. Mamãe gritou o suficiente para durar a minha vida toda. e travei o meu maxilar. Renesmee olhou para mim. ― Edward se ajoelhou na frente dela. e disse. e ela virou seu corpo inteiro para longe de mim para olhar pela janela.‖ Renesmee forçou para fora.‖ Ele beijou a bochecha dela. Edward leu os seus pensamentos e ele balançou a cabeça. ―Perigo vem do nada. Pega leve com ela. ―Estaremos de volta em breve‖. Ela se encolheu para trás em seu assento. ―Você vai contar para o papai?‖ A voz de Renesmee tremeu na última palavra. ― ―Nada de ruim me aconteceu!‖ Renesmee levantou a voz. Me senti horrível por gritar com ela. bem-vinda. ―Responda-me!‖ Eu gritei pra ela. Ambas Renesmee e Alyssa pularam em seus assentos. Ele se levantou e pegou a mão dela.‖ a voz de Renesmee ficou mais baixa. ―Ela te deu uma prévia. Ela já está apavorada.‖ Sam saiu do meu caminho e eu marchei em direção ao carro. ―Não. ―Você disse para ele?‖ Renesmee perguntou enquanto ela hesitava antes de sair do carro. Eu ouvi Renesmee resmungar. Ele acenou com a cabeça uma vez afirmando que ele me ouviu. ―Em primeiro lugar. querida. ―Ele vai ficar bravo?‖ Alyssa sussurrou para Renesmee. ―Não. É a minha vez agora.‖ Renesmee sussurrou muito baixo para estar falando com alguém. ―Com certeza. . ―Senhorita Cullen. Ela respirou fundo quando Edward entrou na garagem. Ela deixou cair o queixo inferior. ―Já chega!‖ Eu rosnei. Entrei no carro e bati minha porta. A voz de Edward ecoou pela garagem antes que eu pudesse responder. ‖ Renesmee se afastou de mim. ―Se você me permite eu tenho que levar minha filha para casa. Eu concordei e fiquei observando eles desaparecerem. Logo que entramos na garagem Edward estava esperando na varanda. Seus braços estavam apertados em seu peito.Concordei uma vez. ―Oi pai. Renesmee engoliu audivelmente. O fogo ainda ardia vermelho nos meus olhos. ―O que acontece se você tivesse se perdido? Lembra o que aconteceu no penhasco com Loretta?‖ Eu me encolhi com o nome da bruxa. escondendo seu lábio trêmulo. Eu estou tão bem quanto morta. Mudei o espelho retrovisor para que eu não tivesse que vê-la fazendo beicinho. ―e minha própria mãe está me levando para a minha destruição‖. deixando um soluço sair com sua palavra. ―Tomarei isso como um sim. Ela endureceu novamente.‖ ―Mas eu já estou muito bem. ―Eu queria que algo tivesse me levado. ―O que diabos você estava pensando. mas Edward agarrou seus ombros. e ela suspirou.

Eu fechei o espaço entre nós em um passo rápido e o envolvi num abraço apertado. mas não vou gostar também.―Bella?‖ A voz veio atrás de mim. Ela ficará bem. Quando sua respiração estava normal.‖ Eu me comprometi.‖ Ele ficou ereto. ―Eu posso lidar com isso. seu peito inflado. . mas nenhum de nós ousou afastar o outro. ―Eu só queria ter certeza de que Nessie estava bem. E mais. Contanto que você prometa deixá-la ir sem brigar quando for a hora. ele os abriu.‖ Eu acenei para ele se afastar. ―Não.‖ Emmett andou em minha direção cautelosamente. ―Jacob. Obrigada.‖ Eu só conseguia sussurrar. Pensei que pudesse ficar longe. Jasper juntou-se a ele no lado distante do jardim. Seu cabelo longo estava emaranhado. eles encaravam algo acima da minha cabeça. contanto que seja tudo decisão dela. O homem parado na minha frente pegou-me totalmente de surpresa. ―Sinto a falta de vocês. ―Estou bem. Ambos endurecemos pela diferença de temperatura de nossos corpos.‖ Jacob fechou seus olhos. e arfei.‖ Jacob respirou fundo e expirou. Os braços de Jacob relaxaram enquanto ele os trouxe ao meu redor. Sua postura lembrava a de um soldado parado em continência. ― ―Eu não vou brigar.‖ Eu dei um passo para mais perto de Jacob.‖ Eu suspirei. girando na direção da voz. ―Mas é algo que eu posso lidar. Emmett. Seus olhos nunca encontraram os meus. Eu pulei da pedra.‖ Jacob sorriu contra meus cabelos. ―Eu sei que vou me arrepender quando for hora de vocês partirem. ―Você não veio aqui só pra checá-la. ―Bella. óbvio que não havia sido penteado há um bom tempo. Seus braços firmes dos dois lados. suas mãos em punhos.‖ Minha voz estava implorando a ele. ― ―Você não precisa ficar longe. ―Edward está com ela. mas não posso.

Ela enrolou os braços ao meu redor. Ou que tal -‖ Eu tapei a boca dele com a minha mão. ― Jacob jogou a cabeça para trás enquanto ria. . mãe. senhora. tia Alice viu a decisão da mamãe de visitar no momento que nos instalarmos. Eu estava contente de ver que ele não havia sido tão duro com ela. ― ―O que o seu pai falou pra você?‖ Perguntei. Por que você não ficou e nos escutou? Ainda não estamos indo por algum tempo. Ela tem sido um tanto difícil sem você por perto.‖ Ela resmungou contra minha camisa. eu entendi!‖ ―Só expondo o óbvio. Eu estava chateado que vocês estavam indo embora. Cambaleei para trás não estando preparada para o seu peso que agora estava enrolado ao meu redor. ―Vá. Jamais. de forma alguma. Renesmee sorriu e explodiu em uma corrida através do espaço entre Jacob e eu.‖ Renesmee disse enquanto olhava nos olhos dele. Suas mãos apertadas nos largos ombros de Jacob. ―Eu sei. ― ―Eu não sou tão teimosa assim. Antes que Renesmee pudesse correr. ―Não. sempre. Por isso que você quase se matou só pra ouvir a voz do seu sanguessuga. ―Jacob está ali. prometo que nunca mais vou fazer isso de novo. ―Eu sei!‖ Ela disse entre os dentes. inclinando-me para beijar o topo da cabeça dela. ―Bom. Edward soltou as pernas dela e ela escorregou de suas costas. ―Ok.‖ Ele ficou em pé e Renesmee travou os braços ao redor do pescoço dele para que ele não tivesse escolha senão pegá-la no colo. ―Você foi embora por um longo tempo. Ela sorriu meu sorriso preferido.‖ Jacob deu de ombros.‖ Balancei a cabeça.‖ Renesmee virou os olhos. Além do mais. Ele manteve sua posição quando ela se jogou nele. Sua voz abafada contra o pescoço dele. seus olhos castanhos brilharam para mim. deixe ele falar com ela. ―É o que eu mais gosto nela. ― ―Jacob!‖ Renesmee gritou quando voltou para o jardim. ―Nunca mais me deixe!‖ Ela chorou. Ela estava nas costas de Edward. ―Sim. ambos estavam sorrindo por algo que estavam falando. ―Nada demais. supere isso! Nós só vamos embora em junho. deixando seus braços caírem enquanto ele dava um passo em direção as árvores onde Edward e Renesmee desapareceram. ou talvez o fato de que Renesmee está aqui por causa da sua teimosia de não ser virgem quando se tornasse vampira. Não era você aquela garota teimosa que não me deixava chegar perto o suficiente porque estava desesperadamente segurando-se a alguém que você pensou que não voltaria mais? Ou que tal sua birra de fazê-lo ficar com você durante a luta com os recém-nascidos. Ela se virou rapidamente e Jacob se ajoelhou.‖ Sussurrei e pisquei para ela. ―Eu estarei aqui.‖ Ela riu torto. ―Renesmee será Renesmee. Muito parecida com a mãe dela.‖ Ele sussurrou de novo para ela. Edward a puxou de volta e sussurrou algo no ouvido dela.‖ Empurrei os braços de Renesmee.‖ ―Não. Eu dei licença para que ela tivesse caminho livre até Jacob. ―Me desculpe por não ter parado e escutado. ―Sinto muito.―Posso ir salvá-la da ira do pai dela?‖ Jacob perguntou. Ela olhou rapidamente por cima do ombro para um inquieto Jacob. Jacob riu. travados ao redor da minha cintura.

Ela ficou chateada com isso e eu a disse para gritar de volta. mas ela nem sequer sabia que estava nos culpando. Então eu comecei a gritar com ela e lhe dizer que estava bravo por ela sair andando de perto de você daquele jeito.―Bem. Ness. ―O que você disse pra ela lá fora?‖ Eu disse baixo demais para Jacob ou Renesmee ouvirem. estava pronta para conversar calmamente. Jacob se abaixou para colocar Renesmee no chão. vamos entrar. Ela tinha que por pra fora de um jeito ou de outro. e ele ficou de pé para levá-la para cima.‖ Edward sorriu. alguns gritos.‖ Jacob. ―Nessie!‖ Esme cantarolou enquanto saia da cozinha. Esperei até que ela se acalmasse e quando ela o fez. Eu sabia que ela precisava soltar alguma da raiva que ela havia guardado. e eu não deixaria que fosse com você. ―Er. ―Eu não vou a lugar algum. pois ela sabe que não deve bater boca conosco. colocando os braços ao redor do pescoço dele. Não pude evitar de rir.‖ Ele ficou de pé. ainda inclinado. ―Você fez bem.‖ Rosalie disse depois que o filme havia acabado. . Ela estava curvada no colo de Emmett na poltrona. minhoquinha.‖ Eu o parei e ele se inclinou para me beijar. ―Aí está minha garota!‖ Carlisle desceu as escadas com um livro nas mãos. Ela colocou a cabeça no ombro de Jacob enquanto andavam em direção da casa.‖ Rosalie resmungou. Renesmee contorceu-se e Jacob a colocou no chão. acho que é hora de ir pra cama.‖ Ele disse para Renesmee.‖ Jacob sorriu. soltou Renesmee e ela se segurou com seus braços e pernas colados no pescoço e cintura dele.‖ Edward fez menção para Jacob andar a nossa frente.‖ ―Oi todo mundo!‖ Renesmee se virou nos braços de Jacob para acenar. Eu estive captando dicas nos pensamentos dela de que ela estava brava conosco pelo desaparecimento de Jacob.‖ Renesmee balançou a cabeça ferozmente. Ela cutucou o braço dele e ele a seguiu. seus cachos varrendo o rosto de Jacob. então eu não a repreendi por isso. Ela se levantou do sofá e subiu as escadas. Ela ficou ainda mais brava quando gritou comigo e eu gritei de volta. ―Fácil. ―Você pode soltar agora. ―Bem-vinda. ―Vejo que trouxe o cachorro com você. Edward estendeu a mão e entrelaçou seus dedos nos meus. houveram muitas lágrimas. já meio dormida. ―Bom. uma birra ou duas… Tudo dela. mas ela se agarrou a ele como um macaco. Vá dizer oi pra todo mundo. ela andou ao redor da sala abraçando a todos. Ela foi pega de surpresa por isso. ―Estou em casa!‖ Renesmee gritou assim que Jacob entrou pela porta da frente. ―Nem pensar! Você vai embora de novo se eu soltar você. Ele estendeu a mão e pegou a cabeça dela. Ela precisava gritar e berrar com um de nós. bem. ela poderia me culpar. ―Não foi o que eu quis dizer. ―Há algumas pessoas lá dentro esperando para te ver. Não até hoje. ―Alyssa.‖ ―Como você conseguiu fazê-la se abrir e soltar tudo daquele jeito?‖ Perguntei. eu me ajoelhei na frente dela e disse diretamente que se quisesse culpar alguém por Jacob. obviamente extremamente feliz consigo mesmo. Ela se virou no colo de Emmett.‖ Emmett disse do sofá. Com uma das mãos nas de Jacob.

te vejo em algumas horas.‖ ―Certo. .‖ Jacob disse quando ele voltou para baixo. Estarei de volta antes de Renesmee acordar. Jacob pode te cobrir. ―O que foi tudo aquilo?‖ Edward perguntou assim que Jacob estava fora de vista. Você é a melhor mãe do mundo inteiro. De pé no sofá ela inclinou-se agarrando-me pelo pescoço.‖ Edward sorriu para Renesmee. Bells. Jacob. avise para ela que eu voltarei. Diga sim.‖ ―Sim.‖ Ele sussurrou. ―Boa noite. ―O Jakey pode me cobrir?‖ Renesmee olhou para Edward e ele olhou para mim. cutucando as costelas de Renesmee.‖ Ela sussurrou e tirei sua mão. Ele está bem com ela.‖ ―Você vai ficar essa noite?‖ Perguntei. ―Eu também te amo. Ele ficou de costas e ela pulou em cima. ― ―Eu aviso.‖ Edward rosnou. Ela sorriu para mim enquanto mostrava suas lembranças da primeira vez que eu a segurei depois da minha viagem de caça. ignorando a atitude de Edward. Jacob virou para sorrir para Edward e para mim antes de virar para subir as escadas.‖ Disse para ele. ―Obrigado. ―Eu não fiz por você. ―Cão. Se Ness acordar. ―Eu te amo.‖ Eu disse.‖ Beijei a testa dela.‖ Edward fez cócegas no estômago de Renesmee e ela se levantou. ―Eu sei. Jacob caminhou até mim e me puxou contra ele. Ela já estava meio dormindo. mas obrigado por fazer por ela. ―Sim. ―Valeu.‖ Inclinei-me.‖ Edward disse friamente.‖ Jacob começou a andar na direção da porta e parou. Eles não se vêem há algum tempo.―Você também.‖ Jacob inclinou-se para olhar além de mim.‖ Eu cuspi para Edward. Significará muito para os dois. Ela trouxe sua mão esquerda até a minha bochecha. ―Deixe-o em paz. Agora. ―Contanto que esteja tudo bem com vocês. e então ele riu para Edward. Ele beijou minha bochecha e Edward estava do meu lado. você sabe que é sempre bem-vindo aqui. ―Não. sua cabeça no colo de Edward e as pernas no colo de Jacob. Bells. mas deixou passar. ―Sério?‖ Ambos Renesmee e Jacob disseram ao mesmo tempo. querida. vocês dois. vão antes que eu mude de idéia. ―Sim.‖ Ela concordou e Jacob ficou de pé. ―Hora de dormir. melhor você se mexer antes que eu mude de idéia. ―Tudo bem. Eu sei que você disse para ele para dizer sim. ―Até mais.‖ Edward resmungou. acho que deveria ir checar com Leah e o resto do bando. virando de volta para olhar para nós. Edward rosnou.

isso é algo com que Jacob jamais poderá competir. Não importa o que une Jacob a Renesmee. Cullen.‖ Ele rosnou e seus lábios moldaram-se famintos aos meus. ―Viu? Nada para se preocupar. Ela está crescendo rápido. mesmo que Renesmee seja jovem. Quando Jacob está por perto. ― ―Eu entendo.―Digamos que. ela não é. Ela esquece de você quando ele está por perto?‖ ―Não. Eles tem um laço que nada no mundo pode romper. ―Eu não fazia idéia de que você pensava nisso dessa forma. Ela constantemente tem ambos de nós em sua mente. Não.‖ Sussurrei e inclinei-me no peito dele. ―Porque quando ele está perto dela. olhando para baixo e mexendo no edredom. ela não o ama como eu te amava quando você partiu.‖ Eu disse contra seus lábios. despedaçando nossas roupas. ―Não. Ele rolou para ficar em cima de mim. Suas mãos se moveram rapidamente. era algo com o que eu podia lidar.‖ Edward moveu nossos corpos para que nos deitássemos. para me fazer olhar para ele.‖ Pausei. para olhar em seus olhos. mas não posso evitar de pensar isso. Jacob jamais tentaria tomar nossos lugares. . Eu não acho que exista um só segundo em que ela não esteja pensando em um de nós. ―Prove. sinto que a estou perdendo. mas é o pensamento que conta.‖ ―Bem. Renesmee não quer tirar os olhos de Jacob pois teme que ele vá desaparecer assim que ela der as costas. eu lembro. Sei que não me sentia realmente confortável com a idéia dele impriting mas. Edward colocou uma mão sobre a minha e encaixou a outra no meu queixo. Não vou ficar no caminho dos sentimentos dela por Jacob. ela te adora. ―Edward. é realmente bobo.‖ ―Eu sei. ―Sra. Ela é uma parte de você assim como é uma parte de mim. ―Sim.‖ ―Por que você é tão contra Jacob ficar perto de Renesmee?‖ Perguntei. Ela tem idade o suficiente para entender a dor de perder alguém que ela ama. Eu não queria deixar você sair da minha vista pois eu sabia que você desapareceria assim que tivesse a chance. ―Você está errada.‖ Eu estiquei o pescoço e o beijei. Assim como quando eu vi você. mas entendo. Ele trouxe sua mão até mim e me segurou mais perto dele. seu laço com ela é mais forte que qualquer outro. ―Edward. ―Você vê dentro da cabeça dela mais do que qualquer um. e cedo demais sei que terei que deixá-la ir. Você é o pai dela. Não gosto. você sabe o quanto eu te amo?‖ Edward perguntou contra o meu pescoço.‖ ―Eu entendo. ― Edward me puxou para o nosso quarto e me sentou na cama. eu sei como ela se sente.‖ Edward suspirou. ―Como você sabe como ela se sente?‖ ―Você me deixou uma vez. mas ele não olhou para mim.‖ Edward revirou os olhos para mim e encarou o teto. ―Não tanto quanto eu te amo. mas ela é muito nova para tudo isso.‖ Edward sorriu para mim. Ele quer que ela esteja segura tanto quanto nós queremos. minha garotinha não é mais minha garotinha. ‖ Respondi rindo para ele. lembra?‖ Eu disse.

e todos os dias se passaram. e no meio de tudo isso estavam Renesmee e Alyssa lambendo seus dedos. E por causa disso eu não acho que tenha tido sequer um segundo no qual eu parei de sorrir. Uma névoa branca de farinha a envolveu. A tigela saiu voando. Eu não tenho tempo para preguiçosos. Eu não acho que houve um segundo sequer que minha filha tenha parado de sorrir. Eu cerrei meus olhos e alcancei o chocolate que agora estava derretido numa tigela. ―Bem.‖ Renesmee ainda estava concentrada na massa em seus dedos. deixa esse chocolate! Pare elas antes que fiquem mais nojentas!‖ Rosalie suplicou. Elas olharam para cima quando me ouviram atrás delas. pegando o vaso atrás de mim. pare elas! Elas estão toda sujas!‖ Rosalie me empurrou para a cozinha. jogando-a em Renesmee. ―Você quer dizer desse jeito?‖ Eu perguntei andando atrás das garotas. ―Porque me deu vontade.Eu andei animada ao redor da casa segurando tantos enfeites quanto podia em minhas mãos enquanto seguia Alice. o leite estava pelo chão todo. Alyssa inclinou-se e encheu a mão de farinha. Saí rapidamente do caminho enquanto ela arremessava um vaso de vidro em minha cabeça. Eu olhei rapidamente para Rosalie dando um laço ao redor de algumas flores. ―Bella. Era hora. Ambas cobertas de farinha. Não podia acreditar que os dias que tivemos para nos preparar para isso foram embora. Alyssa queria misturar. Ovos estavam pingando do balcão. junho tinha chegado antes de percebermos sequer que o Natal tinha passado. as coisas pareciam se moverem mais suavemente.‖ Alyssa sorriu inocentemente. certo?‖ Esme perguntou olhando ao redor da cozinha. Você não estará mais por aqui para brigar. ―Bella. então eu percebi que é melhor fazer tudo agora. Tudo se encaixou perfeitamente nesses últimos meses. Então houve um grande ruído que veio da cozinha. e eu queria misturar. e duas pequenininhas meninas soltando risinhos. tire a cabeça das nuvens!‖ Alice me chamou. Nós duas paramos o que estávamos fazendo e corremos até a cozinha. Alice entrou na cozinha enquanto Renesmee me atacava com o rosto cheio de massa de biscoito. Com Jacob de volta. e a gente também. farinha revestia a cozinha inteira. Rosalie e eu cobrimos nossas bocas para não rirmos. Eu abaixei e lambuzei o chocolate no rosto de Renesmee e Alyssa. ―Não se atreva!‖ Rosalie e Esme gritaram ao mesmo tempo. Elas gritaram e tentaram desesperadamente se lamber. ―Percebem que vocês os cozinham no forno e não no chão. ―Por que você fez isso?‖ Renesmee gritou. ―O que vocês estão fazendo?!‖ Esme berrou. ―Então Nessie tropeçou no meu pé e eu derrubei o leite. ―Fazendo biscoitos. diga a Bella para prestar atenção.‖ Alyssa sorriu. Suas mãos cobertas de massa. ―Bella.‖ Renesmee disse lambendo a massa em seus dedos. mas olha.‖ Alice veio para trás de mim e me empurrou para frente. ―Sim. e Renesmee e Alyssa estavam enroscadas uma na outra no chão.‖ Renesmee ficou de pé e balançou a cabeça. . Esme revirou os olhos rindo. ―A China Importada. Eu cheguei na esquina primeiro. ―Então Alyssa me empurrou e eu derrubei os ovos. não!‖ Esme gritou.

―Não. rindo. ―Ouvimos vocês lá de fora.‖ Edward riu.‖ Então ela olhou para Rosalie e Alice. ―Jacob.‖ Edward riu. e depois limpe sua filha.‖ Esme sorriu para ele. e ele virou-se rapidamente. Esme pegou meu braço e a tigela aterrissou na minha cabeça. repulsivo e fedorento cachorro!‖ Jacob se posicionou. segurando a tigela cheia de ovos. Alice pulou ficando de pé e bateu um high five na mão de Jacob. rindo.‖ Esme riu.‖ ―Isso soa legal. Jacob e Jasper. isso seria extremamente sexy. ―Terminar de assar esses biscoitos que eu comecei a fazer. Eu percebi o passo rápido que Esme deu para perto de mim. eu vou deixar Rosalie alimentar você essa noite. muito melhor agora. mas Emmett e Jacob ficaram no meu caminho. Ela jogou sua cabeça para trás e soltou um grito agudo. ―Pronto. ―Tirou as palavras da minha boca. nos lambuzando de chocolate. . ―Se eu gostasse de comida. ―Espera aí!‖ Esme me chamou. Ele sabia exatamente o que eu queria. Eu me levantei e fui sair de fininho da cozinha antes que Esme realmente começasse a gritar. Esme e Rosalie ainda estavam em choque na entrada da cozinha. Quando Rosalie se virou para falar com Emmett.‖ Emmett disse para Edward. cobrindo-o de meleca. e Emmett limpa Alyssa.‖ ―O que você vai fazer?‖ Jacob perguntou cutucando a gema do ovo que não quebrou. ele desviou no ultimo segundo possível. a tigela aterrissando na cabeça de Esme. Mamma Vamp. Eu me virei devagar para olhar para Esme. ―Terminem de organizar a festa. ―Agora vá se limpar. ―Não. eu não comecei! Foram elas!‖ Eu apontei para Renesmee e Alyssa sentadas no canto. Me virei rapidamente para correr pela porta. ―Não tão gata agora. Apesar de ele ter o maior respeito por Esme. ele não pode evitar provocá-la de vez em quando.‖ Ela disse sacudindo um dedo para mim. ―Seu retardado.‖ Jacob riu do recém-encontrado apelido. ―Parece que a sua mulher vai ter a cabeça arrancada. esmagando os ovos na cabeça dela. Renesmee.‖ Jacob disse.―O que é esse tumulto todo por aqui?‖ Edward perguntou enquanto entrava na cozinha acompanhado de Jacob. Foi aí quando percebi que Alice e eu terminamos com nossas mãos no rosto uma da outra. eu joguei dois ovos em Jacob porque ele estava mais perto dela. né rainha do baile?‖ Jacob uivou. Jasper e Emmett. ―Vocês limpam a cozinha. e eu sabia que ele seria o mais ansioso para fazer isso. ―A Loira vai levar agora!‖ Jacob caiu de joelhos. Alyssa e eu no chão cobertas em tudo o que podíamos colocar nossas mãos. que já estavam se limpando.‖ Ela se virou para Edward.‖ Jasper sorriu. caindo na gargalhada ao ver Alice. Eu não queria saber o que ele ouviu nos pensamentos de Esme. ―Você começou isso. e que minhas queridas netas gentilmente tentaram me ajudar a assar. então quando Rosalie agarrou uma tigela e jogou nele.

―Eu vou ser bonzinho.‖ Jacob disse rapidamente. ―Foi o que eu pensei.‖ Esme piscou para ele. Eu ri e peguei a mão de Renesmee. ―Vamos lá, vou ter que te molhar com a mangueira lá de fora.‖ ―Com o que eu pareço, um cachorro?‖ Renesmee gritou. ―Sem ofensas, Jakey!‖ Ela falou por cima do ombro. Então cobriu sua boca enquanto ria da própria piadinha. ―Essa vai ter volta mais tarde!‖ Jacob respondeu. ―Ok, feche os olhos e levante os braços.‖ Eu lhe disse enquanto ficava de pé na frente dela segurando a mangueira em minha mão. Renesmee suspirou, mas fez como mandei. Eu apertei o gatilho e a água disparou nela. Ela pulou pelo repentino jato de água lhe acertando, e gritou pelo frio. ―Não terminou ainda?‖ Ela perguntou tremendo. ―Quase, vire para eu poder alcançar suas costas.‖ Eu me apressei para ela poder sair da água gelada. Quando tinha terminado eu sacudi meu cabelo para a frente e tirei todos os ovos junto com todo o resto que estava grudado nele. Emmett apareceu atrás de mim, segurando Alyssa na frente dele como se ele estivesse segurando algo que estava a ponto de explodir se ele a movesse para perto dele. ―Já terminou?‖ Ele perguntou quando eu sacudi meu cabelo para trás. ―Toda sua.‖ Eu disse, lhe passando a mangueira. Eu peguei Renesmee no colo, ela tremeu de novo enquanto o frio da minha pele a tocava. Mesmo sendo um dia razoavelmente quente, eu sabia que a água da mangueira estava congelando. ―Jacob você pode segurá-la por um tempo enquanto eu vou pegar uma toalha para ela?‖ Eu perguntei enquanto entrava na casa. Rapidamente a entreguei para Jacob e ele a segurou perto do peito. Ela imediatamente relaxou, e Jacob me seguiu escada a cima. Eu peguei uma toalha e enrolei ao redor dela antes de pegá-la de volta em meus braços. ―Obrigada Jake.‖ Eu disse antes de empurrá-lo para fora do quarto para poder trocar Renesmee. Eu a coloquei em um vestido de verão florido preto e amarelo, e a mandei de volta para o andar de baixo para eu poder me trocar e ficar pronta para a festa. ―Bella!‖ Alice me chamou enquanto entrava em meu quarto. Ela entrou em meu closet e colocou as mãos no quadril. ―Alice, eu acho que você esqueceu sua blusa.‖ Eu apontei enquanto eu puxava minha própria camiseta pela cabeça. ―Eu sei, ninguém está vindo para o andar de cima pelos próximos cinco minutos.‖ Alice se movia impacientemente. ―Você vai me dizer por que você está no meu closet só de sutiã?‖ Eu perguntei tentando entender o que era tão importante que ela não podia esperar para me dizer até estar vestida. Alice olhou para o chão e murmurou. ―Eu preciso pegar emprestada uma de suas blusas.‖ Ela disse muito baixinho. ―Me desculpe, o que você disse?‖ Eu perguntei, fingindo que não tinha ouvido. ―Você me ouviu!‖ Alice cuspiu para mim. ―Não, eu não ouvi.‖ Eu lutei contra um sorriso.

―Vamos lá Bella, isso é humilhante o suficiente.‖ Alice cobriu o rosto com as mãos. ―Diga mais alto.‖ Eu coloquei minhas mãos em seus ombros, sacudindo-a. Alice rangeu os dentes, ―Bella, eu posso, por favor, pegar emprestada uma blusa sua?‖ Ela disse baixo o suficiente que eu podia ouvi-la, mas ninguém no andar de baixo podia. ―Ora. Sim Alice, você pode pegar emprestada uma das minhas blusas.‖ Eu disse alto o suficiente para que qualquer um dentro da casa pudesse me escutar. Alice bateu a mão na minha boca e me pressionou contra a parede cheia de camisas do Edward. ―Fique quieta! Eu não quero que as pessoas saibam que eu tive que descer tão baixo para pedir a você para me emprestar suas roupas! Eu tenho uma reputação para proteger!‖ Alice sibilou. ―Qual você quer?‖ Eu disse, rindo. ―Aquela blusinha de renda vermelha. A que tem o sutiã moldado e o laço ao redor do busto.‖ Alice sussurrou. ―Claro, Alice!‖ Eu disse mais alto, e me virei para ir procurar a blusinha que ela queria. ―Eu realmente não vou sentir sua falta.‖ Alice sorriu. ―Você sabe que vai.‖ Eu disse lhe entregando a blusa. ―Ok, talvez você esteja certa, obrigada pela blusa.‖ Alice rapidamente tirou seu sutiã e o jogou no chão, passando a blusa pela cabeça. ―Todo mundo decente?‖ Edward perguntou, batendo na porta. ―Sim.‖ Eu disse, me abaixando para colocar os sapatos. ―Alice, eu não pensei que você usaria isto.‖ Edward a provocou. Ela rosnou para ele. ―Apesar de que essa blusa fica melhor em Bella.‖ ―Eu te odeio.‖ Ela disse o empurrando pelo caminho. ―Eu também te amo!‖ Ele disse. ―Isso aconteceu mesmo?‖ Eu perguntei, rindo. ―Sim, e sim todo mundo ouviu lá em baixo. Emmett está esperando para pegar no pé dela.‖ ―Legal, isso vai tirar ele do meu pé por uma hora.‖ Eu rolei os olhos e sai do closet. Assim que a festa prosseguia e o sol se pôs, sentamos ao redor de várias mesas, que estavam colocadas pelo jardim, conversando. Todos estavam aqui, incluindo os dois bandos de lobos, Billy, Rachel, Claire, meu pai e Sue. Emmett estava na mesa do DJ organizando outra playlist para as próximas horas. Eu sentei novamente em minha cadeira, absorta na cena diante de mim. Todos estavam sorrindo, Edward tinha minha mão em seu colo, traçando círculos na minha palma enquanto ele se inclinava sobre a mesa para conversar com Charlie e Carlisle. Renesmee estava jogando voleibol com Claire, Seth, Jacob, Quil, Rachel, Paul, Sam e Emily. Eu os assisti por um tempo até olhar para Sue conversando com Esme. Na mesa perto delas estava Leah segurando Jayden. Ela estava sentada um pouco mais afastada de Alice e Rosalie, mas as três estavam conversando. Minha família, estávamos todos aqui, juntos uma última vez. Eu me lembrei de seis anos atrás quando Edward fez tudo que estava em seu poder para me manter longe de Jacob, uma época que os

lobisomens e os vampiros eram inimigos. A imagem na minha frente me mostrou completamente o oposto daquela lembrança. Vampiros, lobisomens, e humanos todos se dando bem como se fossemos um todo. ―Se vocês me derem licença, eu tenho algo que gostaria de dizer.‖ Carlisle ficou de pé e Emmett caminhou até ele, lhe passando o microfone. Edward apertou minha mão debaixo da mesa e eu prendi a respiração. Carlisle se virou, falando no microfone. ―Cadê o meu anjo?‖ Carlisle procurou ate que Renesmee foi saltitando até ele. Todo mundo riu silenciosamente, e fez um ―awwww‖ quando ele abaixou-se para beijar a ponta do nariz dela. ―Vá se sentar com seus pais por alguns minutos, por favor.‖ ―Claro.‖ Renesmee saltitou até Edward e ele a puxou para seu colo antes de pegar de novo minha mão. ―Eu quero aproveitar esse tempo para dizer a todos vocês o quão orgulhoso eu estou dessas duas maravilhosas pessoas sentadas na minha frente nesse momento. Isabella e Edward Cullen. Duas pessoas que provaram que o amor pode superar qualquer coisa. Esta mulher sentada na minha frente, e eu digo mulher, não garota, esta mulher tem me ensinado mais sobre a vida, amor, e felicidade que qualquer outra pessoa. Ela se tornou esta maravilhosa, energética, corajosa jovem mulher que hoje todos vocês conhecem e amam. Desde a primeira vez que a vi, no hospital, mas isso com a Bella não era novidade…‖ Ele pausou enquanto todos riam. Charlie olhou para mim e piscou. ―Ela era essa tímida garotinha, que imediatamente agarrou a atenção de meu filho no momento que chegou nessa cidade.‖ Carlisle pausou enquanto ria. ―Agora eu sei que Edward tinha um plano diferente, mas que prova o meu argumento de que o amor deles é mais forte do que qualquer outra coisa. Enquanto eu assistia esse amor florescer entre essas duas crianças, apesar da quantidade de perigo que foi atirado neles, ela tem me mostrado uma coragem extraordinária apesar das dificuldades que ela enfrentou durante o seu período como uma mortal. Mesmo com o seu conhecimento sobre o nosso mundo, ela lutou com meu filho dia a dia para se tornar uma de nós. Meu filho, sendo o maravilhoso homem que ele cresceu para ser, fez tudo que estava ao seu alcance para manter a alma dela exatamente onde estava. Pura e inocente. O dia que eu aceitei essa mulher na minha família como minha nora, eu sabia que nossa família agora estava completa. Você preencheu o buraco que nós carregávamos por muitos, muitos anos. Eu te agradeço por isso. Mas porque Bella continuou nos maravilhando, ela deu seu último suspiro para manter essa maravilhosa garotinha viva dentro dela, tempo suficiente para trazê-la neste mundo, ela mesma. Bella lutou por um mês de toda forma possível para manter o seu bebê vivo. Bella deu um novo significado a uma mãe dando sua vida para proteger sua filha. De todas as maneiras possíveis, nós, como cada lobo que está aqui hoje, cada vampiro sentado ao redor desse jardim, e muitos outros, ainda estamos todos vivos hoje por causa da minha nora. Aquele dia, nossa jovem Bella que você vê na sua frente, se tornou uma mulher, sua força, dedicação para proteger sua família dominou todos nós, nos unindo. Ela é a única que fez inimigos se reconciliarem.‖ Carlisle andou e colocou seu braço sobre o ombro de Sam. ―Mas se não fosse pelo pequeno milagre que ela chama de Renesmee Carlie, nosso trato como inimigos hoje ainda estaria intacto. Como se Bella já não tivesse unido os lobos e os vampiros, sua própria filha nós deixou ainda mais unidos. Filho, meu primeiro filho, dê uma olhada na linda família que você criou.‖ Eu olhei para minha mão na de Edward quando senti seus olhos em mim. Edward a apertou, e se inclinou para frente, beijando a parte de trás da cabeça de Renesmee, e então olhou novamente para Carlisle. Carlisle voltou sua atenção para Jacob. ―Eu te agradeço por fazer a decisão de deixar Edward salvar sua jovem mulher. Eu entendo que precisou de muita força para você concordar com algo como aquilo. Você é um bom homem, Jacob, e um ótimo líder.‖ Carlisle respirou fundo. Eu olhei rapidamente para meu pai, que colocou a mão embaixo dos olhos para enxugar uma lagrima rapidamente. ―Bella, Edward eu desejo a vocês sorte e felicidade quando se aventurarem em sua própria jornada. Mas sempre se lembrem que vocês têm um lugar para voltar quando estiverem prontos. Vão ser uma família, uma família pela qual ambos lutaram muito. Vocês merecem. Sempre se lembrem de quem vocês são, e de onde vocês vieram. Eu quero que vocês saibam que em qualquer momento que sentirem necessidade, vocês podem voltar para casa. Nós todos vamos sentir falta de vocês, mas isso é algo que vocês precisam fazer. Vão criar a filha de vocês sozinhos. Eu não tenho duvidas em minha mente de que vocês podem fazer isso. Isso é tudo o que eu tenho para dizer. Todo mundo, por favor, aproveitem o resto da festa.‖ O jardim ficou

em silêncio por momento, pequeno como uma batida de coração, e então todos estouraram em aplausos e assobios. Edward se inclinou para me beijar. Renesmee se arrastou para fora do colo de Edward e cruzou a mesa em direção à Carlisle. Ele a pegou nos braços e sussurrou algo em seu ouvido. Ela sorriu e assentiu. ―Obrigado, Pai.‖ Edward disse quando Carlisle veio até nós. ―Eu falei cada palavra sériamente, filho.‖ Carlisle se inclinou e beijou minha testa antes de se virar novamente para Edward. ―Cuide delas. Eu sei que você vai, mas eu tenho que dizer.‖ ―Minhas duas garotas serão bem cuidadas.‖ Edward disse assim que Renesmee o alcançou. ―Nós estamos realmente fazendo isto?‖ Renesmee nos perguntou. Edward olhou para mim, e eu me inclinei para frente, beijando a bochecha dela. ―Sim, estamos.‖ Eu sorri. Renesmee suspirou pesadamente e olhou para Jacob conversando com Paul e Rachel. ―Estou bem com isso.‖ Ela suspirou, me abraçando. ―Obrigada.‖ Eu suspirei. A festa lentamente chegou ao fim enquanto todos se despediam de Edward e de mim. Renesmee foi passada de um lado para o outro para qualquer um que pudesse colocar as mãos nela. Ela dormiu nos braços de Edward e o movimento de passá-la de braço em braço não a acordou. Charlie entregou Renesmee de volta para Edward e ele ficou parado na minha frente. ―Obrigado.‖ Charlie disse, se engasgando com as palavras. ―Pelo o que?‖ Eu perguntei confusa. ―Por me dar a chance de conhecer minha neta. Por me manter na sua vida, por me dar tempo suficiente para me preparar para dizer adeus a você.‖ ―Pai, não estamos indo embora para sempre.‖ ―Eu sei, mas você está indo embora. Se cuidem, todos vocês.‖ Charlie me puxou em um abraço. ―Eu vou garantir isso.‖ Edward disse confiante. ―Eu sei que vai.‖ Charlie assentiu. ―Me ligue quando vocês chegarem lá, e me ligue quando você desfizer as malas, e então me ligue quando. . .‖ ―Pai, nós iremos.‖ Eu ri. ―Certo. Bem criança, adeus.‖ ―Não é um adeus, nunca é um adeus. Até mais.‖ Eu lhe dei o meu melhor sorriso. Charlie me abraçou de novo e andou em direção ao carro onde sua própria família o esperava. ―Hey!‖ Jacob chamou enquanto nos virávamos para entrar na casa. Edward e eu viramos para olhá-lo. ―Tenham uma viagem segura, e voltem correndo para nós.‖ Eu andei em direção à Jacob e ele me esmagou contra ele. ―Você sabe que vamos.‖

―O que você deu para ela?‖ Eu perguntei tentando enxergar.‖ Jacob sussurrou. ―Hey. sanguessuga. ―Posso?‖ Ele perguntou para Edward. sacudindo o lobo esculpido que ainda estava pendurado aonde ele tinha colocado. mas assentir. ―Eu vou sentir sua falta todos os dias que você não estiver aqui.‖ Edward disse suavemente. Jacob rapidamente tirou algo de seu bolso e o colocou ao redor do pescoço dela. eternamente juntos.―Traga-a de volta para mim. ―Eu vou deixar essa passar. ―Quando for a hora. . ―Vejo vocês por aí. docinho.‖ Jacob sussurrou em meu ouvido.‖ Jacob riu enquanto balançava o coração de diamante pendurado ao lado do lobo de madeira. cuidadoso para não acordá-la. Todos nós eternamente amados.‖ Jacob agarrou meu pulso esquerdo e o levantou. eu acho.‖ Jacob deu um soco em seu braço. ―Obrigado. ―Agora. Jacob fitou Edward por uma fração de segundo antes de Edward grunhir. ―O mesmo que eu te dei. e eternamente jovens. Caminhamos em direção da casa.‖ Ele beijou a testa dela e suas bochechas antes de devolvê-la para Edward. Ele me soltou e assentiu. nós três prontos para encarar nossa nova vida juntos.‖ Eu sussurrei de volta. eu sei que desta vez Edward não vai colocar um enorme diamante ao redor do pescoço dela para ofuscar meu presente.‖ Jacob disse e virou-se para ir embora. Ele estendeu os braços e Edward lhe entregou Renesmee.