You are on page 1of 6

INTRODUÇÃO

O sangue contém três tipos de células: os glóbulos brancos (que são parte do sistema imunitário do corpo), os glóbulos vermelhos (que transportam o oxigênio e nutrientes pelo corpo numa substância denominada hemoglobina) e as plaquetas sanguíneas (que ajudam na coagulação do sangue). Os glóbulos vermelhos dependem do ferro para os ajudarem a armazenar e a transportar o oxigênio a todas as partes do corpo. A anemia é um problema que ocorre quando existe um número reduzido de glóbulos vermelhos ou uma baixa concentração de hemoglobina, em outras palavras, anemia é a diminuição da hemoglobina total (funcionante) na circulação. É comum ser definido como o estado clínico no qual a hemoglobina e/ou os glóbulos vermelhos estão diminuídos. Podemos então dizer que anemia é um termo que se aplica, ao mesmo tempo, a uma síndrome clinica e um quadro laboratorial caracterizado por diminuição do hematócrito, da concentração de hemoglobina no sangue ou da concentração de hemácias por unidade de volume, em comparação com parâmetros de sangue periféricos de uma população de referência. Os sinais da anemia estão ligados ao grau e rapidez de instalação da baixa de hemoglobina. Assim estão ligados a hipoxia dos tecidos. Alguns desses sintomas são inespecíficos e leves, porem outros são graves. Os sintomas são mais intenso na anemia aguda, seguida a grandes hemorragias, ou hemólises do que na anemia crônica, em que a Adaptação à hipóxia se faz progressiva. Observa-se em qualquer tipo de anemia os seguintes sintomas gerais: palidez cutaneomucosa, fadiga, polipnéia, astenia, cansaço facial, dores musculares, unhas quebradiças, irritabilidade, taquicardia aos esforços, sonolência, náuseas, perda da libido e impotência. Em estados mais graves constata-se: polipnéia permanente, com taquicardia, edemas de membros inferiores e sinais de anoxia cerebral. Existem muitas classificações que procuram abranger os mais variados tipos de anemia, facilitando assim a compreensão do problema. Alguns procuram classificar as anemias com base na patologia e na etologia, enquanto outros, nos tipos laboratoriais. Aqui utiliza-se a classificação mais simples e objetiva, que de um modo geral possibilita entender a maiorias das anemias.

perda sanguínea B --.Eliptocitose. 2.Mielose hipoplástica ou aplástica -. -.Insuficiência hepática. -. b) da hemoglobina -.Ferro.As anemias podem ser causadas por: A --.destruição aumentada A --. -.Doenças inflamatórias. .Esferocitose.Deficiência de 6-glicose-fosfato-desidrogenase. -. -.alterações na formas dos glóbulos vermelhos 1.Doença maligna matastática.Drogas (idiossincrasias.Síndrome Talassêmicas. -. Alterações genéticas a) da membrana -. C) de enzimas -.perda sanguínea a) aguda ( hemorragias) b) crônica ( perdas pequenas e continuas) B --.Hemoglobinopatias.Doenças inflamatórias da medula óssea. -. -.alterações na forma dos glóbulos vermelhos C --. -.Proteínas.Deficiência de piruvatoquinase. -.Leucemias agudas e crônicas. Alterações adquiridas a) deficiência adquirida de substancias essenciais à eritropoese. -.Insuficiência renal. -. -. tóxicas). b) outras alterações associadas a: -.Vitamina B12 e folatos.Deficiência de outra enzimas (raras).

Hemoglobinopatias.Anemia sideroblástica (refrataria). -. -.Carcinoma metastático. C --.Linfomas malignos.Enzimopatias. -. -.Mixedema.Deficiência endócrina.alterações de membranas.-.Pan-hipopituitarismo. -.destruição aumentada (hemólise) a) Adquirida b) Por defeito intríseco -.Mieloma múltiplo.Mielosclerose. c) Por alterações extrínsecas. -. -. -. -. .

A deficiência de do ferro é acompanhada por diminuição da hemoglobina. hematúria crônica . fibroma (mioma) . o que leva à sintomatologia anêmica devido à falta de oxigenação dos tecidos. retenção placentária .gastrectomias ----. varizes esofagianas .outros . como também de todas as células do organismo. entretanto. fase menstrual da mulher e doação de sangue.dietas pobres em ferro . fase de crescimento físico da criança. hemodiálise . diverticulose ----.distúrbios digestivos (vômitos de gravidez. tumores malignos . Falta de absorção ----. A necessidade de ferro diária no indivíduo normal é de 1mg. úlceras gástricas e/ou duodenal . uso de anovulatório ----.digestivas por lesões . igual o da perda. neoplasias.trânsito acelerado ----. Em estados patológicos a deficiência de ferro se indica por: . sangramentos nasais crônicas . tumores benignos . hérnia hiatal . sendo.) ----.acloridrias . etc. Falta de ingestão ----. aumentada em condições fisiológicas como gravidez.uterina .má absorção intestinal ----.PRINCIPAIS TIPOS CLÍNICOS DE ANEMIAS ANEMIAS FERROPÊNICAS As anemias ferropênicas ou deficientes em ferro são as mais freqüentes na clínica. parasitose intestinal . perdas sanguíneas repetidas . anomalia vascular . isso ocorre porque o ferro faz parte não só da hemoglobina. sangramento provocado . polipose intestinal . Perdas sanguíneas ----.

Quadro clínico Os sintomas são devidos à diminuição do oxigênio ao nível dos tecidos. se a deficiência não for corrigida em tempo adequado. Ainda no quadro clínico é importante a história pregressa de outros episódios anêmicos. deve-se fazer a análise do ferro de depósito (ferritina). por infusão de ferro dextran. podem influir lavando a perdas sanguíneas. taquicardia. A terapêutica deve ser continuada até um a três meses após a normalidade do ferro sérico para restabelecer o ferro dos depósitos. deve-se dar 180 a 200mg de ferro diariamente dividido em duas a três vezes ao dia administrando separadamente das refeições. Também é importante a história de cirurgias do tubo digestivo capaz de influir na absorção do ferro (gastrectomia). . Tratamento Administração de ferro preferencial por via oral. Os leucócitos e plaquetas apresentam-se normais. reservando a parenteral em caso de intolerância ou em casos de doses elevadas diárias. dispnéia ao esforço. desânimo. quando já está sob a ação da terapêutica contendo ferro. O exame de ferro sérico deve incluir a avaliação das proteínas (transferrina ou siderofilina). anorexia. Quadro laboratorial O hemograma mostra uma anemia do tipo hipocrômico e. respostas à terapêutica e presença de outras patologias relacionadas. para depois. Problemas intestinais. por diminuição de ferro. Nas anemias por perdas agudas o tipo é normocítico normocrômico inicial. Os sintomas gerais como palidez. O ferro total necessário para corrigir uma anemia e saturar os estoques pode ser dado de uma só vez na veia. Deve ser usado o sal ferroso que é mais bem absorvido do que o sal férrico. e drogas antiagregantes plaquetários (ác. palpitação. cefaléia. A ingestão de drogas como antiiflamatórios. Além das perdas sanguíneas deve-se investigar se as dietas contem quantidade adequada de ferro e se há absorção adequada. dor precordial e desmaio são de grau variável e dependem da intensidade da anemia. anticogulantes. na maioria das vazes. passar para hipocrômica. Existem muitos preparados comerciais à base de sais de ferro. microcitose. em casos crônicos. Acetilsalicílica). evitando a solicitação de consumo do ferro dos depósitos. fraqueza. como diarréias crônicas e síndrome da má absorção. também devem ser pesquisados.

O tratamento com ferro parenteral não é mais eficaz que o tratamento oral. ANEMIA HIPOCRÔMICA COM FERRO BAIXO NA CRIANÇA .mas requer cuidados especiais pois pode haver ação de hipersensibilidade.

3908  0 /74.4   8 83942. 2E .72.098..4777 :2.  6:. 24897.8   0. .848./495454.0 /48 90.008 .80/08.7:7.3H2.-47.5H:9..3/4 .8  F2/..59.391.2-F2 F 25479.5H:9.72.J..4:02.  . 34 147 . 54/0231:7.4 /.7 48 08946:08 54/0 807 /.-8474 /410774 . /.H3. ../48   30894 /0 /74.7.8 5. 4: 8/07413./4/46:048.89O7.72./..7..-847.3  ..3810773.2.8 70. 0 570803.8..39.77F.477/.4 89022:9485705.302.    %7.:/.0/082.8 84 /0.  /08324  . . . /47570.302.3:J30./4 0.944.4/0.0 807 .F.4 F 25479.4081474 5.9... ./23897.39038/.703907.-8474 ..8/49:-4/089.8 8..8 .03.424 5. 7089.  %./448../.J3. 907../. 97H8 .2-F2 /0. 02 90254 .8547507/.84 954 F 34724.20/0 10774 8F7./..780.4...02 807 5086:8.848/0/480800..39/.8/0.20390 /./0/.8 07.0.088E74 5./0 /4 10774 8F7..8507/. /01.74.302.9.948 0 5.8-.8  907.84/0394073.10774846:0F2.   0247.6:0.":.7 5. /0 4:97. ../031:73.84.88.6:09E748 E./.942. /0 10774 0 80 E ./48  8 83942.4 /0 10774 57010703.73. /0.07 ./4 /0 :2.48 2.0 80 1./06:.20390 /.7E.8 . 34 6:. /0 4:9748 058O/48 .//4 02 /:.39.8 .43903/4 10774  /0.7.424 .4 34724.-00.4 84/07.08 02.40 3.8970.9480 .3/4 E 089E 84- .4207./0 .8-02..3/4.07410774/48/05O8948    10774 949./48.5.0 803./48  /23:4 /4 4H34 .3E80/410774/0/05O894 107793.8 0 8J3/7420 /.8 97.3908 5.3/4.J3.8  0.390 .4 9.7.4 /0./0.5H:9.  3/.2 80 3472.8O .J9./06:.8.2..302.4:.8 701008   907.9:7./74.4 3J. 47. 547 . 5707088.0 80 /. 0 8.8 390893..9O748  . .3470. 54.43902 6:.47. 97H8 20808 .././0  17..  70807. 1F77.8 .5O8 .  !74-02.73.  2 /0 10774 /.8 57490J3.01.8 .  5.-8474  9. .4 3.6:09.. 5.48  7085489./74.8/09..2.7/.3:J30. 547 31:84/010774 /097.47/.:2./74 .8/E7.4 /.8/010774 /0.8 .9.7.424 /.  /853F..947.43..438:24/410774/48/05O8948   8 0:.7   .20394  /23897./06:.4393:.390. .  80 .507/.4 /.089. 3472.70. 89O7.8..6:.0 3.8    ":.:.8  .88.:7 . 30.0 807:8.4 5.3/4 805.02. .5708039.7.7. /0548  547 /23:4 /0 10774  5./..00/0503/02/.8 .9F :2 .O.

.42107745.8 706:07.07./0   97.9..703907.2.34F2..6:0497.9.:/.20394.801./480850.4/05078038-/.      ! #  ##  #@                       .854854/0.2039447.