You are on page 1of 4

Fora Rodas corrupto {Reitor da USP} e Fora Policia Militar Asquerosa e Vira-latas, do Campus Sagrado.

Dr. Wagner Paulon 15/11/2011

Humilhantes Violações dos Direitos Humanos e a Carta Magna, assim como, aos Direitos Constitucionais dos Cidadãos deste famigerado e delituoso país, sendo os protagonistas destas ações: policiais militares (PM) e civis do Estado de São Paulo, contra estudantes desarmados e que só querem melhores condições de ensino, pesquisas e a eliminação da corrupção de Rodas, o Reitor mais corruptos que a Universidade de São Paulo já teve. “hominis iurium violationes et carte necnon iura civium constitutionalis”. Em torno de 400 policiais militares (guarnição de choque), helicópteros, policiais civis infiltrados, e outros, “armados até os dentes” além de dezenas de viaturas, somente para uma reintegração de posse e enfrentar 66 alunos que ocupavam as dependências da reitoria da USP, para reivindicarem melhorias na educação, proteção contra PMs desonestos e agressivos, achaques constantes, Retirada da PM do Campus Universitário, pois, (Campus Universitário é Solo Sagrado de Ciências, Sabedoria, Pesquisas, Professores Doutores e Estudantes, portanto, de Histórias e Tradições Protocolares, não pode e não deve ser compurscado). “Campus, terra sancta est sapientia”. “Absurdum est, reditus ad praeterita”. Voltamos ao passado, a PM agride, violenta e humilha um povo tão sofrido e a estudantes desarmados e desprotegidos reivindicando seus Direitos Históricos e Tradições Escolares. Caso a policia militar e a civil, quer tanto entrar na USP, porque 1 não prestam vestibulares (FUVEST). É provável, que não seriam

classificados nem em últimos lugares, nem ao menos seus nomes seriam divulgados com lanterninhas. Porque os referidos não tem capacidade intelectiva, muito menos, massa encefálica normal, e sim patológica. O 1º pensamento do Elemento (salvo algumas raras exceções) que quer entrar para ser policial no Brasil é: comer coxinhas de galinha de graça em padarias e achacar pobres cidadãos de bem. Sim, isto é a nossa policia, que quer sempre, levar algum tipo de vantagem e a cometer tudo que não é permitido pelas leis vigentes deste país. “liberi comedistis et extorquere bakeries pauperes cives lege manentem”. Policiais, tanto militares, e quanto policiais civis destes pais, são corruptos e se igualam ou superam em periculosidade a delinqüentes e marginais de altíssima periculosidade, e outros tantos. Observem, quase em todos os casos de delinqüência divulgados pelas mídias, sempre há policiais envolvidos. Se qualquer cidadão tenha que fazer um boletim de ocorrência em uma delegacia qualquer, terá que esperar de seis a sete horas para ser mal atendido, e se argumentar sobre a demora no atendimento, lhe será impingido uma acusação de Desacato a Autoridade e outras acusações maiores. Ajuizemos: “que é melhor ser assaltado uma vez por ano, por marginais, do que ser assaltado, humilhado, agredido, por policiais todos os dias”. “Etiam at enim leo Brazilian secundo, atque corrupti violenta, et violati iuris humani in mundo non posse”. A OEA e a ONU, declararam publicamente, “os policiais brasileiros estão classificados em segundo lugar, como sendo os mais corruptos, violentos, incapazes e grandes transgressores dos Direitos Humanos no mundo”, (ler: Transcrição de graves Violações 2

dos Direitos Humanos - Haia), e que só entram para serem agentes da lei, para obterem polpudos benefícios próprios, isto é, para engordarem seus bolsos, através de ações ilícitas, (salvo algumas raras exceções). “Donec at Brazilian timet lege manentem civitatem, et merito quidem”. Parte de policiais brasileiros (99%), são extremamente temidos pelos cidadãos de bem, e por justa razão é claro; quando deveriam se fazer respeitados, agindo em prol da defesa da sociedade, com abnegação, honra, dignidade e educação, não o fazem. Infelizmente grande parte dos policiais Tanto PM quanto a Civis, não agem de forma honrada, digna e respeitosa. E tudo o que fazem é desrespeitar todas as leis possíveis e imagináveis, e obrigando o coitado cidadão de bem, trabalhador, à pagar propina, caso contrário, o detem sob falsas acusações, quando, não muito, o agridem física e moralmente. “Quae dignitas, gloria et honoré”. Policial militar, quando acaba seu período de pseudo trabalho, vai para a casa, mas esconde seu uniforme, temendo represálias pelos seus atos desonestos, isto significa que, são totalmente covardes, só são corajosos em bandos, quando sozinhos, viram insetos rastejantes, escondendo-se em qualquer buraco infecto. Isto ocorre de outra forma com policiais civis, os quais, por medo e vergonha, nunca declararem suas funções. Que de a Dignidade, Orgulho e a Honra? “in conclusione” Pergunta: Porque os Poderes Públicos não usam os mesmos aparatos, isto é, 400 policiais militares (PM) e suas parafernálias, (helicópteros, agentes infiltrados, policiais civis) para conter e dirimir as ações de marginais: traficantes, assaltantes, quadrilhas de crimes organizados que campeiam incólumes neste país, ou melhor, neste Estado? Sabemos a Resposta.
3

“Scimus responsum” O Marginal atira para matar policia, portanto, o policial tem medo, e o cidadão de bem, ou “estudante que é o esteio intelectual” deste paizinho de colocação em décimo oitavo lugar do mundo, não mata ninguém, trabalha e com o seu suor, paga propina para não ser agredido, humilhado, detido e conduzido a uma delegacia de policia, sob falsas acusações, por policiais asquerosos e vira-latas. ISTO É SÃO PAULO E BRASIL “Quousque nos tractare his adiunctis, et impedit moralis denigrentes?”. Será que vai ter fim, estas humilhaçãoes e agressões ? Até quando vamos agüentar estas situações, denigrentes e atentatórias à moral?

4