You are on page 1of 8

1.

Objetivo
O objetivo do trabalho é descrever o funcionamento de uma usina termelétrica convencional, focando no princípio de funcionamento e alguns tipos de geradores elétricos síncronos trifásicos.

2. Usina Termelétrica
O funcionamento das centrais termelétricas é semelhante, independentemente do combustível utilizado. O combustível é armazenado em parques ou depósitos adjacentes, de onde é enviado para a usina, onde será queimado na caldeira. Esta gera vapor a partir da água que circula por uma extensa rede de tubos que revestem suas paredes. A função do vapor é movimentar as pás de uma turbina, cujo rotor gira juntamente com o eixo de um gerador que produz a energia elétrica. Essa energia é transportada por linhas de alta tensão aos centros de consumo. O vapor é resfriado em um condensador e convertido outra vez em água, que volta aos tubos da caldeira, dando início a um novo ciclo.

A água em circulação que esfria o condensador expulsa o calor extraído da atmosfera pelas torres de refrigeração, grandes estruturas que identificam essas centrais. Parte do calor extraído passa para um rio próximo ou para o mar. Para minimizar os efeitos contaminantes da combustão sobre as redondezas, a central dispõe de uma chaminé de grande altura (algumas chegam a 300 m) e de alguns precipitadores que retêm as cinzas e outros resíduos voláteis da combustão. As cinzas são recuperadas para aproveitamento em processos de metalurgia e no campo da construção, onde são misturadas com o cimento.

Este tipo de gerador é denominado de armadura giratória. Para facilitar o estudo do princípio de funcionamento. Princípio de Funcionamento do Gerador Síncrono A característica principal de um gerador elétrico é transformar energia mecânica em elétrica. etc.A potência mecânica obtida pela passagem do vapor através da turbina. A energia assim gerada é levada através de cabos ou barras condutoras. O principio básico de funcionamento está baseado no movimento relativo entre uma espira e um campo magnético . química. A principal vantagem das usinas termelétricas é poderem ser construídas onde são mais necessárias. aquecimento das águas. gera a energia necessária para seu funcionamento. Dependendo do combustível. petroquímica e de fertilizantes. O gás natural pode ser usado como matéria-prima para gerar calor. 3. que estão ligados ao circuito externo através de escovas. . nas indústrias siderúrgica. economizando assim o custo das linhas de transmissão. que também gira acoplado mecanicamente à turbina. é que transforma a potência mecânica em potência elétrica. Uma central nuclear também pode ser considerada uma central termelétrica. através de transformadores abaixadores. eletricidade e força motriz. como poluição do ar. onde o combustível é um material radioativo que. onde tem sua tensão elevada para adequada condução. Entretanto. em sua fissão. o alto preço do combustível é um fato desfavorável. o impacto da construção de estradas para levar o combustível até a usina. fazendo com que esta gire e no gerador. com a vantagem de ser menos poluente que os combustíveis derivados do petróleo e o carvão. será considerado inicialmente uma espira imersa em um campo magnético produzido por um ímã permanente. Daí. dos terminais do gerador até o transformador elevador. até os centros de consumo. os impactos ambientais. Os terminais da espira são conectados a dois anéis. através de linhas de transmissão. a energia tem sua tensão levada a níveis adequados para utilização pelos consumidores.

são determinadas pelo desenho conveniente da sapata polar.e. L.v.A indução magnética produzida pelos imãs permanentes possui distribuição espacial que depende essencialmente da forma de superfície polar (sapata polar). a polaridade de f. N. senwt. v Nos pontos de máxima indução obtém-se a máxima tensão induzida. A bobina "ab" movimenta-se em relação ao campo de induções senoidal. é contrária a das espiras "b". A distribuição senoidais de induções utiliza na construção de geradores.l.e. resultando uma f. que se encontra sob o pólo sul. Desta forma. = Emáx. ou seja: E= Bmáx.e. acompanha em todos os pontos a distribuição de induções e possui polaridade distinta sob os pólos norte e sul. N. Quando as espiras "a" estão sob influência do pólo norte. Com configuração adequada da sapata consegue-se maior concentração de induções no centro do pólo e valores menores nas extremidades. a variação da f. senwt Sendo: Emáx = Bmáx.m.m. induzida também senoidal.m. A ligação dos condutores das "N" espiras é realizada de maneira que a tensão nos condutores "a" é somada à dos condutores "b" ou seja: Vab = Va + Vb .

F3. 2 e 3 são geradas tensões iguais. gerando dois ciclos. Generalizando o raciocínio. ou ainda. 2 e 3. respectivamente princípios e fim das bobinas 1. observe que para quatro pólos a cada volta completa a espira excursiona sob dois pólos norte e dois pólos sul. P3.e. F2. é necessário que a espira gire 60 vezes em 1 segundo. 1. ou seja. F1.m. pode-se concluir que para um gerador com "P" pares de pólos girando a n rotações por minuto a freqüência de f.Cada giro das espiras corresponde a um ciclo completo da tensão gerada. Gerador Síncrono Trifásico Elementar O gerador trifásico é constituído por três bobinas com o mesmo número de espiras. A distribuição de campo de indução magnética. 3. as mesmas dimensões geométricas e são submetidas a um único campo de . A nomenclatura dos terminais da bobina é definida por P1. Nas bobinas 1. não possuindo ligação entre si. dispostas simetricamente no espaço. As bobinas inicialmente são independentes. pois possuem o mesmo número de espiras. Na figura a seguir encontra-se um gerador quatro pólos. conforme mostra nas figuras a seguir. produzido pelos imãs permanentes é exatamente a mesma do gerador monofásico.600 rotações por minuto (rpm). induzida em hertz (Hz) é determinada por: f  n. formando entre si um ângulo de 120º. Portanto para a geração de 60 Hz é necessário que a espira gire 30 vezes em 1 segundo.800 rpm.p 60 4. Para que a tensão gerada seja de 60 Hz.

e. A alternativa de pólos fixos só é utilizada em baixas potências devido à sua simplicidade construtiva.induções. indicando a nomenclatura das partes essenciais. A potência nominal. por esse motivo as tensões e correntes de excitação têm valores bem inferiores aos valores de armadura.m. 5. A figura mostra um corte no gerador de 2 pólos fixos. a construção com pólos rotativos é utilizada na maioria dos casos. observando-se na figura nota-se que a f. Os geradores de pequena potência são construídos com pólos e os de maior potência com pólos rotativos. . Devido à baixa potência de excitação e maior facilidade de isolação do enrolamento da armadura. possuindo apenas uma defasagem entre si de 120º no tempo. gerada nas fases são idênticas e defasadas de 120º no tempo. em função da posição espacial que ocupam. Gerador Síncrono Trifásico de Pólos Fixos O gerador síncrono trifásico é construído nas configurações de pólos fixos e pólos rotativos. Cada bobina é uma fase e.

O rotor é constituído por pacotes de chapas laminadas de ferro com impurezas de silícios a fim de reduzir as perdas no ferro durante o funcionamento. a tensão gerada é análoga ao descrito no item anterior.c. Os imãs permanentes da descrição do gerador elementar são substituídos por peças de ferro e bobinas de excitação. que se comportam como eletroímãs. Através de anéis coletores e escovas. conforme mostra a seguir. produzidos pela corrente de campo (Iex) giram no interior da bobinas fixas. 6. Gerador Síncrono Trifásico de Pólos Rotativos No gerador síncrono com disposição para pólos rotativos e armadura fixa. Os pólos de excitação.A tensão induzida é gerada em condutores alojados numa peça de ferro denominada de induzido ou armadura. gerando tensão monofásica ou trifásica. Através das escovas e anéis coletores é retirada a tensão gerada para alimentar a carga. e a tensão alternada gerada é retirada no estator. . para pólos fixos. Os pólos são fundidos em peças únicos ou construídos com chapas laminadas empacotadas sob pressão. Nas ranhuras ou canais estão dispostas as bobinas que constituem as três fases para o gerador trifásico ou apenas uma fase para o monofásico. conforme a disposição espacial das bobinas da armadura. as bobinas de excitação são alimentadas por c.

Introduz menor interferência devido ao chaveamento do tiristor do regulador comparado com o tiristor da excitatriz. para manter a tensão nos terminais constante. As principais vantagens do sistema "brushless" sobre o sistema estático são: . . . O método para escorvamento é idêntico ao sistema de excitação estático. são idênticos aos descritos para o gerador de pólos fixos.a.Manutenção reduzida. . . pode enumerar as que seguem: .O sistema "brushless" possui resposta mais lenta que o sistema estático. pois a interação entre campo e armadura do gerador e excitador é efetuado por campo magnético. O regulador "verifica" a tensão de saída e alimenta o campo do excitador com a corrente necessária para gerar tensão c.Não introduz interferências geradas pelo mau contato..Não utiliza escovas e porta-escovas.A pesquisa de defeitos no sistema "brushless" é mais trabalhosa. porta-escovas ou qualquer outro sistema mecânico de contato. . alimenta o campo do gerador. .O sistema "brushless" admite com facilidade o controle manual. Assim sendo.Os fenômenos de variação do nível de excitação e potência fornecidas ao gerador quando da colocação de carga. denominado "Regulador de Tensão". para qualquer nível de carga e fator de potência. 7. . Gerador Síncrono Trifásico “Brushless” No sistema "brushless" a potência para excitação do gerador é obtida através de um gerador trifásico de pólos fixos e ponte retificadora rotativa A tensão de saída do gerador permanece constante pelo controle de um componente em estado sólido. que após retificado por retificador rotativo. normalmente a queda de tensão para geradores "brushless" é maior do que para geradores estáticos. O excitador fornece a potência de excitação e o regulador eletrônico apenas executa o controle do gerador. Como desvantagem do sistema "brushless". devido ao campo do excitador. para partida de motores de indução.O sistema "brushless" é cerca de 10% mais caro que o sistema estático. O sistema "brushless" dispensa o uso de escovas. solicitando cuidados apenas na lubrificação dos rolamentos.

2004 KOSOW.com/2008/09/usinas-termoeltricas_20. 04/12/2010.br/hotsites/sistemafurnas/usina_term_funciona.html> ELETROBRÁS Furnas.sites.uol.com. Manutenção de Motores de Alta Tensão de CC e Geradores. Bibliografia COMPANHIA SIDERÚRGICA DE TUBARÃO.ed. Máquinas Elétricas e Transformadores.asp> BAGI. Irving.htm> . <http://bagi. 04/12/2010. Vitória. São Paulo: Globo. 2005 CAATINGA do Brasil. 04/12/2010 <http://caatingadobrasil.furnas. 15. Curso de Inspetor Eletricista.8.com.br/gruposgeradores. <http://www.blogspot.