Ásana Baddha Konásana Ou Bhadrásana

Execução

Trabalho Terapêutico Sentar-se no solo, Ajuda manter os rins unir as solas dos em bom pés, trazendo-os funcionamento; Alivia bem próximo do dor ciática; Previne períneo, manter as hérnia inguinal; coxas e joelhos Estimula funções encostado no chão. hepáticas e regulariza As mãos, com os o funcionamento da dedos entrelaçados glândula biliar; seguram os pés. A Regulariza o período coluna deve menstrual, ajudando permanecer mais na normalização dos reta possível. O ovários e suas Corpo então desce a funções. frente. Sente-se no solo com as pernas estendidas. Dobre uma das pernas, deixando o calcanhar bem perto do períneo, mantendo o joelho encostado no chão. Expirando, escorrega a mãos pelas pernas, até que toquem os pés e a testa encosta no joelho. Sentar com as duas pernas estendidas, dobrar o joelho esquerdo, mantendo a planta do pé no chão. Abrace o joelho com o braço direito, gire o corpo para o lado esquerdo. Fazer para o outro lado. Tonifica o baço e o fígado, facilitando a digestão; Fortalece os rins, sendo indicado para enfermidades na bexiga; É indicado para casos de pressão alta e menopausa.

Trabalho Mental Tem ação sedativa na angustia; Ajuda no relaxamento e no repouso.

ContraIndicação Joelhos frágeis, principalmente com lesão no menisco. Caso sinta dor na região dorsal, pare o exercício.

Janushirshásana

Aumenta a concentração e a consciência do próprio corpo.

Não há.

Marichyásana (variação)

Fortalecimento da coluna vertebral (principalmente d região dorsal), quadril e bacia; Os órgãos abdominais são contraídos intensamente, provocando uma maior circulação sanguínea, beneficiando a vesícula biliar, rins, intestinos e ovários.

Indicado para estados depressivos leves. Aumenta a confiança em si. Termina com a timidez e a indecisão. Trabalha o psiquismo do praticante.

Hérnia de hiato, ciática crônica, artrite, artrose nos joelhos e meniscos.

Upavishta Konásana

Sentar-se no solo com um grande afastamento das pernas. Numa expiração, descer o corpo em flexão lateral, segurando o pé. A outra mão fica na cintura, para não deixar o ombro cair para frente. Fazer para o outro lado.

Kurmásana

Sushumnásana

Padahastásana

Melhora a circulação sanguínea da pequena bacia; Previne o aparecimento de hérnia inguinal; Alivia dores ciáticas e dores dorsais provocadas pelo cansaço muscular; Controla e regulariza a menstruação, estimulando os ovários. Sentar-se no solo Ativa os órgãos com as pernas bem abdominais, dando-lhe afastadas. Numa energia e saúde; Tem expiração grande beneficio para escorregar as mãos a coluna, alongando-a pelas pernas, e tonificando os flexionando o corpo nervos que emergem para frente. Cada dela. Indicado para mão segura o pé insônia. correspondente ao seu lado. Sente-se no solo, traga as duas pernas dobradas para junto do corpo, os pés ficam com a planta no chão. Abrace os joelhos e descanse a cabeça sobre os mesmo. Em pé, mantenha a Indicado para dores no coluna reta, os estomago, estimula as ombros relaxados. funções hepáticas, Numa expiração vá renais e melhora o descendo o tronco a funcionamento do frente, até que as baço. É aconselhável mãos toquem os para dores de cabeça. pés, ou se aproxime Regulariza as batidas deles. cardíacas. Acalma e refresca os olhos.

Atua no sistema nervoso com uma ação sedativa, acabando com a ansiedade e angústia. É indicada para casos de depressão leve.

Problemas sérios na coluna. Endurecimento do quadril por anomalias ou acidentes.

Postura euforizante, dá alegria e contentamento ao seu praticante. Acaba com problemas de ansiedade e estresse.

Artrose

É aconselhada para casos de cansaço nervoso, dificuldade de concentração mental e perturbações da atenção. Pode evitar depressão leve.

Pessoas com vertigens, enxaqueca, hipertensão, fragilidade nos olhos.

VIRABHADRASANA

Afaste as pernas cerca de 3 ombros. Vire o pé direito para fora, dobre o joelho, de modo que a coxa fique paralela ao chão. Os braços ficam esticados em ângulo reto, a cabeça e o olhar voltam-se para o lado que o pé aponta. Compensar o movimento, fazendo-o para o outro lado.

Uma prática regular desse ásana ajuda a desenvolver sua força e resistência. As etapas exercitam seus membros e tronco vigorosamente, reduzindo a rigidez do pescoço e ombros. E também torna os joelhos e articulações do quadril mais flexíveis. Melhora a capacidade respiratória pela expansão do tórax. Alivia a condição de quebradura, fusão ou desvio do cóccix. Reduz a gordura em torno do quadril.Alivia dores na região da lombar.

Cardíaco, tenha palpitações, azia/cardialgia, diarréia ou disenteria. Mulheres com menorragia e metrorragia.

Parsvakonásana (variação)

Pernas afastadas cerca de 3 ombros. Gire o pé esquerdo para fora, dobre a perna esquerda, a coxa deve ficar paralela ao chão. Coloque as duas mãos ao lado do pé esquerdo, deixando o joelho alinhado com o calcanhar. Na seqüência, mantenha a mão direita no chão e estenda a mãe esquerda apontando o teto. Rosto virado na direção da mão esquerda.

Purvottanásana

Sentar-se no solo com as pernas estiradas, as palmas das mãos ao lado das nádegas, dedos apontados para os pés. Dobrar os joelhos colocando as solas dos pés no chão. Expirar, elevando o corpo todo do chão, esticando as pernas e os braços, a cabeça tomba para trás. O corpo deve permanecer alinhado. Deitar-se no solo com a barriga para cima, apoiando os cotovelos no chão, pernas estiradas e unidas. Eleve as duas pernas num ângulo de 45 graus.

Estimula a emissão da urina, age no caso de perturbações localizadas na parte alta do abdome. Contribui para melhor flexibilidade das espáduas, da nuca e dos quadris. Reforça as mãos, punhos e tornozelos. Deixa os ombros flexíveis, expande completamente o tórax. Proporciona alívio a fadiga.

Acalma o sistema nervoso,produzindo relaxamento físico e mental.

Nos casos de artrose cervical, nevrite e problemas no pulso.

Navásana (variação)

Equilibra os músculos abdominais e lombares. Previne gases intestinais, sendo indicado para prisão de ventre, ajudando no processo de eliminação, principalmente da urina. Essa postura permite dirigir o fluxo do sangue oxigenado para cabeça e órgãos dos sentidos. Tonifica o organismo. Os sinais de velhice, provocados pela disfunção da tireóide desaparecem. Tem efeito suavizante sobre os nervos. Combate as dores de cabeça congestiva. Atua na cura das angimas de garganta e nas faringites.

Ativa a mente no sentido de concentração. A sua prática constante permite o envelhecimento com muita saúde e vigor.

Pessoas em crises de lombalgia e de ciática. Problemas no cóccix e na articulação coxofemural.

Sarvangásana (variação) postura de inversão

Deitar-se no solo de costas, o corpo todo estirado. Elevar as pernas dobradas até próximo ao peito,então elevar o corpo do chão, segurando-o com as mãos. As pernas ficam dobradas, com o joelho próximo à cabeça.

Induz ao sono, aumenta os vigores físico e mental. É euforizante, acaba com a ansiedade.

Coluna frágil e dolorosa a nível de cervical. Insuficiência cardíaca. Obesos. Doenças oculares crônicas. Sangramentos pelo nariz e hemorragias de um modo geral.

Matsyásana (variação)

Deitar-se no solo de costas, apoiar os cotovelos no solo de modo que o tronco se eleve do chão. Tombar a cabeça para trás, as pernas ficam estiradas.

Shavásana

Trabalha glândulas tireóides e paratireóides. Como a respiração é abdominal, o diafragma é bastante trabalhado, tornandose flexível. É aconselhável para prisão de ventre, indigestão, problemas no fígado e no baço. Deitar-se no solo, Postura de pernas abertas, relaxamento, permite a soltas, braços soltos, tranqüilização da esticados ao longo respiração. do corpo, palmas das mãos voltadas para cima.

Ativa a memória, estimula autoconfiança, aumenta a energia e resistência à fadiga. Indicadas para pessoas apáticas.

Problemas na coluna cervical, hérnia de disco, hipertireoidismo, mulheres no período menstrual.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful