You are on page 1of 4

1

ELE 1829 - PROBABILIDADE E ESTATÍSTICA - SEMESTRE 2003.01
TESTE # 2 – 29/05/2003
GABARITO


PROBLEMA 1 (25 pontos)
A densidade Weibull é freqüentemente usada para modelar a duração de sistemas eletrônicos, e
é dada por:
( )
¦
¹
¦
´
¦
>
)
`
¹
¹
´
¦

=

contrário do 0
0 se exp
1
1
x
x
mx
x f
m
m
α α
onde α e m são constantes positivas.
a) Ache a densidade de Y = X
m

b) Encontre E(X
k
) para todo inteiro positivo k.
Dica: Função Gama
( )


− −
= Γ
0
1
dt e t
t λ
λ onde λ ≥ 0
Solução
a) Como x > 0, a função Y = X
m
é injetora para qualquer m > 0 e assim podemos usar o método
do jacobiano. Então X = (Y)
1/m
e dx=(1/m)(y)
(1/m)-1
dy e a densidade de y é:
( ) ( )
|
.
|

\
| −
= |
.
|

\
| −
=


α α α α
y
y
m
y
y m y g
m
m
m
exp
1 1
. exp .
1
1
1
1
/ 1

ou seja, Y é Exponencial com média α.

b) ( ) ( )



= =
|
|
.
|

\
|
|
|
.
|

\
|
=
0
/ /
1
1
dy e y Y E Y E X E
y
m
k
m k
k
m
k α
α

Faça a mudança de variáveis t = y/α e então y = α.t e dt=dy/α. Logo:
( ) ( ) ( ) ( )
|
.
|

\
|
+ Γ = =
)
`
¹
¹
´
¦
= =
∫ ∫




1 . .
1
.
0 0
/
m
k
dt e t dt e t Y E X E
m
k
t
m
k
m
k
t
m
k
m k k
α α α
α
α
Por exemplo, se k =1:
E(X) = |
.
|

\
|
+ Γ 1
1
1
m
m
α
Se k = 2
E(X
2
) = |
.
|

\
|
+ Γ 1
2
2
m
m
α
Etc...



Probabilidade e Estatística - Profa. Mônica Barros
2
PROBLEMA 2 (32 pontos)
Considere a seguinte densidade conjunta:
( ) y x 0 , . ,
3 /
< < =
− y
e k y x f

a) Ache a constante k que faz desta expressão uma densidade.
b) Ache a densidade marginal de X.
c) Ache a densidade marginal de Y.
d) Ache a densidade condicional de Y dado X.
e) Calcule Pr(X > 1)
f) Calcule Pr(X > 1 | Y ≤ 4)
g) X e Y são independentes? Por que? (Justifique !)
u e du
e
a
u
a
au
au
. . = −
|
\

|
.
|

1


Nota: os itens a) a f) valem 5 pontos cada, e o item g) vale 2 pontos.

Solução
a) A integral da densidade conjunta sobre todo o seu domínio deve ser igual a 1. Então:

1 . . 1 .
0
3 /
0 0
3 /
= ⇔ =
∫ ∫ ∫




dy e y k dxdy e k
y
y
y

Usando a dica (ou então a definição da função Gama):
( ) ( ) ( ) 9 / 1 1 9 1 2 9 1 3 . 3 . . .
0 0
3 /
= ⇔ = ⇔ = Γ ⇔ = =
∫ ∫




k k k dt e t k dy e y k
t y

b) A densidade marginal de X é:
( ) ( )( ) 0 x onde
3
1
3
9
1
9
1
3 / 3 / 3 /
> = − − = =
− −



x x
x
y
x
e e dy e x f
Ou seja, a marginal de X é Exponencial com média 3.
c) A densidade marginal de Y é:
( ) ( ) 0 y onde .
9
1
9
1
3 /
0
3 /
> = =
− −

y
y
y
y
e y dx e y f
d) A densidade condicional de Y dado X é:
( )
( )
( )
( )
( )
0 x y onde
3
1
3 / 1
9 / 1 ) , (
3
3 /
3 /
> > = = =




x y
x
y
x
e
e
e
x f
y x f
x y f
Ou seja, Y dado X =x é uma densidade Exponencial deslocada que começa em x, e não em
zero).
e) Pr(X > 1) = 1 – F(1) onde F(.) é a função de distribuição de X, ou seja,
F(x) = 1 – exp(-x/3), pelas propriedades da densidade Exponencial. Assim, Pr(X > 1) = exp(-1/3)
= 0.7165
f) Pr(X > 1 | Y ≤ 4) = Pr(X > 1 ∩ Y ≤ 4)/Pr(Y ≤ 4)
Probabilidade e Estatística - Profa. Mônica Barros
3

Mas:
( )
( )
{ }
3849 . 0
3
7
1 1
3
7
0
4
3
3
1
0
4
3 / 1
1
.
3 / 1 9
1
.
9
1
) 4 Pr(Y
3 / 4 3 / 4
4
0
3 /
3 /
3 /
= − = + − =
= + − =
)
`
¹
¹
´
¦


)
`
¹
¹
´
¦

= = ≤
− −




e e
y e y
e
dy e y
y
y
y

g) X e Y não são independentes pois a densidade conjunta não é o produto das marginais.

PROBLEMA 3 (25 pontos)
Seja X uma variável aleatória com função de probabilidade Poisson com média λ, isto é:
( ) .... 1,2, 0, x onde
!
.
Pr = = =

x
e
x X
x λ
λ

Encontre a função geradora de momentos de X e, a partir dela, mostre que E(X) = λ.

Solução
M(t) = E(e
tX
) =
( ) ( ) t
e
x
x
t
x
x
t x
x
tx
e e
x
e
e
x
e e
x
e
e
.
0 0 0
.
!
.
!
. .
!
.
λ λ λ
λ λ
λ λ λ


=


=
− − ∞
=
∑ ∑
= = =


A primeira derivada da fgm é:
) ( . . . . .
.
.
t M e e e e
dt
de
e
dt
dM
t e t
e
t
t
λ λ
λ λ
λ
λ
= = =
− −

A média é encontrada avaliando-se a 1
a
. derivada em t = 0.
λ λ
λ λ
= =
=

e e
t dt
dM
.
0



PROBLEMA 4 (18 pontos)
O número de minutos que você usa no celular a cada mês é uma variável aleatória com
densidade f(x) dada por:
¦
¦
¹
¦
¦
´
¦
≤ <

≤ ≤
=
120 60 se
3600
120
60 0 se
3600
) (
x
x
x
x
x f

A operadora de celular oferece dois planos:
Plano A: tarifa de R$35 (que não inclui nada) e R$ 0.75 por minuto de ligação.
Plano B: tarifa de R$55 (que inclui 45 minutos em ligações) e R$ 0.90 por minuto adicional.

Qual o custo médio em cada um dos planos? Em média, qual plano será mais vantajoso para
você?

Solução

Seja C = C(X) a função custo em cada um dos planos.
No plano A:
C
A
= 35 + 0.75*X
Probabilidade e Estatística - Profa. Mônica Barros
4

No plano B: C
B
= 55 + 0.90*(X – 45)
Para calcular o custo médio em cada um dos planos é necessário calcular o seu consumo médio
(em minutos), E(X).

( ) ( )
( )
( )
( )
( )
( )
( )( )
( )( ) ( )( ) ( )( )
( )
( ) ( )
60 20 220 240 20
3
60
3
60 11
4 60
3
60
3
3600 60
3
3600 60 3
3
3600 60 8
3600 4 60
3
3600 60
3600
1
60
120
3600 3
180
0
60
3600 3 3600
120
3600
.
3 2 3 120
60
60
0
= + − + =
)
`
¹
¹
´
¦
+ − + =
=
)
`
¹
¹
´
¦
+ − − + =
=

+ = |
.
|

\
| −
+ |
.
|

\
|
= =
∫ ∫ ∫

∞ −
x x x
dx
x
x dx
x
x dx x f x X E

O que poderia ser percebido também por simetria.

Logo, os custos médios em ambos os planos são:

• Plano A
E(C
A
) = 35+0.75(60) = 80

• Plano B
E(C
B
) = 55 + 0.90*(60 – 45) = 68.5

O plano B é mais vantajoso na média, pois tem custo mais baixo.





Probabilidade e Estatística - Profa. Mônica Barros