You are on page 1of 34

Introdução a Pesquisa Operacional

1

PO e Gestão.

A partir da Revolução Industrial aumentam os

problemas na gestão das organizações:

as diferentes componentes dentro de

uma organização são sistemas autônomos

com objetivos e gestão próprios;

os objetivos cruzam-se: o que pode ser

melhor para uns pode ser prejudicial para

outros.

PO e Gestão. A partir da Revolução Industrial aumentam os problemas na gestão das organizações: 
PO e Gestão. A partir da Revolução Industrial aumentam os problemas na gestão das organizações: 

OO Problema

Problema::

Como

Como gerir

gerir para

para obter

obter uma

uma melhor

melhor

eficiência

eficiência dentro

dentro dede toda

toda aa organização

organização??

2

PO e Gestão. A partir da Revolução Industrial aumentam os problemas na gestão das organizações: 

2

Surgimento da PO.

Surgimento da PO. é é que Quando surgiu a a PO? A origem da PO como

Quando éé que

Quando

que surgiu

surgiu aa PO?

PO?

Surgimento da PO. é é que Quando surgiu a a PO? A origem da PO como
 

A origem da PO como ciência é atribuído à

A origem da PO como ciência é atribuído à

 

coordenação das operações militares durante a

coordenação das operações militares durante a 2ª

Guerra Mundial.

Guerra Mundial.

 

Em 1947, George Dantzig e outros cientistas do

Em 1947, George Dantzig e outros cientistas do

Departamento da Força Aérea Americana,

Departamento da Força Aérea Americana,

apresentaram um método denominado Simplex

apresentaram um método denominado Simplex

para a resolução dos problemas de

para a resolução dos problemas de

Programação Linear (PL).

Programação Linear (PL).

3

3

Natureza de PO (1)

Natureza de PO (1) O O que é é a a Pesquisa Operacional Pesquisa (estudo) das

OO que

que éé aa Pesquisa

Pesquisa Operacional

Operacional??

Natureza de PO (1) O O que é é a a Pesquisa Operacional Pesquisa (estudo) das

Pesquisa (estudo) das Operações (atividades)

Pesquisa (estudo) das Operações (atividades)

Natureza de PO (1) O O que é é a a Pesquisa Operacional Pesquisa (estudo) das

Pesquisa (estudo) das operações (atividades)

Pesquisa (estudo) das operações (atividades)

de uma organização

de uma organização

Natureza de PO (1) O O que é é a a Pesquisa Operacional Pesquisa (estudo) das

4

4

Natureza de PO (2)

Natureza de PO (2) O O que é é a a Pesquisa Operacional? Uma abordagem científica
Natureza de PO (2) O O que é é a a Pesquisa Operacional? Uma abordagem científica
Natureza de PO (2) O O que é é a a Pesquisa Operacional? Uma abordagem científica

OO que

que éé aa Pesquisa

Pesquisa Operacional?

Operacional?

Uma abordagem científica na tomada de decisões

Uma abordagem científica na tomada de decisões

Natureza de PO (2) O O que é é a a Pesquisa Operacional? Uma abordagem científica

Um conjunto de métodos e modelos

Um conjunto de métodos e modelos

matemáticos aplicados à resolução de complexos

matemáticos aplicados à resolução de complexos

problemas nas operações (atividades) de uma

problemas nas operações (atividades) de uma

organização

organização

5

5

Características da PO.

Características da PO. Quais são as características fundamentais da PO ? Quais são as características fundamentais

Quais são as características fundamentais da PO?

Quais são as características fundamentais da PO?

     

a aplicação de métodos científicos na gestão das organizações

a aplicação de métodos científicos na gestão das organizações

orientação sistêmica

orientação sistêmica

extensibilidade

extensibilidade

Operational Research – inglês

Operational Research – inglês

Pesquisa Pesquisa Operacional Operacional Brasil Brasil

Investigación Operativa – Espanhol

Investigación Operativa – Espanhol

Investigação Operacional - Portugal

Investigação Operacional - Portugal

6

Impacto da PO

Impacto da PO A PO tem provocado um significativo impacto na gestão e administração A PO
 

A PO tem provocado um significativo impacto na gestão e administração

A PO tem provocado um significativo impacto na gestão e administração

de empresas em diferentes organizações.

de empresas em diferentes organizações.

Os serviços militares dos EUA continuaram a trabalhar ativamente nesta

Os serviços militares dos EUA continuaram a trabalhar ativamente nesta

área.

área.

Com o desenvolvimento da informática nas últimas décadas, a PO tem

Com o desenvolvimento da informática nas últimas décadas, a PO tem

sido aplicada a numerosas organizações.

sido aplicada a numerosas organizações.

Aplicações da PO no Brasil

Impacto da PO A PO tem provocado um significativo impacto na gestão e administração A PO
 

Petrobras

Petrobras

Vale

Vale

Sadia

Sadia

Gerdau

Gerdau

Votorantin

Votorantin

7

7

PO: Ciência da Administração

Denominada “a ciência da administração”, a sua utilização e implementação tem sido aplicada à:

business

economia

indústria

indústria militar

engenharia civil

governos

hospitais, etc.

8

8

Os Ramos da PO.

Os Ramos da PO. Quais são os ramos mais importantes Quais são os ramos mais importantes
Os Ramos da PO. Quais são os ramos mais importantes Quais são os ramos mais importantes

Quais são os ramos mais importantes

Quais são os ramos mais importantes

desenvolvidos na PO?

desenvolvidos na PO?

PROGRAMAÇÃO MATEMÁTICA (Principais) PROGRAMAÇÃO MATEMÁTICA (Principais)  Programação Linear (LP)  Programação Linear (LP)  Programação
PROGRAMAÇÃO MATEMÁTICA (Principais)
PROGRAMAÇÃO MATEMÁTICA (Principais)
Programação Linear (LP)
Programação Linear (LP)
Programação Inteira
Programação Inteira
Programação Binária
Programação Binária
Programação Não Linear
Programação Não Linear
Programação Quadrática
Programação Quadrática
Programação Dinâmica
Programação Dinâmica
Programação de Metas/Multiobjetivos
Programação de Metas/Multiobjetivos
Programação =
Programação =
planejamento de
planejamento de
atividades
atividades
9
9

Outros Ramos da PO.

Quais são

Quais

são outros

outros ramos

ramos dada PO?

PO?

OUTROS RAMOS DA PO são: OUTROS RAMOS DA PO são:  Análise Estatística  Análise Estatística
OUTROS RAMOS DA PO são:
OUTROS RAMOS DA PO são:
Análise Estatística
Análise Estatística
Teoria de Jogos
Teoria de Jogos
Teoria das Filas
Teoria das Filas
  Teoria Teoria de de Grafos Grafos
Simulação
Simulação
Métodos Heurísticos
Métodos Heurísticos

10

10

O Processo de Modelagem

Abordagem Gerencial para a tomada de decisão

Gerente analisa Situação situação (alternativas) Gerencial Toma decisões Decisões Implementação Resultados Efeitos
Gerente analisa
Situação
situação (alternativas)
Gerencial
Toma decisões
Decisões
Implementação
Resultados
Efeitos

Modelagem

Decisões são

implementadas

Consequências

da decisão

11

O Processo de Modelagem

Aplicação das duas primeiras fases

Modelo Mundo Simbólico
Modelo
Mundo
Simbólico
Abstração
Abstração
Intrerpretação Análise Resultados Julgamento
Intrerpretação
Análise
Resultados
Julgamento
Gerencial Mundo Real Situação intuição Decisões Gerencial
Gerencial
Mundo
Real
Situação
intuição
Decisões
Gerencial

12

O Processo de Modelagem

Aplicação das duas primeiras fases

Modelo Mundo Simbólico
Modelo
Mundo
Simbólico
Abstração
Abstração
Intrerpretação Análise Resultados Julgamento
Intrerpretação
Análise
Resultados
Julgamento
Gerencial Mundo Real Situação intuição Decisões Gerencial
Gerencial
Mundo
Real
Situação
intuição
Decisões
Gerencial

13

Esquema Geral Formulação Formulação Formulação Formulação Situação Situação Gerencial Gerencial Situação Situação Gerencial Gerencial Definição Modelação
Esquema Geral
Formulação
Formulação
Formulação
Formulação
Situação
Situação Gerencial
Gerencial
Situação
Situação Gerencial
Gerencial
Definição
Modelação
Definição
Modelação
Definição
Modelação
Definição
Modelação
dodo Problema
Problema
dodo Problema
Problema
Solução
Solução
Solução
Solução
Implementação
Implementação
Implementação
Implementação
DaDa Decisão
Decisão
DaDa Decisão
Decisão
Avaliação
Avaliação
Avaliação
Avaliação
Domínio
Domínio
Decisão
Decisão
Decisão
Decisão
ÉÉ muito
muito difícil
difícil procurar
procurar uma
uma solução
solução “certa”
“certa” para
14
para umum problema
problema
mal
mal formulado
formulado !!

Modelando um problema

  • Vamos seguir um exemplo de um problema para ser modelado.

  • É um problema corriqueiro, que já aconteceu com alguns de vocês.

15

O Planejamento Esportivo de um Motoqueiro

Considere que você pode sair com duas motocicletas: A e S.

O Planejamento Esportivo de um Motoqueiro  Considere que você pode sair com duas motocicletas: A

16

Qual é a decisão?

  • Se você pudesse, planejaria sair com as duas ao mesmo tempo, e a todo tempo, acertei?

  • Mas, sair com as duas ao mesmo tempo não dá.

  • E, sair todo dia também não dá. Você não tem dinheiro (entre outras coisas) para sair todo dia.

  • Para garantir a sua felicidade, considerando estes problemas desagradáveis, você precisa decidir quantas vezes por semana irá sair com cada uma!

17

A Decisão

  • Chamemos

Chamemos assim:

assim:

x 1 aa quantidade

quantidade dede vezes

vezes que

que você

você vai

vai sair

sair com

com aa AA

nana por

por semana;

semana;

x 2 aa quantidade

quantidade dede vezes

vezes que

que você

você vai

vai sair

sair com

com aa SS

por semana;

por

semana;

18

Variáveis de Decisão

  • O que nós criamos, x 1 e x 2 , são as chamadas

Variáveis de Decisão;

  • As variáveis de decisão são aqueles valores que representam o cerne do problema, e que

podemos escolher (decidir) livremente;

  • Veja que, a princípio, você pode sair quantas vezes quiser com A e com S.

19

Problemas Financeiros

Entretanto, existe um pequeno problema:

A tem um custo operacional mais caro. Uma saída

com ela custa R$180,00;

S é mais simples, passeios com ela são baratos.

Sair com ela custa só R$100,00;

Mas a sua semanada é de apenas R$ 800,00!

Como fazer para garantir que você não vai se

endividar?

20

Garantindo a mesada

  • Se você sai com a motocicleta A x 1 vezes no período, e cada vez gasta R$180,00, então você gasta R$ 180x 1 por período!

  • Fazendo o mesmo raciocínio para S obtemos o seguinte:

180x 1 +100 x 2

Garantindo a mesada  Se você sai com a motocicleta A x vezes no período, e
garantia 800
garantia
800
Garantindo a mesada  Se você sai com a motocicleta A x vezes no período, e

gasto total

da semana

total disponível

por semana

21

Problemas com o relógio

As diferenças entre as duas não são apenas no volume de gastos:

A motocicleta S demanda manobras mais demoradas e procedimentos mais longos. Cada vez que você sai com ela gasta em média 4 horas do seu precioso tempo.

Quando sai com A, que é mais tranquilo, você gasta apenas 2 horas.

22

Garantindo os estudos

  • Considere que os seus afazeres escolares só lhe permitem 20 horas de lazer por semana.

  • Usando a notação anterior, como fazer para

garantir que não vai extrapolar este tempo?

2x 1 +4x 2 20
2x 1 +4x 2
20

garantia

total de horas

tempo livre

23

Pensando em tudo junto:

Restrições

2x 1 +4x 2 20

(horas por semana)

180x 1 +100 x 2 800

(R$ p/ semana)

Você já pode se planejar! Decida quantas vezes

você vai sair com A (x 1 ) e com S (x 2 )!

  • Vamos ver quantas horas e quanto de dinheiro

nós consumimos, e depois quanto sobra!

24

Quanto Consumo?

2x 1 +4x 2 20

(horas por semana)

180x 1 +100 x 2 800

(R$ p/ semana)

  • Por exemplo:

Sair com a A 3 vezes e com a S 2:

x 1 == 33 x 2 == 22
x 1 == 33
x 2 == 22

2×3+4×2=

  • 14 horas

Consumo
Consumo
Reais
Reais

180×3+100×2=740

25

Quanto sobra?

2x 1 +4x 2 20

(horas por semana)

180x 1 +100 x 2 800

(R$ p/ semana)

  • Saindo 3 vezes com a A e 2 vezes com a S:

Consumo:

Consumo:

1414 horas

horas ee

R$740,00

R$740,00

Quanto sobra? 2x + 4x ≤ 20 (horas por semana) 180 x + 100 x ≤
Sobra
Sobra
  • 6 horas

2014=

800740=

  • 60 reais

26

Outra situação:

2x 1 +4x 2 20

(horas por semana)

180x 1 +100 x 2 800

(R$ p/ semana)

  • Outro exemplo:

Sair com a A 3 vezes e com a S 4:

x

1 = 3

x

2 = 4

Outra situação: 2x + 4x ≤ 20 (horas por semana) 180 x + 100 x ≤
Outra situação: 2x + 4x ≤ 20 (horas por semana) 180 x + 100 x ≤

2×3+4×4=

  • 22 horas

Consumo
Consumo

180×3+100×4=940

Outra situação: 2x + 4x ≤ 20 (horas por semana) 180 x + 100 x ≤

reais

27

Quanto sobra?

2x 1 +4x 2 20

(horas por semana)

180x 1 +100 x 2 800

(R$ p/ semana)

  • Saindo com a A 3 vezes e com a S 4, temos a seguinte situação:

Consumo:

22 horas e

R$940,00

Quanto sobra? 2x + 4x ≤ 20 (horas por semana) 180 x + 100 x ≤
Sobra
Sobra
Quanto sobra? 2x + 4x ≤ 20 (horas por semana) 180 x + 100 x ≤

horas

2022=−2

reais
reais

800940=−140

28

Isso eu não Posso!

2x 1 +4x 2 20

(horas por semana)

180x 1 +20x 2 600

(R$ p/ semana)

  • Neste exemplo eu gastaria 22 horas, e eu só tenho disponíveis 20! Gastaria R$ 940,00 e eu só tenho disponível R$ 800,00!

Esta éé uma

Esta

uma situação

situação impossível

impossível,, dentro

dentro das

das

condições

condições que

que foram

foram propostas

propostas..

29

Falta um Objetivo

  • É preciso pensar no objetivo final. O que eu quero, para obter a maior felicidade?

  • Algumas Opções:

Sair a maior quantidade de vezes por semana possível;

Falta um Objetivo  É preciso pensar no objetivo final. O que eu quero, para obter
Falta um Objetivo  É preciso pensar no objetivo final. O que eu quero, para obter

total de saídas,

independente de com quem

Falta um Objetivo  É preciso pensar no objetivo final. O que eu quero, para obter

max x 1 +x 2

Ou Seja:

30

Outro objetivo possível

  • Suponha que você gosta da S duas vezes mais do que gosta da A.

  • Assim, você pode criar um índice que

representa a sua preferência:

max x 1 +2x 2

Outro objetivo possível  Suponha que você gosta da S duas vezes mais do que gosta
Outro objetivo possível  Suponha que você gosta da S duas vezes mais do que gosta

S terá o dobro

um valor unitário para A

31

Criamos dois modelos diferentes!

max x 1 +x 2

funções objetivo

max x 1 +2x 2

s.r. 2x 1 +4x 2 20 180x 1 +100 x 2 800

restrições

s.r. 2x 1 +4x 2 20 180x 1 +100 x 2 800

não-negatividade

x 1 ,x 2 0

x 1 ,x 2 0

condições de

modelo com o primeiro

objetivo

modelo com o segundo

32

objetivo

Atividades

  • Deselvolva as seguintes modelagens:

Um vendedor de frutas pode transportar 800 caixas de frutas para sua

região de vendas. Ele necessita transportar 200 caixas de laranja a

R$20,00 de lucro por caixa, pelo menos 100 caixas de pêssegos a

R$10,00 de lucro por caixa, e no máximo 200 caixas de tangerinas a

R$30,00 de lucro por caixa. De que forma ele deverá carregar o caminhão

para obter o lucro máximo?

Um sapateiro trabalha 10 horas por dia e gasta 10 minutos para produzir

uma unidade de sapato e 12 minutos para produzir uma unidade de cinto.

Ele gasta 2 peças de couro para fabricar 1 unidade de sapato e 1 peça de

couro para fabricar 1 unidade de cinto. O total disponível de couro é 60

peças diárias, e o lucro unitário por sapato é de R$ 5,00 e R$ 2,00 por

cinto. O objetivo é maximizar o lucro diário do sapateiro.

33

Uma empresa produz três tipos de portas a partir de um

determinado material. Sabendo que diariamente a empresa

dispõe de 500 kg de material e 600 horas de trabalho, determinar

um plano ótimo de produção que corresponda ao maior lucro.

A tabela seguinte indica a quantidade de material e horas de

trabalho necessárias para a produção de uma porta de cada tipo,

assim como o lucro unitário de cada uma delas:

Recursos Porta 1 Porta 2 Porta 3
Recursos
Porta 1
Porta 2
Porta 3

Material (kg)

8

4

3

Trabalho (h)

7

6

8

Lucro ($)

59

40

55

34

34