Restauração do Parque Ambiental Santa Luíza

Introdução e Justificativa

Restauração do Parque Ambiental Santa Luzia. O Parque Ambiental Santa Luzia está situado no município de GuaratinguetáSP, na região do Vale do Paraíba, e é o resultado de um projeto de restauração e educação ambiental, posto em prática em janeiro de 2006, resultante da interdição de um depósito irregular de lixo, pela Cetesb, no mesmo período. Neste período, além da interdição, iniciaram-se os trabalhos de recuperação da área degradada e, mais tarde, da construção das áreas de educação ambiental e de lazer. Providencio-se a instalação de um sistema de drenagem do chorume proveniente do acumulo de resíduos, posteriormente, a cobertura

impermeabilizante com argila e a perfuração de poços para captação de gases resultantes da decomposição da matéria orgânica, bem como, foi

providenciado à retirada de lixo em alguns pontos isolados, a compactação do terreno, a construção de taludes para estabilização do aterro, a cobertura vegetal e a arborização. Após todos esses passos, o montante da área foi coberta com grama, iniciando-se as edificações para a implantação do Parque Ambiental Santa Luzia, mediante orientação do SAEG (Serviço de Abastecimento de Água e Esgoto de Guaratinguetá), tendo sido inaugurado em 16 de dezembro de 2006. Até então, a área onde era tida pela população local como um motivo de vergonha e desgosto, passou a ser admirada e freqüentada por todos. O parque funcionava como área de lazer, onde eram praticadas atividades de educação Ambiental, de esporte e cultura, não só da região, mas de todo o município de Guaratinguetá. A infra-estrutura implantada era composta por um galpão, contendo salas de educação ambiental, sala de atividades lúdicas, quadra poliesportivas, parque infantil e de um espaço externo ao galpão, formado por ambientes que viabilizavam a percepção ambiental e a abordagem da temática dos resíduos sólidos, um grande problema do passado. Nesses locais, praticavam-se as

Além disso. então recuperada. Jardim dos Sentidos. os usuários mantinham-se conscientizados. bem como para as famílias. o Parque Santa Luzia. também funcionava como uma eficiente proposta pedagógica de educação ambiental. toda essa infra-estrutura foi ficando esquecida pelo município e pelos freqüentadores. e maridos e esposas. Tudo era de extrema importância para todos. os maus costumes da população local. estava retornando a suas origens. conseqüentemente. Conscientização e responsabilização das autoridades municipais. por que enquanto houve dedicação das autoridades municipais. voltaram a ser postos em prática. com o passar do tempo. Objetivos       Conscientização e educação ambiental da população local. o descuido dos usuários foi aumentando. Melhorar a qualidade de vida da população local e municipal. entre pais e filhos. Incentivar a prática desportiva para os jovens e adolescentes. deixando o referido parque em pleno estado de abandono e. O meio ambiente também estava sendo beneficiado. Estimular a prática legal do comércio ambulante de alimentos e bebidas. pois estavam aprendendo conceitos de educação e preservação ambiental. Porém. recreação e cultura. proporciona aos jovens e adolescentes um ambiente mais saudável. Galeria do Lixo. através das atividades ministradas no parque. Além de ter sido por muito tempo uma excelente área de lazer. . e o que estava bom. permitindo o estreitamento dos laços familiares. Anfiteatro ao Ar Livre e Viveiro de Mudas. não sendo mais freqüentado pela população. e já tinha sido péssimo um dia. aos poucos. Memorial Socioambiental do Lixão. um ambiente como esse. Preservação ambiental da área anteriormente degradada. minimizando as possibilidades de envolvimento com as drogas e com a prostituição.seguintes atividades: Caminhos do Lixo. contribuindo para o aumento da qualidade de vida dos seus freqüentadores.

mostrando que além de terem suas imagens beneficiadas junto a população e a prefeitura. palestras de educação e preservação ambiental. se recordarem dos bons momentos que viviam quando o parque estava bem cuidado. mau cheiro. cursos gratuitos. dos benefícios que o ambiente trazia para os moradores da região. doenças. a satisfação perdida de residirem próximo ao parque. certamente. que contribuía para a proliferação de pragas. desvalorização da área e dos imóveis do entorno. Metodologia Para o sucesso desse projeto. sem contar no desgosto de residir no local. para as crianças que tinham uma ampla área de lazer e de recreação e. fazendo-os lembrar de como era a área do antigo lixão. também poderão incluir os feitos em seus relatórios. jovens. envolvendo a população local. . adolescentes. Buscar o apoio da prefeitura municipal. caso a área torne a ser depósito irregular de lixo.Público Alvo Todos os moradores do entorno do Parque Santa Luzia. Buscando evitar complicações com os órgãos ambientais fiscalizadores. Porém. através da secretaria municipal de meio ambiente e da secretaria municipal de obras. talvez o trabalho mais árduo e complicado seja conscientizar a população local e municipal. será necessária a execução de um montante de atividades. Os trabalhos com a população seriam feitos através de “marketing boca a boca”. adultos e idosos. bem como a conscientização e disponibilização dos seus colaboradores para serem empregados como mão-de-obra na execução dos trabalhos manuais. para que sirvam como pontos positivos a serem somados para a obtenção de um selo de cerificação ambiental. E também. solicitando apoio com patrocínio para o inicio das obras. todos com faixa etária entre zero e oitenta anos. acerca da importância do parque. vetores. as autoridades municipais e as empresas do município. desde crianças. mostrando a importância do parque para o município e os benefícios que o apoio trará para a boa imagem da prefeitura junto à população. Contatar as empresas locais.

folders. os trabalhos também poderiam ser desenvolvidos junto às empresas onde trabalham. . da Universidade Estadual Paulista. Referências Bibliográficas Tese de doutorado da Drª Marta Leite da Silva Nascimento. que poderiam ser distribuídas nas escolas. Com os adultos. titulado “Parque ambiental Santa Luzia Guaratinguetá . banners. out doors e cartilhas educativas e auto-explicativas para as crianças. defendido em 2008.SP: uma proposta de educação ambiental inclusiva na gestão dos resíduos sólidos urbanos”.