SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL

Prof. Arq. Joana Segatto Scabelo

PROJETO FINAL

O termo surgiu em 1987 com a publicação do relatório “Nosso futuro comum” publicado pela ONU (Organização das Nações Unidas) de autoria da Comissão Mundial sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento (o documento defendia uma nova postura para desenvolver o progresso).

“Suprir as necessidades da geração presente sem afetar a habilidade das gerações futuras de suprirem as suas.”

“O desenvolvimento que satisfaz às necessidades presentes, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprirem suas próprias necessidades” (BRAGA et al. 2002).

 

Primeira Conferência Mundial sobre Meio Ambiente

1972, Estocolmo (Suécia)

ECO-92 ou RIO-92 (Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente e o Desenvolvimento)

1992, no Rio de Janeiro (Brasil) Participantes

Governos e organizações e não-governamentais (ONGs) Compromisso de colaborar na construção da Agenda 21 Global Com a elaboração das agendas nacionais (cada país faria a sua e em cada um, os estados e municípios fariam suas agendas)
Criar uma Comissão de Políticas e Desenvolvimento Sustentável e da Agenda 21 Nacional

Cada país

 Resumo do temário da Agenda 21 abordando os seguintes aspectos     Dimensões sociais e econômicas. Elaboração de políticas para o desenvolvimento sustentável.    Dinâmica demográfica e sustentabilidade. Combate à pobreza e à fome. Proteger os ecossistemas de montanhas. Proteger a atmosfera. Combater o desmatamento.org.gta. Deter a expansão dos desertos e atuação em áreas secas.  Atender necessidades agrícolas sem destruir o solo. Fonte: www.br . Mudança nos padrões de consumo. entre outros. Promoção da saúde humana. Cooperação internacional.       Realizar a transição energética. Abordar integradamente o uso de recursos de solo..

sociais e ambientais A partir de 2003     Objetivo   Fase de implementação assistida pela CPDS Programa do Plano Plurianual .org.PPA 2004-2007 Mobilização e material didático Fonte: www. A primeira fase   Construção da Agenda 21 Brasileira (processo que se deu de 1996 a 2002) Coordenado pela Comissão de Políticas de Desenvolvimento Sustentável (CPDS) e da Agenda 21 Nacional Estabelecer um compromisso político no sentido de reorientar o desenvolvimento da economia mundial para a sustentabilidade. em termos econômicos.gta.br .

AMBIENTALMENTE CORRETO SOCIALMENTE JUSTO ECONOMICAMENTE VIÁVEL .

.  Manutenção da qualidade ambiental. Depende do equilíbrio:  Crescimento populacional humano.  Utilização dos recursos naturais.

 Economia    Democracia econômica Visão de longo prazo Promover riquezas e oportunidades Responsabilidade social de empresas Direitos sociais e políticas públicas Cidadania corporativa Política Nacional do Meio Ambiente Princípios fundamentais da proteção ambiental Gestão ambiental  Sociedade     Meio ambiente    .

.AMBIENTE RESPEITO SOCIAL ECONOMIA Respeito ao meio ambiente. respeito às pessoas e respeito ao capital.

apresentar. além de continuar existindo no tempo. contando com suas próprias forças. tendo em vista a harmonia das relações sociedade-natureza. em detrimento de qualquer tipo de concentração e/ ou centralidade. (Fonte: Observatório de Sustentabilidade e Qualidade de Vida) . promover a dissipação de estratégias e resultados. no menor espaço de tempo possível. autonomia de manutenção. pertencer simbioticamente a uma rede de coadjuvantes também sustentáveis. A propriedade de um processo que. revela-se capaz de:     manter padrão positivo de qualidade.

entre outras. sociais. procurando proporcionar uma mínima interferência no ambiente . econômicas e culturais. devemos entender que existe uma ligação entre diversos temas: ambiental.  Além do significado puro e simples. Qualquer intervenção em área reconhecida como de fragilidade ambiental sugere a adoção de critérios coerentes com essa condição especial.

.

 O futuro poderá perturbadores  ter momentos  Rupturas? Não! Já é uma realidade?  O futuro passará por uma economia de baixo carbono  Alterações climáticas  O futuro passará por uma economia de menor energia  Que consequências para a economia? .

    Inovação tecnológica Planejamento territorial Decisões políticas Alteração de comportamentos e mentalidades .

. Segundo o International Council for Research na Innovation in Building and Construction: A indústria da Construção Civil se comporta como um modelo ineficiente de produção e consumo.

 A construção civil consome cerca de 2/3 da madeira natural extraída e a maioria das florestas não é manejada adequadamente e consequentemente. . não possuem certificação de sua produção.

  A construção civil consome cerca de 2/3 de madeira natural extraída e a maioria das florestas não é manejada adequadamente e consequentemente.  O entorno das grandes cidades começam a ficar com escassez areia e agregados naturais. O consumo de agregados somente na produção de concreto e argamassa é de 220 milhões de toneladas. a areia natural. não possuem certificação de sua produção. (66% madeira) . Em São Paulo. na maioria das vezes chega a viajar distâncias demais de 100km. elevando o custo da construção.

  As matérias primas não renováveis. Os principais exemplos são:   Cobre Zinco . tradicionais da construção civil. vem se tornando frequentemente a cada dia.

. e teve a participação de várias universidades Brasileiras e por volta de 50 empresas. revelou que existe uma grande variação nas perdas entre diferentes empresas e nos canteiros de obra de uma mesma empresa. Uma pesquisa financiada pelo Programa HABITARE.

O volume de entulho de construção e demolição gerado é até duas vezes maior que o volume de lixo sólido urbano. .  A construção civil é certamente o maior gerador de resíduos da sociedade humanos.

 Material particulado respirável . podendo destacar:  Poluição Sonora. A construção civil é um grande gerador de poluição ambiental.

particularmente os edifícios. A construção civil também é uma grande consumidora. . Principalmente na sua fase de operação. de energia elétrica.

. Ela é essencial para o consumo humano e indispensável na execução de alguns serviços.  Devemos sempre lembrar que a ÁGUA é um elemento não renovável. e que tem data para acabar.

.

consumo energético e conforto ambiental. paisagismo. Diversos aspectos devem ser levados em conta pela arquitetura sustentável: reuso das águas. aproveitamento da insolação. . Todos afetados pelo tipo de material empregado e pela própria arquitetura da obra.

os chamados Edifícios Verdes. Dentre as novas técnicas construtivas implantadas nas atuais construções de edifícios. são uma das mais novas tendências mundiais. casas ou demais estruturas. ou Eco-eficiente. .

.

ambiental e tecnológica integrada aos processos e produtos. Seu objetivo é atender a necessidade de produtos de forma sustentável. A produção limpa pretende integrar os objetivos ambientais aos processos de produção. através da nãogeração.   Significa a aplicação contínua de uma estratégia econômica. a fim de aumentar a eficiência no uso de matérias-primas. usando com eficiência materiais e energia renováveis. conservando ao mesmo tempo a biodiversidade. água e energia. não nocivos. minimização ou reciclagem de resíduos gerados em um processo produtivo. . a fim de reduzir resíduos e as emissões de gases poluentes. isto é.

.  São tecnologias menos poluidoras e menos consumidoras de energia que as tradicionalmente utilizadas pelos mecanismos de produção atual. Devem possuir as seguintes características:  Utilizar compostos não agressivos e de baixo custo.  Produzir pouco ou nenhum resíduo.  Permitir controle mais simples e eficiente de sua eliminação.  Exigir menores consumos de reagentes.

. Eficiência energética. Uso de técnicas passivas dos recursos naturais. Qualidade do ar e do ambiente interior. Uso de produtos e tecnologias ambientalmente amigáveis. economia e reaproveitamento da água.Planejamento sustentável da obra. Gestão. Uso racional de materiais. Gestão dos resíduos da edificação. Conforto termo-acústico.

gás e energia.  Aquecimento de água a gás. permite maior conforto térmico ao reduzir a necessidade de ar condicionado.  Medidor individual de água. . Coberto com vegetação. Placas captadoras de energia solar para aquecimento de água e iluminação (aquecedor solar).  Telhado ecológico.

  Motores de alta performance para os elevadores. papel.   Sistema de captação e aproveitamento da água da chuva. sensores de presença que ativam a iluminação. material orgânico). Área verde preservada no empreendimento. plástico. Lixeiras para coleta seletiva (metal.   Reuso de água do chuveiro para irrigação do jardim Válvula com controle de água na descarga da bacia sanitária. . além de lâmpadas econômicas. Nas áreas comuns.

cal obtida sem emissão de gás carbônico. 4. mini-estações de tratamento e reúso de água e esgoto. 7. 2. 5.1. colas à base d’água. cimentos fabricados com resíduos industriais. resinas ecológicas e à base de água. 11. painéis divisórios reciclados e de resíduos vegetais. 3. 6. 9. paisagismo sustentável. . pisos ecológicos. argamassas ecológicas. 10. blocos cerâmicos e blocos de concreto reciclado. 12. 8. energia eólica. energia solar.

tubos e conexões de plástico atóxico ( sem PVC) e de plástico reciclado. sistemas para controle e gestão dos resíduos domésticos. . 15. telhas e cumeeiras recicladas. 16. 18. 17. 19.13. tijolos sustentáveis. sistemas de captação e aproveitamento de água de chuva. vernizes ecológicos. tintas atóxicas. 14.

.

      Mini-estação geradora de energia a base de lascas de madeira. Localização do projeto próxima a boa infra-estrutura de transportes. Postos de abastecimento para carros elétricos. Coberturas verdes. Iluminação bem aproveitada. evitando o uso de ar-condicionado. Uso de materiais reciclados. 50% da água são tratadas.      Ventilação bem elaborada. Coleta de lixo reciclável. reaproveitados e de fontes próximas ao local. . Equipamentos sanitários com baixo consumo de água. Eletrodomésticos ecológicos. Uso de placas fotovoltáicas para geração de energia. purificadas e reutilizadas.

.

.

Esquema de uma casa ecológica .