Como preparar deliciosas receitas com flores

Por: Rose Aielo Blanco*

Com perdão do trocadilho, mas “nem tudo são flores quando se trata de flores comestíveis”: muitas delas, apesar de belas, não podem ser ingeridas. É o caso daquelas que apresentam substâncias tóxicas ou venenosas. Isso sem falar que flores comestíveis devem ser cultivadas sem qualquer adição de substâncias químicas, defensivos, etc. De preferência, devem ser provenientes de produtores que se dedicam ao cultivo orgânico e para esta finalidade específica. O ideal mesmo é que a pessoa possa cultivar suas próprias flores comestíveis. Observando estes cuidados, podemos nos dedicar a preparar deliciosas receitas com flores. Selecionei algumas sugestões que vão fazer um verdadeiro sucesso e surpreender pela originalidade!
Geléia de Gerânio (Pelargônio)

As flores de várias espécies de pelargônio (que no Brasil chamamos de gerânio) podem ser usadas em saladas, para aromatizar vinagre de vinho e, cristalizadas, enfeitar bolos e sobremesas. Aqui vai a receita: 2 xícaras (chá) de pétalas de pelargônio ou gerânio (reserve algumas para enfeitar) 20g de sementes de laranja 500g de açúcar 750 ml de água Colocar as sementes de laranja na água e deixar ferver. Retirar as sementes. Juntar as pétalas e o açúcar e deixar ferver um pouco. Coar e guardar o líquido por 12 horas. Voltar ao fogo e mexer até obter o ponto de geléia. Colocar em vidro e juntar algumas pétalas de pelargônio como enfeite. Usar imediatamente ou guardar por no máximo um mês.
Salada de frutas com amor-perfeito

O amor-perfeito (Viola tricolor) é conhecido também como “pensamento”. Há quem diga que este nome surgiu em razão da aparência da flor lembrar um rosto em meditação. Este é o típico exemplo de flor que pode ser usada inteira, incluindo as sépalas verdes que ficam na base da flor. Na culinária é uma flor bem versátil, enfeita saladas, sobremesas e bebidas – neste caso, é só colocar numa taça

pois o sabor é amargo. São usadas apenas as pétalas. Misture tudo numa taça grande para sobremesa ou tigela funda. Sanduíche de Cravina A cravina (Dianthus barbatus) pertence à mesma família dos cravos e também podem ter várias aplicações na culinária. lembrando o cravo-da-índia. recheie com a cenoura ralada. macarrão. Retire casca e sementes do mamão papaia e corte em cubos. que ajuda a prevenir problemas como a catarata e a degeneração macular. A parte basal das pétalas deve ser removida. as flores da capuchinha são ricas em carotenóides. pois suas pétalas ou lígulas são ricas em carotenóides. A exemplo das calêndula. sopas. Lave delicadamente as flores de amor-perfeito e enfeite a salada de frutas. Povos antigos usavam a calêndula para substituir o açafrão no preparo de alguns pratos. Lá vai a receita: Fatias de pão de forma integral Queijo cremoso de sua preferência Cenoura ralada Pétalas de cravina à gosto Lave as pétalas de cravina e deixe secar sobre papel-toalha absorvente. Já a capuchinha (Tropaeolum majus). que têm um perfume suave. Esta receita é muito especial para ser servida como sobremesa. especialmente na primavera e no verão: 1 cacho de uvas verdes sem sementes 1 mamão papaia firme 2 laranjas 2 bananas nanicas ou maçã 1 cálice de licor de sua preferência Flores de amor-perfeito à gosto Retire as uvas do cacho e lave-as bem.flutuando. misture-as delicadamente com o queijo cremoso. além de bonita. Passe o creme em duas fatias de pão. formando um sanduíche. alaranjadas ou vermelhas. Depois de secas. Salada Colorida com Calêndula e Capuchinha Também conhecida como margarida-dourada a calêndula (Calendula officinalis). também são comestíves e o sabor lembra bastante o agrião. as folhas redondas e verdinhas. Neste caso. A exemplo de outras flores comestíveis. recomenda-se retirar o miolo. Regue com o licor. especialmente num deles: a luteína. queijos. pois seu sabor é bem amargo. pois ela acrescenta uma bela tonalidade amarelo-alaranjada a alimentos como arroz. Descasque as laranjas. manteigas e omeletes. faz bem para a saúde.também conhecida como chaguinha ou nastúrcio. retirando a pele branca e as sementes e corte em pedaços. enfeita qualquer prato com suas flores amarelas. Descasque as bananas e corte em rodelas finas. 10 tomates cereja lavados Cubos de queijo fresco à gosto 3 colheres de ervilha em conserva 3 colheres de milho verde em conserva 10 azeitonas verdes sem caroço .

Enquanto isso. também pertencente à família Brassicaceae. Decore com as flores de Hesperis matronalis. mas causa impacto na hora em que é servida: 2 xícaras (chá) de água 1 xícara (chá) de açúcar 6 colheres (sopa) de suco de limào raspas de limão 3 mangas cortadas em cubos 3 peras cortadas em cubos 5 fatias de abacaxi de 1 cm de espessura cortada em pedacinhos 10 uvas sem sementes e cortadas no meio flores de goivo lavadas e escorridas em papel absorvente Calda . no tratamento da gota. rosas. Suas flores podem ser purpúras.Folhas de rúcula ou agrião à gosto bem lavadas Folhas de alface americana cortadas em tiras largas bem lavadas Pétalas de calêndula à gosto Flores de capuchinha à gosto Vinagre de maçã Azeite de oliva. também é utilizada para aromatizar milk shakes. Em tempos antigos acreditava-se que suas sementes eram afrodisíacas. Reserve. sucos e licores. em uma molheira. Como flor comestível. lilás e roxa. diuréticas e expectorantes. podendo ser utilizadas em saladas ou sobremesas. como diurética. prepare a salada misturando numa saladeira todos os ingredientes. As flores são comestíveis. espalhe as pétalas de calêndula e as capuchinhas por cima da salada e sirva imediatamente. abcessos e afecções da pele. da mesma família da mostarda – a Brassicaeae. Salada de melão com Hesperis matronalis Também conhecida como juliana-dos-jardins. Sirva esta mistura à parte. Produz flores perfumadas nas cores branca. é originário do Mediterrâneo. Ásia e África do Sul. Esta receita é muito simples. No final. Anote a receita: 1/2 melão sem casca cortado em cubos 150 g de queijo fresco em cubos Uva passas sem caroço 1/2 lata de creme de leite light 1 colher de sopa de maionese light Folhas de alface mimosa lavadas e escorridas Flores de Hesperis matronalis lavadas delicamente e escorridas em papel absorvente Forre uma saladeira com as folhas de alface e espalhe os cubos de melão e queijo fresco. a Hesperis matronalis é uma planta herbácea. Tempere com o sal. Separadamente. o vinagre e o azeite à gosto. Sal à gosto Lavar bem as pétalas da calêndula as capuchinhas inteiras e deixar secar sobre um pano de prato limpo. Gelado de frutas e goivos com calda de maracujá O goivo (Matthiola incana). além de enfeitar e acrescentar suave sabor às saladas e sanduíches frios. vermelhas ou brancas e são bem perfumadas. misture o creme de leite com a maionese e as uvas passas. cálculos. expectorante e sudorífica. Popularmente é usada como planta medicinal.

pensamento Capuchinha Anã Singela Sortida Nome Científico: Tropaeolum majus Nomes Populares: Capuchinha. em uma molheira Conheça as Flores Comestíveis: Goivos Dez Semanas Sortido Anão Nome Científico: Matthiola incana. Na hora de servir. nastúrcio. junte o suco de maracujá. despeje a mistura reservada e leve à geladeira. Misture bem o creme de leite com o açúcar e . Áster chinensis Nomes Populares: Áster. sin. goivo anão Amor-perfeito Crespo Sortido Nome Científico: Viola tricolor Nomes Populares: Amor-perfeito crespo. maravilha-do-jardim Centáurea Cyanus Sortida . o açúcar. violeta-borboleta. mal-me-quer. Mexa constantemente e deixe ferver por 5 minutos. Sirva a calda preparada à parte. Prepare a calda: misture as polpas dos maracujás com um pouco de água e passe pela peneira. Mantenha na geladeira por 2 horas.polpas de 5 maracujás 2 ¼ xícaras de creme de leite ¾ de xícara de açúcar Leve ao fogo numa panela com a água. chagas Áster Pluma de Avestruz Sortida Nome Científico: Callistephus chinensis. aos poucos. Coe e reserve até esfriar. áster-da-China Calêndula Dobrada Sortida Nome Científico: Calendula officinalis Nomes Populares: Calêndula. o suco e as raspas de limão.: Cheiranthus incanus Nomes Populares: Goivo. rainha-margarida. Coloque as frutas numa saladeira ou travessa funda. espalhe as flores de goivo por cima do gelado de frutas.

as flores de alfazema. violeta-das-damas. os crisântemos. da abóbora e da aboborinha. as begónias. O número de flores comestíveis é imenso mas menciono apenas algumas. juliana-dos-jardins. os amores-perfeitos e as violetas (mas não as violetas africanas).Nome Científico: Centaurea cyanus Nomes Populares: Centáurea. do funcho. São comestíveis as capuchinhas. depois de falar da borragem. as cravinas. tapete persa Hesperis Matronalis Sortida Nome Científico: Hesperis matronalis Nomes Populares: Hespéris. as rosas. as flores do alho e alhinho. mãe-da-noite Flores Comestíveis Salada de Alface com Capuchinhas Como prometi. refiro hoje outras flores comestíveis. as calêndulas. do sabugueiro e da laranjeira. botão de bacharel Cravina Anã Singela Sortida Nome Científico: Dianthus chinensis Nomes Populares: Cravo-da-China. da rúcula. .

aquelas que beneficiam o gosto das bebidas. pode ser usada em saladas de frutas ou de verduras. o que se aplica a qualquer tipo de salada verde. Os botões de rosa podem ser . com as suas pétalas inteiras ou picadas. podem ser introduzidas em cubos de gelo. Lembro-me de há muitos anos ter feito uma geleia de pétalas de rosa que foi um sucesso. Adicionadas às saladas torna-as mais bonitas e saborosas.Flores de Laranjeira De um modo geral os vinagres e os azeites podem ser aromatizados com flores. Utilize-as sobretudo nas sobremesas. uma boa utilização pelo contraste na cor e no sabor. A rosa. ou em geleias. Algumas servem para cristalizar e com já disse anteriormente. Comecemos pelas capuchinhas de que apresento aqui uma salada de alface com capuchinhas.

Consideram-se as variedades com flores mais escuras como tendo um gosto mais intenso. se forem pinceladas com clara de ovo e cobertas de açúcar. . Quem já experimentou não pode deixar de apreciar. As pétalas de cor laranja podem ser metidas em leite quente. sendo consumidas passadas por polme e fritas ou recheadas com queijo. São também usadas para intensificar a cor da manteiga e dos queijos. sendo depois ser utilizadas em arroz. as massas ou saladas. tal como as pétalas de rosa. fazendo um bonito contraste ou para ser cristalizada e usada em pastelaria. de todas as suas variedades (há cerca de 400 espécies) utilizam-se sobretudo em saladas. Servem também para aromatizar vinagres. As pétalas do cravo e cravina são usadas em saladas de fruta ou em tartes de fruta.conservados em vinagre como pickles ou adicionados ao chá depois de secos. O corante que se extrai delas é usado em confeitaria. açúcar e bebidas açucaradas. As flores do alho. pães. etc. As flores da abóbora e da aboborinha são muito utilizadas na cozinha italiana. Podem igualmente ser usadas para decorar bolos. Podem apenas ser salpicadas sobre a sopa. quiches. A lavanda (Lavandula officinalis) tem pequenas flores que servem para aromatizar pão e bolos. O amor-perfeito e a violeta (mas não a violeta-africana) saõ bons para adicionara a saladas. mas têm também utilização em sopas. omeletes. bolos. transmitindo-lhe a sua cor e sabor. Também é boa adicionada a risotos e saladas. Botões de Rosa A calêndula (Calendula officinalis) pode dar uma cor viva e um gosto diferente às saladas.

Funcho em flor Por fim alguns conselhos. Se puder colha-as antes de as utilizar e lave-as sempre. Retire-lhes os estames e aproveite apenas a folha. No caso da rosa retire também a parte branca. É aconselhável ter a certeza que são as flores certas e não são tóxicas. Bom apetite!. em especial nas primeiras vezes que as experimentar. Não se entusiasme e consuma-as em pequena quantidade. Embora pareça tudo fácil é necessário tomar alguns cuidados. RECEITAS EM TEMPO DE GUERRA OU DE CRISE . Em primeiro lugar nunca se devem usar flores compradas em floristas ou de proveniência desconhecida porque têm normalmente produtos químicos.As flores de aneto ou funcho são utilizadas para pickles de vegetais.

Dissolva 2 tabletes de fermento para pão em 1 colher (sopa) de açúcar. 2 ovos ligeiramente batidos e o esparguete (que ficou de molho no leite). Junte 1 colher (chá) de sal. Sove bem até desgrudar das mãos. abra a massa e dê o formato que desejar . Misturar bem e deixar crescer por 1 hora com a tigela envolvida em saco plástico. 2 colheres (sopa) de manteiga derretida. Numa superfície plana espalhe 1 chavena (chá) de farinha de trigo e coloque a massa crescida. de um dia para o outro. Com o auxílio de um rolo.Pão de guerra Ingredientes:               1/2 kg de esparguete moído no liquidificador 1 1/2 chavena (chá) de leite 2 tabletes de fermento para pão 1 colher (sopa) de açúcar 1 colher (chá) de sal 2 colheres (sopa) de manteiga derretida 2 ovos ligeiramente batidos 1 xícara (chá) de farinha de trigo INGREDIENTES RECHEIO DE SALAME: 100g de salame em fatias picado 100g de queijo provolone ralado 250g de queijo mozarella ralado 1/2 chavenas (chá) de azeitonas verdes picadas orégãos a gosto Modo de Preparo:            Numa tigela coloque 1/2 kg de esparguete moído no liquidificador e deixe de molho em 1 1/2 xícara (chá) de leite.

durante o período de racionamento. MODO DE PREPARO RECHEIO DE SALAME Numa tigela misture 100g de salame em fatias picado. o pão de guerra feito com massa esparguete molhada no leite era uma grata opção no café da manhã. mas só na altura em que esta vai ser servida. que se juntam à sopa. À parte. a autora. Pincele gema de ovo.5 dl de água com o unto. professora de cozinha. . na falta de farinha de trigo. preparada durante os anos de guerra. No Brasil. deixando-os contudo cozer. o azeite e a cebola cortada em rodelas finíssimas. Água de Unto Origem: Entre Douro e Minho No tempo de guerra. 250g de queijo mozzarela ralado. esta sopa substituía o café com leite do pequeno-almoço. Tempera-se com sal.  coloque numa assadeira e leve para assar em forno pré-aquecido a  180ºC por 25 minutos. o pão era feito dissolvendo-se o esparguete e reaproveitando-se a farinha de trigo.                   CURIOSIDADE: Cinqüenta anos após o fim da Segunda Guerra Mundial. Serve-se bem quente. escreve que a receita foi resgatada por Alicia Ferraz. um livro de receitas culinárias publicou uma receita de nome "pão de guerra". Recheie o pão. mas que a mesma receita está no caderno de sua avó com o nome de "pão de macarrão". Nina Horta. (se quiser coloque recheio nesta hora). Distribui-se a sopa por tigelas de barro vidrado. batem-se os ovos. 1/2 chávena de (chá) de azeitonas verdes picadas e orégãos a gosto. em 1995. 100g de queijo provolone ralado. quando a açúcar faltava. Composição: •50 gr de unto • 1 cebola(s) • 2 colher (sopa) de azeite • 200 gr de pão de mistura • 3 ovos • sal Preparação: Levam-se ao lume 1. A receita informa que. onde se deita o miolo do pão esfarelado.

portanto serviria duas pessoas. Vire a fritada com cuidado e recoloque-a dentro da frigideira novamente fazendo-a deslizar do prato. Retire a frigideira um pouco do fogo e coloque sobre ela um prato com a parte reta voltada para baixo ou use a própria tampa (se for reta).. fiz a fritada e além de tudo fiz a fotos. Bata os ovos com um batedor de arame (fouet) somente até espumar (não se deve batê-los muito) junte as ervinhas bem picadas. Para saber se está pronta fure o centro com a ponta de uma faca.. Seque-as com um papel toalha e rasque as flores entre as pétalas.FRITADA DE FLORES DE ABÓBORA E ERVINHAS DA HORTA Ingredientes 4 ovos De 10 a 15 flores de abóbora . não deverá ter vestígio de ovos crus. Eu achei bem justo. . Rende 4 porções A fritada que você vê na foto é metade da receita.dependendo do tamanho 2 colheres (sopa) de ervinhas frescas bem picadas ? usei hortelã. Reserve. o parmesão. Despeje a mistura de ovos ajeitando bem com uma colher bem as flores pela superfície da frigideira. salsa e manjericão 2 colheres (sopa) de queijo tipo parmesão ralado fino Sal a gosto Pimenta do reino a gosto Óleo vegetal ou azeite de oliva quanto baste Modo de fazer Retire os cabinhos e as sépalas das flores de abóbora e lave-as cuidadosamente (são muito frágeis). Mas confesso que não quis dividi-la com mais ninguém! Afinal de contas fui eu quem foi colher as flores (e as ervas) debaixo de um sol escaldante (de Panorama ? SP). Volte-a ao fogo baixo recoloque a tampe e frite mais alguns minutos. Passe para um prato de serviço corte em triângulos e sirva quente. Coloque uma tampa e abaixe o fogo. Depois de alguns minutos usando uma espátula solte as bordas da fritada da frigideira e verifique se o fundo está solto (a parte de cima ainda deverá estar bem úmida) é hora de virar. Aqueça uma frigideira de fundo grosso de preferência (as de ferro ou teflon são as melhores) e coloque cerca de 2 colheres (sopa) de óleo. cebolinha. as flores reservadas e tempere tudo com sal e pimenta.

Outra boa maneira de fazer é deixá-las inteiras e depois passá-las numa massinha mole (polme) como a de panqueca e em seguida fritar. Elas ainda poderão ser recheadas com um pedacinho de queijo ou com uma mistura de parmesão. farinha de rosca e temperinhos a gosto. . nesse caso (recheadas) elas poderão ser preparadas a milanesa.

. assados e outras iguarias com as flores carregadas de tenras abobrinhas.. Uma espécie de ?vitela? do reino vegetal. As flores ?macho? nunca apresentam frutos.Lição aprendida desde a infância ??Apenas colher as flores que nunca darão abóboras! Como é possível saber? É muito fácil distinguir as flores que poderão virar poesia no prato. . Já as ?fêmeas? essas sim mesmo antes de abrirem em botão já carregam sua abobrinha bebê! No entanto há que aprecie fazer fritadas. terrines.

74   O O O O O O O O O O O :2.8 ./...4894    4/4/0!705..07/085.446:0.8 47F48..E /0.03.0943.90..8.

7:09024J/4346:/1./0085../470 /00/024402.

5402.8:5071J.4 4:974  884.9F/087:/. /0 .73.4:/024434090 89:7..45E89.0/H41472.7.5.E /08.05.42..E /01.3...J.407 .0-02.7..07547 47. $4.03.9.88.20390-.708.085./07709/.9/4804085.2. .028.7 :390.90.7:090 6:0 1.-7./0974 0.0. ..88./..4807.7 . 4. /0 2.708.7-020/0.-0908/0107203945.407 845.446:0.7/.4.2.. .8248  424.4  :2.946:0/080.40708 845.390./.03..7..7.E /0090 /0:2/.:J4/0:2744 .

14708..8./0 974 45407.348/0:077./4.20021.3409007./0.86:0.70./04.3    !#!# # $ :2././07.348.70.05.1094/884..7021473457F ././0734/08:./0342054/0:077.70.88.2082.00.774 4 7.39048 .4  O .7:09024.03/4 804085.45434./4  /0 6:04574..70.. 02 :2 . 70.077.4243420/054/02.0002.7:0900 70.:077.:3/.73.09... 089E34./:7.20394 454/0:077.09.09. 5705.9.085.043089.1F/.6:0. 2.446:03:2. 08.5O8412/.7.09.:947.9.289:70 /08..$0:3/..85..43.547 .3/4 80./0974  3./4  /06:0424.09.7.09. 574108847./4 .8 /:7.574..422.1094 ..:2.47.90.74/070.88. 2.7.3904507J4/4/07. ..88.:3E7.O.1.9.73.O 806:807.44307. 70. 31472.85:-...7./01.446:070.43.06:0..1. !3./. O  54723:948  O O O O O O O O O O O O O O O O O O  &# $ 36Q039.4::2..479.9.6:0 3.

2 80.902 80484..W 4..4 0. 8 W .8:-899:J.0900.07/085.. /0./7.407 845. /0..0943..0274/0.0-4..4894  #0.71.9.88O3.  !705. 80.E /0.0-4.00454  :./4 43/080/09.54790.3/4.48 6:080:39.807807.813J882./0&394 70239704:74034 490254/0:077.9:7.4:20 //0E:./0 .4244/454081.8. 6:.0 80-026:0390   .424:394 4./4  $07.439:/4.2845../. 2..407  897-: 80./.774.48W8.  5../.790 -.8/0-.3/4 48 .090W  7/054/0289:7...244  425484 W 7/0:394W .845.70.1F. .4.8 %02507.479.845..8047F48.E.42090/4506:034 .42 8.026:0089.03..7. 089..

48.8/./01:3/474884/0570107H3.81708.94  '490 .3/4-02.8204708 0.307./0.890  4/4/01.03/4 ..052039.42:2-.5439./.. /007.8090250709:/4..81:0:6:0214.9..394-.807.1:704./4134 $.4144-.-O-47.446:0 .$! 1.7.8 /0-..2.-3480./0 .0.0. '70./.57O57.09.439.394807./..1494F209.4/0:284 08.94/0807. 5479.3.090/04.4:.8.40708 845.:/.7.720847.8.09.203901.850884.17/07. 34/0.4894 !2039.5..4894 04.7.9.4.8-47/.81470803970.07E089.7.03974./03974/..8.6:..009.4 ./48./4070.42 :25.422.833:F213.0-02:894     ..:257.-..814708/0.089J4/04.:254:.470.8 07. F47.8805.07E907.0 .790709.02./47034.42.14708/0.25..17/07././.8 45.5.446:0.25.179.5094.H3.8.250017902.085E9:.8:5071J.179.7 #0970. /0503/03/4/49..6:0390   #03/054708  179.20 14:09 8420390./:./.484.88F5./08..81470870807.2.:2.-O-47./04.0..40708 845.40708 845.14948 :.3/4:2.3/..8 #0807..34 .07.407.0  . 17/07././ .0-.814708 0..-.04144  0548/0.9F085:2.3../0:2.8:804790 .81470850.:257./.0/..48.7.179.F2/09:/41.43108846:0346:8 /.0.479002973:48087.07.:3823:948:8.7 3480/0.7-022/.9. #% #$  ##'$ #%  370/03908  4.-0780089E57439.8-025.48 0 .42.446:084-700./0/..347.17/07.8..289:7.49. 80147709.7:8  !.0716:08041:3/4089E 8494 . 446:0:2.390 /0!.34.:3823:948 !..790/0.70.42 .86:0.407-02.8-025./0.2.  6:0.48.44::80.428./. .20390 842:9417E08 $06:0 .6:0.17/07.72084 .85F9.5. 8.8 .9.:/.1..446:0. /06:049545..8/.0-43..8.4.8490./.94.7/457. .7.H.9H 482:94 :390. /0O04 08500./0.90/47/0.8/0107744:9014384.42:2.07  #097048.4/41440 .

8 0./.-4.83907././0 5.240 5420 .7 .36:0.307.2./01.8.2.72084 1.80/05485.179. 2.   .7.0.73.07F/0E .0.42:250/..289:7.84 70..00280:/.34/06:044:.83:2.88E .308..0902507348..854/0748075705./0748. /05.8.4894 30880.3/.42:2.54/07480770./.424.8.  :97.883.

90.74..8 &2../.8:.07179.8147086:03:3.407./.8/09037.570.8088./4804:97.770.814708.3908/0./47034.009.085F.   .313..81H20.-770202-494E .8.3457.8 424F5488J.94  8147082.8 9077308 .5703//.503.-07 A2:941E.5708039.-O-47..28:.75408./08/0.-4-73.-4-73.../893:7..08.88.88220824.8 ./.-0-H  4039.8147086:054/074.42.  4.8.394E6:0.770.7.01.7.43:3.217:948 E..0/0.

   .