Introdução O sangue do diabo é um líquido vermelho que parece manchar as roupas.

Este relatório demonstra a síntese deste liquido e o suas propriedades. Um pouco da história do pH ‘’Soren Peter Lauritz Sorensen, bioquímico dinamarquês, nasceu em Havrebjerg a 9 de Janeiro de 1868 e faleceu em Copenhaga a 12 de Fevereiro de 1939. Começou a colaborar com o Laboratório Carlsberg em Copenhaga, associado à cerveja Carlsberg. Após a morte do Professor J. Kjeldahl (1849-1900), Sorensen é convidado para diretor do Laboratório. Realizou diversas experiências em bioquímica relacionadas com aminoácidos, proteínas e enzimas, conduzindo-o à descoberta da medição do pH. A escala de pH rapidamente foi aceite pela comunidade bioquímica. Em 1914, a química alemã Leonor Michaelis (1875-1949) publicou um livro relacionado com o assunto. O uso da escala de pH tornou-se praticamente indispensável e em 1935 foi desenvolvido e comercializado por Arnold Beckman o primeiro medidor portátil de pH. As letras pH são as abreviaturas de pondus hydrogenii traduzido como potencial de hidrogênio.’’ pH- Sörensen definiu pH como sendo o logaritmo (decimal) do inverso da concentração hidrogeniônica: pH = log 1/[H+] Ou ainda, como o cologarítmo da concentração hidrogeniônica: pH = colog [H+] Ou seja: pH = log 1/*H++ → pH = log 1 – log [H+] Como log 1 = 0: pH = -log[H+] ou pH = colog [H+] que é igual ao inverso do log. variação do pH em função das concentrações de H+ e OH-, a 25 °C: • Meio neutro: pH = 7 • Meio ácido: pH < 7 • Meio básico: pH > 7

A fenolftaleína- A fenolftaleína é um indicador de pH com a fórmula C20H14O4. Apresentase normalmente como um sólido em pó branco. É insolúvel em água e solúvel em etanol. • pH abaixo de 8 = incolor • pH entre 8,0 e 10,0 = rosa • pH entre 10,0 e 12,0 = vermelho Propriedades Físicas do Amoníaco • Estado físico: Gás comprimido liquefeito • Cor: Incolor • Odor: Odor característico, pungente, sufocante, irritante

35 ºC Ponto de fusão: -77. O sangue do diabo formado é nada mais que uma solução básica indicada pela fenolftaleína que parece manchar o que quer que toque ou onde quer que seja despejado. percebe-se uma mudança de cor na mistura. o amoníaco deixa a solução e a cor é perdida. • Água destilada • Dois béqueres • Espátula .560 atm • Solubilidade em água: Solúvel com libertação de vapor • Taxa de Evaporação: Elevada • Entalpia de formação: -46. a 25ºC) Materiais e Reagentes • Fenolftaleína (C20H14O4) • Hidróxido de amônia (amoníaco) • Álcool etílico (no caso de fenolftaleína em pó) Resultados e Discussões Após a preparação da fenolftaleína. é acrescentada um pouco de hidróxido de amônio (amoníaco) e então.04 g/mol • pH: Alcalino • Temperaturas específicas: • Densidade relativa de vapor: (a –33.4ºC) • Pressão de vapor: (23.9 º C) 9. Isso se dá pela fenolftaleína ser um indicador ácido-base e apresenta a colorações de acordo com o pH da solução. se usada sólida.5ºC e 1 atm) 0.682 g/cm3 (líquido a 33.73 ºC • Massa volúmica: 0.• Fórmula: NH3 • Massa Molar: 17.5963 • Massa Específica: 0.1 KJ/mol (gasoso. mas pela velocidade com que se evapora.771 kg/m3 a 0 ºC e 1 atm Ponto de ebulição: -33.

O sangue do diabo formado é nada mais que uma solução básica indicada pela fenolftaleína que parece manchar o que quer que toque ou onde quer que seja despejado. o amoníaco deixa a solução e a cor é perdida.Resultados e Discussões Após a preparação da fenolftaleína. . se usada sólida. mas pela velocidade com que se evapora. é acrescentada um pouco de hidróxido de amônio (amoníaco) e então. percebe-se uma mudança de cor na mistura. Isso se dá pela fenolftaleína ser um indicador ácido-base e apresenta a colorações de acordo com o pH da solução.