Questões resolvidas no final

Função Logarítmica
Exercícios: ................................................................................................................ 1
Gráfico da função logarítmica....................................................................................... 2
Construção de Gráficos da função logarítmica .............................................................. 2
Inequações Logarítmicas............................................................................................... 4
Questões de Vestibular ................................................................................................. 5
Respostas:................................................................................................................... 11

Seja a um número positivo e diferente de 1. Chama-se função logarítmica de base a, a
função f de R em R
*
+
, definida por: f(x)=log
a
x.
Observação: O domínio da função logaritmo é
*
+
R e o contradomínio é R .

Exercícios:
1. Determine o domínio da função f(x)=log
7
(2x-26).
Resolução:
( ) ( )
[ , 13 ] } 13 ; {
13 0 26 2 26 2 log
7
∞ + · > ∈ ·
> → > − → − ·
Df ou x R x Df
x x x x f

2. Determine o domínio da função f(x)=log
(4-3x)
123.
3. Determine o domínio da função f(x)=log
(x-2)
(5x-x
2
).
4. Determine o domínio das seguintes funções:
a) f(x)=log(3x-1)
b) f(x)=log
3
x
2

c) f(x)=log
1/2
(x+2)+log
1/2
(3+x)
d) f(x)=log
1/2
[(x+2).(3+x)]
e)
( ) x
x
x f

+
·
3 log
) 2 ( log
) (
5
3

f) f(x)=log(5-25
x
)

5. Determine o domínio das seguintes funções:
a) f(x)=log
(2x+5)
5
b) f(x)=log
(x
2
-1)
x
c) ( ) 9 log ) (
2
) 4 3 (
− ·

x x f
x

d) f(x)=log
(12-x
2
)
(2x-6)
e) f(x)=log
(x
2
-2)
(3-x
2
)
Gráfico da função logarítmica
Examinemos dois exemplos:

Exemplo 1: Fazer o gráfico da função f(x)=log
2
x.

X ¼ ½ 1 2 4
Y -2 -1 0 1 2



Exemplo 2: Fazer o gráfico da função f(x)=log
1/2
x.
X ¼ ½ 1 2 4
Y

Observação: Gráfico I a>1 a função é crescente e o gráfico II a função é decrescente.


Construção de Gráficos da função logarítmica

Seja G o gráfico da função definida por y=f(x) e seja 0 ≠ k .



Exercícios

6. Esboce o gráfico das funções:
a) f(x)=1+log
3
x b) f(x)= -1 + log
1/3
x

7. Esboce o gráfico da função ( ) ( ) 1 log
2
+ · x x f .

8. Esboce o gráfico da função ( ) . | | log
3
x x f ·
9. Esboce o gráfico da função ( ) . | | log
2
1
x x f ·
10. Esboce o gráfico da função ( ) . | log |
2
1
x x f ·
11. Esboce o gráfico da função ( ) . || | log |
2
x x f ·
12. Esboce o gráfico da função ( ) . 1 | ) 1 ( log |
2
1
+ − · x x f

13. Esboce o gráfico da função ( ) . | log |
2
x x f − ·
Inequações Logarítmicas
Para aprendermos as regras de resoluções que envolvem logaritmos, lembremos
inicialmente a definição: a
x
=y equivale a dizer que log
a
y=x.
Do estudo da função exponencial, temos as equivalências:
2 1
2 1
2 1
2 1
1 0
1
x x
x x
a a x x a Se
a a x x a Se
> ⇔ < → < <
< ⇔ < → >
.

Para o estudo das inequações logarítmicas, temos:
2 1 2 1
2 1 2 1
log log 1 0
log log 1
x x x x a Se
x x x x a Se
a a
a a
> ⇔ < → < <
< ⇔ < → >

Exercícios

14. Resolva a inequação: log
5
(2x-3)<log
5
7.
15. Resolva a inequação: ( ) 3 2 8 log
3
1
≥ − x .
16. Resolva a inequação: log
12
(x-1)+log
12
(x-2) 1 ≤ .
17. Resolva a inequação: log
(x+4)
3 > log
(x+4)
7.
18. Resolva a inequação:
2
1
log 7 8 log
2
1 x
x − ≥ .
19. Resolva a inequação, sendo a>1 e 1 ≠ a : ( ) ( ). 1 log 6 2 log + < − x x
a a

20. Determine o domínio da função ( ) x x f
2
2
1
log log ) ( · .
21. Resolva a inequação
( )
3
1
3
8 5 Log
2
2
1
>
+ − x x
.

Questões de Vestibular
22. (FUVEST-SP) O número x>1 tal que x
x 4
log 2 log · , é:
2
2
4 )
2 2 )
2 )
2 )
4
2
)
e
d
c
b
a


23. (Uneb-BA) O número real x, tal que
2
1
4
9
log ·
x
, é:
2
3
)
2
1
)
16
81
)
2
3
)
16
81
) e d c b a − −
24. UF-ES) O valor da expressão ( )
2
1
2
2
6 .
64
1
log
3
1
25 , 0

1
1
1
1
]
1

¸

,
_

¸
¸
+
· m , e’:
5 2 )
5
5
) 1 )
2
1
)
25
1
) e d c b a

25. (F.Porto Alegre-RS) Se log8=k, então log5 vale:
3
1 )
3
1 )
3
2
)
1 5 )
)
3
k
e
k
d
k
c
k b
k a

+



26. A curva da figura representa o gráfico da função y=log
a
x (a>1) . Dos pontos B(2,0)
e C=(4,0) saem perpendiculares ao eixo das abscissas, as quais interceptam a curva
em D e E, respectivamente. Se a área do trapézio retângulo BCED vale3, prove que
a área do triângulo ABD, onde A=(1,0), vale 1/2.


27. (UF-MG) Na figura abaixo, está representado o gráfico da função
( )

,
_

¸
¸
+
·
b ax
x f
1
log
2
. Qual é o valor de f(1)?

28. Determine m de modo que a equação de segundo grau (na variável x) x
2
-
4.x+log
2
m=0 apresente duas raízes reais e distintas.
29. (UF-CE) Resolva a equação
,
_

¸
¸
· − +
4
9
log 3 log log log . 2
x
b
b x , onde log representa
o logaritmo decimal.

30. (VUNESP) Considere a função f, definida por f(x)=log
a
x. Se f(a)=b e
f(a+2)=b+1, os respectivos valores de a e b são:
a) 2 e 1
b) 2 e 2
c) 3 e 1
d) 3 e 2
e) 4 e 1

31. (FUVESP-SP) A figura abaixo mostra o gráfico da função logaritmo na base b. O
valor de b é:
a) ¼
b) 2
c) 3
d) 4
e) 10



32. (ufscar 2004) Se a área do triângulo retângulo ABC, indicado na figura, é igual
a 3n, conclui-se que f(n)

4 )
2 3 )
3 )
2 2 )
2 )
e
d
c
b
a


33. (ITA-73) O crescimento de uma certa cultura de bactérias obedece a função
( )
t k
e C t X
.
. · , onde X(t) é o número de bactérias no tempo 0 ≥ t ; C e k são
constantes positivas (e é a base do logaritmo neperiano). Verificando-se que o
número inicial de bactérias X(0), duplica em 4 horas, quantas se pode esperar no fim
de 6 horas?
a) 3 vezes o número inicial
b) 2,5 vezes o número inicial
c) 2 2 vezes o número inicial
d)
3
2 2 vezes o número inicial
e) nenhuma das respostas anteriores

34. (CESGRANRIO-76) Uma substância radioativa esta em processo de
desintegração, de modo que no instante t, a quantidade não desintegrada é A(t) -
A(0).e
-3t
, onde A(0) indica a quantidade de substância no instante t=0. O tempo
necessário para que a metade da quantidade inicial se desintegre é:
( )
2 log .
3
1
)
0 min det )
.
3
1
)
. 2 )
3
1
)
3
e
e
A de valor o conhecido for se somente ável er d
e c
e b
a



35. //MACKENZIE 2005

36.

37. (MACKENZIE-2005)

38. \(MACKENZIE-2005)




39. \

40.

41. // MAKC 2005

42.

43. MAKC 2005


44. (ExPCex, out/2005, q08)
A curva da figura representa o gráfico da função ( ) . log
2
x x f · Dados
08 , 1 12 log 30 , 0 2 log
10 10
· · e . Com base nesses dados, a soma das áreas dos dois
retângulos hachurados é, aproximadamente,

( )
( )
( )
( )
( ) 60 , 3
* 60 , 2
10 , 2
08 , 2
60 , 1



45. (Vunesp-SP, bb48, page 54) Se a e b são raízes da equação a seguir:
0
3 2 1
0 log log
0 8 2
2
2 2
· x x
x x
, com x>0, então a+b é igual a: ® c)
5
4
)
3
4
)
2
3
)
4
3
)
3
2
)
e
d
c
b
a


Respostas:

1) [ , 13 ] } 13 ; { ∞ + · > ∈ · Df ou x R x Df
2) } 1 { [
3
4
; ( − −∞ · Df
3) Df=]2; 5[ - {3}
4) a) x>1/3; b) R
*
; c) x> -2; d) x<-3 ou x> -2; e) -2<x<3 e 2 ≠ x ; f) x<1/2
5) a) x> -5/2 e 2 − ≠ x ; b) x>1 e 2 ≠ x ; c) x>3; d) 11 3 2 3 ≠ < < x e x ; e)
6) /
.
b)
a)

7)


8)


9)

10)


11) //

12)


13) /


14) 5
2
3
< < x
15) 4
54
215
< ≤ x
16) 5 2 ≤ < x

17) Como 3>7, imponha: 0<x+4<1.

18) Faça uma mudança de variável y x ·
2
1
log , obtenha a inequação
0
7 8
2

+ −
y
y y
e resolva. Solução: 1
2
1
128
1
0 < ≤ ≤ < x ou x

19) 3<x<7, com 0<a<1; a>1, x>7
Encontre o domínio: x>3; e divida em dois casos: I. a>1, resolva a inequação; II. 0<a<1
e resolva a inequação. Resposta: I. 3<x<7; II. x>7

20) 2 1 ≤ < x
Condições de existência:
¹
¹
¹
'
¹
>
>
0 log
0
2
x
e
x
, domínio da função: 2 1 ≤ < x

21) 2<x<3
22)
2
2
( )
( )
( )
2
2
2
2
2
2
2
4
2
2
2
2
2
2
4
2
4 4
4
4
4
2
1
2 2 4
2
2
log
2 2 4
2
2
log
2
1
log log
log
2 log
log 2 log
· · · · → − ·
· · · → + ·
· → · → ·



x x
x x
x x
x
x
x

Como no enunciado x>1, segue que a resposta:
2
2
23)
16
81


16
81
2
3
2
3
4
9
2
1
4
9
log
4
2 / 1
2
2 / 1
·
,
_

¸
¸
· → ·
,
_

¸
¸
→ · → · x x x
x

24) d)
( ) ( )
( )
( )
( ) ( ) ( ) [ ]
5
5
5
1
5
1
5 36 .
36
5
36 .
6
6
5
36 .
6
6
2 3
36 .
2 log
3
1
2
1
36 .
64 log
3
1
4
1
6 .
64
1
log
3
1
25 , 0
2 / 1
2 / 1 2
1 2
1
2
1
2
1
1
6
2
2
1
1
2
2
1
2
2
·
·
1
]
1

¸

· ·
1
]
1

¸



·
1
1
1
1
]
1

¸



·
1
1
1
1
]
1

¸



+
·
1
1
1
1
]
1

¸


+
·
1
1
1
1
]
1

¸


+
·
1
1
1
1
]
1

¸

,
_

¸
¸
+
·
+


− −





m

25) e
k
k k k
.
3
1
1 2 log 10 log
2
10
log 5 log ? 5 log
3
1
2 log 2 log . 3 8 log
− · − · · → ·
· → · → ·

26) A área do trapézio BCED= 3
2
2 ). 2 log 4 (log
·
+
a a
à log
a
2=1. A área do
triângulo ABD=
2
1
2
1 . 1
2
2 log . 1
· ·
a
.

27) - 2
( )
( ) ( )
( ) 2 4 log
1 1 . 3
1
log 1
3 15 5
16 1 5 2
1 5
1
4
1 5 .
1
log 5 4 5
1 2
1
0
1
log
0 .
1
log 0
1
2 2
4
2
0
2 2
− · ·
,
_

¸
¸
+
·
· → ·
· + → ·
+
→ − ·
,
_

¸
¸
+
· → − ·
· → · → · ·
,
_

¸
¸
+
·


f
a a
a
a a
f f
b
b b b a
f

28) 16 0 < < m
( )
16
1
0 : Re
0
6
1
2 log log 4 log
0 log 4 0 log . 4 16 0 log . 4 4
0 log . 4
4
2 2 2
2 2 2
2
2
2
< <
> < → < → − > − →
> − → > − → > − − · ∆
· + −

m sp
m e m m m
m m m
m x x

29) 3
3 3 27
9
3
.
9
log
3
. log
9
log 3 log log log . 2
2 6
4
2
4
2
4
· → · → · → ·

,
_

¸
¸
· →

,
_

¸
¸
· − +
x x x
x
b b
x
x
b b
x
x
b
b x


30) a)
( )
( ) ( ) 2 2 4 2 2 1 1 2 log 2
1 log
2
2
· − · → · + → + · + · +
· · ·
a a a a f
b a a f
a

31) d) 4
( )
4
4
1
1 2 log 2 log
4
1
log 25 , 0
1 2 2
·
· → − · · · ·
− − −
b
b f
b b b

32) 3
33)
( ) ( )
( ) ( )
( )
( )
( )
¹
¹
¹
¹
¹
'
¹
· · · ·
· · ·
· → · ·
· → ·
2 2 . 2 . 2 . 2 . 6
2 . . .
2 ln . 2 . 4
0 .
3 2 / 3 4 / 6
4 / 2 ln 2 ln .
4 / 1 . 4
.
4 / 4 / 1
C C C C X
C e C e C t X
k C e C X
C X e C t X
t t
k
t k
t
® 2 2
34) e)

35) /

36) //

37)

38) //

39) //


40)


41) //


42) //

43) \




??? 3 2 2 3 < < − < < − x ou x

Referências bibliográficas
Bb48. Scipione di Pierro Neto, Sérgio Orsi Filho — Quanta, Matemática em
Fascículos para o Ensino Médio — Fascículo 5, 1ª. Edição, Editora Saraiva, 2000