Muito petróleo, poucos profissionais Ipea estima que, nesta década, faltarão engenheiros capacitados no setor, sobretudo para

o pré-sal. As chances também são muitas para os cargos de níveis médio e técnico. Por isso, há empregos praticamente garantidos para especialistas dessa área. E ainda dá tempo de se capacitar Manoela Alcântara

Quando entraram na faculdade de engenharia mecânica, Thiago Campelo, 25 anos, e Álvaro Martins, 26, não imaginavam um mercado tão aquecido ao obterem o diploma. Logo depois de concluírem a graduação, em 2008, ambos já estavam empregados. O primeiro no setor público e o outro na área privada. Pessoas como eles terão lugar ainda mais garantido no mercado de trabalho com o passar do tempo. Se o Brasil crescer 6% ao ano, até 2020, a contratação de engenheiros capacitados nas áreas de petróleo e gás, construção civil, mineração, biotecnologia e metrologia ficará mais difícil e mais cara. A conclusão é do estudo Radar nº 12 – Mão de obra e crescimento, divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O fenômeno pode ocorrer devido aos altos índices de desvio de função registrados nessas áreas. A pesquisa aponta que, entre os graduados, apenas 38% atuam na especialidade para a qual se formaram. Considerada apenas a necessidade para o setor de petróleo e gás, que será o de maior crescimento (de 13% a 19%, segundo o Ipea), há vagas para as mais diversas funções, também em níveis médio e técnico. Segundo a Petrobras, existem hoje mais de 175 especialidades diferentes de atuação, desde a extração até o refino do combustível. As oportunidades são para cidades ou estados que têm atividade in loco — como Rio de Janeiro, Pernambuco, Manaus e Maranhão — e exigem conhecimentos bem específicos, como soldar um tubo de condução de petróleo, montar andaimes e operar escavadeiras. Em alguns casos, é necessário ficar longe da família e exercer funções em lugares remotos. Tantas dificuldades são compensadas nos bons salários. Um iniciante de nível médio/técnico, por exemplo, ganha R$ 1,7 mil, enquanto o de nível superior recebe cerca de R$ 2,7 mil. Um profissional mais experiente, com diploma técnico, embolsa

Thiago já faz uma pós-graduação em gerenciamento de projetos e não descarta a possibilidade de migrar para o serviço mais específico em plataformas no mar ou em terra. é possível incluir o currículo em um banco de talentos. A demanda é tão grande e a mão de obra tão escassa que o governo deu início.com. Depois de concluir o curso em um dos 80 parceiros do programa. Aqui. quem quiser ingressar nesse mercado precisa iniciar a qualificação agora. com produtos derivados e consultorias a empresas em todo o país. “O setor de energia é muito abrangente. alerta a gerente-executiva do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Segundo previsto em acordo coletivo das categorias. em 2003. Ascensão Embora a produção do pré-sal já tenha sido iniciada em alguns campos com teste de longa duração e projetos pilotos instalados. Pensando no crescimento. na maioria dos casos. Primeiro é preciso ser auxiliar de sondador. a ascensão é mais rápida e o plano de carreira é diferenciado. lançada em edital no site www. Foi na Petrobras que descobri o quão interessante e promissora pode ser a área do petróleo”. 25 anos. temos uma nova formação”. projeta o engenheiro mecânico da Petrobras. Um caminho comum mesmo no setor público.prominp. queria trabalhar com aviação civil. Thiago Carneiro Campelo. A vaga para a qual concorri exigia apenas a graduação em engenharia. Por isso. Um dos fatores que mais influenciam na mudança de cargos e crescimento dentro das empresas é a experiência. Hoje. Depois. procurado pelas mais diversas empresas. Mesmo com o regime de confinamento. . Já os trabalhadores seniores. “Os cursos nos dão um bom parâmetro. exemplifica a analista de RH da Queiroz Galvão. ainda estava na universidade quando decidiu prestar um concurso para a Petrobras. observa. perfuradores e outros”. Eles são treinados recebendo uma bolsa que varia de R$ 300 a R$ 900”. podem ser formadas pessoas de todos os níveis.aproximadamente R$ 8 mil mensais. Aprovado em 14º lugar. Mesmo com sede em Brasília. Assim acontece com os torristas.br. Elas demonstram o interesse e fazemos um serviço de investimento a médio e longo prazo”. Na capacitação. são 20 dias de folga. Eles já chegam com alguma experiência e isso é muito positivo. quero investir também em capacitação para essa especialidade”. por exemplo. o engenheiro trabalha na ponta da comercialização da empresa. contratamos as pessoas para ensiná-las na prática. ele viaja com frequência para atender os clientes. “Nas plataformas. dependendo da atividade e do regime seguido pela empresa. em 2008. “Quando estava estudando. afirma. até 2014 a meta é aumentar a produção e o investimento em mão de obra. “Por meio do Plano Nacional de Qualificação Profissional. inclusive engenheiros que queiram se especializar em áreas específicas. como o Senai. no ano seguinte foi convocado. quem trabalha em plataformas deve ter disponibilidade para ficar 15 dias confinado no mar ou em terra. ao Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás (Prominp). Mas. analista de Recursos Humanos da Queiroz Galvão Óleo e Gás. Mônica Côrtes de Domenico. relata Cristiane Mendes. graduados e com especializações têm salários de R$ 20 mil ou mais. Ninguém começa sendo logo sondador (operador de guinchos de sondas de perfuração e outros instrumentos). os interessados podem participar de uma seleção. “É preciso galgar funções.

passou em uma seleção de trainee e ingressou em uma empresa de sabão em Luziânia (GO). apenas para a exploração da camada do pré-sal. Os profissionais seniores são especialistas e têm salários altíssimos. Por isso. “Os alunos aprendem muito sobre essa área de petróleo. “Quando cheguei. diesel. cozinheiro e taifeiro.Por isso. Há três anos. e aproveitar os cursos e oportunidades da região. Produção acelerada A meta de produção de barris de petróleo do Brasil. Álvaro Martins.br SAIBA MAIS Formação no DF Em Brasília. mecânico. refinaria. É um mercado de trabalho muito amplo e eles terão uma noção de todas as áreas. Esse treinamento faz a diferença no crescimento e na melhoria de salário. Depois de escolher os melhores recém-graduados. usou essa possibilidade como trampolim. As inscrições vão até 6 de junho no site www.com.transpetro. até 2014. Aliás. esse número sobe para 1. como as renováveis e não renováveis. uma boa forma de ingressar em empresas privadas é ficar atento às seleções para trainee (veja matéria na página 3). ressalta o coordenador do curso de engenharia de energia na UnB/Gama. com 386 vagas para auxiliar de saúde. a formação tem matérias específicas e abrangentes para uma forte formação química. a Universidade de Brasília (UnB) criou a formação em engenharia de energia. Ele já sabia que de lá queria saltar para a área de petróleo e gás. A mais recente seleção aberta direcionada ao setor é a da Transpetro. ressalta Álvaro. como transformar petróleo em gasolina. consegui emprego em uma empresa de plataformas. 26 anos. nessa área os anos de trabalho são essenciais para o crescimento. Quero chegar lá”. essencial nos dias atuais”. afirma Cristiane Mendes. A experiência que tive em Goiás contou muito para o que faço hoje.078 milhão barris/dia. sua cidade natal. Oferecer todo um preparo e depois perdê-los para o mercado seria burrice. até 2013. é de 241 mil por dia. por exemplo. Em 2020. as empresas os fazem passar pelos mais diversos setores até aprender o que precisam para serem efetivados. inclusive sobre a preservação do meio ambiente. moço de máquinas. segundo a Petrobras. Só para a empresa. além de 800 mil empregos indiretos. está previsto um aumento de quantitativo de pessoal por meio de concurso público de 6 mil pessoas. a cada dia as organizações fazem mais programas de retenção de talentos”. moço de convés. Manuel Barcelos. eletricista. além dos cursos de engenharia comuns. Ficou quase um ano na indústria e decidiu voltar ao Rio de Janeiro. . “Não treinamos as pessoas em vão. Logo após se formar. Com uma visão ampla para atender os mercados das mais diversas formas de geração de energia. as capacitações estão nas formações de nível superior.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful