You are on page 1of 2

CF! – Curso de Física – www.cursodefisica.com.

br
O desafio de aprender nunca se acaba! – Anderson Josias dos Santos

ITA – Num experimento, foi de 5,0.10 3 m/s a velocidade de um elétron, medida com a
precisão de 0,003%. Calcule a incerteza na determinação da posição do elétron,
sendo conhecidos: massa do elétron m e = 9,1.10-31 kg e constante de Planck reduzida
h = 1,1.10-34 Js .

Resolução

Olá, pessoal!
Estamos aqui com mais um exercício, hoje estreando o tópico de Física Moderna.
Espero que este exercício seja de bom proveito para todos. Se você já sabe, pratique
mais... Nunca é demais! Se ainda não sabe, aproveite pra aprender!
Vamos lá!

Como é de conhecimento prático de todos nós, sempre que fazemos alguma medida
ela é afetada por erros. Simplesmente pelo fato de interagirmos de alguma forma com
o sistema, alteramos o resultado de nossa medição.
De acordo com os princípios da Física Clássica, poderíamos aperfeiçoar
gradativamente nosso instrumentos de medição, gerando medições cada vez mais
precisas, quase exatas.

Isto não acontece na Física Quântica!!!!!!

Imaginemos que possamos observar um elétron através de um microscópio ultra-


avançado. Com o simples ato de focalizar o elétron, já mudamos sua velocidade e
consequentemente a sua posição. Por que??
Ora, ao mirarmos o elétron com um feixe de luz, ao menos um fóton (partícula de luz)
deverá colidir com ele, refletindo então para dentro do microscópio e chegando aos
nossos olhos. Uma parte da quantidade de movimento do fóton é transferida para o
elétron mudando toda a situação em que se encontrava.

Esta situação de interferência no resultado é inevitável.

Para a felicidade de toda a comunidade científica, em 1927, um físico alemão, Werner


Heisenberg, enunciou o Princípio da Incerteza:

“É fisicamente impossível medir simultaneamente a posição exata e o momento


exato de uma partícula.”

Quanto mais certeza da posição de uma partícula, mais incerteza teremos sobre o seu
momento e vice-versa.

Em forma matemática, podemos escrever:

h
∆x.∆p x ≥ , sendo ∆x a incerteza na medida da posição da partícula e ∆p x a
2
incerteza na medida do seu momento.

Que tal colocarmos “este monte de coisas loucas” em prática?

Vamos analisar os dados fornecidos pelo exercício:

www.cursodefisica.com.br – O Portal da Física na Internet


CF! – Curso de Física – www.cursodefisica.com.br
O desafio de aprender nunca se acaba! – Anderson Josias dos Santos

v = v x = 5,0.103 m/s : velocidade da partícula


0,003
0,003% = = 0,00003 = 3.10 −5 : precisão na medida da velocidade da partícula
100
m e = 9,1.10 −31 kg : massa do elétron
h = 1,1.10 −34 Js : constante reduzida de Planck

h
Segundo a forma matemática do Princípio da Incerteza: ∆x.∆p x ≥
2
Importante percebermos que: ∆p x = m e ∆v x = m e v x .3.10 , onde ∆v x é a incerteza na
−5

medida da velocidade, ou seja, a incerteza na medida do momento é conseqüência da


incerteza na medida da velocidade.

h h
∆x.m e v x .3.10 -5 ≥ ⇒ ∆x ≥
2 2.m e .v x .3.10 -5

Agora, substituindo os dados fornecidos pelo exercício, temos:


h 1,1.10 −34
∆x ≥ ⇒ ∆x ≥
2.m e .v x 2.9,1.10 −31.5,0.103.3.10 −5

Calculando tudo com muita calma de físico, temos: ∆x ≥ 0,0004 m ou ∆x ≥ 0,4 mm

Finalmente, depois de um pouco de paciência, encontramos a resposta para o nosso


exercício modelo.

Verifiquei este exercício sendo resolvido por quatro grandes Cursos Pré-vestibulares,
três dos quais são os maiores do país.

Apenas dois acertaram o resultado, mostrando o alto grau de complexidade para o


exercício.

Isto tudo é apenas uma fração ínfima do Princípio da Incerteza de Heisenberg.


Voltaremos a este tópico brevemente.

Pra terminar, um pouco de humor...

Você sabe por que Heisenberg nunca teve filhos?


R: Porque quando ele acertava o momento, errava a posição, e quando
acertava a posição, errava o momento!!!

É só isso por hoje pessoal.

Saudações quânticas a todos.

O importante é que o desafio de aprender... nunca se acaba!

www.cursodefisica.com.br – O Portal da Física na Internet