TERMODINÂMICA

Jorge Martins - UM

aula 7

fechados . . 1ª Lei . W [ s ] ≡ [W ] [ s ] ≡ [W ] .1ª Lei .potência trabalho . m .sistemas abertos • o ponto significa "por unidade de tempo" fronteira do sistema & m − caudal ⎡kg ⎤ ⎢ s⎥ ⎣ ⎦ & Q − potência térmica J .sistemas abertos • nomenclatura (sist.sist.abertos): – – – – massa .potência mecânica calor .caudal energia . m . Q & W − potência mecânica J .potência térmica – regime permanente – estado estacionário .

sistemas abertos • num sistema aberto com uma entrada e uma saída • Equação da continuidade: v1 v2 ρ1 ⋅ A1 ⋅ v1 = ρ 2 ⋅ A2 ⋅ v2 . .sistemas abertos • Escoamento através de uma superfície plana (com velocidade uniforme e perpendicular à superfície) dV = A ⋅ dx = A ⋅ v ⋅ dt & m = dm v = dx dt v A dx dV=A. 1ª Lei .dx dV dt dm ρ= dV & m= dm ρ ⋅ dV ρ ⋅ A ⋅ v ⋅ dt = ρ ⋅ A⋅v = = dt dt dt .1ª Lei .

interna + en.interna + en.escoamento) ve vs & & & & & & & & Q + W + m ue + 1 2 m ve2 + m g ze − m u s + 1 2 m vs2 + m g z s + δW ( ) ( ) ( dt ) escoamento =0 .cinética + en.cinética + en. trabalho de escoamento Balanço de energia Energia que sai = Energia que entra (en.mecânica) (en.potencial) (trab.térmica + pot.1ª Lei .escoamento) Fe=pedAe Fs=psdAs Δxs Δxe (δWesc )e = ∫ Fe dxe = pe dAe Δxe dVe = Δxe dAe = dmeυ e Δxe = dmeυ e dAe (δWesc )e = dme pe υe . .mecânica+trab.sistemas abertos Balanço de energia Energia que sai = Energia que entra (pot.térmica + pot.potencial) (pot.

sistemas abertos ) ( ( 1 ) 2 & & me ve2 + me g ze − ) ( 1 2 & & ms vs2 + ms g z s = 0 ) & & & & & Q + W = m( hs − he ) + 1 2 m vs2 − ve2 + mg ( z s − ze ) ⎛ ⎞ vs2 − ve2 & & & Q + W = m⎜ Δh + + g Δz ⎟ ⎜ ⎟ 2 ⎝ ⎠ ( ) vs2 − ve2 q + w = Δh + + g Δz 2 .trabalho de escoamento como (δWesc )e = dme pe υe (δWesc )s = dms ps υ s (δWesc ) = dme pe υe − dms ps υ s esc na saída fica e no global e (δW dt ) & & = me pe υe − ms ps υ s . . & & & & & & & & & & Q + W + me ue + 1 2 me ve2 + me g ze − ms u s + 1 2 ms vs2 + ms g z s + (me pe υ e − ms ps υ s ) = 0 & & & & & & & & Q + W + me ( ue + pe υ e ) − ms ( u s + ps υ s ) + ( 1 2 me ve + me g ze ) − ( 1 2 ms vs + ms g z s ) = 0 & & & & Q + W + me he − ms hs + ( 1ª Lei .

Q é a potência térmica de perdas 2 2 2 2 & +W = m ⎛ Δh+ vs −ve + g Δz⎞ +m ⎛ Δh+ vs −ve + g Δz⎞ & &⎜ ⎟ & 2⎜ ⎟ Q 1⎜ ⎟ ⎜ ⎟ 2 2 =0 =0 =0 ⎠ =0 =0 ⎠ ⎝ ⎝ m2 h2s m1 h1e p1e = p1s m1 h1s p2 s = p2 e . 1ª Lei . Q m2 h2e & & & Q = m1 (h1s − h1e ) + m2 (h2 s − h2 e ) . .1ª Lei . evaporador e condensador m he m hs Q p2 = p1 2 2 & + W = m⎛ Δh + vs − ve + g Δz ⎞ & &⎜ ⎟ Q ⎜ ⎟ 2 =0 =0 ⎠ =0 ⎝ & & Q = m Δh .sistemas abertos • Exemplos: Permutador de calor Como há 2 entradas e 2 saídas terá que se aplicar a equação da 1ª Lei aos 2 caudais.sistemas abertos • Exemplos: Caldeira.

sistemas abertos • Exemplos: m2e h2e m1e h1e m4s h4s Tanque misturador como há várias entradas e uma saída terá que se aplicar a equação da 1ª Lei aos caudais de entrada e de saída. Q é a potência térmica e perdas. . 1ª Lei . Q m3e h3e ⎞ ⎛ ⎞ v v & & &⎛ &⎜ Q +W = ms ⎜ hs + + g zs ⎟ − ∑ me ⎜ he + + g ze ⎟ ⎜ ⎟ ⎟ 2 2 =0 ⎝ ⎠ entradas ⎝ ⎠ 2 s 2 e p1e = p2 e = p3e = p4 s & & Q = ms hs − entradas & ∑m e he .1ª Lei .sistemas abertos • Exemplos: m hs m he W Turbina Compressor turbinas e compressores m he W m hs 2 2 & + W = m⎛ Δh + vs − ve + g Δz ⎞ & &⎜ ⎟ Q ⎜ ⎟ 2 =0 =0 ⎠ =0 ⎝ & & W = m Δh . .

1ª Lei .1ª Lei .sistemas abertos • Exemplos: válvula de laminagem ou estrangulamento m h m h 2 2 & + W = m⎛ Δh + vs − ve + g Δz ⎞ & &⎜ ⎟ Q ⎜ ⎟ =0 =0 2=0 =0 ⎠ ⎝ Δh = 0 ⇒ hs = he . .sistemas abertos • Exemplos: tubeiras e difusores ve he difusor vs hs ve he vs hs Tubeira ⎞ v −v & & = &⎛ Q + W=0 m⎜ Δh + + g Δz ⎟ ⎜ ⎟ =0 2 =0 ⎠ ⎝ 2 s 2 e vs2 − ve2 he − hs = 2 .

40 3 1 & m = 2kg / s p1 = 20 bar câmara de combustão & Q = 1100kW 2 p3 = 2 bar turbina T3 = 180º C . Mar=28.00 bar e 180ºC.9 & m = 2kg / s υ1= p1=20 bar T1= p=Cte υ2= p2=20 bar T2= Q=0 pυ γ = Cte υ3= =0.652 p3=2 bar T3=180ºC . O ar assim aquecido entra numa turbina adiabática e isentrópica.p=2 bar. saindo a 2. R=8314 J/(kmol. a) Desenhe o diagrama da instalação e determine a pressão. .PROBLEMA Um caudal de 2 kg/s de ar a 20 bar entra numa câmara de combustão onde se lhe fornece a potência térmica de 1100 kW. a temperatura e o volume específico em cada estado. γar=1.652 m kg p3 M 2 × 105 × 28. b) Calcule a potência da turbina.K). resolução • Ponto 3 . T=180ºC R • gás ideal: pυ = T M υ3 = 3 R T3 8314 × (180 + 273) = = 0.9 kg/kmol.

resolução • Ponto 1 .652⎜ ⎟ ⎝ 20 ⎠ 1 1.0464 p1 M 20 ×105 × 28.K ) ⎨ ⎪c = γ c = 1.125 × 28.4 − 1) = 719 J / (kg.p=20 bar • transformação adiabática: pυ = Cte ⇒ p2υ 2 = p3υ3 γ γ γ ⎛p ⎞ ⇒ υ 2 = υ3 ⎜ 3 ⎟ ⎜p ⎟ ⎝ 2⎠ 1 γ ⎛ 2 ⎞ = 0.652 p3=2 bar T3=180ºC .9 T2 = = = 869 K = 596º C R 8314 & m = 2kg / s υ1= p1=20 bar T1= p=Cte υ2=0.9 & m = 2kg / s υ1= =0.7 + 273.2 = 1007 J / (kg.7ºC υ2=0.p=20 bar .126 = p2=20 bar =596ºC T2= Q=0 pυ γ = Cte υ3=0. .15) = = 0.resolução • Ponto 2 .4 × 719.K ) v ⎩ p & Q 1100 ×103 & & Q12 = m c p (T2 − T1 ) ⇒ T1 = T2 − 12 = 596 − = 49. Q12=1100 kW R ⎧ ⎪c p − cv = M ⎧γ c − c = R ⎧(γ − 1)c = R ⎪ ⎪ v v ⎪ v M ⎨ M ⎨ ⎨ cp ⎪γ = ⎪c p = γ cv ⎪− ⎩ ⎩ ⎪ cv ⎩ R 8314 ⎧ ⎪cv = M (γ − 1) = 28.4 = 0.126 p2=20 bar T2=596ºC Q=0 pυ γ = Cte υ3=0.9(1.126 pυ = R T M p2υ 2 M 20 × 105 × 0.0464m3/kg p=Cte p1=20 bar T1= =49.7 º C & m cp 2 × 1007 pυ = R T M υ1 = R T1 8314 × (49.652 p3=2 bar T3=180ºC .

Um caudal de 3000 g/s de vapor de água a 200ºC e a 600 kPa entra na 1ª. à pressão de 0.652 p3=2 bar T3=180ºC . entrando na 2ª turbina.resolução • turbina & & & W23 = m (h3 − h2 ) = m c p (T3 − T2 ) = 2×1007 (180− 596 = −838kW ) × & m = 2kg / s = υ1=0.5 bar p4 = 0.126 p2=20 bar T2=596ºC Q=0 pυ γ = Cte υ3=0.15 bar turb. O vapor que sai da turbina entra num reaquecedor (tipo caldeira) onde lhe é fornecido 1040 kW de calor e sai a turbina 1. • b) Calcule a potência que a 2ª turbina fornece. PROBLEMA • 1.Uma unidade geradora de electricidade é constituída por 2 turbinas adiabáticas. • a) Desenhe o diagrama da instalação e determine a pressão. a temperatura e a entalpia.0464m3/kg p=Cte p1=20 bar = T1=49.2 vapor saturado turb. cuja potência útil é de 469 kW.50 bar. . da qual sai no estado de vapor saturado.150 bar.7ºC υ2=0.(isentrópica).1 & m = 3kg / s T1 = 200º C p1 = 600kPa & W = −469kW & Q = 1040kW . nota: as turbinas podem não ser isentrópicas 4 2 1 reaquecedor 3 p3 = 1. entropia e volume específicos em cada estado.

2234 v2=1159 .9662 v1=352.saturação: p=1. vapor sobreaquecido: p=6 Tsat=159ºC bar .5 bar h2=2693.7 s1=6.4 & m = 3kg / s vap.4ºC p2=1.4 & m 3 • Ponto 2 .tab. T1=200ºC p1=6 h1=2849. .saturação: p=6 bar • tab.7 s1=6.tab. h=2693.resolução • Ponto 1 .5 bar . resolução & W 469 & & W12 = m (h2 − h1 ) ⇒ h2 = h1 + 12 = 2850 − = 2693.4 s2=7.04 & W = −469kW T2=111. T=200ºC & m = 3kg / s T1=200ºC p1=6 h1=2849.04 .9662 v1=352.sat.

vapor sobreaquecido: p=1.2 s4=8. h=3040.7 s1=6. .15 bar h4=2599.0 p4=0.15 bar .4 .5 bar Q = 1040kW & h2=2693.4 • tab.sat.5 bar hv=2693.4 T4=54.1 interpolação & m = 3kg / s T1=200ºC p1=6 h1=2849.9662 v1=352.1 & m 3 • Ponto 3 .1 s3=8.saturação: p=1.00 v3=1705.04 & W = −469kW T2=111.5 bar Q = 1040kW & h2=2693.04 & W = −469kW T2=111.7 s1=6.4 + = 3040.tab.5 bar h3=3040.5 bar .saturação: p=0. .00 v3=1705.00 v4=10022. & m = 3kg / s T1=200ºC p1=6 h1=2849.1 s3=8.4 s2=7.4 s2=7. resolução • Ponto 4 .resolução & Q 1040 & & Q23 = m (h3 − h2 ) ⇒ h3 = h2 + 23 = 2693.2234 v2=1159 T3=283.4ºC p=Cte p2=1.8ºC p3=1.8ºC p3=1.1 vapor sat.2234 v2=1159 T3=283. vap.5 bar h3=3040.4ºC p=Cte p2=1.tab.9662 v1=352.

resolução potência da segunda turbina & & W34 = m (h4 − h3 ) = 3 × (2599.2 − 3040) = −1322. .4 kW .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful