Alexandre José Batista

Passo a Passo

WebSphere Message Broker

Fluxo como WebService

Alexandre José Batista
ajbatist@ibest.com.br

Criado em: 07/11/08

Página

1

de

38

Alexandre José Batista

Índice

1.

OBJETIVOS DO DOCUMENTO............................................................................................................ 4

2.

CRIANDO UM FLUXO NO WEBSPHERE MESSAGE BROKER. .................................................. 5
2.1 ABRIR O WEBSPHERE MESSAGE BROKER TOOLKIT ....................................................................................... 5
2.2 CRIANDO UM FLUXO ...................................................................................................................................... 6
2.2.1 – Passo 1 – Definindo um Message Flow Project.................................................................................. 6
2.2.2 – Passo 2 – Definindo um Message Flow .............................................................................................. 7
2.2.3 – Passo 3 – Definindo um Message Set Project ..................................................................................... 8
2.2.4 – Passo 4 – Importando arquivos XML.................................................................................................. 9
2.2.5 – Passo 5 – Gerar os arquivos XSD´s...................................................................................................11
2.2.6 – Passo 6 – Message Definition File.....................................................................................................13
2.2.7 – Passo 7 – Definindo os Nodes para o Message Flow ........................................................................16
2.2.8 – Passo 8 – Selecione os demais Nodes ................................................................................................18
2.2.9 – Passo 9 – Fazendo o mapeamento dos dados com o Node Mapping .................................................19
2.2.10 – Passo 10 – Message Category File ..................................................................................................22
2.2.11 – Passo 11 – Definindo o WSDL para o Fluxo ...................................................................................25
2.3 – DEPLOY DO FLUXO .....................................................................................................................................32
2.3.1 – Criar um Message Broker Archiver ...................................................................................................33
2.3.2 – Deploy do Arquivo BAR (Broker Archiver)........................................................................................35

3.

TESTANDO O FLUXO ...........................................................................................................................37

4.

REFERÊNCIAS .......................................................................................................................................38

Criado em: 07/11/08

Página

2

de

38

Alexandre José Batista

Índice de figura

Figura 1 – Escolha de Workspce ............................................................................................................ 5
Figura 2 – New Message Flow Project.................................................................................................... 6
Figura 3 – Criando um Message Flow .................................................................................................... 7
Figura 4 – Criando um Message Set Project .......................................................................................... 8
Figura 5 – Criando um Message Set....................................................................................................... 9
Figura 6 – Importando os arquivos XML de exemplo. ............................................................................ 9
Figura 7 – Gerar XML Schema ............................................................................................................. 11
Figura 7.1 – Arquivo ClienteIN.xsd........................................................................................................ 12
Figura 7.2 – Arquivos XML´s e XSD´s .................................................................................................. 13
Figura 8 – Message Definition File........................................................................................................ 13
Figura 8.1 – Arquivo XML schema file .................................................................................................. 14
Figura 8.2 – Global Elements ................................................................................................................ 15
Figura 9 – Node http Input..................................................................................................................... 16
Figura 9.1 – Http Input Properties ......................................................................................................... 17
Figura 10 – Nodes SOAPExtract, Mapping e http Reply ...................................................................... 18
Figura 11 – Mapping Node .................................................................................................................... 19
Figura 11.1 – Mensage Source e Target............................................................................................... 20
Figura 11.2 – Tela de Mapeamento dos Campos ................................................................................. 21
Figura 12 – Message Category File ...................................................................................................... 22
Figura 12.1 – Categoria tipo WSDL (Request e Response) ................................................................. 22
Figura 12.2 – Nome do arquivo de Categoria ....................................................................................... 23
Figura 12.3 – Definindo a entrada (Input) e saída (Output) .................................................................. 24
Figura 13 – WSDL Definition ................................................................................................................. 25
Figura 13.1 – WSDL Definition from Message Set ............................................................................... 26
Figura 13.2 – Formato do WSDL - Simples .......................................................................................... 27
Figura 13.3 – O Estilo do WSDL é “document” ..................................................................................... 28
Figura 13.4 – Selecione o arquivo de Categoria para o WSDL ............................................................ 29
Figura 13.5 – Formato do Binding é SOAP/http.................................................................................... 30
Figura 13.6 – Port Address do Fluxo..................................................................................................... 31
Figura 13.7 – Arquivo WSDL Gerado.................................................................................................... 32
Figura 14 – Broker Administration......................................................................................................... 32
Figura 15 – Message Broker Archiver ................................................................................................... 33
Figura 15.1 – Colocando arquivos no Broker Archiver ......................................................................... 34
Figura 16 – Deploy do Arquivo BAR ..................................................................................................... 35
Figura 16.1 – Deploy no Execution Group ............................................................................................ 36

Criado em: 07/11/08

Página

3

de

38

Alexandre José Batista

1. OBJETIVOS DO DOCUMENTO
Esse documento tem como objetivo ajudar o manuseio da ferramenta
IBM WebSphere Message Broker .
Uma das finalidades desse documento e fazer que os novos integrantes
e estudantes de integração tenha uma noção sobre os recursos do
software e uma “rápida” apredizagem sobre a ferramenta.

Criado em: 07/11/08

Página

4

de

38

Alexandre José Batista

2. CRIANDO UM FLUXO NO WEBSPHERE MESSAGE
BROKER.
Websphere Message Broker Toolkit é um IDE poderoso para desenvolver
fluxos e roteamento de mensagens.
Neste exemplo, nós aprenderemos como construir e testar um fluxo acessado
via Web.

2.1 ABRIR O WEBSPHERE MESSAGE BROKER TOOLKIT
Click em Iniciar  Programas  IBM Websphere  WebSphere Message
Broker 6.0.2 ou clique diretamente no ícone que se encontra no desktop.
Quando abrir Workspace conforme a tela abaixo, coloque o nome sugerido
”Fluxo_WS”.

Figura 1 – Escolha de Workspce

Criado em: 07/11/08

Página

5

de

38

Alexandre José Batista

2.2 CRIANDO UM FLUXO
2.2.1 – PASSO 1 – DEFININDO UM MESSAGE FLOW PROJECT

Clique na área do Resource Navigator e com o botão do mouse direito crie um
Message Flow Project.

Coloque o nome do projeto e clique no botão finish.

Figura 2 – New Message Flow Project

Criado em: 07/11/08

Página

6

de

38

Alexandre José Batista

2.2.2 – PASSO 2 – DEFININDO UM MESSAGE FLOW

Novamente com o botão do mouse direito crie um Message Flow coloque o nome
sugerido.

Coloque o nome do Message Flow e clique no botão finish.

Figura 3 – Criando um Message Flow

Criado em: 07/11/08

Página

7

de

38

Alexandre José Batista

2.2.3 – PASSO 3 – DEFININDO UM MESSAGE SET PROJECT

Agora vamos criar um Message Set Project conforme figura abaixo.

Coloque o nome do Message Set Project e clique no botão Next.

Figura 4 – Criando um Message Set Project

Criado em: 07/11/08

Página

8

de

38

Alexandre José Batista

Coloque o nome do Message Set, faça um check no campo “Use namespaces” e
clique no botão Next.

Figura 5 – Criando um Message Set

Selecione o formato “XML Wire Format Name” e clique no botão finish.
2.2.4 – PASSO 4 – IMPORTANDO ARQUIVOS XML

Depois de criar os objetos vamos importar os arquivos XML´s de exemplo.

Figura 6 – Importando os arquivos XML de exemplo.
Criado em: 07/11/08

Página

9

de

38

Alexandre José Batista

O conteúdo dos arquivos são :
ClienteIN.xml
<?xml version="1.0" encoding="iso-8859-1"?>
<fl_in:ClienteIN xmlns:fl_in="http://Fluxo_WS/in">
<Dados>
<CodigoCliente></CodigoCliente>
</Dados>
</fl_in:ClienteIN>

ClienteOUT.xml
<?xml version="1.0" encoding="iso-8859-1"?>
<fl_out:ClienteOUT xmlns:fl_out="http://Fluxo_WS/out">
<Dados>
<CodigoCliente></CodigoCliente>
<NomeCliente></NomeCliente>
<EmailCliente></EmailCliente>
<MsnCliente></MsnCliente>
</Dados>
</fl_out:ClienteOUT>

Estes arquivos servirão de base para o fluxo.

Criado em: 07/11/08

Página

10

de

38

Alexandre José Batista

2.2.5 – PASSO 5 – GERAR OS ARQUIVOS XSD´S

Agora vamos gerar os arquivos XSD’s que é a estrutura do arquivo XML.

Figura 7 – Gerar XML Schema

Criado em: 07/11/08

Página

11

de

38

Alexandre José Batista

Coloque o nome do arquivo com o valor “ClienteIN.xsd” e clique em finish.

Figura 7.1 – Arquivo ClienteIN.xsd

Criado em: 07/11/08

Página

12

de

38

Alexandre José Batista

Fazer o procedimento para os dois arquivos, após a execução dos procedimentos,
vai ficar como a figura abaixo.

Figura 7.2 – Arquivos XML´s e XSD´s

2.2.6 – PASSO 6 – MESSAGE DEFINITION FILE.

Para que o fluxo funcione vamos criar um Message Definition File para os XSD’s
criados do tipo XML Schema File.

Figura 8 – Message Definition File

Criado em: 07/11/08

Página

13

de

38

Alexandre José Batista

Selecione a opção “XML schema file” e clique em Next.

Figura 8.1 – Arquivo XML schema file

Criado em: 07/11/08

Página

14

de

38

Alexandre José Batista

Selecione todas as tag’s e clique em Next e depois em finish.

Figura 8.2 – Global Elements

Repita o procedimento de criação do Message Definition File para o arquivo
ClienteOUT.xsd.

Criado em: 07/11/08

Página

15

de

38

Alexandre José Batista

2.2.7 – PASSO 7 – DEFININDO OS NODES PARA O MESSAGE FLOW

Agora volte ao Message Flow e selecione o Node HttpInput.

Clique com o botão do mouse direito em propriedade.

Figura 9 – Node http Input

Criado em: 07/11/08

Página

16

de

38

Alexandre José Batista

Coloque o endereço da URL desejada e clique em Apply.

Clique no link “Default” do lado direito e selecione o Message Set de Entrada, digite
“Envelope”, no campo Message Type e clique em OK.

Figura 9.1 – Http Input Properties

Criado em: 07/11/08

Página

17

de

38

Alexandre José Batista

2.2.8 – PASSO 8 – SELECIONE OS DEMAIS NODES

Agora selecione os Nodes (SOAPExtract, Mapping e HttpRequest) para completar o
fluxo.

Figura 10 – Nodes SOAPExtract, Mapping e http Reply

Criado em: 07/11/08

Página

18

de

38

Alexandre José Batista

2.2.9 – PASSO 9 – FAZENDO O MAPEAMENTO DOS DADOS COM O NODE MAPPING

Com o botão do mouse direito em Mapping clique em “Open Map”.

Clique em Next até aparecer a tela de mapeamento.

Figura 11 – Mapping Node

Clique em Next e depois em Finish.

Criado em: 07/11/08

Página

19

de

38

Alexandre José Batista

A próxima tela fica como a Figura 11.1

Figura 11.1 – Mensage Source e Target

Criado em: 07/11/08

Página

20

de

38

Alexandre José Batista

Vai aparecer a tela como a Figura 11.2, que é a tela de Mapeamento dos campos.

Arraste o campo código do Cliente do lado esquerdo para o campo Código do
Cliente do lado Direito, logo em seguida preencha os demais campos com os
valores desejados.

Figura 11.2 – Tela de Mapeamento dos Campos

Criado em: 07/11/08

Página

21

de

38

Alexandre José Batista

2.2.10 – PASSO 10 – MESSAGE CATEGORY FILE

Agora vamos criar um Message Category File utilizado para criar o arquivo WSDL.

Figura 12 – Message Category File

Clique em Next.

Figura 12.1 – Categoria tipo WSDL (Request e Response)
Criado em: 07/11/08

Página

22

de

38

Alexandre José Batista

Coloque o nome “CatFileFluxoWS” e clique em Next.

Figura 12.2 – Nome do arquivo de Categoria

Criado em: 07/11/08

Página

23

de

38

Alexandre José Batista

Selecione os tipos de dado ClienteIN e ClienteOUT, altere o campo Kind do
ClienteOUT para “output” e clique em finish.

Figura 12.3 – Definindo a entrada (Input) e saída (Output)

Criado em: 07/11/08

Página

24

de

38

Alexandre José Batista

2.2.11 – PASSO 11 – DEFININDO O WSDL PARA O FLUXO

Agora vamos criar um arquivo WSDL para o Fluxo.

Figura 13 – WSDL Definition

Criado em: 07/11/08

Página

25

de

38

Alexandre José Batista

Selecione o Fluxo e clique em Next.

Figura 13.1 – WSDL Definition from Message Set

Criado em: 07/11/08

Página

26

de

38

Alexandre José Batista

Deixe o formato como “single” e clique em Next.

Figura 13.2 – Formato do WSDL - Simples

Criado em: 07/11/08

Página

27

de

38

Alexandre José Batista

Na próxima tela deixe tudo como está e clique em Next.

Figura 13.3 – O Estilo do WSDL é “document”

Criado em: 07/11/08

Página

28

de

38

Alexandre José Batista

Selecione o arquivo de Categoria e clique em Next.

Figura 13.4 – Selecione o arquivo de Categoria para o WSDL

Criado em: 07/11/08

Página

29

de

38

Alexandre José Batista

Selecione “SOAP/HTTP” e clique em Next.

Figura 13.5 – Formato do Binding é SOAP/http

Criado em: 07/11/08

Página

30

de

38

Alexandre José Batista

Altere o valor do campo “Port Address” para “HTTP://localhost:7080/Fluxo_WS e
clique em finish.

Figura 13.6 – Port Address do Fluxo

Criado em: 07/11/08

Página

31

de

38

Alexandre José Batista

Pronto o arquivo WSDL foi gerado.

Figura 13.7 – Arquivo WSDL Gerado

2.3 – DEPLOY DO FLUXO

Agora mude para a perspectiva de administração do Broker, nesta perspectiva você
tem todos os elementos necessários para fazer o deploy.
Não vamos discorrer sobre como conectar ao Configuration Manager, estamos
partindo do fato de esta configuração já esteja em perfeito funcionamento.

Figura 14 – Broker Administration

Criado em: 07/11/08

Página

32

de

38

Alexandre José Batista

2.3.1 – CRIAR UM MESSAGE BROKER ARCHIVER

Vamos criar um Message Broker Archiver com o nome “Fluxo_WS” e clique em OK .

Figura 15 – Message Broker Archiver

Criado em: 07/11/08

Página

33

de

38

Alexandre José Batista

Clique no botão “+” para adicionar os arquivos ao BAR.

Selecione os arquivos e clique em OK e depois Salve.

Figura 15.1 – Colocando arquivos no Broker Archiver
Criado em: 07/11/08

Página

34

de

38

Alexandre José Batista

2.3.2 – DEPLOY DO ARQUIVO BAR (BROKER ARCHIVER)

Com o arquivo BAR pronto, agora vamos fazer o deploy.

Figura 16 – Deploy do Arquivo BAR

Criado em: 07/11/08

Página

35

de

38

Alexandre José Batista

Escolha o Execution Group “default” e clique em OK.

Figura 16.1 – Deploy no Execution Group

Pronto o deploy foi realizado com Sucesso.

Criado em: 07/11/08

Página

36

de

38

Alexandre José Batista

3. TESTANDO O FLUXO
Para verificar se nosso fluxo está funcionando vamos utilizar o Software SoapUI que
você pode baixar no link (www.soapui.org) .

Pronto você acaba de fazer um fluxo no Message Broker e acessa-lo por Web
Service.

Criado em: 07/11/08

Página

37

de

38

Alexandre José Batista

4. REFERÊNCIAS
[IBM 08] – www.ibm.com/software/integration/wbimessagebroker (30/10/2008)
[SOAPUI] – www.soapui.org (07/11/2008)

Criado em: 07/11/08

Página

38

de

38

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful