You are on page 1of 7

Acordes de Apoio para Mo Esquerda

As estruturas de apoio so assim chamadas porque servem de sustentao para as melodias e improvisaes da mo direita. Elas formam o som bsico tanto do jazz contemporneo quanto da MPB. E ser construda sobre a progresso II V I, uma das progresses bsicas mais importantes de toda harmonia. Estas estruturas so formadas acrescentando-se 9s, 11s e 13s s qualidades bsicas dos acordes. Estas formas sero divididas em forma A e Forma B. A diviso necessria para que as estruturas se mantenham sempre ao redor do D Central. A Forma A constituda assim: ACORDE II - b3, 5, b7, 9 ACORDE V - b7, 9, 3, 13 ACORDE I - 3, 5, 6, 9 Dm9 = F, A, C, E G13 = F, A, B, E C69 = E, G, A, D Tonalidade de D Maior

A Forma A deve ser aprendida nas tonalidades de D, Rb, R, MIb, MI, F. importante observar que nestas estruturas as tnicas so omitidas. Estas deveriam ser executadas pelo contrabaixista se estivssemos tocando em grupo. A Forma B construda assim: ACORDE II - b7, 9, b3, 5 ACORDE V - 3, 13, b7, 9 ACORDE I - 6, 9, 3, 5 Abm9 = Gb, Bb, Cb, Eb Db13 = F, Bb, Cb, Eb Gb69 = Eb, Ab, Bb, Db Tonalidade de Solb Maior

Observando-se as duas formas, notaremos que a Forma B nada mais que uma permutao da Forma A. Por exemplo, se usssemos a Forma A com o Acorde Abm9, teramos a seguinte construo: b3, 5, b7, 9 ou Cb, Eb, Gb, Bb. A forma B apenas transferiu o Cb e Eb uma oitava acima resultando em Gb, Bb, Cb, Eb. O termo PERMUTAO foi usando em lugar de INVERSO porque a tnica dos acordes se encontram ausentes. No exemplo abaixo temos a Forma A j transposta para todas as tonalidades.

Por: Aurlio Rodrigues Oliveira

No Exemplo abaixo temos a Forma B j transposta para todas as tonalidades.

Por: Aurlio Rodrigues Oliveira

Por: Aurlio Rodrigues Oliveira

A melhor maneira de se praticar estes acordes, toc-los na mo direita enquanto tocando a tnicas na esquerda. Aps algum tempo, os acordes deveriam ser executados somente na mo esquerda sem as tnicas. A seguir exemplificamos as mesmas estruturas agora nas tonalidades menores. A Forma A construda assim: ACORDE II - b3, b5, b7, T ACORDE V - b7, b9, 3, b13 ACORDE I - b3, 5, 6, 9 Dm7b5 = F, Ab, C, D Tonalidade de D Menor

G7b9b13 = F, Ab, B, Eb Cm69 = Eb, G, A, D

A Forma B construda assim: ACORDE II - b7, T, b3, b5 ACORDE V - b3, b13, b7, b9 ACORDE I - 6, 9, b3, 5 Abm7b5 = Gb, Ab, Cb, D Db7b9b13 = F, A, Cb, D Gbm6 = Eb, Ab, A, Db Tonalidade de Solb Menor

As estruturas nas tonalidades menores devem ser praticadas da mesma forma que nas tonalidades maiores. No exemplo abaixo temos a forma A j transposta todas as tonalidades:

Por: Aurlio Rodrigues Oliveira

No exemplo seguinte temos a Forma B j transposta para todas as tonalidades:

Por: Aurlio Rodrigues Oliveira

Por: Aurlio Rodrigues Oliveira