Manual Completo de

ABERTURAS DE XADREZ

-- -

-

- -- - - - - -

Biblioteca "ESPORTES E JOGOS" -5-

Volnme~ pl1blicarlm,:

1. Partidas Selecionadas de Xadrez 2. lJianual Completo de Jogos de Cartas 3. Auentura do Xadrez 4. Divertimentos jfatenultir08

-

V. V. Smys]ov

-- E. Cl1lbertson -- Erlward Lasker l\Iartin Garrlner Fred Reinfeld

5. Ataque e Contra-ataque no, Xadrez -

Manual Completo de ABERTURAS DE XADREZ FREDREINFELD Tradução de A. SÃO PAULO -- -- -- . TOURINHO 16!! EDiÇÃO IBRASA INSTITUIÇÃO BRASILEIRA DE DIFUSÃO CULTURALLTDA.

.São Paulo . 1957 by STERLING PUBLISHING CO.SA. INC.br \'V'\'V'\V:IBRA. 365/367 Fone/Fax: (Oxx11)3107-4100/3107-3513 CEP: 01327-000 . Rua 13 de j\faio.SP ibrasa@ibrasa.Direitos desta edição reservados à IBRASA INSTITUIÇÃO BRASILEIRA DE DIFUSÃO CULTURALLTDA. C O 1\ L B R IMPRESSO NO BRASIL - PRIN1ED IN BRAZIL Impresso em 2003 Título do original norte-americano: Complete Book of Chess Openings Copyright 1956. Este livro combinao The Seventh Book of Chesse The Eighth Book Df Chess de Fred Reinfeld .com.

fNDICE Introdução 9 Anotação de Xadrez 13 Partida do Centro 14 Gambito Danês 16 Abertura do Bispo 18 Gambito Vienense 20 Gambito do rei 22 Gambito do Rei Recusado 28 Contragambito Falkbeer 30 Contragambito Greco 32 Defesa Philidor 34 Defesa Petroff 36 Gambito Escocês 38 Abertura Ponziani 40 Defesa Húngara 42 Giuoco Piano 44 Gambito Evans 50 Defesa dos Dois Cavalos 52 Partida dos Quatro Cavalos (Inclusive a Partida dos Três Cavalos) 56 Ruy Lopez 60 Defesa Francesa 70 Defesa Siciliana 79 Defesa Caro-Kann 86 Defesa Alekine 90 Contragambito do Centro 93 Defesa Nimzovich 95 Defesa Iugoslava 97 As Aberturas do Peão-Dama 99 Gambito da Dama 101 Gambito da Dama Recusado 103 Defesa Eslava 119 Contragambito Albin 128 .

Abertura Inglesa 177 Abertura Bird 180 .--- - .Gambito da Dama Aceito 129 Miscelânea de Aberturas do Duplo Avanço do PeãoDama 132 Defesa Nimzoíndia 136 Defesa índia da Dama 148 Defesa índia do Rei 151 Defesa Gruenfeld 158 Contragambito Blumenfeld 162 Defesa Budapeste 163 Contragambito Benoni 166 Defesa Holandesa 167 Miscelânea de Aberturas Cerradas 171 Abertura Reti 172 Sistema Catalão 175.

constituírem as aber- turas a base indispensável que permite o encaminhamento seguro do curso posterior das partidas. partindo do ponto de vista de que é de orientação que o jogador médio mais necessita. torna-se mister conhecer as melhores linhas de jogo na abertura. - 9 . ao passo que uma abertura incorreta poderá fazer ruir planos elaborados desde o. O presente manual se propõe seguir um método diferente. início.INTRODUÇAO É ponto pacífico entre enxadristas. Conseqüentemente. Os manuais que tratam das aberturas contêm milhares de alternativas que se subdividem em milhares de seguimentos e observações. Assim aquelas que <> leitor encontrará as linhas mais definitivas melhor revelam o espírito da variante adotada. Uma abertura correta deve proporcionar uma partida promissora. Muitos estudiosos desanimam e abandonam o estudo. porém a concretização dessa necessidade não é coisa simples. julgando-se incapazes de dominar as aberturas. que o torna mais fácil. Este livro contém um sumário conciso do que se pretende em cada abertura e seus objetivos perfeitamente atualizados.

Apesar de serem muito.P4R. no Contragambito Albin. Nelas se estabelece o clima ideal para o jogador posicional. Isto significa que o contato tático entre as forças adversárias se desenvolve lentamente. Por que essa atitude? As aberturas do Peão-Dama . aquelas em que a 1.Este método prático reúne duas vantagens: conduz ao conhecimento é à familiaridade das aberturas básicas e ao mesmo tempo dá ao 'leitor uma série de indicações para que ele possa concretizar seu desejo de realizar experiências. P4D . as negras respondem com um lance assimétrico qualquer. Também nas Defesas Nimzoíndia e Gruenfeld a vitória normalmente pertence ao jogador mais agressivo). isto é. o ataque e o contra-ataque têm lugar desde os primeiros lances. 10 . Também constitui o livro um repertório útil de pronta referência. O estudo das linhas do Peão-Dama constitui um dos recursos mais valiosos para o desenvolvimento da habilidade pessoal.conhecimentos especializados. isto é. para quando o leitor necessitar de algum esclarecimento sobre determinada abertura ou quando desejar refrescar ou avivar seus . . . É possível que estas linhas de jogo não sejam do agrado do jogador médio porque exigem previsão e planejamento a longo prazo.são aquelas em que a partida se inicia com 1. por exemplo. populares entre os mestres há mais de sessenta anos. As páginas 70-97 contêm as aberturas do Avanço Simples do Peão-Rei.são aberturas "cerradas". Esta protelação dá lugar a que se processem inúmeras manobras e que a luta corpo-a-corpo seja retardada (devemos destacar algumas exceções. P4R. As páginas 14-69 tratam das aberturas do Avanço Duplo do Peão-Rei. continuam sendo temidas pelos jogadores comuns que as enfrentam com tradicional horror. P4R e as negras replicam igualmente 1. aberturas em que as' brancas iniciam o jogo com 1.

. 11 -- - . de cada variante são cuidadosamente explanadas. Este assunto é importante porque. os temas-guias do meio-jogo nã:o mais constituirão mistério. e ao contrário. As mais remotas possibilidades. Na última parte deste manual o leitor encontrará diversas aberturas que escapam ao título "Aberturas do Peão-Dama" mas que se tornam indispensáveis para completar o estudo sobre todas as aberturas. Jogadores de qualquer força se sentem encorajados quando transpõem em boas condições a fMe da abertura. perturbam-se quando a concluem com jogo inferior. aquele que as conhecer e manejar com tirocínio levará sem dúvida vantagem indiscutível.o presente manual foi escrito tendo como escopo liberar o jogador médio desse sentimento de receio. As idéias que norteiam as melhores variantes em cada caso e as melhores tendências para o meio-jogo são devidamente estudadas. o que se aconselha como objetivo para cada parceiro. -- . como muitos jogadores temem as aberturas do Peão-Dama. Assim o leito~ saberá o que procurar..

.

C Bispo .D Torre .P Captura . todas as casas do tabuleiro de xadrez são numeradas de ambos os lados do quadro.!! ótimo lance . As casas são designadas também pela inicial da peça que ocupa a coluna.T Cavalo . Xeque duplo .X Lance mau .B Peão .+ Xeque descoberto . I NEGRAS BRANCAS Rei - R Dama .?? Xeque .? Lance muito mau .e.p.ANOTACAO XADREZ DE Como está indicado no diagrama abaixo.! Muito bom lance . Relação das principais abreviaturas usadas no jogo de xadrez.-+-dpl En passant .!!! 13 . Bom lance . por exemplo: 1TR das brancas corresponde a 8TR das negras.-+-desc.

PxP. 6.C3BD) O ganho de tempo capacita as negras a adiantarem-se no desenvolvimento. 4.D3R C3B Um interessante exemplo das dificuldades das brancas. 8.. C4R. B5C+. DxC e a partida está mais livre para as negras. 7. 5. B2D.0-0-0 TIR 14 .P4R NEGRAS P4R 3. 6. . 7.B2D o-o 7. D3C??. branca. BRANCAS 2. 8. B4B. nasce. BxP+!! e as negras ganham a dama com um duplo de cavalo. 6. As da iniciativa no terceiro lance. P4D. CxC..P4D C3BD NEGRAS PxP 1. C3BD B5C Outro caminho seria 5 B2R. B4B !. B3C. P3BD?. CxP. Não é recomendada para BRANCAS o da dama não recomenda negras podem apoderar-se contra-atacando a dama as brancas.PARTIDA DO CENTRO prematuro desenvolvimento esta abertura para as brancas. de: 5.DxP 1 (Posição após 3.

13.B4B. TIR BxB. TxB. 15.TxP??. P3D. B3D.2. C3B. BxB. . as negras respondem 8. 18. (Posição após 7. DxD+. Se as brancas efetuam agora 8. Isto explica o sacrifício de peão das brancas no próximo lànce: 8. (Tinham ainda uma linha mais complicada 12 C5D !.CxC CxP TxC 10.P3BD. então.C3B.. D3R.PxB. as negras podem ganhar um peão por meio de 8. P3D!.BxP.BxC. C3T D3T+!.D4B. 12. 9.BxC! ganhando). . . I1.C4TD!. . TxP com final ganho. B4B. 15 .RIC.BxC. Mas.D3C !? 9. 11. 10.B3R. 12... B4B com 8. T5C. CxP (não 9. 9. 13 . graças aos 4 peões pela peça).. 14.BxP?. PxD. 19. 14.. 17. B3D D3B! 13.B3D. P4D! com bela iniciativa. T5CR. B3R. B2B.C5C. DxP+. . Se 11. 16. as brancas ficariam com ataque promissor após 10. . BxP!.TIR) o melhor para brancasserá 8. B4BR 11. . 12..D3C 011 8. Outrossim. . P3D As negras têm um peão a mais e jogo seguro.DxB. . DxD e ganham.

GAMBITO DAN~S

Este pronunciado esforço para desencadear o ataque ao preço de dois peões pode permitir às brancas uma ação ofensiva fortíssiID;a, se as negras não se defenderem corretamente. Contudo, como veremos, as negras dispõem de muitos seguimentos satisfatórios. Conseqüentemente, o Danês deve ser reservado apenas contra adversários de menor força.
BRANCAS NEGRAS BRANCAS NEGRAS

1.P4R

P4R 3.P3BD

2.P4D

PxP

3
(Posição após 3.P3BD)
Aqui o mais simples para as negras será 3... .P4D!; 4.PRxP, C3BR; 5.P4BD, P4B (ou mesmo 5... .P3B/) com partida excelente.

3... .

PxP

4. B4BD

Se as brancas decidirem sacrificar apenas um peão com 4.CxP, as negras estarão em segurança após 4... .P3D; 5. B4BD, C3BD. As negras não precisam temer 6. D3C, devido a 6. . . .C4R !
Algo mais incomodativo para elas seria 6 . C3B, B3R ! ;

7. BxB, PxB; 8. D3C, DIB; 9. C5CR, CID; 10. P4B, B2R; 16

-------

11.0-0, BxC; 12.PxB, C2R; 13.B3R, C2B; 14. T2B, O-O; 15. TD1BR,C3C! As negras ainda se encontram em situação um tanto desconfortável, porém o peão a mais fala a seu favor.

4... .

PxP

5. BxPC

Posição clássica do Gambito Danês. Mesmo simplificando e devolvendo o peão as negras não conseguem uma posição segura: 5. . . .P4D; 6. BxPD; C3BR; 7. BxP+!, RxB; 8. DxD, B5C+; 9. D2D, BxD+; 10. CxB. P4B; 11. CR3B, B3R; 12. C5C+, R2R; 13. CxB, RxC; 14. P4B. As brancas rocarão para o lado da dama e avançarão sua formidável massa de peões do flanco-rei. A situação das negras é difícil.

5... .
6. C3BD

P3BD! P3D

7.C3B 8.0-0

C2D C4B

4
(Posição após 8... .C4B)
A posição das negras, embora um pouco amarrada, é inexpugnável. Após . . . .B3R elas podem melhorar seu desenvolvimento e seus dois peões extras justificam suas pretensões de ganho.

17

ABERTURA DO BISPO

Esta abertura é considerada inferior porque as ne&,ras se apoderam da iniciativa jogando 2. . . .C3BR, contra-atacando. As negras devem estar atentas para certas t1'ansposições que conduzem a outras linhas de jogo, nem sempre favoráveis.
BRANCAS l.P4R NEGRAS P4R BRAl\'CAS 2.B4B NEGRAS C3BR

5
(Posição após 2 C3BR)
O despretensioso segundo lance das branças permite ao adversário passar à ofensiva. As brancas podem experimentar 3. C3BD, entrando no Gambito Vienense, pág. 14.

3.P3D

P3B

Continuando em sua atitude agressiva e preparando ... .P4D. (Se 3... .B4B; 4.P4B transpõem para o Gambito do Rei Recusado, pág. 22. As brancas deviam manter a iniciativa com 4. P4B, mas a isso seguir-se-ia 4 PxP; 5.BxP, P4D!; 6.PxP, CxP com belo jogo para as negras. Se 4. D2R as negras conseguem um esplêndido ataque a custo de um peão: 4... .B2R; 5.P4B, P4D!; 6.PRxP (6. PBxP, CxP! também é bom para as negras), PRxP; 18

- -

PxP.PxP. .P3B 8. não poderem interpor 7.C5R l1.bém mais promissora. .B5CD com excelente jogo .P3D? 5. 13 P4C 14. DxP C5R PxP A posição das Mgras é mais agressiva.BxC. 10. 19 . . B5CD. 11. . 8.P4BR.P4D 10.B4TR Não 13. DxC. 6 7.B3CD. 11.B2BR 15. e tam. .CxC.7.PSD. 13.PxP PxP 6. P3TR!. 4.PxP?. . D2D e agora as negras têm 10. O-O.as negras escapam da cravação com 12. . ..P3B Após 12. BxP. . . .B3C) A sutilezado ioga das negrasprovém do fato de as brancas ap6s 6 BSC + . D5T+ etc.ou 10. 14. .0-0-0. O-O.B4TR. . 12. C5CR! e as negras estão com poderoso jogo. C5D. PxC 12. C3B? devido o 7. 14.CR2R. C3BD.B3C 6 (Posição após 6. D2B! ]2 P3TR 13.C3BR P4D! As negras ficam com posição insuportável após 4. DxB. .B5C B5C+! B3D B3R 9. CxP. BxC. P3TD. 12. . . P4CR!. 13. P4CD. P4TD! com ataque ganhador. 14.. PxB. 9.CxC P5R C3B Se 11.

É muito viva a luta pelo controle do centro.P4B 4.P3C.DxP. 8. As brancas não podem capturar duas vezes em sua casa 4R.PxP e.CrC?.D3B.C3BR.C3B 6.) B2R O-O 7. B4BR!). sem deixarem urna peça. A posição é de igualdade. C3BD CxP!? NEGRAS C3BR --------- . P4R Variante 3.PxC. 8.B3D P4BR! 8. P4B BRANCAS NEGRAS P4R l. . 6. 7. crC. BxP! Se agora 9. D5R + com final favorável para as negras. (b) 1. C3BD. O-O.D3D. Variante 3.GAMBITO VIENENSE Corno na Partida do Bispo.!.P4R C3BR 2. as brancas deixam urna oportunidade ao adversário para contra-atacar com 2. . . 7. C3BD (a) BRANCAS 3. . 5.C3B e as negras mantêm igualdade material. Esta abertura sempre leva a um jogo interessante devido ao agudo choque de idéias.B4B NEGRAS P4R 3.PCrC. PBxP NEGRAS P4D CxP 7 (Posição após 4 CxP) Se agora 5.B4B 20 BRANCAS BRANCAS 2.B5C (não 6. P41. D5T +. p. C5D.

.. 4. Uma coisa é certa: os repetidos lances da.PTxC. C5D. CxB. Após 1l. C5D. C4TD. . B3C. P5R com jogo ganho para as negras. mas agora as brancas novamente ameaçam mate.CxT P3C 8 (Posição após 10 P3C) Apesar de todas as analises iá realizadas.D5T Com ameaças de mate. 12. dama branca acarretam perigoso retardo em seu desenvolvimento. B2CD. CxB. Uma alternativa calma e 'satisfatória é 3 C3B.C2R!.P4D! etc. esta posição continua ainda muito pouco esclarecida.P4TR. 12. após I1.D3B P4B RID 9. forçando as negras a perderem a qualidade. CxC é bom para as negras (4. B5C etc. o pacífico 4. D3B. as brancas ganham devido a sua vantage. 5.B3C C3B 4 C3D Também bom.D3B.. Assim. D3T. 14. 4. 14. P5B! (impede B5C) as negras têm poderoso ataque pela sua inferioridade material. 15.Leva a uma partida viva e escorregadia. 6. material. BxD. 13.D5D 6. 8. CxC!. se 13.P3D..) 5. CxP+ 10. B2D. Por outro lado. C5C !? P3CR D2R 7. B2CD.m. P3D. 21 . B3TR.

9. (*) Também conhecida por Defesa Clássica. mas após 5. Mais razoável.B4B As negras devem continuar com muita prudência. 6. caso das negras. mas as negras teriam boa réplica: 4 P5T forçando a retirada do cavalo. As brancas oferecem um peão no início da partida pretendendo montar um forte centro de peões e um ataque via coluna BR aberta. O super-ansioso P3BR ?? leva ao desastre após 5. P4BR 3. ...C3BR. 8. . (a) Gambito do cavalo-rei com.CxP (Gambito Allgaier). B4B. Se então 5.D5R mate. R2R. P4D!.GAMBITO DO REI Linha clássica de abertura.P4R NEGRAS P4R BRANCAS 2. PxC. . PxP. 7. que as deixa com inadequado material pelo cavalo após 6.P4D. BRANCAS 1. B2C. P4TR. 22 . . As brancas podem tentar romper a formação de peões do adversário com 4. C5R (Gambi to Kieseritzky) . 8. C4T! as negras ficam com excelente logo.C5C?!. R2R. R3D. . C4BR P4CR NEGRAS PxP A idéia das negras é manter o peão do gambito em 5BR. P4TR. . 4. 7. A superioridade em desenvolvimento geralmente permite um ataque decisivo no caso das brancas e uma defesa bem sucedida. do T. no. 6. . após 4. CxP !. N.P4CR(*) Constitui uma das mais anti~as e complicadas formas do Gambito do Rei.RxC.D5D+. P3TR e as brancas são obrigadas a jogar 6.D7B+.D5T+. P5C é 5.

8. B4B) As brancas alme. . abrindo a coluna BR para as brancas. . I32C 6.9 (Posição após 4. Então.0-0!?.. B6T! 23 .. . Naturalmente as negras não são forçadas a responder 8. .0-0 P3D 7. 8. enquanto as negras esperam manter seu peão de vantagem... Após 4. . DxP as brancas estão magmficamente desenvolvidas pela peça sacrificada. evitando esta azarada linha de jogo.P3B C3BD 10 (Posição após 7 C3BD) O sóbrio desenvolvimento das negras permite-lhes uma posição a toda a prova.P4D P3TR 5.P3CR Lógico: as brancas tentam quebrar a cadeia de peões do adversário. 4. após 6.P5C (muito apressado). 5. .. PxC chegamos ao famoso Gambito Muzio.am um rápido desenvolvimento.. As negras procedem corretamente.PxP.

C5C!) O avançado cavalo das negras está bem situado. . 24 --- - . RIB e as brancas estão bem.. P3D. B5T+ e o rei das brancas é obrigado a ocupar uma casa má. Por exemplo 6.P3TR?. 4.C3B. O jogo é complicado.P4D. .P5R C5C! 11 (Posição após 5..P4BR 1.. as negras ganham tempo para com~letal' seu desenvolvimento.. 7. NEGRAS NEGRAS BRANCAS BRANCAS PxP P4R 2.B5T+. P3D/. um lance de desenvolvimento é o melhor. . 9. P4D! com excelente jogo. P4D?.P4R 3. 5. (b) Gambito do Cavalo-Rei com 3. .B2R. 5.. Esta linha e a Variante (c) são favoritas dos jogadores modernos. As negras procuram o desenvolvimento com: 4. C3BD. apesar da perda do roque.com oportunidades iguais.B4B Como sempre..Atacando a torre. . C3BR Se agora. Se agora 4. . pois se 4. 8.. sendo mais simples e menos arriscadas que a Variante (a).R1B e as negras ganham. B5T +1. C3BR B2R Há muito mais coisas por detrás deste lance aparentemente inocente. 5.

peao . B3R e as negras têm belo jogo. P4BR 3. .PxP e. .P4D.P4D . B2R. 9. 12- .P4D 8. (c) Gambito do Cavalo-Rei com 3.D2R+.. ~ ~ n A n.- .BxC.. B3T! Ou 8. T1R+ C3BR C2R Se agora 8. .M.P4D) h .D2R crava a dama das negras. P4CR! e a posição das negras é boa. PxP..J~ (P OSlçao ~ . DxP e as negras têm bom desenvolvimento e nada a temer.i. PxP. pcns se entao 9.. 25 s rancas esperam g~n ar seu. 7. lO. 10. 7 ..i. .0-0. após 6. O-O. B3D.i. 9.PxP. D5R +. O-O C3BD Também serve 6 P3D.~ A b apos ~"Z. . 7. C3BR 4.de volta com 8.~ i'l:::S'I _~a~.6.B4B..P4R 2..D2R+.§ t Rft~ .CxC DxC 7.C3B CxP 6. BxP.P4D NEGRAS P4R PxP BRANCAS BRANCAS l. 11. As negras têm esplêndida posição e as brancas ainda têm o importante problema de recuperar o peão do gambito.. 7.p.IIA.PxP NEGRAS P4D C3BR As brancas podem agora procurar complicar com 5. mas as negras simplesmente responderiam 5 P3B com ótimo jogo. BxP 10.B5C+. PxB. P3TR P4D 9. li .<r.~~ ftR ~ ~Ju"'\. C4D! Por exemplo: 8..BxP. 5. B3D.

dispõem de um ataque ganhador! (d) Gambito do Bispo-Rei BRANCAS NEGRAS LP4R P4R 3. 12. 8. BxP 0-0-0 13 (Posição após 12. B5C +.T1R. TxB. 18.BxP??. B2R ! Este sólido lance de desenvolvimento indiretamente guarnece o peão do gambito.P4B D5R+ 9. B3B!. DxB. riante notável é: 13.BxB.B3R.D4T.7. . seguido de 12. Uma va. BxP!. 17.PxB.B4B BRANCAS 2. B5R! com esta 'possibilidade: 15. H. DxPBD! e embora as regras tenham uma torre a menos.B5C D4D! Prudentemente retiram a dama da coluna-rei aberta. . . Se agora B3R.DxP. 10 C3B! 11. . As negras escaparam incólumes e têm belo jogo.R2B B4BR 10.D8T+. .0-0-0) As negras têm belo jogo..etc. R2D. B3B . BxC. 16. devido à pressão que exercem sobre o fraco PD.BxC. 19.P5B Com a poderosa ameaça de 11. D5R+ ganha o bispo. 20.DxT. pois se 8.P4BR NEGRAS PxP 26 .

14
(Posição após 3. B4B)
Esta abertura está fora da moda porque as negras têm fácil resposta com C3BR e P4D.

3... .

C3BR!

4. C3BD

P3B!

Preparando o liberador P4D!. Se agora 5. P5R, P4D! com jogo agressivo para as regras. 5.D3B Inútil tentativa para deter o próximo lance das negras. Se 5.P4D, B5C!; 6.D3B, P4D!; 7.PxP, O-O! e as negras estão melhor desenvolvidas.

5... . 6.PxP

P4D! B3D

7.P3D 8.D2B

B5CR O-O

o indiscutível avanço em desenvolvimento concede às negras um jogo muito superior. Uma continuação plausível para ressaltar esta superioridade seria: 9.BxP T1R+ 12. CD2R CxP PxB 10.R1B P4CD 13. BxC P5C BxC+ 11. B3CD 14. D3C 15.CxB As negras ganham, ameaça. D3B! TxC! sua principal

sendo 16

A moral de todas estas variantes é que, se as negras conduzem cuidadosam~nte seu desenvolvimento e evitam 'mo.iores complicações, obtêm muito melhor jogo. 21

GAMBITO DO REI RECUSADO

Negando-se aceitar o gambito, as negras pretendem iludir as variantes adrede preparadas e evitar perigosos ataques. Em geral, o jogo nesta linha é menos crítico que no gambito aceito.

a

(a)
BRANCAS

Variante 4.B4B
NEGRAS P4R BRANCAS 2. P4BR NEGRAS B4B

l.P4R

o lance-chave de toda a posição. Se agora 3.PxP??, as negras têm cruciante resposta: 3 D5T + forçando xéque-mate ou ganhando a torre. 3. C3BR 4.B4B P3D C3BR 5.C3B 6.P3D C3B

15
(Posição após 6. P3D)
As negras podem experimentar a agressiva porém arriscada linha 6... .B5CR; 7.C4TD, BxC; 8.DxB, C5D; 9.D3Cl? com iogo altamente complicado. A seguinte variante é mais segura e mais simples:

6.. . .

B3R!

Partida igual. As negras nada têm a temer após 7. BxB, PxB; enquanto se .:r.B5C, P3TD; 8.BxC+, PxB; 9.P5B, BIB elas ficam com um bom par de bispos e o lance liberador ... .P4D.

28

--

(b)
'BRANCAS

Variante 4.P3B NEGRAS P4R B4B
BRANCAS

l.P4R 2.P4BR

3. C3BR 4.P3B

NEGRAS P3D

16
(Posição após 4.P3B)
As brancas esperam montar um forte centro de peões prosseguindo com P4D. As negras devem contra-atacar com precisão.

5. . . .

C3BR!

Melhor do que 4 B5CR; 5.PxP!, PxP; 6.D4T+!, B2D (forçado); 7.D2B e o jogo das brancas é mais livre. Da mesma forma, após 4 P4B; 5. PBxP, PDxP; 6.P4D!, PRxP; 7.B4BD!, C3BR; 8.P5R, C5R; 9.PxP, B5C +; 10.B2D +, BxB +; 11.CDxB, C3BD; 12.P5D, as negras têm Jogo muito difícil devido ao centro de peões muito forte das brancas. 5.PXP 6.P4D 7.PXP PxP PxP B3C! 8.P5R 9. B4BD 10.D3C C4D B3R
O-O

Jogo igual, em vista da forte posição do cavalo negro em J"D.Embora o centro de peões das brancas pareça formidó,. vel, poderá tornar-se débü mais tarde, face a um oportuno

....P3BR.

29

. . 6. 6. O-O.. . P4R NEGRAS P4R BRANCAS P4BR NEGRAS P4D 3. Nesta abertura. 5. As negras esperam utiliz4r seu PR como obstáculo ao desenvolvimento das brancas. 30 . É geralmente duvidoso que as negras possam apoderar-se da iniciativa nos primeiros lances. 4.P3D L:3BR Após 4 PxP.PxP. Se as brancas jogam 5. por exemplo. não nos parece justificável.DxP. sacrificarem um peão. 5. a idéia das negras de temporariamente.. BRANCAS 1.as negras não têm compensação pelo peão perdido.8. C2D as negras conseguem bom jogo com 5. CxP etc. B4BD. alguns casos. 7. e em. BxP.D2RI A cravação sobre o PR é muito eficaz. PRxP P5R 17 (Posição após 3. permanentemente. O-O.P5R) Esta é a posição que as negras procuravam com seu segundo lance. C3BR.CONTRAGAMBITO F ALKBEER Os contragambitos devem ser olhados com ceticismo.B2D. Daí a réplica das brancas.C3BD. .

aR . o peão extradas brancas constitui uma vantagem. ftli ..5..t. . ~ .C3BD DxP B5CD 9.DxD + 11 .. . . .DIA. . OSlçao apos 13 B3D) . .H .B2D 8. a 31 .. B3D 12.li.BxB BxC B5C 13.l. . .~.PxP! lO..~fm.BxP DxPR CxD T1C C3BD 7. R!. I As_negras não têm compensação pelo peao menos.ft 1 ..! ..118 mB A _ 2:i _ aR . 6. B5R . ..ft 1 ~ " R lE91 KW~ (P ..

Enfraquece a posição da rei e permite o ganho de tempo pelas brancas. . Daí a réplica das negras. Este contragambito é mais duvidoso. .P4D D3B P3D 5.P4R Eis outro contragambito um esforço prematuro para arrancar a iniciativa das mãos das brancas.P4BR) O avanço do PBR das negras é prematuro. . R2D. deve ser considerado suspeito.C4R-6D +. porque justamente é indicado de forma tola. . 3.C3BR. por meio de uma formillável ameaça. D5T + e se 4. 9. Como tal.. CxP. .C3B PxP D3C o astucioso 6. 4.. 8.CxP Ameaçando 4. CxPC.C7B!! 32 -- .P3CR. P4D.2.C4B 6. . . D3R. P3B não resolve devido a 7. como réplica ao mais forte lance de desenvolvimento das brancas NEGRAS P4R NEGRAS P4BR - BRANCAS 2. . BRANCAS 1.. 3. lO. . C3BR 19 (Posição após 2. 5.D2R.CONTRAGAMBITO GREGO .

D e são desfavoráveis as perspectivas de desenvolvimento das suas forças do f[anco-dama.10 (Posição após 6.B4B C3BR 8. .C3R B2R Após 8. deixa o jogo das negras desorganizado e débil seu peão-rei. .B4B P3B 10. . P5D seguido de 10. D4D. Sua dama estará ausente do flanco-dama e isto tem seus inconvenientes. 7. 9. . 9..P5D! Definitivamente as brancas têm melhor jogo devido ao seu superior desenvolvimento.D3C) As brancas estão bem maiS desenvolvidas e as forças negras estão fendidas.. O peão-rei das negras carece do natural apoio PJ.B3R.. 33 .

DEFESA PHlLIDOR

A passividade do segundo lance deixa as negras com jogo amarrado e partida defensiva. As brancas, têm a iniciativa e muito mais liberdade de ação, independentemente da forma de agir do adversário. (a) Variante 3... .PxP
NEGRAS P4R BRANCAS 2. C3BR NEGRAS P3D BRANCAS

1. P4R

o lance cara~terístico desta defesa. Observemos que ele veda o caminho do bispo-rei das negras. 3.P4D PxP As negras cedem o centro, dando às brancas a oportunidade para desenvolvel'em agressivaménte sua dama. 4.DxP! C3BD 7.C3B C3B 5.B5CD! B2D 8.B5C B2R

6.BxC

BxB

9 . 0-0-0

2.1
(Posição após 9.0-0-0) As brancas têm esplêndida iniciativa com marcante vantagem no desenvolvimento e muitas casas para suas peças.

(b)
BRANCAS

Variante 3... .C2D
NEGRAS P4R P3D BRANCAS 3.P4D 4.B4BD!
NEGRAS C2D

1. P4R 2. C3BR
34

Jogando 3. . . .C2D as negras apregoam a sua decisão de não abandonarem o centro como na variante anterior. Contudo, sua posição está muito restringi da.

22
(Posição após 4... .B4BD!)
As negras encontram dificuldades. Se agora 4... .B2R?; 5.PxPl, CxP; 6.CxC, PxC; 7.D5T, - ou 5... .PxP?; 6.D5D. Em ambos os casos as brancas ganham material.

4... . 5.C3B

P3BD B2R

6.0-0 7.P4TD!

CR3B

Evitando que as negras obtenham uma boa casa com ... .P4CD etc. As brancas têm melhor jogo devido à mobilidade de suas peças. Uma continuação seria 7... .D2B; 8.D2R, O-O; 9. B2T seguido de B3R e as brancas alardeiam uma situação muito mais livre.

35

DEFESA PETROFF

Superficialmente esta é uma defesa agressiva, pois as negras contra-atacam no segundo lance. Atualmente as brancas têm variantes simplificadoras que encaminham para o empate. Conseqüentemente, as negras devem evitar a Petroff, se pretendem ganhar. Por outro lado, se as brancas desejarem pronunciar sua iniciativa, as negras têm suficientes recursos para manter a posição.
BRANCAS 1.P4R NEGRAS P4R BRANCAS 2. C3BR NEGRAS C3BR

o lance-chave. Se agora 3. P4D, PxP!; 4. P5R, C5R; 5.DxP, P4D; 6.PxP e.p., CxPD com igualdade. 3.CxP

23
(Posição após 3. CxP)
Esta posição não é tão inocente como parece. Se agora 3. . . . CxP??; 4. D2R e as brancas forçam o ganho de algum material - por exemplo 4. .. .C3BR???; 5.C6B + desc.

3... .

P3D!

4. C3BR

CxP

Aqui as brancas têm uma linha descolorida que despoja a Petroff de sua agressividade: 5. D2R, D2R; 6. P3D, C3BR; 7. B5C etc. 5.P4D 36 P4D 6.B3D

- -

P5B! e o jogo das negras está amarrado. 1J. 37 ..T5R. . Uma continuação plausível seria 12. B2R 8.P4B 7.C3B etc.8.B3D) Momentaneamente parece que as brancas podem obter leve iniciativa 6. mas os bispos compensam com seu bom jogo... 00. P3BD. CxC.... Neste caso os peões do flanco-dama das negras estão fracos.DxC 11. 9.0-0 C3BD Novamente as brancas parecem ter melhores perspectivas. 16.PxP C5CD! CxB 10. 18. B3D. 7.4 (Posição após 6.PxP PxP. O-O. 9.P5D!.P4B!.. TIR DxP B4BR Jogo igual.0-0.DxC. D2D. 6.. P8BD. por exemplo 8. . . .. 15.. C3B. 8. 9.2.C8B.

. . ou ainda continuar com o próprio gambito jogando 5.B4B NEGRAS BRANCAS NEGRAS BRANCAS P4R C3BD 3..B3R 6. as brancas violam o princípio do rápido desenvolvimento. 5.P4R 2. A luta que se segue pelo controle das casas centrais é muito interessante e não apresenta maiores dificuldades para as negras. (a) l.B2R 10. 4 B4B 2S (Posição após 4. PxB. No lance 4. Após 4 C3B as brancas podem transpor para a Defesa dos Dois Cavalos com 5.CxB 9. P3B.. O-O P4D! O-o P3D B3R 38 -- -- . O-Oou 5. C3BR Variante 4. CxP. 46-48). 6. P5R (págs. Com isto obtêm um desenvolvimento ativo que parcialmente compensa o peão a menos.B4B) As negras desenvolvem-se atacando puro ganho de tempo. . C2D 8. as negras podem movimentar-se com ganho de tempo e assim garantir a igualdade. .C2B D3B CR2R BxB 11.F4D 4. CxP PxP Aqui uma possibilidade é 4.GAMBITO ESCOCES Com seus terceiro e quarto lances. P3BD 7. B4BD.

. C5C ou 8. A' posição das b"ancas é mais agressiva. B5CR 11.C5R. GxP: 1O.0-0 PxP O-O 10. .. 2.PxP) o método mais simples para as negras igualaremé 8. C3BD 6.P5R. D3B B3R B2R Jogo igual.. 9. 8. . (b) Variante 4.D2R +. as negras ficam cQm bo.pxD +.... 39 .CxC 7.C3B NEGRAS P4R C3BD PxP C3B BRANCAS BRANCAS l.P4D 4. .D2R... mas as negras têm ampl~s recursos. 9.m jogo com 8...CxP NEGRAS 5. fuD ete. C3BR 3.P4R 2. . A partida está perfeitamente equilibrada.o lance clássico que iguala..6 (Posiçáo'\apõs 8.B3D 8:PxP B5C PCxC P4D Após 8.

esperam as brancas por alguma outra continuação com 5. Se 5. CxP. BRANCAS 1.. P5R. P6R 1. . 8. CR2D. 6. . 7. P4R NEGRAS P4R BRANCAS 2. C4B. B3D 1. . DxP. 6.B2D as brancas devem prejudicar defi40 . 7. Assim procedendo. P5D.udica seu de8envolvimento e tira a melhor casa para o cavaw-dama. Em resumo. CxP em que as negras não obtêm boa posição. C3BR 3.PDxP.P3B C3Bl NEGRAS C3BD 2. PRxP. mesmo após 6 . DxPC as negras conseguem a iniciativa. na Abertura Ponziani o avanço se faz lentamente.C3B!) O terceiro lance das brancas pre. ClC. B2R. PxP. .7 (Posição após 3. 5. Desta forma as negras igualam sem dificuldades. 5.B5CDl Sabiamente as brancas jogam com prudência. que lhes dê melhores perspectivas de iniciativa..ABERTURA PONZIANI Enquanto no Gambito Escocês as brancas avançam rapidamente no centro para conseguirem seu controle. 4.P4D P4D! Muito melhor que 4 CxPR?. 6.

. mas a posição pode ser considerada igual. BxC etc.nitivamente 7. 6.. .D3R + + DxB DxP B2R As negras têm leve vantagem em desenvolvimento.CxP 7.PxP PRxP B2D CxC 8. a posição no fJanco dama das negras com 5. 41 .DxC lO.BxB 9.

P3D 5. Contudo.. 4. C3BR 3. 38-44).B4B B2R NEGRAS C3BD o último lance das negras caracteriza a defesa. C3B.B3D! As brancas devem impedir o único meio de as negras recuperarem sua liberdade de ação: P4BR. 8.P5D! o lance-chave do plano das brancas: as negras ficam permanentemente amarradas. o resultado é uma posição tolhida para elas. 7.C3BD.. 6. 6.DEFESA HÚNGARA As negras adotam esta defesa para fugirem ao Giuoco Piano ou Gambito Evans (págs.PxP a seqüência poderia ser 5.P3TR quando as negras ficam com posição amarrada que recorda a Defesa Philidor (pág. BRANCAS 1.P4B o-o - - --- - - -- . . .0-0. P3D.P4D! 28 (Posição após 4. 4..CxP.. . . 0-0. 28).. 42 C3BR 7. sendo por isso pouco recomendável.P4D!) Se as negras jogam 4.. ClC 6. .P4R NEGRAS P4R BRANCAS 2. . 5.

O-o C2B CRIR Ou 7. P4TD.P3TR. 10. de forma prejudicial como na linha do texto.C4B. B~R e a posição das negras está amontoada. 9.. O-O. 8. 43 .D2B! o jogo das brancas é muito superi01" A posição das negras S6 apresenta rest1ingida" de forma inconveniente. 10..C3B P3B C3T 12. .P3TR! 9. 11.CD2D.C3B.B2B.B3R 11 . 8.

B2D. . as negras têm resposta correta com 6 P4D ! 6.0-0 com igualdade. e na realidade o é.P4D. . 9. CD2R. (a) 1. As negras pretendem abandonar o centro com seu próximo lance. B4B.0-0. P5R. e prosseguem com 3.B4B 4. 8.P4D PxP 6. . PXP. . C3BR Variante NEGRAS C3B BRANCAS BRANCAS P4R C3BD 3. .CDxB. Desta forma levam o bispo-rei para urna diagonal agressiva e lutam por impedir o lance libertador . 10. 5.GIUOCO PIANO Esta é a primeira abertura em nosso repertório que se baseia em idéias estritamente lógicas. CRxP.PxP Note-se que embora pareça expressivo 6. 11. 44 -- - - -- . C3BR)...B5C +) O caminho simples e seguro nesta altura é 7.D3C. E continuam visando a estrutura de um forte centro de peões. As brancas buscam a iniciativa com seu segundo lance (2. As negras podem facilmente incorrer em falta. BxB +. Tudo isto transparece ótimo. B5C + 29 (Posição após 6.P3B NEGRAS B4B C3B O clássico lance de contra-ataque. se não conhecerem as linhas mais seguras. . . P4D!.P4R 2.

B5CR. P4D.B3T!! e ganham. D2R.T1R +. 10.CxC pode trazer complicações para as negras após 9.D4R com ataque ganhador). T1R + as negras podem resignar.B5C. . BxC. 11..C3B?! CxPR !? Outro caminho é 7. 9. 11. - . 8. TD1B. 9.11.D2R. 8. . D2D.PxB. 12. P3BR. 13.T5R..0-0. 10. RxB.PxC. 17. B2R . DxPD. 17.0-0) As negras devem proceder com muito cuidado. . Agora 8. C1CR.. . CxB. D4D. . 12. . B3R !. 16. DxC. 15. CRxP..P4D! e se 8. B3R. . 14. R2B! e as negras estão seguras após 17 TR1R e 18 R1C. 14. 13.P5R. Observe-se que o último lance das brancas constitui um valente esforço para criar perigosas complicações à custa de um peão ou mesmo de mais material. 15. após 10. 16. 12.. TD1R e as brancas recuperam a peça com vantagem.CxC.BxT??.. 7 .. . PxC (se 16. Outra linha perigosa para as negras é 8. C2R (se 11.P5D ganha uma peça).P5D etc.. . PxB.PxP. . 18. BxP?.A alternativa 6 B3C? deixa as negras com um jogo muito inferior após 7. CxB.0-0 30 (Posição após 8. BxC. Então. 45 -- - -.. D2B!. BxB. PxC. T1R. B3R?. 10. P3BR!. BDxB. C5C!.DxC..

Finalmente.B5C! e ganham. R1C. C2D. 16. CxD. BxT.C4Rl 9. Outra linha é: 10.. + B3R.R1D??.DxPC?. C4R! 11. D4D 10. Se agora 14.E se 10.T1R +. C2D.B6T +. 15..P4D. Se 14. com jogo ganho para as brancas. 12. .. 19. 17.3D?. DxC4B Não 12. CxC. CxC. . 15. 16. B4T.DxD.. 11.TxPD!! e ganham.. B2D. 18. 18. T5R! e as negras estão perdidas. 16. P3TD. ... P4BR 12.P3D... R1B..P5D 31 (Posição após 9. 12..TxC!.R1B??..P5D) Esta posiçãoé rica em complicações. 11. 14...CxC mate.T1B.D4T. por exemplo 16. D3B.B5C!. PxT. . . 13.T1R +. . 13.. 12.B5D... . P4B.. 46 P3D - - -- . C3D-5R. 15. .. 8. DxPC. 12.T1R D4T! e as negras perdem.PxB CxB Eis uma famosa cilada: 11 C5B . 15. B3C. . 13. . BxC! 9. D3B e as brancas não têm compensação pela perda da peça. 14. T5CR mate ou 17 P3D. P3B 11.O mais seguroparaas negrasé 9.. se 14 C3B-5R.

Elas podem continuar 12.P3D 47 .P4R P4R 2. çeiomuito amarrada para elas. C3BR P4R C3BD 5.B4B 4.As negras têm vantagem: sua posição é segurar e têm um peão a mais.C4B Indiscutivelmente.P3B B3C B4B D2R 32 (Posição após 5. as brancas têm jogo melho?' devido a sua liberdade de ação mais ampla.P3TR! 7.B3T com desconfortáveis possibilidades para as :n:egras. o-o 10. 6. :. 8.0-0 C3B 8.B4B B4B l. Assim as brancas fortalecem seu centro de peões e privam o bispo-dama das .TIR P3D Prevenindo a cravação B5C. .C3T! CID 11. Disto reStllta uma posi.P3D BRANCAS NEGRAS BRANCAS NEGRAS 3.. (b) Variante 4.P4R 2. .negras de sua melhor casa.P3CD! ameaçando 13.B3D! P3B B2B 9.D2R BRANCAS NEGRAS BRANCAS NEGRAS l..P4D 3. . . .B3C) As negras evitam trocar peões para proteger o centro. (c) Variante 4. C3BR C3BD 4.

PxP.Esta linha conduz a jogo calmo que deixa as negras com poucas preocupações. 10.D2D B3R 8. Contudo. P3TR (6. DxB. 8. 7.. não desejam jogar BxB. 1l.B3R Após 6. C3B 5. . abrindo a coluna para a torre-dama. B2T e o jogo das negras é levemente preferível devido aos seus dois bispos. pois a posição oferece poucas possibilidades de complicações. as negras voltam a enfrentar o mesmo problema. BxC.. D1D.C3B P3D 6. . Este raciocínio sobre as vantagens e os inconvenientes da troca dos bispos é característico desta variante.B3C) Esta é uma boa variante para fogadores inexperientes. para não abrir a coluna bispo-rei para as negras.C4TD é também jogável). 6 B3C Melhor do que 6 BxB. . 48 ---- . P4D. Isto é. agora que as brancas retiraram o B para 3C. 33 (Posição após 8. PxB que deixa as brancas com a coluna bispo-rei aberta. C5D. . . PxP.. Se as negras jogam 8. 9 P3B.B3C As brancas enfrentam problema idêntico ao que tiveram as negras no lance 6. P3T!.BxB. A conquista de uma coluna aberta é muitas vezes a imperceptível rota que conduz a uma forte iniciativa. PTxB. 4. 7.B5CR. 7. as brancas respondem 9..

a posição simétrica dos bispos e dos peões oferece poucas possibilidades para ambos os lados.Jogo igual. 49 .

P4CD) As brancas oferecem captura pode um peão.B3D Ou 7.CxC.. P4D. 8. 6. variantes preparadas do uma defesa simples. 50 PxP 8. ..P3B B2R! A defesa antiga 5.PxP. em que as brancas sacrificam um peão para obter linhas e ganho de tempo para montar um poderoso centro de peões. PxP.GAMBlTO EVANS o Evans é uma brilhante variante do Giuoco Piano. (a) BRANCAS Gambito Evans Aceito NEGRAS P4R C3BD BRANCAS 3. 9.P4D. . . C3BR 34 (Posição após 4. P4R 2. 6. O-O. agradável para as negras. P3D deixa as brancas com grande vantagem em desenvolvimento após 9. 7.P4D Guardando-se contra 7...PxP. B3C. DxP com jogo P4D C4TD! 7.B4B. BxPC 5. CxB. C3B..CxP.PxP ------------ . . 7. 8. mas sua muitas armadie analises engaenvolver lhas.B4B 4.P4CD NEGRAS B4B 1. D3C. As negras fazem bem escolhen- 4. nadoras.

C3B 10. 51 . B2R.P4TD (b) NEGRAS B4B E3C! 3S (Posição após 4.. 10. .Se agora 9.PxP.P4CD 2.P4R P4R 3. 6.D4T + + BxC CxB As negras têm jogo fácil após 13. devolvendo o 1Jeãodo gambito. 5. P4TD) Recusllndo a aceitação do gambito as negras obtêm segurança e posição satisfatórla. 00. D4T +. ObseTve-se que as negras se dão pressa em desenvolveT suas peças mesmo devolvendo o 1Jeãodo gambito.B3T. C3BR.O-O C5D! PxC C3B O-O Jogo igual. P3BD 12 . C3BR C3BD 5. 9.P5C 8.CxC 11.P3D. P3B e as negras estão em posição confortável.PxP. com estas possibilidades: 13. 16.. Assim evitam todas as complicaçõcs da cariante anterior.BxT 10. CxP e o peão extra das b'l"ancasnão tem valor prático. Gambito Evans Recusado BRANCAS BRANCAS NEGRAS I. PCxP.CxC 12.PxP P3TD P3D PxP TxT 9. P3B!. PxP.B2C 7.B5C. PCxP. P4D!.CxP PxP C3BR I1. 15. H.B4B 4. 14.

D4R..PxP PxP 8. . D2D! com notável vantagem em desenvolvimento contra as desorganizadas forças brancas. Esta defesa requer jogo empreendedor. 7.B2R Contra 8. P3TR.C"Pf. pois em muitas variantes prevê o sacrifício de um peão por parte das negras. D3B + R3R. . 8. PxP) O melhor para as negras é 5.PxB !. por exemplo 8.B5C+ Após 6. B5CR! etc.C5C NEGRAS C3B P4D 36 (Posição após 5. lO. B4BD.DEFESA DOS DOIS CAVALOS Esta é a linha de jogo preferida daqueles que desejam fugir do Giuoco Piano ou do Gambito Evans. P5R as negras têm a iniciativa pelo peão sacrificado. CR2D.. CD5C/.P4D. CxB. C3BR. pois se 6. R2Df e as negras estão seguras. 9. PxC. D3B as negras podem aventurar 8. P3D. . 6 P3B 7. 7.C3B. C3BR C3BD 5. 9. (a) Variante 4.P4R P4R 2. 52 --- - . 11.B4B 4. 5 C4TD 6.C5C BRANCAS NEGRAS 1. RxC.PxP BRANCAS 3. DxT. . D2R. 9. O-O. 10.CxPB? (Fegatelo). C3C. P3B.

6.BxP DxB 53 - -- .P4D BRANCAS 3.. (b) Variante 4. .C5R 1l. 6. cional da.P4D! BxC D5D + DxPR 37 (Posição após 15.TIR P4D 8. 9. P5R.P4R 2.'Jbrancas está bem definida: estão com a colu. onde os peões negros se encontram dissociados e o cavalo muito mal situado.P4BR! P3TR P5R B3D O-O. P4D pode conduzir (página 48).8. 12 . C3BR NEGRAS P4R C3BD B4B.P4D!) As brancas foram consideravelmente beneficiadas com a devolução do peão no lance 12. PxB 14.0-0 A alternativa 5 Ataque Max Lange CxP ao NEGRAS C3B PxP FRANCAS l.B4B 4. As brancas ficam com o melhor jogo se as negras retiram a dama ou tomam o peão "en passant". C3BR 10.na bispo-rei aberta. A vantagem posi.C3B 7. possuem dois bispos agressivos e maioria de peões no flanco dama.O-O! 13.P4D 5. RI T 15..

C5C 39 (Posição após 9. 8.38 (Posição após 8. TRIC..B4B 4.PxC 8. 54 . . 9. .. A con. PxC.0-0 6. 11 . 13.CxC D4TR B3R 10. 12.P5R 7. (c) BRANCAS Ataque Max Lange NEGRAS BRANCAS NEGRAS 1.TRr&D.CxB.- - .D5T + ganhandoo bispo.-- - . C3BR 8. TIR B4B P4D! PxB + As brancas devem jogar para a igualdade com 8. P4R 2. Cr&C. C5C) As brancas ameaçam 10...' TxC. B5C etc.DxD.P4D P4R C8BD C8B PxP 5. 9.C3B) As brancas fazem uso de uma dupla cravaçeio para recuperar o material sacrificado. B2R..tinuação poderia ser: 11.-- .B5C 11 . PxP. CxP B5CD As bmncas recuperam o peão com iQgo igual. 9.

P4CR 14..PxP D4R TR1C Nesta posiçãQ aberta as negras têm a iniciativa..C5C brancas recuperam a peça com ataque decisivo. 16. Por exemplo 15. . C3BD! D4B Se agora 11.9. 12. B5C!. . P6D! ete.. T2R. 12. RxC. + e as 11..B1BR. 13.B6T. CD4R 10.. ..CxPB!.C5CxB 0-0-0 PxC 13. 55 . D4D 11.

. 14. C3D. 9. 8.. 13. ' (a) Variante 6. CxP etc.. 56 - - ---- ---- .PARTIDA DOS QUATRO CAVALOS (incluindo a Partida dos Três Cavalos) Esta linha de jogo é geralmente indicada para o empate.PxB P3D 8. 6 BxC 7.B4B.C2R?. PDxB. C3BR 3.B5C 5.C3B Uma alternativa passiva de empate é 6.C4T. 10. . CxC. T1R C1D 40 (Posição após 9 C1D) As negras reorganizam suas peças para maior liberdade de manobra.P4R 2.BxC. As negras dispõem de caminhos para o equilíbrio e numerosas oportunidades para a efetivação de trocas simplificadoras. . 9..B5C D2R Após 8. 7. T1R. C3C. 12. P3B. BxC. B3C. PxB. portanto desaconselhável para as brancas se pretendem o ganho. 1l.BxC NEGRAS P4R C3BD C3B BRANCAS 4.P3D NEGRAS B5C O-O BRANCAS l. CxP. P4D. PCxB. 9. P4BR! as brancas têm decidida iniciativa. PTxC.0-0 6. BxC.

0-0 6. P3C D2B As negras têm leve vantagem devido a seu melhor dispositivo de peões. .B5C devidoa 8. 15. 12.10.CxC PxB C3C PTxC 1l..C2R cO::Jposição simétrica de empate. . . C5D intensificando a cravação do cavalo-rei negro. . . P5B!. .B5C C2R E não 7.BSD. possibilidade plausível seria 13. . BxP! e as negras recuperam a peça favoravelmente. 8. (b) Variante 6.BxC ~. . .P3D NEGRAS P4R C3BD C3B BRANCAS BRANCAS l. 13. H. .P4D C3R 11. B1BD P4B: As negras não receiam 12.P3D) As negras pretendem ficar com os dois bispos. C3BR .B5C 5.' 16. D2R.P5D.P4R 2..P4B 12. PxP.C2B! ganha uma peça. . PSTD. 7.RI T 13. . PxP. Uma. Se agora 7.PxC. as negras replicam 7.C3B 4.3.P3D NEGRAS B5C O-O P3D 41 (Posição após 6. CxP?? pois então 13. C4TR 10.P5B B4B + R2C 57 . . P4CD. C2R.

apesar da posição um pmtCo entravada.CxC 8. 7. C3BR CxB P3D DxP + 9. 8. 6.RIC! 11 .CxP BRANCAS 3. P4B. P3D G5C + RID D3B Após 12. C3B.B4B. U.CD4D.BD 5. P4D! as negras têm boas 1)1'0messas com seu pa1'de bispos e seu compacto centro de peões. .C5D :"JEGRAS P4R C3. C8B.C3B ILB5C ~mGRAS RRAX'CAS C3B C5D D2R 42 (Posição após 5 D2R) As negras violaram as regras do bom dcsenvoltimcnto. DxP +. DxD +. 9.P4R 2. o rei das negras esta inseguro e o dt!!senvolvimento Msorganizado. . mas como poderão ser punidas? Se 6. U. 10.R2B lO. C3BR Variante 4. .RxD. CxC. brancas nada conseguem. C3BR 3. '13 . (c) l. C~'B. C4D. D3C.P3B.P3TR.D2R.. P3TDf e as. P4R 2.C3B B5C NEGRAS C3BD 58 --- --- . (d) BRANCAS Partida dos Três Cavalos NEGRAS P4R BRANCAS 1.P4B! 7. .Após 13..R2T as brancas têm melhor jogo.

Se jogassem 3. Nenhum dos lados pode complicar demasiadamenle nesta descolorida posição. B5C) O último lance das negrâs é a chave desta abertura. .O-O PDxC O-O B3R Jogo igual. . P5R! com igualdade em qualquer caso. 59 .C3B entraría1TWs Partida dos Quatro Cana valas.C5D C3B 5. P4D..CxB CxC Se agora 6.. 4. .3 fPosição após 3. B2R 11 . PxP. 6.ou 6.CxC 10.CxP 7. P4D! .P'lD 8. B4B. P4D! 7.P3BD D2R CxPR C3BD 9.4. .

. B5C) As negras podem jogar 3. . . que dá maiores possibilidades de liberação. 3..BxC. recuperam o peão mediante 5. Expulsando o bispo com um eventual 60 .. esta representa o mais sério esforço das brancas para o controle da iniciativa. .CxP. . Existem muitas linhas de jogo em que as brancas exercem uma duradoura pressão sobre a posição contrária. P3TD Esta linha (conhecida como Defesa Morphy) é a melhor para as negras.B5C NEGRAS C3BD Este lance exerce inequivoca pressão sobre o jogo das negras.D4C ou .P4R 2. C3BR 3... (a) Defesa Morphy com 5.P3TD poís se 4. . 44 (Posição após 3. 5.B2R NEGRAS P4R BRANCAS BRANCAS l. Indubitavelmente a melhor defesa para as negras provém da exploração do Variante do Ponto Forte. Mais cedo ou mais tarde as brancas estarão ameaçando ganhar um peão com BxC seguido de CxP. .D5D. . ...RUY LOPEZ Entre todas as aberturas do Peão-Rei. PDxB.

C2R.CxD. seguido de. . TR1R. 10. P3D. T1R. 0-0-0.. . as brancas podem cair na cilada conhecida comoArca de Noé: 7. sem grandes promessas: 4.P4CD.B3R. 6. PxP.B2R) As brancas devem agora escolher entre a defesa do seu peão-rei e o avanço central P4D. O par de bispos deixa as negras com' excelente jogo. PxP. 9. PDxC. 11. P4B. .B4T C3B Bom lance de desenvolvimento que ganha tempo pelo ataque ao peão-rei branco. P4D.P5B ganhando o bisporei! 61 . 7.CxP. Se as brancas avançam 6.0-0 Momentaneamente as brancas podem deixar seu peão-rei.DxP..CxP??. C2D..P4CD. B2D. C3C.. . 5 B2R . podendo continuar 5. como na Variante (c).B3C.afastam a potencial ameaça de ganho de peão e buscam ampliar seu espaço de manobra. CxC. . . 10. . Após 7. .P4D.. 8. 5. T1R. a melhor réplica seria 6. DxC. pois elas também ameaçam o peão-rei das negras. .0-0-0. 9.. 45 (Posição após 5. BxC.. . Uma possibilidade aqui para as brancas seria a Variante das Trocas. 4. 8. . As negras também podem jogar 5. DxD.

P4D?(*) Nesse caso poderia seguir 9. O peão extra representa uma vantagem. 8. TxC.a posição é aproximadamente igual: as brancas estão melhor desenvolvidas mas as negras têm o par de bispos. 12. ...N. elàs ameaçam ganhar um peão com 7. 7.. 11.o-o . DxD. embora após 7.Em resposta a 6 PxP o melhor seguimento para as brancas é 7.T1R Este é o"lance usual. C3BR. 9..T1R). CxP.. D5T. Conseqüentemente. .. PxP. 6. 15. evita o prematuro contra-ataque 7. T1R.P3TR! (f) Constitui O temido ATAQUE MARSHALL. B3D. P3D. o mais seguro. Agora que as brancas protegeram seu peão-rei. .CxP.B3C P4CD P3D Expulsando o bispo para proteger o peão-rei.CxPR??.. as brancas podiam também defender seu peão com 6. P3C. 9. 14. . 8.. P4D seu jogo fique um pouco amarrado. 8. Então. 9. 62 . .C5R. D6T. C4B. P3BD. CxD.P3B.as brancas têm defesa satisfatória. . CxC (não 8. após 6. .. P3B. seguir-se-ia 7. DxPR. . 13. D5D. 10. após 7. . 10. do T. 6. 8. CxP. O-O. Então após 6. T1R e as brancas ganham uma peça. VoItando à posição do diagrama 45. P3Bo-o 9.O-O?. P4D!.P5R. CxP. . BxC e 8. 8.T4R! Embora as negras ainda tenham algumas possibilidades de ataque. D2R as negras jogam 6.DxC. CxC. BxC. CxP. . D2R. lI. PDxB.

P4TR 18. mas o jogo das negras é compacto e difícil de ser rompido. B2B D2B P4B 46 (Posição após 11. . P5D C1D . ]4. que permite às brancas colocarem seu CD magmficamente em 4B. as brancas privam o bispo-da~a de sua melhor casa. CD2D C3B Uma alternativa plausível é 12. . C1B P5C C1R 17.PxP. 9. 63 . Avançando seu peão-torre-rei. 12. P4TD.P5D.P3TD) espaço para amplo manolJ/'a de suas forçe.v. B6T P3C C2CR A posição é ap?'oximadamente igual.PBxP.P4B! 16.P3T... que permite a cravação 9. . Amnçando eb clama (começando elas estabeleceram ponos peões do lado com 3.. C5CD.. C4TD! 1l. P4D. O cavalo-dama das negras virá para a casa 4BD.Mais preciso que o imeclil\to 9.14. . 13. . .P4D ].. 15. 16.. C3T..0. mas as brancas têm jogo levemente mais livre..P4TD! T1C Mas não 14 P5C. C3B. As brancas têm mais eS}Jaçode manobra. .B1C. 13. 15.B5C.D2B) As negras e~1abeleceram um "forte to" em 4R.

.P3D NEGRAS P4R C3BD BRANCAS 3. . B5CR 8. PxC.. . Se agora 5.B5D.. P4D. C5C.0-0 P3CR P3B C3T! B2C 10. BxP. 8.B4T NEGRAS 1. P3B! forçando uma linha aberta que favorece às brancas. . B2D. CD2D 12. 9. P5R. 11. A aparente pressão das brancas é neutralizada pela sólida posição contrária.P4D 7.PxP 13.DxP??. B2R a sua posição é satisfatória. P4D. Agora 8. C3BR P3TD P3D 47 (Posição após 4 P3D) As negras retardam seu cavalo-rei porque pretendem uma variante em que esta peça pode ir a 2R ou 3T.. CxC. B3C.nte igual. P4BD. D5D. 6. as negras mantêm o centro com 6.. P4R 2. CxP. BxC +.P3B! e após 7. 64 -- . C3C. D6B +.P4D!. B3R. 9. P5B dá-nos uma outra versão da cilada Arca de Noé.C3B.P4B é prematuro: 6.B3R 9. 10. D5D. Outra possibilidade é 5. C2R. P4D. PxB. B5B C2B o-o PDxP TIR A posição. é satisfató~io para as brancas e 8. 9. P4CD. 8. . 6. podem também avançar o PBR.B3R. 5. .l'xP.P3TR 11.B5C 4.(b) BRANCAS Defesa Morphy com 4.é aproximadame. 7. D2D.P3B B2D Aqui 5. 6. 7.

P4BR. TrP.P4B. 1l. B5CR!. 14. P4C. C3BR 3.CrP. D2R. D3D.B2B. 6. C4D.P4B!.P4D! NEGRAS C3B CxP 48 (Posição após 6. BxP.. DrP.B2R) Aqui 9. CxB.B4BD concedeàs negrasum desenvolvimentoagressivo. PxB. 12. . 11.D3D. P4D. B"B. 12.CXC.PrP.mas deixa-as .0-0 6.C4B. 10.B3C P4CD P4D 8.TID.. B2R 49 (Posição após 9. .. 10. 15.PrP e.. 14. por exemplo 9. PDxP. 11. ...P4R 2. DIB. T5R/1 e ganham. PxP. D4R e as brancas têm ataque ganhador. 13.. B3R. 14. . D4D.B3R. 12. .B4T 5. . 13. C2R.p. 7.P3B B3R Uma possibilidade interessante é 9.composiçãode peões vulnerável por exemplo..B5C NEGRAS P4R C3BD P3TD BRANCAS 4. 10. PrP e.p.PxP 9. 8. .PTxC. 9. 7.P4D!) Ganhando um segundo peão as negras procuram dificuldades. .C4DI - 10. 15. 13.. pot' exemplo: 6. .P4TD! 65 . T1R. 0-0.CxP BRANCAS l. TrPl.D"B.(c) DefesaMorphy5. . . PxC. 9.

As brancas conseguem forte iniciativa. 6.P4BR 11 . 14. .C4D B4B 7. . PxP C2C 12.0-0 CxP 5. C3B O-O 13. . 15. possibilidades de ataque e 1J'erspectivas de criar fraquezas no flanco-rei das negras.p. 10.C6B. BxP?. 66 .P4D D2R Observe-se que 5.C3C. P5C 12.B5C C3B NEGRAS C3BD so (Po~ição após 3.- - -- . TID BxC 8.P4R llRA:'\CAS 2. TxB P4D 9. PxP e.C4D ! CxPR 13. C3B) O inconveniente desta outrora m. . PxP A posição é decididamente favorável às branca8. PxPD B5C P4BD o-o As brancas 'têm nítida vantagem devido a sua maior mobilidade. TIR. PxC PxC 15.. .uito popular defesa é deixar as negras com fraca formação de peões. C3BR 3.PxP? seria mau devido a 6. D2B Não 13.. . .. . 14.D2R C3D 10. . . (d) BRANCAS Defesa Berlinense NEGRAS P4R l. 4.PxP. BxC PCxB 11. O jogo das negras é difícil devido a seus peões fracos e má colocação de seu cavalo.

. C3B. 4. 10.BxCD.PxB. O.B5C/. P5R !. PXP. 1O.D3B! e as brancas estão melhores. 8.(e) BRANCAS Defesa Steinit~ NEGRAS P4R BRANCAS l. P4BR. (I) 1.D3D. C3BR 3.. TDIR! As b.P4R Defesa Clássica.CxP etc. NEGRAS P4R BRANCAS BRANCAS . .P4D! B2D 5.().BxB.9.0-0 B2R 51 (Posição após 6 B2R) Outra continuação é 7. 11. CxP.2. C3BR 3.P4R 2.tancastêm melhor jogo.P4B/. 6. DxB.PxP. 6. 7.B5C B4B NEGRAS C3BD 67 .C3B C3B Se 5. 9.B5C P3D NEGRAs C3BD Esta defesa deixa as negras com jogo amarrado. PxB. 12. . 8.BxG!. por exemplo 8 B2R.. CSC. 13.CxP. Seu desenvolvimento agressivo permite maior liberdade de ação. PxP.

. as brancas têm estmtegicamente jogo ganho.52 (Posição após 3 B4B) o inconvenientedesta defesa é que o bispo-rei das negras constitui um aloo para o ataque.PxP 8.0-0 5. TIR+ 10.B5C BRANCAS l.C5D) Esta defesa é fraca.PxP CR2R B3C PxP P4D CRxP 9.P4R 2.P3B 6.C3B B3R PxB D3D O-O Devido à desorganização dos peões negros.D4T 12. C3BR C5D NEGRAS C3BD 53 (Posição após 3. (g) BRANCAS Defesa Bird NEGRAS P4R 3. A oferta de '(Oca desperdiça tempo e permite que as brancas' disponham de clara iniciativa no flanco-rei. 4.. 68 -- -- - - - .P4D 7.BxC+ 11..B5C 13.

.PxP PxC P3CR B2C C2R BxP 14.C3B 10. D3B 13.P3D 7. (h) BRANCAS Defesa Schlieman NEGRAS P4R BRANCAS l.D5R+ 11. D5T+ 10. .B3R ! 12. BxP+ 9. 4.B5C P4B NEGRAS C3BD 54 (Posição após 3.CxC 5.P4B) O contra-ataque das negras é arriscado e convida as brancas a uma viva reação. CDxP 6.4. B4TD 11 .D3C 9. 69 . B3C P3BD P3D B2C O-O R1T As brancas estão s~tperiores.P4R 2.CxP! 7.BxT B2D R2R B3R DxB As brancas têm vantagem material e o rei das negras está exposto ao ataque. C3BR 3. pois as negras têm um jogo defensivo difícil. .CxC PxP P4D PxC PxC 8.0-0 6. P3BD 8.C3B! 5.

10. .DEFESA FRANCESA A partir deste ponto.P5R P3TR Forçando. 9. PxP. PxB. porém com o inconveniente de que em muitas variantes o bispo-dama desempenha papel secundário. D4TD!. 12. 6. após 2. . P3C. DxPB + e ganham. 5. P3C. continuam com P4D.PxB C5R 8. as negras respondem 1.P3R e então. P4R com 1. Isto explica porque a linha simplificadora 3.P4R 2. Nesta abertura.BxT. que mantém amarrado o bispo das negras e oferece possibilidades no flanco-rei. A. B5CR NEGRAS C3BR B5C As negras combatem vigorosamente pelo controle do centro. É uma defesa de sólidas virtudes. 7. BxC. (a ) Variante McCutcheon NEGRAS P3R P4D BRANCAS BRANCAS l. por exemplo. DxP. passaremos a estudar as aberturas em que as negras respondem i . PxP. posição dos peões fica simétrica com feição de empate o bispo-dama das negras se libera. 6.D4C P3CR 70 .P4R com lances diferentes de 1 P4R. 8. C3BD 4. Se agora 5. PxB. PxB. de outras formas. B2C as negras podem continuar com 10 B3T!.P4D 3. Se agora 6. . PxC. . C3BR. T1C recapturando o peão com vantagem. 7. PxP. A maioria das variantes em que as brancas obtêm a iniciativa.B2D BxC 7. pois se 11. procurando lutar pelo contrôle do centro. C2D.C4T. P4D. BxC +. compreendem o lance P5R. PxP é muito pouco utilizada atualmente.

.P4B C3BD O-o P4BD 71 . P4B. . As brancas podem investir com 5. . Por exemplo: 9. CxB. B5CR C3BR B2R Outra maneira de combater pelo centro..D3T.BIB!? 10.P4CR.BxB CR2D DxB 9. lL. C3BD 4. BxP.. 7. .lIlITa as negras. (b) Variante 4 B2R BRANCAS BRANCAS l.PxP. 6 P5R.5.~ se 9.P4D NEGRAS P3R P4D NEGRAS 3.taque. D4D! as brancas mantêm a iniciativa e seu par de bispos lhes assegura substanciais possibilidades de a. ~2.0-0-0.8. C5CD e as negras têm a iniciativa.o. P5D.D2D 8.P4R 2. P4BD com bom jo{!.5 (Posição após 8 P3CR) Àgora as brancas experimentam 11m sacrifício I'speclllativo para .B2R.C3B 7.P4B. poi.B3R D2B C2D Com 13.B3D CxPBD P4BD 11. P4BD! as negras têm bom contrajogo. D4T!. PxP 12. C3B. 9. 13.CICD. D4C. CR2R. 10. 10. BxC.P5R 6. ~ 5.cscn:ar sell ealioso liispo-dama. B3D. RxC. 14. O-O. mas após 6. BxB.

as brancas tbn. .BxB.. . 11. C3BD 57 (Posição após 6. D4C. 72 --------- .PxB. PxP! corno na linha principal. D2R.C4B. P3CR. As brancas podem ter melhor desenvolvimento. com jogo promissor para as negras.C3T. 10. CIB. .P4TR!) As negras não podem aceitar o ousado peão oferecido. mas as negras têm linhas abertas e uma poderosa massa central de peões. B5CR 5. C3BD) As negra8 atacaram o centro com .P3CR 13.CRxP PxP C3C Jogo igual.P4BDe pretendem intensificar o ataque com P3B. . 8.P4TR! NEGRAS B2R CR2D 1. PRxP.O~O-O 11. NEGRAS P3R P4D C3BR BRANCAS 4. uma vantagem decisiva em desenvolvimento. .P4R 2. . 7. (c) BRANCAS Ataque Alekine.P5R 6. .PRxP P3B PCxP! 12. . 10 . Se agora 10.P4D 3. 9.S6 (Posição após 9. DxP. P3B. Ap6s 6.

B5CR PxP Esta continuação descoloridadeixa as brancas com posição mais agressiva. 5..P4D P4D 3. . CxP. . .. C5C! as negras tem jogo difícil.P5R. 8..D4C 9. D2R! com forte pressão sobre o peão atrasado.P4B e a8 negra8 podem contra-atacar com 5.. (d) Variante. 8..PxP BRANCAS NEGRAS BRANCAS 1. C3BD C3BR 58 (Posição 3.DxD PxD As negras solaparam o centro das brancas.Se agora 6.C3BR) Se a8 branca8 acabam com a tensão no centro por meio de 4.P4BD!..P3BR. PxD. seguir-8e-ia 4. . 0-0-0 C3BD 13. 7.. . liquidando o valio80 peão-dama da8 branca8. .BxC BxB 73 .. 9. 4. PxB ganhando de volta a dama com final muito superior. RIB 10.DxPD D3C! PxP! 1l. Após 7 8. 5. 9. P3CR. 6.P4R P3R 2. 12. . TIR P5D! As negras.D5T+!.BxB RxB! DxB. .CR2D. . NEGRAS .. têm excelente jogo. . . pois após movimenta1'em o cavalo atacado elas podem continuar com TxP.PxP!.C3B P4BD! 7.CxP B2R 6. Ou 8.

15. . P4R.CxP.BxB +.B5C + B2D 11. 8. PxP. C2D.P4D 3.PxP CxP 13.B5C) Cravando o cavalo dCJ$ brancas. P3C. . 9:D2R. P3B. por exemplo: 4. 10. RxB. .C3BR C2D 8. 0-0-0. do as brancas têm esplendido desenvolvimento lidades de ataque.P3B! D2R Ou 8. 10. 9. 12. C3BR.0-0.B6T!. 1:IJ(Jrando o bispo-dama das negras. (e) Variante 3.B5C NECRAS P3R BRANCAS BRANCAS l. 74 --- . 11.. CxC. .0-0-0!..PxP seria fraco face a 4. 14. As brancas podem ignorar a ameaça das negras.D2B. 4. 14. D2B. P4BR. 13.PXP.. as negrás contrtl-tltacam e assi-n mant~m a luta pelo controle do centro..BxB + 10. B2C. 13. B4B!.P4R 2. P3TD. ..Da mesma forma após 6 PxB as brancas têm desenvolvimento mais prometedor: 7. C3BD B5C NECRAS P4D 59 (Posiçãoapó~ ~.R1C. DxC.D2B P4B 12. C4B.0-0-0 14.D4T 1l.0-0-0. 9...P4B! a posição de peões das negras está enfraquecida e elas expostas ao ataque. BxC. . D2R. B3D quane boas possibi- CxB 0-0-0 R1C o jogo das brancas é mais confortável e tem vantagem para o final com maioria de peões na ala da dama. mas os resultados não são muito favoráveis. 7. TxB. 12.

P5T!.. TIC. 7..P3CR 10. . 5. .DxD. BxC + 6. 5. mas as brancas p088Uem defesa adequada. . o par de bispos das brancas torna-se poderoso .. D4C.C2R. Em qual. D5T.P3TD! A melhor resposta para o lógico contra-ataque das negras no centro. 5. B3T. P4TR.D6T. P4B.. DxPC. O comandamento sobre o tabuleiro e a presença do par de bispos dão às brancas jogo 8uperior.B3D. C2R 8. . . P4B ou 4. 6. D6T. PxB as brancas ficam com a iniciativa em ambos os flancos. I1. . 7. 12. 11. B3D B5T C2D 12. As negras pressionam o P2BD.como na variante 6.. Após este lance. 4.P4B.P4C! 11. quer caso as negras têm forte contrajogo.BxC +. D2B 7.. P5C 13. P3TR.. Se 8 P3CD. 8. . 9.C3B 7. B5C +!.D3T. TIC.PxB Enquanto o bispo das' negras tem campo limitado..do rei.D4C. . PxB. .P4TR! B2D Tentando contra-atacar. 6.. CxD. C3BR. 6. DxPC. as negras podem responder 7. PxP. 10 .P5T P3TR As brancas ameaçavam 10. 10.. P6T praticamente forçando e deixando as casas pretas das negras perigosamente fracas. onde pode1'áo abrir uma coluna antes ou após TIC. BxB. PxP. C4B. T2TD! TDIB As brancas têm forte iniciativa no lado . C3BR.P4T!. D4C com 7. 9. 12.P3C etc. 75 .D4C. PxP. 9.P5R P4BD 5. 8.

lO. PxB. P3B. P3BD. 9. com jogo mais confortável do 5. que vimos na variante anterior. C3B. . B3C. .B3R!.BxC +!. A idéia do lance é neutralizar 3 B5C. 4. P4BD o lance clássico de libertação. C2R. PxP. . 4. 11 . 5..C3BR.0-0.C3BD . As demais alternativas deixam as negras comjogo amarrado.PxP BxP As negras possuem um peão-dama isolado. B5C !. PRxP. 3. BxPB.P5R. . 6. 8. CR2D.PxP etc. CRxP. C2D BRANCAS 2. 6. por exemplo: 3.PxP!. 7. C2D.P4R P3R 3. C3BD. C3C. . 6.C3C. P4BD. 12. PRxP PRxP 6. Ou 3. por exemplo: 7. B3D. P5R. BxB. 8.. mas podem desenvolver rapidamente suas peças e abrir a diagonal para seu bispo-dama.C2D 60 (Posição ap6s 3.C3BD..CR3B!. PxB e sobre as casas pretas.P4D NEGRAS P4D BRANCAS NEGRAS l. B3D. 4. 76 -- - . . . PxP!. 8. . PRxP.. C2R. as brancas têm forte pressão 5. 5.(I) Variante 3. CR3B P3TD! Este lance deixa as negras que 4. 7. C2D) O extraordinário terceiro lance das brancas é praticável apesar de o cavalo bloquear a saída do bispo-dama.. B5CD etc..

. 71 .P5R!? P4BD! 2.P4D P4D Avançando seu peão-rei a 5. 11li . C3BR D3C Superficialmente 6. . B3R D3D C3B! B1C! As negras têm possibilidades reais de ataque e uma bela iniciativa. 7. Seu admirável desenvolvimento compensa..tl _ 61 (P Jogando. _ ~ U li. P5R NEGRAS BRANCAS NEGRAS BRANCAS P3R 3. . Naturalmente as negras não se resignarão a ser sufocadas até a morte.: . .PxP. B3D parece uma excelente réplica. ao avançarem o peão.P4BD. RtR _ _ fl8 ~ ~B lIi. 8. ftli ftIA R ftB § 4. P3BD C3BD - 5. é restringir o jogo contrário de forma permanente. que entre outras coisas evita que o cavalo contrário ocupe sua melhor casa: 3BR. OSIÇ80 apos 3. O-O 12. .B2T! 7. CD4D O-O 10. BII:I .P4BD sempre contTao ataque maIS 16gico contTa o avanço P5R as negras procuram lutar no flanco-dama e no centTo para neutTali:ror a pressão no flanco-rei..P4BD!) D~D*~Ai] ... . (g ) I. B2R 11. De um modo geral a intenção das brancas.CxC.P4R Variante 3.C3C 8. . as brancas colocam uma cunha no flanco-rei.. Elas procurarão combater. pois se .tll fi . minando o peão avançado das brancas por meio de .. DxC. B5CR C3BR 9.PxP. a desvantagem do peão-dama isolado. que as brancas exercem . 9. CxPD???.tR .B5CD+. _ .

P3B continuando o combate pelo controle çlo centro.P4C C3T Após 12.PxP.PxP PxP CR2R 8. T1C. As possibilidades são idênticas. 18 - ----------- . PxP.. 6. . restando às brancas somente o lance 8. B2R. B2D. 7.RIB o-o 1l.B2C C4B B5C + A pressão das negras sobre o peão-dama é muito forte e assim as brancas não podem cobrir o xeque.B2R 7. Mas as negras jogam 6. . P3CD 9. . . 10..ganhando a dama. as negras jogam .

. 7. obtendo muitas vezes uma poderosa posição para o meio-jogo.CxC.O-O O-O 7. 8. É recomendada para jogadores que amam partidas complicadas com possibilidades para ambos os lados.e algumas vezes a dama para ocupar a coluna bispo-dama. D2D. P3CR. C3BR 3. Após as negras capturarem o peão-dama com seu peão-bispo-dama. BxC. as negras podem exercer considerável pressão através da coluna.. B3R. ameaçando P5R ou P5B. . Por outro lado.P4BD é mais agressivo do que o lance que assinala a Defesa Francesa e também mais arriscado. . 6. 10. a coluna bispo-dama fica semi-aberta (para ambos os jogadores). . a Defesa Siciliana imediatamente veta a intenção das brancas de escolherem a abertura..P4D 4.DEFESA SICILIANA Como a Defesa Francesa.CxP 5. avançando seu peão-bispo-rei: P4BR. Contudo. (a) Variante do Dragão NEGRAS P4BD C3BD PxP BRANCAS BRANCAS l. após 9. as brancas têm importantes possibilidades de ataque. É importante destacar que as brancas geralmente jogam muito cedo P4D tendo em vista a obtenção de maior espaço no centro para suas peças. . B2C.B3R B2C 79 . O característico 1.P4R 2. . .0-0-0.9. B2R pretendendo um assalto de peões no flanco-rei.B2R NEGRAS C3B P3D Se 6. C3BD 6. Jogando sua torre-dama . P3CR 8. O-O. D4T as negras têm bom contraj ogo.

C5D! e as brancas têm forte iniciativa. P4CR!. . pois se 9. CxC e as negras estão bem. BxB.P4D P4BD C3BD PxP 7. Observe-se que o bispo em fianqueto exerce forte pressão ao longo da grande diagonal. C5CR?. C2D. ganham uma peça em qualquer caso.CxP 5.Agora o lance simplificado r 8. C3BD 6. 12. 15. 62 (Posição após 10 D1B) Se as brancas jogam 11.P3TR (pretendendo P4CR e P5B). DxC.B2R NEGRAS C3B P3D P3R P3TD 80 -- - . CxC!. (b) Variante Scheveningen NEGRAS BRANCAS 1.0-0 BRANCAS 4. as brancas continuam com 10. P5B. 14.BxC. 13.B3B. se 12. DxB. B5B.DxB?. poderia seguir-se 11. as negras reagem energicamente com 11 T1DI Então. 9. após a alternativa 10 C4TD. parece tentador. : . B5BI As negras têm posição sólida com boas possibilidades '/'10 meio-jogo. 10.P4C. P4R 2. em lugar disso.P4B D1B! Importante para prevenir P5B. que produziria sérias complicações. Mas se. CxC. P4DI ou 12. BxB. C3BR 3. Assim.C3C B3R 10.

. 10.63 (Posição após 7. 9. Os bispos das negras t~ pouca mobilidade. B2C. (c) Variante 2.P4R 2. As brancas ainda podem continuar como se segue: 8. D2B. P5B! com podecosa iniciativa. .B3B D2B B2R o-o 1l.P4TD B2D CIR C4T As brancas continuam 14.P4CR! 12.P4D 4. . C3BR NEGRAS P4BD P3R BRANCAS 3. .P3R . BRANCAS l.DIRf e depois D3C com forte posição de ataque.P3TD) Compare esta formação de peões com a do diagrama 62. P4CD. 1l. . B3R.P5C 13.CxP NEGRAS PxP C3BR 5.P4B 10. 12. C3BD 81 . A posição das negras está restringida e limitada a simples movimentos defensivos.C3C. B2R.RIT 9. graças ao avanço dos seus peões do flanco-reÍ. .B3B.P4B. 8.

CxB B5C BxC+ P4D 9'. B5Cdeixa as negras com um "buraco" em 4D.C4R? é falho devido a 8.C3BR BRANCAS BRANCAS NEGRAS 1. Se procuram evitar C6D + com 6. .B5C.P5R C4D NEGRAS C3BR 82 -- -- - - . 6. . Se fogam 5. . 7. C4D. C3B 6..P5Rl. .~xP 10. B2R. Seu par de bisp.. B3D 11. CxC. 9. . . P3TD 8. 7. D4Dt ganhando um peão.PxC. (d) Variante 2. 8. P3D. C4D-5C o jogo das negras se torna difícil devido ao prematuro avanço do peão-rei. . B4BR torna-se incomodativa: observe-se que 7.64 (Posição após 5. .D4C com posição agressiva para as brancas... B2D. enquanto 7.. . 5..'ancas é indiscutwelmente melhor.P4R .os está em boas condições para o final e o peão-dama isolado das negras constituirá uma debüidade. segtJir-se-á6. 8..C3BD) A posição das negras é difícil.. a réplica 7... C3BR 3.. O-O PxP O-O A posição das b. . P4R P4BD 2.

.DxP! PxP P3R 6. esperandó que o peão contrário.PxPe.65 (Posição após 3. . C3BD 3. 8.B3C 9..C4D) Esta linha de iogo é uma variação da Defesa Alekine vide página 85. P3CR 4. C3BD BRANCAS BRANCAS NEGRAS P4BD l.P4R C3BD 2.B3R e ~ brancas devem ganhar um peão. .T1D.0-0. se tome débil . D2R.p. 15. .C3B C4T CxB lO.B4BD! 7.PTxC 1l. O-O. As negras permitem o ataque ao cavalo e o retiram. 13. lJ. (e ) Variante 2.P4D! 5. P4D BxP As brancas estão superiores em desenvolvimento e dispõem de linhas abertas. avançando.B2C NEGRAS P3CR B2C 83 . - 4.uma esperança fútil.D4R C3BD C3C Nesta abertura o desenvolvimento antecipado da dama não é prejudicial porque a dama branca ocupa uma posição dominante e o desenvolvimento das negras está atrasado. Eis uma linha para a conquista da iniciativa: 12.C5CD! B1C. (sua principal ameaça é 16.BxC).

P3D P3R! 6. CxC.. P4D.B3R D4T! Melhor que 6 C5D. evitando P4D. Contudo.0-0 P3D Jogo igual.o ataque no flanco-rei.. contra este gambito. 10.. por intermédio de p ~B etc.. 7. CR2R C5D 9. E1D$esperam tirar vantagem da sua melhor disposição para a manobra. B2D. que objetiva a çonquista de considerável avanço em desenvolvimento e poderoso centro de peões (pelo afastamento do peão-bispo-dama das negras).TxB !.s devem busca?. C1B O-O 8. Enérgica reação central é a política mais indicada para as negras. 2 PXP 3.P3TD P4D.P4CD Este lance constitui o Gambito de Ala ou o Gambito Siciliano. D4T +.. TD1C.. As negras centralizaram seu poderoso cavalo-dama. se (J$ negras jogarem cuidadosamente.. P5R?. (Se 7 CxC. (I) Gambito de ala. diretamente apoiado pelo-seu bispo em fianqueto..D2D C2R 10. DxP. DxT. 5. 12.-- - . A resposta das brancas é virtualmente forçada. procurando desalojar o cavalo avançado com P3BD.66 (Posição após 4 B2C) As brancD$ deliberadamente manthn o jogo fechado.. -11. C3BD.. B3BD !) . 7: CD2R!. 9. 84 .P4R P4BD 2. BRANCAS NEGRAS BRANCAS NEGRAS 1. 5. BxP. As branca. pois apó~ 4. manterão equilibrada a partida. 8..

5 P4R 6. Por exemplo: 7.B2R Observe-se que 10. CxC. B5C. 8. . TxC. B6TR.. P3B B4BD 9.e melhor desenvalvi~ roento. D5R +. por exemplo: 15. C4B.Bnegras ameaçavam 5. C3BD!. 11. T1D com muito bom jogo. 4. as negras têm vantagem de posição e material. 9. CxP etc.PxP. B2D!. lI. 9. C5CD O-O! 8.. C3T.B2C. Ou 7..CxPT. 7.P3D. C3BD.. . C3BR A.BxP) O gambito tranrformou-se em deplorável fracasso. C3BR. 16.. T1B!. PxC.D2B. CxT D4C Ou 13. BxP+.. 6. C5C e as negras devem ganhar. C3T. CxT.. 15. 10.. TIB C4R As negras têm ataque decisivo. B2R..C7B 13. 10. .C5CD. CxC. 8. TIB. 85 . 14. PRxP DxP 5. As negras estão bem preparadas para enfrentar complicações. P5R!.D'!R+.PxP. B2D!.. 13. PxC. C7B pode ser respondido com 10. B4BD! com ataque decisivo.PxP BxP 67 (Posição após 7. DxP. pois as negras Mm vantagem material. 10. CR4D P5R! C3B 12. 12. C6C. 13 DxP 14.C3T C3BR 10.BxP.

P4R Variante 3. DxB. sem maiores oportunidades e complicações. 6. na maioria das variantes. deve adotar esta defesa. B3D. 3.P4BD etc. a Defesa Caro-Kann (1.P3BD em lugar de 1. jogando 1.CxP 5.P3R. B3D) As brancas decidiram trocar os bispos.DEFESA CARO - KANN Como a Defesa Francesa. . pois o bispo-dama das negras está muito bem situado.C3C PxP B4B B3C 6. B4B!. 5. BxB. . evitando riscos. seu bispo~ -dama fique aprisionado. . esta é uma linha interessante para jogadores que desejem posições sólidas. P3R. C3BD 4. por exemplo 4. P5R. . A troca acentua a vantagem em desenvolvimento das brancas e ganha tempo para o grande roque. O-O. Mas. D3C..P4R.P4D NEGRAS P4D Observemos que as brancas têm pouco a ganhar com 3. C3BR..B4B NEGRAS BRANCAS P3BD BRANCAS 2.C3BD com 4. . 86 ------------ .B3D C2D P3TR 68 (Posição após 8. . P3BD) permite ao adversário a construção de um largo centro de peões para depois desafiá-lo com 2 P4D. . P4TR 8. 7. Um jogador que deseje apenas o empate. (a) l. Definitivamente. as negras conseguem evitar que.C3B 7.

.C3B BRANCAS BRANCAS NEGRAS 1.P3BD.P5T. T1R 11. B2T. C3C.8. C2R! com formação favorável para as brancas. t~m nítida superioridade de peões no flancodama. P4TR. . . . 7.B4BD etc. por outro lado. P3TR.. ContuM. B3C. B2D BxB P3R CR3B 11 . 6. B2R 8. CxC + 69 (Posição após 5.. . 9.B4B. D3C. As brancas.P3TR! 13. . que eventualmente poderá traduzir-se em peão lJassado.PCxC. CxC +) As negras sempre ficarão com uma des. C3BD 4.B3B! C2D D2B B4T 87 .P4B! B5CR B3D O-O TIR 10. 5.P4R P3BD P4D 2.. 6. . B2D 12. 1l. pois suas peças exercem forte pressão sobre o centro.0-0-0 12. por exemplo 6. .. C3B 7. B3B! com indiscutível maior liberdade de ação.0-0 9. PRxC Ou se 5.P4B! D2B 0-0-0 P4B As brancCLScontinuam: 14.C3BD com 4. as negras não apresentam pontos fracos e estão bem dispostas para uma defesa cuidadosa.DxB 10. (b) Variante 3. . 9. 8. 10. . R1C 13 . . vantagem te6rica representada pelo peão dobrado.P4D 3.CxP NEGRAS PxP C3B 5.

.P4BD PxP Observe-se que 4..C3BD com 4. .C3C NEGRAS C2D CR3B P3R 70 (Posição após 6.0-0 B3D O-O 9.P4BD NEGRAS BRANCAS NEGRAS BRANCAS P3BD P4D 3.C2D BRANCAS BRANCAS NEGRAS P3BD l. .P4R 2. C3BD 4.P3R) Evitando 4. B4BR.. C3BD.B3D 8. .. C3B. 7. B3D.P4D Variante 4. 88 C3BR 5.P4D P4D PxP 3.. .D2R 10. (d) l. C4R D2B B5B o desenvolvimento das brancas é mais eficiente e elas dispõem de mais casas para suas peças. P3BD. Mas a slla posição apresenta sinais de uma futura incdmoda inferioridade de movímentos. P3CR.P4R 2. 4...CxP 5.. C3B. concede-lhes marcante vantagem posicional.PxP 4. (c) Variante 3. B2C deixa as negras com jogo fácil. C3BR 6. (O bispo dama não tem lanceI).C3B as negras eliminam a possibaidade de ficarem com peão dobrado. 5.C3BD C3B .As brancas têm comandamento sobre o tabuleiro e seu peão passado em potencial (após um eventual P5D). 7. 6.

mas as negras t~m resposta adequada. - 6.PJ. B5C .R! 89 .BxB 11.C3B 8.B5C 7.P5B P3R B2R o-o 9. B2R C5R! DxB TID! As negras têm as mesmas possibilidades.TIB 10. O-O. pois podem liberar-se após 12.71 (Posição após 5 C3B) A única esperança das brancas é conseguirem maior pressão sobre o centro daí 6.

17..CxB.P5D!.DxT. (a) l.P4D PxP C3C P3D As negras esperam abalar o largo centro de peões das brancas. TxCl. .B3R 8. 13. PXP. 19.C3B 10. PTxB.B2R 11 . P4R. por exemplo 11.TxPl. PxC. CxPD (se 17.P4R 2.PxP. 14.P4BD 4. PBxP 7. C5C. 15.P4B 3.P5R Variante dos Quatro Peões BRANCAS NEGRAS BRANCAS NEGRAS C3BR C4D 5. A idéia é provocar o avanço dos peões centrais das brancas para que assim se tornem fracos. PxP.. BxC.P6Rl1.. pois deixa as negras com partida difícil.P5D é muito forte. A teoria moderna não recomenda esta linha de jogo e em conseqüência tem sido preterida por outras consideradas mais sólidas. C3BD C3B B4B P3R 9. .0-0) O avanço 12. 16. 12. P3C.B4C). as negras jogam o abrupto 1 C3BR.DEFESA ALEKINE Este veemente contra-ataque é considerado prematuro. B4C ganhando.C4Dl. A tentativa porém está fadada ao insucesso. Após 1. 20.B2R.o-o D2D 0-0-0 72 (Posição após 11. 18. 90 - ----- -- - . 6.. 18. PxT.

B4D! e a remoção do bispo em fianqueto quebra a espinha da posição das negras. ficando com posição promissora e mais livre.CR2R! 10.B3R 8. D2D. 8. .. 7..P5R C3C P3D 73 (Posição após 4 P3D) Agora as brancas resolvem trocar os pf. Estão com grande vantagem em virtude da má colocação das peças contrárias. BxC 15.uma linha menos! agressiva. 5. P3TR B5C T1R B4T As brancas prosseguem com 12.P5D! P3B PxP C4R 14. porém mais segura que a estudada anteriormente. (b) Variante dos Três Peões NEGRAS C3BR C4D BRANCAS 3. B2C. C3BD 7. 6.B3D C3B B2R O-O 9. P4R 2.11. O-O 11. 91 -- - -- - --- . . 12.PxP PRxP Aqui 5 PBxP é indiscutIvelmente inferior: 6. P5D !. . C5C CxC+ PTxB As brancas têm ataque ganhadQr com D4T. P3CR. B3R!. PxP 13.BxC! 16.ões . P4BD 4.P4D NEGRAS BRANCAS 1.

.. cas com vantagem ainda maior - 92 . P3CD 10.i.P4D 4.PxP 9. P4R C4D 2...II. C3BR NEGRAS P3D BRANCAS NEGRAS C3BR 1.P4B B5C C3BD P3R C3C . . . Esta situação constitui um dos inconvenientes da defesa..0-0 7. as brancas estão em van~agem posicional.P4CD! Com esta maioria de peões no flanco dama.i.~. tBt8AlltB !J~D*~ 813 4.C3BR BRANCAS 3. Contudo.. o cavalo das negras termina pobremente postado em 3CD. 8.~.. 12. .. as brancas se desenvolvem calmamente.P5B C2D 13.Ii74 . . 5..B3R 11. Se as negras experimentam 13.i. .CxPC.P5R . então lJ. .(c) Variante 4..C3B PxP B2R O-O P4D De outra forma P5D expulsaria o cavalo-dama. C3BR) Nesta variante..B2R 6...A_.TIC recupera o peão e deixa as brano peão-bispopassado._ li (Posição após 4.. .

A antecipada saída da dama negra já constitui perda de tempo.. e outras perdas de tempo se seguirão.. B2R seguido de 7. A seguir novos tempos são ganhos à custa de outros ataques à dama.P4R.PxP NEGRAS DxP 3.P4R P4D 2.C3B B5C 6.. 6. . C3BD D4TD 75 (Posição após 3. 7. P4R com 1. DxPR +.P4D C3BR Uma outra possibilidade seria 4.P3TR! B4T Ou 6 BxC.D4TD) O desenvolvimento e"ado da dama negra deu ganho de tempo para as brancas tratarem do seu próprio desenvolvimento. BRANCAS NEGRAS BRANCAS 1.. . 4. . 5. .CONTRACAMBITO DO CENTRO Indubitavelmente uma defesa inferior. P4D em lugar de prepararem êste seu lance de peão com 1 P3R (Defesa Francesa) ou 1 P3BD (Defesa Caro-Kann). C3B expulsando a dama com ganho de tempo. . 93 . 5. DxB e as brancas ficam superiores em desenvolvimento e com vantagem posicional do par de bispos contra bispo e cavalo.PxP. tudo como resultado de as negras responderem a 1.

DxC (ameaçando ganhar urna peça mediante P5T).C5R! P3B Preparando a retirada para sua dama tendo em vista a ameaça C4B. D2D 14.P4CR ! B3C 8. BxC CxC . CxB. CxB 12. O jôgo das negras não apresenta compensação. PxC. 11. além de maio?' liberdade de ação. 94 -- - . B2C e com seu par de bispos. B2D D3C Igualmente mau seria 10 CxB. 12.0-0-0 P3R As brancas continuam com 15.PTxC 13. 11.7 .P4TR! C5R 10. 13. estão com vantagem indiscutivel. 9. P3B. B3D e os peões negros da ala do rei estão prejudicados de forma irreparáveI.

.P4D NEGRAS C3BD BRANCAS 2. agora comprlmir com 3P5H.. P3B ! 4. as branc'. . C3BD Após 3 P3R com 4. . Em vista disto elos preferem outro caminho.C3BD em resposta a l. PxP. O desenvolvimento imediato do cavalo-dama das negras (1. mas as negras teriam. 3. .C3B B5C 6. P5D! Então 4. (a) Variante 2.PxB 5.P5R C4T BxC + A~ora as brancas têm amplas possibilidades de ataque.oportunidade de retirar seu bispo a 4B.P4D BRANCAS 1. 95 .'s rompem a posição inimiga ~ . ..P4R NEGRAS P4D 76 (Posição após 2.P4R) é inoportuno e normalmente conduz a substancial inferioridade no desenvolvimEmto.DEFESA NIMZOVITCH Esta é outra defesa medíocre que tem pouca coisa a recomendá-Ia.C4~ daria oportunidade para recuperar o peão ou jogar um gambito com rápido desenvolvimento após 5...P4D) As brancas poderiam..

DxB 10. 5.P4R BRANCAS BRANCAS NEGRAS C3BD l. CICR.P5R.D2R 9. P3D. B2R 12.C3BR. B5C etc. 7. C3B. Seu bispo-damapode ocupar uma forte posição em 3TD.P4D 3.. .D4C 11. (b) Variante 2. .após o que as brancas obtêm muito boa situação com 5. 8.P4TD 8. C3B P5B C4B As brancas dominam a partida e têm clara iniciativa.<!~umbra nenhum bom prosseguimento para elas. P4B. 96 --------- ..P4B 6. . 6.B3D 9. P5B BxB D2D As peças brancas ocupam posições ativas traduzindo um dispositivo promissor.B4B C3C P3D B3R 8.C3B 7. As forças negras estão dissociadas e não se vi. .PxP 4. C3B.C2D! C2R P3CD P4BD 10. C3BD NEGRAS CxP B4B Outra linha seria 4.P4R P4R 2.7.

Conseqüentemente as brancas protegem seu peão ameaçado. 97 .A VA Esta linha de jogo (1.DEFESA IUGOSI.PxP P3R BxP 9. seguido de C5D. 7.P4R NEGRAS P3D BRANCAS 2. Particwlarmente incômoda é a ameaça de obter um domínio permanente..P4D NEGRAS C3BR 77 (Posição após 2 C3BR) As negras contra-atacam o peão rei das brancas que não pode ser avançado.P5D 8..C3B 6. quanto a Defesa Alekine é audaciosa. . As brancas mantêm clara superioridade em virtude de seu melhor desenvolvimento e maior comandamento sobre o tabuleiro.P5B! 10.P4B! P3CR B2C 5. mediante B5CR. BRANCAS 1. C3BD 4.P3D em resposta à 1.P4R) é tão tímida.B3D o-o P4B As negras investem o flanco da formidável formação central de peões. 3. As negras limitam-se a jugo passivo. O-O B1B C3B o desenvolvimento das brancas é muito mais ativo e ag'ressivo.

------ ---- .

cada uma apresentando seus aspectos definitivos e problemas peculiares. foram empregadas apenas esporadicamente. 99 . - Desde aqueje tempo essas aberturas apres~ntam formas características.AS ABERTURAS DO PEÃO DAMA Apesar de o Gambito da Dama ser encontrado em manuscritos do século quinze. esquecidas sob o rótulo comum de "Defesa Irregular". Sua adoção ampla data do início deste século. cerca de 90 % das variantes empregadas surgiram de 1920 para cá. Mesmo a partir daquela data. por muitos séculos ele foi considerado como linha de importancia secundária. Tendo em vista o exposto.s e assim o conhecimento de suas idéias básicas e possibilidades torna-se essencial para completar o cabedal indispensável ao bom jogador. elas aparecem incógnitas. provavelmente.até 1920. Defesa Gruenfeld e Defesa lndia da Dama . Defesa índia do Rei. Assim as principais aberturas que encontramos nesta seção Defesa Nimzoíndia. Todas elas estão perfeitamente definidas no repertório das abertura. ou talvez. organizamos o estudo que se segue.

.

simplesmente esquecem o 1. O Gambito da Dama torna-se uma arma mortal porque com ele as brancas obtêm maior liberdade de ação para suas peças. que apresentam dificuldades de ordem psicológica. outras vezes. esta abertura. O jogador que o conhece particularmente apresenta-se vantajosamente face a seus adversários. recusam-se a empregar o Gambito da Dama! Certo ou errado. Eles sabem devido a uma experiência funesta ou. 101 . P4D. Como resultado. Quando jogam com as brancas. Assim. conseguem freqüentemente um decisivo comandamento sobre o tabuleiro. técnica e psicológica. Isto explica por que muitos jogadores receiam jogar com as negras contra o Gambito da Dama. P4D. Algumas vezes exercem uma ação de leve estrangulamento sobre as forças negras. devido a sua mobilidade superior. mesmo com as brancas. que terão que se haver com uma linha de jogo perigosa. eles receiam não poder manejá-Io de forma suficiente. P4D. Ela é muito menos popular entre os enxadristas de força média. Jogando com as negras. em o seu aprendizado. sentem-se perturbados quando o adversário inicia a partida com 1. as brancas ficam em condições de arrematar de forma brilhante. talvez. goza da preferência dos mestres. pela própria reputação da abertura. que nasce de 1.GAMBITO DA DAMA Desde o início do século. É claro que isto faz do Gambito da Dama uma arma formidável.

na posição do diagrama 78..P4R com posição dominante). Um gambito. P4BD encerra uma ameaça definitiva. 4.o Gambito da Dama se inicia com os seguintes lances: BRANCAS NEGRAS BRANCAS NEGRAS l. DxP. obtendo um excelente centro de peões e deixando as negras com menor espaço (as brancas.P4BD) As brancas ameaçam obter um podifroso centro de peões com PxP. Livrando-se do peão-dama das negras. 2. como o Gambito do Rei ou o Gambito Evans. PxP. elas podem avançar seu peão-rei a 4R. Por outro lado. . P4BD. se as negras jogam 2. pois as brancas geralmente podem recuperar o peão (por exemplo. As brancas oferecem um peão com 2.. D4T +.. As brancas momentaneamente ameaçam capturar o peão central do adversário. as brancas podem ainda conseguir esse centro de peões..P4BD 78 (Posição após 2. C3BD seguido de 5. PxP.PXP. apresentam um caráter altamente especulativo. O Gambito da Dama em muitas das suas variantes não constitui propriamente uma aventura. as brancas podem recuperar imediatamente o peão com 3. constituindo este lance o Gambito da Dama. Os gambitos do peão-rei. Se as negras jogam 2. verificamos que pouco há de especulativo neste gambito. 102 - -- - ----- .P4D P4D 2. se o desejarem). é uma abertura em que se oferece material tendo em vista o ganho de tempo para um melhor desenvolvimento ou a obtenção de outras vantagens.. Assim. como já sabemos. ameaçam 3.

. O escopo desse nosso estudo é justamente familiarizar o jogador de xadrez com os esquemas básicos que devem ser adotados por ambos os lados.. controle do tabuleiro por parte das brancas (aliás. Após esta seção ter sido estudada. isto as brancas esperam conseguir quando seu adversário se revela pouco senhor das ciladas que a abertura oferece).P3R 2 P3R 103 - - - . Vejamo~ as conseqüências de 2. . Então. .. . as negras devem apoiar seu peão-dama com um movimento de peão. As Y1egra~têm dois lances de apoio de peão que respondem por esse propósito: 2. .. GAMBITO DA DAMA RECUSADO Para garantirem sua permanência no centro.PxP. .respondem . . Desta forma ehl$ mantêm um peão em 4D e conseguem um sólido pé no centro..Nosso problema mais importante é: como as negras poderão manter-se no centro? Manter um pé no centro é essencial para as negras.. 119). P3R (tratado nesta seção) e 2. acreditamos que o leitor se sentirá capaz de jogar o Gambito da Dama Recusado.P3BD (vide pág. com razoável confiança. Veremos o que as brancas pretendem e o que as negras poderão fazer para neutralizar as ameaças. as negras . A perda do centro permitirá o. se as brancas jogam PxP.

Se nenhum deles for realizável.79 (Posição após 2. Quando elas não conseguem retirar seu bispo. A peça está solidamente encerrada pelo P3R. o pior é que muitos jogadores. é comum o bispo-dama permanecer encerrado sem mobilidade. A presença desse peão em 3R é motivo para que o desenvolvimento do bispo-dama normalmente constitua um problema no Gambito da Dama.. É esta séria perda de mobilidade. . o desenvolvimento se ressente para o resto da partida. ou (b) efetuar o fianqueto por intermédio de P3CD ou mesmo P4CD.P3R) As negras agora estão firmes no centro. . não se advertem do perigo que isto representa! Contudo.-- -- .-- . 104 . a responsável pelo fracasso das negras. muitas vezes..--- .. mos um novo problema deve ser resolvido: como desenvolver o bispo-dama? Jogando P3R as negras fecharam a diagonal de seu bispo-dama. identificado o problema. como resolvê-l o? Há dois caminhos indicados: (a) procurar realizar. Porém. Nos 3 diagramas seguintes mostraremos alguns casos em que não foi possível realizar o lance liberador.P4R que abre a diagonal do bispo-dama. conduzindo muitas vezes à perda da própria partida. . quando com as negras. De um modo geral são estes os caminhos indicados. . deixando as brancas com uma vantagem que pode se prolongar até o final da partida.

4. 3. RxT. Cada variante específica procura resolver o problema. PBD. Um exemplo disso. TxPll. 5. DxD.s das casas brancas (PR. poder-se-á seguir: 2. Assim. apontando 105 . TBT +ll. ou 3. 4. RIC. . podemos ver no diagrama 81. PxT. 5.D7T mate.P3B. prisioneiro de seus próprios peóe. T3TR.80 As negras podem esforçar-se de todos os modos. PxC. se prepara para alcançar 3TR ou 3CR. mas o bispo-dama permanecerá encerrado.C6C +1. PCD). . o cavalo e o bispo das brancas apontam perigosamente para o flanco-rei. 6. postada em 3BD. Outro perigo (particularmente ilustrado em o diagrama 81) decorre das amplas possibilidades do bispo-rei das brancas em operar segundo a diagonal lCD-7TR.D4T +.D3C +. O cavalo passa a ocupar um posto avançado magnífico. RIT. 6. 81 Se as negras experimentam 1 C2D (para eliminar o cavalo adversário). mas as brancas têm outros trunfos na mão que exigem cuidados por parte do adversário. A dama. irradiando seu poder em todas as direções. P3TR. elas podem muitas vezes situar seu cavalo-rei em 5R de forma muito efetiva.. enquanto a torre.

poderão tomar suas contramedidas em tempo útil.B1C (com a ameaça de 2. tornando-se drástica. muitas vezes permite a abertura da coluna bispo-dama.BxC. Finalmente. B2R. 3. C4R!. Vimos. devemos recordar. BxB.P3C. porém seguir-se-á 2. portanto. que assegura contrajogo para sua torre na coluna aberta. que passa a ser ocupada pela torre-dama de forma poderosa (um exemplo ocorre na pág.. Mas não há razão para desespero. poderão facilmente sucumbir. 3.DxP mate).diretamente para o coração ~o roque adversário. quando também a dama se encontra sobre a mesma diagonal. C3BR é menos correto. . BxB.. (a) Defesa Ortodoxa NEGRAS P4D BRANCAS 2. 107). BxC. 4.As brancas devem optar pelo desenvolvimento de um dos seus cavalos. como é o caso do diagrama 82.BxC. perfeitamente avisadas. 3. As negras devem responder 1. 82 As brancas jogam 1. As negras devem considerar esta possibilidade e o melhor caminho para neutralizá-Ia Rerá realizar cedo o avanço P4BD. Se as negras desconhecem os perigos. Caso cQntrario. que o segundo lance das brancas no Gambito da Dama Recusado (2. que são inúmeros os perigos que as negras enfrentam.P4BD NEGRAS P3R BRANCAS l. Esta ameaça se intensifica. variados e potentes.P4CD! e as brancas ganham uma peça.P4BD). pois pode conduzir 106 --------- .P4D .

B5C) Jogando 4.B2R.RxB. 9.P3R CD2D. . .às Variantes (e). (f) ou (g)..D2D. 3.TIB! o lance de torre exerce uma ação retardadora sobre o desenvolvimento do adversário. PxP. que 3.BxD. 7. devem 6.CD2D ou 4. Mas se elas desejam entrar na Cambridge Spring - Variante (c). CxC/!. . que permitem um jogo mais fácil para as negras. CxP??. 8. . BxD +. Naturalmente. CD2D É indiferente 4. .C3B o-o jogar 5. B2R 7. 7 P3B Temporariamente neutralizando a pressão da torre branca sobre a coluna-bispo-dama.PxP..CD2D. B5C +. as negras mantêm-se em condições de realizar posteriormente o P4B.. 107 . RxB e as negras ganharam uma peça! 4. C3BD. 6. C3BD C3BR 4. as negras montam uma das mais populares armadilhas existentes do xadrez: 5. .. . .B5C 83 (Posição após 4. e prepara a pressão dessa peça sobre a coluna bispo-dama.

13. DxB. 12... PxP. 9. mas após 11. 13.. DxB. TxC P4R -------------- . PxP 9. 11. P3TD. P3T. . P4R! (liberando o bispo!) as negras ficam bem. por exemplo: 8. P5B. Certa partida continuou.B4T... 15. 16.BxB. CxP. 11. DxD +. . BxB.84 (Posição após 7 P3B) As negras devem encarar seriamente o problema de desenvolvimento do seu bispo. 15. 12. C4R. P3CD! e as negras ficam com um peão fraco na ala da dama.0-0. Observe-se que no momento ele está imobilizado! 8. PBxC. . 14.BxP. P4B. TR1BD e as brancas estrategicamente têm jogo ganho. com isso. 108 CxC 12.B3D Eis uma posição crucial em que as negras podem ser facilmente induzidas ao erro. 11.. P4CD. .P3TR. . D2D. 10.dama.B1C. 10. 12.B3D.O-O As brancas podem evitar a troca dos cavalos com 11..CR3B. Também o preparo do fianqueto dá às brancas melhore3 perspectivas: 8. 10. D5C +..C3C.e também procurando. 9.CxC. por meio de diversas trocas . BxPB C4D As negras cedem o centro na esperança de liberarem sua acanhada posição. T7B!. RxD. BxB DxB 11 .. C4D.P4T! (forçando o enfraquecimento dos peões da ala da dama).. liberar seu bispo.PxP. 8. 14.P3CD?.

15.. C3B. PxB. mas as negras completaram seu desenvolvimento e têm uma forte casa pa'l'a seu cavalo em 4D. P3CR. . Se agora 13. 17.PxP.CxC. P3TD.P4TD e as brancas têm bom jogo explorando a coluna bispo-dama.P3R 6.BxB. No caso de 13. (b ) Variante da Troca NEGRAS P4D P3R C3BR BRANCAS 4.P4B.B3C. .P4D 2. C3C. B3C.. D5T.TRIB. DxC. após P5C etc. 14. 16. T3B-3R. B5C. . TDIR. DIC Com este lance. 17..P4R.. Provavelmente melhor para as negras seria 13 PxP . . 15.PxP.P4R) Finalmente o lllnce libertador . 16. as brancas continuam mantendo alguma vantagem em espaço.. 17. 16..P5R. 14.D6T.PxP NEGRAS CD2D P3B PRxP 109 BRANCAS l. .85 (Posição após 12. TDID etc.P4BD 3.C2D. CxP. 14. C3BD .B5C 5. 18.TIR. 15. D3B. que assegura o desenvolvimento do bispo. 18. . 13. As brancas ainda dispõem de mais espaço para suas peças.P4CD!. B3R. as negras podem continuar com 15. B4B!.D5R !.

. . Vejamos algumas possibilidades típicas: 8. P5B! (contrajogo no flanco-rei) .PBxPC) enfraquecem seus peões-dama e cavalo-dama. P5C.. C2R. T3B.C5R! 8.P4BR. 18. TD1C. seguido de P4CD e P5C. porém as negras com isto conseguem abrir uma diagonal para seu bispo-dama.B3D B2R Planejando liberar seu jogo com 8. 110 -------- . 13. CR2R. 12. PxC. 9. Por outro lado.P4CD!. justamente na coluna aberta. se as negras não reagem contra este ataque de peões e permitem às brancas jogar PCxPB. 7. PTxP. . 15. BxB negras para a As brancas planejam jogar TD1C em seu devido curso. ficarão com seu peão-bispo-dama atrasado. Este peão seria uma fraqueza permanente para a parte final da luta. 17. 11. . O-O. . C1B.. 20.PxP.As brancas irão explorar mais tarde esta troca. .P4TD. DxB'. além do domínio das brancas na coluna aberta bispo-dama. que agora seria respondido com ganhando um peão. 10. 16.D2B! 86 (Posição após 8. TxP. Se as negras trocam os peões ( ...D2B) O lance das brancas evitou 8. CxC.PxP. O-O. . CxPB. P3TD. . 19. P3CR.C5RP 9. As negras ficam com seu peão-bispo-dama atrasado. BxB.C4T. 14. PxP. Assim as devem procurar outro caminho sua libertação..

ia~. TDIC. .BxC! ganha um peão (o peão-torre-rei está desprotegido). 8..B5C C3BR CD2D Boa alternativa é 4. 14.O-O 9.P4CD.~ ".DxC seguido eventualmente de P5C com forte iniciativa. . 15. C3R.. . ou 6. . 13. '. pR~ ~~~ (c) I. 14. BxC. C2C. RiO ~lt8~ Novamente as brancas estão em condições de desencadear seu ataque de peões: 13. 15.B5C.as brancas podem. pois então I1.P4TD..C5R?. TDIC C5R Se agora 12. CxC. PxP. O-O.. 16. . BxB.P4BD (Posição após DxB) .BxB DxB Et.B4T. P3TD. .PxP. 9. .fII8 ~RR1'i ~~~ P4D P3R .t. C3BD 4. transpor para a Variante da Troca com 5. . CIB 11. ..P5C. 12. CxB. CXC.. . . C4B. o-o 10 . P3CR.CIB...C3B... 17.1 87 . Após 4.se o desejarem. BxB as negras estão em segurança (seu peão-torre-rei está protegido). 11. B4B (livrando-se do problema original). Defesa Cambridge Spring 3.DxB.t~~t .CD2D. 10.Ou 8.0-0. 12.C3B TIR Ainda é muito cedo para 10. . IAa~. . 111 .I8A.. 10..PxP. com idéias semelhantes às da Defesa Nimzoíndia.P4D 2. Novamente as negras ficam com seu peão-bispo-dama-atrasado. P4CD!.t.

DxD +.P3R 6. C5R P3CR P4BD A posição é aproximadamente igual. Observe-se que 7. as negras com o par de bispos. BxC.P4B 13. pois as negras têm 7 CxP.C3B D4T 88 (Posição após 6. R2R. 10.C2D Tomando providências contra a cravação.P3B.BxC CxB 11.. BxC +. CxP.D4T) Com este lance as negras cravam o cavalo-dama das brancas. As negras podem agora obter a igualdade com 7 B5C. intensificando a cravação.BxB NEGRAS O-O P3TR C5R! DxB BRANCAS NEGRAS l. 9.P4BD P3R 3.P3R P3B 6. explorando a ausência do bispo-dama. 7. P3CD. 1l. PXP (atacando o bispo-dama). C5R. As brancas com jogo mais livre. TD1C. . TR1BD seguido de P4B. .C3B 7. C3BD C3BR 4. 14. 7 PxP 10. PxP já não seria bom.P4D P4D 2. TxC?.B5C B2R 112 . 8. 13. a linha principal é mais simples e mais promissora. O-O O-O 15. (d) Defesa Lasker BRANCAS 5. B2D. 12.PxD. 12. D2B. B2R 14.B4T 8.. .5.T1B C4D! 8. PxC' Não 12. CxB.. CxP D2B 12. 15. B5C ganhando a qualidade. Contudo.B3D CxC 9.DxB.

.B2C. Ou se 9.C2D. PxC. 12.CxC. 15. 16.CxP?.PxP CxC 10. PxB D3B A posição das negras é satisfatória. P4R! E se l1. 113 . . 10. Todas as peças têm bom jogo.PxC PxP Finalmente bispo foi liberado. CxC..PxD??. B2R. 14. 11. 13. As negras conseguiram uma posição satisfatória. CxP (ou 16 TxP). . O-O. P3CD. P4BD e as negras estão bem.BxC. P4B T1D PxP 13. BxP 14. PxP. PxP! . 10.89 (Posição após 8 DxB) As negras empenham-se em trocar e simplificar para libemr o fogo.11. T1B !.D3B C3B B5C 90 (Posição após 14. por exemplo: 9. 12.B5C) O bispo das negras desenvolveu-se com a ameaça de 15. TR1D.PxB.. T1D e as negras ganham uma peça.D3C 12.0-0 BxC 16...D2B. BxP. DxC. 9.

.CxB. DxB 11 .C5D. As brancas têm poderoso centro de peões e as negras maioria no flanco dama.B5C. C3BD 4.B4B o-o C3B 12. 9. . jugo para as negras.B2D B5C BxB + + Como na Variante anterior. P4R. 'como na Variante (h). as negras liberam seu jogo trocando peças.P4R 7.P4BD 3.P4D 2. ficariam com o peão-dama isolado.PxC CxC PxP 8.(e) Variante de Praga P4D P3R l. 10. 6. TR1D P3CD B2C As negras desenvolveram seu bispo-dama satisfatoriamente. Após lJ. B4 - ----- . as negras depois de PxP.PxP 9..C3B C3BR P4B Menos enérgico. . Ambos os lados têm boas perspectivas para o meio-jogo.PRxP.. 6. O-O 13.C3B. P5D. 7. PBxP. . DxC com bom.PBxP CxP! Após 5. .. B2R.CRxP.D4B. 5.P4B) Se agora 5. 8. 91 (Posição após 4. TIB ficam com bom jogo. o quarto lance das brancas permitiu ao adversário invesHr vigorosamente o centro.

PxP! e as negras. D4D!.O-O 13.BxC DxB 92. P4R?.P3TR!). 6. o lance branco que se segue é praticamente forçado. . 5.P4BD Explorando o "fato de o terceiro lance das brancas não ter sido tão forte como C3BD.P4R 9. P4D 2. 6. TR1R C3B DxC B3D O-O Jogo igual. pois se 5. Finalmente. 115 . As brancas têm posição mais livre. (Posição após 5.(f) Variante Duras NEGRAS P4D P3R BRANCAS 3.B3D 11.D3C 7.CxP P3B C2D PxPR D5B 10.. C3B. CD2D 8. particularmente se conseguirem liberar seu bispo-dama.B4T. P4CD e novamente as negras mantêm o peão. 10. P4CR! ganhando o peão rei (o que tinham em vista realizando 4.. D4T+. P3R. . . BxC +. P3TD. B5C +.C3B. 8. C3BR 4. mas a sua posição está um pouco amarrada. P4CD! (objetivo de 5. podem manter o peão do gambito em todas as variantes.P3R. PxB. Exemplo: se 7.DxB) As negras têm vantagem posicional do par de bispos contra bispo e cavalo. . 9..B5C+). porém as peças negras têm considerável potencial.B5C NEGRAS C3BR P3TR! BRANCAS 1. se 7. . CxC+ 12 . Se 7..

D2B. 11. PxB. P5R. Partida extremamente complicada resulta de 7. 13. mas as negras. . 9. menos enérgico que C3BD.. 10.PxB?.CxC. por exempw 9.P4D P3R 2. 116 - - - - - - - .BxP As negras podem jogar agora 7. BxC!. 10. P4R! e as negras têm compensação pela peça a menos (seus peões estão pode..Variante Vienense NEGRAS P4D l. D4T! 7. B2D!.PxB. 8. B2R. B2D!.RIC.RIC.D4T+. As negras novamente se beneficiam do lance C3BR.. 7.P4R NEGRAS B5C+ PxP P4B Esta reação central conduz a uma partida muito excitante.0-0-0. TIB.RIB. DxPB +.. C2D etc. 9.D3D) CxPI etc. 8.. 8.D2B. . CD2D com jogo seguro.BxPC e as brancas ficam com terrível iniciativa. 10. se saem bem.. Ou 9. ou 7.PXP. CxP. BxC +.BxC!. CxPD. C4T.PxC.PxB. . TDIB!.CxP.PxP. PxB.C4R. TIB ganhando).PxP.. rosos). DxPB +. 11. 13. (ou 9. 11.PxB BxC +! 93 (Posição após 8 D4T) As negras devem ganhar fim peão. segundo tudo indica. 12.. P4BD 3.BxC. .C3B 6. PxP.B4T.PxP. D4T parece muito mais arriscado. . 10. C3B.C2D. 9.PxP.D4T+.PxB. Contudo 7. 14.. 13. . 8. . 12. 13. C3BR C3BR BRANCAS (g) BRANCAS 4..PxC. 14. 8. Dx~ +.. Por exemplo: 7. BxC +. 11. C3B.. C2D (não 12. D3T. D2B!.0-0-0. 9.B5C 5. . PxP. 12.

0-0 9.brancas.. B4B. 10.C3B C3BD 6. C3. H4B..BD 4. .. pois as negras ganham material. 9.P4BD 3.Esta linha não é recomendada para as brancas. O contragambito 9 P5D . B3R 12. . (h) Defesa Tarrash P4D P3R l. graças ao peão-dama isolado das negras. P5C.. irão fianquetar seu bispo-rei para exercerem maior ação subre o fraco 6. 13. 11. 117 . C4TD. B3B.B2C C3B B2R 8. C4TD BxP B2R 11. 14.PBxP! P4BD PRxP Pretendem as brancas onerar as negras com um peão-dama isolado (vide nono lance). C2R.P4D 2. 12. P3CR!) As brancas peão dama.simplesmente deixa as negras com um peão a menos após 10. 7. 5. P4CD!.PxP! o-o Este lance define a vantagem das .P3CR! 94 (Posição após 6. B5R.T1B C5R As brancas têm acentuada vantagem posicional. C5R.

118 ---------- . C3BD. as melhores defesas para as negras parecem ser a Cambridge Spring. C3BR. Após 3. as negras ficam bem com a Variante Duras ou a Vienense.Conclusão: após 3. a Lasker e a Variante de Praga.

8. mas após 5. . PBxP. . o cavalo-dama ficaria fora do jogo. . Mas com 2.. o bispo-dama fica encerrado e é comum a tentativa de desenvolvimento via 2CD.P3BD com. . . PxP 1. . . D3C 1 as negras se encontram em dificuldades devido ao duplo ataque sobre seu peão-cavalo-dama e peão-dama. P4TD.C2T.P3BD. é comum o desenvolvimento desse bispo a 4BR (ou 5CR) nesta linha de jogo. (a) Aceitação Retardada do Gambito BRANCAS NEGRAS BRANCAS NEGRAS l. assim..P4D P4D 3. P4CD. 7. As brancas geralmente tiram vantagem. PxP. corno no caso de 3. por meio de seu P4R ou experimentando controlar o centro por outro processo qualquer. corno veremos. realizando o avanço P4BD. 119 . . P3BD Apoiando seu peão-dama com 2. o bispo-dama não fica interditado e assim. C3B PxP Aqui 4. . 8. Mas corno. . as brancas enveredam por outro caminho.P3TD.P3BD. .C3BR C3B 2. 6. porquê teoricamente poderão cQntinuar a luta no centro com o seu bispo em 4BR..PxP. A Variante Semi-Eslava completa .CxP etc. P3R.DEFESA ESLAVA 2. . 6. . . . P3R. . . P3R.B4B parece lógico. P5C (se 6.). 7. as negras têm o propósito de combater pelo centro. . as negras geralmente tentam liberar o jogo no fim da fase da abertura ou no início do meio-jogo. Após 2 P3BD as negras freqüentemente aceitam o gambito no quarto lance.P3R. P4BD P3BD 4. . BxP etc. A despeito do cedo P3BD. Após 4 PxP as brancas podem procurar recuperar o peão do gambito diretamente com 5. . .

16. - 6. BxB.P4TD B4B 9S (Posição após 5. 10. BxP. BxP. 11. PxC. Ou 9 B5C. .. Elas recuperarão seu peão do gambito por intermédio do seu cavalo-rei. . 9. 10.P3T. CxPBD. PxC. 14. 12. . 15. B4R!.C5R A alternativa é 6. CD2D.PxP. 13. B3D! (interessante sacrifício de peão). . 7. P4R!.T1D. BxC (se 10 CxC.D2R. 120 - - . 12. PxB!. (não P4R imediatamente. P3R. D2B! e as negras estão bem. BxC. P5D! (se 13. Agora as negras podem tentar impedir P4R ou aceitá-I o como inevitável. 14.C5R) As brancas pretendem colocar seu bispo-rei em fianqueto. 13. 12. devido a Ç3C). B3T com magnífico desenvolvimento pelo peão. P3R.0-0.C5R. CxP!) BxC.5. .B4B) As negras colimam seu grande sonho o desenvolvimento do seu bispo-dama. 96 (Posição após 6. B5CD (tendo em vista um eventual P4R) . 11. DxB.PxP!. 11. P5R!. 8. T1C e as brancas recuperam o peão). C4D. . Assim 9. O-O. DxB. D2B.D5B.

DxB.B5CD. 10.P3R parece plausível.C5B com pressão intensÍ8sima. C5R.TR1D! e a poressão torna-se deoisiva... BxD as brancas têm final muito favorável com seu par de bispos contra cavalo e bispo.PxP. por exemplo: 7. P4R!.C4R! B3R Tendo em vista que após 14 BxC. 16.D1B! 14. B5CD 15. 7. 17.P3CR! D2B P4R 11. Ou 15 0. DxD +. mas a cravação do seu cavalo promete complicações.-0. 13. 16. 15. O-O. 16. BxC. B2C) As negras 6e desenvolveram livre e rapidamente.CxP4B. P3B! o bispo-dama das negras fica em situação difícil.CxP4B 8.B5C!. CxD. Se agora 15. BxP??. CxC. ... 121 .. BxP. 18.P5T! A posição das brancas é muito forte.6.D6R +. DxB.. ..CxC.9. R1B. . RxD. B4B CxP C3B-2D 97 (Posição após 11. B3CR. 17. . 11.. O-O P3B T1D 13. B2C 9. mas após 7. 12. 8. 14. . P4B. . As brancas jogarão CxB obtendo vantagem posicional do par de bispos contra cavalo e bispo. 11. . 12. CD2D Aqui 6. .PxP 10..

12. 6. BxC 9. pois se 8. 14.C3B C3B P3R C5R.BxP +!. B2B Indiscutwelmente as brancas têm Jogo mais livre. PxPR 10. contrastando com a passiva atitude do bispo-rei das negras. . P3CD. P4CR! ! 6. 8. 11. P4R..P4R?.B3D B3D O conservador 6 B2R permite 7.P4R ! 98 (Posição após 8. B2C com forte iniciativa para as brancas. CxP. 13..CxP C3B CxC Não 10. 7 . CD2D Contra a "Stonewall" montada após 5 P4BR.P3R 3. D5T + ganhando um peão.P4BD P4D P3BD 5. 122 . BxP. BxC.. 11. BRANCAS BRANCAS NEGRAS 1.. por causa da forte posição agressiva do seu bispo-~ei.P4R!) Vantajosamente as brancas abrem o jogo. P3CD. C3BR 4. as brancas dispõem de 7.. O-O.CxC.PxPB. RxB. . P4D 2. O-O.(c) Semi-Eslava: NEGRAS Variante Clássica. . B3D.PxP..O-O O-O 8 . 9. Observe-se que o bispo-dama das negras ainda está encer'l'ado. 8. 9. BSCR! com dispositivo mais agressivo. 10.

.B3D 7.PxP. 9. P5C.PxC.. . ..C3B P4D P3BD C3B P3R 5.B3D NEGRAS CD2D PxP P4CD 99 (Posição após 8. 9.B2C. P3TD 9. BxP. P5R CxP! PxP! Se 11.P4BD 3. D3B 123 .. B4BR. P5C.0-0.C4R. P4B. D3C.as negras ficam com jogo fácil (aliás isto sempre acontece quando elas conseguem desenvolver satisfatoriamente o bispo-dama).P4TD. O-O. iogando 8.e o rei das negras não estaria perfeitamente seguro. .. B2C.P4R.(c) Semi-Eslava : Variante Merano NEGRAS BRANCAS BRANCAS l. CxC PxC 13. B2C.CxPC! 10. 14.PxC. 13. C4D etc. 8.P4D 2.. devido à falta do seu PCR. 1l.0-0.P4R Após O descolorido 9. 12.. 11. B3D) A~ negras podem evitar o iogo complicado que se segue. . 15. 12.. 10. P4B. LO.C4TD. P4B! 11.P3R 6. C3BR 4. llxPB 8.P5R.

R2P. C6B. . 15. P5C.. P4BD 3. D3C 16. PxP.- -- ----- . PxP. C3BR C3B P3BD Após 3 P3R as brancas podem proteger calmamente com 4. Contudo. (d) Semi-Eslava: Gambito Anti-Merano NEGRAS P4D BRANCAS BRANCAS 1. C3BR e o poderoso das brancas é até certo ponto contrabalanceado pelos peões passados negros.B2D. 10.C3B 124 P3R 5. B5C.. Que pode ser respondido com 15. mas elas possuem um recurso engenhoso. P3R seu peão do gambito - ou enveredar pela com- plexa alternativa 4.100 (Posição após 13. 6. BxC. 7. 5. .C3B!?. . na ala da dama. esta variante é considerada muito complicada e perigosa para o jogador mediano. B5C+! 14.. B2C!.P4TD.BxB. B2C. P4TD. P4CD.CxP B3D B2D As brancas recuperaram o peão e a posição igual.C3B D3D! DxD 17. 9.. 8.PxP. 12. 13.B5C!? .P3R. D3B) As aparências indicam as negras em séria situação. B2C. 11. . 4.P4D NEGRAS 2. TDIC Calmamente as negras ignoram 15. PxP.P3CD.PTxD 18.

B2CD. 13.PxC. DxB.P3CR D4T Boa alternativa é 11 B2CD. C4R B3TD! Posição excitante em que ambos os lados têm debilidades de ataque.P5R P4C 6. 15. 10.CD2D transpõem para linhas mais sossegadas como a Cambridge Spring. D3C. 14. 11.CxT etc.0-0..BxPC CD2D 101 (Posição após 10. 7.. O-O. l1. 13.CxPCR! PxC Se 9 C4D. D3Cl. . P3R é muito passivo devido a 6. . .BxP. 6. B2R.B3D. Após o último lance das negras. 125 . . 12. P4Bl com esplendida posição. D3B. P4B!. .CxPB!. se 11.P4C.B4T P4C 9.PxP. PxC P5C 15. 12. . enquanto a alternativa mais calma 5. P4CD etc 5 PxP!? após 5. PxP. Defesa Ortodoxa ou a Variante da Troca. mas as suas perspectivas são excelentes. 8. Conduzindo a complicações perigosas.P4R Este e o próximo lance das negras são compulsórios. 12. Assim. P3R. PxC. 6. P3TR 7. 10.Evitando a Variante Merano se seguiria CD2D.CD2D) As negras devem devolver a peça a mais e estão com um peão a menos. B2C. BxP. .

BxB.BxP..P4D P4D P3BD 2. 14. BxB 7.B2D!) As brancas preparam uma armadilha: se as negras rocam imediatamente. P4R com maior liberdade de ação para as brancas. CxC. lO.B2D! 102.C3B CD2D P3R 8..B3D 6. (Posição após 9 .PxPB! PxP. . 13.. B4T 10. P4CD! B2B Não 10. 9. 11.0-0 B5C Esperando .(e) Variante. 9.DxB evitam as complicações da Variante Merano e seu bispo-problema. ~tão . .P4BD BRANCAS 3. Mas as brancas manobram a iniciativa.inutilmente . 126 . CxB e as 'brancas estão llltidament~"fIlelhor. . 11.CxP! ganha um peão. .PxC. C3BR 4. DxPB As brancas estão mais livres. 12. 9. Se 8 B3D.deter P4R. CxP!. P4R PxPB 12.. .B4B BRANCAS NEGRAS 1.P3R NEGRAS C3B B4B As negras desenvolvem para manter 5.

7. 6. P3R 8.. 121 . BxC.BxPC BxT 11. . 9.B4B) A troca das brancas no 3. B4B! As negras desenvolvem seu bispo-problema.D3T.P3R. .PxP 103 (Posição após 6. . A aceitação do gaÍnbito é menos recomendável para as negras. embora surjam dificuldades mais à frente.0-0 BxC 12. P4D 2.DxP. TIB!. 1l. . C5R.C3B 6. TxB..(f) Variante da Troca NEGRAS BRANCAS 4. C3BD 5. pois deixa as brancas com maior liberdade de ação. pois então 10.D3C 7.DxB. . BxC BxPC 13. de Variante Semi-eslava.Se agora 6. TxB As brancas devem retomar a qualidade.° lance caracteriza a Variante .BxC +.B5CD O-O! As negras não receiam 10. é forte (12. B2R e o desenvolvimento conservador das negras apresenta o inconveniente de bloquear a diagonal do bispo-dama.B4B NEGRAS C3BR C3B BRANCAS P4D 1. B6D!). 10. 13.. P4BD P3BD PxP 3. Sumário: as negras têm melhores oportunidades no Merano e na Anti-Merano. . D4T! contra-ataca vigorosamente. P3R.P3R B5CD! E se 9. com perfeita igualdade pomcional.

P4D P4D 2. 128 ------ . completando a mobilização do lado do rei e dando uma forte diagonal para o bispo. este também deve ser encarado com certa reserva. . P-orém. PDxP P5D O gambito está em andamento.CONTRAGAMBITO ALBIN Como todos os gambitos praticados pelas negras. As negras entregam um peão no estágio inicial da partida na esperança de ganhar em tempo para um rápido desenvolvimento. P4BD P4R? Raramente as negras têm oportunidade de iniciar com contrajogo tão violento. BRANCAS NEGRAS BRANCAS NEGRAS 1.porém conseguem poderosa pressão. C3BR C3BD 5. Sem dúvida é uma tática muito boa. mas somente contra adversários de força inferior. CD2D) Invariavelmente as brancas fianquetam seu bispo-rei. CD2D 104 (Posição após 5. na maioria das vezes. 3. ou as brancas mantêm a iniciativa e guardam o peão de quebra ou elas devolvem o peão. O resultado é que. As negras esperam que seu PD avançado provoque distúrbios que atrasem o desenvolvimento das brancas. As brancas devem procurar desenvolver suas peças não se prendendo ao peão ganho. o peão apenas se transforma em alvo para as peças contrárias. 4.

. P3TD!.D4T C3C As negras esperam ganhar o PR avançado . 10. Com este lance. PRxB. P4CD O-O As brancas continuam 12.PxP. P3CR D2D 7..0-0 CR2R 9. GAMBITO DA DAMA ACEITO Procurando evitar as complicações que emanam do Gambito da Dama Recusado. B2C com pomção muito forte. As negras não podem recuperar o peão e a sua posição não apresenta qualquer compensação.B5CR as brancas prosseguem favoravelmente com 6. 8. 12. ..5 B3R as Após 5.DxP) negras não têm compensação pelo peão.PxP. respondendo 2. D2R.0-0-0. 6. .. P4B as brancas têm indiscutível vantagem posicional .P3B.mas isto custar-lhes-á seus peões do flanco dama graças a poderosa ação das peças brancas. 9. . BxC. B5C. abrem a grande diagonal para o bispo-dama que poderá ser posto em fianqueto. . alguns jogadores preferem aceitar o gambito. . .P4BD com 2. Pois após 10. mas seu rei ficaria exposto a um ataque baseado na grande diagonal do bispo-rei das brancas.. P3CR etc. Teoricamente a idéia é excelen129 .. . . CxP (ou 6.B2C T1D Nesta altura as negras também podem rocar. B2C.o par de bispos contra dois cavalos. Contra 5. BxC +. 6. CxP. P4C!. assim: 6. CxPR..B5CD as brancas não se importam em devolver o peão. Se 5. DxB!. 7. 8. 0-0-0. P3TD! B2R 11. 11.

6'.P3R BRANCAS l. .P4BD NEGRAS P4D PxP verificar BRANCAS BRANCAS 3.. Embora pareça agressiva.apresenta inconvenientes. 0118.P4D 2..0-0 P3TD 7. (a) Variante 4. 130 ---- - . Investindo o PD imediatamente. as negras reduzem os efeitos de um possível P4R por parte das brancas. deixando-o com um poderoso centro de peões.te .. PxP. . 6.fxPI tendo em vista o fianqueto do seu bispo-dama em mna poderosa diagonal. 5. TIDI para operar com as torres nas colunas abertas.D2R C3B 105 (Posição após 7.. se 4. P3CD! E agora..mas . Assim. as brancas têm recursos para responder satisfatoriamente. P3BD. levando seu bispo-dama para 5CR.BxP P4B Importante contestação. As negras entregam o centro de saída dando mais espaço ao adversário. . C3BR 4. . 5. . Assim a aceitação do gambito deixa as negras com sérios problemas. P4CD. . .P3R C3BR P3R É instrutivo como é inútil para as negras a ten- tativa de manutenção do peão do gambito. As negras podem experimentar outra linha após 2. P4TD!. as negras devolvem o peão e ainda ficam com fraquezas em sua estrutura de peões do lado da dama.C3B) As brancas podem continuar de duas formas vantajosas: 8.

P4CI.>. 14.B3D BxP Não 10. . 10.. 12.P4TD!.. P5C. as brancas podem obter uma vantagem posicional indiscutível por meio de 8.PxP D2B 10.P4D P4D 2. B2R.. C5CD não é boa devido a 13. CD2D O-O 13. C3BR 4.13. B2C. P6B!. B2B...C5CD..PJ. para as negras. 11. 8. TxP. B2C. não poderá ocupar casa idêntica.P4TD! P5C A alternativa 11 PxP. C3C B2R As branc. Enquanto para as negras. 15. BxB +. com estrangulamento do jogo das negras. . B2T. 11. P5B !. que não podem jogar 13. C3C. P4BD PxP . O-O. TD1B. 10.D8D mate. CxB. P'l'3D!.T1D P4CD Pretendendo responder 9. 9.PxP!. 11. 16.as podem jogar 13. 12. (b) Variante 4. P4CD. 12. 14. seu cavalo-dama tendo sido movimentado de forma diferente. CxB. CD2D! O objetivo das brancas se revela claramente com este lance: seu cavalo-dama pode ocupar a casa 5BD.Procedendo com inexorável lógica. B2D etc.DxC.. B2D. 9.. C5CD! e CxB assegurando a vantagem posicional do par de bispos contra bispo e cavalo. 12. C5B com posição mtidamente superior para as brancas.. TR1D. B3C) com 9.R seguido de B5CR e TDlB deixando as negras com jogo amarrado e difícil. 13. B5C + !. 15. . TD1B..DxPB?? devido a 14.B5C BRANCAS 3.P3R NEGRAS P3TD B5C 131 BRANCAS NEGRAS l. B3D (ou 9. BxP. Seguir-se-á: 13 D3C.

D3C!) Proteger tI/i o peão-cavalo-dama problema constium difícil para as negras.PxB BxC P4CD 11 . 8. P4TD BxP P4BD P5C As brancas têm o par de bispos contra cavalo e bispo e podem fazer bom uso da coluna aberta cavalo-rei. 5..P4D. . desenvolvem o bispo-dama cravando o cavalo-rei das brancas. .. são satisfatórios. evitam continuar com o gambito. nem 7. pois nem 7. .DIB... P3BD.. P4D e a resposta 1..P4TD.10.D3C! 6. Em lugar disso.T2T 7. . seria sem objetivo para as negras 4.. 132 - - - - . Em conclusão.BxP P3R 106 (Posição após 7. a estrutu?'a dos peões negros do . A pQsição das brancas é definitivamente superior..P3TR B4T 7. . Disto resulta uma ausência de tensão no centro que facilita o jogo das negras em busca da igualdade. MISCELÂNEA DE ABERTURAS DO DUPLO AVANÇO DO PEÃO-DAMA Encontramos muitas aberturas em que as brancas após 1.PxP 9.B2R . .lado da da?na está debilitada. .P4CD devido a 5. 6.Como vimos anteriormente.P3CD! etc.

P3R. BxPB: 9. C5R (ou as negras liberam-se imediatamente com P4R). 7. O-O. Isto também se aplica a 8. B3D.. e agora se. 9. Tais vantagens têm proporcionado expressivas vitórias com o Sistema CoBe. 6. CD2D.CXP?.P4R. Após 4 P3R . 6. . B3D.P3TD.P3B NEGRAS P4B l. A alternativa 4. 8.0-0. Isto muitas vezes lhes concede a iniciativa no centro.. C4BI) PxP. P3CD não é mais aconselhável devido ao seguinte: 4. . . 10. e pode proporcionar poderoso ataque central.CD2D !) Se agora 5.B3D.. C3B.B2C. O-O. B3D. CD2D. D2R!. 6. A idéia das brancas é apoiar o peão-dama cOmvistas a um eventual P4R.. . PxP!. 107 (Posição após 4. P3CR 133 .C3BR Lance que caracteriza o sistema. .-- (a) BRANCAS Sistema CoBe NEGRAS P4D C3BR BRANCAS 3. D2B seguido de . PBxPI (não 9. 8. .P4R.CxP e as brancas ficam com a rfesvantagem posicional de um peão isolado. PxP. B6T com excelente jogo para as negras.B. 1O. CD2D! Importante sutileza. .O-O. P4R! as brancas têm a iniciativa no centro e maioria de peões na ala da dama.PxP. C2B. 5. 7. . 7.. B3D.B3D. 5.P3R.P4D 2.P3R 4. 4.0-0.CD2D. O-O.

B3D B2C Se agora 8. Chegamos a idêntica cQnclu. 7. C5R. .BxB. 5. D3B deixando as brancas com um poderosíssimo centro que muitas vezes conduz a ataque decisivo. C3D. pois limita a diagonal do bispo-rei das brancas e ainda dificulta um ataque na ala do rei. .P4D 2. 10. B3D. sor.P4R. 9. 12.B2C. P3CD. 9. 13. Contudo. PxP. . . B4B!. estabelecendo a formação Stonewall. 5. P4BR. . 11.Como observamos no diagrama 107.P3CR das negras tornou-se possível. Variante Stonewall BRANCAS NEGRAS P4D l. 5. CD2D. após o lance anterior. PxPC.P3R é perfeitamente jogável. PDxP. PxB! e o bispo branco permanece encerrado pelos seus próprios peões.são após 8. 7.p:m C3BR (b ) BRANCAS 3. Em qualquer caso. 134 -- -- --- . A furça da mura1ha de peões é melhor apreciada após o passivo 4 P3R ?. . 11. C3B.P4R. 9.CxP (não PxP? deixando as brancas com o peão-dama isolado). 4 C3B As negras pretendem prosseguir por linhas diferentes. Observe-se que 5.B2R. 12.P4CD. 6.D3C.P3CR é mais promis. CD2D.0-0 o-o 6. . . P3BD NEGRAS P4B Pretendem as brancas continuar com P4BR.B3D 4. PxP que as deixaria com um tremendo centro de peões após 5. ..CxC +. C4R. C1R!. . que defende o peão-bispo-dama e permite maior liberdade de ação. 10. C3C.. B2C.PxP. PxP arruinaria a Stonewall das brancas. Ela~ não temem 5.CxP. o lance 5. 8. BxC. B2D e as negras têm mais liberdade de ação.P4TD.

porque seu bispo tem mais movimentos qU€o bispo das brancas.P4D Variante 2. CD2D P3R Está claro que as brancas desperdiçaram a iniciativa. P3TR P3R B3D B4T B5C! 9. As negras têm jôgo muito promissor. 135 . 2. (c) 1. antes de conhecerem perfeitamente qual seria a melhor casa para ele. O-O PxP TD1B B3C Resolvendo imediatamente o problema do incômodo bispo. as negras ficam um pouco melhor. por dois motivos.B4B Este antigo lance está desacreditado hodiernamente. C3BR P4B! 6. CD2D 8. PTxB.. Secundariamente. C3BR 3. as brancas desenvolvem seu bispo.P3R 5. P4BR 6. Em primeiro lugar.BxB. PBxP 11.D1B B4B 4. P3CD 10.P3B C3B D3C As negras se desenvolvem confortavelmente.5. 7.B4B NEGRAS BRANCAS NEGRAS BRANCAS P4D 2.C3B 7. Ap6s 12.. . as brancas cedem a iniciativa no centro permitindo P4BD.

Naturalmente. Aquele que conseguir vantagem neste desiderato terá melhor partida.P4D NEGRAS C3BR BRANCAS 2.P4BD NEGRAS P3R Agora as brancas podem jogar 4. C3BR como uma sutil manobra para ditar o curso da partida. . Em conseqüência: 136 -- .P4D). as negras experimentam controlar o centro por intermédio do lance de cavalo (antes do que o ~rtodoxo . Mas as negras pretendem continuar desenvolvendo a Defesa Nimzoíndia. . P4D com 1 . . Estamos face a um dos problemas cruciais inerentes a este tipo de defesa.. A seguir. . as negras podem intensificar o controle com as demais peças. Por outro lado. então. na prática é eficiente esta tática das negras que coloca um freio no jogo das brancas. a luta na abertura. vejamos como tais conceitos teóricos se aplicam aos problemas específicos da Defesa NimzoÍndia. elas podem recorrer a lances de peão. se desenrola em torno do controle do centro e da liberdade das peças.DEFESA NIMZOtNDIA Nas defesas "índias" as negras respondem 1. jogando 3 P4D. Eis os lances da abertura: BRANCAS I. as negras podem resolver suas dificuldades. . Como no Gambito da Dama. num sentido psicológico. Momentaneamente. . Embora pareça inconsistente.C3BR. nas Defesas índias. podemos considerar 1. .. P4R. estabelecendo um centro de peões que esmagaria as negras. Assim. intervindo no centro e transpondo com P3R para uma defesa do Gambito da Dama Recusado. que então devem preparar-se para contestar qualquer linha de ação do adversário. Posteriormente.

Outra possibilidade é o centro das brancas.ou talvez não mover seu peão-dama de forma alguma! As brancas têm uma gama de resposta a sua disposição. se além disso elas estiverem bem desenvolvidas..P4D ou . outros aspectos. ocultam suas intenções: elas podem realizar . podem neutralizar a vantagem do par de bispos. Enquanto isto. Neste caso. Sem dúvida uma vantagem a favor das brancas. Devemos considerar. .mais tarde . .. . Antes de as considerar... P4BD. tendo em vista deter a pronunciada expansão das brancas no centro com P4R. B5C conduz na maioria das vezes à troca do bispo pelo cavalo-dama das brancas. . se as negras se desenvolvem rapidamente e de forma favorável (como geralmente sucede na variante em pauta). devemos refletir sobre as possíveis formas que a luta pelo centro poderá tomar. . Por outro lado. as brancas ficam com o par de bispos contra cavalo e bispo. . investindo. pelo flanco.B5C) Cravando o cavalo dama. .3 B5C 108 (Posição após 3. . Ou as negras podem permitir o lance P4R.. e prosseguir construindo um contra centro com P3D e P4R.P3D . 137 . Por exemplo. O lance 3. as negras impedem o avanço P4R. . as negras podem continuar mais tarde P4D. porém.

Isto deve ser apreciado à luz de um outro problema. Acontece muitas vezes que após ... .BxC, as brancas retomam com o peão-cavalo-dama. Com isto apóiam o peão-dama e contribuem para a formação de um forte centro de peões. Mas as negras podem considerar uma fraqueza os peões dobrados e assestar suas armas contra a casa 4BD das brancas. Quem estará com a razão? Tudo depende da forma como o jogo prossegue. Teremos UIha luta extremamente tensa, em que cada jogador procurará explorar suas vantagens e anular as do adversário. Na análise detalhada que se segue, teremos a oportunidade de observar o choque entre duas concepções rivais. A isto atribui-se a grande popularidade da Defesa Nimzoíndia. Ela oferece grandes recompensas aos jogadores empreendedores e de espírito inventivo. (a) 4.D2B. Variante com 4... .P4D BRANCAS NEGRAS BRANCAS l.P4D C3BR 3. C3BD 2. P4BD P3R 4.D2B

NEGRAS B5C

Renovando a luta pelo centro. As brancas podem continuar com P4R.

4.. ..

P4D

109
(Posição após 4. . . .P4D)
Acançando seu peão-dama para 4 dama, as negras adotaram o melhor caminho para se manterem no centro.

138

-

----

- ---

- -

Agora 5. P3TD nos parece óbvio, para liberar a cravação, mas após 5 BxC +; 6. DxB, C5R; 7. D2B, pode resultar uma luta extremamente aguda: 7 P4BD; 8. PDxP, C3BD; 9.C3B, D4T +; 10.C2D, C5D; 11.D3D, P4R!? 12. P4CD, D5T; 13. T2T! Ou 7... .C3BD; 8.P3R, P4R!? 9.PBxP, DxP; 10.B4B, D4T +; 11. P4CD, CxPC, 12. DxC, C 7B + dpl; 13. R2R, D8R +; 14. R3B, CxT; 15. B2C. Em qualquer caso a luta é aguda e o seu desenvolvimento está acima das possibilidades de previsão do jogador médio. 5.PxP

110
(Posição após 5. PxP)
Novamente as negras devem escolher: comandar o centro com peças (5.... DxP) ou colocar um peão (5... .PxP).

A maneira mais simples de retomar é 5. . . .PxP. Se então 6. B5C, P3TR; 7. BxC, DxB; 8. P3TD, BxC +; 9. DxB, P3B; 10. P3R, O-O; 11. C3B, B4B e as negras estão bem. Note-se que após 6.B5C, P3TR; 7.B4T as negras podem contra-atacar vigorosamente com 7 P4B!, por exemplo, 8.PxP, C3B; 9.0-0, P4CR!; 10.B3C, D4T etc. 5 DxP 6.C3B P4B

Operando contra o centro de peões. 7.B2D 8.BxB BxC para manter centralizada a dama. PxP 9.CxP P4R
139

.-.-.---

_ _ ------

Valioso lance libertador. Se agora 10. C5B, BxC; l1.DxB, C3B; 12. P3R, O-O; 13. B2R, D5R!; com igualdade. 10.C3B 11 .P3R C3B o-o 12.B2R 13. P3TR B5C

Partida igual. As brancas possuem o par de bispos, mas as negras têm mais liberdade de ação. Por exemplo 13. . . B4T; 14.0-0, TR1D; 15.P3T, B3C; 16.D1B, C5R etc. (b) 4.D2B Variante com 4... .C3B
BRANCAS 3.C3BD 4.D2B
NEGRAS

BRANCAS NEGRAS l.P4D C3BR 2.P4BD P3R

B5C C3B

Ganhando tempo pelo ataque ao peão-dama das brancas e preparando-se para construir um centro com P3D e ... .P4R. 5.C3B P3D

111
(Posição após 5. . . .P3D)
As negras preparam-se para conceder o par de bispos ao adversário, porém com . . .P4R manterão o equilíbrio no centro.

Se

agora 6. P3TD, BxC +; 7. DxB as brancas ficam com

o par de bispos e as negras devem jogar com cuidado para não ficar com uma posição acanhada. 7 P4TD! evitando maior expansão do jogo adversário (com 8.P4CD). Então, após 8. P3CD, O-O; 9. B2C as negras pretendem ... .P4R com 9 T1R!; 10.T1D, D2R! etc. 140

- --- - -

-

-

-

-

-

--------

PxP D2R Melhorando a posição já que o bispo-dama terá mais objetivos. as negras podem igualar conseguindo bom jogo para suas peças no centro... Mas as negras têm à mão outra continuação. C3BD 4. (c) 4.. 15.P4BD P3R 3.D2B NEGRAS B5C P4B Esta ação de flanco destina-se a demolir o centro das brancas pela remoção do peão-dama. . 14. PxP 10. .8TR. B4B. o-o 12.PxP 141 .P3CD.D2B Variante com 4..P4D C3BR 2. Após 13.D2C.P3R P4TD! Novamente evitando a expansão das brancas indevidamente com P4CD (ameaçando P5C).P4B BRANCAS BRANCAS NEGRAS l.6.0-0. 11. B2R P3CR! As negras mantêm igualdade preparando .B2D 7.. . 5. TR1R. .P3T! Impedindo o desenvolvimento do bispo-dama das negras. P3TD P4R BxC 8.B4B. 11. via B5C... . 9. Contudo. Geralmente as brancas podem exercer pressão através da coluna aberta da dama e ao longo da grande diagonal 1TD. C5R e a posição é aproximadamente igual..BxB 9.

8.P3R NEGRAS B5C -- - - -- ------ . DxB. CxB.. P5T. P4TD!. P3B. equilibram a presença do par de bispos do adversário. 6. . .C3B C3T! O cavalo alcança rapidamente uma casa para controlar o centro.P4D C3BR 2. as negras têm a igualdaae. C3B. P3TD. P4R.P3D. P4D e as negras têm no mínimo a igualdade.D2B (para evitar C4B-5R).B5C.. . BxC +!. CxP.. C6C. Se agora 7.(Posição após 5. CxP. C3BD 4. As brancas fi- cam com o par de bispos. com pouca liberdade de ação. DxB.P4BD P3R 142 3. Mas ficam com uma posição desagradável. mas as negras estão firmes no centro. P3TD. 5 O-O E agora o lance que crava o cavalo.C3B. . com sua posição favorável no centro. parece bom. 13.BxB C4B-5R Como na observação anterior. 7. 9. . D4T +. graças à bela posição de seu cavalo no centro. as negras contra-tacam eftivamente com 6. . DxC. B2R seguido de . P4CD.B2D CxP 9. P3R BRANCAS BRANCAS NEGRAS l. C4B-5R e as negras.. BxC +. TID. C3T !.BxP. B2D. 7.PXP) As negras podem continuar 5. 10. P3TD BxC 7. Contudo. . 8. ( d) Variante 4. 14. 6. Por exemplo 9. 8.B5C. 6.. 11. 12.

O-O.CD2D. . P3CD com boas possibilidades a despeito do par de bispos das brancas.. B2C. . P3TD.P4CR! com forte iniciativa. I1. Se então 9. 8. CR2R.B2C. . C3C.P5D! amarrando consideravelmente o jogo das negras. CR2R. P3TD.CxB. . BxC +. 12.P3CD. CD2D. B2C. 12. 10. 1l. .. B2R. 9... BxC. P5D!).BxC.PxP. 9. I1. P4TD. P3B com a idéia de constituir um poderoso centro com P4R. B2R. 10.CxC. 6. Ele prepara o desenvolvimento do bispo-rei e deixa as brancas em condições de prontamente explorarein qualquer vantagem. BxP. 7... .P4R seguido de P5R com bom ataque). 10.P4TD.113 (Posição após 4. CxC. 9..C3C. PxP. PxP.B3D o-o Se as brancas continuam 6. O-O... . O-O. .BxP.P3R) O último lance das brancas é mais forte do que parece.RxB. 9. . P4D. P4B.P4C. .7.B3D! P4B (não 8. que possa surgir do par de bispos ap6s .. as brancas podem também continuar com 5 CR2R e se 5.O-O.C4B. C3B.PxP. C3B. 12.BxC.PxP.TRIC. 8.P3TD. 4. PxB. 6. .CxB. . 6.PxP. CxP?.. 8. P4D. BxB.D3D. P3B. P4B! e se 9. Uma possibilidade independente seria 5.P3CR (muito mais prometedor do que 8.B4R e as brancas ganham sempre. . 9. 143 ... 7. 10.. 7. P4D 5. 13..B3T. 5.PxP.a partida pode seguir uma das linhas abaixo. Contra 4. Se agora 4. BxP?. 10. 8.P3TD. Outra linha é P3CD.D5T ou 10. o prosseguimento mais simples para as negras será 8.

22. mas as brancas esperam abrir a posição e avançar seus peões centrais para acionar seus poderosos bispos. D2D. . P3TD BxC + 7.. B2C. BxB. C1C. 13. . B2R. D2C. . P3B!. P3C as brancas têm jogo mais livre e oportunidades de ataque. 144 - -- - - - . 8. T1R. B3D 12. PxP. 12.B2T. 12. B3T. (as negras tentam inutilmente evitar P4R). 9.BxPB.P4B. C3B.C2R. D3D as brancas continuam em excelentes condições de ataque a despeito da ausência de um dos seus bispos. . 10.PxB 114 (Posição após 7. . 6. Então após 11.PDxP..PxB) O ousado centro de peões e a presença do par de bispos dão às brancas muito maiores possibilidades de ataque. 10. após 7. P5R seguido de P4B com um formidável assalto de peões.0-0. Assim. 17. As negras devem continuar com muito cuidado.C3B PxP! P4B C3B 10. .Ou as negras podem tentar (após 8. P3CD. 11. As negras liberaram-se de forma admirável. BxPB 9. 19.PxP. PRxP. P3C.P4R. 18.. B2C. C3C. 13.PBxP!. A partida pode prosseguir 12. C4TD. O-O 11. D2B.. TDIR. CxB. TD1R.TRIR. 16.P5B..T2R. 8. 21.P3TD) 8. D2B D2B! P4R Posição assaz interessante. 14. enquanto as negras pressionam o peão isolado contrário. 20. T3R. D2B.D3D.B1C.. 15. P3CD. 7. 9.

B3R. 18. 14.PxC. TIC..P4BD Isto conduz a jogo difícil para ambos os lados. PxB) Observe se que o P4BD não pode ser apoiaM por peão. 4. TDID!. Em ambos os casos as negras estão bem. BxC. 19. C3BD 4. que contrabalança a presença do par de bispos das' brancas. P3TD NEGRAS C3BR P3R BRANCAS 3..CxP.PxP.PxP.P4R. 19. P5B. Após a troca que se segue. BIB. P3TD NEGRAS B5C BRANCAS 1. 20. D2B. BxC+ 5. as brancas esperam obter um bom ataque.BxP +. TxB. baseado no seu par de bispos e aparente poderosa posição central de peões. Esta é a situação na maioria das variantes da Defesa Nimzoíndia. 16. CxC. 18. como também assediar o P4BD contrário.Uma possibilidade é 12 TID. 17. B5C. PxC. (e ) Variante 4. 17. 13. CxPD. TIR. B5C!. Linha de jogo mais aguda é 12 TIR (ameaça P5R).RIT. Em conseqüência constitui uma debilidade sobre a qual as negras irão apontar suas armas. P4D 2. requerendo a proteção de peças. . P3B. devido à liberdade de ação de suas peças. TITR. 15. 14. DxP. RIT. 13. RxP. 21.B2C!. 16.PxB 115 (Posição após 5. 145 .PxB. PRxP. valorizando as manobras do seu cavalo. As negras pretendem fechar a posição. 15P5R. C4D!.B2D.

. .. B6T com considerável vontagem posicional para as brancas. 8. D2R. A retirada do cavalo prepara o lance de bloqueio P4B. 9. 12. 14. 146 ----------- . 13.C3C. Por outro lado. 17.P4R o-o CIR! Excelente lance. P3D. Em conclusão.B3R P3D 12. 11. 16.PBxP. por exemplo: 6. as negras fazem pressão sobre o centro de peões das brancas. 10. não seria recomendável jogar muito cedo .C2R.. .P4R.C3B. T2T!. 15. 7.C2R 10. P5D.P4B. TD2BR.P3B B2C C3B 9. 11.P3R P3CD o bispo das negras irá a 2CD (posteriormente para 3TD. 6. P4R.5 P4B! Fixando o teoricamente débil P4BD das brancas. C2C. PDxP. 7. P3C. P3CD. para pressionar o peão débil). pois muitas vezes permite ao adversário abrir a coluna do bispo-rei com efeitos expressivos. Permitir a cravação B5C seria fatal para a liberdade de ação das negras. C4TD. P4R!.B3D. C2D. C3D.B3D 8. O-O C4T! 116 (Posição após 12 C4T!) As negras iniciam o ataque no peãobispo-dama.0-0. .

PxP. 17.P4B. 147 . 20.As negras têm a iniciativa. TR1D.D2R. 18. 19.' B3TI: e a. TD1B! (obse1've-se a crescente p. DxD. Por exemplo: 13C3C. 16 .PDxP.q negras ganham o peão fraco. 15. T2T. C2C. T1D!). P3C! 16. H.D2BD. D2D. (se 15 . PDxP. P4B.BlB.TxD.'essão sobre o peão-bispo-dama). pois sua ameaça ao peão-bispo-dama neutraliza as ações do adversário na outra ala. D5T!.

P3CR 5. porém condenando seu bispo-dama à inatividade. É preciso não olvidar que realizando logo de início C3BR (em lugar de C3BD como na Defesa Nimzoíndia). estabelecendo um duelo a distância pelo controle da importante diagonal. .. . C5R 8. as brancas obtêm uma partida mais livre do que as negras nesta abertura. terão vantagem em espaço. C5R! 7. PxC dobraria o peão-bispo-dama.P4BD 3. pois 9. C3BR As negras já podem firmar pé no centro com 7. enquanto o das negras é o desenvolvimento de uma defesa adequada. O melhor para as brancas é o fianqueto do seu bispo-rei.D2B CxC O lance das brancas é agora mais ou menos forçado. sem qualquer compensação tangível.P4D. . 148 . O duelo não raro se concentra sobre um problema específico: as brancas procurando realizar P4R e as negras se opondo a esse lance.B2C 6. O objetivo das brancas é a manutenção da iniciativa. com vistas ao comandamento da grande diagonal.P4D 2.C3B BRANCAS 4.B2R NEGRAS C3BR P3R P3CD 7.. o que justifica o empenho com que a luta se desenvolve.---------- . após 8. mais particularmente da casa 5R. Se as brancas colimam P4R. (a) Variante 5. . as negras fianquetam seu bispo-dama logo de início. De um modo geral. não será fácil para elas forçar a efetivação de P4R.DEFESA íNDIA DA DAMA Nesta linha de jogo... .0-0 NEGRAS B2C B2R O-O BRANCAS l.

P4BR. . B2C.P4R. ... 10. 11. 149 ..C1R com pressão duradoura sobre o jogo das negras. P3D.. (b) Variante 5. .B5C + BRANCAS 3.. C3BR 4. As brancas têm boas chances quanto a iniciativa. PxP.. 11. B2C) As negras decidem simplificar por meio da troca. contudo. 14. que.. C2D.B2C NEGRAS P3CD B2C BRANCAS NEGRAS l. B4B!.J controle de sua casa 5R e formar um centro com . Outr~ possibilidade é 9 B5R. P4TD. P3CR 5.P4D C3BR 2. TR1D. 13. 15. DxC) As negras têm um duplo objetivo: reter . se por exemplo: 9.9. C3B. P4CD.P4BD P3R 118 (Posição após 5.DxC 117 (Posição após 9.P3D e . ainda as deixa com difíceis problemas a resolver. D3R!. 10. P5C e as brancas se apresentam com liberdade de ação muito mais pronunciada.P5D!. 12. P4TD.. .

. Indiscutwelmente estiW com a iniciativa. B5C + 6.5.RxB as brancas podem jogar P4R. e 10. mas se 8. Isto justifica o próximo lance das brancas: 7. Mas o cavalo-dama das brancas estará mais agressivamente postado em 3BD do que em 2D. que lhes concederia comandamento do tabuleiro.C3B P3D Após isto as brancas estarão em condições' de realizar P4R.B2D BxB + É óbvio que a réplica natural seria 7. 9.. CxC. CxP BxB Após 13. TDID PxP 12.0-0 As negras devem impedir P4R.C5C! ganha a qualidade devido à ameaça de mate.D2B!. CDxB. 11. . 150 -- - - .C5R. . restringindo seriamente o jogo das negras.DxB! o-o 8. que permitiria às brancas responder a um posterior P4B com P5D.. P4B 9..D2B D2R 10.

C3BR e continuando com P3CR e B2CR Nautralmente.B2C NEGRAS B2C O-O A experiência revela que o fianqueto é uma forma muito efetiva de desenvolver o bispo. as brancas devem estar melhor. Comó nas démais Defesas índias.. Após o que. normalmente pertencerá ao jogador que antes puder realizar P4BR. isto é superior a C3BR. então. porque seu jogo é mais livre. Em 2R o cavalo não impede o caminho para P4B. pode obter milagres com esta linha de jogo. P4D com 1. (a) P3CR Variante com NEGRAS P3D BRANCAS BRANCAS 1. . ficam com muitas possibilidades. Mas as negras têm uma posição sólida e cheia de recursos. as negras evitam responder 1. . . Uma delas seria PRxPD. . um jogador tenaz.C2R 5P4R P3D Em tudo por tudo. P3CR 4.P4BD C3BR P3CR 3. P4R 7. o inconveniente de liberar também o jogo das brancas. elas não podem jamais negligenciar o centro. 6. P4D 2. e a vantagem.DEFESA íNDIA DO REI Esta é considerada a mais complexa e a mais interessante de todas as Defesas índias. 6. tendo. Normalmente jogam P3D seguido no devido curso de P4R. porém. Teoricamente. Ou as negras ficam na e:x. jogando 1. CD3B 151 .. dando ao adversário a oportunidade de avançar P5D encerrando a posição. P4D. abrindo a grande diagonal para o bispo que se encontra em fianqueto.pectativa após P4R.

8.CxP 119 (Posição após 10. 13. Contudo. P4D?. 12. PxP.P4CD. 1l. 10. 12. ..CxC. Elas podem tentar ganhar terreno posteriormente com P4B. 13. DID. .CD3B. 7...T1R.P3C.0-0..PxP.. mas as brancas mantêm-se melhor. CxC. DxB e as brancas têm jogo avassalador em troca do sacrifício da qualidade. C1R.P3T!. De qualquer forma o lance tem em vista um eventual P4D. ou com P4CD seguido de P5BD. mas primeiro devem impedir o importuno C5C. CD2D. 19.P3TR! As brancas desejam realizar B3R. PxP. BxT. 18.CxP!. se 10. . C5R?!. C4B. PRxP. 1l. CD2D.B3R. 15. C3C. seu enfraquecido peão-dama pode ser pressionado. 9.P5B. 17. 9. CD2D 8. Assim. 20. 16. 152 - - .P3TR. P4B. São inúmeras as possibilidades para as negras nestaaltura. Outra seqüência é 7.. 9 PxP 10. 14.0-0 P3B Tendo em vista permitir D2B ou D3C. que parece deixar as brancas com partida preferível. D4T.CR5C!. CxP) As negras conseguiram liberdade de manobra para seus cavalos e bispo-rei.B3R.P4TD. jogando corretamente.Também é possível 7. que é a melhor coisa para as negras. P5D.P4B e as brancas têm partida melhor.

BxC). D2B.CxC. 13:TDID (ameaçando 14. PxP. (igual seria 8. CD3B!. P3TD é a melhor resposta devido a 8. (ou 9..P5D.pois se 9. C4B. RID. O desenvolvimento superior da. PxC.. P3BD. C5D + nem 11. C5D!). 9. .P3CR Variante . . RxC??. BxC. (8. 17. 10.Outra possibilidade é 10 TIR.P4D NEGRAS BRANCAS 3. D4T +. D4T!).~peças brancas assegura-lhes uma melhor partida mediante jogo cuidadoso.DxPC. . 11.PxC??. 14. C7B +. .CxP!. CxD + e as negras recuperam a peça).PxP CxP NEGRAS B2C P4D BRANCAS 1. 8. B4BR.. '. P3CR 4. . 15. B2D! e as brancas ganham!). C2R.0 (Posição após 5 CxP) As brancas planeiam montar um centro poderoso. D2R.C5C. com pressão sobre o peão-dama). 12. As negras esperam poder provar que o plano adversário é irrealizável.. 11. E após 6. B4B.CRxP?. por exemplo: 7. CxC. CD3B! 153 . CD3B. PxP. envolve sutilezas táticas.P4R C3C Embora 6 C5C seja realizável.P5D.B2C 5. 16. C4B. B2D e as brancas não podem jogar 11.. P4CD!. . 8.' . 7. . 10. P4TD. BxP + desc. 6..D3C?.O-O!. (b) 3. TIR. DxB. PxC. 12.. .P4D C3BR 2.TRIR e as brancas estão com uma bela partida (observe-se a armadilha 14. 9.D4T +. B3R (ou 11. . P4BD P3CR 12. 15.

9.C5C) exige habilidade tática de primeira classe.CD5C! C5B T1R C3D A pressão das brancas é incômoda.PxC??.tica desta linha (com.0-0 12.-- .P5D C1C 10. . 9.P4BD 3.C3B P3D O-O . P5D. . PxP 13. por exemplo 7. 10.P4CD! e as negras podem enfrentar. PxP.- -- . 7. C3BD 154 4. PxP e o peão passado das brancas torna-se muito poderoso para o final. e os cavalosestão sem iogo..--- .B2R 6.P4R 5. CD3B.. . bem as complicações que se seguem.. 8.P5D.. C7B +.P4R.. D8D mate). CR3B ! P3BD 1l. 8 C3B 9. 7.Por exemplo 8.1 (Posição após 8. 12. B7B! ou .C3T! 15. P4BD. . ..R1B. P3BD.. . O-O) As negras nada podem fazer contra o centro adversário. . T1R 14.. (c ) Variante B2R NEGRAS C3BR P3CR B2C BRANCAS BRANCAS NEGRAS 1. Mas impedir a prq. o-o 8.* n - -------- (não 1l. .C2R Medidas imediatas contra o centro das brancas serão inúteis...P4TD! PxP 12. P4D 2.

P5D C2R 10. 11.BxPC.B4B. 10. P4D! Contudo . P5D.TD1C. . B3R. PxP. PxP.. l1. As brancas atacam na ala da dama pretendendo abrir linhas com P5B.CxP ! 7. PxP. B5C.. T1R. 12. P4D! ou 10.CxP. 15. 8. PxP. B2B P4CR 12.. 155 . da seguinte forma: 6 P4B !. 17. D2B. . CxC.CD2D permite a manutenção da iniciativa por parte das brancas com 8. 16. 13. P5D. . 13. P4B. C4B.B3R P4BR 9. P3TR.T1C. 9. PxP!. P5R.0-0 C3B! Anteriormente jogava-se 7 CD2D. C2B. D2D. 12.P4CR) Uma posição excitante. e a ameaça. mas as negras podem explorar a ausência do bispo-dama das brancas na ala da dama. P3R. As negras investem no flanco-rei buscando a abertura de linhas com. 10. C3B. . P3B. P3CD.DxD. B3T. C1R!. PxP. graças ao par de bispos. 8. que permitia a igualdade após 8. 19. B4T!.PBxP.. 8. 7.. . l1. CxPR!.2 (Posição após 12. B6B +. T1R. P4B. . 9. 11. CR2D.Parece plausível a alternativa 6. pois podem responder com 8.CxP.B2B permite a recuperação do peão com posição superior. 9. PxP.P5C. B1B. . C3B. BxD. DxB.B4BR. Enquanto isto. Eventualmente . DxP..BxP.as brancas romperão com P4BR. 14. 10. T1D. D2D.P3B P5B 12. 18. CxP. .C1R C2D! 11. D4T +. 15. P4TD..' elas comandam sua casa vital 4D e bloqueiam adequadamente o peão passado adversário. 14. CxPD.R1D. . P4CD!. 6 P4R As negras não receiam 7.

13.B3D 12..P5C C3BR T3C.. . 156 .P5D 12.P5D) o sólido 5.--- .P3B 6.P4BD 3. TDIC PxP 14. 8.. (a) Variante Saemisch NEGRAS C3BR P3CR B2C BRANCAS 4.PxP I1.3 (Posição após 7..13. C3D Outro caminho é dendo . O ataque das brancas através da coluna aberta deve ser decisivo. CR2R PxP P3TD P4C?! As negras oferecem um peão para abrir linhas para o ataque contra o rei.P4R 5.P3B é a chave desta variante.D2D 9 . 7. Ele retarda o desenvolvimento do fadorei. P4D 2. preten- T3B seguido de Ambos os lados completaram seus planos e uma luta aguda está em andamento.BIC! Para fortalecer o próximo P4CR. enquanto prepara o grande roque e inicia o ataque com P4CR e P4TR etc...- -- -.C3BD 7.B3R NEGRAS P3D O-O P4R BRANCAS 1. Mas as brancas estão mais interessadas em seu ulterior ataque. .- .0-0-0 P4B C4T P4B 10.

C3B. após o que seu desenvolvimento mais hormonioso fala a seu favor. P5R deixa as negras com jogo pobre. P4B 6. um minimo deslize na condução do iogo por parte das brancas pode permitir o desencadeamento de poderoso contra-ataque das negras.D2R C3B As brancas agora continuam 9. CxP 1). P4R 1 as negras têm jogo perfeitamente sólido (8. DxD. Após o lance do texto 6 PxP. .. Por outro lado.P4B) o último lance das brancas é muito agressivo e pode levar as negras a uma posição constrangida. 6 D4T Ameaça. 8.B3D .. O-O.P4D 2. DxPB 8. PxP. P5D.(e) Variante dos Quatro Peões NEGRAS C3BR P3CR DRANCAS BRANCAS l. 5. CxP. C3B seguido de B3R.PxPl o melhor. Após 6. 7.Variante (a). RxD. a obtenção de uma sólida vantagem por parte das brancas depende de seu bispo ser colocado cedo em fianqueto.P4R 5. 7.CxP.P4BD 3.P4B NEGRAS B2C P3D 12. 7. PxP. . 157 . 9...4 (Posição após 5. C3BD 4. Conclusão: De um modo geral.

Devem.P4BD P3CR Imediatamente as brancas procuram estabelecer-se no centro com seus peões. C3BD 4.concentrar suas peças por meio de hábeis manobras. O-O. as negras combinam o fianqueto do seu bispo-rei com. P3R. . B2C. (a) Variante da Troca BRANCAS 3. .P4D C3BR 2.5 (Posição após 6 pressão com P4BD!) As negras não perdem tempo em investir o centro de peões. B2D.- .em..PxC P4BD 12. P3C e as negras colocam seu bispo em fianqueto.. . D3C. 5.. Normalmente o peão-dama das negras logo desaparece. CxP 6..PxP NEGRAS P4D BRANCAS NEGRAS l.B2C. P3R. porém. com bom jogo. permitindo às brancas a montagem de um expressivo centro de peões. estar sempre prontas para fazer bom uso da grande diagonal para seu bispo-rei.P4D. 158 ----------- -- . para contrabalançar esta vantagem das brancas.P4BD.. C3B. 5.P4R CxC 4. As negras dev.DEFESA GRUENFELD Nesta Defesa índia. Elas intensificarão a . 7.'6. elas podem ferir o centro com. .. Em alguns casos. . Uma alternativa mais calma 4. .

. (b) Variante 5. . PxP 11 . 8. C5C.P4D C3BR 2..T etc. 9. C4T 13.B5C. B2B.. ..B3D! C3B! As negras igualam.. P3C com vistas a 15. C3B permitiria 10. pois as negras devem agora provar a efetívidade de sua pressão sobre o centro de peões..6 (Posição após 11.. 12. P4BD P3CR 5.BJ. Se 11.B3R C3B a crava- Aparentemente ção .D3C BRANCAS BRANCAS NEGRAS l. ameaçando repetir indefinidamente os lances. B3R) Posiçãocrítica..7.D3C 3..C2R! mais agressivo.B3C.0-0 o-o PxP 12.. As brancas devem cuidar de seu peão-dama e se H. B4BD B2C 8. 16. B3TD com excelente jogo para as negras. C3BD 4.BD.C3B NEGRAS P4D B2C 159 ... CJ.

. . PxP 6.. 5.. PxC CxC+ B6T As brancas possuem mais espaço para manobrar e após U.P5D C3B C4R 12. as brancas reforçam seu centro de peões. Contudo. . têm um fQ1'midável ataque.D3C 8.. B2R 13. 7. Como 5. DxPB o-o Como na variante anterior.. 160 . TID 11 . .P5B!.B3R CR2D C3C 12.u a diagonal do seu bispo (das negras). desde que o cavalo-rei desobstru. B2D. 10.P4R B5C Atacando o cavalo que defende o peão-dama. D3C) Aç branca.. as negras abandonam o centro na esperança ele obter partida ativa para sI/as peças. 15.8 (Posição após 9. DIB.P3B seriam lances passivos.çinsistem em esclarecer a situaçcio no centro.TRIC. . 9. 16. as brancas dispõem de amplos recursos.C3C) O peão-dama das brancas está sofrendo pressão.127 (Posição após 5.P4B!.P3R ou 5. . .--- --- --- - .

Por exemplo: 9.D2D.P3TD. P3TD. TD1B. apesar do peão a menos. CxP. 6. T1D etc. . DxT não se recomenda devido a 11. permitindo a recuperação do peão com 10 D2C. DxD +. CxP.T1B P4B! 7.9 (Posição após 5 O-O!) O lance das negras foi de gambito. 9. 9.. BxP as brancas ganham um peão. T1D. Após 6. com vistas a T7B. PxP.B4B P4D B2C 5. C3BD 4. Também é possível 8. as negras ficam com partida muito forte com 8 C3T!. as ameaças das negras asseguram-lhes compen. CxC. DxC.P3R O-O! 12. . Mas.P4D C3BR 2. C3B.C3T!. BxC.(c) Variante 4. 11. B4B (ameaçando C5C) . T2D. 8.yação adequada. 10.PDxP B3R! As negras estão bem. D6B+. POI' exem1)[0:8. enquanto as outras linhas são favoráveis às negras. . A Variante (b) favorece as brancas. 161 . lO. 13. D4CD! ! E 11. 12.PxP.P4BD P3CR 3. D4T +.BxC. Contudo. Se 10. . ao passo que as negras devem lutar por maior mobilidade. Conclusão: As brancas devem sustentar seu centro de peões. B5C! e ganham. B3C.DxP.RxD?. PxB quando a continuação mais prudente para as brancas é 10.B4B BRANCAS NEGRAS BRANCAS NEGRAS 1.CxC. 12. pois as brancas podem agora ganhar um peão. 7.. D3B.

C2D..D4T+. Isto se aplica igualmente ao Contragambito Blumenfeld. os contragambitos.P5D NEGRAS P4B P4CD?! Arriscado e desnecessário. .CONTRAGAMBITO BLUMENFELD Como temos visto. BRANCAS l. 7. sendo um esforço para arrancar a iniciativa das mãos das brancas. pois o simples 4. P4R. P3TD.P4D 2. 5. 8.PxP transpõem para o Contragambito Benoni que veremos logo adiante. P4D que lhes deixa com um forte centro e linhas abertas para suas peças a troco de um insignificante peão lateral. 9.P3T! P3T P5C Com este lance. O par de bispos das negras representa apenas uma pequena compensação. C4B as brancas têm muito mais liberdade de ação.D2D.BxC 8. . Após 11. 13. 6. 10. PDxP 7. 6. 11. DxD +. as brancas anulam o bispo-dama das negras. O-O. 162 --------- . . C4T com considerável vantagem posicional para as brancas. C3BR 4.B5C! PRxP Outra linha. têm poucas possibilidades de sucesso.PDxP. BxC.P4BD NEGRAS C3BR P3R BRANCAS 3. PxB.B2R. 12. B2CD. As negras esperam entrar na continuação seguinte: 5. 14.P4R 10.. ..P4TD 11. 6. PxPD. . PBxP.PxP.CD2D.B2R. também resvantajosa é 5.D2B P3TR DxB P3D 9.. CDxD. PRxP.

C3BR B5C + 163 .B2C. . B4B.. PxP) Se' as negras experimentam3. 3. sico. Mas se. procuram desenvolver sistematicamente suas peças. C3BD. 4.DEFESA BUDAPESTE Também um contragambito. . (a) 1.0-0.P3CR.. .P4D Variante 4. 4. B4B. P4B? deve FJermau.PxP. Devem as brancas evitar um avanço demasiadamente rápido.B4B C3BD 5. 7. .P4BD NEGRAS P4R Ocontragambito. 3. 10. C3BR. geralmente acabam se complicando. . porém apresentando bases mais sólidas que outras defesas desse tipo. 5. normalmente obtêm bom jogo. 6. 5.C5R. 8.B4B NEGRAS C3BR BRANCAS BRANCAS 2. Se as brancas se prendem ao ganho de material. as brancascontinuamdesenvolvendo:4. 11.PxP 130 (Posição após 3.. C5C E agora 4.P4CDI decolvendoo peão por 11m. P3TD. P4TD. pois as negras poderiam contra-atacar com sucesso.CD2D. ao contrario. . C3T. P3BR com jogo devastador para as negras. 0-0-0. ataque eleci. P3D. C4B. 9. DxP.

P3B1 e o peão extra das brancas tem pouco valor. 7 . (b) Variante 4.C3B.P3R CxC BxC + 10.PxP 4. C4B. DxB 11. B3R.CxC 9. P4TD.P4B C3C Aparentemente melhor do que 5. Mas devem cuidar-se para não se expandirem demasiadamente. 7.. 10.P~TD CRxPR Se agora 8. O-O. B5C +) Se agora 6. 8. 7. BxC +. CR3B. C3B.. evidenciando partida superior.D5D. DxB. 8. P3TD. 4. 13. D2D.0-0-0.PxB.131 (Posição após 5.P4R BRANCAS 3. ..0-0. o objetivo das brancas é um rápido desenvolvimento.P4D P4R 2. CD2D D2R C6D mate. 11.B3C. C3BR. P4BD Aqui.P4R NEGRAS C5C BRANCAS NEGRAS C3BR l. B3D. 12. P3D.. C3T. CxPR 5. B2R P3D C3C Após l2. as brancas ficam com o par de bispos e um pouco mais de liberdade para as suas peças. .. 8. B4B. 164 --------- . por estar dobrado e isolado. . D2R. O-O.PxB???. 13. 6. . BxB. que deixa as brancas com partida mais livre após 6. 9.

0-0-0.C3C) As negraS procuram demonstrar que os seguidos lances de peão das brancas devem ter enfraquecida a sua posição. 6. DxC +.. C2D a posição das negras parece exposta.. 9. 13.P3TD. . BxC +. 165 . PxP P4D! B4B Após 14. B5C + 9. D3C.B3R Se 6. D3B!.CxP. . PxP. D3R com posição equilibrada..D3C.B3D P4BR 7. 8. BxB.D3D.' 15.DxB. BxP PxP CxP! 12. BxC 13. 10. mas elas dispõem do tempo necessário para efetuar o roque e consolidar a defesa. 8.132.PxB D2R 6. 1l. P3D. (Posição após 5. iO..C3BR.C3B. B5C +.D2B 11.P5R.C3B BxC + É difícil para as brancas protegerem seu centro. 12.CxC. 7.

7. PxP. P4D. CD2D.. C3BD.P4CD). 5. PxP. 5. P5D. mas neste caso as negras recuperam o peão confortavelmente com 2.C2D.P3TD. aS brancas têm melhores perspectivas porque a posição das negras pode se tornar restringida. . P4R 3. . mas então 5. 3. . Usualmente. .P4TD!. TR1R. . P4B. l.C3BR..P5T! com pressão considerável. C3B. P3CR. P5D com esta continuação: 3 P3R. porém. P4TD! impediria P4CD. . PxP.CONTRAGAMBITO BENONI Após 1.P3R.9. . B2C.C2R \66 P3CR . 11. P4BD. O-O. . B2C.P5D 133 (Posiçã após 2. 2.P3TD (na esperança de conseguir maior espaço na ala da dama mediante .P4D P4BD Uma alternativa é 1. 2. Como regra. .P4R P3D 4. . O-O. P3CR. 8.P5D) Uma posiçlJOcom possibilidades de manobra para ambos os lados. P4BD as brancas podem replicar 2. 12. 6. 10.B3D C2R As negras podem também experimentar 4. que leva a um jogo complexo em que as brancas têm comandamento superior do tabuleiro. 2. 4. . as brancas jogam 2. P3D.

DxC. as brancas ficam com forte iniciativa.P4B abre o jogo com vantagem para as brancas: 6.CR4R! e as brancas estabelecem pressM permanente sobre o fraco peM-dama. . CxB.C3C!. 12.P4B! P4B CD2D Jogando agora 10.CD3B! e as brancas estão melhor. 14. 9.. para bater as importantes casas centrais. As brancas dispõem de duas decisivas ameaças em C5CD e P4CR. . por exemplo 10. . 7. P4CD! deixa as brancas com forte iniciativa na ala da dama. . 10. Poderão continuar com P4D ou P3D com vistas à formação de um contracentro com P4R. 7.. P3BD. PBxP. as negras combatem pelo controle da casa 5R. 5. 9.PxP. DEFESA HOLANDESA Como no Gambito da Dama Recusado e na Defesa índia da Dama. 11. TIC. O desenvolvimento do cavalo-rei das brancas estabelece um interessante problema . deixando as negras sem boas continuações.C2D.Aqui 5. C3C. A teoria considera como o melhor para as brancas o fianqueto do bispo-rei.P4BR.P4TD!.P3TD. .P4BR!. B2D. C4BD!. 6. CD3B O-O 8.0-0 9. 167 . C2D. P4BD B2C 7. C3BR. CxPB. O-O. B2R. . 12. devido ao rápido desenvolvimento e mais liberdade. 11. ..C3T!. C4R. Nesta defesa elas desenvolvem a luta jogando cedo. 6. O-O.PRxP..0-0. 13. seguido de 4BR para atingir a casa 6D? Ambas as soluções apresentam aspectos favoráveis.BxP. 8. Por outro lado.BxP. . 8..levá-Io via 3BR para controlar a casa 5R ou via 3TR. P3C.

P4R. PxP. CD2D. 6. . 5. 4. Então. P4D P4BR 3. Trocando o bispo das casas pretas. . 9.(a) Variante P3CR BRANCAS BRANCAS l\'EGRAS 1. C3BxP. . C3BR Consideramos esta a linha principal. após 7. embora 4. P3CR P3R NEGRAS C3BR 134 (Posição As brancas volver após 3 devem escolher C3BR) entre desen- seu cavalo rei via 3B ou 3T..P4D (as negras pretendem estabelecer uma Stonewall). P3BD. .P4B 5. Por exemplo 7. P3D.0-0 P3D O-O Se as negras adotam a formação Stonewall com 6. 9. 8. . 168 . P4BD. . C3B. P3B. . O-O. B3D.O-O. as brancas estão prontas para esmagar o centro com P4R. as brancas podem conseguir nítida vantagem em diversas variantes. B2R 6. com belo jogo para as brancas. D3D. 8. as brancas deixam o adversário com o bispo mau. DIR. P3B. 10. C4B!. P3C.P4D. PxC. 5. CxC. Outra alternativa é 4. P4BD.B2C 2. 8. P3B!.. B2R. C3TR seja uma excelente alternativa: 4. C3TR. 6.0-0. 7. C5R. 4. 10. C3B. B3TD!.

P4R!. P4D P4BR 2. C4T. B5C. C3BD C3BR 135 (Posição após 3. PxP.C5D.PxP. DxPD. D2B.TxC As brancas. 9. C3B.TIR Uma boa alternativa para as brancas é 8. 10. P3B. BID. C3B. C3D!. 2. CxC. D4T. 12. (b) Gambito Staunton NEGRAS BRANCAS NEGRAS BRANCAS 1. 13. 6. C5R. 7. PxB.PxP. 7. 11. 169 . P3B! com vistas a P4R! com forte iniciativa no centro. .P4CR. as brancasganhamum peão. 9. ..P4R Um gambito de ataque que pode dar muita dor de cabeça às negr~s.. P3C. ~. . pois após 9. 11. 11. 8 D4T Mesmo após 8. 14.CxP. . B3R. P4R...Outro caminho após 6 P4D é 7. 8. . PxP 3. 10. PRxB. .P4R PxP 10. 12.D3C as brancas podem jogar 9. . P3B. .P4D? pois com 5.BxC!. 10. TxC.. 9. P3C. se não jogarem com muito cuidado. TDID.C3B DIR 8. C4TR! e as brancas estão melhor. a dama das negras está perdida. com seu desenvolvimento superior.D5T +. DIR. atuam permanentemente sobre o dispositivo contrário.. CD2D. DxT?.B5CR as negrasdevem evitar a armadilha4..CxP CxC 11 . 12. . . C3BR) Após 4. D4T.BxC. D2B. . 15.

CR2R.B4BD. B5CR C3BD! As negras equilibram. C5D. 10.4. B2R. C2B. D4D. P3B. 7. B3T! Estas variantes mostram como as negras conseguem excelente partida desenvolvendo-se consistentemente ~ buscando contrajogo. C3C. C5C!.PxP. P4BR. P4R!. P3D!. PRxB. 8. 6. 6. 170 . P5D. 8. P4TR. P5D. 9. 7. 9. Por exemplo 5. C4R. P3CR!. CxP. Ou 5. BxC.

até certo ponto. trataremos de 1. pois nos demais casos o duplo avanço do peão-dama ou é retardado ou evitado pelas brancas.. Finalmente ainda um ponto a ser considerado: podemos evitar tais aberturas quando jogarmos com as peças brancas. P4D. P4D. Para muitos jogadores. algo de desagradável. 171 . consideraremos as aberturas cerradas não caracterizadas pelo lance inicial 1. será fácil encontrar solução para os novos problemas que tais aberturas possam apresentar. . tais aberturas têm seu lugar no xadrez e em função disso será sempre útil estarmos familiarizados com suas linhas gerais. Em um único caso (Sistema Catalão). Desta forma. procuraremos completar o nosso estudo sobre as mais importantes aberturãs cerradas. Todavia. Partidas que fogem a formulas e regras e o futuro mergulhado em mistério.MISCELÂNEA DE ABERTURAS CERRADAS Daqui até o fim deste livro. isto constituirá um novo estado de coisas e. Se estivermos familiarizados com as idéias fundamentais e a força das diversas formações. porém muitas vezes nos encontramos do lado das negras.

3. como regra. . apresenta grande flexibilidade e possibilidades de transposição para muitos outros tipos de abertura.P3C Bom desenvolvimento para este bispo. 5. .0-0 172 6.C3BR P4D As negras podem retardar uma decisão imediata por. 119). que agora bate fortemente o centro. C3BR. meio do flexívell. 2. P3CD C3B 4. .C3BR. B2CR CD2D 7. As negras geralmente devem investir diretamente o centro.P4B P3BD (se o desejarem) para B4B! Agora as brancas podem transpor a Defesa Eslava (pág. para conseguirem igualdade. iniciando-se com 1. (a) Sistema Londrino l. Estabelece. o imediato fianqueto do bispo-rei e a seguir o fianqueto do segundo bispo.ABERTURA RETI e Sistemas Relacionados A Abertura Reti. A estratégia das brancas é o controle do centro a distância.B2C P3R . que permite a transposição para inúmeras outras aberturas.

PxP. as negras não devem temer P4R. 10..P4D. 10.. A partida das negras é perfeitamente jogável.P4R. P3TR Assegurando a retirada do seu bispo-dama.D2B. .P4B P5D 173 .C3BR P4D 2. B2T. 7. Por exemplo: 7.136 (Posição após 7.9. 11. que se irá travar. com excelente posição para as negras. . P4TD. 8.T2B 13.. 11.0-0) As negras estão bem encaminhadas e não devem temer a lrlta pelo centro.P5D BRANCAS NEGRAS BRANCAS NEGRAS l.P3D B2R 9. (b) Variante 2. C4TR. . B5CR. . C4B com bom jogo para as negras.C3B. PxPR. Podiam igualmente continuar desenvolvendo diretamente.B3D. 8. O-O. P3TD T1R 12. D2R. .P3TD. por exemplo: 10. 12. . T1B P4TD 11.DIT B3D D2R Observe-se como as brancas atuam sobre o centro partindo dos flancos. CD2D o-o Com seu cavalo em condições de se instalar em 4BD.

do T. O-O. P3D. Na prática atual. CD2D. as negras comprometem sua posição avançando o PD. P4B. 174 4. P3R. (c) Defesa índia do Rei Invertida NEGRAS C3BR (*) NEGRAS P3CR BRANCAS 1.N.137 (Posição após 2 P5D) De acordo com a teoria "hipermoderna". 7. 3. . uma continuação seria 3. B2R. O-O B3B 0-0-0 As negras têm a iniciativa e uma pressão duradoura sobre o peão-dama atrasado das brancas. o peão exerce ação tolhedora sobre o iogo das brancas.B2R 10. 7. 5. .B2C B2C 5.D4T 8. C3BR BRANCAS 2. P3CR As brancas jogam a Defesa índia do Rei com um lance a mais. P4D. .PxP C3BD! CxP 5. 4. 3. B2C.0-0 o-o .6. Se um lugar do lance do texto as negras efetuam 2. O-O.P3R + 4.P3D (*) Ataque(ndio do Rei. . P4R com excelente partida para as brancas.D3C + B2D! D4R +! 9.C3B DxC B5C! As negras estão com a iniciativa.CxC 6.

.P3D) As negras. P3D. C3BR 4.P4TD seguido de C4B as brancas têm excelente partida. BRANCAS NEGRAS l. São comuns as sutilezas posicionais que podem comprometer a partida das negras. SISTEMA CATALÃO Nesta abertura as brancas efetuam o fianqueto do bispo-rei (como na Abertura Reti) e P4D (como no Gambito da Dama). CD2D. P4R. C3B.C4B.P4BD P3R BRANCAS 3. 7.P4D C3BR 2.CD2D 7.. P3CR NEGRAS P4D 175 -- -- - -- - . com bom jogo. 6.138 (Posição após 5. . se elas jogam com menos cuidado. 5 P4D Também após 5 P4B. 6. ainda podem escolher entre um eventual. 8.TIR 9.P4R P4B C3B 8.PxP P4R CxP E as brancas continuam com 10.P3D ou P4D.

B2C.P3CR. C3B. Por outro lado. lI.P4B. PxC. TD1C. 7. 7. CxC.C9B.P4TD. 9.T1D. C3BR. D9C a posição está equilibrada.C3B. .B2C B4D As negras se opuseram ao fianqueto sem enfraquecer sua posição. CD2D.D1D. P4B.PBxP. - é a alternativa CxP! (não 7. .P4D ete. 8.P3CR) Esta posição pode ser resultante de muitas outras linhas de iogo Por exemplo 1.D6B.ou 8. 6.. 9. . C3BR. 9. 3. P4B.PRxP entrando numa linha inferior da Defesa Tarrash pág.0-0. P4B. CD2D. - 4 PxP 4. PxP. 2.D9D.D4T+ B2D! Mais simples do que 5. 4. 1l. B3B. Mais interessante - e mais complicada - Nesta posição as brancas indubitavelmente têm possibilidades de pressionar o peão-bispo-dama enfraquecido das negras. 6. o excelente desenvolvimento das negras proporciona-Ihes amplos recursos. B5C + . 25). 9. 5. Após 8.D2R. ..139 (Posição após 4. DxPB B3B 7. P4D. . D3C com posição difícil que deixa possibilidades de luta para ambos os lados. 176 - - -- .B2C. P4R. 5. P4CD.0-0. P3TD. O-O. 8.D2B. C3C. 10. 12. 1l.D2B. . P3R. C9B.0-0. 6.B2R. DxPB. 10.CxP. B2C.P4R. . 10.

P3BD.C3BD C3BR 3.B2C) Observe-se como o bispo em fianqueto das branc08 controla poderosamente Q grande diagonal. apenas a resposta 1. as negras podem replicar tanto 1.. .C3BR como 1 P3R. .PxC. P3CR 4.B2C NEGR P4D CxP 140 (Posição após 5. 10. após 8.. transpondo para outras aberturas. O lance 1.PxC. T1C! e as brancas ainda mantêm a pressão sobre o dispositivo contrário. 7. 1l. B3R. . As negras devem lutar energicamente pelo controle do centro.PxP. . corno recurso para manter a igualdade. B2R as forças brancas realizam o dinâmico 8. que se torna assim normal neste tipo de abertura. 177 . particularmente Q C08Q vítal 5D. .CxP. .ABERTURA INGLESA Após 1. P4D!. Então. CxC. 9. . . (a) Variante do Fianqueto do Bispo-Rei BRANCAS com .P4D BRANCAS NEGRAS l.. O caminho lógico para firmar este controle é o desenvolvimento do bispo-rei em fianqueto. .P4BD P4R 2. C3BD. mas depois de 6.PxP 5. As negras podem manter centralizado seu cavalo com 5. C3B. De um modo geral. P4BD. C4DxC. . 12. As negras devem decidir sobre o seu cavalo que se encontra atacado. P4BD tem em vista o Controle de casa 5D. O-O.P4R institui um 'aspecto característico próprio a esta abertura. ..

P3D NEGRAS BRANCAS (b) BRANCAS 1.B2C) 1. P3CR 4. PxP CxP 11. . C3BD C3BD 3. P4BD P4R 2.P4B! T1C 10.5. 178 - .P3D C3C B2R 7.0-0 o-o C3B o lance 7. 9.B2C NEGRAS P3CR B2C 141 (Posição após 4. possuem uma coluna aberta (BR) e seu centro de peões tem grande poder potencial para um eventual avanço.. . .- - - - - - - - - . podem controlar 4D com P3R e utilizar lances de peão para construir um forte centro. Em 3TR este cavalo permitirá que o bispo exerça completa ação sobre a grande diagonal e também realizar mais cedo o lance libertador P4B! (ambas as manobras seriam impossíveis após o ortodoxo C3BR). excelente a posição das brancas: con- trolam a importante casa 5D. Variante Fianqueto do Bispo-Rei com .C3T! 8. ... . 6. C3T constitui uma notável exceção à regra" que condena o desenvolvimento do cavalo pela borda do tabuleiro.. Seu bispo em fianqueto e ambos os cavalos controlam a casa central crítica 5D. C4B! A posição das brancas é indiscutwelmente superior.

(Posição após 4. 13.P4R!. 5.C3B 4. ciativa. I3.5. 5. P3TR. 4. C3C. 7.P4R 13.'.CxP 6. (c) Variante dos Quatro Cavalos P4R C3BR 3.P4D C3B 1.P4D P3D CR2R PxP 8.PxC 1O. CxP.P4D) As brancas abrem imediatamente a posição. P4BD 2. .D3D/ as brancas estão com partida muito superior.P5D.P3C! DxB O-O 12. TI R. podem ainda aumentar sua vantagem posicional com TIC e B2D.CxPB?.P5R. . .C4R/. I2. 1l. Por exemplo 4.O-O CxC O-O C4B Ap6sll.B5C PxP B5C P3TR 7. 6.B4T 8.P3CR com posição prometedora para as brancas. P3R.BxC ~1.C2DxP. C3R.P3R! 6. C3BD 142. C5B! com jogo ganho.P5R!.C2D.. CR2R 7. B3C. seguido de B3BD/.P4B! BxC C4R + Muito mais vigoroso que o rotineiro 9. C5R com boa partida para as negras 9 C3C Não 9. O-O. . 12..CxP 9.D2R.B2C P3D P3B 179 - - - - .PxB 9. 10. CxB. C6R.. 10. . 10. certas de poderem aumentar a ini.

4.C3TR. 143 (Posição após 3. B2R. R1B. 7. P3D. 6. P3C. P4D. B5C. TIC as brancas obtêm mobilidad~ bem mais acentuada. l. B2C. 0-0. 5.. DxPTR com ataque decisivo pela peça. 12. ABERTURA BIRD Uma abertura rara.B3D.-- . P4R!.P4D) As brancas agora podem enveredar por uma StonewaU. P4BR. C5C!. P3D!. B2C. 15.D5T +. 8. D1B. O-O. A id~ de controlar a casa 5R muitas vezes leva a uma Defesa Holandesa com cores invertidas. . 8. P3TR. P5C. C3B. 7.P3B. B2C. . 5. PxC. 1l. mas ap6s 4. As brancas em muitas variantes obtêm excelente jogo. T1R. 4.0-0.CD2D.P4BR C3BR o Gambito From (1.B4BD. 3.P4R! e as negras têm melhor jogo.Após 14.D2R. enquanto as negras ficam com vagas possibilidades de ameaçar o peão-bispo-dama fraco das brancas.C3BR.P4R) não é perfeitamente satisfatório. 9. 2. C3BR. 7. O-O. pois 1. P4BR não contribui absolutamente para o desenvolvimento das brancas. 5.P4D. C3BR Nem o imediato fianqueto do bispo-dama é também promissor. Por exemplo 3. P4B.. 6. D1R. P5R. P4CR. B2R. B2C as negras têm belo ioga. 6.. 180 .PxP. Por exemplo 2. P3R P3CR 3. P3CD. BxP. 10..PxP. 8.

0-0 6.D4T 9. CD2D o-o D2B P4R As negras têm excelente partida nesta posição (uma Defesa Holandesa com cores invertidas).P3D B2C P4B C3B 7.4. 181 -- - - - - - -- -- - --- .B2R 5.D1R 8.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful