You are on page 1of 6

http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/ue000131.

pdf

Undestanding David Barton Alfabetização

práticas

textuais como

num

mundo prática

em

mudança social

Para abordar questões sobre o futuro de Estudos de Letramento, este primeiro capítulo apresenta uma breve panorâmica de alguns dos enquadramento teórico fornecido pelo Estudos de Letramento e revisa as evidências de estudos etnográficos detalhados de letramento em diferentes contextos, a partir de pesquisa realizada por Lancaster, na Inglaterra, mais amplamente. O capítulo discute dois achados comuns a partir da gama de estudos que foram realizados: o papel fundamental de mediadores, mentores, corretores, redes e patrocinadores, e como determinadas práticas têm um significado diferente e significado em diferentes domínios da vida. Olhando para o futuro de Estudos de Letramento, o capítulo avança para pontos como a importância do letramento em um mundo cada vez textualmente mediadas social, incluindo a forma como os textos são artefatos culturais e pode ser rastreada através de contextos para ligar o local e o global, e como significado textual-tornando cada vez mais multimodal com textos eletrônicos tendo importância cada vez maior. Finalmente, algumas direções futuras para o campo são sugeridas. O argumento geral é que vivemos em um mundo textualmente mediadas social, onde os textos são parte da 'cola da vida social. Entender o que as pessoas fazem com os textos, incluindo ambos os textos baseados em páginas e com base numa tela, eo que fazer para as pessoas textos são essenciais para a compreensão da mudança social contemporânea. Linguagem e letramento comeram no coração de grande parte da mudança social em curso, porque a linguagem e o conhecimento estrutura de letramento e permitir Estudos de Letramento de comunicação fornece uma poderosa lente para examinar mudanças nas práticas sociais, como o impacto das novas tecnologias e o fenômeno da cultura de excesso de trabalho. Ele fornece uma poderosa lente de letramento, porque está ligada à identidade, ao poder e em como podemos agir no mundo. Ao examinar a evolução do papel dos textos, descobrimos as tensões centrais da mudança contemporânea: novas práticas de letramento oferecem possibilidades excitantes em termos de acesso ao conhecimento, da criatividade e poder pessoal; ao mesmo tempo o mundo textualmente mediadas social fornece uma tecnologia de poder e controle e de vigilância. Estudos de letramento fornecem uma janela para ambos os humanização e as possibilidades de mudança brutal contemporânea. O campo de Estudos de Letramento tem avançado nos últimos 20 anos. Em termos gerais, é uma abordagem para o estudo da leitura e escrita que começa a partir do que fazem em suas vidas. Começa a partir de práticas sociais das pessoas, observando que muitos desses textos envolvem, de alguma sorte, a realização de muitas atividades em pessoas de vida usar os textos. Isto significa que o letramento é um componente da maioria das práticas sociais. Prestando atenção aos aspectos do letramento em uma prática é particularmente importante num momento em que a vida social está mudando rapidamente. O caminho para examinar e compreender essas práticas é através do estudo de eventos particulares. (Esta abordagem prática social do letramneto tem sido

a prática local de trabalho. o detalhado método multicolaborativo e metodologias de resposta fornecem maneiras de realizar a pesquisa. há uma estreita ligação entre a teoria e a metodologia e cada uma informa e constrange a outra. por exemplo. Outros começam a partir de contextos institucionais. Em qualquer situação. Isto pode ser visto como um conjunto de passos em pesquisa. eu tenho começado a partir de indivíduos que agem em situações do cotidiano. Pesquisadores integram uma variedade de métodos. em Barton 2007). Os eventos são aninhados uns dentro dos outros com micro e macro eventos. os pesquisadores extraem as complexidades que as pessoas revelam sobre suas vidas. pois eles são encadeados em sequências que estão em rede entre contextos. como discutido abaixo. nós . na compreensão das crianças começando a escola. e toda a atividade é muito multimodal com a linguagem e a imagem fica entrelaçada. Justapostos com a análise do discurso. os alunos que se deslocam da escola para a faculdade ou como a educação pode apoiar – e o desafio . ao passo que o conceito de prática de letramento fornece uma maneira mais ampla de trazer os aspectos culturais e estruturais. vemos padrões comuns de atividade e nós podemos desejar contrastar as maneiras de como osa letramentos são usados nestes diferentes domínios. Em domínios de atividade. Pesquisadores têm abordado este trabalho com diferentes pontos de partida. configurações de práticas de letramento. como sendo parte de práticas sociais que são inferidos a partir de eventos e mediada por textos.colocada de forma mais pormenorizada em outros lugares. A visão de letramento. por exemplo. escola ou local de trabalho. A metodologia de Estudos de Letramento também fornece unidades de análise: o conceito de letrtamento como evento fornece um ponto de partida para a análise de interações. Para entender a mudança na vida das pessoas. isto é. antes de se mudar para a aprendizagem. Em detalhados estudos etnográficos. Para qualquer pessoa. esta é uma maneira útil de ver como diferentes domínios se sobrepõem e interagem e como há muito hibridismo e fusão. incluindo a observação. Muitas pesquisas estão interessadas nas implicações educacionais. Concentrando-se em domínios específicos da vida. essas são maneiras poderosas de pesquisa e análise de textos e práticas. agindo em conjunto. que o foco precisa começar com as práticas. exige uma determinada metodologia. análise de textos. Tal como acontece com todas as pesquisas. a realização de pesquisas empíricas torna-se rapidamente evidente que a definição dos limites do que conta como atividade de letramento e que conta um evento de letramento ou de uma prática de letramento não é simples. Pesquisadores foram inovadores em um método de desenvolvimento que é ético. Envolve o exame de eventos particulares para compreender as práticas mais amplas. as transições e os espaços entre os domínios são então muito importantes: eles são significativos. As fronteiras. responsável e colaborativo. o uso da fotografia e muito mais. A partir de práticas cotidianas também se revelam formas cotidianas de aprendizagem que são importantes em contextos de sala de aula. No meu trabalho. É uma metodologia de atenção ao detalhe e inspira-se fortemente em abordagens etnográficas. especialmente com as novas tecnologias. como a educação ou locais de trabalho. entrevistas. A partir de domínios específicos. como a casa. e só depois para o ensino. Primeiro porque o texto (incluindo oral – fala) apresenta muitas situações que se misturam. vemos uma série de letramentos.

que é baseado em uma teoria do letramento como prática social e pode ser desenvolvida em uma pedagogia de prática social. O letramento era usado pelas pessoas para dar sentido aos acontecimentos em suas vidas e resolver uma variedade de problemas. tanto dentro como fora dos domínios relacionados com a educação. Estudos de letramento oferece um discurso particular. uma maneira de falar sobre o letramento.trabalhamos com os conceitos de aprendizagem baseados na participação e interação. eu vou primeiro apresentar uma visão geral de alguns estudos que foram realizados em Lancaster. A abordagem Lancaster para a investigação do letramento Em consonância com o espírito deste volume. à educação de seus filhos e aos encontros com a lei. na Inglaterra. o significado da escrita (Barton & Ivanic 1991) e a relação entre pesquisa e prática no ensino de letramento de adultos (Hamilton et al. tornando-se especialistas em um determinado domínio e tornando-se um recurso para outros membros da comunidade. Assim. auto-gerados e aprendidos informalmente. que muitas vezes recorrem a um discurso estreito. O letramento também foi utilizado para mudança e transformação pessoal. Muitas vezes esse confronto envolveu profissionais especialistas e sistemas especializados de conhecimento. ao trabalho. Os estudos na coleção mostram como os métodos qualitativos e estudos locais detalhados podem aprofundar a compreensão teórica do letramento. onde estudamos o papel da leitura e da escrita na comunidade local. Um estudo das práticas de letramento . e as pessoas muitas vezes se valeram de suas redes de apoio e conhecimento. As pessoas se basearam nestas redes sociais para ajudá-los com os requisitos de letramento particular. 2000). o desenvolvimento de uma etnografia engajada. Estes dados mostram a importância do letramento como um recurso comum. Esta pesquisa também demonstrou a importância das redes sociais e as relações dessas práticas. que eram muitas vezes voluntários. 1994) Um estudo empíricochave foi o Letramentos locais pesquisa (Barton & Hamilton 1998). por exemplo.centrado nas habilidades. em que a leitura e a escrita foram significativos para as pessoas e que contrastou estes letramentos do vernáculo. que sustenta a participação política a nível local e também por oferecer maneiras mais formais de organizações políticas. vimos as maneiras pelas quais o letramento é significativo em termos de participação democrática local. que reuniu uma série de estudos de leitura e escrita em uma variedade de diferentes contextos locais. O estudo identificou áreas-chave da vida cotidiana. Conjuntos iniciais de estudos identificados com temas que têm sido importantes ao longo de nossa pesquisa. e não apenas como um atributo de pessoas individuais. Ela pode ser usada para desafiar os discursos contemporâneos sobre o local de trabalho desafiador e sobre a educação. para afirmar ou a criar identidade pessoal e aprendizagem autodirigida. culpando-as. com mais letramentos dominantes que eram muitas vezes mais formalizados e definidos em termos de necessidades das instituições. como discutido na Tusting e Barton (2006). Outros exemplos de pesquisas de letramento e da comunidade local podem ser encontrados no volume editado Letramentos Situados (Barton et al. tais como os relacionados à saúde. para afirmar informações relativas aos interesses do povo. Se envolver com questões atuais de letramento exige uma abordagem da prática social e precisa ser interdisciplinar e isso requer um esforço crítico. da cidade em que vivemos. informados pelo teórico e pela mesma perspectiva delineada acima. com o letramento sendo usado para a comunicação social.

associadas à avaliação e. restauração ou de cabeleireiro. há modos particulares de leitura e escrita que ajudam os alunos na sua aprendizagem – O letramento para o aprendizado. mantendo assim a identidade da comunidade.) Um estudo realizado por Karin Tusting sobre o papel das práticas de letramento dentro de uma congregação católica mostra como o letramento é usado para controlar o tempo. Em termos de métodos. Os alunos estão aprendendo a ler e escrever por demandas das vocações e estão treinando para. por Anita Wilson. Os estudos também identificar práticas distintas em diferentes domínios da vida. o que mostrou como o local e o global estão ligados pela atividade textual. Estudos de educação Pesquisa de Estudos de letramento no campo da educação também tem fornecido informações importantes sobre a estrutura das práticas. Jones se concentra no processo de preenchimento de um formulário especial. Estudos de práticas de letramento do cotidiano podem oferecer dados. métodos e teorias pra práticas educacionais. como no de manutenção de registros que têm que fazer. Ela identificou a importância do letramento na tentativa de manter uma identidade individual dentro de uma instituição burocrática de controle. Este trabalho demonstra diferentes letramentos que os estudantes têm de lidar em simultâneo (ver Ivanic et al. as investigações mostram como aspectos da teoria social podem ser combinados com uma abordagem de Estudos de Letramento para fazer ligações entre os fenômenos locais e globais. tanto a nível local no âmbito da comunidade paroquial quanto no mundo em relação à Igreja Católica como um todo. (A ampla gama de estudos em um letramento multilíngue é relatado em Martin-Jones e Jones 2000. mostrando como os agricultores individualmente são incorporados ao sistema agrícola burocrático através de um processo complexo de falar localmente situado à volta dos textos e do entrelaçamento do Galês falado com o Inglês escrito. cada vez mais. Elas oferecem dados sobre como e quando as pessoas leem e escrevem em seus cotidianos o que pode informar aos currículos educacionais (Barton et al.de jovens nas prisões. em uma variedade de maneiras: como artefatos de letramento são produzidos dentro de uma classe de preparação tanto como evidência tangível do compromisso através do investimento de quantidades significativas de tempo e para servir como um registro histórico permanente de um conjunto fugaz de eventos. Esses letramentos para o trabalho e o letramento para aprender coexistem com outras formas distintas de leitura e escrita. demonstraram o papel de letramentos na luta contra a institucionalização e 'perder a sua mente ". em que há o letramento particular dos locais de trabalho. Ela esquematiza isso dentro de teorias sociais de tempo. onde a vida das pessoas inscritas em letramento em uma ampla ordem social. e como as pessoas usavam o letramento para a construção de um 'terceiro espaço' entre a prisão e lá fora. Ela trabalhou por muitos anos como uma etnógrafa na prisão. com responsabilidade. e como o boletim da paróquia é usado para sincronizar eventos em tempo. Uma extensa pesquisa em instituições de ensino superior na Inglaterra e na Escócia leva a nossa compreensão para a frente em uma forma distinta: Letramentos para a aprendizagem em pesquisa de Educação Superior identifica diferentes letramentos sendo mobilizados nas aulas de educação superior. 2006). Este uso resistente do letramento contrasta com o trabalho de Kathryn Jones com agricultores galeses bilíngues em um mercado de leilões. Ao mesmo tempo. Como um conjunto de estudos. 2008 para mais detalhes) e identifica um fenômeno que é significativo em outros domínios. tais estudos oferecem meios de ficando pata estudantes investigar e refletir sobre suas próprias práticas como um meio de . profissões como construção.

e somente então podemos retornar para questões de como ensinar ou como apoiar a aprendizagem. ambos em ações cotidianas e em atividades educacionais formais. por exemplo. 2001). incluindo Análise do Discurso. este volume. análise narrativa e aspectos da teoria social. Clark & Ivanic 1997) e trabalhos aplicados a uma visão de prática social para compreender o aprendizado e a vida das pessoas em letramentos na educação de adultos (Papen 2005) e o ensino de Inglês para falantes de outras línguas – ESOL (Pitt 2005). 2007). e somente então trabalhamos com os professores para ver como apoiar os estudantes em seu aprendizado (veja Barton et al. é necessário compreender o que as pessoas fazem. E os estudos da oferta educacional para adultos na Inglaterra que fizemos permitiu-nos movermos por princípios de uma prática social pedagógica. bem como uma pesquisa sobre política (Hamilton & Hillier 2006). Muitos estudos concentram-se sobre os links entre comunidades e escolas. Purcell-Gates 92007) um grupo útil . E o trabalho em novas arenas mostram o que permitem as novas tecnologias. Estes são os passos que nós seguimos no estudo do letramento de estudantes adultos acima referidos. Estudos de letramentos em uma ampla de contextos Até agoraeu tenho focado em estudos que conduzem para Lancaster. Outras direções tem sido trabalhar sobre a fala e a ortografia de práticas sociais (Johnson 2005. 2008). em diferentes contextos incluem todas as áreas de educação. educadores e decisores políticos algumas vezes acham frustrante que os pesquisadores do cotidiano não oferecem soluções imediatas para os problemas educacionais. Fowlwe & Mace 2005. Entretanto. Cruikshand (2006) é um bom exemplo de estudo que mistura a abordagem estnográfica dos Estudos do letramento com a Análise do Discurso. novas tecnologias ou outros assuntos. então é essencial ver como as pessoas aprendem. os meios de ensinar a adultos que estão baseados sobre uma visão de letramnto como prática social (Appleby & Barton 2007. Saindo do foco do cotidiano para o foco da práticas da educação. mas isso dá um sabor de pesquisa recente que eu mencionarei apenas algumas publicações recentes (para um primeiro panorama de tais estudos. As teorias do letramento como práticas sociais oferecem aso praticantes educacionais uma linguagem para falar em assuntos discutidos em letramento. Sebba 2007). primeiro nós objetivamos compreender suas vidas. análise textual.engajarem-se em seu trabalho. 2006). através do mundo há estudos novos surgindo em diferentes dompínios de atividades e é possível mostrar temas comuns de pesquisa. então retornamos para compreender como o aprendizado se faz em práticas letradas. que são. Outros trabalhos em contextos educacionais tem se preocupado com o desenvolvimento da escrita e identidades em contextos educacionais (Ivanic 1997. Entretanto. Aqui não é o lugar para revisão de tais estudos. adolescência. Estes trabalhos. Direções mais recentes incluem fazer links com o trabalho em práticas de comunidades (Barton & Tusting 2005). focando uso das tecnologias pelos adolescentes e a ligação entre a cas e a escola e os estudos identificxam a importância das redes sociais. gêneros. Pessoas têm sido levadas para pesquisas utilizando as teorias e metodologias dos Estudos do Letramento e complementando estes com diferentes quadros. no uso de de fotografia ou manutenção de letramentos diários (veja Barton 2001 e Ivanic et al. multilinguismo. lugares de trabalho específicos e comunidades particulares e podem se concentrar na infãncia. isto é um conjunto de passos: primeiro. Pesquisas sobre letramento e criaticidade (Papen & Tusting 2006) novamente mostram o valor desta abordagewm examinando a criatividade em práticas de letramento do cotidiano. Tett et al. suas práticas. ver Barton. mediação de papéis.

de estudos de caso. Os estudos em Street (2005) també cobre muitos sites educacionais. Outros recentes estudos estão conmcentrados em .x). comunidades e escolas. Lankshear e Knobel (2006) e Knobel e Lankshear 92007) cobrem novos letramentos como novas tecnologias de uma forma crítica. Brasil. Os estudos reportados em Lewis et al. O conjunto de estudos de Anderson et al 92005) COBRE ligações entre famílias. significando neste caso práticas sociais em uma amplidão de culturas. (2007) iniciam de teorias sócio-culturais e exploram noções de atividades. pessoas jovens. Austrália e Grécia). escola. e não particularmente movas tecnologias. entre culturas. experiências de imigrantes. comunidade e história. Eles estão principalmente interessados na divisão escola-não escola e muitos de seus estudos são meios de incorporar tecnologias em práticas escolares. cobrindo casa. Um assunto especialmente recente em Linguagem e Educação editado por Snyder e Prinsloo (2007) que v~e os letramentos digitais em diferentes domínios da vida através de diferentes partes do mundo (incluindo África do Sul. formas em que o letramento é múltiplo e é visto por ‘novas pedagogias para novos letramentos’ (p.