Universidade Federal de Uberlândia

Faculdade de Engenharia Elétrica

Laboratório de Física Experimental II Laboratório de Eletrostática e Eletrodinâmica

AULA PRÁTICA 8: CAMPO MAGNÉTICO DA TERRA

Alunos:

e isso é o que ocorre na prática. O Equador Magnético é constituído pelo conjunto de pontos de inclinação nula. a teoria física e matemática capaz de descrevê-lo e justificar. à semelhança do que ocorre com as referências geográficas. Já nessa altura se tinha concluído que o campo magnético terrestre manifestava certa variação secular. os polos magnéticos afastam-se sensivelmente dos polos geográficos. e o eixo magnético não coincide em regra com o eixo geográfico. o Campo Magnético da Terra foi utilizado para orientação desde muito cedo pelos chineses e foi utilizado também na época dos descobrimentos. Uma inclinação de 90º corresponde ao polo magnético do norte. onde é possível distinguir o polo magnético do norte com o polo magnético do sul. em 1838. A declinação pode ser definida como o ângulo que em cada ponto o meridiano geográfico faz e o meridiano magnético. e não fenômenos externos a ela foi obtida por Gauss. Porém. no fim do século XIX. e de que as variações rápidas deste tinham correlação com fenômenos atmosféricos como as Auroras Boreais. Nota-se que se o campo magnético terrestre pode ser considerado como aproximadamente dipolar. A utilização da bússola como instrumento de localização sobre a terra partiu do princípio que o campo magnético da terra se aproxima do campo magnético gerado por um ímã permanente alinhado com o eixo de rotação.Introdução Histórica e Conceitual: A existência do campo magnético da Terra é conhecida desde Gilbert. na superfície da terra. assim. . A prova matemática de que o campo magnético observado à superfície tem como origem fundamental a Terra. A inclinação será o ângulo dessas linhas de força com o plano que é tangente a Terra no ponto de observação. só foi alcançada com Maxwell. além de um equador magnético. Neste sentido podemos falar de meridiano magnético como a projeção. da mesma maneira que uma inclinação de -90º corresponde ao polo magnético sul. Contudo. que em 1600 propôs em seu livro "De Magnete" que a terra fosse considerada equivalente a um ímã permanente. e os primeiros modelos "realistas" do mecanismo gerador do campo só começaram a ser construídos atualmente. das linhas de força do campo magnético.

No experimento. sendo a tangente do ângulo formado entre o gráfico resultante do campo da terra com o da bobina a razão do campo da bobina com o campo da terra. paralelo ao eixo das bobinas para a direta com intensidade dada por:   Sendo = . como estamos na superfície terrestre. onde está localizada a bússola. será a soma vetorial do campo da bobina com o campo da terra existente no local. Se o eixo da bobina com o campo da terra for orientado na direção Leste-Oeste.  A expressão que permite calcular o campo magnético na bobina é Assim:  E como o gráfico a ser feito é o da corrente em função da tangente do ângulo variado na bússola. seu campo fará um ângulo de 90º com o campo da Terra (direção norte-sul). Assim. percorrido por uma corrente .Teoria: Neste experimento. neste caso. a corrente passará pelas bobinas e criará um campo magnético no meio deste campo. Tm/A a permeabilidade magnético no ar. a forma utilizada para se obter o valor do Campo Magnético da Terra será simples e razoavelmente precisa. o campo conhecido será o produzido no centro de uma bobina de Helmholtz. . utilizando uma bússola e um campo magnético conhecido. o campo magnético total no local onde a bússola está. temos que:    .

fazendo com que a distância dela fosse de 4 cm para cada bobina. foi ajustada a tensão da fonte para o mínimo possível e a tensão foi variada para obtermos diferentes valores da corrente e sua respectiva variação de ângulo . e este sistema todo foi montado com a direção normal de seu plano apontando na direção Leste-Oeste. e os valores foram de 38 e 8 cm. ligada por cabos de conexão a um resistor para proteção do equipamento de 47 e ao Amperímetro. -Multímetro digital na função Amperímetro na escala de 200 mA. foi feito o gráfico   utilizando o programa Origin Pro 8. . Assim. Para isso foi utilizada a fonte de tensão. ao Helmholtz. -2 bobinas (Helmholtz) com N=154. respectivamente. a bússola foi colocada em um suporte bem ao meio das duas bobinas. foram feitas as medidas do diâmetro das bobinas e a distância total entre elas para o cálculo da constante . Logo após. Assim.0 e feitos os cálculos para obter-se o valor do campo magnético no local. Desta maneira. -Fonte de tensão. O objetivo desta aula prática era determinar experimentalmente o campo magnético da terra que atuava no laboratório.Método Experimental: Material utilizado: -Bússola. e logo em série. -Resistor de 47 para proteção (10 w).

2 13. Como o valor de é a metade do diâmetro.1 16.2 12.0 59. foram tomados 10 valores da corrente e da variação do ângulo de acordo com a variação da tensão da fonte e montada a tabela: I (mA) 6.32004 -1. Assim.2 7.23716 -0.8 27.13353 -6.9 48.1 16.2 7.0 59.0 25.7 (°) 5 10 15 20 25 30 45 50 60 65 Assim foi feita uma nova tabela.0 25. assim  .2 12. assim que ela estivesse exatamente no meio destas. o valor obtido para . foram feitas as medidas do diâmetro das bobinas e da distância entre elas.Descrição e Análise dos Resultados: Inicialmente. foram respectivamente de 38 cm e 8 cm. onde foram colocados os valores das tangentes dos ângulos obtidos: I (mA) 6.85599 2.8 27.4 20.4 20.2719 0. foi possível calcular o valor que seria criado pelas bobinas nesta bússola.64836 -0. foi de:         Após isso. pois seria a posição do ponto P onde a bússola estaria localizada. e os valores obtidos para ambos.7 tg -3. para montar o gráfico   . tivemos que  .38052 0. Como foram dados os valores de e  .61978 -0.9 48.40533 1. e o valor de seria a também a metade da distância entre as bobinas.47004 . utilizando a fórmula descrita na teoria.2 13.

Finalmente obtivemos o gráfico   : E ao linearizamos o gráfico obtivemos o valor do coeficiente angular deste gráfico e o respectivo erro. mostrados na tabela do gráfico: .

já que a letra grega representa o valor de . o que está dentro do esperado.114/snigeduc/ficheiros/Diversos/Cap3_Campo_Magnetico[1].005. pois este campo varia de acordo com as condições geológicas de determinadas regiões de à . consequentemente aumento do valor do campo magnético provocado pelo Helmholtz devido o aumento da corrente no circuito. no caso o das bobinas. assim:     Conclusão: Podemos concluir pela realização deste experimento que o campo magnético da terra afeta a bússola até mesmo na presença de outro campo magnético. Com este coeficiente e o valor de é possível calcular o valor do campo magnético terrestre. um valor consideravelmente pequeno. Robert / Física.http://62. vol.pdf 2. 3 Eletricidade e Eletromagnetismo. com a variação do ângulo causada pelo aumento da tensão da fonte. e como os dois campos exercem efeito sobre a bússola.187. sabemos que este valor é igual à razão do campo magnético da terra sobre o campo proporcionado à bússola pelas bobinas.71575 com possível erro de aproximadamente 0.HALLIDAY. chegamos ao valor do campo magnético terrestre no laboratório de aproximadamente  . E por meio desta análise. pois de acordo com a fórmula   . David e RESNICK.O coeficiente angular da reta dada pela linearização do gráfico foi de 5. .48. 3a ed. podemos calcular o campo magnético terrestre no local onde está presente este arranjo pela análise do gráfico   . Bibliografia: 1.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful