You are on page 1of 11

27/06/2011

Universidade Federal da Paraíba Centro de Ciências da Saúde Depatamento de Odontologia Restauradora Dentística Pré-clínica

Cavidades de Classe II
Faces proximais dos dentes posteriores (pré-molares e molares). (pré-

Restaurações de amálgama Preparos e Restaurações Classe II
Classe II

Hugo Lemes Carlo

Cavidades de Classe II

Classe II

Cavidades de Classe II
Procedimentos para realização do preparo cavitário
I. II. Abertura Forma de Contorno V. Forma de Retenção VI. Forma de Conveniência das paredes VIII. Limpeza da Cavidade

Material Restaurador
Amálgama

III. Remoção do Tecido Cariado

Sujeita a alterações!! VII. Definição e Acabamento

Classe II

Classe II
Cavidades de Classe II

IV. Forma de Resistência

Cavidades de Classe II

Histórico
G. V. Black - 1908

Histórico
G. V. Black - 1908
Abertura V/L de 1/3; Ângulos internos definidos; Paredes V e L paralelas;

Classe II

Classe II

Parede pulpar plana; Parede axial perpendicular ao longo eixo do dente.

1

Forma de Resistência Paredes circundantes V e L paralelas ou convergentes para a oclusal. MOD MOP Cavidades de Classe II Procedimentos para realização do preparo cavitário Cavidades de Classe II Procedimentos para realização do preparo cavitário Forma de Resistência Paredes pulpar e gengival planas e paralelas entre si. Classe II Classe II 2 . Classe II Cavidades de Classe II Procedimentos para realização do preparo cavitário Classe II Cavidades de Classe II Procedimentos para realização do preparo cavitário Forma de Resistência Paredes axiais convergentes para a oclusal. Ângulos internos arredondados.27/06/2011 Cavidades de Classe II Cavidades de Classe II Procedimentos para realização do preparo cavitário Histórico Gilmore . Forma de Contorno OD MO Classe II Paredes axiais convergentes para oclusal. Abertura vestíbulo-lingual o mais reduzida possível. Forma de Resistência Ângulo áxio-pulpar arredondado.1977 Abertura V/L de 1/4. Paredes V e L convergentes para oclusal. Classe II Parede pulpar plana.

. 1997. Procedimentos pré-clínicos. frente a ação de esforços mastigatórios. 3 .N.. et al 1995 Cavidades de Classe II Procedimentos para realização do preparo cavitário Cavidades de Classe II Procedimentos para realização do preparo cavitário Forma de Retenção Forma dada ao preparo que Forma de possibilita a resistência retenção do material no interior da cavidade. J.L.27/06/2011 Cavidades de Classe II Procedimentos para realização do preparo cavitário Princípios de Preparo Princípios de Preparo Cavidades de Classe II Procedimentos para realização do preparo cavitário Forma de Resistência Curva reversa de Hollenback Na face vestibular dos dentes posteriores 90° 90 Forma de Resistência Curva reversa de Hollenback 90° 90 Classe II Classe II Baratieri.. tração de alimentos pegajosos e diferença de coeficientes térmicos Forma de Retenção Profundidade Classe II > largura Classe II Forma de retenção Auto-retentivas Cavidades de Classe II Procedimentos para realização do preparo cavitário Cavidades de Classe II Procedimentos para realização do preparo cavitário Forma de Retenção Forma de Retenção Classe II Classe II Paredes convergentes Mondelli.

Seleção dos instrumentos. quando necessária. incluídas ou não em outros tempos operatórios. Cavidades de Classe II Procedimentos para realização do preparo cavitário Cavidades de Classe II Confecção de um preparo MOD Acabamento das paredes do preparo Promover a remoção das irregularidades dos prismas de esmalte. 1999) Forma de Conveniência Extensão do preparo. a visualização. a moldagem da cavidade. a conformação. Classe II Proporcionar melhor vedamento marginal. a instrumentação e. Classe II Classe II Classe II Classe II Isolamento absoluto.27/06/2011 Cavidades de Classe II Procedimentos para realização do preparo cavitário Cavidades de Classe II Procedimentos para realização do preparo cavitário Forma de Conveniência São todas aquelas manobras. que têm como finalidade tornar facilitado o acesso. (Barrancos Mooney. Cavidades de Classe II Confecção de um preparo MOD Cavidades de Classe II Confecção de um preparo MOD Classe II 4 . Anestesia. Afastamento dos dentes.

2 a 0.5mm Classe II Cavidades de Classe II Confecção de um preparo MOD Classe II Cavidades de Classe II Confecção de um preparo MOD Acabamento do preparo cavitário Classe II Classe II 5 .27/06/2011 Cavidades de Classe II Confecção de um preparo MOD Cavidades de Classe II Confecção de um preparo MOD Na face vestibular dos dentes posteriores 90° 90 Classe II Classe II Cavidades de Classe II Confecção de um preparo MOD Curva reversa de Hollenback Cavidades de Classe II Confecção de um preparo MOD Limite cervical do preparo cavitário Acabamento do preparo cavitário 0.

27/06/2011 Cavidades de Classe II Confecção de uma restauração Classe II Cavidades de Classe II Confecção de uma restauração MOD Matrizes Classe II Cavidades de Classe II Confecção de uma restauração MOD Classe II Cavidades de Classe II Confecção de uma restauração MOD Cunhas Cunhas Classe II Classe II Cavidades de Classe II Confecção de uma restauração MOD Cavidades de Classe II Confecção de uma restauração MOD Cunhas Inserção do amálgama Classe II Classe II 6 .

1 2 Classe II Cavidades de Classe II Confecção de uma restauração MOD Brunidura pré-escultura do amálgama Melhorar a adaptação.27/06/2011 Cavidades de Classe II Confecção de uma restauração MOD Cavidades de Classe II Confecção de uma restauração MOD Condensação do amálgama Deve ser iniciada logo após a trituração do amálgama. Condensação do amálgama Classe II Reduzir o conteúdo de mercúrio nas restaurações. Remover o excesso de Hg. Adaptar o amálgama às paredes e ângulos. 7 . Em cavidades complexas deve ser iniciada pelas faces proximais Cavidades de Classe II Confecção de uma restauração MOD Condensação do amálgama Preencher a cavidade. Classe II Esférica Limalha Classe II Facilita processo de escultura. Compactar o material. Condensação do amálgama Classe II Cavidades de Classe II Confecção de uma restauração MOD Classe II Iniciar com condensadores compatíveis com a cavidade e terminar com condensadores maiores.

Cavidades de Classe II Confecção de uma restauração MOD Cavidades de Classe II Confecção de uma restauração MOD Escultura do amálgama Brunidura pós-escultura do amálgama Classe II Após remoção da matriz retirar excessos proximais. Facilita o polimento. Aumenta a dureza nas margens. Corpo do instrumento apoiado em estrutura dental não preparada. Observar as cristas marginais dos dentes vizinhos. Cavidades de Classe II Seqüência clínica Profilaxia Anestesia Isolamento Cavidades de Classe II Seqüência clínica Profilaxia Anestesia Isolamento absoluto Classe II absoluto 8 .27/06/2011 Cavidades de Classe II Confecção de uma restauração MOD Cavidades de Classe II Confecção de uma restauração MOD Escultura do amálgama Escultura do amálgama Iniciar pelas cristas marginais. Classe II Classe II Classe II Classe II Ponta do instrumento no sulco. Proporciona superfície mais lisa. Reduz a porosidade das margens.

27/06/2011 Cavidades de Classe III Seqüência clínica Profilaxia Anestesia Isolamento absoluto Cavidades de Classe III Seqüência clínica Profilaxia Anestesia Isolamento absoluto Classe II Cavidades de Classe II Seqüência clínica Preparo cavitário Restauração Acabamento e Classe II Cavidades de Classe II Seqüência clínica Preparo cavitário Restauração Acabamento e polimento Classe II Classe II Classe II polimento Cavidades de Classe II Seqüência clínica Preparo cavitário Restauração Acabamento e Cavidades de Classe II Seqüência clínica Preparo cavitário Restauração Acabamento e polimento Classe II polimento 9 .

27/06/2011 Cavidades de Classe II Seqüência clínica Preparo cavitário Restauração Acabamento e Cavidades de Classe II Seqüência clínica Preparo cavitário Restauração Acabamento e Classe II polimento Classe II Classe II Classe II polimento Cavidades de Classe II Seqüência clínica Preparo cavitário Restauração Acabamento e Cavidades de Classe II Seqüência clínica Preparo cavitário Restauração Acabamento e polimento Classe II polimento Cavidades de Classe II Seqüência clínica Preparo cavitário Restauração Acabamento e Cavidades de Classe II Seqüência clínica Preparo cavitário Restauração Acabamento e polimento Classe II polimento 10 .

27/06/2011 Cavidades de Classe II Seqüência clínica Preparo cavitário Restauração Acabamento e Cavidades de Classe II Seqüência clínica Preparo cavitário Restauração Acabamento e Classe II Classe II Classe II polimento polimento Cavidades de Classe II Seqüência clínica Obrigado!! Classe II 11 .