1 INTRODUÇÃO (NATTÁLIA) 1.1 Contexto histórico Na antiguidade existiam dispositivos que visavam a proteção dos direitos dos consumidores.

O mais famoso deles é o código do Rei Hamurabi (1972-1750 a.C). Esse código está exposto, atualmente, no museu de Louvre, em Paris. Trata-se de um cilindro cônico de pedra dura, de 2,25m de altura. Nele estão esculpidas sentenças que regulamentam o direito patrimonial, direito de família, heranças, preços, quantidade e qualidade de produtos, direitos e obrigações de profissionais como médicos, veterinários, construtores. As leis eram muito rígidas. Vejamos: - Se a casa ruísse e matasse o proprietário, o construtor pagava a pena com a vida; se morresse o filho do dono da casa, o construtor fatalmente veria seu filho condenado à morte; se houvesse danos materiais a casa seria restaurada pelo construtor sem ônus ao proprietário. Esse seria o primeiro Código de Defesa do Consumidor. Podemos afirmar que para época era aceitável, mas atualmente tais práticas causariam repulsa a sociedade. Após a promulgação da Lei nº8. 078, de 11 de setembro de 1990, que teve por objetivo introduzir o Código de Defesa do consumidor no nosso ordenamento jurídico. A lei deu origem ao PROCON (Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor). Assim os direitos e deveres ficaram mais claros. O diálogo, bom senso e a prática da conciliação substituíram as penas que eram exasperadamente duras.

1.2 Os primeiros direitos do consumidor (CAROLINA) No código comercial de 1850, consta na redação do seu artigo 210
“O vendedor, ainda depois da entrega, fica responsável pelos vícios e defeitos na coisa vendida, que o comprador não podia descobrir antes de receber, sendo tais que o tornem imprópria do uso a que era destinada, ou que tal sorte diminua o seu valor, que o comprador, se os conhece, ou não a compraria, ou teria dado por ela muito menos preço.”

A essa estrutura. A propaganda com informações verdadeiras e necessárias. chamamos de PROCON (Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor).Normas técnicas inexistentes. 2 Surge o PROCON (Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor) (ANDRÉ) Coordenar e integrar as atividades públicas de proteção ao consumidor. . o consumidor deve ter um órgão a quem recorrer para que seja ouvido e tenha seu problema solucionado. analisar e encaminhar reclamações. Zelar pelo cumprimento das leis. testes. O Código Civil. Tendo em vista o bom funcionamento.Normas existentes. São eles: .Direito à informação – com abrangente interpretação. porém desconhecidas pelos consumidores. conscientizar e motivar o consumidor em procurar o órgão. O PROCON pode ser um órgão estadual ou municipal. Vamos enumerar quatro direitos que podemos afirmar que são os percussores do que hoje conhecemos como CDC. Informar. . efetuar pesquisas. análise de produtos ou serviços.Mas esse não seria o único direito do consumidor. É preciso ter escolha com preços diferenciados. da defesa do consumidor. sem mencionar essa palavra. investigações. sobretudo quando há fraude ou dolo contra o consumidor. . em alguns estados devido a sua realidade foram criadas as DECOM (Delegacia do Consumidor). de 1916 e o Código Penal de 1940. sugestões e propostas. . . porém não respeitadas pelos fabricantes. foram detectadas algumas dificuldades a serem superadas pelo órgão: . tratavam em alguns de seus artigos.Direito à escolha – Refere-se aos monopólios.Direito à segurança – Implica na proteção de comercialização de produtos perigosos à saúde e à vida .Normas existentes.Direito a ser ouvido – Ao se sentir lesado. que é capaz de realizar todas essas atividades.

estabeleceu que o Estado promoveria a defesa do consumidor e seria elaborado um Código de defesa do consumidor. inciso V e artigo 48 das Disposições Transitórias. Andreza Rodrigues . responderam a algumas perguntas. Desde o início de suas atividades. Assim. a Constituição Federal e o CDC.1 A realidade do PROCON em nossa região (EDUARDO) 3. estou a frente do órgão. AR . Durante uma visita à sede de Volta Redonda e Barra Mansa.O PROCON (Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor) de Volta Redonda teve suas atividades iniciadas no dia 15 de agosto de 2000. Perguntas relacionadas ao PROCON/VR. sobre o funcionamento do PROCON em cada cidade. 3.2 O outro lado a função do SICOMERCIO. em seu artigo 5º.Quando foi fundado o PROCON/VR? Drº João Silveira . Estadual ou Municipal? Qual a lei que o regulamenta? .O PROCON é um órgão Federal. inciso XXXII.3 O fortalecimento do PROCON no ordenamento jurídico A Constituição Brasileira de 1988. nacional e jurídica do surgimento do PROCON. Drº João Silveira e Drº José Valente. As Diretrizes Internacionais de Proteção do consumidor estabelecidas em 1985 pela ONU (Organização das Nações Unidas) e a mobilização das entidades de defesa do consumidor foram fatores determinantes na menção dos assuntos interessantes aos consumidores na Constituição. Acabou de completar 11 anos. já foi apresentada. respectivamente. artigo 170. nos conflitos entre fornecedor e consumidor A visão histórica. passaram a representar uma poderosa força para a sociedade civil.

qual verba usada para manter o órgão. ocorrem audiências de conciliação. Quando necessário e sempre que necessário. AR . tanto aqueles que se deslocam até o local.O PROCON conta com quantos colaboradores? JS . Todos funcionários públicos. Vale ressaltar que todos os atendimentos destinados aos consumidores são gratuitos.Enquanto órgão público. quanto atendimentos por telefone. já que os atendimentos são gratuitos? JS . Grande parte dos “conflitos” entre consumidor e prestador de serviço é resolvida na própria unidade. atende 2000 consumidores.Em Volta Redonda a sede do PROCON conta com 5 (cinco) colaboradores.O PROCON é um órgão delegado.Desses 2000 atendimentos.Qual o percentual de atendimentos? (semanal ou mensal) JS .As prestadoras de serviços de telefonia móvel e fixa são as grandes campeãs de reclamação.O PROCON recebe alguma subvenção do governo? Se sim. AR . Nosso quadro possui 2 advogados e 3 atendentes. Dessas audiências cerca de 65% são resolvidas.Qual o prestador de serviços com maior número de reclamações? JS .Por Mês a unidade do PROCON em Volta Redonda. AR . AR . Está previsto no CDC (Código de Defesa do Consumidor) nos artigos 4º e 5º e está regulamentado pela lei Municipal nº 3628. .Qual o percentual de casos que são finalizados no próprio PROCON? São realizadas audiências de conciliação no local? JS . o PROCON é mantido pelo governo. de que tipo? Se não. através de acordos firmados entre as partes. AR . estadual e conveniado ao município.JS . 70% são resolvidos na hora.

Quando foi fundado o PROCON/BM? Drº José Valente .Perguntas relacionadas ao PROCON/BM. já que os atendimentos são gratuitos? JV . CP . dessas reclamações 119 atendimentos/orientações. de 10 de outubro de 1993. 2 fiscais. de que tipo? Se não qual verba usada para manter o órgão. (ANDREZA) Carolina Padilha .O PROCON conta com quantos colaboradores? JV – Conta com 1 coordenador.O PROCON é um órgão Federal. A verba de manutenção é orçamentária. CP .O programa Municipal de Defesa do consumidor foi instituído pela lei municipal nº 2.Qual o percentual de casos que são finalizados no próprio PROCON? São realizadas audiências de conciliação no local? JV – As audiências de conciliação são realizadas no local. CP . CP . O índice de conflitos resolvidos é 75%.O órgão não recebe subvenção.No Mês de outubro foram registradas 253 reclamações. CP .Qual o prestador de serviços com maior número de reclamações? JV – Telefonia – OI Atualmente é regulamentado pela lei nº 3. CP . de . 3 assistentes técnicos. Estadual ou Municipal? Qual a lei que o regulamenta? JV – É um órgão municipal. Total de 8 funcionários. alocada na Secretaria Municipal do Governo. Foram realizadas 73 audiências.552.Qual o percentual de atendimentos? (semanal ou mensal) JV . 2 estagiários de Direito. 16/03/1999.O PROCON recebe alguma subvenção do governo? Se sim.057.

. além de canalizar reclamações e orientar o consumidor. por meio de conciliações de interesse entre fornecedor e consumidor. Dentro dessa ótica os PROCON’s. o que permite resolver com sucesso uma pendência comercial. Os PROCON’s auxiliam na democratização da influência das relações. exercem o papel de dar legitimidade e força aos consumidores comuns.4 CONCLUSÃO (ANDREZA) A história da defesa do consumidor se confunde com a promulgação do Código de defesa do consumidor. das intervenções do Estado e com o surgimento do PROCON.

Ago. L. Revista Jurídica Consulex. Código de defesa do consumidor: O direito do consumidor e as transformações do mercado brasileiro. p. C. & MIRAGEM.22-25. MARQUES. Abrindo a empresa para o consumidor. n. 303. 2009. Maria Lúcia. 1990. Rio de Janeiro: Qualitymark. B.REFERENCIAS ZÜLZKE. .