Curvas de resposta em frequência de uma rede 2 terminais

Curvas de resposta em frequência : séries & paralelo, factor - Q, circuitos sintonizados, circuitos mutuamente acoplados

Análise de Circuitos usando Variação de Frequência (w)

Resposta em Frequência
• Até agora, assumimos que a frequência (fornecida) é fixa. • Mas queremos agora variar a frequência tal que :

0≤w≤∞
• A resposta do circuito consoante a variação da frequência é chamada de "Análise de resposta em Frequência"

• Assumimos que os valores de rms (da fonte) são constantes.

Fonte {variando w}

Resposta

. Consideremos um circuito RL: (i) Analisar a impedância com a variação da frequência w (ii) Analisar a corrente I com a variação da frequência w Considera-se que a fonte é sinusoidal e que a frequência varia enquanto a sua amplitude (V) permanece constante. 1.Resposta em frequência de alguns circuitos.

Resposta em Frequência do circuito RL i R v = V∠0o = V sin wt 0≤ w≤∞ L .

θ são funções de w e podem ser desenhadas.Resposta em Frequência do circuito RL Z = R + jwL = Z ∠θ Z = R 2 + w2 L2 θ = arctan(wL R) Z . .

• Considere-se a corrente i como a resposta do circuito. v V∠0 i ( w) = = = I ∠φ Z R + jwL V = ∠ − arctan(wL ) R R 2 + w2 L2 .Resposta em Frequência do circuito RL • A fonte é o fasor de referência.

Im 90 180 0 Re -90 .

Resposta em Frequência do circuito RL • Diagrama V I vs w I R w .

w: Resposta em Frequência do circuito RL φ w − 90 o .• Ângulo de fase vs.

Diagrama completo do phasor de corrente i • Diagrama do fasor de corrente i : Im V w→∞ φ I R w=0 Re i .

Circuito Paralelo RLC • Análise da resposta em frequência do circuito r i R L C v = V∠0 o = V sin wt 0≤w≤∞ .

Circuito Paralelo RLC v V∠0 i ( w) = = = I ∠φ Z r + Z1 Z1 = paralelo − RLC 1 1 1 1 1 1 = + + = + + jwC Z1 R Z L Z C R jwL wRL ∴Z = r + wL + j ( w2 LC − R) .

Circuito Paralelo RLC ∴Z = r + R 1 + j ( wC − R wL ) wL ) R =r+ . 1 + ja a = ( wC − R (r + R ) + jar a 2 r + (r + R) − jaR = = 1 + ja 1+ a2 ∴ ∠Z = − arctan[aR 2 ] (a r + r + R) .

Z ( w) = r + R 1 + j ( wC − R wL ) wLR ∴ Z ( 0) = r + =r 2 wL + j ( w CL − R) Z ( wcr ) = r + R.Circuito Paralelo RLC • Impedância Z como função de w. wcr = R LC wLR =r Z (∞ ) = r + 2 jw CL . o seu comportamento conforme w varia entre zero e infinito. ou seja.

w Z • (r +R) r wcr w .Circuito Paralelo RLC • Diagrama Z vs.

Circuito Paralelo RLC • Diagrama I vs. w V I r V (r + R) wcr w .

Circuito Paralelo RLC Na frequência de ressonância: 1. O circuito comporta-se como puramente resistivo. A corrente da fonte é mínima. . 2. Z. Para zero & infinito a frequência do circuito tem impedância mínima. é máxima. A impedância do circuito. 3.

Resposta em Frequência do circuito RLC Série • Exercício 1: • Sem efectuar cálculos determine o comportamento de um circuito RLC série. • Exercício 2: • Confirmar através da análise do circuito. .

Resposta em Frequência do circuito RLC Série i R v = V∠0o 0≤ w≤∞ = V sin wt L C .

Resposta em Frequência do circuito RLC Série i (0) = 0 i (∞ ) = 0 ∴ i (max) = I mx I mx quando Z = Z mn Z mn na ressonância freq = wcr ∴ Z mn = R .

X = 0.Resposta em Frequência do circuito RLC Série • Z em função da frequência: j Z ( w) = R + jwL − wC w2 LC − 1 = R + j( ) = R + jX wC ∴ Z = R2 + X 2 ∴ Z mn = R. quando quando w= X =0 1 = frequência de ressonância LC .

Resposta em Frequência do circuito RLC Série I − vs − w V R wcr w .

Z vs − w Z R wcr w .

∴ w → 0. ∠Z → arctan( ) jwC wCR = −90o . X → jwC 1 1 ∴Z → R + .∠Z 1 Z ( w) = R + jwL + jwC = R + jX 1 .

quando w = wcr . Z = R ∴ ∠Z = 0 o . Z → R + jw w o ∴ ∠Z → arctan( ) → 90 R Também.w → ∞.

Diagrama angular do fasor Z 90 wcr w -90 .

.

j R− wC . w v V + j0 i ( w) = = = I ∠θ Z R + jX V + j0 = w2 LC − 1 R + j( ) wC V + j0 i ( w) → ∴ w → 0.Corrente I vs.

= V 2 1 R + 2 2 wC = 0∠90o w → ∞. 1 ∠ arctan( ) wCR i→ wL ∠ − arctan( ) = 0∠ − 90o R R 2 + w2 L2 V .

i − vs − w i wcr V R .

Diagrama do Fasor i − vs − w w → aumenta wcr i V R .