Colocação das palavras em geral Colocação é o mecanismo que regula a disposição espacial das palavras na frase.

● ordem direta - quando as palavras se dispõem na progressão do antecedente par o consequente, isto é , sujeito → verbo → complementos dos verbos → adverbiais. ex: A Venezuela
sujeito →

adjuntos

│ criticou │ a Inglaterra │ com severidade.
verbo → objeto → adjunto adverbial

- quebra da ordem direta : Com severidade, a Venezuela criticou a Inglaterra. / A Venezuela criticou, com severidade, a Inglaterra. / A Venezuela, com severidade, criticou a Inglaterra.

● princípios básicos de colocação: - harmonia da frase; - clareza do significado; - expressividade ou efeitos estilísticos.

● Colocação Pronominal - uso da próclise: - quando o verbo vem precedido das seguintes partículas atrativas:

i. palavras ou expressões negativas. ex: Não te afastes de mim. ii. advérbios ex: Agora se negam a depor obs: se houver pausa (na escrita, virgula) entre o advérbio e o verbo, usa-se ênclise. ex: Agora, negam-se a depor. iii. pronomes relativos ex: Apresentaram-se duas pessoas que se identificaram com rapidez. iv. pronomes indefinidos.

se houver atração. usa-se a próclise. ● formas verbais que exigem próclise: i. ex: Em se ausentando. ex: Quem se atreveria a isso? ii.futuro do presente e o futuro de pretérito. mas nada ficou provado.). v. se o sujeito vem depois do verbo. . ● tipos de frases que exigem a próclise i. ex: Por se acharem infalíveis. teremos a próclise: . ex: Deus nos proteja. caíram no ridículo. infinitivo pessoal precedido de preposição. (futuro do pretérito). ex: Convencê-lo-ei a aceitar (futuro do presente. caso o verbo não venha precedido de partícula atrativa. / proteja-nos Deus. / Convencê-lo-ia aceitar. vi. frases interrogativas. ex: Quanto te arriscas com esse procedimento! obs: nas frases optativas (aquelas que exprimem desejo). usa-se a ênclise. conjunções subordinativas ex: Soube que me dariam a autorização. pronomes demonstrativos. ii. se o sujeito vem antes do verbo. frases exclamativas. complicou-se.mas.ex: Poucos se negaram ao trabalho. ex: Disso me culparam. gerúndio precedido de preposição ou de negação. ● uso da mesóclise: .

obs¹: como infinitivo impessoal precedido de preposição. ocorre tanto a próclise quanto a ênclise. ex: Não era minha intenção magoar-te. / Devo-lhe dizer algumas palavras. ex: Às dez horas recolham-se todos todos nas próprias casas. / Tive medo de te incomodar. fazendo-se de ocupado. . ex: Recusou o convite. ● Pronome oblíquo átono nas locuções verbais i. ● uso da ênclise . .imperativo afirmativo (não precedido de palavra atrativa). com locução em que o verbo principal ocorre no infinitivo ou no gerúndio: . / Vinham-me acompanhando duas pessoas.se houver partícula atrativa antes da locução. ex: Devo dizer-lhe algumas palavras.ex: Não o convencerei a aceitar. ex: Talvez encontre um modo de não me aborrecer. / Não o convenceria a aceitar. . coloca-se o pronome oblíquo depois do verbo auxiliar ou depois do verbo principal.infinitivo impessoal.gerúndio (não precedido da preposição em ou de palavra atrativa). é indiferente a próclise quanto a ênclise. / Talvez encontre um modo de não aborrecer-me.se a locução verbal não vier precedido de partícula atrativa. coloca-se o pronome oblíquo antes do auxiliar ou depois do principal. ex: Tive medo de incomodar-te. obs²: como infinitivo impessoal precedido de palavra atrativa. / Vinham acompanhando-me duas pessoas. .

. ii. ex: Não me haviam convidado. o pronome ocorre antes do verbo auxiliar. . / Nada nos estava faltando. . o pronome ocorre depois do verbo auxiliar.proclíticas: Não vo-lo recomendo. vo-lo podem vir: .se a locução vem precedida de partícula atrativa. / Nada estava faltando-nos. / Não posso dizer-lhe nada.enclíticas: Entreguei-lho. . obs: as formas combinadas dos pronomes oblíquos mo. ex: Haviam-me convidado.ex: Não lhe posso dizer nada.se a locução não vem precedida de partícula atrativa. no-lo. to. com locução em que o verbo principal ocorre no particípio: .mesoclíticas: Dir-vo-lo-ei.