You are on page 1of 14

Design

O design, desenho industrial ou desenho ou modelo é a configuração, concepção, elaboração e especificação de um artefacto. Essa é uma actividade técnica e criativa, normalmente orientada por uma intenção ou objectivo, ou para a solução de um problema. Simplificando, pode-se dizer que design é projecto. Exemplos de coisas que se podem projectar incluem muitos tipos de objectos, como utensílios domésticos, vestimentas, máquinas, ambientes, e também imagens, como em peças gráficas, famílias de letras (tipografia), livros e interfaces digitais de softwares ou de páginas da Internet, entre outros. O design é também uma profissão, cujo profissional é o designer. Os designers normalmente se especializam em projectar um determinado tipo de coisa. Actualmente as especializações mais comuns são o design de produto, design visual, design de moda e o design de interiores.

História do design Os historiadores do design costumam enfocar as várias profissões que compõem a actuação dos designers. Além. considerando a sua tradição e história antiga. . englobando o design vernacular ou aquele dos objectos criados por nãodesigners. e até uns de áreas mais especializadas como por exemplo: "história da tipografia brasileira". é claro. considerando que o termo é muito abrangente e se mistura com a própria história da cultura material. É mais comum que existam historiadores de áreas específicas do design. etc. da variedade de enfoques e actuações dos designers em diferentes países. Actualmente historiadores têm considerado cada vez mais o design marginalizado no passado. Embora seja raro que um historiador do design se dedique à história do design como um todo.

as intervenções do desenho industrial no produto acabam. Bens podem se tornar mais desejados apenas com alterações em sua abordagem de desenho industrial. uma importante preocupação do design é unir a forma e a função desse objecto. Entretanto. permitindo seu melhor posicionamento no mercado. e por isso incentivado o aparecimento de muitas especializações dos designers. por optimizar suas funções. Na construção de um produto. Dentre mais comuns na actualidade se encontram: Design estratégico Design de comunicação Design de som Design visual Design gráfico Tipografia Design editorial Design institucional Design de embalagem Design digital Design de hipermédia Web design Design de jogos Design de produto Design automobilístico . Esse mesmo processo tem tornado os requisitos de projeto cada vez mais complexos. O crescimento e aperfeiçoamento da produção industrial contemporânea aumentam a importância da concepção e acabamento formal dos produtos. E.Profissão O senso comum costuma perceber o desenho industrial apenas pelas suas intervenções estéticas. inclusive. os designers levam em conta valores estéticos que possam ser aliados aos aspectos de funcionalidade do mesmo. em um processo de retroalimentação.

.Design de embalagem Design de mobiliário Design de moda Design de jóias Design de estampa Design de ambientes Design de interiores Design' de iluminação Design de sinalização Design de interacção Design de interfaces Design de serviços Existem ainda actividades que se auto-identificam com a expressão designer mas sem qualquer relação com a actividade de projecto propriamente dita. cake designer (para confeiteiro) e body designer (para tatuador). Exemplos incluem hair designer (para cabeleireiro).

principalmente na cultura contemporânea. no Brasil e no resto do mundo Alguns pesquisadores vem buscando compreender melhor esse conhecimento próprio. Isso pode ser percebido pela criação de cursos de doutorado e mestrado específicos sobre design. o design possui um conhecimento próprio que se desenvolveu através da sua história. fundações. e implicações do design. a filosofia da arte). com especial atenção a fotografia. essas concepções do design ainda apresentam muitos conflitos. mas tem se tornado mais evidente nos últimos anos. ou interesse nas preocupações centrais ou fundamentais do design. O filósofo tcheco naturalizado brasileiro Vilém Flusser estudou a relação entre os objectos e os seres humanos. Ele dava ao design uma importância central na criação da cultura. muitos filósofos do design consideram que esses problemas como aplicados às disciplinas específicas (por exemplo. a comunicação e a ciência da cognição. sua história e seu papel na estruturação do conhecimento humano. O campo é definido por um interesse em um conjunto de problemas. No entanto.Estudo do design O estudo do design sempre esteve ligado a outras áreas do conhecimento como a psicologia. Um exemplo desse tipo de conhecimento é o estudo da tipografia. Estudam as hipóteses. de forma que várias abordagens mais ou menos diferentes coexistem actualmente. Além desses problemas centrais para o design como um todo. que segundo alguns constitui uma filosofia do design[2]. Entre elas: Design Universal Eco-design Styling Forma segue a função Design minimalista ou Less is more Design centrado no usuário Design thinking . Entretanto. a teoria da arte.

à música. depende muitas vezes de enunciados. centrase no ato criativo para nele recolher ideias que recoloquem e reformulem os problemas. mas não elege o corporativismo do século XX como tónica do seu desenvolvimento. Como muitas das outras artes não tem uma metodologia regrada. respondendo aos avanços sociais e tecnológicos. Age no que começou por ser campo de estudo e trabalho da arte comercial e.Design de Comunicação Design de Comunicação é um amplo processo criativo que atua na construção de mensagens. ao design gráfico. abrange vários meios de comunicação. ao contrário de outros processos criativos. redação e. Idealmente. Aproxima-se das competências do marketing. . Hoje é uma disciplina fortemente ligada ao vídeo. web-design. editorial. para depois passar para a sua resolução.

justamente por este termo relacionar-se ao conceito de linguagem visual de alguns meios de comunicação e não limitar-se ao suporte de determinada média envolvida. Um profissional da área possui formação em programação visual e é chamado de designer visual. assim como fazem os termos design gráfico (média gráfica .impressos) ou design digital (média electrónica .Design visual Design visual é o design actuando em qualquer média ou suporte da comunicação visual.Design Gráfico Design tipográfico Design editorial Design de embalagem Design de cartaz Design visual na média electrónica (interface) .Design Digital Design de hipermédia Web design Design de jogos electrónicos . Dentre as especializações do design visual mais comuns na actualidade se encontram: Design visual independente do suporte aplicado Identidade Visual Design visual na média gráfica (impressão) .interface). Trata-se de uma terminologia que abrange todas as extensas especializações existentes no design aplicado na comunicação que se utiliza de canal visual para transmissão de mensagens.

. se trabalha o relacionamento entre µimagem¶ e texto. Um designer gráfico é. Tipografia. Não é apenas um mero executante. sendo fornecedor de matéria-prima intelectual. Sinalética (ou Sinalização). social e psicológica. Trata-se de uma profissão levada a cabo pelo designer gráfico que estende a sua área de acção aos diversos meios impressos de comunicação. baseada numa cultura visual.Design Gráfico Design Gráfico como uma forma de comunicar visualmente um conceito. Podemos ainda considerá-lo como um meio de estruturar e dar forma à comunicação impressa. uma ideia. através de técnicas formais. mais concretamente. Design editorial. convenientemente. mas sim um condutor criativo que tem em vista um objectivo comunicacional. O Designer Gráfico tem como principal moeda de troca a habilidade para aliar a sua capacidade técnica à crítica e ao repertório conceitual. um conhecedor e utilizador das mais variadas técnicas e ferramentas de desenho. em que. mas não só. resultando. Design de embalagem (ou Packaging Design). nas seguintes aplicações: Identidade corporativa (Branding). no geral.

uma composição tipográfica deve ser especialmente legível e visualmente envolvente. Mas essa democratização tem um preço. da tinta e dos métodos de impressão. os tipógrafos) costumam se preocupar com a escolha do papel adequado. ou seja. No uso da tipografia o interesse visual é realizado através da escolha adequada de fontes tipográficas. Por analogia. O conhecimento adequado do uso da tipografia é essencial aos designers que trabalham com diagramação. como actividade projecta e industrial gráfica. Logo a tipografia é um dos pilares do design gráfico e uma matéria necessária aos cursos de design. o objectivo principal da tipografia é dar ordem estrutural e forma à comunicação impressa. . nesses casos. sem desconsiderar o contexto em que é lido e os objectivos da sua publicação. No caso da média impressa. tipografia também passou a ser um modo de se referir à gráfica que usa uma prensa de tipos móveis. Hoje qualquer um pode escolher uma fonte (tipo de letra) e compor um texto simples em um processador de texto.A tipografia A tipografia (do grego typos ² "forma" ² e graphein ² "escrita") é a arte e o processo de criação na composição de um texto. Todos esses factores são combinados para que o layout final tenha uma ³atmosfera´ ou ³ressonância´ apropriada ao conteúdo abordado. podem acabar sendo relativas. Talvez os melhores exemplos desse fenómeno possam ser encontrados na internet. Para o designer que se especializa nessa área. a tipografia costuma se revelar um dos aspectos mais complexos e sofisticados do design gráfico. portanto questões como legibilidade. pois a falta de conhecimento e formação adequada criou uma proliferação de textos mal diagramados e fontes tipográficas mal desenhadas. era limitado aos tipógrafos (técnicos ou designers especializados). designers gráficos (ou seja. a sensibilidade para o tom do texto e a relação entre texto e os elementos gráficos na página. física ou digitalmente. Na maioria dos casos. Em trabalhos de design gráfico experimental (ou de vanguarda) os objectivos formais extrapolam a funcionalidade do texto. Assim como no design gráfico em geral. composição (ou layout) de texto. na relação de texto e imagem. Por muito tempo o trabalho com a tipografia. mas com o advento da computação gráfica a tipografia ficou disponível para designers gráficos em geral e leigos.

por exemplo. Além de explicar. Um dos principais formadores do design da revista moderna foi Alexey Brodovich e um dos designers mais importantes no processo de desconstrução da revista contemporânea foi David Carson. Design de jornal Design de jornal. o designer gráfico (seja o diagramador. quais suas conseqüências. editor de arte. ou design de notícias. Por este motivo. ilustração e até o projeto gráfico do jornal. o infográfico costuma ser usado para descrever como aconteceu determinado fato. a infografia. etc. podendo se utilizar da combinação de fotografia. É um recurso muitas vezes complexo. Incluindo a diagramação. Esses gráficos são usados onde a informação precisa ser explicada de forma mais dinâmica. considerada uma das áreas definidoras do design gráfico e talvez a base para a estruturação básica de publicações em geral. é área do design editorial que lida com os problemas de design relacionados ao jornal. como em mapas. jornalismo e manuais técnicos. No design de jornais. Designer digital . desenho e texto. Infografia Infografia ou infográficos são representações visuais de informação. por meio de ilustrações. o infografista. O Design editorial está intimamente ligado ao jornalismo. sendo aplicados em todos os aspectos da visualização científica. diagramas e textos. fatos que o texto ou a foto não conseguem detalhar com a mesma eficiência. ilustrador. educativos ou científicos. Design de revista O design de revistas tem sido uma das áreas mais influentes do design gráfico contemporâneo.Design editorial Design editorial é uma especialidade do design gráfico que realiza o projecto gráfico na editoração.) está sempre em parceria com o jornalista Design de livros O design de livros é uma das formas mais antigas de design editorial. Também são úteis para cientistas como ferramentas de comunicação visual.

senso estético. . empresas desenvolvedoras de games. textos e seus potenciais relacionais de maneira criativa e amigável. embasamento visual cultural. produtora de cinema e animação. Essa especialização da área de design visual é necessária para atender as necessidades geradas pelo surgimento (e rápida evolução) da media digital.Designer digital é o profissional que usa a criatividade e a técnica para desenvolver interfaces digitais interactivas. Tais campos no mercado apontam para a necessidade de um profissional dotado de capacidade multidisciplinar para operar imagens. emissora de televisão. provedores de internet.criatividade. atractivas e eficazes. estudo da forma voltados aos variados tipos de suporte da media digital . Por exemplo: Web design Animação digital Videogames Edição não-linear de vídeo Foto digital Design de informação Design de interação Comércio electrónico Ensino a distância TV digital O mercado de trabalho para o designer digital está em plena expansão. O profissional formado está capacitado para trabalhar com criação digital especializada e actuar em agência e produtora de media digital e interactiva. Poderá também gerenciar projectos relacionados à área da comunicação digital em agência de publicidade e escritórios de design. em decorrência da rápida evolução das medias digitais.com a técnica destinada ao uso das ferramentas adequadas do meio de produção digital para criar soluções para media digital e interactiva. O profissional dessa área concilia os conhecimentos da programação visual . As empresas do sector têm dificuldade para encontrar no mercado de trabalho os profissionais com qualificação para actuar nessa área.

plasticidade e segurança. como encaixar um motor v-12 em um carro de pequenas dimensões. conforto e apelo visual. O design automobilístico não só visa à aparência comercial como também se preocupa com conceitos de construção em geral. mantendo os padrões de estética.Design industrial O Design automobilístico ou design automóvel visa a tornar os automóveis produtos de consumo com identidade própria. Alguns conceitos de design foram tão eficientes que tornaram certos automóveis em ícones culturais ou de uma época. Nos dias actuais. uso de materiais ecológicos. Por exemplo. além de buscar aperfeiçoamentos técnicos como maior segurança. o design de um automóvel é primordial para seu sucesso junto ao público alvo. .

com fontes naturais e artificiais. Pode ser atribuída também à profissão Designer de Iluminação. é necessário. cujo planeja e esquematiza iluminação de eventos. shows. Para o profissional de Designer de Iluminação uma ferramenta chamada mesa de luz ou Painel de Luzes. .Design de iluminação Design de iluminação é a área do design que se ocupa do projeto do uso da luz interna e externa dos ambientes. residências e grandes construções.