1

HOMILIA DOMINICAL.
JESUS VENCE AS NOSSAS ALIENAÇÕES. Mc 1:21-28.

É um sábado, Jesus vai ensinar na sinagoga, local apropriado para meditação e ensino do texto sagrado judeu, as Escrituras. Entretanto as pessoas percebem algo diferente no Rabi que está falando, ensinando. A sua palavra tem uma conotação vívida de realidade, como se o que está transmitindo seja uma lição de vida. O Rabi não diz : “Na lei de Moísés está escrito...” ou : “Assim diz o Senhor...” As pessoas ficam “maravilhadas” (boquiabertas, pasmas, estupefatas) com a novidade que está sendo passada por aquele Rabi. Não como os costumeiros assistentes da sinagoga e os rabinos, repetindo suas tradições e ladainhas. É algo novo! É algo diferente! Há uma autoridade e poder nas palavras de Jesus que são emprestadas por sua vivência, em suas caminhadas junto ao povo e no meio do povo. Há uma experiência de vida de quem sabe e vive o que fala. Por isso o povo fica admirado, talvez dizendo : “Este camarada está falando da minha vida, da minha experiência!.” “Ele não está repetindo o texto sagrado de todos os sábados. É diferente! Tem vivência, tem vida em suas palavras!” Inusitadamente, enquanto Jesus está ensinando, uma pessoa da assembléia da sinagoga começa a bradar em alta voz : “Que temos nós contigo, Jesus Nazareno?”...”Tu és o Santo de Deus” Jesus sequer se incomoda ou fica lisonjeado pelo reconhecimento do seu título. Reage prontamente dizendo : “Cala-te e saí deste homem”, o que é realizado incontinenti. Segundo o autor sagrado a pessoa está possuída por um espírito imundo, caracterizando “espírito corrupto ou corrompido”, enfocando um espírito não condizente com o local e o momento : a sinagoga é local de culto e adoração.

Muito possivelmente na sinagoga de Cafarnaum nunca se presenciou tal fato e com tanta ênfase!!! O texto bíblico nos convida a refletir e aprender sobre o fato que Jesus vence nossas alienações porque ELE fala com autoridade e poder.2 Estar possuído também é indicativo de “estar cativo ou prisioneiro de”. as pessoas ficaram mais maravilhadas ainda porque estavam presenciando e testemunhando uma ação direta de Jesus que fala com autoridade e poder. Conhecimento e certeza são a base da autoridade e poder. Lá na sinagoga de Cafarnaum. o seu motor parece que é muito potente”. É preciso vivenciar para poder conhecer e falar com experiência e convicção. Vemos assim que a pessoa pode estar alienada da realidade que a cerca por não estar consciente do seu presente vivido. propagandas. não estar livre para pensar e agir o seu querer : “A pessoa está OUT!”. seus discípulos militantes da Igreja atuante. como no caso de pessoas presas por ideologias. Após o “espírito imundo” ter deixado o homem. mas ELE ainda fala hoje através da Sua Igreja e através de cada um de nós cristãos. Ele está demonstrando falta de conhecimento do produto que está vendendo. livremente sem coação. Não efetuará uma boa venda. no início da era cristã as pessoas ficaram maravilhadas com a palavra de Cristo com autoridade e poder. na linguagem popular. Há um impedimento no pensar e agir próprio livremente. com tanta incerteza. “não consciente e livre”. com tanta falta de conhecimento. Podemos interpretar que falar com autoridade e poder significa falar de modo persuasivo de modo que outra pessoa sinta-se inclinada a aceitar os argumentos mencionados. sistemas e outros. . porque percebe naquele que fala uma vivacidade e inteireza de carácter condizente com suas palavras ou argumentação. Falar com autoridade e poder é falar com convicção e certeza! O vendedor de carros não pode lhe dizer : “Este Corolla parece ser um bom carro. estruturas.

À medida que permitimos que ELE nos fale com autoridade e poder. Bens desnecessários e inúteis. segundo a tradição profética. ele se admira e procura saber mais. e isto faz com que ele tenha uma opção a mais na sua escolha. fazendo com que estejamos sempre inteirados da realidade que nos cerca. Recordando o texto bíblico. porque os seus conteúdos não implementam boas reflexões e conceitos morais. o seu modo de pensar está sendo questionado. no seu caminho de vida. Assim ELE vence as nossas alienações. . ouvindo-O e seguindo Seus passos e ensinamentos. Quando a nossa palavra ao próximo é de convicção e certeza. na medida que conhecemos e vivenciamos o Cristo em nossas vidas diárias. vivendo segundo os parâmetros da vida em Cristo : uma vida que irradia luz e vida! Isto mesmo que faz com que ELE vença as alienações do nosso próximo enquanto nosso testemunho é vivo e eficaz.3 Temos então o desafio de sermos o Cristo para o outro. Sabe quem Ele é. refletindo a Sua imagem para salvação : nós cristãos somos a Luz do mundo e do outro! De maneira geral. visto que uma novidade está sendo colocada. Pouco. As suas alienações estão sendo questionadas. Serviços e programas que são verdadeiros des-serviços. um termo pejorativo lembrando a origem de Jesus em Nazaré : “De Nazaré pode sair alguma coisa boa?” e reconhece-O como “O Santo de Deus”. estamos vivenciando o Cristo em nossas vidas e transmitindo a Sua imagem àqueles que nos cercam. cuja orientação mais imediata é para o consumo de bens e serviços. Temos a responsabilidade de falarmos com autoridade e poder ao nosso próximo. ironiza-O chamando-O “Jesus Nazareno”. nos seus encontros e desencontros da realidade! O texto bíblico TAMBÉM nos convida a refletir e aprender sobre o fato que Jesus vence nossas alienações porque ELE sobrepõe todas as contestações. titulação máxima de Jesus. vivemos em uma sociedade orientada e dirigida pela mídia produtora de opinião e essencialmente capitalista. muito pouco se vê e observa através da mídia quanto à incentivação da cidadania crítica e responsável e solidariedade para com o outro. vemos que uma pessoa se contrapõe a Jesus. não implementam atitudes positivas e saudáveis.

com o irmão enfermo. é um momento de pensar livremente e decidir! Não podemos aprender. Uma pessoa que esteja alienada da realidade. Sai e deixa este homem livre!” O local e momento de culto e adoração é um momento de aprendizado. mas todas são secundárias. sem importância no momento que Cristo está falando com autoridade e poder. visto que é neste momento que há aprendizado. com o desenvolvimento da Igreja.4 Como já vimos para o autor sagrado é um “espírito imundo”. ainda que buscando. A nossa mente. presa e alienada da realidade daquele momento existencial : enquanto todos reconhecem o ensinamento de Jesus com autoridade e poder. ainda que envolva a verdade. ou seja estar “ligado. “espírito corrompido”. embora fale algo de verdade. com o trabalho missionário. ela é a única que não o faz. entretanto não se deixa manipular pela própria verdade falada a respeito DELE. pensar e agir sem estarmos conscientes de nós mesmos e completamente livres para isto! Por isso Jesus Cristo não aceita nenhum tipo de manipulação. no momento do culto e adoração : no momento em que Cristo está ensinando! Todas as nossas argumentações são anuladas em face da importância da presença e palavra de Cristo. abertura de mente e visão de vida! Jesus Cristo vence as nossas alienações porque ELE sobrepõe todas as contestações que porventura tenhamos em nossas mentes e corações. é aquela que não está consciente de si e presente naquele momento vivido : no popular “Ela está OUT”! Jesus Cristo. “espírito em desacordo com o momento e local : a sinagoga é local de adoração e culto”. com a saúde. estar sintonizado” em Cristo e Suas palavras – “sintonia direta com Cristo!” São muitas as nossas preocupações com o trabalho. o nosso pensamento sempre deve estar “cativo em Cristo”. É uma pessoa não consciente de si mesma. superando toda e qualquer contestação ainda que aparentemente verídica. Na Sua pedagogia diz Jesus : “Isto não é importante neste momento. com o emprego. dialogando e convivendo com ELE! .

a fim de que haja esperança. são as nossas questões. Por isso HOJE somos desafiados a sermos o Cristo para o outro através da nossa vivência cristã. . vem comigo e veja que o meu jugo é suave e leve o meu fardo! Vem. 29 de Fevereiro de 2012. vivenciando o povo para que também haja luz e liberdade para todos. Teólogo. nossos irmãos. Wislanildo O. Amém. libertação e salvação. (2) – “JESUS VENCE NOSSAS ALIENAÇÕES” Porque ELE sobrepõe todas as contestações. são as questões de todos nós. Educador Membro OTPB/241. junto com o povo. Franco Físico.01/2012 Membro COTEBE/17/2526 Rio de Janeiro. no meio dos nossos irmãos!” EM CONCLUSÃO : (1) – “JESUS VENCE NOSSAS ALIENAÇÕES” Porque ELE fala com autoridade e poder.5 “Porque tanta fome e violência em nossas comunidades carentes? Porque não há vontade política em resolver o problema da prostituição infantil? Porque aumenta o número de mendigos em nossa comunidade? Porque Deus não intervém e elimina o mal?” São as suas questões. vamos caminhar juntos no meio do povo. cristãos militantes no mundo de hoje! Mas Jesus na Sua pedagogia diz simplesmente : “Vem e segue-me. Deus nos abençõe com a paz. .27. em nome de Jesus. experimentando o povo.Que ao sermos o Cristo para o outro e caminharmos com o povo. o amor e a vida. Por isso HOJE somos desafiados a caminhar com o Cristo no meio do povo.