You are on page 1of 4

Suplemento da edição 763

Sábado, 10 de fevereiro de 2012

Para as crianças é hora de voltar com ânimo total
Já está na hora de retomar a rotina de estudos e reencontrar os amigos da escola. Enquanto muitas crianças aproveitam ao máximo os últimos dias de férias, outras estão ansiosas pelo que vão encontrar no primeiro dia de aula.
Amanda Scarpato, 11 anos, ‘‘Quero muito ver meus amigos, conhecer alunos novos e ver como será minha professora neste ano", diz Vittória Roberta Vincenvi Soberón, 9 anos. A garota espera que as turmas não mudem, para não perder o contato com as amigas. "A gente se acostuma com os colegas e se muda de repente é ruim." diz: “Espero que meu primeiro dia de aula seja muito bom, que eu reveja os professores, colegas e amigos. Adoro as aulas de matemática e artes, estou com muita vontade de colocar os assuntos em dia com as colegas e fazer um lanchinho no bar da Isoldi. Pretendo aprender as coisas novas e aproveitar todas as oportunidades de maior Letícia Deledelli Freling, 9 anos, do 5º ano, curte bastante as férias, na escola se dá bem com a matemática e as aulas de artes. «Espero fazer trabalhos com argila e pintura logo." Quem gosta do contato com os livros é Luisa Breitenbach, do 4° ano. Ela faz muitas leituras, gosta de português e espera aprender muito mais neste ano - sem deixar de brincar bastante. conhecimento.”

Graduação a distância

Centro Educacional
Três Passos:
Rua Bento Gonçalves, 400

Campo Novo:
Rua Sabino Roque Machado, 309

3522.8509 3528.1096

2

Sábado, 10 de fevereiro de 2012

Como fazer a adaptação dos pequenos que irão para a creche
Educação Infantil

‘‘O momento de se separar das crianças e colocá-las na creche ou pré-escola causa medo e insegurança, que são sentimentos legítimos", explica Luciana Gandini Tomazzoni, especialista em educação infantil. Décadas atrás, as crianças entravam mais tarde na escola, aos cinco ou seis anos, e a separação entre a mãe e o bebê era feita de forma mais lenta. "Hoje em dia, a quebra é muito rápida. Os pais até se sentem culpados por não poder passar mais tempo com os filhos", conta Luciana. O primeiro passo para a família ficar mais segura é escolher bem a escola. A especialista em educação infantil sugere que os pais não façam a opção só pela racionalidade: "Não adianta escolher uma escola bilíngue, mas com uma equipe na qual a mãe não confia". Além de se sentirem bem atendidos e acolhidos, os pais precisam concordar com a proposta pedagógica e as regras da escola. "A criança percebe se o pai critica a escola o tempo todo", avisa.

Depois de escolhida a escola, vem um período de adaptação, tanto para as crianças quanto para os pais. Antes do primeiro dia, as escolas costumam fazer uma entrevista com os pais, para saber mais sobre a criança. Coordenadores pedagógicos recomendam que eles digam o que o filho está acostumado a comer, qual o horário de sono, questões médicas e qualquer outra particularidade. Nos primeiros dias do bebê na creche, muitas escolas particulares pedem que os pais ou outro adulto de referência permaneçam na instituição. "O abandono é traumático. Não existe mais aquela história de deixar a criança no portão da escola e sair correndo. Com o período de adaptação, também não tem choradeira", diz Luciana. Aos poucos, a confiança dos pais e do bebê na escola vai aumentando. Para isso, os especialistas recomendam que a parceria seja incrementada com muita conversa. Pais precisam ouvir a escola e vice-versa.

Na Performance Academia você tem a melhor hora do seu dia. A hora de cuidar de você! Escolha uma de nossas modalidades. Na Academia ou na Piscina. Oferecemos ambiente climatizado e profissionais qualificados.

Fones: (55) 3522-1891 - (55) 3522-3218 - performanceacademiatp@hotmail.com A. Júlio de Castilhos, 233 - Sala 206 - Galeria Center - Três Passos - RS

Sábado, 10 de fevereiro de 2012

3

Material escolar

D

ra ha

Pilhas e pilhas de cadernos e livros, mochilas, canetinhas coloridas. Tudo com cheirinho de novo. Isso anima a garotada a começar mais uma jornada.

Luis

Arth

ur

"Gosto muito de escolher materiais, principalmente cadernos e os lápis. Já até sei que mochila quero neste ano: a da Jolie", conta Dhara Bueno Lohmann, 8 anos.

Luis Arthur Hansen, 3º ano, gostou de escolher o caderno do Grêmio que utilizará este ano, também contou que a matéria que ele mais gosta é matemática.

Na hora de preparar a mochila, cheia de compartimentos e bolsos, que estão entre as preferidas das crianças, também esteja preparado para organizar o canto dos estudos.

Material escolar é na...

Volta às aulas

QUALIDADE É A NOSSA MARCA

Cadernos capa dura
10 mat.

Mochilas
1 mat.

R$ 5,45*

R$ 2,75*
R$ 9,50*

Cadernos Estojos

Lápis de cor 12 cores
Faber-Castell

Canetinhas

5x sem juros

Mochilas
a partir de

R$ 14,85*

R$ 2,95*Leonora
* Preço à vista

Três Passos - em frente ao Banco do Brasil - Fone: 3522.2272

Sábado, 10 de fevereiro de 2012

Local de estudos
Um bom local de estudos pode deixar as crianças mais dispostas a fazer as lições. É o que sugere a fisioterapeuta Caroline Lazzaroto de Lima. "Muitas vezes a criança não para quieta na cadeira porque está desconfortável", explica. Alguns cuidados ajudam a tornar o canto de estudos adequado à faixa etária do filho e com menos chances de causar problemas de má postura. Para fazer lição de casa, o ideal é uma mesa com tampo regulável que permita uma leve elevação, “para diminuir a inclinação da coluna, ou seja, para que a criança não se curve para estudar”. " comenta a fisioterapeuta. A altura da mesa deve ser igual à do antebraço, quando o cotovelo está dobrado a 90º. Caroline lembra que os antebraços precisam estar bem apoiados na mesa. Isso é importante para descarregar o peso dos braços e pescoço. "Não se deve ficar só com os punhos apoiados para escrever ou digitar. Isso pode causar uma série de problemas futuros, como as tendinites, por exemplo", alerta. Escolher uma cadeira regulável é uma boa saída - ela poderá acompanhar o crescimento da criança. Os pés devem ficar apoiados no chão, coxas paralelas ao solo, e a cadeira ajustada de modo que a criança fique bem encostada, com os joelhos dobrados em um ângulo de 90º. "Se o joelho bate no

ORGANIZE O LOCAL DE ESTUDOS E ESTIMULE CRIANÇA A FAZER LIÇÃO DE CASA
minutos para levantar-se, caminhar um pouco, mexer os ombros, alongar o pescoço e braços... Para organizar bem o momento de fazer lição de casa, os pais podem combinar com as crianças para intercalar posições sentadas e de pé e horário de estudos com atividades físicas. Como sempre, a atividade física trabalha corpo, mente e auxilia no desempenho escolar do seu filho, auxilia também na melhora da postura e ajuda a prevenir as dores nas costas!

assento, a criança joga o bumbum para frente e fica em uma posição que sobrecarrega demais as estruturas da coluna e acentua o esforço dos músculos do pescoço", explica. O assento da cadeira depende muito do que cada um considera confortável, mas os especialistas sugerem o revestimento de espuma, que ajuda a distribuir o peso do corpo. O encosto da cadeira precisa apoiar especialmente a região lombar (parte baixa da coluna). "Não adianta ficar muito no alto, porque não é a região que mais precisa de apoio". Alguns cuidados para quem usa computador também são importantes. Segundo Caroline, o topo do monitor deve ficar na altura dos olhos. É melhor olhar um pouco mais para baixo do que para cima. A sugestão é que as crianças aprendam a não depender tanto do mouse: "Ele é prejudicial porque exige muita precisão de movimentos e essa estabilidade é conseguida à custa de muito esforço muscular, o que pode sobrecarregar o punho, o cotovelo e os ombros por exemplo". Os especialistas são unânimes ao dizer que o corpo precisa de equilíbrio e variação de movimentos. "Qualquer atividade que tensione apenas uma parte do corpo é ruim". Por isto, a necessidade de interromper os estudos por alguns

Volta as aulas
Promoções em cadernos e todo material escolar Venha Conferir!
R$

Mochilas

24,90

3522.2373 9681.0222 Av. Júlio de Castilhos, 195 - Três Passos

Crediário 6x sem acréscimo

Related Interests