You are on page 1of 8

Administração Pública – Contabilidade pública e orçamentária — Prof.

Mozart Rocha

A Contabilidade Pública é um ram o da ciência contábil e tem inter pretar os fenômenos que afetam as situações

Regime Contábil

Conceito

orçamentárias, financeiras e p atrimoniais das entidades que com p õem a Administração Direta e Indir eta dos entes p úblicos (união, Es tados , p M u n i c í ios e Distrito Federal) Administração Direta p dos entes úblicos ; Administraç ão Indireta (Autarquias,Fundações, p Em resas Públicas e Sociedades de Economia Mis ta) dos entes p úblicos. Obs.: As empres as públicas e s ociedades de economia mista utilizam a c ontabilidade p úblic a quando recebem rec ursos à c onta do Orç amento Público p ara desp esas com p ess oal ou de cus teio em geral ou de ca p ital, excluídos no último caso, aqueles p rovenientes de aume nto de p artici p ação acionária (art. 2º, I I I , da LRF). Quando utilizam recursos do orçamento p úblico p ara os fins p s u rac itados , ess as Patrimônio Público (conjunto de p obrigações ertencentes ao Estado) informações sobre a Fornecer execução orçamentária, financeira e s obre o P atrimônio p úblico e s uas variações aos diversos usuários. Gestores Públicos; Cidadãos; Fornec edores etc . Coincide com o ano c i v i l (1º de janeiro a 31 de dezem bro).

Sistemas de Contas (4)

Regi me Misto, sendo regime de p p com etência ara as p des esas e de c aixa p ara as receitas. Sistema Orçamentário, Sistema Financeiro, Sistema P a t r i m o n i a l e Sistema de Compensaç ão.

Receita Pública
É todo recolhimento de p bens aos cofres úblicos.

Cam o de Atuação

p

Conceito

Classificação

Quanto orçamentária); p • Quanto ao oder de tributar (Federal, Estadual e p Munici al); • Quanto à coercitividade (Derivada e Originária); • Quanto às categorias Correntes e Receitas de p Ca ital); • Quanto à afetação p atrimonial (Receitas CATEGO

RIA Receitas Orçamentárias Receitas Correntes e p Receitas de Ca ital Receitas Tributárias; Receitas de Contribuições; Receitas Patrimoniais; p Receitas Agro ecuárias; Receitas Industriais; Receitas de Serviços; Transferências Correntes; Outras Receitas Correntes.

Objeto Finalidade

Receitas Correntes

Usuários Exercício Finan ceiro

1

www.professormozart.blogspot.com
msn: mozart.direito@hotmail.com

p diretamente. g. Amortização de p Em réstimos (concedidos). Lançamento por Declaração. Recolhimento.Administração Pública – Contabilidade pública e orçamentária — Prof. Transferências de p Ca ital.com msn: mozart. Mozart Rocha Receitas de p Ca ital Alienação de Bens.acréscimos res ondendo p assim. Arrecadação. a essoa que lhe é devedora e inscreve o Lançamento Direto ou de Ofício. mm. De acordo com a Lei 4. ee. Recolhimento É constituído da entrega do numerário arrecadado p elos agentes de arrecadação às p re artições ou ao Banco Oficial. Momento no qual o p valor está dis onível Despesa Pública Conceito Estágios É todo agamento efetuado a qualquer título p elos p agentes agadores.com .blogspot. Excluindo -se as aquisições p Lançamento Des esas Correntes p Lançamento – Modalidades Arrecadação 2 www. Lançamento. • Quanto à afetação p p atrimonial (Des esas CATEGORIA ECONÔMICA • p Classificação Previsão Estudo feito ela Fazenda Pública visando indicar o p quanto se retende p É o ato da re artição p com etente que verifica a p rocedência do crédito p fiscal. multas e demais créditos p p romovidos elos agentes p Des esas Orçamentárias p Des esas Correntes e p p Des esas de Ca ital classificam -se nessa categoria todas as p des esas que não contribuem . Recolhimento. Quanto ao enfoque econômico (c. ela manutenção das atividades de cada órgão/atividade. Lançamento por Recebimentos de tributos.320/64: Fixação. ara a bem aquisição de um encargos que não p roduzem p p atrimônio. Outras Receitas de p Ca ital. dd) • Quanto p Correntes e Des esas de p Ca ital).professormozart. Arrecadação.direito@hotmail. entre outros: Previsão. p O erações de Crédito. De acordo com o Professor Lino Martins da Silva.

Investimentos .Inversões Financeiras Des esas Correntes Classificação.blogspot. segundo a Portaria 163/2001 classificam -se nesta categoria p aquelas des esas que contribuem. atrimoniais p (Des esa por p . ara aquisição de um p bem de ca ital. a Licitação ou sua p dis ensa.320/64: Em enho. Mozart Rocha formação de estoques. direta p mente. p GRUPOS DE NATUREZA DE DESPESA Des esas Correntes Classificação.Transferências Correntes p . segundo a Lei 4. .Administração Pública – Contabilidade pública e orçamentária — Prof. De acordo com o Professor Lino Martins da Silva.320/64 p . p Em enho.Juros e Encargos da Dívida .Outras Des esas Correntes p Em enho p Fases do Em enho p é o ato emanado de p p oder com etente que p cria ara o Estado uma obrigação p de agamento p endente ou não p de im lemento de condição que será p cum rido com a entrega do material. aumentand o. todos os demais p dis êndios p correntes rovocam a diminuição p atrimonial p (Des esa Efetiva). Liquidação. e é comprovada pela emissão da Nota dea: despesas relativas g Pessoal e Encar os 3 www.com .direito@hotmail. entre ouros: Fixação. dessa p p atrimonial.: Formalização p corres onde à dedução do valor p da des esa feita no p saldo dis onível da dotação.Inversões Financeiras .Pessoal e Encargos Sociais .Transferências de p Ca ital GRUPOS DE NATUREZA DE .Amortização da Dívida De acordo com a Lei 4.Investimentos . Pagamento. acréscimo do p atrimônio do órgão ou entidade que a realiza. Autorização Formalização Obs.com msn: mozart. Pagamento. Liquidação.professormozart.Des esas de Custeio .

mas não a de origem. tendo por base os títulos e documentos p p com robatórios do res ectivo crédito. que exijam p p ronto agamento em p es écie. • Dívida Ativa consiste na verificação do credor. Global – quando destinado a atender a p des esas contratuais e outras. inclusive em viagens e com serviços p es eciais.direito@hotmail. telefone etc. quando a des esa deve ser feita em caráter sigiloso. lançados. cujo p montante exato ossa ser determinado. Estimativa – p p des esas ara as p quais não se ossa p reviamente determinar o montante exato.com . p Conceito É a modalidade de p realização de des esa por meio de adiantamento concedido p • ara atender a p des esas eventuais. Mozart Rocha J u r o s e Encar os da Dívida etc. bancários credenciados e. luz. multa Pública. Conceito É a inscrição que se faz em c relacionadas a tributos. Modalidades ou p p Ti os de Em enho Ex. • p Suprimento de Fundos É o último estágio da des esa. Classificação • • Dívida Ativa Tributári Dívida Ativa Não-Trib 4 www. • p Concessão Proibição ara concessão a res onsável por p dois su rimentos. por meio de adiantamento ou p su rimento de fundos.blogspot. p O agamento da p des esa será efetuado por p tesouraria ou agadoria regularmente instituídas.Administração Pública – Contabilidade pública e orçamentária — Prof. sujeitas a p arcelamento. Liquidação Cabe observar que essa verificação tem por finalidade p a urar: I – a origem e o objeto do que p se tem que agar.professormozart.: Com ra de um veículo à vista. • p p a servidor que tenha a seu cargo a guarda ou a utilização do material a adquirir. em p casos exce cionais.: Des esas com água. Osempenhos modalidades: • g são Pagamento Ordinário – quando destinado a atender a p des esa cujo p agamento se p rocesse de uma só vez. salvo quando p não houver na re artição outro servidor. p I I I – a quem se deve agar a p im ortância. conforme se • p Ex.com msn: mozart. p p I I – a im ortância exata a agar. extinguir a obrigação.

direito@hotmail. Fazenda Pública. p Anulação a dívida ativa é a urada através da seguinte fórmula: parcial ou Total lançado (-) total arrecadado = valor inscrito orçamentárias como ( i n c l u i n d o Reserva de dívida ativa.com . a urado no (im ostos. 36 da Lei nº 4.Administração Pública – Contabilidade pública e orçamentária — Prof. vedada a reinscrição. até 31 de dezembro. g Contin ência). comoção interna p ou calam idade ública. p O agamento de Restos a Pagar.blogspot.320/64. p su lementares p a t r i m o n i a l do exercício e anterior. Inscrição Créditos p Es eciais Créditos Extraordinários Pagamento Cancelamento 5 www. Classificação se destinam a atender a p p des esas ara as quais não são destinados ao atendim ento de p des esas p im revisíveis e urgentes. líquidos e certos. Os Restos a Pagar nãop agos até 31 de dezembro do ano subseqüente ao de sua inscrição serão cancelados. Conceito Classificação São as autorizações de p p des esas não revistas ou insuficientemente p revistas no Orçamento Os créditos adicionais p odem ser classificados como: Créditos Su lementares p Créditos Es eciais Créditos Extraordinários p Conceito Créditos p Su lem entares se destinam ao reforço de dotação orçamentária já existentes. da Arrecadação. mas não. Mozart Rocha Dívida Ativa Tributária Dívida Ativa Não Tributária A uração p Créditos Adicionais Recursos ara Superávit reúne somente os créditos relativos a . consideram -se Restos a Pagar as p des esas p p em enhadas. é feito no ano seguinte ao da sua inscrição. seja Processado ou Não-Processado. e terá validade até 31 de dezembro do ano subseqüente. p R e s t o s a P a ga r De acordo com o art.tributos p p abertura de lançados e Financeiro. p es eciais Excesso de engloba todos os demais créditos.agas. taxas e contribuições) não créditos balanço arrecadados. distinguindo -se as p rocessadas das nãoRestos a Pagar Processados Restos a Pagar NãoProcessad os A inscrição em Restos a Pagar é feita na data do encerramento do exercício financeiro de emissão da p nota de em enho.com msn: mozart. guerra.professormozart.

Leis Orçamentárias Conceito 6 www.com msn: mozart. 165. “Art. LOA – Lei Orçamentária Anual.As p des esas de exercícios p encerrados. com saldo p suficiente ara atendê-las. p p a rovada elo Poder Legislativo. em seu art. que estime Receitas e p fixa Des esas p ara um determinado exercício financeiro. p p direitos e obrigações de ro riedade do Estado. Os bens úblicos odem ser classific ados da seguinte forma: Classificação Bens de Uso Comum. excetuando -se os casos em p p Patrimônio Público Bens Públicos Conceito Conjunto de meios elos quais o Estado desenvolve suas atividades de p restação de serviços à comunidade.blogspot. OU O Patrimônio do Estado constitui o conjunto de bens. p Bens de Uso Es ecial. valores.professormozart.320/64 . créditos e obrigações de conteúdo econômico e avaliáveis em moeda p que a Fazenda Pública ossui e utiliza na consecução dos seus objetivos. Bens Dominiais ou Dominicais. A Constituição Federal de 1988. • • • p p p Despesas de Exercícios Anteriores Patrimônio Público é o conjunto de bens. bem como os p Restos a Pagar com rescrição p p interrom ida e os com romissos p reconhecidos a ós o encerramento do exercício p p p corres ondente oderão ser agos p à conta de dotação es ecífica Orçamento Público Conceito Lei de iniciativa do Chefe do Poder Executivo. p revê 03 (três) leis orçamentárias: PPA – Plano Plurianual. contados a artir da data de inscrição. que p não se tenham rocessado na p p p é oca ró ria.com .direito@hotmail. 37 da Lei 4. Mozart Rocha Os Restos a Pagar só p p rescrevem a ós 05 (cinco) anos p a artir da data de inscrição. LDO – Lei de Diretrizes Orçamentárias.Administração Pública – Contabilidade pública e orçamentária — Prof. ara as quais o p orçamento res ectivo consignava p p crédito ró rio. Prescrição A rescrição relativa ao direito do credor ocorre em p cinco anos.

OI – Orçamento de Investimentos. § 5º da CF/88 – “a lei orçamentária anual compreenderá: I – o orçamento fiscal referente aos Poderes da União. p dis orá sobre as alterações na legislação tributária e p a licação das agencias financeiras oficiais de fomento”. inclusive fundações instituídas e mantidas pelo Poder Público. 165.” A LOA. Mozart Rocha PPA Art. órgãos e entidades da administração direta e indireta. Art. 165. detenha a maioria do capital social com direito a voto.Administração Pública – Contabilidade pública e orçamentária — Prof. LOA LDO Art.com msn: mozart. § 2º da CF/88 – “A l e i de diretrizes orçamentárias p com reenderá as metas e p rioridades da administração p ública federal. OSS – Orçamento da Seguridade Social. de forma regionalizada. direta ou indiretamente.professormozart. § 5º. incluindo as p p des esas de ca ital p ara o exercício financeiro subseqüente. compreenderá: OF – Orçamento Fiscal. as diretrizes. II – o orçamento de investimento das empresas em que a União. seus fundos. 7 www. 165. da administração direta ou indireta. III – o orçamento da seguridade social. nos termos do art. orientará orçamentári a anual.direito@hotmail. objetivos e metas da administração p ública p p federal ara as des esas p de ca ital e outras delas p decorrentes e ara as p relativas aos rogramas de duração continuada”. 165.com . abrangendo todas as entidades e órgãos a ela vinculados.blogspot. bem como os fundos e fundações instituídos e mantidos p elo Poder Público. § 1º da CF/8 8 – “A lei que i n s t i t u i r o plano p l u r i a n u a l estabelecerá.

Na p rática. deve ser devolvido até 22/12.com .Administração Pública – Contabilidade pública e orçamentária — Prof.professormozart. encerramento do p rimeiro eríodo da sessão legislativa.Na p rática. deve ser encaminhado até 31/08. X CICLO ORÇAMENTÁRIO – MAIS DE 1 ANO (COMEÇA DESDE A ELABORAÇÃO DO PROJETO DE LEI Ciclo Orçamentário ORÇAMENTÁRIA E TERMINA SOMENTE QUANDO DA AVALIAÇÃO DA GESTÃO DO ORDENADOR DE DESPESA). P r i n c í ios Orçamentários p Publicidade Equilíbrio Não Afetação da Receita p Es ecificidade Unidade Financeiro O ANO CIVIL ( 0 1 / 0 1 A 31/12)] – p é o eríodo no qual o orçamento é executado. deve Legalidade Universalidade Periodicidade Exclusividade Orçamento Bruto Prazo de devol ução (até) encerramento da sessão legislativa.direito@hotmail. O exercício orçamentária está dentro do ciclo orçamentário.com msn: mozart. deve ser devolvido até 22/12. deve ser encaminhado até 15/04. Na p rática. Na p rática.5 meses (Oito meses e meio) antes do encerramento do exercício financeiro. 8. Mozart Rocha Leis orçamentárias: PPA LDO OF LOA OI OSS Projeto Prazo de envio (até) 4 meses antes do encerramento do 1º exercício financeiro.blogspot. p PPA LDO LO A encerramento da sessão legislativa.Na p rática. deve ser devolvido até 17/07. Exercício EXERCÍCIO FINANCEIRO = 1 ANO [COINCIDE COM 8 www. 4 meses antes do encerramento do exercício financeiro. Na p rática.