Como escrever um romance de sucesso

Definição da idéia e do gênero do livro : A gestação de um romance de sucesso começa pel definição de seu gênero e da idéia que será o mote da trama. Falando de maneira ampla, os gêneros de ação são os que mais se adéquam a este tipo de narrativa: como deve ser imposta uma alta velocidade de leitura, dificilmente há espaço para longas reflexões. Isso não quer dizer , no entanto, que falte substância ou profundidade narrativa nestes livros; apenas quer dizer que o elemento ação é essencial. Outro ponto que merece destaque é a idéia, o mote da história em si. Teoricamente qualquer idéia se presta a este tipo de romance; no entanto uma amostra de alguns dos romances deste gênero indica que o mais comum é o uso de idéias de cunho histórico e/ou religioso, geralmente incluindo um tom de segredo e conspiração. A partir de uma idéia usualmente polêmica ou, no mínimo, controversa, as histórias são desenvolvidas sobre uma forte base de pesquisa.

A pesquisa como diferencial de qualidade

A escolha de um tema de interesse do grande do grande público é um primeiro passo, completado com pesquisas extensivas sobre o assunto apresentado. É possível perceber, neste tipo de romance, o cuidado dos autores em conseguir bases factuais que "comprovem" a sua história, mesmo que tais bases não estejam diretamente relacionadas ao cerne da história. Os livros de David Gibbins, por exemplo, são fartos em referências tecnológicas, desde veículos até armas, além de muitas menções a recentes pesquisas arqueológicas. Já Michael Crichton é famoso pelas suas referências históricas e geográficas, enquanto Dan Brown une referência detalhadas de cidades com pesquisas de textos apócrifos e de historiadores pouco conhecidos, além de estudos de história da arte e outros. Estas pesquisas são "diferenciais de qualidade" que destacam estes romances de outros menos conhecidos e que dão a credibilidade e a consistência necessária para confundir na mente do leitor, fatos com ficções. Esta abordagem, que poderia ser chamada de "realista", amplifica o impacto da história e a imersão do leitor na obra. Um detalhe curioso é que se chega a este resultado escolhendo, dentro das diversas versões sobre um fato histórico, aquela que melhor atende à narrativa. Para a idéia central de " O Código da Vinci", por exemplo, Dan Brown se baseou em um fragmento de evangelho apócrifo, que diz que Jesus "relacionava-se" com Maria Madalena. Ora, do original em hebraico, a palavra "relacionava-se" pode ser traduzida como ser amigos, esposo, irmão ou qualquer outro tipo de relacionamento - o autor apenas escolheu a versão mais polêmica e mais adequada à sua história!

o leitor lê um capítulo da primeira trama. Fonte:http://pt. 3 . que termina com suspense. gostos e passatempos dos personagens. 4 .Adicione a esta idéia geral os primeiros detalhes que difinirão o personagem (objetivo de vida e meta na história. o que aumenta a velocidade de leitura. a personalidade.Aprofunde o personagem trabalhando na qualidade de suas emoções. A estas abordagens. uma terceira trama. de forma criar um personagem que "faça sentido". quebra a estrutura excessivamente organizada.Dê consistência ao seu personagem. capacidades etc. é possivel peceber.Adicione pequenas falhas. um ponto muito importante para aumentar a velocidade de leitura e a imersão do leitor na história é o uso de "ganchos" entre as tramas e o suspense ao fim de cada capítulo. gerando em isso um ciclo que torna difícil para o leitor abandonar a leitura antes do fim do livro. ele lê rapidamente o próximo capítulo (da segunda trama). Assim. adicionando um terceiro elemento que agrega valor ao conjunto. pesquisas detalhadas paradar consistência à história. a escritora Linda Seger resume em seis passos as técnicas usadas por diversos destes autores: 1 . que influenciam diretamente o conteúdo da história. através de observação e experiência. detalhes paradoxais ou ilógicos. Este cuidado com detalhes que tornam os personagens mais humanos é outro grande atrativo para os leitores. de forma a tornar o personagem mais interessante. Aliado a isso.shvoong.. incluindo passado. Além disso. arqueólogos das mais diversas especialidades ou técnicos em armamentos. Nos últimos capítulos. a organização das tramas tem papel fundamental no incremento desta velocidade: os livros trazem normalmente duas tramas intercaladas. ora dos antagonistas.Forme uma idéia geral do que será o personagem.Adicione pequenos detalhes que tornem o personagem único e especial. mostrando eventos históricos que antecederam os acontecimentos das tramas principais. principalmente). 6 . Um ponto comum nestes romances de sucesso é o uso de capítulos curtos. como linguistas. de no máximo dez páginas (usualmente. 2 .Personagens e Diálogos O cuidado com a pesquisa na produção deste tipo de romance muitas vezes estendese aos protagonistas e antagonistas da trama. nas entrelinhas.com/books/dictionary/2150464-como-escrever-um-romance-sucesso/#ixzz1kc2taNOe . Organização dos capítulos e tramas Idéias controversas. valores e atitudes. une-se um ponto crucial com foco no formato da narrativa: a organização das tramas no livro. Ansioso por descobrir o que acontecerá em seguida. É comum encontrar nestes romances persongens que são peritos em alguma área de conhecimento. as tramas finalmente se unem para a conclusão apoteótica da obra. que também termina em suspense. menos). No livro "Criando Pesonagens Inesquecíveis". mostrando ora o ponto de vista dos protagonistas. Além disso. Em alguns casos. 5 . em tradução livre. personagens com profundidade. pequenas manias.