You are on page 1of 9

Módulo 2 – Gestão de Base de Dados ➢ Conceito de base de dados

Tem como objectivo o armazenamento diversos tipos de informação relacionada de tal forma que a sua actualização e consulta possa ser efectuada num curto espaço de tempo.

Base de dados: informação relacionada;
Actualizada; Consulta; Espaço de tempo curto;

Sistemas de gestão de base de dados:
O aparecimento de aplicações informáticas que permitem a introdução de dados, o seu relacionamento e posterior consulta visual ou impressa provocaram alterações significativas quer no suporte em que o registo e feito (o papel e substituído pelo registo digital), quer na fiabilidade dos resultados produzidos (minimização do erro), quer, ainda no tempo útil informação e disponibilizada.

Sistemas de gestão de base de dados:

SGBD-Pode ser definido como um conjunto de aplicações que fazem a
gestão e o processamento de grande quantidade de dados. Os dados estão armazenados (guardados) de uma forma estruturada permitindo o fácil aceso a informação.

Terminologia das SGBD
-Noção de tabelas: São a parte integrante de uma base de dados e são utilizadas para guardar utilizadas para guardar informação a um assunto especifico que se da o nome entidade

-Localidade. Ex: nº. Um dado quando azulado não tem significado.Ex: Uma tabela que contenha informações sobre os alunos da escola poderá chamar-se alunos e devera conter unicamente dados relacionados com os alunos. campo de dados: Nº 1 2 3 4 Nome Antonio Tonny Marlene estrada João Nuno Gringo Morada C.posta Localid l ade Rua direita Rua central Rua das flores Rua do peixe 3660-112 3660-113 3660-613 3660-665 S. -Morada.Educa ção Manuel Tonny Maria Gertudes Paulo Istambul Vitória A:Coresponde a um registo diz respeito a um aluno B:A cada coluna corresponde a um campo.Frades Fataunços E. -Encarregado de educação. Os campos especificam os diversos dados ou categorias que pretendemos especificar. nome.Cruz da trapa O. -Nome. Entidade alunos: -Numero do aluno.pedro do Sul St. Noção de relação: . C:Dados o conteúdo de cada campo e um dado e pode ser definido com acontecimento ou um facto sem tratamento adicional. Assim temos entidade alunos. morada. -Código Postal. -Etc Noção de registo.

Enducação Relação Relação estabelecida entre o campo código postal da tabela alunos e o campo código postal da tabela. Entidade: Alunos Campos: Nº Nome Entidade: Cod. C:torna a introdução de dados mais rápida. ao digitar o código postal do aluno e assuciada a localidade. D:Minimiza o numero de erros. . em todos os registos a localidade do aluno.Uma relação consiste na associação estabelecida entre campos comuns entre duas tabelas garantindo assim a consistência da informação. B:Permite que. Depois de preenchida a tabela de códigos postais. Localidade Enc. não tenha que digitar. Repara que a diferença de um caracter. pois na tabela alunos apenas e digitalizado o código postal.na tabela alunos. e regra geral cometem-se menos erros na digitalização. Educação Campos:cod. seja uma vírgula.Postal Morada Código postal Enc. um ponto final ou qualquer outro faz com que o conteúdo de dois campos seja considera diferente. Código Postal: A:Permite. sempre pretenda se possa localizar a localidade dos alunos.

Pedro do sul # s pedro do sul # são pedro do sul sejam consideradas localidades diferentes. A entidade alunos relacionam-se com actividades através de uma associação que poderia denominar-se. Ex: cada aluno tem um responsável (R) que também e aluno mas de um ano mais avançado. Ou seja. Este tipo de associação entre três entidades também pode ser designado por associação ternária. Binarias: Associação caracterizasse pela existência de um qualquer tipo de relação entre duas entidades. Noção de chave de uma tabela e constituída por um ou mais campos que possam ser utilizados como identificadores de cada um dos registos. como responsável por cada aluno e também o aluno estamos perante uma associação unitária da entidade alunos com ela própria. Associações complexas: Caracterizam-se pela possibilidade de estabelecerem relações entre mais de duas entidades Ex: Em cada actividade escrita anteriormente e acompanhada por um professor.Ex: S. Noção de associação (ou relação) Representa a forma com duas ou mais entidades se relacionam entre si existem dois tios de associações unitárias e binarias. Como se poderia representar esta relação: o sistema teria entidade alunos. permitam por identificar um registo de forma unívoca. . Ex: Suponho que numa escola cada aluno pode estar inscrito em diversas actividades. Unitárias: Caracterizasse pela relação entre a entidade e ela própria.

.Assim os tempos leccionados pela chave de uma tabela não podem no seu conjunto ter informação repetida. . -As associações ou relacionamentos entre os campos das tabelas. Só depois dos objectivos terem sido claramente definidos é que devemos especificar: --As tabela (entidades) envolvidas. Planificação de uma base dados Numa fase inicial é importante explicitar o objectivo da base de dados a desenvolver. -As características ou atributos das associações.Os campos da tabela seus atributos e domínios (valores que podem assumir). Tabela (Entidade) Alunos Professores Actividades Inscrição Campo (s) chave Código do aluno Código do Professor Código de Actividade Cod do aluno + cod + actividade Nota: Numa tabela onde podemos guardar informação dos alunos de uma escola. o campo relativo a data de nascimento poderá ou deveria ser escolhido para campo chave. -O (s) campo (s) chave.

Em caso de necessidade. -Podem existir vários condóminos com carros da mesma marca para não se repetir mais uma vez a marca de carro. Completamente vamos permitir que seja dada a indicação da marca do carro. cria-se a tabela de condóminos. cria-se uma tabela com as marcas do carro. o condómino devera ser contactado telefonicamente ou por email. Pressupostos: -Cada condómino pode ter mais que um carro e mais que um estacionamento. Definir o nome das tabelas e respectivos campos Esquema: Carros: -Matricula -Cod-marca . Objectivos da base de dados: -Saber quais são os veículos que podem entrar e sair da garagem e a quem pertencem.Ex: Imagina que estas a gerir um condomínio cria uma base de dados que permita ter uma lista dos carros dos condóminos com autorização para entrar na garagem. Para não repetir mais de que uma vez o nome do condómino responsável.

fraçoes conduminio Caracter nome Nome do conduminio Caracter Telefone Telefone e contacto Caracter Email Email do 30 5/rest 9 Xxx xxx xxx 50 5/rest 5 5/rest 30 5/rest Tamanho 8 Dominio Xx-xx-xx .-Fracção Marcas: Cod-marca -Descrição Condóminos: -Fracção -Nome -Telefone -email Tipo Caracter Campo Matricula Descrição Matrícula de carro Caracter Cod-marca Cod-marca 5 Sem restrições Caracter descriçao Descrição de marca Caracter fraçao Id.

Na tabela condóminos deve ser definido o campo fraçao pois não existem mais de que uma habitação com o mesmo código de fracção.conduminiu Caracter Nºcontribuin Nº Fiscal de te contribuinte Xxx xxx xxx Definir os campos de chave Na tabela carros deve ser definido o campo matricula . pois este campo permitenos identificar apenas um carro. ou relações entre as tabelas Carros: -Matricula -Cod-marca -Fracção . Na tabela marcas deve ser definido o campo cod de marcas pois cada marca so deve ser definida uma vez. Definir as associações.

Marca cod. telefone etc… . simultaneamente saber qual a sua marca o nome do condómino email. quando estamos a visualizar o registo de um carro possamos. Depois de implementadas esta associações permitem que.marca Descrição Condómino Fracção Nome Telefone Email As associações devem ser escritas tendo em conta os campos comuns entre as tabelas.