UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE HUMANIDADES DEPARTAMENTOS DE CIÊNCIAS DA INFORMAÇÃO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA NBR 6021:2003 versus NBR

6024:2012: principais mudanças Prof.ª Juliana Buse1 ju.buse@gmail.com Apresentamos a seguir, uma comparação entre a versão atual (2012) e a anterior (2003) da NBR 6024. A fim de facilitar a leitura e compreensão, apresentamos no quadro abaixo apenas os elementos da norma anterior que sofreram alterações na norma atual. A nova versão da norma introduziu algumas modificações que carecem de relevância prática: o campo Prefácio, apresentado na norma anterior, sofreu pequenas alterações em seu texto; o campo Objetivo da norma anterior teve seu texto preservado mas seu nome modificado para Escopo; o campo Referência Normativa, por sua vez, não existia na norma anterior; já o campo Definições, independentemente das alterações em seu conteúdo (que serão vistas adiante), passou a ser chamado Termos e Definições. Diante da irrelevância dessas inovações do ponto de vista do trabalho de normalização, remetemos o leitor à versão atualizada da norma, caso tenha curiosidade específica sobre elas. Na tabela abaixo, foram utilizadas as seções tal como definidas na nova versão da norma, independente de seus conteúdos serem objeto de seções distintas na sua versão anterior. Os trechos em vermelho se referem às partes modificadas na nova versão. Os trechos em itálico azul são observações desta autora. Boa leitura e bom trabalho!

NBR 6024:2003 Termos e Definições

NBR 6024:2012

Alínea: Cada uma das subdivisões de um Alínea: Cada uma das subdivisões de uma seção documento, indicada por uma letra minúscula e de um documento. seguida de parênteses. Indicativo de seção: Número ou grupo numérico Indicativo de seção: Número ou grupo numérico que antecede cada seção do documento.
1 Professora Assistente do Departamento de Ciências da Informação da Universidade Federal do Ceará. Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=P8959002.

que antecede cada seção do documento. Seção: Parte em que se divide o texto de um Seção: Parte em que se divide o texto de um documento, que contém as matérias consideradas documento, que contém as matérias consideradas afins na exposição ordenada do assunto. afins na exposição ordenada do assunto. Seção primária: Principal divisão do texto de um documento. Seção secundária, terciária, quaternária, quinária: Divisão do texto de uma seção primária, secundária, terciária, quaternária, respectivamente. Subalínea: Subdivisão de uma alínea. Seção primária: Principal divisão do texto de um documento. Seção secundária: Subdivisão do texto a partir de uma seção primária. Seção terciária: Subdivisão do texto a partir de uma seção secundária. Seção quaternária: Subdivisão do texto a partir de uma seção terciária. Seção quinária: Subdivisão do texto a partir de uma seção quaternária. Subalínea: Subdivisão de uma alínea. Regras gerais > São empregados numeração. algarismos arábicos na > Devem ser utilizados algarismos arábicos na numeração;

> O indicativo de seção é alinhado na margem > Deve-se limitar a numeração pregressiva até a esquerda, precedendo o título, dele separado por seção quinária; um espaço. > O título das seções (primárias, secundárias, > Deve-se limitar a numeração progressiva até a terciárias, quaternárias e quinárias) deve ser seção quinária. colocado após o indicativos de seção, alinhado à margem esquerda, separado por um espaço. O texto > O indicativo das seções primárias deve ser deve iniciar em outra linha; grafado em números inteiros a partir de 1. > Ponto, hífen, travessão, parênteses ou qualquer > O indicativo de uma seção secundária é sinal não podem ser utilizados entre o indicativo da constituído pelo indicativo da seção primária a que seção e seu título; pertence, seguido do número que lhe for atribuído na sequência do assunto e separado por ponto. > Todas as seções devem conter um texto Repete-se o mesmo processo em relação às demais relacionados a ela; seções. Obs.: O exemplo apresentado na norma é confuso. > O indicativo das seções primárias deve ser grafado em números inteiros a partir de 1; > Não se utilizam ponto, hífen, travessão ou qualquer sinal após o indicativo de seção ou de seu > O indicativo de uma seção secundária é título. constituído pelo número da seção primária a que pertence, seguido do número que lhe for atribuído > Destacam-se gradativamente os títulos das na sequência do assunto e separado por ponto. seções, utilizando os recursos de negrito, itálico ou Repete-se o mesmo processo em relação às demais grifo e redondo, caixa alta ou versal e outro. O seções. Obs.: O exemplo apresentado na norma título das seções (primárias, secundárias etc.) deve tornou-se ainda mais confuso. Ao final deste ser colocado após sua numeração, dele separado documento detalhamos este ponto e apresentamos por um espaço. O texto deve iniciar-se em outra um modelo alternativo. linha.

> errata, agradecimentos, lista de ilustrações, lista > Todas as seções devem conter um texto de tabelas, lista de abreviaturas e siglas, lista de relacionado com elas. símbolos, resumos, sumário referências, glossário, apêndice, anexo e índice devem ser centralizados e não numerados, com o mesmo destaque tipográfico das seções primárias; > Títulos com indicação numérica, que ocupem mais de uma linha, devem ser, a partir da segunda linha, alinhados abaixo da primeira letra da primeira palavra do título; > Os títulos das seções devem ser destacados tipograficamente, de forma hierárquica, da primária à quinária. Podem ser utilizados os recursos gráficos de maiúscula, negrito, itálico, sublinhado e outros. Alínea > Quando for necessário enumerar os diversos > Deve ser conforme as alíneas a seguir: assuntos de uma seção que não possua título, esta deve ser subdividida em alíneas. a) os diversos assuntos que não possuam título próprio, dentro de uma mesma seção, devem ser > Quando as alíneas forem cumulativas ou subdivididos em alíneas; alternativas, pode ser acrescentado, após a penúltima, e/ou conforme o caso. As alíneas, b) o texto que antecede as alíneas termina em exceto a última, terminam em ponto e vírgula. dois pontos; > A disposição gráfica das alíneas obedece às seguintes regras: a) o trecho final do texto correspondente, anterior às alíneas, termina em dois pontos; b) as alíneas são ordenadas alfabeticamente; c) as letras indicativas das alíneas são reentradas em relação à margem esquerda; d) o texto da alínea começa por letra minúscula e termina em ponto e vírgula, exceto a última que termina em ponto; e, nos casos em que se seguem subalíneas, estas terminam em vírgula; e) a segunda e as seguintes linhas do texto da alínea começam sob a primeira letra do texto da própria alínea. Subalínea > Quando a exposição da ideia assim o exigir, a > Deve ser conforme as alíneas a seguir: alínea pode ser subdividida em subalíneas. As c) as alíneas devem ser indicadas alfabeticamente, em letra minúscula, seguida de parêntese. Utilizam-se letras dobradas, quando esgotadas as letras do alfabeto; d) as letras indicativas das alíneas devem apresentar recuo em relação à margem esquerda; e) o texto da alínea deve começar por letra minúscula e terminar em ponto e vírgula, exceto a última alínea que termina em ponto final; f) o texto da alínea deve terminar em dois pontos, se houver subalínea; g) a segunda e as seguintes linhas do texto da alínea começam sob a primeira letra do texto da própria alínea;

subalíneas devem começar por um hífen, colocado sob a primeira letra do texto da alínea correspondente, dele separadas por um espaço. As linhas seguintes do texto da subalínea começam sob a primeira letra do próprio texto.

a) as subalíneas devem começar por travessão seguido de espaço; b) as subalíneas devem apresentar recuo em relação à alínea; c) o texto da subalínea deve começar por letra minúscula e terminar em ponto e vírgula. A última subalínea deve terminar em ponto final, se não houver alínea subsequente; d) a segunda e as seguintes linhas do texto da subalínea começam sob a primeira letra do texto da própria subalínea.

Indicativos > Os indicativos devem ser citados no texto de > Devem ser citados no texto conforme os acordo com os seguintes exemplos: exemplos: ... na seção 4 ... ver 2.2 ... em 1.1.2.2, § 3° ou ... 3° parágrafo de 1.1.2.2 EXEMPLO 1: … na seção 3 … EXEMPLO 2: … ver 3.3 … EXEMPLO 3: … em 2.2.1.2, § 1° ou ... 1° parágrafo de 2.2.1.2 … EXEMPLO 4: Na alínea a, da seção 3.2 … EXEMPLO 5: Na primeira subalínea, da alínea c …

Nem a redação da alínea j do item 4.1 da nova versão nem a do item 3.7 da versão antiga indicam claramente como deve-se proceder quanto à formatação dos títulos das seções de quaisquer níveis, apenas colocando à disposição do normalizador diversos recursos gráficos (“maiúscula, negrito, itálico, sublinhado e outros”). Assim, convém sugerir uma proposta de padronização: 1 PRIMEIRA SEÇÃO PRIMÁRIA 1.1 PRIMEIRA SEÇÃO SECUNDÁRIA 1.1.1 Primeira seção terciária 1.1.1.1 Primeira seção quaternária 1.1.1.1.1 Primeira seção quinária Ao mesmo tempo, como adiantado nas observações feitas na seção Regras Gerais da tabela acima, os exemplos que constam do item 3.5 da versão antiga e da alínea g da seção 4.1

da nova versão não colaboram significativamente para o adequado entendimento das disposições a que se referem. Assim, confira-se a seguir uma demonstração com maior clareza didática:

PRIMÁRIA 1

SECUNDÁRIA 1.1

Terciária 1.1.1

Quaternária 1.1.1.1

Quinária 1.1.1.1.1 1.1.1.1.2

1.1.1.2

1.1.1.2.1 1.1.1.2.2

1.1.2

1.1.2.1

1.1.2.1.1 1.1.2.1.2

1.1.2.2

1.1.2.2.1 1.1.2.2.2

1.2

1.2.1

1.2.1.1

1.2.1.1.1 1.2.1.1.2

1.2.1.2

1.2.1.2.1 1.2.1.2.2

1.2.2

1.2.2.1

1.2.2.1.1 1.2.2.1.2

1.2.2.2

1.2.2.2.1 1.2.2.2.2

2

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful