Vamos mudar um pouco de assunto e vamos falar de mercado de trabalho. Como se escreve “exceção”? E, “majestoso”?

Se você vai se preparar pra uma entrevista de estágio, estude ortografia, viu? Um teste feito com mais de 8 mil candidatos reprovou quase a metade na hora do ditado. E, se você pensa que esse é o principal problema, está enganado. Faz um calorão danado na sala. A moça usa um vestido bem curto. Essa outra tira os sapatos. E por que não arregaçar as mangas? Esses três participam de uma seleção de emprego. Cometem um dos erros mais comuns: o excesso nas roupas. O candidato, durante a dinâmica, ele busca um destaque e, muitas vezes, ele pode pecar nisso porque vira um excesso e acaba sendo ruim pra ele. Se a vaga pede fluência em idiomas, você não precisa responder a entrevista assim:

Let's change the subject a little and let's talk about the job market. How do you spell "exceção” (exception)? And, “majestoso” (majestic)? If you’re preparing yourself for an internship interview, revise your spelling, OK? Almost half of more than 8000 candidates failed the spelling dictation. And if you think that that is the main problem, you’re wrong. It’s really hot in the room. The girl wears a dress that is too short. This one takes her shoes off. And why not roll up your sleeves? These three are going through a job selection process. They make one of the most common mistakes: the over the top clothes. The candidate, during the group interview, he wants to stand out and often that is his downfall becomes he can put too much emphasis on it and it works against him. If the vacancy calls for fluency in languages, there is no need to answer the interview questions like this: - Who do you live with? - Yo live with mi padre, mi and mis abuelos hermanito. (Candidate answers in Spanish) - I live with my parents, | my sister, my brother ... The candidates seem rude, anxious and arrogant.

- Com quem vocês moram? - Yo vivo com mi padre, mis abuelos e mi hermanito. - I live with my parents, my sister, my brother... As candidatas demonstram antipatia, ansiedade e arrogância. Veja agora essa outra situação.

Check out this other situation.

Eu desejo boa sorte a todos e sucesso na carreira profissional de vocês. - Tchau, tchau. Prazer. Gostei muito, viu. Intimidade exagerada dos candidatos. Não precisa tratar o recrutador como alguém da família. O considerado comum nas pessoas é se comportar de uma maneira em cada lugar e na entrevista de emprego não é diferente. Você tá numa situação corporativa, você tem que se portar como tal. Se a questão é postura, então nem pense em repetir essas cenas. - Bom, pessoal. Agora não podem utilizar aparelhos sonoros durante o processo seletivo. - Eu peço que vocês desliguem. - Se você pudesse jogar o seu chiclete fora. Problemas pessoais devem ficar em casa. Problemas acontecem. O que faz o diferencial é maneira que o candidato explica a situação que ocorreu com ele, e evitar dar uma de coitado. Isso não vai agregar nada, ele não vai conseguir se destacar. A gente passa a vida inteira falando português.

I wish everyone good luck and success in your professional careers. - Bye, bye. It’s been a pleasure. I really enjoyed it. Over the top intimacy from the candidates’ part. You do not need to treat the recruiter like one of your relatives. It’s common sense for people to behave differently in different places and the job interview is no different. If you’re in a corporate situation, you need to match your behaviour. And when it comes to attitude, don’t even think about reenacting these scenes. - Now, everyone, you cannot use any sound equipment during the selection process. - I ask you to turn them off. - And If you could get rid of your chewing gum... You should leave your personal problems behind. Problems happen. What makes the difference is how the candidate explains the situation that occurred to him, and to avoid playing the victim. This will not add anything, he will not stand out this way. We spend our whole lives speaking Portuguese.

Estuda a matéria por no mínimo onze anos na We study the subject for at least 11 years at escola, mas, falar e escrever bem a língua são school, but speaking and writing well are major um dos maiores obstáculos para quem quer um obstacles for those who want a job. emprego. Há oito meses essa empresa aqui não consegue It’s been eight months that this company cannot

preencher uma vaga de estágio porque não encontra candidato que acerte as palavras de um único ditado. O mesmo teste foi aplicado em oito mil candidatos. Quase a metade deles foi reprovada e só 1,9 % acertou as trinta palavras do ditado, como “exceção”, “majestoso”, “seiscentos” e “desajeitado”. Uma pessoa que nem domina nem o seu próprio idioma, como é que vai poder se destacar dentro de uma empresa, como é que vai poder eventualmente usar um outro idioma, agora pra atender os eventos que estão por vir, da Copa e das Olimpíadas? Outra recomendação: tome cuidado com as gírias. Numa rede social, num msn, ela pode tranquilamente usar uma linguagem mais informal. Agora, pro ambiente empresarial, a partir do momento que o candidato representa a empresa, a exigência é muito alta.

fill an internship vacancy because they cannot find a candidate that passes the spelling dictation test. The same test was taken by 8 thousand candidates. Almost half of them failed and only 1.9% got all thirty words of the spelling dictation right, words like "exceção", "majestoso", "seiscentos" and "desajeitado". A person who does not even master their own language, how will they be able to stand out in a company, how will they eventually be able to speak another language, specially in forthcoming events like the World Cup and the Olympics?

Another recommendation: Be careful with slang. In a social network, on msn, they can safely use a more informal language.

Now, in a business environment, where the candidate represents the company, a lot is expected from them.

Related Interests