You are on page 1of 4

Consciência

bem de seus amigos e família, enfim vocês são um grupo de pessoas feliz e crescente cada um trabalha para um bem todo exercendo suas funções. Hoje em dia as pessoas só pensam em si mesmas “algumas” e acabam não notando que outras pessoas estão sofrendo pela sua ignorância. A dita Justiça não pode favorecer ninguém e as pessoas têm que se lembrar da gratificação que é ter algo feito pelas próprias mãos ou conquistado com trabalho e esforço, ou seja, o que eu quero disser é que se trabalharmos juntos para um futuro melhor cada um fazendo sua parte e sempre ajudando uns aos outros podemos ir mais longe. E faço um pedido para todos que lêem o jornalzinho, por favor, não joguem lixo no chão e conscientizem a todos para não fazer isso porque alem de termos um péssimo recolhimento de lixo se ficarmos jogando lixo no chão, bueiros Cristiano Gonçalves Porto entopem e vão causar enchentes, alem de ser feio e Podemos disser que nossos amigos e quem fazer mal para o meio ambiente. convivemos são como um grande grupo que partilham das mesmas idéias, objetivos e muitas outras coisas, normalmente isso faz muito bem pois com ele você cresce aprende a respeitar e a trabalhar em grupo para que cada pessoa a sua volta mesmo que você não “se de muito bem” crescer, com esse grupo você aprende a respeitar a todos pois ninguém é melhor que ninguém e todos se esforçam para ver o seu bem e o

Legião Organizada
54ª edição | 27/02/12 | 20 cópias | R$ 0,15 Leia, escreva, reproduza e passe adiante! Lei Anti-Games
dia falando o que é bom e o que é ruim para o povo e os alienados acreditam em tudo em que eles dizem. Mas meu maior medo é que essa lei passe e o povo fiquem desfilando no Carnaval, ao invés de protestar contra essa lei, é foda quando tu vê um vídeo do Brasil falando sobre protestos com só imagens gringas onde está a resistência desse país que ouve tudo calado e finge que não está vendo que está sendo censurado para que políticos roubem cada vez mais, que sempre os mesmos que não mudam nada continuem lá no poder para que cada ano que se passe o povo fica mais alienado. Não sei se é só da minha cabeça, mas o mundo está vendo que esse sistema capitalista não da mais, protestos por todo mundo não vou citar lugares e os porque, mas o povo já viu que essa censura, poucos com muito e muitos com quase nada, entre outras coisas. Essa lei é quase igual ao PIPA, SOPA, ACTA só que no Brasil enquanto pessoas do mundo protestaram contra a censura dessas leis no mundo inteiro no Brasil a maioria das pessoas deixam ser caladas por esse sistema porque aqui funciona quase a política do pão e circo durante o império romano só que aqui é cerveja, futebol e quando não tem futebol vem o carnaval. Vamos resista não deixe esse sistema lhe cale. Mas depois eu resisto vou colher uns diamante no minecraft HSUAHSUAHSUAHS’. Fontes: http://www.youtube.com/watch?v=GhM61VDPDy U http://www.youtube.com/watch?v=pC7xFpx0VPw

Participe dos nossos grupos de debates!
Quartas às 16h45 no IFSUL; sala 633B Sextas às 18h30 na Meia Lua da Prç. Cel. Pedro Osório Sábados às 16h30 no Meia Lua da Prç. Cel. Pedro Osório 29/02 02/03 03/03 - Propriedade Privada x Propriedade Coletiva; 06/03 08/03 09/03 Teoria do Estado e Justiça Social
Meta Obrigações do GT R$ 10 000,00 Venda de Arrecadado jornal/(pessoa*mês): 2 R$ 105,00 Escrita de Remanescente matéiras/(pessoa*mês): 1 R$ 9 895,00 Diagramações/mês: 1 Atividade do mês (45%) Debates/semana: 1 R$ 22,50 de R$ 50,00
O foco da campanha de propaganda desse mês irá ser o tema "Pirataria". Para isso, vamos fazer: cartazes, adesivos, camisetas, uma edição dos Mitos e Verdades, matérias sobre isso, abordar tema nos debates, abordar tema com pessoas. Ajudem propondo ideias e ajudando a fazer e confeccionar o material. O que você está esperando?

A= ΔA = n=

391 8

34 Méd = 11,5

Inteligência: ---

Expediente
Autores: Cristiano Gonçalves Porto, Iris Betina Vitória, Ísis Fiorese Boff, João Felipe Chiarelli Bourscheid, Lucas Sosa Machado Diagramação: João Felipe Chiarelli Bourscheid | Revisão: Diagramado com: Scribus Open Source Software (http://scribus.net/canvas/Scribus) Encerramento da Edição: 13h30 do dia 27/02/12 Impressão: Legião Organizada

Contato
joao.felipe.c.b@gmail.com legiaoorganizada.blogspot.com (53) 91152350 youtube.com/user/joaofelipecb

Lucas Sosa Machado É um projeto de lei do Senador Valdir Raupp (PMDB-RO) que prevê alterar art. 20 da lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989 (crimes de preconceito), incluir a fabricação, importação, distribuição e comercialização de jogos que “ferem” os costumes, as tradições, cultos, credos, religiões e símbolos dos povos no território nacional. Esse cara deve ser um cara que acha que o mundo tem pessoas matando pessoas entre outras coisas acontecem por causa dos vídeos games, mas porque as guerras acontecem por causa de igrejas, mas não vou comentar nada sobre isso. Eles vão fazer uma grande censura porque vai ser o governo que vai decidir o que nós devemos jogar, além que e se eles usarem essa mesma lei a livros, músicas, filmes, entre outros. Seria uma mega censura ao povo Brasileiro imagine o que o governo ia escolher para o povo olhar só o que beneficiaria para dizer que o país está ótimo como a mídia faz hoje em

Homens e Mulheres
mulheres, e mulheres não são realmente melhores que homens. Acontece que a sociedade tem um preconceito sobre as mulheres que é o machismo, e as mulheres uma forma radical de se defender que é o feminismo. Um dia a mulher serviu para cuidar da família, para ficar em casa com os filhos, cozinhar e limpar a casa, porém ela sempre foi super reservada. Aqui no Brasil acontece da super exposição da mulher –porque eu nunca ouvi falar de outro país assim, pelo menos o Brasil deve ser o pior neste aspecto. Aqui as mulheres pedem para ser desrespeitadas, não são todas, mas muitas estão por aí com seus pedaços de panos (porque é muito pequeno pra chamar de roupa) dançando funks que apelam pelo desrespeito. Como a helena já disse no texto dela que saiu na outra edição do jornal, aí os homens passam a mão como se pegassem as balas num pote quando te oferecem. Mas não são todos os homens que se deixam levar por essas coisas, é só a maioria. Eu sou contra a super exposição da mulher, mas isso não significa que eu seja feminista. Os homens estão sempre brigando ou pegando mulheres não é? A sociedade generaliza, e quem não briga ou pega mulheres é taxado de gay. A sociedade generaliza eis a questão, tem a imagem formada do homem e a imagem formada da mulher, assim as garotas que não são vagabundas são obrigadas a agüentar os caras que estão acostumados com mulheres assim, porque eles estão pra todo lado, e os homens que não brigam ou pegam mulheres o tempo inteiro são tachados de gays e etc . E têm também os gays que têm as mesmas capacidades de homens e mulheres com as opções sexuais naturais. Qualquer um que foge dos padrões é atacado pela sociedade. Só que não existe um porquê além da ignorância. Não são pelos aspectos científicos que a sociedade ataca, é por causa da imagem formada de como cada sexo tem que ser. Não é pela capacidade de cada um porquê homens e mulheres podem fazer as mesmas coisas.Não devemos igualar, pois não somos realmente iguais, mas devemos ser humanos e tratar todos da mesma forma, como todos merecem ser tratados, com respeito pela pessoa e pela sua liberdade de escolhas –seja da opção sexual ou das suas atitudes.

Iris Betina Vitória Nós não devemos igualar. As mulheres e os homens são diferentes sim, física e psicologicamente. Mas isso não significa que um sexo seja melhor que o outro, são apenas diferentes. Outro dia conversando com a minha amiga eu percebi que estava errada me achando feminista, porque na verdade eu só me achava feminista por ser terrivelmente contra o machismo. Na hora não lembro porque, mas não quis admitir. Mas não é que eu seja feminista, eu sou contra o machismo e acho que contra o feminismo também, eu acho ridículo pensar que homens são melhores ou piores que mulheres. Cada um tem suas capacidades, seus talentos são realmente diferentes, e o que gostamos de fazer é opção de cada um, na verdade não existem coisas exclusivas para homens ou para mulheres, homens e mulheres podem fazer as mesmas coisas eles só precisam desejar. Por exemplo, uma mulher pode ser muito melhor cuidando dos filhos, isso vem dos instintos dela, e o homem pode ser melhor para lutas, isto é verdade, são os instintos. Porém uma coisa não é melhor do que a outra, é diferente, se é boa ou ruim depende da opinião de cada um. E se um homem quiser ele pode ser muito bom para cuidar de seus filhos, só irá ter que se esforçar um pouco mais, a mulher também, se quiser lutar. Por isso homens não são realmente melhores que

que do que uma única pessoa sozinha. Isso é válido até os dias de hoje sendo essa a regra de ouro da segurança no trabalho: nunca trabalhe em algo perigoso sozinho. Mesmo que os seres humanos não saibam disso e mesmo levando em conta que basta um querer partir para a briga que a briga está feita a briga. Mesmo assim, a dupla tem muito mais chance de sobreviver, e por seleção natural o homem, mesmo que fosse programado egoísta pela Natureza, teria que se adaptar ou ser extinto. Não é para menos que o homem começou a viver em bandos. E principalmente, caçar em bandos. A caça é algo muito interessante nesse sentido: sozinho você tem muito mais chances de morrer, mas mesmo que consiga sobrará muita carne. Então, caçar em conjunto não agrega nenhuma desvantagem. Isso foi fundamental para que o ser humano vivesse em comunidade. Um comunidade de verdade. O problema é a Natureza não dava muita liberdade ao homem. O homem era nômade, sempre esfomeado, sempre atrás de comida. Quando havia alguma doença, a maioria das vezes não se tinha o que fazer. Muitas mulheres morriam no parto. Eram muitas as infecções porque não havia saneamento. Então, para que fosse possível aumentar a liberdade o homem teve que roubar a liberdade dos outros. E assim alguns começaram a dominar os outros. Pois mais liberdade significava mais condições de enfrentar os problemas da Natureza. Por exemplo, se faltava comida para uma tribo poderia-se mandar outra que tivesse excesso dar. Bem como se tornou possível organizar expedições para terras inabitadas. Junto com isso, quem dominava se afastou do trabalho manual para poder estudar a Natureza e a Sociedade. Assim, o conhecimento também aumento. Aumentando o conhecimento, também aumentou a possibilidade de resolver os problemas. E a espécie humana tomou conta do globo. Surgiram grandes faraós. Eles mandam fazer algo e milhares de pessoas vão lá e fazem. Isso deu um incrível poder a Humanidade. Um incrível poder mesmo. Pirâmides foram erguidas de tal forma que até hoje se tem dúvida de como é que elas foram levantadas. Porém quando alguma coisa errada era dita também, todos faziam. E temos herança disso até hoje. Se mandam construir uma usina nuclear em cima de uma placa tectônica, se constrói, mesmo levando a morte de muitas pessoas depois. Se se manda fabricar um vírus mais forte que o H5N5 e mais contagioso que o H1N1 e fazem o H5N1, se

obedece, mesmo que isso venha exterminar a humanidade. A dominação do homem pelo homem trouxe muita liberdade, mas só um pouco de conhecimento. E isso é perigoso e não ajuda muito a resolver problemas. Liberdade sem conhecimento cega. Cega, inclusive, para se dar conta que se está cego. Por isso a sociedade não vai mudar pela decisão das classes dominantes: porque elas estão cegas. E qualquer classe que venha a se constituir no poder e não mude as regras também ficará cega. “Mas, se o homem desfizer a relação de dominação com o próximo, não voltaremos a ser nômades?” Não. Desde aquela época, duas coisas mudaram: o tamanho da população e o conhecimento acumulado. Isso possibilita o ser humano ser mais autônomo em relação a Natureza, situação bem diferente da inicialmente colocada. E a pergunta que os niilistas se fazem é que se todos os seres humanos tiverem liberdade, o que impedirá de um querer dominar o outro? Bom, hoje isso parece que é bem comum de acontecer. E de fato, se temos um país grande como os EUA e este dá um pouco de poder para o Brasil ele já começa a querer se aproveitar de países menores. A resposta é que a dominação é uma faca de dois gumes. O homem quis dominar a mulher e fez a por muito tempo um ser tão medíocre que nem mais interesse por ela passou a ter. O patrão aliena tanto seu empregado que esse fica tão burro que se torna incapaz. Os ditadores e os executivos de empresas fazem tantas pessoas depender deles e bajular-los que quando eles falham a empresa toda a falha junto. Na prática, as forças regulares tem tido dificuldade de vencer as forças guerilheiras na maior parte dos países. Por quê? Porque para que o general domine seu “bando” é necessário deixar tão ignorante que o soldado se torna tão ineficiente. Por que cargas da água o homem vai querer dominar o próximo se ele não vai se tornar mais livre da natureza e ainda por cima irá perder cabeças pensantes? Isto é, supondo uma sociedade onde tudo que é produzido é feito em benefício de todos. Não faz muito sentindo. Não é o ser humano que é mal por natureza. São as condições que hoje são impostas que favorecem que o pior dos seres humanos tenha cada vez mais poder. Isso é uma analise anti-dogmática. Algo que segue a Ciência. E lembre-se: o que difere a Religião da Ciência é que na Ciência a verdade é baseada em argumentos.

Celulares e Tablets
desses aparelhos. Afinal, isso até nos poupa do trabalho de ter que decorar mais do que um número telefônico. Então chega a ser surpreendente que as estimativas das empresas prevejam que neste ano a quantidade de celulares, tabletes e outros dispositivos móveis ultrapasse a quantidade de seres humanos em três bilhões! Em outras palavras, em 2012 existirão cerca de 10 bilhões desses aparelhos espalhados pelo planeta. Matematicamente, seria de se imaginar que então três bilhões de pessoas tivessem dois desses aparelhos. Entretanto, como grande parte da população mundial não tem condições de ter acesso sequer a telefones fixos, e outra grande parte só pode comprar um celular ou tablete por família (que podem ter vários membros) não existe alternativa sensata além de supor que algumas pessoas tenham vários aparelhos. Pode ser por causa da ideologia de consumo, que incentiva a população ao desejo de comprar e fazer inveja aos amigos (tem muita gente que dá mais valor a poder comprar um aparelho do que ter o que comer em casa), talvez seja pela excitação de adquirir uma novidade, mas não existe dúvida que pessoas estão adquirindo grande número desses aparelhos, talvez sem necessidade. A situação atual que diz respeito a esses aparelhos é no mínimo injusta. Socialmente falando, seria mais lógico que todos tivessem um aparelho, e não que alguns tivessem muitos e outros não tivessem nenhum. Naturalmente falando, é necessária grande extração de matéria-prima para sustentar essa demanda. Ninguém necessita de mais do que um, no máximo dois, aparelhos de comunicação móvel. Ao invés de tentarmos aumentar a produção para satisfazer todo mundo, seria melhor buscar métodos de convivência que eliminassem a necessidade tanto de se exibir para os vizinhos como de usar continuamente esse tipo de aparelho.

Celulares e Tablets
desses aparelhos. Afinal, isso até nos poupa do trabalho de ter que decorar mais do que um número telefônico. Então chega a ser surpreendente que as estimativas das empresas prevejam que neste ano a quantidade de celulares, tabletes e outros dispositivos móveis ultrapasse a quantidade de seres humanos em três bilhões! Em outras palavras, em 2012 existirão cerca de 10 bilhões desses aparelhos espalhados pelo planeta. Matematicamente, seria de se imaginar que então três bilhões de pessoas tivessem dois desses aparelhos. Entretanto, como grande parte da população mundial não tem condições de ter acesso sequer a telefones fixos, e outra grande parte só pode comprar um celular ou tablete por família (que podem ter vários membros) não existe alternativa sensata além de supor que algumas pessoas tenham vários aparelhos. Pode ser por causa da ideologia de consumo, que incentiva a população ao desejo de comprar e fazer inveja aos amigos (tem muita gente que dá mais valor a poder comprar um aparelho do que ter o que comer em casa), talvez seja pela excitação de adquirir uma novidade, mas não existe dúvida que pessoas estão adquirindo grande número desses aparelhos, talvez sem necessidade. A situação atual que diz respeito a esses aparelhos é no mínimo injusta. Socialmente falando, seria mais lógico que todos tivessem um aparelho, e não que alguns tivessem muitos e outros não tivessem nenhum. Naturalmente falando, é necessária grande extração de matéria-prima para sustentar essa demanda. Ninguém necessita de mais do que um, no máximo dois, aparelhos de comunicação móvel. Ao invés de tentarmos aumentar a produção para satisfazer todo mundo, seria melhor buscar métodos de convivência que eliminassem a necessidade tanto de se exibir para os vizinhos como de usar continuamente esse tipo de aparelho.

Ísis Fiorese Boff Um auxílio tecnológico ou uma obsessão? Todos conhecem os celulares, desde sua história até a sua utilidade. Recentemente, um novo tipo de tecnologia foi lançado, o Tablete, uma espécie de agenda eletrônica que basicamente funciona como um computador, com meios de acesso à Internet, organização pessoal, leitura de livros, revistas, jornais, em suma, quase como um mini-computador em formato de prancheta. Atualmente a maioria dos jovens, adultos, crianças e até idosos comentam as facilidades que os celulares trazem para nossa vida, idem para os tabletes. Pessoalmente, compartilho a opinião (não existe nada mais prático para ser usado em viagens ou quando esquecemos de terminar um trabalho escolar), o único problema é que podemos estar ficando obscessivos! É difícil pensar em um motivo lógico plausível para que alguém precise ter mais do que um

Ísis Fiorese Boff Um auxílio tecnológico ou uma obsessão? Todos conhecem os celulares, desde sua história até a sua utilidade. Recentemente, um novo tipo de tecnologia foi lançado, o Tablete, uma espécie de agenda eletrônica que basicamente funciona como um computador, com meios de acesso à Internet, organização pessoal, leitura de livros, revistas, jornais, em suma, quase como um mini-computador em formato de prancheta. Atualmente a maioria dos jovens, adultos, crianças e até idosos comentam as facilidades que os celulares trazem para nossa vida, idem para os tabletes. Pessoalmente, compartilho a opinião (não existe nada mais prático para ser usado em viagens ou quando esquecemos de terminar um trabalho escolar), o único problema é que podemos estar ficando obscessivos! É difícil pensar em um motivo lógico plausível para que alguém precise ter mais do que um

Skate
Cristiano Porto Hoje em dia ainda existe uma grande falta de respeito com quem anda de skate, para mim andar de skate é um hobby mas a que ponto pessoas podem se divertir sem serrem descriminadas. O asfalto de Pelotas é inadequado pra andar de skate em muitos pontos e andar na calçada faz com que as pessoas de xingue sim existe uma pista de skate em pelotas porque não andar lá simples nem tudo que você pode fazer de skate precisa de uma pista. Andar de skate é um ótimo exercício e alem disso econômico sempre que as pessoas pensam em skatistas elas associam a vagabundos a algumas vezes drogados alguns podem ate ser mas precisa generalizar? Andar de skate e muito bom, mas e triste quando algum carro pecha em você ou te fecha em alguma esquina ou tenta assustar você e isso pode causar vários machucados e o importante e se divertir não estrague a diversão dos outros apenas por uma coisa boba que a mídia impôs na sua cabeça.

Skate
Cristiano Porto Hoje em dia ainda existe uma grande falta de respeito com quem anda de skate, para mim andar de skate é um hobby mas a que ponto pessoas podem se divertir sem serrem descriminadas. O asfalto de Pelotas é inadequado pra andar de skate em muitos pontos e andar na calçada faz com que as pessoas de xingue sim existe uma pista de skate em pelotas porque não andar lá simples nem tudo que você pode fazer de skate precisa de uma pista. Andar de skate é um ótimo exercício e alem disso econômico sempre que as pessoas pensam em skatistas elas associam a vagabundos a algumas vezes drogados alguns podem ate ser mas precisa generalizar? Andar de skate e muito bom, mas e triste quando algum carro pecha em você ou te fecha em alguma esquina ou tenta assustar você e isso pode causar vários machucados e o importante e se divertir não estrague a diversão dos outros apenas por uma coisa boba que a mídia impôs na sua cabeça.

Niilismo: Religião Disfarçada de Ciência

Niilismo: Religião Disfarçada de Ciência

João Felipe Chiarelli Bourscheid Esse texto eu estou escrevendo devido a uma série de debates que eu venho tendo com uma pessoa muito legal, a Ísis, que na maior parte das vezes discordamos no seguinte ponto: a Humanidade tem salvação? Ela acha que não. Eu acho que sim. Para quem não sabe, achar que não solução para os problemas da sociedade é uma tendência de pensamento chamada de Niilismo e é muito presente na nossa realidade hoje em dia. Porém, um dos argumentos que mais me chamou a atenção foi quando eu respondi a pergunta dela: me dê um motivo lógico para mim acreditar que a sociedade tem solução. Eu dei um tal argumento e ela me respondeu o seguinte: o ser humano foi programado para ser egoísta, as pessoas que estão nas penitenciárias, que todo mundo chama de vagabundo, são as que mais bem seguem o que a Natureza criou. Isso ainda foi mais chocante porque não tinha passado nem dez minutos que ela tinha criticado a Religião. Eu também sou ateu. Não digo convicto, mas sei provar logicamente que ir na Igreja e seguir a Bíblia (ou qualquer outro livro do tipo) não vai te salvar, mesmo que Deus exista. Mesmo fugindo um pouco do escopo desse texto, pretendo expor esse argumento. Suponha que Ele existe, ora então ele é uma pessoa má ou não é. Se for mau (entenda-se egoísta), então tanto faz o que tu fizer em Terra, ele só quer se divertir com a gente. Se ele não for, ele pode gostar de ser idolatrado ou não. Se ele gosta de ser idolatrado é porque ele não dá a mínima para os outros e se for a vontade dele, poderá te esmagar, mesmo tu idolatrando ele. E

se ele não for, ele não vai escolher salvar alguém por ir a Igreja ou repetir a Bíblia, ele escolherá as pessoas sinceras, verdadeiras, que fazem o que é certo, não o que é dito certo. E se ele não existe, você também não terá perdido nada. Bom, voltado ao assunto do Niilismo, a Ísis tinha dito que o ser humano foi criado pela Natureza e programado para ser egoísta. Depois ela até se retificou dizendo que o homem surgiu de um processo de Seleção Natural. Mas, mesmo assim eu acho que é uma visão meio que dogmática que ela tem. Dogmatismo é tu tomar algo como verdadeiro sem qualquer motivo. A Religião – e esse é um dos seus problemas – também é algo dogmático. A Ciência – ao contrário – diz não poder existir nenhuma tese irrefutável. Se uma tese é considerada irrefutável, deixou de ser ciência, passou a ser Religião. É como duas pessoas entrarem num debate e uma dizer: tudo bem, mas disso eu não abro mão. Mesmo que tu prove para a pessoa que aquilo não é bom. Isso é dogmatismo. Dogmar que o homem é egoísta por Natureza é o que sustenta a maioria dos niilistas. E não poucos usam o seguinte exemplo: se você está no meio do mato e encontra uma maça e uma outra pessoa, você mataria a pessoa ou dividiria a maça com ela? Muitos ainda afirmam nesse exemplo que você está na pré-história. Quem faz isso torna-se ridículo ao supor que você mataria a pessoa e comeria a maça. Seria mais provável comer a pessoa – no sentindo canibal da palavra e não no sentido carnal. Menos ridículo mas ingênuo temos que a sobrevivência de uma dupla de pessoa é muito maior

João Felipe Chiarelli Bourscheid Esse texto eu estou escrevendo devido a uma série de debates que eu venho tendo com uma pessoa muito legal, a Ísis, que na maior parte das vezes discordamos no seguinte ponto: a Humanidade tem salvação? Ela acha que não. Eu acho que sim. Para quem não sabe, achar que não solução para os problemas da sociedade é uma tendência de pensamento chamada de Niilismo e é muito presente na nossa realidade hoje em dia. Porém, um dos argumentos que mais me chamou a atenção foi quando eu respondi a pergunta dela: me dê um motivo lógico para mim acreditar que a sociedade tem solução. Eu dei um tal argumento e ela me respondeu o seguinte: o ser humano foi programado para ser egoísta, as pessoas que estão nas penitenciárias, que todo mundo chama de vagabundo, são as que mais bem seguem o que a Natureza criou. Isso ainda foi mais chocante porque não tinha passado nem dez minutos que ela tinha criticado a Religião. Eu também sou ateu. Não digo convicto, mas sei provar logicamente que ir na Igreja e seguir a Bíblia (ou qualquer outro livro do tipo) não vai te salvar, mesmo que Deus exista. Mesmo fugindo um pouco do escopo desse texto, pretendo expor esse argumento. Suponha que Ele existe, ora então ele é uma pessoa má ou não é. Se for mau (entenda-se egoísta), então tanto faz o que tu fizer em Terra, ele só quer se divertir com a gente. Se ele não for, ele pode gostar de ser idolatrado ou não. Se ele gosta de ser idolatrado é porque ele não dá a mínima para os outros e se for a vontade dele, poderá te esmagar, mesmo tu idolatrando ele. E

se ele não for, ele não vai escolher salvar alguém por ir a Igreja ou repetir a Bíblia, ele escolherá as pessoas sinceras, verdadeiras, que fazem o que é certo, não o que é dito certo. E se ele não existe, você também não terá perdido nada. Bom, voltado ao assunto do Niilismo, a Ísis tinha dito que o ser humano foi criado pela Natureza e programado para ser egoísta. Depois ela até se retificou dizendo que o homem surgiu de um processo de Seleção Natural. Mas, mesmo assim eu acho que é uma visão meio que dogmática que ela tem. Dogmatismo é tu tomar algo como verdadeiro sem qualquer motivo. A Religião – e esse é um dos seus problemas – também é algo dogmático. A Ciência – ao contrário – diz não poder existir nenhuma tese irrefutável. Se uma tese é considerada irrefutável, deixou de ser ciência, passou a ser Religião. É como duas pessoas entrarem num debate e uma dizer: tudo bem, mas disso eu não abro mão. Mesmo que tu prove para a pessoa que aquilo não é bom. Isso é dogmatismo. Dogmar que o homem é egoísta por Natureza é o que sustenta a maioria dos niilistas. E não poucos usam o seguinte exemplo: se você está no meio do mato e encontra uma maça e uma outra pessoa, você mataria a pessoa ou dividiria a maça com ela? Muitos ainda afirmam nesse exemplo que você está na pré-história. Quem faz isso torna-se ridículo ao supor que você mataria a pessoa e comeria a maça. Seria mais provável comer a pessoa – no sentindo canibal da palavra e não no sentido carnal. Menos ridículo mas ingênuo temos que a sobrevivência de uma dupla de pessoa é muito maior