You are on page 1of 201

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI No !"#$% &E '' &E JANEIR( &E '$)*!

Institui o Código de Processo Civil. ( PRESI&EN+E &A REP,-LICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LI.R( I &( PR(CESS( &E C(N/ECI0EN+( +1+2L( I &A J2RIS&I34( E &A A34( CAP1+2L( I &A J2RIS&I34( Art. 1o A jurisdição civil contenciosa e volunt!ria " e#ercida $elos ju%&es e' todo o território nacional con(or'e as dis$osiç)es que este Código estabelece. Art. *o Nen+u' jui& $restar! a tutela jurisdicional senão quando a $arte ou o interessado a requerer nos casos e (or'a legais. CAP1+2L( II &A A34( Art. ,o Para $ro$or ou contestar ação " necess!rio ter interesse e legiti'idade. Art. -o . interesse do autor $ode li'itar/se 0 declaração: I / da e#ist1ncia ou da ine#ist1ncia de relação jur%dica2 II / da autenticidade ou (alsidade de docu'ento. Par!gra(o 3nico. 4 ad'iss%vel a ação declaratória ainda que ten+a ocorrido a violação do direito. Art. 5o 6e no curso do $rocesso se tornar litigiosa relação jur%dica de cuja e#ist1ncia ou ine#ist1ncia de$ender o julga'ento da lide qualquer das $artes $oder! requerer que o jui& a declare $or sentença. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:;,< Art. =o Ningu"' $oder! $leitear e' no'e $ró$rio direito al+eio salvo quando autori&ado $or lei. +1+2L( II &AS PAR+ES E &(S PR(C2RA&(RES CAP1+2L( I &A CAPACI&A&E PR(CESS2AL Art. ;o >oda $essoa que se ac+a no e#erc%cio dos seus direitos te' ca$acidade $ara estar e' ju%&o. Art. ?o .s inca$a&es serão re$resentados ou assistidos $or seus $ais tutores ou curadores na (or'a da lei civil. Art. :o . jui& dar! curador es$ecial: I / ao inca$a& se não tiver re$resentante legal ou se os interesses deste colidire' co' os daquele2 II / ao r"u $reso be' co'o ao revel citado $or edital ou co' +ora certa. Par!gra(o 3nico. Nas co'arcas onde +ouver re$resentante judicial de inca$a&es ou de ausentes a este co'$etir! a (unção de curador es$ecial. Art. 1@. . cAnjuge so'ente necessitar! do consenti'ento do outro $ara $ro$or aç)es que verse' sobre direitos reais i'obili!rios. 78edação dada $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-< B 1o A'bos os cAnjuges serão necessaria'ente citados $ara as aç)es: 78enu'erado do Par!gra(o 3nico $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-<

I / que verse' sobre direitos reais i'obili!rios2 78edação dada $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-< II / resultantes de (atos que diga' res$eito a a'bos os cAnjuges ou de atos $raticados $or eles2 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:;,< III / (undadas e' d%vidas contra%das $elo 'arido a be' da (a'%lia 'as cuja e#ecução ten+a de recair sobre o $roduto do trabal+o da 'ul+er ou os seus bens reservados2 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:;,< IC / que ten+a' $or objeto o recon+eci'ento a constituição ou a e#tinção de Anus sobre i'óveis de u' ou de a'bos os cAnjuges.78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:;,< B *o Nas aç)es $ossessórias a $artici$ação do cAnjuge do autor ou do r"u so'ente " indis$ens!vel nos casos de co'$osse ou de ato $or a'bos $raticados.7Inclu%do $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-< Art. 11. A autori&ação do 'arido e a outorga da 'ul+er $ode' su$rir/se judicial'ente quando u' cAnjuge a recuse ao outro se' justo 'otivo ou l+e seja i'$oss%vel d!/la. Par!gra(o 3nico. A (alta não su$rida $elo jui& da autori&ação ou da outorga quando necess!ria invalida o $rocesso. Art. 1*. 6erão re$resentados e' ju%&o ativa e $assiva'ente: I / a Dnião os Estados o Fistrito Federal e os >erritórios $or seus $rocuradores2 II / o Gunic%$io $or seu Pre(eito ou $rocurador2 III / a 'assa (alida $elo s%ndico2 IC / a +erança jacente ou vacante $or seu curador2 C / o es$ólio $elo inventariante2 CI / as $essoas jur%dicas $or que' os res$ectivos estatutos designare' ou não os designando $or seus diretores2 CII / as sociedades se' $ersonalidade jur%dica $ela $essoa a que' couber a ad'inistração dos seus bens2 CIII / a $essoa jur%dica estrangeira $elo gerente re$resentante ou ad'inistrador de sua (ilial ag1ncia ou sucursal aberta ou instalada no Hrasil 7art. ?? $ar!gra(o 3nico<2 II / o condo'%nio $elo ad'inistrador ou $elo s%ndico. B 1o Juando o inventariante (or dativo todos os +erdeiros e sucessores do (alecido serão autores ou r"us nas aç)es e' que o es$ólio (or $arte. B *o / As sociedades se' $ersonalidade jur%dica quando de'andadas não $oderão o$or a irregularidade de sua constituição. B ,o . gerente da (ilial ou ag1ncia $resu'e/se autori&ado $ela $essoa jur%dica estrangeira a receber citação inicial $ara o $rocesso de con+eci'ento de e#ecução cautelar e es$ecial. Art. 1,. Ceri(icando a inca$acidade $rocessual ou a irregularidade da re$resentação das $artes o jui& sus$endendo o $rocesso 'arcar! $ra&o ra&o!vel $ara ser sanado o de(eito. Não sendo cu'$rido o des$ac+o dentro do $ra&o se a $rovid1ncia couber: I / ao autor o jui& decretar! a nulidade do $rocesso2 II / ao r"u re$utar/se/! revel2 III / ao terceiro ser! e#clu%do do $rocesso. CAP1+2L( II &(S &E.ERES &AS PAR+ES E &(S SE2S PR(C2RA&(RES Se56o I &os &everes

Art. 1-. 6ão deveres das $artes e de todos aqueles que de qualquer (or'a $artici$a' do $rocesso: 78edação dada $ela Lei n9 1@.,5? de *@@1< I / e#$or os (atos e' ju%&o con(or'e a verdade2 II / $roceder co' lealdade e boa/("2 III / não (or'ular $retens)es ne' alegar de(esa cientes de que são destitu%das de (unda'ento2 IC / não $rodu&ir $rovas ne' $raticar atos in3teis ou desnecess!rios 0 declaração ou de(esa do direito. C / cu'$rir co' e#atidão os $rovi'entos 'anda'entais e não criar e'baraços 0 e(etivação de $rovi'entos judiciais de nature&a anteci$atória ou (inal.7Inclu%do $ela Lei n9 1@.,5? de *@@1< Par!gra(o 3nico. 8essalvados os advogados que se sujeita' e#clusiva'ente aos estatutos da .AH a violação do dis$osto no inciso C deste artigo constitui ato atentatório ao e#erc%cio da jurisdição $odendo o jui& se' $reju%&o das sanç)es cri'inais civis e $rocessuais cab%veis a$licar ao res$ons!vel 'ulta e' 'ontante a ser (i#ado de acordo co' a gravidade da conduta e não su$erior a vinte $or cento do valor da causa2 não sendo $aga no $ra&o estabelecido contado do trKnsito e' julgado da decisão (inal da causa a 'ulta ser! inscrita se'$re co'o d%vida ativa da Dnião ou do Estado. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.,5? de *@@1< Art. 15. 4 de(eso 0s $artes e seus advogados e'$regar e#$ress)es injuriosas nos escritos a$resentados no $rocesso cabendo ao jui& de o(%cio ou a requeri'ento do o(endido 'andar risc!/las. Par!gra(o 3nico. Juando as e#$ress)es injuriosas (ore' $ro(eridas e' de(esa oral o jui& advertir! o advogado que não as use sob $ena de I+e ser cassada a $alavra. Se56o II &a Responsabilidade das Partes por &ano Processual Art. 1=. 8es$onde $or $erdas e danos aquele que $leitear de '!/(" co'o autor r"u ou interveniente. Art. 1;. 8e$uta/se litigante de '!/(" aquele que: 78edação dada $ela Lei n9 =.;;1 de 1:?@< I / dedu&ir $retensão ou de(esa contra te#to e#$resso de lei ou (ato incontroverso2 78edação dada $ela Lei n9 =.;;1 de 1:?@< II / alterar a verdade dos (atos2 78edação dada $ela Lei n9 =.;;1 de 1:?@< III / usar do $rocesso $ara conseguir objetivo ilegal2 78edação dada $ela Lei n9 =.;;1 de 1:?@< IC / o$user resist1ncia injusti(icada ao anda'ento do $rocesso2 78edação dada $ela Lei n9 =.;;1 de 1:?@< C / $roceder de 'odo te'er!rio e' qualquer incidente ou ato do $rocesso2 78edação dada $ela Lei n9 =.;;1 de 1:?@< Cl / $rovocar incidentes 'ani(esta'ente in(undados. 78edação dada $ela Lei n9 =.;;1 de 1:?@< CII / inter$user recurso co' intuito 'ani(esta'ente $rotelatório. 7Inclu%do $ela Lei n9 :.==? de 1::?< Art. 1?. . jui& ou tribunal de o(%cio ou a requeri'ento condenar! o litigante de '!/(" a $agar 'ulta não e#cedente a u' $or cento sobre o valor da causa e a indeni&ar a $arte contr!ria dos $reju%&os que esta so(reu 'ais os +onor!rios advocat%cios e todas as des$esas que e(etuou. 78edação dada $ela Lei n9 :.==? de 1::?< B 1o Juando (ore' dois ou 'ais os litigantes de '!/(" o jui& condenar! cada u' na $ro$orção do seu res$ectivo interesse na causa ou solidaria'ente aqueles que se coligara' $ara lesar a $arte contr!ria.

B *o . valor da indeni&ação ser! desde logo (i#ado $elo jui& e' quantia não su$erior a *@L 7vinte $or cento< sobre o valor da causa ou liquidado $or arbitra'ento. 78edação dada $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-< Se56o III &as &espesas e das 0ultas Art. 1:. 6alvo as dis$osiç)es concernentes 0 justiça gratuita cabe 0s $artes $rover as des$esas dos atos que reali&a' ou requere' no $rocesso anteci$ando/l+es o $aga'ento desde o in%cio at" sentença (inal2 e be' ainda na e#ecução at" a $lena satis(ação do direito declarado $ela sentença. B 1o . $aga'ento de que trata este artigo ser! (eito $or ocasião de cada ato $rocessual. B *o Co'$ete ao autor adiantar as des$esas relativas a atos cuja reali&ação o jui& deter'inar de o(%cio ou a requeri'ento do Ginist"rio P3blico. Art. *@. A sentença condenar! o vencido a $agar ao vencedor as des$esas que anteci$ou e os +onor!rios advocat%cios. Esta verba +onor!ria ser! devida ta'b"' nos casos e' que o advogado (uncionar e' causa $ró$ria. 78edação dada $ela Lei n9 =.,55 de 1:;=< B 19 . jui& ao decidir qualquer incidente ou recurso condenar! nas des$esas o vencido. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:;,< B *9 As des$esas abrange' não só as custas dos atos do $rocesso co'o ta'b"' a indeni&ação de viage' di!ria de teste'un+a e re'uneração do assistente t"cnico. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:;,< B ,9 .s +onor!rios serão (i#ados entre o '%ni'o de de& $or cento 71@L< e o '!#i'o de vinte $or cento 7*@L< sobre o valor da condenação atendidos: 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:;,< a< o grau de &elo do $ro(issional2 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:;,< b< o lugar de $restação do serviço2 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:;,< c< a nature&a e i'$ortKncia da causa o trabal+o reali&ado $elo advogado e o te'$o e#igido $ara o seu serviço. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:;,< B -o Nas causas de $equeno valor nas de valor inesti'!vel naquelas e' que não +ouver condenação ou (or vencida a Fa&enda P3blica e nas e#ecuç)es e'bargadas ou não os +onor!rios serão (i#ados consoante a$reciação eqMitativa do jui& atendidas as nor'as das al%neas a b e c do $ar!gra(o anterior. 78edação dada $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-< B 5o Nas aç)es de indeni&ação $or ato il%cito contra $essoa o valor da condenação ser! a so'a das $restaç)es vencidas co' o ca$ital necess!rio a $rodu&ir a renda corres$ondente 0s $restaç)es vincendas 7art. =@*< $odendo estas ser $agas ta'b"' 'ensal'ente na (or'a do B *o do re(erido art. =@* inclusive e' consignação na (ol+a de $aga'entos do devedor. 7Inclu%do $ela Lei n9 =.;-5 de 1:;:< 7Cide B*9 do art -;5/ J< Art. *1. 6e cada litigante (or e' $arte vencedor e vencido serão rec%$roca e $ro$orcional'ente distribu%dos e co'$ensados entre eles os +onor!rios e as des$esas. Par!gra(o 3nico. 6e u' litigante decair de $arte '%ni'a do $edido o outro res$onder! $or inteiro $elas des$esas e +onor!rios. Art. **. . r"u que $or não argMir na sua res$osta (ato i'$editivo 'odi(icativo ou e#tintivo do direito do autor dilatar o julga'ento da lide ser! condenado nas custas a $artir do sanea'ento do $rocesso e $erder! ainda que vencedor na causa o direito a +aver do vencido +onor!rios advocat%cios. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:;,< Art. *,. Concorrendo diversos autores ou diversos r"us os vencidos res$onde' $elas des$esas e +onor!rios e' $ro$orção.

Art. *-. Nos $rocedi'entos de jurisdição volunt!ria as des$esas serão adiantadas $elo requerente 'as rateadas entre os interessados. Art. *5. Nos ju%&os divisórios não +avendo lit%gio os interessados $agarão as des$esas $ro$orcional'ente aos seus quin+)es. Art. *=. 6e o $rocesso ter'inar $or desist1ncia ou recon+eci'ento do $edido as des$esas e os +onor!rios serão $agos $ela $arte que desistiu ou recon+eceu. B 1o 6endo $arcial a desist1ncia ou o recon+eci'ento a res$onsabilidade $elas des$esas e +onor!rios ser! $ro$orcional 0 $arte de que se desistiu ou que se recon+eceu. B *o Navendo transação e nada tendo as $artes dis$osto quanto 0s des$esas estas serão divididas igual'ente. Art. *;. As des$esas dos atos $rocessuais e(etuados a requeri'ento do Ginist"rio P3blico ou da Fa&enda P3blica serão $agas a (inal $elo vencido. Art. *?. Juando a requeri'ento do r"u o jui& declarar e#tinto o $rocesso se' julgar o '"rito 7art. *=; B *o< o autor não $oder! intentar de novo a ação se' $agar ou de$ositar e' cartório as des$esas e os +onor!rios e' que (oi condenado. Art. *:. As des$esas dos atos que (ore' adiados ou tivere' de re$etir/se (icarão a cargo da $arte do serventu!rio do órgão do Ginist"rio P3blico ou do jui& que se' justo 'otivo +ouver dado causa ao adia'ento ou 0 re$etição. Art. ,@. Jue' receber custas indevidas ou e#cessivas " obrigado a restitu%/las incorrendo e' 'ulta equivalente ao dobro de seu valor. Art. ,1. As des$esas dos atos 'ani(esta'ente $rotelatórios i'$ertinentes ou su$"r(luos serão $agas $ela $arte que os tiver $ro'ovido ou $raticado quando i'$ugnados $ela outra. Art. ,*. 6e o assistido (icar vencido o assistente ser! condenado nas custas e' $ro$orção 0 atividade que +ouver e#ercido no $rocesso. Art. ,,. Cada $arte $agar! a re'uneração do assistente t"cnico que +ouver indicado2 a do $erito ser! $aga $ela $arte que +ouver requerido o e#a'e ou $elo autor quando requerido $or a'bas as $artes ou deter'inado de o(%cio $elo jui&. Par!gra(o 3nico. . jui& $oder! deter'inar que a $arte res$ons!vel $elo $aga'ento dos +onor!rios do $erito de$osite e' ju%&o o valor corres$ondente a essa re'uneração. . nu'er!rio recol+ido e' de$ósito banc!rio 0 orde' do ju%&o e co' correção 'onet!ria ser! entregue ao $erito a$ós a a$resentação do laudo (acultada a sua liberação $arcial quando necess!ria. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-< Art. ,-. A$lica'/se 0 reconvenção 0 o$osição 0 ação declaratória incidental e aos $rocedi'entos de jurisdição volunt!ria no que couber as dis$osiç)es constantes desta seção. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:;,< Art. ,5. As sanç)es i'$ostas 0s $artes e' conseqM1ncia de '!/(" serão contadas co'o custas e reverterão e' bene(%cio da $arte contr!ria2 as i'$ostas aos serventu!rios $ertencerão ao Estado. CAP1+2L( III &(S PR(C2RA&(RES Art. ,=. A $arte ser! re$resentada e' ju%&o $or advogado legal'ente +abilitado. 6er/l+e/! l%cito no entanto $ostular e' causa $ró$ria quando tiver +abilitação legal ou não a tendo no caso de (alta de advogado no lugar ou recusa ou i'$edi'ento dos que +ouver. BB 1o e *o. 78evogados $ela Lei n9 :.=-: de 1::?< Art. ,;. 6e' instru'ento de 'andato o advogado não ser! ad'itido a $rocurar e' ju%&o. Poder! todavia e' no'e da $arte intentar ação a (i' de evitar decad1ncia ou $rescrição be' co'o intervir no $rocesso $ara $raticar atos re$utados urgentes. Nestes casos o advogado se obrigar! inde$endente'ente de caução a e#ibir o

instru'ento de 'andato no $ra&o de 15 7quin&e< dias $rorrog!vel at" outros 15 7quin&e< $or des$ac+o do jui&. Par!gra(o 3nico. .s atos não rati(icados no $ra&o serão +avidos $or ine#istentes res$ondendo o advogado $or des$esas e $erdas e danos. Art. ,?. A $rocuração geral $ara o (oro con(erida $or instru'ento $3blico ou $articular assinado $ela $arte +abilita o advogado a $raticar todos os atos do $rocesso salvo $ara receber citação inicial con(essar recon+ecer a $roced1ncia do $edido transigir desistir renunciar ao direito sobre que se (unda a ação receber dar quitação e (ir'ar co'$ro'isso. 78edação dada $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-< Par!gra(o 3nico. A $rocuração $ode ser assinada digital'ente co' base e' certi(icado e'itido $or Autoridade Certi(icadora credenciada na (or'a da lei es$ec%(ica.7Inclu%do $ela Lei n9 11.-1: de *@@=<. Art. ,:. Co'$ete ao advogado ou 0 $arte quando $ostular e' causa $ró$ria: I / declarar na $etição inicial ou na contestação o endereço e' que receber! inti'ação2 II / co'unicar ao escrivão do $rocesso qualquer 'udança de endereço. Par!gra(o 3nico. 6e o advogado não cu'$rir o dis$osto no no I deste artigo o jui& antes de deter'inar a citação do r"u 'andar! que se su$ra a o'issão no $ra&o de -? 7quarenta e oito< +oras sob $ena de inde(eri'ento da $etição2 se in(ringir o $revisto no no II re$utar/se/ão v!lidas as inti'aç)es enviadas e' carta registrada $ara o endereço constante dos autos. Art. -@. . advogado te' direito de: I / e#a'inar e' cartório de justiça e secretaria de tribunal autos de qualquer $rocesso salvo o dis$osto no art. 1552 II / requerer co'o $rocurador vista dos autos de qualquer $rocesso $elo $ra&o de 5 7cinco< dias2 III / retirar os autos do cartório ou secretaria $elo $ra&o legal se'$re que I+e co'$etir (alar neles $or deter'inação do jui& nos casos $revistos e' lei. B 1o Ao receber os autos o advogado assinar! carga no livro co'$etente. B *o 6endo co'u' 0s $artes o $ra&o só e' conjunto ou 'ediante $r"vio ajuste $or $etição nos autos $oderão os seus $rocuradores retirar os autos ressalvada a obtenção de có$ias $ara a qual cada $rocurador $oder! retir!/los $elo $ra&o de 1 7u'a< +ora inde$endente'ente de ajuste. 78edação dada $ela Lei n9 11.:=: de *@@:< CAP1+2L( I. &A S2-S+I+2I34( &AS PAR+ES E &(S PR(C2RA&(RES Art. -1. 6ó " $er'itida no curso do $rocesso a substituição volunt!ria das $artes nos casos e#$ressos e' lei. Art. -*. A alienação da coisa ou do direito litigioso a t%tulo $articular $or ato entre vivos não altera a legiti'idade das $artes. B 1o . adquirente ou o cession!rio não $oder! ingressar e' ju%&o substituindo o alienante ou o cedente se' que o consinta a $arte contr!ria. B *o . adquirente ou o cession!rio $oder! no entanto intervir no $rocesso assistindo o alienante ou o cedente. B ,o A sentença $ro(erida entre as $artes origin!rias estende os seus e(eitos ao adquirente ou ao cession!rio. Art. -,. .correndo a 'orte de qualquer das $artes dar/se/! a substituição $elo seu es$ólio ou $elos seus sucessores observado o dis$osto no art. *=5. Art. --. A $arte que revogar o 'andato outorgado ao seu advogado no 'es'o ato constituir! outro que assu'a o $atroc%nio da causa.

Art. -5. . advogado $oder! a qualquer te'$o renunciar ao 'andato $rovando que cienti(icou o 'andante a (i' de que este no'eie substituto. Furante os 1@ 7de&< dias seguintes o advogado continuar! a re$resentar o 'andante desde que necess!rio $ara I+e evitar $reju%&o. 78edação dada $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-< CAP1+2L( . &( LI+ISC(NS7RCI( E &A ASSIS+8NCIA Se56o I &o Litiscons9rcio Art. -=. Fuas ou 'ais $essoas $ode' litigar no 'es'o $rocesso e' conjunto ativa ou $assiva'ente quando: I / entre elas +ouver co'un+ão de direitos ou de obrigaç)es relativa'ente 0 lide2 II / os direitos ou as obrigaç)es derivare' do 'es'o (unda'ento de (ato ou de direito2 III / entre as causas +ouver cone#ão $elo objeto ou $ela causa de $edir2 IC / ocorrer a(inidade de quest)es $or u' $onto co'u' de (ato ou de direito. Par!gra(o 3nico. . jui& $oder! li'itar o litisconsórcio (acultativo quanto ao n3'ero de litigantes quando este co'$ro'eter a r!$ida solução do lit%gio ou di(icultar a de(esa. . $edido de li'itação interro'$e o $ra&o $ara res$osta que reco'eça da inti'ação da decisão. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-< Art. -;. N! litisconsórcio necess!rio quando $or dis$osição de lei ou $ela nature&a da relação jur%dica o jui& tiver de decidir a lide de 'odo uni(or'e $ara todas as $artes2 caso e' que a e(ic!cia da sentença de$ender! da citação de todos os litisconsortes no $rocesso. Par!gra(o 3nico. . jui& ordenar! ao autor que $ro'ova a citação de todos os litisconsortes necess!rios dentro do $ra&o que assinar sob $ena de declarar e#tinto o $rocesso. Art. -?. 6alvo dis$osição e' contr!rio os litisconsortes serão considerados e' suas relaç)es co' a $arte adversa co'o litigantes distintos2 os atos e as o'iss)es de u' não $rejudicarão ne' bene(iciarão os outros. Art. -:. Cada litisconsorte te' o direito de $ro'over o anda'ento do $rocesso e todos deve' ser inti'ados dos res$ectivos atos. Se56o II &a Assistência Art. 5@. Pendendo u'a causa entre duas ou 'ais $essoas o terceiro que tiver interesse jur%dico e' que a sentença seja (avor!vel a u'a delas $oder! intervir no $rocesso $ara assisti/la. Par!gra(o 3nico. A assist1ncia te' lugar e' qualquer dos ti$os de $rocedi'ento e e' todos os graus da jurisdição2 'as o assistente recebe o $rocesso no estado e' que se encontra. Art. 51. Não +avendo i'$ugnação dentro de 5 7cinco< dias o $edido do assistente ser! de(erido. 6e qualquer das $artes alegar no entanto que (alece ao assistente interesse jur%dico $ara intervir a be' do assistido o jui&: I / deter'inar! se' sus$ensão do $rocesso o desentran+a'ento da $etição e da i'$ugnação a (i' de sere' autuadas e' a$enso2 II / autori&ar! a $rodução de $rovas2 III / decidir! dentro de 5 7cinco< dias o incidente. Art. 5*. . assistente atuar! co'o au#iliar da $arte $rinci$al e#ercer! os 'es'os $oderes e sujeitar/se/! aos 'es'os Anus $rocessuais que o assistido. Par!gra(o 3nico. 6endo revel o assistido o assistente ser! considerado seu gestor de negócios.

Art. 5,. A assist1ncia não obsta a que a $arte $rinci$al recon+eça a $roced1ncia do $edido desista da ação ou transija sobre direitos controvertidos2 casos e' que ter'inando o $rocesso cessa a intervenção do assistente. Art. 5-. Considera/se litisconsorte da $arte $rinci$al o assistente toda ve& que a sentença +ouver de in(luir na relação jur%dica entre ele e o advers!rio do assistido. Par!gra(o 3nico. A$lica/se ao assistente litisconsorcial quanto ao $edido de intervenção sua i'$ugnação e julga'ento do incidente o dis$osto no art. 51. Art. 55. >ransitada e' julgado a sentença na causa e' que interveio o assistente este não $oder! e' $rocesso $osterior discutir a justiça da decisão salvo se alegar e $rovar que: I / $elo estado e' que recebera o $rocesso ou $elas declaraç)es e atos do assistido (ora i'$edido de $rodu&ir $rovas suscet%veis de in(luir na sentença2 II / descon+ecia a e#ist1ncia de alegaç)es ou de $rovas de que o assistido $or dolo ou cul$a não se valeu. CAP1+2L( .I &A IN+ER.EN34( &E +ERCEIR(S Se56o I &a (posi56o Art. 5=. Jue' $retender no todo ou e' $arte a coisa ou o direito sobre que controverte' autor e r"u $oder! at" ser $ro(erida a sentença o(erecer o$osição contra a'bos. Art. 5;. . o$oente dedu&ir! o seu $edido observando os requisitos e#igidos $ara a $ro$ositura da ação 7arts. *?* e *?,<. Fistribu%da a o$osição $or de$end1ncia serão os o$ostos citados na $essoa dos seus res$ectivos advogados $ara contestar o $edido no $ra&o co'u' de 15 7quin&e< dias. Par!gra(o 3nico. 6e o $rocesso $rinci$al correr 0 revelia do r"u este ser! citado na (or'a estabelecida no >%tulo C Ca$%tulo IC 6eção III deste Livro. Art. 5?. 6e u' dos o$ostos recon+ecer a $roced1ncia do $edido contra o outro $rosseguir! o o$oente. Art. 5:. A o$osição o(erecida antes da audi1ncia ser! a$ensada aos autos $rinci$ais e correr! si'ultanea'ente co' a ação sendo a'bas julgadas $ela 'es'a sentença. Art. =@. .(erecida de$ois de iniciada a audi1ncia seguir! a o$osição o $rocedi'ento ordin!rio sendo julgada se' $reju%&o da causa $rinci$al. Poder! o jui& todavia sobrestar no anda'ento do $rocesso $or $ra&o nunca su$erior a :@ 7noventa< dias a (i' de julg!/la conjunta'ente co' a o$osição. Art. =1. Cabendo ao jui& decidir si'ultanea'ente a ação e a o$osição desta con+ecer! e' $ri'eiro lugar. Se56o II &a No:ea56o ; Autoria Art. =*. Aquele que detiver a coisa e' no'e al+eio sendo/l+e de'andada e' no'e $ró$rio dever! no'ear 0 autoria o $ro$riet!rio ou o $ossuidor. Art. =,. A$lica/se ta'b"' o dis$osto no artigo antecedente 0 ação de indeni&ação intentada $elo $ro$riet!rio ou $elo titular de u' direito sobre a coisa toda ve& que o res$ons!vel $elos $reju%&os alegar que $raticou o ato $or orde' ou e' cu'$ri'ento de instruç)es de terceiro. Art. =-. E' a'bos os casos o r"u requerer! a no'eação no $ra&o $ara a de(esa2 o jui& ao de(erir o $edido sus$ender! o $rocesso e 'andar! ouvir o autor no $ra&o de 5 7cinco< dias.

.. A denunciação da lide " obrigatória: I / ao alienante na ação e' que terceiro reivindica a coisa cujo do'%nio (oi trans(erido 0 $arte a (i' de que esta $ossa e#ercer o direito que da evicção I+e resulta2 II / ao $ro$riet!rio ou ao $ossuidor indireto quando $or (orça de obrigação ou direito e' casos co'o o do usu(rutu!rio do credor $ignorat%cio do locat!rio o r"u citado e' no'e $ró$rio e#erça a $osse direta da coisa de'andada2 III / 0quele que estiver obrigado $ela lei ou $elo contrato a indeni&ar e' ação regressiva o $reju%&o do que $erder a de'anda. Art. Art. =:.rdenada a citação (icar! sus$enso o $rocesso. Art.5. Presu'e/se aceita a no'eação se: I / o autor nada requereu no $ra&o e' que a seu res$eito I+e co'$etia 'ani(estar/ se2 II / o no'eado não co'$arecer ou co'$arecendo nada alegar. . =?. .Art.1. Art.@. =5. . =. . A sentença que julgar $rocedente a ação declarar! con(or'e o caso o direito do evicto ou a res$onsabilidade $or $erdas e danos valendo co'o t%tulo e#ecutivo. . . B *o Não se $rocedendo 0 citação no $ra&o 'arcado a ação $rosseguir! unica'ente e' relação ao denunciante. Para os (ins do dis$osto no art.=. Art. Juando o autor recusar o no'eado ou quando este negar a qualidade que I+e " atribu%da assinar/se/! ao no'eante novo $ra&o $ara contestar. Aceitando o no'eado ao autor incu'bir! $ro'over/l+e a citação2 recusando/o (icar! se' e(eito a no'eação. A citação do denunciado ser! requerida junta'ente co' a do r"u se o denunciante (or o autor2 e no $ra&o $ara contestar se o denunciante (or o r"u. . 8es$onder! $or $erdas e danos aquele a que' incu'bia a no'eação: I / dei#ando de no'ear 0 autoria quando I+e co'$etir2 II / no'eando $essoa diversa daquela e' cujo no'e det"' a coisa de'andada. Art. Art. 6e o no'eado recon+ecer a qualidade que I+e " atribu%da contra ele correr! o $rocesso2 se a negar o $rocesso continuar! contra o no'eante.@ 7trinta< dias. . Se56o III &a &enuncia56o da Lide Art. B 1o / A citação do alienante do $ro$riet!rio do $ossuidor indireto ou do res$ons!vel $ela indeni&ação (ar/se/!: a< quando residir na 'es'a co'arca dentro de 1@ 7de&< dias2 b< quando residir e' outra co'arca ou e' lugar incerto dentro de . Art. . Art.-.. .*. Feita a denunciação $elo r"u: I / se o denunciado a aceitar e contestar o $edido o $rocesso $rosseguir! entre o autor de u' lado e de outro co'o litisconsortes o denunciante e o denunciado2 II / se o denunciado (or revel ou co'$arecer a$enas $ara negar a qualidade que I+e (oi atribu%da cu'$rir! ao denunciante $rosseguir na de(esa at" (inal2 III / se o denunciado con(essar os (atos alegados $elo autor $oder! o denunciante $rosseguir na de(esa. Art.@ o denunciado $or sua ve& inti'ar! do lit%gio o alienante o $ro$riet!rio o $ossuidor indireto ou o res$ons!vel $ela indeni&ação e assi' sucessiva'ente observando/se quanto aos $ra&os o dis$osto no artigo antecedente. Feita a denunciação $elo autor o denunciado co'$arecendo assu'ir! a $osição de litisconsorte do denunciante e $oder! aditar a $etição inicial $rocedendo/se e' seguida 0 citação do r"u. ==.

Se56o I. . Ginist"rio P3blico e#ercer! o direito de ação nos casos $revistos e' lei cabendo/l+e no $rocesso os 'es'os $oderes e Anus que 0s $artes. . CAP1+2L( II &A C(0PE+8NCIA IN+ERNACI(NAL Art. Art.:*5 de 1:.:*5 de 1:. As causas c%veis serão $rocessadas e decididas ou si'$les'ente decididas $elos órgãos jurisdicionais nos li'ites de sua co'$et1ncia ressalvada 0s $artes a (aculdade de institu%re' ju%&o arbitral. Art. ?=. 78edação dada $ela Lei n9 5.< II / dos outros (iadores quando $ara a ação (or citado a$enas u' deles2 78edação dada $ela Lei n9 5.-15 de 1::=< Art.. . . jui& sus$ender! o $rocesso 'andando observar quanto 0 citação e aos $ra&os o dis$osto nos arts.. Para que o jui& declare na 'es'a sentença as res$onsabilidades dos obrigados a que se re(ere o artigo antecedente o r"u requerer! no $ra&o $ara contestar a citação do c+a'ado. 6ão irrelevantes as 'odi(icaç)es do estado de (ato ou de direito ocorridas $osterior'ente salvo quando su$ri'ire' o órgão judici!rio ou alterare' a co'$et1ncia e' ra&ão da 'at"ria ou da +ierarquia.?. 4 ad'iss%vel o c+a'a'ento ao $rocesso: 78edação dada $ela Lei n9 5. &o Cha:a:ento ao Processo Art. ?@. A sentença que julgar $rocedente a ação condenando os devedores valer! co'o t%tulo e#ecutivo e' (avor do que satis(i&er a d%vida $ara e#igi/la $or inteiro do devedor $rinci$al ou de cada u' dos co/devedores a sua quota na $ro$orção que I+es tocar. &(S 7R=4(S J2&ICI>RI(S E &(S A2?ILIARES &A J2S+I3A CAP1+2L( I &A C(0PE+8NCIA Art. .-.. 4 co'$etente a autoridade judici!ria brasileira quando: I / o r"u qualquer que seja a sua nacionalidade estiver do'iciliado no Hrasil2 II / no Hrasil tiver de ser cu'$rida a obrigação2 III / a ação se originar de (ato ocorrido ou de ato $raticado no Hrasil. +1+2L( I. ?-. ?5.:*5 de 1:.. Co'$ete ao Ginist"rio P3blico intervir: I / nas causas e' que +! interesses de inca$a&es2 II / nas causas concernentes ao estado da $essoa $!trio $oder tutela curatela interdição casa'ento declaração de aus1ncia e dis$osiç)es de 3lti'a vontade2 III / nas aç)es que envolva' lit%gios coletivos $ela $osse da terra rural e nas de'ais causas e' que +! interesse $3blico evidenciado $ela nature&a da lide ou qualidade da $arte. . Intervindo co'o (iscal da lei o Ginist"rio P3blico: I / ter! vista dos autos de$ois das $artes sendo inti'ado de todos os atos do $rocesso2 II / $oder! juntar docu'entos e certid)es $rodu&ir $rova e' audi1ncia e requerer 'edidas ou dilig1ncias necess!rias ao descobri'ento da verdade. . Art..< Art. . +1+2L( III &( 0INIS+<RI( P.-LIC( Art. ?. órgão do Ginist"rio P3blico ser! civil'ente res$ons!vel quando no e#erc%cio de suas (unç)es $roceder co' dolo ou (raude. Art. ?..:*5 de 1:. Juando a lei considerar obrigatória a intervenção do Ginist"rio P3blico a $arte $ro'over/l+e/! a inti'ação sob $ena de nulidade do $rocesso.< III / de todos os devedores solid!rios quando o credor e#igir de u' ou de alguns deles $arcial ou total'ente a d%vida co'u'.* e . 78edação dada $ela Lei n9 :.:. ??. Feter'ina/se a co'$et1ncia no 'o'ento e' que a ação " $ro$osta.< I / do devedor na ação e' que o (iador (or r"u2 78edação dada $ela Lei n9 5.. Art. ?*.. ?1. Art.

Par!gra(o 3nico. .. 4 co'$etente o (oro: . Art. A ação (undada e' direito $essoal e a ação (undada e' direito real sobre bens 'óveis serão $ro$ostas e' regra no (oro do do'ic%lio do r"u. Art. :@.Par!gra(o 3nico. E#cetua'/se: I / o $rocesso de insolv1ncia2 II / os casos $revistos e' lei.. Para o (i' do dis$osto no no I re$uta/se do'iciliada no Hrasil a $essoa jur%dica estrangeira que aqui tiver ag1ncia (ilial ou sucursal. :*.o Juando o r"u não tiver do'ic%lio ne' resid1ncia no Hrasil a ação ser! $ro$osta no (oro do do'ic%lio do autor. Art. ::. 8ege' a co'$et1ncia e' ra&ão do valor e da 'at"ria as nor'as de organi&ação judici!ria ressalvados os casos e#$ressos neste Código. Se56o II &a Co:petência Buncional Art. 4 $or"' co'$etente o (oro: I / da situação dos bens se o autor da +erança não $ossu%a do'ic%lio certo2 II / do lugar e' que ocorreu o óbito se o autor da +erança não tin+a do'ic%lio certo e $ossu%a bens e' lugares di(erentes. :. :5. Art. B -o Navendo dois ou 'ais r"us co' di(erentes do'ic%lios serão de'andados no (oro de qualquer deles 0 escol+a do autor. Art. Pode o autor entretanto o$tar $elo (oro do do'ic%lio ou de eleição não recaindo o lit%gio sobre direito de $ro$riedade vi&in+ança servidão $osse divisão e de'arcação de terras e nunciação de obra nova. Nas aç)es (undadas e' direito real sobre i'óveis " co'$etente o (oro da situação da coisa. A ação intentada $erante tribunal estrangeiro não indu& litis$end1ncia ne' obsta a que a autoridade judici!ria brasileira con+eça da 'es'a causa e das que I+e são cone#as. Correndo o $rocesso $erante outro jui& serão os autos re'etidos ao jui& co'$etente da Ca$ital do Estado ou >erritório tanto que neles interven+a u'a das entidades 'encionadas neste artigo. 1@@. As aç)es e' que o ausente (or r"u corre' no (oro de seu 3lti'o do'ic%lio que " ta'b"' o co'$etente $ara a arrecadação o invent!rio a $artil+a e o cu'$ri'ento de dis$osiç)es testa'ent!rias. (oro da Ca$ital do Estado ou do >erritório " co'$etente: I / $ara as causas e' que a Dnião (or autora r" ou interveniente2 II / $ara as causas e' que o >erritório (or autor r"u ou interveniente. Art. Se56o III &a Co:petência +erritorial Art. B *o 6endo incerto ou descon+ecido o do'ic%lio do r"u ele ser! de'andado onde (or encontrado ou no (oro do do'ic%lio do autor. Art. 8ege' a co'$et1ncia dos tribunais as nor'as da Constituição da 8e$3blica e de organi&ação judici!ria. :. CAP1+2L( III &A C(0PE+8NCIA IN+ERNA Se56o I &a Co:petência e: Ra@6o do . ?:. :?. Co'$ete $or"' e#clusiva'ente ao jui& de direito $rocessar e julgar: I / o $rocesso de insolv1ncia2 II / as aç)es concernentes ao estado e 0 ca$acidade da $essoa. . A ação e' que o inca$a& (or r"u se $rocessar! no (oro do do'ic%lio de seu re$resentante. :=. A co'$et1ncia (uncional dos ju%&es de $ri'eiro grau " disci$linada neste Código. Par!gra(o 3nico. Co'$ete 0 autoridade judici!ria brasileira co' e#clusão de qualquer outra: I / con+ecer de aç)es relativas a i'óveis situados no Hrasil2 II / $roceder a invent!rio e $artil+a de bens situados no Hrasil ainda que o autor da +erança seja estrangeiro e ten+a residido (ora do território nacional. :-. 6e este ta'b"' residir (ora do Hrasil a ação ser! $ro$osta e' qualquer (oro. Art. :1. Art. (oro do do'ic%lio do autor da +erança no Hrasil " o co'$etente $ara o invent!rio a $artil+a a arrecadação o cu'$ri'ento de dis$osiç)es de 3lti'a vontade e todas as aç)es e' que o es$ólio (or r"u ainda que o óbito ten+a ocorrido no estrangeiro. B 1o >endo 'ais de u' do'ic%lio o r"u ser! de'andado no (oro de qualquer deles. B .alor e da 0atAria Art.

Art. A co'$et1ncia e' ra&ão do valor e do território $oder! 'odi(icar/se $ela cone#ão ou contin1ncia observado o dis$osto nos artigos seguintes.I / da resid1ncia da 'ul+er $ara a ação de se$aração dos cAnjuges e a conversão desta e' divórcio e $ara a anulação de casa'ento2 78edação dada $ela Lei n9 =.@ 7trinta< dias contados da inti'ação do des$ac+o de sobresta'ento cessar! o e(eito deste decidindo o jui& c%vel a questão $rejudicial. 6e a ação $enal não (or e#ercida dentro de . 6e o con+eci'ento da lide de$ender necessaria'ente da veri(icação da e#ist1ncia de (ato delituoso $ode o jui& 'andar sobrestar no anda'ento do $rocesso at" que se $ronuncie a justiça cri'inal. 11*..515 de 1:. A inco'$et1ncia absoluta deve ser declarada de o(%cio e $ode ser alegada e' qualquer te'$o e grau de jurisdição inde$endente'ente de e#ceção. Correndo e' se$arado aç)es cone#as $erante ju%&es que t1' a 'es'a co'$et1ncia territorial considera/se $revento aquele que des$ac+ou e' $ri'eiro lugar. Art. 1@-. B 1o Não sendo $or"' dedu&ida no $ra&o da contestação ou na $ri'eira o$ortunidade e' que I+e couber (alar nos autos a $arte res$onder! integral'ente $elas custas. 1@. Arg3i/se $or 'eio de e#ceção a inco'$et1ncia relativa.< II / do do'ic%lio ou da resid1ncia do ali'entando $ara a ação e' que se $ede' ali'entos2 III / do do'ic%lio do devedor $ara a ação de anulação de t%tulos e#traviados ou destru%dos2 IC / do lugar: a< onde est! a sede $ara a ação e' que (or r" a $essoa jur%dica2 b< onde se ac+a a ag1ncia ou sucursal quanto 0s obrigaç)es que ela contraiu2 c< onde e#erce a sua atividade $rinci$al $ara a ação e' que (or r" a sociedade que carece de $ersonalidade jur%dica2 d< onde a obrigação deve ser satis(eita $ara a ação e' que se I+e e#igir o cu'$ri'ento2 C / do lugar do ato ou (ato: a< $ara a ação de re$aração do dano2 b< $ara a ação e' que (or r"u o ad'inistrador ou gestor de negócios al+eios. Navendo cone#ão ou contin1ncia o jui& de o(%cio ou a requeri'ento de qualquer das $artes $ode ordenar a reunião de aç)es $ro$ostas e' se$arado a (i' de que seja' decididas si'ultanea'ente. B *o . 8e$uta'/se cone#as duas ou 'ais aç)es quando I+es (or co'u' o objeto ou a causa de $edir.. Art. Par!gra(o 3nico. Nas aç)es de re$aração do dano so(rido e' ra&ão de delito ou acidente de ve%culos ser! co'$etente o (oro do do'ic%lio do autor ou do local do (ato. &a &eclara56o de Inco:petência Art. . B *o Feclarada a inco'$et1ncia absoluta so'ente os atos decisórios serão nulos re'etendo/se os autos ao jui& co'$etente. Art. B 1o . de 1::=< Se56o I. 1@*. Art. Art. 11@. 1@?. 11. Par!gra(o 3nico. &as 0odifica5Ces da Co:petência Art..@. Art. 1@5.. A co'$et1ncia e' ra&ão da 'at"ria e da +ierarquia " inderrog!vel $or convenção das $artes2 'as estas $ode' 'odi(icar a co'$et1ncia e' ra&ão do valor e do território elegendo (oro onde serão $ro$ostas as aç)es oriundas de direitos e obrigaç)es. Art. 6e o i'óvel se ac+ar situado e' 'ais de u' Estado ou co'arca deter'inar/se/! o (oro $ela $revenção estendendo/se a co'$et1ncia sobre a totalidade do i'óvel. A nulidade da cl!usula de eleição de (oro e' contrato de adesão $ode ser declarada de o(%cio $elo jui& que declinar! de co'$et1ncia $ara o ju%&o de do'ic%lio do r"u. Art. Art. 1@:. jui& da causa $rinci$al " ta'b"' co'$etente $ara a reconvenção a ação declaratória incidente as aç)es de garantia e outras que res$eita' ao terceiro interveniente. A ação acessória ser! $ro$osta $erante o jui& co'$etente $ara a ação $rinci$al. 111.. F!/se a contin1ncia entre duas ou 'ais aç)es se'$re que +! identidade quanto 0s $artes e 0 causa de $edir 'as o objeto de u'a $or ser 'ais a'$lo abrange o das outras. acordo $or"' só $rodu& e(eito quando constar de contrato escrito e aludir e#$ressa'ente a deter'inado negócio jur%dico. 1@1 78evogado $ela Lei n9 :. 1@. . Se56o . Par!gra(o 3nico. Art. 1@=. (oro contratual obriga os +erdeiros e sucessores das $artes.

N! con(lito de co'$et1ncia: I / quando dois ou 'ais ju%&es se declara' co'$etentes2 II / quando dois ou 'ais ju%&es se considera' inco'$etentes2 III / quando entre dois ou 'ais ju%&es surge controv"rsia acerca da reunião ou se$aração de $rocessos.s autos do $rocesso e' que se 'ani(estou o con(lito serão re'etidos ao jui& declarado co'$etente. 1*:. Par!gra(o 3nico. . Art. 1*@.. jui& decidir! a lide nos li'ites e' que (oi $ro$osta sendo/l+e de(eso con+ecer de quest)es não suscitadas a cujo res$eito a lei e#ige a iniciativa da $arte.. o(%cio e a $etição serão instru%dos co' os docu'entos necess!rios 0 $rova do con(lito. Art. Par!gra(o 3nico. 11?. 11. Art.< Art. Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. 7Inclu%do $ela Lei n9 :. Ao decidir o con(lito o tribunal declarar! qual o jui& co'$etente $ronunciando/se ta'b"' sobre a validade dos atos do jui& inco'$etente.5= de 1::?< Art. No con(lito entre tur'as seç)es cK'aras Consel+o 6u$erior da Gagistratura ju%&es de segundo grau e se/! o que dis$user a res$eito o regi'ento interno do tribunal. 115.. Prorrogar/se/! a co'$et1ncia se dela o jui& não declinar na (or'a do $ar!gra(o 3nico do art. 11* desta Lei ou o r"u não o$user e#ceção declinatória nos casos e $ra&os legais. Art.. . No julga'ento da lide caber/l+e/! a$licar as nor'as legais2 não as +avendo recorrer! 0 analogia aos costu'es e aos $rinc%$ios gerais de direito. con(lito ser! suscitado ao $residente do tribunal: I / $elo jui& $or o(%cio2 II / $ela $arte e $elo Ginist"rio P3blico $or $etição. jui& não se e#i'e de sentenciar ou des$ac+ar alegando lacuna ou obscuridade da lei. con(lito $ode ser suscitado $or qualquer das $artes $elo Ginist"rio P3blico ou $elo jui&. jui& a$reciar! livre'ente a $rova atendendo aos (atos e circunstKncias constantes dos autos ainda que não alegados $elas $artes2 'as dever! indicar na sentença os 'otivos que I+e (or'ara' o convenci'ento. 1. 78edação dada $ela Lei n9 5. Art. Art. Caber! ao jui& de o(%cio ou a requeri'ento da $arte deter'inar as $rovas necess!rias 0 instrução do $rocesso inde(erindo as dilig1ncias in3teis ou 'era'ente $rotelatórias.@. 1*1. con(lito de co'$et1ncia não obsta $or"' a que a $arte que o não suscitou o(ereça e#ceção declinatória do (oro. Poder! o relator de o(%cio ou a requeri'ento de qualquer das $artes deter'inar quando o con(lito (or $ositivo seja sobrestado o $rocesso 'as neste caso be' co'o no de con(lito negativo designar! u' dos ju%&es $ara resolver e' car!ter $rovisório as 'edidas urgentes. Art. 78edação dada $ela Lei n9 11.*?@ de *@@=< Art. .:5* de 1::-< Art. 1**. Art.s regi'entos internos dos tribunais regularão o $rocesso e julga'ento do con(lito de atribuiç)es entre autoridade judici!ria e autoridade ad'inistrativa. Par!gra(o 3nico. . Par!gra(o 3nico. . 11=. Fecorrido o $ra&o co' in(or'aç)es ou se' elas ser! ouvido e' 5 7cinco< dias o Ginist"rio P3blico2 e' seguida o relator a$resentar! o con(lito e' sessão de julga'ento. 1. 1*?. Par!gra(o 3nico. Art. jui& só decidir! $or eqMidade nos casos $revistos e' lei. 1*5. 1*=.. .Art. Ginist"rio P3blico ser! ouvido e' todos os con(litos de co'$et1ncia2 'as ter! qualidade de $arte naqueles que suscitar.:*5 de 1:. 1*. A$ós a distribuição o relator 'andar! ouvir os ju%&es e' con(lito ou a$enas o suscitado se u' deles (or suscitante2 dentro do $ra&o assinado $elo relator caber! ao jui& ou ju%&es $restar as in(or'aç)es. Art. 11:. 78edação dada $ela Lei n9 5. Não $ode suscitar con(lito a $arte que no $rocesso o(ereceu e#ceção de inco'$et1ncia. . Convencendo/se $elas circunstKncias da causa de que autor e r"u se servira' do $rocesso $ara $raticar ato si'ulado ou conseguir (i' $roibido $or lei o jui& $ro(erir! sentença que obste aos objetivos das $artes.1.. . . &( J2ID Se56o I &os Poderes% dos &everes e da responsabilidade do Jui@ Art. . 1*. CAP1+2L( I.< dese'bargadores observar/ . . . 1*-. Navendo juris$rud1ncia do'inante do tribunal sobre a questão suscitada o relator $oder! decidir de $lano o con(lito de co'$et1ncia cabendo agravo no $ra&o de cinco dias contado da inti'ação da decisão 0s $artes $ara o órgão recursal co'$etente.:*5 de 1:. 11-. Art. jui& dirigir! o $rocesso con(or'e as dis$osiç)es deste Código co'$etindo/l+e: I / assegurar 0s $artes igualdade de trata'ento2 II / velar $ela r!$ida solução do lit%gio2 III / $revenir ou re$ri'ir qualquer ato contr!rio 0 dignidade da Oustiça2 IC / tentar a qualquer te'$o conciliar as $artes.

=.. jui& que violar o dever de abstenção ou não se declarar sus$eito $oder! ser recusado $or qualquer das $artes 7art. Art.Art.< Art. 8e$uta/se (undada a sus$eição de $arcialidade do jui& quando: I / a'igo %nti'o ou ini'igo ca$ital de qualquer das $artes2 II / algu'a das $artes (or credora ou devedora do jui& de seu cAnjuge ou de $arentes destes e' lin+a reta ou na colateral at" o terceiro grau2 III / +erdeiro $resuntivo donat!rio ou e'$regador de algu'a das $artes2 IC / receber d!divas antes ou de$ois de iniciado o $rocesso2 aconsel+ar algu'a das $artes acerca do objeto da causa ou sub'inistrar 'eios $ara atender 0s des$esas do lit%gio2 C / interessado no julga'ento da causa e' (avor de u'a das $artes. CAP1+2L( . B 1o A $arte interessada dever! argMir o i'$edi'ento ou a sus$eição e' $etição (unda'entada e devida'ente instru%da na $ri'eira o$ortunidade e' que I+e couber (alar nos autos2 o jui& 'andar! $rocessar o incidente e' se$arado e se' sus$ensão da causa ouvindo o argMido no $ra&o de 5 7cinco< dias (acultando a $rova quando necess!ria e julgando o $edido.@-<. 1.*.. de 1::. Par!gra(o 3nico.< Par!gra(o 3nico. 1. No caso do no IC o i'$edi'ento só se veri(ica quando o advogado j! estava e#ercendo o $atroc%nio da causa2 " $or"' vedado ao advogado $leitear no $rocesso a (i' de criar o i'$edi'ento do jui&.. 1. . jui& titular ou substituto que concluir a audi1ncia julgar! a lide salvo se estiver convocado licenciado a(astado $or qualquer 'otivo $ro'ovido ou a$osentado casos e' que $assar! os autos ao seu sucessor. 1. I a IC do art. Poder! ainda o jui& declarar/se sus$eito $or 'otivo %nti'o. Art. 78edação dada $ela Lei n9 ?. B *o Nos tribunais caber! ao relator $rocessar e julgar o incidente. &(S A2?ILIARES &A J2S+I3A Art. 1. 8es$onder! $or $erdas e danos o jui& quando: I / no e#erc%cio de suas (unç)es $roceder co' dolo ou (raude2 II / recusar o'itir ou retardar se' justo 'otivo $rovid1ncia que deva ordenar de o(%cio ou a requeri'ento da $arte. de 1::.-55 de 1::*< IC / ao int"r$rete. Par!gra(o 3nico. Juando dois ou 'ais ju%&es (ore' $arentes consangM%neos ou a(ins e' lin+a reta e no segundo grau na lin+a colateral o $ri'eiro que con+ecer da causa no tribunal i'$ede que o outro $artici$e do julga'ento2 caso e' que o segundo se escusar! re'etendo o $rocesso ao seu substituto legal. A$lica'/se os 'otivos de i'$edi'ento e sus$eição aos ju%&es de todos os tribunais. 4 de(eso ao jui& e#ercer as suas (unç)es no $rocesso contencioso ou volunt!rio: I / de que (or $arte2 II / e' que interveio co'o 'andat!rio da $arte o(iciou co'o $erito (uncionou co'o órgão do Ginist"rio P3blico ou $restou de$oi'ento co'o teste'un+a2 III / que con+eceu e' $ri'eiro grau de jurisdição tendo/l+e $ro(erido sentença ou decisão2 IC / quando nele estiver $ostulando co'o advogado da $arte o seu cAnjuge ou qualquer $arente seu consangM%neo ou a(i' e' lin+a reta2 ou na lin+a colateral at" o segundo grau2 C / quando cAnjuge $arente consangM%neo ou a(i' de algu'a das $artes e' lin+a reta ou na colateral at" o terceiro grau2 CI / quando (or órgão de direção ou de ad'inistração de $essoa jur%dica $arte na causa.. Se56o II &os I:pedi:entos e da Suspei56o Art.?. 1. Se56o I &o ServentuErio e do (ficial de Justi5a . 7Inclu%do $ela Lei n9 ?..=.52 II / ao serventu!rio de justiça2 III / ao $erito2 78edação dada $ela Lei n9 ?.-.=. E' qualquer +i$ótese o jui& que $ro(erir a sentença se entender necess!rio $oder! 'andar re$etir as $rovas j! $rodu&idas. 1. . 1. A$lica'/se ta'b"' os 'otivos de i'$edi'ento e de sus$eição: I / ao órgão do Ginist"rio P3blico quando não (or $arte e sendo $arte nos casos $revistos nos ns. Par!gra(o 3nico. 1. 8e$utar/se/ão veri(icadas as +i$óteses $revistas no no II só de$ois que a $arte $or inter'"dio do escrivão requerer ao jui& que deter'ine a $rovid1ncia e este não I+e atender o $edido dentro de 1@ 7de&< dias.5. 6ão au#iliares do ju%&o al"' de outros cujas atribuiç)es são deter'inadas $elas nor'as de organi&ação judici!ria o escrivão o o(icial de justiça o $erito o de$osit!rio o ad'inistrador e o int"r$rete.:. Art.. Art. .

s $eritos serão escol+idos entre $ro(issionais de n%vel universit!rio devida'ente inscritos no órgão de classe co'$etente res$eitado o dis$osto no Ca$%tulo Cl seção Cll deste Código. Se56o III &o &epositErio e do Ad:inistrador Art. de$osit!rio ou o ad'inistrador res$onde $elos $reju%&os que $or dolo ou cul$a causar 0 $arte $erdendo a re'uneração que l+e (oi arbitrada2 'as te' o direito a +aver o que legiti'a'ente des$endeu no e#erc%cio do encargo. 1--. A dilig1ncia se'$re que $oss%vel reali&ar/se/! na $resença de duas teste'un+as2 II / e#ecutar as ordens do jui& a que estiver subordinado2 III / entregar e' cartório o 'andado logo de$ois de cu'$rido2 IC / estar $resente 0s audi1ncias e coadjuvar o jui& na 'anutenção da orde'. A guarda e conservação de bens $en+orados arrestados seqMestrados ou arrecadados serão con(iadas a de$osit!rio ou a ad'inistrador não dis$ondo a lei de outro 'odo. Art. Par!gra(o 3nico. A escusa ser! a$resentada dentro de 5 7cinco< dias contados da inti'ação ou do i'$edi'ento su$erveniente sob $ena de se re$utar renunciado o direito a aleg!/la 7art.@ de 1:?-< B *o . 1-5. 1-. 1-=.. Art. . 7Inclu%do $ela Lei n9 . 1-:.Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 . . Incu'be ao escrivão: I / redigir e' (or'a legal os o(%cios 'andados cartas $recatórias e 'ais atos que $ertence' ao seu o(%cio2 II / e#ecutar as ordens judiciais $ro'ovendo citaç)es e inti'aç)es be' co'o $raticando todos os de'ais atos que I+e (ore' atribu%dos $elas nor'as de organi&ação judici!ria2 III / co'$arecer 0s audi1ncias ou não $odendo (a&1/lo designar $ara substitu%/lo escrevente jura'entado de $re(er1ncia datilógra(o ou taqu%gra(o2 IC / ter sob sua guarda e res$onsabilidade os autos não $er'itindo que saia' de cartório e#ceto: a< quando ten+a' de subir 0 conclusão do jui&2 b< co' vista aos $rocuradores ao Ginist"rio P3blico ou 0 Fa&enda P3blica2 c< quando deva' ser re'etidos ao contador ou ao $artidor2 d< quando 'odi(icando/se a co'$et1ncia (ore' trans(eridos a outro ju%&o2 C / dar inde$endente'ente de des$ac+o certidão de qualquer ato ou ter'o do $rocesso observado o dis$osto no art. Art. Art. No i'$edi'ento do escrivão o jui& convocar/l+e/! o substituto e não o +avendo no'ear! $essoa idAnea $ara o ato..o Nas localidades onde não +ouver $ro(issionais quali(icados que $reenc+a' os requisitos dos $ar!gra(os anteriores a indicação dos $eritos ser! de livre escol+a do jui&. C / e(etuar avaliaç)es.@ de 1:?-< B . Se56o II &o Perito Art.. 15@. 1-@. . Incu'be ao o(icial de justiça: I / (a&er $essoal'ente as citaç)es $ris)es $en+oras arrestos e 'ais dilig1ncias $ró$rias do seu o(%cio certi(icando no 'andado o ocorrido co' 'enção de lugar dia e +ora. 1-?. 155.*.<.?* de *@@=<. $erito te' o dever de cu'$rir o o(%cio no $ra&o que I+e assina a lei e'$regando toda a sua dilig1ncia2 $ode todavia escusar/se do encargo alegando 'otivo leg%ti'o..*. escrivão e o o(icial de justiça são civil'ente res$ons!veis: I / quando se' justo 'otivo se recusare' a cu'$rir dentro do $ra&o os atos que I+es i'$)e a lei ou os que o jui& a que estão subordinados I+es co'ete2 II / quando $raticare' ato nulo co' dolo ou cul$a. Art. . $erito que $or dolo ou cul$a $restar in(or'aç)es inver%dicas res$onder! $elos $reju%&os que causar 0 $arte (icar! inabilitado $or * 7dois< anos a (uncionar e' outras $er%cias e incorrer! na sanção que a lei $enal estabelecer. Art. B 1o . jui& $oder! no'ear $or indicação do de$osit!rio ou do ad'inistrador u' ou 'ais $re$ostos. E' cada ju%&o +aver! u' ou 'ais o(iciais de justiça cujas atribuiç)es são deter'inadas $elas nor'as de organi&ação judici!ria. 78edação dada $ela Lei n9 ?. de$osit!rio ou ad'inistrador $erceber! $or seu trabal+o re'uneração que o jui& (i#ar! atendendo 0 situação dos bens ao te'$o do serviço e 0s di(iculdades de sua e#ecução.. -*1.-55 de 1::*< Art.@ de 1:?-< Art. Juando a $rova do (ato de$ender de con+eci'ento t"cnico ou cient%(ico o jui& ser! assistido $or $erito segundo o dis$osto no art. 1-. . Par!gra(o 3nico. 1-1. 1-*. . -*. .. 7Inclu%do $ela Lei n9 .s $eritos co'$rovarão sua es$ecialidade na 'at"ria sobre que deverão o$inar 'ediante certidão do órgão $ro(issional e' que estivere' inscritos.*. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.

Art. . Art.* de *@@5< . . jui& no'ear! int"r$rete toda ve& que o re$ute necess!rio $ara: I / analisar docu'ento de entendi'ento duvidoso redigido e' l%ngua estrangeira2 II / verter e' $ortugu1s as declaraç)es das $artes e das teste'un+as que não con+ecere' o idio'a nacional2 III / tradu&ir a linguage' '%'ica dos surdos/'udos que não $udere' trans'itir a sua vontade $or escrito.s atos e ter'os $rocessuais não de$ende' de (or'a deter'inada senão quando a lei e#$ressa'ente a e#igir re$utando/se v!lidos os que reali&ados de outro 'odo I+e $reenc+a' a (inalidade essencial. . A desist1ncia da ação só $rodu&ir! e(eito de$ois de +o'ologada $or sentença.. terceiro que de'onstrar interesse jur%dico $ode requerer ao jui& certidão do dis$ositivo da sentença be' co'o de invent!rio e $artil+a resultante do desquite. 1=1. . &(S A+(S PR(CESS2AIS CAP1+2L( I &A B(R0A &(S A+(S PR(CESS2AIS Se56o I &os Atos e: =eral Art. Corre' todavia e' segredo de justiça os $rocessos: I / e' que o e#igir o interesse $3blico2 Il / que di&e' res$eito a casa'ento (iliação se$aração dos cAnjuges conversão desta e' divórcio ali'entos e guarda de 'enores. 15-. 15=.. . 78edação dada $ela Lei n9 =. .s atos do jui& consistirão e' sentenças decis)es interlocutórias e des$ac+os. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 78edação dada $ela Lei n9 11.Se56o I. Art.*?@ de *@@=< B *o >odos os atos e ter'os do $rocesso $ode' ser $rodu&idos trans'itidos ar'a&enados e assinados $or 'eio eletrAnico na (or'a da lei. E' todos os atos e ter'os do $rocesso " obrigatório o uso do vern!culo. &o IntArprete Art. B 1o 6entença " o ato do jui& que i'$lica algu'a das situaç)es $revistas nos arts. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 15. Par!gra(o 3nico. Art. Art. Poderão as $artes e#igir recibo de $etiç)es arra&oados $a$"is e docu'entos que entregare' e' cartório.. 1=@. 4 de(eso lançar nos autos cotas 'arginais ou interlineares2 o jui& 'andar! risc!/las i'$ondo a que' as escrever 'ulta corres$ondente 0 'etade do sal!rio '%ni'o vigente na sede do ju%&o. e *=: desta Lei. direito de consultar os autos e de $edir certid)es de seus atos " restrito 0s $artes e a seus $rocuradores. 155. Não $ode ser int"r$rete que': I / não tiver a livre ad'inistração dos seus bens2 II / (or arrolado co'o teste'un+a ou serve co'o $erito no $rocesso2 III / estiver inabilitado ao e#erc%cio da $ro(issão $or sentença $enal condenatória enquanto durar o seu e(eito. . *=. Se56o II &os Atos da Parte Art. 6ó $oder! ser junto aos autos docu'ento redigido e' l%ngua estrangeira quando aco'$an+ado de versão e' vern!culo (ir'ada $or tradutor jura'entado. Art. Par!gra(o 3nico. 15. . 15:. int"r$rete o(icial ou não " obrigado a $restar o seu o(%cio a$licando/se/l+e o dis$osto nos arts.. 15?.515 de 1:.s atos $rocessuais são $3blicos. 1=*. 151. 15*.s tribunais no K'bito da res$ectiva jurisdição $oderão disci$linar a $r!tica e a co'unicação o(icial dos atos $rocessuais $or 'eios eletrAnicos atendidos os requisitos de autenticidade integridade validade jur%dica e intero$erabilidade da In(ra/Estrutura de C+aves P3blicas Hrasileira / ICP / Hrasil. Se56o III &os Atos do Jui@ Art. 6alvo no Fistrito Federal e nas Ca$itais dos Estados todas as $etiç)es e docu'entos que instru%re' o $rocesso não constantes de registro $3blico serão se'$re aco'$an+ados de có$ia datada e assinada $or que' os o(erecer.*. B 1o Fe$ois de con(erir a có$ia o escrivão ou c+e(e da secretaria ir! (or'ando autos su$le'entares dos quais constar! a re$rodução de todos os atos e ter'os do $rocesso original. Art.s autos su$le'entares só sairão de cartório $ara conclusão ao jui& na (alta dos autos originais. 1-= e 1-.< Par!gra(o 3nico. . B *o .-1: de *@@=<. Art.s atos das $artes consistentes e' declaraç)es unilaterais ou bilaterais de vontade $rodu&e' i'ediata'ente a constituição a 'odi(icação ou a e#tinção de direitos $rocessuais. +1+2L( .

.s des$ac+os decis)es sentenças e acórdãos serão redigidos datados e assinados $elos ju%&es. 1=5. 4 l%cito o uso da taquigra(ia da estenoti$ia ou de outro '"todo idAneo e' qualquer ju%&o ou tribunal. . 78edação dada $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-< B 1o 6erão todavia conclu%dos de$ois das *@ 7vinte< +oras os atos iniciados antes quando o adia'ento $rejudicar a dilig1ncia ou causar grave dano. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.. B 1o 4 vedado usar abreviaturas.CE66DAI6 Se56o I &o +e:po Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. CAPQ>DL.-1: de *@@=<. ?-=<2 II / a citação a (i' de evitar o $ereci'ento de direito2 e be' assi' o arresto o seqMestro a $en+ora a arrecadação a busca e a$reensão o de$ósito a $risão a se$aração de cor$os a abertura de testa'ento os e'bargos de terceiro a nunciação de obra nova e outros atos an!logos. 1. 5o inciso Il da Constituição Federal. escrivão nu'erar! e rubricar! todas as (ol+as dos autos $rocedendo da 'es'a (or'a quanto aos su$le'entares.s atos e ter'os do $rocesso serão datilogra(ados ou escritos co' tinta escura e indel"vel assinando/os as $essoas que neles interviera'. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Par!gra(o 3nico.:5* de 1::-< Art. Juando estas não $udere' ou não quisere' (ir'!/los o escrivão certi(icar! nos autos a ocorr1ncia. 78edação dada $ela Lei n9 ?. 1. Juando (ore' $ro(eridos verbal'ente o taqu%gra(o ou o datilógra(o os registrar! sub'etendo/os aos ju%&es $ara revisão e assinatura.B *o Fecisão interlocutória " o ato $elo qual o jui& no curso do $rocesso resolve questão incidente. 1=-. Art. E#cetua'/se: I / a $rodução anteci$ada de $rovas 7art.6 A>.s ter'os de juntada vista conclusão e outros se'el+antes constarão de notas datadas e rubricadas $elo escrivão. As sentenças e acórdãos serão $ro(eridos co' observKncia do dis$osto no art. .-1: de *@@=<. Par!gra(o 3nico.@. 1=.:5* de 1::-< B *o A citação e a $en+ora $oderão e' casos e#ce$cionais e 'ediante autori&ação e#$ressa do jui& reali&ar/se e' do'ingos e (eriados ou nos dias 3teis (ora do +or!rio estabelecido neste artigo observado o dis$osto no art.1. &os Atos do Escriv6o ou do Chefe de Secretaria Art.o No caso do B *o deste artigo eventuais contradiç)es na transcrição deverão ser suscitadas oral'ente no 'o'ento da reali&ação do ato sob $ena de $reclusão devendo o jui& decidir de $lano registrando/se a alegação e a decisão no ter'o. LDRA8 F. .. >EGP. $ra&o $ara a res$osta do r"u só co'eçar! a correr no $ri'eiro dia 3til seguinte ao (eriado ou 0s ("rias. 78edação dada $ela Lei n9 ?. B -o . 1==.-1: de *@@=<.:5* de 1::-< B .o Juando o ato tiver que ser $raticado e' deter'inado $ra&o $or 'eio de $etição esta dever! ser a$resentada no $rotocolo dentro do +or!rio de e#$ediente nos ter'os da lei de organi&ação judici!ria local. .o 6ão des$ac+os todos os de'ais atos do jui& $raticados no $rocesso de o(%cio ou a requeri'ento da $arte a cujo res$eito a lei não estabelece outra (or'a. 78edação dada $ela Lei n9 ?.6 P8.*. Art.s atos 'era'ente ordinatórios co'o a juntada e a vista obrigatória inde$ende' de des$ac+o devendo ser $raticados de o(%cio $elo servidor e revistos $elo jui& quando necess!rios. 8ecebe a deno'inação de acórdão o julga'ento $ro(erido $elos tribunais. B . B . Não se ad'ite' nos atos e ter'os es$aços e' branco be' co'o entrelin+as e'endas ou rasuras salvo se aqueles (ore' inutili&ados e estas e#$ressa'ente ressalvadas. II F. A assinatura dos ju%&es e' todos os graus de jurisdição $ode ser (eita eletronica'ente na (or'a da lei. Par!gra(o 3nico. 1. Art. E F. Furante as ("rias e nos (eriados não se $raticarão atos $rocessuais..s atos $rocessuais reali&ar/se/ão e' dias 3teis das = 7seis< 0s *@ 7vinte< +oras. B *o Juando se tratar de $rocesso total ou $arcial'ente eletrAnico os atos $rocessuais $raticados na $resença do jui& $oderão ser $rodu&idos e ar'a&enados de 'odo integral'ente digital e' arquivo eletrAnico inviol!vel na (or'a da lei 'ediante registro e' ter'o que ser! assinado digital'ente $elo jui& e $elo escrivão ou c+e(e de secretaria be' co'o $elos advogados das $artes.-1: de *@@=<.. 1=.:5* de 1::-< Art. Art. Se56o I. -5?2 as de'ais decis)es serão (unda'entadas ainda que de 'odo conciso. Art.:5* de 1::-< Art. 1=?.7Inclu%do $ela Lei n9 11. Art. Par!gra(o 3nico. 1. Ps $artes aos advogados aos órgãos do Ginist"rio P3blico aos $eritos e 0s teste'un+as " (acultado rubricar as (ol+as corres$ondentes aos atos e' que interviera'. 1=:. Ao receber a $etição inicial de qualquer $rocesso o escrivão a autuar! 'encionando o ju%&o a nature&a do (eito o n3'ero de seu registro os no'es das $artes e a data do seu in%cio2 e $roceder! do 'es'o 'odo quanto aos volu'es que se (ore' (or'ando. . 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. 4 vedado usar abreviaturas. . 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.

Pode' todavia e(etuar/se e' outro lugar e' ra&ão de de(er1ncia de interesse da justiça ou de obst!culo argMido $elo interessado e acol+ido $elo jui&. $ra&o estabelecido $ela lei ou $elo jui& " cont%nuo não se interro'$endo nos (eriados. 1?. Art.s atos $rocessuais reali&a'/se de ordin!rio na sede do ju%&o. 1?:. Fecorrido o $ra&o e#tingue/se inde$endente'ente de declaração judicial o direito de $raticar o ato (icando salvo $or"' 0 $arte $rovar que o não reali&ou $or justa causa. 6us$ende/se ta'b"' o curso do $ra&o $or obst!culo criado $ela $arte ou ocorrendo qualquer das +i$óteses do art. Art. *. *=5 I e III2 casos e' que o $ra&o ser! restitu%do $or te'$o igual ao que (altava $ara a sua co'$le'entação.@. 6alvo dis$osição e' contr!rio co'$utar/se/ão os $ra&os e#cluindo o dia do co'eço e incluindo o do venci'ento. 1?1. E' caso de cala'idade $3blica $oder! ser e#cedido o li'ite $revisto neste artigo $ara a $rorrogação de $ra&os. A su$erveni1ncia de ("rias sus$ender! o curso do $ra&o2 o que I+e sobejar reco'eçar! a correr do $ri'eiro dia 3til seguinte ao ter'o das ("rias.. 1.7vinte e quatro< +oras e e#ecutar os atos $rocessuais no $ra&o de -? 7quarenta e oito< +oras contados: I / da data e' que +ouver conclu%do o ato $rocessual anterior se I+e (oi i'$osto $ela lei2 . Co'$utar/se/! e' qu!dru$lo o $ra&o $ara contestar e e' dobro $ara recorrer quando a $arte (or a Fa&enda P3blica ou o Ginist"rio P3blico. A $arte $oder! renunciar ao $ra&o estabelecido e#clusiva'ente e' seu (avor. 1?-.. 1?@. Art..6 P8AS. Pode' as $artes de co'u' acordo redu&ir ou $rorrogar o $ra&o dilatório2 a convenção $or"' só te' e(ic!cia se requerida antes do venci'ento do $ra&o se (undar e' 'otivo leg%ti'o. Art. E' qualquer grau de jurisdição +avendo 'otivo justi(icado $ode o jui& e#ceder $or igual te'$o os $ra&os que este Código I+e assina. Art.. 1?=. 1?. Art.-.:*5 de 1:. jui& (i#ar! o dia do venci'ento do $ra&o da $rorrogação. jui& $oder! nas co'arcas onde (or di(%cil o trans$orte $rorrogar quaisquer $ra&os 'as nunca $or 'ais de =@ 7sessenta< dias.=. B *o .5. Art. .52 III / todas as causas que a lei (ederal deter'inar.?. .< I / (or deter'inado o (ec+a'ento do (óru'2 II / o e#$ediente (orense (or encerrado antes da +ora nor'al.. jui& $ro(erir!: I / os des$ac+os de e#$ediente no $ra&o de * 7dois< dias2 II / as decis)es no $ra&o de 1@ 7de&< dias.< B 1o Considera/se $rorrogado o $ra&o at" o $ri'eiro dia 3til se o venci'ento cair e' (eriado ou e' dia e' que: 78edação dada $ela Lei n9 5.. 1.Art. Art. Art. 6ão (eriados $ara e(eito (orense os do'ingos e os dias declarados $or lei. 1. Incu'bir! ao serventu!rio re'eter os autos conclusos no $ra&o de *. 1. 78edação dada $ela Lei n9 ?. Art. 1?5. 1?*. Par!gra(o 3nico. B 1o 8e$uta/se justa causa o evento i'$revisto al+eio 0 vontade da $arte e que a i'$ediu de $raticar o ato $or si ou $or 'andat!rio. B 1o .: de 1::@< Art. . . . *-@ e $ar!gra(o 3nico<. 1??. 4 de(eso 0s $artes ainda que todas esteja' de acordo redu&ir ou $rorrogar os $ra&os $ere'$tórios. B *o As custas acrescidas (icarão a cargo da $arte e' (avor de que' (oi concedida a $rorrogação.s atos $rocessuais reali&ar/se/ão nos $ra&os $rescritos e' lei.6 Se56o I &as &isposi5Ces =erais Art. Juando esta (or o'issa o jui& deter'inar! os $ra&os tendo e' conta a co'$le#idade da causa. CAPQ>DL. III F. Art. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:. Processa'/se durante as ("rias e não se sus$ende' $ela su$erveni1ncia delas: I / os atos de jurisdição volunt!ria be' co'o os necess!rios 0 conservação de direitos quando $ossa' ser $rejudicados $elo adia'ento2 II / as causas de ali'entos $rovisionais de dação ou re'oção de tutores e curadores be' co'o as 'encionadas no art.s $ra&os so'ente co'eça' a correr do $ri'eiro dia 3til a$ós a inti'ação 7art. 1:@. Art. Não +avendo $receito legal ne' assinação $elo jui& ser! de 5 7cinco< dias o $ra&o $ara a $r!tica de ato $rocessual a cargo da $arte. Art.:. Se56o II &o LuFar Art. 1. B *o Ceri(icada a justa causa o jui& $er'itir! 0 $arte a $r!tica do ato no $ra&o que I+e assinar. 1.

*@. B . *@* be' co'o a declaração $ela ag1ncia e#$edidora de estar recon+ecida a assinatura do jui&. B 1o . Par!gra(o 3nico.s atos $rocessuais serão cu'$ridos $or orde' judicial ou requisitados $or carta con(or'e +aja' de reali&ar/se dentro ou (ora dos li'ites territoriais da co'arca. Navendo urg1ncia trans'itir/se/ão a carta de orde' e a carta $recatória $or telegra'a radiogra'a ou tele(one..7vinte e quatro< +oras $erder! o direito 0 vista (ora de cartório e incorrer! e' 'ulta corres$ondente 0 'etade do sal!rio '%ni'o vigente na sede do ju%&o. *@5. 1:*. . 1:1. Art. 1:5. 1:=. Art. Jualquer das $artes ou o órgão do Ginist"rio P3blico $oder! re$resentar ao $residente do >ribunal de Oustiça contra o jui& que e#cedeu os $ra&os $revistos e' lei. Art. Fistribu%da a re$resentação ao órgão co'$etente instaurar/se/! $rocedi'ento $ara a$uração da res$onsabilidade. *@=.. advogado deve restituir os autos no $ra&o legal. A carta te' car!ter itinerante2 antes ou de$ois de I+e ser ordenado o cu'$ri'ento $oder! ser a$resentada a ju%&o diverso do que dela consta a (i' de se $raticar o ato. Art. A$lica'/se ao órgão do Ginist"rio P3blico e ao re$resentante da Fa&enda P3blica as dis$osiç)es constantes dos arts. *@-. Co'$ete ao jui& veri(icar se o serventu!rio e#cedeu se' 'otivo leg%ti'o os $ra&os que este Código estabelece. Não o (a&endo 'andar! o jui& de o(%cio riscar o que neles +ouver escrito e desentran+ar as alegaç)es e docu'entos que a$resentar. 'encionados no . Se56o II &a . A$urada a (alta o jui& 'andar! instaurar $rocedi'ento ad'inistrativo na (or'a da Lei de . . Se56o II &as Cartas Art. 1:5 e 1:=.o A carta de orde' carta $recatória ou carta rogatória $ode ser e#$edida $or 'eio eletrAnico situação e' que a assinatura do jui& dever! ser eletrAnica na (or'a da lei. *@1. B *o Juando o objeto da carta (or e#a'e $ericial sobre docu'ento este ser! re'etido e' original (icando nos autos re$rodução (otogr!(ica.-1: de *@@=<. secret!rio do tribunal ou o escrivão do ju%&o de$recante trans'itir! $or tele(one a carta de orde' ou a carta $recatória ao ju%&o e' que +ouver de cu'$rir/se o ato $or inter'"dio do escrivão do $ri'eiro o(%cio da $ri'eira vara se +ouver na co'arca 'ais de u' o(%cio ou de u'a vara observando quanto aos requisitos o dis$osto no artigo antecedente. 6e inti'ado não os devolver dentro e' *. 1:?. Art. 1::.erifica56o dos Pra@os e das Penalidades Art. E' todas as cartas declarar! o jui& o $ra&o dentro do qual deverão ser cu'$ridas atendendo 0 (acilidade das co'unicaç)es e 0 nature&a da dilig1ncia.rgani&ação Oudici!ria.rde' dos Advogados do Hrasil $ara o $rocedi'ento disci$linar e i'$osição da 'ulta. Art. Art.II / da data e' que tiver ci1ncia da orde' quando deter'inada $elo jui&. 1:-. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. *@. Juando a lei não 'arcar outro $ra&o as inti'aç)es so'ente obrigarão a co'$areci'ento de$ois de decorridas *. 4 l%cito a qualquer interessado cobrar os autos ao advogado que e#ceder o $ra&o legal. Art. relator con(or'e as circunstKncias $oder! avocar os autos e' que ocorreu e#cesso de $ra&o designando outro jui& $ara decidir a causa. Art. CAP1+2L( I. . Art. 1:.7vinte e quatro< +oras. E#$edir/se/! carta de orde' se o jui& (or subordinado ao tribunal de que ela e'anar2 carta rogatória quando dirigida 0 autoridade judici!ria estrangeira2 e carta $recatória nos de'ais casos. A$urada a (alta o jui& co'unicar! o (ato 0 seção local da . . 6ão requisitos essenciais da carta de orde' da carta $recatória e da carta rogatória: I / a indicação dos ju%&es de orige' e de cu'$ri'ento do ato2 II / o inteiro teor da $etição do des$ac+o judicial e do instru'ento do 'andato con(erido ao advogado2 III / a 'enção do ato $rocessual que I+e constitui o objeto2 IC / o encerra'ento co' a assinatura do jui&. Art. *@*. Par!gra(o 3nico. Art. A dis$osição do artigo anterior a$licar/se/! aos tribunais su$eriores na (or'a que dis$user o seu regi'ento interno. *@@. &AS C(02NICA3GES &(S A+(S Se56o I &as &isposi5Ces =erais Art. 1:. A carta de orde' e a carta $recatória $or telegra'a ou radiogra'a conterão e' resu'o substancial os requisitos art.. Art.. Art. jui& 'andar! trasladar na carta quaisquer outras $eças be' co'o instru%/la co' 'a$a desen+o ou gr!(ico se'$re que estes docu'entos deva' ser e#a'inados na dilig1ncia $elas $artes $eritos ou teste'un+as. Ao receber os autos certi(icar! o serventu!rio o dia e a +ora e' que (icou ciente da orde' re(erida no no Il. Juando os litisconsortes tivere' di(erentes $rocuradores ser/l+es/ão contados e' dobro os $ra&os $ara contestar $ara recorrer e de 'odo geral $ara (alar nos autos.

< Art. Para a validade do $rocesso " indis$ens!vel a citação inicial do r"u.:*5 de 1:. A concessão de e#eqMibilidade 0s cartas rogatórias das justiças estrangeiras obedecer! ao dis$osto no 8egi'ento Interno do 6u$re'o >ribunal Federal.< B 1o A interru$ção da $rescrição retroagir! 0 data da $ro$ositura da ação. Art.. *1.:*5 de 1:. B 1o Estando o r"u ausente a citação (ar/se/! na $essoa de seu 'andat!rio ad'inistrador (eitor ou gerente quando a ação se originar de atos $or eles $raticados. *1@. B . 78edação dada $ela Lei n9 5.:5* de 1::-< que +ouver de $raticar/se o ato. 7sete< dias seguintes2 78enu'erado do Inciso III $ela Lei n9 ?. 78edação dada $ela Lei n9 5. Cu'$rida a carta ser! devolvida ao ju%&o de orige' no $ra&o de 1@ 7de&< dias inde$endente'ente de traslado $agas as custas $ela $arte. . Art.. >a'b"' não se (ar! citação quando se veri(icar que o r"u " de'ente ou est! i'$ossibilitado de receb1/la. Não se (ar! $or"' a citação salvo $ara evitar o $ereci'ento do direito: I / 78evogado $ela Lei n9 ?.. Par!gra(o 3nico. Art. locador que se ausentar do Hrasil se' cienti(icar o locat!rio de que dei#ou na localidade onde estiver situado o i'óvel $rocurador co' $oderes $ara receber citação ser! citado na $essoa do ad'inistrador do i'óvel encarregado do recebi'ento dos alugu"is. B *o 6endo con(ir'ada o escrivão sub'eter! a carta a des$ac+o.B 1o .:5* de 1::-< B . jui& no'ear! u' '"dico a (i' de e#a'inar o citando. *@?. *1-.o A citação ser! (eita na $essoa do curador a que' incu'bir! a de(esa do r"u. jui& recusar! cu'$ri'ento 0 carta $recatória devolvendo/a co' des$ac+o 'otivado: I / quando não estiver revestida dos requisitos legais2 II / quando carecer de co'$et1ncia e' ra&ão da 'at"ria ou da +ierarquia2 III / quando tiver d3vida acerca de sua autenticidade.78edação dada $ela Lei n9 ?. . *1= A citação e(etuar/se/! e' qualquer lugar e' que se encontre o r"u.78edação dada $ela Lei n9 ?. *11. *@:.:5* de 1::-< II / ao cAnjuge ou a qualquer $arente do 'orto consangM%neo ou a(i' e' lin+a reta ou na lin+a colateral e' segundo grau no dia do (aleci'ento e nos . B *o .. A $arte de$ositar! contudo na secretaria do tribunal ou no cartório do ju%&o de$recante a i'$ortKncia corres$ondente 0s des$esas que serão (eitas no ju%&o e' Art.:*5 de 1:. *1*. Art.< Art. Art. Art. 78enu'erado do Inciso C $ela Lei n9 ?. 78edação dada $ela Lei n9 ?. Se56o III &as Cita5Ces Art. Art. A citação v!lida torna $revento o ju%&o indu& litis$end1ncia e (a& litigiosa a coisa2 e ainda quando ordenada $or jui& inco'$etente constitui e' 'ora o devedor e interro'$e a $rescrição. 'ilitar e' serviço ativo ser! citado na unidade e' que estiver servindo se não (or con+ecida a sua resid1ncia ou nela não (or encontrado. B 1o . . laudo ser! a$resentado e' 5 7cinco< dias. .:5* de 1::III / aos noivos nos . A carta rogatória obedecer! quanto 0 sua ad'issibilidade e 'odo de seu cu'$ri'ento ao dis$osto na convenção internacional2 0 (alta desta ser! re'etida 0 autoridade judici!ria estrangeira $or via di$lo'!tica de$ois de tradu&ida $ara a l%ngua do $a%s e' que +! de $raticar/se o ato. 78edação dada $ela Lei n9 5. 78edação dada $ela Lei n9 5. E#ecutar/se/ão de o(%cio os atos requisitados $or telegra'a radiogra'a ou tele(one. 7tr1s< $ri'eiros dias de bodas2 78enu'erado do Inciso IC $ela Lei n9 ?. *15 Far/se/! a citação $essoal'ente ao r"u ao seu re$resentante legal ou ao $rocurador legal'ente autori&ado. escrivão no 'es'o dia ou no dia 3til i'ediato tele(onar! ao secret!rio do tribunal ou ao escrivão do ju%&o de$recante lendo/l+e os ter'os da carta e solicitando/l+e que I+a con(ir'e.:*5 de 1:.o Não sendo citado o r"u o jui& $rorrogar! o $ra&o at" o '!#i'o de :@ 7noventa< dias.:5* de 1::-< B *o Incu'be 0 $arte $ro'over a citação do r"u nos 1@ 7de&< dias subseqMentes ao des$ac+o que a ordenar não (icando $rejudicada $ela de'ora i'$ut!vel e#clusiva'ente ao serviço judici!rio.< B *o Co'$arecendo o r"u a$enas $ara argMir a nulidade e sendo esta decretada considerar/se/! (eita a citação na data e' que ele ou seu advogado (or inti'ado da decisão. co'$areci'ento es$ontKneo do r"u su$re entretanto a (alta de citação.< B 1o . A no'eação " restrita 0 causa. o(icial de justiça $assar! certidão descrevendo 'inuciosa'ente a ocorr1ncia. Citação " o ato $elo qual se c+a'a a ju%&o o r"u ou o interessado a (i' de se de(ender.:5* de 1::-< I / a que' estiver assistindo a qualquer ato de culto religioso2 78enu'erado do Inciso II $ela Lei n9 ?. B *o 8econ+ecida a i'$ossibilidade o jui& dar! ao citando u' curador observando quanto 0 sua escol+a a $re(er1ncia estabelecida na lei civil... *1:.:*5 de 1:. *1?. *1.:5* de 1::Art. 78edação dada $ela Lei n9 5.. .:5* de 1::IC / aos doentes enquanto grave o seu estado.

.< Art.. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. **@.< Par!gra(o 3nico. Art.. 78edação dada $ela Lei n9 ?... **-.< Art..:*5 de 1:. 78edação dada $ela Lei n9 5...< CII / a assinatura do escrivão e a declaração de que o subscreve $or orde' do jui&.< Art. Incu'be ao o(icial de justiça $rocurar o r"u e onde o encontrar cit!/lo: I / lendo/l+e o 'andado e entregando/l+e a contra("2 II / $ortando $or (" se recebeu ou recusou a contra("2 III / obtendo a nota de ciente ou certi(icando que o r"u não a a$As no 'andado..1@ de 1::. A citação (ar/se/!: I / $elo correio2 II / $or o(icial de justiça2 III / $or edital.1@ de 1::.:*5 de 1:. B *o Fa certidão da ocorr1ncia o o(icial de justiça dei#ar! contra(" co' $essoa da (a'%lia ou co' qualquer vi&in+o con(or'e o caso declarando/ l+e o no'e.< b< quando (or r" $essoa inca$a&2 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. . dis$osto no artigo anterior a$lica/se a todos os $ra&os e#tintivos $revistos na lei. . **.< e< quando o r"u residir e' local não atendido $ela entrega do'iciliar de corres$ond1ncia2 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.:*5 de 1:.. B 1o 6e o citando não estiver $resente o o(icial de justiça $rocurar! in(or'ar/se das ra&)es da aus1ncia dando $or (eita a citação ainda que o citando se ten+a ocultado e' outra co'arca. jui& $ronunciar! de o(%cio a $rescrição. **=. .< C / a có$ia do des$ac+o2 78edação dada $ela Lei n9 5. **. No dia e +ora designados o o(icial de justiça inde$endente'ente de novo des$ac+o co'$arecer! ao do'ic%lio ou resid1ncia do citando a (i' de reali&ar a dilig1ncia. Art.*?@ de *@@=< B =o Passada e' julgado a sentença a que se re(ere o $ar!gra(o anterior o escrivão co'unicar! ao r"u o resultado do julga'ento. *?5 segunda $arte co'unicando ainda o $ra&o $ara a res$osta e o ju%&o e cartório co' o res$ectivo endereço..< d< nos $rocessos de e#ecução2 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. *?5 segunda $arte se o lit%gio versar sobre direitos dis$on%veis278edação dada $ela Lei n9 5.< Art.:*5 de 1:. 78edação dada $ela Lei n9 5. Art. 78edação dada $ela Lei n9 5. ***.< Art.1@ de 1::.:*5 de 1:.< Par!gra(o 3nico. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:.1@ de 1::.B -o Não se e(etuando a citação nos $ra&os 'encionados nos $ar!gra(os antecedentes +aver/se/! $or não interro'$ida a $rescrição.:*5 de 1:...1@ de 1::. A citação ser! (eita $elo correio $ara qualquer co'arca do Pa%s e#ceto: 78edação dada $ela Lei n9 ?..< I / os no'es do autor e do r"u be' co'o os res$ectivos do'ic%lios ou resid1ncias278edação dada $ela Lei n9 5. Fe(erida a citação $elo correio o escrivão ou c+e(e da secretaria re'eter! ao citando có$ias da $etição inicial e do des$ac+o do jui& e#$ressa'ente consignada e' seu inteiro teor a advert1ncia a que se re(ere o art..< a< nas aç)es de estado2 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.. 'andado $oder! ser e' breve relatório quando o autor entregar e' cartório co' a $etição inicial tantas có$ias desta quantos (ore' os r"us2 caso e' que as có$ias de$ois de con(eridas co' o original (arão $arte integrante do 'andado.< IC / o dia +ora e lugar do co'$areci'ento2 78edação dada $ela Lei n9 5... 78edação dada $ela Lei n9 ?..< c< quando (or r" $essoa de direito $3blico2 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.1@ de 1::. A carta ser! registrada $ara entrega ao citando e#igindo/l+e o carteiro ao (a&er a entrega que assine o recibo. Art.1@ de 1::. 'andado que o o(icial de justiça tiver de cu'$rir dever! conter: 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:.< CI / o $ra&o $ara de(esa2 78edação dada $ela Lei n9 5.< (< quando o autor a requerer de outra (or'a.1@ de 1::. i'ediato voltar! a (i' de e(etuar a ..< III / a co'inação se +ouver2 78edação dada $ela Lei n9 5...1@ de 1::. 6endo o r"u $essoa jur%dica ser! v!lida a entrega a $essoa co' $oderes de ger1ncia geral ou de ad'inistração. **1. Juando $or tr1s ve&es o o(icial de justiça +ouver $rocurado o r"u e' seu do'ic%lio ou resid1ncia se' o encontrar dever! +avendo sus$eita de ocultação inti'ar a qualquer $essoa da (a'%lia ou e' sua (alta a qualquer vi&in+o que no dia citação na +ora que designar.:*5 de 1:. 78edação dada $ela Lei n9 11..:*5 de 1:. *** ou quando (rustrada a citação $elo correio.-1: de *@@=<.< B 5o . IC / $or 'eio eletrAnico con(or'e regulado e' lei $ró$ria. **?.:*5 de 1:.1@ de 1::. **5. Far/se/! a citação $or 'eio de o(icial de justiça nos casos ressalvados no art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.< II / o (i' da citação co' todas as es$eci(icaç)es constantes da $etição inicial be' co'o a advert1ncia a que se re(ere o art. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.

*.< III / a $ublicação do edital no $ra&o '!#i'o de 15 7quin&e< dias u'a ve& no órgão o(icial e $elo 'enos duas ve&es e' jornal local onde +ouver2 78edação dada $ela Lei n9 5.. As inti'aç)es $ode' ser (eitas de (or'a eletrAnica con(or'e regulado e' lei $ró$ria.Art. B 1o 4 indis$ens!vel sob $ena de nulidade que da $ublicação conste' os no'es das $artes e de seus advogados su(icientes $ara sua identi(icação.< I / a a(ir'ação do autor ou a certidão do o(icial quanto 0s circunstKncias $revistas nos ns. *.< Par!gra(o 3nico.1 I e II incorrer! e' 'ulta de 5 7cinco< ve&es o sal!rio '%ni'o vigente na sede do ju%&o. I e II do artigo antecedente2 78edação dada $ela Lei n9 5. B 1o Considera/se inacess%vel $ara e(eito de citação $or edital o $a%s que recusar o cu'$ri'ento de carta rogatória. Art.< IC / a deter'inação $elo jui& do $ra&o que variar! entre *@ 7vinte< e =@ 7sessenta< dias correndo da data da $ri'eira $ublicação2 78edação dada $ela Lei n9 5. *. Feita a citação co' +ora certa o escrivão enviar! ao r"u carta telegra'a ou radiogra'a dando/l+e de tudo ci1ncia. Art. *.1@ de 1::... Far/se/! a citação $or edital: I / quando descon+ecido ou incerto o r"u2 II / quando ignorado incerto ou inacess%vel o lugar e' que se encontrar2 III / nos casos e#$ressos e' lei..5. *.< II / a a(i#ação do edital na sede do ju%&o certi(icada $elo escrivão2 78edação dada $ela Lei n9 5. Far/se/! a inti'ação $or 'eio de o(icial de justiça quando (rustrada a reali&ação $elo correio. Art.. B *o A inti'ação do Ginist"rio P3blico e' qualquer caso ser! (eita $essoal'ente.:*5 de 1:. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Nas de'ais co'arcas a$licar/se/! o dis$osto no artigo antecedente se +ouver órgão de $ublicação dos atos o(iciais2 não o +avendo co'$etir! ao escrivão inti'ar de todos os atos do $rocesso os advogados das $artes: I / $essoal'ente tendo do'ic%lio na sede do ju%&o2 II / $or carta registrada co' aviso de recebi'ento quando do'iciliado (ora do ju%&o.< B 1o Ountar/se/! aos autos u' e#e'$lar de cada $ublicação be' co'o do an3ncio de que trata o no II deste artigo. A $arte que requerer a citação $or edital alegando dolosa'ente os requisitos do art.:*5 de 1:. **:.1. A 'ulta reverter! e' bene(%cio do citando. Art.< Art..:*5 de 1:.< Par!gra(o 3nico. Art. *. 78edação dada $ela Lei n9 ?.-.?. Nas co'arcas cont%guas de (!cil co'unicação e nas que se situe' na 'es'a região 'etro$olitana o o(icial de justiça $oder! e(etuar citaç)es ou inti'aç)es e' qualquer delas. Não dis$ondo a lei de outro 'odo as inti'aç)es serão (eitas 0s $artes aos seus re$resentantes legais e aos advogados $elo correio ou se $resentes e' cartório direta'ente $elo escrivão ou c+e(e de secretaria... Inti'ação " o ato $elo qual se d! ci1ncia a algu"' dos atos e ter'os do $rocesso $ara que (aça ou dei#e de (a&er algu'a coisa.7Inclu%do $ela Lei n9 5.. *.1@ de 1::. Par!gra(o 3nico.?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 .-1: de *@@=<..1@ de 1::. A certidão de inti'ação deve conter: 78edação dada $ela Lei n9 ?. *. *.5: de 1:?5< B *o A $ublicação do edital ser! (eita a$enas no órgão o(icial quando a $arte (or bene(ici!ria da Assist1ncia Oudici!ria. *. No Fistrito Federal e nas Ca$itais dos Estados e dos >erritórios considera'/se (eitas as inti'aç)es $ela só $ublicação dos atos no órgão o(icial.78edação dada $ela Lei n9 ?.1@ de 1::. *. Se56o I. Art.. *?5 segunda $arte se o lit%gio versar sobre direitos dis$on%veis.78edação dada $ela Lei n9 ?.:*5 de 1:.. Presu'e'/se v!lidas as co'unicaç)es e inti'aç)es dirigidas ao endereço residencial ou $ro(issional declinado na inicial contestação ou e'bargos cu'$rindo 0s $artes atuali&ar o res$ectivo endereço se'$re que +ouver 'odi(icação te'$or!ria ou de(initiva. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.@. 78enu'erado do Par!gra(o 3nico $ela Lei n9 .:.. 6ão requisitos da citação $or edital: 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:. &as Inti:a5Ces Art.5: de 1:?5< Art.. Art.=.:*5 de 1:....< I / a indicação do lugar e a descrição da $essoa inti'ada 'encionando quando $oss%vel o n3'ero de sua carteira de identidade e o órgão que a e#$ediu2 II / a declaração de entrega da contra("2 .*.. Par!gra(o 3nico. B *o No caso de ser inacess%vel o lugar e' que se encontrar o r"u a not%cia de sua citação ser! divulgada ta'b"' $elo r!dio se na co'arca +ouver e'issora de radiodi(usão..< C / a advert1ncia a que se re(ere o art. As inti'aç)es e(etua'/se de o(%cio e' $rocessos $endentes salvo dis$osição e' contr!rio.

jui& ao $ronunciar a nulidade declarar! que atos são atingidos ordenando as $rovid1ncias necess!rias a (i' de que seja' re$etidos ou reti(icados.< III / quando +ouver v!rios r"us da data de juntada aos autos do 3lti'o aviso de recebi'ento ou 'andado citatório cu'$rido2 78edação dada $ela Lei n9 ?. Art. Não se a$lica esta dis$osição 0s nulidades que o jui& deva decretar de o(%cio ne' $revalece a $reclusão $rovando a $arte leg%ti'o i'$edi'ento. &AS N2LI&A&ES Art. As inti'aç)es considera'/se reali&adas no $ri'eiro dia 3til seguinte se tivere' ocorrido e' dia e' que não ten+a +avido e#$ediente (orense. Art. Par!gra(o 3nico. >odos os $rocessos estão sujeitos a registro devendo ser distribu%dos onde +ouver 'ais de u' jui& ou 'ais de u' escrivão.< IC / quando o ato se reali&ar e' cu'$ri'ento de carta de orde' $recatória ou rogatória da data de sua juntada aos autos devida'ente cu'$rida2 78edação dada $ela Lei n9 ?. As citaç)es e as inti'aç)es serão nulas quando (eitas se' observKncia das $rescriç)es legais. Par!gra(o 3nico. CAP1+2L( . Juando a lei $rescrever deter'inada (or'a sob $ena de nulidade a decretação desta não $ode ser requerida $ela $arte que I+e deu causa. *5*. Co'eça a correr o $ra&o: 78edação dada $ela Lei n9 ?. . B 1o . . *-1.. *-:.. Anulado o ato re$uta'/se de nen+u' e(eito todos os subseqMentes que dele de$enda'2 todavia a nulidade de u'a $arte do ato não $rejudicar! as outras que dela seja' inde$endentes. 4 nulo o $rocesso quando o Ginist"rio P3blico não (or inti'ado a aco'$an+ar o (eito e' que deva intervir. Art. *-=.< I / quando a citação ou inti'ação (or $elo correio da data de juntada aos autos do aviso de recebi'ento2 78edação dada $ela Lei n9 ?.III / a nota de ciente ou certidão de que o interessado não a a$As no 'andado.7B . Art. $ra&o $ara a inter$osição de recurso conta/se da data e' que os advogados são inti'ados da decisão da sentença ou do acórdão. 78edação dada $ela Lei n9 ?. *-?. *51. Par!gra(o 3nico.< Art.:5* de 1::-< CAP1+2L( . Fistribuir/se/ão $or de$end1ncia as causas de qualquer nature&a: 78edação dada $ela Lei n9 1@.1@ de 1::. Art. 6er! alternada a distribuição entre ju%&es e escrivães obedecendo a rigorosa igualdade.1@ de 1::. *5@. *-.. 78edação dada $ela Lei n9 ?. B *o Navendo anteci$ação da audi1ncia o jui& de o(%cio ou a requeri'ento da $arte 'andar! inti'ar $essoal'ente os advogados $ara ci1ncia da nova designação. *-@... erro de (or'a do $rocesso acarreta unica'ente a anulação dos atos que não $ossa' ser a$roveitados devendo $raticar/se os que (ore' necess!rios a (i' de se observare' quanto $oss%vel as $rescriç)es legais. *--. Juando a lei $rescrever deter'inada (or'a se' co'inação de nulidade o jui& considerar! v!lido o ato se reali&ado de outro 'odo I+e alcançar a (inalidade. *5.@. Art. Art.. Art.5? de *@@1< . *-.o renu'erado $ela Lei n9 ?. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-< Art. *-5.< C / quando a citação (or $or edital (inda a dilação assinada $elo jui&.I &E (2+R(S A+(S PR(CESS2AIS Se56o I &a &istribui56o e do ReFistro Art. 6e o $rocesso tiver corrido se' con+eci'ento do Ginist"rio P3blico o jui& o anular! a $artir do 'o'ento e' que o órgão devia ter sido inti'ado.< II / quando a citação ou inti'ação (or $or o(icial de justiça da data de juntada aos autos do 'andado cu'$rido2 78edação dada $ela Lei n9 ?. ato não se re$etir! ne' se I+e su$rir! a (alta quando não $rejudicar a $arte. *-*. Far/se/! o a$roveita'ento dos atos $raticados desde que não resulte $reju%&o 0 de(esa. B *o Juando $uder decidir do '"rito a (avor da $arte a que' a$roveite a declaração da nulidade o jui& não a $ronunciar! ne' 'andar! re$etir o ato ou su$rir/l+e a (alta.1@ de 1::.1@ de 1::. Art. Par!gra(o 3nico. .. B 1o 8e$uta'/se inti'ados na audi1ncia quando nesta " $ublicada a decisão ou a sentença.: de 1::@< Art. A nulidade dos atos deve ser alegada na $ri'eira o$ortunidade e' que couber 0 $arte (alar nos autos sob $ena de $reclusão...1@ de 1::. 6alvo dis$osição e' contr!rio os $ra&os $ara as $artes $ara a Fa&enda P3blica e $ara o Ginist"rio P3blico contar/se/ão da inti'ação.1@ de 1::..

Art. 6er! cancelada a distribuição do (eito que e' . *5:. *5.@ 7trinta< dias não (or $re$arado no cartório e' que deu entrada. *=@. Par!gra(o 3nico. Art. 4 de(eso distribuir a $etição não aco'$an+ada do instru'ento do 'andato salvo: I / se o requerente $ostular e' causa $ró$ria2 II / se a $rocuração estiver junta aos autos $rinci$ais2 III / no caso $revisto no art. jui& de o(%cio ou a requeri'ento do interessado corrigir! o erro ou a (alta de distribuição co'$ensando/a.alor da Causa Art.*?@ de *@@=< Par!gra(o 3nico. *5-. Se56o II &o .I &A B(R0A34(% &A S2SPENS4( E &A E?+IN34( &( PR(CESS( . Art. .. +1+2L( . Art.5? de *@@1< II / quando tendo sido e#tinto o $rocesso se' julga'ento de '"rito (or reiterado o $edido ainda que e' litisconsórcio co' outros autores ou que seja' $arcial'ente alterados os r"us da de'anda2 78edação dada $ela Lei n9 11. Juando se $edire' $restaç)es vencidas e vincendas to'ar/se/! e' consideração o valor de u'as e outras. . *5?. Não +avendo i'$ugnação $resu'e/se aceito o valor atribu%do 0 causa na $etição inicial.*?@ de *@@=< III H quando +ouver ajui&a'ento de aç)es id1nticas ao ju%&o $revento. A distribuição $oder! ser (iscali&ada $ela $arte ou $or seu $rocurador. Art. Art. *55. A i'$ugnação ser! autuada e' a$enso ouvindo/se o autor no $ra&o de 5 7cinco< dias. E' seguida o jui& se' sus$ender o $rocesso servindo/se quando necess!rio do au#%lio de $erito deter'inar! no $ra&o de 1@ 7de&< dias o valor da causa. Art. Navendo reconvenção ou intervenção de terceiro o jui& de o(%cio 'andar! $roceder 0 res$ectiva anotação $elo distribuidor... *=1. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. r"u $oder! i'$ugnar no $ra&o da contestação o valor atribu%do 0 causa $elo autor.I / quando se relacionare' $or cone#ão ou contin1ncia co' outra j! ajui&ada2 78edação dada $ela Lei n9 1@. *5=. .. . valor da causa constar! se'$re da $etição inicial e ser!: I / na ação de cobrança de d%vida a so'a do $rinci$al da $ena e dos juros vencidos at" a $ro$ositura da ação2 II / +avendo cu'ulação de $edidos a quantia corres$ondente 0 so'a dos valores de todos eles2 III / sendo alternativos os $edidos o de 'aior valor2 IC / se +ouver ta'b"' $edido subsidi!rio o valor do $edido $rinci$al2 C / quando o lit%gio tiver $or objeto a e#ist1ncia validade cu'$ri'ento 'odi(icação ou rescisão de negócio jur%dico o valor do contrato2 CI / na ação de ali'entos a so'a de 1* 7do&e< $restaç)es 'ensais $edidas $elo autor2 CII / na ação de divisão de de'arcação e de reivindicação a esti'ativa o(icial $ara lança'ento do i'$osto. . A toda causa ser! atribu%do u' valor certo ainda que não ten+a conte3do econA'ico i'ediato. valor das $restaç)es vincendas ser! igual a u'a $restação anual se a obrigação (or $or te'$o indeter'inado ou $or te'$o su$erior a 1 7u'< ano2 se $or te'$o in(erior ser! igual 0 so'a das $restaç)es.

*=*. ..:*5 de 1:. Considera/se $ro$osta a ação tanto que a $etição inicial seja des$ac+ada $elo jui& ou si'$les'ente distribu%da onde +ouver 'ais de u'a vara. A $ro$ositura da ação todavia só $rodu& quanto ao r"u os e(eitos 'encionados no art.< Par!gra(o 3nico. *=.o A sus$ensão do $rocesso $or convenção das $artes de que trata o no Il nunca $oder! e#ceder = 7seis< 'eses2 (indo o $ra&o o escrivão (ar! os autos conclusos ao jui& que ordenar! o $rossegui'ento do $rocesso. *=5. A alteração do $edido ou da causa de $edir e' nen+u'a +i$ótese ser! $er'itida a$ós o sanea'ento do $rocesso. B *o No caso de 'orte do $rocurador de qualquer das $artes ainda que iniciada a audi1ncia de instrução e julga'ento o jui& 'arcar! a (i' de que a $arte constitua novo 'andat!rio o $ra&o de *@ 7vinte< dias (indo o qual e#tinguir! o $rocesso se' julga'ento do '"rito se o autor não no'ear novo 'andat!rio ou 'andar! $rosseguir no $rocesso 0 revelia do r"u tendo (alecido o advogado deste.< CAP1+2L( II &A S2SPENS4( &( PR(CESS( Art. B 1o No caso de 'orte ou $erda da ca$acidade $rocessual de qualquer das $artes ou de seu re$resentante legal $rovado o (aleci'ento ou a inca$acidade o jui& sus$ender! o $rocesso salvo se j! tiver iniciado a audi1ncia de instrução e julga'ento2 caso e' que: a< o advogado continuar! no $rocesso at" o encerra'ento da audi1ncia2 b< o $rocesso só se sus$ender! a $artir da $ublicação da sentença ou do acórdão. Art.< III / quando (or o$osta e#ceção de inco'$et1ncia do ju%&o da cK'ara ou do tribunal be' co'o de sus$eição ou i'$edi'ento do jui&2 IC / quando a sentença de '"rito: a< de$ender do julga'ento de outra causa ou da declaração da e#ist1ncia ou ine#ist1ncia da relação jur%dica que constitua o objeto $rinci$al de outro $rocesso $endente2 b< não $uder ser $ro(erida senão de$ois de veri(icado deter'inado (ato ou de $rodu&ida certa $rova requisitada a outro ju%&o2 c< tiver $or $ressu$osto o julga'ento de questão de estado requerido co'o declaração incidente2 C / $or 'otivo de (orça 'aior2 CI / nos de'ais casos que este Código regula. B -o No caso do no III a e#ceção e' $ri'eiro grau da jurisdição ser! $rocessada na (or'a do dis$osto neste Livro >%tulo CIII Ca$%tulo II 6eção III2 e no tribunal consoante I+e estabelecer o regi'ento interno. 78edação dada $ela Lei n9 5. 6us$ende/se o $rocesso: I / $ela 'orte ou $erda da ca$acidade $rocessual de qualquer das $artes de seu re$resentante legal ou de seu $rocurador2 II / $ela convenção das $artes2 7Cide Lei n9 11. *=-. *1: de$ois que (or valida'ente citado.CAP1+2L( I &A B(R0A34( &( PR(CESS( Art.:*5 de 1:. Art.-?1 de *@@.78edação dada $ela Lei n9 5.. Feita a citação " de(eso ao autor 'odi(icar o $edido ou a causa de $edir se' o consenti'ento do r"u 'antendo/se as 'es'as $artes salvo as substituiç)es $er'itidas $or lei. $rocesso civil co'eça $or iniciativa da $arte 'as se desenvolve $or i'$ulso o(icial. .. B .

C a e#tinção do $rocesso não obsta a que o autor intente de novo a ação. *=:. B *o No caso do $ar!gra(o anterior quanto ao no II as $artes $agarão $ro$orcional'ente as custas e quanto ao no III o autor ser! condenado ao $aga'ento das des$esas e +onor!rios de advogado 7art. 6e o autor der causa $or tr1s ve&es 0 e#tinção do $rocesso $elo (unda'ento $revisto no no III do artigo anterior não $oder! intentar nova ação contra o r"u co' o 'es'o objeto (icando/l+e ressalvada entretanto a $ossibilidade de alegar e' de(esa o seu direito.< .o . *?<. Par!gra(o 3nico. E#tingue/se o $rocesso se' resolução de '"rito: 78edação dada $ela Lei n9 11. Art.:*5 de 1:. Naver! resolução de '"rito: 78edação dada $ela Lei n9 11. Findo este $ra&o o jui& 'andar! $rosseguir no $rocesso. B .@ 7trinta< dias2 IC / quando se veri(icar a aus1ncia de $ressu$ostos de constituição e de desenvolvi'ento v!lido e regular do $rocesso2 C / quando o jui& acol+er a alegação de $ere'$ção litis$end1ncia ou de coisa julgada2 Cl / quando não concorrer qualquer das condiç)es da ação co'o a $ossibilidade jur%dica a legiti'idade das $artes e o interesse $rocessual2 Cll / $ela convenção de arbitrage'2 78edação dada $ela Lei n9 :.. B 1o . *=. 6alvo o dis$osto no art. *=?.< II / quando o r"u recon+ecer a $roced1ncia do $edido2 78edação dada $ela Lei n9 5. Art.. *=. Art. de 1::=< Clll / quando o autor desistir da ação2 II / quando a ação (or considerada intrans'iss%vel $or dis$osição legal2 I / quando ocorrer con(usão entre autor e r"u2 II / nos de'ais casos $rescritos neste Código.*.* de *@@5< I / quando o jui& inde(erir a $etição inicial2 Il / quando (icar $arado durante 'ais de 1 7u'< ano $or neglig1ncia das $artes2 III / quando $or não $ro'over os atos e dilig1ncias que I+e co'$etir o autor abandonar a causa $or 'ais de .B 5o Nos casos enu'erados nas letras a b e c do no IC o $er%odo de sus$ensão nunca $oder! e#ceder 1 7u'< ano. jui& ordenar! nos casos dos ns. Furante a sus$ensão " de(eso $raticar qualquer ato $rocessual2 $oder! o jui& todavia deter'inar a reali&ação de atos urgentes a (i' de evitar dano irre$ar!vel.:*5 de 1:. jui& con+ecer! de o(%cio e' qualquer te'$o e grau de jurisdição enquanto não $ro(erida a sentença de '"rito da 'at"ria constante dos ns.*. B -o Fe$ois de decorrido o $ra&o $ara a res$osta o autor não $oder! se' o consenti'ento do r"u desistir da ação. CAP1+2L( III &A E?+IN34( &( PR(CESS( Art... *==.:*5 de 1:.@. II e Ill o arquiva'ento dos autos declarando a e#tinção do $rocesso se a $arte inti'ada $essoal'ente não su$rir a (alta e' -? 7quarenta e oito< +oras.* de *@@5< I / quando o jui& acol+er ou rejeitar o $edido do autor278edação dada $ela Lei n9 5. IC C e Cl2 todavia o r"u que a não alegar na $ri'eira o$ortunidade e' que I+e caiba (alar nos autos res$onder! $elas custas de retarda'ento.< III / quando as $artes transigire'2 78edação dada $ela Lei n9 5.. A $etição inicial todavia não ser! des$ac+ada se' a $rova do $aga'ento ou do de$ósito das custas e dos +onor!rios de advogado.

:5* de 1::-< I / +aja (undado receio de dano irre$ar!vel ou de di(%cil re$aração2 ou 7Inclu%do $ela Lei n9 ?..@. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?..--.:5* de 1::-< B .1. *.:5* de 1::-< B 5o Concedida ou não a anteci$ação da tutela $rosseguir! o $rocesso at" (inal julga'ento. 5?? -=1 BB -o e 5o e -=1/A. . .:5* de 1::-< B 1o Na decisão que anteci$ar a tutela o jui& indicar! de 'odo claro e $reciso as ra&)es do seu convenci'ento.:*5 de 1:.-.de *@@*< B -o A tutela anteci$ada $oder! ser revogada ou 'odi(icada a qualquer te'$o e' decisão (unda'entada.:*5 de 1:. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-< Art.. Este Código regula o $rocesso de con+eci'ento 7Livro I< de e#ecução 7Livro II< cautelar 7Livro III< e os $rocedi'entos es$eciais 7Livro IC<. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. jui& $oder! a requeri'ento da $arte anteci$ar total ou $arcial'ente os e(eitos da tutela $retendida no $edido inicial desde que e#istindo $rova inequ%voca se convença da verossi'il+ança da alegação e: 78edação dada $ela Lei n9 ?.de *@@*< B . $rocedi'ento co'u' " ordin!rio ou su'!rio.de *@@*< CAP1+2L( II &( PR(CE&I0EN+( (R&IN>RI( Art. 78edação dada $ela Lei n9 1@.< >Q>DL.:5* de 1::-< B *o Não se conceder! a anteci$ação da tutela quando +ouver $erigo de irreversibilidade do $rovi'ento anteci$ado. CAPQ>DL. 78edação dada $ela Lei n9 5.:5* de 1::-< B =o A tutela anteci$ada ta'b"' $oder! ser concedida quando u' ou 'ais dos $edidos cu'ulados ou $arcela deles 'ostrar/se incontroverso. $rocedi'ento es$ecial e o $rocedi'ento su'!rio rege'/se $elas dis$osiç)es que I+es são $ró$rias a$licando/se/l+es subsidiaria'ente as dis$osiç)es gerais do $rocedi'ento ordin!rio. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.o 6e o autor a t%tulo de anteci$ação de tutela requerer $rovid1ncia de nature&a cautelar $oder! o jui& quando $resentes os res$ectivos $ressu$ostos de(erir a 'edida cautelar e' car!ter incidental do $rocesso ajui&ado.:5* de 1::-< II / (ique caracteri&ado o abuso de direito de de(esa ou o 'ani(esto $ro$ósito $rotelatório do r"u.CEFIGEN>. CII F.--. P8.6ITUE6 RE8AI6 Art. .CE66. 78edação dada $ela Lei n9 ?. Art. I FA6 FI6P. A$lica/se a todas as causas o $rocedi'ento co'u' salvo dis$osição e' contr!rio deste Código ou de lei es$ecial. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@. *.. *. P8. *. Art. CAP1+2L( III &( PR(CE&I0EN+( S20>RI( .:5* de 1::-< Par!gra(o 3nico.< C / quando o autor renunciar ao direito sobre que se (unda a ação. .o A e(etivação da tutela anteci$ada observar! no que couber e con(or'e sua nature&a as nor'as $revistas nos arts.*.--. $rocedi'ento ordin!rio reger/se/! segundo as dis$osiç)es dos Livros I e II deste Código. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.IC / quando o jui& $ronunciar a decad1ncia ou a $rescrição2 78edação dada $ela Lei n9 5. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@. *. E F.

*-5 de 1::5< B 59 A conversão ta'b"' ocorrer! quando +ouver necessidade de $rova t"cnica de 'aior co'$le#idade.9 As $artes co'$arecerão $essoal'ente 0 audi1ncia $odendo (a&er/se re$resentar $or $re$osto co' $oderes $ara transigir. 6endo r" a Fa&enda P3blica os $ra&os contar/se/ão e' dobro.*-5 de 1::5< d< de ressarci'ento $or danos causados e' acidente de ve%culo de via terrestre2 78edação dada $ela Lei n9 :.?.*-5 de 1::5< (< de cobrança de +onor!rios dos $ro(issionais liberais ressalvado o dis$osto e' legislação es$ecial2 78edação dada $ela Lei n9 :.*-5 de 1::5< Art.*-5 de 1::5< e< de cobrança de seguro relativa'ente aos danos causados e' acidente de ve%culo ressalvados os casos de $rocesso de e#ecução2 78edação dada $ela Lei n9 :. 78edação dada $ela Lei n9 :.*-5 de 1::5< I / nas causas cujo valor não e#ceda a =@ 7sessenta< ve&es o valor do sal!rio '%ni'o2 78edação dada $ela Lei n9 1@. +< nos de'ais casos $revistos e' lei. 78edação dada $ela Lei n9 :.7Inclu%do $ela Lei n9 :. 7Inclu%do $ela Lei n9 :. *.bservar/se/! o $rocedi'ento su'!rio: 78edação dada $ela Lei n9 :.*-5 de 1::5< b< de cobrança ao condA'ino de quaisquer quantias devidas ao condo'%nio2 78edação dada $ela Lei n9 :.*-5 de 1::5< a< de arrenda'ento rural e de $arceria agr%cola2 78edação dada $ela Lei n9 :.1:< salvo se o contr!rio resultar da $rova dos autos $ro(erindo o jui& desde logo a sentença.5..1** de *@@:<.*-5 de 1::5< B *9 Fei#ando injusti(icada'ente o r"u de co'$arecer 0 audi1ncia re$utar/se/ão verdadeiros os (atos alegados na $etição inicial 7art.*-5 de 1::5< B -9 . 78edação dada $ela Lei n9 :. .*-5 de 1::5< B 19 A conciliação ser! redu&ida a ter'o e +o'ologada $or sentença $odendo o jui& ser au#iliado $or conciliador.*-5 de 1::5< Art.1** de *@@:<. Par!gra(o 3nico.--.*-5 de 1::5< c< de ressarci'ento $or danos e' $r"dio urbano ou r3stico2 78edação dada $ela Lei n9 :. Este $rocedi'ento não ser! observado nas aç)es relativas ao estado e 0 ca$acidade das $essoas. *. 7Inclu%do $ela Lei n9 1*. Na $etição inicial o autor a$resentar! o rol de teste'un+as e se requerer $er%cia (or'ular! quesitos $odendo indicar assistente t"cnico. .*-5 de 1::5< .*-5 de 1::5< g< que verse' sobre revogação de doação2 78edação dada $ela Lei n9 1*. .. jui& designar! a audi1ncia de conciliação a ser reali&ada no $ra&o de trinta dias citando/se o r"u co' a anteced1ncia '%ni'a de de& dias e sob advert1ncia $revista no B *9 deste artigo deter'inando o co'$areci'ento das $artes.Art. *. Não obtida a conciliação o(erecer! o r"u na $ró$ria audi1ncia res$osta escrita ou oral aco'$an+ada de docu'entos e rol de teste'un+as e se requerer $er%cia (or'ular! seus quesitos desde logo $odendo indicar assistente t"cnico.*-5 de 1::5< Art. *. 7Inclu%do $ela Lei n9 :. 78edação dada $ela Lei n9 :. 7Inclu%do $ela Lei n9 :. 77Inclu%do $ela Lei n9 :.de *@@*< II / nas causas qualquer que seja o valor 78edação dada $ela Lei n9 :.=.*-5 de 1::5< B . jui& na audi1ncia decidir! de $lano a i'$ugnação ao valor da causa ou a controv"rsia sobre a nature&a da de'anda deter'inando se (or o caso a conversão do $rocedi'ento su'!rio e' ordin!rio.

*-5 de 1::5< Art.s atos $robatórios reali&ados e' audi1ncia $oderão ser docu'entados 'ediante taquigra(ia estenoti$ia ou outro '"todo +!bil de docu'entação (a&endo/se a res$ectiva transcrição se a deter'inar o jui&. de *@@=< . *?@.. 78edação dada $ela Lei n9 :. 78edação dada $ela Lei n9 :. 78edação dada $ela Lei n9 :. 78edação dada $ela Lei n9 1@.. *?.de *@@*< Art.. .:*5 de 1:.*-5 de 1::5< B *9 Navendo necessidade de $rodução de $rova oral e não ocorrendo qualquer das +i$óteses $revistas nos arts. 78edação dada $ela Lei n9 :. A $etição inicial indicar!: I / o jui& ou tribunal a que " dirigida2 II / os no'es $reno'es estado civil $ro(issão do'ic%lio e resid1ncia do autor e do r"u2 III / o (ato e os (unda'entos jur%dicos do $edido2 IC / o $edido co' as suas es$eci(icaç)es2 C / o valor da causa2 CI / as $rovas co' que o autor $retende de'onstrar a verdade dos (atos alegados2 CII / o requeri'ento $ara a citação do r"u. 78edação dada $ela Lei n9 5.B 19 4 l%cito ao r"u na contestação (or'ular $edido e' seu (avor desde que (undado nos 'es'os (atos re(eridos na inicial. Par!gra(o 3nico.< Art. *?*.*-5 de 1::5< Par!gra(o 3nico.*: e .*. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. No $rocedi'ento su'!rio não são ad'iss%veis a ação declaratória incidental e a intervenção de terceiros salvo a assist1ncia o recurso de terceiro $rejudicado e a intervenção (undada e' contrato de seguro. *?5/A.. Nas co'arcas ou varas e' que não (or $oss%vel a taquigra(ia a estenoti$ia ou outro '"todo de docu'entação os de$oi'entos serão redu&idos a ter'o do qual constar! a$enas o essencial. *?* e *?. *?-.:. A $etição inicial ser! instru%da co' os docu'entos indis$ens!veis 0 $ro$ositura da ação. Art. *?5.III &( PR(CE&I0EN+( (R&IN>RI( CAP1+2L( I &A PE+I34( INICIAL Se56o I &os ReIuisitos da Peti56o Inicial Art. Art.@ I e II ser! designada audi1ncia de instrução e julga'ento $ara data $ró#i'a não e#cedente de trinta dias salvo se +ouver deter'inação de $er%cia. Juando a 'at"ria controvertida (or unica'ente de direito e no ju%&o j! +ouver sido $ro(erida sentença de total i'$roced1ncia e' outros casos id1nticos $oder! ser dis$ensada a citação e $ro(erida sentença re$rodu&indo/se o teor da anterior'ente $rolatada.7Inclu%do $ela Lei n9 :. 6e o autor não cu'$rir a dilig1ncia o jui& inde(erir! a $etição inicial. Art. ou que a$resenta de(eitos e irregularidades ca$a&es de di(icultar o julga'ento de '"rito deter'inar! que o autor a e'ende ou a co'$lete no $ra&o de 1@ 7de&< dias. Estando e' ter'os a $etição inicial o jui& a des$ac+ar! ordenando a citação do r"u $ara res$onder2 do 'andado constar! que não sendo contestada a ação se $resu'irão aceitos $elo r"u co'o verdadeiros os (atos articulados $elo autor. *?1 / Findos a instrução e os debates orais o jui& $ro(erir! sentença na $ró$ria audi1ncia ou no $ra&o de de& dias.*-5 de 1::5< +1+2L( . . Ceri(icando o jui& que a $etição inicial não $reenc+e os requisitos e#igidos nos arts.*-5 de 1::5< Art. *.--.

$edido deve ser certo ou deter'inado.< III / quando a deter'inação do valor da condenação de$ender de ato que deva ser $raticado $elo r"u.1? de 1::.*.. Par!gra(o 3nico. Art. *:-. *:5. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.. B *o Juando $ara cada $edido corres$onder ti$o diverso de $rocedi'ento ad'itir/se/! a cu'ulação se o autor e'$regar o $rocedi'ento ordin!rio. *??.. 6e o autor $edir que seja i'$osta ao r"u a abstenção da $r!tica de algu' ato tolerar algu'a atividade $restar ato ou entregar coisa $oder! requerer co'inação de $ena $ecuni!ria $ara o caso de descu'$ri'ento da sentença ou da decisão anteci$atória de tutela 7arts.*. 4 l%cito (or'ular 'ais de u' $edido e' orde' sucessiva a (i' de que o jui& con+eça do $osterior e' não $odendo acol+er o anterior.:*5 de 1:.< Se56o III &o Indeferi:ento da Peti56o Inicial Art.--.< Art... *?=. 78edação dada $ela Lei n9 ?. B 1o 6ão requisitos de ad'issibilidade da cu'ulação: I / que os $edidos seja' co'$at%veis entre si2 II / que seja co'$etente $ara con+ecer deles o 'es'o ju%&o2 III / que seja adequado $ara todos os $edidos o ti$o de $rocedi'ento.:*5 de 1:. . .:*5 de 1:. *:1. 78edação dada $ela Lei n9 5. de *@@=< Se56o II &o Pedido Art.s $edidos são inter$retados restritiva'ente co'$reendendo/se entretanto no $rinci$al os juros legais. Art.:*5 de 1:. Juando $ela lei ou $elo contrato a escol+a couber ao devedor o jui& I+e assegurar! o direito de cu'$rir a $restação de u' ou de outro 'odo ainda que o autor não ten+a (or'ulado $edido alternativo... A $etição inicial ser! inde(erida: 78edação dada $ela Lei n9 5.. Juando a obrigação consistir e' $restaç)es $eriódicas considerar/se/ão elas inclu%das no $edido inde$endente'ente de declaração e#$ressa do autor2 se o devedor no curso do $rocesso dei#ar de $ag!/las ou de consign!/las a sentença as incluir! na condenação enquanto durar a obrigação.< . Antes da citação o autor $oder! aditar o $edido correndo 0 sua conta as custas acrescidas e' ra&ão dessa iniciativa. Art. *?.. de *@@=< B *o Caso seja 'antida a sentença ser! ordenada a citação do r"u $ara res$onder ao recurso.B 1o 6e o autor a$elar " (acultado ao jui& decidir no $ra&o de 5 7cinco< dias não 'anter a sentença e deter'inar o $rossegui'ento da ação. 4 l%cito $or"' (or'ular $edido gen"rico: 78edação dada $ela Lei n9 5. 78edação dada $ela Lei n9 1@. *:@.< I / nas aç)es universais se não $uder o autor individuar na $etição os bens de'andados2 78edação dada $ela Lei n9 5. *:. *?:. Na obrigação indivis%vel co' $luralidade de credores aquele que não $artici$ou do $rocesso receber! a sua $arte dedu&idas as des$esas na $ro$orção de seu cr"dito. Art. Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.de *@@*< Art. 4 $er'itida a cu'ulação nu' 3nico $rocesso contra o 'es'o r"u de v!rios $edidos ainda que entre eles não +aja cone#ão.:*5 de 1:. . *:*.. $edido ser! alternativo quando $ela nature&a da obrigação o devedor $uder cu'$rir a $restação de 'ais de u' 'odo. -=1 B -o e -=1/A<.< II / quando não (or $oss%vel deter'inar de 'odo de(initivo as conseqM1ncias do ato ou do (ato il%cito2 78edação dada $ela Lei n9 5. Art.

:*5 de 1:. . 78edação dada $ela Lei n9 5.< Art.:5* de 1::-< Par!gra(o 3nico..< IC / $ere'$ção2 78edação dada $ela Lei n9 5. 78edação dada $ela Lei n9 5...:*5 de 1:....:*5 de 1:.:*5 de 1:.< IC / contiver $edidos inco'$at%veis entre si..:*5 de 1:.:*5 de 1:. A contestação e a reconvenção serão o(erecidas si'ultanea'ente e' $eças autAno'as2 a e#ceção ser! $rocessada e' a$enso aos autos $rinci$ais. Co'$ete ao r"u alegar na contestação toda a 'at"ria de de(esa e#$ondo as ra&)es de (ato e de direito co' que i'$ugna o $edido do autor e es$eci(icando as $rovas que $retende $rodu&ir. 6e o autor desistir da ação quanto a algu' r"u ainda não citado o $ra&o $ara a res$osta correr! da inti'ação do des$ac+o que de(erir a desist1ncia.:*5 de 1:.< III / o $edido (or juridica'ente i'$oss%vel2 78edação dada $ela Lei n9 5. *:?.< III / in"$cia da $etição inicial2 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:.. Juando (ore' citados $ara a ação v!rios r"us o $ra&o $ara res$onder ser/l+es/! co'u' salvo o dis$osto no art. Art. *1: o B 5 <2 78edação dada $ela Lei n9 5.. Art.:*5 de 1:.: $ar!gra(o 3nico $ri'eira $arte e *?-.< Cl / quando não atendidas as $rescriç)es dos arts.:5* de 1::-< CAP1+2L( II &A RESP(S+A &( R<2 Se56o I &as &isposi5Ces =erais Art.< III / quando o autor carecer de interesse $rocessual2 78edação dada $ela Lei n9 5. .. Inde(erida a $etição inicial o autor $oder! a$elar (acultado ao jui& no $ra&o de -? 7quarenta e oito< +oras re(or'ar sua decisão.:*5 de 1:.< II / da narração dos (atos não decorrer logica'ente a conclusão2 78edação dada $ela Lei n9 5.< C / quando o ti$o de $rocedi'ento escol+ido $elo autor não corres$onder 0 nature&a da causa ou ao valor da ação2 caso e' que só não ser! inde(erida se $uder ada$tar/se ao ti$o de $rocedi'ento legal2 78edação dada $ela Lei n9 5.@@. . *::... Co'$ete/l+e $or"' antes de discutir o '"rito alegar: 78edação dada $ela Lei n9 5. 78edação dada $ela Lei n9 ?.@1. *:.:*5 de 1:.. Art. Considera/se ine$ta a $etição inicial quando: 78edação dada $ela Lei n9 5..I / quando (or ine$ta2 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:. Par!gra(o 3nico.:*5 de 1:.< I / ine#ist1ncia ou nulidade da citação2 78edação dada $ela Lei n9 5.< I / I+e (altar $edido ou causa de $edir2 78edação dada $ela Lei n9 5. 1:1. Se56o II &a Contesta56o Art. Não sendo re(or'ada a decisão os autos serão i'ediata'ente enca'in+ados ao tribunal co'$etente...< IC / quando o jui& veri(icar desde logo a decad1ncia ou a $rescrição 7art..< ..:*5 de 1:. . 78edação dada $ela Lei n9 ?. *:=.< Par!gra(o 3nico.:*5 de 1:.:*5 de 1:.:*5 de 1:.< C / litis$end1ncia2 78edação dada $ela Lei n9 5.< II / quando a $arte (or 'ani(esta'ente ileg%ti'a2 78edação dada $ela Lei n9 5. r"u $oder! o(erecer no $ra&o de 15 7quin&e< dias e' $etição escrita dirigida ao jui& da causa contestação e#ceção e reconvenção.< II / inco'$et1ncia absoluta2 78edação dada $ela Lei n9 5.

Par!gra(o 3nico. Presu'e'/se verdadeiros os (atos não i'$ugnados salvo: I / se não (or ad'iss%vel a seu res$eito a con(issão2 II / se a $etição inicial não estiver aco'$an+ada do instru'ento $3blico que a lei considerar da substKncia do ato2 III / se estivere' e' contradição co' a de(esa considerada e' seu conjunto. 78edação dada $ela Lei n9 5. .....:*5 de 1:. 7Inclu%do $ela Lei n9 5.@. . .. 4 l%cito a qualquer das $artes argMir $or 'eio de e#ceção a inco'$et1ncia 7art.:*5 de 1:..5<.:*5 de 1:.< B -o Co' e#ceção do co'$ro'isso arbitral o jui& con+ecer! de o(%cio da 'at"ria enu'erada neste artigo. Conclusos os autos o jui& 'andar! $rocessar a e#ceção ouvindo o e#ce$to dentro e' 1@ 7de&< dias e decidindo e' igual $ra&o.< II / convenção de arbitrage'2 78edação dada $ela Lei n9 :. Par!gra(o 3nico.*?@ de *@@=< Art.Cl / coisa julgada2 78edação dada $ela Lei n9 5. 1.@.@*.. Fe$ois da contestação só " l%cito dedu&ir novas alegaç)es quando: I / relativas a direito su$erveniente2 II / co'$etir ao jui& con+ecer delas de o(%cio2 III / $or e#$ressa autori&ação legal $udere' ser (or'uladas e' qualquer te'$o e ju%&o. *=5 III< at" que seja de(initiva'ente julgada.:*5 de 1:. 78edação dada $ela Lei n9 5.< B *o D'a ação " id1ntica 0 outra quando te' as 'es'as $artes a 'es'a causa de $edir e o 'es'o $edido. e#ci$iente argMir! a inco'$et1ncia e' $etição (unda'entada e devida'ente instru%da indicando o ju%&o $ara o qual declina. .. . Art. . ..< Art.:*5 de 1:.< Clll / inca$acidade da $arte de(eito de re$resentação ou (alta de autori&ação2 78edação dada $ela Lei n9 5.. Na e#ceção de inco'$et1ncia 7art. Cabe ta'b"' ao r"u 'ani(estar/se $recisa'ente sobre os (atos narrados na $etição inicial.@-.< B .:*5 de 1:.@?. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.:*5 de 1:. 11*< o i'$edi'ento 7art.< Il / (alta de caução ou de outra $restação que a lei e#ige co'o $reli'inar. Este direito $ode ser e#ercido e' qualquer te'$o ou grau de jurisdição cabendo 0 $arte o(erecer e#ceção no $ra&o de 15 7quin&e< dias contado do (ato que ocasionou a inco'$et1ncia o i'$edi'ento ou a sus$eição. Art. Subse56o I &a Inco:petência Art.< B 1o Ceri(ica/se a litis$end1ncia ou a coisa julgada quando se re$rodu& ação anterior'ente ajui&ada.< CII / cone#ão2 78edação dada $ela Lei n9 5. Art.. . . 78edação dada $ela Lei n9 5. 8ecebida a e#ceção o $rocesso (icar! sus$enso 7art.@=..@. 1. 78edação dada $ela Lei n9 5. 11* desta Lei< a $etição $ode ser $rotocoli&ada no ju%&o de do'ic%lio do r"u co' requeri'ento de sua i'ediata re'essa ao ju%&o que deter'inou a citação. Esta regra quanto ao Anus da i'$ugnação es$eci(icada dos (atos não se a$lica ao advogado dativo ao curador es$ecial e ao órgão do Ginist"rio P3blico. Se56o III &as EJce5Ces Art.:*5 de 1:. de 1::=< I / car1ncia de ação2 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:.o N! litis$end1ncia quando se re$ete ação que est! e' curso2 +! coisa julgada quando se re$ete ação que j! (oi decidida $or sentença de que não caiba recurso.-< ou a sus$eição 7art.@5.

1=. Não $ode o r"u e' seu $ró$rio no'e reconvir ao autor quando este de'andar e' no'e de outre'. Art. 78edação dada $ela Lei n9 5. Art. Art..1@. 1. . . . &a Reconven56o Art.*@. . Art.. .:*5 de 1:. Art. .*1. 6e o r"u não contestar a ação re$utar/se/ão verdadeiros os (atos a(ir'ados $elo autor. . 7Inclu%do $ela Lei n9 11.11. Ainda que ocorra revelia o autor não $oder! alterar o $edido ou a causa de $edir ne' de'andar declaração incidente salvo $ro'ovendo nova citação do r"u a que' ser! assegurado o direito de res$onder no $ra&o de 15 7quin&e< dias.1*.1:. revel $oder! intervir no $rocesso e' qualquer (ase recebendo/o no estado e' que se encontrar. . .15. Oulgada $rocedente a e#ceção os autos serão re'etidos ao jui& co'$etente. .< Art.< Art. 78edação dada $ela Lei n9 5.*-5 de 1::5< Art.*?@ de *@@=< Par!gra(o 3nico .@:. .1?. A revelia não indu& contudo o e(eito 'encionado no artigo antecedente: I / se +avendo $luralidade de r"us algu' deles contestar a ação2 II / se o lit%gio versar sobre direitos indis$on%veis2 III / se a $etição inicial não estiver aco'$an+ada do instru'ento $3blico que a lei considere indis$ens!vel 0 $rova do ato.ELIA Art. r"u $ode reconvir ao autor no 'es'o $rocesso toda ve& que a reconvenção seja cone#a co' a ação $rinci$al ou co' o (unda'ento da de(esa. Art. Art. .**. Navendo necessidade de $rova teste'un+al o jui& designar! audi1ncia de instrução decidindo dentro de 1@ 7de&< dias.1-.1. A $arte o(erecer! a e#ceção de i'$edi'ento ou de sus$eição es$eci(icando o 'otivo da recusa 7arts... .e 1. Fes$ac+ando a $etição o jui& se recon+ecer o i'$edi'ento ou a sus$eição ordenar! a re'essa dos autos ao seu substituto legal2 e' caso contr!rio dentro de 1@ 7de&< dias dar! as suas ra&)es aco'$an+adas de docu'entos e de rol de teste'un+as se +ouver ordenando a re'essa dos autos ao tribunal.5<.. Se56o I.(erecida a reconvenção o autor reconvindo ser! inti'ado na $essoa do seu $rocurador $ara contest!/la no $ra&o de 15 7quin&e< dias. . 7B 19 renu'erado $ela Lei n9 :. Subse56o II &o I:pedi:ento e da Suspei56o Art. A desist1ncia da ação ou a e#ist1ncia de qualquer causa que a e#tinga não obsta ao $rossegui'ento da reconvenção. Contra o revel que não ten+a $atrono nos autos correrão os $ra&os inde$endente'ente de inti'ação a $artir da $ublicação de cada ato decisório.:*5 de 1:. . 78edação dada $ela Lei n9 11. jui& inde(erir! a $etição inicial da e#ceção quando 'ani(esta'ente i'$rocedente. A $etição dirigida ao jui& da causa $oder! ser instru%da co' docu'entos e' que o e#ci$iente (undar a alegação e conter! o rol de teste'un+as. CAP1+2L( III &A RE.*?@ de *@@=< .Art.1. Oulgar/se/ão na 'es'a sentença a ação e a reconvenção. . Par!gra(o 3nico. Ceri(icando que a e#ceção não te' (unda'ento legal o tribunal deter'inar! o seu arquiva'ento2 no caso contr!rio condenar! o jui& nas custas 'andando re'eter os autos ao seu substituto legal. .*-5 de 1::5< B *9 78evogado $ela Lei n9 :.

Se56o III &os Batos I:peditivos% 0odificativos ou EJtintivos do Pedido Art. Ceri(icando a e#ist1ncia de irregularidades ou de nulidades san!veis o jui& 'andar! su$ri/las (i#ando 0 $arte $ra&o nunca su$erior a .:*5 de 1:. . . .*-. . .< II / quando ocorrer a revelia 7art.@ 7trinta< dias $ara a qual serão as $artes .CIFVNCIA6 P8ELIGINA8E6 Art. . Art.@ 7trinta< dias.@. .*.correndo qualquer das +i$óteses $revistas nos arts. 6e o r"u recon+ecendo o (ato e' que se (undou a ação outro I+e o$user i'$editivo 'odi(icativo ou e#tintivo do direito do autor este ser! ouvido no $ra&o de 1@ 7de&< dias (acultando/l+e o jui& a $rodução de $rova docu'ental. e *=: II a C o jui& declarar! e#tinto o $rocesso.< I / quando a questão de '"rito (or unica'ente de direito ou sendo de direito e de (ato não +ouver necessidade de $rodu&ir $rova e' audi1ncia2 78edação dada $ela Lei n9 5. . &as AleFa5Ces do RAu Art. . IC FA6 P8. 78edação dada $ela Lei n9 5. . Se56o II &o JulFa:ento Antecipado da Lide Art.@1 o jui& 'andar! ouvir o autor no $ra&o de 1@ 7de&< dias $er'itindo/l+e a $rodução de $rova docu'ental.:*5 de 1:. .. Se56o I...< Se56o III &a Audiência Preli:inar 78edação dada $ela Lei n9 1@. jui& con+ecer! direta'ente do $edido $ro(erindo sentença: 78edação dada $ela Lei n9 5...1:<.*:.. . 6e o r"u alegar qualquer das 'at"rias enu'eradas no art.*=.*?.< Se56o II &a &eclara56o incidente Art. .*5.*.CAPQ>DL.1. 6e o r"u não contestar a ação o jui& veri(icando que não ocorreu o e(eito da revelia 'andar! que o autor es$eci(ique as $rovas que $retenda $rodu&ir na audi1ncia.de *@@*< Art. 78edação dada $ela Lei n9 5.. &( J2L=A0EN+( C(NB(R0E ( ES+A&( &( PR(CESS( Se56o I &a EJtin56o do Processo Art. 5o<. *=.:*5 de 1:. Cu'$ridas as $rovid1ncias $reli'inares ou não +avendo necessidade delas o jui& $ro(erir! julga'ento con(or'e o estado do $rocesso observando o que dis$)e o ca$%tulo seguinte..--. CAP1+2L( . Contestando o r"u o direito que constitui (unda'ento do $edido o autor $oder! requerer no $ra&o de 1@ 7de&< dias que sobre ele o jui& $ro(ira sentença incidente se da declaração da e#ist1ncia ou da ine#ist1ncia do direito de$ender no todo ou e' $arte o julga'ento da lide 7art. . Findo o $ra&o $ara a res$osta do r"u o escrivão (ar! a conclusão dos autos. jui& no $ra&o de 1@ 7de&< dias deter'inar! con(or'e o caso as $rovid1ncias $reli'inares que consta' das seç)es deste Ca$%tulo.:*5 de 1:. 6e não ocorrer qualquer das +i$óteses $revistas nas seç)es $recedentes e versar a causa sobre direitos que ad'ita' transação o jui& designar! audi1ncia $reli'inar a reali&ar/se no $ra&o de . Se56o I &o Efeito da Revelia Art.

de *@@*< B 1o .btida a conciliação ser! redu&ida a ter'o e +o'ologada $or sentença. Art. . . 7Inclu%do $ela Lei n9 1@. Par!gra(o 3nico. A $arte que alegar direito 'unici$al estadual estrangeiro ou consuetudin!rio $rovar/l+e/! o teor e a vig1ncia se assi' o deter'inar o jui&.AS Se56o I &as &isposi5Ces =erais Art. Anus da $rova incu'be: I / ao autor quanto ao (ato constitutivo do seu direito2 II / ao r"u quanto 0 e#ist1ncia de (ato i'$editivo 'odi(icativo ou e#tintivo do direito do autor.inti'adas a co'$arecer $odendo (a&er/se re$resentar $or $rocurador ou $re$osto co' $oderes $ara transigir..de *@@*< CAP1+2L( . 4 nula a convenção que distribui de 'aneira diversa o Anus da $rova quando: I / recair sobre direito indis$on%vel da $arte2 II / tornar e#cessiva'ente di(%cil a u'a $arte o e#erc%cio do direito. ..*. .?. >odos os 'eios legais be' co'o os 'oral'ente leg%ti'os ainda que não es$eci(icados neste Código são +!beis $ara $rovar a verdade dos (atos e' que se (unda a ação ou a de(esa.-. Art.--. 78edação dada $ela Lei n9 1@. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. Art.. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.I &AS PR(. *=5 desta Lei quando tendo sido requeridas antes da decisão de sanea'ento a $rova nelas solicitada a$resentar/se i'$rescind%vel.--... Art. Par!gra(o 3nico.o 6e o direito e' lit%gio não ad'itir transação ou se as circunstKncias da causa evidenciare' ser i'$rov!vel sua obtenção o jui& $oder! desde logo sanear o $rocesso e ordenar a $rodução da $rova nos ter'os do B *o.. . Art. Não de$ende' de $rova os (atos: I / notórios2 II / a(ir'ados $or u'a $arte e con(essados $ela $arte contr!ria2 III / ad'itidos no $rocesso co'o incontroversos2 IC / e' cujo (avor 'ilita $resunção legal de e#ist1ncia ou de veracidade.. ..:5* de 1::-< B *o 6e $or qualquer 'otivo não (or obtida a conciliação o jui& (i#ar! os $ontos controvertidos decidir! as quest)es $rocessuais $endentes e deter'inar! as $rovas a sere' $rodu&idas designando audi1ncia de instrução e julga'ento se necess!rio..*?@ de *@@=< Par!gra(o 3nico. .. Art..:5* de 1::-< B . A carta $recatória e a carta rogatória não devolvidas dentro do $ra&o ou concedidas se' e(eito sus$ensivo $oderão ser juntas aos autos at" o julga'ento (inal. 78edação dada $ela Lei n9 11. . E' (alta de nor'as jur%dicas $articulares o jui& a$licar! as regras de e#$eri1ncia co'u' sub'inistradas $ela observação do que ordinaria'ente acontece e ainda as regras da e#$eri1ncia t"cnica ressalvado quanto a esta o e#a'e $ericial.5. 6alvo dis$osição es$ecial e' contr!rio as $rovas deve' ser $rodu&idas e' audi1ncia.=. Juando a $arte ou a teste'un+a $or en(er'idade ou $or outro 'otivo relevante estiver i'$ossibilitada de co'$arecer 0 audi1ncia 'as não de $restar de$oi'ento o jui& designar! con(or'e as circunstKncias dia +ora e lugar $ara inquiri/ la. . A carta $recatória e a carta rogatória sus$enderão o $rocesso no caso $revisto na al%nea b do inciso IC do art.

Se56o II &o &epoi:ento Pessoal Art. 1. . . Esta dis$osição não se a$lica 0s aç)es de (iliação de desquite e de anulação de casa'ento. A $arte ser! interrogada na (or'a $rescrita $ara a inquirição de teste'un+as. Al"' dos deveres enu'erados no art. A con(issão judicial (a& $rova contra o con(itente não $rejudicando todavia os litisconsortes. A $arte res$onder! $essoal'ente sobre os (atos articulados não $odendo servir/se de escritos adrede $re$arados2 o jui& I+e $er'itir! todavia a consulta a notas breves desde que objetive' co'$letar esclareci'entos.-?..-5.--.-1. Art. A con(issão " judicial ou e#trajudicial. . Nas aç)es que versare' sobre bens i'óveis ou direitos sobre i'óveis al+eios a con(issão de u' cAnjuge não valer! se' a do outro.:. Art. Juando o jui& não o deter'inar de o(%cio co'$ete a cada $arte requerer o de$oi'ento $essoal da outra a (i' de interrog!/la na audi1ncia de instrução e julga'ento. . . . Juando a $arte se' 'otivo justi(icado dei#ar de res$onder ao que I+e (or $erguntado ou e'$regar evasivas o jui& a$reciando as de'ais circunstKncias e ele'entos de $rova declarar! na sentença se +ouve recusa de de$or. Art. . Ningu"' se e#i'e do dever de colaborar co' o Poder Oudici!rio $ara o descobri'ento da verdade. jui& $ode de o(%cio e' qualquer estado do $rocesso deter'inar o co'$areci'ento $essoal das $artes a (i' de interrog!/las sobre os (atos da causa. Art. A con(issão es$ontKnea $ode ser (eita $ela $ró$ria $arte ou $or 'andat!rio co' $oderes es$eciais..5@. Par!gra(o 3nico. .co'$ete 0 $arte: I / co'$arecer e' ju%&o res$ondendo ao que I+e (or interrogado2 II / sub'eter/se 0 ins$eção judicial que (or julgada necess!ria2 III / $raticar o ato que I+e (or deter'inado. Art. . Co'$ete ao terceiro e' relação a qualquer $leito: I / in(or'ar ao jui& os (atos e as circunstKncias de que ten+a con+eci'ento2 II / e#ibir coisa ou docu'ento que esteja e' seu $oder.-*. A con(issão judicial $ode ser es$ontKnea ou $rovocada.-@. Par!gra(o 3nico. .-.-. .-=. . Art. Fa con(issão es$ontKnea tanto que requerida $ela $arte se lavrar! o res$ectivo ter'o nos autos2 a con(issão $rovocada constar! do de$oi'ento $essoal $restado $ela $arte. B *o 6e a $arte inti'ada não co'$arecer ou co'$arecendo se recusar a de$or o jui& I+e a$licar! a $ena de con(issão. Par!gra(o 3nico. A $arte não " obrigada a de$or de (atos: I / cri'inosos ou tor$es que I+e (ore' i'$utados2 II / a cujo res$eito $or estado ou $ro(issão deva guardar sigilo..-:. Se56o III &a Confiss6o Art. Art. Art. B 1o A $arte ser! inti'ada $essoal'ente constando do 'andado que se $resu'irão con(essados os (atos contra ela alegados caso não co'$areça ou co'$arecendo se recuse a de$or. . Par!gra(o 3nico. Art. 4 de(eso a que' ainda não de$As assistir ao interrogatório da outra $arte.Art. N! con(issão quando a $arte ad'ite a verdade de u' (ato contr!rio ao seu interesse e (avor!vel ao advers!rio. .

5=. Se56o I. A con(issão quando e'anar de erro dolo ou coação $ode ser revogada: I / $or ação anulatória se $endente o $rocesso e' que (oi (eita2 II / $or ação rescisória de$ois de transitada e' julgado a sentença da qual constituir o 3nico (unda'ento.=1. >odavia quando (eita verbal'ente só ter! e(ic!cia nos casos e' que a lei não e#ija $rova literal. Cabe ao con(itente o direito de $ro$or a ação nos casos de que trata este artigo2 'as u'a ve& iniciada $assa aos seus +erdeiros. 6e o terceiro se' justo 'otivo se recusar a e(etuar a e#ibição o jui& l+e ordenar! que $roceda ao res$ectivo de$ósito e' cartório ou noutro lugar designado no $ra&o de 5 7cinco< dias i'$ondo ao requerente que o e'bolse das des$esas que tiver2 se o terceiro descu'$rir a orde' o jui& e#$edir! 'andado de a$reensão requisitando se . Não vale co'o con(issão a ad'issão e' ju%&o de (atos relativos a direitos indis$on%veis. .5*.5?.5.. Art. requerido dar! a sua res$osta nos 5 7cinco< dias subseqMentes 0 sua inti'ação.5.2 II / se a recusa (or +avida $or ileg%ti'a.=@. Art. Par!gra(o 3nico. Par!gra(o 3nico. A con(issão e#trajudicial (eita $or escrito 0 $arte ou a que' a re$resente te' a 'es'a e(ic!cia $robatória da judicial2 (eita a terceiro ou contida e' testa'ento ser! livre'ente a$reciada $elo jui&. &a EJibi56o de &ocu:ento ou Coisa Art.51. Art. . jui& não ad'itir! a recusa: I / se o requerido tiver obrigação legal de e#ibir2 II / se o requerido aludiu ao docu'ento ou 0 coisa no $rocesso co' o intuito de constituir $rova2 III / se o docu'ento $or seu conte3do (or co'u' 0s $artes. . A con(issão " de regra indivis%vel não $odendo a $arte que a quiser invocar co'o $rova aceit!/la no tó$ico que a bene(iciar e rejeit!/la no que I+e (or des(avor!vel. $edido (or'ulado $ela $arte conter!: I / a individuação tão co'$leta quanto $oss%vel do docu'ento ou da coisa2 II / a (inalidade da $rova indicando os (atos que se relaciona' co' o docu'ento ou a coisa2 III / as circunstKncias e' que se (unda o requerente $ara a(ir'ar que o docu'ento ou a coisa e#iste e se ac+a e' $oder da $arte contr!ria. . . 6e a(ir'ar que não $ossui o docu'ento ou a coisa o jui& $er'itir! que o requerente $rove $or qualquer 'eio que a declaração não corres$onde 0 verdade. . .=*. Juando o docu'ento ou a coisa estiver e' $oder de terceiro o jui& 'andar! cit!/lo $ara res$onder no $ra&o de 1@ 7de&< dias. 6e o terceiro negar a obrigação de e#ibir ou a $osse do docu'ento ou da coisa o jui& designar! audi1ncia es$ecial to'ando/l+e o de$oi'ento be' co'o o das $artes e se necess!rio de teste'un+as2 e' seguida $ro(erir! a sentença.55. . .. . . Art. Cindir/se/! todavia quando o con(itente I+e adu&ir (atos novos suscet%veis de constituir (unda'ento de de(esa de direito 'aterial ou de reconvenção. Art. Art.5:.5-. . . Art.5.Art. Art. . . Art. . . jui& $ode ordenar que a $arte e#iba docu'ento ou coisa que se ac+e e' seu $oder. Art. Ao decidir o $edido o jui& ad'itir! co'o verdadeiros os (atos que $or 'eio do docu'ento ou da coisa a $arte $retendia $rovar: I / se o requerido não e(etuar a e#ibição ne' (i&er qualquer declaração no $ra&o do art.

. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.. CI / as re$roduç)es digitali&adas de qualquer docu'ento $3blico ou $articular quando juntados aos autos $elos órgãos da Oustiça e seus au#iliares $elo Ginist"rio P3blico e seus au#iliares $elas $rocuradorias $elas re$artiç)es $3blicas e' geral e $or advogados $3blicos ou $rivados ressalvada a alegação 'otivada e (unda'entada de adulteração antes ou durante o $rocesso de digitali&ação.< IC / se a e#ibição acarretar a divulgação de (atos a cujo res$eito $or estado ou $ro(issão deva' guardar segredo2 78edação dada $ela Lei n9 5. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.s originais dos docu'entos digitali&ados 'encionados no inciso CI do caput deste artigo deverão ser $reservados $elo seu detentor at" o (inal do $ra&o $ara inter$osição de ação rescisória. 78edação dada $ela Lei n9 5. Art. docu'ento $3blico (a& $rova não só da sua (or'ação 'as ta'b"' dos (atos que o escrivão o tabelião ou o (uncion!rio declarar que ocorrera' e' sua $resença.< C / se subsistire' outros 'otivos graves que segundo o $rudente arb%trio do jui& justi(ique' a recusa da e#ibição.< Se56o .necess!rio (orça $olicial tudo se' $reju%&o da res$onsabilidade $or cri'e de desobedi1ncia..:*5 de 1:.< Par!gra(o 3nico. 78edação dada $ela Lei n9 5..-1: de *@@=<. I a C dissere' res$eito só a u'a $arte do conte3do do docu'ento da outra se e#trair! u'a su'a $ara ser a$resentada e' ju%&o. A $arte e o terceiro se escusa' de e#ibir e' ju%&o o docu'ento ou a coisa: 78edação dada $ela Lei n9 5.=. . .< II / se a sua a$resentação $uder violar dever de +onra2 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:.-1: de *@@=<.?* de *@@=<. IC / as có$ias re$rogr!(icas de $eças do $ró$rio $rocesso judicial declaradas aut1nticas $elo $ró$rio advogado sob sua res$onsabilidade $essoal se não l+es (or i'$ugnada a autenticidade.:*5 de 1:. &a Prova &ocu:ental Subse56o I &a Bor5a Probante dos &ocu:entos Art.:*5 de 1:. Fa&e' a 'es'a $rova que os originais: I / as certid)es te#tuais de qualquer $eça dos autos do $rotocolo das audi1ncias ou de outro livro a cargo do escrivão sendo e#tra%das $or ele ou sob sua vigilKncia e $or ele subscritas2 II / os traslados e as certid)es e#tra%das $or o(icial $3blico de instru'entos ou docu'entos lançados e' suas notas2 III / as re$roduç)es dos docu'entos $3blicos desde que autenticadas $or o(icial $3blico ou con(eridas e' cartório co' os res$ectivos originais.< I / se concernente a negócios da $ró$ria vida da (a'%lia2 78edação dada $ela Lei n9 5..=5.=-. . ..-1: de *@@=<.:*5 de 1:.. C / os e#tratos digitais de bancos de dados $3blicos e $rivados desde que atestado $elo seu e'itente sob as $enas da lei que as in(or'aç)es con(ere' co' o que consta na orige'2 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 6e os 'otivos de que trata' os ns. .:*5 de 1:.. Art..:*5 de 1:. B 1o .< III / se a $ublicidade do docu'ento redundar e' desonra 0 $arte ou ao terceiro be' co'o a seus $arentes consangM%neos ou a(ins at" o terceiro grau2 ou l+es re$resentar $erigo de ação $enal2 78edação dada $ela Lei n9 5. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.

Art. .=. Art.*. Gas e' relação a terceiros considerar/se/! datado o docu'ento $articular: I / no dia e' que (oi registrado2 II / desde a 'orte de algu' dos signat!rios2 III / a $artir da i'$ossibilidade (%sica que sobreveio a qualquer dos signat!rios2 IC / da sua a$resentação e' re$artição $3blica ou e' ju%&o2 C / do ato ou (ato que estabeleça de 'odo certo a anterioridade da (or'ação do docu'ento. . . telegra'a o radiogra'a ou qualquer outro 'eio de trans'issão te' a 'es'a (orça $robatória do docu'ento $articular se o original constante da estação e#$edidora (oi assinado $elo re'etente. .-. Par!gra(o 3nico.@.==. Juando todavia contiver declaração de ci1ncia relativa a deter'inado (ato o docu'ento $articular $rova a declaração 'as não o (ato declarado co'$etindo ao interessado e' sua veracidade o Anus de $rovar o (ato. Juando a lei e#igir co'o da substKncia do ato o instru'ento $3blico nen+u'a outra $rova $or 'ais es$ecial que seja $ode su$rir/l+e a (alta. As declaraç)es constantes do docu'ento $articular escrito e assinado ou so'ente assinado $resu'e'/se verdadeiras e' relação ao signat!rio. Art. Par!gra(o 3nico..-1: de *@@=<. docu'ento $articular ad'itido e#$ressa ou tacita'ente " indivis%vel sendo de(eso 0 $arte que $retende utili&ar/se dele aceitar os (atos que I+e são (avor!veis e recusar os que são contr!rios ao seu interesse salvo se $rovar que estes se não veri(icara'. .=:. Art. 8e$uta/se autor do docu'ento $articular: I / aquele que o (e& e o assinou2 II / aquele $or conta de que' (oi (eito estando assinado2 III / aquele que 'andando co'$A/lo não o (ir'ou $orque con(or'e a e#$eri1ncia co'u' não se costu'a assinar co'o livros co'erciais e assentos do'"sticos. .1.B *o >ratando/se de có$ia digital de t%tulo e#ecutivo e#trajudicial ou outro docu'ento relevante 0 instrução do $rocesso o jui& $oder! deter'inar o seu de$ósito e' cartório ou secretaria. . 8essalvado o dis$osto no $ar!gra(o 3nico do artigo anterior o docu'ento $articular de cuja autenticidade se não duvida $rova que o seu autor (e& a declaração que I+e " atribu%da. Par!gra(o 3nico.. Par!gra(o 3nico. Co'$ete 0 $arte contra que' (oi $rodu&ido docu'ento $articular alegar no $ra&o estabelecido no art. Art...:@ se I+e ad'ite ou não a autenticidade da assinatura e a veracidade do conte#to2 $resu'indo/se co' o sil1ncio que o te' $or verdadeiro.. . . .=?. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. A (ir'a do re'etente $oder! ser recon+ecida $elo tabelião declarando/se essa circunstKncia no original de$ositado na estação e#$edidora.. Cessa todavia a e(ic!cia da ad'issão e#$ressa ou t!cita se o docu'ento +ouver sido obtido $or erro dolo ou coação. Art. Art.. 8e$uta/se aut1ntico o docu'ento quando o tabelião recon+ecer a (ir'a do signat!rio declarando que (oi a$osta e' sua $resença. . Art. . Art. .. docu'ento (eito $or o(icial $3blico inco'$etente ou se' a observKncia das (or'alidades legais sendo subscrito $elas $artes te' a 'es'a e(ic!cia $robatória do docu'ento $articular. A data do docu'ento $articular quando a seu res$eito surgir d3vida ou i'$ugnação entre os litigantes $rovar/se/! $or todos os 'eios de direito. .

. jui& a$reciar! livre'ente a (" que deva 'erecer o docu'ento quando e' $onto substancial e se' ressalva contiver entrelin+a e'enda borrão ou cancela'ento. Jualquer re$rodução 'ecKnica co'o a (otogr!(ica cine'atogr!(ica (onogr!(ica ou de outra es$"cie (a& $rova dos (atos ou das coisas re$resentadas se aquele contra que' (oi $rodu&ida I+e ad'itir a con(or'idade. . . B *o / 6e a $rova (or u'a (otogra(ia $ublicada e' jornal e#igir/se/ão o original e o negativo. .. Par!gra(o 3nico.s livros co'erciais $rova' contra o seu autor.s livros co'erciais que $reenc+a' os requisitos e#igidos $or lei $rova' ta'b"' a (avor do seu autor no lit%gio entre co'erciantes. Art.?*. jui& $ode ordenar a requeri'ento da $arte a e#ibição integral dos livros co'erciais e dos docu'entos do arquivo: I / na liquidação de sociedade2 II / na sucessão $or 'orte de sócio2 III / quando e co'o deter'inar a lei. . ..?5. .Art. As cartas be' co'o os registros do'"sticos $rova' contra que' os escreveu quando: I / enuncia' o recebi'ento de u' cr"dito2 II / cont1' anotação que visa a su$rir a (alta de t%tulo e' (avor de que' " a$ontado co'o credor2 III / e#$ressa' con+eci'ento de (atos $ara os quais não se e#ija deter'inada $rova. .:*5 de 1:.?1. A escrituração cont!bil " indivis%vel: se dos (atos que resulta' dos lança'entos uns são (avor!veis ao interesse de seu autor e outros I+e são contr!rios a'bos serão considerados e' conjunto co'o unidade. Art. . I'$ugnada a autenticidade da re$rodução 'ecKnica o jui& ordenar! a reali&ação de e#a'e $ericial.< Art.5.?=.. Art. . B 1o / Juando se tratar de (otogra(ia esta ter! de ser aco'$an+ada do res$ectivo negativo. . .?. Art.?.:. . . A$lica/se esta regra tanto $ara o docu'ento que o credor conservar e' seu $oder co'o $ara aquele que se ac+ar e' $oder do devedor. . Art. . As re$roduç)es (otogr!(icas ou obtidas $or outros $rocessos de re$etição dos docu'entos $articulares vale' co'o certid)es se'$re que o escrivão $ortar $or (" a sua con(or'idade co' o original.?-. A nota escrita $elo credor e' qualquer $arte de docu'ento re$resentativo de obrigação ainda que não assinada (a& $rova e' bene(%cio do devedor. .. jui& $ode de o(%cio ordenar 0 $arte a e#ibição $arcial dos livros e docu'entos e#traindo/se deles a su'a que interessar ao lit%gio be' co'o re$roduç)es autenticadas. .. . 4 l%cito ao co'erciante todavia de'onstrar $or todos os 'eios $er'itidos e' direito que os lança'entos não corres$onde' 0 verdade dos (atos. A có$ia de docu'ento $articular te' o 'es'o valor $robante que o original cabendo ao escrivão inti'adas as $artes $roceder 0 con(er1ncia e certi(icar a con(or'idade entre a có$ia e o original. Art. 78edação dada $ela Lei n9 5.. Art. . Par!gra(o 3nico.?@. Art.?. Art. Cessa a (" do docu'ento $3blico ou $articular sendo/l+e declarada judicial'ente a (alsidade. telegra'a ou o radiogra'a $resu'e/se con(or'e co' o original $rovando a data de sua e#$edição e do recebi'ento $elo destinat!rio. Art. ..=... Art.

:=.. *:. Fe$ois de encerrada a instrução o incidente de (alsidade correr! e' a$enso aos autos $rinci$ais2 no tribunal $rocessar/se/! $erante o relator observando/se o dis$osto no artigo antecedente. Logo que (or suscitado o incidente de (alsidade o jui& sus$ender! o $rocesso $rinci$al. Art.?:. Art. Art.:.@ 7trinta< dias certid)es ou re$roduç)es (otogr!(icas das $eças indicadas $elas . . Par!gra(o 3nico. Subse56o III &a Produ56o da Prova &ocu:ental Art. A sentença que resolver o incidente declarar! a (alsidade ou autenticidade do docu'ento. . . Par!gra(o 3nico.< ou a res$osta 7art. . incidente de (alsidade te' lugar e' qualquer te'$o e grau de jurisdição incu'bindo 0 $arte contra que' (oi $rodu&ido o docu'ento suscit!/lo na contestação ou no $ra&o de 1@ 7de&< dias contados da inti'ação da sua juntada aos autos. . .Par!gra(o 3nico. .:?.. Far/se/! abuso quando aquele que recebeu docu'ento assinado co' te#to não escrito no todo ou e' $arte o (or'ar ou o co'$letar $or si ou $or 'eio de outre' violando o $acto (eito co' o signat!rio.:-. . Art. . Art. . . Art. .:1. 4 l%cito 0s $artes e' qualquer te'$o juntar aos autos docu'entos novos quando destinados a (a&er $rova de (atos ocorridos de$ois dos articulados ou $ara contra$A/los aos que (ora' $rodu&idos nos autos.:*. Não se $roceder! ao e#a'e $ericial se a $arte que $rodu&iu o docu'ento concordar e' retir!/lo e a $arte contr!ria não se o$user ao desentran+a'ento. Art.:5. Art. Juando o docu'ento (or o(erecido antes de encerrada a instrução a $arte o argMir! de (also e' $etição dirigida ao jui& da causa e#$ondo os 'otivos e' que (unda a sua $retensão e os 'eios co' que $rovar! o alegado. 6e'$re que u'a das $artes requerer a juntada de docu'ento aos autos o jui& ouvir! a seu res$eito a outra no $ra&o de 5 7cinco< dias. Art. Inti'ada a $arte que $rodu&iu o docu'ento a res$onder no $ra&o de 1@ 7de&< dias o jui& ordenar! o e#a'e $ericial. Cessa a (" do docu'ento $articular quando: I / l+e (or contestada a assinatura e enquanto não se I+e co'$rovar a veracidade2 II / assinado e' branco (or abusiva'ente $reenc+ido.??. A (alsidade consiste: I / e' (or'ar docu'ento não verdadeiro2 II / e' alterar docu'ento verdadeiro. Art. jui& requisitar! 0s re$artiç)es $3blicas e' qualquer te'$o ou grau de jurisdição: I / as certid)es necess!rias 0 $rova das alegaç)es das $artes2 II / os $rocedi'entos ad'inistrativos nas causas e' que (ore' interessados a Dnião o Estado o Gunic%$io ou as res$ectivas entidades da ad'inistração indireta. . Co'$ete 0 $arte instruir a $etição inicial 7art.:@.< co' os docu'entos destinados a $rovar/l+e as alegaç)es. Incu'be o Anus da $rova quando: I / se tratar de (alsidade de docu'ento 0 $arte que a argMir2 II / se tratar de contestação de assinatura 0 $arte que $rodu&iu o docu'ento. Subse56o II &a ArFKi56o de Balsidade Art. *?. . B 1o 8ecebidos os autos o jui& 'andar! e#trair no $ra&o '!#i'o e i'$rorrog!vel de .:.::.

alor da Prova +este:unhal Art.. Jualquer que seja o valor do contrato " ad'iss%vel a $rova teste'un+al quando: I / +ouver co'eço de $rova $or escrito re$utando/se tal o docu'ento e'anado da $arte contra que' se $retende utili&ar o docu'ento co'o $rova2 II / o credor não $ode ou não $odia 'oral ou 'aterial'ente obter a $rova escrita da obrigação e' casos co'o o de $arentesco de$ósito necess!rio ou +os$edage' e' +otel.$artes ou de o(%cio2 (indo o $ra&o devolver! os autos 0 re$artição de orige'.:*5 de 1:. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. A $rova e#clusiva'ente teste'un+al só se ad'ite nos contratos cujo valor não e#ceda o d"cu$lo do 'aior sal!rio '%ni'o vigente no $a%s ao te'$o e' que (ora' celebrados.< II / o que aco'etido $or en(er'idade ou debilidade 'ental ao te'$o e' que ocorrera' os (atos não $odia discerni/los2 ou ao te'$o e' que deve de$or não est! +abilitado a trans'itir as $erce$ç)es2 78edação dada $ela Lei n9 5. 7Inclu%do $ela Lei n9 5.< I / o interdito $or de'1ncia2 78edação dada $ela Lei n9 5. 7Inclu%do $ela Lei n9 5.:*5 de 1:. -@5. -@-.:*5 de 1:.< III / o 'enor de 1= 7de&esseis< anos2 7Inclu%do $ela Lei n9 5. -@*. Art. A $rova teste'un+al " se'$re ad'iss%vel não dis$ondo a lei de 'odo diverso.< II / o que " $arte na causa2 7Inclu%do $ela Lei n9 5. Pode' de$or co'o teste'un+as todas as $essoas e#ceto as inca$a&es i'$edidas ou sus$eitas. ..< B *o 6ão i'$edidos: 78edação dada $ela Lei n9 5.. Art..:*5 de 1:..< B 1o 6ão inca$a&es: 78edação dada $ela Lei n9 5. As nor'as estabelecidas nos dois artigos antecedentes a$lica'/se ao $aga'ento e 0 re'issão da d%vida..-1: de *@@=<.< I / o cAnjuge be' co'o o ascendente e o descendente e' qualquer grau ou colateral at" o terceiro grau de algu'a das $artes $or consangMinidade ou a(inidade salvo se o e#igir o interesse $3blico ou tratando/se de causa relativa ao estado da $essoa não se $uder obter de outro 'odo a $rova que o jui& re$ute necess!ria ao julga'ento do '"rito2 78edação dada $ela Lei n9 5. Art. -@@. Art.. Se56o . 78enu'erado $ela Lei n9 11.< .< III / o que interv"' e' no'e de u'a $arte co'o o tutor na causa do 'enor o re$resentante legal da $essoa jur%dica o jui& o advogado e outros que assista' ou ten+a' assistido as $artes. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:.:*5 de 1:. -@. -@1...-1: de *@@=<. Art.< IC / o cego e o surdo quando a ci1ncia do (ato de$ender dos sentidos que I+es (alta'.. 4 l%cito 0 $arte inocente $rovar co' teste'un+as: I / nos contratos si'ulados a diverg1ncia entre a vontade real e a vontade declarada2 II / nos contratos e' geral os v%cios do consenti'ento.:*5 de 1:.:*5 de 1:.:*5 de 1:.I &a Prova +este:unhal Subse56o I &a Ad:issibilidade e do . B *o As re$artiç)es $3blicas $oderão (ornecer todos os docu'entos e' 'eio eletrAnico con(or'e dis$osto e' lei certi(icando $elo 'es'o 'eio que se trata de e#trato (iel do que consta e' seu banco de dados ou do docu'ento digitali&ado.:*5 de 1:. jui& inde(erir! a inquirição de teste'un+as sobre (atos: I / j! $rovados $or docu'ento ou con(issão da $arte2 II / que só $or docu'ento ou $or e#a'e $ericial $udere' ser $rovados..

:*5 de 1:. .:*5 de 1:.?* de *@@=<. Juando (or arrolado co'o teste'un+a o jui& da causa este: I / declarar/se/! i'$edido se tiver con+eci'ento de (atos que $ossa' in(luir na decisão2 caso e' que ser! de(eso 0 $arte que o incluiu no rol desistir de seu de$oi'ento2 II / se nada souber 'andar! e#cluir o seu no'e. As teste'un+as de$)e' na audi1ncia de instrução $erante o jui& da causa e#ceto: I / as que $resta' de$oi'ento anteci$ada'ente2 II / as que são inquiridas $or carta2 III / as que $or doença ou outro 'otivo relevante estão i'$ossibilitadas de co'$arecer e' ju%&o 7art.:*5 de 1:..B . -1@.. A teste'un+a não " obrigada a de$or de (atos: I / que I+e acarrete' grave dano be' co'o ao seu cAnjuge e aos seus $arentes consangM%neos ou a(ins e' lin+a reta ou na colateral e' segundo grau2 II / a cujo res$eito $or estado ou $ro(issão deva guardar sigilo.o 6ão sus$eitos: 78edação dada $ela Lei n9 5.< IC / o que tiver interesse no lit%gio. -15< e o jui& I+es atribuir! o valor que $ossa' 'erecer.:*5 de 1:.= $ar!gra(o 3nico<2 IC / as designadas no artigo seguinte.< I / o condenado $or cri'e de (also teste'un+o +avendo transitado e' julgado a sentença2 78edação dada $ela Lei n9 5. Art. Subse56o II &a Produ56o da Prova +este:unhal Art.. 4 l%cito a cada $arte o(erecer no '!#i'o de& teste'un+as2 quando qualquer das $artes o(erecer 'ais de tr1s teste'un+as $ara a $rova de cada (ato o jui& $oder! dis$ensar as restantes. Fe$ois de a$resentado o rol de que trata o artigo antecedente a $arte só $ode substituir a teste'un+a: I / que (alecer2 II / que $or en(er'idade não estiver e' condiç)es de de$or2 III / que tendo 'udado de resid1ncia não (or encontrada $elo o(icial de justiça..< B -o 6endo estrita'ente necess!rio o jui& ouvir! teste'un+as i'$edidas ou sus$eitas2 'as os seus de$oi'entos serão $restados inde$endente'ente de co'$ro'isso 7art. 78edação dada $ela Lei n9 5. 6ão inquiridos e' sua resid1ncia ou onde e#erce' a sua (unção: I / o Presidente e o Cice/Presidente da 8e$3blica2 II / o $residente do 6enado e o da CK'ara dos Fe$utados2 III / os 'inistros de Estado2 IC / os 'inistros do 6u$re'o >ribunal Federal do 6u$erior >ribunal de Oustiça do 6u$erior >ribunal Gilitar do >ribunal 6u$erior Eleitoral do >ribunal 6u$erior do >rabal+o e do >ribunal de Contas da Dnião2 78edação dada $ela Lei n9 11.:*5 de 1:..5? de *@@1< Par!gra(o 3nico. 78edação dada $ela Lei n9 1@. -@. . Art. -11. -@:..:*5 de 1:. Art. Incu'be 0s $artes no $ra&o que o jui& (i#ar! ao designar a data da audi1ncia de$ositar e' cartório o rol de teste'un+as $recisando/l+es o no'e $ro(issão resid1ncia e o local de trabal+o2 o'itindo/se o jui& o rol ser! a$resentado at" 1@ 7de&< dias antes da audi1ncia.. -@?..< III / o ini'igo ca$ital da $arte ou o seu a'igo %nti'o2 78edação dada $ela Lei n9 5.< Art... -@=. Art.< II / o que $or seus costu'es não (or digno de ("2 78edação dada $ela Lei n9 5. 78edação dada $ela Lei n9 5.

:*5 de 1:.. -1=. B 1o As $artes deve' tratar as teste'un+as co' urbanidade não I+es (a&endo $erguntas ou consideraç)es i'$ertinentes ca$ciosas ou ve#atórias. . -15..1@ de 1::. . Art. . 6e a teste'un+a negar os (atos que I+e são i'$utados a $arte $oder! $rovar a contradita co' docu'entos ou co' teste'un+as at" tr1s a$resentada no ato e inquiridas e' se$arado.< B *o Juando (igurar no rol de teste'un+as (uncion!rio $3blico ou 'ilitar o jui& o requisitar! ao c+e(e da re$artição ou ao co'ando do cor$o e' que servir.C / o $rocurador/geral da 8e$3blica2 Cl / os senadores e de$utados (ederais2 Cll / os governadores dos Estados dos >erritórios e do Fistrito Federal2 Clll / os de$utados estaduais2 II / os dese'bargadores dos >ribunais de Oustiça os ju%&es dos >ribunais de Alçada os ju%&es dos >ribunais 8egionais do >rabal+o e dos >ribunais 8egionais Eleitorais e os consel+eiros dos >ribunais de Contas dos Estados e do Fistrito Federal2 I / o e'bai#ador de $a%s que $or lei ou tratado concede id1ntica $rerrogativa ao agente di$lo'!tico do Hrasil.< B 1o A $arte $ode co'$ro'eter/se a levar 0 audi1ncia a teste'un+a inde$endente'ente de inti'ação2 $resu'indo/se caso não co'$areça que desistiu de ouvi/la.:*5 de 1:. 6e a teste'un+a dei#ar de co'$arecer se' 'otivo justi(icado ser! condu&ida res$ondendo $elas des$esas do adia'ento. 6endo $rovados ou con(essados os (atos o jui& dis$ensar! a teste'un+a ou I+e to'ar! o de$oi'ento observando o dis$osto no art. Art. jui& solicitar! 0 autoridade que designe dia +ora e local a (i' de ser inquirida re'etendo/l+e có$ia da $etição inicial ou da de(esa o(erecida $ela $arte que arrolou co'o teste'un+a. A teste'un+a " inti'ada a co'$arecer 0 audi1ncia constando do 'andado dia +ora e local be' co'o os no'es das $artes e a nature&a da causa.o A inti'ação $oder! ser (eita $elo correio sob registro ou co' entrega e' 'ão $ró$ria quando a teste'un+a tiver resid1ncia certa. Par!gra(o 3nico. 78edação dada $ela Lei n9 5.. jui& inquirir! as teste'un+as se$arada e sucessiva'ente2 $ri'eiro as do autor e de$ois as do r"u $rovidenciando de 'odo que u'a não ouça o de$oi'ento das outras.:*5 de 1:.< Art. -1*. -@=2 ouvidas as $artes o jui& decidir! de $lano. B *o As $erguntas que o jui& inde(erir serão obrigatoria'ente transcritas no ter'o se a $arte o requerer.@@5 de 1:?*< . Par!gra(o 3nico. 78edação dada $ela Lei n9 . 78edação dada $ela Lei n9 5.< B . -1.. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. B *o A teste'un+a $ode requerer ao jui& que a escuse de de$or alegando os 'otivos de que trata o art. jui& advertir! 0 teste'un+a que incorre e' sanção $enal que' (a& a a(ir'ação (alsa cala ou oculta a verdade. 78edação dada $ela Lei n9 5. Art. Ao in%cio da inquirição a teste'un+a $restar! o co'$ro'isso de di&er a verdade do que souber e I+e (or $erguntado. -@5 B -o... Art. -1-. Antes de de$or a teste'un+a ser! quali(icada declarando o no'e $or inteiro a $ro(issão a resid1ncia e o estado civil be' co'o se te' relaç)es de $arentesco co' a $arte ou interesse no objeto do $rocesso. jui& interrogar! a teste'un+a sobre os (atos articulados cabendo $ri'eiro 0 $arte que a arrolou e de$ois 0 $arte contr!ria (or'ular $erguntas tendentes a esclarecer ou co'$letar o de$oi'ento. B 1o 4 l%cito 0 $arte contraditar a teste'un+a argMindo/l+e a inca$acidade o i'$edi'ento ou a sus$eição. .

-1?. jui& $ode ordenar de o(%cio ou a requeri'ento da $arte: I / a inquirição de teste'un+as re(eridas nas declaraç)es da $arte ou das teste'un+as2 II / a acareação de duas ou 'ais teste'un+as ou de algu'a delas co' a $arte quando sobre (ato deter'inado que $ossa in(luir na decisão da causa divergire' as suas declaraç)es.? III<2 ao aceitar a escusa ou julgar $rocedente a i'$ugnação o jui& no'ear! novo $erito. A teste'un+a $ode requerer ao jui& o $aga'ento da des$esa que e(etuou $ara co'$areci'ento 0 audi1ncia devendo a $arte $ag!/la logo que arbitrada ou de$osit!/la e' cartório dentro de . . $erito $ode escusar/se 7art. 78edação dada $ela Lei n9 ?.o do art. de$oi'ento datilogra(ado ou registrado $or taquigra(ia estenoti$ia ou outro '"todo idAneo de docu'entação ser! assinado $elo jui& $elo de$oente e $elos $rocuradores (acultando/se 0s $artes a sua gravação. -**. 78enu'erado $ela Lei n9 11. 7tr1s< dias.II &a Prova Pericial Art. -*@. A $rova $ericial consiste e' e#a'e vistoria ou avaliação. . . -*. Par!gra(o 3nico.-1: de *@@=<.-55 de 1::*< Art.. Art.. B *o Juando a nature&a do (ato o $er'itir a $er%cia $oder! consistir a$enas na inquirição $elo jui& do $erito e dos assistentes $or ocasião da audi1ncia de instrução e julga'ento a res$eito das coisas que +ouvere' in(or'al'ente e#a'inado ou avaliado.-1: de *@@=<. jui& no'ear! o $erito (i#ando de i'ediato o $ra&o $ara a entrega do laudo.-55 de 1::*< .Art. 1-=< ou ser recusado $or i'$edi'ento ou sus$eição 7art. de$oi'ento ser! $assado $ara a versão datilogr!(ica quando +ouver recurso da sentença ou noutros casos quando o jui& o deter'inar de o(%cio ou a requeri'ento da $arte. -1. -*1. B *o >ratando/se de $rocesso eletrAnico observar/se/! o dis$osto nos BB *o e . 78edação dada $ela Lei n9 ?. de$oi'ento $restado e' ju%&o " considerado serviço $3blico. . $erito $ode ser substitu%do quando: 78edação dada $ela Lei n9 ?. Se56o . 1. A teste'un+a quando sujeita ao regi'e da legislação trabal+ista não so(re $or co'$arecer 0 audi1ncia $erda de sal!rio ne' desconto no te'$o de serviço.-55 de 1::*< Art. 1=: desta Lei.-55 de 1::*< B 1o Incu'be 0s $artes dentro e' 5 7cinco< dias contados da inti'ação do des$ac+o de no'eação do $erito: I / indicar o assistente t"cnico2 II / a$resentar quesitos. Par!gra(o 3nico. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 78edação dada $ela Lei n9 ?. Art. $erito cu'$rir! escru$ulosa'ente o encargo que I+e (oi co'etido inde$endente'ente de ter'o de co'$ro'isso. -*-. . 78edação dada $ela Lei n9 ?. -1:. . . .s assistentes t"cnicos são de con(iança da $arte não sujeitos a i'$edi'ento ou sus$eição. 78edação dada $ela Lei n9 ?.-55 de 1::*< Art. Art. jui& inde(erir! a $er%cia quando: I / a $rova do (ato não de$ender do con+eci'ento es$ecial de t"cnico2 II / (or desnecess!ria e' vista de outras $rovas $rodu&idas2 III / a veri(icação (or i'$ratic!vel. 78edação dada $ela Lei n9 ?.-55 de 1::*< I / carecer de con+eci'ento t"cnico ou cient%(ico2 II / se' 'otivo leg%ti'o dei#ar de cu'$rir o encargo no $ra&o que I+e (oi assinado.:5* de 1::-< B 1o . .

Par!gra(o 3nico. No caso $revisto no inciso II o jui& co'unicar! a ocorr1ncia 0 cor$oração $ro(issional res$ectiva $odendo ainda i'$or 'ulta ao $erito (i#ada tendo e' vista o valor da causa e o $oss%vel $reju%&o decorrente do atraso no $rocesso. 78edação dada $ela Lei n9 ?.-55 de 1::*< Art. -*5. Poderão as $artes a$resentar durante a dilig1ncia quesitos su$le'entares. Fa juntada dos quesitos aos autos dar! o escrivão ci1ncia 0 $arte contr!ria. Art. -*=. Co'$ete ao jui&: I / inde(erir quesitos i'$ertinentes2 II / (or'ular os que entender necess!rios ao esclareci'ento da causa. Art. -*;. . jui& $oder! dis$ensar $rova $ericial quando as $artes na inicial e na contestação a$resentare' sobre as quest)es de (ato $areceres t"cnicos ou docu'entos elucidativos que considerar su(icientes. 78edação dada $ela Lei n9 ?.-55 de 1::*< Art. -*?. Juando a $rova tiver de reali&ar/se $or carta $oder! $roceder/se 0 no'eação de $erito e indicação de assistentes t"cnicos no ju%&o ao qual se requisitar a $er%cia. Art. -*:. Para o dese'$en+o de sua (unção $ode' o $erito e os assistentes t"cnicos utili&ar/se de todos os 'eios necess!rios ouvindo teste'un+as obtendo in(or'aç)es solicitando docu'entos que esteja' e' $oder de $arte ou e' re$artiç)es $3blicas be' co'o instruir o laudo co' $lantas desen+os (otogra(ias e outras quaisquer $eças. Art. -,@. Par!gra(o 3nico. .78evogado $ela Lei n9 ?.-55 de 1::*< Art. -,1. 78evogado $ela Lei n9 ?.-55 de 1::*<) Art. -,1/A. As $artes terão ci1ncia da data e local designados $elo jui& ou indicados $elo $erito $ara ter in%cio a $rodução da $rova. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.,5? de *@@1< Art. -,1/H. >ratando/se de $er%cia co'$le#a que abranja 'ais de u'a !rea de con+eci'ento es$eciali&ado o jui& $oder! no'ear 'ais de u' $erito e a $arte indicar'ais de u' assistente t"cnico. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.,5? de *@@1< Art. -,*. 6e o $erito $or 'otivo justi(icado não $uder a$resentar o laudo dentro do $ra&o o jui& conceder/l+e/! $or u'a ve& $rorrogação segundo o seu $rudente arb%trio. Par!gra(o 3nico. 78evogado $ela Lei n9 ?.-55 de 1::*< Art. -,,. . $erito a$resentar! o laudo e' cartório no $ra&o (i#ado $elo jui& $elo 'enos *@ 7vinte< dias antes da audi1ncia de instrução e julga'ento. 78edação dada $ela Lei n9 ?.-55 de 1::*< Par!gra(o 3nico. .s assistentes t"cnicos o(erecerão seus $areceres no $ra&o co'u' de 1@ 7de&< dias a$ós inti'adas as $artes da a$resentação do laudo.78edação dada $ela Lei n9 1@.,5? de *@@1< Art. -,-. Juando o e#a'e tiver $or objeto a autenticidade ou a (alsidade de docu'ento ou (or de nature&a '"dico/legal o $erito ser! escol+ido de $re(er1ncia entre os t"cnicos dos estabeleci'entos o(iciais es$eciali&ados. . jui& autori&ar! a re'essa dos autos be' co'o do 'aterial sujeito a e#a'e ao diretor do estabeleci'ento. 78edação dada $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-< Par!gra(o 3nico. Juando o e#a'e tiver $or objeto a autenticidade da letra e (ir'a o $erito $oder! requisitar $ara e(eito de co'$aração docu'entos e#istentes e' re$artiç)es $3blicas2 na (alta destes $oder! requerer ao jui& que a $essoa a que' se atribuir a autoria do docu'ento lance e' (ol+a de $a$el $or có$ia ou sob ditado di&eres di(erentes $ara (ins de co'$aração.

Art. -,5. A $arte que desejar esclareci'ento do $erito e do assistente t"cnico requerer! ao jui& que 'ande inti'!/lo a co'$arecer 0 audi1ncia (or'ulando desde logo as $erguntas sob (or'a de quesitos. Par!gra(o 3nico. . $erito e o assistente t"cnico só estarão obrigados a $restar os esclareci'entos a que se re(ere este artigo quando inti'ados 5 7cinco< dias antes da audi1ncia. Art. -,=. . jui& não est! adstrito ao laudo $ericial $odendo (or'ar a sua convicção co' outros ele'entos ou (atos $rovados nos autos. Art. -,;. . jui& $oder! deter'inar de o(%cio ou a requeri'ento da $arte a reali&ação de nova $er%cia quando a 'at"ria não I+e $arecer su(iciente'ente esclarecida. Art. -,?. A segunda $er%cia te' $or objeto os 'es'os (atos sobre que recaiu a $ri'eira e destina/se a corrigir eventual o'issão ou ine#atidão dos resultados a que esta condu&iu. Art. -,:. A segunda $er%cia rege/se $elas dis$osiç)es estabelecidas $ara a $ri'eira. Par!gra(o 3nico. A segunda $er%cia não substitui a $ri'eira cabendo ao jui& a$reciar livre'ente o valor de u'a e outra. Se56o .III &a Inspe56o Judicial Art. --@. . jui& de o(%cio ou a requeri'ento da $arte $ode e' qualquer (ase do $rocesso ins$ecionar $essoas ou coisas a (i' de se esclarecer sobre (ato que interesse 0 decisão da causa. Art. --1. Ao reali&ar a ins$eção direta o jui& $oder! ser assistido de u' ou 'ais $eritos. Art. --*. . jui& ir! ao local onde se encontre a $essoa ou coisa quando: I / julgar necess!rio $ara a 'el+or veri(icação ou inter$retação dos (atos que deva observar2 II / a coisa não $uder ser a$resentada e' ju%&o se' consider!veis des$esas ou graves di(iculdades2 Ill / deter'inar a reconstituição dos (atos. Par!gra(o 3nico. As $artes t1' se'$re direito a assistir 0 ins$eção $restando esclareci'entos e (a&endo observaç)es que re$ute' de interesse $ara a causa. Art. --,. Conclu%da a dilig1ncia o jui& 'andar! lavrar auto circunstanciado 'encionando nele tudo quanto (or 3til ao julga'ento da causa. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:;,< Par!gra(o 3nico. . auto $oder! ser instru%do co' desen+o gr!(ico ou (otogra(ia. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:;,< CAP1+2L( .II &A A2&I8NCIA Se56o I &as &isposi5Ces =erais Art. ---. A audi1ncia ser! $3blica2 nos casos de que trata o art. 155 reali&ar/se/! a $ortas (ec+adas. Art. --5. . jui& e#erce o $oder de $ol%cia co'$etindo/l+e: I / 'anter a orde' e o decoro na audi1ncia2 II / ordenar que se retire' da sala da audi1ncia os que se co'$ortare' inconveniente'ente2 III / requisitar quando necess!rio a (orça $olicial. Art. --=. Co'$ete ao jui& e' es$ecial:

I / dirigir os trabal+os da audi1ncia2 II / $roceder direta e $essoal'ente 0 col+eita das $rovas2 III / e#ortar os advogados e o órgão do Ginist"rio P3blico a que discuta' a causa co' elevação e urbanidade. Par!gra(o 3nico. Enquanto de$usere' as $artes o $erito os assistentes t"cnicos e as teste'un+as os advogados não $ode' intervir ou a$artear se' licença do jui&. Se56o II &a Concilia56o Art. --;. Juando o lit%gio versar sobre direitos $atri'oniais de car!ter $rivado o jui& de o(%cio deter'inar! o co'$areci'ento das $artes ao in%cio da audi1ncia de instrução e julga'ento. Par!gra(o 3nico. E' causas relativas 0 (a'%lia ter! lugar igual'ente a conciliação nos casos e $ara os (ins e' que a lei consente a transação. Art. --?. Antes de iniciar a instrução o jui& tentar! conciliar as $artes. C+egando a acordo o jui& 'andar! to'!/lo $or ter'o. Art. --:. . ter'o de conciliação assinado $elas $artes e +o'ologado $elo jui& ter! valor de sentença. Se56o III &a Instru56o e JulFa:ento Art. -5@. No dia e +ora designados o jui& declarar! aberta a audi1ncia 'andando a$regoar as $artes e os seus res$ectivos advogados. Art. -51. Ao iniciar a instrução o jui& ouvidas as $artes (i#ar! os $ontos controvertidos sobre que incidir! a $rova. Art. -5*. As $rovas serão $rodu&idas na audi1ncia nesta orde': I / o $erito e os assistentes t"cnicos res$onderão aos quesitos de esclareci'entos requeridos no $ra&o e na (or'a do art. -,52 II / o jui& to'ar! os de$oi'entos $essoais $ri'eiro do autor e de$ois do r"u2 III / (inal'ente serão inquiridas as teste'un+as arroladas $elo autor e $elo r"u. Art. -5,. A audi1ncia $oder! ser adiada: I / $or convenção das $artes caso e' que só ser! ad'iss%vel u'a ve&2 Il / se não $udere' co'$arecer $or 'otivo justi(icado o $erito as $artes as teste'un+as ou os advogados. B 1o Incu'be ao advogado $rovar o i'$edi'ento at" a abertura da audi1ncia2 não o (a&endo o jui& $roceder! 0 instrução. B *o Pode ser dis$ensada $elo jui& a $rodução das $rovas requeridas $ela $arte cujo advogado não co'$areceu 0 audi1ncia. B ,o Jue' der causa ao adia'ento res$onder! $elas des$esas acrescidas. Art. -5-. Finda a instrução o jui& dar! a $alavra ao advogado do autor e ao do r"u be' co'o ao órgão do Ginist"rio P3blico sucessiva'ente $elo $ra&o de *@ 7vinte< 'inutos $ara cada u' $rorrog!vel $or 1@ 7de&< a crit"rio do jui&. B 1o Navendo litisconsorte ou terceiro o $ra&o que (or'ar! co' o da $rorrogação u' só todo dividir/se/! entre os do 'es'o gru$o se não convencionare' de 'odo diverso. B *o No caso $revisto no art. 5= o o$oente sustentar! as suas ra&)es e' $ri'eiro lugar seguindo/se/l+e os o$ostos cada qual $elo $ra&o de *@ 7vinte< 'inutos. B ,o Juando a causa a$resentar quest)es co'$le#as de (ato ou de direito o debate oral $oder! ser substitu%do $or 'e'oriais caso e' que o jui& designar! dia e +ora $ara o seu o(ereci'ento.

Art. -55. A audi1ncia " una e cont%nua. Não sendo $oss%vel concluir nu' só dia a instrução o debate e o julga'ento o jui& 'arcar! o seu $rossegui'ento $ara dia $ró#i'o. Art. -5=. Encerrado o debate ou o(erecidos os 'e'oriais o jui& $ro(erir! a sentença desde logo ou no $ra&o de 1@ 7de&< dias. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:;,< Art. -5;. . escrivão lavrar! sob ditado do jui& ter'o que conter! e' resu'o o ocorrido na audi1ncia be' co'o $or e#tenso os des$ac+os e a sentença se esta (or $ro(erida no ato. B 1o Juando o ter'o (or datilogra(ado o jui& I+e rubricar! as (ol+as ordenando que seja' encadernadas e' volu'e $ró$rio. B *o 6ubscreverão o ter'o o jui& os advogados o órgão do Ginist"rio P3blico e o escrivão. B ,o . escrivão trasladar! $ara os autos có$ia aut1ntica do ter'o de audi1ncia. B -o >ratando/se de $rocesso eletrAnico observar/se/! o dis$osto nos BB *o e ,o do art. 1=: desta Lei. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.-1: de *@@=<. CAP1+2L( .III &A SEN+EN3A E &A C(ISA J2L=A&A Se56o I &os ReIuisitos e dos Efeitos da Senten5a Art. -5?. 6ão requisitos essenciais da sentença: I / o relatório que conter! os no'es das $artes a su'a do $edido e da res$osta do r"u be' co'o o registro das $rinci$ais ocorr1ncias +avidas no anda'ento do $rocesso2 II / os (unda'entos e' que o jui& analisar! as quest)es de (ato e de direito2 III / o dis$ositivo e' que o jui& resolver! as quest)es que as $artes I+e sub'etere'. Art. -5:. . jui& $ro(erir! a sentença acol+endo ou rejeitando no todo ou e' $arte o $edido (or'ulado $elo autor. Nos casos de e#tinção do $rocesso se' julga'ento do '"rito o jui& decidir! e' (or'a concisa. Par!gra(o 3nico. Juando o autor tiver (or'ulado $edido certo " vedado ao jui& $ro(erir sentença il%quida. Art. -=@. 4 de(eso ao jui& $ro(erir sentença a (avor do autor de nature&a diversa da $edida be' co'o condenar o r"u e' quantidade su$erior ou e' objeto diverso do que I+e (oi de'andado. Par!gra(o 3nico. A sentença deve ser certa ainda quando decida relação jur%dica condicional. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-< Art. -=1. Na ação que ten+a $or objeto o cu'$ri'ento de obrigação de (a&er ou não (a&er o jui& conceder! a tutela es$ec%(ica da obrigação ou se $rocedente o $edido deter'inar! $rovid1ncias que assegure' o resultado $r!tico equivalente ao do adi'$le'ento. 78edação dada $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-< B 1o A obrigação so'ente se converter! e' $erdas e danos se o autor o requerer ou se i'$oss%vel a tutela es$ec%(ica ou a obtenção do resultado $r!tico corres$ondente. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-< B *o A indeni&ação $or $erdas e danos dar/se/! se' $reju%&o da 'ulta 7art. *?;<. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-< B ,o 6endo relevante o (unda'ento da de'anda e +avendo justi(icado receio de ine(ic!cia do $rovi'ento (inal " l%cito ao jui& conceder a tutela li'inar'ente ou 'ediante justi(icação $r"via citado o r"u. A 'edida li'inar $oder! ser revogada ou 'odi(icada a qualquer te'$o e' decisão (unda'entada. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-<

< Art..de *@@*< B .--. -=5. 78edação dada $ela Lei n9 5. -=1/A.:5* de 1::-< B 5o Para a e(etivação da tutela es$ec%(ica ou a obtenção do resultado $r!tico equivalente $oder! o jui& de o(%cio ou a requeri'ento deter'inar as 'edidas necess!rias tais co'o a i'$osição de 'ulta $or te'$o de atraso busca e a$reensão re'oção de $essoas e coisas des(a&i'ento de obras e i'$edi'ento de atividade nociva se necess!rio co' requisição de (orça $olicial.:*5 de 1:. -=1. 78evogado $ela Lei n9 ?.de *@@*< Art. Condenado o devedor a e'itir declaração de vontade a sentença u'a ve& transitada e' julgado $rodu&ir! todos os e(eitos da declaração não e'itida.de *@@*< B =o .--.--.--. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.de *@@*< Art. Par!gra(o 3nico. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@. Publicada a sentença o jui& só $oder! alter!/la: 78edação dada $ela Lei n9 11. 6e de$ois da $ro$ositura da ação algu' (ato constitutivo 'odi(icativo ou e#tintivo do direito in(luir no julga'ento da lide caber! ao jui& to'!/lo e' consideração de o(%cio ou a requeri'ento da $arte no 'o'ento de $ro(erir a sentença. Art. Par!gra(o 3nico. A sentença que condenar o r"u no $aga'ento de u'a $restação consistente e' din+eiro ou e' coisa valer! co'o t%tulo constitutivo de +i$oteca judici!ria cuja inscrição ser! ordenada $elo jui& na (or'a $rescrita na Lei de 8egistros P3blicos. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.o A$lica/se 0 ação $revista neste artigo o dis$osto nos BB 1o a =o do art.:5@ de 1::-< Art. -=*. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.*.B -o . I/ II / 78evogado $ela Lei n9 ?. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@. -==/A. A sentença condenatória $rodu& a +i$oteca judici!ria: I / e'bora a condenação seja gen"rica2 II / $endente arresto de bens do devedor2 III / ainda quando o credor $ossa $ro'over a e#ecução $rovisória da sentença.--.de *@@*< B 1o >ratando/se de entrega de coisa deter'inada $elo g1nero e quantidade o credor a individuali&ar! na $etição inicial se l+e couber a escol+a2 cabendo ao devedor escol+er este a entregar! individuali&ada no $ra&o (i#ado $elo jui&. -=-.--. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.. 78edação dada $ela Lei n9 1@.de *@@*< B *o Não cu'$rida a obrigação no $ra&o estabelecido e#$edir/se/! e' (avor do credor 'andado de busca e a$reensão ou de i'issão na $osse con(or'e se tratar de coisa 'óvel ou i'óvel. Na ação que ten+a $or objeto a entrega de coisa o jui& ao conceder a tutela es$ec%(ica (i#ar! o $ra&o $ara o cu'$ri'ento da obrigação. jui& $oder! de o(%cio 'odi(icar o valor ou a $eriodicidade da 'ulta caso veri(ique que se tornou insu(iciente ou e#cessiva. -==.* de *@@5< I / $ara I+e corrigir de o(%cio ou a requeri'ento da $arte ine#atid)es 'ateriais ou I+e reti(icar erros de c!lculo2 II / $or 'eio de e'bargos de declaração.:5@ de 1::-< Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. jui& $oder! na +i$ótese do $ar!gra(o anterior ou na sentença i'$or 'ulta di!ria ao r"u inde$endente'ente de $edido do autor se (or su(iciente ou co'$at%vel co' a obrigação (i#ando/l+e $ra&o ra&o!vel $ara o cu'$ri'ento do $receito.* de *@@5< . -=.*. Art.

7Inclu%do $ela Lei n9 1@. Art.Art. -=?.5* de *@@1< II W que julgar $rocedentes no todo ou e' $arte os e'bargos 0 e#ecução de d%vida ativa da Fa&enda P3blica 7art. Não (a&e' coisa julgada: I / os 'otivos ainda que i'$ortantes $ara deter'inar o alcance da $arte dis$ositiva da sentença2 Il / a verdade dos (atos estabelecida co'o (unda'ento da sentença2 III / a a$reciação da questão $rejudicial decidida incidente'ente no $rocesso. >ratando/se de contrato que ten+a $or objeto a trans(er1ncia da $ro$riedade de coisa deter'inada ou de outro direito a ação não ser! acol+ida se a $arte que a intentou não cu'$rir a sua $restação ne' a o(erecer nos casos e (or'as legais salvo se ainda não e#ig%vel. -. 78edação dada $ela Lei n9 1@. 5o e . Art.5* de *@@1< B *o Não se a$lica o dis$osto neste artigo se'$re que a condenação ou o direito controvertido (or de valor certo não e#cedente a =@ 7sessenta< sal!rios '%ni'os be' . Art. -=:. -.1. 4 de(eso 0 $arte discutir no curso do $rocesso as quest)es j! decididas a cujo res$eito se o$erou a $reclusão. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< Se56o II &a Coisa JulFada Art. Est! sujeita ao du$lo grau de jurisdição não $rodu&indo e(eito senão de$ois de con(ir'ada $elo tribunal a sentença: 78edação dada $ela Lei n9 1@. -..* de *@@5< Art. Art. Fa& todavia coisa julgada a resolução da questão $rejudicial se a $arte o requerer 7arts.@. 6e aquele que se co'$ro'eteu a concluir u' contrato não cu'$rir a obrigação a outra $arte sendo isso $oss%vel e não e#clu%do $elo t%tulo $oder! obter u'a sentença que $rodu&a o 'es'o e(eito do contrato a ser (ir'ado..5* de *@@1< I W $ro(erida contra a Dnião o Estado o Fistrito Federal o Gunic%$io e as res$ectivas autarquias e (undaç)es de direito $3blico2 78edação dada $ela Lei n9 1@. Art. -==/C..*5< o jui& (or co'$etente e' ra&ão da 'at"ria e constituir $ressu$osto necess!rio $ara o julga'ento da lide. Nen+u' jui& decidir! nova'ente as quest)es j! decididas relativas 0 'es'a lide salvo: I / se tratando/se de relação jur%dica continuativa sobreveio 'odi(icação no estado de (ato ou de direito2 caso e' que $oder! a $arte $edir a revisão do que (oi estatu%do na sentença2 II / nos de'ais casos $rescritos e' lei. A sentença que julgar total ou $arcial'ente a lide te' (orça de lei nos li'ites da lide e das quest)es decididas. 5?5 CI<.5. Art..-..*. Passada e' julgado a sentença de '"rito re$utar/se/ão dedu&idas e re$elidas todas as alegaç)es e de(esas que a $arte $oderia o$or assi' ao acol+i'ento co'o 0 rejeição do $edido.. -.. A sentença (a& coisa julgada 0s $artes entre as quais " dada não bene(iciando ne' $rejudicando terceiros.*. -. -=. Art. Feno'ina/se coisa julgada 'aterial a e(ic!cia que torna i'ut!vel e indiscut%vel a sentença não 'ais sujeita a recurso ordin!rio ou e#traordin!rio. -.*. Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.5* de *@@1< B 1o Nos casos $revistos neste artigo o jui& ordenar! a re'essa dos autos ao tribunal +aja ou não a$elação2 não o (a&endo dever! o $residente do tribunal avoc!/ los. Nas causas relativas ao estado de $essoa se +ouvere' sido citados no $rocesso e' litisconsórcio necess!rio todos os interessados a sentença $rodu& coisa julgada e' relação a terceiros. -==/H.

* de *@@5< B .5/8. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@. jui& $oder! substituir a constituição do ca$ital $ela inclusão do bene(ici!rio da $restação e' (ol+a de $aga'ento de entidade de direito $3blico ou de e'$resa de direito $rivado de notória ca$acidade econA'ica ou a requeri'ento do devedor $or (iança banc!ria ou garantia real e' valor a ser arbitrado de i'ediato $elo jui&.* de *@@5< B 1o Fo requeri'ento de liquidação de sentença ser! a $arte inti'ada na $essoa de seu advogado.* de *@@5< B *o A liquidação $oder! ser requerida na $end1ncia de recurso $rocessando/se e' autos a$artados no ju%&o de orige' cu'$rindo ao liquidante instruir o $edido co' có$ias das $eças $rocessuais $ertinentes. Juando a deter'inação do valor da condenação de$ender a$enas de c!lculo arit'"tico o credor requerer! o cu'$ri'ento da sentença na (or'a do art.*.o Nos $rocessos sob $rocedi'ento co'u' su'!rio re(eridos no art. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.* de *@@5< Art.*.* de *@@5< B 5o Cessada a obrigação de $restar ali'entos o jui& 'andar! liberar o ca$ital cessar o desconto e' (ol+a ou cancelar as garantias $restadas. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< B 1o Este ca$ital re$resentado $or i'óveis t%tulos da d%vida $3blica ou a$licaç)es (inanceiras e' banco o(icial ser! inalien!vel e i'$en+or!vel enquanto durar a obrigação do devedor. -. -. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. *.*.5/A.*.*. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.=.* de *@@5< Art. -. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.5/ O desta Lei instruindo o $edido co' a 'e'ória discri'inada e atuali&ada do c!lculo.* de *@@5< B -o . 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< B *o .o 6e sobrevier 'odi(icação nas condiç)es econA'icas $oder! a $arte requerer con(or'e as circunstKncias redução ou au'ento da $restação. -.*.* de *@@5< +1+2L( I? &( PR(CESS( N(S +RI-2NAIS CAP1+2L( I &A 2NIB(R0IDA34( &A J2RISPR2&8NCIA Art.*.*..5 inciso II al%neas XdY e XeY desta Lei " de(esa a sentença il%quida cu'$rindo ao jui& se (or o caso (i#ar de $lano a seu $rudente crit"rio o valor devido. -.*.* de *@@5< Art.5* de *@@1< CAP1+2L( I? &A LIL2I&A34( &E SEN+EN3A 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*. Co'$ete a qualquer jui& ao dar o voto na tur'a cK'ara ou gru$o de cK'aras solicitar o $ronuncia'ento $r"vio do tribunal acerca da inter$retação do direito quando: .o >a'b"' não se a$lica o dis$osto neste artigo quando a sentença estiver (undada e' juris$rud1ncia do $len!rio do 6u$re'o >ribunal Federal ou e' s3'ula deste >ribunal ou do tribunal su$erior co'$etente. Juando a sentença não deter'inar o valor devido $rocede/se 0 sua liquidação.s ali'entos $ode' ser (i#ados to'ando $or base o sal!rio/'%ni'o.5* de *@@1< B . A$lica'/se subsidiaria'ente ao cu'$ri'ento da sentença no que couber as nor'as que rege' o $rocesso de e#ecução de t%tulo e#trajudicial.*. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.co'o no caso de $roced1ncia dos e'bargos do devedor na e#ecução de d%vida ativa do 'es'o valor. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*.5/H.* de *@@5< B .7Inclu%do $ela Lei n9 11..

8econ+ecida a diverg1ncia ser! lavrado o acórdão indo os autos ao $residente do tribunal $ara designar a sessão de julga'ento. II FA FECLA8ATZ. -.s titulares do direito de $ro$ositura re(eridos no art. A +o'ologação obedecer! ao que dis$user o 8egi'ento Interno do 6u$re'o >ribunal Federal. ArgMida a inconstitucionalidade de lei ou de ato nor'ativo do $oder $3blico o relator ouvido o Ginist"rio P3blico sub'eter! a questão 0 tur'a ou cK'ara a que tocar o con+eci'ento do $rocesso. 8e'etida a có$ia do acórdão a todos os ju%&es o $residente do tribunal designar! a sessão de julga'ento. A secretaria distribuir! a todos os ju%&es có$ia do acórdão.N6>I>DCI.I / veri(icar que a seu res$eito ocorre diverg1ncia2 II / no julga'ento recorrido a inter$retação (or diversa da que I+e +aja dado outra tur'a cK'ara gru$o de cK'aras ou cK'aras c%veis reunidas. Par!gra(o 3nico. Art. da Constituição $oderão 'ani(estar/se $or escrito sobre a questão constitucional objeto de a$reciação $elo órgão es$ecial ou $elo Pleno do >ribunal no $ra&o (i#ado e' 8egi'ento sendo/ l+es assegurado o direito de a$resentar 'e'oriais ou de $edir a juntada de docu'entos.5= de 1::?< Art. Par!gra(o 3nico. A $arte $oder! ao arra&oar o recurso ou e' $etição avulsa requerer (unda'entada'ente que o julga'ento obedeça ao dis$osto neste artigo. Par!gra(o 3nico. 1@. -?*.s órgãos (racion!rios dos tribunais não sub'eterão ao $len!rio ou ao órgão es$ecial a argMição de inconstitucionalidade quando j! +ouver $ronuncia'ento destes ou do $len!rio do 6u$re'o >ribunal Federal sobre a questão.?=? de 1:::< B *o .. Art. -. Ginist"rio P3blico e as $essoas jur%dicas de direito $3blico res$ons!veis $ela edição do ato questionado se assi' o requerere' $oderão 'ani(estar/se no incidente de inconstitucionalidade observados os $ra&os e condiç)es (i#ados no 8egi'ento Interno do >ribunal. Par!gra(o 3nico. tribunal recon+ecendo a diverg1ncia dar! a inter$retação a ser observada cabendo a cada jui& e'itir o seu voto e' e#$osição (unda'entada. -?. . .:. julga'ento to'ado $elo voto da 'aioria absoluta dos 'e'bros que integra' o tribunal ser! objeto de s3'ula e constituir! $recedente na uni(or'i&ação da juris$rud1ncia. relator considerando a relevKncia da 'at"ria e a re$resentatividade dos $ostulantes $oder! ad'itir $or des$ac+o irrecorr%vel a 'ani(estação de outros órgãos ou entidades. -.. B 1o . -?@.o . . A sentença $ro(erida $or tribunal estrangeiro não ter! e(ic!cia no Hrasil senão de$ois de +o'ologada $elo 6u$re'o >ribunal Federal. 7Inclu%do $ela Lei n9 :.?.?=? de 1:::< CAP1+2L( III &A /(0(L(=A34( &E SEN+EN3A ES+RAN=EIRA Art. Par!gra(o 3nico. Art. E' qualquer caso ser! ouvido o c+e(e do Ginist"rio P3blico que (unciona $erante o tribunal..s regi'entos internos dis$orão sobre a $ublicação no órgão o(icial das s3'ulas de juris$rud1ncia $redo'inante.NALIFAFE Art.. -?1.?=? de 1:::< B . 7Inclu%do $ela Lei n9 :. CAPQ>DL. Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 :. . FE INC. 7Inclu%do $ela Lei n9 :. 6e a alegação (or rejeitada $rosseguir! o julga'ento2 se (or acol+ida ser! lavrado o acórdão a (i' de ser sub'etida a questão ao tribunal $leno. .

Art. Art. 78edação dada $ela Lei n9 11. Não se a$lica o dis$osto no no II 0 Dnião ao Estado ao Gunic%$io e ao Ginist"rio P3blico. -:@. Art. B *o 4 indis$ens!vel nu' co'o noutro caso que não ten+a +avido controv"rsia ne' $ronuncia'ento judicial sobre o (ato. A e#ecução (ar/se/! $or carta de sentença e#tra%da dos autos da +o'ologação e obedecer! 0s regras estabelecidas $ara a e#ecução da sentença nacional da 'es'a nature&a. Art.*?@ de *@@=< Art. Findo o . -?=. relator 'andar! citar o r"u assinando/l+e $ra&o nunca in(erior a 15 7quin&e< dias ne' su$erior a . Art. ajui&a'ento da ação rescisória não i'$ede o cu'$ri'ento da sentença ou acórdão rescindendo ressalvada a concessão caso i'$rescind%veis e sob os $ressu$ostos $revistos e' lei de 'edidas de nature&a cautelar ou anteci$atória de tutela. -?-. -?? II. CAP1+2L( I. 6er! inde(erida a $etição inicial: I / nos casos $revistos no art. -:1. -?5. . -?:. *:52 II / quando não e(etuado o de$ósito e#igido $elo art. A sentença de '"rito transitada e' julgado $ode ser rescindida quando: I / se veri(icar que (oi dada $or $revaricação concussão ou corru$ção do jui&2 II / $ro(erida $or jui& i'$edido ou absoluta'ente inco'$etente2 III / resultar de dolo da $arte vencedora e' detri'ento da $arte vencida ou de colusão entre as $artes a (i' de (raudar a lei2 IC / o(ender a coisa julgada2 C / violar literal dis$osição de lei2 Cl / se (undar e' $rova cuja (alsidade ten+a sido a$urada e' $rocesso cri'inal ou seja $rovada na $ró$ria ação rescisória2 Cll / de$ois da sentença o autor obtiver docu'ento novo cuja e#ist1ncia ignorava ou de que não $Ade (a&er uso ca$a& $or si só de I+e assegurar $ronuncia'ento (avor!vel2 CIII / +ouver (unda'ento $ara invalidar con(issão desist1ncia ou transação e' que se baseou a sentença2 II / (undada e' erro de (ato resultante de atos ou de docu'entos da causa2 B 1o N! erro quando a sentença ad'itir u' (ato ine#istente ou quando considerar ine#istente u' (ato e(etiva'ente ocorrido. . >e' legiti'idade $ara $ro$or a ação: I / que' (oi $arte no $rocesso ou o seu sucessor a t%tulo universal ou singular2 II / o terceiro juridica'ente interessado2 III / o Ginist"rio P3blico: a< se não (oi ouvido no $rocesso e' que I+e era obrigatória a intervenção2 b< quando a sentença " o e(eito de colusão das $artes a (i' de (raudar a lei.s atos judiciais que não de$ende' de sentença ou e' que esta (or 'era'ente +o'ologatória $ode' ser rescindidos co'o os atos jur%dicos e' geral nos ter'os da lei civil.@ 7trinta< $ara res$onder aos ter'os da ação. *?* devendo o autor: I / cu'ular ao $edido de rescisão se (or o caso o de novo julga'ento da causa2 II / de$ositar a i'$ortKncia de 5L 7cinco $or cento< sobre o valor da causa a t%tulo de 'ulta caso a ação seja $or unani'idade de votos declarada inad'iss%vel ou i'$rocedente. Art. Par!gra(o 3nico. &A A34( RESCIS7RIA Art. A $etição inicial ser! elaborada co' observKncia dos requisitos essenciais do art. -?. . -??..

-:?. Juando o dis$ositivo do acórdão contiver julga'ento $or 'aioria de votos e julga'ento unKni'e e (ore' inter$ostos e'bargos in(ringentes o $ra&o $ara recurso e#traordin!rio ou recurso es$ecial relativa'ente ao julga'ento unKni'e (icar! sobrestado at" a inti'ação da decisão nos e'bargos. -:. >Q>DL.? de 1::@< CIII / e'bargos de diverg1ncia e' recurso es$ecial e e' recurso e#traordin!rio.6 8ECD86. 78edação dada $ela Lei n9 ?. . 6ão cab%veis os seguintes recursos: 78edação dada $ela Lei n9 ?. -:*. 55? desta Lei. ..5* de *@@1< Art.@. Conclu%da a instrução ser! aberta vista sucessiva'ente ao autor e ao r"u $elo $ra&o de 1@ 7de&< dias $ara ra&)es (inais. 6e os (atos alegados $elas $artes de$endere' de $rova o relator delegar! a co'$et1ncia ao jui& de direito da co'arca onde deva ser $rodu&ida (i#ando $ra&o de -5 7quarenta e cinco< a :@ 7noventa< dias $ara a devolução dos autos.? de 1::@< I / a$elação2 II / agravo2 78edação dada $ela Lei n9 ?. E' seguida os autos subirão ao relator $rocedendo/se ao julga'ento: I / no 6u$re'o >ribunal Federal e no 6u$erior >ribunal de Oustiça na (or'a dos seus regi'entos internos2 78edação dada $ela Lei n9 11. -:-. Art. -:=. B 1o Cu'$re ao terceiro de'onstrar o ne#o de interde$end1ncia entre o seu interesse de intervir e a relação jur%dica sub'etida 0 a$reciação judicial.@.:5@ de 1::-< III / e'bargos in(ringentes2 IC / e'bargos de declaração2 C / recurso ordin!rio2 Cl / recurso es$ecial2 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.:5@ de 1::-< Art. 78edação dada $ela Lei n9 1@. recurso $ode ser inter$osto $ela $arte vencida $elo terceiro $rejudicado e $elo Ginist"rio P3blico. Ginist"rio P3blico te' legiti'idade $ara recorrer assi' no $rocesso e' que " $arte co'o naqueles e' que o(iciou co'o (iscal da lei. -:... II / nos Estados con(or'e dis$user a nor'a de . Juando não (ore' inter$ostos e'bargos in(ringentes o $ra&o relativo 0 $arte unKni'e da decisão ter! co'o dia de in%cio aquele e' que transitar e' julgado a decisão $or 'aioria de votos.rgani&ação Oudici!ria.@.. B *o .6 CAPQ>DL. Art. *@. direito de $ro$or ação rescisória se e#tingue e' * 7dois< anos contados do trKnsito e' julgado da decisão.@.5* de *@@1< Par!gra(o 3nico..? de 1::@< Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. -:5. . Art. I FA6 FI6P. recurso e#traordin!rio e o recurso es$ecial não i'$ede' a e#ecução da sentença2 a inter$osição do agravo de instru'ento não obsta o anda'ento do $rocesso ressalvado o dis$osto no art.? de 1::@< Cll / recurso e#traordin!rio2 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. Oulgando $rocedente a ação o tribunal rescindir! a sentença $ro(erir! se (or o caso novo julga'ento e deter'inar! a restituição do de$ósito2 declarando inad'iss%vel ou i'$rocedente a ação a i'$ortKncia do de$ósito reverter! a (avor do r"u se' $reju%&o do dis$osto no art.$ra&o co' ou se' res$osta observar/se/! no que couber o dis$osto no Livro I >%tulo CIII Ca$%tulos IC e C.?* de *@@=<. -::.6ITUE6 RE8AI6 Art. Art. . I F.

5@5. 5@=. 5@:. . Ao recurso adesivo se a$lica' as 'es'as regras do recurso inde$endente quanto 0s condiç)es de ad'issibilidade $re$aro e julga'ento no tribunal su$erior. . recorrente $oder! a qualquer te'$o se' a anu1ncia do recorrido ou dos litisconsortes desistir do recurso.*. . A $arte que aceitar e#$ressa ou tacita'ente a sentença ou a decisão não $oder! recorrer. 5@*. 78edação dada $ela Lei n9 11. Fos des$ac+os não cabe recurso.< Art..1.*. 6e durante o $ra&o $ara a inter$osição do recurso sobrevier o (aleci'ento da $arte ou de seu advogado ou ocorrer 'otivo de (orça 'aior que sus$enda o curso do $rocesso ser! tal $ra&o restitu%do e' $roveito da $arte do +erdeiro ou do sucessor contra que' co'eçar! a correr nova'ente de$ois da inti'ação. 5@. 78edação dada $ela Lei n9 11. 5@-.. Navendo solidariedade $assiva o recurso inter$osto $or u' devedor a$roveitar! aos outros quando as de(esas o$ostas ao credor I+es (ore' co'uns.*. 78edação dada $ela Lei n9 5. 5*5 desta Lei. 6endo $or"' vencidos autor e r"u ao recurso inter$osto $or qualquer deles $oder! aderir a outra $arte. Art.:*5 de 1:. . 78edação dada $ela Lei n9 11.@. Par!gra(o 3nico. >ransitado e' julgado o acórdão o escrivão ou secret!rio inde$endente'ente de des$ac+o $rovidenciar! a bai#a dos autos ao ju%&o de orige' no $ra&o de 5 7cinco< dias. 78evogado $ela Lei n9 =.:5@ de 1::-< II / ser! ad'iss%vel na a$elação nos e'bargos in(ringentes no recurso e#traordin!rio e no recurso es$ecial2 78edação dada $ela Lei n9 ?. Considera/se aceitação t!cita a $r!tica se' reserva algu'a de u' ato inco'$at%vel co' a vontade de recorrer.= de *@@=< Par!gra(o 3nico.< I / ser! inter$osto $erante a autoridade co'$etente $ara ad'itir o recurso $rinci$al no $ra&o de que a $arte dis$)e $ara res$onder2 78edação dada $ela Lei n9 ?. Art. 5@?.. Na a$elação nos e'bargos in(ringentes no recurso ordin!rio no recurso es$ecial no recurso e#traordin!rio e nos e'bargos de diverg1ncia o $ra&o $ara inter$or e $ara res$onder " de 15 7quin&e< dias. 51@. $ra&o $ara a inter$osição do recurso a$lic!vel e' todos os casos o dis$osto no art.. .= de *@@=< Art.? de 1::@< III / não ser! con+ecido se +ouver desist1ncia do recurso $rinci$al ou se (or ele declarado inad'iss%vel ou deserto. No $ra&o $ara a inter$osição do recurso a $etição ser! $rotocolada e' cartório ou segundo a nor'a de organi&ação judici!ria ressalvado o dis$osto no B *o do art. recurso adesivo (ica subordinado ao recurso $rinci$al e se rege $elas dis$osiç)es seguintes: 78edação dada $ela Lei n9 5.5< Art. Cada $arte inter$or! o recurso inde$endente'ente no $ra&o e observadas as e#ig1ncias legais.= de *@@=< Art..:5@ de 1::-< Par!gra(o 3nico. 5@.de 1:.:*5 de 1:.e seus $ar!gra(os contar/se/! da data: I / da leitura da sentença e' audi1ncia2 II / da inti'ação 0s $artes quando a sentença não (or $ro(erida e' audi1ncia2 III / da $ublicação do dis$ositivo do acórdão no órgão o(icial. 5@@. 1?. A ren3ncia ao direito de recorrer inde$ende da aceitação da outra $arte. Art. Art. Par!gra(o 3nico. 78edação dada $ela Lei n9 5. recurso inter$osto $or u' dos litisconsortes a todos a$roveita salvo se distintos ou o$ostos os seus interesses..Art. A sentença $ode ser i'$ugnada no todo ou e' $arte. 78edação dada $ela Lei n9 ?.< Par!gra(o 3nico.:*5 de 1:. Art. 5@1. Art.

51:. B . Fa sentença caber! a$elação 7arts.= de *@@=< B *o A$resentada a res$osta " (acultado ao jui& e' cinco dias o ree#a'e dos $ressu$ostos de ad'issibilidade do recurso.. Art.. 51. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.:5@ de 1::-< B 1o . 78edação dada $ela Lei n9 ?. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 51?.*. 51-.= de *@@=< Art. 511.5* de *@@1< B -o Constatando a ocorr1ncia de nulidade san!vel o tribunal $oder! deter'inar a reali&ação ou renovação do ato $rocessual inti'adas as $artes2 cu'$rida a dilig1ncia se'$re que $oss%vel $rosseguir! o julga'ento da a$elação. e *=:<.*.*. .Art. 78edação dada $ela Lei n9 ?. 78enu'erado $ela Lei n9 11. CAP1+2L( II &A APELA34( Art.:5@ de 1::-< .:5@ de 1::-< Art.o Nos casos de e#tinção do $rocesso se' julga'ento do '"rito 7art.5= de 1::?< Art.= de *@@=< Art. Provando o a$elante justo i'$edi'ento o jui& relevar! a $ena de deserção (i#ando/l+e $ra&o $ara e(etuar o $re$aro. jui& não receber! o recurso de a$elação quando a sentença estiver e' con(or'idade co' s3'ula do 6u$erior >ribunal de Oustiça ou do 6u$re'o >ribunal Federal.< o tribunal $ode julgar desde logo a lide se a causa versar questão e#clusiva'ente de direito e estiver e' condiç)es de i'ediato julga'ento.5= de 1::?< B *o A insu(ici1ncia no valor do $re$aro i'$licar! deserção se o recorrente inti'ado não vier a su$ri/lo no $ra&o de cinco dias. B 1o 6erão $or"' objeto de a$reciação e julga'ento $elo tribunal todas as quest)es suscitadas e discutidas no $rocesso ainda que a sentença não as ten+a julgado $or inteiro.. 51=. As quest)es de (ato não $ro$ostas no ju%&o in(erior $oderão ser suscitadas na a$elação se a $arte $rovar que dei#ou de (a&1/lo $or 'otivo de (orça 'aior. A a$elação inter$osta $or $etição dirigida ao jui& conter!: I / os no'es e a quali(icação das $artes2 II / os (unda'entos de (ato e de direito2 III / o $edido de nova decisão.. 78evogado $ela Lei n9 ?. 78edação dada $ela Lei n9 :. Par!gra(o 3nico. 51*. julga'ento $ro(erido $elo tribunal substituir! a sentença ou a decisão recorrida no que tiver sido objeto de recurso. B *o Juando o $edido ou a de(esa tiver 'ais de u' (unda'ento e o jui& acol+er a$enas u' deles a a$elação devolver! ao tribunal o con+eci'ento dos de'ais..5= de 1::?< B 1o 6ão dis$ensados de $re$aro os recursos inter$ostos $elo Ginist"rio P3blico $ela Dnião $elos Estados e Gunic%$ios e res$ectivas autarquias e $elos que go&a' de isenção legal. Inter$osta a a$elação o jui& declarando os e(eitos e' que a recebe 'andar! dar vista ao a$elado $ara res$onder. 7Inclu%do $ela Lei n9 :. Art. 51. *=. Fica' ta'b"' sub'etidas ao tribunal as quest)es anteriores 0 sentença ainda não decididas.. A a$elação devolver! ao tribunal o con+eci'ento da 'at"ria i'$ugnada. 515. 78edação dada $ela Lei n9 ?. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Par!gra 3nico renu'erado $ela Lei n9 :. *=. No ato de inter$osição do recurso o recorrente co'$rovar! quando e#igido $ela legislação $ertinente o res$ectivo $re$aro inclusive $orte de re'essa e de retorno sob $ena de deserção.:5@ de 1::-< Art.

1. .5* de *@@1< B .:*5 de 1:. 5**..:*5 de 1:.: de 1::5< Art.: de 1::5< Art.1. agravo retido inde$ende de $re$aro.: de 1::5< B 1o Não se con+ecer! do agravo se a $arte não requerer e#$ressa'ente nas ra&)es ou na res$osta da a$elação sua a$reciação $elo >ribunal.:5@ de 1::-< Art...< III / 78evogado $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 :.: de 1::5< B *o Inter$osto o agravo e ouvido o agravado no $ra&o de 1@ 7de&< dias o jui& $oder! re(or'ar sua decisão.78edação dada $ela Lei n9 11.: de 1::5< .*. CAP1+2L( III &( A=RA.< C / rejeitar li'inar'ente e'bargos 0 e#ecução ou julg!/los i'$rocedentes2 78edação dada $ela Lei n9 ?.:*5 de 1:.Par!gra(o 3nico.* de *@@5< IC / decidir o $rocesso cautelar2 78edação dada $ela Lei n9 5..( 78edação dada $ela Lei n9 :. de 1::=< CII W con(ir'ar a anteci$ação dos e(eitos da tutela2 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.78edação dada $ela Lei n9 1@. 8ecebida a a$elação e' a'bos os e(eitos o jui& não $oder! inovar no $rocesso2 recebida só no e(eito devolutivo o a$elado $oder! $ro'over desde logo a e#ecução $rovisória da sentença e#traindo a res$ectiva carta.1.1?. Na 'odalidade de agravo retido o agravante requerer! que o tribunal dele con+eça $reli'inar'ente $or ocasião do julga'ento da a$elação. 5*@. 5*.< nele e#$ostas sucinta'ente as ra&)es do agravante.:*5 de 1:.. 78edação dada $ela Lei n9 11. Fas decis)es interlocutórias caber! agravo no $ra&o de 1@ 7de&< dias na (or'a retida salvo quando se tratar de decisão suscet%vel de causar 0 $arte lesão grave e de di(%cil re$aração be' co'o nos casos de inad'issão da a$elação e nos relativos aos e(eitos e' que a a$elação " recebida quando ser! ad'itida a sua inter$osição $or instru'ento. A decisão re(erida neste artigo ser! irrecorr%vel cabendo ao tribunal a$reciar/l+e a legiti'idade.5* de *@@1< Art. . 5*-.:5@ de 1::-< CI / julgar $rocedente o $edido de instituição de arbitrage'.< I / +o'ologar a divisão ou a de'arcação2 78edação dada $ela Lei n9 5. -5. 78edação dada $ela Lei n9 :. de *@@5< Art.1?. de *@@5< B -o 78evogado $ela Lei n9 11. A a$elação ser! recebida e' seu e(eito devolutivo e sus$ensivo. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.< II / condenar 0 $restação de ali'entos2 78edação dada $ela Lei n9 5.@. 7Inclu%do $ela Lei n9 :.1. 78edação dada $ela Lei n9 :.1. agravo de instru'ento ser! dirigido direta'ente ao tribunal co'$etente atrav"s de $etição co' os seguintes requisitos: 78edação dada $ela Lei n9 :. 78edação dada $ela Lei n9 :. de *@@5< Par!gra(o 3nico.: de 1::5< I / a e#$osição do (ato e do direito2 78edação dada $ela Lei n9 :.1?.: de 1::5< III / o no'e e o endereço co'$leto dos advogados constantes do $rocesso.. 6er! no entanto recebida só no e(eito devolutivo quando inter$osta de sentença que:78edação dada $ela Lei n9 5.: de 1::5< II / as ra&)es do $edido de re(or'a da decisão2 78edação dada $ela Lei n9 :..1. 5*1.1..1.o Fas decis)es interlocutórias $ro(eridas na audi1ncia de instrução e julga'ento caber! agravo na (or'a retida devendo ser inter$osto oral e i'ediata'ente be' co'o constar do res$ectivo ter'o 7art.

: de 1::5< II / (acultativa'ente co' outras $eças que o agravante entender 3teis.negar/l+e/! segui'ento li'inar'ente nos casos do art. 78edação dada $ela Lei n9 11. 55.1.: de 1::5< B *o No $ra&o do recurso a $etição ser! $rotocolada no tribunal ou $ostada no correio sob registro co' aviso de recebi'ento ou ainda inter$osta $or outra (or'a $revista na lei local.1..1?.5* de *@@1< II / converter! o agravo de instru'ento e' agravo retido salvo quando se tratar de decisão suscet%vel de causar 0 $arte lesão grave e de di(%cil re$aração be' co'o nos casos de inad'issão da a$elação e nos relativos aos e(eitos e' que a a$elação " recebida 'andando re'eter os autos ao jui& da causa2 78edação dada $ela Lei n9 11. 5*5 B *o< (acultando/l+e juntar a docu'entação que entender conveniente sendo que nas co'arcas sede de tribunal e naquelas e' que o e#$ediente (orense (or divulgado no di!rio o(icial a inti'ação (ar/se/! 'ediante $ublicação no órgão o(icial2 78edação dada $ela Lei n9 11.1..: de 1::5< Art.: de 1::5< Art.1. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@. 78edação dada $ela Lei n9 :. 78edação dada $ela Lei n9 11. de *@@5< Art. 55?< ou de(erir e' anteci$ação de tutela total ou $arcial'ente a $retensão recursal co'unicando ao jui& sua decisão2 78edação dada $ela Lei n9 1@.Art..: de 1::5< I / obrigatoria'ente co' có$ias da decisão agravada da certidão da res$ectiva inti'ação e das $rocuraç)es outorgadas aos advogados do agravante e do agravado2 78edação dada $ela Lei n9 :.2 78edação dada $ela Lei n9 1@.1?. 5*=. E' $ra&o não su$erior a .5* de *@@1< Art.1.1?. 78edação dada $ela Lei n9 :.1?. 5*5. 78edação dada $ela Lei n9 :.: de 1::5< . de *@@5< III W $oder! atribuir e(eito sus$ensivo ao recurso 7art.: de 1::5< Par!gra(o 3nico.. 7Inclu%do $ela Lei n9 :. 5*:.1.. não cu'$ri'ento do dis$osto neste artigo desde que argMido e $rovado $elo agravado i'$orta inad'issibilidade do agravo.5* de *@@1< IC W $oder! requisitar in(or'aç)es ao jui& da causa que as $restar! no $ra&o de 1@ 7de&< dias2 78edação dada $ela Lei n9 1@. 7Inclu%do $ela Lei n9 :. 5*.1.5* de *@@1< C / 'andar! inti'ar o agravado na 'es'a o$ortunidade $or o(%cio dirigido ao seu advogado sob registro e co' aviso de recebi'ento $ara que res$onda no $ra&o de 1@ 7de&< dias 7art. 78edação dada $ela Lei n9 :. de *@@5< CI / ulti'adas as $rovid1ncias re(eridas nos incisos III a C do ca$ut deste artigo 'andar! ouvir o Ginist"rio P3blico se (or o caso $ara que se $ronuncie no $ra&o de 1@ 7de&< dias.5* de *@@1< I . de *@@5< Par!gra(o 3nico.1. 5*?. A decisão li'inar $ro(erida nos casos dos incisos II e III do ca$ut deste artigo so'ente " $ass%vel de re(or'a no 'o'ento do julga'ento do agravo salvo se o $ró$rio relator a reconsiderar. agravante no $ra&o de .@ 7trinta< dias da inti'ação do agravado o relator $edir! dia $ara julga'ento. 7tr1s< dias requerer! juntada aos autos do $rocesso de có$ia da $etição do agravo de instru'ento e do co'$rovante de sua inter$osição assi' co'o a relação dos docu'entos que instru%ra' o recurso.. . 6e o jui& co'unicar que re(or'ou inteira'ente a decisão o relator considerar! $rejudicado o agravo. o relator: 78edação dada $ela Lei n9 1@. A $etição de agravo de instru'ento ser! instru%da: 78edação dada $ela Lei n9 :. . 8ecebido o agravo de instru'ento no tribunal e distribu%do incontinenti.: de 1::5< B 1o Aco'$an+ar! a $etição o co'$rovante do $aga'ento das res$ectivas custas e do $orte de retorno quando devidos con(or'e tabela que ser! $ublicada $elos tribunais.

78edação dada $ela Lei n9 1@.:5@ de 1::-< Art. 5.. Juando 'ani(esta'ente $rotelatórios os e'bargos o jui& ou o tribunal declarando que o são condenar! o e'bargante a $agar ao e'bargado 'ulta não e#cedente de 1L 7u' $or cento< sobre o valor da causa.5. 5.:. 5.@..6 INF8INREN>E6 Art. 5.5* de *@@1< Par!gra(o 3nico. IC F. Inter$ostos os e'bargos abrir/se/! vista ao recorrido $ara contra/ra&)es2 a$ós o relator do acórdão e'bargado a$reciar! a ad'issibilidade do recurso.:5@ de 1::-< Par!gra(o 3nico.5* de *@@1< Art. 6e o desacordo (or $arcial os e'bargos serão restritos 0 'at"ria objeto da diverg1ncia.78edação dada $ela Lei n9 ?.s e'bargos de declaração interro'$e' o $ra&o $ara a inter$osição de outros recursos $or qualquer das $artes. 78edação dada $ela Lei n9 ?. 78edação dada $ela Lei n9 1@.5* de *@@1< Art..6 FE FECLA8ATZ. 78edação dada $ela Lei n9 1@.:5@ de 1::-< Art. C F. 5.*..:5@ de 1::-< Art. .s e'bargos serão o$ostos no $ra&o de 5 7cinco< dias e' $etição dirigida ao jui& ou relator co' indicação do $onto obscuro contraditório ou o'isso não estando sujeitos a $re$aro.?. 78edação dada $ela Lei n9 ?. 78edação dada $ela Lei n9 1@.6 EGHA8R. 5.. . Caso a nor'a regi'ental deter'ine a escol+a de novo relator esta recair! se $oss%vel e' jui& que não +aja $artici$ado do julga'ento anterior.=.. . Ad'itidos os e'bargos serão $rocessados e julgados con(or'e dis$user o regi'ento do tribunal. Na reiteração de e'bargos $rotelatórios a 'ulta " elevada a at" 1@L 7de& $or cento< (icando condicionada a inter$osição de qualquer outro recurso ao de$ósito do valor res$ectivo. 5.CAPQ>DL. 78edação dada $ela Lei n9 ?. 6erão julgados e' recurso ordin!rio: 78edação dada $ela Lei n9 ?.:5@ de 1::-< Se56o I &os Recursos (rdinErios Art. Cabe' e'bargos in(ringentes quando o acórdão não unKni'e +ouver re(or'ado e' grau de a$elação a sentença de '"rito ou +ouver julgado $rocedente ação rescisória.:5@ de 1::-< .:5@ de 1::-< Art. 5. 5.:5@ de 1::-< II / (or o'itido $onto sobre o qual devia $ronunciar/se o jui& ou tribunal.5* de *@@1< CAPQ>DL.:5@ de 1::-< I / +ouver na sentença ou no acórdão obscuridade ou contradição2 78edação dada $ela Lei n9 ?.. Cabe' e'bargos de declaração quando: 78edação dada $ela Lei n9 ?.6 EGHA8R.1. 78edação dada $ela Lei n9 ?. 78edação dada $ela Lei n9 ?. Art. 78evogado $ela Lei n9 ?.:5@ de 1::-< Art.. jui& julgar! os e'bargos e' 5 7cinco< dias2 nos tribunais o relator a$resentar! os e'bargos e' 'esa na sessão subseqMente $ro(erindo voto.-. Fa decisão que não ad'itir os e'bargos caber! agravo e' 5 7cinco< dias $ara o órgão co'$etente $ara o julga'ento do recurso.I &(S REC2RS(S PARA ( S2PRE0( +RI-2NAL BE&ERAL E ( S2PERI(R +RI-2NAL &E J2S+I3A 78edação dada $ela Lei n9 ?. 5.:5@ de 1::-< CAP1+2L( .

:5@ de 1::-< I / a e#$osição do (ato e do direito2 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.5* de *@@1< B 1o Findo esse $ra&o serão os autos conclusos $ara ad'issão ou não do recurso no $ra&o de 15 7quin&e< dias e' decisão (unda'entada.:5@ de 1::-< Il / a de'onstração do cabi'ento do recurso inter$osto2 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.:5@ de 1::-< B *o .78edação dada $ela Lei n9 11.:5@ de 1::-< Par!gra(o 3nico. Art.:5@ de 1::-< II / $elo 6u$erior >ribunal de Oustiça:78edação dada $ela Lei n9 ?.:5@ de 1::-< III / as ra&)es do $edido de re(or'a da decisão recorrida.s recursos e#traordin!rio e es$ecial serão recebidos no e(eito devolutivo. Juando o recurso (undar/se e' diss%dio juris$rudencial o recorrente (ar! a $rova da diverg1ncia 'ediante certidão có$ia autenticada ou $ela citação do re$ositório de juris$rud1ncia o(icial ou credenciado inclusive e' '%dia eletrAnica e' que tiver sido $ublicada a decisão divergente ou ainda $ela re$rodução de julgado dis$on%vel na Internet co' indicação da res$ectiva (onte 'encionando e' qualquer caso as circunstKncias que identi(ique' ou asse'el+e' os casos con(rontados. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.:5@ de 1::-< B . 78edação dada $ela Lei n9 1@. 78edação dada $ela Lei n9 ?. Aos recursos 'encionados no artigo anterior a$lica/se quanto aos requisitos de ad'issibilidade e ao $rocedi'ento no ju%&o de orige' o dis$osto nos Ca$%tulos II e III deste >%tulo observando/se no 6u$re'o >ribunal Federal e no 6u$erior >ribunal de Oustiça o dis$osto nos seus regi'entos internos. recurso e#traordin!rio e o recurso es$ecial nos casos $revistos na Constituição Federal serão inter$ostos $erante o $residente ou o vice/$residente do tribunal recorrido e' $etiç)es distintas que conterão: 78evigorado co' nova redação $ela Lei n9 ?. 7Inclu%do $ela Lei n9 :. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?... .:5@ de 1::-< Art. Nas causas re(eridas no inciso II al%nea b caber! agravo das decis)es interlocutórias.. 5-1.o . 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.-1 de *@@=<.:5@ de 1::-< a< os 'andados de segurança decididos e' 3nica instKncia $elos >ribunais 8egionais Federais ou $elos >ribunais dos Estados e do Fistrito Federal e >erritórios quando denegatória a decisão2 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.I / $elo 6u$re'o >ribunal Federal os 'andados de segurança os +abeas data e os 'andados de injunção decididos e' 3nica instKncia $elos >ribunais su$eriores quando denegatória a decisão2 78edação dada $ela Lei n9 ?. 5-*. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.:5@ de 1::-< Art. 8ecebida a $etição $ela secretaria do tribunal ser! inti'ado o recorrido abrindo/se/l+e vista $ara a$resentar contra/ra&)es.:5@ de 1::-< Se56o II &o Recurso EJtraordinErio e do Recurso Especial 78edação dada $ela Lei n9 ?. recurso e#traordin!rio ou o recurso es$ecial quando inter$ostos contra decisão interlocutória e' $rocesso de con+eci'ento cautelar ou e'bargos 0 e#ecução (icar! retido nos autos e so'ente ser! $rocessado se o reiterar a $arte no $ra&o $ara a inter$osição do recurso contra a decisão (inal ou $ara as contra/ra&)es.5= de 1::?< . 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.:5@ de 1::-< Par!gra(o 3nico. 5-@.:5@ de 1::-< b< as causas e' que (ore' $artes de u' lado Estado estrangeiro ou organis'o internacional e do outro Gunic%$io ou $essoa residente ou do'iciliada no Pa%s.

o Naver! re$ercussão geral se'$re que o recurso i'$ugnar decisão contr!ria a s3'ula ou juris$rud1ncia do'inante do >ribunal. B 5o Negada a e#ist1ncia da re$ercussão geral a decisão valer! $ara todos os recursos sobre 'at"ria id1ntica que serão inde(eridos li'inar'ente salvo revisão da tese tudo nos ter'os do 8egi'ento Interno do 6u$re'o >ribunal Federal. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.1*. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.:5@ de 1. 78evigorado e alterado $ela Lei n9 ?.-1? de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. B -o 6e a >ur'a decidir $ela e#ist1ncia da re$ercussão geral $or no '%ni'o 7quatro< votos (icar! dis$ensada a re'essa do recurso ao Plen!rio. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.-1? de *@@=<.-1? de *@@=<. 78evigorado e co' redação dada $ela Lei n9 ?. B =o .(icial e valer! co'o acórdão. 6u$re'o >ribunal Federal e' decisão irrecorr%vel não con+ecer! do recurso e#traordin!rio quando a questão constitucional nele versada não o(erecer re$ercussão geral nos ter'os deste artigo. B . 7Inclu%do $ela Lei n9 11.-1? de *@@=<..-1? de *@@=<.-1? de *@@=<.-1? de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. . B .. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. B 1o Para e(eito da re$ercussão geral ser! considerada a e#ist1ncia ou não de quest)es relevantes do $onto de vista econA'ico $ol%tico social ou jur%dico que ultra$asse' os interesses subjetivos da causa. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.:5@ de 1.-1? de *@@=<.. B *o .-1? de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.1*./A.-1? de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.:5@ de 1. B .o Oulgado o '"rito do recurso e#traordin!rio os recursos sobrestados serão a$reciados $elos >ribunais >ur'as de Dni(or'i&ação ou >ur'as 8ecursais que $oderão declar!/los $rejudicados ou retratar/se.o A 63'ula da decisão sobre a re$ercussão geral constar! de ata que ser! $ublicada no Fi!rio . 5-. Ad'itidos a'bos os recursos os autos serão re'etidos ao 6u$erior >ribunal de Oustiça. 5-. .1::-< B *o Na +i$ótese de o relator do recurso es$ecial considerar que o recurso e#traordin!rio " $rejudicial 0quele e' decisão irrecorr%vel sobrestar! o seu julga'ento e re'eter! os autos ao 6u$re'o >ribunal Federal $ara o julga'ento do recurso e#traordin!rio.-1? de *@@=<. B *o Negada a e#ist1ncia de re$ercussão geral os recursos sobrestados considerar/ se/ão auto'atica'ente não ad'itidos.o No caso do $ar!gra(o anterior se o relator do recurso e#traordin!rio e' decisão irrecorr%vel não o considerar $rejudicial devolver! os autos ao 6u$erior >ribunal de Oustiça $ara o julga'ento do recurso es$ecial..-1? de *@@=<.1*.Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.:5@ de 1.1::-< Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.. 78evigorado e alterado $ela Lei n9 ?. recorrente dever! de'onstrar e' $reli'inar do recurso $ara a$reciação e#clusiva do 6u$re'o >ribunal Federal a e#ist1ncia da re$ercussão geral. Juando +ouver 'ulti$licidade de recursos co' (unda'ento e' id1ntica controv"rsia a an!lise da re$ercussão geral ser! $rocessada nos ter'os do 8egi'ento Interno do 6u$re'o >ribunal Federal observado o dis$osto neste artigo. 5-. 78evigorado e alterado $ela Lei n9 ?. Art.1::-< B 1o Conclu%do o julga'ento do recurso es$ecial serão os autos re'etidos ao 6u$re'o >ribunal Federal $ara a$reciação do recurso e#traordin!rio se este não estiver $rejudicado./H. 8elator $oder! ad'itir na an!lise da re$ercussão geral a 'ani(estação de terceiros subscrita $or $rocurador +abilitado nos ter'os do 8egi'ento Interno do 6u$re'o >ribunal Federal. B 1o Caber! ao >ribunal de orige' selecionar u' ou 'ais recursos re$resentativos da controv"rsia e enca'in+!/los ao 6u$re'o >ribunal Federal sobrestando os de'ais at" o $ronuncia'ento de(initivo da Corte.1::-< B .1*.

=.=.* de *@@?<.-1? de *@@=<.* de *@@?<.=.* de *@@?<.* de *@@?<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@?<.* de *@@?<. B *o Não adotada a $rovid1ncia descrita no B 1o deste artigo o relator no 6u$erior >ribunal de Oustiça ao identi(icar que sobre a controv"rsia j! e#iste juris$rud1ncia do'inante ou que a 'at"ria j! est! a(eta ao colegiado $oder! deter'inar a sus$ensão nos tribunais de segunda instKncia dos recursos nos quais a controv"rsia esteja estabelecida. 5-. Juando +ouver 'ulti$licidade de recursos co' (unda'ento e' id1ntica questão de direito o recurso es$ecial ser! $rocessado nos ter'os deste artigo.* de *@@?<. Art.* de *@@?<.=. relator $oder! solicitar in(or'aç)es a sere' $restadas no $ra&o de quin&e dias aos tribunais (ederais ou estaduais a res$eito da controv"rsia.* de *@@?<. I / terão segui'ento denegado na +i$ótese de o acórdão recorrido coincidir co' a orientação do 6u$erior >ribunal de Oustiça2 ou 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Não ad'itido o recurso e#traordin!rio ou o recurso es$ecial caber! agravo nos $ró$rios autos no $ra&o de 1@ 7de&< dias. B 5o . B 1o Caber! ao $residente do tribunal de orige' ad'itir u' ou 'ais recursos re$resentativos da controv"rsia os quais serão enca'in+ados ao 6u$erior >ribunal de Oustiça (icando sus$ensos os de'ais recursos es$eciais at" o $ronuncia'ento de(initivo do 6u$erior >ribunal de Oustiça. 8egi'ento Interno do 6u$re'o >ribunal Federal dis$or! sobre as atribuiç)es dos Ginistros das >ur'as e de outros órgãos na an!lise da re$ercussão geral.=.* de *@@?<.o . B . B -o .=. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@?<.=. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.=. 78edação dada $ela Lei n9 1*.. II / serão nova'ente e#a'inados $elo tribunal de orige' na +i$ótese de o acórdão recorrido divergir da orientação do 6u$erior >ribunal de Oustiça. relator con(or'e dis$user o regi'ento interno do 6u$erior >ribunal de Oustiça e considerando a relevKncia da 'at"ria $oder! ad'itir 'ani(estação de $essoas órgãos ou entidades co' interesse na controv"rsia.=./C.o deste artigo 'antida a decisão divergente $elo tribunal de orige' (ar/se/! o e#a'e de ad'issibilidade do recurso es$ecial.=.=. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. B ?o Na +i$ótese $revista no inciso II do B . B . 7Inclu%do $ela Lei n9 11.o Publicado o acórdão do 6u$erior >ribunal de Oustiça os recursos es$eciais sobrestados na orige': 7Inclu%do $ela Lei n9 11.=. Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.** de *@1@< . 7Inclu%do $ela Lei n9 11. B :o . 7Inclu%do $ela Lei n9 11.7Inclu%do $ela Lei n9 11. B 5o 8ecebidas as in(or'aç)es e se (or o caso a$ós cu'$rido o dis$osto no B -o deste artigo ter! vista o Ginist"rio P3blico $elo $ra&o de quin&e dias.B -o Gantida a decisão e ad'itido o recurso $oder! o 6u$re'o >ribunal Federal nos ter'os do 8egi'ento Interno cassar ou re(or'ar li'inar'ente o acórdão contr!rio 0 orientação (ir'ada. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 5--. B =o >ranscorrido o $ra&o $ara o Ginist"rio P3blico e re'etida có$ia do relatório aos de'ais Ginistros o $rocesso ser! inclu%do e' $auta na seção ou na Corte Es$ecial devendo ser julgado co' $re(er1ncia sobre os de'ais (eitos ressalvados os que envolva' r"u $reso e os $edidos de habeas corpus.-1? de *@@=<.* de *@@?<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 6u$erior >ribunal de Oustiça e os tribunais de segunda instKncia regula'entarão no K'bito de suas co'$et1ncias os $rocedi'entos relativos ao $rocessa'ento e julga'ento do recurso es$ecial nos casos $revistos neste artigo.

Par!gra(o 3nico.** de *@1@< Art. Far/se/! a distribuição de acordo co' o regi'ento interno do tribunal observando/se os $rinc%$ios da $ublicidade da alternatividade e do sorteio.o ..** de *@1@< II / con+ecer do agravo $ara: 7inclu%do $ela Lei n9 1*. 78evigorado e alterado $ela Lei n9 ?. E' seguida subir! o agravo ao tribunal su$erior onde ser! $rocessado na (or'a regi'ental. .** de *@1@< b< negar segui'ento ao recurso 'ani(esta'ente inad'iss%vel $rejudicado ou e' con(ronto co' s3'ula ou juris$rud1ncia do'inante no tribunal2 7inclu%do $ela Lei n9 1*..s serviços de $rotocolo $oderão a crit"rio do tribunal ser descentrali&ados 'ediante delegação a o(%cios de justiça de $ri'eiro grau..** de *@1@< B *o A $etição de agravo ser! dirigida 0 $resid1ncia do tribunal de orige' não de$endendo do $aga'ento de custas e des$esas $ostais.* de ? de 'aio de *@@?. 7inclu%do $ela Lei n9 1*.1::-< Il / e' recurso e#traordin!rio divergir do julga'ento da outra tur'a ou do $len!rio.:5@ de 1.1*..** de *@1@< B -o No 6u$re'o >ribunal Federal e no 6u$erior >ribunal de Oustiça o julga'ento do agravo obedecer! ao dis$osto no res$ectivo regi'ento interno $odendo o relator: 78edação dada $ela Lei n9 1*.1::-< I / e' recurso es$ecial divergir do julga'ento de outra tur'a da seção ou do órgão es$ecial2 78evigorado e alterado $ela Lei n9 ?. 5-.s autos re'etidos ao tribunal serão registrados no $rotocolo no dia de sua entrada cabendo 0 secretaria veri(icar/l+es a nu'eração das (ol+as e orden!/los $ara distribuição. agravante dever! inter$or u' agravo $ara cada recurso não ad'itido.*@@1< B .1::-< Par!gra(o 3nico.:5@ de 1. 78edação dada $ela Lei n9 1*. . 5-.bservar/se/! no recurso de e'bargos o $rocedi'ento estabelecido no regi'ento interno. agravado ser! inti'ado de i'ediato $ara no $ra&o de 1@ 7de&< dias o(erecer res$osta.1*. 4 e'barg!vel a decisão da tur'a que: 78evigorado e alterado $ela Lei n9 ?. deste Código e no que couber na Lei no 11..B 1o ..... .1*.. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@. agravado ser! inti'ado de i'ediato $ara no $ra&o de 1@ 7de&< dias o(erecer res$osta $odendo instru%/la co' có$ias das $eças que entender conveniente. Fa decisão do relator que não con+ecer do agravo negar/l+e $rovi'ento ou decidir desde logo o recurso não ad'itido na orige' caber! agravo no $ra&o de 5 7cinco< dias ao órgão co'$etente observado o dis$osto nos BB 1o e *o do art. .** de *@1@< c< dar $rovi'ento ao recurso se o acórdão recorrido estiver e' con(ronto co' s3'ula ou juris$rud1ncia do'inante no tribunal. 55..1::-< CAP1+2L( .** de *@1@< Art. E' seguida os autos serão re'etidos 0 su$erior instKncia observando/se o dis$osto no art.*@@1< Art. 78edação dada $ela Lei n9 1*.1*.II &A (R&E0 &(S PR(CESS(S N( +RI-2NAL Art. 5-?.5* de *=. 78edação dada $ela Lei n9 1*. 5-5.** de *@1@< I / não con+ecer do agravo 'ani(esta'ente inad'iss%vel ou que não ten+a atacado es$eci(ica'ente os (unda'entos da decisão agravada2 7inclu%do $ela Lei n9 1*.=. 78edação dada $ela Lei n9 1@..1*.1*.. ...** de *@1@< a< negar/l+e $rovi'ento se correta a decisão que não ad'itiu o recurso2 7inclu%do $ela Lei n9 1*..:5@ de 1.5* de *=.78evigorado e alterado $ela Lei n9 ?. 5-=..:5@ de 1.

Nos e'bargos in(ringentes e na ação rescisória devolvidos os autos $elo relator a secretaria do tribunal e#$edir! có$ias autenticadas do relatório e as distribuir! entre os ju%&es que co'$usere' o tribunal co'$etente $ara o julga'ento. 55@. Art.s recursos inter$ostos nas causas de $rocedi'ento su'!rio deverão ser julgados no tribunal dentro de -@ 7quarenta< dias.o No caso do B *o deste artigo não devolvidos os autos no $ra&o ne' solicitada e#$ressa'ente sua $rorrogação $elo jui& o $residente do órgão julgador requisitar! o $rocesso e reabrir! o julga'ento na sessão ordin!ria subseqMente co' $ublicação e' $auta. 78edação dada $ela Lei n9 1@. 555.5* de *=.o Nos recursos inter$ostos nas causas de $rocedi'entos su'!rios de des$ejo e nos casos de inde(eri'ento li'inar da $etição inicial não +aver! revisor.*?@ de *@@=< B .s autos serão e' seguida a$resentados ao $residente que designar! dia $ara julga'ento 'andando $ublicar a $auta no órgão o(icial. B . B 1o 6er! revisor o jui& que se seguir ao relator na orde' descendente de antigMidade. 55-. B *o A(i#ar/se/! a $auta na entrada da sala e' que se reali&ar a sessão de julga'ento. relator (ar! nos autos u'a e#$osição dos $ontos controvertidos sobre que versar o recurso.1*. 5-:.1*.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. .*?@ de *@@=< . 55*.5* de *=. B .:5@ de 1. B 1o Entre a data da $ublicação da $auta e a sessão de julga'ento 'ediar! $elo 'enos o es$aço de -? 7quarenta e oito< +oras..*@@1< B 1o . 7tr1s< ju%&es. revisor a$or! nos autos o seu [visto[ cabendo/l+e $edir dia $ara julga'ento. 551.7Inclu%do $ela Lei n9 1@. Art. No julga'ento de a$elação ou de agravo a decisão ser! to'ada na cK'ara ou tur'a $elo voto de . Art.*@@1< B *o Não se considerando +abilitado a $ro(erir i'ediata'ente seu voto a qualquer jui& " (acultado $edir vista do $rocesso devendo devolv1/lo no $ra&o de 1@ 7de&< dias contados da data e' que o recebeu2 o julga'ento $rosseguir! na 1a 7$ri'eira< sessão ordin!ria subseqMente 0 devolução dis$ensada nova $ublicação e' $auta. 55. .Art.1::-< Art.78edação dada $ela Lei n9 11...o 6alvo caso de (orça 'aior $artici$ar! do julga'ento do recurso o jui& que +ouver lançado o [visto[ nos autos. Na sessão de julga'ento de$ois de (eita a e#$osição da causa $elo relator o $residente se o recurso não (or de e'bargos declaratórios ou de agravo de instru'ento dar! a $alavra sucessiva'ente ao recorrente e ao recorrido $elo $ra&o i'$rorrog!vel de 15 7quin&e< 'inutos $ara cada u' a (i' de sustentare' as ra&)es do recurso. . Par!gra(o 3nico. Art. Art.78edação dada $ela Lei n9 ?. Fistribu%dos os autos subirão no $ra&o de -? 7quarenta e oito< +oras 0 conclusão do relator que de$ois de estud!/los os restituir! 0 secretaria co' o seu [visto[ .1*.correndo relevante questão de direito que (aça conveniente $revenir ou co'$or diverg1ncia entre cK'aras ou tur'as do tribunal $oder! o relator $ro$or seja o recurso julgado $elo órgão colegiado que o regi'ento indicar2 recon+ecendo o interesse $3blico na assunção de co'$et1ncia esse órgão colegiado julgar! o recurso. B *o . >ratando/se de a$elação de e'bargos in(ringentes e de ação rescisória os autos serão conclusos ao revisor.

78edação dada $ela Lei n9 5..:*5 de 19. Par!gra(o 3nico..1.1@.1::?< B *o Juando 'ani(esta'ente inad'iss%vel ou in(undado o agravo o tribunal condenar! o agravante a $agar ao agravado 'ulta entre u' e de& $or cento do valor corrigido da causa (icando a inter$osição de qualquer outro recurso condicionada ao de$ósito do res$ectivo valor.1*.1*. Jualquer questão $reli'inar suscitada no julga'ento ser! decidida antes do '"rito deste não se con+ecendo se inco'$at%vel co' a decisão daquela. . 7Inclu%do $ela Lei n9 :. A a$elação não ser! inclu%da e' $auta antes do agravo de instru'ento inter$osto no 'es'o $rocesso.: de . 6e a'bos os recursos +ouvere' de ser julgados na 'es'a sessão ter! $reced1ncia o agravo.@. 5=.:*5 de 19.< Par!gra(o 3nico. 55:. A$licar/se/! o dis$osto neste artigo as +i$óteses do art..@. 5=*.11. 5*@. .1*.5= de 1.. Art.-1: de *@@=<.Art.1::?< Art. Art.. Cersando a $reli'inar sobre nulidade su$r%vel o tribunal +avendo necessidade converter! o julga'ento e' dilig1ncia ordenando a re'essa dos autos ao jui& a (i' de ser sanado o v%cio.1*.: de . 78edação dada $ela Lei n9 :.5= de 1.1::5< Art. 55?.1::-< Art. 8ejeitada a $reli'inar ou se co' ela (or co'$at%vel a a$reciação do '"rito seguir/se/ão a discussão e julga'ento da 'at"ria $rinci$al $ronunciando/se sobre esta os ju%&es vencidos na $reli'inar.1::?< B 1o/A 6e a decisão recorrida estiver e' 'ani(esto con(ronto co' s3'ula ou co' juris$rud1ncia do'inante do 6u$re'o >ribunal Federal ou de >ribunal 6u$erior o relator $oder! dar $rovi'ento ao recurso. .1::5< Par!gra(o 3nico. Pre(erir! aos de'ais o recurso cujo julga'ento ten+a sido iniciado. 78edação dada $ela Lei n9 :.1::?< B 1o Fa decisão caber! agravo no $ra&o de cinco dias ao órgão co'$etente $ara o julga'ento do recurso e se não +ouver retratação o relator a$resentar! o $rocesso e' 'esa $ro(erindo voto2 $rovido o agravo o recurso ter! segui'ento. 5=-..:5@ de 1. 55=. Art..1*.s votos acórdãos e de'ais atos $rocessuais $ode' ser registrados e' arquivo eletrAnico inviol!vel e assinados eletronica'ente na (or'a da lei devendo ser i'$ressos $ara juntada aos autos do $rocesso quando este não (or eletrAnico. 7Inclu%do $ela Lei n9 :. Par!gra(o 3nico. 55. 7Inclu%do $ela Lei n9 :.. 5=@.1:.11. . 78edação dada $ela Lei n9 ?. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 78edação dada $ela Lei n9 :.. Lavrado o acórdão serão as suas conclus)es $ublicadas no órgão o(icial dentro de 1@ 7de&< dias. relator negar! segui'ento a recurso 'ani(esta'ente inad'iss%vel i'$rocedente $rejudicado ou e' con(ronto co' s3'ula ou co' juris$rud1ncia do'inante do res$ectivo tribunal do 6u$re'o >ribunal Federal ou de >ribunal 6u$erior.1:. 5=1..1@.< Art.78edação dada $ela Lei n9 5. Art. Pro(eridos os votos o $residente anunciar! o resultado do julga'ento designando $ara redigir o acórdão o relator ou se este (or vencido o autor do $ri'eiro voto vencedor.. relator $oder! a requeri'ento do agravante nos casos de $risão civil adjudicação re'ição de bens levanta'ento de din+eiro se' caução idAnea e e' outros casos dos quais $ossa resultar lesão grave e de di(%cil re$aração sendo relevante a (unda'entação sus$ender o cu'$ri'ento da decisão at" o $ronuncia'ento de(initivo da tur'a ou cK'ara..1..5= de 1. >odo acórdão conter! e'enta.5= de 1.

5. Pode' $ro'over a e#ecução (orçada: I / o credor a que' a lei con(ere t%tulo e#ecutivo2 II / o Ginist"rio P3blico nos casos $rescritos e' lei. credor te' a (aculdade de desistir de toda a e#ecução ou de a$enas algu'as 'edidas e#ecutivas.. Pode' ta'b"' $ro'over a e#ecução ou nela $rosseguir: I / o es$ólio os +erdeiros ou os sucessores do credor se'$re que $or 'orte deste I+es (or trans'itido o direito resultante do t%tulo e#ecutivo2 II / o cession!rio quando o direito resultante do t%tulo e#ecutivo I+e (oi trans(erido $or ato entre vivos2 III / o sub/rogado nos casos de sub/rogação legal ou convencional. Nas obrigaç)es alternativas quando a escol+a couber ao devedor este ser! citado $ara e#ercer a o$ção e reali&ar a $restação dentro e' 1@ 7de&< dias se outro $ra&o não I+e (oi deter'inado e' lei no contrato ou na sentença. .1@.1::-< b< nos de'ais casos a e#tinção de$ender! da concordKncia do e'bargante.1::-< Art.:*5 de 19.:*5 de 19. Par!gra(o 3nico..:*5 de 19.< Art. de 1.1@.1. Art. de 1. B 1o Fevolver/se/! ao credor a o$ção se o devedor não a e#ercitou no $ra&o 'arcado..< II / o es$ólio os +erdeiros ou os sucessores do devedor2 78edação dada $ela Lei n9 5. Art.< I / o devedor recon+ecido co'o tal no t%tulo e#ecutivo2 78edação dada $ela Lei n9 5. Par!gra(o 3nico.. Art.:5. LI.1@.R( II &( PR(CESS( &E E?EC234( +1+2L( I &A E?EC234( E0 =ERAL CAP1+2L( I &AS PAR+ES Art. 6e tivere' subscrito o requeri'ento os advogados de todos os interessados a $re(er1ncia ser! concedida $ara a $ró$ria sessão. Juando o jui& decidir relação jur%dica sujeita a condição ou ter'o o credor não $oder! e#ecutar a sentença se' $rovar que se reali&ou a condição ou que ocorreu o ter'o.1:.1@.:5.. 5=5.< IC / o (iador judicial2 78edação dada $ela Lei n9 5..1::-< a< serão e#tintos os e'bargos que versare' a$enas sobre quest)es $rocessuais $agando o credor as custas e os +onor!rios advocat%cios2 7Inclu%do $ela Lei n9 ?..1*. 5=.1@. 78edação dada $ela Lei n9 5..* de *@@5< Art. 78evogado $ela Lei n9 11.< III / o novo devedor que assu'iu co' o consenti'ento do credor a obrigação resultante do t%tulo e#ecutivo2 78edação dada $ela Lei n9 5..:*5 de 19. 5.1:. 5=:. de 1.Art. Na desist1ncia da e#ecução observar/se/! o seguinte: 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.1@. 6ão sujeitos $assivos na e#ecução:78edação dada $ela Lei n9 5.1:. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. 5.1*.< C / o res$ons!vel tribut!rio assi' de(inido na legislação $ró$ria.:*5 de 19.:5.:*5 de 19. Fesejando $ro(erir sustentação oral $oderão os advogados requerer que na sessão i'ediata seja o (eito julgado e' $ri'eiro lugar se' $reju%&o das $re(er1ncias legais.@. B *o 6e a escol+a couber ao credor este a indicar! na $etição inicial da e#ecução.*. 5=?. . 5==.1*..1:.1:.*.1:.

A e#ecução (undada e' t%tulo judicial $rocessar/se/! $erante: I / os tribunais su$eriores nas causas de sua co'$et1ncia origin!ria2 II / o ju%&o que decidiu a causa no $ri'eiro grau de jurisdição2 III / 78evogado $ela Lei n9 1@.. E' todos os casos e' que " de(eso a u' contraente antes de cu'$rida a sua obrigação e#igir o i'$le'ento da do outro não se $roceder! 0 e#ecução se o devedor se $ro$)e satis(a&er a $restação co' 'eios considerados idAneos $elo jui& 'ediante a e#ecução da contra$restação $elo credor e este se' justo 'otivo recusar a o(erta. Art..*@@1< Art. Se56o II &o +ítulo EJecutivo . 5. II FA C.5? de *. Par!gra(o 3nico. credor não $oder! iniciar a e#ecução ou nela $rosseguir se o devedor cu'$rir a obrigação2 'as $oder! recusar o recebi'ento da $restação estabelecida no t%tulo e#ecutivo se ela não corres$onder ao direito ou 0 obrigação2 caso e' que requerer! ao jui& a e#ecução ressalvado ao devedor o direito de e'barg!/la. 5. 78evogado $ela Lei n9 11. 5. CAP1+2L( III &(S REL2ISI+(S NECESS>RI(S PARA REALIDAR L2ALL2ER E?EC234( Se56o I &o Inadi:ple:ento do &evedor Art. A e#ecução $ode ser instaurada caso o devedor não satis(aça a obrigação certa l%quida e e#ig%vel consubstanciada e' t%tulo e#ecutivo. Na e#ecução (iscal a Fa&enda P3blica $oder! escol+er o (oro de qualquer u' dos devedores quando +ouver 'ais de u' ou o (oro de qualquer dos do'ic%lios do r"u2 a ação $oder! ainda ser $ro$osta no (oro do lugar e' que se $raticou o ato ou ocorreu o (ato que deu orige' 0 d%vida e'bora nele não 'ais resida o r"u ou ainda no (oro da situação dos bens quando a d%vida deles se originar.*@@1< IC / o ju%&o c%vel co'$etente quando o t%tulo e#ecutivo (or sentença $enal condenatória ou sentença arbitral... .1*. 5..1*. 78edação dada $ela Lei n9 11.5? de *... Art. 5.?* de *@@=< Art. devedor $oder! entretanto e#onerar/se da obrigação de$ositando e' ju%&o a $restação ou a coisa2 caso e' que o jui& sus$ender! a e#ecução não $er'itindo que o credor a receba se' cu'$rir a contra$restação que I+e tocar. A e#ecução (iscal 7art. Não dis$ondo a lei de 'odo diverso o jui& deter'inar! os atos e#ecutivos e os o(iciais de justiça os cu'$rirão. Par!gra(o 3nico.?. . Art.5. 6e'$re que $ara e(etivar a e#ecução (or necess!rio o e'$rego da (orça $olicial o jui& a requisitar!..:.-. 5?@.. 5?5 Cl< ser! $ro$osta no (oro do do'ic%lio do r"u2 se não o tiver no de sua resid1ncia ou no do lugar onde (or encontrado. 5.Art. CAPQ>DL. 5?1. 5. credor ressarcir! ao devedor os danos que este so(reu quando a sentença $assada e' julgado declarar ine#istente no todo ou e' $arte a obrigação que deu lugar 0 e#ecução. Art. 78edação dada $ela Lei n9 1@. Art. .?* de *@@=<.GPE>VNCIA Art. A e#ecução (undada e' t%tulo e#trajudicial ser! $rocessada $erante o ju%&o co'$etente na con(or'idade do dis$osto no Livro I >%tulo IC Ca$%tulos II e III. Par!gra(o 3nico.=.. 5?*. 4 l%cito ao credor sendo o 'es'o o devedor cu'ular v!rias e#ecuç)es ainda que (undadas e' t%tulos di(erentes desde que $ara todas elas seja co'$etente o jui& e id1ntica a (or'a do $rocesso.

C / o cr"dito docu'ental'ente co'$rovado decorrente de aluguel de i'óvel be' co'o de encargos acessórios tais co'o ta#as e des$esas de condo'%nio278edação dada $ela Lei n9 11....* de *@@5< Art.:5.. 78edação dada $ela Lei n9 ?. 78edação dada $ela Lei n9 5. . II / do sócio nos ter'os da lei2 . 5?.. &A RESP(NSA-ILI&A&E PA+RI0(NIAL Art.:*5 de 19.:5.< I / a letra de cK'bio a nota $ro'issória a du$licata a deb1nture e o c+eque2 78edação dada $ela Lei n9 ?..?* de *@@=<. de 1. 78evogados $ela Lei n9 11. .. IC / o cr"dito decorrente de (oro e laud1'io2 78edação dada $ela Lei n9 11.1:. 6ão t%tulos e#ecutivos e#trajudiciais: 78edação dada $ela Lei n9 5. 5:1.*.. 78edação dada $ela Lei n9 11.1@.:<. de 1.1*.?* de *@@=<. 5:*.* de *@@5< CAP1+2L( I.?* de *@@=<.Art.1::-< III / os contratos garantidos $or +i$oteca $en+or anticrese e caução be' co'o os de seguro de vida2 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.1:.:*5 de 19.?* de *@@=<. de 1.*.1@. CI / o cr"dito de serventu!rio de justiça de $erito de int"r$rete ou de tradutor quando as custas e'olu'entos ou +onor!rios (ore' a$rovados $or decisão judicial2 78edação dada $ela Lei n9 11. Art.:5.. 78evogado $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. devedor res$onde $ara o cu'$ri'ento de suas obrigaç)es co' todos os seus bens $resentes e (uturos salvo as restriç)es estabelecidas e' lei.1*.?* de *@@=< Art... Fica' sujeitos 0 e#ecução os bens: I / do sucessor a t%tulo singular tratando/se de e#ecução (undada e' direito real ou obrigação rei$ersecutória2 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=< B *o 78evogado $ela Lei n9 11. t%tulo $ara ter e(ic!cia e#ecutiva +! de satis(a&er aos requisitos de (or'ação e#igidos $ela lei do lugar de sua celebração e indicar o Hrasil co'o o lugar de cu'$ri'ento da obrigação. 5?=. B 1o A $ro$ositura de qualquer ação relativa ao d"bito constante do t%tulo e#ecutivo não inibe o credor de $ro'over/l+e a e#ecução.. 78evogado $ela Lei n9 11. CIII / todos os de'ais t%tulos a que $or dis$osição e#$ressa a lei atribuir (orça e#ecutiva. . CII / a certidão de d%vida ativa da Fa&enda P3blica da Dnião dos Estados do Fistrito Federal dos >erritórios e dos Gunic%$ios corres$ondente aos cr"ditos inscritos na (or'a da lei2 78edação dada $ela Lei n9 11..?* de *@@=< Art.?* de *@@=<. 78edação dada $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 5?-. Arts.1::-< B *o Não de$ende' de +o'ologação $elo 6u$re'o >ribunal Federal $ara sere' e#ecutados os t%tulos e#ecutivos e#trajudiciais oriundos de $a%s estrangeiro. 5?? a 5:@.1::-< II / a escritura $3blica ou outro docu'ento $3blico assinado $elo devedor2 o docu'ento $articular assinado $elo devedor e $or duas teste'un+as2 o instru'ento de transação re(erendado $elo Ginist"rio P3blico $ela Fe(ensoria P3blica ou $elos advogados dos transatores278edação dada $ela Lei n9 ?.1*. 5?.. 5?5.?* de *@@=<.. B 1o 78evogado $ela Lei n9 11..?* de *@@=<..< Art.. 4 de(initiva a e#ecução (undada e' t%tulo e#trajudicial2 " $rovisória enquanto $endente a$elação da sentença de i'$roced1ncia dos e'bargos do e#ecutado quando recebidos co' e(eito sus$ensivo 7art.. A e#ecução $ara cobrança de cr"dito (undar/se/! se'$re e' t%tulo de obrigação certa l%quida e e#ig%vel..

1@. Par!gra(o 3nico.1:. Art.:*5 de 19. Art.1:. (iador quando e#ecutado $oder! no'ear 0 $en+ora bens livres e dese'bargados do devedor. credor que estiver $or direito de retenção na $osse de coisa $ertencente ao devedor não $oder! $ro'over a e#ecução sobre outros bens senão de$ois de e#cutida a coisa que se ac+ar e' seu $oder. . A$lica'/se subsidiaria'ente 0 e#ecução as dis$osiç)es que rege' o $rocesso de con+eci'ento. . B *o A$lica/se aos casos deste artigo o dis$osto no $ar!gra(o 3nico do artigo anterior.?* de *@@=<.< I / ordenar o co'$areci'ento das $artes278edação dada $ela Lei n9 5.< II / advertir ao devedor que o seu $rocedi'ento constitui ato atentatório 0 dignidade da justiça...< IC / inti'ado não indica ao jui& e' 5 7cinco< dias quais são e onde se encontra' os bens sujeitos 0 $en+ora e seus res$ectivos valores.1:..s bens $articulares dos sócios não res$onde' $elas d%vidas da sociedade senão nos casos $revistos e' lei2 o sócio de'andado $elo $aga'ento da d%vida te' direito a e#igir que seja' $ri'eiro e#cutidos os bens da sociedade..1@. Considera/se e' (raude de e#ecução a alienação ou oneração de bens: I / quando sobre eles $ender ação (undada e' direito real2 II / quando ao te'$o da alienação ou oneração corria contra o devedor de'anda ca$a& de redu&i/lo 0 insolv1ncia2 III / nos de'ais casos e#$ressos e' lei. 5:.1:.. (iador que $agar a d%vida $oder! e#ecutar o a(iançado nos autos do 'es'o $rocesso.1@. CAP1+2L( . Art. Art. 5:5.1:. 5:?. 5:-. &AS &ISP(SI3GES =ERAIS Art.:*5 de 19. 78edação dada $ela Lei n9 5. .:*5 de 19. Nos casos $revistos no artigo anterior o devedor incidir! e' 'ulta (i#ada $elo jui& e' 'ontante não su$erior a *@L 7vinte $or cento< do valor atuali&ado do d"bito e' e#ecução se' $reju%&o de outras sanç)es de nature&a $rocessual ou .III / do devedor quando e' $oder de terceiros2 IC / do cAnjuge nos casos e' que os seus bens $ró$rios reservados ou de sua 'eação res$onde' $ela d%vida2 C / alienados ou gravados co' Anus real e' (raude de e#ecução.:*5 de 19.1@.< Art. 5:..1@.1:.. Art. 5::. =@1. 78edação dada $ela Lei n9 11. . =@@. I / (rauda a e#ecução2 78edação dada $ela Lei n9 5. 5:=.< III / resiste injusti(icada'ente 0s ordens judiciais2 78edação dada $ela Lei n9 5. Art.. jui& $ode e' qualquer 'o'ento do $rocesso:78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 19.< II / se o$)e 'aliciosa'ente 0 e#ecução e'$regando ardis e 'eios arti(iciosos2 78edação dada $ela Lei n9 5..s bens do (iador (icarão $or"' sujeitos 0 e#ecução se os do devedor (ore' insu(icientes 0 satis(ação do direito do credor.:*5 de 19. B 1o Cu'$re ao sócio que alegar o bene(%cio deste artigo no'ear bens da sociedade sitos na 'es'a co'arca livres e dese'bargados quantos baste' $ara $agar o d"bito.. . es$ólio res$onde $elas d%vidas do (alecido2 'as (eita a $artil+a cada +erdeiro res$onde $or elas na $ro$orção da $arte que na +erança I+e coube. .1@.?* de *@@=<. Considera/se atentatório 0 dignidade da Oustiça o ato do e#ecutado que: 78edação dada $ela Lei n9 11. Art. .

I &A LIL2I&A34( &A SEN+EN3A 78evogado $ela Lei n9 11. de 1. 78edação dada $ela Lei n9 ?.. B *o For'ali&ada $en+ora sobre bens su(icientes $ara cobrir o valor da d%vida ser! deter'inado o cancela'ento das averbaç)es de que trata este artigo relativas 0queles que não ten+a' sido $en+orados. =15/A. =15. 8ecaindo 'ais de u'a $en+ora sobre os 'es'os bens cada credor conservar! o seu t%tulo de $re(er1ncia...1@..<. =@.1*.*. 5. Art. e#eqMente dever! co'unicar ao ju%&o as averbaç)es e(etivadas no $ra&o de 1@ 7de&< dias de sua concreti&ação.:5.*.*<.1::-< Art..1*. 8essalvado o caso de insolv1ncia do devedor e' que te' lugar o concurso universal 7art. jui& relevar! a $ena se o devedor se co'$ro'eter a não 'ais $raticar qualquer dos atos de(inidos no artigo antecedente e der (iador idAneo que res$onda ao credor $ela d%vida $rinci$al juros des$esas e +onor!rios advocat%cios. Art. .* de *@@5< CAP1+2L( .:*5 de 19. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. . 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. II / co' o de'onstrativo do d"bito atuali&ado at" a data da $ro$ositura da ação quando se tratar de e#ecução $or quantia certa2 78edação dada $ela Lei n9 ?. B . B 1o .?* de *@@=<. de 1. Cu'$re ainda ao credor: I / indicar a es$"cie de e#ecução que $re(ere quando $or 'ais de u' 'odo $ode ser e(etuada2 II / requerer a inti'ação do credor $ignorat%cio +i$otec!rio ou anticr"tico ou usu(rutu!rio quando a $en+ora recair sobre bens gravados $or $en+or +i$oteca anticrese ou usu(ruto2 III / $leitear 'edidas acautelatórias urgentes2 IC / $rovar que adi'$liu a contra$restação que I+e corres$onde ou que I+e assegura o cu'$ri'ento se o e#ecutado não (or obrigado a satis(a&er a sua $restação senão 'ediante a contra$restação do credor. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. a =11.?* de *@@=<.< Art. =1. .1*.* de *@@5< +1+2L( II &AS &I.* de *@@5< Arts. de 1. 78evogado $ela Lei n9 11. 5:.1::-< Par!gra(o 3nico.1:. e#eqMente $oder! no ato da distribuição obter certidão co'$robatória do ajui&a'ento da e#ecução co' identi(icação das $artes e valor da causa $ara (ins de averbação no registro de i'óveis registro de ve%culos ou registro de outros bens sujeitos 0 $en+ora ou arresto.'aterial 'ulta essa que reverter! e' $roveito do credor e#ig%vel na $ró$ria e#ecução.. =@*. =1-..1::-< III / co' a $rova de que se veri(icou a condição ou ocorreu o ter'o 7art.?* de *@@=<.:5.*.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. =1*. . Cu'$re ao credor ao requerer a e#ecução $edir a citação do devedor e instruir a $etição inicial: I / co' o t%tulo e#ecutivo e#trajudicial2 78edação dada $ela Lei n9 11.51 III< reali&a/se a e#ecução no interesse do credor que adquire $ela $en+ora o direito de $re(er1ncia sobre os bens $en+orados. Art. 78evogados $ela Lei n9 11.ERSAS ESP<CIES &E E?EC234( CAP1+2L( I &AS &ISP(SI3GES =ERAIS Art..?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11..?* de *@@=<.o Presu'e/se e' (raude 0 e#ecução a alienação ou oneração de bens e(etuada a$ós a averbação 7art. 78edação dada $ela Lei n9 5.:5.

5. =1?.s tribunais $oderão e#$edir instruç)es sobre o cu'$ri'ento deste artigo.de . credor te' direito a receber al"' de $erdas e danos o valor da coisa quando esta não I+e (or entregue se deteriorou não (or encontrada ou não (or recla'ada do $oder de terceiro adquirente.1:. e#eqMente que $ro'over averbação 'ani(esta'ente indevida indeni&ar! a $arte contr!ria nos ter'os do B *o do art. =1.*@@*< Par!gra(o 3nico. . II / se o devedor não (or regular'ente citado2 III / se instaurada antes de se veri(icar a condição ou de ocorrido o ter'o nos casos do art.:*5 de 19. de 1.1@..de . =1=.?* de *@@=<. II< a$resentar e'bargos.*@@*< Art.. 78edação dada $ela Lei n9 ?. 78edação dada $ela Lei n9 1@.:5.1:. Alienada a coisa quando j! litigiosa e#$edir/se/! 'andado contra o terceiro adquirente que so'ente ser! ouvido de$ois de de$osit!/la... devedor de obrigação de entrega de coisa certa constante de t%tulo e#ecutivo e#trajudicial ser! citado $ara dentro de 1@ 7de&< dias satis(a&er a obrigação ou seguro o ju%&o 7art.--. jui& ao des$ac+ar a inicial $oder! (i#ar 'ulta $or dia de atraso no cu'$ri'ento da obrigação (icando o res$ectivo valor sujeito a alteração caso se revele insu(iciente ou e#cessivo. =*.. =*5.78edação dada $ela Lei n9 5... Art.?* de *@@=<.de . Art.B -o . 7Inclu%do $ela Lei n9 11.5. .. =*1..1*. Ceri(icando o jui& que a $etição inicial est! inco'$leta ou não se ac+a aco'$an+ada dos docu'entos indis$ens!veis 0 $ro$ositura da e#ecução deter'inar! que o credor a corrija no $ra&o de 1@ 7de&< dias sob $ena de ser inde(erida.--. 78edação dada $ela Lei n9 5. A $ro$ositura da e#ecução de(erida $elo jui& interro'$e a $rescrição 'as a citação do devedor deve ser (eita co' observKncia do dis$osto no art. Fe$ositada a coisa o e#eqMente não $oder! levant!/la antes do julga'ento dos e'bargos. A alienação de be' a(orado ou gravado $or $en+or +i$oteca anticrese ou usu(ruto ser! ine(ica& e' relação ao sen+orio direto ou ao credor $ignorat%cio +i$otec!rio anticr"tico ou usu(rutu!rio que não +ouver sido inti'ado.--. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@. Art. ..< Art. B 5o . Juando $or v!rios 'eios o credor $uder $ro'over a e#ecução o jui& 'andar! que se (aça $elo 'odo 'enos gravoso $ara o devedor. .. 1? desta Lei $rocessando/se o incidente e' autos a$artados. *1:. =*.1::-< Art. 6e o e#ecutado entregar a coisa lavrar/se/! o res$ectivo ter'o e dar/se/! $or (inda a e#ecução salvo se esta tiver de $rosseguir $ara o $aga'ento de (rutos ou ressarci'ento de $reju%&os. CAP1+2L( II &A E?EC234( PARA A EN+RE=A &E C(ISA Se56o I &a EntreFa de Coisa Certa Art. 78edação dada $ela Lei n9 1@. 5?=<2 78edação dada $ela Lei n9 11.. Art.. . =*-. .1@. devedor $oder! de$ositar a coisa e' ve& de entreg!/la quando quiser o$or e'bargos. =1:. Art. =*@. 5..*. Art.*@@*< Art. Não sendo a coisa entregue ou de$ositada ne' ad'itidos e'bargos sus$ensivos da e#ecução e#$edir/se/! e' (avor do credor 'andado de i'issão na $osse ou de busca e a$reensão con(or'e se tratar de i'óvel ou de 'óvel. =*=. =**.?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.5.:*5 de 19. 4 nula a e#ecução: I / se o t%tulo e#ecutivo e#trajudicial não corres$onder a obrigação certa l%quida e e#ig%vel 7art.< Art.

--. Art..-.5. de 1. Par!gra(o 3nico.. e#eqMente adiantar! as quantias $revistas na $ro$osta que ouvidas as $artes o jui& +ouver a$rovado.@. =. Juando o objeto da e#ecução (or obrigação de (a&er o devedor ser! citado $ara satis(a&1/la no $ra&o que o jui& I+e assinar se outro não estiver deter'inado no t%tulo e#ecutivo. =.o 78evogado $ela Lei n9 11..?* de *@@=<. . 6e o (ato $uder ser $restado $or terceiro " l%cito ao jui& a requeri'ento do e#eqMente decidir que aquele o reali&e 0 custa do e#ecutado.*@@*< B *o 6erão a$urados e' liquidação o valor da coisa e os $reju%&os.. Par!gra(o 3nico.?* de *@@=< B . =.B 1o Não constando do t%tulo o valor da coisa ou sendo i'$oss%vel a sua avaliação o e#eqMente (ar/l+e/! a esti'ativa sujeitando/se ao arbitra'ento judicial. B 1o 78evogado $ela Lei n9 11. =.--. =*?. 78edação dada $ela Lei n9 1@. Se56o II &a EntreFa de Coisa Incerta Art. =*:. Art.5. Navendo ben(eitorias indeni&!veis (eitas na coisa $elo devedor ou $or terceiros de cujo $oder ela +ouver sido tirada a liquidação $r"via " obrigatória. =.?* de *@@=< B . 78edação dada $ela Lei n9 ?..?* de *@@=<.=. 6e +ouver saldo e' (avor do devedor o credor o de$ositar! ao requerer a entrega da coisa2 se +ouver saldo e' (avor do credor este $oder! cobr!/lo nos autos do 'es'o $rocesso. 6e no $ra&o (i#ado o devedor não satis(i&er a obrigação " l%cito ao credor nos $ró$rios autos do $rocesso requerer que ela seja e#ecutada 0 custa do devedor ou +aver $erdas e danos2 caso e' que ela se converte e' indeni&ação.1::-< Art.. =. Jualquer das $artes $oder! e' -? 7quarenta e oito< +oras i'$ugnar a escol+a (eita $ela outra e o jui& decidir! de $lano ou se necess!rio ouvindo $erito de sua no'eação.. Art.:5.5.... 78edação dada $ela Lei n9 11. 78edação dada $ela Lei n9 1@. =.*.1. Prestado o (ato o jui& ouvir! as $artes no $ra&o de 1@ 7de&< dias2 não +avendo i'$ugnação dar! $or cu'$rida a obrigação2 e' caso contr!rio decidir! a i'$ugnação..1*. Art.de .de ..?* de *@@=< B 5o 78evogado $ela Lei n9 11. .?* de *@@=< Art.. 6e o contratante não $restar o (ato no $ra&o ou se o $raticar de 'odo inco'$leto ou de(eituoso $oder! o credor requerer ao jui& no $ra&o de 1@ 7de&< dias que o autori&e a conclu%/lo ou a re$ar!/lo $or conta do contratante. .*@@*< Art.o 78evogado $ela Lei n9 11. 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=< B -o 78evogado $ela Lei n9 11.?* de *@@=< B *o 78evogado $ela Lei n9 11. valor das $erdas e danos ser! a$urado e' liquidação seguindo/se a e#ecução $ara cobrança de quantia certa. A$licar/se/! 0 e#ecução $ara entrega de coisa incerta o estatu%do na seção anterior. Juando a e#ecução recair sobre coisas deter'inadas $elo g1nero e quantidade o devedor ser! citado $ara entreg!/las individuali&adas se I+e couber a escol+a2 'as se essa couber ao credor este a indicar! na $etição inicial. CAP1+2L( III &A E?EC234( &AS (-RI=A3GES &E BADER E &E N4( BADER Se56o I &a (briFa56o de Ba@er Art..?* de *@@=< B =o 78evogado $ela Lei n9 11.

=.: a =-1. de 1. 6e o credor quiser e#ecutar ou 'andar e#ecutar sob sua direção e vigilKncia as obras e trabal+os necess!rios 0 $restação do (ato ter! $re(er1ncia e' igualdade de condiç)es de o(erta ao terceiro.. III / na alienação e' +asta $3blica2 78edação dada $ela Lei n9 11. =-*.. A e#$ro$riação consiste: I / na adjudicação e' (avor do e#eqMente ou das $essoas indicadas no B *o do art. Não sendo $oss%vel des(a&er/se o ato a obrigação resolve/se e' $erdas e danos. Par!gra(o 3nico. .1::-< Par!gra(o 3nico... Navendo recusa ou 'ora do devedor a obrigação $essoal do devedor converter/se/! e' $erdas e danos a$licando/se outrossi' o dis$osto no art.EN+E Se56o I &a Penhora% da Avalia56o e da EJpropria56o de -ens 78edação dada $ela Lei n9 11.* de *@@5< Se56o II &a (briFa56o de N6o Ba@er Art. . II / na alienação $or iniciativa $articular2 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. =.*@@*< Art.?* de *@@=<... Navendo recusa ou 'ora do devedor o credor requerer! ao jui& que 'ande des(a&er o ato 0 sua custa res$ondendo o devedor $or $erdas e danos. 6e o valor da 'ulta estiver $revisto no t%tulo o jui& $oder! redu&i/lo se e#cessivo. =-=.de . 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Nas obrigaç)es de (a&er quando (or convencionado que o devedor a (aça $essoal'ente o credor $oder! requerer ao jui& que I+e assine $ra&o $ara cu'$ri/la.1*. -=1 observando/se subsidiaria'ente o dis$osto neste Ca$%tulo.?. =-. 78evogados $ela Lei n9 11. Par!gra(o 3nico.s Se5Ces Precedentes Art. 78edação dada $ela Lei n9 ?. direito de $re(er1ncia ser! e#ercido no $ra&o de 5 7cinco< dias contados da a$resentação da $ro$osta $elo terceiro 7art.?* de *@@=<.?* de *@@=<. 6e o devedor $raticou o ato a cuja abstenção estava obrigado $ela lei ou $elo contrato o credor requerer! ao jui& que I+e assine $ra&o $ara des(a&1/lo.1::-< CAP1+2L( I. Se56o III &as &isposi5Ces Co:uns .Par!gra(o 3nico. =. 5:1<...... =-... A e#ecução $or quantia certa te' $or objeto e#$ro$riar bens do devedor a (i' de satis(a&er o direito do credor 7art. Arts. Par!gra(o 3nico.1*. =-5. Na e#ecução de obrigação de (a&er ou não (a&er (undada e' t%tulo e#trajudicial o jui& ao des$ac+ar a inicial (i#ar! 'ulta $or dia de atraso no cu'$ri'ento da obrigação e a data a $artir da qual ser! devida.5. IC / no usu(ruto de be' 'óvel ou i'óvel. =?5/A desta Lei2 78edação dada $ela Lei n9 11. =.. A sentença relativa a obrigação de (a&er ou não (a&er cu'$re/se de acordo co' o art.$ar!gra(o 3nico<.?* de *@@=<. &A E?EC234( P(R L2AN+IA CER+A C(N+RA &E.*. Subse56o I &as &isposi5Ces =erais Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. =--. Art. 78edação dada $ela Lei n9 1@. Art.E&(R S(L.uvido o contratante no $ra&o de 5 7cinco< dias o jui& 'andar! avaliar o custo das des$esas necess!rias e condenar! o contratante a $ag!/lo. Art.:5. Art.?* de *@@=<.:5. de 1.--. =. .78edação dada $ela Lei n9 11...

=-?.< 7Inclu%do $ela Lei n9 11. C / os livros as '!quinas as (erra'entas os utens%lios os instru'entos ou outros bens 'óveis necess!rios ou 3teis ao e#erc%cio de qualquer $ro(issão2 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.. dis$osto no inciso IC do ca$ut deste artigo não se a$lica no caso de $en+ora $ara $aga'ento de $restação ali'ent%cia. B . =5*.<.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 78edação dada $ela Lei n9 11..?* de *@@=<.?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. .=:.?* de *@@=<.?* de *@@=<.. CIII / a $equena $ro$riedade rural assi' de(inida e' lei desde que trabal+ada $ela (a'%lia2 78edação dada $ela Lei n9 11. 78edação dada $ela Lei n9 11.. CI / o seguro de vida2 78edação dada $ela Lei n9 11. IC / os venci'entos subs%dios soldos sal!rios re'uneraç)es $roventos de a$osentadoria $ens)es $ec3lios e 'onte$ios2 as quantias recebidas $or liberalidade de terceiro e destinadas ao sustento do devedor e sua (a'%lia os gan+os de trabal+ador autAno'o e os +onor!rios de $ro(issional liberal observado o dis$osto no B .?* de *@@=<. III / os vestu!rios be' co'o os $ertences de uso $essoal do e#ecutado salvo se de elevado valor2 78edação dada $ela Lei n9 11. =-:.?* de *@@=<. Art. 78edação dada $ela Lei n9 11..?* de *@@=<.?* de *@@=<.. II / os recursos $3blicos do (undo $artid!rio recebidos nos ter'os da lei $or $artido $ol%tico.?* de *@@=<.odeste artigo2 78edação dada $ela Lei n9 11. =51. 7tr1s< dias e(etuar o $aga'ento da d%vida. .?* de *@@=<.?* de *@@=<.. 7CE>AF.?* de *@@=<. Art.. =5@. 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.o 7CE>AF.?* de *@@=<... I / at" o li'ite de -@ 7quarenta< sal!rios '%ni'os a quantia de$ositada e' caderneta de $ou$ança. B *o . Art. Pode' ser $en+orados 0 (alta de outros bens os (rutos e rendi'entos dos bens inalien!veis salvo se destinados 0 satis(ação de $restação ali'ent%cia.de *@@?< B 1o A i'$en+orabilidade não " o$on%vel 0 cobrança do cr"dito concedido $ara a aquisição do $ró$rio be'. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.. CII / os 'ateriais necess!rios $ara obras e' anda'ento salvo se essas (ore' $en+oradas2 78edação dada $ela Lei n9 11. 6ão absoluta'ente i'$en+or!veis: I / os bens inalien!veis e os declarados $or ato volunt!rio não sujeitos 0 e#ecução2 II / os 'óveis $ertences e utilidades do'"sticas que guarnece' a resid1ncia do e#ecutado salvo os de elevado valor ou que ultra$asse' as necessidades co'uns corres$ondentes a u' '"dio $adrão de vida2 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11..?* de *@@=<..Art. Não estão sujeitos 0 e#ecução os bens que a lei considera i'$en+or!veis ou inalien!veis.. Art. II / os recursos $3blicos recebidos $or instituiç)es $rivadas $ara a$licação co'$ulsória e' educação sa3de ou assist1ncia social2 78edação dada $ela Lei n9 11. Antes de adjudicados ou alienados os bens $ode o e#ecutado a todo te'$o re'ir a e#ecução $agando ou consignando a i'$ortKncia atuali&ada da d%vida 'ais juros custas e +onor!rios advocat%cios. Par!gra(o 3nico. e#ecutado ser! citado $ara no $ra&o de .. Subse56o II &a Cita56o do &evedor e da Indica56o de -ens 78edação dada $ela Lei n9 11..

.?* de *@@=<.?* de *@@=<.?* de *@@=<. =5. IC / bens i'óveis2 78edação dada $ela Lei n9 11. Art. Art. Findo o $ra&o do edital ter! o devedor o $ra&o a que se re(ere o art.. =5* convertendo/se o arresto e' $en+ora e' caso de não/$aga'ento. C / navios e aeronaves2 78edação dada $ela Lei n9 11.B 1o Não e(etuado o $aga'ento 'unido da segunda via do 'andado o o(icial de justiça $roceder! de i'ediato 0 $en+ora de bens e a sua avaliação lavrando/se o res$ectivo auto e de tais atos inti'ando na 'es'a o$ortunidade o e#ecutado.?* de *@@=<.. A $en+ora observar! $re(erencial'ente a seguinte orde': 78edação dada $ela Lei n9 11. CIII / $edras e 'etais $reciosos2 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. 78edação dada $ela Lei n9 11. Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. jui& $oder! de o(%cio ou a requeri'ento do e#eqMente deter'inar a qualquer te'$o a inti'ação do e#ecutado $ara indicar bens $ass%veis de $en+ora.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. *@ B -o<. B -o A inti'ação do e#ecutado (ar/se/! na $essoa de seu advogado2 não o tendo ser! inti'ado $essoal'ente.?* de *@@=<.. II / ve%culos de via terrestre2 78edação dada $ela Lei n9 11.. CI / aç)es e quotas de sociedades e'$res!rias2 78edação dada $ela Lei n9 11. =5*/A..o .?* de *@@=<.. No caso de integral $aga'ento no $ra&o de . II / outros direitos. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. =5-. B 1o Na e#ecução de cr"dito co' garantia +i$otec!ria $ignorat%cia ou anticr"tica a $en+ora recair! $re(erencial'ente sobre a coisa dada e' garantia2 se a coisa $ertencer a terceiro garantidor ser! ta'b"' esse inti'ado da $en+ora. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.. B *o . . B 5o 6e não locali&ar o e#ecutado $ara inti'!/lo da $en+ora o o(icial certi(icar! detal+ada'ente as dilig1ncias reali&adas caso e' que o jui& $oder! dis$ensar a inti'ação ou deter'inar! novas dilig1ncias.. III / bens 'óveis e' geral2 78edação dada $ela Lei n9 11.. Art. =55.. o(icial de justiça não encontrando o devedor arrestar/l+e/! tantos bens quantos baste' $ara garantir a e#ecução. Par!gra(o 3nico..... Co'$ete ao credor dentro de 1@ 7de&< dias contados da data e' que (oi inti'ado do arresto a que se re(ere o $ar!gra(o 3nico do artigo anterior requerer a citação $or edital do devedor.?* de *@@=<..?* de *@@=<.?* de *@@=<.?* de *@@=<.?* de *@@=<. Par!gra(o 3nico.?* de *@@=<. Ao des$ac+ar a inicial o jui& (i#ar! de $lano os +onor!rios de advogado a sere' $agos $elo e#ecutado 7art.?* de *@@=<.. I / t%tulos e valores 'obili!rios co' cotação e' 'ercado2 78edação dada $ela Lei n9 11. CII / $ercentual do (atura'ento de e'$resa devedora2 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. 78edação dada $ela Lei n9 11. credor $oder! na inicial da e#ecução indicar bens a sere' $en+orados 7art.?* de *@@=<. Nos 1@ 7de&< dias seguintes 0 e(etivação do arresto o o(icial de justiça $rocurar! o devedor tr1s ve&es e' dias distintos2 não o encontrando certi(icar! o ocorrido. I / din+eiro e' es$"cie ou e' de$ósito ou a$licação e' instituição (inanceira2 78edação dada $ela Lei n9 11. =55<. B . ...?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. II / t%tulos da d%vida $3blica da Dnião Estados e Fistrito Federal co' cotação e' 'ercado2 78edação dada $ela Lei n9 11. 78edação dada $ela Lei n9 11. 7tr1s< dias a verba +onor!ria ser! redu&ida $ela 'etade..

?* de *@@=<. 78edação dada $ela Lei n9 11...?* de *@@=<...?* de *@@=<. III / se +avendo bens no (oro da e#ecução outros +ouvere' sido $en+orados2 78edação dada $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.@:= de 1: de sete'bro de 1::5. IC / se +avendo bens livres a $en+ora +ouver reca%do sobre bens j! $en+orados ou objeto de grava'e2 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.=:. B *o Co'$ete ao e#ecutado co'$rovar que as quantias de$ositadas e' conta corrente re(ere'/se 0 +i$ótese do inciso IC do ca$ut do art.o Na $en+ora de $ercentual do (atura'ento da e'$resa e#ecutada ser! no'eado de$osit!rio co' a atribuição de sub'eter 0 a$rovação judicial a (or'a de e(etivação da constrição be' co'o de $restar contas 'ensal'ente entregando ao e#eqMente as quantias recebidas a (i' de sere' i'$utadas no $aga'ento da d%vida.?* de *@@=<. Art.?* de *@@=<. 1.?* de *@@=<. CII / se o devedor não indicar o valor dos bens ou o'itir qualquer das indicaç)es a que se re(ere' os incisos I a IC do $ar!gra(o 3nico do art. CI / se (racassar a tentativa de alienação judicial do be'2 ou 78edação dada $ela Lei n9 11.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. =@@< no $ra&o (i#ado $elo jui& indicar onde se encontra' os bens sujeitos 0 e#ecução e#ibir a $rova de sua $ro$riedade e se (or o caso certidão negativa de Anus be' co'o abster/se de qualquer atitude que di(iculte ou e'barace a reali&ação da $en+ora 7art. II / se não incidir sobre os bens designados e' lei contrato ou ato judicial $ara o $aga'ento2 78edação dada $ela Lei n9 11... B 1o 4 dever do e#ecutado 7art.?* de *@@=<.. =55/A. Para $ossibilitar a $en+ora de din+eiro e' de$ósito ou a$licação (inanceira o jui& a requeri'ento do e#eqMente requisitar! 0 autoridade su$ervisora do siste'a banc!rio $re(erencial'ente $or 'eio eletrAnico in(or'aç)es sobre a e#ist1ncia de ativos e' no'e do e#ecutado $odendo no 'es'o ato deter'inar sua indis$onibilidade at" o valor indicado na e#ecução. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. I / se não obedecer 0 orde' legal2 78edação dada $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. B -o Juando se tratar de e#ecução contra $artido $ol%tico o jui& a requeri'ento do e#eqMente requisitar! 0 autoridade su$ervisora do siste'a banc!rio nos ter'os do que estabelece o ca$ut deste artigo in(or'aç)es sobre a e#ist1ncia de ativos tão/ so'ente e' no'e do órgão $artid!rio que ten+a contra%do a d%vida e#ecutada ou que ten+a dado causa a violação de direito ou ao dano ao qual cabe e#clusiva'ente a res$onsabilidade $elos atos $raticados de acordo co' o dis$osto no art.?* de *@@=<. Art. 15/A da Lei no:. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.?* de *@@=<.... =-: desta Lei ou que estão revestidas de outra (or'a de i'$en+orabilidade.?* de *@@=<. ==? desta Lei.B *o 8ecaindo a $en+ora e' bens i'óveis ser! inti'ado ta'b"' o cAnjuge do e#ecutado.. >ratando/se de $en+ora e' be' indivis%vel a 'eação do cAnjuge al+eio 0 e#ecução recair! sobre o $roduto da alienação do be'. =55/H.de *@@?< Art.$ar!gra(o 3nico<. C / se incidir sobre bens de bai#a liquide&2 78edação dada $ela Lei n9 11.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. .?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11..?* de *@@=<. B 1o As in(or'aç)es li'itar/se/ão 0 e#ist1ncia ou não de de$ósito ou a$licação at" o valor indicado na e#ecução. A $arte $oder! requerer a substituição da $en+ora: 78edação dada $ela Lei n9 11. B . =5=..

78edação dada $ela Lei n9 11. e#ecutado so'ente $oder! o(erecer be' i'óvel e' substituição caso o requeira co' a e#$ressa anu1ncia do cAnjuge. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 78edação dada $ela Lei n9 11..?* de *@@=<. 7tr1s< dias a $arte contr!ria se os bens inicial'ente $en+orados 7art. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.@L 7trinta $or cento<. A $en+ora dever! incidir e' tantos bens quantos baste' $ara o $aga'ento do $rinci$al atuali&ado juros custas e +onor!rios advocat%cios. 6e o devedor não tiver bens no (oro da causa (ar/se/! a e#ecução $or carta $en+orando/se avaliando/se e alienando/se os bens no (oro da situação 7art. ==*. B 5o Nos casos do B -o quando a$resentada certidão da res$ectiva 'atr%cula a $en+ora de i'óveis inde$endente'ente de onde se locali&e' ser! reali&ada $or ter'o nos autos do qual ser! inti'ado o e#ecutado $essoal'ente ou na $essoa de seu advogado e $or este ato constitu%do de$osit!rio. =5*< (ore' substitu%dos $or outros lavrar/se/! o res$ectivo ter'o. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. =5:. .. . Art. Art. B *o Não se levar! a e(eito a $en+ora quando evidente que o $roduto da e#ecução dos bens encontrados ser! total'ente absorvido $elo $aga'ento das custas da e#ecução.--.B *o A $en+ora $ode ser substitu%da $or (iança banc!ria ou seguro garantia judicial e' valor não in(erior ao do d"bito constante da inicial 'ais .?* de *@@=<..-..<.. jui& decidir! de $lano quaisquer quest)es suscitadas.o No caso do $ar!gra(o anterior e be' assi' quando não encontrar quaisquer bens $en+or!veis o o(icial descrever! na certidão os que guarnece' a resid1ncia ou o estabeleci'ento do devedor.?* de *@@=<. ==@.?* de *@@=<..?* de *@@=<.. =5* B -o< $rovidenciar $ara $resunção absoluta de con+eci'ento $or terceiros a res$ectiva averbação no o(%cio i'obili!rio 'ediante a a$resentação de certidão de inteiro teor do ato inde$endente'ente de 'andado judicial.*@@*< B =o .. Par!gra(o 3nico. Art.5. =5?. 6e'$re que necess!rio o jui& requisitar! (orça $olicial a (i' de au#iliar os o(iciais de justiça na $en+ora dos bens e na $risão de que' resistir 0 orde'. 78edação dada $ela Lei n9 11. ==1. Fe(erido o $edido 'encionado no artigo antecedente dois o(iciais de justiça cu'$rirão o 'andado arro'bando $ortas 'óveis e gavetas onde $resu'ire' que se ac+e' os bens e lavrando de tudo auto circunstanciado que ser! assinado $or duas teste'un+as $resentes 0 dilig1ncia. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Art.?* de *@@=<.. Subse56o III &a Penhora e do &ep9sito Art.?* de *@@=<.uvida e' . B . .bedecidas as nor'as de segurança que (ore' institu%das sob crit"rios uni(or'es $elos >ribunais a $en+ora de nu'er!rio e as averbaç)es de $en+oras de bens i'óveis e 'óveis $ode' ser reali&adas $or 'eios eletrAnicos. =5. B -o A $en+ora de bens i'óveis reali&ar/se/! 'ediante auto ou ter'o de $en+ora cabendo ao e#eqMente se' $reju%&o da i'ediata inti'ação do e#ecutado 7art.?* de *@@=<. B .de . B 1o E(etuar/se/! a $en+ora onde quer que se encontre' os bens ainda que sob a $osse detenção ou guarda de terceiros.. . 78edação dada $ela Lei n9 11. 78edação dada $ela Lei n9 11. 6e o devedor (ec+ar as $ortas da casa a (i' de obstar a $en+ora dos bens o o(icial de justiça co'unicar! o (ato ao jui& solicitando/l+e orde' de arro'ba'ento.o . Art.

Navendo 'ais de u'a $en+ora lavrar/se/! $ara cada qual u' auto.?* de *@@=<.?* de *@@=<. Na +i$ótese $revista neste artigo ao e#ecutado incu'be: 7Inclu%do $ela Lei n9 11..?* de *@@=<. . Art. Fo auto de resist1ncia constar! o rol de teste'un+as co' a sua quali(icação. B . 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. 78edação dada $ela Lei n9 11. Art.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 1..Art. I / quanto aos bens i'óveis indicar as res$ectivas 'atr%culas e registros situ!/los e 'encionar as divisas e con(rontaç)es2 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Art. III / quanto aos se'oventes es$eci(ic!/los indicando o n3'ero de cabeças e o i'óvel e' que se encontra'2 7Inclu%do $ela Lei n9 11. auto de $en+ora conter!: I / a indicação do dia '1s ano e lugar e' que (oi (eita2 II / os no'es do credor e do devedor2 III / a descrição dos bens $en+orados co' os seus caracter%sticos2 IC / a no'eação do de$osit!rio dos bens. =*@<. B 1o Co' a e#$ressa anu1ncia do e#eqMente ou nos casos de di(%cil re'oção os bens $oderão ser de$ositados e' $oder do e#ecutado.. ===. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. .o A $risão de de$osit!rio judicial in(iel ser! decretada no $ró$rio $rocesso inde$endente'ente de ação de de$ósito.?* de *@@=<. Art.. incisos IC e CI e art.. ==.. ==?. Art. Par!gra(o 3nico. B *o As jóias $edras e objetos $reciosos deverão ser de$ositados co' registro do valor esti'ado de resgate... II / quanto aos 'óveis $articulari&ar o estado e o lugar e' que se encontra'2 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Par!gra(o 3nico.?* de *@@=<. I / no Hanco do Hrasil na Cai#a EconA'ica Federal ou e' u' banco de que o Estado/Ge'bro da Dnião $ossua 'ais de 'etade do ca$ital social integrali&ado2 ou e' (alta de tais estabeleci'entos de cr"dito ou ag1ncias suas no lugar e' qualquer estabeleci'ento de cr"dito designado $elo jui& as quantias e' din+eiro as $edras e os 'etais $reciosos be' co'o os $a$"is de cr"dito2 II / e' $oder do de$osit!rio judicial os 'óveis e os i'óveis urbanos2 III / e' 'ãos de de$osit!rio $articular os de'ais bens. ==5. ==.?* de *@@=<.. Par!gra(o 3nico.?* de *@@=<.?* de *@@=<. Não se $rocede 0 segunda $en+ora salvo se: I / a $ri'eira (or anulada2 II / e#ecutados os bens o $roduto da alienação não bastar $ara o $aga'ento do credor2 III / o credor desistir da $ri'eira $en+ora $or sere' litigiosos os bens ou $or estare' $en+orados arrestados ou onerados. . 7Inclu%do $ela Lei n9 11. e#ecutado $ode no $ra&o de 1@ 7de&< dias a$ós inti'ado da $en+ora requerer a substituição do be' $en+orado desde que co'$rove cabal'ente que a substituição não trar! $reju%&o algu' ao e#eqMente e ser! 'enos onerosa $ara ele devedor 7art.?* de *@@=<.. . Considerar/se/! (eita a $en+ora 'ediante a a$reensão e o de$ósito dos bens lavrando/se u' só auto se as dilig1ncias (ore' conclu%das no 'es'o dia. .s o(iciais de justiça lavrarão e' du$licata o auto de resist1ncia entregando u'a via ao escrivão do $rocesso $ara ser junta aos autos e a outra 0 autoridade $olicial a que' entregarão o $reso. ==-.s bens $en+orados serão $re(erencial'ente de$ositados: 78edação dada $ela Lei n9 11..

B -o A requeri'ento do credor o jui& deter'inar! o co'$areci'ento e' audi1ncia es$ecial'ente designada do devedor e do terceiro a (i' de I+es to'ar os de$oi'entos.. =. 78evogado $ela Lei n9 11. &a Penhora de CrAditos e de (utros &ireitos Patri:oniais Art. =.1@..?* de *@@=< Art.@.1:. Juando o direito estiver sendo $leiteado e' ju%&o averbar/se/! no rosto dos autos a $en+ora que recair nele e na ação que I+e corres$onder a (i' de se e(etivar nos bens que (ore' adjudicados ou viere' a caber ao devedor.. .1:. 78edação dada $ela Lei n9 5. jui& autori&ar! a alienação anteci$ada dos bens $en+orados quando: I / sujeitos a deterioração ou de$reciação2 II / +ouver 'ani(esta vantage'. Art.-. Juando a $en+ora recair sobre d%vidas de din+eiro a juros de direito a rendas ou de $restaç)es $eriódicas o credor $oder! levantar os juros os rendi'entos ou as $restaç)es 0 'edida que (ore' sendo de$ositadas abatendo/se do cr"dito as i'$ortKncias recebidas con(or'e as regras da i'$utação e' $aga'ento. Art. .:*5 de 19.1@. Art. =..5.1:. =.< Art. Par!gra(o 3nico. Subse56o I.?* de *@@=<. Enquanto não ocorrer a +i$ótese $revista no artigo seguinte considerar/se/! (eita a $en+ora $ela inti'ação: 78edação dada $ela Lei n9 5. C / atribuir valor aos bens indicados 0 $en+ora.. =. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. A $en+ora de cr"dito re$resentada $or letra de cK'bio nota $ro'issória du$licata c+eque ou outros t%tulos (ar/se/! $ela a$reensão do docu'ento esteja ou não e' $oder do devedor. B 1o .:*5 de 19. Feita a $en+ora e' direito e ação do devedor e não tendo este o(erecido e'bargos ou sendo estes rejeitados o credor (ica sub/rogado nos direitos do devedor at" a concorr1ncia do seu cr"dito...:*5 de 19.1@.?* de *@@=<.< I / ao terceiro devedor $ara que não $ague ao seu credor2 78edação dada $ela Lei n9 5. =. B . B *o A sub/rogação não i'$ede ao sub/rogado se não receber o cr"dito do devedor de $rosseguir na e#ecução nos 'es'os autos $en+orando outros bens do devedor. Art.< II / ao credor do terceiro $ara que não $ratique ato de dis$osição do cr"dito. credor $ode $re(erir e' ve& da sub/rogação a alienação judicial do direito $en+orado caso e' que declarar! a sua vontade no $ra&o de 1@ 7de&< dias contados da reali&ação da $en+ora. ==:. B *o .. Juando a $en+ora recair e' cr"dito do devedor o o(icial de justiça o $en+orar!.*. Juando u'a das $artes requerer a alienação anteci$ada dos bens $en+orados o jui& ouvir! se'$re a outra antes de decidir. B 1o 6e o t%tulo não (or a$reendido 'as o terceiro con(essar a d%vida ser! +avido co'o de$osit!rio da i'$ortKncia.o 6e o terceiro negar o d"bito e' conluio co' o devedor a quitação que este I+e der considerar/se/! e' (raude de e#ecução.IC / quanto aos cr"ditos identi(icar o devedor e quali(ic!/lo descrevendo a orige' da d%vida o t%tulo que a re$resenta e a data do venci'ento2 e 7Inclu%do $ela Lei n9 11.1. terceiro só se e#onerar! da obrigação de$ositando e' ju%&o a i'$ortKncia da d%vida.

78edação dada $ela Lei n9 11...uvidas as $artes o jui& decidir!. Art. Art. 8ecaindo a $en+ora sobre direito que ten+a $or objeto $restação ou restituição de coisa deter'inada o devedor ser! inti'ado $ara no venci'ento de$osit!/la correndo sobre ela a e#ecução. . =?. . Par!gra(o 3nico.I &a Avalia56o Art.?* de *@@=<.1= a . =5*< ressalvada a aceitação do valor esti'ado $elo e#ecutado 7art. Juando a $en+ora recair e' estabeleci'ento co'ercial industrial ou agr%cola be' co'o e' se'oventes $lantaç)es ou edi(%cio e' construção o jui& no'ear! u' de$osit!rio deter'inando/l+e que a$resente e' 1@ 7de&< dias a (or'a de ad'inistração. 78edação dada $ela Lei n9 11. 4 ad'itida nova avaliação quando: 78edação dada $ela Lei n9 11. A $en+ora de e'$resa que (uncione 'ediante concessão ou autori&ação (ar/se/! con(or'e o valor do cr"dito sobre a renda sobre deter'inados bens ou sobre todo o $atri'Anio no'eando o jui& co'o de$osit!rio de $re(er1ncia u' dos seus diretores. laudo da avaliação integrar! o auto de $en+ora ou e' caso de $er%cia 7art..?. Subse56o . ==? $ar!gra(o 3nico inciso C<2 caso seja' necess!rios con+eci'entos es$eciali&ados o jui& no'ear! avaliador (i#ando/l+e $ra&o não su$erior a 1@ 7de&< dias $ara entrega do laudo. Subse56o . =?1.*@2 recaindo $or"' sobre todo o $atri'Anio $rosseguir! a e#ecução os seus ulteriores ter'os ouvindo/se antes da arre'atação ou da adjudicação o $oder $3blico que +ouver outorgado a concessão. =?*.. A $en+ora sobre navio ou aeronave não obsta a que continue navegando ou o$erando at" a alienação2 'as o jui& ao conceder a autori&ação $ara navegar ou o$erar não $er'itir! que saia do $orto ou aero$orto antes que o devedor (aça o seguro usual contra riscos.?* de *@@=<. A avaliação ser! (eita $elo o(icial de justiça 7art. =.Art. Art. Par!gra(o 3nico. .?* de *@@=<.. . Juando a $en+ora recair sobre a renda ou sobre deter'inados bens o de$osit!rio a$resentar! a (or'a de ad'inistração e o esque'a de $aga'ento observando/se quanto ao 'ais o dis$osto nos arts..?* de *@@=<. Juando o i'óvel (or suscet%vel de cA'oda divisão o avaliador tendo e' conta o cr"dito recla'ado o avaliar! e' $artes sugerindo os $oss%veis des'e'bra'entos. Art. &a Penhora% do &ep9sito e da Ad:inistra56o de E:presa e de (utros Estabeleci:entos Art. I / qualquer das $artes argMir (unda'entada'ente a ocorr1ncia de erro na avaliação ou dolo do avaliador2 78edação dada $ela Lei n9 11. =?@< ser! a$resentado no $ra&o (i#ado $elo jui& devendo conter: 78edação dada $ela Lei n9 11.=.:. I / a descrição dos bens co' os seus caracter%sticos e a indicação do estado e' que se encontra'2 II / o valor dos bens. valor dos t%tulos da d%vida $3blica das aç)es das sociedades e dos t%tulos de cr"dito negoci!veis e' bolsa ser! o da cotação o(icial do dia $rovada $or certidão ou $ublicação no órgão o(icial. B 1o .. Art. =?@. =. B *o 4 l%cito $or"' 0s $artes ajustare' a (or'a de ad'inistração escol+endo o de$osit!rio2 caso e' que o jui& +o'ologar! $or des$ac+o a indicação.?* de *@@=<. =.. =.

?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11..?* de *@@=<. A carta de adjudicação conter! a descrição do i'óvel co' re'issão a sua 'atr%cula e registros a có$ia do auto de adjudicação e a $rova de quitação do i'$osto de trans'issão.. ==? $ar!gra(o 3nico inciso C<2 78edação dada $ela Lei n9 11. 6ubseção CI/H Fa Alienação $or Iniciativa Particular 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.?* de *@@=< Art.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.. =?5/A. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Art. 4 l%cito ao e#eqMente o(erecendo $reço não in(erior ao da avaliação requerer l+e seja' adjudicados os bens $en+orados. D'a ve& cu'$ridas essas $rovid1ncias o jui& dar! in%cio aos atos de e#$ro$riação de bens.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11...II / se veri(icar $osterior'ente 0 avaliação que +ouve 'ajoração ou di'inuição no valor do be'2 ou 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. Art.?* de *@@=<.?* de *@@=<.. III / +ouver (undada d3vida sobre o valor atribu%do ao be' 7art. =?5/H. 78edação dada $ela Lei n9 11..?* de *@@=<. II / se tratar de t%tulos ou de 'ercadorias que ten+a' cotação e' bolsa co'$rovada $or certidão ou $ublicação o(icial2 III / 78evogado $ela Lei n9 11. Par!gra(o 3nico. B *o Id1ntico direito $ode ser e#ercido $elo credor co' garantia real $elos credores concorrentes que +aja' $en+orado o 'es'o be' $elo cAnjuge $elos descendentes ou ascendentes do e#ecutado... Não se $roceder! 0 avaliação se: I / o e#eqMente aceitar a esti'ativa (eita $elo e#ecutado 7art..?* de *@@=<. 6ubseção CI/A Fa Adjudicação 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Par!gra(o 3nico.?* de *@@=<. B -o No caso de $en+ora de quota $rocedida $or e#eqMente al+eio 0 sociedade esta ser! inti'ada assegurando $re(er1ncia aos sócios.?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.o Navendo 'ais de u' $retendente $roceder/se/! entre eles 0 licitação2 e' igualdade de o(erta ter! $re(er1ncia o cAnjuge descendente ou ascendente nessa orde'. B 5o Fecididas eventuais quest)es o jui& 'andar! lavrar o auto de adjudicação. =?-.?* de *@@=<. A$ós a avaliação $oder! 'andar o jui& a requeri'ento do interessado e ouvida a $arte contr!ria: I / redu&ir a $en+ora aos bens su(icientes ou trans(eri/la $ara outros que baste' 0 e#ecução se o valor dos $en+orados (or consideravel'ente su$erior ao cr"dito do e#eqMente e acessórios2 Il / a'$liar a $en+ora ou trans(eri/la $ara outros bens 'ais valiosos se o valor dos $en+orados (or in(erior ao re(erido cr"dito. Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.. =?5. A adjudicação considera/se $er(eita e acabada co' a lavratura e assinatura do auto $elo jui& $elo adjudicante $elo escrivão e se (or $resente $elo e#ecutado e#$edindo/se a res$ectiva carta se be' i'óvel ou 'andado de entrega ao adjudicante se be' 'óvel. B . ==? $ar!gra(o 3nico inciso C<.?* de *@@=<. B 1o 6e o valor do cr"dito (or in(erior ao dos bens o adjudicante de$ositar! de i'ediato a di(erença (icando esta 0 dis$osição do e#ecutado2 se su$erior a e#ecução $rosseguir! $elo saldo re'anescente. 78edação dada $ela Lei n9 11. ..?* de *@@=<.

78edação dada $ela Lei n9 11.< III / o lugar onde estivere' os 'óveis ve%culos e se'oventes2 e sendo direito e ação os autos do $rocesso e' que (ora' $en+orados2 78edação dada $ela Lei n9 5.1*. 78edação dada $ela Lei n9 ?.:5.?* de *@@=<. Não reali&ada a adjudicação dos bens $en+orados o e#eqMente $oder! requerer seja' eles alienados $or sua $ró$ria iniciativa ou $or inter'"dio de corretor credenciado $erante a autoridade judici!ria.:*5 de 19.1@.1::-< CI / a co'unicação de que se o be' não alcançar lanço su$erior 0 i'$ortKncia da avaliação seguir/se/! e' dia e +ora que (ore' desde logo designados entre os de& e os vinte dias seguintes a sua alienação $elo 'aior lanço 7art. =:*<.1@. B 1o .?* de *@@=<. =?. I / a descrição do be' $en+orado co' suas caracter%sticas e tratando/se de i'óvel a situação e divisas co' re'issão 0 'atr%cula e aos registros2 78edação dada $ela Lei n9 11..?* de *@@=<.< B *o A $raça reali&ar/se/! no !trio do edi(%cio do Fóru'2 o leilão onde estivere' os bens ou no lugar designado $elo jui&.< B .1::-< B 1o No caso do art.s >ribunais $oderão e#$edir $rovi'entos detal+ando o $rocedi'ento da alienação $revista neste artigo inclusive co' o concurso de 'eios eletrAnicos e dis$ondo sobre o credencia'ento dos corretores os quais deverão estar e' e#erc%cio $ro(issional $or não 'enos de 5 7cinco< anos.II constar! do edital o valor da 3lti'a cotação anterior 0 e#$edição deste..1@.:*5 de 19.1*..1@. .?* de *@@=<. de 1. II / o valor do be'2 78edação dada $ela Lei n9 5.1:..Art.?* de *@@=<.1:.1*..< IC / o dia e a +ora de reali&ação da $raça se be' i'óvel ou o local dia e +ora de reali&ação do leilão se be' 'óvel2 78edação dada $ela Lei n9 11.:*5 de 19. 78edação dada $ela Lei n9 5.o Juando o valor dos bens $en+orados não e#ceder =@ 7sessenta< ve&es o valor do sal!rio '%ni'o vigente na data da avaliação ser! dis$ensada a $ublicação de editais2 nesse caso o $reço da arre'atação não ser! in(erior ao da avaliação. de 1. Subse56o . 78edação dada $ela Lei n9 ?. B *o A alienação ser! (or'ali&ada $or ter'o nos autos assinado $elo jui& $elo e#eqMente $elo adquirente e se (or $resente $elo e#ecutado e#$edindo/se carta de alienação do i'óvel $ara o devido registro i'obili!rio ou se be' 'óvel 'andado de entrega ao adquirente.1*.... C / 'enção da e#ist1ncia de Anus recurso ou causa $endente sobre os bens a sere' arre'atados2 78edação dada $ela Lei n9 ?.1::-< B 1o A $ublicação do edital ser! (eita no órgão o(icial quando o credor (or bene(ici!rio da justiça gratuita.1::-< . =?5/C.:*5 de 19. 78edação dada $ela Lei n9 ?. jui& (i#ar! o $ra&o e' que a alienação deve ser e(etivada a (or'a de $ublicidade o $reço '%ni'o 7art. =?.?* de *@@=<..:5. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.o . Art... B . 78edação dada $ela Lei n9 5. =?@< as condiç)es de $aga'ento e as garantias be' co'o se (or o caso a co'issão de corretage'. =?=.. Art.II &a Aliena56o e: /asta Pública 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. edital ser! a(i#ado no local do costu'e e $ublicado e' resu'o co' anteced1ncia '%ni'a de 5 7cinco< dias $elo 'enos u'a ve& e' jornal de a'$la circulação local. Não requerida a adjudicação e não reali&ada a alienação $articular do be' $en+orado ser! e#$edido o edital de +asta $3blica que conter!: 78edação dada $ela Lei n9 11.1:.:5.:5.?* de *@@=<. de 1.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11...1:. de 1..?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11..

.?* de *@@=<. Par!gra(o 3nico...?* de *@@=<.?* de *@@=<...:5. 78edação dada $ela Lei n9 11..?* de *@@=<.1*. escrivão o $orteiro ou o leiloeiro que cul$osa'ente der causa 0 trans(er1ncia res$onde $elas des$esas da nova $ublicação $odendo o jui& a$licar/l+e a $ena de sus$ensão $or 5 7cinco< a .:5. =?:.. de 1. =??.. B -o No caso de arre'atação a $ra&o os $aga'entos (eitos $elo arre'atante $ertencerão ao e#eqMente at" o li'ite de seu cr"dito e os subseqMentes ao e#ecutado. Art. B .B *o Atendendo ao valor dos bens e 0s condiç)es da co'arca o jui& $oder! alterar a (or'a e a (reqM1ncia da $ublicidade na i'$rensa 'andar divulgar avisos e' e'issora local e adotar outras $rovid1ncias tendentes a 'ais a'$la $ublicidade da alienação inclusive recorrendo a 'eios eletrAnicos de divulgação. I / 78evogado $ela Lei n9 11.. jui& $oder! deter'inar a reunião de $ublicaç)es e' listas re(erentes a 'ais de u'a e#ecução.1::-< B 5o . Art.@L 7trinta $or cento< 0 vista sendo o restante garantido $or +i$oteca sobre o $ró$rio i'óvel. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.. 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=< B *o As $ro$ostas $ara aquisição e' $restaç)es que serão juntadas aos autos indicarão o $ra&o a 'odalidade e as condiç)es de $aga'ento do saldo.. B . =?= a =?: $oder! ser substitu%do a requeri'ento do e#eqMente $or alienação reali&ada $or 'eio da rede 'undial de co'$utadores co' uso de $!ginas virtuais criadas $elos >ribunais ou $or entidades $3blicas ou $rivadas e' conv1nio co' eles (ir'ado.?* de *@@=<.?* de *@@=< III / 78evogado $ela Lei n9 11. 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<..?* de *@@=<. e#ecutado ter! ci1ncia do dia +ora e local da alienação judicial $or inter'"dio de seu advogado ou se não tiver $rocurador constitu%do nos autos $or 'eio de 'andado carta registrada edital ou outro 'eio idAneo. Par!gra(o 3nico. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Art.@ 7trinta< dias. . $rocedi'ento $revisto nos arts. Art. 78edação dada $ela Lei n9 ?. A arre'atação (ar/se/! 'ediante o $aga'ento i'ediato do $reço $elo arre'atante ou no $ra&o de at" 15 7quin&e< dias 'ediante caução. Não se reali&ando $or 'otivo justo a $raça ou o leilão o jui& 'andar! $ublicar $ela i'$rensa local e no órgão o(icial a trans(er1ncia. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. . B 1o >ratando/se de be' i'óvel que' estiver interessado e' adquiri/lo e' $restaç)es $oder! a$resentar $or escrito sua $ro$osta nunca in(erior 0 avaliação co' o(erta de $elo 'enos .1::-< B -o . jui& decidir! $or ocasião da $raça dando o be' $or arre'atado $elo a$resentante do 'el+or lanço ou $ro$osta 'ais conveniente.?* de *@@=< II / 78evogado $ela Lei n9 11.s editais de $raça serão divulgados $ela i'$rensa $re(erencial'ente na seção ou local reservado 0 $ublicidade de negócios i'obili!rios.o . 78edação dada $ela Lei n9 11.o . de 1. . =:@. =?:/A. .?* de *@@=<. 6obrevindo a noite $rosseguir! a $raça ou o leilão no dia 3til i'ediato 0 'es'a +ora e' que teve in%cio inde$endente'ente de novo edital..1*. 78edação dada $ela Lei n9 11..?* de *@@=<. Consel+o da Oustiça Federal e os >ribunais de Oustiça no K'bito das suas res$ectivas co'$et1ncias regula'entarão esta 'odalidade de alienação atendendo aos requisitos de a'$la $ublicidade autenticidade e segurança co' observKncia das regras estabelecidas na legislação sobre certi(icação digital. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.

... III / quando o arre'atante $rovar nos 5 7cinco< dias seguintes a e#ist1ncia de Anus real ou de grava'e 7art.1::-< Art. IC / a requeri'ento do arre'atante na +i$ótese de e'bargos 0 arre'atação 7art. 4 ad'itido a lançar todo aquele que estiver na livre ad'inistração de seus bens co' e#ceção: 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. . C / quando reali&ada $or $reço vil 7art.?* de *@@=<. =:1. =?= inciso C< não 'encionado no edital2 78edação dada $ela Lei n9 11. Art.?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11... 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. I / $or v%cio de nulidade2 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.. Art. =:*. de 1. I / dos tutores curadores testa'enteiros ad'inistradores s%ndicos ou liquidantes quanto aos bens con(iados a sua guarda e res$onsabilidade2 7Inclu%do $ela Lei n9 11. III / do jui& 'e'bro do Ginist"rio P3blico e da Fe(ensoria P3blica escrivão e de'ais servidores e au#iliares da Oustiça.?* de *@@=<. =:?<. 78edação dada $ela Lei n9 ?.. Par!gra(o 3nico...?* de *@@=<.1*. A arre'atação constar! de auto que ser! lavrado de i'ediato nele 'encionadas as condiç)es $elas quais (oi alienado o be'.?* de *@@=<.?* de *@@=<. =:-. CI / nos casos $revistos neste Código 7art. II / se não (or $ago o $reço ou se não (or $restada a caução2 78edação dada $ela Lei n9 11. II / dos 'andat!rios quanto aos bens de cuja ad'inistração ou alienação esteja' encarregados2 7Inclu%do $ela Lei n9 11... 7Inclu%do $ela Lei n9 11. A orde' de entrega do be' 'óvel ou a carta de arre'atação do be' i'óvel ser! e#$edida de$ois de e(etuado o de$ósito ou $restadas as garantias $elo arre'atante.?* de *@@=<.. B *o No caso de $roced1ncia dos e'bargos o e#ecutado ter! direito a +aver do e#eqMente o valor $or este recebido co'o $roduto da arre'atação2 caso in(erior ao valor do be' +aver! do e#eqMente ta'b"' a di(erença. 6er! sus$ensa a arre'atação logo que o $roduto da alienação dos bens bastar $ara o $aga'ento do credor. Par!gra(o 3nico. Art. Assinado o auto $elo jui& $elo arre'atante e $elo serventu!rio da justiça ou leiloeiro a arre'atação considerar/se/! $er(eita acabada e irretrat!vel ainda que ven+a' a ser julgados $rocedentes os e'bargos do e#ecutado. 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<...1*..:5.1::-< Par!gra(o 3nico.Art. 6e a $raça ou o leilão (or de diversos bens e +ouver 'ais de u' lançador ser! $re(erido aquele que se $ro$user a arre'at!/los englobada'ente o(erecendo $ara os que não tivere' licitante $reço igual ao da avaliação e $ara os de'ais o de 'aior lanço. .. . de 1. B 1o A arre'atação $oder! no entanto ser tornada se' e(eito: 78enu'erado co' alteração do $aragra(o 3nico $ela Lei n9 11.-= BB 1o e *o<2 78edação dada $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.?* de *@@=<.?* de *@@=<. e#eqMente se vier a arre'atar os bens não estar! obrigado a e#ibir o $reço2 'as se o valor dos bens e#ceder o seu cr"dito de$ositar! dentro de . Não ser! aceito lanço que e' segunda $raça ou leilão o(ereça $reço vil.?* de *@@=<.. 7tr1s< dias a di(erença sob $ena de ser tornada se' e(eito a arre'atação e neste caso os bens serão levados a nova $raça ou leilão 0 custa do e#eqMente.?* de *@@=<. =:*<2 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<... =:.:5. =:@/A. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.

Art. Art. 78edação dada $ela Lei n9 11. Juando o i'óvel de inca$a& não alcançar e' $raça $elo 'enos ?@L 7oitenta $or cento< do valor da avaliação o jui& o con(iar! 0 guarda e ad'inistração de de$osit!rio idAneo adiando a alienação $or $ra&o não su$erior a 17u'< ano.@5. III / a $rova de quitação do i'$osto de trans'issão.?* de *@@=< Art.:*5 de 19. =:?.1:. B 1o 78evogado $ela Lei n9 11. Art. 78evogado $ela Lei n9 11..@@. Juando o i'óvel ad'itir cA'oda divisão o jui& a requeri'ento do devedor ordenar! a alienação judicial de $arte dele desde que su(iciente $ara $agar o credor. IC / 78evogado $ela Lei n9 11.o 6e' $reju%&o do dis$osto nos dois $ar!gra(os antecedentes o jui& $oder! autori&ar a locação do i'óvel no $ra&o do adia'ento. B . ..?* de *@@=<. .. 78evogado $ela Lei n9 11.Art.1@.?* de *@@=< B ..?* de *@@=<. =::. =:..?* de *@@=<. .?* de *@@=<.< I / a descrição do i'óvel co' re'issão 0 sua 'atr%cula e registros2 78edação dada $ela Lei n9 11.. =:=. Não +avendo lançador (ar/se/! a alienação do i'óvel e' sua integridade. Não se e(etuar! a adjudicação ou alienação de be' do e#ecutado se' que da e#ecução seja cienti(icado $or qualquer 'odo idAneo e co' $elo 'enos 1@ 7de&< dias de anteced1ncia o sen+orio direto o credor co' garantia real ou co' $en+ora anterior'ente averbada que não seja de qualquer 'odo $arte na e#ecução. =?= Cl. 78evogado $ela Lei n9 11..?* de *@@=<.@1.@*. 78edação dada $ela Lei n9 11. Cu'$re ao leiloeiro: I / $ublicar o edital anunciando a alienação2 II / reali&ar o leilão onde se encontre' os bens ou no lugar designado $elo jui&2 III / e#$or aos $retendentes os bens ou as a'ostras das 'ercadorias2 IC / receber do arre'atante a co'issão estabelecida e' lei ou arbitrada $elo jui&2 . A carta de arre'atação conter!: 78edação dada $ela Lei n9 5. B *o 6e o $retendente 0 arre'atação se arre$ender o jui& I+e i'$or! a 'ulta de *@L 7vinte $or cento< sobre o valor da avaliação e' bene(%cio do inca$a& valendo a decisão co'o t%tulo e#ecutivo... ..?* de *@@=< Art.@-. =:5. 8essalvados os casos de alienação de bens i'óveis e aqueles de atribuição de corretores da Holsa de Calores todos os de'ais bens serão alienados e' leilão $3blico. .78edação dada $ela Lei n9 11. B -o Findo o $ra&o do adia'ento o i'óvel ser! alienado na (or'a $revista no art.?* de *@@=< B *o 78evogado $ela Lei n9 11. (iador do arre'atante que $agar o valor do lanço e a 'ulta $oder! requerer que a arre'atação I+e seja trans(erida. B 1o 6e durante o adia'ento algu' $retendente assegurar 'ediante caução idAnea o $reço da avaliação o jui& ordenar! a alienação e' $raça. . II / a có$ia do auto de arre'atação2 e 78edação dada $ela Lei n9 11. 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=< Art.?* de *@@=< Art.?* de *@@=<..o 78evogado $ela Lei n9 11. ... Art.@. Par!gra(o 3nico.. 6e o arre'atante ou seu (iador não $agar o $reço no $ra&o estabelecido o jui& i'$or/l+e/! e' (avor do e#eqMente a $erda da caução voltando os bens a nova $raça ou leilão dos quais não serão ad'itidos a $artici$ar o arre'atante e o (iador re'issos.?* de *@@=< Art. Art...

. leiloeiro $3blico ser! indicado $elo e#eqMente. .?* de *@@=<.1-. 78edação dada $ela Lei n9 11. .. Ao receber o 'andado de levanta'ento o credor dar! ao devedor $or ter'o nos autos quitação da quantia $aga. ..?* de *@@=< Art.@:. Art. Art.. . Se56o II &o PaFa:ento ao Credor Subse56o I &as &isposi5Ces =erais Art. 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. .. 78edação dada $ela Lei n9 11. ..@=. Art.?* de *@@=<. jui& autori&ar! que o credor levante at" a satis(ação integral de seu cr"dito o din+eiro de$ositado $ara segurar o ju%&o ou o $roduto dos bens alienados quando: I / a e#ecução (or 'ovida só a bene(%cio do credor singular a que' $or (orça da $en+ora cabe o direito de $re(er1ncia sobre os bens $en+orados e alienados2 II / não +ouver sobre os bens alienados qualquer outro $rivil"gio ou $re(er1ncia institu%do anterior'ente 0 $en+ora. Estando o credor $ago do $rinci$al juros custas e +onor!rios a i'$ortKncia que sobejar ser! restitu%da ao devedor. Par!gra(o 3nico. Art. . jui& $ode conceder ao e#eqMente o usu(ruto de 'óvel ou i'óvel quando o re$utar 'enos gravoso ao e#ecutado e e(iciente $ara o recebi'ento do cr"dito. 78evogado $ela Lei n9 11. . .@. . . Concorrendo v!rios credores o din+eiro ser/l+es/! distribu%do e entregue consoante a orde' das res$ectivas $relaç)es2 não +avendo t%tulo legal 0 $re(er1ncia receber! e' $ri'eiro lugar o credor que $ro'oveu a e#ecução cabendo aos de'ais concorrentes direito sobre a i'$ortKncia restante observada a anterioridade de cada $en+ora. $aga'ento ao credor (ar/se/!: I / $ela entrega do din+eiro2 II / $ela adjudicação dos bens $en+orados2 III / $elo usu(ruto de be' i'óvel ou de e'$resa. .1=. E(etuado o leilão lavrar/se/! o auto que $oder! abranger bens $en+orados e' 'ais de u'a e#ecução e#$edindo/se se necess!rio orde' judicial de entrega ao arre'atante. . 78edação dada $ela Lei n9 11.. Art. &o 2sufruto de 09vel ou I:9vel 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=< Subse56o I.?* de *@@=<.. . Art.1@.?* de *@@=<. Subse56o III 78evogado $ela Lei n9 11.7vinte e quatro< +oras 0 orde' do jui& o $roduto da alienação2 Cl / $restar contas nas -? 7quarenta e oito< +oras subseqMentes ao de$ósito..15.1..11.C / receber e de$ositar dentro e' *. Findo o debate o jui& decidir!. Subse56o II &a EntreFa do &inheiro Art. 78evogado $ela Lei n9 11. Art.s credores (or'ularão as suas $retens)es requerendo as $rovas que irão $rodu&ir e' audi1ncia2 'as a dis$uta entre eles versar! unica'ente sobre o direito de $re(er1ncia e a anterioridade da $en+ora.@?.1*. .?* de *@@=< Art. . .

-:..*-. Art. 78edação dada $ela Lei n9 11. e#eqMente usu(rutu!rio $oder! celebrar locação do 'óvel ou i'óvel ouvido o e#ecutado. . . . 78evogado $ela Lei n9 11...Art.1:. 78evogado $ela Lei n9 11.?* de *@@=< Se56o III &a EJecu56o Contra a Ba@enda Pública Art. 78edação dada $ela Lei n9 11.. . .?* de *@@=< Art.. Par!gra(o 3nico. 6e o i'óvel estiver arrendado o inquilino $agar! o aluguel direta'ente ao usu(rutu!rio salvo se +ouver ad'inistrador.< I / o jui& requisitar! o $aga'ento $or inter'"dio do $residente do tribunal co'$etente2 II / (ar/se/! o $aga'ento na orde' de a$resentação do $recatório e 0 conta do res$ectivo cr"dito.**.. . . .*.?* de *@@=< Art... Art.1.*?.*. E l%cito ao credor antes da reali&ação da $raça requerer/l+e seja atribu%do e' $aga'ento do cr"dito o usu(ruto do i'óvel $en+orado. 78edação dada $ela Lei n9 11. Par!gra(o 3nico.?* de *@@=<. Art. Pode ser ad'inistrador: I / o credor consentindo o devedor2 II / o devedor consentindo o credor. B . Navendo discordKncia o jui& decidir! a 'el+or (or'a de e#erc%cio do usu(ruto.1?. ..*:..:. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Na e#ecução $or quantia certa contra a Fa&enda P3blica citar/se/! a devedora $ara o$or e'bargos e' 1@ 7de&< dias2 se esta não os o$user no $ra&o legal observar/se/ão as seguintes regras: 7Cide Lei n9 :.*=. Na sentença o jui& no'ear! ad'inistrador que ser! investido de todos os $oderes que concerne' ao usu(rutu!rio. 78edação dada $ela Lei n9 11.. . . 78edação dada $ela Lei n9 11..*1. .de 1@.*@.?* de *@@=< Art. 6e o credor (or $reterido no seu direito de $re(er1ncia o $residente do tribunal que e#$ediu a orde' $oder! de$ois de ouvido o c+e(e do Ginist"rio P3blico ordenar o seqMestro da quantia necess!ria $ara satis(a&er o d"bito.. Art.1. .?* de *@@=< B 1o A$ós a 'ani(estação das $artes sobre o laudo $ro(erir! o jui& decisão2 caso de(erido o usu(ruto de i'óvel ordenar! a e#$edição de carta $ara averbação no res$ectivo registro. 78evogado $ela Lei n9 11. 78evogado $ela Lei n9 11. 78edação dada $ela Lei n9 11. ..*5. usu(ruto te' e(ic!cia assi' e' relação ao e#ecutado co'o a terceiros a $artir da $ublicação da decisão que o conceda. 78edação dada $ela Lei n9 11. . 78evogado $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.uvido o e#ecutado o jui& no'ear! $erito $ara avaliar os (rutos e rendi'entos do be' e calcular o te'$o necess!rio $ara o $aga'ento da d%vida. B *o Constarão da carta a identi(icação do i'óvel e có$ias do laudo e da decisão. Art. Art. Fecretado o usu(ruto $erde o e#ecutado o go&o do 'óvel ou i'óvel at" que o e#eqMente seja $ago do $rinci$al juros custas e +onor!rios advocat%cios.?* de *@@=< II / 78evogado $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. Juando o usu(ruto recair sobre o quin+ão do condA'ino na co/ $ro$riedade o ad'inistrador e#ercer! os direitos que cabia' ao e#ecutado.@...?* de *@@=<. .?* de *@@=<.1::.. I / 78evogado $ela Lei n9 11. .?* de *@@=<. .. ...?* de *@@=< Art.?* de *@@=<. Art.o 78evogado $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. Art..?* de *@@=< Art.

. 7Inclu%do $ela Lei n9 11... Art..?* de *@@=< IC / 78evogado $ela Lei n9 11. Par!gra(o 3nico. Art. &A E?EC234( &E PRES+A34( ALI0EN+1CIA Art.?* de *@@=<. 8ecaindo a $en+ora e' din+eiro o o(ereci'ento de e'bargos não obsta a que o e#eqMente levante 'ensal'ente a i'$ortKncia da $restação.?* de *@@=< Art... . 78edação dada $ela Lei n9 =. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.1*.?* de *@@=< III / 78evogado $ela Lei n9 11. A co'unicação ser! (eita 0 autoridade 0 e'$resa ou ao e'$regador $or o(%cio de que constarão os no'es do credor do devedor a i'$ortKncia da $restação e o te'$o de sua duração. 7tr1s< 'eses.?* de *@@=< B 1o Juando +ouver 'ais de u' e#ecutado o $ra&o $ara cada u' deles e'bargar conta/se a $artir da juntada do res$ectivo 'andado citatório salvo tratando/se de cAnjuges..< B .?* de *@@=<. Juando o devedor (or (uncion!rio $3blico 'ilitar diretor ou gerente de e'$resa be' co'o e'$regado sujeito 0 legislação do trabal+o o jui& 'andar! descontar e' (ol+a de $aga'ento a i'$ortKncia da $restação ali'ent%cia.. B *o Nas e#ecuç)es $or carta $recatória a citação do e#ecutado ser! i'ediata'ente co'unicada $elo jui& de$recado ao jui& de$recante inclusive $or 'eios eletrAnicos contando/se o $ra&o $ara e'bargos a $artir da juntada aos autos de tal co'unicação. B 1o 6e o devedor não $agar ne' se escusar o jui& decretar/l+e/! a $risão $elo $ra&o de 1 7u'< a . .1:. 6e o devedor não $agar os ali'entos $rovisionais a que (oi condenado $ode o credor $ro'over a e#ecução da sentença observando/se o $rocedi'ento estabelecido no Ca$%tulo IC deste >%tulo..5. Art. . .. .. ... ...=. 78edação dada $ela Lei n9 1*...CAP1+2L( .?* de *@@=<.. 78evogado $ela Lei n9 11.. A e#ecução de sentença que condena ao $aga'ento de $restação ali'ent%cia (ar/se/! con(or'e o dis$osto no Ca$%tulo IC deste >%tulo.o Paga a $restação ali'ent%cia o jui& sus$ender! o cu'$ri'ento da orde' de $risão. . .s e'bargos serão o(erecidos no $ra&o de 15 7quin&e< dias contados da data da juntada aos autos do 'andado de citação. e#ecutado inde$endente'ente de $en+ora de$ósito ou caução $oder! o$or/se 0 e#ecução $or 'eio de e'bargos.*. +1+2L( III &(S E0-AR=(S &( &E.515 de *=..?. 78edação dada $ela Lei n9 11. B *o . Na e#ecução de sentença ou de decisão que (i#a os ali'entos $rovisionais o jui& 'andar! citar o devedor $ara e' .. cu'$ri'ento da $ena não e#i'e o devedor do $aga'ento das $restaç)es vencidas e vincendas. 7tr1s< dias e(etuar o $aga'ento $rovar que o (e& ou justi(icar a i'$ossibilidade de e(etu!/lo.?* de *@@=< II / 78evogado $ela Lei n9 11.** de *@1@< Art. . I / 78evogado $ela Lei n9 11.-.s e'bargos 0 e#ecução serão distribu%dos $or de$end1ncia autuados e' a$artado e instru%dos co' có$ias das $eças $rocessuais relevantes que $oderão ser declaradas aut1nticas $elo advogado sob sua res$onsabilidade $essoal.?* de *@@=<.E&(R CAP1+2L( I &AS &ISP(SI3GES =ERAIS Art. Par!gra(o 3nico. Par!gra(o 3nico. 78edação dada $ela Lei n9 11...

*.. . B 1o 78evogado $ela Lei n9 11. Na e#ecução contra a Fa&enda P3blica os e'bargos só $oderão versar sobre: 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<... B -o A concessão de e(eito sus$ensivo aos e'bargos o(erecidos $or u' dos e#ecutados não sus$ender! a e#ecução contra os que não e'bargara' quando o res$ectivo (unda'ento disser res$eito e#clusiva'ente ao e'bargante.?* de *@@=<. Art. 78edação dada $ela Lei n9 11.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. .?* de *@@=<. III / quando 'ani(esta'ente $rotelatórios.?* de *@@=<. 8ecebidos os e'bargos ser! o e#eqMente ouvido no $ra&o de 15 7quin&e< dias2 a seguir o jui& julgar! i'ediata'ente o $edido 7art.. . 7Inclu%do $ela Lei n9 11...o Aos e'bargos do e#ecutado não se a$lica o dis$osto no art. B =o A concessão de e(eito sus$ensivo não i'$edir! a e(etivação dos atos de $en+ora e de avaliação dos bens.o 78evogado $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.?* de *@@=< B *o 78evogado $ela Lei n9 11... Art. II / quando ine$ta a $etição 7art.-LICA 78edação dada $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 78edação dada $ela Lei n9 11.B .?* de *@@=<.:.*.. B 1o . 1:1 desta Lei. B 5o Juando o e#cesso de e#ecução (or (unda'ento dos e'bargos o e'bargante dever! declarar na $etição inicial o valor que entende correto a$resentando 'e'ória do c!lculo sob $ena de rejeição li'inar dos e'bargos ou de não con+eci'ento desse (unda'ento. CAP1+2L( II &(S E0-AR=(S M E?EC234( C(N+RA A BADEN&A P.?* de *@@=<. 1.o Juando o e(eito sus$ensivo atribu%do aos e'bargos disser res$eito a$enas a $arte do objeto da e#ecução essa $rosseguir! quanto 0 $arte restante.?* de *@@=<.-1.. jui& rejeitar! li'inar'ente os e'bargos: I / quando inte'$estivos2 78edação dada $ela Lei n9 11. .?* de *@@=<.?* de *@@=<...@< ou designar! audi1ncia de conciliação instrução e julga'ento $ro(erindo sentença no $ra&o de 1@ 7de&< dias.?* de *@@=<. Art. A cobrança de 'ulta ou de indeni&aç)es decorrentes de litigKncia de '!/(" 7arts.?* de *@@=<.. B *o A decisão relativa aos e(eitos dos e'bargos $oder! a requeri'ento da $arte ser 'odi(icada ou revogada a qualquer te'$o e' decisão (unda'entada cessando as circunstKncias que a 'otivara'.?* de *@@=< B ..* de *@@5< . 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.:/H. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.. . . B .?* de *@@=<. .* de *@@5< Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.. jui& $oder! a requeri'ento do e'bargante atribuir e(eito sus$ensivo aos e'bargos quando sendo relevantes seus (unda'entos o $rossegui'ento da e#ecução 'ani(esta'ente $ossa causar ao e#ecutado grave dano de di(%cil ou incerta re$aração e desde que a e#ecução j! esteja garantida $or $en+ora de$ósito ou caução su(icientes. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.. e 1?< ser! $ro'ovida no $ró$rio $rocesso de e#ecução e' autos a$ensos o$erando/se $or co'$ensação ou $or e#ecução. 78edação dada $ela Lei n9 11.:/A.?* de *@@=< Art..-@.. .. *:5<2 ou 78edação dada $ela Lei n9 11. Par!gra(o 3nico.s e'bargos do e#ecutado não terão e(eito sus$ensivo. No caso de e'bargos 'ani(esta'ente $rotelatórios o jui& i'$or! e' (avor do e#eqMente 'ulta ao e'bargante e' valor não su$erior a *@L 7vinte $or cento< do valor e' e#ecução. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.

CAP1+2L( III (S E0-AR=(S M E?EC234( 78edação dada $ela Lei n9 11. ..* de *@@5< II / ine#igibilidade do t%tulo2 III / ilegiti'idade das $artes2 IC / cu'ulação indevida de e#ecuç)es2 C W e#cesso de e#ecução2 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<..?* de *@@=< Art.* de *@@5< Cll / inco'$et1ncia do ju%&o da e#ecução be' co'o sus$eição ou i'$edi'ento do jui&. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.-5/A.-*.* de *@@5< CI W qualquer causa i'$editiva 'odi(icativa ou e#tintiva da obrigação co'o $aga'ento novação co'$ensação transação ou $rescrição desde que su$erveniente 0 sentença2 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. =*1<2 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Para e(eito do dis$osto no inciso II do caput deste artigo considera/se ta'b"' ine#ig%vel o t%tulo judicial (undado e' lei ou ato nor'ativo declarados inconstitucionais $elo 6u$re'o >ribunal Federal ou (undado e' a$licação ou inter$retação da lei ou ato nor'ativo tidas $elo 6u$re'o >ribunal Federal co'o inco'$at%veis co' a Constituição Federal. Nos e'bargos $oder! o e#ecutado alegar: 78edação dada $ela Lei n9 11..?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. C / qualquer 'at"ria que l+e seria l%cito dedu&ir co'o de(esa e' $rocesso de con+eci'ento. II / $en+ora incorreta ou avaliação errAnea2 7Inclu%do $ela Lei n9 11. B *o . 5?*<2 C / se o credor não $rovar que a condição se reali&ou.*.*.?* de *@@=<.*.?* de *@@=<.-5.* de *@@5< Art. IC / retenção $or ben(eitorias necess!rias ou 3teis nos casos de t%tulo $ara entrega de coisa certa 7art. 6er! o(erecida junta'ente co' os e'bargos a e#ceção de inco'$et1ncia do ju%&o be' co'o a de sus$eição ou de i'$edi'ento do jui&. ..?* de *@@=<. Art..?* de *@@=<. Par!gra(o 3nico.. e#eqMente $oder! a qualquer te'$o ser i'itido na $osse da coisa $restando caução ou de$ositando o valor devido $elas ben(eitorias ou resultante da co'$ensação.@L 7trinta $or cento< do valor e' e#ecução inclusive custas e +onor!rios de advogado $oder! o e#ecutado requerer seja ad'itido a $agar o . B 1o Nos e'bargos de retenção $or ben(eitorias $oder! o e#eqMente requerer a co'$ensação de seu valor co' o dos (rutos ou danos considerados devidos $elo e#ecutado cu'$rindo ao jui& $ara a a$uração dos res$ectivos valores no'ear $erito (i#ando/l+e breve $ra&o $ara entrega do laudo. III / e#cesso de e#ecução ou cu'ulação indevida de e#ecuç)es2 7Inclu%do $ela Lei n9 11. I / nulidade da e#ecução $or não ser e#ecutivo o t%tulo a$resentado2 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Art..-. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.. No $ra&o $ara e'bargos recon+ecendo o cr"dito do e#eqMente e co'$rovando o de$ósito de . . ..?* de *@@=<. .I W (alta ou nulidade da citação se o $rocesso correu 0 revelia2 78edação dada $ela Lei n9 11. N! e#cesso de e#ecução: I / quando o credor $leiteia quantia su$erior 0 do t%tulo2 II / quando recai sobre coisa diversa daquela declarada no t%tulo2 III / quando se $rocessa de 'odo di(erente do que (oi deter'inado na sentença2 IC / quando o credor se' cu'$rir a $restação que I+e corres$onde e#ige o adi'$le'ento da do devedor 7art..*. Art.--. 78evogado $ela Lei n9 11..

8NCIA Art. 4 l%cito ao e#ecutado no $ra&o de 5 7cinco< dias contados da adjudicação alienação ou arre'atação o(erecer e'bargos (undados e' nulidade da e#ecução ou e' causa e#tintiva da obrigação desde que su$erveniente 0 $en+ora a$licando/se no que couber o dis$osto neste Ca$%tulo.8 CA8>A 78enu'erado do Ca$%tulo C $ara o IC $ela Lei n9 11. 78edação dada $ela Lei n9 ?. . .. .?* de *@@=<. não $aga'ento de qualquer das $restaç)es i'$licar! de $leno direito o venci'ento das subseqMentes e o $rossegui'ento do $rocesso co' o i'ediato in%cio dos atos e#ecutivos i'$osta ao e#ecutado 'ulta de 1@L 7de& $or cento< sobre o valor das $restaç)es não $agas e vedada a o$osição de e'bargos.?* de *@@=<. B . de 1. B 1o . . 7Inclu%do $ela Lei n9 11. ?1.?* de *@@=<.. Art.?* de *@@=<.?* de *@@=<.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. &A E?EC234( P(R L2AN+IA CER+A C(N+RA &E. Art. P. IC F. CAPQ>DL... . B *o No caso do B 1o deste artigo o jui& de(erir! de $lano o requeri'ento co' a i'ediata liberação do de$ósito (eito $elo adquirente 7art. B *o .EN+E CAP1+2L( I &A INS(L. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.-?.?* de *@@=< Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.restante e' at" = 7seis< $arcelas 'ensais acrescidas de correção 'onet!ria e juros de 1L 7u' $or cento< ao '1s.. Presu'e/se a insolv1ncia quando: I / o devedor não $ossuir outros bens livres e dese'baraçados $ara no'ear 0 $en+ora2 Il / (ore' arrestados bens do devedor co' (unda'ento no art.7Inclu%do $ela Lei n9 11. F!/se a insolv1ncia toda ve& que as d%vidas e#cedere' 0 i'$ortKncia dos bens do devedor. I II e III.?* de *@@=<.6 EGHA8R.(erecidos e'bargos $oder! o adquirente desistir da aquisição.-:.5@.-.o Caso os e'bargos seja' declarados 'ani(esta'ente $rotelatórios o jui& i'$or! 'ulta ao e'bargante não su$erior a *@L 7vinte $or cento< do valor da e#ecução e' (avor de que' desistiu da aquisição.1::-< +1+2L( I... Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.E&(R INS(L.. A declaração de insolv1ncia do devedor $rodu&: I / o venci'ento anteci$ado das suas d%vidas2 II / a arrecadação de todos os seus bens suscet%veis de $en+ora quer os atuais quer os adquiridos no curso do $rocesso2 III / a e#ecução $or concurso universal dos seus credores. Art.51.6 NA EIECDTZ. ..:5.-=. B 1o 6endo a $ro$osta de(erida $elo jui& o e#eqMente levantar! a quantia de$ositada e serão sus$ensos os atos e#ecutivos2 caso inde(erida seguir/se/ão os atos e#ecutivos 'antido o de$ósito.?* de *@@=<. 78edação dada $ela Lei n9 11.1*. . Na e#ecução $or carta os e'bargos serão o(erecidos no ju%&o de$recante ou no ju%&o de$recado 'as a co'$et1ncia $ara julg!/los " do ju%&o de$recante salvo se versare' unica'ente v%cios ou de(eitos da $en+ora avaliação ou alienação dos bens. =:.B 1o inciso IC<. 6e o devedor (or casado e o outro cAnjuge assu'indo a res$onsabilidade $or d%vidas não $ossuir bens $ró$rios que baste' ao $aga'ento de todos os credores $oder! ser declarada nos autos do 'es'o $rocesso a insolv1ncia de a'bos.

. Art. .5-. 4 l%cito ao devedor ou ao seu es$ólio a todo te'$o requerer a declaração de insolv1ncia.-1 .=*. . Não +avendo $rovas a $rodu&ir o jui& dar! a sentença e' 1@ 7de&< dias2 +avendo/as designar! audi1ncia de instrução e julga'ento. Art. B 1o As e#ecuç)es 'ovidas $or credores individuais serão re'etidas ao ju%&o da insolv1ncia. .. .5:. devedor ilidir! o $edido de insolv1ncia se no $ra&o $ara o$or e'bargos de$ositar a i'$ortKncia do cr"dito $ara I+e discutir a legiti'idade ou o valor.8NCIA REL2ERI&A PEL( &E. Na sentença que declarar a insolv1ncia o jui&: I / no'ear! dentre os 'aiores credores u' ad'inistrador da 'assa2 II / 'andar! e#$edir edital convocando os credores $ara que a$resente' no $ra&o de *@ 7vinte< dias a declaração do cr"dito aco'$an+ada do res$ectivo t%tulo. Art. . A declaração de insolv1ncia $ode ser requerida: I / $or qualquer credor quirogra(!rio2 II / $elo devedor2 III / $elo inventariante do es$ólio do devedor. 5?=<. Art. Art. A $etição dirigida ao jui& da co'arca e' que o devedor te' o seu do'ic%lio conter!: I / a relação no'inal de todos os credores co' a indicação do do'ic%lio de cada u' be' co'o da i'$ortKncia e da nature&a dos res$ectivos cr"ditos2 II / a individuação de todos os bens co' a esti'ativa do valor de cada u'2 III / o relatório do estado $atri'onial co' a e#$osição das causas que deter'inara' a insolv1ncia.E&(R (2 PEL( SE2 ESP7LI( Art.5. .5. . Art. Nos e'bargos $ode o devedor alegar: I / que não $aga $or ocorrer algu'a das causas enu'eradas nos arts. B *o Navendo e' algu'a e#ecução dia designado $ara a $raça ou o leilão (ar/se/ ! a arre'atação entrando $ara a 'assa o $roduto dos bens. .-* e . A 'assa dos bens do devedor insolvente (icar! sob a custódia e res$onsabilidade de u' ad'inistrador que e#ercer! as suas atribuiç)es sob a direção e su$erintend1ncia do jui&.Art. CAP1+2L( III &A INS(L. .=@.5=.. CAP1+2L( II &A INS(L. devedor ser! citado $ara no $ra&o de 1@ 7de&< dias o$or e'bargos2 se os não o(erecer o jui& $ro(erir! e' 1@ 7de&< dias a sentença. &A &ECLARA34( J2&ICIAL &E INS(L.-5 con(or'e o $edido de insolv1ncia se (unde e' t%tulo judicial ou e#trajudicial2 Il / que o seu ativo " su$erior ao $assivo. &AS A+RI-2I3GES &( A&0INIS+RA&(R Art. . .8NCIA REL2ERI&A PEL( CRE&(R Art. CAP1+2L( . credor requerer! a declaração de insolv1ncia do devedor instruindo o $edido co' t%tulo e#ecutivo judicial ou e#trajudicial 7art. .=..=1.8NCIA Art. . . Ao ju%&o da insolv1ncia concorrerão todos os credores do devedor co'u'.55.5*. . Art. CAP1+2L( I. . Feclarada a insolv1ncia o devedor $erde o direito de ad'inistrar os seus bens e de dis$or deles at" a liquidação total da 'assa.5?.

*. ad'inistrador ter! direito a u'a re'uneração que o jui& arbitrar! atendendo 0 sua dilig1ncia ao trabal+o 0 res$onsabilidade da (unção e 0 i'$ortKncia da 'assa.Art. . . Art. .=1 o escrivão dentro de 5 7cinco< dias ordenar! todas as declaraç)es autuando cada u'a co' o seu res$ectivo t%tulo. . . E' seguida inti'ar! $or edital todos os credores $ara no $ra&o de *@ 7vinte< dias que I+es " co'u' alegare' as suas $re(er1ncias be' co'o a nulidade si'ulação (raude ou (alsidade de d%vidas e contratos. B 1o 6e (or necess!ria $rova oral o jui& designar! audi1ncia de instrução e julga'ento. .1. CAP1+2L( . Não o tendo e' seu $oder junt!/lo/! no $ra&o (i#ado $elo art. Navendo i'$ugnação $elo credor ou $elo devedor o jui& de(erir! quando necess!rio a $rodução de $rovas e e' seguida $ro(erir! sentença. Cu'$re ao ad'inistrador: I / arrecadar todos os bens do devedor onde quer que esteja' requerendo $ara esse (i' as 'edidas judiciais necess!rias2 II / re$resentar a 'assa ativa e $assiva'ente contratando advogado cujos +onor!rios serão $revia'ente ajustados e sub'etidos 0 a$rovação judicial2 III / $raticar todos os atos conservatórios de direitos e de aç)es be' co'o $ro'over a cobrança das d%vidas ativas2 IC / alienar e' $raça ou e' leilão co' autori&ação judicial os bens da 'assa. . Par!gra(o 3nico.. . Pelo $aga'ento dos saldos res$onde' os bens $en+or!veis que o devedor adquirir at" que se I+e declare a e#tinção das obrigaç)es.5. B *o >ransitada e' julgado a sentença observar/se/! o que dis$)e' os tr1s artigos antecedentes. 6e quando (or organi&ado o quadro geral dos credores os bens da 'assa j! tivere' sido alienados o contador indicar! a $ercentage' que caber! a cada credor no rateio. Par!gra(o 3nico.=5.==.=?...=1 II. Art. . Art. . Liquidada a 'assa se' que ten+a sido e(etuado o $aga'ento integral a todos os credores o devedor insolvente continua obrigado $elo saldo. .I &A . Art. Findo o $ra&o a que se re(ere o no II do art. 6e os bens não (ora' alienados antes da organi&ação do quadro geral o jui& deter'inar! a alienação e' $raça ou e' leilão destinando/se o $roduto ao $aga'ento dos credores. .E&(R Art.. No $ra&o a que se re(ere este artigo o devedor $oder! i'$ugnar quaisquer cr"ditos. Art... . No'eado o ad'inistrador o escrivão o inti'ar! a assinar dentro de *7vinte e quatro< +oras ter'o de co'$ro'isso de dese'$en+ar be' e (iel'ente o cargo. 6e concorrere' aos bens a$enas credores quirogra(!rios o contador organi&ar! o quadro relacionando/os e' orde' al(ab"tica.=-..ERIBICA34( E &A CLASSIBICA34( &(S CR<&I+(S Art.II &( SAL&( &E. CAP1+2L( . Art. .=. Ao assinar o ter'o o ad'inistrador entregar! a declaração de cr"dito aco'$an+ada do t%tulo e#ecutivo. . Art.uvidos todos os interessados no $ra&o de 1@ 7de&< dias sobre o quadro geral dos credores o jui& $ro(erir! sentença. ..=:.@.. Art. Não +avendo i'$ugnaç)es o escrivão re'eter! os autos ao contador que organi&ar! o quadro geral dos credores observando quanto 0 classi(icação dos cr"ditos e dos t%tulos legais de $re(er1ncia o que dis$)e a lei civil. Art.-. .

.?=/A / .s bens do devedor $oderão ser arrecadados nos autos do 'es'o $rocesso a requeri'ento de qualquer credor inclu%do no quadro geral a que se re(ere o art.?.Art...?@. 78evogado $ela Lei n9 11. Art.=<... 4 l%cito ao devedor requerer ao ju%&o da insolv1ncia a e#tinção das obrigaç)es2 o jui& 'andar! $ublicar edital co' o $ra&o de .uvidos os credores se não +ouver o$osição o jui& a$rovar! a $ro$osta $or sentença.uvido o devedor no $ra&o de 1@ 7de&< dias o jui& $ro(erir! sentença2 +avendo $rovas a $rodu&ir o jui& designar! audi1ncia de instrução e julga'ento. .:/A<2 78edação dada $ela Lei n9 11. . . .< >Q>DL.?* de *@@=< Art. 78evogado $ela Lei n9 11. ... . CAP1+2L( . . A sentença que declarar e#tintas as obrigaç)es ser! $ublicada $or edital (icando o devedor +abilitado a $raticar todos os atos da vida civil. . .?* de *@@=<.?-. . As dis$osiç)es deste >%tulo a$lica'/se 0s sociedades civis qualquer que seja a sua (or'a. . Ao credor retardat!rio " assegurado o direito de dis$utar $or ação direta antes do rateio (inal a $relação ou a cota $ro$orcional ao seu cr"dito. A $rescrição das obrigaç)es interro'$ida co' a instauração do concurso universal de credores reco'eça a correr no dia e' que $assar e' julgado a sentença que encerrar o $rocesso de insolv1ncia. Art. . Art. ..?5.@ 7trinta< dias no órgão o(icial e e' outro jornal de grande circulação.=. Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 :..?* de *@@=< Art. .=..?=.=: acordar co' os seus credores $ro$ondo/l+es a (or'a de $aga'ento.?:..1::.s editais re(eridos neste >%tulo ta'b"' serão $ublicados quando (or o caso nos órgãos o(iciais dos Estados e' que o devedor ten+a (iliais ou re$resentantes.. .6ITUE6 RE8AI6 Art. .??. devedor insolvente $oder! de$ois da a$rovação do quadro a que se re(ere o art. . .?1. No $ra&o estabelecido no artigo antecedente qualquer credor $oder! o$or/se ao $edido alegando que: I / não transcorrera' 5 7cinco< anos da data do encerra'ento da insolv1ncia2 II / o devedor adquiriu bens sujeitos 0 arrecadação 7art. Art. . CAPQ>DL. . Art.?.?*. Art.:1.III &A E?+IN34( &AS (-RI=A3GES Art. Considera'/se e#tintas todas as obrigaç)es do devedor decorrido o $ra&o de 5 7cinco< anos contados da data do encerra'ento do $rocesso de insolv1ncia..:.I &A S2SPENS4( E &A E?+IN34( &( PR(CESS( &E E?EC234( CAP1+2L( I &A S2SPENS4( Art.?* de *@@=< Art. . . Art.?* de *@@=< +1+2L( . 78evogado $ela Lei n9 11. .uvidos os credores o jui& decidir!. 78evogado $ela Lei n9 11.. C 78evogado $ela Lei n9 11. Art.-=* de 1:. . . . devedor que caiu e' estado de insolv1ncia se' cul$a sua $ode requerer ao jui& se a 'assa o co'$ortar que I+e arbitre u'a $ensão at" a alienação dos bens. II FA6 FI6P..:@.?. 6us$ende/se a e#ecução: I / no todo ou e' $arte quando recebidos co' e(eito sus$ensivo os e'bargos 0 e#ecução 7art.=: $rocedendo/se 0 sua alienação e 0 distribuição do res$ectivo $roduto aos credores na $ro$orção dos seus saldos.. .?* de *@@=< Art. .

LI.< CAP1+2L( II &A E?+IN34( Art. .:. 6us$ensa a e#ecução " de(eso $raticar quaisquer atos $rocessuais. Art. ?@1. . .R( III &( PR(CESS( CA2+ELAR +1+2L( . *=5 I a III2 III / quando o devedor não $ossuir bens $en+or!veis. Convindo as $artes o jui& declarar! sus$ensa a e#ecução durante o $ra&o concedido $elo credor $ara que o devedor cu'$ra voluntaria'ente a obrigação.. 6ó e' casos e#ce$cionais e#$ressa'ente autori&ados $or lei deter'inar! o jui& 'edidas cautelares se' a audi1ncia das $artes. 78edação dada $ela Lei n9 5. .:?. 78edação dada $ela Lei n9 ?.:5.:=. . Al"' dos $rocedi'entos cautelares es$ec%(icos que este Código regula no Ca$%tulo II deste Livro $oder! o jui& deter'inar as 'edidas $rovisórias que julgar adequadas quando +ouver (undado receio de que u'a $arte antes do julga'ento da lide cause ao direito da outra lesão grave e de di(%cil re$aração.. ?@*. . $rocedi'ento cautelar $ode ser instaurado antes ou no curso do $rocesso $rinci$al e deste " se'$re de$endente.. requerido ser! citado qualquer que seja o $rocedi'ento cautelar $ara no $ra&o de 5 7cinco< dias contestar o $edido indicando as $rovas que $retende $rodu&ir.:*5 de 19.:*.1::-< Art.:.1*. No caso do artigo anterior $oder! o jui& $ara evitar o dano autori&ar ou vedar a $r!tica de deter'inados atos ordenar a guarda judicial de $essoas e de$ósito de bens e i'$or a $restação de caução.1*. de 1. Findo o $ra&o se' cu'$ri'ento da obrigação o $rocesso reto'ar! o seu curso. Art. Não se e#igir! o requisito do no III senão quando a 'edida cautelar (or requerida e' $rocedi'ento $re$aratório.:5* de 1. Par!gra(o 3nico. Par!gra(o 3nico. Inter$osto o recurso a 'edida cautelar ser! requerida direta'ente ao tribunal. Art. Art.1::-< Art.. . . Art.::. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. Conta/se o $ra&o da juntada aos autos do 'andado: .:-.NIC( &AS 0E&I&AS CA2+ELARES CAP1+2L( I &AS &ISP(SI3GES =ERAIS Art. Par!gra(o 3nico. .II / nas +i$óteses $revistas no art. As 'edidas cautelares serão requeridas ao jui& da causa2 e quando $re$aratórias ao jui& co'$etente $ara con+ecer da ação $rinci$al. . requerente $leitear! a 'edida cautelar e' $etição escrita que indicar!: I / a autoridade judici!ria a que (or dirigida2 II / o no'e o estado civil a $ro(issão e a resid1ncia do requerente e do requerido2 III / a lide e seu (unda'ento2 IC / a e#$osição su'!ria do direito a'eaçado e o receio da lesão2 C / as $rovas que serão $rodu&idas. A e#tinção só $rodu& e(eito quando declarada $or sentença.1:. ?@@. jui& $oder! entretanto ordenar $rovid1ncias cautelares urgentes.:5. .1@. Art. Art. Par!gra(o 3nico. . E#tingue/se a e#ecução quando: I / o devedor satis(a& a obrigação2 II / o devedor obt"' $or transação ou $or qualquer outro 'eio a re'issão total da d%vida2 III / o credor renunciar ao cr"dito..

Cessa a e(ic!cia da 'edida cautelar: I / se a $arte não intentar a ação no $ra&o estabelecido no art.1::-< Art. inde(eri'ento da 'edida não obsta a que a $arte intente a ação ne' in(lui no julga'ento desta salvo se o jui& no $rocedi'ento cautelar acol+er a alegação de decad1ncia ou de $rescrição do direito do autor. .@ 7trinta< dias2 III / se o jui& declarar e#tinto o $rocesso $rinci$al co' ou se' julga'ento do '"rito. Par!gra(o 3nico.< Par!gra(o 3nico. 1= o requerente do $rocedi'ento cautelar res$onde ao requerido $elo $reju%&o que I+e causar a e#ecução da 'edida: I / se a sentença no $rocesso $rinci$al I+e (or des(avor!vel2 II / se obtida li'inar'ente a 'edida no caso do art. Par!gra(o 3nico. 6e o requerido contestar no $ra&o legal o jui& designar! audi1ncia de instrução e julga'ento +avendo $rova a ser nela $rodu&ida. 78edação dada $ela Lei n9 5.@ 7trinta< dias contados da data da e(etivação da 'edida cautelar quando esta (or concedida e' $rocedi'ento $re$aratório. ?@=2 II / se não (or e#ecutada dentro de .:5* de 1.:*5 de 19.. 6e $or qualquer 'otivo cessar a 'edida " de(eso 0 $arte re$etir o $edido salvo $or novo (unda'ento.. Aos $rocedi'entos cautelares es$ec%(icos regulados no Ca$%tulo seguinte a$lica'/se as dis$osiç)es gerais deste Ca$%tulo. . Art. Par!gra(o 3nico.. ?@:. Art. Art. 78edação dada $ela Lei n9 5.. 78edação dada $ela Lei n9 5. Art.< Art. Art. ?@. A 'edida cautelar $oder! ser substitu%da de o(%cio ou a requeri'ento de qualquer das $artes $ela $restação de caução ou outra garantia 'enos gravosa $ara o requerido se'$re que adequada e su(iciente $ara evitar a lesão ou re$ar!/la integral'ente.:*5 de 19. ?@?. Cabe 0 $arte $ro$or a ação no $ra&o de . ?1@. ?1*.1:. Não sendo contestado o $edido $resu'ir/se/ão aceitos $elo requerido co'o verdadeiros os (atos alegados $elo requerente 7arts.1:<2 caso e' que o jui& decidir! dentro e' 5 7cinco< dias. ?@-. ?11.deste Código não $ro'over a citação do requerido dentro e' 5 7cinco< dias2 III / se ocorrer a cessação da e(ic!cia da 'edida e' qualquer dos casos $revistos no art. ?@.1@. ?@? deste Código2 IC / se o jui& acol+er no $rocedi'ento cautelar a alegação de decad1ncia ou de $rescrição do direito do autor 7art.< Art.s autos do $rocedi'ento cautelar serão a$ensados aos do $rocesso $rinci$al. .:*5 de 19. 6e' $reju%&o do dis$osto no art. *?5 e .I / de citação devida'ente cu'$rido2 II / da e#ecução da 'edida cautelar quando concedida li'inar'ente ou a$ós justi(icação $r"via.1*. ?@=.. 4 l%cito ao jui& conceder li'inar'ente ou a$ós justi(icação $r"via a 'edida cautelar se' ouvir o r"u quando veri(icar que este sendo citado $oder! torn!/ la ine(ica&2 caso e' que $oder! deter'inar que o requerente $reste caução real ou (idejussória de ressarcir os danos que o requerido $ossa vir a so(rer.1:. 78edação dada $ela Lei n9 ?. As 'edidas cautelares conserva' a sua e(ic!cia no $ra&o do artigo antecedente e na $end1ncia do $rocesso $rinci$al2 'as $ode' a qualquer te'$o ser revogadas ou 'odi(icadas.1@. ?1@<..1:. Art. ?@. ?@5. 6alvo decisão judicial e' contr!rio a 'edida cautelar conservar! a e(ic!cia durante o $er%odo de sus$ensão do $rocesso.1@. A indeni&ação ser! liquidada nos autos do $rocedi'ento cautelar. Art.

. Art. ?1.1@. ?1?..de .5. Equi$ara/se 0 $rova literal da d%vida l%quida e certa $ara e(eito de concessão de arresto a sentença l%quida ou il%quida $endente de recurso condenando o devedor ao $aga'ento de din+eiro ou de $restação que e' din+eiro $ossa converter/ se. arresto te' lugar: I / quando o devedor se' do'ic%lio certo intenta ausentar/se ou alienar os bens que $ossui ou dei#a de $agar a obrigação no $ra&o esti$ulado2 II / quando o devedor que te' do'ic%lio: a< se ausenta ou tenta ausentar/se (urtiva'ente2 b< caindo e' insolv1ncia aliena ou tenta alienar bens que $ossui2 contrai ou tenta contrair d%vidas e#traordin!rias2 $)e ou tenta $Ar os seus bens e' no'e de terceiros2 ou co'ete outro qualquer arti(%cio (raudulento a (i' de (rustrar a e#ecução ou lesar credores2 III / quando o devedor que $ossui bens de rai& intenta alien!/los +i$otec!/los ou d!/los e' anticrese se' (icar co' algu' ou alguns livres e dese'bargados equivalentes 0s d%vidas2 IC / nos de'ais casos e#$ressos e' lei.< I / $rova literal da d%vida l%quida e certa278edação dada $ela Lei n9 5.1:. A$lica'/se ao arresto as dis$osiç)es re(erentes 0 $en+ora não alteradas na $resente 6eção.--. 8essalvado o dis$osto no art. ?1@ a sentença $ro(erida no arresto não (a& coisa julgada na ação $rinci$al. ?15.*@@*< Art. . Oulgada $rocedente a ação $rinci$al o arresto se resolve e' $en+ora. A justi(icação $r"via quando ao jui& $arecer indis$ens!vel (ar/se/! e' segredo e de $lano redu&indo/se a ter'o o de$oi'ento das teste'un+as. jui& conceder! o arresto inde$endente'ente de justi(icação $r"via: I / quando (or requerido $ela Dnião Estado ou Gunic%$io nos casos $revistos e' lei2 II / se o credor $restar caução 7art.:*5 de 19. ?*@. Para a concessão do arresto " essencial: 78edação dada $ela Lei n9 5..< Par!gra(o 3nico. ?**. ?@-<.1:... .. .:*5 de 19.1@. ?1. 78edação dada $ela Lei n9 1@.:*5 de 19. ?*1. Art. Se56o II &o SeIKestro Art.CAP1+2L( II &(S PR(CE&I0EN+(S CA2+ELARES ESPEC1BIC(S Se56o I &o Arresto Art. Art. Ficar! sus$ensa a e#ecução do arresto se o devedor: I / tanto que inti'ado $agar ou de$ositar e' ju%&o a i'$ortKncia da d%vida 'ais os +onor!rios de advogado que o jui& arbitrar e custas2 II / der (iador idAneo ou $restar caução $ara garantir a d%vida +onor!rios do advogado do requerente e custas.1:. Art. ?1:. jui& a requeri'ento da $arte $ode decretar o seqMestro: . Cessa o arresto: I / $elo $aga'ento2 II / $ela novação2 III / $ela transação.< II / $rova docu'ental ou justi(icação de algu' dos casos 'encionados no artigo antecedente.1@. Art. ?1-. 78edação dada $ela Lei n9 5. ?1=. Art. Art.

?*5. Par!gra(o 3nico. jui& $ro(erir! i'ediata'ente a sentença: I / se o requerido não contestar2 II / se a caução o(erecida ou $restada (or aceita2 III / se a 'at"ria (or so'ente de direito ou sendo de direito e de (ato j! não +ouver necessidade de outra $rova. autor nacional ou estrangeiro que residir (ora do Hrasil ou dele se ausentar na $end1ncia da de'anda $restar! nas aç)es que intentar caução su(iciente 0s . ?*=. Art. Art. Art. Contestado o $edido o jui& designar! audi1ncia de instrução e julga'ento salvo o dis$osto no no III do artigo anterior. ?. ?*:< $rest!/la 7art. ?*-.5.@. A caução $ode ser $restada $elo interessado ou $or terceiro.@< ou contestar o $edido.-. Art.. ?*. ?*: não $restada a caução2 II / no caso do art. ?. A escol+a $oder! todavia recair: I / e' $essoa indicada de co'u' acordo $elas $artes2 II / e' u'a das $artes desde que o(ereça 'aiores garantias e $reste caução idAnea. . A entrega dos bens ao de$osit!rio (ar/se/! logo de$ois que este assinar o co'$ro'isso. Se56o III &a Cau56o Art. ?*:. ?*.I / de bens 'óveis se'oventes ou i'óveis quando I+es (or dis$utada a $ro$riedade ou a $osse +avendo (undado receio de ri#as ou dani(icaç)es2 II / dos (rutos e rendi'entos do i'óvel reivindicando se o r"u de$ois de condenado $or sentença ainda sujeita a recurso os dissi$ar2 III / dos bens do casal nas aç)es de se$aração judicial e de anulação de casa'ento se o cAnjuge os estiver dila$idando2 IC / nos de'ais casos e#$ressos e' lei.. ?*?. Juando a lei não deter'inar a es$"cie de caução esta $oder! ser $restada 'ediante de$ósito e' din+eiro $a$"is de cr"dito t%tulos da Dnião ou dos Estados $edras e 'etais $reciosos +i$oteca $en+or e (iança. Art.1. 6e o requerido não cu'$rir a sentença no $ra&o estabelecido o jui& declarar!: I / no caso do art. . ?. Art. 6e +ouver resist1ncia o de$osit!rio solicitar! ao jui& a requisição de (orça $olicial. Incu'be ao jui& no'ear o de$osit!rio dos bens seqMestrados. ?.*. Art. ?. . Oulgando $rocedente o $edido o jui& deter'inar! a caução e assinar! o $ra&o e' que deve ser $restada cu'$rindo/se as dilig1ncias que (ore' deter'inadas.. A$lica/se ao seqMestro no que couber o que este Código estatui acerca do arresto. Art. Art.@ e(etivada a sanção que co'inou. ?. Art. Aquele e' cujo (avor +! de ser dada a caução requerer! a citação do obrigado $ara que a $reste sob $ena de incorrer na sanção que a lei ou o contrato co'inar $ara a (alta. ?. Art. requerido ser! citado $ara no $ra&o de 5 7cinco< dias aceitar a caução 7art. A caução $ode ser real ou (idejussória.. Par!gra(o 3nico. Art. ?. Aquele que (or obrigado a dar caução requerer! a citação da $essoa a (avor de que' tiver de ser $restada indicando na $etição inicial: I / o valor a caucionar2 II / o 'odo $elo qual a caução vai ser $restada2 III / a esti'ativa dos bens2 IC / a $rova da su(ici1ncia da caução ou da idoneidade do (iador.

?.:. Se56o . e . ?.?*. >e' lugar co'o $rocedi'ento $re$aratório a e#ibição judicial: I / de coisa 'óvel e' $oder de outre' e que o requerente re$ute sua ou ten+a interesse e' con+ecer2 II / de docu'ento $ró$rio ou co'u' e' $oder de co/interessado sócio condA'ino credor ou devedor2 ou e' $oder de terceiro que o ten+a e' sua guarda co'o inventariante testa'enteiro de$osit!rio ou ad'inistrador de bens al+eios2 III / da escrituração co'ercial $or inteiro balanços e docu'entos de arquivo nos casos e#$ressos e' lei.. Art. Provado quanto baste o alegado e#$edir/se/! o 'andado que conter!: I / a indicação da casa ou do lugar e' que deve e(etuar/se a dilig1ncia2 II / a descrição da $essoa ou da coisa $rocurada e o destino a I+e dar2 III / a assinatura do jui& de que' e'anar a orde'. A justi(icação $r"via (ar/se/! e' segredo de justiça se (or indis$ens!vel. Oulgando $rocedente o $edido o jui& assinar! $ra&o $ara que o obrigado re(orce a caução. &a EJibi56o Art.o >ratando/se de direito autoral ou direito cone#o do artista int"r$rete ou e#ecutante $rodutores de (onogra'as e organis'os de radiodi(usão o jui& designar! $ara aco'$an+are' os o(iciais de justiça dois $eritos aos quais incu'bir! con(ir'ar a ocorr1ncia da violação antes de ser e(etivada a a$reensão.?1 e . ?-. ?.bservar/se/! quanto ao $rocedi'ento no que couber o dis$osto nos arts. ?-@. Finda a dilig1ncia lavrarão os o(iciais de justiça auto circunstanciado assinando/o co' as teste'un+as. Art. Ceri(icando/se no curso do $rocesso que se des(alcou a garantia $oder! o interessado e#igir re(orço da caução.55 a .I &a Produ56o Antecipada de Provas . ?. Art. B . Art. Não se e#igir! $or"' a caução de que trata o artigo antecedente: I / na e#ecução (undada e' t%tulo e#trajudicial2 II / na reconvenção. 'andado ser! cu'$rido $or dois o(iciais de justiça u' dos quais o ler! ao 'orador inti'ando/o a abrir as $ortas. jui& $ode decretar a busca e a$reensão de $essoas ou de coisas. .=.s o(iciais de justiça (ar/se/ão aco'$an+ar de duas teste'un+as.custas e +onor!rios de advogado da $arte contr!ria se não tiver no Hrasil bens i'óveis que I+es assegure' o $aga'ento. ?-1. . Na $etição inicial e#$or! o requerente as ra&)es justi(icativas da 'edida e da ci1ncia de estar a $essoa ou a coisa no lugar designado. ?.=. Art. . ?-*. ?--. Se56o I. Art. . Art. B *o . Na $etição inicial o requerente justi(icar! o $edido indicando a de$reciação do be' dado e' garantia e a i'$ortKncia do re(orço que $retende obter. Art. Se56o .. Não sendo cu'$rida a sentença cessarão os e(eitos da caução $restada $resu'indo/se que o autor ten+a desistido da ação ou o recorrente desistido do recurso. &a -usca e Apreens6o Art. ?-5. B 1o Não atendidos os o(iciais de justiça arro'barão as $ortas e#ternas be' co'o as internas e quaisquer 'óveis onde $resu'a' que esteja oculta a $essoa ou a coisa $rocurada..

Art. ?5@. Se56o . Art. . Art. Art. ?51. >o'ado o de$oi'ento ou (eito e#a'e $ericial os autos $er'anecerão e' cartório sendo l%cito aos interessados solicitar as certid)es que quisere'. . ?55. ?5. ?-?. >ratando/se de inquirição de teste'un+as serão inti'ados os interessados a co'$arecer 0 audi1ncia e' que $restar! o de$oi'ento. Procede/se ao arrola'ento se'$re que +! (undado receio de e#travio ou de dissi$ação de bens. Produ&idas as $rovas e' justi(icação $r"via o jui& convencendo/se de que o interesse do requerente corre s"rio risco de(erir! a 'edida no'eando de$osit!rio dos bens. . Navendo (undado receio de que ven+a a tornar/se i'$oss%vel ou 'uito di(%cil a veri(icação de certos (atos na $end1ncia da ação " ad'iss%vel o e#a'e $ericial. Na $etição inicial e#$or! o requerente as suas necessidades e as $ossibilidades do ali'entante. Pode requerer o arrola'ento todo aquele que te' interesse na conservação dos bens. ?-:. Par!gra(o 3nico. ?-. B 1o . Par!gra(o 3nico. ?-=. Art. ?5.. B *o Aos credores só " $er'itido requerer arrola'ento nos casos e' que ten+a lugar a arrecadação de +erança.II &os Ali:entos Provisionais Art. interesse do requerente $ode resultar de direito j! constitu%do ou que deva ser declarado e' ação $ró$ria. Art. Na $etição inicial e#$or! o requerente: I / o seu direito aos bens2 II / os (atos e' que (unda o receio de e#travio ou de dissi$ação dos bens. Art. A $rodução anteci$ada da $rova $ode consistir e' interrogatório da $arte inquirição de teste'un+as e e#a'e $ericial. ?5=. Ainda que a causa $rinci$al $enda de julga'ento no tribunal $rocessar/ se/! no $ri'eiro grau de jurisdição o $edido de ali'entos $rovisionais. Art. ?5*. A $rova $ericial reali&ar/se/! con(or'e o dis$osto nos arts.:.III &o Arrola:ento de -ens Art. Par!gra(o 3nico. ?5?.. Art. Se56o . ?5-. No caso $revisto no no I deste artigo a $restação ali'ent%cia devida ao requerente abrange al"' do que necessitar $ara sustento +abitação e vestu!rio as des$esas $ara custear a de'anda. -*@ a -. Art..Art. Far/se/! o interrogatório da $arte ou a inquirição das teste'un+as antes da $ro$ositura da ação ou na $end1ncia desta 'as antes da audi1ncia de instrução: I / se tiver de ausentar/se2 II / se $or 'otivo de idade ou de 'ol"stia grave +ouver justo receio de que ao te'$o da $rova j! não e#ista ou esteja i'$ossibilitada de de$or. requerente justi(icar! su'aria'ente a necessidade da anteci$ação e 'encionar! co' $recisão os (atos sobre que +! de recair a $rova. requerente $oder! $edir que o jui& ao des$ac+ar a $etição inicial e se' audi1ncia do requerido I+e arbitre desde logo u'a 'ensalidade $ara 'antença. 4 l%cito $edir ali'entos $rovisionais: I / nas aç)es de desquite e de anulação de casa'ento desde que esteja' se$arados os cAnjuges2 II / nas aç)es de ali'entos desde o des$ac+o da $etição inicial2 III / nos de'ais casos e#$ressos e' lei.

Par!gra(o 3nico. . $ossuidor ou detentor dos bens ser! ouvido se a audi1ncia não co'$ro'eter a (inalidade da 'edida. Art. ?5:. . de$osit!rio lavrar! auto descrevendo 'inuciosa'ente todos os bens e registrando quaisquer ocorr1ncias que ten+a' interesse $ara sua conservação. Art. ?=@. Não sendo $oss%vel e(etuar desde logo o arrola'ento ou conclu%/lo no dia e' que (oi iniciado a$or/se/ão selos nas $ortas da casa ou nos 'óveis e' que esteja' os bens continuando/se a dilig1ncia no dia que (or designado. Se56o I? &a Justifica56o Art. ?=1. Jue' $retender justi(icar a e#ist1ncia de algu' (ato ou relação jur%dica seja $ara si'$les docu'ento e se' car!ter contencioso seja $ara servir de $rova e' $rocesso regular e#$or! e' $etição circunstanciada a sua intenção. Art. ?=*. 6alvo nos casos e#$ressos e' lei " essencial a citação dos interessados. Par!gra(o 3nico. 6e o interessado não $uder ser citado $essoal'ente intervir! no $rocesso o Ginist"rio P3blico. Art. ?=,. A justi(icação consistir! na inquirição de teste'un+as sobre os (atos alegados sendo (acultado ao requerente juntar docu'entos. Art. ?=-. Ao interessado " l%cito contraditar as teste'un+as reinquiri/las e 'ani(estar/se sobre os docu'entos dos quais ter! vista e' cartório $or *- 7vinte e quatro< +oras. Art. ?=5. No $rocesso de justi(icação não se ad'ite de(esa ne' recurso. Art. ?==. A justi(icação ser! a(inal julgada $or sentença e os autos serão entregues ao requerente inde$endente'ente de traslado decorridas -? 7quarenta e oito< +oras da decisão. Par!gra(o 3nico. . jui& não se $ronunciar! sobre o '"rito da $rova li'itando/se a veri(icar se (ora' observadas as (or'alidades legais. Se56o II &a .erifica56o dos Pra@os e das Penalidades Art. 1:,. Co'$ete ao jui& veri(icar se o serventu!rio e#cedeu se' 'otivo leg%ti'o os $ra&os que este Código estabelece. Art. 1:-. A$urada a (alta o jui& 'andar! instaurar $rocedi'ento ad'inistrativo na (or'a da Lei de .rgani&ação Oudici!ria. Art. 1:5. . advogado deve restituir os autos no $ra&o legal. Não o (a&endo 'andar! o jui& de o(%cio riscar o que neles +ouver escrito e desentran+ar as alegaç)es e docu'entos que a$resentar. Art. 1:=. 4 l%cito a qualquer interessado cobrar os autos ao advogado que e#ceder o $ra&o legal. 6e inti'ado não os devolver dentro e' *- 7vinte e quatro< +oras $erder! o direito 0 vista (ora de cartório e incorrer! e' 'ulta corres$ondente 0 'etade do sal!rio '%ni'o vigente na sede do ju%&o. Par!gra(o 3nico. A$urada a (alta o jui& co'unicar! o (ato 0 seção local da .rde' dos Advogados do Hrasil $ara o $rocedi'ento disci$linar e i'$osição da 'ulta. Art. 1:;. A$lica'/se ao órgão do Ginist"rio P3blico e ao re$resentante da Fa&enda P3blica as dis$osiç)es constantes dos arts. 1:5 e 1:=. Art. 1:?. Jualquer das $artes ou o órgão do Ginist"rio P3blico $oder! re$resentar ao $residente do >ribunal de Oustiça contra o jui& que e#cedeu os $ra&os $revistos e' lei. Fistribu%da a re$resentação ao órgão co'$etente instaurar/se/! $rocedi'ento $ara a$uração da res$onsabilidade. . relator con(or'e as circunstKncias $oder! avocar os autos e' que ocorreu e#cesso de $ra&o designando outro jui& $ara decidir a causa.

Art. 1::. A dis$osição do artigo anterior a$licar/se/! aos tribunais su$eriores na (or'a que dis$user o seu regi'ento interno. CAP1+2L( I. &AS C(02NICA3GES &(S A+(S Se56o I &as &isposi5Ces =erais Art. *@@. .s atos $rocessuais serão cu'$ridos $or orde' judicial ou requisitados $or carta con(or'e +aja' de reali&ar/se dentro ou (ora dos li'ites territoriais da co'arca. Art. *@1. E#$edir/se/! carta de orde' se o jui& (or subordinado ao tribunal de que ela e'anar2 carta rogatória quando dirigida 0 autoridade judici!ria estrangeira2 e carta $recatória nos de'ais casos. Se56o II &as Cartas Art. *@*. 6ão requisitos essenciais da carta de orde' da carta $recatória e da carta rogatória: I / a indicação dos ju%&es de orige' e de cu'$ri'ento do ato2 II / o inteiro teor da $etição do des$ac+o judicial e do instru'ento do 'andato con(erido ao advogado2 III / a 'enção do ato $rocessual que I+e constitui o objeto2 IC / o encerra'ento co' a assinatura do jui&. B 1o . jui& 'andar! trasladar na carta quaisquer outras $eças be' co'o instru%/ la co' 'a$a desen+o ou gr!(ico se'$re que estes docu'entos deva' ser e#a'inados na dilig1ncia $elas $artes $eritos ou teste'un+as. B *o Juando o objeto da carta (or e#a'e $ericial sobre docu'ento este ser! re'etido e' original (icando nos autos re$rodução (otogr!(ica. B ,o A carta de orde' carta $recatória ou carta rogatória $ode ser e#$edida $or 'eio eletrAnico situação e' que a assinatura do jui& dever! ser eletrAnica na (or'a da lei. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.-1: de *@@=<. Art. *@,. E' todas as cartas declarar! o jui& o $ra&o dentro do qual deverão ser cu'$ridas atendendo 0 (acilidade das co'unicaç)es e 0 nature&a da dilig1ncia. Art. *@-. A carta te' car!ter itinerante2 antes ou de$ois de I+e ser ordenado o cu'$ri'ento $oder! ser a$resentada a ju%&o diverso do que dela consta a (i' de se $raticar o ato. Art. *@5. Navendo urg1ncia trans'itir/se/ão a carta de orde' e a carta $recatória $or telegra'a radiogra'a ou tele(one. Art. *@=. A carta de orde' e a carta $recatória $or telegra'a ou radiogra'a conterão e' resu'o substancial os requisitos 'encionados no art. *@* be' co'o a declaração $ela ag1ncia e#$edidora de estar recon+ecida a assinatura do jui&. Art. *@;. . secret!rio do tribunal ou o escrivão do ju%&o de$recante trans'itir! $or tele(one a carta de orde' ou a carta $recatória ao ju%&o e' que +ouver de cu'$rir/ se o ato $or inter'"dio do escrivão do $ri'eiro o(%cio da $ri'eira vara se +ouver na co'arca 'ais de u' o(%cio ou de u'a vara observando quanto aos requisitos o dis$osto no artigo antecedente. B 1o . escrivão no 'es'o dia ou no dia 3til i'ediato tele(onar! ao secret!rio do tribunal ou ao escrivão do ju%&o de$recante lendo/l+e os ter'os da carta e solicitando/ l+e que I+a con(ir'e. B *o 6endo con(ir'ada o escrivão sub'eter! a carta a des$ac+o. Art. *@?. E#ecutar/se/ão de o(%cio os atos requisitados $or telegra'a radiogra'a ou tele(one. A $arte de$ositar! contudo na secretaria do tribunal ou no cartório do

ju%&o de$recante a i'$ortKncia corres$ondente 0s des$esas que serão (eitas no ju%&o e' que +ouver de $raticar/se o ato. Art. *@:. . jui& recusar! cu'$ri'ento 0 carta $recatória devolvendo/a co' des$ac+o 'otivado: I / quando não estiver revestida dos requisitos legais2 II / quando carecer de co'$et1ncia e' ra&ão da 'at"ria ou da +ierarquia2 III / quando tiver d3vida acerca de sua autenticidade. Art. *1@. A carta rogatória obedecer! quanto 0 sua ad'issibilidade e 'odo de seu cu'$ri'ento ao dis$osto na convenção internacional2 0 (alta desta ser! re'etida 0 autoridade judici!ria estrangeira $or via di$lo'!tica de$ois de tradu&ida $ara a l%ngua do $a%s e' que +! de $raticar/se o ato. Art. *11. A concessão de e#eqMibilidade 0s cartas rogatórias das justiças estrangeiras obedecer! ao dis$osto no 8egi'ento Interno do 6u$re'o >ribunal Federal. Art. *1*. Cu'$rida a carta ser! devolvida ao ju%&o de orige' no $ra&o de 1@ 7de&< dias inde$endente'ente de traslado $agas as custas $ela $arte. Se56o III &as Cita5Ces Art. *1,. Citação " o ato $elo qual se c+a'a a ju%&o o r"u ou o interessado a (i' de se de(ender. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:;,< Art. *1-. Para a validade do $rocesso " indis$ens!vel a citação inicial do r"u. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:;,< B 1o . co'$areci'ento es$ontKneo do r"u su$re entretanto a (alta de citação. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:;,< B *o Co'$arecendo o r"u a$enas $ara argMir a nulidade e sendo esta decretada considerar/se/! (eita a citação na data e' que ele ou seu advogado (or inti'ado da decisão. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:;,< Art. *15 Far/se/! a citação $essoal'ente ao r"u ao seu re$resentante legal ou ao $rocurador legal'ente autori&ado. B 1o Estando o r"u ausente a citação (ar/se/! na $essoa de seu 'andat!rio ad'inistrador (eitor ou gerente quando a ação se originar de atos $or eles $raticados. B *o . locador que se ausentar do Hrasil se' cienti(icar o locat!rio de que dei#ou na localidade onde estiver situado o i'óvel $rocurador co' $oderes $ara receber citação ser! citado na $essoa do ad'inistrador do i'óvel encarregado do recebi'ento dos alugu"is. Art. *1= A citação e(etuar/se/! e' qualquer lugar e' que se encontre o r"u. Par!gra(o 3nico. . 'ilitar e' serviço ativo ser! citado na unidade e' que estiver servindo se não (or con+ecida a sua resid1ncia ou nela não (or encontrado. Art. *1;. Não se (ar! $or"' a citação salvo $ara evitar o $ereci'ento do direito: I / 78evogado $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-< I / a que' estiver assistindo a qualquer ato de culto religioso2 78enu'erado do Inciso II $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-< II / ao cAnjuge ou a qualquer $arente do 'orto consangM%neo ou a(i' e' lin+a reta ou na lin+a colateral e' segundo grau no dia do (aleci'ento e nos ; 7sete< dias seguintes2 78enu'erado do Inciso III $ela Lei n9 ?.:5* de 1::III / aos noivos nos , 7tr1s< $ri'eiros dias de bodas2 78enu'erado do Inciso IC $ela Lei n9 ?.:5* de 1::IC / aos doentes enquanto grave o seu estado. 78enu'erado do Inciso C $ela Lei n9 ?.:5* de 1::Art. *1?. >a'b"' não se (ar! citação quando se veri(icar que o r"u " de'ente ou est! i'$ossibilitado de receb1/la.

B 1o . o(icial de justiça $assar! certidão descrevendo 'inuciosa'ente a ocorr1ncia. . jui& no'ear! u' '"dico a (i' de e#a'inar o citando. . laudo ser! a$resentado e' 5 7cinco< dias. B *o 8econ+ecida a i'$ossibilidade o jui& dar! ao citando u' curador observando quanto 0 sua escol+a a $re(er1ncia estabelecida na lei civil. A no'eação " restrita 0 causa. B ,o A citação ser! (eita na $essoa do curador a que' incu'bir! a de(esa do r"u. Art. *1:. A citação v!lida torna $revento o ju%&o indu& litis$end1ncia e (a& litigiosa a coisa2 e ainda quando ordenada $or jui& inco'$etente constitui e' 'ora o devedor e interro'$e a $rescrição. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:;,< B 1o A interru$ção da $rescrição retroagir! 0 data da $ro$ositura da ação.78edação dada $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-< B *o Incu'be 0 $arte $ro'over a citação do r"u nos 1@ 7de&< dias subseqMentes ao des$ac+o que a ordenar não (icando $rejudicada $ela de'ora i'$ut!vel e#clusiva'ente ao serviço judici!rio. 78edação dada $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-< B ,o Não sendo citado o r"u o jui& $rorrogar! o $ra&o at" o '!#i'o de :@ 7noventa< dias.78edação dada $ela Lei n9 ?.:5* de 1::-< B -o Não se e(etuando a citação nos $ra&os 'encionados nos $ar!gra(os antecedentes +aver/se/! $or não interro'$ida a $rescrição. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:;,< B 5o . jui& $ronunciar! de o(%cio a $rescrição. 78edação dada $ela Lei n9 11.*?@ de *@@=< B =o Passada e' julgado a sentença a que se re(ere o $ar!gra(o anterior o escrivão co'unicar! ao r"u o resultado do julga'ento. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:;,< Art. **@. . dis$osto no artigo anterior a$lica/se a todos os $ra&os e#tintivos $revistos na lei. Art. **1. A citação (ar/se/!: I / $elo correio2 II / $or o(icial de justiça2 III / $or edital. IC / $or 'eio eletrAnico con(or'e regulado e' lei $ró$ria. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.-1: de *@@=<. Art. ***. A citação ser! (eita $elo correio $ara qualquer co'arca do Pa%s e#ceto: 78edação dada $ela Lei n9 ?.;1@ de 1::,< a< nas aç)es de estado2 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.;1@ de 1::,< b< quando (or r" $essoa inca$a&2 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.;1@ de 1::,< c< quando (or r" $essoa de direito $3blico2 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.;1@ de 1::,< d< nos $rocessos de e#ecução2 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.;1@ de 1::,< e< quando o r"u residir e' local não atendido $ela entrega do'iciliar de corres$ond1ncia2 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.;1@ de 1::,< (< quando o autor a requerer de outra (or'a. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.;1@ de 1::,< Art. **,. Fe(erida a citação $elo correio o escrivão ou c+e(e da secretaria re'eter! ao citando có$ias da $etição inicial e do des$ac+o do jui& e#$ressa'ente consignada e' seu inteiro teor a advert1ncia a que se re(ere o art. *?5 segunda $arte co'unicando ainda o $ra&o $ara a res$osta e o ju%&o e cartório co' o res$ectivo endereço. 78edação dada $ela Lei n9 ?.;1@ de 1::,< Par!gra(o 3nico. A carta ser! registrada $ara entrega ao citando e#igindo/l+e o carteiro ao (a&er a entrega que assine o recibo. 6endo o r"u $essoa jur%dica ser! v!lida

Art. Nas co'arcas cont%guas de (!cil co'unicação e nas que se situe' na 'es'a região 'etro$olitana o o(icial de justiça $oder! e(etuar citaç)es ou inti'aç)es e' qualquer delas. 'andado $oder! ser e' breve relatório quando o autor entregar e' cartório co' a $etição inicial tantas có$ias desta quantos (ore' os r"us2 caso e' que as có$ias de$ois de con(eridas co' o original (arão $arte integrante do 'andado. Art. Far/se/! a citação $or 'eio de o(icial de justiça nos casos ressalvados no art. Feita a citação co' +ora certa o escrivão enviar! ao r"u carta telegra'a ou radiogra'a dando/l+e de tudo ci1ncia.. 'andado que o o(icial de justiça tiver de cu'$rir dever! conter: 78edação dada $ela Lei n9 5.< I / os no'es do autor e do r"u be' co'o os res$ectivos do'ic%lios ou resid1ncias2 78edação dada $ela Lei n9 5. Art. **?. . *.. *?5 segunda $arte se o lit%gio versar sobre direitos dis$on%veis278edação dada $ela Lei n9 5.. 78edação dada $ela Lei n9 ?.1@ de 1::.78edação dada $ela Lei n9 ?.< III / a co'inação se +ouver2 78edação dada $ela Lei n9 5.< C / a có$ia do des$ac+o2 78edação dada $ela Lei n9 5. .. B 1o 6e o citando não estiver $resente o o(icial de justiça $rocurar! in(or'ar/se das ra&)es da aus1ncia dando $or (eita a citação ainda que o citando se ten+a ocultado e' outra co'arca..< Art.:*5 de 1:..< Par!gra(o 3nico.:*5 de 1:.:*5 de 1:. **5..< IC / o dia +ora e lugar do co'$areci'ento2 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:.a entrega a $essoa co' $oderes de ger1ncia geral ou de ad'inistração. Incu'be ao o(icial de justiça $rocurar o r"u e onde o encontrar cit!/lo: I / lendo/l+e o 'andado e entregando/l+e a contra("2 II / $ortando $or (" se recebeu ou recusou a contra("2 III / obtendo a nota de ciente ou certi(icando que o r"u não a a$As no 'andado. **:. **.1@ de 1::. No dia e +ora designados o o(icial de justiça inde$endente'ente de novo des$ac+o co'$arecer! ao do'ic%lio ou resid1ncia do citando a (i' de reali&ar a dilig1ncia..:*5 de 1:.< Art..1. *** ou quando (rustrada a citação $elo correio. Juando $or tr1s ve&es o o(icial de justiça +ouver $rocurado o r"u e' seu do'ic%lio ou resid1ncia se' o encontrar dever! +avendo sus$eita de ocultação inti'ar a qualquer $essoa da (a'%lia ou e' sua (alta a qualquer vi&in+o que no dia i'ediato voltar! a (i' de e(etuar a citação na +ora que designar.:*5 de 1:.< II / o (i' da citação co' todas as es$eci(icaç)es constantes da $etição inicial be' co'o a advert1ncia a que se re(ere o art. B 1o Considera/se inacess%vel $ara e(eito de citação $or edital o $a%s que recusar o cu'$ri'ento de carta rogatória.. . 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:. Art. B *o Fa certidão da ocorr1ncia o o(icial de justiça dei#ar! contra(" co' $essoa da (a'%lia ou co' qualquer vi&in+o con(or'e o caso declarando/l+e o no'e. Far/se/! a citação $or edital: I / quando descon+ecido ou incerto o r"u2 II / quando ignorado incerto ou inacess%vel o lugar e' que se encontrar2 III / nos casos e#$ressos e' lei..< Art.< CI / o $ra&o $ara de(esa2 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. *. 78edação dada $ela Lei n9 5.< CII / a assinatura do escrivão e a declaração de que o subscreve $or orde' do jui&.< Art..1@ de 1::. **=.:*5 de 1:.. **-.@.

. *. *. A $arte que requerer a citação $or edital alegando dolosa'ente os requisitos do art.1 I e II incorrer! e' 'ulta de 5 7cinco< ve&es o sal!rio '%ni'o vigente na sede do ju%&o.. As inti'aç)es e(etua'/se de o(%cio e' $rocessos $endentes salvo dis$osição e' contr!rio.=..< I / a a(ir'ação do autor ou a certidão do o(icial quanto 0s circunstKncias $revistas nos ns.. Inti'ação " o ato $elo qual se d! ci1ncia a algu"' dos atos e ter'os do $rocesso $ara que (aça ou dei#e de (a&er algu'a coisa..< . 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*. Art. Par!gra(o 3nico.1@ de 1::.:*5 de 1:..< C / a advert1ncia a que se re(ere o art. Art.?.:*5 de 1:. *. *. B *o A inti'ação do Ginist"rio P3blico e' qualquer caso ser! (eita $essoal'ente. B 1o 4 indis$ens!vel sob $ena de nulidade que da $ublicação conste' os no'es das $artes e de seus advogados su(icientes $ara sua identi(icação..< III / a $ublicação do edital no $ra&o '!#i'o de 15 7quin&e< dias u'a ve& no órgão o(icial e $elo 'enos duas ve&es e' jornal local onde +ouver2 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:. Art.< IC / a deter'inação $elo jui& do $ra&o que variar! entre *@ 7vinte< e =@ 7sessenta< dias correndo da data da $ri'eira $ublicação2 78edação dada $ela Lei n9 5. I e II do artigo antecedente2 78edação dada $ela Lei n9 5. &as Inti:a5Ces Art. Não dis$ondo a lei de outro 'odo as inti'aç)es serão (eitas 0s $artes aos seus re$resentantes legais e aos advogados $elo correio ou se $resentes e' cartório direta'ente $elo escrivão ou c+e(e de secretaria.78edação dada $ela Lei n9 ?. *.-1: de *@@=<.7Inclu%do $ela Lei n9 5. *?5 segunda $arte se o lit%gio versar sobre direitos dis$on%veis.:*5 de 1:..5: de 1:?5< B *o A $ublicação do edital ser! (eita a$enas no órgão o(icial quando a $arte (or bene(ici!ria da Assist1ncia Oudici!ria. 6ão requisitos da citação $or edital: 78edação dada $ela Lei n9 5... *.5. Par!gra(o 3nico. 78enu'erado do Par!gra(o 3nico $ela Lei n9 . Art.-.:*5 de 1:.. A 'ulta reverter! e' bene(%cio do citando. Art.< B 1o Ountar/se/! aos autos u' e#e'$lar de cada $ublicação be' co'o do an3ncio de que trata o no II deste artigo.:*5 de 1:. Se56o I. *.B *o No caso de ser inacess%vel o lugar e' que se encontrar o r"u a not%cia de sua citação ser! divulgada ta'b"' $elo r!dio se na co'arca +ouver e'issora de radiodi(usão.. 7Inclu%do $ela Lei n9 ..5: de 1:?5< Art. No Fistrito Federal e nas Ca$itais dos Estados e dos >erritórios considera'/se (eitas as inti'aç)es $ela só $ublicação dos atos no órgão o(icial. *.. Nas de'ais co'arcas a$licar/se/! o dis$osto no artigo antecedente se +ouver órgão de $ublicação dos atos o(iciais2 não o +avendo co'$etir! ao escrivão inti'ar de todos os atos do $rocesso os advogados das $artes: I / $essoal'ente tendo do'ic%lio na sede do ju%&o2 II / $or carta registrada co' aviso de recebi'ento quando do'iciliado (ora do ju%&o.. As inti'aç)es $ode' ser (eitas de (or'a eletrAnica con(or'e regulado e' lei $ró$ria.< II / a a(i#ação do edital na sede do ju%&o certi(icada $elo escrivão2 78edação dada $ela Lei n9 5.

1@ de 1::.1@ de 1::.Par!gra(o 3nico. A nulidade dos atos deve ser alegada na $ri'eira o$ortunidade e' que couber 0 $arte (alar nos autos sob $ena de $reclusão. *.?* de *@@=<.1@ de 1::. Juando a lei $rescrever deter'inada (or'a se' co'inação de nulidade o jui& considerar! v!lido o ato se reali&ado de outro 'odo I+e alcançar a (inalidade.< Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. $ra&o $ara a inter$osição de recurso conta/se da data e' que os advogados são inti'ados da decisão da sentença ou do acórdão. Par!gra(o 3nico.: de 1::@< Art..< I / quando a citação ou inti'ação (or $elo correio da data de juntada aos autos do aviso de recebi'ento2 78edação dada $ela Lei n9 ?. Far/se/! a inti'ação $or 'eio de o(icial de justiça quando (rustrada a reali&ação $elo correio. A certidão de inti'ação deve conter: 78edação dada $ela Lei n9 ?.@. Art. *-@.< III / quando +ouver v!rios r"us da data de juntada aos autos do 3lti'o aviso de recebi'ento ou 'andado citatório cu'$rido2 78edação dada $ela Lei n9 ?.. Par!gra(o 3nico. *--. &AS N2LI&A&ES Art. Presu'e'/se v!lidas as co'unicaç)es e inti'aç)es dirigidas ao endereço residencial ou $ro(issional declinado na inicial contestação ou e'bargos cu'$rindo 0s $artes atuali&ar o res$ectivo endereço se'$re que +ouver 'odi(icação te'$or!ria ou de(initiva.o renu'erado $ela Lei n9 ?.1@ de 1::.:5* de 1::-< CAP1+2L( . B 1o 8e$uta'/se inti'ados na audi1ncia quando nesta " $ublicada a decisão ou a sentença. .1@ de 1::.1@ de 1::. B *o Navendo anteci$ação da audi1ncia o jui& de o(%cio ou a requeri'ento da $arte 'andar! inti'ar $essoal'ente os advogados $ara ci1ncia da nova designação. *-5. *-=. 4 nulo o $rocesso quando o Ginist"rio P3blico não (or inti'ado a aco'$an+ar o (eito e' que deva intervir.1@ de 1::. 78edação dada $ela Lei n9 ?. 6alvo dis$osição e' contr!rio os $ra&os $ara as $artes $ara a Fa&enda P3blica e $ara o Ginist"rio P3blico contar/se/ão da inti'ação. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. 7B . As inti'aç)es considera'/se reali&adas no $ri'eiro dia 3til seguinte se tivere' ocorrido e' dia e' que não ten+a +avido e#$ediente (orense.1@ de 1::. *-*... Co'eça a correr o $ra&o: 78edação dada $ela Lei n9 ?.. Art.... *-1.. . Juando a lei $rescrever deter'inada (or'a sob $ena de nulidade a decretação desta não $ode ser requerida $ela $arte que I+e deu causa.< I / a indicação do lugar e a descrição da $essoa inti'ada 'encionando quando $oss%vel o n3'ero de sua carteira de identidade e o órgão que a e#$ediu2 II / a declaração de entrega da contra("2 III / a nota de ciente ou certidão de que o interessado não a a$As no 'andado. Art.< IC / quando o ato se reali&ar e' cu'$ri'ento de carta de orde' $recatória ou rogatória da data de sua juntada aos autos devida'ente cu'$rida2 78edação dada $ela Lei n9 ?. Art. 78edação dada $ela Lei n9 ?. *-.< C / quando a citação (or $or edital (inda a dilação assinada $elo jui&.:5* de 1::-< Art.< Par!gra(o 3nico.< II / quando a citação ou inti'ação (or $or o(icial de justiça da data de juntada aos autos do 'andado cu'$rido2 78edação dada $ela Lei n9 ?. 78edação dada $ela Lei n9 ?.. Não se a$lica esta dis$osição 0s nulidades que o jui& deva decretar de o(%cio ne' $revalece a $reclusão $rovando a $arte leg%ti'o i'$edi'ento.:.

4 de(eso distribuir a $etição não aco'$an+ada do instru'ento do 'andato salvo: I / se o requerente $ostular e' causa $ró$ria2 II / se a $rocuração estiver junta aos autos $rinci$ais2 III / no caso $revisto no art. >odos os $rocessos estão sujeitos a registro devendo ser distribu%dos onde +ouver 'ais de u' jui& ou 'ais de u' escrivão. *5. *5. Art. B *o Juando $uder decidir do '"rito a (avor da $arte a que' a$roveite a declaração da nulidade o jui& não a $ronunciar! ne' 'andar! re$etir o ato ou su$rir/ l+e a (alta. *51. Art. *55. 6e o $rocesso tiver corrido se' con+eci'ento do Ginist"rio P3blico o jui& o anular! a $artir do 'o'ento e' que o órgão devia ter sido inti'ado. 6er! cancelada a distribuição do (eito que e' . .@ 7trinta< dias não (or $re$arado no cartório e' que deu entrada. jui& de o(%cio ou a requeri'ento do interessado corrigir! o erro ou a (alta de distribuição co'$ensando/a. Art. . *-:. Navendo reconvenção ou intervenção de terceiro o jui& de o(%cio 'andar! $roceder 0 res$ectiva anotação $elo distribuidor.. *5=. As citaç)es e as inti'aç)es serão nulas quando (eitas se' observKncia das $rescriç)es legais.Par!gra(o 3nico. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. .. *-?. Art.5? de *@@1< II / quando tendo sido e#tinto o $rocesso se' julga'ento de '"rito (or reiterado o $edido ainda que e' litisconsórcio co' outros autores ou que seja' $arcial'ente alterados os r"us da de'anda2 78edação dada $ela Lei n9 11. CAP1+2L( .. Art. *-. Anulado o ato re$uta'/se de nen+u' e(eito todos os subseqMentes que dele de$enda'2 todavia a nulidade de u'a $arte do ato não $rejudicar! as outras que dela seja' inde$endentes.5? de *@@1< I / quando se relacionare' $or cone#ão ou contin1ncia co' outra j! ajui&ada2 78edação dada $ela Lei n9 1@.. B 1o . Art. Art. ato não se re$etir! ne' se I+e su$rir! a (alta quando não $rejudicar a $arte.alor da Causa . . Art.I &E (2+R(S A+(S PR(CESS2AIS Se56o I &a &istribui56o e do ReFistro Art. jui& ao $ronunciar a nulidade declarar! que atos são atingidos ordenando as $rovid1ncias necess!rias a (i' de que seja' re$etidos ou reti(icados. Art. A distribuição $oder! ser (iscali&ada $ela $arte ou $or seu $rocurador. *5-. Par!gra(o 3nico. Fistribuir/se/ão $or de$end1ncia as causas de qualquer nature&a: 78edação dada $ela Lei n9 1@. erro de (or'a do $rocesso acarreta unica'ente a anulação dos atos que não $ossa' ser a$roveitados devendo $raticar/se os que (ore' necess!rios a (i' de se observare' quanto $oss%vel as $rescriç)es legais.. Far/se/! o a$roveita'ento dos atos $raticados desde que não resulte $reju%&o 0 de(esa. *5@.. Art.. Se56o II &o . *5*. 6er! alternada a distribuição entre ju%&es e escrivães obedecendo a rigorosa igualdade.*?@ de *@@=< Par!gra(o 3nico.*?@ de *@@=< III H quando +ouver ajui&a'ento de aç)es id1nticas ao ju%&o $revento.

78edação dada $ela Lei n9 5. A $ro$ositura da ação todavia só $rodu& quanto ao r"u os e(eitos 'encionados no art. . Art. *1: de$ois que (or valida'ente citado.:*5 de 1:.< III / quando (or o$osta e#ceção de inco'$et1ncia do ju%&o da cK'ara ou do tribunal be' co'o de sus$eição ou i'$edi'ento do jui&2 . Feita a citação " de(eso ao autor 'odi(icar o $edido ou a causa de $edir se' o consenti'ento do r"u 'antendo/se as 'es'as $artes salvo as substituiç)es $er'itidas $or lei.Art. Considera/se $ro$osta a ação tanto que a $etição inicial seja des$ac+ada $elo jui& ou si'$les'ente distribu%da onde +ouver 'ais de u'a vara. *5:. . Art. Art.. 78edação dada $ela Lei n9 5. $rocesso civil co'eça $or iniciativa da $arte 'as se desenvolve $or i'$ulso o(icial. *=*. Juando se $edire' $restaç)es vencidas e vincendas to'ar/se/! e' consideração o valor de u'as e outras.-?1 de *@@. . Par!gra(o 3nico.:*5 de 1:. r"u $oder! i'$ugnar no $ra&o da contestação o valor atribu%do 0 causa $elo autor. *=5. +1+2L( . . 6us$ende/se o $rocesso: I / $ela 'orte ou $erda da ca$acidade $rocessual de qualquer das $artes de seu re$resentante legal ou de seu $rocurador2 II / $ela convenção das $artes2 7Cide Lei n9 11. E' seguida o jui& se' sus$ender o $rocesso servindo/se quando necess!rio do au#%lio de $erito deter'inar! no $ra&o de 1@ 7de&< dias o valor da causa. A i'$ugnação ser! autuada e' a$enso ouvindo/se o autor no $ra&o de 5 7cinco< dias.. valor da causa constar! se'$re da $etição inicial e ser!: I / na ação de cobrança de d%vida a so'a do $rinci$al da $ena e dos juros vencidos at" a $ro$ositura da ação2 II / +avendo cu'ulação de $edidos a quantia corres$ondente 0 so'a dos valores de todos eles2 III / sendo alternativos os $edidos o de 'aior valor2 IC / se +ouver ta'b"' $edido subsidi!rio o valor do $edido $rinci$al2 C / quando o lit%gio tiver $or objeto a e#ist1ncia validade cu'$ri'ento 'odi(icação ou rescisão de negócio jur%dico o valor do contrato2 CI / na ação de ali'entos a so'a de 1* 7do&e< $restaç)es 'ensais $edidas $elo autor2 CII / na ação de divisão de de'arcação e de reivindicação a esti'ativa o(icial $ara lança'ento do i'$osto. *5?.< CAP1+2L( II &A S2SPENS4( &( PR(CESS( Art.. *=-. A toda causa ser! atribu%do u' valor certo ainda que não ten+a conte3do econA'ico i'ediato. Art. A alteração do $edido ou da causa de $edir e' nen+u'a +i$ótese ser! $er'itida a$ós o sanea'ento do $rocesso. Não +avendo i'$ugnação $resu'e/se aceito o valor atribu%do 0 causa na $etição inicial. valor das $restaç)es vincendas ser! igual a u'a $restação anual se a obrigação (or $or te'$o indeter'inado ou $or te'$o su$erior a 1 7u'< ano2 se $or te'$o in(erior ser! igual 0 so'a das $restaç)es.< Par!gra(o 3nico. *=1. *=. *=@.I &A B(R0A34(% &A S2SPENS4( E &A E?+IN34( &( PR(CESS( CAP1+2L( I &A B(R0A34( &( PR(CESS( Art. Art.

. *=. B -o No caso do no III a e#ceção e' $ri'eiro grau da jurisdição ser! $rocessada na (or'a do dis$osto neste Livro >%tulo CIII Ca$%tulo II 6eção III2 e no tribunal consoante I+e estabelecer o regi'ento interno. CAP1+2L( III &A E?+IN34( &( PR(CESS( Art. *==. Art. Findo este $ra&o o jui& 'andar! $rosseguir no $rocesso. B 1o No caso de 'orte ou $erda da ca$acidade $rocessual de qualquer das $artes ou de seu re$resentante legal $rovado o (aleci'ento ou a inca$acidade o jui& sus$ender! o $rocesso salvo se j! tiver iniciado a audi1ncia de instrução e julga'ento2 caso e' que: a< o advogado continuar! no $rocesso at" o encerra'ento da audi1ncia2 b< o $rocesso só se sus$ender! a $artir da $ublicação da sentença ou do acórdão.@ 7trinta< dias2 IC / quando se veri(icar a aus1ncia de $ressu$ostos de constituição e de desenvolvi'ento v!lido e regular do $rocesso2 C / quando o jui& acol+er a alegação de $ere'$ção litis$end1ncia ou de coisa julgada2 Cl / quando não concorrer qualquer das condiç)es da ação co'o a $ossibilidade jur%dica a legiti'idade das $artes e o interesse $rocessual2 Cll / $ela convenção de arbitrage'2 78edação dada $ela Lei n9 :.*. B .IC / quando a sentença de '"rito: a< de$ender do julga'ento de outra causa ou da declaração da e#ist1ncia ou ine#ist1ncia da relação jur%dica que constitua o objeto $rinci$al de outro $rocesso $endente2 b< não $uder ser $ro(erida senão de$ois de veri(icado deter'inado (ato ou de $rodu&ida certa $rova requisitada a outro ju%&o2 c< tiver $or $ressu$osto o julga'ento de questão de estado requerido co'o declaração incidente2 C / $or 'otivo de (orça 'aior2 CI / nos de'ais casos que este Código regula.* de *@@5< I / quando o jui& inde(erir a $etição inicial2 Il / quando (icar $arado durante 'ais de 1 7u'< ano $or neglig1ncia das $artes2 III / quando $or não $ro'over os atos e dilig1ncias que I+e co'$etir o autor abandonar a causa $or 'ais de .o A sus$ensão do $rocesso $or convenção das $artes de que trata o no Il nunca $oder! e#ceder = 7seis< 'eses2 (indo o $ra&o o escrivão (ar! os autos conclusos ao jui& que ordenar! o $rossegui'ento do $rocesso. B *o No caso de 'orte do $rocurador de qualquer das $artes ainda que iniciada a audi1ncia de instrução e julga'ento o jui& 'arcar! a (i' de que a $arte constitua novo 'andat!rio o $ra&o de *@ 7vinte< dias (indo o qual e#tinguir! o $rocesso se' julga'ento do '"rito se o autor não no'ear novo 'andat!rio ou 'andar! $rosseguir no $rocesso 0 revelia do r"u tendo (alecido o advogado deste. E#tingue/se o $rocesso se' resolução de '"rito: 78edação dada $ela Lei n9 11. Furante a sus$ensão " de(eso $raticar qualquer ato $rocessual2 $oder! o jui& todavia deter'inar a reali&ação de atos urgentes a (i' de evitar dano irre$ar!vel.. B 5o Nos casos enu'erados nas letras a b e c do no IC o $er%odo de sus$ensão nunca $oder! e#ceder 1 7u'< ano. de 1::=< Clll / quando o autor desistir da ação2 II / quando a ação (or considerada intrans'iss%vel $or dis$osição legal2 I / quando ocorrer con(usão entre autor e r"u2 .@.

:*5 de 1:. *.:5* de 1::-< .. . Art. jui& con+ecer! de o(%cio e' qualquer te'$o e grau de jurisdição enquanto não $ro(erida a sentença de '"rito da 'at"ria constante dos ns.:*5 de 1:. 78edação dada $ela Lei n9 ?. 78edação dada $ela Lei n9 5. . *=?. II e Ill o arquiva'ento dos autos declarando a e#tinção do $rocesso se a $arte inti'ada $essoal'ente não su$rir a (alta e' -? 7quarenta e oito< +oras.o . *=. C a e#tinção do $rocesso não obsta a que o autor intente de novo a ação. B -o Fe$ois de decorrido o $ra&o $ara a res$osta o autor não $oder! se' o consenti'ento do r"u desistir da ação. *?<.@.< >Q>DL.CEFIGEN>. B 1o . *=:. *.:*5 de 1:.*.:5* de 1::-< Par!gra(o 3nico. Art. *. A $etição inicial todavia não ser! des$ac+ada se' a $rova do $aga'ento ou do de$ósito das custas e dos +onor!rios de advogado. CAPQ>DL. IC C e Cl2 todavia o r"u que a não alegar na $ri'eira o$ortunidade e' que I+e caiba (alar nos autos res$onder! $elas custas de retarda'ento..< III / quando as $artes transigire'2 78edação dada $ela Lei n9 5. Art.*..II / nos de'ais casos $rescritos neste Código. $rocedi'ento es$ecial e o $rocedi'ento su'!rio rege'/se $elas dis$osiç)es que I+es são $ró$rias a$licando/se/l+es subsidiaria'ente as dis$osiç)es gerais do $rocedi'ento ordin!rio. E F... A$lica/se a todas as causas o $rocedi'ento co'u' salvo dis$osição e' contr!rio deste Código ou de lei es$ecial.:5* de 1::-< I / +aja (undado receio de dano irre$ar!vel ou de di(%cil re$aração2 ou 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.1. CII F. 6e o autor der causa $or tr1s ve&es 0 e#tinção do $rocesso $elo (unda'ento $revisto no no III do artigo anterior não $oder! intentar nova ação contra o r"u co' o 'es'o objeto (icando/l+e ressalvada entretanto a $ossibilidade de alegar e' de(esa o seu direito. B . P8. jui& $oder! a requeri'ento da $arte anteci$ar total ou $arcial'ente os e(eitos da tutela $retendida no $edido inicial desde que e#istindo $rova inequ%voca se convença da verossi'il+ança da alegação e: 78edação dada $ela Lei n9 ?. . 6alvo o dis$osto no art. $rocedi'ento co'u' " ordin!rio ou su'!rio.< C / quando o autor renunciar ao direito sobre que se (unda a ação.6ITUE6 RE8AI6 Art.< IC / quando o jui& $ronunciar a decad1ncia ou a $rescrição2 78edação dada $ela Lei n9 5. Par!gra(o 3nico.:*5 de 1:. Este Código regula o $rocesso de con+eci'ento 7Livro I< de e#ecução 7Livro II< cautelar 7Livro III< e os $rocedi'entos es$eciais 7Livro IC<. jui& ordenar! nos casos dos ns.:*5 de 1:. B *o No caso do $ar!gra(o anterior quanto ao no II as $artes $agarão $ro$orcional'ente as custas e quanto ao no III o autor ser! condenado ao $aga'ento das des$esas e +onor!rios de advogado 7art.CE66. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. I FA6 FI6P. *. P8.. Naver! resolução de '"rito: 78edação dada $ela Lei n9 11.:5* de 1::-< Art.* de *@@5< I / quando o jui& acol+er ou rejeitar o $edido do autor278edação dada $ela Lei n9 5..< II / quando o r"u recon+ecer a $roced1ncia do $edido2 78edação dada $ela Lei n9 5. Art.

*-5 de 1::5< c< de ressarci'ento $or danos e' $r"dio urbano ou r3stico2 78edação dada $ela Lei n9 :.-.:5* de 1::-< B 1o Na decisão que anteci$ar a tutela o jui& indicar! de 'odo claro e $reciso as ra&)es do seu convenci'ento.*-5 de 1::5< .o A e(etivação da tutela anteci$ada observar! no que couber e con(or'e sua nature&a as nor'as $revistas nos arts. 78edação dada $ela Lei n9 1@. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.*-5 de 1::5< b< de cobrança ao condA'ino de quaisquer quantias devidas ao condo'%nio2 78edação dada $ela Lei n9 :. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.:5* de 1::-< B =o A tutela anteci$ada ta'b"' $oder! ser concedida quando u' ou 'ais dos $edidos cu'ulados ou $arcela deles 'ostrar/se incontroverso.:5* de 1::-< B *o Não se conceder! a anteci$ação da tutela quando +ouver $erigo de irreversibilidade do $rovi'ento anteci$ado. Par!gra(o 3nico.1** de *@@:<.:5* de 1::-< B 5o Concedida ou não a anteci$ação da tutela $rosseguir! o $rocesso at" (inal julga'ento.*-5 de 1::5< (< de cobrança de +onor!rios dos $ro(issionais liberais ressalvado o dis$osto e' legislação es$ecial2 78edação dada $ela Lei n9 :.5.o 6e o autor a t%tulo de anteci$ação de tutela requerer $rovid1ncia de nature&a cautelar $oder! o jui& quando $resentes os res$ectivos $ressu$ostos de(erir a 'edida cautelar e' car!ter incidental do $rocesso ajui&ado. .1** de *@@:<.--. CAP1+2L( III &( PR(CE&I0EN+( S20>RI( Art.*-5 de 1::5< e< de cobrança de seguro relativa'ente aos danos causados e' acidente de ve%culo ressalvados os casos de $rocesso de e#ecução2 78edação dada $ela Lei n9 :. $rocedi'ento ordin!rio reger/se/! segundo as dis$osiç)es dos Livros I e II deste Código.de *@@*< CAP1+2L( II &( PR(CE&I0EN+( (R&IN>RI( Art. 78edação dada $ela Lei n9 :. Este $rocedi'ento não ser! observado nas aç)es relativas ao estado e 0 ca$acidade das $essoas.--. *.--. *. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.*-5 de 1::5< I / nas causas cujo valor não e#ceda a =@ 7sessenta< ve&es o valor do sal!rio '%ni'o2 78edação dada $ela Lei n9 1@.--. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.*-5 de 1::5< g< que verse' sobre revogação de doação2 78edação dada $ela Lei n9 1*.de *@@*< B -o A tutela anteci$ada $oder! ser revogada ou 'odi(icada a qualquer te'$o e' decisão (unda'entada. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.*-5 de 1::5< a< de arrenda'ento rural e de $arceria agr%cola2 78edação dada $ela Lei n9 :. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. .:5* de 1::-< B . 5?? -=1 BB -o e 5o e -=1/A.de *@@*< B . 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.de *@@*< II / nas causas qualquer que seja o valor 78edação dada $ela Lei n9 :.bservar/se/! o $rocedi'ento su'!rio: 78edação dada $ela Lei n9 :. 7Inclu%do $ela Lei n9 1*. +< nos de'ais casos $revistos e' lei.*-5 de 1::5< d< de ressarci'ento $or danos causados e' acidente de ve%culo de via terrestre2 78edação dada $ela Lei n9 :.II / (ique caracteri&ado o abuso de direito de de(esa ou o 'ani(esto $ro$ósito $rotelatório do r"u.

:.*-5 de 1::5< B 19 A conciliação ser! redu&ida a ter'o e +o'ologada $or sentença $odendo o jui& ser au#iliado $or conciliador. 78edação dada $ela Lei n9 1@. *.III &( PR(CE&I0EN+( (R&IN>RI( CAP1+2L( I &A PE+I34( INICIAL .. . 7Inclu%do $ela Lei n9 :. .*: e . 78edação dada $ela Lei n9 :. 77Inclu%do $ela Lei n9 :.*-5 de 1::5< Art. 78edação dada $ela Lei n9 :.*-5 de 1::5< B -9 . *. Nas co'arcas ou varas e' que não (or $oss%vel a taquigra(ia a estenoti$ia ou outro '"todo de docu'entação os de$oi'entos serão redu&idos a ter'o do qual constar! a$enas o essencial.*-5 de 1::5< Art. 78edação dada $ela Lei n9 :. *.*-5 de 1::5< +1+2L( .9 As $artes co'$arecerão $essoal'ente 0 audi1ncia $odendo (a&er/se re$resentar $or $re$osto co' $oderes $ara transigir. 7Inclu%do $ela Lei n9 :. Não obtida a conciliação o(erecer! o r"u na $ró$ria audi1ncia res$osta escrita ou oral aco'$an+ada de docu'entos e rol de teste'un+as e se requerer $er%cia (or'ular! seus quesitos desde logo $odendo indicar assistente t"cnico.*-5 de 1::5< B .@ I e II ser! designada audi1ncia de instrução e julga'ento $ara data $ró#i'a não e#cedente de trinta dias salvo se +ouver deter'inação de $er%cia. Na $etição inicial o autor a$resentar! o rol de teste'un+as e se requerer $er%cia (or'ular! quesitos $odendo indicar assistente t"cnico.*-5 de 1::5< Art.7Inclu%do $ela Lei n9 :..*-5 de 1::5< Art. 6endo r" a Fa&enda P3blica os $ra&os contar/se/ão e' dobro.*-5 de 1::5< B 19 4 l%cito ao r"u na contestação (or'ular $edido e' seu (avor desde que (undado nos 'es'os (atos re(eridos na inicial.s atos $robatórios reali&ados e' audi1ncia $oderão ser docu'entados 'ediante taquigra(ia estenoti$ia ou outro '"todo +!bil de docu'entação (a&endo/se a res$ectiva transcrição se a deter'inar o jui&. *?1 / Findos a instrução e os debates orais o jui& $ro(erir! sentença na $ró$ria audi1ncia ou no $ra&o de de& dias.Art. .*-5 de 1::5< Par!gra(o 3nico.de *@@*< Art. jui& na audi1ncia decidir! de $lano a i'$ugnação ao valor da causa ou a controv"rsia sobre a nature&a da de'anda deter'inando se (or o caso a conversão do $rocedi'ento su'!rio e' ordin!rio. 78edação dada $ela Lei n9 :. *.7Inclu%do $ela Lei n9 :.*-5 de 1::5< B *9 Fei#ando injusti(icada'ente o r"u de co'$arecer 0 audi1ncia re$utar/se/ão verdadeiros os (atos alegados na $etição inicial 7art.--.?.*-5 de 1::5< B *9 Navendo necessidade de $rodução de $rova oral e não ocorrendo qualquer das +i$óteses $revistas nos arts. jui& designar! a audi1ncia de conciliação a ser reali&ada no $ra&o de trinta dias citando/se o r"u co' a anteced1ncia '%ni'a de de& dias e sob advert1ncia $revista no B *9 deste artigo deter'inando o co'$areci'ento das $artes.*-5 de 1::5< B 59 A conversão ta'b"' ocorrer! quando +ouver necessidade de $rova t"cnica de 'aior co'$le#idade. 78edação dada $ela Lei n9 :.1:< salvo se o contr!rio resultar da $rova dos autos $ro(erindo o jui& desde logo a sentença.=. *?@.. No $rocedi'ento su'!rio não são ad'iss%veis a ação declaratória incidental e a intervenção de terceiros salvo a assist1ncia o recurso de terceiro $rejudicado e a intervenção (undada e' contrato de seguro. 78edação dada $ela Lei n9 :. . 78edação dada $ela Lei n9 :. 7Inclu%do $ela Lei n9 :.

$edido ser! alternativo quando $ela nature&a da obrigação o devedor $uder cu'$rir a $restação de 'ais de u' 'odo.. 78edação dada $ela Lei n9 5. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Art. -=1 B -o e -=1/A<. 4 l%cito $or"' (or'ular $edido gen"rico: 78edação dada $ela Lei n9 5.Se56o I &os ReIuisitos da Peti56o Inicial Art.< I / nas aç)es universais se não $uder o autor individuar na $etição os bens de'andados2 78edação dada $ela Lei n9 5. Juando a 'at"ria controvertida (or unica'ente de direito e no ju%&o j! +ouver sido $ro(erida sentença de total i'$roced1ncia e' outros casos id1nticos $oder! ser dis$ensada a citação e $ro(erida sentença re$rodu&indo/se o teor da anterior'ente $rolatada. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Ceri(icando o jui& que a $etição inicial não $reenc+e os requisitos e#igidos nos arts. Art.*. *?. Par!gra(o 3nico.< II / quando não (or $oss%vel deter'inar de 'odo de(initivo as conseqM1ncias do ato ou do (ato il%cito2 78edação dada $ela Lei n9 5. *?-.:*5 de 1:. *??. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. .< Art. 78edação dada $ela Lei n9 5.--. .:*5 de 1:.:*5 de 1:.*. *?*.... Art. 6e o autor $edir que seja i'$osta ao r"u a abstenção da $r!tica de algu' ato tolerar algu'a atividade $restar ato ou entregar coisa $oder! requerer co'inação de $ena $ecuni!ria $ara o caso de descu'$ri'ento da sentença ou da decisão anteci$atória de tutela 7arts. *?. 6e o autor não cu'$rir a dilig1ncia o jui& inde(erir! a $etição inicial.. Estando e' ter'os a $etição inicial o jui& a des$ac+ar! ordenando a citação do r"u $ara res$onder2 do 'andado constar! que não sendo contestada a ação se $resu'irão aceitos $elo r"u co'o verdadeiros os (atos articulados $elo autor. A $etição inicial indicar!: I / o jui& ou tribunal a que " dirigida2 II / os no'es $reno'es estado civil $ro(issão do'ic%lio e resid1ncia do autor e do r"u2 III / o (ato e os (unda'entos jur%dicos do $edido2 IC / o $edido co' as suas es$eci(icaç)es2 C / o valor da causa2 CI / as $rovas co' que o autor $retende de'onstrar a verdade dos (atos alegados2 CII / o requeri'ento $ara a citação do r"u. ou que a$resenta de(eitos e irregularidades ca$a&es de di(icultar o julga'ento de '"rito deter'inar! que o autor a e'ende ou a co'$lete no $ra&o de 1@ 7de&< dias. $edido deve ser certo ou deter'inado.< Art.:*5 de 1:. 78edação dada $ela Lei n9 1@.de *@@*< Art. de *@@=< Se56o II &o Pedido Art. . A $etição inicial ser! instru%da co' os docu'entos indis$ens!veis 0 $ro$ositura da ação..:*5 de 1:..*. *?=. de *@@=< B *o Caso seja 'antida a sentença ser! ordenada a citação do r"u $ara res$onder ao recurso. de *@@=< B 1o 6e o autor a$elar " (acultado ao jui& decidir no $ra&o de 5 7cinco< dias não 'anter a sentença e deter'inar o $rossegui'ento da ação. *?* e *?. *?5/A.< III / quando a deter'inação do valor da condenação de$ender de ato que deva ser $raticado $elo r"u.. *?5...

*1: B 5o<2 78edação dada $ela Lei n9 5. B 1o 6ão requisitos de ad'issibilidade da cu'ulação: I / que os $edidos seja' co'$at%veis entre si2 II / que seja co'$etente $ara con+ecer deles o 'es'o ju%&o2 III / que seja adequado $ara todos os $edidos o ti$o de $rocedi'ento..< III / quando o autor carecer de interesse $rocessual2 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:. *:5. Juando $ela lei ou $elo contrato a escol+a couber ao devedor o jui& I+e assegurar! o direito de cu'$rir a $restação de u' ou de outro 'odo ainda que o autor não ten+a (or'ulado $edido alternativo.< II / da narração dos (atos não decorrer logica'ente a conclusão2 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:.:*5 de 1:. Art.:*5 de 1:. 78edação dada $ela Lei n9 ?...< IC / contiver $edidos inco'$at%veis entre si.< II / quando a $arte (or 'ani(esta'ente ileg%ti'a2 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:. Na obrigação indivis%vel co' $luralidade de credores aquele que não $artici$ou do $rocesso receber! a sua $arte dedu&idas as des$esas na $ro$orção de seu cr"dito. *:.:*5 de 1:.:*5 de 1:. 4 $er'itida a cu'ulação nu' 3nico $rocesso contra o 'es'o r"u de v!rios $edidos ainda que entre eles não +aja cone#ão. Art..s $edidos são inter$retados restritiva'ente co'$reendendo/se entretanto no $rinci$al os juros legais.. .:*5 de 1:.< C / quando o ti$o de $rocedi'ento escol+ido $elo autor não corres$onder 0 nature&a da causa ou ao valor da ação2 caso e' que só não ser! inde(erida se $uder ada$tar/se ao ti$o de $rocedi'ento legal2 78edação dada $ela Lei n9 5. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:... 78edação dada $ela Lei n9 5.1? de 1::.< Par!gra(o 3nico.Par!gra(o 3nico. *?:..< . *:*..< I / I+e (altar $edido ou causa de $edir2 78edação dada $ela Lei n9 5.. *:@. Art.< IC / quando o jui& veri(icar desde logo a decad1ncia ou a $rescrição 7art.< I / quando (or ine$ta2 78edação dada $ela Lei n9 5. Antes da citação o autor $oder! aditar o $edido correndo 0 sua conta as custas acrescidas e' ra&ão dessa iniciativa.:*5 de 1:. Considera/se ine$ta a $etição inicial quando: 78edação dada $ela Lei n9 5. *:-.< III / o $edido (or juridica'ente i'$oss%vel2 78edação dada $ela Lei n9 5. A $etição inicial ser! inde(erida: 78edação dada $ela Lei n9 5. .< Cl / quando não atendidas as $rescriç)es dos arts... 4 l%cito (or'ular 'ais de u' $edido e' orde' sucessiva a (i' de que o jui& con+eça do $osterior e' não $odendo acol+er o anterior. B *o Juando $ara cada $edido corres$onder ti$o diverso de $rocedi'ento ad'itir/se/! a cu'ulação se o autor e'$regar o $rocedi'ento ordin!rio. Art.. Art. *:1.:*5 de 1:..:*5 de 1:. Art.: $ar!gra(o 3nico $ri'eira $arte e *?-. Juando a obrigação consistir e' $restaç)es $eriódicas considerar/se/ão elas inclu%das no $edido inde$endente'ente de declaração e#$ressa do autor2 se o devedor no curso do $rocesso dei#ar de $ag!/las ou de consign!/las a sentença as incluir! na condenação enquanto durar a obrigação.< Se56o III &o Indeferi:ento da Peti56o Inicial Art.

< CII / cone#ão2 78edação dada $ela Lei n9 5. Presu'e'/se verdadeiros os (atos não i'$ugnados salvo: I / se não (or ad'iss%vel a seu res$eito a con(issão2 . 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:..:*5 de 1:. Co'$ete/l+e $or"' antes de discutir o '"rito alegar: 78edação dada $ela Lei n9 5. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:..< I / ine#ist1ncia ou nulidade da citação2 78edação dada $ela Lei n9 5. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:.< III / in"$cia da $etição inicial2 78edação dada $ela Lei n9 5. *:. 1:1. 78edação dada $ela Lei n9 ?.< II / convenção de arbitrage'2 78edação dada $ela Lei n9 :.. Co'$ete ao r"u alegar na contestação toda a 'at"ria de de(esa e#$ondo as ra&)es de (ato e de direito co' que i'$ugna o $edido do autor e es$eci(icando as $rovas que $retende $rodu&ir. Art... Juando (ore' citados $ara a ação v!rios r"us o $ra&o $ara res$onder ser/l+es/! co'u' salvo o dis$osto no art.< Cl / coisa julgada2 78edação dada $ela Lei n9 5.< B -o Co' e#ceção do co'$ro'isso arbitral o jui& con+ecer! de o(%cio da 'at"ria enu'erada neste artigo.. *:?.< C / litis$end1ncia2 78edação dada $ela Lei n9 5.< B *o D'a ação " id1ntica 0 outra quando te' as 'es'as $artes a 'es'a causa de $edir e o 'es'o $edido. A contestação e a reconvenção serão o(erecidas si'ultanea'ente e' $eças autAno'as2 a e#ceção ser! $rocessada e' a$enso aos autos $rinci$ais.. de 1::=< I / car1ncia de ação2 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:..:*5 de 1:...@1.@@.:*5 de 1:.< IC / $ere'$ção2 78edação dada $ela Lei n9 5. Par!gra(o 3nico..@*.:*5 de 1:.< Clll / inca$acidade da $arte de(eito de re$resentação ou (alta de autori&ação2 78edação dada $ela Lei n9 5.< Il / (alta de caução ou de outra $restação que a lei e#ige co'o $reli'inar. Inde(erida a $etição inicial o autor $oder! a$elar (acultado ao jui& no $ra&o de -? 7quarenta e oito< +oras re(or'ar sua decisão. 7Inclu%do $ela Lei n9 5. r"u $oder! o(erecer no $ra&o de 15 7quin&e< dias e' $etição escrita dirigida ao jui& da causa contestação e#ceção e reconvenção. *::.. Não sendo re(or'ada a decisão os autos serão i'ediata'ente enca'in+ados ao tribunal co'$etente. Cabe ta'b"' ao r"u 'ani(estar/se $recisa'ente sobre os (atos narrados na $etição inicial.o N! litis$end1ncia quando se re$ete ação que est! e' curso2 +! coisa julgada quando se re$ete ação que j! (oi decidida $or sentença de que não caiba recurso. .< Art.:*5 de 1:. Art. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:. 78edação dada $ela Lei n9 ?. . Art.:5* de 1::-< CAP1+2L( II &A RESP(S+A &( R<2 Se56o I &as &isposi5Ces =erais Art. Se56o II &a Contesta56o Art.:*5 de 1:.:*5 de 1:.< B 1o Ceri(ica/se a litis$end1ncia ou a coisa julgada quando se re$rodu& ação anterior'ente ajui&ada. .Art...< II / inco'$et1ncia absoluta2 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:... .< B .:5* de 1::-< Par!gra(o 3nico.. *:=.:*5 de 1:. 6e o autor desistir da ação quanto a algu' r"u ainda não citado o $ra&o $ara a res$osta correr! da inti'ação do des$ac+o que de(erir a desist1ncia.@.:*5 de 1:.

Art. . A $arte o(erecer! a e#ceção de i'$edi'ento ou de sus$eição es$eci(icando o 'otivo da recusa 7arts.5<.. Art. *=5 III< at" que seja de(initiva'ente julgada.1. . Se56o III &as EJce5Ces Art..e 1.11. jui& inde(erir! a $etição inicial da e#ceção quando 'ani(esta'ente i'$rocedente... Este direito $ode ser e#ercido e' qualquer te'$o ou grau de jurisdição cabendo 0 $arte o(erecer e#ceção no $ra&o de 15 7quin&e< dias contado do (ato que ocasionou a inco'$et1ncia o i'$edi'ento ou a sus$eição. . 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*?@ de *@@=< Art. Art.< Art. Conclusos os autos o jui& 'andar! $rocessar a e#ceção ouvindo o e#ce$to dentro e' 1@ 7de&< dias e decidindo e' igual $ra&o. 11* desta Lei< a $etição $ode ser $rotocoli&ada no ju%&o de do'ic%lio do r"u co' requeri'ento de sua i'ediata re'essa ao ju%&o que deter'inou a citação. . . . . Art. Art.@=. Se56o I.@-. Par!gra(o 3nico. 4 l%cito a qualquer das $artes argMir $or 'eio de e#ceção a inco'$et1ncia 7art. Navendo necessidade de $rova teste'un+al o jui& designar! audi1ncia de instrução decidindo dentro de 1@ 7de&< dias.. Fe$ois da contestação só " l%cito dedu&ir novas alegaç)es quando: I / relativas a direito su$erveniente2 II / co'$etir ao jui& con+ecer delas de o(%cio2 III / $or e#$ressa autori&ação legal $udere' ser (or'uladas e' qualquer te'$o e ju%&o.1@. Par!gra(o 3nico. . Ceri(icando que a e#ceção não te' (unda'ento legal o tribunal deter'inar! o seu arquiva'ento2 no caso contr!rio condenar! o jui& nas custas 'andando re'eter os autos ao seu substituto legal. .II / se a $etição inicial não estiver aco'$an+ada do instru'ento $3blico que a lei considerar da substKncia do ato2 III / se estivere' e' contradição co' a de(esa considerada e' seu conjunto. Esta regra quanto ao Anus da i'$ugnação es$eci(icada dos (atos não se a$lica ao advogado dativo ao curador es$ecial e ao órgão do Ginist"rio P3blico.@5.-< ou a sus$eição 7art.@?.:*5 de 1:.:*5 de 1:..@. 78edação dada $ela Lei n9 5. Art. 8ecebida a e#ceção o $rocesso (icar! sus$enso 7art. 1. e#ci$iente argMir! a inco'$et1ncia e' $etição (unda'entada e devida'ente instru%da indicando o ju%&o $ara o qual declina. Na e#ceção de inco'$et1ncia 7art.@:.1*.5<. 1. . 1. . Fes$ac+ando a $etição o jui& se recon+ecer o i'$edi'ento ou a sus$eição ordenar! a re'essa dos autos ao seu substituto legal2 e' caso contr!rio dentro de 1@ 7de&< dias dar! as suas ra&)es aco'$an+adas de docu'entos e de rol de teste'un+as se +ouver ordenando a re'essa dos autos ao tribunal. Subse56o I &a Inco:petência Art. 11*< o i'$edi'ento 7art.1-. 78edação dada $ela Lei n9 5.@. &a Reconven56o . .< Art. Oulgada $rocedente a e#ceção os autos serão re'etidos ao jui& co'$etente. Subse56o II &o I:pedi:ento e da Suspei56o Art. . . A $etição dirigida ao jui& da causa $oder! ser instru%da co' docu'entos e' que o e#ci$iente (undar a alegação e conter! o rol de teste'un+as.

1?. .*?@ de *@@=< CAPQ>DL. . . Par!gra(o 3nico. .. Art. Ainda que ocorra revelia o autor não $oder! alterar o $edido ou a causa de $edir ne' de'andar declaração incidente salvo $ro'ovendo nova citação do r"u a que' ser! assegurado o direito de res$onder no $ra&o de 15 7quin&e< dias. Se56o III &os Batos I:peditivos% 0odificativos ou EJtintivos do Pedido Art.CIFVNCIA6 P8ELIGINA8E6 Art.15.Art. . 6e o r"u não contestar a ação re$utar/se/ão verdadeiros os (atos a(ir'ados $elo autor.*5.. . 5o<.*-5 de 1::5< B *9 78evogado $ela Lei n9 :.*1. Se56o I. Art. . Art.. IC FA6 P8. Contestando o r"u o direito que constitui (unda'ento do $edido o autor $oder! requerer no $ra&o de 1@ 7de&< dias que sobre ele o jui& $ro(ira sentença incidente se da declaração da e#ist1ncia ou da ine#ist1ncia do direito de$ender no todo ou e' $arte o julga'ento da lide 7art. 7B 19 renu'erado $ela Lei n9 :.**. jui& no $ra&o de 1@ 7de&< dias deter'inar! con(or'e o caso as $rovid1ncias $reli'inares que consta' das seç)es deste Ca$%tulo.*-. 6e o r"u não contestar a ação o jui& veri(icando que não ocorreu o e(eito da revelia 'andar! que o autor es$eci(ique as $rovas que $retenda $rodu&ir na audi1ncia. . 78edação dada $ela Lei n9 11. CAP1+2L( III &A RE. Oulgar/se/ão na 'es'a sentença a ação e a reconvenção.:*5 de 1:. . . . . A revelia não indu& contudo o e(eito 'encionado no artigo antecedente: I / se +avendo $luralidade de r"us algu' deles contestar a ação2 II / se o lit%gio versar sobre direitos indis$on%veis2 III / se a $etição inicial não estiver aco'$an+ada do instru'ento $3blico que a lei considere indis$ens!vel 0 $rova do ato.1=.*@.*. revel $oder! intervir no $rocesso e' qualquer (ase recebendo/o no estado e' que se encontrar. Contra o revel que não ten+a $atrono nos autos correrão os $ra&os inde$endente'ente de inti'ação a $artir da $ublicação de cada ato decisório. . Se56o I &o Efeito da Revelia Art.1:. Não $ode o r"u e' seu $ró$rio no'e reconvir ao autor quando este de'andar e' no'e de outre'.< Se56o II &a &eclara56o incidente Art.(erecida a reconvenção o autor reconvindo ser! inti'ado na $essoa do seu $rocurador $ara contest!/la no $ra&o de 15 7quin&e< dias. Findo o $ra&o $ara a res$osta do r"u o escrivão (ar! a conclusão dos autos. r"u $ode reconvir ao autor no 'es'o $rocesso toda ve& que a reconvenção seja cone#a co' a ação $rinci$al ou co' o (unda'ento da de(esa.*=. 6e o r"u recon+ecendo o (ato e' que se (undou a ação outro I+e o$user i'$editivo 'odi(icativo ou e#tintivo do direito do autor este ser! ouvido no $ra&o de 1@ 7de&< dias (acultando/l+e o jui& a $rodução de $rova docu'ental. Art. . &as AleFa5Ces do RAu .ELIA Art. A desist1ncia da ação ou a e#ist1ncia de qualquer causa que a e#tinga não obsta ao $rossegui'ento da reconvenção.*-5 de 1::5< Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*?@ de *@@=< Par!gra(o 3nico . 78edação dada $ela Lei n9 5.1. . Art.

78edação dada $ela Lei n9 5. Ceri(icando a e#ist1ncia de irregularidades ou de nulidades san!veis o jui& 'andar! su$ri/las (i#ando 0 $arte $ra&o nunca su$erior a . . 78edação dada $ela Lei n9 1@.*?. Art. .@.AS Se56o I &as &isposi5Ces =erais Art. Anus da $rova incu'be: I / ao autor quanto ao (ato constitutivo do seu direito2 II / ao r"u quanto 0 e#ist1ncia de (ato i'$editivo 'odi(icativo ou e#tintivo do direito do autor. .btida a conciliação ser! redu&ida a ter'o e +o'ologada $or sentença. CAP1+2L( . 6e o r"u alegar qualquer das 'at"rias enu'eradas no art. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. ...@1 o jui& 'andar! ouvir o autor no $ra&o de 1@ 7de&< dias $er'itindo/l+e a $rodução de $rova docu'ental. .de *@@*< B 1o .:*5 de 1:.1:<.:*5 de 1:.:5* de 1::-< B *o 6e $or qualquer 'otivo não (or obtida a conciliação o jui& (i#ar! os $ontos controvertidos decidir! as quest)es $rocessuais $endentes e deter'inar! as $rovas a sere' $rodu&idas designando audi1ncia de instrução e julga'ento se necess!rio. . &( J2L=A0EN+( C(NB(R0E ( ES+A&( &( PR(CESS( Se56o I &a EJtin56o do Processo Art..o 6e o direito e' lit%gio não ad'itir transação ou se as circunstKncias da causa evidenciare' ser i'$rov!vel sua obtenção o jui& $oder! desde logo sanear o $rocesso e ordenar a $rodução da $rova nos ter'os do B *o. . 6e não ocorrer qualquer das +i$óteses $revistas nas seç)es $recedentes e versar a causa sobre direitos que ad'ita' transação o jui& designar! audi1ncia $reli'inar a reali&ar/se no $ra&o de .*. Cu'$ridas as $rovid1ncias $reli'inares ou não +avendo necessidade delas o jui& $ro(erir! julga'ento con(or'e o estado do $rocesso observando o que dis$)e o ca$%tulo seguinte. ..correndo qualquer das +i$óteses $revistas nos arts.@ 7trinta< dias $ara a qual serão as $artes inti'adas a co'$arecer $odendo (a&er/se re$resentar $or $rocurador ou $re$osto co' $oderes $ara transigir.*:.--... .< II / quando ocorrer a revelia 7art.de *@@*< CAP1+2L( . 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.1. .--. *=..de *@@*< Art. jui& con+ecer! direta'ente do $edido $ro(erindo sentença: 78edação dada $ela Lei n9 5.Art. .< I / quando a questão de '"rito (or unica'ente de direito ou sendo de direito e de (ato não +ouver necessidade de $rodu&ir $rova e' audi1ncia2 78edação dada $ela Lei n9 5.I &AS PR(..< Se56o III &a Audiência Preli:inar 78edação dada $ela Lei n9 1@. Se56o II &o JulFa:ento Antecipado da Lide Art. . >odos os 'eios legais be' co'o os 'oral'ente leg%ti'os ainda que não es$eci(icados neste Código são +!beis $ara $rovar a verdade dos (atos e' que se (unda a ação ou a de(esa.:5* de 1::-< B .:*5 de 1:. . Art.*...--.@ 7trinta< dias. e *=: II a C o jui& declarar! e#tinto o $rocesso.

. . Art. .:. Co'$ete ao terceiro e' relação a qualquer $leito: I / in(or'ar ao jui& os (atos e as circunstKncias de que ten+a con+eci'ento2 II / e#ibir coisa ou docu'ento que esteja e' seu $oder. .. . Se56o II &o &epoi:ento Pessoal Art..-@.... B *o 6e a $arte inti'ada não co'$arecer ou co'$arecendo se recusar a de$or o jui& I+e a$licar! a $ena de con(issão. *=5 desta Lei quando tendo sido requeridas antes da decisão de sanea'ento a $rova nelas solicitada a$resentar/se i'$rescind%vel. Art. Art. Art.5. .-. 6alvo dis$osição es$ecial e' contr!rio as $rovas deve' ser $rodu&idas e' audi1ncia. Par!gra(o 3nico.. Art.=. Juando a $arte ou a teste'un+a $or en(er'idade ou $or outro 'otivo relevante estiver i'$ossibilitada de co'$arecer 0 audi1ncia 'as não de $restar de$oi'ento o jui& designar! con(or'e as circunstKncias dia +ora e lugar $ara inquiri/ la. Art. Não de$ende' de $rova os (atos: I / notórios2 II / a(ir'ados $or u'a $arte e con(essados $ela $arte contr!ria2 III / ad'itidos no $rocesso co'o incontroversos2 IC / e' cujo (avor 'ilita $resunção legal de e#ist1ncia ou de veracidade. A carta $recatória e a carta rogatória sus$enderão o $rocesso no caso $revisto na al%nea b do inciso IC do art. Art. .. .-. A carta $recatória e a carta rogatória não devolvidas dentro do $ra&o ou concedidas se' e(eito sus$ensivo $oderão ser juntas aos autos at" o julga'ento (inal. . .?. Art. . Juando o jui& não o deter'inar de o(%cio co'$ete a cada $arte requerer o de$oi'ento $essoal da outra a (i' de interrog!/la na audi1ncia de instrução e julga'ento.-1. Art. . 4 nula a convenção que distribui de 'aneira diversa o Anus da $rova quando: I / recair sobre direito indis$on%vel da $arte2 II / tornar e#cessiva'ente di(%cil a u'a $arte o e#erc%cio do direito. B 1o A $arte ser! inti'ada $essoal'ente constando do 'andado que se $resu'irão con(essados os (atos contra ela alegados caso não co'$areça ou co'$arecendo se recuse a de$or.-*.co'$ete 0 $arte: I / co'$arecer e' ju%&o res$ondendo ao que I+e (or interrogado2 II / sub'eter/se 0 ins$eção judicial que (or julgada necess!ria2 III / $raticar o ato que I+e (or deter'inado.*?@ de *@@=< Par!gra(o 3nico.--. Art. A $arte que alegar direito 'unici$al estadual estrangeiro ou consuetudin!rio $rovar/l+e/! o teor e a vig1ncia se assi' o deter'inar o jui&.. jui& $ode de o(%cio e' qualquer estado do $rocesso deter'inar o co'$areci'ento $essoal das $artes a (i' de interrog!/las sobre os (atos da causa. Al"' dos deveres enu'erados no art.Par!gra(o 3nico. E' (alta de nor'as jur%dicas $articulares o jui& a$licar! as regras de e#$eri1ncia co'u' sub'inistradas $ela observação do que ordinaria'ente acontece e ainda as regras da e#$eri1ncia t"cnica ressalvado quanto a esta o e#a'e $ericial. . 78edação dada $ela Lei n9 11. A $arte ser! interrogada na (or'a $rescrita $ara a inquirição de teste'un+as.. 1. Ningu"' se e#i'e do dever de colaborar co' o Poder Oudici!rio $ara o descobri'ento da verdade.

. A con(issão " judicial ou e#trajudicial. Art. . . .5*. Par!gra(o 3nico. .5. Art. Se56o III &a Confiss6o Art. Art. A con(issão judicial (a& $rova contra o con(itente não $rejudicando todavia os litisconsortes.. A $arte não " obrigada a de$or de (atos: I / cri'inosos ou tor$es que I+e (ore' i'$utados2 II / a cujo res$eito $or estado ou $ro(issão deva guardar sigilo. Art.5-.-:. Par!gra(o 3nico. Esta dis$osição não se a$lica 0s aç)es de (iliação de desquite e de anulação de casa'ento.5=. Art. Fa con(issão es$ontKnea tanto que requerida $ela $arte se lavrar! o res$ectivo ter'o nos autos2 a con(issão $rovocada constar! do de$oi'ento $essoal $restado $ela $arte.-=. jui& $ode ordenar que a $arte e#iba docu'ento ou coisa que se ac+e e' seu $oder.51. Par!gra(o 3nico. Se56o I. A con(issão es$ontKnea $ode ser (eita $ela $ró$ria $arte ou $or 'andat!rio co' $oderes es$eciais.-. Não vale co'o con(issão a ad'issão e' ju%&o de (atos relativos a direitos indis$on%veis. $edido (or'ulado $ela $arte conter!: I / a individuação tão co'$leta quanto $oss%vel do docu'ento ou da coisa2 . Par!gra(o 3nico. . . A con(issão quando e'anar de erro dolo ou coação $ode ser revogada: I / $or ação anulatória se $endente o $rocesso e' que (oi (eita2 II / $or ação rescisória de$ois de transitada e' julgado a sentença da qual constituir o 3nico (unda'ento. Cabe ao con(itente o direito de $ro$or a ação nos casos de que trata este artigo2 'as u'a ve& iniciada $assa aos seus +erdeiros. Cindir/se/! todavia quando o con(itente I+e adu&ir (atos novos suscet%veis de constituir (unda'ento de de(esa de direito 'aterial ou de reconvenção.-5. Juando a $arte se' 'otivo justi(icado dei#ar de res$onder ao que I+e (or $erguntado ou e'$regar evasivas o jui& a$reciando as de'ais circunstKncias e ele'entos de $rova declarar! na sentença se +ouve recusa de de$or. . Art. >odavia quando (eita verbal'ente só ter! e(ic!cia nos casos e' que a lei não e#ija $rova literal. 4 de(eso a que' ainda não de$As assistir ao interrogatório da outra $arte. Art.5@. . Nas aç)es que versare' sobre bens i'óveis ou direitos sobre i'óveis al+eios a con(issão de u' cAnjuge não valer! se' a do outro.55. N! con(issão quando a $arte ad'ite a verdade de u' (ato contr!rio ao seu interesse e (avor!vel ao advers!rio. . A con(issão " de regra indivis%vel não $odendo a $arte que a quiser invocar co'o $rova aceit!/la no tó$ico que a bene(iciar e rejeit!/la no que I+e (or des(avor!vel. . Art. &a EJibi56o de &ocu:ento ou Coisa Art. . Art. A con(issão judicial $ode ser es$ontKnea ou $rovocada. Par!gra(o 3nico.-?.Par!gra(o 3nico. A $arte res$onder! $essoal'ente sobre os (atos articulados não $odendo servir/se de escritos adrede $re$arados2 o jui& I+e $er'itir! todavia a consulta a notas breves desde que objetive' co'$letar esclareci'entos. A con(issão e#trajudicial (eita $or escrito 0 $arte ou a que' a re$resente te' a 'es'a e(ic!cia $robatória da judicial2 (eita a terceiro ou contida e' testa'ento ser! livre'ente a$reciada $elo jui&. . . Art. .

jui& não ad'itir! a recusa: I / se o requerido tiver obrigação legal de e#ibir2 II / se o requerido aludiu ao docu'ento ou 0 coisa no $rocesso co' o intuito de constituir $rova2 III / se o docu'ento $or seu conte3do (or co'u' 0s $artes. .=.:*5 de 1:. 6e o terceiro se' justo 'otivo se recusar a e(etuar a e#ibição o jui& l+e ordenar! que $roceda ao res$ectivo de$ósito e' cartório ou noutro lugar designado no $ra&o de 5 7cinco< dias i'$ondo ao requerente que o e'bolse das des$esas que tiver2 se o terceiro descu'$rir a orde' o jui& e#$edir! 'andado de a$reensão requisitando se necess!rio (orça $olicial tudo se' $reju%&o da res$onsabilidade $or cri'e de desobedi1ncia. Art.< IC / se a e#ibição acarretar a divulgação de (atos a cujo res$eito $or estado ou $ro(issão deva' guardar segredo2 78edação dada $ela Lei n9 5. Art.:*5 de 1:. .=@.5.< III / se a $ublicidade do docu'ento redundar e' desonra 0 $arte ou ao terceiro be' co'o a seus $arentes consangM%neos ou a(ins at" o terceiro grau2 ou l+es re$resentar $erigo de ação $enal2 78edação dada $ela Lei n9 5. 6e os 'otivos de que trata' os ns.< Se56o . &a Prova &ocu:ental Subse56o I &a Bor5a Probante dos &ocu:entos . Art.. A $arte e o terceiro se escusa' de e#ibir e' ju%&o o docu'ento ou a coisa: 78edação dada $ela Lei n9 5....5?. .=*. .5:.2 II / se a recusa (or +avida $or ileg%ti'a.:*5 de 1:. requerido dar! a sua res$osta nos 5 7cinco< dias subseqMentes 0 sua inti'ação. . 6e a(ir'ar que não $ossui o docu'ento ou a coisa o jui& $er'itir! que o requerente $rove $or qualquer 'eio que a declaração não corres$onde 0 verdade. . Art.:*5 de 1:.:*5 de 1:. 78edação dada $ela Lei n9 5.< C / se subsistire' outros 'otivos graves que segundo o $rudente arb%trio do jui& justi(ique' a recusa da e#ibição. 6e o terceiro negar a obrigação de e#ibir ou a $osse do docu'ento ou da coisa o jui& designar! audi1ncia es$ecial to'ando/l+e o de$oi'ento be' co'o o das $artes e se necess!rio de teste'un+as2 e' seguida $ro(erir! a sentença.. .:*5 de 1:. I a C dissere' res$eito só a u'a $arte do conte3do do docu'ento da outra se e#trair! u'a su'a $ara ser a$resentada e' ju%&o...< II / se a sua a$resentação $uder violar dever de +onra2 78edação dada $ela Lei n9 5. Juando o docu'ento ou a coisa estiver e' $oder de terceiro o jui& 'andar! cit!/lo $ara res$onder no $ra&o de 1@ 7de&< dias.:*5 de 1:.< I / se concernente a negócios da $ró$ria vida da (a'%lia2 78edação dada $ela Lei n9 5. .=1. Art..II / a (inalidade da $rova indicando os (atos que se relaciona' co' o docu'ento ou a coisa2 III / as circunstKncias e' que se (unda o requerente $ara a(ir'ar que o docu'ento ou a coisa e#iste e se ac+a e' $oder da $arte contr!ria. Ao decidir o $edido o jui& ad'itir! co'o verdadeiros os (atos que $or 'eio do docu'ento ou da coisa a $arte $retendia $rovar: I / se o requerido não e(etuar a e#ibição ne' (i&er qualquer declaração no $ra&o do art. Art. 78edação dada $ela Lei n9 5.< Par!gra(o 3nico. .5. Art.. .

C / os e#tratos digitais de bancos de dados $3blicos e $rivados desde que atestado $elo seu e'itente sob as $enas da lei que as in(or'aç)es con(ere' co' o que consta na orige'2 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Art.=.. A data do docu'ento $articular quando a seu res$eito surgir d3vida ou i'$ugnação entre os litigantes $rovar/se/! $or todos os 'eios de direito. . 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Gas e' relação a terceiros considerar/se/! datado o docu'ento $articular: I / no dia e' que (oi registrado2 II / desde a 'orte de algu' dos signat!rios2 III / a $artir da i'$ossibilidade (%sica que sobreveio a qualquer dos signat!rios2 IC / da sua a$resentação e' re$artição $3blica ou e' ju%&o2 C / do ato ou (ato que estabeleça de 'odo certo a anterioridade da (or'ação do docu'ento. . B 1o . CI / as re$roduç)es digitali&adas de qualquer docu'ento $3blico ou $articular quando juntados aos autos $elos órgãos da Oustiça e seus au#iliares $elo Ginist"rio P3blico e seus au#iliares $elas $rocuradorias $elas re$artiç)es $3blicas e' geral e $or advogados $3blicos ou $rivados ressalvada a alegação 'otivada e (unda'entada de adulteração antes ou durante o $rocesso de digitali&ação.@. 8e$uta/se aut1ntico o docu'ento quando o tabelião recon+ecer a (ir'a do signat!rio declarando que (oi a$osta e' sua $resença.-1: de *@@=<. . Par!gra(o 3nico. 7Inclu%do $ela Lei n9 11..?* de *@@=<. IC / as có$ias re$rogr!(icas de $eças do $ró$rio $rocesso judicial declaradas aut1nticas $elo $ró$rio advogado sob sua res$onsabilidade $essoal se não l+es (or i'$ugnada a autenticidade. Art. . Fa&e' a 'es'a $rova que os originais: I / as certid)es te#tuais de qualquer $eça dos autos do $rotocolo das audi1ncias ou de outro livro a cargo do escrivão sendo e#tra%das $or ele ou sob sua vigilKncia e $or ele subscritas2 II / os traslados e as certid)es e#tra%das $or o(icial $3blico de instru'entos ou docu'entos lançados e' suas notas2 III / as re$roduç)es dos docu'entos $3blicos desde que autenticadas $or o(icial $3blico ou con(eridas e' cartório co' os res$ectivos originais.==. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Juando todavia contiver declaração de ci1ncia relativa a deter'inado (ato o docu'ento $articular $rova a declaração 'as não o (ato declarado co'$etindo ao interessado e' sua veracidade o Anus de $rovar o (ato.-1: de *@@=<. . Art.=?. . . Art.s originais dos docu'entos digitali&ados 'encionados no inciso CI do caput deste artigo deverão ser $reservados $elo seu detentor at" o (inal do $ra&o $ara inter$osição de ação rescisória.=:.=5. B *o >ratando/se de có$ia digital de t%tulo e#ecutivo e#trajudicial ou outro docu'ento relevante 0 instrução do $rocesso o jui& $oder! deter'inar o seu de$ósito e' cartório ou secretaria. docu'ento $3blico (a& $rova não só da sua (or'ação 'as ta'b"' dos (atos que o escrivão o tabelião ou o (uncion!rio declarar que ocorrera' e' sua $resença.. Art.-1: de *@@=<.=-. As declaraç)es constantes do docu'ento $articular escrito e assinado ou so'ente assinado $resu'e'/se verdadeiras e' relação ao signat!rio. docu'ento (eito $or o(icial $3blico inco'$etente ou se' a observKncia das (or'alidades legais sendo subscrito $elas $artes te' a 'es'a e(ic!cia $robatória do docu'ento $articular.-1: de *@@=<. . . . Art.Art. Juando a lei e#igir co'o da substKncia do ato o instru'ento $3blico nen+u'a outra $rova $or 'ais es$ecial que seja $ode su$rir/l+e a (alta.

. Art.< Art. Art. Art.s livros co'erciais $rova' contra o seu autor. Par!gra(o 3nico.s livros co'erciais que $reenc+a' os requisitos e#igidos $or lei $rova' ta'b"' a (avor do seu autor no lit%gio entre co'erciantes. Art. Art. Cessa todavia a e(ic!cia da ad'issão e#$ressa ou t!cita se o docu'ento +ouver sido obtido $or erro dolo ou coação.?1. . Art. .*. 8e$uta/se autor do docu'ento $articular: I / aquele que o (e& e o assinou2 II / aquele $or conta de que' (oi (eito estando assinado2 III / aquele que 'andando co'$A/lo não o (ir'ou $orque con(or'e a e#$eri1ncia co'u' não se costu'a assinar co'o livros co'erciais e assentos do'"sticos... As cartas be' co'o os registros do'"sticos $rova' contra que' os escreveu quando: I / enuncia' o recebi'ento de u' cr"dito2 II / cont1' anotação que visa a su$rir a (alta de t%tulo e' (avor de que' " a$ontado co'o credor2 III / e#$ressa' con+eci'ento de (atos $ara os quais não se e#ija deter'inada $rova. Par!gra(o 3nico.1.:.Art. Par!gra(o 3nico. Art. 78edação dada $ela Lei n9 5. .. . 8essalvado o dis$osto no $ar!gra(o 3nico do artigo anterior o docu'ento $articular de cuja autenticidade se não duvida $rova que o seu autor (e& a declaração que I+e " atribu%da. .. . 4 l%cito ao co'erciante todavia de'onstrar $or todos os 'eios $er'itidos e' direito que os lança'entos não corres$onde' 0 verdade dos (atos. .. . A$lica/se esta regra tanto $ara o docu'ento que o credor conservar e' seu $oder co'o $ara aquele que se ac+ar e' $oder do devedor. docu'ento $articular ad'itido e#$ressa ou tacita'ente " indivis%vel sendo de(eso 0 $arte que $retende utili&ar/se dele aceitar os (atos que I+e são (avor!veis e recusar os que são contr!rios ao seu interesse salvo se $rovar que estes se não veri(icara'. jui& $ode ordenar a requeri'ento da $arte a e#ibição integral dos livros co'erciais e dos docu'entos do arquivo: I / na liquidação de sociedade2 II / na sucessão $or 'orte de sócio2 . .=. Art.. telegra'a o radiogra'a ou qualquer outro 'eio de trans'issão te' a 'es'a (orça $robatória do docu'ento $articular se o original constante da estação e#$edidora (oi assinado $elo re'etente....5. .?@.:*5 de 1:. Art. Par!gra(o 3nico.. A escrituração cont!bil " indivis%vel: se dos (atos que resulta' dos lança'entos uns são (avor!veis ao interesse de seu autor e outros I+e são contr!rios a'bos serão considerados e' conjunto co'o unidade.-. telegra'a ou o radiogra'a $resu'e/se con(or'e co' o original $rovando a data de sua e#$edição e do recebi'ento $elo destinat!rio.. . A nota escrita $elo credor e' qualquer $arte de docu'ento re$resentativo de obrigação ainda que não assinada (a& $rova e' bene(%cio do devedor. A (ir'a do re'etente $oder! ser recon+ecida $elo tabelião declarando/se essa circunstKncia no original de$ositado na estação e#$edidora. . .. . . . .. Co'$ete 0 $arte contra que' (oi $rodu&ido docu'ento $articular alegar no $ra&o estabelecido no art.?. .:@ se I+e ad'ite ou não a autenticidade da assinatura e a veracidade do conte#to2 $resu'indo/se co' o sil1ncio que o te' $or verdadeiro.

.:*. . . Par!gra(o 3nico.:1.:@. .?-. .?. Art. . . A có$ia de docu'ento $articular te' o 'es'o valor $robante que o original cabendo ao escrivão inti'adas as $artes $roceder 0 con(er1ncia e certi(icar a con(or'idade entre a có$ia e o original. Jualquer re$rodução 'ecKnica co'o a (otogr!(ica cine'atogr!(ica (onogr!(ica ou de outra es$"cie (a& $rova dos (atos ou das coisas re$resentadas se aquele contra que' (oi $rodu&ida I+e ad'itir a con(or'idade. incidente de (alsidade te' lugar e' qualquer te'$o e grau de jurisdição incu'bindo 0 $arte contra que' (oi $rodu&ido o docu'ento suscit!/lo na contestação ou no $ra&o de 1@ 7de&< dias contados da inti'ação da sua juntada aos autos. Não se $roceder! ao e#a'e $ericial se a $arte que $rodu&iu o docu'ento concordar e' retir!/lo e a $arte contr!ria não se o$user ao desentran+a'ento. As re$roduç)es (otogr!(icas ou obtidas $or outros $rocessos de re$etição dos docu'entos $articulares vale' co'o certid)es se'$re que o escrivão $ortar $or (" a sua con(or'idade co' o original. Art. Cessa a (" do docu'ento $3blico ou $articular sendo/l+e declarada judicial'ente a (alsidade. B *o / 6e a $rova (or u'a (otogra(ia $ublicada e' jornal e#igir/se/ão o original e o negativo.. I'$ugnada a autenticidade da re$rodução 'ecKnica o jui& ordenar! a reali&ação de e#a'e $ericial. Art. Incu'be o Anus da $rova quando: I / se tratar de (alsidade de docu'ento 0 $arte que a argMir2 II / se tratar de contestação de assinatura 0 $arte que $rodu&iu o docu'ento. Art. Par!gra(o 3nico. jui& $ode de o(%cio ordenar 0 $arte a e#ibição $arcial dos livros e docu'entos e#traindo/se deles a su'a que interessar ao lit%gio be' co'o re$roduç)es autenticadas. . Art. . Par!gra(o 3nico. Par!gra(o 3nico.?=. Art. jui& a$reciar! livre'ente a (" que deva 'erecer o docu'ento quando e' $onto substancial e se' ressalva contiver entrelin+a e'enda borrão ou cancela'ento. A (alsidade consiste: I / e' (or'ar docu'ento não verdadeiro2 II / e' alterar docu'ento verdadeiro. Art. . . B 1o / Juando se tratar de (otogra(ia esta ter! de ser aco'$an+ada do res$ectivo negativo. Art. Juando o docu'ento (or o(erecido antes de encerrada a instrução a $arte o argMir! de (also e' $etição dirigida ao jui& da causa e#$ondo os 'otivos e' que (unda a sua $retensão e os 'eios co' que $rovar! o alegado.?:. . . Inti'ada a $arte que $rodu&iu o docu'ento a res$onder no $ra&o de 1@ 7de&< dias o jui& ordenar! o e#a'e $ericial..?. Cessa a (" do docu'ento $articular quando: I / l+e (or contestada a assinatura e enquanto não se I+e co'$rovar a veracidade2 II / assinado e' branco (or abusiva'ente $reenc+ido. . Subse56o II &a ArFKi56o de Balsidade Art. Art.?*.III / quando e co'o deter'inar a lei. Far/se/! abuso quando aquele que recebeu docu'ento assinado co' te#to não escrito no todo ou e' $arte o (or'ar ou o co'$letar $or si ou $or 'eio de outre' violando o $acto (eito co' o signat!rio. Art.?5.??. .

:=. Subse56o III &a Produ56o da Prova &ocu:ental Art. Art. 4 l%cito 0 $arte inocente $rovar co' teste'un+as: . -@-. .:. .@ 7trinta< dias certid)es ou re$roduç)es (otogr!(icas das $eças indicadas $elas $artes ou de o(%cio2 (indo o $ra&o devolver! os autos 0 re$artição de orige'. B 1o 8ecebidos os autos o jui& 'andar! e#trair no $ra&o '!#i'o e i'$rorrog!vel de . Logo que (or suscitado o incidente de (alsidade o jui& sus$ender! o $rocesso $rinci$al. Fe$ois de encerrada a instrução o incidente de (alsidade correr! e' a$enso aos autos $rinci$ais2 no tribunal $rocessar/se/! $erante o relator observando/se o dis$osto no artigo antecedente.< ou a res$osta 7art. Art.. -@*. Art. A $rova e#clusiva'ente teste'un+al só se ad'ite nos contratos cujo valor não e#ceda o d"cu$lo do 'aior sal!rio '%ni'o vigente no $a%s ao te'$o e' que (ora' celebrados.. 78enu'erado $ela Lei n9 11. A sentença que resolver o incidente declarar! a (alsidade ou autenticidade do docu'ento. -@@.I &a Prova +este:unhal Subse56o I &a Ad:issibilidade e do .::. Art. .-1: de *@@=<. 4 l%cito 0s $artes e' qualquer te'$o juntar aos autos docu'entos novos quando destinados a (a&er $rova de (atos ocorridos de$ois dos articulados ou $ara contra$A/los aos que (ora' $rodu&idos nos autos. Co'$ete 0 $arte instruir a $etição inicial 7art. .:-. Art. B *o As re$artiç)es $3blicas $oderão (ornecer todos os docu'entos e' 'eio eletrAnico con(or'e dis$osto e' lei certi(icando $elo 'es'o 'eio que se trata de e#trato (iel do que consta e' seu banco de dados ou do docu'ento digitali&ado. jui& inde(erir! a inquirição de teste'un+as sobre (atos: I / j! $rovados $or docu'ento ou con(issão da $arte2 II / que só $or docu'ento ou $or e#a'e $ericial $udere' ser $rovados.:?. As nor'as estabelecidas nos dois artigos antecedentes a$lica'/se ao $aga'ento e 0 re'issão da d%vida.alor da Prova +este:unhal Art. -@. Art. . A $rova teste'un+al " se'$re ad'iss%vel não dis$ondo a lei de 'odo diverso.:5. . Art. Art. *?. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Jualquer que seja o valor do contrato " ad'iss%vel a $rova teste'un+al quando: I / +ouver co'eço de $rova $or escrito re$utando/se tal o docu'ento e'anado da $arte contra que' se $retende utili&ar o docu'ento co'o $rova2 II / o credor não $ode ou não $odia 'oral ou 'aterial'ente obter a $rova escrita da obrigação e' casos co'o o de $arentesco de$ósito necess!rio ou +os$edage' e' +otel.Art. Se56o .-1: de *@@=<. ..:. *:.< co' os docu'entos destinados a $rovar/l+e as alegaç)es. 6e'$re que u'a das $artes requerer a juntada de docu'ento aos autos o jui& ouvir! a seu res$eito a outra no $ra&o de 5 7cinco< dias. . Art. jui& requisitar! 0s re$artiç)es $3blicas e' qualquer te'$o ou grau de jurisdição: I / as certid)es necess!rias 0 $rova das alegaç)es das $artes2 II / os $rocedi'entos ad'inistrativos nas causas e' que (ore' interessados a Dnião o Estado o Gunic%$io ou as res$ectivas entidades da ad'inistração indireta. . -@1.

.:*5 de 1:.:*5 de 1:...:*5 de 1:. Art.:*5 de 1:.I / nos contratos si'ulados a diverg1ncia entre a vontade real e a vontade declarada2 II / nos contratos e' geral os v%cios do consenti'ento..:*5 de 1:.:*5 de 1:.:*5 de 1:.< I / o cAnjuge be' co'o o ascendente e o descendente e' qualquer grau ou colateral at" o terceiro grau de algu'a das $artes $or consangMinidade ou a(inidade salvo se o e#igir o interesse $3blico ou tratando/se de causa relativa ao estado da $essoa não se $uder obter de outro 'odo a $rova que o jui& re$ute necess!ria ao julga'ento do '"rito2 78edação dada $ela Lei n9 5..< I / o condenado $or cri'e de (also teste'un+o +avendo transitado e' julgado a sentença2 78edação dada $ela Lei n9 5. -15< e o jui& I+es atribuir! o valor que $ossa' 'erecer...< III / o 'enor de 1= 7de&esseis< anos2 7Inclu%do $ela Lei n9 5.. Pode' de$or co'o teste'un+as todas as $essoas e#ceto as inca$a&es i'$edidas ou sus$eitas.< II / o que $or seus costu'es não (or digno de ("2 78edação dada $ela Lei n9 5.< Art..:*5 de 1:.:*5 de 1:.< B -o 6endo estrita'ente necess!rio o jui& ouvir! teste'un+as i'$edidas ou sus$eitas2 'as os seus de$oi'entos serão $restados inde$endente'ente de co'$ro'isso 7art.< II / o que " $arte na causa2 7Inclu%do $ela Lei n9 5. 7Inclu%do $ela Lei n9 5.. Fe$ois de a$resentado o rol de que trata o artigo antecedente a $arte só $ode substituir a teste'un+a: .:*5 de 1:.< II / o que aco'etido $or en(er'idade ou debilidade 'ental ao te'$o e' que ocorrera' os (atos não $odia discerni/los2 ou ao te'$o e' que deve de$or não est! +abilitado a trans'itir as $erce$ç)es2 78edação dada $ela Lei n9 5. Subse56o II &a Produ56o da Prova +este:unhal Art.< B 1o 6ão inca$a&es: 78edação dada $ela Lei n9 5. 78edação dada $ela Lei n9 5..< I / o interdito $or de'1ncia2 78edação dada $ela Lei n9 5. 78edação dada $ela Lei n9 5.5? de *@@1< Par!gra(o 3nico..< IC / o cego e o surdo quando a ci1ncia do (ato de$ender dos sentidos que I+es (alta'..:*5 de 1:. -@5... Incu'be 0s $artes no $ra&o que o jui& (i#ar! ao designar a data da audi1ncia de$ositar e' cartório o rol de teste'un+as $recisando/l+es o no'e $ro(issão resid1ncia e o local de trabal+o2 o'itindo/se o jui& o rol ser! a$resentado at" 1@ 7de&< dias antes da audi1ncia.< IC / o que tiver interesse no lit%gio. 4 l%cito a cada $arte o(erecer no '!#i'o de& teste'un+as2 quando qualquer das $artes o(erecer 'ais de tr1s teste'un+as $ara a $rova de cada (ato o jui& $oder! dis$ensar as restantes.:*5 de 1:.. Art. -@=.:*5 de 1:.< B .o 6ão sus$eitos: 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:. -@?.< III / o que interv"' e' no'e de u'a $arte co'o o tutor na causa do 'enor o re$resentante legal da $essoa jur%dica o jui& o advogado e outros que assista' ou ten+a' assistido as $artes. 7Inclu%do $ela Lei n9 5.< B *o 6ão i'$edidos: 78edação dada $ela Lei n9 5. A teste'un+a não " obrigada a de$or de (atos: I / que I+e acarrete' grave dano be' co'o ao seu cAnjuge e aos seus $arentes consangM%neos ou a(ins e' lin+a reta ou na colateral e' segundo grau2 II / a cujo res$eito $or estado ou $ro(issão deva guardar sigilo. -@.< III / o ini'igo ca$ital da $arte ou o seu a'igo %nti'o2 78edação dada $ela Lei n9 5. 78edação dada $ela Lei n9 5.. 78edação dada $ela Lei n9 1@.:*5 de 1:..:*5 de 1:.

:*5 de 1:. . Art.I / que (alecer2 II / que $or en(er'idade não estiver e' condiç)es de de$or2 III / que tendo 'udado de resid1ncia não (or encontrada $elo o(icial de justiça. Par!gra(o 3nico.< B 1o A $arte $ode co'$ro'eter/se a levar 0 audi1ncia a teste'un+a inde$endente'ente de inti'ação2 $resu'indo/se caso não co'$areça que desistiu de ouvi/la.1@ de 1::.= $ar!gra(o 3nico<2 IC / as designadas no artigo seguinte.:*5 de 1:. C / o $rocurador/geral da 8e$3blica2 Cl / os senadores e de$utados (ederais2 Cll / os governadores dos Estados dos >erritórios e do Fistrito Federal2 Clll / os de$utados estaduais2 II / os dese'bargadores dos >ribunais de Oustiça os ju%&es dos >ribunais de Alçada os ju%&es dos >ribunais 8egionais do >rabal+o e dos >ribunais 8egionais Eleitorais e os consel+eiros dos >ribunais de Contas dos Estados e do Fistrito Federal2 I / o e'bai#ador de $a%s que $or lei ou tratado concede id1ntica $rerrogativa ao agente di$lo'!tico do Hrasil..< ... -1*. A teste'un+a " inti'ada a co'$arecer 0 audi1ncia constando do 'andado dia +ora e local be' co'o os no'es das $artes e a nature&a da causa. Art. 6e a teste'un+a dei#ar de co'$arecer se' 'otivo justi(icado ser! condu&ida res$ondendo $elas des$esas do adia'ento... Art.:*5 de 1:. As teste'un+as de$)e' na audi1ncia de instrução $erante o jui& da causa e#ceto: I / as que $resta' de$oi'ento anteci$ada'ente2 II / as que são inquiridas $or carta2 III / as que $or doença ou outro 'otivo relevante estão i'$ossibilitadas de co'$arecer e' ju%&o 7art. Juando (or arrolado co'o teste'un+a o jui& da causa este: I / declarar/se/! i'$edido se tiver con+eci'ento de (atos que $ossa' in(luir na decisão2 caso e' que ser! de(eso 0 $arte que o incluiu no rol desistir de seu de$oi'ento2 II / se nada souber 'andar! e#cluir o seu no'e.?* de *@@=<.. 6ão inquiridos e' sua resid1ncia ou onde e#erce' a sua (unção: I / o Presidente e o Cice/Presidente da 8e$3blica2 II / o $residente do 6enado e o da CK'ara dos Fe$utados2 III / os 'inistros de Estado2 IC / os 'inistros do 6u$re'o >ribunal Federal do 6u$erior >ribunal de Oustiça do 6u$erior >ribunal Gilitar do >ribunal 6u$erior Eleitoral do >ribunal 6u$erior do >rabal+o e do >ribunal de Contas da Dnião2 78edação dada $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. -11. jui& solicitar! 0 autoridade que designe dia +ora e local a (i' de ser inquirida re'etendo/l+e có$ia da $etição inicial ou da de(esa o(erecida $ela $arte que arrolou co'o teste'un+a. Art.o A inti'ação $oder! ser (eita $elo correio sob registro ou co' entrega e' 'ão $ró$ria quando a teste'un+a tiver resid1ncia certa. . 78edação dada $ela Lei n9 5. 78edação dada $ela Lei n9 5. -@:.< B *o Juando (igurar no rol de teste'un+as (uncion!rio $3blico ou 'ilitar o jui& o requisitar! ao c+e(e da re$artição ou ao co'ando do cor$o e' que servir. 78edação dada $ela Lei n9 5. -1@.< B .

jui& inquirir! as teste'un+as se$arada e sucessiva'ente2 $ri'eiro as do autor e de$ois as do r"u $rovidenciando de 'odo que u'a não ouça o de$oi'ento das outras. . -@=2 ouvidas as $artes o jui& decidir! de $lano.-1: de *@@=<. 7tr1s< dias.@@5 de 1:?*< Art. 78edação dada $ela Lei n9 . Se56o . Art. 78edação dada $ela Lei n9 ?.o do art. Antes de de$or a teste'un+a ser! quali(icada declarando o no'e $or inteiro a $ro(issão a resid1ncia e o estado civil be' co'o se te' relaç)es de $arentesco co' a $arte ou interesse no objeto do $rocesso. .. . . Art. -1:. Par!gra(o 3nico. Ao in%cio da inquirição a teste'un+a $restar! o co'$ro'isso de di&er a verdade do que souber e I+e (or $erguntado. 6e a teste'un+a negar os (atos que I+e são i'$utados a $arte $oder! $rovar a contradita co' docu'entos ou co' teste'un+as at" tr1s a$resentada no ato e inquiridas e' se$arado..:5* de 1::-< B 1o . . A teste'un+a quando sujeita ao regi'e da legislação trabal+ista não so(re $or co'$arecer 0 audi1ncia $erda de sal!rio ne' desconto no te'$o de serviço. A $rova $ericial consiste e' e#a'e vistoria ou avaliação. -1?. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Art.II &a Prova Pericial Art. -*@. B 1o As $artes deve' tratar as teste'un+as co' urbanidade não I+es (a&endo $erguntas ou consideraç)es i'$ertinentes ca$ciosas ou ve#atórias..Art. -1=. B *o As $erguntas que o jui& inde(erir serão obrigatoria'ente transcritas no ter'o se a $arte o requerer. -15. jui& interrogar! a teste'un+a sobre os (atos articulados cabendo $ri'eiro 0 $arte que a arrolou e de$ois 0 $arte contr!ria (or'ular $erguntas tendentes a esclarecer ou co'$letar o de$oi'ento. . 6endo $rovados ou con(essados os (atos o jui& dis$ensar! a teste'un+a ou I+e to'ar! o de$oi'ento observando o dis$osto no art. -1. jui& advertir! 0 teste'un+a que incorre e' sanção $enal que' (a& a a(ir'ação (alsa cala ou oculta a verdade. . -1-. de$oi'ento $restado e' ju%&o " considerado serviço $3blico. de$oi'ento ser! $assado $ara a versão datilogr!(ica quando +ouver recurso da sentença ou noutros casos quando o jui& o deter'inar de o(%cio ou a requeri'ento da $arte. 78enu'erado $ela Lei n9 11. A teste'un+a $ode requerer ao jui& o $aga'ento da des$esa que e(etuou $ara co'$areci'ento 0 audi1ncia devendo a $arte $ag!/la logo que arbitrada ou de$osit!/la e' cartório dentro de . Art.-1: de *@@=<. 1=: desta Lei. B *o A teste'un+a $ode requerer ao jui& que a escuse de de$or alegando os 'otivos de que trata o art. jui& inde(erir! a $er%cia quando: . Par!gra(o 3nico. B 1o 4 l%cito 0 $arte contraditar a teste'un+a argMindo/l+e a inca$acidade o i'$edi'ento ou a sus$eição. Art. de$oi'ento datilogra(ado ou registrado $or taquigra(ia estenoti$ia ou outro '"todo idAneo de docu'entação ser! assinado $elo jui& $elo de$oente e $elos $rocuradores (acultando/se 0s $artes a sua gravação. B *o >ratando/se de $rocesso eletrAnico observar/se/! o dis$osto nos BB *o e . Par!gra(o 3nico. -@5 B -o. -1. jui& $ode ordenar de o(%cio ou a requeri'ento da $arte: I / a inquirição de teste'un+as re(eridas nas declaraç)es da $arte ou das teste'un+as2 II / a acareação de duas ou 'ais teste'un+as ou de algu'a delas co' a $arte quando sobre (ato deter'inado que $ossa in(luir na decisão da causa divergire' as suas declaraç)es.

Juando a $rova tiver de reali&ar/se $or carta $oder! $roceder/se 0 no'eação de $erito e indicação de assistentes t"cnicos no ju%&o ao qual se requisitar a $er%cia. Poderão as $artes a$resentar durante a dilig1ncia quesitos su$le'entares.s assistentes t"cnicos são de con(iança da $arte não sujeitos a i'$edi'ento ou sus$eição. -*-. Co'$ete ao jui&: I / inde(erir quesitos i'$ertinentes2 II / (or'ular os que entender necess!rios ao esclareci'ento da causa.. No caso $revisto no inciso II o jui& co'unicar! a ocorr1ncia 0 cor$oração $ro(issional res$ectiva $odendo ainda i'$or 'ulta ao $erito (i#ada tendo e' vista o valor da causa e o $oss%vel $reju%&o decorrente do atraso no $rocesso. Art. 78edação dada $ela Lei n9 ?. Art. . $erito cu'$rir! escru$ulosa'ente o encargo que I+e (oi co'etido inde$endente'ente de ter'o de co'$ro'isso. Art.-55 de 1::*< B 1o Incu'be 0s $artes dentro e' 5 7cinco< dias contados da inti'ação do des$ac+o de no'eação do $erito: I / indicar o assistente t"cnico2 II / a$resentar quesitos. Art.-55 de 1::*< Art. 78edação dada $ela Lei n9 ?.1.-55 de 1::*< Art.-55 de 1::*< Art. . 78edação dada $ela Lei n9 ?. . $erito $ode escusar/se 7art. 78edação dada $ela Lei n9 ?. 78edação dada $ela Lei n9 ?. Fa juntada dos quesitos aos autos dar! o escrivão ci1ncia 0 $arte contr!ria. 78edação dada $ela Lei n9 ?.-55 de 1::*< Art. . -*1.-55 de 1::*< Art.-55 de 1::*< Art. -*. -**. Para o dese'$en+o de sua (unção $ode' o $erito e os assistentes t"cnicos utili&ar/se de todos os 'eios necess!rios ouvindo teste'un+as obtendo in(or'aç)es solicitando docu'entos que esteja' e' $oder de $arte ou e' re$artiç)es $3blicas be' co'o instruir o laudo co' $lantas desen+os (otogra(ias e outras quaisquer $eças. B *o Juando a nature&a do (ato o $er'itir a $er%cia $oder! consistir a$enas na inquirição $elo jui& do $erito e dos assistentes $or ocasião da audi1ncia de instrução e julga'ento a res$eito das coisas que +ouvere' in(or'al'ente e#a'inado ou avaliado..-55 de 1::*< I / carecer de con+eci'ento t"cnico ou cient%(ico2 II / se' 'otivo leg%ti'o dei#ar de cu'$rir o encargo no $ra&o que I+e (oi assinado.-55 de 1::*< Par!gra(o 3nico. -*5. Par!gra(o 3nico. $erito $ode ser substitu%do quando: 78edação dada $ela Lei n9 ?. -.I / a $rova do (ato não de$ender do con+eci'ento es$ecial de t"cnico2 II / (or desnecess!ria e' vista de outras $rovas $rodu&idas2 III / a veri(icação (or i'$ratic!vel. Art. . 78evogado $ela Lei n9 ?. -*?. jui& no'ear! o $erito (i#ando de i'ediato o $ra&o $ara a entrega do laudo.78evogado $ela Lei n9 ?. . jui& $oder! dis$ensar $rova $ericial quando as $artes na inicial e na contestação a$resentare' sobre as quest)es de (ato $areceres t"cnicos ou docu'entos elucidativos que considerar su(icientes. -*. -*=.-55 de 1::*<) .@. . 78edação dada $ela Lei n9 ?. 1. -.? III<2 ao aceitar a escusa ou julgar $rocedente a i'$ugnação o jui& no'ear! novo $erito. 1-=< ou ser recusado $or i'$edi'ento ou sus$eição 7art. -*:.

. Art. jui& autori&ar! a re'essa dos autos be' co'o do 'aterial sujeito a e#a'e ao diretor do estabeleci'ento. . .78edação dada $ela Lei n9 1@. -. $erito e o assistente t"cnico só estarão obrigados a $restar os esclareci'entos a que se re(ere este artigo quando inti'ados 5 7cinco< dias antes da audi1ncia. 78edação dada $ela Lei n9 ?. ..5? de *@@1< Art. . -. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.5? de *@@1< Art.. . Par!gra(o 3nico. As $artes terão ci1ncia da data e local designados $elo jui& ou indicados $elo $erito $ara ter in%cio a $rodução da $rova.:5* de 1::-< Par!gra(o 3nico. .?. -.-55 de 1::*< Art..III &a Inspe56o Judicial Art.-. -. Juando o e#a'e tiver $or objeto a autenticidade ou a (alsidade de docu'ento ou (or de nature&a '"dico/legal o $erito ser! escol+ido de $re(er1ncia entre os t"cnicos dos estabeleci'entos o(iciais es$eciali&ados.. -. jui& não est! adstrito ao laudo $ericial $odendo (or'ar a sua convicção co' outros ele'entos ou (atos $rovados nos autos. jui& de o(%cio ou a requeri'ento da $arte $ode e' qualquer (ase do $rocesso ins$ecionar $essoas ou coisas a (i' de se esclarecer sobre (ato que interesse 0 decisão da causa. -. Juando o e#a'e tiver $or objeto a autenticidade da letra e (ir'a o $erito $oder! requisitar $ara e(eito de co'$aração docu'entos e#istentes e' re$artiç)es $3blicas2 na (alta destes $oder! requerer ao jui& que a $essoa a que' se atribuir a autoria do docu'ento lance e' (ol+a de $a$el $or có$ia ou sob ditado di&eres di(erentes $ara (ins de co'$aração. .*.5.:. Se56o .1/A. Art. 78evogado $ela Lei n9 ?.=. Par!gra(o 3nico. -. A segunda $er%cia não substitui a $ri'eira cabendo ao jui& a$reciar livre'ente o valor de u'a e outra. Par!gra(o 3nico. jui& $oder! deter'inar de o(%cio ou a requeri'ento da $arte a reali&ação de nova $er%cia quando a 'at"ria não I+e $arecer su(iciente'ente esclarecida.-55 de 1::*< Par!gra(o 3nico. 78edação dada $ela Lei n9 ?. Art. -. >ratando/se de $er%cia co'$le#a que abranja 'ais de u'a !rea de con+eci'ento es$eciali&ado o jui& $oder! no'ear 'ais de u' $erito e a $arte indicar'ais de u' assistente t"cnico. A $arte que desejar esclareci'ento do $erito e do assistente t"cnico requerer! ao jui& que 'ande inti'!/lo a co'$arecer 0 audi1ncia (or'ulando desde logo as $erguntas sob (or'a de quesitos. Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@... Art. 6e o $erito $or 'otivo justi(icado não $uder a$resentar o laudo dentro do $ra&o o jui& conceder/l+e/! $or u'a ve& $rorrogação segundo o seu $rudente arb%trio.1/H. $erito a$resentar! o laudo e' cartório no $ra&o (i#ado $elo jui& $elo 'enos *@ 7vinte< dias antes da audi1ncia de instrução e julga'ento. -. -.5? de *@@1< Art.s assistentes t"cnicos o(erecerão seus $areceres no $ra&o co'u' de 1@ 7de&< dias a$ós inti'adas as $artes da a$resentação do laudo..Art. --@. A segunda $er%cia rege/se $elas dis$osiç)es estabelecidas $ara a $ri'eira. A segunda $er%cia te' $or objeto os 'es'os (atos sobre que recaiu a $ri'eira e destina/se a corrigir eventual o'issão ou ine#atidão dos resultados a que esta condu&iu.

Art. 78edação dada $ela Lei n9 5. Art. Co'$ete ao jui& e' es$ecial: I / dirigir os trabal+os da audi1ncia2 II / $roceder direta e $essoal'ente 0 col+eita das $rovas2 III / e#ortar os advogados e o órgão do Ginist"rio P3blico a que discuta' a causa co' elevação e urbanidade.. Par!gra(o 3nico. --:.< Par!gra(o 3nico. .. -5@. Se56o III &a Instru56o e JulFa:ento Art. C+egando a acordo o jui& 'andar! to'!/lo $or ter'o. . Par!gra(o 3nico. auto $oder! ser instru%do co' desen+o gr!(ico ou (otogra(ia.Art. ---. Par!gra(o 3nico. Art. Ao reali&ar a ins$eção direta o jui& $oder! ser assistido de u' ou 'ais $eritos. jui& e#erce o $oder de $ol%cia co'$etindo/l+e: I / 'anter a orde' e o decoro na audi1ncia2 II / ordenar que se retire' da sala da audi1ncia os que se co'$ortare' inconveniente'ente2 III / requisitar quando necess!rio a (orça $olicial. --=. . --1.:*5 de 1:. Art. Se56o II &a Concilia56o Art. ter'o de conciliação assinado $elas $artes e +o'ologado $elo jui& ter! valor de sentença. . Art. --. --. Art. As $artes t1' se'$re direito a assistir 0 ins$eção $restando esclareci'entos e (a&endo observaç)es que re$ute' de interesse $ara a causa. Enquanto de$usere' as $artes o $erito os assistentes t"cnicos e as teste'un+as os advogados não $ode' intervir ou a$artear se' licença do jui&.II &A A2&I8NCIA Se56o I &as &isposi5Ces =erais Art. 78edação dada $ela Lei n9 5. 155 reali&ar/se/! a $ortas (ec+adas. Ao iniciar a instrução o jui& ouvidas as $artes (i#ar! os $ontos controvertidos sobre que incidir! a $rova. --5. Art. jui& ir! ao local onde se encontre a $essoa ou coisa quando: I / julgar necess!rio $ara a 'el+or veri(icação ou inter$retação dos (atos que deva observar2 II / a coisa não $uder ser a$resentada e' ju%&o se' consider!veis des$esas ou graves di(iculdades2 Ill / deter'inar a reconstituição dos (atos.. Conclu%da a dilig1ncia o jui& 'andar! lavrar auto circunstanciado 'encionando nele tudo quanto (or 3til ao julga'ento da causa. A audi1ncia ser! $3blica2 nos casos de que trata o art. --*. --?. E' causas relativas 0 (a'%lia ter! lugar igual'ente a conciliação nos casos e $ara os (ins e' que a lei consente a transação.. Antes de iniciar a instrução o jui& tentar! conciliar as $artes. -51.< CAP1+2L( .:*5 de 1:. Juando o lit%gio versar sobre direitos $atri'oniais de car!ter $rivado o jui& de o(%cio deter'inar! o co'$areci'ento das $artes ao in%cio da audi1ncia de instrução e julga'ento. . No dia e +ora designados o jui& declarar! aberta a audi1ncia 'andando a$regoar as $artes e os seus res$ectivos advogados.

-..o Juando a causa a$resentar quest)es co'$le#as de (ato ou de direito o debate oral $oder! ser substitu%do $or 'e'oriais caso e' que o jui& designar! dia e +ora $ara o seu o(ereci'ento. -5*. B *o No caso $revisto no art.52 II / o jui& to'ar! os de$oi'entos $essoais $ri'eiro do autor e de$ois do r"u2 III / (inal'ente serão inquiridas as teste'un+as arroladas $elo autor e $elo r"u. -5=. Art. Art. B . B 1o Incu'be ao advogado $rovar o i'$edi'ento at" a abertura da audi1ncia2 não o (a&endo o jui& $roceder! 0 instrução. Art.-1: de *@@=<. B -o >ratando/se de $rocesso eletrAnico observar/se/! o dis$osto nos BB *o e .. As $rovas serão $rodu&idas na audi1ncia nesta orde': I / o $erito e os assistentes t"cnicos res$onderão aos quesitos de esclareci'entos requeridos no $ra&o e na (or'a do art. -5?. B *o 6ubscreverão o ter'o o jui& os advogados o órgão do Ginist"rio P3blico e o escrivão. B 1o Navendo litisconsorte ou terceiro o $ra&o que (or'ar! co' o da $rorrogação u' só todo dividir/se/! entre os do 'es'o gru$o se não convencionare' de 'odo diverso. Finda a instrução o jui& dar! a $alavra ao advogado do autor e ao do r"u be' co'o ao órgão do Ginist"rio P3blico sucessiva'ente $elo $ra&o de *@ 7vinte< 'inutos $ara cada u' $rorrog!vel $or 1@ 7de&< a crit"rio do jui&.. escrivão lavrar! sob ditado do jui& ter'o que conter! e' resu'o o ocorrido na audi1ncia be' co'o $or e#tenso os des$ac+os e a sentença se esta (or $ro(erida no ato.< Art.III &A SEN+EN3A E &A C(ISA J2L=A&A Se56o I &os ReIuisitos e dos Efeitos da Senten5a Art. Não sendo $oss%vel concluir nu' só dia a instrução o debate e o julga'ento o jui& 'arcar! o seu $rossegui'ento $ara dia $ró#i'o. escrivão trasladar! $ara os autos có$ia aut1ntica do ter'o de audi1ncia. 6ão requisitos essenciais da sentença: I / o relatório que conter! os no'es das $artes a su'a do $edido e da res$osta do r"u be' co'o o registro das $rinci$ais ocorr1ncias +avidas no anda'ento do $rocesso2 II / os (unda'entos e' que o jui& analisar! as quest)es de (ato e de direito2 . 5= o o$oente sustentar! as suas ra&)es e' $ri'eiro lugar seguindo/se/l+e os o$ostos cada qual $elo $ra&o de *@ 7vinte< 'inutos.:*5 de 1:. 1=: desta Lei. Encerrado o debate ou o(erecidos os 'e'oriais o jui& $ro(erir! a sentença desde logo ou no $ra&o de 1@ 7de&< dias.o Jue' der causa ao adia'ento res$onder! $elas des$esas acrescidas. Art. 78edação dada $ela Lei n9 5. CAP1+2L( . B 1o Juando o ter'o (or datilogra(ado o jui& I+e rubricar! as (ol+as ordenando que seja' encadernadas e' volu'e $ró$rio. -5. B *o Pode ser dis$ensada $elo jui& a $rodução das $rovas requeridas $ela $arte cujo advogado não co'$areceu 0 audi1ncia. B . -55.Art.o . . A audi1ncia " una e cont%nua. -5-. A audi1ncia $oder! ser adiada: I / $or convenção das $artes caso e' que só ser! ad'iss%vel u'a ve&2 Il / se não $udere' co'$arecer $or 'otivo justi(icado o $erito as $artes as teste'un+as ou os advogados. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.o do art. -5. B .

Juando o autor tiver (or'ulado $edido certo " vedado ao jui& $ro(erir sentença il%quida.:5* de 1::-< B . 7Inclu%do $ela Lei n9 1@. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. 78edação dada $ela Lei n9 1@. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. Art.o 6endo relevante o (unda'ento da de'anda e +avendo justi(icado receio de ine(ic!cia do $rovi'ento (inal " l%cito ao jui& conceder a tutela li'inar'ente ou 'ediante justi(icação $r"via citado o r"u.<. Na ação que ten+a $or objeto a entrega de coisa o jui& ao conceder a tutela es$ec%(ica (i#ar! o $ra&o $ara o cu'$ri'ento da obrigação.o A$lica/se 0 ação $revista neste artigo o dis$osto nos BB 1o a =o do art.:5* de 1::-< B *o A indeni&ação $or $erdas e danos dar/se/! se' $reju%&o da 'ulta 7art. *?. Par!gra(o 3nico.:5* de 1::-< B -o . -=1.III / o dis$ositivo e' que o jui& resolver! as quest)es que as $artes I+e sub'etere'.de *@@*< B .--.de *@@*< . . 4 de(eso ao jui& $ro(erir sentença a (avor do autor de nature&a diversa da $edida be' co'o condenar o r"u e' quantidade su$erior ou e' objeto diverso do que I+e (oi de'andado. Nos casos de e#tinção do $rocesso se' julga'ento do '"rito o jui& decidir! e' (or'a concisa. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.de *@@*< B =o . -=1. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.de *@@*< B 1o >ratando/se de entrega de coisa deter'inada $elo g1nero e quantidade o credor a individuali&ar! na $etição inicial se l+e couber a escol+a2 cabendo ao devedor escol+er este a entregar! individuali&ada no $ra&o (i#ado $elo jui&. Na ação que ten+a $or objeto o cu'$ri'ento de obrigação de (a&er ou não (a&er o jui& conceder! a tutela es$ec%(ica da obrigação ou se $rocedente o $edido deter'inar! $rovid1ncias que assegure' o resultado $r!tico equivalente ao do adi'$le'ento.--. Par!gra(o 3nico.--. jui& $ro(erir! a sentença acol+endo ou rejeitando no todo ou e' $arte o $edido (or'ulado $elo autor. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.:5* de 1::-< Art.--. jui& $oder! na +i$ótese do $ar!gra(o anterior ou na sentença i'$or 'ulta di!ria ao r"u inde$endente'ente de $edido do autor se (or su(iciente ou co'$at%vel co' a obrigação (i#ando/l+e $ra&o ra&o!vel $ara o cu'$ri'ento do $receito. A 'edida li'inar $oder! ser revogada ou 'odi(icada a qualquer te'$o e' decisão (unda'entada.de *@@*< B *o Não cu'$rida a obrigação no $ra&o estabelecido e#$edir/se/! e' (avor do credor 'andado de busca e a$reensão ou de i'issão na $osse con(or'e se tratar de coisa 'óvel ou i'óvel.--.:5* de 1::-< B 5o Para a e(etivação da tutela es$ec%(ica ou a obtenção do resultado $r!tico equivalente $oder! o jui& de o(%cio ou a requeri'ento deter'inar as 'edidas necess!rias tais co'o a i'$osição de 'ulta $or te'$o de atraso busca e a$reensão re'oção de $essoas e coisas des(a&i'ento de obras e i'$edi'ento de atividade nociva se necess!rio co' requisição de (orça $olicial. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.--. 78edação dada $ela Lei n9 ?. -=1/A. A sentença deve ser certa ainda quando decida relação jur%dica condicional. -5:. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.de *@@*< Art. Art. -=@.:5* de 1::-< B 1o A obrigação so'ente se converter! e' $erdas e danos se o autor o requerer ou se i'$oss%vel a tutela es$ec%(ica ou a obtenção do resultado $r!tico corres$ondente. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. jui& $oder! de o(%cio 'odi(icar o valor ou a $eriodicidade da 'ulta caso veri(ique que se tornou insu(iciente ou e#cessiva.

-=?. Art.*. 6e de$ois da $ro$ositura da ação algu' (ato constitutivo 'odi(icativo ou e#tintivo do direito in(luir no julga'ento da lide caber! ao jui& to'!/lo e' consideração de o(%cio ou a requeri'ento da $arte no 'o'ento de $ro(erir a sentença..:5@ de 1::-< Art. -==. I/ II / 78evogado $ela Lei n9 ?. 5o e .:5@ de 1::-< Art.1.* de *@@5< I / $ara I+e corrigir de o(%cio ou a requeri'ento da $arte ine#atid)es 'ateriais ou I+e reti(icar erros de c!lculo2 II / $or 'eio de e'bargos de declaração. -=. 6e aquele que se co'$ro'eteu a concluir u' contrato não cu'$rir a obrigação a outra $arte sendo isso $oss%vel e não e#clu%do $elo t%tulo $oder! obter u'a sentença que $rodu&a o 'es'o e(eito do contrato a ser (ir'ado. -==/A. A sentença condenatória $rodu& a +i$oteca judici!ria: I / e'bora a condenação seja gen"rica2 II / $endente arresto de bens do devedor2 III / ainda quando o credor $ossa $ro'over a e#ecução $rovisória da sentença.Art. Feno'ina/se coisa julgada 'aterial a e(ic!cia que torna i'ut!vel e indiscut%vel a sentença não 'ais sujeita a recurso ordin!rio ou e#traordin!rio. -=-.. A sentença que julgar total ou $arcial'ente a lide te' (orça de lei nos li'ites da lide e das quest)es decididas. Art. -==/H. Par!gra(o 3nico. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< Se56o II &a Coisa JulFada Art.*. Publicada a sentença o jui& só $oder! alter!/la: 78edação dada $ela Lei n9 11. Condenado o devedor a e'itir declaração de vontade a sentença u'a ve& transitada e' julgado $rodu&ir! todos os e(eitos da declaração não e'itida. -. Art.*.. >ratando/se de contrato que ten+a $or objeto a trans(er1ncia da $ro$riedade de coisa deter'inada ou de outro direito a ação não ser! acol+ida se a $arte que a intentou não cu'$rir a sua $restação ne' a o(erecer nos casos e (or'as legais salvo se ainda não e#ig%vel. Art.* de *@@5< Art. -=*.@. -=5. -. Art. Art. -==/C. Não (a&e' coisa julgada: I / os 'otivos ainda que i'$ortantes $ara deter'inar o alcance da $arte dis$ositiva da sentença2 Il / a verdade dos (atos estabelecida co'o (unda'ento da sentença2 III / a a$reciação da questão $rejudicial decidida incidente'ente no $rocesso. Fa& todavia coisa julgada a resolução da questão $rejudicial se a $arte o requerer 7arts. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.< Art.*. -=:. 78evogado $ela Lei n9 ?. A sentença que condenar o r"u no $aga'ento de u'a $restação consistente e' din+eiro ou e' coisa valer! co'o t%tulo constitutivo de +i$oteca judici!ria cuja inscrição ser! ordenada $elo jui& na (or'a $rescrita na Lei de 8egistros P3blicos. Nen+u' jui& decidir! nova'ente as quest)es j! decididas relativas 0 'es'a lide salvo: . 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:.* de *@@5< Art. Par!gra(o 3nico. -=.*5< o jui& (or co'$etente e' ra&ão da 'at"ria e constituir $ressu$osto necess!rio $ara o julga'ento da lide. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.

5* de *@@1< B *o Não se a$lica o dis$osto neste artigo se'$re que a condenação ou o direito controvertido (or de valor certo não e#cedente a =@ 7sessenta< sal!rios '%ni'os be' co'o no caso de $roced1ncia dos e'bargos do devedor na e#ecução de d%vida ativa do 'es'o valor.* de *@@5< B *o A liquidação $oder! ser requerida na $end1ncia de recurso $rocessando/se e' autos a$artados no ju%&o de orige' cu'$rindo ao liquidante instruir o $edido co' có$ias das $eças $rocessuais $ertinentes. -.*. Art. -.*.5/A.*.* de *@@5< B .5 inciso II al%neas XdY e XeY desta Lei " de(esa a sentença il%quida cu'$rindo ao jui& se (or o caso (i#ar de $lano a seu $rudente crit"rio o valor devido.5* de *@@1< B ... Juando a deter'inação do valor da condenação de$ender a$enas de c!lculo arit'"tico o credor requerer! o cu'$ri'ento da sentença na (or'a do art...* de *@@5< . -. *.5* de *@@1< II W que julgar $rocedentes no todo ou e' $arte os e'bargos 0 e#ecução de d%vida ativa da Fa&enda P3blica 7art. Juando a sentença não deter'inar o valor devido $rocede/se 0 sua liquidação.5/H. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11..I / se tratando/se de relação jur%dica continuativa sobreveio 'odi(icação no estado de (ato ou de direito2 caso e' que $oder! a $arte $edir a revisão do que (oi estatu%do na sentença2 II / nos de'ais casos $rescritos e' lei. 78edação dada $ela Lei n9 1@. Art.*.o >a'b"' não se a$lica o dis$osto neste artigo quando a sentença estiver (undada e' juris$rud1ncia do $len!rio do 6u$re'o >ribunal Federal ou e' s3'ula deste >ribunal ou do tribunal su$erior co'$etente. A sentença (a& coisa julgada 0s $artes entre as quais " dada não bene(iciando ne' $rejudicando terceiros. Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.*. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.* de *@@5< B 1o Fo requeri'ento de liquidação de sentença ser! a $arte inti'ada na $essoa de seu advogado.5* de *@@1< I W $ro(erida contra a Dnião o Estado o Fistrito Federal o Gunic%$io e as res$ectivas autarquias e (undaç)es de direito $3blico2 78edação dada $ela Lei n9 1@.5* de *@@1< CAP1+2L( I? &A LIL2I&A34( &E SEN+EN3A 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Passada e' julgado a sentença de '"rito re$utar/se/ão dedu&idas e re$elidas todas as alegaç)es e de(esas que a $arte $oderia o$or assi' ao acol+i'ento co'o 0 rejeição do $edido.-. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*..5/ O desta Lei instruindo o $edido co' a 'e'ória discri'inada e atuali&ada do c!lculo.5.* de *@@5< Art. -. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@. 5?5 CI<. Est! sujeita ao du$lo grau de jurisdição não $rodu&indo e(eito senão de$ois de con(ir'ada $elo tribunal a sentença: 78edação dada $ela Lei n9 1@.o Nos $rocessos sob $rocedi'ento co'u' su'!rio re(eridos no art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. -. Art.*.* de *@@5< Art. 4 de(eso 0 $arte discutir no curso do $rocesso as quest)es j! decididas a cujo res$eito se o$erou a $reclusão.5* de *@@1< B 1o Nos casos $revistos neste artigo o jui& ordenar! a re'essa dos autos ao tribunal +aja ou não a$elação2 não o (a&endo dever! o $residente do tribunal avoc!/ los.. -.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. -. Nas causas relativas ao estado de $essoa se +ouvere' sido citados no $rocesso e' litisconsórcio necess!rio todos os interessados a sentença $rodu& coisa julgada e' relação a terceiros.

Far/se/! a liquidação $or artigos quando $ara deter'inar o valor da condenação +ouver necessidade de alegar e $rovar (ato novo.*.*.B 1o Juando a elaboração da 'e'ória do c!lculo de$ender de dados e#istentes e' $oder do devedor ou de terceiro o jui& a requeri'ento do credor $oder! requisit!/los (i#ando $ra&o de at" trinta dias $ara o cu'$ri'ento da dilig1ncia.*.* de *@@5< II W o e#igir a nature&a do objeto da liquidação. -.5/O. -. Far/se/! a liquidação $or arbitra'ento quando: 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*.*.*.o deste artigo (ar/se/! a e#ecução $elo valor originaria'ente $retendido 'as a $en+ora ter! $or base o valor encontrado $elo contador.* de *@@5< Art.*.* de *@@5< B *o Juando na sentença +ouver u'a $arte l%quida e outra il%quida ao credor " l%cito $ro'over si'ultanea'ente a e#ecução daquela e e' autos a$artados a liquidação desta. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Fa decisão de liquidação caber! agravo de instru'ento.* de *@@5< B *o 6e os dados não (ore' injusti(icada'ente a$resentados $elo devedor re$utar/se/ão corretos os c!lculos a$resentados $elo credor e se não o (ore' $elo terceiro con(igurar/se/! a situação $revista no art.* de *@@5< Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< CAP1+2L( ? &( C20PRI0EN+( &A SEN+EN3A 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*.*.5/F.*. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. *.*. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.5/F. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< I W deter'inado $ela sentença ou convencionado $elas $artes2 7Inclu%do $ela Lei n9 11. -=1 e -=1/A desta Lei ou tratando/se de obrigação $or quantia certa $or e#ecução nos ter'os dos de'ais artigos deste Ca$%tulo. -. .* de *@@5< B . 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< B 1o 4 de(initiva a e#ecução da sentença transitada e' julgado e $rovisória quando se tratar de sentença i'$ugnada 'ediante recurso ao qual não (oi atribu%do e(eito sus$ensivo.*. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Na liquidação $or artigos observar/se/! no que couber o $rocedi'ento co'u' 7art. -.5/E.*.* de *@@5< Art. -.* de *@@5< Par!gra(o 3nico. 4 de(eso na liquidação discutir de novo a lide ou 'odi(icar a sentença que a julgou.5/I.*.* de *@@5< Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< Art. -. 8equerida a liquidação $or arbitra'ento o jui& no'ear! o $erito e (i#ar! o $ra&o $ara a entrega do laudo. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*.=*.*. cu'$ri'ento da sentença (ar/se/! con(or'e os arts. . 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Caso o devedor condenado ao $aga'ento de quantia certa ou j! (i#ada e' liquidação não o e(etue no $ra&o de quin&e dias o 'ontante da condenação ser! acrescido de 'ulta no $ercentual de de& $or cento e a requeri'ento do credor e . A$resentado o laudo sobre o qual $oderão as $artes 'ani(estar/se no $ra&o de de& dias o jui& $ro(erir! decisão ou designar! se necess!rio audi1ncia. -.o Poder! o jui& valer/se do contador do ju%&o quando a 'e'ória a$resentada $elo credor a$arente'ente e#ceder os li'ites da decisão e#eqMenda e ainda nos casos de assist1ncia judici!ria.* de *@@5< B -o 6e o credor não concordar co' os c!lculos (eitos nos ter'os do B .5/N.5/C. -.* de *@@5< Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*<.*.* de *@@5< Art.5/R. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.

A i'$ugnação so'ente $oder! versar sobre: 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. =1. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.5/L.*.*.*. e#eqMente $oder! e' seu requeri'ento indicar desde logo os bens a sere' $en+orados.*.*. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*.* de *@@5< B . 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< CI W qualquer causa i'$editiva 'odi(icativa ou e#tintiva da obrigação co'o $aga'ento novação co'$ensação transação ou $rescrição desde que su$erveniente 0 sentença. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. *.* de *@@5< B *o Fe(erido e(eito sus$ensivo a i'$ugnação ser! instru%da e decidida nos $ró$rios autos e caso contr!rio e' autos a$artados.* de *@@5< I W (alta ou nulidade da citação se o $rocesso correu 0 revelia2 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< Art.* de *@@5< II W ine#igibilidade do t%tulo2 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< B 1o Ainda que atribu%do e(eito sus$ensivo 0 i'$ugnação " l%cito ao e#eqMente requerer o $rossegui'ento da e#ecução o(erecendo e $restando caução su(iciente e idAnea arbitrada $elo jui& e $restada nos $ró$rios autos. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. -.* de *@@5< B .*. -.5/G. A i'$ugnação não ter! e(eito sus$ensivo $odendo o jui& atribuir/l+e tal e(eito desde que relevantes seus (unda'entos e o $rossegui'ento da e#ecução seja 'ani(esta'ente suscet%vel de causar ao e#ecutado grave dano de di(%cil ou incerta re$aração.< ou na (alta deste o seu re$resentante legal ou $essoal'ente $or 'andado ou $elo correio $odendo o(erecer i'$ugnação querendo no $ra&o de quin&e dias..*.o . 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< B 1o Para e(eito do dis$osto no inciso II do ca$ut deste artigo considera/se ta'b"' ine#ig%vel o t%tulo judicial (undado e' lei ou ato nor'ativo declarados inconstitucionais $elo 6u$re'o >ribunal Federal ou (undado e' a$licação ou inter$retação da lei ou ato nor'ativo tidas $elo 6u$re'o >ribunal Federal co'o inco'$at%veis co' a Constituição Federal.* de *@@5< III W $en+ora incorreta ou avaliação errAnea2 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< C W e#cesso de e#ecução2 7Inclu%do $ela Lei n9 11.o A decisão que resolver a i'$ugnação " recorr%vel 'ediante agravo de instru'ento salvo quando i'$ortar e#tinção da e#ecução caso e' que caber! a$elação.observado o dis$osto no art.* de *@@5< B *o Caso o o(icial de justiça não $ossa $roceder 0 avaliação $or de$ender de con+eci'entos es$eciali&ados o jui& de i'ediato no'ear! avaliador assinando/l+e breve $ra&o $ara a entrega do laudo.inciso II desta Lei e#$edir/se/! 'andado de $en+ora e avaliação.* de *@@5< B 1o Fo auto de $en+ora e de avaliação ser! de i'ediato inti'ado o e#ecutado na $essoa de seu advogado 7arts.*.* de *@@5< B *o Juando o e#ecutado alegar que o e#eqMente e' e#cesso de e#ecução $leiteia quantia su$erior 0 resultante da sentença cu'$rir/l+e/! declarar de i'ediato o valor que entende correto sob $ena de rejeição li'inar dessa i'$ugnação.* de *@@5< B -o E(etuado o $aga'ento $arcial no $ra&o $revisto no ca$ut deste artigo a 'ulta de de& $or cento incidir! sobre o restante.* de *@@5< . 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*.* de *@@5< IC W ilegiti'idade das $artes2 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*.* de *@@5< Art.*.*.* de *@@5< B 5o Não sendo requerida a e#ecução no $ra&o de seis 'eses o jui& 'andar! arquivar os autos se' $reju%&o de seu desarquiva'ento a $edido da $arte. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*.*.= e *.*.*.*.*.

*..* de *@@5< II W (ica se' e(eito sobrevindo acórdão que 'odi(ique ou anule a sentença objeto da e#ecução restituindo/se as $artes ao estado anterior e liquidados eventuais $reju%&os nos 'es'os autos $or arbitra'ento2 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< II W nos casos de e#ecução $rovisória e' que $enda agravo de instru'ento junto ao 6u$re'o >ribunal Federal ou ao 6u$erior >ribunal de Oustiça 7art.o Ao requerer a e#ecução $rovisória o e#equente instruir! a $etição co' có$ias autenticadas das seguintes $eças do $rocesso $odendo o advogado declarar a autenticidade sob sua res$onsabilidade $essoal: 78edação dada $ela Lei n9 1*.*.* de *@@5< I W a sentença $ro(erida no $rocesso civil que recon+eça a e#ist1ncia de obrigação de (a&er não (a&er entregar coisa ou $agar quantia2 7Inclu%do $ela Lei n9 11.5/N.* de *@@5< B 1o No caso do inciso II do ca$ut deste artigo se a sentença $rovisória (or 'odi(icada ou anulada a$enas e' $arte so'ente nesta (icar! se' e(eito a e#ecução.* de *@@5< I W quando nos casos de cr"dito de nature&a ali'entar ou decorrente de ato il%cito at" o li'ite de sessenta ve&es o valor do sal!rio/'%ni'o o e#eqMente de'onstrar situação de necessidade2 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< IC W a sentença arbitral2 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< C W o acordo e#trajudicial de qualquer nature&a +o'ologado judicial'ente2 7Inclu%do $ela Lei n9 11.Art. 5--< salvo quando da dis$ensa $ossa 'ani(esta'ente resultar risco de grave dano de di(%cil ou incerta re$aração.*. -.*.* de *@@5< CII W o (or'al e a certidão de $artil+a e#clusiva'ente e' relação ao inventariante aos +erdeiros e aos sucessores a t%tulo singular ou universal. A e#ecução $rovisória da sentença (ar/se/! no que couber do 'es'o 'odo que a de(initiva observadas as seguintes nor'as: 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< Art..5/O< incluir! a orde' de citação do devedor no ju%&o c%vel $ara liquidação ou e#ecução con(or'e o caso.** de *@1@< B .*..5/.*.*. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. -.* de *@@5< III W o levanta'ento de de$ósito e' din+eiro e a $r!tica de atos que i'$orte' alienação de $ro$riedade ou dos quais $ossa resultar grave dano ao e#ecutado de$ende' de caução su(iciente e idAnea arbitrada de $lano $elo jui& e $restada nos $ró$rios autos.* de *@@5< Par!gra(o 3nico.* de *@@5< B *o A caução a que se re(ere o inciso III do ca$ut deste artigo $oder! ser dis$ensada: 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< 7Cide Lei n9 1*. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*.*.*.* de *@@5< I W corre $or iniciativa conta e res$onsabilidade do e#eqMente que se obriga se a sentença (or re(or'ada a re$arar os danos que o e#ecutado +aja so(rido2 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*.*.** de *@1@< I W sentença ou acórdão e#eqMendo2 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< III W a sentença +o'ologatória de conciliação ou de transação ainda que inclua 'at"ria não $osta e' ju%&o2 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< CI W a sentença estrangeira +o'ologada $elo 6u$erior >ribunal de Oustiça2 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*.*.* de *@@5< II W a sentença $enal condenatória transitada e' julgado2 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*.*.* de *@@5< . Nos casos dos incisos II IC e CI o 'andado inicial 7art. 6ão t%tulos e#ecutivos judiciais: 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*.*. -.

cu'$ri'ento da sentença e(etuar/se/! $erante: 7Inclu%do $ela Lei n9 11. -. Juando a indeni&ação $or ato il%cito incluir $restação de ali'entos o jui& quanto a esta $arte $oder! ordenar ao devedor constituição de ca$ital cuja renda assegure o $aga'ento do valor 'ensal da $ensão.*. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. No caso do inciso II do ca$ut deste artigo o e#eqMente $oder! o$tar $elo ju%&o do local onde se encontra' bens sujeitos 0 e#$ro$riação ou $elo do atual do'ic%lio do e#ecutado casos e' que a re'essa dos autos do $rocesso ser! solicitada ao ju%&o de orige'. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*. jui& $oder! substituir a constituição do ca$ital $ela inclusão do bene(ici!rio da $restação e' (ol+a de $aga'ento de entidade de direito $3blico ou de e'$resa de direito $rivado de notória ca$acidade econA'ica ou a requeri'ento do devedor $or (iança banc!ria ou garantia real e' valor a ser arbitrado de i'ediato $elo jui&. A$lica'/se subsidiaria'ente ao cu'$ri'ento da sentença no que couber as nor'as que rege' o $rocesso de e#ecução de t%tulo e#trajudicial.*.* de *@@5< Art.*.=.*.s ali'entos $ode' ser (i#ados to'ando $or base o sal!rio/'%ni'o.*. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*.* de *@@5< +1+2L( I? &( PR(CESS( N(S +RI-2NAIS CAP1+2L( I &A 2NIB(R0IDA34( &A J2RISPR2&8NCIA Art. -.*.* de *@@5< I W os tribunais nas causas de sua co'$et1ncia origin!ria2 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< II W o ju%&o que $rocessou a causa no $ri'eiro grau de jurisdição2 7Inclu%do $ela Lei n9 11.5/8.7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< Par!gra(o 3nico.II W certidão de inter$osição do recurso não dotado de e(eito sus$ensivo2 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< III W o ju%&o c%vel co'$etente quando se tratar de sentença $enal condenatória de sentença arbitral ou de sentença estrangeira. -.* de *@@5< B 1o Este ca$ital re$resentado $or i'óveis t%tulos da d%vida $3blica ou a$licaç)es (inanceiras e' banco o(icial ser! inalien!vel e i'$en+or!vel enquanto durar a obrigação do devedor. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< B -o .*.* de *@@5< C W (acultativa'ente outras $eças $rocessuais que o e#eqMente considere necess!rias.* de *@@5< Art.*.* de *@@5< B 5o Cessada a obrigação de $restar ali'entos o jui& 'andar! liberar o ca$ital cessar o desconto e' (ol+a ou cancelar as garantias $restadas. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. .*. Co'$ete a qualquer jui& ao dar o voto na tur'a cK'ara ou gru$o de cK'aras solicitar o $ronuncia'ento $r"vio do tribunal acerca da inter$retação do direito quando: I / veri(icar que a seu res$eito ocorre diverg1ncia2 .* de *@@5< IC W decisão de +abilitação se (or o caso2 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*.o 6e sobrevier 'odi(icação nas condiç)es econA'icas $oder! a $arte requerer con(or'e as circunstKncias redução ou au'ento da $restação.* de *@@5< B . 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< III W $rocuraç)es outorgadas $elas $artes2 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@5< Art.5/J. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*.*.5/P. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*.*.* de *@@5< B *o . -.

. A +o'ologação obedecer! ao que dis$user o 8egi'ento Interno do 6u$re'o >ribunal Federal.s regi'entos internos dis$orão sobre a $ublicação no órgão o(icial das s3'ulas de juris$rud1ncia $redo'inante. -. -.. Par!gra(o 3nico. Ginist"rio P3blico e as $essoas jur%dicas de direito $3blico res$ons!veis $ela edição do ato questionado se assi' o requerere' $oderão 'ani(estar/se no incidente de inconstitucionalidade observados os $ra&os e condiç)es (i#ados no 8egi'ento Interno do >ribunal. tribunal recon+ecendo a diverg1ncia dar! a inter$retação a ser observada cabendo a cada jui& e'itir o seu voto e' e#$osição (unda'entada. B 1o . Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 :.?=? de 1:::< B *o . -?*.5= de 1::?< Art. -. 8e'etida a có$ia do acórdão a todos os ju%&es o $residente do tribunal designar! a sessão de julga'ento. II FA FECLA8ATZ. 1@.?=? de 1:::< B . .. Par!gra(o 3nico. 6e a alegação (or rejeitada $rosseguir! o julga'ento2 se (or acol+ida ser! lavrado o acórdão a (i' de ser sub'etida a questão ao tribunal $leno. A $arte $oder! ao arra&oar o recurso ou e' $etição avulsa requerer (unda'entada'ente que o julga'ento obedeça ao dis$osto neste artigo.NALIFAFE Art. Art.?=? de 1:::< CAP1+2L( III &A /(0(L(=A34( &E SEN+EN3A ES+RAN=EIRA Art.. FE INC. .?.s titulares do direito de $ro$ositura re(eridos no art. . -?-. Art. E' qualquer caso ser! ouvido o c+e(e do Ginist"rio P3blico que (unciona $erante o tribunal.o . ArgMida a inconstitucionalidade de lei ou de ato nor'ativo do $oder $3blico o relator ouvido o Ginist"rio P3blico sub'eter! a questão 0 tur'a ou cK'ara a que tocar o con+eci'ento do $rocesso. julga'ento to'ado $elo voto da 'aioria absoluta dos 'e'bros que integra' o tribunal ser! objeto de s3'ula e constituir! $recedente na uni(or'i&ação da juris$rud1ncia. da Constituição $oderão 'ani(estar/se $or escrito sobre a questão constitucional objeto de a$reciação $elo órgão es$ecial ou $elo Pleno do >ribunal no $ra&o (i#ado e' 8egi'ento sendo/ l+es assegurado o direito de a$resentar 'e'oriais ou de $edir a juntada de docu'entos. 8econ+ecida a diverg1ncia ser! lavrado o acórdão indo os autos ao $residente do tribunal $ara designar a sessão de julga'ento. -?. -?1.N6>I>DCI. Art. CAPQ>DL.s órgãos (racion!rios dos tribunais não sub'eterão ao $len!rio ou ao órgão es$ecial a argMição de inconstitucionalidade quando j! +ouver $ronuncia'ento destes ou do $len!rio do 6u$re'o >ribunal Federal sobre a questão. A sentença $ro(erida $or tribunal estrangeiro não ter! e(ic!cia no Hrasil senão de$ois de +o'ologada $elo 6u$re'o >ribunal Federal. 7Inclu%do $ela Lei n9 :. Par!gra(o 3nico. relator considerando a relevKncia da 'at"ria e a re$resentatividade dos $ostulantes $oder! ad'itir $or des$ac+o irrecorr%vel a 'ani(estação de outros órgãos ou entidades. 7Inclu%do $ela Lei n9 :. Par!gra(o 3nico. A e#ecução (ar/se/! $or carta de sentença e#tra%da dos autos da +o'ologação e obedecer! 0s regras estabelecidas $ara a e#ecução da sentença nacional da 'es'a nature&a.II / no julga'ento recorrido a inter$retação (or diversa da que I+e +aja dado outra tur'a cK'ara gru$o de cK'aras ou cK'aras c%veis reunidas. .:. -?@.. 7Inclu%do $ela Lei n9 :. Par!gra(o 3nico. Art. A secretaria distribuir! a todos os ju%&es có$ia do acórdão.

&A A34( RESCIS7RIA Art.@ 7trinta< $ara res$onder aos ter'os da ação.s atos judiciais que não de$ende' de sentença ou e' que esta (or 'era'ente +o'ologatória $ode' ser rescindidos co'o os atos jur%dicos e' geral nos ter'os da lei civil. relator 'andar! citar o r"u assinando/l+e $ra&o nunca in(erior a 15 7quin&e< dias ne' su$erior a . A $etição inicial ser! elaborada co' observKncia dos requisitos essenciais do art. ajui&a'ento da ação rescisória não i'$ede o cu'$ri'ento da sentença ou acórdão rescindendo ressalvada a concessão caso i'$rescind%veis e sob os $ressu$ostos $revistos e' lei de 'edidas de nature&a cautelar ou anteci$atória de tutela. . . -:1. 6er! inde(erida a $etição inicial: I / nos casos $revistos no art. -?. 78edação dada $ela Lei n9 11. .. . *?* devendo o autor: I / cu'ular ao $edido de rescisão se (or o caso o de novo julga'ento da causa2 II / de$ositar a i'$ortKncia de 5L 7cinco $or cento< sobre o valor da causa a t%tulo de 'ulta caso a ação seja $or unani'idade de votos declarada inad'iss%vel ou i'$rocedente. -??. A sentença de '"rito transitada e' julgado $ode ser rescindida quando: I / se veri(icar que (oi dada $or $revaricação concussão ou corru$ção do jui&2 II / $ro(erida $or jui& i'$edido ou absoluta'ente inco'$etente2 III / resultar de dolo da $arte vencedora e' detri'ento da $arte vencida ou de colusão entre as $artes a (i' de (raudar a lei2 IC / o(ender a coisa julgada2 C / violar literal dis$osição de lei2 Cl / se (undar e' $rova cuja (alsidade ten+a sido a$urada e' $rocesso cri'inal ou seja $rovada na $ró$ria ação rescisória2 Cll / de$ois da sentença o autor obtiver docu'ento novo cuja e#ist1ncia ignorava ou de que não $Ade (a&er uso ca$a& $or si só de I+e assegurar $ronuncia'ento (avor!vel2 CIII / +ouver (unda'ento $ara invalidar con(issão desist1ncia ou transação e' que se baseou a sentença2 II / (undada e' erro de (ato resultante de atos ou de docu'entos da causa2 B 1o N! erro quando a sentença ad'itir u' (ato ine#istente ou quando considerar ine#istente u' (ato e(etiva'ente ocorrido.CAP1+2L( I.*?@ de *@@=< Art. *:52 II / quando não e(etuado o de$ósito e#igido $elo art. -:@. Art. Não se a$lica o dis$osto no no II 0 Dnião ao Estado ao Gunic%$io e ao Ginist"rio P3blico. >e' legiti'idade $ara $ro$or a ação: I / que' (oi $arte no $rocesso ou o seu sucessor a t%tulo universal ou singular2 II / o terceiro juridica'ente interessado2 III / o Ginist"rio P3blico: a< se não (oi ouvido no $rocesso e' que I+e era obrigatória a intervenção2 b< quando a sentença " o e(eito de colusão das $artes a (i' de (raudar a lei. -?=. Art. -?? II. B *o 4 indis$ens!vel nu' co'o noutro caso que não ten+a +avido controv"rsia ne' $ronuncia'ento judicial sobre o (ato. Art. Findo o $ra&o co' ou se' res$osta observar/se/! no que couber o dis$osto no Livro I >%tulo CIII Ca$%tulos IC e C. Art. Par!gra(o 3nico. -?5. -?:. Art.

@.?* de *@@=<. -:-. B *o . 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. Art. -:5.5* de *@@1< Art. -:.? de 1::@< I / a$elação2 II / agravo2 78edação dada $ela Lei n9 ?. I FA6 FI6P.. Juando o dis$ositivo do acórdão contiver julga'ento $or 'aioria de votos e julga'ento unKni'e e (ore' inter$ostos e'bargos in(ringentes o $ra&o $ara recurso e#traordin!rio ou recurso es$ecial relativa'ente ao julga'ento unKni'e (icar! sobrestado at" a inti'ação da decisão nos e'bargos. -:*. II / nos Estados con(or'e dis$user a nor'a de .:5@ de 1::-< III / e'bargos in(ringentes2 IC / e'bargos de declaração2 C / recurso ordin!rio2 Cl / recurso es$ecial2 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.@.. I F. Ginist"rio P3blico te' legiti'idade $ara recorrer assi' no $rocesso e' que " $arte co'o naqueles e' que o(iciou co'o (iscal da lei.? de 1::@< CIII / e'bargos de diverg1ncia e' recurso es$ecial e e' recurso e#traordin!rio. Oulgando $rocedente a ação o tribunal rescindir! a sentença $ro(erir! se (or o caso novo julga'ento e deter'inar! a restituição do de$ósito2 declarando inad'iss%vel ou i'$rocedente a ação a i'$ortKncia do de$ósito reverter! a (avor do r"u se' $reju%&o do dis$osto no art.@.@. -::. Art. 6ão cab%veis os seguintes recursos: 78edação dada $ela Lei n9 ?.Art. 6endo $or"' vencidos autor e r"u ao recurso . -:=.. -:. *@..? de 1::@< Art. Art. -:?.:5@ de 1::-< Art.5* de *@@1< Par!gra(o 3nico. 6e os (atos alegados $elas $artes de$endere' de $rova o relator delegar! a co'$et1ncia ao jui& de direito da co'arca onde deva ser $rodu&ida (i#ando $ra&o de -5 7quarenta e cinco< a :@ 7noventa< dias $ara a devolução dos autos. E' seguida os autos subirão ao relator $rocedendo/se ao julga'ento: I / no 6u$re'o >ribunal Federal e no 6u$erior >ribunal de Oustiça na (or'a dos seus regi'entos internos2 78edação dada $ela Lei n9 11. 5@@.. recurso $ode ser inter$osto $ela $arte vencida $elo terceiro $rejudicado e $elo Ginist"rio P3blico. 55? desta Lei. >Q>DL. Cada $arte inter$or! o recurso inde$endente'ente no $ra&o e observadas as e#ig1ncias legais. Conclu%da a instrução ser! aberta vista sucessiva'ente ao autor e ao r"u $elo $ra&o de 1@ 7de&< dias $ara ra&)es (inais. .6ITUE6 RE8AI6 Art.6 CAPQ>DL. Art. .rgani&ação Oudici!ria. .? de 1::@< Cll / recurso e#traordin!rio2 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. Juando não (ore' inter$ostos e'bargos in(ringentes o $ra&o relativo 0 $arte unKni'e da decisão ter! co'o dia de in%cio aquele e' que transitar e' julgado a decisão $or 'aioria de votos. 78edação dada $ela Lei n9 1@. B 1o Cu'$re ao terceiro de'onstrar o ne#o de interde$end1ncia entre o seu interesse de intervir e a relação jur%dica sub'etida 0 a$reciação judicial. 78edação dada $ela Lei n9 ?. recurso e#traordin!rio e o recurso es$ecial não i'$ede' a e#ecução da sentença2 a inter$osição do agravo de instru'ento não obsta o anda'ento do $rocesso ressalvado o dis$osto no art.6 8ECD86. direito de $ro$or ação rescisória se e#tingue e' * 7dois< anos contados do trKnsito e' julgado da decisão.

.. 5@. Art. A sentença $ode ser i'$ugnada no todo ou e' $arte. Art.? de 1::@< III / não ser! con+ecido se +ouver desist1ncia do recurso $rinci$al ou se (or ele declarado inad'iss%vel ou deserto. Art. No $ra&o $ara a inter$osição do recurso a $etição ser! $rotocolada e' cartório ou segundo a nor'a de organi&ação judici!ria ressalvado o dis$osto no B *o do art. . 5@*.. $ra&o $ara a inter$osição do recurso a$lic!vel e' todos os casos o dis$osto no art. 5@. Par!gra(o 3nico. 78edação dada $ela Lei n9 :. Fos des$ac+os não cabe recurso. Par!gra(o 3nico.< Par!gra(o 3nico.< I / ser! inter$osto $erante a autoridade co'$etente $ara ad'itir o recurso $rinci$al no $ra&o de que a $arte dis$)e $ara res$onder2 78edação dada $ela Lei n9 ?. 6e durante o $ra&o $ara a inter$osição do recurso sobrevier o (aleci'ento da $arte ou de seu advogado ou ocorrer 'otivo de (orça 'aior que sus$enda o curso do $rocesso ser! tal $ra&o restitu%do e' $roveito da $arte do +erdeiro ou do sucessor contra que' co'eçar! a correr nova'ente de$ois da inti'ação. 5*5 desta Lei. 5@5.@.5< Art. A $arte que aceitar e#$ressa ou tacita'ente a sentença ou a decisão não $oder! recorrer. 5@-. recurso adesivo (ica subordinado ao recurso $rinci$al e se rege $elas dis$osiç)es seguintes: 78edação dada $ela Lei n9 5. . Art.1. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:. Art.*...de 1:. Na a$elação nos e'bargos in(ringentes no recurso ordin!rio no recurso es$ecial no recurso e#traordin!rio e nos e'bargos de diverg1ncia o $ra&o $ara inter$or e $ara res$onder " de 15 7quin&e< dias.:*5 de 1:. 5@=. 51@. 78evogado $ela Lei n9 =. recurso inter$osto $or u' dos litisconsortes a todos a$roveita salvo se distintos ou o$ostos os seus interesses.*. 5@?. 78edação dada $ela Lei n9 5.= de *@@=< Par!gra(o 3nico. 78edação dada $ela Lei n9 11.*.:5@ de 1::-< II / ser! ad'iss%vel na a$elação nos e'bargos in(ringentes no recurso e#traordin!rio e no recurso es$ecial2 78edação dada $ela Lei n9 ?. 78edação dada $ela Lei n9 11.< Art.. Ao recurso adesivo se a$lica' as 'es'as regras do recurso inde$endente quanto 0s condiç)es de ad'issibilidade $re$aro e julga'ento no tribunal su$erior.5= de 1::?< . 1?. 511. 5@:.e seus $ar!gra(os contar/se/! da data: I / da leitura da sentença e' audi1ncia2 II / da inti'ação 0s $artes quando a sentença não (or $ro(erida e' audi1ncia2 III / da $ublicação do dis$ositivo do acórdão no órgão o(icial.:*5 de 1:. 5@1. Considera/se aceitação t!cita a $r!tica se' reserva algu'a de u' ato inco'$at%vel co' a vontade de recorrer.= de *@@=< Art. >ransitado e' julgado o acórdão o escrivão ou secret!rio inde$endente'ente de des$ac+o $rovidenciar! a bai#a dos autos ao ju%&o de orige' no $ra&o de 5 7cinco< dias. No ato de inter$osição do recurso o recorrente co'$rovar! quando e#igido $ela legislação $ertinente o res$ectivo $re$aro inclusive $orte de re'essa e de retorno sob $ena de deserção. recorrente $oder! a qualquer te'$o se' a anu1ncia do recorrido ou dos litisconsortes desistir do recurso.. A ren3ncia ao direito de recorrer inde$ende da aceitação da outra $arte. 78edação dada $ela Lei n9 11.= de *@@=< Art.. Art. . Navendo solidariedade $assiva o recurso inter$osto $or u' devedor a$roveitar! aos outros quando as de(esas o$ostas ao credor I+es (ore' co'uns. Art.inter$osto $or qualquer deles $oder! aderir a outra $arte.:5@ de 1::-< Par!gra(o 3nico. 78edação dada $ela Lei n9 ?.

= de *@@=< Art. B *o Juando o $edido ou a de(esa tiver 'ais de u' (unda'ento e o jui& acol+er a$enas u' deles a a$elação devolver! ao tribunal o con+eci'ento dos de'ais.. B 1o 6erão $or"' objeto de a$reciação e julga'ento $elo tribunal todas as quest)es suscitadas e discutidas no $rocesso ainda que a sentença não as ten+a julgado $or inteiro. e *=:<. *=. Provando o a$elante justo i'$edi'ento o jui& relevar! a $ena de deserção (i#ando/l+e $ra&o $ara e(etuar o $re$aro. Art.:5@ de 1::-< Art.= de *@@=< B *o A$resentada a res$osta " (acultado ao jui& e' cinco dias o ree#a'e dos $ressu$ostos de ad'issibilidade do recurso. 51.. Par!gra(o 3nico. . 51*.:5@ de 1::-< B 1o .B 1o 6ão dis$ensados de $re$aro os recursos inter$ostos $elo Ginist"rio P3blico $ela Dnião $elos Estados e Gunic%$ios e res$ectivas autarquias e $elos que go&a' de isenção legal. 51=. 51. 7Inclu%do $ela Lei n9 :. julga'ento $ro(erido $elo tribunal substituir! a sentença ou a decisão recorrida no que tiver sido objeto de recurso. jui& não receber! o recurso de a$elação quando a sentença estiver e' con(or'idade co' s3'ula do 6u$erior >ribunal de Oustiça ou do 6u$re'o >ribunal Federal. A a$elação inter$osta $or $etição dirigida ao jui& conter!: I / os no'es e a quali(icação das $artes2 II / os (unda'entos de (ato e de direito2 III / o $edido de nova decisão. 78edação dada $ela Lei n9 ?. 51:.5* de *@@1< B -o Constatando a ocorr1ncia de nulidade san!vel o tribunal $oder! deter'inar a reali&ação ou renovação do ato $rocessual inti'adas as $artes2 cu'$rida a dilig1ncia se'$re que $oss%vel $rosseguir! o julga'ento da a$elação. Inter$osta a a$elação o jui& declarando os e(eitos e' que a recebe 'andar! dar vista ao a$elado $ara res$onder. A decisão re(erida neste artigo ser! irrecorr%vel cabendo ao tribunal a$reciar/l+e a legiti'idade.*. 78edação dada $ela Lei n9 ?.*.. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. CAP1+2L( II &A APELA34( Art. As quest)es de (ato não $ro$ostas no ju%&o in(erior $oderão ser suscitadas na a$elação se a $arte $rovar que dei#ou de (a&1/lo $or 'otivo de (orça 'aior. Fa sentença caber! a$elação 7arts. 515. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@. 78evogado $ela Lei n9 ?.:5@ de 1::-< Par!gra(o 3nico. 78enu'erado $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*. Fica' ta'b"' sub'etidas ao tribunal as quest)es anteriores 0 sentença ainda não decididas. Art.5= de 1::?< Art. 51-. B . *=.:5@ de 1::-< . 7Inclu%do $ela Lei n9 11.:5@ de 1::-< Art...5= de 1::?< B *o A insu(ici1ncia no valor do $re$aro i'$licar! deserção se o recorrente inti'ado não vier a su$ri/lo no $ra&o de cinco dias. 51?.o Nos casos de e#tinção do $rocesso se' julga'ento do '"rito 7art.< o tribunal $ode julgar desde logo a lide se a causa versar questão e#clusiva'ente de direito e estiver e' condiç)es de i'ediato julga'ento.= de *@@=< Art. 78edação dada $ela Lei n9 ?. A a$elação devolver! ao tribunal o con+eci'ento da 'at"ria i'$ugnada. 7Par!gra 3nico renu'erado $ela Lei n9 :.

. 5**.: de 1::5< Art.:*5 de 1:.. 78edação dada $ela Lei n9 :.Art.: de 1::5< . 5*.: de 1::5< B *o Inter$osto o agravo e ouvido o agravado no $ra&o de 1@ 7de&< dias o jui& $oder! re(or'ar sua decisão..1?.* de *@@5< IC / decidir o $rocesso cautelar2 78edação dada $ela Lei n9 5.1. 6er! no entanto recebida só no e(eito devolutivo quando inter$osta de sentença que:78edação dada $ela Lei n9 5. agravo retido inde$ende de $re$aro. 5*5.. de 1::=< CII W con(ir'ar a anteci$ação dos e(eitos da tutela2 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.1.:5@ de 1::-< CI / julgar $rocedente o $edido de instituição de arbitrage'. 5*@.: de 1::5< Art. -5.< nele e#$ostas sucinta'ente as ra&)es do agravante.: de 1::5< Art.*.@. A a$elação ser! recebida e' seu e(eito devolutivo e sus$ensivo.78edação dada $ela Lei n9 11. agravo de instru'ento ser! dirigido direta'ente ao tribunal co'$etente atrav"s de $etição co' os seguintes requisitos: 78edação dada $ela Lei n9 :.1. 78edação dada $ela Lei n9 :. Na 'odalidade de agravo retido o agravante requerer! que o tribunal dele con+eça $reli'inar'ente $or ocasião do julga'ento da a$elação.5* de *@@1< Art.< C / rejeitar li'inar'ente e'bargos 0 e#ecução ou julg!/los i'$rocedentes2 78edação dada $ela Lei n9 ?.5* de *@@1< B . 78edação dada $ela Lei n9 11.1.< I / +o'ologar a divisão ou a de'arcação2 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 1:.: de 1::5< II / as ra&)es do $edido de re(or'a da decisão2 78edação dada $ela Lei n9 :.o Fas decis)es interlocutórias $ro(eridas na audi1ncia de instrução e julga'ento caber! agravo na (or'a retida devendo ser inter$osto oral e i'ediata'ente be' co'o constar do res$ectivo ter'o 7art. 78edação dada $ela Lei n9 :.: de 1::5< I / a e#$osição do (ato e do direito2 78edação dada $ela Lei n9 :. 5*-. CAP1+2L( III &( A=RA..1?.1.1.78edação dada $ela Lei n9 1@. A $etição de agravo de instru'ento ser! instru%da: 78edação dada $ela Lei n9 :.: de 1::5< B 1o Não se con+ecer! do agravo se a $arte não requerer e#$ressa'ente nas ra&)es ou na res$osta da a$elação sua a$reciação $elo >ribunal.:*5 de 1:.1?. de *@@5< B -o 78evogado $ela Lei n9 11.< II / condenar 0 $restação de ali'entos2 78edação dada $ela Lei n9 5.. .< III / 78evogado $ela Lei n9 11. 8ecebida a a$elação e' a'bos os e(eitos o jui& não $oder! inovar no $rocesso2 recebida só no e(eito devolutivo o a$elado $oder! $ro'over desde logo a e#ecução $rovisória da sentença e#traindo a res$ectiva carta.1..: de 1::5< III / o no'e e o endereço co'$leto dos advogados constantes do $rocesso.( 78edação dada $ela Lei n9 :. de *@@5< Par!gra(o 3nico. .1.. 7Inclu%do $ela Lei n9 :.1. 5*1. 7Inclu%do $ela Lei n9 :. de *@@5< Art.:*5 de 1:. Fas decis)es interlocutórias caber! agravo no $ra&o de 1@ 7de&< dias na (or'a retida salvo quando se tratar de decisão suscet%vel de causar 0 $arte lesão grave e de di(%cil re$aração be' co'o nos casos de inad'issão da a$elação e nos relativos aos e(eitos e' que a a$elação " recebida quando ser! ad'itida a sua inter$osição $or instru'ento.

78edação dada $ela Lei n9 11. 78edação dada $ela Lei n9 :.1?.6 INF8INREN>E6 . de *@@5< CI / ulti'adas as $rovid1ncias re(eridas nos incisos III a C do ca$ut deste artigo 'andar! ouvir o Ginist"rio P3blico se (or o caso $ara que se $ronuncie no $ra&o de 1@ 7de&< dias.@ 7trinta< dias da inti'ação do agravado o relator $edir! dia $ara julga'ento. .I / obrigatoria'ente co' có$ias da decisão agravada da certidão da res$ectiva inti'ação e das $rocuraç)es outorgadas aos advogados do agravante e do agravado2 78edação dada $ela Lei n9 :. de *@@5< Par!gra(o 3nico. 7tr1s< dias requerer! juntada aos autos do $rocesso de có$ia da $etição do agravo de instru'ento e do co'$rovante de sua inter$osição assi' co'o a relação dos docu'entos que instru%ra' o recurso. 7Inclu%do $ela Lei n9 :.: de 1::5< B 1o Aco'$an+ar! a $etição o co'$rovante do $aga'ento das res$ectivas custas e do $orte de retorno quando devidos con(or'e tabela que ser! $ublicada $elos tribunais.5* de *@@1< II / converter! o agravo de instru'ento e' agravo retido salvo quando se tratar de decisão suscet%vel de causar 0 $arte lesão grave e de di(%cil re$aração be' co'o nos casos de inad'issão da a$elação e nos relativos aos e(eitos e' que a a$elação " recebida 'andando re'eter os autos ao jui& da causa2 78edação dada $ela Lei n9 11. IC F.2 78edação dada $ela Lei n9 1@.: de 1::5< II / (acultativa'ente co' outras $eças que o agravante entender 3teis.6 EGHA8R. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.1.. 8ecebido o agravo de instru'ento no tribunal e distribu%do incontinenti. .5* de *@@1< C / 'andar! inti'ar o agravado na 'es'a o$ortunidade $or o(%cio dirigido ao seu advogado sob registro e co' aviso de recebi'ento $ara que res$onda no $ra&o de 1@ 7de&< dias 7art. A decisão li'inar $ro(erida nos casos dos incisos II e III do ca$ut deste artigo so'ente " $ass%vel de re(or'a no 'o'ento do julga'ento do agravo salvo se o $ró$rio relator a reconsiderar..1?. não cu'$ri'ento do dis$osto neste artigo desde que argMido e $rovado $elo agravado i'$orta inad'issibilidade do agravo.negar/l+e/! segui'ento li'inar'ente nos casos do art. 6e o jui& co'unicar que re(or'ou inteira'ente a decisão o relator considerar! $rejudicado o agravo. 78edação dada $ela Lei n9 11..1.5* de *@@1< I .: de 1::5< Par!gra(o 3nico.: de 1::5< B *o No $ra&o do recurso a $etição ser! $rotocolada no tribunal ou $ostada no correio sob registro co' aviso de recebi'ento ou ainda inter$osta $or outra (or'a $revista na lei local.1?.. E' $ra&o não su$erior a .: de 1::5< Art.1. de *@@5< III W $oder! atribuir e(eito sus$ensivo ao recurso 7art.1?. 5*.1. 55?< ou de(erir e' anteci$ação de tutela total ou $arcial'ente a $retensão recursal co'unicando ao jui& sua decisão2 78edação dada $ela Lei n9 1@.1. agravante no $ra&o de . o relator: 78edação dada $ela Lei n9 1@. 5*:. 5*?. 7Inclu%do $ela Lei n9 :. 78edação dada $ela Lei n9 :.1.5* de *@@1< IC W $oder! requisitar in(or'aç)es ao jui& da causa que as $restar! no $ra&o de 1@ 7de&< dias2 78edação dada $ela Lei n9 1@.: de 1::5< Art. 55. de *@@5< Art.1. 78edação dada $ela Lei n9 :.. 5*=.5* de *@@1< Art. 5*5 B *o< (acultando/l+e juntar a docu'entação que entender conveniente sendo que nas co'arcas sede de tribunal e naquelas e' que o e#$ediente (orense (or divulgado no di!rio o(icial a inti'ação (ar/se/! 'ediante $ublicação no órgão o(icial2 78edação dada $ela Lei n9 11. 78edação dada $ela Lei n9 :..: de 1::5< CAPQ>DL.

6e o desacordo (or $arcial os e'bargos serão restritos 0 'at"ria objeto da diverg1ncia.-.. 78edação dada $ela Lei n9 ?. 78edação dada $ela Lei n9 1@.:5@ de 1::-< Art.*. Na reiteração de e'bargos $rotelatórios a 'ulta " elevada a at" 1@L 7de& $or cento< (icando condicionada a inter$osição de qualquer outro recurso ao de$ósito do valor res$ectivo. 5. 78evogado $ela Lei n9 ?.:5@ de 1::-< CAP1+2L( . Cabe' e'bargos in(ringentes quando o acórdão não unKni'e +ouver re(or'ado e' grau de a$elação a sentença de '"rito ou +ouver julgado $rocedente ação rescisória. 6erão julgados e' recurso ordin!rio: 78edação dada $ela Lei n9 ?..s e'bargos de declaração interro'$e' o $ra&o $ara a inter$osição de outros recursos $or qualquer das $artes.. .5* de *@@1< CAPQ>DL.:5@ de 1::-< II / (or o'itido $onto sobre o qual devia $ronunciar/se o jui& ou tribunal.1.78edação dada $ela Lei n9 1@.?. Fa decisão que não ad'itir os e'bargos caber! agravo e' 5 7cinco< dias $ara o órgão co'$etente $ara o julga'ento do recurso. C F. 78edação dada $ela Lei n9 ?.@. 5. 5. Ad'itidos os e'bargos serão $rocessados e julgados con(or'e dis$user o regi'ento do tribunal.6 EGHA8R. . 78edação dada $ela Lei n9 ?. Cabe' e'bargos de declaração quando: 78edação dada $ela Lei n9 ?.:5@ de 1::-< II / $elo 6u$erior >ribunal de Oustiça:78edação dada $ela Lei n9 ?.. 78edação dada $ela Lei n9 ?. Juando 'ani(esta'ente $rotelatórios os e'bargos o jui& ou o tribunal declarando que o são condenar! o e'bargante a $agar ao e'bargado 'ulta não e#cedente de 1L 7u' $or cento< sobre o valor da causa. 78edação dada $ela Lei n9 1@.. 78edação dada $ela Lei n9 ?.78edação dada $ela Lei n9 ?.5.. Caso a nor'a regi'ental deter'ine a escol+a de novo relator esta recair! se $oss%vel e' jui& que não +aja $artici$ado do julga'ento anterior. 5. 5.:5@ de 1::-< I / +ouver na sentença ou no acórdão obscuridade ou contradição2 78edação dada $ela Lei n9 ?.:5@ de 1::-< Par!gra(o 3nico.:5@ de 1::-< . 5.6 FE FECLA8ATZ. 5.5* de *@@1< Art.:5@ de 1::-< Art.:5@ de 1::-< I / $elo 6u$re'o >ribunal Federal os 'andados de segurança os +abeas data e os 'andados de injunção decididos e' 3nica instKncia $elos >ribunais su$eriores quando denegatória a decisão2 78edação dada $ela Lei n9 ?.=. 5.5* de *@@1< Par!gra(o 3nico.:5@ de 1::-< Art.Art.:5@ de 1::-< Se56o I &os Recursos (rdinErios Art. Art. 78edação dada $ela Lei n9 1@.5* de *@@1< Art. . Inter$ostos os e'bargos abrir/se/! vista ao recorrido $ara contra/ra&)es2 a$ós o relator do acórdão e'bargado a$reciar! a ad'issibilidade do recurso.. jui& julgar! os e'bargos e' 5 7cinco< dias2 nos tribunais o relator a$resentar! os e'bargos e' 'esa na sessão subseqMente $ro(erindo voto.:5@ de 1::-< Art. 5.I &(S REC2RS(S PARA ( S2PRE0( +RI-2NAL BE&ERAL E ( S2PERI(R +RI-2NAL &E J2S+I3A 78edação dada $ela Lei n9 ?.s e'bargos serão o$ostos no $ra&o de 5 7cinco< dias e' $etição dirigida ao jui& ou relator co' indicação do $onto obscuro contraditório ou o'isso não estando sujeitos a $re$aro.. 5.:5@ de 1::-< Art.:.

78evigorado e alterado $ela Lei n9 ?. 5-..1*. Nas causas re(eridas no inciso II al%nea b caber! agravo das decis)es interlocutórias. 5-@. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.78edação dada $ela Lei n9 11.:5@ de 1::-< I / a e#$osição do (ato e do direito2 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.a< os 'andados de segurança decididos e' 3nica instKncia $elos >ribunais 8egionais Federais ou $elos >ribunais dos Estados e do Fistrito Federal e >erritórios quando denegatória a decisão2 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.:5@ de 1::-< Par!gra(o 3nico. 78edação dada $ela Lei n9 ?.:5@ de 1::-< Art.:5@ de 1..1*... Ad'itidos a'bos os recursos os autos serão re'etidos ao 6u$erior >ribunal de Oustiça. Aos recursos 'encionados no artigo anterior a$lica/se quanto aos requisitos de ad'issibilidade e ao $rocedi'ento no ju%&o de orige' o dis$osto nos Ca$%tulos II e III deste >%tulo observando/se no 6u$re'o >ribunal Federal e no 6u$erior >ribunal de Oustiça o dis$osto nos seus regi'entos internos. 78edação dada $ela Lei n9 1@. 78evigorado e co' redação dada $ela Lei n9 ?..:5@ de 1::-< B . 7Inclu%do $ela Lei n9 :.:5@ de 1::-< Se56o II &o Recurso EJtraordinErio e do Recurso Especial 78edação dada $ela Lei n9 ?.1::-< B 1o Conclu%do o julga'ento do recurso es$ecial serão os autos re'etidos ao 6u$re'o >ribunal Federal $ara a$reciação do recurso e#traordin!rio se este não estiver $rejudicado. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.:5@ de 1::-< Il / a de'onstração do cabi'ento do recurso inter$osto2 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.s recursos e#traordin!rio e es$ecial serão recebidos no e(eito devolutivo.5= de 1::?< Art.:5@ de 1::-< III / as ra&)es do $edido de re(or'a da decisão recorrida.5* de *@@1< B 1o Findo esse $ra&o serão os autos conclusos $ara ad'issão ou não do recurso no $ra&o de 15 7quin&e< dias e' decisão (unda'entada.1::-< .:5@ de 1::-< B *o . recurso e#traordin!rio ou o recurso es$ecial quando inter$ostos contra decisão interlocutória e' $rocesso de con+eci'ento cautelar ou e'bargos 0 e#ecução (icar! retido nos autos e so'ente ser! $rocessado se o reiterar a $arte no $ra&o $ara a inter$osição do recurso contra a decisão (inal ou $ara as contra/ra&)es. Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. 5-1.:5@ de 1.:5@ de 1::-< b< as causas e' que (ore' $artes de u' lado Estado estrangeiro ou organis'o internacional e do outro Gunic%$io ou $essoa residente ou do'iciliada no Pa%s. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?..-1 de *@@=<. Juando o recurso (undar/se e' diss%dio juris$rudencial o recorrente (ar! a $rova da diverg1ncia 'ediante certidão có$ia autenticada ou $ela citação do re$ositório de juris$rud1ncia o(icial ou credenciado inclusive e' '%dia eletrAnica e' que tiver sido $ublicada a decisão divergente ou ainda $ela re$rodução de julgado dis$on%vel na Internet co' indicação da res$ectiva (onte 'encionando e' qualquer caso as circunstKncias que identi(ique' ou asse'el+e' os casos con(rontados.:5@ de 1::-< Art.o . recurso e#traordin!rio e o recurso es$ecial nos casos $revistos na Constituição Federal serão inter$ostos $erante o $residente ou o vice/$residente do tribunal recorrido e' $etiç)es distintas que conterão: 78evigorado co' nova redação $ela Lei n9 ?. 5-*. 8ecebida a $etição $ela secretaria do tribunal ser! inti'ado o recorrido abrindo/se/l+e vista $ara a$resentar contra/ra&)es. .:5@ de 1::-< Par!gra(o 3nico.

-1? de *@@=<.1::-< Art.-1? de *@@=<. B . 7Inclu%do $ela Lei n9 11.:5@ de 1. 7Inclu%do $ela Lei n9 11./H. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.1*. Art./A. 6u$re'o >ribunal Federal e' decisão irrecorr%vel não con+ecer! do recurso e#traordin!rio quando a questão constitucional nele versada não o(erecer re$ercussão geral nos ter'os deste artigo.-1? de *@@=<.-1? de *@@=<.B *o Na +i$ótese de o relator do recurso es$ecial considerar que o recurso e#traordin!rio " $rejudicial 0quele e' decisão irrecorr%vel sobrestar! o seu julga'ento e re'eter! os autos ao 6u$re'o >ribunal Federal $ara o julga'ento do recurso e#traordin!rio. B 1o Para e(eito da re$ercussão geral ser! considerada a e#ist1ncia ou não de quest)es relevantes do $onto de vista econA'ico $ol%tico social ou jur%dico que ultra$asse' os interesses subjetivos da causa. B =o . 5-..o No caso do $ar!gra(o anterior se o relator do recurso e#traordin!rio e' decisão irrecorr%vel não o considerar $rejudicial devolver! os autos ao 6u$erior >ribunal de Oustiça $ara o julga'ento do recurso es$ecial. B -o 6e a >ur'a decidir $ela e#ist1ncia da re$ercussão geral $or no '%ni'o 7quatro< votos (icar! dis$ensada a re'essa do recurso ao Plen!rio.-1? de *@@=<. B . .o Naver! re$ercussão geral se'$re que o recurso i'$ugnar decisão contr!ria a s3'ula ou juris$rud1ncia do'inante do >ribunal. 8elator $oder! ad'itir na an!lise da re$ercussão geral a 'ani(estação de terceiros subscrita $or $rocurador +abilitado nos ter'os do 8egi'ento Interno do 6u$re'o >ribunal Federal. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. recorrente dever! de'onstrar e' $reli'inar do recurso $ara a$reciação e#clusiva do 6u$re'o >ribunal Federal a e#ist1ncia da re$ercussão geral. 78evigorado e alterado $ela Lei n9 ?.:5@ de 1. B 5o Negada a e#ist1ncia da re$ercussão geral a decisão valer! $ara todos os recursos sobre 'at"ria id1ntica que serão inde(eridos li'inar'ente salvo revisão da tese tudo nos ter'os do 8egi'ento Interno do 6u$re'o >ribunal Federal.-1? de *@@=<.-1? de *@@=<. B -o Gantida a decisão e ad'itido o recurso $oder! o 6u$re'o >ribunal Federal nos ter'os do 8egi'ento Interno cassar ou re(or'ar li'inar'ente o acórdão contr!rio 0 orientação (ir'ada. B *o Negada a e#ist1ncia de re$ercussão geral os recursos sobrestados considerar/ se/ão auto'atica'ente não ad'itidos.-1? de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. B *o . B . 5-. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. .-1? de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 78evigorado e alterado $ela Lei n9 ?.-1? de *@@=<.o A 63'ula da decisão sobre a re$ercussão geral constar! de ata que ser! $ublicada no Fi!rio .o Oulgado o '"rito do recurso e#traordin!rio os recursos sobrestados serão a$reciados $elos >ribunais >ur'as de Dni(or'i&ação ou >ur'as 8ecursais que $oderão declar!/los $rejudicados ou retratar/se..(icial e valer! co'o acórdão.-1? de *@@=<.-1? de *@@=<.1::-< B .1*. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Juando +ouver 'ulti$licidade de recursos co' (unda'ento e' id1ntica controv"rsia a an!lise da re$ercussão geral ser! $rocessada nos ter'os do 8egi'ento Interno do 6u$re'o >ribunal Federal observado o dis$osto neste artigo. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.-1? de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. B 1o Caber! ao >ribunal de orige' selecionar u' ou 'ais recursos re$resentativos da controv"rsia e enca'in+!/los ao 6u$re'o >ribunal Federal sobrestando os de'ais at" o $ronuncia'ento de(initivo da Corte. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.

=.* de *@@?<. B ?o Na +i$ótese $revista no inciso II do B . B 1o Caber! ao $residente do tribunal de orige' ad'itir u' ou 'ais recursos re$resentativos da controv"rsia os quais serão enca'in+ados ao 6u$erior >ribunal de Oustiça (icando sus$ensos os de'ais recursos es$eciais at" o $ronuncia'ento de(initivo do 6u$erior >ribunal de Oustiça. 78edação dada $ela Lei n9 1*. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.o deste artigo 'antida a decisão divergente $elo tribunal de orige' (ar/se/! o e#a'e de ad'issibilidade do recurso es$ecial.* de *@@?<. B . 78edação dada $ela Lei n9 1*.=. 5--.o .=. Não ad'itido o recurso e#traordin!rio ou o recurso es$ecial caber! agravo nos $ró$rios autos no $ra&o de 1@ 7de&< dias.=.=.* de *@@?<. Juando +ouver 'ulti$licidade de recursos co' (unda'ento e' id1ntica questão de direito o recurso es$ecial ser! $rocessado nos ter'os deste artigo.* de *@@?<. B *o Não adotada a $rovid1ncia descrita no B 1o deste artigo o relator no 6u$erior >ribunal de Oustiça ao identi(icar que sobre a controv"rsia j! e#iste juris$rud1ncia do'inante ou que a 'at"ria j! est! a(eta ao colegiado $oder! deter'inar a sus$ensão nos tribunais de segunda instKncia dos recursos nos quais a controv"rsia esteja estabelecida.=.** de *@1@< . I / terão segui'ento denegado na +i$ótese de o acórdão recorrido coincidir co' a orientação do 6u$erior >ribunal de Oustiça2 ou 7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@?<.* de *@@?<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. relator $oder! solicitar in(or'aç)es a sere' $restadas no $ra&o de quin&e dias aos tribunais (ederais ou estaduais a res$eito da controv"rsia. B 5o 8ecebidas as in(or'aç)es e se (or o caso a$ós cu'$rido o dis$osto no B o ./C. B . agravante dever! inter$or u' agravo $ara cada recurso não ad'itido.* de *@@?<.o Publicado o acórdão do 6u$erior >ribunal de Oustiça os recursos es$eciais sobrestados na orige': 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.-1? de *@@=<.** de *@1@< B 1o . B :o . 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 6u$erior >ribunal de Oustiça e os tribunais de segunda instKncia regula'entarão no K'bito de suas co'$et1ncias os $rocedi'entos relativos ao $rocessa'ento e julga'ento do recurso es$ecial nos casos $revistos neste artigo. B -o .. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.=.* de *@@?<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.deste artigo ter! vista o Ginist"rio P3blico $elo $ra&o de quin&e dias. 8egi'ento Interno do 6u$re'o >ribunal Federal dis$or! sobre as atribuiç)es dos Ginistros das >ur'as e de outros órgãos na an!lise da re$ercussão geral.B 5o . 7Inclu%do $ela Lei n9 11.. relator con(or'e dis$user o regi'ento interno do 6u$erior >ribunal de Oustiça e considerando a relevKncia da 'at"ria $oder! ad'itir 'ani(estação de $essoas órgãos ou entidades co' interesse na controv"rsia. B =o >ranscorrido o $ra&o $ara o Ginist"rio P3blico e re'etida có$ia do relatório aos de'ais Ginistros o $rocesso ser! inclu%do e' $auta na seção ou na Corte Es$ecial devendo ser julgado co' $re(er1ncia sobre os de'ais (eitos ressalvados os que envolva' r"u $reso e os $edidos de habeas corpus. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.=.=.* de *@@?<.=. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Art.=. II / serão nova'ente e#a'inados $elo tribunal de orige' na +i$ótese de o acórdão recorrido divergir da orientação do 6u$erior >ribunal de Oustiça.* de *@@?<. Art. 5-.=. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.7Inclu%do $ela Lei n9 11.* de *@@?<.* de *@@?<.

** de *@1@< Art.. Fistribu%dos os autos subirão no $ra&o de -? 7quarenta e oito< +oras 0 conclusão do relator que de$ois de estud!/los os restituir! 0 secretaria co' o seu [visto[ .=. E' seguida subir! o agravo ao tribunal su$erior onde ser! $rocessado na (or'a regi'ental..** de *@1@< II / con+ecer do agravo $ara: 7inclu%do $ela Lei n9 1*. 78edação dada $ela Lei n9 1*.*@@1< B .** de *@1@< a< negar/l+e $rovi'ento se correta a decisão que não ad'itiu o recurso2 7inclu%do $ela Lei n9 1*. ..78evigorado e alterado $ela Lei n9 ?.*@@1< Art.1*.. Art. agravado ser! inti'ado de i'ediato $ara no $ra&o de 1@ 7de&< dias o(erecer res$osta.. 78edação dada $ela Lei n9 1*.* de ? de 'aio de *@@?.1*.B *o A $etição de agravo ser! dirigida 0 $resid1ncia do tribunal de orige' não de$endendo do $aga'ento de custas e des$esas $ostais.1*..1::-< CAP1+2L( . 5-.1::-< I / e' recurso es$ecial divergir do julga'ento de outra tur'a da seção ou do órgão es$ecial2 78evigorado e alterado $ela Lei n9 ?.:5@ de 1. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@.s autos re'etidos ao tribunal serão registrados no $rotocolo no dia de sua entrada cabendo 0 secretaria veri(icar/l+es a nu'eração das (ol+as e orden!/los $ara distribuição.1*. Far/se/! a distribuição de acordo co' o regi'ento interno do tribunal observando/se os $rinc%$ios da $ublicidade da alternatividade e do sorteio.1*.1*.. .** de *@1@< c< dar $rovi'ento ao recurso se o acórdão recorrido estiver e' con(ronto co' s3'ula ou juris$rud1ncia do'inante no tribunal. .. deste Código e no que couber na Lei no 11. Par!gra(o 3nico.s serviços de $rotocolo $oderão a crit"rio do tribunal ser descentrali&ados 'ediante delegação a o(%cios de justiça de $ri'eiro grau. 5-:.bservar/se/! no recurso de e'bargos o $rocedi'ento estabelecido no regi'ento interno. . 7inclu%do $ela Lei n9 1*..II &A (R&E0 &(S PR(CESS(S N( +RI-2NAL Art.:5@ de 1.:5@ de 1..:5@ de 1. 78edação dada $ela Lei n9 1@. 5-?. agravado ser! inti'ado de i'ediato $ara no $ra&o de 1@ 7de&< dias o(erecer res$osta $odendo instru%/la co' có$ias das $eças que entender conveniente.1::-< Par!gra(o 3nico. 5-5. .** de *@1@< Art. 4 e'barg!vel a decisão da tur'a que: 78evigorado e alterado $ela Lei n9 ?.** de *@1@< B -o No 6u$re'o >ribunal Federal e no 6u$erior >ribunal de Oustiça o julga'ento do agravo obedecer! ao dis$osto no res$ectivo regi'ento interno $odendo o relator: 78edação dada $ela Lei n9 1*...5* de *=..5* de *=. 55.1::-< Il / e' recurso e#traordin!rio divergir do julga'ento da outra tur'a ou do $len!rio. 5-. 5-=. E' seguida os autos serão re'etidos 0 su$erior instKncia observando/se o dis$osto no art.o . Fa decisão do relator que não con+ecer do agravo negar/l+e $rovi'ento ou decidir desde logo o recurso não ad'itido na orige' caber! agravo no $ra&o de 5 7cinco< dias ao órgão co'$etente observado o dis$osto nos BB 1o e *o do art.** de *@1@< I / não con+ecer do agravo 'ani(esta'ente inad'iss%vel ou que não ten+a atacado es$eci(ica'ente os (unda'entos da decisão agravada2 7inclu%do $ela Lei n9 1*.** de *@1@< b< negar segui'ento ao recurso 'ani(esta'ente inad'iss%vel $rejudicado ou e' con(ronto co' s3'ula ou juris$rud1ncia do'inante no tribunal2 7inclu%do $ela Lei n9 1*... 78evigorado e alterado $ela Lei n9 ?..

. 551.*@@1< B *o Não se considerando +abilitado a $ro(erir i'ediata'ente seu voto a qualquer jui& " (acultado $edir vista do $rocesso devendo devolv1/lo no $ra&o de 1@ 7de&< dias contados da data e' que o recebeu2 o julga'ento $rosseguir! na 1a 7$ri'eira< sessão ordin!ria subseqMente 0 devolução dis$ensada nova $ublicação e' $auta. . B *o .. No julga'ento de a$elação ou de agravo a decisão ser! to'ada na cK'ara ou tur'a $elo voto de . B 1o 6er! revisor o jui& que se seguir ao relator na orde' descendente de antigMidade. 78edação dada $ela Lei n9 1@. Art.5* de *=.:5@ de 1.78edação dada $ela Lei n9 11.correndo relevante questão de direito que (aça conveniente $revenir ou co'$or diverg1ncia entre cK'aras ou tur'as do tribunal $oder! o relator $ro$or seja o recurso julgado $elo órgão colegiado que o regi'ento indicar2 recon+ecendo o interesse $3blico na assunção de co'$et1ncia esse órgão colegiado julgar! o recurso. Art. Pro(eridos os votos o $residente anunciar! o resultado do julga'ento designando $ara redigir o acórdão o relator ou se este (or vencido o autor do $ri'eiro voto vencedor. 55-. revisor a$or! nos autos o seu [visto[ cabendo/l+e $edir dia $ara julga'ento. B 1o Entre a data da $ublicação da $auta e a sessão de julga'ento 'ediar! $elo 'enos o es$aço de -? 7quarenta e oito< +oras. 555. >ratando/se de a$elação de e'bargos in(ringentes e de ação rescisória os autos serão conclusos ao revisor. . 7tr1s< ju%&es.5* de *=.o No caso do B *o deste artigo não devolvidos os autos no $ra&o ne' solicitada e#$ressa'ente sua $rorrogação $elo jui& o $residente do órgão julgador requisitar! o $rocesso e reabrir! o julga'ento na sessão ordin!ria subseqMente co' $ublicação e' $auta.s autos serão e' seguida a$resentados ao $residente que designar! dia $ara julga'ento 'andando $ublicar a $auta no órgão o(icial.o 6alvo caso de (orça 'aior $artici$ar! do julga'ento do recurso o jui& que +ouver lançado o [visto[ nos autos.o Nos recursos inter$ostos nas causas de $rocedi'entos su'!rios de des$ejo e nos casos de inde(eri'ento li'inar da $etição inicial não +aver! revisor. 55*..1::-< Art.*@@1< B 1o . B .78edação dada $ela Lei n9 ?. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.1*. 55@. . 55=.*?@ de *@@=< Art. Art.1*. Nos e'bargos in(ringentes e na ação rescisória devolvidos os autos $elo relator a secretaria do tribunal e#$edir! có$ias autenticadas do relatório e as distribuir! entre os ju%&es que co'$usere' o tribunal co'$etente $ara o julga'ento. Art. B *o A(i#ar/se/! a $auta na entrada da sala e' que se reali&ar a sessão de julga'ento. Na sessão de julga'ento de$ois de (eita a e#$osição da causa $elo relator o $residente se o recurso não (or de e'bargos declaratórios ou de agravo de instru'ento dar! a $alavra sucessiva'ente ao recorrente e ao recorrido $elo $ra&o i'$rorrog!vel de 15 7quin&e< 'inutos $ara cada u' a (i' de sustentare' as ra&)es do recurso.*?@ de *@@=< B .Par!gra(o 3nico.s recursos inter$ostos nas causas de $rocedi'ento su'!rio deverão ser julgados no tribunal dentro de -@ 7quarenta< dias. . 55.1*. Art. B . relator (ar! nos autos u'a e#$osição dos $ontos controvertidos sobre que versar o recurso..7Inclu%do $ela Lei n9 1@.

:5@ de 1. 6e tivere' subscrito o requeri'ento os advogados de todos os interessados a $re(er1ncia ser! concedida $ara a $ró$ria sessão.78edação dada $ela Lei n9 5. . Par!gra(o 3nico..1@.Par!gra(o 3nico.1::?< Art. 5=1.-1: de *@@=<. Lavrado o acórdão serão as suas conclus)es $ublicadas no órgão o(icial dentro de 1@ 7de&< dias.. Art.. 55:. >odo acórdão conter! e'enta.1*...1::5< Par!gra(o 3nico. 5=@.1::5< Art.11.5= de 1. 5*@. A$licar/se/! o dis$osto neste artigo as +i$óteses do art.@. 8ejeitada a $reli'inar ou se co' ela (or co'$at%vel a a$reciação do '"rito seguir/se/ão a discussão e julga'ento da 'at"ria $rinci$al $ronunciando/se sobre esta os ju%&es vencidos na $reli'inar.: de .. Fesejando $ro(erir sustentação oral $oderão os advogados requerer que na sessão i'ediata seja o (eito julgado e' $ri'eiro lugar se' $reju%&o das $re(er1ncias legais. Art.1::-< Art. 78edação dada $ela Lei n9 ?. 78edação dada $ela Lei n9 :. 7Inclu%do $ela Lei n9 :.< Par!gra(o 3nico..1::?< B *o Juando 'ani(esta'ente inad'iss%vel ou in(undado o agravo o tribunal condenar! o agravante a $agar ao agravado 'ulta entre u' e de& $or cento do valor corrigido da causa (icando a inter$osição de qualquer outro recurso condicionada ao de$ósito do res$ectivo valor. ..1*. 7Inclu%do $ela Lei n9 :. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.1*. 78edação dada $ela Lei n9 :. Pre(erir! aos de'ais o recurso cujo julga'ento ten+a sido iniciado. 6e a'bos os recursos +ouvere' de ser julgados na 'es'a sessão ter! $reced1ncia o agravo. 55?.1.. relator negar! segui'ento a recurso 'ani(esta'ente inad'iss%vel i'$rocedente $rejudicado ou e' con(ronto co' s3'ula ou co' juris$rud1ncia do'inante do res$ectivo tribunal do 6u$re'o >ribunal Federal ou de >ribunal 6u$erior.s votos acórdãos e de'ais atos $rocessuais $ode' ser registrados e' arquivo eletrAnico inviol!vel e assinados eletronica'ente na (or'a da lei devendo ser i'$ressos $ara juntada aos autos do $rocesso quando este não (or eletrAnico.@..5= de 1. 55. 5=*.1::?< B 1o/A 6e a decisão recorrida estiver e' 'ani(esto con(ronto co' s3'ula ou co' juris$rud1ncia do'inante do 6u$re'o >ribunal Federal ou de >ribunal 6u$erior o relator $oder! dar $rovi'ento ao recurso. Jualquer questão $reli'inar suscitada no julga'ento ser! decidida antes do '"rito deste não se con+ecendo se inco'$at%vel co' a decisão daquela. Art. . relator $oder! a requeri'ento do agravante nos casos de $risão civil adjudicação re'ição de bens levanta'ento de din+eiro se' caução idAnea e e' outros casos dos quais $ossa resultar lesão grave e de di(%cil re$aração sendo relevante a (unda'entação sus$ender o cu'$ri'ento da decisão at" o $ronuncia'ento de(initivo da tur'a ou cK'ara. Art. Par!gra(o 3nico. 5=.5= de 1.:*5 de 19.1@. 78edação dada $ela Lei n9 :.1. A a$elação não ser! inclu%da e' $auta antes do agravo de instru'ento inter$osto no 'es'o $rocesso..:*5 de 19. . 7Inclu%do $ela Lei n9 :.1*. Cersando a $reli'inar sobre nulidade su$r%vel o tribunal +avendo necessidade converter! o julga'ento e' dilig1ncia ordenando a re'essa dos autos ao jui& a (i' de ser sanado o v%cio.: de .1:.1:. 78edação dada $ela Lei n9 5.5= de 1.< Art.11.. 5=5. Art.1*.1::?< B 1o Fa decisão caber! agravo no $ra&o de cinco dias ao órgão co'$etente $ara o julga'ento do recurso e se não +ouver retratação o relator a$resentar! o $rocesso e' 'esa $ro(erindo voto2 $rovido o agravo o recurso ter! segui'ento.. 5=-.

1*..1.:*5 de 19.1@. 5.< I / o devedor recon+ecido co'o tal no t%tulo e#ecutivo2 78edação dada $ela Lei n9 5. de 1. de 1.. .< II / o es$ólio os +erdeiros ou os sucessores do devedor2 78edação dada $ela Lei n9 5.LI. Juando o jui& decidir relação jur%dica sujeita a condição ou ter'o o credor não $oder! e#ecutar a sentença se' $rovar que se reali&ou a condição ou que ocorreu o ter'o. Pode' ta'b"' $ro'over a e#ecução ou nela $rosseguir: I / o es$ólio os +erdeiros ou os sucessores do credor se'$re que $or 'orte deste I+es (or trans'itido o direito resultante do t%tulo e#ecutivo2 II / o cession!rio quando o direito resultante do t%tulo e#ecutivo I+e (oi trans(erido $or ato entre vivos2 III / o sub/rogado nos casos de sub/rogação legal ou convencional.1:. 5=:. Art.1@. B *o 6e a escol+a couber ao credor este a indicar! na $etição inicial da e#ecução. 5.*.*.1:.1@.* de *@@5< Art. 5. 78edação dada $ela Lei n9 5.1@. 5=. 6ão sujeitos $assivos na e#ecução:78edação dada $ela Lei n9 5.1::-< Art.1*..< IC / o (iador judicial2 78edação dada $ela Lei n9 5. Art. B 1o Fevolver/se/! ao credor a o$ção se o devedor não a e#ercitou no $ra&o 'arcado.:5.@.. Nas obrigaç)es alternativas quando a escol+a couber ao devedor este ser! citado $ara e#ercer a o$ção e reali&ar a $restação dentro e' 1@ 7de&< dias se outro $ra&o não I+e (oi deter'inado e' lei no contrato ou na sentença.< III / o novo devedor que assu'iu co' o consenti'ento do credor a obrigação resultante do t%tulo e#ecutivo2 78edação dada $ela Lei n9 5. credor te' a (aculdade de desistir de toda a e#ecução ou de a$enas algu'as 'edidas e#ecutivas.. 5=?. 78evogado $ela Lei n9 11.< C / o res$ons!vel tribut!rio assi' de(inido na legislação $ró$ria..:*5 de 19. Na desist1ncia da e#ecução observar/se/! o seguinte: 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. .< Art..1::-< b< nos de'ais casos a e#tinção de$ender! da concordKncia do e'bargante.:*5 de 19.1:..1@.. Art.:*5 de 19.1::-< a< serão e#tintos os e'bargos que versare' a$enas sobre quest)es $rocessuais $agando o credor as custas e os +onor!rios advocat%cios2 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. de 1. 5==.:*5 de 19.. 5. Art.:5.1:.1:...1@.:*5 de 19. Pode' $ro'over a e#ecução (orçada: I / o credor a que' a lei con(ere t%tulo e#ecutivo2 II / o Ginist"rio P3blico nos casos $rescritos e' lei.R( II &( PR(CESS( &E E?EC234( +1+2L( I &A E?EC234( E0 =ERAL CAP1+2L( I &AS PAR+ES Art. 4 l%cito ao credor sendo o 'es'o o devedor cu'ular v!rias e#ecuç)es ainda que (undadas e' t%tulos di(erentes desde que $ara todas elas seja co'$etente o jui& e id1ntica a (or'a do $rocesso. Par!gra(o 3nico.1:.:5.1*.

5?1.GPE>VNCIA Art. Par!gra(o 3nico. credor não $oder! iniciar a e#ecução ou nela $rosseguir se o devedor cu'$rir a obrigação2 'as $oder! recusar o recebi'ento da $restação estabelecida no t%tulo e#ecutivo se ela não corres$onder ao direito ou 0 obrigação2 caso e' que requerer! ao jui& a e#ecução ressalvado ao devedor o direito de e'barg!/la.. CAP1+2L( III &(S REL2ISI+(S NECESS>RI(S PARA REALIDAR L2ALL2ER E?EC234( Se56o I &o Inadi:ple:ento do &evedor Art. 5?. devedor $oder! entretanto e#onerar/se da obrigação de$ositando e' ju%&o a $restação ou a coisa2 caso e' que o jui& sus$ender! a e#ecução não $er'itindo que o credor a receba se' cu'$rir a contra$restação que I+e tocar. 5. credor ressarcir! ao devedor os danos que este so(reu quando a sentença $assada e' julgado declarar ine#istente no todo ou e' $arte a obrigação que deu lugar 0 e#ecução.5? de *.. 5?5 Cl< ser! $ro$osta no (oro do do'ic%lio do r"u2 se não o tiver no de sua resid1ncia ou no do lugar onde (or encontrado.*. Art. 5?@.. A e#ecução $ode ser instaurada caso o devedor não satis(aça a obrigação certa l%quida e e#ig%vel consubstanciada e' t%tulo e#ecutivo. CAPQ>DL..Art.5. 78evogado $ela Lei n9 11. Na e#ecução (iscal a Fa&enda P3blica $oder! escol+er o (oro de qualquer u' dos devedores quando +ouver 'ais de u' ou o (oro de qualquer dos do'ic%lios do r"u2 a ação $oder! ainda ser $ro$osta no (oro do lugar e' que se $raticou o ato ou ocorreu o (ato que deu orige' 0 d%vida e'bora nele não 'ais resida o r"u ou ainda no (oro da situação dos bens quando a d%vida deles se originar. II FA C. Art.5? de *. 5.?* de *@@=<. 78evogado $ela Lei n9 11.=... 6e'$re que $ara e(etivar a e#ecução (or necess!rio o e'$rego da (orça $olicial o jui& a requisitar!. A e#ecução (undada e' t%tulo judicial $rocessar/se/! $erante: I / os tribunais su$eriores nas causas de sua co'$et1ncia origin!ria2 II / o ju%&o que decidiu a causa no $ri'eiro grau de jurisdição2 III / 78evogado $ela Lei n9 1@. . 78edação dada $ela Lei n9 1@. .*@@1< IC / o ju%&o c%vel co'$etente quando o t%tulo e#ecutivo (or sentença $enal condenatória ou sentença arbitral. . Art. A e#ecução (undada e' t%tulo e#trajudicial ser! $rocessada $erante o ju%&o co'$etente na con(or'idade do dis$osto no Livro I >%tulo IC Ca$%tulos II e III. 5.*@@1< Art.. 5?*..-.. 78edação dada $ela Lei n9 11. 5. A e#ecução (iscal 7art.. Art.1*. 5.* de *@@5< . E' todos os casos e' que " de(eso a u' contraente antes de cu'$rida a sua obrigação e#igir o i'$le'ento da do outro não se $roceder! 0 e#ecução se o devedor se $ro$)e satis(a&er a $restação co' 'eios considerados idAneos $elo jui& 'ediante a e#ecução da contra$restação $elo credor e este se' justo 'otivo recusar a o(erta.1*.?* de *@@=< Art. Par!gra(o 3nico.?* de *@@=< Art. Não dis$ondo a lei de 'odo diverso o jui& deter'inar! os atos e#ecutivos e os o(iciais de justiça os cu'$rirão. 5. 5?-. 78evogado $ela Lei n9 11.?.:. Par!gra(o 3nico. Se56o II &o +ítulo EJecutivo Art.

. B 1o A $ro$ositura de qualquer ação relativa ao d"bito constante do t%tulo e#ecutivo não inibe o credor de $ro'over/l+e a e#ecução..1::-< B *o Não de$ende' de +o'ologação $elo 6u$re'o >ribunal Federal $ara sere' e#ecutados os t%tulos e#ecutivos e#trajudiciais oriundos de $a%s estrangeiro.. 5?5..:*5 de 19. CIII / todos os de'ais t%tulos a que $or dis$osição e#$ressa a lei atribuir (orça e#ecutiva.. 5?. &A RESP(NSA-ILI&A&E PA+RI0(NIAL Art.< Art. IC / o cr"dito decorrente de (oro e laud1'io2 78edação dada $ela Lei n9 11. ..1*. 78edação dada $ela Lei n9 11.. 78evogados $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. 4 de(initiva a e#ecução (undada e' t%tulo e#trajudicial2 " $rovisória enquanto $endente a$elação da sentença de i'$roced1ncia dos e'bargos do e#ecutado quando recebidos co' e(eito sus$ensivo 7art.?* de *@@=<. CII / a certidão de d%vida ativa da Fa&enda P3blica da Dnião dos Estados do Fistrito Federal dos >erritórios e dos Gunic%$ios corres$ondente aos cr"ditos inscritos na (or'a da lei2 78edação dada $ela Lei n9 11.:5.. Art. 6ão t%tulos e#ecutivos e#trajudiciais: 78edação dada $ela Lei n9 5.1*.. de 1. . 78edação dada $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11..:*5 de 19..?* de *@@=<.?* de *@@=<.?* de *@@=< B *o 78evogado $ela Lei n9 11. Arts. de 1. t%tulo $ara ter e(ic!cia e#ecutiva +! de satis(a&er aos requisitos de (or'ação e#igidos $ela lei do lugar de sua celebração e indicar o Hrasil co'o o lugar de cu'$ri'ento da obrigação. . devedor res$onde $ara o cu'$ri'ento de suas obrigaç)es co' todos os seus bens $resentes e (uturos salvo as restriç)es estabelecidas e' lei. 5:*.1:.Art. 5?=..?* de *@@=<. 5?? a 5:@.1@.:5.1@. A e#ecução $ara cobrança de cr"dito (undar/se/! se'$re e' t%tulo de obrigação certa l%quida e e#ig%vel. C / o cr"dito docu'ental'ente co'$rovado decorrente de aluguel de i'óvel be' co'o de encargos acessórios tais co'o ta#as e des$esas de condo'%nio278edação dada $ela Lei n9 11...1:. CI / o cr"dito de serventu!rio de justiça de $erito de int"r$rete ou de tradutor quando as custas e'olu'entos ou +onor!rios (ore' a$rovados $or decisão judicial2 78edação dada $ela Lei n9 11.1::-< III / os contratos garantidos $or +i$oteca $en+or anticrese e caução be' co'o os de seguro de vida2 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=< Art.* de *@@5< CAP1+2L( I. 78edação dada $ela Lei n9 ?. 5:1.?* de *@@=<.?* de *@@=<. II / do sócio nos ter'os da lei2 III / do devedor quando e' $oder de terceiros2 .:5..< I / a letra de cK'bio a nota $ro'issória a du$licata a deb1nture e o c+eque2 78edação dada $ela Lei n9 ?.. 78edação dada $ela Lei n9 5.:<.1*. Fica' sujeitos 0 e#ecução os bens: I / do sucessor a t%tulo singular tratando/se de e#ecução (undada e' direito real ou obrigação rei$ersecutória2 78edação dada $ela Lei n9 11.. B 1o 78evogado $ela Lei n9 11.*. de 1..1::-< II / a escritura $3blica ou outro docu'ento $3blico assinado $elo devedor2 o docu'ento $articular assinado $elo devedor e $or duas teste'un+as2 o instru'ento de transação re(erendado $elo Ginist"rio P3blico $ela Fe(ensoria P3blica ou $elos advogados dos transatores278edação dada $ela Lei n9 ?.?* de *@@=<.?* de *@@=<.

< II / se o$)e 'aliciosa'ente 0 e#ecução e'$regando ardis e 'eios arti(iciosos2 78edação dada $ela Lei n9 5. 5::.1@. Art.1:. CAP1+2L( . .:*5 de 19.:*5 de 19. Art. Art. (iador quando e#ecutado $oder! no'ear 0 $en+ora bens livres e dese'bargados do devedor.< III / resiste injusti(icada'ente 0s ordens judiciais2 78edação dada $ela Lei n9 5. es$ólio res$onde $elas d%vidas do (alecido2 'as (eita a $artil+a cada +erdeiro res$onde $or elas na $ro$orção da $arte que na +erança I+e coube..< I / ordenar o co'$areci'ento das $artes278edação dada $ela Lei n9 5. &AS &ISP(SI3GES =ERAIS Art. A$lica'/se subsidiaria'ente 0 e#ecução as dis$osiç)es que rege' o $rocesso de con+eci'ento.. Considera/se e' (raude de e#ecução a alienação ou oneração de bens: I / quando sobre eles $ender ação (undada e' direito real2 II / quando ao te'$o da alienação ou oneração corria contra o devedor de'anda ca$a& de redu&i/lo 0 insolv1ncia2 III / nos de'ais casos e#$ressos e' lei. 5:5. Art.?* de *@@=<.1@.:*5 de 19. Art.:*5 de 19. =@@. jui& $ode e' qualquer 'o'ento do $rocesso:78edação dada $ela Lei n9 5. 5:?.s bens $articulares dos sócios não res$onde' $elas d%vidas da sociedade senão nos casos $revistos e' lei2 o sócio de'andado $elo $aga'ento da d%vida te' direito a e#igir que seja' $ri'eiro e#cutidos os bens da sociedade.:*5 de 19. Art. .IC / do cAnjuge nos casos e' que os seus bens $ró$rios reservados ou de sua 'eação res$onde' $ela d%vida2 C / alienados ou gravados co' Anus real e' (raude de e#ecução.1@..1:.?* de *@@=<. 78edação dada $ela Lei n9 5. 5:=. Par!gra(o 3nico..1@. 5:-. credor que estiver $or direito de retenção na $osse de coisa $ertencente ao devedor não $oder! $ro'over a e#ecução sobre outros bens senão de$ois de e#cutida a coisa que se ac+ar e' seu $oder.. .. Nos casos $revistos no artigo anterior o devedor incidir! e' 'ulta (i#ada $elo jui& e' 'ontante não su$erior a *@L 7vinte $or cento< do valor atuali&ado do d"bito e' e#ecução se' $reju%&o de outras sanç)es de nature&a $rocessual ou . Art. . 5:. 78edação dada $ela Lei n9 11.1@.1@. Considera/se atentatório 0 dignidade da Oustiça o ato do e#ecutado que: 78edação dada $ela Lei n9 11.. 5:. I / (rauda a e#ecução2 78edação dada $ela Lei n9 5.s bens do (iador (icarão $or"' sujeitos 0 e#ecução se os do devedor (ore' insu(icientes 0 satis(ação do direito do credor.< II / advertir ao devedor que o seu $rocedi'ento constitui ato atentatório 0 dignidade da justiça. . (iador que $agar a d%vida $oder! e#ecutar o a(iançado nos autos do 'es'o $rocesso.1:.< Art.1:. B *o A$lica/se aos casos deste artigo o dis$osto no $ar!gra(o 3nico do artigo anterior.< IC / inti'ado não indica ao jui& e' 5 7cinco< dias quais são e onde se encontra' os bens sujeitos 0 $en+ora e seus res$ectivos valores..1:. .:*5 de 19. B 1o Cu'$re ao sócio que alegar o bene(%cio deste artigo no'ear bens da sociedade sitos na 'es'a co'arca livres e dese'bargados quantos baste' $ara $agar o d"bito. ...1:. =@1.

.?* de *@@=<..:*5 de 19. Art.1::-< Par!gra(o 3nico. B *o For'ali&ada $en+ora sobre bens su(icientes $ara cobrir o valor da d%vida ser! deter'inado o cancela'ento das averbaç)es de que trata este artigo relativas 0queles que não ten+a' sido $en+orados. a =11. 78evogados $ela Lei n9 11. . e#eqMente $oder! no ato da distribuição obter certidão co'$robatória do ajui&a'ento da e#ecução co' identi(icação das $artes e valor da causa $ara (ins de averbação no registro de i'óveis registro de ve%culos ou registro de outros bens sujeitos 0 $en+ora ou arresto. B 1o . 78edação dada $ela Lei n9 ?. de 1. ..*. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 78evogado $ela Lei n9 11. Art.*. =1..1:.* de *@@5< CAP1+2L( . 5. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. =@. Art..?* de *@@=<. .I &A LIL2I&A34( &A SEN+EN3A 78evogado $ela Lei n9 11.51 III< reali&a/se a e#ecução no interesse do credor que adquire $ela $en+ora o direito de $re(er1ncia sobre os bens $en+orados. =1-. jui& relevar! a $ena se o devedor se co'$ro'eter a não 'ais $raticar qualquer dos atos de(inidos no artigo antecedente e der (iador idAneo que res$onda ao credor $ela d%vida $rinci$al juros des$esas e +onor!rios advocat%cios. II / co' o de'onstrativo do d"bito atuali&ado at" a data da $ro$ositura da ação quando se tratar de e#ecução $or quantia certa2 78edação dada $ela Lei n9 ?.<...*..* de *@@5< +1+2L( II &AS &I. 8ecaindo 'ais de u'a $en+ora sobre os 'es'os bens cada credor conservar! o seu t%tulo de $re(er1ncia. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Cu'$re ao credor ao requerer a e#ecução $edir a citação do devedor e instruir a $etição inicial: I / co' o t%tulo e#ecutivo e#trajudicial2 78edação dada $ela Lei n9 11. . 7Inclu%do $ela Lei n9 11.ERSAS ESP<CIES &E E?EC234( CAP1+2L( I &AS &ISP(SI3GES =ERAIS Art. 78edação dada $ela Lei n9 5.?* de *@@=<.o Presu'e/se e' (raude 0 e#ecução a alienação ou oneração de bens e(etuada a$ós a averbação 7art.?* de *@@=<. 5:.'aterial 'ulta essa que reverter! e' $roveito do credor e#ig%vel na $ró$ria e#ecução.?* de *@@=<.1*. de 1. 8essalvado o caso de insolv1ncia do devedor e' que te' lugar o concurso universal 7art.1*. =@*. de 1.* de *@@5< Arts. =15. e#eqMente dever! co'unicar ao ju%&o as averbaç)es e(etivadas no $ra&o de 1@ 7de&< dias de sua concreti&ação.1::-< III / co' a $rova de que se veri(icou a condição ou ocorreu o ter'o 7art. Cu'$re ainda ao credor: I / indicar a es$"cie de e#ecução que $re(ere quando $or 'ais de u' 'odo $ode ser e(etuada2 II / requerer a inti'ação do credor $ignorat%cio +i$otec!rio ou anticr"tico ou usu(rutu!rio quando a $en+ora recair sobre bens gravados $or $en+or +i$oteca anticrese ou usu(ruto2 III / $leitear 'edidas acautelatórias urgentes2 IC / $rovar que adi'$liu a contra$restação que I+e corres$onde ou que I+e assegura o cu'$ri'ento se o e#ecutado não (or obrigado a satis(a&er a sua $restação senão 'ediante a contra$restação do credor..*<..1@.1::-< Art. =15/A.:5.< Art. B .:5.:5. =1*.1*.

e#eqMente que $ro'over averbação 'ani(esta'ente indevida indeni&ar! a $arte contr!ria nos ter'os do B *o do art. Ceri(icando o jui& que a $etição inicial est! inco'$leta ou não se ac+a aco'$an+ada dos docu'entos indis$ens!veis 0 $ro$ositura da e#ecução deter'inar! que o credor a corrija no $ra&o de 1@ 7de&< dias sob $ena de ser inde(erida.. Juando $or v!rios 'eios o credor $uder $ro'over a e#ecução o jui& 'andar! que se (aça $elo 'odo 'enos gravoso $ara o devedor.. .1:. 78edação dada $ela Lei n9 1@.. Art..*. =*@. II< a$resentar e'bargos. =*5. =1.< Art. =*1.. 78edação dada $ela Lei n9 1@.?* de *@@=<.1@. Art.*@@*< Art.:5.?* de *@@=<.--.--.. .s tribunais $oderão e#$edir instruç)es sobre o cu'$ri'ento deste artigo. A $ro$ositura da e#ecução de(erida $elo jui& interro'$e a $rescrição 'as a citação do devedor deve ser (eita co' observKncia do dis$osto no art. 4 nula a e#ecução: I / se o t%tulo e#ecutivo e#trajudicial não corres$onder a obrigação certa l%quida e e#ig%vel 7art.. =1?. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@. de 1. =1:. =*.. Fe$ositada a coisa o e#eqMente não $oder! levant!/la antes do julga'ento dos e'bargos.*@@*< Art. .--.de .5. 5?=<2 78edação dada $ela Lei n9 11.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.:*5 de 19.. CAP1+2L( II &A E?EC234( PARA A EN+RE=A &E C(ISA Se56o I &a EntreFa de Coisa Certa Art. Art. =*. jui& ao des$ac+ar a inicial $oder! (i#ar 'ulta $or dia de atraso no cu'$ri'ento da obrigação (icando o res$ectivo valor sujeito a alteração caso se revele insu(iciente ou e#cessivo.5. Art.. *1:. Não sendo a coisa entregue ou de$ositada ne' ad'itidos e'bargos sus$ensivos da e#ecução e#$edir/se/! e' (avor do credor 'andado de i'issão na $osse ou de busca e a$reensão con(or'e se tratar de i'óvel ou de 'óvel.1@. =**. II / se o devedor não (or regular'ente citado2 III / se instaurada antes de se veri(icar a condição ou de ocorrido o ter'o nos casos do art.5..78edação dada $ela Lei n9 5.. A alienação de be' a(orado ou gravado $or $en+or +i$oteca anticrese ou usu(ruto ser! ine(ica& e' relação ao sen+orio direto ou ao credor $ignorat%cio +i$otec!rio anticr"tico ou usu(rutu!rio que não +ouver sido inti'ado. Art.. Art.B -o . B 5o . devedor $oder! de$ositar a coisa e' ve& de entreg!/la quando quiser o$or e'bargos. 1? desta Lei $rocessando/se o incidente e' autos a$artados. 5.*@@*< Par!gra(o 3nico. . 6e o e#ecutado entregar a coisa lavrar/se/! o res$ectivo ter'o e dar/se/! $or (inda a e#ecução salvo se esta tiver de $rosseguir $ara o $aga'ento de (rutos ou ressarci'ento de $reju%&os. credor te' direito a receber al"' de $erdas e danos o valor da coisa quando esta não I+e (or entregue se deteriorou não (or encontrada ou não (or recla'ada do $oder de terceiro adquirente.< Art.1::-< Art.:*5 de 19. 78edação dada $ela Lei n9 ?. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. .de .?* de *@@=<.1*.1:. devedor de obrigação de entrega de coisa certa constante de t%tulo e#ecutivo e#trajudicial ser! citado $ara dentro de 1@ 7de&< dias satis(a&er a obrigação ou seguro o ju%&o 7art. =*=. Alienada a coisa quando j! litigiosa e#$edir/se/! 'andado contra o terceiro adquirente que so'ente ser! ouvido de$ois de de$osit!/la. =*-.de . 78edação dada $ela Lei n9 5. . =1=.

de ..*@@*< Art.=. 78edação dada $ela Lei n9 11. 78edação dada $ela Lei n9 1@. B 1o 78evogado $ela Lei n9 11..5. =.de . Navendo ben(eitorias indeni&!veis (eitas na coisa $elo devedor ou $or terceiros de cujo $oder ela +ouver sido tirada a liquidação $r"via " obrigatória... =*:. ... Juando o objeto da e#ecução (or obrigação de (a&er o devedor ser! citado $ara satis(a&1/la no $ra&o que o jui& I+e assinar se outro não estiver deter'inado no t%tulo e#ecutivo. . Art. 78edação dada $ela Lei n9 11.-. e#eqMente adiantar! as quantias $revistas na $ro$osta que ouvidas as $artes o jui& +ouver a$rovado. =. Se56o II &a EntreFa de Coisa Incerta Art. CAP1+2L( III &A E?EC234( &AS (-RI=A3GES &E BADER E &E N4( BADER Se56o I &a (briFa56o de Ba@er Art..1::-< Art. ..B 1o Não constando do t%tulo o valor da coisa ou sendo i'$oss%vel a sua avaliação o e#eqMente (ar/l+e/! a esti'ativa sujeitando/se ao arbitra'ento judicial.5..:5.?* de *@@=< B =o 78evogado $ela Lei n9 11. =.--.?* de *@@=<.?* de *@@=< B .?* de *@@=<.--..*. =. 6e no $ra&o (i#ado o devedor não satis(i&er a obrigação " l%cito ao credor nos $ró$rios autos do $rocesso requerer que ela seja e#ecutada 0 custa do devedor ou +aver $erdas e danos2 caso e' que ela se converte e' indeni&ação.1*.5..?* de *@@=< B *o 78evogado $ela Lei n9 11.*@@*< B *o 6erão a$urados e' liquidação o valor da coisa e os $reju%&os.1. Par!gra(o 3nico. valor das $erdas e danos ser! a$urado e' liquidação seguindo/se a e#ecução $ara cobrança de quantia certa. A$licar/se/! 0 e#ecução $ara entrega de coisa incerta o estatu%do na seção anterior.?* de *@@=< B . Juando a e#ecução recair sobre coisas deter'inadas $elo g1nero e quantidade o devedor ser! citado $ara entreg!/las individuali&adas se I+e couber a escol+a2 'as se essa couber ao credor este a indicar! na $etição inicial. de 1. 78edação dada $ela Lei n9 1@.?* de *@@=< Art.@. Art. Jualquer das $artes $oder! e' -? 7quarenta e oito< +oras i'$ugnar a escol+a (eita $ela outra e o jui& decidir! de $lano ou se necess!rio ouvindo $erito de sua no'eação.?* de *@@=< B -o 78evogado $ela Lei n9 11. 6e +ouver saldo e' (avor do devedor o credor o de$ositar! ao requerer a entrega da coisa2 se +ouver saldo e' (avor do credor este $oder! cobr!/lo nos autos do 'es'o $rocesso. =. 78edação dada $ela Lei n9 ?. Par!gra(o 3nico.. Prestado o (ato o jui& ouvir! as $artes no $ra&o de 1@ 7de&< dias2 não +avendo i'$ugnação dar! $or cu'$rida a obrigação2 e' caso contr!rio decidir! a i'$ugnação.o 78evogado $ela Lei n9 11.?* de *@@=< B 5o 78evogado $ela Lei n9 11. =. Art. Art.. =.o 78evogado $ela Lei n9 11. 6e o (ato $uder ser $restado $or terceiro " l%cito ao jui& a requeri'ento do e#eqMente decidir que aquele o reali&e 0 custa do e#ecutado.. 6e o contratante não $restar o (ato no $ra&o ou se o $raticar de 'odo inco'$leto ou de(eituoso $oder! o credor requerer ao jui& no $ra&o de 1@ 7de&< dias que o autori&e a conclu%/lo ou a re$ar!/lo $or conta do contratante. =*?.

uvido o contratante no $ra&o de 5 7cinco< dias o jui& 'andar! avaliar o custo das des$esas necess!rias e condenar! o contratante a $ag!/lo. =-*. =-=.. direito de $re(er1ncia ser! e#ercido no $ra&o de 5 7cinco< dias contados da a$resentação da $ro$osta $elo terceiro 7art. =?5/A desta Lei2 78edação dada $ela Lei n9 11...?. .1*.?* de *@@=<. =. A e#$ro$riação consiste: I / na adjudicação e' (avor do e#eqMente ou das $essoas indicadas no B *o do art. =-. 78edação dada $ela Lei n9 ?.. =-.:5. =. . Par!gra(o 3nico.?* de *@@=<..1*. Art.s Se5Ces Precedentes Art. A e#ecução $or quantia certa te' $or objeto e#$ro$riar bens do devedor a (i' de satis(a&er o direito do credor 7art. =. =--. A sentença relativa a obrigação de (a&er ou não (a&er cu'$re/se de acordo co' o art.*. Art. Par!gra(o 3nico. 5:1<. -=1 observando/se subsidiaria'ente o dis$osto neste Ca$%tulo. Navendo recusa ou 'ora do devedor a obrigação $essoal do devedor converter/se/! e' $erdas e danos a$licando/se outrossi' o dis$osto no art.78edação dada $ela Lei n9 11.1::-< Par!gra(o 3nico..$ar!gra(o 3nico<...?* de *@@=<. III / na alienação e' +asta $3blica2 78edação dada $ela Lei n9 11. =. Par!gra(o 3nico.1::-< CAP1+2L( I.?* de *@@=<. Se56o III &as &isposi5Ces Co:uns . IC / no usu(ruto de be' 'óvel ou i'óvel. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.5. Não sendo $oss%vel des(a&er/se o ato a obrigação resolve/se e' $erdas e danos. =-5.* de *@@5< Se56o II &a (briFa56o de N6o Ba@er Art. de 1.. 6e o devedor $raticou o ato a cuja abstenção estava obrigado $ela lei ou $elo contrato o credor requerer! ao jui& que I+e assine $ra&o $ara des(a&1/lo. .: a =-1.*@@*< Art. 6e o credor quiser e#ecutar ou 'andar e#ecutar sob sua direção e vigilKncia as obras e trabal+os necess!rios 0 $restação do (ato ter! $re(er1ncia e' igualdade de condiç)es de o(erta ao terceiro. de 1.--.. =.EN+E Se56o I &a Penhora% da Avalia56o e da EJpropria56o de -ens 78edação dada $ela Lei n9 11..Par!gra(o 3nico.E&(R S(L. Art. 78edação dada $ela Lei n9 1@. Subse56o I &as &isposi5Ces =erais Art..?* de *@@=<.de . Nas obrigaç)es de (a&er quando (or convencionado que o devedor a (aça $essoal'ente o credor $oder! requerer ao jui& que I+e assine $ra&o $ara cu'$ri/la. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.. &A E?EC234( P(R L2AN+IA CER+A C(N+RA &E. 6e o valor da 'ulta estiver $revisto no t%tulo o jui& $oder! redu&i/lo se e#cessivo.?* de *@@=<. Arts. Na e#ecução de obrigação de (a&er ou não (a&er (undada e' t%tulo e#trajudicial o jui& ao des$ac+ar a inicial (i#ar! 'ulta $or dia de atraso no cu'$ri'ento da obrigação e a data a $artir da qual ser! devida. 78evogados $ela Lei n9 11.. Art... Navendo recusa ou 'ora do devedor o credor requerer! ao jui& que 'ande des(a&er o ato 0 sua custa res$ondendo o devedor $or $erdas e danos.:5. II / na alienação $or iniciativa $articular2 78edação dada $ela Lei n9 11.

?* de *@@=<.?* de *@@=<. 7tr1s< dias e(etuar o $aga'ento da d%vida..?* de *@@=<. =5@.de *@@?< B 1o A i'$en+orabilidade não " o$on%vel 0 cobrança do cr"dito concedido $ara a aquisição do $ró$rio be'. II / os recursos $3blicos recebidos $or instituiç)es $rivadas $ara a$licação co'$ulsória e' educação sa3de ou assist1ncia social2 78edação dada $ela Lei n9 11.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. CIII / a $equena $ro$riedade rural assi' de(inida e' lei desde que trabal+ada $ela (a'%lia2 78edação dada $ela Lei n9 11.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11..< 7Inclu%do $ela Lei n9 11. B *o . =51.Art..?* de *@@=<.<.?* de *@@=<. IC / os venci'entos subs%dios soldos sal!rios re'uneraç)es $roventos de a$osentadoria $ens)es $ec3lios e 'onte$ios2 as quantias recebidas $or liberalidade de terceiro e destinadas ao sustento do devedor e sua (a'%lia os gan+os de trabal+ador autAno'o e os +onor!rios de $ro(issional liberal observado o dis$osto no B . 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.. 78edação dada $ela Lei n9 11.. Art. II / os recursos $3blicos do (undo $artid!rio recebidos nos ter'os da lei $or $artido $ol%tico.?* de *@@=<. . . I / at" o li'ite de -@ 7quarenta< sal!rios '%ni'os a quantia de$ositada e' caderneta de $ou$ança. Art. e#ecutado ser! citado $ara no $ra&o de .o 7CE>AF.?* de *@@=<.. C / os livros as '!quinas as (erra'entas os utens%lios os instru'entos ou outros bens 'óveis necess!rios ou 3teis ao e#erc%cio de qualquer $ro(issão2 78edação dada $ela Lei n9 11. =-:.?* de *@@=<.?* de *@@=<. III / os vestu!rios be' co'o os $ertences de uso $essoal do e#ecutado salvo se de elevado valor2 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. 78edação dada $ela Lei n9 11. 78edação dada $ela Lei n9 11.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Subse56o II &a Cita56o do &evedor e da Indica56o de -ens 78edação dada $ela Lei n9 11. dis$osto no inciso IC do ca$ut deste artigo não se a$lica no caso de $en+ora $ara $aga'ento de $restação ali'ent%cia. =5*. CI / o seguro de vida2 78edação dada $ela Lei n9 11..?* de *@@=<.. CII / os 'ateriais necess!rios $ara obras e' anda'ento salvo se essas (ore' $en+oradas2 78edação dada $ela Lei n9 11.. 7CE>AF.?* de *@@=<.. Antes de adjudicados ou alienados os bens $ode o e#ecutado a todo te'$o re'ir a e#ecução $agando ou consignando a i'$ortKncia atuali&ada da d%vida 'ais juros custas e +onor!rios advocat%cios. Não estão sujeitos 0 e#ecução os bens que a lei considera i'$en+or!veis ou inalien!veis..?* de *@@=<. Pode' ser $en+orados 0 (alta de outros bens os (rutos e rendi'entos dos bens inalien!veis salvo se destinados 0 satis(ação de $restação ali'ent%cia. =-?.. Par!gra(o 3nico.. 6ão absoluta'ente i'$en+or!veis: I / os bens inalien!veis e os declarados $or ato volunt!rio não sujeitos 0 e#ecução2 II / os 'óveis $ertences e utilidades do'"sticas que guarnece' a resid1ncia do e#ecutado salvo os de elevado valor ou que ultra$asse' as necessidades co'uns corres$ondentes a u' '"dio $adrão de vida2 78edação dada $ela Lei n9 11. Art.odeste artigo2 78edação dada $ela Lei n9 11.=:.?* de *@@=<. Art.?* de *@@=<.. B .

Ao des$ac+ar a inicial o jui& (i#ar! de $lano os +onor!rios de advogado a sere' $agos $elo e#ecutado 7art.?* de *@@=<.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. =5* convertendo/se o arresto e' $en+ora e' caso de não/$aga'ento. =5*/A. II / t%tulos da d%vida $3blica da Dnião Estados e Fistrito Federal co' cotação e' 'ercado2 78edação dada $ela Lei n9 11. jui& $oder! de o(%cio ou a requeri'ento do e#eqMente deter'inar a qualquer te'$o a inti'ação do e#ecutado $ara indicar bens $ass%veis de $en+ora. =55.. Co'$ete ao credor dentro de 1@ 7de&< dias contados da data e' que (oi inti'ado do arresto a que se re(ere o $ar!gra(o 3nico do artigo anterior requerer a citação $or edital do devedor.?* de *@@=<. I / t%tulos e valores 'obili!rios co' cotação e' 'ercado2 78edação dada $ela Lei n9 11....?* de *@@=<. B *o .o . 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. Par!gra(o 3nico.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. Art.?* de *@@=<. C / navios e aeronaves2 78edação dada $ela Lei n9 11.. =5.?* de *@@=<. Nos 1@ 7de&< dias seguintes 0 e(etivação do arresto o o(icial de justiça $rocurar! o devedor tr1s ve&es e' dias distintos2 não o encontrando certi(icar! o ocorrido... credor $oder! na inicial da e#ecução indicar bens a sere' $en+orados 7art. II / ve%culos de via terrestre2 78edação dada $ela Lei n9 11. CI / aç)es e quotas de sociedades e'$res!rias2 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.. CII / $ercentual do (atura'ento de e'$resa devedora2 78edação dada $ela Lei n9 11..?* de *@@=<... 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. . Art.B 1o Não e(etuado o $aga'ento 'unido da segunda via do 'andado o o(icial de justiça $roceder! de i'ediato 0 $en+ora de bens e a sua avaliação lavrando/se o res$ectivo auto e de tais atos inti'ando na 'es'a o$ortunidade o e#ecutado.?* de *@@=<.. Art. B 1o Na e#ecução de cr"dito co' garantia +i$otec!ria $ignorat%cia ou anticr"tica a $en+ora recair! $re(erencial'ente sobre a coisa dada e' garantia2 se a coisa $ertencer a terceiro garantidor ser! ta'b"' esse inti'ado da $en+ora. II / outros direitos..?* de *@@=<. III / bens 'óveis e' geral2 78edação dada $ela Lei n9 11. 7tr1s< dias a verba +onor!ria ser! redu&ida $ela 'etade. =5-.?* de *@@=<.?* de *@@=<. CIII / $edras e 'etais $reciosos2 78edação dada $ela Lei n9 11. B . B -o A inti'ação do e#ecutado (ar/se/! na $essoa de seu advogado2 não o tendo ser! inti'ado $essoal'ente. A $en+ora observar! $re(erencial'ente a seguinte orde': 78edação dada $ela Lei n9 11. I / din+eiro e' es$"cie ou e' de$ósito ou a$licação e' instituição (inanceira2 78edação dada $ela Lei n9 11.. 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.?* de *@@=<. 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. *@ B -o<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.. No caso de integral $aga'ento no $ra&o de . Art.?* de *@@=<. Par!gra(o 3nico.?* de *@@=<. o(icial de justiça não encontrando o devedor arrestar/l+e/! tantos bens quantos baste' $ara garantir a e#ecução.?* de *@@=<. Findo o $ra&o do edital ter! o devedor o $ra&o a que se re(ere o art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. . B 5o 6e não locali&ar o e#ecutado $ara inti'!/lo da $en+ora o o(icial certi(icar! detal+ada'ente as dilig1ncias reali&adas caso e' que o jui& $oder! dis$ensar a inti'ação ou deter'inar! novas dilig1ncias.. =55<.. IC / bens i'óveis2 78edação dada $ela Lei n9 11...

=55/A. B 1o As in(or'aç)es li'itar/se/ão 0 e#ist1ncia ou não de de$ósito ou a$licação at" o valor indicado na e#ecução.B *o 8ecaindo a $en+ora e' bens i'óveis ser! inti'ado ta'b"' o cAnjuge do e#ecutado. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. CII / se o devedor não indicar o valor dos bens ou o'itir qualquer das indicaç)es a que se re(ere' os incisos I a IC do $ar!gra(o 3nico do art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11... 15/A da Lei no:. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 1. B 1o 4 dever do e#ecutado 7art.?* de *@@=<... CI / se (racassar a tentativa de alienação judicial do be'2 ou 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.?* de *@@=<..de *@@?< Art......?* de *@@=<. =-: desta Lei ou que estão revestidas de outra (or'a de i'$en+orabilidade. IC / se +avendo bens livres a $en+ora +ouver reca%do sobre bens j! $en+orados ou objeto de grava'e2 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. B *o Co'$ete ao e#ecutado co'$rovar que as quantias de$ositadas e' conta corrente re(ere'/se 0 +i$ótese do inciso IC do ca$ut do art.. C / se incidir sobre bens de bai#a liquide&2 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.. ==? desta Lei. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. B -o Juando se tratar de e#ecução contra $artido $ol%tico o jui& a requeri'ento do e#eqMente requisitar! 0 autoridade su$ervisora do siste'a banc!rio nos ter'os do que estabelece o ca$ut deste artigo in(or'aç)es sobre a e#ist1ncia de ativos tão/ so'ente e' no'e do órgão $artid!rio que ten+a contra%do a d%vida e#ecutada ou que ten+a dado causa a violação de direito ou ao dano ao qual cabe e#clusiva'ente a res$onsabilidade $elos atos $raticados de acordo co' o dis$osto no art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<..?* de *@@=<.. A $arte $oder! requerer a substituição da $en+ora: 78edação dada $ela Lei n9 11. III / se +avendo bens no (oro da e#ecução outros +ouvere' sido $en+orados2 78edação dada $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. I / se não obedecer 0 orde' legal2 78edação dada $ela Lei n9 11. >ratando/se de $en+ora e' be' indivis%vel a 'eação do cAnjuge al+eio 0 e#ecução recair! sobre o $roduto da alienação do be'.?* de *@@=<.@:= de 1: de sete'bro de 1::5.$ar!gra(o 3nico<.=:. II / se não incidir sobre os bens designados e' lei contrato ou ato judicial $ara o $aga'ento2 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. Art. .?* de *@@=<. =5=. Para $ossibilitar a $en+ora de din+eiro e' de$ósito ou a$licação (inanceira o jui& a requeri'ento do e#eqMente requisitar! 0 autoridade su$ervisora do siste'a banc!rio $re(erencial'ente $or 'eio eletrAnico in(or'aç)es sobre a e#ist1ncia de ativos e' no'e do e#ecutado $odendo no 'es'o ato deter'inar sua indis$onibilidade at" o valor indicado na e#ecução. 78edação dada $ela Lei n9 11. Art.?* de *@@=<. =55/H. =@@< no $ra&o (i#ado $elo jui& indicar onde se encontra' os bens sujeitos 0 e#ecução e#ibir a $rova de sua $ro$riedade e se (or o caso certidão negativa de Anus be' co'o abster/se de qualquer atitude que di(iculte ou e'barace a reali&ação da $en+ora 7art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.?* de *@@=<. B ..o Na $en+ora de $ercentual do (atura'ento da e'$resa e#ecutada ser! no'eado de$osit!rio co' a atribuição de sub'eter 0 a$rovação judicial a (or'a de e(etivação da constrição be' co'o de $restar contas 'ensal'ente entregando ao e#eqMente as quantias recebidas a (i' de sere' i'$utadas no $aga'ento da d%vida.

e#ecutado so'ente $oder! o(erecer be' i'óvel e' substituição caso o requeira co' a e#$ressa anu1ncia do cAnjuge. 78edação dada $ela Lei n9 11. 78edação dada $ela Lei n9 11. 7tr1s< dias a $arte contr!ria se os bens inicial'ente $en+orados 7art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Art.<. Fe(erido o $edido 'encionado no artigo antecedente dois o(iciais de justiça cu'$rirão o 'andado arro'bando $ortas 'óveis e gavetas onde $resu'ire' que se ac+e' os bens e lavrando de tudo auto circunstanciado que ser! assinado $or duas teste'un+as $resentes 0 dilig1ncia.?* de *@@=<.. Art. ..uvida e' . 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 6e'$re que necess!rio o jui& requisitar! (orça $olicial a (i' de au#iliar os o(iciais de justiça na $en+ora dos bens e na $risão de que' resistir 0 orde'. Art. .?* de *@@=<. =5*< (ore' substitu%dos $or outros lavrar/se/! o res$ectivo ter'o. B *o Não se levar! a e(eito a $en+ora quando evidente que o $roduto da e#ecução dos bens encontrados ser! total'ente absorvido $elo $aga'ento das custas da e#ecução.?* de *@@=<. 78edação dada $ela Lei n9 11. jui& decidir! de $lano quaisquer quest)es suscitadas. Subse56o III &a Penhora e do &ep9sito Art.?* de *@@=<.?* de *@@=<.?* de *@@=<.bedecidas as nor'as de segurança que (ore' institu%das sob crit"rios uni(or'es $elos >ribunais a $en+ora de nu'er!rio e as averbaç)es de $en+oras de bens i'óveis e 'óveis $ode' ser reali&adas $or 'eios eletrAnicos.o .. Par!gra(o 3nico. B -o A $en+ora de bens i'óveis reali&ar/se/! 'ediante auto ou ter'o de $en+ora cabendo ao e#eqMente se' $reju%&o da i'ediata inti'ação do e#ecutado 7art. =5:.. =5?.@L 7trinta $or cento<. A $en+ora dever! incidir e' tantos bens quantos baste' $ara o $aga'ento do $rinci$al atuali&ado juros custas e +onor!rios advocat%cios.?* de *@@=<.. B 1o E(etuar/se/! a $en+ora onde quer que se encontre' os bens ainda que sob a $osse detenção ou guarda de terceiros.--.o No caso do $ar!gra(o anterior e be' assi' quando não encontrar quaisquer bens $en+or!veis o o(icial descrever! na certidão os que guarnece' a resid1ncia ou o estabeleci'ento do devedor.de .B *o A $en+ora $ode ser substitu%da $or (iança banc!ria ou seguro garantia judicial e' valor não in(erior ao do d"bito constante da inicial 'ais .-. 78edação dada $ela Lei n9 11.. 7Inclu%do $ela Lei n9 1@. B . 6e o devedor não tiver bens no (oro da causa (ar/se/! a e#ecução $or carta $en+orando/se avaliando/se e alienando/se os bens no (oro da situação 7art.?* de *@@=<.5. ==*. Art. ==1. . 78edação dada $ela Lei n9 11. B 5o Nos casos do B -o quando a$resentada certidão da res$ectiva 'atr%cula a $en+ora de i'óveis inde$endente'ente de onde se locali&e' ser! reali&ada $or ter'o nos autos do qual ser! inti'ado o e#ecutado $essoal'ente ou na $essoa de seu advogado e $or este ato constitu%do de$osit!rio. 6e o devedor (ec+ar as $ortas da casa a (i' de obstar a $en+ora dos bens o o(icial de justiça co'unicar! o (ato ao jui& solicitando/l+e orde' de arro'ba'ento.. ==@. =5* B -o< $rovidenciar $ara $resunção absoluta de con+eci'ento $or terceiros a res$ectiva averbação no o(%cio i'obili!rio 'ediante a a$resentação de certidão de inteiro teor do ato inde$endente'ente de 'andado judicial.. B .. =5.*@@*< B =o . 7Inclu%do $ela Lei n9 11.. Art. .

==.. ==5. Art.?* de *@@=<.. ===.?* de *@@=<. Art.s bens $en+orados serão $re(erencial'ente de$ositados: 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. II / quanto aos 'óveis $articulari&ar o estado e o lugar e' que se encontra'2 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. =*@<. 78edação dada $ela Lei n9 11.o A $risão de de$osit!rio judicial in(iel ser! decretada no $ró$rio $rocesso inde$endente'ente de ação de de$ósito. B 1o Co' a e#$ressa anu1ncia do e#eqMente ou nos casos de di(%cil re'oção os bens $oderão ser de$ositados e' $oder do e#ecutado. ==. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. III / quanto aos se'oventes es$eci(ic!/los indicando o n3'ero de cabeças e o i'óvel e' que se encontra'2 7Inclu%do $ela Lei n9 11..?* de *@@=<.?* de *@@=<... Considerar/se/! (eita a $en+ora 'ediante a a$reensão e o de$ósito dos bens lavrando/se u' só auto se as dilig1ncias (ore' conclu%das no 'es'o dia. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Navendo 'ais de u'a $en+ora lavrar/se/! $ara cada qual u' auto. . 1. ==?. . ... B *o As jóias $edras e objetos $reciosos deverão ser de$ositados co' registro do valor esti'ado de resgate. auto de $en+ora conter!: I / a indicação do dia '1s ano e lugar e' que (oi (eita2 II / os no'es do credor e do devedor2 III / a descrição dos bens $en+orados co' os seus caracter%sticos2 IC / a no'eação do de$osit!rio dos bens..?* de *@@=<...s o(iciais de justiça lavrarão e' du$licata o auto de resist1ncia entregando u'a via ao escrivão do $rocesso $ara ser junta aos autos e a outra 0 autoridade $olicial a que' entregarão o $reso..?* de *@@=<. Na +i$ótese $revista neste artigo ao e#ecutado incu'be: 7Inclu%do $ela Lei n9 11. I / quanto aos bens i'óveis indicar as res$ectivas 'atr%culas e registros situ!/los e 'encionar as divisas e con(rontaç)es2 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Art. . Art.?* de *@@=<. Par!gra(o 3nico. incisos IC e CI e art. Não se $rocede 0 segunda $en+ora salvo se: I / a $ri'eira (or anulada2 II / e#ecutados os bens o $roduto da alienação não bastar $ara o $aga'ento do credor2 III / o credor desistir da $ri'eira $en+ora $or sere' litigiosos os bens ou $or estare' $en+orados arrestados ou onerados. Par!gra(o 3nico. Art. ==-.?* de *@@=<.Art. Par!gra(o 3nico. I / no Hanco do Hrasil na Cai#a EconA'ica Federal ou e' u' banco de que o Estado/Ge'bro da Dnião $ossua 'ais de 'etade do ca$ital social integrali&ado2 ou e' (alta de tais estabeleci'entos de cr"dito ou ag1ncias suas no lugar e' qualquer estabeleci'ento de cr"dito designado $elo jui& as quantias e' din+eiro as $edras e os 'etais $reciosos be' co'o os $a$"is de cr"dito2 II / e' $oder do de$osit!rio judicial os 'óveis e os i'óveis urbanos2 III / e' 'ãos de de$osit!rio $articular os de'ais bens. 78edação dada $ela Lei n9 11.. . B . e#ecutado $ode no $ra&o de 1@ 7de&< dias a$ós inti'ado da $en+ora requerer a substituição do be' $en+orado desde que co'$rove cabal'ente que a substituição não trar! $reju%&o algu' ao e#eqMente e ser! 'enos onerosa $ara ele devedor 7art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Fo auto de resist1ncia constar! o rol de teste'un+as co' a sua quali(icação.

< II / ao credor do terceiro $ara que não $ratique ato de dis$osição do cr"dito..1:.< I / ao terceiro devedor $ara que não $ague ao seu credor2 78edação dada $ela Lei n9 5. Enquanto não ocorrer a +i$ótese $revista no artigo seguinte considerar/se/! (eita a $en+ora $ela inti'ação: 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 19. =.. Art. =...*. terceiro só se e#onerar! da obrigação de$ositando e' ju%&o a i'$ortKncia da d%vida.1@. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. . Juando o direito estiver sendo $leiteado e' ju%&o averbar/se/! no rosto dos autos a $en+ora que recair nele e na ação que I+e corres$onder a (i' de se e(etivar nos bens que (ore' adjudicados ou viere' a caber ao devedor. A $en+ora de cr"dito re$resentada $or letra de cK'bio nota $ro'issória du$licata c+eque ou outros t%tulos (ar/se/! $ela a$reensão do docu'ento esteja ou não e' $oder do devedor. B 1o .:*5 de 19. Juando a $en+ora recair sobre d%vidas de din+eiro a juros de direito a rendas ou de $restaç)es $eriódicas o credor $oder! levantar os juros os rendi'entos ou as $restaç)es 0 'edida que (ore' sendo de$ositadas abatendo/se do cr"dito as i'$ortKncias recebidas con(or'e as regras da i'$utação e' $aga'ento. B *o .. Feita a $en+ora e' direito e ação do devedor e não tendo este o(erecido e'bargos ou sendo estes rejeitados o credor (ica sub/rogado nos direitos do devedor at" a concorr1ncia do seu cr"dito. Par!gra(o 3nico. B 1o 6e o t%tulo não (or a$reendido 'as o terceiro con(essar a d%vida ser! +avido co'o de$osit!rio da i'$ortKncia.?* de *@@=<.1@.o 6e o terceiro negar o d"bito e' conluio co' o devedor a quitação que este I+e der considerar/se/! e' (raude de e#ecução.. B -o A requeri'ento do credor o jui& deter'inar! o co'$areci'ento e' audi1ncia es$ecial'ente designada do devedor e do terceiro a (i' de I+es to'ar os de$oi'entos.1. =.?* de *@@=< Art.. &a Penhora de CrAditos e de (utros &ireitos Patri:oniais Art.?* de *@@=<. Juando a $en+ora recair e' cr"dito do devedor o o(icial de justiça o $en+orar!. credor $ode $re(erir e' ve& da sub/rogação a alienação judicial do direito $en+orado caso e' que declarar! a sua vontade no $ra&o de 1@ 7de&< dias contados da reali&ação da $en+ora. Juando u'a das $artes requerer a alienação anteci$ada dos bens $en+orados o jui& ouvir! se'$re a outra antes de decidir.1:. ==:. Art.1:.. 78evogado $ela Lei n9 11. =. Art. .5.1@.IC / quanto aos cr"ditos identi(icar o devedor e quali(ic!/lo descrevendo a orige' da d%vida o t%tulo que a re$resenta e a data do venci'ento2 e 7Inclu%do $ela Lei n9 11. jui& autori&ar! a alienação anteci$ada dos bens $en+orados quando: I / sujeitos a deterioração ou de$reciação2 II / +ouver 'ani(esta vantage'. =. 78edação dada $ela Lei n9 5. Subse56o I. Art. C / atribuir valor aos bens indicados 0 $en+ora. B .:*5 de 19.-. B *o A sub/rogação não i'$ede ao sub/rogado se não receber o cr"dito do devedor de $rosseguir na e#ecução nos 'es'os autos $en+orando outros bens do devedor. =.< Art.@.

=?1. laudo da avaliação integrar! o auto de $en+ora ou e' caso de $er%cia 7art.?* de *@@=<.. Art. =?*.I &a Avalia56o Art. I / qualquer das $artes argMir (unda'entada'ente a ocorr1ncia de erro na avaliação ou dolo do avaliador2 78edação dada $ela Lei n9 11.=. Juando o i'óvel (or suscet%vel de cA'oda divisão o avaliador tendo e' conta o cr"dito recla'ado o avaliar! e' $artes sugerindo os $oss%veis des'e'bra'entos. Subse56o . . =. A avaliação ser! (eita $elo o(icial de justiça 7art. =.. B 1o .1= a .. =?@. &a Penhora% do &ep9sito e da Ad:inistra56o de E:presa e de (utros Estabeleci:entos Art. 78edação dada $ela Lei n9 11. Art. 8ecaindo a $en+ora sobre direito que ten+a $or objeto $restação ou restituição de coisa deter'inada o devedor ser! inti'ado $ara no venci'ento de$osit!/la correndo sobre ela a e#ecução. =.?* de *@@=<. =5*< ressalvada a aceitação do valor esti'ado $elo e#ecutado 7art. =?@< ser! a$resentado no $ra&o (i#ado $elo jui& devendo conter: 78edação dada $ela Lei n9 11.?. ==? $ar!gra(o 3nico inciso C<2 caso seja' necess!rios con+eci'entos es$eciali&ados o jui& no'ear! avaliador (i#ando/l+e $ra&o não su$erior a 1@ 7de&< dias $ara entrega do laudo. Art. Juando a $en+ora recair e' estabeleci'ento co'ercial industrial ou agr%cola be' co'o e' se'oventes $lantaç)es ou edi(%cio e' construção o jui& no'ear! u' de$osit!rio deter'inando/l+e que a$resente e' 1@ 7de&< dias a (or'a de ad'inistração.. 78edação dada $ela Lei n9 11.:.. I / a descrição dos bens co' os seus caracter%sticos e a indicação do estado e' que se encontra'2 II / o valor dos bens. A $en+ora sobre navio ou aeronave não obsta a que continue navegando ou o$erando at" a alienação2 'as o jui& ao conceder a autori&ação $ara navegar ou o$erar não $er'itir! que saia do $orto ou aero$orto antes que o devedor (aça o seguro usual contra riscos.?* de *@@=<.uvidas as $artes o jui& decidir!.. Art. Par!gra(o 3nico.?* de *@@=<..*@2 recaindo $or"' sobre todo o $atri'Anio $rosseguir! a e#ecução os seus ulteriores ter'os ouvindo/se antes da arre'atação ou da adjudicação o $oder $3blico que +ouver outorgado a concessão. Subse56o . Art. B *o 4 l%cito $or"' 0s $artes ajustare' a (or'a de ad'inistração escol+endo o de$osit!rio2 caso e' que o jui& +o'ologar! $or des$ac+o a indicação. =.Art.?* de *@@=<.. . . =?. 4 ad'itida nova avaliação quando: 78edação dada $ela Lei n9 11. . valor dos t%tulos da d%vida $3blica das aç)es das sociedades e dos t%tulos de cr"dito negoci!veis e' bolsa ser! o da cotação o(icial do dia $rovada $or certidão ou $ublicação no órgão o(icial. Par!gra(o 3nico. Juando a $en+ora recair sobre a renda ou sobre deter'inados bens o de$osit!rio a$resentar! a (or'a de ad'inistração e o esque'a de $aga'ento observando/se quanto ao 'ais o dis$osto nos arts. A $en+ora de e'$resa que (uncione 'ediante concessão ou autori&ação (ar/se/! con(or'e o valor do cr"dito sobre a renda sobre deter'inados bens ou sobre todo o $atri'Anio no'eando o jui& co'o de$osit!rio de $re(er1ncia u' dos seus diretores.

A$ós a avaliação $oder! 'andar o jui& a requeri'ento do interessado e ouvida a $arte contr!ria: I / redu&ir a $en+ora aos bens su(icientes ou trans(eri/la $ara outros que baste' 0 e#ecução se o valor dos $en+orados (or consideravel'ente su$erior ao cr"dito do e#eqMente e acessórios2 Il / a'$liar a $en+ora ou trans(eri/la $ara outros bens 'ais valiosos se o valor dos $en+orados (or in(erior ao re(erido cr"dito..?* de *@@=<.?* de *@@=<. A adjudicação considera/se $er(eita e acabada co' a lavratura e assinatura do auto $elo jui& $elo adjudicante $elo escrivão e se (or $resente $elo e#ecutado e#$edindo/se a res$ectiva carta se be' i'óvel ou 'andado de entrega ao adjudicante se be' 'óvel. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. 6ubseção CI/A Fa Adjudicação 7Inclu%do $ela Lei n9 11. D'a ve& cu'$ridas essas $rovid1ncias o jui& dar! in%cio aos atos de e#$ro$riação de bens... =?5/A.?* de *@@=<. B *o Id1ntico direito $ode ser e#ercido $elo credor co' garantia real $elos credores concorrentes que +aja' $en+orado o 'es'o be' $elo cAnjuge $elos descendentes ou ascendentes do e#ecutado.?* de *@@=<..o Navendo 'ais de u' $retendente $roceder/se/! entre eles 0 licitação2 e' igualdade de o(erta ter! $re(er1ncia o cAnjuge descendente ou ascendente nessa orde'.?* de *@@=<..?* de *@@=<.. Art. 6ubseção CI/H Fa Alienação $or Iniciativa Particular 7Inclu%do $ela Lei n9 11. A carta de adjudicação conter! a descrição do i'óvel co' re'issão a sua 'atr%cula e registros a có$ia do auto de adjudicação e a $rova de quitação do i'$osto de trans'issão.. III / +ouver (undada d3vida sobre o valor atribu%do ao be' 7art.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. =?5. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 78edação dada $ela Lei n9 11. Par!gra(o 3nico. 78edação dada $ela Lei n9 11. II / se tratar de t%tulos ou de 'ercadorias que ten+a' cotação e' bolsa co'$rovada $or certidão ou $ublicação o(icial2 III / 78evogado $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. . 7Inclu%do $ela Lei n9 11. =?-.?* de *@@=<..?* de *@@=<.?* de *@@=< Art. 4 l%cito ao e#eqMente o(erecendo $reço não in(erior ao da avaliação requerer l+e seja' adjudicados os bens $en+orados..?* de *@@=<. B -o No caso de $en+ora de quota $rocedida $or e#eqMente al+eio 0 sociedade esta ser! inti'ada assegurando $re(er1ncia aos sócios.. Não se $roceder! 0 avaliação se: I / o e#eqMente aceitar a esti'ativa (eita $elo e#ecutado 7art. Par!gra(o 3nico.II / se veri(icar $osterior'ente 0 avaliação que +ouve 'ajoração ou di'inuição no valor do be'2 ou 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. ==? $ar!gra(o 3nico inciso C<. =?5/H. B 1o 6e o valor do cr"dito (or in(erior ao dos bens o adjudicante de$ositar! de i'ediato a di(erença (icando esta 0 dis$osição do e#ecutado2 se su$erior a e#ecução $rosseguir! $elo saldo re'anescente. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. B 5o Fecididas eventuais quest)es o jui& 'andar! lavrar o auto de adjudicação. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.. Art.?* de *@@=<... Art.?* de *@@=<. ==? $ar!gra(o 3nico inciso C<2 78edação dada $ela Lei n9 11. B ..

< B *o A $raça reali&ar/se/! no !trio do edi(%cio do Fóru'2 o leilão onde estivere' os bens ou no lugar designado $elo jui&.:5. de 1.< III / o lugar onde estivere' os 'óveis ve%culos e se'oventes2 e sendo direito e ação os autos do $rocesso e' que (ora' $en+orados2 78edação dada $ela Lei n9 5. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.:5..:5.. C / 'enção da e#ist1ncia de Anus recurso ou causa $endente sobre os bens a sere' arre'atados2 78edação dada $ela Lei n9 ?. I / a descrição do be' $en+orado co' suas caracter%sticas e tratando/se de i'óvel a situação e divisas co' re'issão 0 'atr%cula e aos registros2 78edação dada $ela Lei n9 11.1:.1@.?* de *@@=<.1::-< CI / a co'unicação de que se o be' não alcançar lanço su$erior 0 i'$ortKncia da avaliação seguir/se/! e' dia e +ora que (ore' desde logo designados entre os de& e os vinte dias seguintes a sua alienação $elo 'aior lanço 7art. 78edação dada $ela Lei n9 11..1*.1:.?* de *@@=<.:*5 de 19.:5. Subse56o ...1*. II / o valor do be'2 78edação dada $ela Lei n9 5..1::-< . edital ser! a(i#ado no local do costu'e e $ublicado e' resu'o co' anteced1ncia '%ni'a de 5 7cinco< dias $elo 'enos u'a ve& e' jornal de a'$la circulação local...o Juando o valor dos bens $en+orados não e#ceder =@ 7sessenta< ve&es o valor do sal!rio '%ni'o vigente na data da avaliação ser! dis$ensada a $ublicação de editais2 nesse caso o $reço da arre'atação não ser! in(erior ao da avaliação. jui& (i#ar! o $ra&o e' que a alienação deve ser e(etivada a (or'a de $ublicidade o $reço '%ni'o 7art. =?@< as condiç)es de $aga'ento e as garantias be' co'o se (or o caso a co'issão de corretage'. Não reali&ada a adjudicação dos bens $en+orados o e#eqMente $oder! requerer seja' eles alienados $or sua $ró$ria iniciativa ou $or inter'"dio de corretor credenciado $erante a autoridade judici!ria.1::-< B 1o No caso do art. B . 78edação dada $ela Lei n9 5. 78edação dada $ela Lei n9 ?.?* de *@@=<.?* de *@@=<..?* de *@@=<.:*5 de 19. =?5/C..:*5 de 19.< IC / o dia e a +ora de reali&ação da $raça se be' i'óvel ou o local dia e +ora de reali&ação do leilão se be' 'óvel2 78edação dada $ela Lei n9 11... Art..1::-< B 1o A $ublicação do edital ser! (eita no órgão o(icial quando o credor (or bene(ici!rio da justiça gratuita. =?.1@. =?=.< B . 7Inclu%do $ela Lei n9 11.1*..o .?* de *@@=<.Art..1@. =:*<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.1*. 78edação dada $ela Lei n9 ?. 78edação dada $ela Lei n9 5. =?. de 1. Art. B 1o .II constar! do edital o valor da 3lti'a cotação anterior 0 e#$edição deste..?* de *@@=<. Não requerida a adjudicação e não reali&ada a alienação $articular do be' $en+orado ser! e#$edido o edital de +asta $3blica que conter!: 78edação dada $ela Lei n9 11.:*5 de 19.1:.?* de *@@=<. B *o A alienação ser! (or'ali&ada $or ter'o nos autos assinado $elo jui& $elo e#eqMente $elo adquirente e se (or $resente $elo e#ecutado e#$edindo/se carta de alienação do i'óvel $ara o devido registro i'obili!rio ou se be' 'óvel 'andado de entrega ao adquirente..s >ribunais $oderão e#$edir $rovi'entos detal+ando o $rocedi'ento da alienação $revista neste artigo inclusive co' o concurso de 'eios eletrAnicos e dis$ondo sobre o credencia'ento dos corretores os quais deverão estar e' e#erc%cio $ro(issional $or não 'enos de 5 7cinco< anos. de 1..1:. 78edação dada $ela Lei n9 ?. de 1.II &a Aliena56o e: /asta Pública 78edação dada $ela Lei n9 11. . 7Inclu%do $ela Lei n9 11.1@.

.o .?* de *@@=<. 78edação dada $ela Lei n9 11. Art. I / 78evogado $ela Lei n9 11.1::-< B 5o .@L 7trinta $or cento< 0 vista sendo o restante garantido $or +i$oteca sobre o $ró$rio i'óvel. =?:/A.?* de *@@=<. Art. 78edação dada $ela Lei n9 11. Par!gra(o 3nico.?* de *@@=<. =?:. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.1*. jui& $oder! deter'inar a reunião de $ublicaç)es e' listas re(erentes a 'ais de u'a e#ecução.. =:@.?* de *@@=< B *o As $ro$ostas $ara aquisição e' $restaç)es que serão juntadas aos autos indicarão o $ra&o a 'odalidade e as condiç)es de $aga'ento do saldo.. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.B *o Atendendo ao valor dos bens e 0s condiç)es da co'arca o jui& $oder! alterar a (or'a e a (reqM1ncia da $ublicidade na i'$rensa 'andar divulgar avisos e' e'issora local e adotar outras $rovid1ncias tendentes a 'ais a'$la $ublicidade da alienação inclusive recorrendo a 'eios eletrAnicos de divulgação. Não se reali&ando $or 'otivo justo a $raça ou o leilão o jui& 'andar! $ublicar $ela i'$rensa local e no órgão o(icial a trans(er1ncia.?* de *@@=<.. 78edação dada $ela Lei n9 11. B . B -o No caso de arre'atação a $ra&o os $aga'entos (eitos $elo arre'atante $ertencerão ao e#eqMente at" o li'ite de seu cr"dito e os subseqMentes ao e#ecutado. escrivão o $orteiro ou o leiloeiro que cul$osa'ente der causa 0 trans(er1ncia res$onde $elas des$esas da nova $ublicação $odendo o jui& a$licar/l+e a $ena de sus$ensão $or 5 7cinco< a ....:5.1::-< B -o .?* de *@@=<.. =?= a =?: $oder! ser substitu%do a requeri'ento do e#eqMente $or alienação reali&ada $or 'eio da rede 'undial de co'$utadores co' uso de $!ginas virtuais criadas $elos >ribunais ou $or entidades $3blicas ou $rivadas e' conv1nio co' eles (ir'ado. .?* de *@@=<.. . jui& decidir! $or ocasião da $raça dando o be' $or arre'atado $elo a$resentante do 'el+or lanço ou $ro$osta 'ais conveniente.1*. B 1o >ratando/se de be' i'óvel que' estiver interessado e' adquiri/lo e' $restaç)es $oder! a$resentar $or escrito sua $ro$osta nunca in(erior 0 avaliação co' o(erta de $elo 'enos . 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.. A arre'atação (ar/se/! 'ediante o $aga'ento i'ediato do $reço $elo arre'atante ou no $ra&o de at" 15 7quin&e< dias 'ediante caução. 78edação dada $ela Lei n9 11. =??. 78edação dada $ela Lei n9 11.@ 7trinta< dias. Par!gra(o 3nico. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.. Art. B . ..?* de *@@=< II / 78evogado $ela Lei n9 11. Art.:5.?* de *@@=<. de 1.. Consel+o da Oustiça Federal e os >ribunais de Oustiça no K'bito das suas res$ectivas co'$et1ncias regula'entarão esta 'odalidade de alienação atendendo aos requisitos de a'$la $ublicidade autenticidade e segurança co' observKncia das regras estabelecidas na legislação sobre certi(icação digital.?* de *@@=< III / 78evogado $ela Lei n9 11. $rocedi'ento $revisto nos arts.s editais de $raça serão divulgados $ela i'$rensa $re(erencial'ente na seção ou local reservado 0 $ublicidade de negócios i'obili!rios.?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. de 1. 78edação dada $ela Lei n9 ?. e#ecutado ter! ci1ncia do dia +ora e local da alienação judicial $or inter'"dio de seu advogado ou se não tiver $rocurador constitu%do nos autos $or 'eio de 'andado carta registrada edital ou outro 'eio idAneo. .. 6obrevindo a noite $rosseguir! a $raça ou o leilão no dia 3til i'ediato 0 'es'a +ora e' que teve in%cio inde$endente'ente de novo edital.o .

1*...?* de *@@=<.?* de *@@=<... de 1.?* de *@@=<.. Art. 6e a $raça ou o leilão (or de diversos bens e +ouver 'ais de u' lançador ser! $re(erido aquele que se $ro$user a arre'at!/los englobada'ente o(erecendo $ara os que não tivere' licitante $reço igual ao da avaliação e $ara os de'ais o de 'aior lanço. 4 ad'itido a lançar todo aquele que estiver na livre ad'inistração de seus bens co' e#ceção: 7Inclu%do $ela Lei n9 11..-= BB 1o e *o<2 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. e#eqMente se vier a arre'atar os bens não estar! obrigado a e#ibir o $reço2 'as se o valor dos bens e#ceder o seu cr"dito de$ositar! dentro de . IC / a requeri'ento do arre'atante na +i$ótese de e'bargos 0 arre'atação 7art.. de 1. =:*.. Assinado o auto $elo jui& $elo arre'atante e $elo serventu!rio da justiça ou leiloeiro a arre'atação considerar/se/! $er(eita acabada e irretrat!vel ainda que ven+a' a ser julgados $rocedentes os e'bargos do e#ecutado. ..?* de *@@=<.:5. =:-. II / se não (or $ago o $reço ou se não (or $restada a caução2 78edação dada $ela Lei n9 11.. B *o No caso de $roced1ncia dos e'bargos o e#ecutado ter! direito a +aver do e#eqMente o valor $or este recebido co'o $roduto da arre'atação2 caso in(erior ao valor do be' +aver! do e#eqMente ta'b"' a di(erença. 78edação dada $ela Lei n9 11. 6er! sus$ensa a arre'atação logo que o $roduto da alienação dos bens bastar $ara o $aga'ento do credor. A arre'atação constar! de auto que ser! lavrado de i'ediato nele 'encionadas as condiç)es $elas quais (oi alienado o be'. I / dos tutores curadores testa'enteiros ad'inistradores s%ndicos ou liquidantes quanto aos bens con(iados a sua guarda e res$onsabilidade2 7Inclu%do $ela Lei n9 11. CI / nos casos $revistos neste Código 7art..?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.?* de *@@=<. . =:?<. =:1. 7tr1s< dias a di(erença sob $ena de ser tornada se' e(eito a arre'atação e neste caso os bens serão levados a nova $raça ou leilão 0 custa do e#eqMente. 78edação dada $ela Lei n9 11.. Par!gra(o 3nico.1::-< Par!gra(o 3nico. . III / quando o arre'atante $rovar nos 5 7cinco< dias seguintes a e#ist1ncia de Anus real ou de grava'e 7art. =?= inciso C< não 'encionado no edital2 78edação dada $ela Lei n9 11.. I / $or v%cio de nulidade2 78edação dada $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<..?* de *@@=<. Par!gra(o 3nico.1::-< Art.?* de *@@=<. C / quando reali&ada $or $reço vil 7art. Art. B 1o A arre'atação $oder! no entanto ser tornada se' e(eito: 78enu'erado co' alteração do $aragra(o 3nico $ela Lei n9 11.Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. =:*<2 7Inclu%do $ela Lei n9 11. II / dos 'andat!rios quanto aos bens de cuja ad'inistração ou alienação esteja' encarregados2 7Inclu%do $ela Lei n9 11.1*. =:@/A.?* de *@@=<. III / do jui& 'e'bro do Ginist"rio P3blico e da Fe(ensoria P3blica escrivão e de'ais servidores e au#iliares da Oustiça. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.. Art. Não ser! aceito lanço que e' segunda $raça ou leilão o(ereça $reço vil.. 78edação dada $ela Lei n9 ?.?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. =:.?* de *@@=<.:5.. A orde' de entrega do be' 'óvel ou a carta de arre'atação do be' i'óvel ser! e#$edida de$ois de e(etuado o de$ósito ou $restadas as garantias $elo arre'atante..?* de *@@=<.?* de *@@=<.

1:.?* de *@@=<.Art.?* de *@@=<. .@-. =:. =:?.. Art. B 1o 6e durante o adia'ento algu' $retendente assegurar 'ediante caução idAnea o $reço da avaliação o jui& ordenar! a alienação e' $raça. . 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.?* de *@@=< Art. III / a $rova de quitação do i'$osto de trans'issão. IC / 78evogado $ela Lei n9 11. B -o Findo o $ra&o do adia'ento o i'óvel ser! alienado na (or'a $revista no art.@5..78edação dada $ela Lei n9 11. Art.. 78evogado $ela Lei n9 11. Juando o i'óvel de inca$a& não alcançar e' $raça $elo 'enos ?@L 7oitenta $or cento< do valor da avaliação o jui& o con(iar! 0 guarda e ad'inistração de de$osit!rio idAneo adiando a alienação $or $ra&o não su$erior a 17u'< ano. 6e o arre'atante ou seu (iador não $agar o $reço no $ra&o estabelecido o jui& i'$or/l+e/! e' (avor do e#eqMente a $erda da caução voltando os bens a nova $raça ou leilão dos quais não serão ad'itidos a $artici$ar o arre'atante e o (iador re'issos. 78edação dada $ela Lei n9 11..?* de *@@=< Art. Cu'$re ao leiloeiro: I / $ublicar o edital anunciando a alienação2 II / reali&ar o leilão onde se encontre' os bens ou no lugar designado $elo jui&2 III / e#$or aos $retendentes os bens ou as a'ostras das 'ercadorias2 IC / receber do arre'atante a co'issão estabelecida e' lei ou arbitrada $elo jui&2 . Art.@*. II / a có$ia do auto de arre'atação2 e 78edação dada $ela Lei n9 11...?* de *@@=< Art. . 78edação dada $ela Lei n9 11.o 6e' $reju%&o do dis$osto nos dois $ar!gra(os antecedentes o jui& $oder! autori&ar a locação do i'óvel no $ra&o do adia'ento.?* de *@@=<.?* de *@@=< B . =::. A carta de arre'atação conter!: 78edação dada $ela Lei n9 5.@1.1@.. B .?* de *@@=< B *o 78evogado $ela Lei n9 11.. Não se e(etuar! a adjudicação ou alienação de be' do e#ecutado se' que da e#ecução seja cienti(icado $or qualquer 'odo idAneo e co' $elo 'enos 1@ 7de&< dias de anteced1ncia o sen+orio direto o credor co' garantia real ou co' $en+ora anterior'ente averbada que não seja de qualquer 'odo $arte na e#ecução. .. Não +avendo lançador (ar/se/! a alienação do i'óvel e' sua integridade. . . 78evogado $ela Lei n9 11. . B 1o 78evogado $ela Lei n9 11.. (iador do arre'atante que $agar o valor do lanço e a 'ulta $oder! requerer que a arre'atação I+e seja trans(erida. 78evogado $ela Lei n9 11. B *o 6e o $retendente 0 arre'atação se arre$ender o jui& I+e i'$or! a 'ulta de *@L 7vinte $or cento< sobre o valor da avaliação e' bene(%cio do inca$a& valendo a decisão co'o t%tulo e#ecutivo.?* de *@@=<.. Art. Par!gra(o 3nico. =:=.:*5 de 19.@@. Juando o i'óvel ad'itir cA'oda divisão o jui& a requeri'ento do devedor ordenar! a alienação judicial de $arte dele desde que su(iciente $ara $agar o credor. =:5.@. Art...o 78evogado $ela Lei n9 11.?* de *@@=< Art. 8essalvados os casos de alienação de bens i'óveis e aqueles de atribuição de corretores da Holsa de Calores todos os de'ais bens serão alienados e' leilão $3blico.?* de *@@=< Art..< I / a descrição do i'óvel co' re'issão 0 sua 'atr%cula e registros2 78edação dada $ela Lei n9 11. =?= Cl...?* de *@@=<.

?* de *@@=< Art.?* de *@@=< Subse56o I. .. . 78evogado $ela Lei n9 11.@=.?* de *@@=<.C / receber e de$ositar dentro e' *. E(etuado o leilão lavrar/se/! o auto que $oder! abranger bens $en+orados e' 'ais de u'a e#ecução e#$edindo/se se necess!rio orde' judicial de entrega ao arre'atante.?* de *@@=<.@:. jui& autori&ar! que o credor levante at" a satis(ação integral de seu cr"dito o din+eiro de$ositado $ara segurar o ju%&o ou o $roduto dos bens alienados quando: I / a e#ecução (or 'ovida só a bene(%cio do credor singular a que' $or (orça da $en+ora cabe o direito de $re(er1ncia sobre os bens $en+orados e alienados2 II / não +ouver sobre os bens alienados qualquer outro $rivil"gio ou $re(er1ncia institu%do anterior'ente 0 $en+ora. Art. . Art. . .1=.?* de *@@=<. Estando o credor $ago do $rinci$al juros custas e +onor!rios a i'$ortKncia que sobejar ser! restitu%da ao devedor. jui& $ode conceder ao e#eqMente o usu(ruto de 'óvel ou i'óvel quando o re$utar 'enos gravoso ao e#ecutado e e(iciente $ara o recebi'ento do cr"dito.. 78edação dada $ela Lei n9 11. &o 2sufruto de 09vel ou I:9vel 78edação dada $ela Lei n9 11. Par!gra(o 3nico. Art. Subse56o III 78evogado $ela Lei n9 11. .?* de *@@=<.. 78evogado $ela Lei n9 11.@. . . Art.?* de *@@=< Art. leiloeiro $3blico ser! indicado $elo e#eqMente..?* de *@@=<. Art. .1.11. . .@?. Ao receber o 'andado de levanta'ento o credor dar! ao devedor $or ter'o nos autos quitação da quantia $aga.1-.1*.1@.... Se56o II &o PaFa:ento ao Credor Subse56o I &as &isposi5Ces =erais Art.7vinte e quatro< +oras 0 orde' do jui& o $roduto da alienação2 Cl / $restar contas nas -? 7quarenta e oito< +oras subseqMentes ao de$ósito. Concorrendo v!rios credores o din+eiro ser/l+es/! distribu%do e entregue consoante a orde' das res$ectivas $relaç)es2 não +avendo t%tulo legal 0 $re(er1ncia receber! e' $ri'eiro lugar o credor que $ro'oveu a e#ecução cabendo aos de'ais concorrentes direito sobre a i'$ortKncia restante observada a anterioridade de cada $en+ora. .. . .. . 78edação dada $ela Lei n9 11.15.. 78edação dada $ela Lei n9 11.s credores (or'ularão as suas $retens)es requerendo as $rovas que irão $rodu&ir e' audi1ncia2 'as a dis$uta entre eles versar! unica'ente sobre o direito de $re(er1ncia e a anterioridade da $en+ora. Art. Subse56o II &a EntreFa do &inheiro Art. . 78edação dada $ela Lei n9 11. Art. . $aga'ento ao credor (ar/se/!: I / $ela entrega do din+eiro2 II / $ela adjudicação dos bens $en+orados2 III / $elo usu(ruto de be' i'óvel ou de e'$resa. Findo o debate o jui& decidir!.

Art.1.*5. Par!gra(o 3nico.*:. Pode ser ad'inistrador: I / o credor consentindo o devedor2 II / o devedor consentindo o credor. 78edação dada $ela Lei n9 11. 78evogado $ela Lei n9 11. .?* de *@@=< Se56o III &a EJecu56o Contra a Ba@enda Pública Art. B *o Constarão da carta a identi(icação do i'óvel e có$ias do laudo e da decisão.de 1@.?* de *@@=< B 1o A$ós a 'ani(estação das $artes sobre o laudo $ro(erir! o jui& decisão2 caso de(erido o usu(ruto de i'óvel ordenar! a e#$edição de carta $ara averbação no res$ectivo registro.1?. . Art. 78edação dada $ela Lei n9 11. Na e#ecução $or quantia certa contra a Fa&enda P3blica citar/se/! a devedora $ara o$or e'bargos e' 1@ 7de&< dias2 se esta não os o$user no $ra&o legal observar/se/ão as seguintes regras: 7Cide Lei n9 :.?* de *@@=< Art.. 78evogado $ela Lei n9 11. I / 78evogado $ela Lei n9 11. . Art. Juando o usu(ruto recair sobre o quin+ão do condA'ino na co/ $ro$riedade o ad'inistrador e#ercer! os direitos que cabia' ao e#ecutado... .Art.?* de *@@=<. 78edação dada $ela Lei n9 11. 78edação dada $ela Lei n9 11. .*.@.o 78evogado $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. . Art.?* de *@@=< II / 78evogado $ela Lei n9 11. Navendo discordKncia o jui& decidir! a 'el+or (or'a de e#erc%cio do usu(ruto.1::..?* de *@@=< Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Art. 78edação dada $ela Lei n9 11..1:..?* de *@@=< Art. . E l%cito ao credor antes da reali&ação da $raça requerer/l+e seja atribu%do e' $aga'ento do cr"dito o usu(ruto do i'óvel $en+orado.?* de *@@=<.. Art.?* de *@@=<. e#eqMente usu(rutu!rio $oder! celebrar locação do 'óvel ou i'óvel ouvido o e#ecutado..< I / o jui& requisitar! o $aga'ento $or inter'"dio do $residente do tribunal co'$etente2 II / (ar/se/! o $aga'ento na orde' de a$resentação do $recatório e 0 conta do res$ectivo cr"dito.. ... 78evogado $ela Lei n9 11. 6e o credor (or $reterido no seu direito de $re(er1ncia o $residente do tribunal que e#$ediu a orde' $oder! de$ois de ouvido o c+e(e do Ginist"rio P3blico ordenar o seqMestro da quantia necess!ria $ara satis(a&er o d"bito.1.*@. 78evogado $ela Lei n9 11. ..?* de *@@=<. . . 78evogado $ela Lei n9 11... . Na sentença o jui& no'ear! ad'inistrador que ser! investido de todos os $oderes que concerne' ao usu(rutu!rio. .*?. . 78edação dada $ela Lei n9 11. 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=< Art. B .. 6e o i'óvel estiver arrendado o inquilino $agar! o aluguel direta'ente ao usu(rutu!rio salvo se +ouver ad'inistrador. Art.?* de *@@=<. .*...?* de *@@=<.-:.uvido o e#ecutado o jui& no'ear! $erito $ara avaliar os (rutos e rendi'entos do be' e calcular o te'$o necess!rio $ara o $aga'ento da d%vida.?* de *@@=< Art. . Fecretado o usu(ruto $erde o e#ecutado o go&o do 'óvel ou i'óvel at" que o e#eqMente seja $ago do $rinci$al juros custas e +onor!rios advocat%cios...:. Art. Par!gra(o 3nico. usu(ruto te' e(ic!cia assi' e' relação ao e#ecutado co'o a terceiros a $artir da $ublicação da decisão que o conceda. ...**.*-.*1. .?* de *@@=<. .*=.

B *o Nas e#ecuç)es $or carta $recatória a citação do e#ecutado ser! i'ediata'ente co'unicada $elo jui& de$recado ao jui& de$recante inclusive $or 'eios eletrAnicos contando/se o $ra&o $ara e'bargos a $artir da juntada aos autos de tal co'unicação.. B 1o 6e o devedor não $agar ne' se escusar o jui& decretar/l+e/! a $risão $elo $ra&o de 1 7u'< a .-. . +1+2L( III &(S E0-AR=(S &( &E. B *o ..1*.. &A E?EC234( &E PRES+A34( ALI0EN+1CIA Art.E&(R CAP1+2L( I &AS &ISP(SI3GES =ERAIS Art. Juando o devedor (or (uncion!rio $3blico 'ilitar diretor ou gerente de e'$resa be' co'o e'$regado sujeito 0 legislação do trabal+o o jui& 'andar! descontar e' (ol+a de $aga'ento a i'$ortKncia da $restação ali'ent%cia.. . 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=< B 1o Juando +ouver 'ais de u' e#ecutado o $ra&o $ara cada u' deles e'bargar conta/se a $artir da juntada do res$ectivo 'andado citatório salvo tratando/se de cAnjuges. 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=< II / 78evogado $ela Lei n9 11..... Par!gra(o 3nico.. Art.?* de *@@=< Art.** de *@1@< Art..1:. .?* de *@@=< III / 78evogado $ela Lei n9 11. Par!gra(o 3nico. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.CAP1+2L( .?. 78edação dada $ela Lei n9 11..?* de *@@=< IC / 78evogado $ela Lei n9 11.s e'bargos serão o(erecidos no $ra&o de 15 7quin&e< dias contados da data da juntada aos autos do 'andado de citação.. 78evogado $ela Lei n9 11. .=.. 8ecaindo a $en+ora e' din+eiro o o(ereci'ento de e'bargos não obsta a que o e#eqMente levante 'ensal'ente a i'$ortKncia da $restação.. . 78edação dada $ela Lei n9 =.515 de *=. . 7tr1s< dias e(etuar o $aga'ento $rovar que o (e& ou justi(icar a i'$ossibilidade de e(etu!/lo.. .*. . Na e#ecução de sentença ou de decisão que (i#a os ali'entos $rovisionais o jui& 'andar! citar o devedor $ara e' . . e#ecutado inde$endente'ente de $en+ora de$ósito ou caução $oder! o$or/se 0 e#ecução $or 'eio de e'bargos... I / 78evogado $ela Lei n9 11.o Paga a $restação ali'ent%cia o jui& sus$ender! o cu'$ri'ento da orde' de $risão.s e'bargos 0 e#ecução serão distribu%dos $or de$end1ncia autuados e' a$artado e instru%dos co' có$ias das $eças $rocessuais relevantes que $oderão ser declaradas aut1nticas $elo advogado sob sua res$onsabilidade $essoal. A co'unicação ser! (eita 0 autoridade 0 e'$resa ou ao e'$regador $or o(%cio de que constarão os no'es do credor do devedor a i'$ortKncia da $restação e o te'$o de sua duração.?* de *@@=<. A e#ecução de sentença que condena ao $aga'ento de $restação ali'ent%cia (ar/se/! con(or'e o dis$osto no Ca$%tulo IC deste >%tulo.?* de *@@=<. 6e o devedor não $agar os ali'entos $rovisionais a que (oi condenado $ode o credor $ro'over a e#ecução da sentença observando/se o $rocedi'ento estabelecido no Ca$%tulo IC deste >%tulo.< B . Art. 7tr1s< 'eses.. Par!gra(o 3nico.?* de *@@=<.. cu'$ri'ento da $ena não e#i'e o devedor do $aga'ento das $restaç)es vencidas e vincendas. . . 78edação dada $ela Lei n9 1*..5.?* de *@@=<.. Art..

78edação dada $ela Lei n9 11. Art. Na e#ecução contra a Fa&enda P3blica os e'bargos só $oderão versar sobre: 78edação dada $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.*.. Par!gra(o 3nico.s e'bargos do e#ecutado não terão e(eito sus$ensivo.?* de *@@=<. CAP1+2L( II &(S E0-AR=(S M E?EC234( C(N+RA A BADEN&A P.?* de *@@=<.. Art. . jui& rejeitar! li'inar'ente os e'bargos: I / quando inte'$estivos2 78edação dada $ela Lei n9 11.*. B 1o .?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.. B 1o 78evogado $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Art. B ...?* de *@@=<. e 1?< ser! $ro'ovida no $ró$rio $rocesso de e#ecução e' autos a$ensos o$erando/se $or co'$ensação ou $or e#ecução.?* de *@@=< B *o 78evogado $ela Lei n9 11. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. ..?* de *@@=<... *:5<2 ou 78edação dada $ela Lei n9 11.* de *@@5< Art.. No caso de e'bargos 'ani(esta'ente $rotelatórios o jui& i'$or! e' (avor do e#eqMente 'ulta ao e'bargante e' valor não su$erior a *@L 7vinte $or cento< do valor e' e#ecução. ..?* de *@@=<.* de *@@5< . 78edação dada $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. .-@..o Aos e'bargos do e#ecutado não se a$lica o dis$osto no art.-LICA 78edação dada $ela Lei n9 11. 1:1 desta Lei. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. II / quando ine$ta a $etição 7art. B -o A concessão de e(eito sus$ensivo aos e'bargos o(erecidos $or u' dos e#ecutados não sus$ender! a e#ecução contra os que não e'bargara' quando o res$ectivo (unda'ento disser res$eito e#clusiva'ente ao e'bargante.?* de *@@=< B .. III / quando 'ani(esta'ente $rotelatórios. jui& $oder! a requeri'ento do e'bargante atribuir e(eito sus$ensivo aos e'bargos quando sendo relevantes seus (unda'entos o $rossegui'ento da e#ecução 'ani(esta'ente $ossa causar ao e#ecutado grave dano de di(%cil ou incerta re$aração e desde que a e#ecução j! esteja garantida $or $en+ora de$ósito ou caução su(icientes.o 78evogado $ela Lei n9 11..o Juando o e(eito sus$ensivo atribu%do aos e'bargos disser res$eito a$enas a $arte do objeto da e#ecução essa $rosseguir! quanto 0 $arte restante. . 8ecebidos os e'bargos ser! o e#eqMente ouvido no $ra&o de 15 7quin&e< dias2 a seguir o jui& julgar! i'ediata'ente o $edido 7art. B *o A decisão relativa aos e(eitos dos e'bargos $oder! a requeri'ento da $arte ser 'odi(icada ou revogada a qualquer te'$o e' decisão (unda'entada cessando as circunstKncias que a 'otivara'. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.:. B 5o Juando o e#cesso de e#ecução (or (unda'ento dos e'bargos o e'bargante dever! declarar na $etição inicial o valor que entende correto a$resentando 'e'ória do c!lculo sob $ena de rejeição li'inar dos e'bargos ou de não con+eci'ento desse (unda'ento. 78edação dada $ela Lei n9 11.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. .. . 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.?* de *@@=< Art...?* de *@@=<. A cobrança de 'ulta ou de indeni&aç)es decorrentes de litigKncia de '!/(" 7arts.?* de *@@=<..:/H.B .@< ou designar! audi1ncia de conciliação instrução e julga'ento $ro(erindo sentença no $ra&o de 1@ 7de&< dias.:/A.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. B =o A concessão de e(eito sus$ensivo não i'$edir! a e(etivação dos atos de $en+ora e de avaliação dos bens. 1.?* de *@@=<..?* de *@@=<..?* de *@@=<.-1. .

.-5.?* de *@@=<...?* de *@@=<. I / nulidade da e#ecução $or não ser e#ecutivo o t%tulo a$resentado2 7Inclu%do $ela Lei n9 11. Para e(eito do dis$osto no inciso II do caput deste artigo considera/se ta'b"' ine#ig%vel o t%tulo judicial (undado e' lei ou ato nor'ativo declarados inconstitucionais $elo 6u$re'o >ribunal Federal ou (undado e' a$licação ou inter$retação da lei ou ato nor'ativo tidas $elo 6u$re'o >ribunal Federal co'o inco'$at%veis co' a Constituição Federal.-.. e#eqMente $oder! a qualquer te'$o ser i'itido na $osse da coisa $restando caução ou de$ositando o valor devido $elas ben(eitorias ou resultante da co'$ensação.-*. .*. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. .?* de *@@=<.* de *@@5< Cll / inco'$et1ncia do ju%&o da e#ecução be' co'o sus$eição ou i'$edi'ento do jui&. No $ra&o $ara e'bargos recon+ecendo o cr"dito do e#eqMente e co'$rovando o de$ósito de .?* de *@@=< Art. =*1<2 7Inclu%do $ela Lei n9 11..I W (alta ou nulidade da citação se o $rocesso correu 0 revelia2 78edação dada $ela Lei n9 11.* de *@@5< CI W qualquer causa i'$editiva 'odi(icativa ou e#tintiva da obrigação co'o $aga'ento novação co'$ensação transação ou $rescrição desde que su$erveniente 0 sentença2 78edação dada $ela Lei n9 11. II / $en+ora incorreta ou avaliação errAnea2 7Inclu%do $ela Lei n9 11.?* de *@@=<.* de *@@5< II / ine#igibilidade do t%tulo2 III / ilegiti'idade das $artes2 IC / cu'ulação indevida de e#ecuç)es2 C W e#cesso de e#ecução2 78edação dada $ela Lei n9 11. 5?*<2 C / se o credor não $rovar que a condição se reali&ou. 78evogado $ela Lei n9 11.?* de *@@=<. Par!gra(o 3nico. III / e#cesso de e#ecução ou cu'ulação indevida de e#ecuç)es2 7Inclu%do $ela Lei n9 11.. Nos e'bargos $oder! o e#ecutado alegar: 78edação dada $ela Lei n9 11.@L 7trinta $or cento< do valor e' e#ecução inclusive custas e +onor!rios de advogado $oder! o e#ecutado requerer seja ad'itido a $agar o .-5/A. . 7Inclu%do $ela Lei n9 11. 6er! o(erecida junta'ente co' os e'bargos a e#ceção de inco'$et1ncia do ju%&o be' co'o a de sus$eição ou de i'$edi'ento do jui&.?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11..--.* de *@@5< Art. B 1o Nos e'bargos de retenção $or ben(eitorias $oder! o e#eqMente requerer a co'$ensação de seu valor co' o dos (rutos ou danos considerados devidos $elo e#ecutado cu'$rindo ao jui& $ara a a$uração dos res$ectivos valores no'ear $erito (i#ando/l+e breve $ra&o $ara entrega do laudo. IC / retenção $or ben(eitorias necess!rias ou 3teis nos casos de t%tulo $ara entrega de coisa certa 7art.?* de *@@=<. B *o . CAP1+2L( III (S E0-AR=(S M E?EC234( 78edação dada $ela Lei n9 11..*. . N! e#cesso de e#ecução: I / quando o credor $leiteia quantia su$erior 0 do t%tulo2 II / quando recai sobre coisa diversa daquela declarada no t%tulo2 III / quando se $rocessa de 'odo di(erente do que (oi deter'inado na sentença2 IC / quando o credor se' cu'$rir a $restação que I+e corres$onde e#ige o adi'$le'ento da do devedor 7art.?* de *@@=<. Art.*. Art. C / qualquer 'at"ria que l+e seria l%cito dedu&ir co'o de(esa e' $rocesso de con+eci'ento..... Art.*.?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.

?* de *@@=<. 78edação dada $ela Lei n9 ?. Art.7Inclu%do $ela Lei n9 11. B *o No caso do B 1o deste artigo o jui& de(erir! de $lano o requeri'ento co' a i'ediata liberação do de$ósito (eito $elo adquirente 7art. . 7Inclu%do $ela Lei n9 11. . 4 l%cito ao e#ecutado no $ra&o de 5 7cinco< dias contados da adjudicação alienação ou arre'atação o(erecer e'bargos (undados e' nulidade da e#ecução ou e' causa e#tintiva da obrigação desde que su$erveniente 0 $en+ora a$licando/se no que couber o dis$osto neste Ca$%tulo. IC F. ..?* de *@@=<.. 78edação dada $ela Lei n9 11.1::-< +1+2L( I..51..8 CA8>A 78enu'erado do Ca$%tulo C $ara o IC $ela Lei n9 11. Art.?* de *@@=<. não $aga'ento de qualquer das $restaç)es i'$licar! de $leno direito o venci'ento das subseqMentes e o $rossegui'ento do $rocesso co' o i'ediato in%cio dos atos e#ecutivos i'$osta ao e#ecutado 'ulta de 1@L 7de& $or cento< sobre o valor das $restaç)es não $agas e vedada a o$osição de e'bargos.restante e' at" = 7seis< $arcelas 'ensais acrescidas de correção 'onet!ria e juros de 1L 7u' $or cento< ao '1s. I II e III. 7Inclu%do $ela Lei n9 11. &A E?EC234( P(R L2AN+IA CER+A C(N+RA &E. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.. P.-=. de 1. B 1o . Na e#ecução $or carta os e'bargos serão o(erecidos no ju%&o de$recante ou no ju%&o de$recado 'as a co'$et1ncia $ara julg!/los " do ju%&o de$recante salvo se versare' unica'ente v%cios ou de(eitos da $en+ora avaliação ou alienação dos bens. A declaração de insolv1ncia do devedor $rodu&: I / o venci'ento anteci$ado das suas d%vidas2 II / a arrecadação de todos os seus bens suscet%veis de $en+ora quer os atuais quer os adquiridos no curso do $rocesso2 III / a e#ecução $or concurso universal dos seus credores.6 EGHA8R. =:.o Caso os e'bargos seja' declarados 'ani(esta'ente $rotelatórios o jui& i'$or! 'ulta ao e'bargante não su$erior a *@L 7vinte $or cento< do valor da e#ecução e' (avor de que' desistiu da aquisição.8NCIA Art. .-:. ?1. Art. .?* de *@@=<. F!/se a insolv1ncia toda ve& que as d%vidas e#cedere' 0 i'$ortKncia dos bens do devedor.. B 1o 6endo a $ro$osta de(erida $elo jui& o e#eqMente levantar! a quantia de$ositada e serão sus$ensos os atos e#ecutivos2 caso inde(erida seguir/se/ão os atos e#ecutivos 'antido o de$ósito.6 NA EIECDTZ.B 1o inciso IC<.?* de *@@=<.. 7Inclu%do $ela Lei n9 11.5@.1*. Presu'e/se a insolv1ncia quando: I / o devedor não $ossuir outros bens livres e dese'baraçados $ara no'ear 0 $en+ora2 Il / (ore' arrestados bens do devedor co' (unda'ento no art. Art. . B . B *o ..E&(R INS(L.:5. ..?* de *@@=<.-?.EN+E CAP1+2L( I &A INS(L.(erecidos e'bargos $oder! o adquirente desistir da aquisição.-. 6e o devedor (or casado e o outro cAnjuge assu'indo a res$onsabilidade $or d%vidas não $ossuir bens $ró$rios que baste' ao $aga'ento de todos os credores $oder! ser declarada nos autos do 'es'o $rocesso a insolv1ncia de a'bos.?* de *@@=<. 7Inclu%do $ela Lei n9 11..?* de *@@=< Art. CAPQ>DL.

.5-. . . Não +avendo $rovas a $rodu&ir o jui& dar! a sentença e' 1@ 7de&< dias2 +avendo/as designar! audi1ncia de instrução e julga'ento. . .8NCIA Art. Art.. Art. credor requerer! a declaração de insolv1ncia do devedor instruindo o $edido co' t%tulo e#ecutivo judicial ou e#trajudicial 7art.8NCIA REL2ERI&A PEL( CRE&(R Art.E&(R (2 PEL( SE2 ESP7LI( Art. .=1. . . . Nos e'bargos $ode o devedor alegar: I / que não $aga $or ocorrer algu'a das causas enu'eradas nos arts.5.-5 con(or'e o $edido de insolv1ncia se (unde e' t%tulo judicial ou e#trajudicial2 Il / que o seu ativo " su$erior ao $assivo.5?. A declaração de insolv1ncia $ode ser requerida: I / $or qualquer credor quirogra(!rio2 II / $elo devedor2 III / $elo inventariante do es$ólio do devedor. Art. . &AS A+RI-2I3GES &( A&0INIS+RA&(R Art.8NCIA REL2ERI&A PEL( &E. . Feclarada a insolv1ncia o devedor $erde o direito de ad'inistrar os seus bens e de dis$or deles at" a liquidação total da 'assa.=. . . A $etição dirigida ao jui& da co'arca e' que o devedor te' o seu do'ic%lio conter!: I / a relação no'inal de todos os credores co' a indicação do do'ic%lio de cada u' be' co'o da i'$ortKncia e da nature&a dos res$ectivos cr"ditos2 II / a individuação de todos os bens co' a esti'ativa do valor de cada u'2 III / o relatório do estado $atri'onial co' a e#$osição das causas que deter'inara' a insolv1ncia.55. CAP1+2L( II &A INS(L. CAP1+2L( I. Art.-* e .5*.Art. ..=*. 4 l%cito ao devedor ou ao seu es$ólio a todo te'$o requerer a declaração de insolv1ncia.-1 .5:. . devedor ilidir! o $edido de insolv1ncia se no $ra&o $ara o$or e'bargos de$ositar a i'$ortKncia do cr"dito $ara I+e discutir a legiti'idade ou o valor. .5=. Art. CAP1+2L( . A 'assa dos bens do devedor insolvente (icar! sob a custódia e res$onsabilidade de u' ad'inistrador que e#ercer! as suas atribuiç)es sob a direção e su$erintend1ncia do jui&. Art. . . Art. Ao ju%&o da insolv1ncia concorrerão todos os credores do devedor co'u'. 5?=<. CAP1+2L( III &A INS(L. &A &ECLARA34( J2&ICIAL &E INS(L. B 1o As e#ecuç)es 'ovidas $or credores individuais serão re'etidas ao ju%&o da insolv1ncia. Na sentença que declarar a insolv1ncia o jui&: I / no'ear! dentre os 'aiores credores u' ad'inistrador da 'assa2 II / 'andar! e#$edir edital convocando os credores $ara que a$resente' no $ra&o de *@ 7vinte< dias a declaração do cr"dito aco'$an+ada do res$ectivo t%tulo. devedor ser! citado $ara no $ra&o de 1@ 7de&< dias o$or e'bargos2 se os não o(erecer o jui& $ro(erir! e' 1@ 7de&< dias a sentença.5. B *o Navendo e' algu'a e#ecução dia designado $ara a $raça ou o leilão (ar/se/ ! a arre'atação entrando $ara a 'assa o $roduto dos bens.=@.

. 6e concorrere' aos bens a$enas credores quirogra(!rios o contador organi&ar! o quadro relacionando/os e' orde' al(ab"tica.. . Findo o $ra&o a que se re(ere o no II do art. .=?. . 6e os bens não (ora' alienados antes da organi&ação do quadro geral o jui& deter'inar! a alienação e' $raça ou e' leilão destinando/se o $roduto ao $aga'ento dos credores.5. Par!gra(o 3nico. Cu'$re ao ad'inistrador: I / arrecadar todos os bens do devedor onde quer que esteja' requerendo $ara esse (i' as 'edidas judiciais necess!rias2 II / re$resentar a 'assa ativa e $assiva'ente contratando advogado cujos +onor!rios serão $revia'ente ajustados e sub'etidos 0 a$rovação judicial2 III / $raticar todos os atos conservatórios de direitos e de aç)es be' co'o $ro'over a cobrança das d%vidas ativas2 IC / alienar e' $raça ou e' leilão co' autori&ação judicial os bens da 'assa. Ao assinar o ter'o o ad'inistrador entregar! a declaração de cr"dito aco'$an+ada do t%tulo e#ecutivo. Art. B 1o 6e (or necess!ria $rova oral o jui& designar! audi1ncia de instrução e julga'ento. . Não +avendo i'$ugnaç)es o escrivão re'eter! os autos ao contador que organi&ar! o quadro geral dos credores observando quanto 0 classi(icação dos cr"ditos e dos t%tulos legais de $re(er1ncia o que dis$)e a lei civil.=:. . CAP1+2L( . 6e quando (or organi&ado o quadro geral dos credores os bens da 'assa j! tivere' sido alienados o contador indicar! a $ercentage' que caber! a cada credor no rateio. Navendo i'$ugnação $elo credor ou $elo devedor o jui& de(erir! quando necess!rio a $rodução de $rovas e e' seguida $ro(erir! sentença. Não o tendo e' seu $oder junt!/lo/! no $ra&o (i#ado $elo art. .=5.==.*. Art. . Liquidada a 'assa se' que ten+a sido e(etuado o $aga'ento integral a todos os credores o devedor insolvente continua obrigado $elo saldo. . . No'eado o ad'inistrador o escrivão o inti'ar! a assinar dentro de *7vinte e quatro< +oras ter'o de co'$ro'isso de dese'$en+ar be' e (iel'ente o cargo. .. Art.II &( SAL&( &E. .ERIBICA34( E &A CLASSIBICA34( &(S CR<&I+(S Art.uvidos todos os interessados no $ra&o de 1@ 7de&< dias sobre o quadro geral dos credores o jui& $ro(erir! sentença. Art.. .=1 II.=1 o escrivão dentro de 5 7cinco< dias ordenar! todas as declaraç)es autuando cada u'a co' o seu res$ectivo t%tulo. Art. B *o >ransitada e' julgado a sentença observar/se/! o que dis$)e' os tr1s artigos antecedentes.Art.. E' seguida inti'ar! $or edital todos os credores $ara no $ra&o de *@ 7vinte< dias que I+es " co'u' alegare' as suas $re(er1ncias be' co'o a nulidade si'ulação (raude ou (alsidade de d%vidas e contratos. No $ra&o a que se re(ere este artigo o devedor $oder! i'$ugnar quaisquer cr"ditos. Pelo $aga'ento dos saldos res$onde' os bens $en+or!veis que o devedor adquirir at" que se I+e declare a e#tinção das obrigaç)es.=. Art. CAP1+2L( . . . . Art. . ad'inistrador ter! direito a u'a re'uneração que o jui& arbitrar! atendendo 0 sua dilig1ncia ao trabal+o 0 res$onsabilidade da (unção e 0 i'$ortKncia da 'assa..-..I &A . .1.=-.. Art. Par!gra(o 3nico.@. Art.E&(R Art..

?* de *@@=< +1+2L( ..< >Q>DL.?*.I &A S2SPENS4( E &A E?+IN34( &( PR(CESS( &E E?EC234( CAP1+2L( I &A S2SPENS4( Art. . Art.?=/A / .=<..?. 78evogado $ela Lei n9 11. ..6ITUE6 RE8AI6 Art..@ 7trinta< dias no órgão o(icial e e' outro jornal de grande circulação.III &A E?+IN34( &AS (-RI=A3GES Art.?:. .??. Art.:/A<2 78edação dada $ela Lei n9 11. ..:.?1.s editais re(eridos neste >%tulo ta'b"' serão $ublicados quando (or o caso nos órgãos o(iciais dos Estados e' que o devedor ten+a (iliais ou re$resentantes. No $ra&o estabelecido no artigo antecedente qualquer credor $oder! o$or/se ao $edido alegando que: I / não transcorrera' 5 7cinco< anos da data do encerra'ento da insolv1ncia2 II / o devedor adquiriu bens sujeitos 0 arrecadação 7art.. Considera'/se e#tintas todas as obrigaç)es do devedor decorrido o $ra&o de 5 7cinco< anos contados da data do encerra'ento do $rocesso de insolv1ncia. . A sentença que declarar e#tintas as obrigaç)es ser! $ublicada $or edital (icando o devedor +abilitado a $raticar todos os atos da vida civil. .s bens do devedor $oderão ser arrecadados nos autos do 'es'o $rocesso a requeri'ento de qualquer credor inclu%do no quadro geral a que se re(ere o art. 6us$ende/se a e#ecução: I / no todo ou e' $arte quando recebidos co' e(eito sus$ensivo os e'bargos 0 e#ecução 7art. . devedor insolvente $oder! de$ois da a$rovação do quadro a que se re(ere o art.?.. ..-=* de 1:...?* de *@@=< Art. .Art. . .?* de *@@=<. 78evogado $ela Lei n9 11.. . CAPQ>DL. .. .=. Art.uvido o devedor no $ra&o de 1@ 7de&< dias o jui& $ro(erir! sentença2 +avendo $rovas a $rodu&ir o jui& designar! audi1ncia de instrução e julga'ento. 7Inclu%do $ela Lei n9 :. . C 78evogado $ela Lei n9 11. .. 4 l%cito ao devedor requerer ao ju%&o da insolv1ncia a e#tinção das obrigaç)es2 o jui& 'andar! $ublicar edital co' o $ra&o de .=: acordar co' os seus credores $ro$ondo/l+es a (or'a de $aga'ento. . . . Art.?=.?@. Art. 78evogado $ela Lei n9 11.?. . .?5. Art.=.uvidos os credores o jui& decidir!. . .:@.?-. II FA6 FI6P.?* de *@@=< Art. 78evogado $ela Lei n9 11. . . ..=: $rocedendo/se 0 sua alienação e 0 distribuição do res$ectivo $roduto aos credores na $ro$orção dos seus saldos. As dis$osiç)es deste >%tulo a$lica'/se 0s sociedades civis qualquer que seja a sua (or'a. .1::. CAP1+2L( . Art. Art.. Art.?* de *@@=< Art. A $rescrição das obrigaç)es interro'$ida co' a instauração do concurso universal de credores reco'eça a correr no dia e' que $assar e' julgado a sentença que encerrar o $rocesso de insolv1ncia.:1. devedor que caiu e' estado de insolv1ncia se' cul$a sua $ode requerer ao jui& se a 'assa o co'$ortar que I+e arbitre u'a $ensão at" a alienação dos bens..?* de *@@=< Art. Ao credor retardat!rio " assegurado o direito de dis$utar $or ação direta antes do rateio (inal a $relação ou a cota $ro$orcional ao seu cr"dito.uvidos os credores se não +ouver o$osição o jui& a$rovar! a $ro$osta $or sentença. .

. requerido ser! citado qualquer que seja o $rocedi'ento cautelar $ara no $ra&o de 5 7cinco< dias contestar o $edido indicando as $rovas que $retende $rodu&ir. *=5 I a III2 III / quando o devedor não $ossuir bens $en+or!veis. . ?@1. Par!gra(o 3nico.. requerente $leitear! a 'edida cautelar e' $etição escrita que indicar!: I / a autoridade judici!ria a que (or dirigida2 II / o no'e o estado civil a $ro(issão e a resid1ncia do requerente e do requerido2 III / a lide e seu (unda'ento2 IC / a e#$osição su'!ria do direito a'eaçado e o receio da lesão2 C / as $rovas que serão $rodu&idas.. Par!gra(o 3nico.1:. .:. Art. Conta/se o $ra&o da juntada aos autos do 'andado: .< CAP1+2L( II &A E?+IN34( Art.:5* de 1. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 19. A e#tinção só $rodu& e(eito quando declarada $or sentença..:. Art. .:*. Convindo as $artes o jui& declarar! sus$ensa a e#ecução durante o $ra&o concedido $elo credor $ara que o devedor cu'$ra voluntaria'ente a obrigação. Art. Inter$osto o recurso a 'edida cautelar ser! requerida direta'ente ao tribunal. 6ó e' casos e#ce$cionais e#$ressa'ente autori&ados $or lei deter'inar! o jui& 'edidas cautelares se' a audi1ncia das $artes..II / nas +i$óteses $revistas no art.NIC( &AS 0E&I&AS CA2+ELARES CAP1+2L( I &AS &ISP(SI3GES =ERAIS Art. Par!gra(o 3nico. Art.:-. . Art. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.1@. .1::-< Art. jui& $oder! entretanto ordenar $rovid1ncias cautelares urgentes. .:?. Não se e#igir! o requisito do no III senão quando a 'edida cautelar (or requerida e' $rocedi'ento $re$aratório. No caso do artigo anterior $oder! o jui& $ara evitar o dano autori&ar ou vedar a $r!tica de deter'inados atos ordenar a guarda judicial de $essoas e de$ósito de bens e i'$or a $restação de caução.:5. . As 'edidas cautelares serão requeridas ao jui& da causa2 e quando $re$aratórias ao jui& co'$etente $ara con+ecer da ação $rinci$al. Al"' dos $rocedi'entos cautelares es$ec%(icos que este Código regula no Ca$%tulo II deste Livro $oder! o jui& deter'inar as 'edidas $rovisórias que julgar adequadas quando +ouver (undado receio de que u'a $arte antes do julga'ento da lide cause ao direito da outra lesão grave e de di(%cil re$aração. .:5. Par!gra(o 3nico. 6us$ensa a e#ecução " de(eso $raticar quaisquer atos $rocessuais.:=. . de 1. . Art. $rocedi'ento cautelar $ode ser instaurado antes ou no curso do $rocesso $rinci$al e deste " se'$re de$endente. .1*. .1::-< Art. Findo o $ra&o se' cu'$ri'ento da obrigação o $rocesso reto'ar! o seu curso.R( III &( PR(CESS( CA2+ELAR +1+2L( . Art. LI. E#tingue/se a e#ecução quando: I / o devedor satis(a& a obrigação2 II / o devedor obt"' $or transação ou $or qualquer outro 'eio a re'issão total da d%vida2 III / o credor renunciar ao cr"dito. ?@@.1*.::. ?@*. 78edação dada $ela Lei n9 ?.

1*. ?@5. ?@. As 'edidas cautelares conserva' a sua e(ic!cia no $ra&o do artigo antecedente e na $end1ncia do $rocesso $rinci$al2 'as $ode' a qualquer te'$o ser revogadas ou 'odi(icadas.:*5 de 19. Não sendo contestado o $edido $resu'ir/se/ão aceitos $elo requerido co'o verdadeiros os (atos alegados $elo requerente 7arts. Art. . *?5 e . ?@.. Art. ?@=2 II / se não (or e#ecutada dentro de .1@. ?11. ?1@.I / de citação devida'ente cu'$rido2 II / da e#ecução da 'edida cautelar quando concedida li'inar'ente ou a$ós justi(icação $r"via..1::-< Art.. Par!gra(o 3nico. Cabe 0 $arte $ro$or a ação no $ra&o de ..1@. inde(eri'ento da 'edida não obsta a que a $arte intente a ação ne' in(lui no julga'ento desta salvo se o jui& no $rocedi'ento cautelar acol+er a alegação de decad1ncia ou de $rescrição do direito do autor. ?@-. Art. ?@:. 78edação dada $ela Lei n9 5. .:*5 de 19. . ?@?. ?@=. 78edação dada $ela Lei n9 ?. 6e' $reju%&o do dis$osto no art. Art.1:<2 caso e' que o jui& decidir! dentro e' 5 7cinco< dias. A 'edida cautelar $oder! ser substitu%da de o(%cio ou a requeri'ento de qualquer das $artes $ela $restação de caução ou outra garantia 'enos gravosa $ara o requerido se'$re que adequada e su(iciente $ara evitar a lesão ou re$ar!/la integral'ente. Par!gra(o 3nico.1:. 6e $or qualquer 'otivo cessar a 'edida " de(eso 0 $arte re$etir o $edido salvo $or novo (unda'ento.1:. ?@? deste Código2 IC / se o jui& acol+er no $rocedi'ento cautelar a alegação de decad1ncia ou de $rescrição do direito do autor 7art. Cessa a e(ic!cia da 'edida cautelar: I / se a $arte não intentar a ação no $ra&o estabelecido no art.@ 7trinta< dias2 III / se o jui& declarar e#tinto o $rocesso $rinci$al co' ou se' julga'ento do '"rito. Aos $rocedi'entos cautelares es$ec%(icos regulados no Ca$%tulo seguinte a$lica'/se as dis$osiç)es gerais deste Ca$%tulo. 6alvo decisão judicial e' contr!rio a 'edida cautelar conservar! a e(ic!cia durante o $er%odo de sus$ensão do $rocesso. Art.1@.@ 7trinta< dias contados da data da e(etivação da 'edida cautelar quando esta (or concedida e' $rocedi'ento $re$aratório. Art. 6e o requerido contestar no $ra&o legal o jui& designar! audi1ncia de instrução e julga'ento +avendo $rova a ser nela $rodu&ida.< Par!gra(o 3nico..< Art. ?1*. 1= o requerente do $rocedi'ento cautelar res$onde ao requerido $elo $reju%&o que I+e causar a e#ecução da 'edida: I / se a sentença no $rocesso $rinci$al I+e (or des(avor!vel2 II / se obtida li'inar'ente a 'edida no caso do art.:5* de 1. Art. 4 l%cito ao jui& conceder li'inar'ente ou a$ós justi(icação $r"via a 'edida cautelar se' ouvir o r"u quando veri(icar que este sendo citado $oder! torn!/ la ine(ica&2 caso e' que $oder! deter'inar que o requerente $reste caução real ou (idejussória de ressarcir os danos que o requerido $ossa vir a so(rer.1:.:*5 de 19..s autos do $rocedi'ento cautelar serão a$ensados aos do $rocesso $rinci$al. 78edação dada $ela Lei n9 5. ?@. A indeni&ação ser! liquidada nos autos do $rocedi'ento cautelar.< Art.deste Código não $ro'over a citação do requerido dentro e' 5 7cinco< dias2 III / se ocorrer a cessação da e(ic!cia da 'edida e' qualquer dos casos $revistos no art. ?1@<. Par!gra(o 3nico. 78edação dada $ela Lei n9 5.

Se56o II &o SeIKestro Art. Art.< Par!gra(o 3nico. Para a concessão do arresto " essencial: 78edação dada $ela Lei n9 5. 8essalvado o dis$osto no art. ?1-.... . Art. ?1. A justi(icação $r"via quando ao jui& $arecer indis$ens!vel (ar/se/! e' segredo e de $lano redu&indo/se a ter'o o de$oi'ento das teste'un+as. 78edação dada $ela Lei n9 5.:*5 de 19.1@.de . ?@-<.:*5 de 19. A$lica'/se ao arresto as dis$osiç)es re(erentes 0 $en+ora não alteradas na $resente 6eção. Art.CAP1+2L( II &(S PR(CE&I0EN+(S CA2+ELARES ESPEC1BIC(S Se56o I &o Arresto Art. Art. Art. .. ?1=. .5. arresto te' lugar: I / quando o devedor se' do'ic%lio certo intenta ausentar/se ou alienar os bens que $ossui ou dei#a de $agar a obrigação no $ra&o esti$ulado2 II / quando o devedor que te' do'ic%lio: a< se ausenta ou tenta ausentar/se (urtiva'ente2 b< caindo e' insolv1ncia aliena ou tenta alienar bens que $ossui2 contrai ou tenta contrair d%vidas e#traordin!rias2 $)e ou tenta $Ar os seus bens e' no'e de terceiros2 ou co'ete outro qualquer arti(%cio (raudulento a (i' de (rustrar a e#ecução ou lesar credores2 III / quando o devedor que $ossui bens de rai& intenta alien!/los +i$otec!/los ou d!/los e' anticrese se' (icar co' algu' ou alguns livres e dese'bargados equivalentes 0s d%vidas2 IC / nos de'ais casos e#$ressos e' lei..:*5 de 19. jui& a requeri'ento da $arte $ode decretar o seqMestro: . ?1?. ?*1. Cessa o arresto: I / $elo $aga'ento2 II / $ela novação2 III / $ela transação.< II / $rova docu'ental ou justi(icação de algu' dos casos 'encionados no artigo antecedente.1:.--. Oulgada $rocedente a ação $rinci$al o arresto se resolve e' $en+ora. ?1:. 78edação dada $ela Lei n9 1@. Ficar! sus$ensa a e#ecução do arresto se o devedor: I / tanto que inti'ado $agar ou de$ositar e' ju%&o a i'$ortKncia da d%vida 'ais os +onor!rios de advogado que o jui& arbitrar e custas2 II / der (iador idAneo ou $restar caução $ara garantir a d%vida +onor!rios do advogado do requerente e custas.. ?**. ?15.< I / $rova literal da d%vida l%quida e certa278edação dada $ela Lei n9 5.1:.1@. ?*@. jui& conceder! o arresto inde$endente'ente de justi(icação $r"via: I / quando (or requerido $ela Dnião Estado ou Gunic%$io nos casos $revistos e' lei2 II / se o credor $restar caução 7art. ?1@ a sentença $ro(erida no arresto não (a& coisa julgada na ação $rinci$al. Art.1:. Equi$ara/se 0 $rova literal da d%vida l%quida e certa $ara e(eito de concessão de arresto a sentença l%quida ou il%quida $endente de recurso condenando o devedor ao $aga'ento de din+eiro ou de $restação que e' din+eiro $ossa converter/ se. ?1. Art.*@@*< Art.1@.

Art. ?. Contestado o $edido o jui& designar! audi1ncia de instrução e julga'ento salvo o dis$osto no no III do artigo anterior. A caução $ode ser real ou (idejussória. ?.. A$lica/se ao seqMestro no que couber o que este Código estatui acerca do arresto. Art. Art. Par!gra(o 3nico. Se56o III &a Cau56o Art.-. Art. A caução $ode ser $restada $elo interessado ou $or terceiro. . A escol+a $oder! todavia recair: I / e' $essoa indicada de co'u' acordo $elas $artes2 II / e' u'a das $artes desde que o(ereça 'aiores garantias e $reste caução idAnea.I / de bens 'óveis se'oventes ou i'óveis quando I+es (or dis$utada a $ro$riedade ou a $osse +avendo (undado receio de ri#as ou dani(icaç)es2 II / dos (rutos e rendi'entos do i'óvel reivindicando se o r"u de$ois de condenado $or sentença ainda sujeita a recurso os dissi$ar2 III / dos bens do casal nas aç)es de se$aração judicial e de anulação de casa'ento se o cAnjuge os estiver dila$idando2 IC / nos de'ais casos e#$ressos e' lei.@< ou contestar o $edido. 6e o requerido não cu'$rir a sentença no $ra&o estabelecido o jui& declarar!: I / no caso do art. requerido ser! citado $ara no $ra&o de 5 7cinco< dias aceitar a caução 7art. Art. . ?. ?. ?*5.. Art. Art. ?. Oulgando $rocedente o $edido o jui& deter'inar! a caução e assinar! o $ra&o e' que deve ser $restada cu'$rindo/se as dilig1ncias que (ore' deter'inadas. ?*.5. ?*?.@. ?*: não $restada a caução2 II / no caso do art. Art. Art. autor nacional ou estrangeiro que residir (ora do Hrasil ou dele se ausentar na $end1ncia da de'anda $restar! nas aç)es que intentar caução su(iciente 0s . ?.*. Par!gra(o 3nico. Art. Art.@ e(etivada a sanção que co'inou.. Aquele e' cujo (avor +! de ser dada a caução requerer! a citação do obrigado $ara que a $reste sob $ena de incorrer na sanção que a lei ou o contrato co'inar $ara a (alta. ?*:< $rest!/la 7art. ?*-.. Incu'be ao jui& no'ear o de$osit!rio dos bens seqMestrados. jui& $ro(erir! i'ediata'ente a sentença: I / se o requerido não contestar2 II / se a caução o(erecida ou $restada (or aceita2 III / se a 'at"ria (or so'ente de direito ou sendo de direito e de (ato j! não +ouver necessidade de outra $rova. Aquele que (or obrigado a dar caução requerer! a citação da $essoa a (avor de que' tiver de ser $restada indicando na $etição inicial: I / o valor a caucionar2 II / o 'odo $elo qual a caução vai ser $restada2 III / a esti'ativa dos bens2 IC / a $rova da su(ici1ncia da caução ou da idoneidade do (iador. ?*. A entrega dos bens ao de$osit!rio (ar/se/! logo de$ois que este assinar o co'$ro'isso.1. 6e +ouver resist1ncia o de$osit!rio solicitar! ao jui& a requisição de (orça $olicial. ?*=. Juando a lei não deter'inar a es$"cie de caução esta $oder! ser $restada 'ediante de$ósito e' din+eiro $a$"is de cr"dito t%tulos da Dnião ou dos Estados $edras e 'etais $reciosos +i$oteca $en+or e (iança. ?. . ?*:. ?. Art.

. ?-. e . Na $etição inicial o requerente justi(icar! o $edido indicando a de$reciação do be' dado e' garantia e a i'$ortKncia do re(orço que $retende obter.I &a Produ56o Antecipada de Provas . Art. ?. Art. &a -usca e Apreens6o Art.. Se56o . Se56o I. Se56o .s o(iciais de justiça (ar/se/ão aco'$an+ar de duas teste'un+as. Não se e#igir! $or"' a caução de que trata o artigo antecedente: I / na e#ecução (undada e' t%tulo e#trajudicial2 II / na reconvenção.o >ratando/se de direito autoral ou direito cone#o do artista int"r$rete ou e#ecutante $rodutores de (onogra'as e organis'os de radiodi(usão o jui& designar! $ara aco'$an+are' os o(iciais de justiça dois $eritos aos quais incu'bir! con(ir'ar a ocorr1ncia da violação antes de ser e(etivada a a$reensão. ?. .?1 e . ?.55 a . Oulgando $rocedente o $edido o jui& assinar! $ra&o $ara que o obrigado re(orce a caução.:.=. ?-5.. B 1o Não atendidos os o(iciais de justiça arro'barão as $ortas e#ternas be' co'o as internas e quaisquer 'óveis onde $resu'a' que esteja oculta a $essoa ou a coisa $rocurada. Art. Não sendo cu'$rida a sentença cessarão os e(eitos da caução $restada $resu'indo/se que o autor ten+a desistido da ação ou o recorrente desistido do recurso. ?-1. B . jui& $ode decretar a busca e a$reensão de $essoas ou de coisas. Provado quanto baste o alegado e#$edir/se/! o 'andado que conter!: I / a indicação da casa ou do lugar e' que deve e(etuar/se a dilig1ncia2 II / a descrição da $essoa ou da coisa $rocurada e o destino a I+e dar2 III / a assinatura do jui& de que' e'anar a orde'.. ?-*. Art. . ?.=. Art. Ceri(icando/se no curso do $rocesso que se des(alcou a garantia $oder! o interessado e#igir re(orço da caução. Finda a dilig1ncia lavrarão os o(iciais de justiça auto circunstanciado assinando/o co' as teste'un+as.custas e +onor!rios de advogado da $arte contr!ria se não tiver no Hrasil bens i'óveis que I+es assegure' o $aga'ento.bservar/se/! quanto ao $rocedi'ento no que couber o dis$osto nos arts. Art.?. A justi(icação $r"via (ar/se/! e' segredo de justiça se (or indis$ens!vel. &a EJibi56o Art. ?--. 'andado ser! cu'$rido $or dois o(iciais de justiça u' dos quais o ler! ao 'orador inti'ando/o a abrir as $ortas. ?-@. B *o . Art. . Na $etição inicial e#$or! o requerente as ra&)es justi(icativas da 'edida e da ci1ncia de estar a $essoa ou a coisa no lugar designado.?*. Art. >e' lugar co'o $rocedi'ento $re$aratório a e#ibição judicial: I / de coisa 'óvel e' $oder de outre' e que o requerente re$ute sua ou ten+a interesse e' con+ecer2 II / de docu'ento $ró$rio ou co'u' e' $oder de co/interessado sócio condA'ino credor ou devedor2 ou e' $oder de terceiro que o ten+a e' sua guarda co'o inventariante testa'enteiro de$osit!rio ou ad'inistrador de bens al+eios2 III / da escrituração co'ercial $or inteiro balanços e docu'entos de arquivo nos casos e#$ressos e' lei.

Art.III &o Arrola:ento de -ens Art. ?55.. Na $etição inicial e#$or! o requerente as suas necessidades e as $ossibilidades do ali'entante.. ?-:. ?5-. Art. Art. requerente $oder! $edir que o jui& ao des$ac+ar a $etição inicial e se' audi1ncia do requerido I+e arbitre desde logo u'a 'ensalidade $ara 'antença. Art. Procede/se ao arrola'ento se'$re que +! (undado receio de e#travio ou de dissi$ação de bens. ?5. 4 l%cito $edir ali'entos $rovisionais: I / nas aç)es de desquite e de anulação de casa'ento desde que esteja' se$arados os cAnjuges2 II / nas aç)es de ali'entos desde o des$ac+o da $etição inicial2 III / nos de'ais casos e#$ressos e' lei. -*@ a -. A $rodução anteci$ada da $rova $ode consistir e' interrogatório da $arte inquirição de teste'un+as e e#a'e $ericial. A $rova $ericial reali&ar/se/! con(or'e o dis$osto nos arts. Art. Far/se/! o interrogatório da $arte ou a inquirição das teste'un+as antes da $ro$ositura da ação ou na $end1ncia desta 'as antes da audi1ncia de instrução: I / se tiver de ausentar/se2 II / se $or 'otivo de idade ou de 'ol"stia grave +ouver justo receio de que ao te'$o da $rova j! não e#ista ou esteja i'$ossibilitada de de$or. No caso $revisto no no I deste artigo a $restação ali'ent%cia devida ao requerente abrange al"' do que necessitar $ara sustento +abitação e vestu!rio as des$esas $ara custear a de'anda. requerente justi(icar! su'aria'ente a necessidade da anteci$ação e 'encionar! co' $recisão os (atos sobre que +! de recair a $rova. . . ?5@. ?5. Par!gra(o 3nico. B *o Aos credores só " $er'itido requerer arrola'ento nos casos e' que ten+a lugar a arrecadação de +erança. Art. ?5?. ?5*.. ?5=. B 1o . >ratando/se de inquirição de teste'un+as serão inti'ados os interessados a co'$arecer 0 audi1ncia e' que $restar! o de$oi'ento. Art. Par!gra(o 3nico. Art. Se56o . Produ&idas as $rovas e' justi(icação $r"via o jui& convencendo/se de que o interesse do requerente corre s"rio risco de(erir! a 'edida no'eando de$osit!rio dos bens. Art. ?-?. . ?51. ?-=. Ainda que a causa $rinci$al $enda de julga'ento no tribunal $rocessar/ se/! no $ri'eiro grau de jurisdição o $edido de ali'entos $rovisionais. >o'ado o de$oi'ento ou (eito e#a'e $ericial os autos $er'anecerão e' cartório sendo l%cito aos interessados solicitar as certid)es que quisere'.II &os Ali:entos Provisionais Art. Se56o . ?-. Navendo (undado receio de que ven+a a tornar/se i'$oss%vel ou 'uito di(%cil a veri(icação de certos (atos na $end1ncia da ação " ad'iss%vel o e#a'e $ericial.:. interesse do requerente $ode resultar de direito j! constitu%do ou que deva ser declarado e' ação $ró$ria. Na $etição inicial e#$or! o requerente: I / o seu direito aos bens2 II / os (atos e' que (unda o receio de e#travio ou de dissi$ação dos bens.Art. Art. Par!gra(o 3nico. Pode requerer o arrola'ento todo aquele que te' interesse na conservação dos bens.

jui& não se $ronunciar! sobre o '"rito da $rova li'itando/se a veri(icar se (ora' observadas as (or'alidades legais. Art. Art. Não sendo $oss%vel e(etuar desde logo o arrola'ento ou conclu%/lo no dia e' que (oi iniciado a$or/se/ão selos nas $ortas da casa ou nos 'óveis e' que esteja' os bens continuando/se a dilig1ncia no dia que (or designado. ?. ?5:. 6alvo nos casos e#$ressos e' lei " essencial a citação dos interessados. ?==. Se56o ? &os Protestos% Notifica5Ces e Interpela5Ces Art. jui& inde(erir! o $edido quando o requerente não +ouver de'onstrado leg%ti'o interesse e o $rotesto dando causa a d3vidas e incerte&as $ossa i'$edir a (or'ação de contrato ou a reali&ação de negócio l%cito. >odo aquele que desejar $revenir res$onsabilidade $rover a conservação e ressalva de seus direitos ou 'ani(estar qualquer intenção de 'odo (or'al $oder! (a&er $or escrito o seu $rotesto e' $etição dirigida ao jui& e requerer que do 'es'o se inti'e a que' de direito. Art. Ao interessado " l%cito contraditar as teste'un+as reinquiri/las e 'ani(estar/se sobre os docu'entos dos quais ter! vista e' cartório $or *. 6e o interessado não $uder ser citado $essoal'ente intervir! no $rocesso o Ginist"rio P3blico. ?=:. Par!gra(o 3nico. Na $etição o requerente e#$or! os (atos e os (unda'entos do $rotesto. . ?=@. ?=5. $ossuidor ou detentor dos bens ser! ouvido se a audi1ncia não co'$ro'eter a (inalidade da 'edida. . Art. Far/se/! a inti'ação $or editais: I / se o $rotesto (or $ara con+eci'ento do $3blico e' geral nos casos $revistos e' lei ou quando a $ublicidade seja essencial $ara que o $rotesto noti(icação ou inter$elação atinja seus (ins2 II / se o citando (or descon+ecido incerto ou estiver e' lugar ignorado ou de di(%cil acesso2 III / se a de'ora da inti'ação $essoal $uder $rejudicar os e(eitos da inter$elação ou do $rotesto. ?=?. Art. 7tr1s< dias aquele contra que' (oi dirigido desde que I+e $areça +aver no $edido ato e'ulativo tentativa de e#torsão ou qualquer outro (i' il%cito decidindo e' seguida sobre o $edido de $ublicação de editais.. Art.@. Jue' $retender justi(icar a e#ist1ncia de algu' (ato ou relação jur%dica seja $ara si'$les docu'ento e se' car!ter contencioso seja $ara servir de $rova e' $rocesso regular e#$or! e' $etição circunstanciada a sua intenção. Juando se tratar de $rotesto contra a alienação de bens $ode o jui& ouvir e' .1. Art. ?=-.7vinte e quatro< +oras. . ?=.. $rotesto ou inter$elação não ad'ite de(esa ne' contra$rotesto nos autos2 'as o requerido $ode contra$rotestar e' $rocesso distinto. Se56o I? &a Justifica56o Art. . Par!gra(o 3nico. ?=1. Art. . Art. . No $rocesso de justi(icação não se ad'ite de(esa ne' recurso. ?=. Art. ?. Par!gra(o 3nico. de$osit!rio lavrar! auto descrevendo 'inuciosa'ente todos os bens e registrando quaisquer ocorr1ncias que ten+a' interesse $ara sua conservação. A justi(icação consistir! na inquirição de teste'un+as sobre os (atos alegados sendo (acultado ao requerente juntar docu'entos.Par!gra(o 3nico. ?=*. A justi(icação ser! a(inal julgada $or sentença e os autos serão entregues ao requerente inde$endente'ente de traslado decorridas -? 7quarenta e oito< +oras da decisão. Art.

>o'ado o $en+or legal nos casos $revistos e' lei requerer! o credor ato cont%nuo a +o'ologação.o E' caso algu' a (alta do e#a'e $rejudicar! os direitos do nascituro. Co'ete atentado a $arte que no curso do $rocesso: I / viola $en+ora arresto seqMestro ou i'issão na $osse2 II / $rossegue e' obra e'bargada2 III / $ratica outra qualquer inovação ilegal no estado de (ato. Na $etição inicial instru%da co' a conta $or'enori&ada das des$esas a tabela dos $reços e a relação dos objetos retidos $edir! a citação do devedor $ara e' *.. Se56o ?III &o Atentado Art. ??@. ?. Nos casos $revistos e' lei $rocessar/se/! a noti(icação ou inter$elação na con(or'idade dos artigos antecedentes. ?. A$resentado o laudo que recon+eça a gravide& o jui& $or sentença declarar! a requerente investida na $osse dos direitos que assista' ao nascituro.. A 'ul+er que $ara garantia dos direitos do (il+o nascituro quiser $rovar seu estado de gravide& requerer! ao jui& que ouvido o órgão do Ginist"rio P3blico 'ande e#a'in!/la $or u' '"dico de sua no'eação. B . B 1o . E' seguida o jui& decidir!2 +o'ologando o $en+or serão os autos entregues ao requerente -? 7quarenta e oito< +oras de$ois inde$endente'ente de traslado salvo se dentro desse $ra&o a $arte +ouver $edido certidão2 não sendo +o'ologado o objeto ser! entregue ao r"u ressalvado ao autor o direito de cobrar a conta $or ação ordin!ria. ?.. Feita a inti'ação ordenar! o jui& que $agas as custas e decorridas -? 7quarenta e oito< +oras seja' os autos entregues 0 $arte inde$endente'ente de traslado.7vinte e quatro< +oras $agar ou alegar de(esa. Art. Par!gra(o 3nico. B *o 6er! dis$ensado o e#a'e se os +erdeiros do (alecido aceitare' a declaração da requerente. Se56o ?I &a /o:oloFa56o do Penhor LeFal Art. ??1. Art. Par!gra(o 3nico.5. A $etição inicial ser! autuada e' se$arado observando/se quanto ao $rocedi'ento o dis$osto nos arts. requeri'ento ser! instru%do co' a certidão de óbito da $essoa de que' o nascituro " sucessor. 6e 0 requerente não couber o e#erc%cio do $!trio $oder o jui& no'ear! curador ao nascituro.=. A sentença que julgar $rocedente a ação ordenar! o restabeleci'ento do estado anterior a sus$ensão da causa $rinci$al e a $roibição de o r"u (alar nos autos at" a $urgação do atentado. A de(esa só $ode consistir e': I / nulidade do $rocesso2 II / e#tinção da obrigação2 III / não estar a d%vida co'$reendida entre as $revistas e' lei ou não estare' os bens sujeitos a $en+or legal. Art. Par!gra(o 3nico. Art. A ação de atentado ser! $rocessada e julgada $elo jui& que con+eceu originaria'ente da causa $rinci$al ainda que esta se encontre no tribunal.-..:.?. Art. Art. ?. Estando su(iciente'ente $rovado o $edido nos ter'os deste artigo o jui& $oder! +o'ologar de $lano o $en+or legal. ?. ?.*. ?. ?..Art. Se56o ?II &a Posse e: No:e do Nascituro Art. . ?@* e ?@.

A sentença $oder! condenar o r"u a ressarcir 0 $arte lesada as $erdas e danos que so(reu e' conseqM1ncia do atentado.. . ?@1 a ?@. . 6e o o(icial o$user d3vidas ou di(iculdades 0 to'ada do $rotesto ou 0 entrega do res$ectivo instru'ento $oder! a $arte recla'ar ao jui&. Art. ??-. . Par!gra(o 3nico. Na a$licação das 'edidas enu'eradas no artigo antecedente observar/ se/! o $rocedi'ento estabelecido nos arts. &e (utras 0edidas Provisionais Art. &o Protesto e da Apreens6o de +ítulos Art. ???. jui& $oder! ordenar ou autori&ar na $end1ncia da ação $rinci$al ou antes de sua $ro$ositura: I / obras de conservação e' coisa litigiosa ou judicial'ente a$reendida2 II / a entrega de bens de uso $essoal do cAnjuge e dos (il+os2 III / a $osse $rovisória dos (il+os nos casos de se$aração judicial ou anulação de casa'ento2 IC / o a(asta'ento do 'enor autori&ado a contrair casa'ento contra a vontade dos $ais2 C / o de$ósito de 'enores ou inca$a&es castigados i'oderada'ente $or seus $ais tutores ou curadores ou $or eles indu&idos 0 $r!tica de atos contr!rios 0 lei ou 0 'oral2 Cl / o a(asta'ento te'$or!rio de u' dos cAnjuges da 'orada do casal2 CII / a guarda e a educação dos (il+os regulado o direito de visita que no interesse da criança ou do adolescente $ode a crit"rio do jui& ser e#tensivo a cada u' dos avós2 78edação dada $ela Lei n9 1*. o(icial inti'ar! do $rotesto o devedor $or carta registrada ou entregando/l+e e' 'ãos o aviso. jui& $oder! ordenar a a$reensão de t%tulo não restitu%do ou sonegado $elo e'itente sacado ou aceitante2 'as só decretar! a $risão de que' o recebeu $ara (ir'ar aceite ou e(etuar $aga'ento se o $ortador $rovar co' justi(icação ou $or docu'ento a entrega do t%tulo e a recusa da devolução. ??. Art. . Art. Se56o ?. Art. Se56o ?I. ??5. ??. ??:. ??=.. Navendo contestação do cr"dito o de$ósito das i'$ortKncias re(erido no artigo $recedente não ser! levantado antes de $assada e' julgado a sentença. Art. Cessar! a $risão: I / se o devedor restituir o t%tulo ou $agar o seu valor e as des$esas (eitas ou o e#ibir $ara ser levado a de$ósito2 II / quando o requerente desistir2 III / não sendo iniciada a ação $enal dentro do $ra&o da lei2 IC / não sendo $ro(erido o julgado dentro de :@ 7noventa< dias da data da e#ecução do 'andado. . $rotesto de t%tulos e contas judicial'ente veri(icadas (ar/se/! nos casos e co' observKncia da lei es$ecial. jui& 'andar! $rocessar de $lano o $edido ouvir! de$oi'entos se (or necess!rio e estando $rovada a alegação ordenar! a $risão. .Par!gra(o 3nico.. Far/se/! todavia $or edital a inti'ação: I / se o devedor não (or encontrado na co'arca2 II / quando se tratar de $essoa descon+ecida ou incerta. Art. Par!gra(o 3nico. .uvido o o(icial o jui& $ro(erir! sentença que ser! transcrita no instru'ento.:? de *@11< Clll / a interdição ou a de'olição de $r"dio $ara resguardar a sa3de a segurança ou outro interesse $3blico.. ??*.

:51 de 1.correndo a recusa 'ani(estada $or escrito ao estabeleci'ento banc!rio o devedor ou terceiro $oder! $ro$or dentro de .. 6e o objeto da $restação (or coisa indeter'inada e a escol+a couber ao credor ser! este citado $ara e#ercer o direito dentro de 5 7cinco< dias se outro $ra&o não constar de lei ou do contrato ou $ara aceitar que o devedor o (aça devendo o jui& ao des$ac+ar a $etição inicial (i#ar lugar dia e +ora e' que se (ar! a entrega sob $ena de de$ósito. .:51 de 1.1::-< II / a citação do r"u $ara levantar o de$ósito ou o(erecer res$osta. autor na $etição inicial requerer!: 78edação dada $ela Lei n9 ?. 8equerer/se/! a consignação no lugar do $aga'ento cessando $ara o devedor tanto que se e(etue o de$ósito os juros e os riscos salvo se (or julgada i'$rocedente..:51 de 1.1*. ?:=.. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.1::-< B . Art.:51 de 1. ?:. B 1o >ratando/se de obrigação e' din+eiro $oder! o devedor ou terceiro o$tar $elo de$ósito da quantia devida e' estabeleci'ento banc!rio o(icial onde +ouver situado no lugar do $aga'ento e' conta co' correção 'onet!ria cienti(icando/se o credor $or carta co' aviso de rece$ção assinado o $ra&o de 1@ 7de&< dias $ara a 'ani(estação de recusa. Na contestação o r"u $oder! alegar que: 78edação dada $ela Lei n9 ?.:51 de 1..:51 de 1. &(S PR(CE&I0EN+(S ESPECIAIS +1+2L( I &(S PR(CE&I0EN+(S ESPECIAIS &E J2RIS&I34( C(N+ENCI(SA CAP1+2L( I &A A34( &E C(NSI=NA34( E0 PA=A0EN+( Art. ?:5.. ?:1. Art.1::-< B *o Fecorrido o $ra&o re(erido no $ar!gra(o anterior se' a 'ani(estação de recusa re$utar/se/! o devedor liberado da obrigação (icando 0 dis$osição do credor a quantia de$ositada.1*.o .:51 de 1. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. E' caso de urg1ncia o jui& $oder! autori&ar ou ordenar as 'edidas se' audi1ncia do requerido.o do art.1*.R( I. 6e ocorrer d3vida sobre que' deva legiti'a'ente receber o $aga'ento o autor requerer! o de$ósito e a citação dos que o dis$uta' $ara $rovare' o seu direito.1::-< I / o de$ósito da quantia ou da coisa devida a ser e(etivado no $ra&o de 5 7cinco< dias contados do de(eri'ento ressalvada a +i$ótese do B . ?:@2 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. LI. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. Juando a coisa devida (or cor$o que deva ser entregue no lugar e' que est! $oder! o devedor requerer a consignação no (oro e' que ela se encontra. ?:-.1::-< Art.Par!gra(o 3nico. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?. Art. Nos casos $revistos e' lei $oder! o devedor ou terceiro requerer co' e(eito de $aga'ento a consignação da quantia ou da coisa devida.1*.1*..1::-< B -o Não $ro$osta a ação no $ra&o do $ar!gra(o anterior (icar! se' e(eito o de$ósito $odendo levant!/lo o de$ositante. ?:@.1::-< I / não +ouve recusa ou 'ora e' receber a quantia ou coisa devida2 . Par!gra(o 3nico.1*.:51 de 1.1*. >ratando/se de $restaç)es $eriódicas u'a ve& consignada a $ri'eira $ode o devedor continuar a consignar no 'es'o $rocesso e se' 'ais (or'alidades as que se (ore' vencendo desde que os de$ósitos seja' e(etuados at" 5 7cinco< dias contados da data do venci'ento.... ?:*. Art.@ 7trinta< dias a ação de consignação instruindo a inicial co' a $rova do de$ósito e da recusa.1*.1::-< Art.

1*. No caso do inciso IC a alegação ser! ad'iss%vel se o r"u indicar o 'ontante que entende devido. Não sendo cu'$rido o 'andado o jui& decretar! a $risão do de$osit!rio in(iel. ..:*5 de 19. Juando na contestação o r"u alegar que o de$ósito não " integral " l%cito ao autor co'$let!/lo dentro e' 1@ 7de&< dias salvo se corres$onder a $restação cujo inadi'$le'ento acarrete a rescisão do contrato.:*5 de 19.< II / contestar a ação.1@...1@.. :@*..1::-< B *o A sentença que concluir $ela insu(ici1ncia do de$ósito deter'inar! se'$re que $oss%vel o 'ontante devido e neste caso valer! co'o t%tulo e#ecutivo (acultado ao credor $ro'over/l+e a e#ecução nos 'es'os autos.7Inclu%do $ela Lei n9 5. ?:?. 78edação dada $ela Lei n9 5...1*.. 78edação dada $ela Lei n9 5. Art. Proceder/se/! do 'es'o 'odo se o credor receber e der quitação..< Art.< CAP1+2L( II &A A34( &E &EP7SI+( Art. Na $etição inicial instru%da co' a $rova literal do de$ósito e a esti'ativa do valor da coisa se não constar do contrato o autor $edir! a citação do r"u $ara no $ra&o de 5 7cinco< dias: 78edação dada $ela Lei n9 5. B 1o Alegada a insu(ici1ncia do de$ósito $oder! o r"u levantar desde logo a quantia ou a coisa de$ositada co' a conseqMente liberação $arcial do autor $rosseguindo o $rocesso quanto 0 $arcela controvertida. Art. Art.:51 de 1. 6e o r"u contestar a ação observar/se/! o $rocedi'ento ordin!rio.1:. Oulgada $rocedente a ação ordenar! o jui& a e#$edição de 'andado $ara a entrega e' *.II / (oi justa a recusa2 III / o de$ósito não se e(etuou no $ra&o ou no lugar do $aga'ento2 IC / o de$ósito não " integral. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.:51 de 1. Juando a consignação se (undar e' d3vida sobre que' deva legiti'a'ente receber não co'$arecendo nen+u' $retendente converter/se/! o de$ósito e' arrecadação de bens de ausentes2 co'$arecendo a$enas u' o jui& decidir! de $lano2 co'$arecendo 'ais de u' o jui& declarar! e(etuado o de$ósito e e#tinta a obrigação continuando o $rocesso a correr unica'ente entre os credores2 caso e' que se observar! o $rocedi'ento ordin!rio.:*5 de 19.1:.1:.1@. Par!gra(o 3nico. r"u $oder! alegar al"' da nulidade ou (alsidade do t%tulo e da e#tinção das obrigaç)es as de(esas $revistas na lei civil.1::-< Art. :@1.< B 1o No $edido $oder! constar ainda a co'inação da $ena de $risão at" 1 7u'< ano que o jui& decretar! na (or'a do art.1:. Esta ação te' $or (i' e#igir a restituição da coisa de$ositada. 78edação dada $ela Lei n9 5. :@. 78edação dada $ela Lei n9 5. A$lica/se o $rocedi'ento estabelecido neste Ca$%tulo no que couber ao resgate do a(ora'ento. :@.1*. Não o(erecida a contestação e ocorrentes os e(eitos da revelia o jui& julgar! $rocedente o $edido declarar! e#tinta a obrigação e condenar! o r"u nas custas e +onor!rios advocat%cios.$ar!gra(o 3nico.< Art. ?::.1:..1@.1@.1:.:*5 de 19.1:.1::-< Par!gra(o 3nico.< I / entregar a coisa de$osit!/la e' ju%&o ou consignar/l+e o equivalente e' din+eiro2 7Inclu%do $ela Lei n9 5.1@.:*5 de 19. 78edação dada $ela Lei n9 ?. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.< B *o .7vinte e quatro< +oras da coisa ou do equivalente e' din+eiro. 7Inclu%do $ela Lei n9 ?.:*5 de 19..1@.:51 de 1.:51 de 1. Par!gra(o 3nico.. ?:..:*5 de 19. :@-.1*. :@@.1::-< Art.

. Art. :15. Art. Par!gra(o 3nico. Aquele que $retender e#igir a $restação de contas requerer! a citação do r"u $ara no $ra&o de 5 7cinco< dias as a$resentar ou contestar a ação. Aquele que tiver $erdido t%tulo ao $ortador ou dele +ouver sido injusta'ente desa$ossado $oder!: I / reivindic!/lo da $essoa que o detiver2 II / requerer/l+e a anulação e substituição $or outro. FE C.N>A6 Art. :@5. CAP1+2L( III &A A34( &E AN2LA34( E S2-S+I+2I34( &E +1+2L(S A( P(R+A&(R Art. :@:. II e III do artigo anterior. B 1o Prestadas as contas ter! o autor 5 7cinco< dias $ara di&er sobre elas2 +avendo necessidade de $rodu&ir $rovas o jui& designar! audi1ncia de instrução e julga'ento2 e' caso contr!rio $ro(erir! desde logo a sentença. Art. :1. Oulgada $rocedente a ação o jui& declarar! caduco o t%tulo recla'ado e ordenar! ao devedor que lavre outro e' substituição dentro do $ra&o que a sentença I+e assinar. :@?. Art. . :1@. Juando não receber a coisa ou o equivalente e' din+eiro $oder! o autor $rosseguir nos $ró$rios autos $ara +aver o que I+e (or recon+ecido na sentença observando/se o $rocedi'ento da e#ecução $or quantia certa. . Art. :11. Ousti(icado quanto baste o alegado ordenar! o jui& a citação do r"u e o cu'$ri'ento das $rovid1ncias enu'eradas nos ns. :@=. 6ó se ad'itir! a contestação quando aco'$an+ada do t%tulo recla'ado. :1*. Art. A ação de $restação de contas co'$etir! a que' tiver: I / o direito de e#igi/las2 II / a obrigação de $rest!/las. :1-. No caso do no II do artigo antecedente e#$or! o autor na $etição inicial a quantidade es$"cie valor no'inal do t%tulo e atributos que o individuali&e' a "$oca e o lugar e' que o adquiriu as circunstKncias e' que o $erdeu e quando recebeu os 3lti'os juros e dividendos requerendo: I / a citação do detentor e $or edital de terceiros interessados $ara contestare' o $edido2 II / a inti'ação do devedor $ara que de$osite e' ju%&o o ca$ital be' co'o juros ou dividendos vencidos ou vincendos2 III / a inti'ação da Holsa de Calores $ara con+eci'ento de seus 'e'bros a (i' de que estes não negocie' os t%tulos. CAPQ>DL.Art. Não +avendo contestação o jui& $ro(erir! desde logo a sentença2 e' caso contr!rio observar/se/! o $rocedi'ento ordin!rio. A citação abranger! ta'b"' terceiros interessados $ara res$ondere' 0 ação. Par!gra(o 3nico. FE P8E6>ATZ. Co'$rado o t%tulo e' bolsa ou leilão $3blico o dono que $retender a restituição " obrigado a indeni&ar ao adquirente o $reço que este $agou ressalvado o direito de reav1/lo do vendedor. Art. IC FA ATZ. :@. 6e esta (or encontrada ou entregue voluntaria'ente $elo r"u cessar! a $risão e ser! devolvido o equivalente e' din+eiro. Art. 8ecebida a contestação do r"u observar/se/! o $rocedi'ento ordin!rio. 6e' $reju%&o do de$ósito ou da $risão do r"u " l%cito ao autor $ro'over a busca e a$reensão da coisa.. Par!gra(o 3nico.correndo destruição $arcial o $ortador e#ibindo o que restar do t%tulo $edir! a citação do devedor $ara e' 1@ 7de&< dias substitu%/lo ou contestar a ação.

:*5. saldo credor declarado na sentença $oder! ser cobrado e' e#ecução (orçada. As contas do inventariante do tutor do curador do de$osit!rio e de outro qualquer ad'inistrador serão $restadas e' a$enso aos autos do $rocesso e' que tiver sido no'eado. Art. :*. 6endo condenado a $agar o saldo e não o (a&endo no $ra&o legal o jui& $oder! destitu%/lo seqMestrar os bens sob sua guarda e glosar o $r1'io ou grati(icação a que teria direito. :*@. . Art. Art. CAP1+2L( . 8ege' o $rocedi'ento de 'anutenção e de reintegração de $osse as nor'as da seção seguinte quando intentado dentro de ano e dia da turbação ou do esbul+o2 $assado esse $ra&o ser! ordin!rio não $erdendo contudo o car!ter $ossessório. :*1.1:?@< Art. Na $end1ncia do $rocesso $ossessório " de(eso assi' ao autor co'o ao r"u intentar a ação de recon+eci'ento do do'%nio. B 1o 6e o r"u não contestar a ação ou se declarar que aceita as contas o(erecidas serão estas julgadas dentro de 1@ 7de&< dias.. :**..B *o 6e o r"u não contestar a ação ou não negar a obrigação de $restar contas observar/se/! o dis$osto no art. :*-. :1?. 78edação dada $ela Lei n9 =. Art.. :1. :1=. A $ro$ositura de u'a ação $ossessória e' ve& de outra não obstar! a que o jui& con+eça do $edido e outorgue a $roteção legal corres$ondente 0quela cujos requisitos esteja' $rovados. Aquele que estiver obrigado a $restar contas requerer! a citação do r"u $ara no $ra&o de 5 7cinco< dias aceit!/las ou contestar a ação.o 6e o r"u a$resentar as contas dentro do $ra&o estabelecido no $ar!gra(o anterior seguir/se/! o $rocedi'ento do B 1o deste artigo2 e' caso contr!rio a$resent!/ las/! o autor dentro e' 1@ 7de&< dias sendo as contas julgadas segundo o $rudente arb%trio do jui& que $oder! deter'inar se necess!rio a reali&ação do e#a'e $ericial cont!bil. As contas assi' do autor co'o do r"u serão a$resentadas e' (or'a 'ercantil es$eci(icando/se as receitas e a a$licação das des$esas be' co'o o res$ectivo saldo2 e serão instru%das co' o justi(icativos. B . . Art. :1:. 4 l%cito ao r"u na contestação alegando que (oi o o(endido e' sua $osse de'andar a $roteção $ossessória e a indeni&ação $elos $reju%&os resultantes da turbação ou do esbul+o co'etido $elo autor. Art. Art. &AS A3GES P(SSESS7RIAS Se56o I &as &isposi5Ces =erais Art. Art. B *o 6e o r"u contestar a ação ou i'$ugnar as contas e +ouver necessidade de $rodu&ir $rovas o jui& designar! audi1ncia de instrução e julga'ento. 4 l%cito ao autor cu'ular ao $edido $ossessório o de: I / condenação e' $erdas e danos2 Il / co'inação de $ena $ara caso de nova turbação ou esbul+o2 III / des(a&i'ento de construção ou $lantação (eita e' detri'ento de sua $osse.?*@ de 1=. 6e o r"u $rovar e' qualquer te'$o que o autor $rovisoria'ente 'antido ou reintegrado na $osse carece de idoneidade (inanceira $ara no caso de decair .@2 a sentença que julgar $rocedente a ação condenar! o r"u a $restar as contas no $ra&o de -? 7quarenta e oito< +oras sob $ena de não I+e ser l%cito i'$ugnar as que o autor a$resentar.:.

Na $etição inicial elaborada co' observKncia dos requisitos do art.5. 7tr1s< dias requerer! o nunciante a rati(icação e' ju%&o sob $ena de cessar o e(eito do e'bargo. Art.A Art. :. :.. Art. Juando (or ordenada a justi(icação $r"via 7art.. Par!gra(o 3nico. $ossuidor direto ou indireto que ten+a justo receio de ser 'olestado na $osse $oder! i'$etrar ao jui& que o segure da turbação ou esbul+o i'inente 'ediante 'andado $roibitório e' que se co'ine ao r"u deter'inada $ena $ecuni!ria caso transgrida o $receito. Fentro de . $ossuidor te' direito a ser 'antido na $osse e' caso de turbação e reintegrado no de esbul+o. :. :*. .*. Par!gra(o 3nico. Art.@. Par!gra(o 3nico. Art.da ação res$onder $or $erdas e danos o jui& assinar/l+e/! o $ra&o de 5 7cinco< dias $ara requerer caução sob $ena de ser de$ositada a coisa litigiosa.-. Co'$ete esta ação: I / ao $ro$riet!rio ou $ossuidor a (i' de i'$edir que a edi(icação de obra nova e' i'óvel vi&in+o I+e $rejudique o $r"dio suas servid)es ou (ins a que " destinado2 II / ao condA'ino $ara i'$edir que o co/$ro$riet!rio e#ecute algu'a obra co' $reju%&o ou alteração da coisa co'u'2 III / ao Gunic%$io a (i' de i'$edir que o $articular construa e' contravenção da lei do regula'ento ou de $ostura.. Art.1. :*:. . Oulgada $rocedente a justi(icação o jui& (ar! logo e#$edir 'andado de 'anutenção ou de reintegração. :. *?* requerer! o nunciante: . :. Art. A$lica/se quanto ao 'ais o $rocedi'ento ordin!rio. :*?< o $ra&o $ara contestar contar/se/! da inti'ação do des$ac+o que de(erir ou não a 'edida li'inar. Incu'be ao autor $rovar: I / a sua $osse2 Il / a turbação ou o esbul+o $raticado $elo r"u2 III / a data da turbação ou do esbul+o2 IC / a continuação da $osse e'bora turbada na ação de 'anutenção2 a $erda da $osse na ação de reintegração. Concedido ou não o 'andado li'inar de 'anutenção ou de reintegração o autor $ro'over! nos 5 7cinco< dias subseqMentes a citação do r"u $ara contestar a ação. CAP1+2L( . :*=. Se56o III &o Interdito Proibit9rio Art. :. A$lica/se ao interdito $roibitório o dis$osto na seção anterior. Art. Contra as $essoas jur%dicas de direito $3blico não ser! de(erida a 'anutenção ou a reintegração li'inar se' $r"via audi1ncia dos res$ectivos re$resentantes judiciais. Estando a $etição inicial devida'ente instru%da o jui& de(erir! se' ouvir o r"u a e#$edição do 'andado li'inar de 'anutenção ou de reintegração2 no caso contr!rio deter'inar! que o autor justi(ique $revia'ente o alegado citando/se o r"u $ara co'$arecer 0 audi1ncia que (or designada. Se56o II &a 0anuten56o e da ReinteFra56o de Posse Art. :*?.=. Ao $rejudicado ta'b"' " l%cito se o caso (or urgente (a&er o e'bargo e#trajudicial noti(icando verbal'ente $erante duas teste'un+as o $ro$riet!rio ou e' sua (alta o construtor $ara não continuar a obra. Art.I &A A34( &E N2NCIA34( &E (-RA N(. :.

:.:51 de 1. CAP1+2L( . >ratando/se de de'olição col+eita corte de 'adeiras e#tração de 'in"rios e obras se'el+antes $ode incluir/se o $edido de a$reensão e de$ósito dos 'ateriais e $rodutos j! retirados. FE >E88A6 PA8>ICDLA8E6 Art.. :-. :-@. 6erão inti'ados $or via $ostal $ara que 'ani(este' interesse na causa os re$resentantes da Fa&enda P3blica da Dnião dos Estados do Fistrito Federal dos >erritórios e dos Gunic%$ios.*.. Art. B 1o A caução ser! $restada no ju%&o de orige' e'bora a causa se encontre no tribunal. Art. Fe(erido o e'bargo o o(icial de justiça encarregado de seu cu'$ri'ento lavrar! auto circunstanciado descrevendo o estado e' que se encontra a obra2 e ato cont%nuo inti'ar! o construtor e os o$er!rios a que não continue' a obra sob $ena de desobedi1ncia e citar! o $ro$riet!rio a contestar e' 5 7cinco< dias a ação. 4 l%cito ao jui& conceder o e'bargo li'inar'ente ou a$ós justi(icação $r"via. A$lica/se a esta ação o dis$osto no art. Art.. :--. :. B *o E' nen+u'a +i$ótese ter! lugar o $rossegui'ento tratando/se de obra nova levantada contra deter'inação de regula'entos ad'inistrativos.1::-< Art.1*. Co'$ete a ação de usuca$ião ao $ossuidor $ara que se I+e declare nos ter'os da lei o do'%nio do i'óvel ou a servidão $redial. FE D6DCAPIZ. 78edação dada $ela Lei n9 ?. ?@. :-*.1::-< Art. Art. Cabe: I / a ação de de'arcação ao $ro$riet!rio $ara obrigar o seu con(inante a estre'ar os res$ectivos $r"dios (i#ando/se novos li'ites entre eles ou aviventando/se os j! a$agados2 II / a ação de divisão ao condA'ino $ara obrigar os de'ais consortes a $artil+ar a coisa co'u'. . Art. . :-5.. CAPQ>DL. *. Art.1*. A sentença que julgar $rocedente a ação ser! transcrita 'ediante 'andado no registro de i'óveis satis(eitas as obrigaç)es (iscais.III &A A34( &E &I.. :.:51 de 1. :-. :-1. CII FA ATZ.?.:. Art...IS4( E &A &E0ARCA34( &E +ERRAS PAR+IC2LARES Se56o I &as &isposi5Ces =erais Art.I / o e'bargo $ara que (ique sus$ensa a obra e se 'ande a(inal reconstituir 'odi(icar ou de'olir o que estiver (eito e' seu detri'ento2 II / a co'inação de $ena $ara o caso de inobservKncia do $receito2 III / a condenação e' $erdas e danos. . Intervir! obrigatoria'ente e' todos os atos do $rocesso o Ginist"rio P3blico. Par!gra(o 3nico. 78edação dada $ela Lei n9 ?. nunciado $oder! a qualquer te'$o e e' qualquer grau de jurisdição requerer o $rossegui'ento da obra desde que $reste caução e de'onstre $reju%&o resultante da sus$ensão dela. :-=. 4 l%cita a cu'ulação destas aç)es2 caso e' que dever! $rocessar/se $ri'eira'ente a de'arcação total ou $arcial da coisa co'u' citando/se os con(inantes e condA'inos. autor e#$ondo na $etição inicial o (unda'ento do $edido e juntando $lanta do i'óvel requerer! a citação daquele e' cujo no'e estiver registrado o i'óvel usuca$iendo be' co'o dos con(inantes e $or edital dos r"us e' lugar incerto e dos eventuais interessados observado quanto ao $ra&o o dis$osto no inciso IC do art.

autor $ode requerer a de'arcação co' quei#a de esbul+o ou turbação (or'ulando ta'b"' o $edido de restituição do terreno invadido co' os rendi'entos que deu ou a indeni&ação dos danos $ela usur$ação veri(icada. . :=@.. Ao laudo ane#ar! o agri'ensor a $lanta da região e o 'e'orial das o$eraç)es de ca'$o os quais serão juntos aos autos $odendo as $artes no $ra&o co'u' de 1@ 7de&< dias alegar o que julgare' conveniente. :-?. :5?. Art. 6erão citados $ara a ação todos os condA'inos se ainda não transitou e' julgado a sentença +o'ologatória da divisão2 e todos os quin+oeiros dos terrenos vindicados se $ro$osta $osterior'ente.:*5 de 19. 78edação dada $ela Lei n9 5...1@. Art. Jualquer condA'ino " $arte leg%ti'a $ara $ro'over a de'arcação do i'óvel co'u' citando/se os de'ais co'o litisconsortes.< Par!gra(o 3nico. :55. Art.1@. .Art.. Art. :5*. Navendo contestação observar/se/! o $rocedi'ento ordin!rio2 não +avendo a$lica/se o dis$osto no art. A sentença que julgar $rocedente a ação deter'inar! o traçado da lin+a de'arcanda.1:. Art.:*5 de 19. Art. :51. Conclu%dos os estudos a$resentarão os arbitradores 'inucioso laudo sobre o traçado da lin+a de'arcanda tendo e' conta os t%tulos 'arcos ru'os a (a'a da vi&in+ança as in(or'aç)es de antigos 'oradores do lugar e outros ele'entos que coligire'. E' qualquer dos casos do artigo anterior o jui& antes de $ro(erir a sentença de(initiva no'ear! dois arbitradores e u' agri'ensor $ara levantare' o traçado da lin+a de'arcanda.@ II. Neste 3lti'o caso a sentença que julga $rocedente a ação condenando a restituir os terrenos ou a $agar a indeni&ação valer! co'o t%tulo e#ecutivo e' (avor dos quin+oeiros $ara +avere' dos outros condA'inos que (ore' $arte na divisão ou de seus sucessores $or t%tulo universal na $ro$orção que I+es tocar a co'$osição $ecuni!ria do des(alque so(rido. Par!gra(o 3nico. Art.1:. :5=. . Nos trabal+os de ca'$o observar/se/ão as seguintes regras: I / a declinação 'agn"tica da agul+a ser! deter'inada na estação inicial2 II / e'$regar/se/ão os instru'entos aconsel+ados $ela t"cnica2 . :5-. :5. Art. :5:. :-:.s r"us que residire' na co'arca serão citados $essoal'ente2 os de'ais $or edital. :5.< Se56o II &a &e:arca56o Art. Art. Na $etição inicial instru%da co' os t%tulos da $ro$riedade designar/se/! o i'óvel $ela situação e deno'inação descrever/se/ão os li'ites $or constituir aviventar ou renovar e no'ear/se/ão todos os con(inantes da lin+a de'arcanda. Feitas as citaç)es terão os r"us o $ra&o co'u' de *@ 7vinte< dias $ara contestar. Fi#ados os 'arcos da lin+a de de'arcação os con(inantes considerar/se/ ão terceiros quanto ao $rocesso divisório2 (ica/l+es $or"' ressalvado o direito de vindicare' os terrenos de que se julgue' des$ojados $or invasão das lin+as li'%tro(es constitutivas do $er%'etro ou a recla'are' u'a indeni&ação $ecuni!ria corres$ondente ao seu valor. >odas as o$eraç)es serão consignadas e' $lanta e 'e'orial descritivo co' as re(er1ncias convenientes $ara a identi(icação e' qualquer te'$o dos $ontos assinalados. Art.. Art. 78edação dada $ela Lei n9 5. >anto que $asse e' julgado a sentença o agri'ensor e(etuar! a de'arcação colocando os 'arcos necess!rios. :5@.

Art. :=*.@@@ 7de& 'il< nas $ro$riedades de 'ais de 5 7cinco< quilA'etros quadrados. Par!gra(o 3nico.III / quando se utili&are' (itas 'et!licas ou correntes as 'edidas serão to'adas +ori&ontal'ente e' lances deter'inados $elo declive de *@ 7vinte< 'etros no '!#i'o2 IC / as estaç)es serão 'arcadas $or $equenas estacas (orte'ente cravadas colocando/se ao lado estacas 'aiores nu'eradas2 C / quando as estaç)es não tivere' a(asta'ento su$erior a 5@ 7cinqMenta< 'etros as visadas serão (eitas sobre bali&as co' o diK'etro '!#i'o de 1* 7do&e< 'il%'etros2 Cl / to'ar/se/ão $or aneróides ou $or cotas obtidas 'ediante levanta'ento taqueo'"trico as altitudes dos $ontos 'ais acidentados. A $lanta ser! orientada segundo o 'eridiano do 'arco $ri'ordial deter'inada a declinação 'agn"tica e conter!: I / as altitudes relativas de cada estação do instru'ento e a con(or'ação alti'"trica ou orogr!(ica a$ro#i'ativa dos terrenos2 II / as construç)es e#istentes co' indicação dos seus (ins be' co'o os 'arcos valos cercas 'uros divisórios e outros quaisquer vest%gios que $ossa' servir ou ten+a' servido de base 0 de'arcação2 III / as !guas $rinci$ais deter'inando/se quando $oss%vel os volu'es de 'odo que se I+es $ossa calcular o valor 'ecKnico2 IC / a indicação $or cores convencionais das culturas e#istentes $astos ca'$os 'atas ca$oeiras e divisas do i'óvel.@@@ 7cinco 'il< con(or'e a e#tensão das $ro$riedades rurais sendo ad'iss%vel a de 1 7u'< $ara 1@. Art. Aco'$an+arão as $lantas as cadernetas de o$eraç)es de ca'$o e o 'e'orial descritivo que conter!: I / o $onto de $artida os ru'os seguidos e a aviventação dos antigos co' os res$ectivos c!lculos2 II / os acidentes encontrados as cercas valos 'arcos antigos córregos rios lagoas e outros2 III / a indicação 'inuciosa dos novos 'arcos cravados das culturas e#istentes e sua $rodução anual2 . :=1. As escalas das $lantas $ode' variar entre os li'ites de 1 7u'< $ara 5@@ 7quin+entos< a 1 7u'< $ara 5.